Você está na página 1de 10

https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=&esf...

1 Q831089 Direito do Trabalho Direito do Trabalho

Ano: 2017 Banca: MPT Órgão: MPTProva: Procurador do trabalho


BETA

Analise as assertivas abaixo expostas:

I - As Convenções da Organização Internacional do Trabalho ratificadas pelo Brasil são fontes formais heterônomas do
Direito do Trabalho. Mesmo quando não ratificadas internamente, podem se enquadrar como fontes materiais do Direito
do Trabalho.
Sabe-se que as normas do direito do trabalho podem ser classificadas como fontes materiais ou fontes formais.
- a fontes materiais são acontecimentos sociais, políticos, econômicos e filósofos que inspiram legislador na
produção normativa.
- Fonte formal são normas de observância obrigatória da sociedade.
Quando produzida pelo Estado serão fonte formais heterônomas.
Quando produzidas pelos integrantes da relação de emprego, serão fontes autônomas.

Tratados e convenções internacionais. Para que essas normas de direito internacional tenham vigência no
ordenamento jurídico brasileiro, deverão ser previamente aprovadas pelo Congresso Nacional, conforme preveem
os arts. 5', § 3' e 49 ', I, ambos da CF/88.

Obs.: Se ratificadas/confirmadas, as convenções da OIT se tornam fontes formais heterônomas de normas


trabalhistas. São fontes heterônomas porque não há a participação direta dos destinatários na sua elaboração .
Quando não ratificadas, as convenções da OIT são consideradas fontes materiais, inspirando a elaboração e
aplicação das leis.

II - O critério hierárquico de normas jurídicas no Direito do Trabalho brasileiro é informado, de maneira geral, pelo princípio
da norma mais favorável, harmonizado pela teoria do conglobamento. (acredito que ok)
Realmente a doutrina brasileira defende a utilização da teoria do conglobamento, isto pois, para essa teoria, o
interprete deve usar toda a norma mais favorável, e não usar pedaços da normas esparsas, escolhendo suas
partes mais benéficas.

Via de regra, o direito do trabalho não segue a estática pirâmide kelseniana, sendo aplicado, no caso
concreto, a norma mais favorável ao empregado, independentemente de sua posição hierárquica. A teoria
do conglobamento (seja a clássica ou a mitigada/orgânica) é utilizada para identificar qual diploma a ser aplicado
no caso de conflito entre fontes formais.

III - Na qualidade de fonte normativa autônoma (na verdade heterônoma) do Direito do Trabalho, a sentença normativa
somente pode ser prolatada, pelos Tribunais do Trabalho, em processos de dissídio coletivo de natureza econômica em
que tenha havido comum acordo entre as partes relativamente ao ajuizamento da respectiva ação coletiva.

IV - A doutrina jurídica e a equidade, por força da especificidade do Direito do Trabalho, consubstanciam fonte formal
desse campo jurídico, submetendo-se, naturalmente, ao princípio justrabalhista da norma mais favorável.

Assinale a alternativa CORRETA:

a) Apenas as assertivas I e II estão corretas.

b) Apenas as assertivas I e IV estão corretas.

c) Apenas as assertivas II, III e IV estão corretas.

d) Apenas as assertivas I, II e III estão corretas.

e) Não respondida.

1 de 9 13/09/2017 01:39
https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=&esf...

fontes do direito do trabalho:

- materiais (fatores que influenciam a elaboração das normas; não se subdividem em outras classificações) - greves,
movimentos operários não grevistas, tratados internacionais não ratificados

- formais (são as normas e tudo aquilo que ganha forma no mundo jurídico; subdividem-se em heterônomas e
autônomas):

-- heterônomas (elaboradas por terceiros, que não sejam destinatários das normas) - constituição, leis, decretos,
portarias, instruções normativas, normas regulamentadoras, súmulas vinculantes, sentenças normativas, laudos
arbitrais

-- autônomas (elaboradas pelos próprios destinatários das normas) - acordos coletivos do trabalho, convenções
coletivas do trabalho

2 Q770843 Direito do Trabalho Direito do Trabalho

Ano: 2017 Banca: VUNESP Órgão: Prefeitura de Andradina - SPProva: Procurador Jurídico

Na falta de disposição legal ou contratual, a Justiça do Trabalho e as autoridades administrativas


deverão decidir, conforme o caso,

a) de acordo com a equidade, atuando como se fossem legisladores.

b) se valendo dos diversos meios de integração, iniciando pela jurisprudência e analogia.

