Você está na página 1de 45

Wilson Araújo– Contabilidade Pública

Curso de Contabilidade Pública

10. (FCC – BO) Ao final do exercício, uma determinada entidade de direito público, que realiza o controle
das disponibilidades de caixa segregando os recursos de acordo com a destinação, apresentou os seguintes
dados referentes à execução orçamentária e financeira (valores em mil):

Considere ainda que, para fins de elaboração do Balanço Orçamentário, será considerada despesa
realizada:
- a despesa em que já se tenha verificado o direito adquirido pelo credor, tendo por base os títulos e os
documentos comprobatórios do respectivo crédito, acrescida dos restos a pagar não-processados inscritos
ao final do exercício.

Analisando as informações, indique a opção correta em relação ao Balanço Orçamentário da entidade.


(A) O superávit orçamentário foi de 700.
(B) A entidade apresentou déficit corrente.
(C) O excesso de arrecadação, originário da receita de alienação bens, no montante de 100, não poderá ser
utilizado como fonte de recursos para a abertura de crédito adicional no exercício seguinte, com a
finalidade de pagamento de juros da dívida.
(D) O montante inscrito em restos a pagar processado soma 200.
(E) Será inscrito em restos a pagar o valor de 250.

1 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


(A) O superávit orçamentário foi de 700.
800

(B) A entidade apresentou déficit corrente.

(B) A entidade apresentou déficit corrente.

(C) O excesso de arrecadação, originário da receita de alienação bens, no montante de 100, não poderá ser
utilizado como fonte de recursos para a abertura de crédito adicional no exercício seguinte, com a
finalidade de pagamento de juros da dívida.

(D) O montante inscrito em restos a pagar processado soma 200.

2 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


(D) O montante inscrito em restos a pagar processado soma 200.
70

(E) Será inscrito em restos a pagar o valor de 250.

3 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


(E) Será inscrito em restos a pagar o valor de 250.
320

4 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


11. (TRT 19ª CONTABILIDADE 2014) Considere as informações extraídas do Balanço Orçamentário,
referentes ao exercício financeiro de 2012, de uma entidade pública:
Previsão Atualizada da Receita.................... R$ 7.600.000,00
Receita Arrecadada...................................... R$ 7.300.000,00
Dotação Inicial.............................................. R$ 7.000.000,00
Despesas Empenhadas............................... R$ 7.400.000,00
Despesas Liquidadas................................... R$ 7.150.000,00
Despesas Pagas.......................................... R$ 6.800.000,00
Abertura de Créditos Adicionais Especiais....R$ 550.000,00

Com base nessas informações e no disposto da Lei nº. 4.320/64, o resultado de execução orçamentária foi,
em reais,
(A) superavitário em 50.000,00.
(B) deficitário em 100.000,00.
(C) superavitário 150.000,00.
(D) superavitário em 200.000,00.
(E) superavitário em 500.000,00.

DADOS

Previsão Atualizada da Receita.................... R$ 7.600.000,00


Receita Arrecadada...................................... R$ 7.300.000,00
Dotação Inicial.............................................. R$ 7.000.000,00
Despesas Empenhadas............................... R$ 7.400.000,00
Despesas Liquidadas................................... R$ 7.150.000,00
Despesas Pagas.......................................... R$ 6.800.000,00
Abertura de Créditos Adicionais Especiais....R$ 550.000,00

Com base nessas informações e no disposto da Lei nº. 4.320/64, o resultado de execução orçamentária foi,
em reais,
(A) superavitário em 50.000,00.
(B) deficitário em 100.000,00.
(C) superavitário 150.000,00.
(D) superavitário em 200.000,00.
(E) superavitário em 500.000,00.

Previsão Atualizada da Receita.................... R$ 7.600.000,00


Receita Arrecadada...................................... R$ 7.300.000,00
Dotação Inicial.............................................. R$ 7.000.000,00
Despesas Empenhadas............................... R$ 7.400.000,00
Despesas Liquidadas................................... R$ 7.150.000,00
Despesas Pagas.......................................... R$ 6.800.000,00
Abertura de Créditos Adicionais Especiais....R$ 550.000,00

5 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


Com base nessas informações e no disposto da Lei nº. 4.320/64, o resultado de execução orçamentária foi,
em reais,
(A) superavitário em 50.000,00.
(B) deficitário em 100.000,00.
(C) superavitário 150.000,00.
(D) superavitário em 200.000,00.
(E) superavitário em 500.000,00.

BALANÇO FINANCEIRO
ENFOQUE ORÇAMENTÁRIO
4.320/64

O Balanço Financeiro evidencia as receitas e despesas orçamentárias, bem como os ingressos e dispêndios
extraorçamentários, conjugados com os saldos de caixa do exercício anterior e os que se transferem para o
início do exercício seguinte.

Assim, o Balanço Financeiro é um quadro com duas seções: Ingressos (Receitas Orçamentárias e
Recebimentos Extra-Orçamentários) e Dispêndios (Despesa Orçamentária e Pagamentos Extra-
Orçamentários), que se equilibram com a inclusão do saldo em espécie do exercício anterior na coluna dos
ingressos e o saldo em espécie pra o exercício seguinte na coluna dos dispêndios.

