Você está na página 1de 4

Economia Política

Prof. Alcino Miguel Furtado


Prof. Teixeira Santos
Aula: 22.10.2008

Daniela Mesquita Braga, nº 20081647


Na aula presente, foram definidos os Determinantes da Procura e os
Determinantes da Oferta, bem como elaborámos gráficos de acordo com a
Lei da Procura e a Lei da Oferta.
Foram definidos os seguintes Determinantes da Procura:

► Preço do bem
O preço do bem é um dos determinantes da procura na medida em
que, quanto mais caro é o bem, menor é o seu consumo e vice-versa;

► Rendimento
O rendimento é um determinante da procura pois quanto maior é o
rendimento, maior é o consumo do bem e vice-versa. Dentro do rendimento
podemos encontrar dois tipos de bens: o bem normal e o bem inferior. No
bem normal, foi dado o exemplo de um automóvel: se o rendimento
aumentasse, assistíamos a um aumento do consumo desse bem, em
contrapartida se o rendimento diminuísse, assistíamos a uma diminuição do
consumo desse bem. No bem inferior, foi dado o exemplo de um transporte
público: se houvesse um aumento do rendimento, havia uma diminuição da
procura desse bem, em contrapartida se houvesse uma diminuição do
rendimento, havia um aumento da procura desse bem. Concluímos assim
que, o aumento do rendimento leva a que se procure bens e serviços menos
necessários, e que com a diminuição do rendimento, diminui-se a procura,
levando as pessoas a comprar o indispensável;

► Preço do bem relacionado


Podemos encontrar dois tipos de bens: o bem substituto e o bem
complementar. No bem substituto, o aumento do preço do outro bem leva
ao aumento do consumo do bem substituto, em contrapartida a diminuição
do preço do outro bem leva à diminuição do consumo do bem substituto.
No bem complementar (bem que necessita de outro), o aumento do preço
do outro bem, diminui a procura do bem., em contrapartida a diminuição do
preço do outro bem, aumenta a procura do bem;

► Influência específica
A influência específica é a influência que temos em consumir
determinados bens específicos em determinadas épocas (por exemplo,
consumimos mais os ovos da Páscoa na época da Páscoa; utilizamos mais
aquecedores no Inverno);

► Quantidade de compradores

► Gosto ou preferência

► Expectativa

De seguida, foram definidos os seguintes Determinantes da Oferta:

► Preço dos Factores de Produção e Matérias-Primas


Quanto mais caro o preço dos factores de produção e das matérias-
primas, menor é a oferta e vice-versa.

► Influência Específica

► Quantidade de vendedores (concorrência)

► Expectativa
Por último, elaborámos os seguintes gráficos:

Lei da Procura (ou inclinação negativa)

P
Q

► Quanto maior é o preço (P), menor é a quantidade (Q).

Lei da Oferta

P
Q

► Quanto maior o preço (P), maior a Quantidade (Q).