Você está na página 1de 7

A AÇÃO GOVERNATIVA DO MARQÊS DE POMBAL

 Em 1750, D. José I subiu ao trono


 D. José I convidou para seu ministro Sebastião José de
Carvalho e Melo (que mais tarde recebeu o titulo de Marquês de
Pombal)

TERRAMOTO DE LISBOA

Quando? 1 de novembro de 1755

Onde? Lisboa

Qual a figura que ficou reconhecida por rapidamente resolver


a situação? Marquês de Pombal

O que se seguiu após o terramoto? Um tsunami

Quais as consequências?
- inundações
- incêndios
- destruição de muitos edifícios
- destruição do Paço da Ribeira
- elevado nº de mortos e feridos

Que medidas urgentes foram tomadas após o terramoto pelo


Marquês de Pombal?
 Mandou vigiar as igrejas e palácios para evitar os roubos
 Alojar os desalojados
 Mandou limpar o entulho da cidade
 Proibiu a reconstrução de edifícios até que houvesse um novo
plano para a cidade

“é necessário cuidar dos vivos e enterrar os mortos”


Quem ficou responsável pela reconstrução da cidade de
Lisboa?
 Marquês de Pombal
 Arquitetos e engenheiros: Manuel da Maia, Eugénio dos Santos e
Carlos Mardel

Quais as características da nova cidade?

 Ruas largas e perpendiculares, espaçosas e com passeios


calcetados
 Prédios todos da mesma altura e com fachadas semelhantes
 Prédios construídos em gaiola para serem mais resistentes a
terramotos
 Praça do Comércio no sitio do antigo Terreiro do Paço (assim
homenageava a burguesia e o próprio rei D. José I com a
estátua no centro da praça)

Em que ano começou a diminuir o ouro vindo do Brasil?


 Em 1750

Quais as medidas que o Marquês tomou por causa dessa


diminuição de ouro? (Reformas na Economia)
 Reativou e criou as manufaturas
 Criou companhias comerciais (Companhia dos Vinhos do Alto
Douro) que passaram a ter o exclusivo das vendas e dos lucros
de alguns produtos.

Quais as reformas do Marquês no ensino?


 Criou as escolas menores em todo o país
 Fundou o Colégio dos Nobres
 Reformou o ensino na Universidade de Coimbra, valorizando a
experimentação
Quais as reformas sociais do Marquês?

 Expulsou os Jesuítas do reino


 Acabou com a distinção entre cristãos-velhos e cristãos-novos,
deixando estes de serem perseguidos
 Aboliu a escravatura do reino de Portugal (1761)

REVOLUÇÃO FRANCESA

Quando? 14 de julho de 1789

Onde? França

Como? Os franceses provocaram a queda da Bastilha (prisão onde


estavam os presos políticos)

Quais os motivos? Os revolucionários exigiam o fim dos privilégios do


clero e da nobreza

Quais os ideais defendidos?

- liberdade
- igualdade
- fraternidade

Quem foi Napoleão Bonaparte?


Foi o militar que com um golpe de Estado, tomou o poder em
França e nomeou-se imperador de França. Tentou dominar a Europa e
conseguiu controlar grande parte dos países da Europa Ocidental,
menos o Reino Unido.

Assim, para enfraquecer a economia inglesa, Napoleão decretou o


Bloqueio Continental
O que foi o Bloqueio Continental?

Ordem que exigia aos países europeus fechassem os seus portos


aos navios ingleses.

Portugal não aderiu a este Bloqueio porque tinha relações comerciais e


de amizade com a Inglaterra

Por isso, foi Napoleão decretou guerra a Portugal e fomos invadidos


pelo exército francês

AS INVASÕES FRANCESAS

Quantas vezes Portugal foi invadido pelos franceses?


