Você está na página 1de 18

Wilson Araújo – Contabilidade Pública – Aula 032 - 034

Curso de Contabilidade Pública

QUESTÕES

1. O resultado do período apurado pelo confronto entre as variações patrimoniais quantitativas


aumentativas e diminutivas denomina-se:
A) Resultado Patrimonial.
B) Resultado de Compensação.
C) Resultado Financeiro.
D) Resultado Orçamentário.
E) Ganho ou Perdas Orçamentárias.

2. Observe o seguinte registro na contabilidade pública:


D- CréditoTributário a Receber.
C- Imposto sobre propriedade de veículos automotores.
De posse apenas desses dados, pode-se afirmar que se trata de uma variação patrimonial:
A) mista ou composta.
B) qualitativa aumentativa.
C) qualitativa diminutiva.
D) quantitativa aumentativa.
E) quantitativa diminutiva.

3. As variações patrimoniais são transações que promovem alterações nos elementos


patrimoniais da entidade do setor público, afetando, ou não, o seu resultado. As variações
decorrentes de transações no setor público que aumentam ou diminuem o patrimônio líquido,
de acordo com a Norma NBC T 16.4 – Transações no Setor Público (Resolução CFC nº
1.131/2008), são denominadas:
A) agregativas.
B) reflexivas.
C) onerosas.
D) quantitativas.
E) comutativas.

4. Durante o período contábil, um incremento em um passivo de longo prazo:


A) é variação patrimonial diminutiva.
B) é variação patrimonial aumentativa.
C) é mutação patrimonial.
D) é variação patrimonial diferida.
E) não afeta o patrimônio.

1 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


5. Transações que promovem alterações nos elementos patrimoniais da entidade do setor
público em caráter compensatório são:
A) variações patrimoniais.
B) variações financeiras.
C) receitas.
D) despesas.
E) resultantes da execução orçamentária.

6. A Demonstração das Variações Patrimoniais, evidencia as variações quantitativas, o resultado


patrimonial e as variações qualitativas decorrentes da execução orçamentária. Pode-se dizer
que as variações patrimoniais quantitativas são aquelas que decorrem:
A) de transações que alteram a composição dos elementos patrimoniais sem afetar o patrimônio
líquido.
B) de transações que aumentam ou diminuem o patrimônio líquido.
C) somente das variações patrimoniais aumentativas.
D) somente das variações patrimoniais diminutivas.
E) da diferença entre as variações aumentativas e diminutivas.

7. A apropriação de variação cambial positiva de empréstimos concedidos:


A) é contabilizada como uma variação patrimonial aumentativa.
B) é contabilizada como uma variação patrimonial diminutiva.
C) não é contabilizada antes de sua realização efetiva.
D) é contabilizada como uma receita de capital.
E) é contabilizada como uma despesa de capital.

8. Em uma universidade, autarquia estadual, a perda por ajuste a valor recuperável de um ativo
imobilizado, a aquisição de bens móveis e os juros auferidos pelas aplicações financeiras são
classificados, respectivamente, como variação patrimonial
(A) quantitativa, qualitativa e quantitativa.
(B) qualitativa, diminutiva e qualitativa.
(C) diminutiva, qualitativa e diminutiva.
(D) quantitativa, quantitativa e qualitativa.
(E) quantitativa, permutativa e qualitativa.

9. São transações que geram, respectivamente, uma variação patrimonial qualitativa e uma
variação patrimonial quantitativa aumentativa:
(A) inscrição de créditos não tributários em dívida ativa e redução a valor recuperável de um bem
imóvel.
(B) apropriação de encargos financeiros sobre empréstimos a pagar e pagamento a fornecedores.
(C) recebimento de créditos tributários e alienação de um bem móvel com ganho.
(D) uso de material de distribuição gratuita e reavaliação de bens imóveis.

2 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


(E) obtenção de uma operação de crédito de longo prazo e amortização de um empréstimo
concedido.

Observe as variações patrimoniais a seguir e responda às questões 10, 11, 12 e 13.


