Você está na página 1de 5

Século XX – Retrospectiva – ATUALIDADES

Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

SÉCULO XX – RETROSPECTIVA

Neste curso de Atualidades, vamos nos iterar acerca dos fatos mais impor-
tante da atualidade. Além disso, este curso tem o objetivo de prepará-lo para
qualquer prova de Atualidades.
Serão abordados os principais tópicos relacionados à Economia, à Socie-
dade, ao Meio Ambiente, ao Desenvolvimento Sustentável, à Literatura, à Ciên-
cia, à Tecnologia, dentre outros assuntos.
Um dica fundamental é sempre acompanhar o telejornal ou outro meio de
comunicação que o deixe a par do que está acontecendo no mundo e no Brasil.
Num primeiro momento, vamos abordar, sobretudo, fatores geográficos, his-
tóricos, questões ligadas à Economia, às Relações Internacionais e às Ciências
Políticas. Num segundo momento, serão preenchidas lacunas, inserindo notícias
e informações mais atualizadas. Entretanto, sem uma base geográfica e histó-
rica, dificilmente você terá a compreensão devida acerca das notícias que serão
apresentadas neste curso.

Primeiramente, quais foram os principais eventos que marcaram o


século XX?

1918 = Término da 1ª Guerra Mundial


1929 = “Crack”. Quebra da bolsa de Nova York
1939 = Início da 2ª Guerra Mundial
1949 = Revolução Chinesa
1959 = Revolução Cubana
1969 = Chegada do homem à lua
1979 = Revolução Xiita (Iraniana)
1989 = Queda do Muro de Berlim
1999 = Chegada de Hugo Chávez ao poder na Venezuela

O século XX foi marcado por grandes episódios, e boa parte deles em um ano
que terminava com 9.
ANOTAÇÕES

1
www.grancursosonline.com.br
ATUALIDADES – Século XX – Retrospectiva
Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

1918: Término da 1ª Guerra Mundial

• A 1ª Guerra Mundial contou com a Tríplice Aliança e com a Tríplice Entente.


• É marcada por ser uma guerra de trincheiras.
• Apesar de ser mundial, o continente europeu foi o principal palco dessa
guerra.
• Alterou completamente as fronteiras da África e do Oriente Médio. Vários
países surgiram e desapareceram, e vários impérios foram dissolvidos.

1929: “Crack” – Quebra da Bolsa de Nova York

• Pior crise da história do capitalismo.


• Após a 1ª Guerra Mundial, os Estados Unidos começaram a produzir não
somente para si mesmos mas também para os europeus. A Europa estava
completamente destruída e não conseguia produzir tudo aquilo que neces-
sitava, recorrendo então a um dos poucos países que tinha boa estrutura
industrial na época, a fim de atender a demanda do mercado europeu.
• Os Estados Unidos introduziram, em sua linha de montagem, o Fordismo
(superprodução, estoques abarrotados, mercadorias padronizadas, o tra-
balhador desempenha apenas uma função).
• De 1918, com o final da 1ª Guerra Mundial, até 1929, foi o período sufi-
ciente para a Europa se recuperar. Com o continente reconstruído, não era
mais necessário importar produtos vindos dos Estados Unidos. A Europa
passou a produzir os próprios produtos.
• Os Estados Unidos, que estava em ritmo de superprodução, com esto-
ques abarrotados, com produção que abrangia tanto o mercado doméstico
quanto o europeu, entrou no desequilíbrio da lei da oferta e da procura.
Essa principal lei da economia dispõe que, se a oferta não estiver balance-
ada com a procura, ou o produto irá subir ou irá abaixar de preço.
• No caso da superprodução de 1929, havia muito produto e pouca demanda,
gerando diminuição do preço.
ANOTAÇÕES

2
www.grancursosonline.com.br
Século XX – Retrospectiva – ATUALIDADES
Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