6 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


CLASSIFICAÇÃO DAS CONTAS

Pelo enfoque orçamentário no Balanço Financeiro, a receita Orçamentária é demonstrada por categoria
econômica, enquanto a despesa é apresentada por função do governo.

4.320/64

Art. 103. O balanço financeiro demonstrará a receita e a despesa orçamentárias bem como os
recebimentos e os pagamentos de natureza extra-orçamentária, conjugados com os saldo em espécie
provenientes do exercício anterior, e os que se transferem para o exercício seguinte.

ESTRUTURA

7 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


ANÁLISE

CÁLCULO DO RESULTADO
FINANCEIRO
(1)

O resultado financeiro do exercício corresponde à diferença entre o somatório dos ingressos orçamentários
com os extra-orçamentários e dos dispêndios orçamentários e extra-orçamentários.

Se os ingressos forem maiores que os dispêndios, ocorrerá um superávit; caso contrário, ocorrerá um
déficit.

8 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


Este resultado não deve ser entendido como superávit ou déficit financeiro do exercício, cuja apuração é
obtida por meio do Balanço Patrimonial.

FÓRMULA

9 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


CÁLCULO DO RESULTADO
FINANCEIRO (2)

O resultado financeiro do exercício pode ser também apurado pela diferença entre o saldo em espécie para
o exercício seguinte e o saldo em espécie do exercício anterior.

ENTÃO...

SF > SI = RF POSITIVO
SF > SI = RF SUPERÁVIT
SF < SI = RF NEGATIVO
SF < SI = RF DÉFICIT
SF = SI
RF NULO

10 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


INSCRIÇÃO DE
RP

ART. 103, Parágrafo único Os restos a pagar do exercício serão computados na receita extra-orçamentária
para compensar sua inclusão na despesa orçamentária.

CÁLCULO DA RECEITA RECEBIDA

11 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


12 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?
CÁLCULO DA DESPESA PAGA

13 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


RF ORÇAMENTÁRIO

14 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


RF EXTRA-ORÇAMENTÁRIO

ATENÇÃO!

O saldo da disponibilidade financeira do exercício anterior é receita extra-orçamentária e é classificada no


grupo saldo disponível anterior.

Como o saldo disponível para o exercício seguinte está do lado das despesas, ele é considerado um
dispêndio.

ANÁLISE: REVISÃO

15 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


BALANÇO FINANCEIRO X ORÇAMENTÁRIO

EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO

1. (FCC – BF) Acerca do Balanço Financeiro, elaborado na forma da lei n 4.320/64, assinale a opção correta.

a) A demonstração apresenta a receita e a despesa orçamentárias realizadas, bem como os recebimentos e


os pagamentos de natureza extra-orçamentária, conjugados com os saldos em espécie, provenientes do
exercido anterior, e com os que se transferem para o exercício seguinte.

16 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


Art. 103. O balanço financeiro demonstrará a receita e a despesa orçamentárias bem como os
recebimentos e os pagamentos de natureza extra-orçamentária, conjugados com os saldo em espécie
provenientes do exercício anterior, e os que se transferem para o exercício seguinte.

b) Os saldos provenientes do exercício anterior (disponíveis) inscrevem-se na coluna das despesas.

c) Sob o titulo Restos a Pagar, classificado como despesa extra-orçamentária, será computado o total dos
Restos a Pagar inscritos no exercício, para compensar a sua inclusão na despesa orçamentária.

Art. 103
Parágrafo único Os restos a pagar do exercício serão computados na RECEITA EXTRA-ORÇAMENTÁRIA para
compensar sua inclusão na despesa orçamentária.

d) Por meio do Balanço Financeiro apura-se a existência de superávit financeiro, uma das fontes de
recursos necessárias à abertura de créditos adicionais.

Art 43, §1º Consideram-se recursos, para o fim deste art., desde que não comprometidos:
I- o superávit financeiro apurado em BALANÇO PATRIMONIAL do exercício anterior;

e) Os Restos a Pagar que figuram como despesa extra-orçamentária referem-se a pagamentos no exercício,
correspondentes a valores inscritos no mesmo exercício

17 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


2. (FCC – BF) A respeito do Balanço Financeiro de que trata o art. 103 da Lei nº 4.320/64 é correto afirmar
exceto:
(A) são demonstrados os ingressos e os pagamentos extra-orçamentários.
(B) a disponibilidade financeira do exercício anterior e a que passa para o exercício seguinte são
evidenciadas.
(C) a despesa orçamentária é demonstrada pelo valor liquidado independentemente de ter ocorrido o
pagamento.
(D) as receitas orçamentárias são demonstradas por categoria econômica.
(E) o confronto entre os ingressos e os dispêndios resulta no superávit, que coincide com o resultado da
entidade.