Art. 8º - As autoridades administrativas e a Justiça do Trabalho, na falta de disposições legais ou contratuais,


decidirão, conforme o caso, pela jurisprudência, por analogia, por eqüidade e outros princípios e normas
gerais de direito, principalmente do direito do trabalho, e, ainda, de acordo com os usos e costumes, o direito
comparado, mas sempre de maneira que nenhum interesse de classe ou particular prevaleça sobre o interesse
público.

§ 1o O direito comum será fonte subsidiária do direito do trabalho. (ATENÇÃO: COM A REFORMA

2 de 9 13/09/2017 01:39
https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=&esf...
TRABALHISTA E INSERÇÃO DESTE §1º AO ART. 8º, O DIREITO COMUM É SEMPRE FONTE SUBSIDIÁRIA DO
DIREITO DO TRABALHO, AINDA QUE INCOMPATÍVEL COM OS SEUS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS)

§ 2o Súmulas e outros enunciados de jurisprudência editados pelo Tribunal Superior do Trabalho e pelos
Tribunais Regionais do Trabalho não poderão restringir direitos legalmente previstos nem criar obrigações que
não estejam previstas em lei.

§ 3o No exame de convenção coletiva ou acordo coletivo de trabalho, a Justiça do Trabalho analisará


exclusivamente a conformidade dos elementos essenciais do negócio jurídico, respeitado o disposto no art.
104 da Lei no 10.406, de 10 de janeiro de 2002 (Código Civil), e balizará sua atuação pelo princípio da
intervenção mínima na autonomia da vontade coletiva.” (NR)

c) de acordo com a livre convicção.

d) com aplicação dos princípios que regem o direito civil.

e) com aplicação da presunção favorável ao trabalhador.

3 Q628657 Direito do Trabalho Princípios do Direito do Trabalho

Ano: 2016 Banca: TRT 2R (SP) Órgão: TRT - 2ª REGIÃO (SP)Prova: Juiz do trabalho

Analise as proposituras em relação à Teoria Geral do Direito do Trabalho e responda.


I- O princípio da intangibilidade contratual subjetiva determina ao Juiz do Trabalho privilegiar a situação fática prática
em confronto com documentos ou do rótulo conferido à relação jurídica material.
O princípio da intangibilidade contratual dispõe que o contrato de trabalho não pode ser modificado de forma lesiva
ao trabalhado, ainda que haja sucessão de empregador.
O princípio que privilegiar a situação fática prática em confronto com documentos ou do rótulo conferido à relação
jurídica material é o da primazia da realidade.

II- Os regulamentos empresariais não podem ser considerados como fontes formais do Direito do Trabalho uma vez
que não conferem à regra jurídica o caráter de direito positivo.
Regulamento de empresa é considerado fonte formal autônoma, pela doutrina, quando sua composição é
bilateral.
Sendo assim, a doutrina não entende que seja fonte forma autônoma quando produzidos de forma unilateral.