Arrecadação de impostos.......................... $2.000
Empréstimos contraídos............................ $1.500
Restituição de depósitos de terceiros........ $1.200
Liquidação de Pessoal Ativo..................... $1.000
Baixa de bens sucateados........................... $500
Aquisição de veículos............................... $1.400
Alienação de bens móveis........................ $1.000
Consumo de estoque de combustível......... $300

10. A soma das variações quantitativas diminutivas orçamentárias é de


(A) $4.400.
(B) $2.400.
(C) $2.000.
(D) $1.800.
(E) $1.000.

Arrecadação de impostos.......................... $2.000


Empréstimos contraídos............................ $1.500
Restituição de depósitos de terceiros....... $1.200
Liquidação de Pessoal Ativo..................... $1.000
Baixa de bens sucateados........................... $500
Aquisição de veículos............................... $1.400
Alienação de bens móveis........................ $1.000
Consumo de estoque de combustível......... $300

11. A soma das variações qualitativas orçamentárias é de


(A) $5.900.
(B) $5.100.
(C) $3.900.
(D) $2.500.
(E) $1.200.

Arrecadação de impostos.......................... $2.000


Empréstimos contraídos............................ $1.500
Restituição de depósitos de terceiros....... $1.200
Liquidação de Pessoal Ativo..................... $1.000
Baixa de bens sucateados........................... $500
Aquisição de veículos............................... $1.400
Alienação de bens móveis........................ $1.000
Consumo de estoque de combustível......... $300

3 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


12. A soma das variações quantitativas aumentativas é de
(A) $1.000.
(B) $2.000.
(C) $3.500.
(D) $4.500.
(E) $5.700

Arrecadação de impostos.......................... $2.000


Empréstimos contraídos............................ $1.500
Restituição de depósitos de terceiros....... $1.200
Liquidação de Pessoal Ativo..................... $1.000
Baixa de bens sucateados........................... $500
Aquisição de veículos............................... $1.400
Alienação de bens móveis........................ $1.000
Consumo de estoque de combustível......... $300

13. O valor do resultado patrimonial apresenta um


(A) superávit de $2.000.
(B) superávit de $1.000.
(C) superávit de $200.
(D) déficit de $800.
(E) déficit de $1.800.

RP = VQA - VQD

Arrecadação de impostos.......................... $2.000


Empréstimos contraídos............................ $1.500
Restituição de depósitos de terceiros........ $1.200
Liquidação de Pessoal Ativo..................... $1.000
Baixa de bens sucateados........................... $500
Aquisição de veículos............................... $1.400
Alienação de bens móveis........................ $1.000
Consumo de estoque de combustível......... $300

RP = 2.000 – 1.800

RP = 200

13. O valor do resultado patrimonial apresenta um


(A) superávit de $2.000.
(B) superávit de $1.000.
(C) superávit de $200.
(D) déficit de $800.
(E) déficit de $1.800.

4 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


SISTEMA CONTÁBIL
NBC T 16.2

ENFOQUE CONTÁBIL
NBCASP

O sistema contábil representa a estrutura de informações sobre identificação, mensuração,


avaliação, registro, controle e evidenciação dos atos e dos fatos da gestão do patrimônio
público, com o objetivo de orientar e suprir o processo de decisão, a prestação de contas e a
instrumentalização do controle social.

Conforme as NBCASP, o sistema contábil público estrutura-se nos seguintes subsistemas:


a) Subsistema de Informações Orçamentárias
b) Subsistema de Informações Patrimoniais
c) Subsistema de Custos
d) Subsistema de Compensação

SUBSISTEMA ORÇAMENTÁRIO
Registra, processa e evidencia os atos e os fatos relacionados ao planejamento e à execução
orçamentária;

Subsistema de Informações Orçamentárias – registra e evidencia, por meio de Demonstrações


Contábeis próprias, os atos e os fatos relacionados ao orçamento e à sua execução, que subsidia
a administração com informações sobre:
q orçamento;
q programação e execução orçamentária;
q alterações orçamentárias; e
q resultado orçamentário.