3 vezes
Quais foram as invasões e os comandantes?
1ª Invasão
- 1807
- Junot
- os franceses chegam a Lisboa
- o exército inglês vem auxiliar os portugueses
- Batalha da Roliça e do Vimeiro
2ª Invasão
- 1809
- Soult
- invade pelo Norte em direção ao Porto
- tragédia da Ponte das Barcas
3ª Invasão
- 1810
- Massena
- invadem pelo Centro para conquistar Lisboa
- são travados pelas Linhas de Torres Vedras
REVOLUÇÃO LIBERAL

Quais os motivos de descontentamento da população portuguesa


após as invasões, que conduziram á Revolução Liberal?
 Destruição dos campos e da economia portuguesa causada pelas
invasões
 Os ingleses permaneciam em Portugal e interferiam na vida
económica e politica do país
 A família real permanecia no Brasil

Tudo isto provocou descontentamento na população portuguesa,


que se vai organizar em grupos revolucionários e através da
revolução:
- expulsam os ingleses de Portugal
- acabam com a monarquia absoluta
- instauram uma monarquia liberal

Qual a organização secreta que prepara a Revolução?


- Sinédrio (no Porto)

Quem chefiava o Sinédrio?


- Manuel de Sousa Tomás

Monarquia Liberal
 Regime monárquico em que os poderes do rei e dos órgãos
políticos, encontram-se definidos numa Constituição

O que aconteceu a 24 de agosto de 1820?


Aproveitando a ausência do general inglês Beresford, em
Inglaterra, o coronel Sepúlveda, Manuel Fernandes Tomás e outros
elementos do Sinédrio, fizeram a revolução no Porto.
O que prometeram os revolucionários?
 Acabar com a influência politica e económica dos ingleses
 Elaborar uma Constituição que limitasse os poderes do rei
 Obrigar o rei D. João VI a regressar a Portugal
 Acabar com os privilégios do clero e da nobreza

Como reagiu a população da cidade do Porto?


- a população aderiu rapidamente á revolução

Porque é que a burguesia apoiou esta revolução?


- porque pretendia recuperar as vantagens comerciais com o
Brasil e isso seria possível com o regresso do rei do Brasil e a passagem
do Brasil de novo à condição de colónia.

Quais as principais medidas tomadas após a revolução liberal?


 Criaram um governo provisório: a Junta Provisional do Governo
Supremo do reino
 Esta Junta tratou de mandar marcar as eleições para as Cortes
Constituintes

Constituição de 1822
- pôs fim ao absolutismo e deu origem à monarquia constitucional
ou liberal em Portugal. O rei tinha de respeitar a Constituição

O que é a Constituição?
 É um documento escrito com as leis gerais de um país, tais como
os direitos e deveres dos cidadãos e a organização politica do
Estado.

O que são as Cortes Constituintes?


 Conjunto de deputados eleitos, que teve como principal tarefa a
elaboração da Constituição de 1822.
Quais os princípios liberais da Constituição de 1822?
 Liberdade e igualdade de todos os cidadãos perante a lei
 Separação dos poderes:
- poder executivo: rei e seu governo
- poder legislativo: Cortes (conjunto de deputados eleitos)
- poder judicial: tribunais

Segundo esta Constituição quem podia votar?


Homens casados, com pelo menos 25 anos de idade, que
soubessem ler e escrever e que pagassem um imposto ao Estado.

Independência do Brasil

Em julho de 1821:
- o rei D. João VI, a rainha D. Carlota Joaquina e o príncipe D.
Miguel regressaram a Portugal
- o principe D. Pedro ficou no Brasil como Regente

Quais as medidas tomadas pelas Cortes em relação ao Brasil,


que não agradaram D. Pedro e provocaram descontentamento
no Brasil?
- retiraram ao Brasil o estatuto de reino unido
- extinguiram o seu comércio livre
- exigiram que D. Pedro regressasse a Portugal

D. Pedro declarou a independência do Brasil


(7 de setembro de 1822)

Grito de Epiranga

Você também pode gostar