A lei em sentido material deve ser geral, abstrata, impessoal, obrigatória, produzida por autoridade competente
e escrita.
O regulamento não é considerado lei em sentido material quando é produzido de forma unilateral pelo
empregador, pois lhe faltaria o requisito de ser "produzida por autoridade competente".
Afinal, as fontes autônomas devem ser produzidas com participação dos destinatários finais, mas quando o
regulamento é produzido de forma unilateral pelo empregador falta-lhe característica essencial para a
definição de fonte autônoma, qual seja a participação dos destinatários finais. Então, entendo que a primeira
parte da questão pode estar certa ou errada, faltou informação essencial sobre quem produziu o regulamento,
o empregador(unilateral) ou empregador e empregado(bilateral).
Quanto à segunda parte da questão, "não conferem à regra jurídica o caráter de direito positivo", entendo que
o significado de direito positivo seja "direito escrito, gravado nas Leis, Códigos e na Constituição Federal".
Assim, direito positivo poderia ser entendido como fonte heterônoma . O regulamento empresarial, caso seja
admitido como lei em sentido material, produzido de forma bilateral, nunca poderia ser considerado fonte
heterônoma.

III- Não há previsão expressa no texto consolidado no sentido de que a Justiça do Trabalho decidirá sempre de maneira
que nenhum interesse de classe ou particular prevaleça sobre o interesse público, até mesmo em razão do “princípio
tutelar” que norteia o Direito do Trabalho.
Creio que errada.
De acordo com a CLT, em seu "art. 8º - (...) , mas sempre de maneira que nenhum interesse de classe ou
particular prevaleça sobre o interesse público.". Há disposição expressa na CLT.

3 de 9 13/09/2017 01:39
https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=&esf...

IV- A primazia dos preceitos de ordem pública na formação do conteúdo do contrato de trabalho está expressamente
enunciada pela legislação brasileira, ao dispor a CLT que as relações contratuais de trabalho podem ser objeto de livre
estipulação das partes interessadas em tudo quanto não contravenha às disposições de proteção ao trabalho, aos
contratos coletivos que lhes sejam aplicáveis e às decisões das autoridades competentes.
Dispõe a CLT, "Art. 444 - As relações contratuais de trabalho podem ser objeto de livre estipulação das partes
interessadas em tudo quanto não contravenha às disposições de proteção ao trabalho, aos contratos coletivos que
lhes sejam aplicáveis e às decisões das autoridades competentes."

V- No Direito do Trabalho são exemplos de fontes heterônomas a Constituição Federal e a Sentença Normativa e são
exemplos de fontes autônomas a Convenção Coletiva de Trabalho e Acordo Coletivo de Trabalho.
Correta.
Fontes Heterônomas - produzidas pela Estado e sem participação direta dos destinatários finais. EX: CF e Lei.
Fontes Autônomas - produzidas por organização civil com participação direta dos destinatários finais. Ex: CCT e
ACT

Estão corretas apenas as assertivas:

a) l,II e IV.

b) II e V.

c) III,IV e V.

d) IV e V.

e) I,III e IV.

4 Q627498 Direito do Trabalho Direito do Trabalho

Ano: 2016 Banca: TRT 3R Órgão: TRT - 3ª Região (MG)Prova: Juiz do trabalho

No que diz respeito às fontes do direito do trabalho, assinale a proposição incorreta:

a) Não há subversão da hierarquia da lei, em direito do trabalho, pois a norma de menor hierarquia
repete a norma de posição hierárquica mais elevada e a supera na concessão da proteção ao trabalhador.

b) Os usos são fontes não-estatais de direito do trabalho, assim como os costumes trabalhistas, que são válidos
desde que não contrariem a lei.

c) A analogia não constitui uma fonte de direito, mas apenas uma técnica de integração, interpretação e aplicação
de uma norma jurídica já existente no ordenamento jurídico.

d) A direito civil constitui a matriz teórica da doutrina do direito do trabalho, podendo servir como sua fonte
subsidiária, desde que haja compatibilidade com os princípios próprios do direito do trabalho.

e) Os regulamentos de empresa constituem imposições unilaterais de vontade do empregador, devendo o


empregado optar, de forma consciente, pelo regulamento que mais lhe convenha, sob pena de
renúncia a direitos.