SUBSISTEMA PATRIMONIAL

Subsistema de Informações Patrimoniais:


Registra, processa e evidencia os fatos financeiros e não financeiros relacionados com as
variações do patrimônio público, subsidiando a administração com informações tais como:
I) Alterações nos elementos patrimoniais;
II) Resultado econômico; e
III) Resultado nominal.

5 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


SUBSISTEMA CUSTOS

A busca de eficiência nos gastos do setor público deve ser direcionada para aumentar a
capacidade de gerenciar os recursos à disposição das entidades do setor público, ao mesmo
tempo em que a melhora o processo de tomada de decisão, contribuindo para otimizar as ações
do Estado.
Subsistema de Custos:
Registra, processa e evidencia os custos da gestão dos recursos e do patrimônio públicos,
subsidiando a administração com informações tais como:
I) Custos dos programas, dos projetos e das atividades desenvolvidas;
II) Bom uso dos recursos públicos; e
III) Custos das unidades contábeis.

OPERACIONALIDADE DO SISTEMA DE CUSTOS

A experiência do Governo Federal na implantação de sistema de custos utiliza para a


mensuração da variável financeira os registros da execução orçamentária da despesa, havendo a
necessidade da realização de ajustes para que a informação inicial se aproxime da informação
de custos que deve obedecer ao regime de competência. Tais ajustes contábeis devem ser
realizados em duas etapas:
1) Ajuste inicial, que consiste na identificação e carregamento de informações baseadas em
registros contábeis que trazem a informação orçamentária e não orçamentária, realizando
ajustes por meio de acréscimos ou exclusões de dados, conforme modelo teórico de ajustes
voltados à contabilidade de custos aplicada ao setor público;
2) Exclusão de informações não aderentes ao regime de competência.
Desta forma, partindo-se da informação da execução orçamentária são realizados ajustes com
objetivo de aproximá-la do regime de competência.

SUBSISTEMA COMPENSAÇÃO

Subsistema de Compensação:
Registra, processa e evidencia os atos de gestão cujos efeitos possam produzir modificações no
patrimônio da entidade do setor público, bem como aqueles com funções específicas de
controle, subsidiando a administração com informações tais como:
I) Alterações potenciais nos elementos patrimoniais; e
II) Acordos, garantias e responsabilidades.

6 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


ATENÇÃO
Os subsistemas contábeis devem ser integrados entre si e a outros subsistemas de informações
de modo a subsidiar a administração pública sobre:
(a) desempenho da unidade contábil no cumprimento da sua missão;
(b) avaliação dos resultados obtidos na execução dos programas de trabalho com relação à
economicidade, à eficiência, à eficácia e à efetividade;
(c) avaliação das metas estabelecidas pelo planejamento;
(d) avaliação dos riscos e das contingências.

QUESTÕES

1. O Subsistema de informação ________________registra, processa e evidência os fatos


financeiros e não financeiros relacionados com as variações qualitativas e quantitativas do
patrimônio público.
Uma das alternativas abaixo apresenta o subsistema a que se está fazendo referência e que
completa o espaço vazio.
A) Financeiro
B) Patrimonial
C) Custos
D) Compensação
E) Orçamentário

2. O sistema contábil do Setor Público está estruturado em subsistemas de informações, de


acordo com a NBC T 16 – Normas Brasileiras de Contabilidade aplicadas ao setor público. O
subsistema que registra, processa e evidencia os atos de gestão cujos efeitos possam produzir
modificações no patrimônio da entidade do setor público, bem como aqueles com funções
específicas de controle, é denominado:
A) patrimonial.
B) de auditoria.
C) gestor.
D) de custeio.
E) de compensação.

3. A busca de eficiência nos gastos do setor público deve ser direcionada para aumentar a
capacidade de gerenciar os recursos à disposição das entidades do setor público, ao mesmo
tempo em que melhora o processo de tomada de decisão. Esse texto, extraído do Manual de
Contabilidade aplicado ao Setor Público – Parte II – faz referência a qual subsistema de
informação contábil?
A) Patrimonial.
B) Orçamentário.