• A crise de 1929 não é explicada apenas pela superprodução, mas também


por uma teoria econômica, denominada Liberalismo (Adam Smith: mesmo
em momentos de crise, o Estado não deve intervir na Economia, pois esta
se autorregula).
• Os Estados Unidos, mesmo percebendo que a Europa estava se recons-
truindo, acreditavam no Liberalismo. Caso a economia entrasse em crise,
o Estado não precisava fazer nada, pois diante de uma crise, aparecia a
“mão invisível”, que alavancaria a economia e a deixaria em seus níveis
normais de crescimento.
• O ano de 1929 marca também o abandono do Liberalismo, pois esta teoria
se mostrou altamente vulnerável. A partir da década de 30, há um apro-
fundamento do Keynesianismo, que é o contrário do Liberalismo. Nessa
teoria, o Estado deve estar presente, principalmente gerando empregos e
regulando boa parte da economia.
• Na década de 70, o Keynesianismo entra em crise. Em 1979, é introduzido
o Neoliberalismo por Margaret Thatcher – a dama de ferro – , no Reino
Unido. No Neoliberalismo, a presença do Estado na economia é mínima.
Os Estados Unidos foram o segundo país a implantar o Neoliberalismo.
• No Brasil, o primeiro presidente neoliberal foi Fernando Collor, apesar de
ter sido Fernando Henrique Cardoso o que mais aprofundou as teorias
neoliberais.
• Para o Brasil, a crise de 1929 gerou consequências positivas. Num primeiro
momento, a crise abalou a economia agroexportadora cafeeira brasileira.
Principalmente em São Paulo, baseava-se no modelo de agroexportação.
• Com a crise, muitos países deixaram de importar o café brasileiro. Desse
modo, os cafeicultores paulistas, muito influentes no cenário político da
época, obrigaram o presidente Getúlio Vargas a comprar o café que o
mundo não comprou. Getúlio Vargas acaba comprando o café por meio de
encilhamento.
ANOTAÇÕES

3
www.grancursosonline.com.br
ATUALIDADES – Século XX – Retrospectiva
Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

• Entretanto, esse excedente de papel moeda na economia acabou gerando


altos índices de inflação, ou seja, o aumento sistemático do preço das mer-
cadorias.
• Os cafeicultores paulistas pegaram o dinheiro e, ao invés de investirem
em café, eles ergueram o Parque Industrial. Então, a crise de 1919 indus-
trializou o Brasil, fazendo com que o País deixasse de lado a postura
agroexportadora, cuja participação na economia mundial era baseada em
produtos primários. Com a crise, um cenário mais moderno chegou ao
Brasil. A indústria brasileira se dá de forma tardia, somente a partir da
década de 30, devido à crise de 29.

1939: Início da 2ª Guerra Mundial

• Evento que mudou a forma pela qual o mundo se relaciona.


• Abriu espaço para novas discussões a respeito de áreas, como, por exem-
plo, os Direitos Humanos.

1949: Revolução Chinesa

• Revolução liderada por Mao Tsé-Tung.


• A China deixa de ser um país feudal, passando para o sistema Socialista.
• Contexto de Guerra Fria.
• Atualmente, a China tanto pode ser classificada como capitalista, em rela-
ção à economia, quanto pode ser classificada como uma nação de carac-
terísticas comunistas.

1959: Revolução Cubana

• Momento em que nos faz recordar do líder Fidel Castro.


• Raul Castro, irmão de Fidel Castro, é quem governa Cuba atualmente.
• Com a Revolução, parte de Cuba ainda pertence aos Estados Unidos, que
é a Baía de Guantánamo. Nesse local, há um dos principais presídios
norte-americanos, onde estão presas pessoas acusadas de terrorismo.
ANOTAÇÕES

4
www.grancursosonline.com.br
Século XX – Retrospectiva – ATUALIDADES
Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

1969: Chegada do homem à lua

• Marca uma revolução tecnológica.


• Produtos tecnológicos, como vídeo games, computador, internet, foram
desenvolvidos durante a Guerra Fria, disputa entre Estados Unidos e União
Soviética.

1979: Revolução Xiita (Iraniana)

• Irã rompe com os Estados Unidos.


• Aiatolá Khomeini passa a assumir o governo do Irã.

1989: Queda do Muro de Berlim

• Simbolismo do fim da Guerra Fria.

1999: Chegada de Hugo Chávez ao poder na Venezuela

• Chegada do poder de esquerda na América Latina.

Obs.: Este material foi elaborado pela equipe pedagógica do Gran Cursos
Online, de acordo com a aula preparada e ministrada pela professora
Rebecca Guimarães.
ANOTAÇÕES

5
www.grancursosonline.com.br