5 Q621039 Direito do Trabalho Princípios do Direito do Trabalho

Ano: 2016 Banca: CESPE Órgão: TRT - 8ª Região (PA e AP)Prova: Analista Judiciário -
Área Administrativa

Em relação aos princípios e às fontes do direito do trabalho, assinale a opção correta.

a) Em virtude do princípio da boa-fé, via de regra, o trabalhador pode renunciar a seu direito de férias, se assim
preferir.

4 de 9 13/09/2017 01:39
https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=&esf...
b) Na falta de disposições legais ou contratuais, a justiça do trabalho ou as autoridades administrativas

poderão decidir o caso de acordo com os usos e costumes, que são fontes do direito do trabalho.

c) Por conter regras específicas acerca da maioria dos institutos trabalhistas, na análise de um caso concreto, a
Consolidação das Leis do Trabalho pode se sobrepor aos dispositivos constantes da
Constituição Federal de 1988 (CF).

d) A sentença normativa é fonte do direito do trabalho, mas não o são os atos normativos do Poder Executivo.

e) Os princípios gerais de direito não são aplicados na interpretação das normas do direito do trabalho, ainda que
subsidiariamente.

6 Q617776 Direito do Trabalho Direito do Trabalho

Ano: 2016 Banca: FCC Órgão: TRT - 14ª Região (RO e AC)Prova: Técnico Judiciário -
Área Administrativa

A doutrina dominante classifica como fontes formais autônomas do Direito do Trabalho:

a) a Constituição Federal e as Medidas Provisórias.

b) as Portarias do Ministério do Trabalho e Emprego – MTE.

c) os fatos sociais e políticos que contribuíram para formação e a substância das normas jurídicas trabalhistas.

d) os acordos coletivos de trabalho e as convenções coletivas de trabalho.

e) as greves de trabalhadores em busca de melhores condições de trabalho.

7 Q618022 Direito do Trabalho Direito do Trabalho

Ano: 2016 Banca: FCC Órgão: TRT - 14ª Região (RO e AC)Prova: Analista Judiciário

O termo “fonte do direito” é empregado metaforicamente no sentido de origem primária do direito ou fundamento de
validade da ordem jurídica. No Direito do Trabalho, o estudo das fontes é de relevada importância, subdividindo-se em
algumas modalidades. Assim sendo, considera-se fonte formal heterônoma do Direito do Trabalho:

a) As convenções coletivas de trabalho firmadas entre sindicatos de categorias profissional e econômica.

b) Os acordos coletivos de trabalho firmados entre uma determinada empresa e o sindicato da categoria
profissional.

c) As greves de trabalhadores por reajuste salarial de toda a categoria.

d) Os fenômenos sociais, políticos e econômicos que inspiram a formação das normas juslaborais.

e) A sentença normativa proferida em dissídio coletivo.

8 Q584079 Direito do Trabalho Convenções Coletivas

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRT - 9ª REGIÃO (PR)Prova: Técnico Judiciário -
Área Administrativa

Considere:
I. As convenções coletivas e os acordos coletivos de trabalho são exemplos de fontes formais autônomas do Direito do Trabalho.

II. A legislação trabalhista faz referência aos costumes como fonte integradora do Direito do Trabalho.

III. A jurisprudência não é considerada fonte formal de Direito do Trabalho, uma vez que não há previsão legal para sua utilizaçã
como se refere apenas a casos concretos e específicos.

5 de 9 13/09/2017 01:39
https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=&esf...
Está correto o que se afirma em:

a) I e II, apenas.

b) III, apenas.

c) I, II e III.

d) I e III, apenas.

e) II, apenas.