7 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


C) Compensação.
D) Custos.
E) Tributário.

4.

5.

8 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


6.

Os subsistemas contábeis devem ser integrados entre si e a outros subsistemas de informações


de modo a subsidiar a administração pública sobre:
(a) desempenho da unidade contábil no cumprimento da sua missão;
(b) avaliação dos resultados obtidos na execução dos programas de trabalho com relação à
economicidade, à eficiência, à eficácia e à efetividade;
(c) avaliação das metas estabelecidas pelo planejamento;
(d) avaliação dos riscos e das contingências.

9 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


7.

8. O Sistema Contábil Brasileiro compõe-se de uma estrutura de informações para identificação,


mensuração, avaliação, registro, controle e evidenciação dos atos e dos fatos da gestão do
patrimônio público, com o objetivo de orientar o processo de decisão, a prestação de contas e a
instrumentalização do controle social. De acordo com as Normas Brasileiras de Contabilidade
Aplicadas ao Setor Público (NBCASP), NÃO apresenta um subsistema concebido no sistema de
informação contábil brasileiro.
A) Informações Orçamentárias.
B) Informações Patrimoniais.
C) Informações Econômicas.
D) Informações de Custos.

10 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


E) Informação de Compensações.

9. A contabilização da despesa de depreciação deverá ser efetuada da seguinte forma: Débito:


Depreciação e Crédito: Depreciação Acumulada. Esse lançamento é efetuado na contabilidade
do setor público, no seguinte subsistema de informações:
A) Orçamentárias.
B) Custos.
C) Financeiras.
D) Econômicas.
E) Patrimoniais.

10. De acordo com as Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público − NBC − T
16.2, o sistema contábil está estruturado em subsistemas de informações. Considerando as
contas contábeis do Plano de Contas Aplicado ao Setor Público, é correto afirmar que o registro
contábil de determinado contrato de serviços, quando a Administração pública participa como
contratante, pertence ao subsistema de informações
(A) financeiro.
(B) orçamentário.
(C) patrimonial.
(D) passivo circulante.
(E) compensação.

11. Considere as afirmativas sobre o Sistema Contábil.


I. Representa a estrutura de informações sobre identificação, mensuração, registro, controle,
evidenciação e avaliação dos atos e dos fatos da gestão do patrimônio público.

SISTEMA CONTÁBIL
10. O sistema contábil representa a estrutura de informações sobre identificação,
mensuração, avaliação, registro, controle e evidenciação dos atos e dos fatos da gestão do
patrimônio público, com o objetivo de orientar e suprir o processo de decisão, a prestação de
contas e a instrumentalização do controle social.

II. Tem por objetivo orientar e suprir o processo de decisão, a prestação de contas e a
instrumentalização do controle social.
III. Está estruturado nos seguintes subsistemas de informações: orçamentário, financeiro,
patrimonial, de custos e de compensação.

IV. É composto por três grupos: ativos, passivos e patrimônio líquido.


De acordo com a NBC T 16.2, está correto o que se afirma APENAS em
(A) I e II.
(B) II e III.

11 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


(C) III e IV.
(D) II e IV.
(E) I e III.

O PATRIMÔNIO PÚBLICO QUE É COMPOSTO EM TRÊS GRUPOS


ITEM 4 DA NBC T.2

4. O PATRIMÔNIO PÚBLICO é estruturado em três grupos:


(a) Ativos... ;
(b) Passivos...;
(c) Patrimônio Líquido.... (Redação dada pela Resolução CFC nº. 1.268/09)

12. O subsistema de informações que “registra, processa e evidencia os fatos financeiros e não
financeiros relacionados com as variações qualitativas e quantitativas,” de acordo com a NBC
TSP 16.2, é
(A) orçamentário.
(B) financeiro.
(C) permanente.
(D) patrimonial.
(E) custos.