9 Q583392 Direito do Trabalho Direito do Trabalho

Ano: 2015 Banca: PUC-PR Órgão: Prefeitura de Maringá - PRProva: Procurador

Acerca das fontes do Direito do Trabalho, é CORRETO afirmar:

a) A convenção coletiva de trabalho é considerada fonte formal heterônoma de Direito do Trabalho.

b) A sentença normativa é considerada fonte formal autônoma de Direito do Trabalho.

c) A Constituição Federal estabelece o conteúdo normativo mínimo do Direito do Trabalho e serve como parâmetro
para elaboração de suas fontes autônomas.

d) Em caso de conflito aparente entre fontes de Direito do Trabalho, deve prevalecer aquela com maior hierarquia.

e) A greve é uma fonte formal do Direito do Trabalho.

10 Q569412 Direito do Trabalho Direito do Trabalho

Ano: 2015 Banca: TRT 21R (RN) Órgão: TRT - 21ª Região (RN)Prova: Juiz do trabalho

“Na linguagem popular, fonte é origem, é tudo aquilo de onde provém alguma coisa. Já sob o prisma jurídico, a fonte
é vista como origem do direito, incluídos os fatores sociais, econômicos e históricos. Como fundamento de validade da
norma jurídica, a fonte pressupõe um conjunto de normas, em que as de maior hierarquia constituem fonte das de
hierarquia inferior. Finalmente, por fonte entende-se, ainda, a exteriorização do direito, os modos pelos quais se
manifesta a norma jurídica" (BARROS, Alice Monteiro de. Curso de Direito do Trabalho. São Paulo: Ltr, 2011, p. 81).

Usando a lição acima como fonte de inspiração, bem como a regra celetista que preceitua a aplicação das fontes de
direito do trabalho (Art. 8º, da Consolidação das Leis do Trabalho), avalie as assertivas abaixo, à luz do posicionamento
legal e majoritário na doutrina trabalhista, e assinale a correta:

I – É permitido, como regra, às autoridades administrativas e à Justiça do Trabalho, na falta de disposições legais ou
contratuais, decidirem, conforme o caso, por equidade.

II – Como fenômeno estrutural e econômico de extrema relevância para as relações laborais no mundo,
especialmente ante seu reflexo na estruturação e disseminação do sistema capitalista, a Revolução Industrial, ocorrida
no século XVIII, constituiu fonte material básica do direito do trabalho.

III – De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho, a analogia e a doutrina, na falta de disposições legais ou
contratuais, poderão ser invocadas como fontes supletivas de aplicação do direito no caso concreto.

IV – A sentença arbitral, quando exarada na solução de conflito coletivo de trabalho, classifica-se como fonte formal,
autônoma e não estatal de direito do trabalho.

a) apenas as assertivas III e IV estão corretas;


6 de 9 13/09/2017 01:39
https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=&esf...
b) apenas as assertivas I, II e III estão corretas;

c) apenas as assertivas I, II e IV estão corretas;

d) apenas as assertivas II e IV estão corretas;

e) apenas as assertivas I e II estão corretas.

11 Q557687 Direito do Trabalho Direito do Trabalho

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRT - 4ª REGIÃO (RS)Prova: Analista Judiciário -
Oficial de Justiça Avaliador

A sentença normativa é a decisão proferida por um Tribunal do Trabalho em um dissídio coletivo, estabelecendo uma
regra geral, abstrata e impessoal que vai reger às relações entre trabalhadores e empregadores de uma determinada
categoria, sendo classificada no Direito do Trabalho como,

a) fonte material heterônoma.

b) fonte formal autônoma.

c) regra de hermenêutica e não fonte do direito.

d) fonte formal heterônoma.

e) fonte material profissional.

12 Q556113 Direito do Trabalho Convenções Coletivas

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRT - 4ª REGIÃO (RS)Prova: Analista Judiciário -
Área Judiciária

Em sentido genérico, 'fontes do direito' consubstancia a expressão metafórica para designar a origem das normas
jurídicas. Na Teoria Geral do Direito do Trabalho, são consideradas fontes formais autônomas:

a) fatores econômicos e geopolíticos.

b) fatores sociais e religiosos.

c) Constituição Federal e leis complementares.

d) medidas provisórias e jurisprudência.

e) acordo coletivo de trabalho e convenção coletiva de trabalho.

13 Q531981 Direito do Trabalho Direito do Trabalho

Ano: 2015 Banca: NC-UFPR Órgão: Prefeitura de Curitiba - PRProva: Procurador

Na aplicação do Direito do Trabalho, segundo a Consolidação das Leis do Trabalho, as autoridades


administrativas e a Justiça do Trabalho, na falta de disposições legais ou contratuais, decidirão pela
jurisprudência, por analogia, por equidade e outros princípios e normas gerais de direito, principalmente
do direito do trabalho, e, ainda, de acordo com:

1. os usos e costumes.

2. a doutrina.

3. o direito comparado.

7 de 9 13/09/2017 01:39
https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=&esf...

Assinale a alternativa correta.

a) Somente o item 1 é verdadeiro.

b) Somente o item 2 é verdadeiro.

c) Somente o item 3 é verdadeiro.

d) Somente os itens 1 e 3 são verdadeiros.

e) Os itens 1, 2 e 3 são verdadeiros.

14 Q559265 Direito do Trabalho Direito do Trabalho

Ano: 2015 Banca: INSTITUTO AOCP Órgão: EBSERHProva: Advogado

No Direito do Trabalho, o Contrato de Trabalho é classificado como uma fonte

a) específica.

b) equitativa.

c) jurisprudencial.

d) convenção Internacional.

e) análoga.

15 Q814356 Direito do Trabalho Direito do Trabalho

Ano: 2015 Banca: INSTITUTO AOCP Órgão: EBSERHProva: Advogado

Assinale a alternativa correta.

a) As normas provenientes do Poder Executivo não são fontes do Direito do Trabalho.

b) Os usos e costumes não são fontes do Direito do Trabalho.

c) Pelo princípio da irrenunciabilidade de direitos trabalhistas, o trabalhador não poderá renunciar


nenhum dos seus direitos trabalhistas, nem mesmo em juízo, ou mediante convenção ou acordo coletivo de
trabalho.

d) A aplicação da norma mais favorável ao trabalhador pode ser dividida quanto à elaboração da norma mais
favorável e quanto à hierarquia das normas jurídicas, devendo ser aplicada a mais benéfica,
independentemente da hierarquia da norma e da interpretação da norma mais favorável.

e) Nenhum trabalhador poderá receber salário inferior ao mínimo, exceto para os que recebem remuneração
variável e para os que trabalham meio período do dia.

16 Q492705 Direito do Trabalho Direito do Trabalho

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: MANAUSPREVProva: Procurador Autárquico

Dentre as fontes formais do Direito do Trabalho NÃO se incluem:

a) a sentença que decide a ação civil pública e os fenômenos sociais, econômicos e políticos.

b) as sentenças normativas e os tratados internacionais ratificados pelo Brasil.

8 de 9 13/09/2017 01:39
https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=&esf...
c) os acordos e as convenções coletivas de trabalho.

d) as leis ordinárias e as leis complementares.

e) os decretos e as medidas provisórias

17 Q456718 Direito do Trabalho Direito do Trabalho

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT - 1ª REGIÃO (RJ)Prova: Juiz do trabalho

O tema relativo às fontes do ordenamento jurídico é nuclear da Filosofia Jurídica e da Teoria Geral do Direito, na
medida em que examina as causas e fundamentos do fenômeno jurídico. Nessa seara, quanto às fontes justrabalhistas,
é correto afirmar:

a) As greves e pressões sociais realizadas por trabalhadores objetivando melhorias nas condições sociais e de
trabalho são entendidas como fontes formais heterônimas.

b) As Convenções da Organização Internacional do Trabalho - OIT ratificadas pelo Brasil classificam-se como fontes
materiais autônomas.

c) As sentenças normativas proferidas em dissídios coletivos econômicos junto aos Tribunais Regionais do Trabalho
são consideradas como fontes formais e também materiais, ambas heterônimas.

d) Os acordos e convenções coletivas de trabalho que estipulam normas relativas à segurança e saúde
do trabalho, assim como os usos e costumes sobre o tema, são classificados como fontes formais autônomas.

e) As medidas provisórias em matéria trabalhista, editadas pelo Presidente da República, são fontes mate- riais
autônomas.