PCASP

CONCEITO

É a estrutura básica da escrituração contábil, formada por um conjunto de contas previamente


estabelecido, que permite obter as informações necessárias à elaboração de relatórios
gerenciais e demonstrações contábeis conforme as características gerais da entidade,
possibilitando a padronização de procedimentos contábeis.

OBJETIVO

O plano de contas de uma entidade tem como objetivo atender, de maneira uniforme e
sistematizada, ao registro contábil dos atos e fatos praticados pela entidade. Desta forma,
proporciona maior flexibilidade no gerenciamento e consolidação dos dados e alcança as
necessidades de informações dos usuários. Sua entrada de informações deve ser flexível de
modo a atender aos normativos, gerar informações necessárias à elaboração de relatórios e
demonstrativos e facilitar a tomada de decisões e a prestação de contas.

12 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


DIRETRIZES

q Padronização dos registros contábeis das entidades do setor público de todas as esferas
de governo, envolvendo a administração direta e indireta, inclusive fundos, autarquias,
agências reguladoras e empresas estatais dependentes - de todas as esferas de governo;
q Harmonização dos procedimentos contábeis com os princípios e normas de
contabilidade, sempre observando a legislação vigente;
q Adoção de estrutura codificada e hierarquizada em classes de contas, contemplando as
contas patrimoniais, de atos potenciais, de resultado e de planejamento e execução
orçamentária além daquelas com funções precípuas de controle;
q Flexibilidade para que os entes detalhem, conforme suas necessidades, os níveis
inferiores das contas a partir do nível seguinte ao padronizado;
q Controle do patrimônio e dos atos de gestão que possam afetá-lo, assim como do
orçamento público, demonstrando a situação econômico-financeira da entidade;
q Distinção de institutos com conceitos e regimes próprios em classes ou grupos, como no
caso de patrimônio e orçamento, mantendo-se seus relacionamentos dentro de
agrupamentos de mesma natureza de informação;
q Preservação dos aspectos orçamentários em seus conceitos, regime de escrituração e
demonstrativos, com destaque em classes ou grupos de modo a possibilitar visões sob os
enfoques patrimonial, orçamentário ou fiscal;
q Inexistência de necessária vinculação entre as classificações orçamentária e patrimonial;
q Possibilidade de extração de informações de modo a atender seus usuários.

ESTRUTURA

O PCASP é composto por:


q Tabela de atributos da conta contábil;
q Relação de contas; e
q Estrutura Padronizada de Lançamentos.

TABELA DE ATRIBUTOS DA CONTA CONTÁBIL

a) Título – palavra ou designação que identifica o objeto de uma conta, ou seja, a razão para a
qual foi aberta e a classe de valores que registra;
a) Título – palavra ou designação que identifica o objeto de uma conta, ou seja, a razão para a
qual foi aberta e a classe de valores que registra;
b) Função – descrição da natureza dos atos e fatos registráveis na conta, explicando de forma
clara e objetiva o papel desempenhado pela conta na escrituração;
c) Funcionamento (quando debita e quando credita) – descrição da relação de uma conta
específica com as demais, demonstrando quando se debita a conta, e quando se credita;
d) Natureza do Saldo – identifica se a conta tem saldo credor, devedor ou mista;

13 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


e) Código – conjunto ordenado de números que permite a identificação de cada uma das contas
que compõem o plano de contas de uma entidade;
f) Encerramento – indica a condição de permanência do saldo em uma conta, conforme sua
natureza;
g) Indicador para cálculo do Superávit Financeiro – atributo utilizado para informar se as contas
do Ativo e Passivo são classificadas como Ativo/Passivo Financeiro ou Ativo/Passivo
Permanente, conforme definições do art. 105 da Lei nº 4.320/1964. Neste Manual tal indicador
será dado pelas letras “P” (Permanente) e “F” (Financeiro), entre parênteses, ao lado das contas
de Ativo e Passivo. Quando a natureza da conta puder constar saldos com atributo “P” e “F”,
constará na descrição da conta do PCASP a letra “X”.