18 Q430346 Direito do Trabalho Duração do trabalho

Ano: 2014 Banca: FEPESE Órgão: MPE-SCProva: Procurador do Estado

Nos termos da CLT, assinale a alternativa incorreta.

a) Qualquer alteração na estrutura jurídica da empresa não afetará os direitos adquiridos por seus empregados.

b) Considera-se trabalho em regime de tempo parcial aquele cuja duração não exceda a 25 horas semanais.

c) A duração normal do trabalho poderá ser acrescida de horas suplementares, em número não
excedente de 2, mediante acordo escrito entre empregador e empregado, ou mediante contrato coletivo de
trabalho.

d) O tempo despendido pelo empregado até o local de trabalho e para o seu retorno, por qualquer meio de
transporte, não será computado na jornada de trabalho, salvo quando, tratando-se de local de
difícil acesso ou não servido por transporte público, o empregador fornecer a condução.

e) As autoridades administrativas e a Justiça do Trabalho, na falta de disposições legais ou contratuais, decidirão,


conforme o caso, pela jurisprudência, por analogia, por equidade e outros princípios e normas gerais de direito,
principalmente do direito do trabalho, e, ainda, de acordo com os usos e
costumes, o direito comparado, mas sempre de maneira que o interesse de classe prevaleça.

19 Q420778 Direito do Trabalho Direito do Trabalho

Ano: 2014 Banca: INSTITUTO INEAA Órgão: CREA-GOProva: Analista - Advocacia

Em uma norma autônoma, os sindicatos acordaram a supressão das horas intervalares. Pode- se afirmar que a norma:

a) não poderá prevalecer, pois a previsão de horas intervalares constitui norma heterônoma de ordem pública, não
podendo ser suprimida por norma autônoma.

b) está correta, pois a CF/88 garantiu a autonomia dos entes sindicais para a flexibilização das leis trabalhistas,
9 de 9 13/09/2017 01:39
https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=&esf...
devendo ser respeitada como norma autônoma.

c) não poderá prevalecer por não ter especificação da supressão das horas intervalares, com indicativo, também
em norma autônoma de pagamento de umplus remuneratório.

d) está correta, pois acompanha dispositivos que garantem a supremacia das normas autônomas, com
guarida constitucional, uma vez que é atribuição dos sindicatos a tutela do meio ambiente do trabalho de seus
sindicalizados.

e) Somente terá validade após sua ratificação pelo Tribunal Regional do Trabalho competente, em ação própria de
dissídio coletivo.

20 Q630426 Direito do Trabalho Direito do Trabalho

Ano: 2014 Banca: IOBV Órgão: Prefeitura de Ituporanga - SCProva: Advogado

Em relação ao Direito do Trabalho, é correto afirmar:

a) A exclusividade na prestação dos serviços é um dos requisitos para a caracterização da relação de emprego.

b) Com a reforma legislativa recente, a CLT passou a ser totalmente aplicável aos empregados domésticos.

c) A CLT prevê expressamente que, as autoridades administrativas e a Justiça do Trabalho, na falta de


disposições legais ou contratuais, decidirão, conforme o caso, pela jurisprudência, por analogia e por equidade,
dentre outros.

d) As alterações ocorridas na estrutura jurídica da empresa resultarão, necessariamente, na alteração dos contratos
de trabalho.

Respostas 01: 02: 03: 04: 05: 06: 07: 08: 09: 10: 11: 12: 13: 14:
15: 16: 17: 18: 19: 20:

← 1 2 3 4 →

10 de 13/09/2017 01:39