RELAÇÃO DE CONTAS

A relação ou elenco de contas é a disposição ordenada dos códigos e títulos das contas. A
estrutura básica do Plano de Contas Aplicado ao Setor Público, aplicável a toda a Federação, é a
seguinte:

CLASSES

14 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


NATUREZA DAS INFORMAÇÕES

No Plano de Contas Aplicado ao Setor Público as contas contábeis são classificadas segundo a
natureza das informações que evidenciam:
CONTAS COM INFORMAÇÕES DE NATUREZA PATRIMONIAL: são as contas que registram,
processam e evidenciam os fatos financeiros e não financeiros relacionados com as variações
qualitativas e quantitativas do patrimônio público, representadas pelas contas que integram o
Ativo, Passivo, Patrimônio Líquido, Variações Patrimoniais Diminutivas (VPD) e Variações
Patrimoniais Aumentativas (VPA);
CONTAS COM INFORMAÇÕES DE NATUREZA ORÇAMENTÁRIA: são as contas que registram,
processam e evidenciam os atos e os fatos relacionados ao planejamento e à execução
orçamentária, representadas pelas contas que registram aprovação e execução do planejamento e
orçamento, inclusive restos a pagar;
CONTAS COM INFORMAÇÕES DE NATUREZA TÍPICA DE CONTROLE: são as contas que registram,
processam e evidenciam os atos de gestão cujos efeitos possam produzir modificações no
patrimônio da entidade do setor público, bem como outras que tenham função precípua de
controle, seja para fins de elaboração de informações gerenciais específicas, acompanhamento de
rotinas, elaboração de procedimentos de consistência contábil ou para registrar atos que não
ensejaram registros nas contas patrimoniais, mas que potencialmente possam vir a afetar o
patrimônio.

15 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


CLASSES DE NÚMERO ÍMPAR DEVEDORA

CLASSES DE NÚMERO PAR CREDORA

16 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


MÉTODO DAS PARTIDAS DOBRADAS

O registro contábil deve ser feito pelo método das partidas dobradas e os lançamentos devem
debitar e creditar contas que apresentem a mesma natureza de informação, seja patrimonial,
orçamentária ou de controle.
Assim, os lançamentos estarão fechados dentro das classes 1,2,3 e 4 ou das classes 5 e 6 ou das
classes 7 e 8, conforme figura abaixo:

17 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


QUESTÕES

1. A Tabela de Lançamentos Contábeis Padronizados (LCP), constante do Plano de Contas


Aplicado ao Setor Público (PCASP) – Parte IV, do Manual de Contabilidade Aplicado ao Setor
Público (MCASP), é o instrumento que identifica os padrões de lançamentos de 1ª fórmula,
expressos em códigos padronizados de acordo com a classe do plano, com vistas a facilitar o
registro dos fenômenos patrimoniais, orçamentários e de controle. Com base nesse
instrumento, correlacione a 2ª coluna de acordo com a 1ª coluna e assinale a alternativa que
contém a sequência correta.

1ª Coluna 2ª Coluna
1) Classes de contas de controle. ( ) Classe 1 –Ativo.
2) Classes de contas orçamentárias. ( ) Classe 2 – Passivo.
3) Classes de contas patrimoniais. ( ) Classe 3 – Variação Diminutiva.
( ) Classe 4 – Variação Aumentativa.
( ) Classe 5 – Controle da Aprovação.
( ) Classe 6 – Controle da Execução.
( ) Classe 7 – Controles Devedores.
( ) Classe 8 – Controles Credores.

A) 2 – 2 – 2 – 2 – 3 – 3 – 1 – 1
B) 3 – 3 – 3 – 3 – 1 – 1 – 2 – 2
C) 3 – 3 – 3 – 3 – 2 – 2 – 1 – 1
D) 1 – 1 – 1 – 1 – 2 – 2 – 3 – 3
E) 2 – 2 – 1 – 1 – 2 – 2 – 3 – 3

18 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?