3. (FCC – BF) Em um Balanço Financeiro em que nos ingressos extra-orçamentários consta a rubrica Restos
a Pagar com valores diferentes de zero, é correto afirmar que a rubrica demonstra
(A) o montante de recursos recebidos para o pagamento
de Restos a Pagar no exercício.
(B) o montante de Restos a Pagar pagos no exercício.
(C) o montante de Restos a Pagar inscritos no exercício.
(D) os Restos a Pagar não-processados inscritos no exercício.
(E) o montante de Restos a Pagar cancelados no exercício.

ART. 103, Parágrafo único Os restos a pagar do exercício serão computados na receita extra-orçamentária
para compensar sua inclusão na despesa orçamentária.

4. (FCC – BF) Em relação ao Balanço Financeiro, é correto afirmar que as despesas devem figurar:
(A) por categoria econômica e pelo montante efetivamente pago;
(B) por categoria econômica e pelo montante realizado, independentemente de terem sido pagas ou não;
(C) por função e pelo montante efetivamente pago;
(D) por Função e pelo montante realizado, independentemente de terem sido pagas ou não;
(E) por unidade orçamentária e pelo montante efetivamente pago.

5. (FCC - BF) Acerca do Balanço Financeiro, tal como previsto pelo art. 103 da Lei nº. 4.320/64. é correto
afirmar que:
(A) apenas apresenta o saldo das contas do Ativo e Passivo Financeiros;
(B) é elaborado para todas as Unidades Gestoras, exceto as que sejam Setoriais Financeiras;

18 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


(C) no lado da Despesa, constam as despesas pagas e as não-pagas;
(D) as Interferências Ativas Passivas nunca o afetam;
(E) apresenta somente os desembolsos financeiros.

6. (FCC – BF) No Balanço Financeiro, os Restos a Pagar do exercício serão computados:


(A) na receita orçamentária, para garantir recursos para o seu pagamento no exercício seguinte;
(B) na receita extra-orçamentária, por se tratar de despesa paga e cujos bens ou serviços ainda não foram
recebidos;
(C) na receita extra-orçamentária, para compensar sua inclusão na despesa orçamentária;
(D) na despesa extra-orçamentária, para compensar sua inclusão na receita orçamentária;
(E) na receita orçamentária, por se tratar de despesa ainda não-paga.
7. (FCC – BF) Assinale a opção que indica um dado que pode ser obtido do Balanço Financeiro.
(A) O montante dos Restos a Pagar inscritos no exercício.
(B) O total da incorporação de bens em razão das despesas de capital.
(C) O montante das Antecipações de Receitas Orçamentárias ocorridas no exercício.
(D) O total de cancelamento de empenhos do exercício.
(E) O montante da dívida fundada.

8. O Balanço Financeiro de um ente público apresentou os seguintes dados (em R$):


Receita Orçamentária........................ 820.000,00
Despesa Extra-Orçamentária............ 110.000,00
Saldo para o Exercício Seguinte........180.000,00
Receita Extra-Orçamentária.............. 100.000,00
Saldo do Exercício Anterior............... 150.000,00

Com as informações fornecidas, é correto concluir que as despesas executadas pelo ente público nesse
exercício totalizaram, em R$,
(A) 700.000,00.
(B) 730.000,00.
(C) 760.000,00.
(D) 780.000,00.
(E) 800.000,00.

19 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


CÁLCULO DA QUESTÃO 8

CÁLCULO DA COLUNA DA RECEITA

CÁLCULO DA COLUNA DA DESPESA

20 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


CÁLCULO DA DESPESA ORÇAMENTÁRIA

Com as informações fornecidas, é correto concluir que as despesas executadas pelo ente público nesse
exercício totalizaram, em R$,
(A) 700.000,00.
(B) 730.000,00.
(C) 760.000,00.
(D) 780.000,00.
(E) 800.000,00.

9. (FCC – BF) Sobre o Balanço Financeiro, conforme Anexo 13 da Lei no 4.320/64, é correto afirmar que
(A) as despesas orçamentárias não pagas e as receitas orçamentárias não recebidas são excluídas da
demonstração.

ART. 103, Parágrafo único Os restos a pagar do exercício serão computados na receita extra-
orçamentária para compensar sua inclusão na despesa orçamentária.

(B) o saldo das disponibilidades do exercício anterior não faz parte da demonstração por não se tratar de
movimentação do exercício financeiro corrente.

21 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


(C) as despesas do exercício não pagas são consideradas despesas extra-orçamentárias.

ART. 103, Parágrafo único Os restos a pagar do exercício serão computados na receita extra-orçamentária
para compensar sua inclusão na despesa orçamentária.

(D) o saldo das disponibilidades para o exercício seguinte não contém o saldo das disponibilidades do
exercício anterior.

(E) a variação positiva nas disponibilidades é obtida pela diferença entre "receitas orçamentárias e extra-
orçamentárias" e "despesas orçamentárias e extra-orçamentárias".

(E) a variação positiva nas disponibilidades é obtida pela diferença entre "receitas orçamentárias e extra-
orçamentárias" e "despesas orçamentárias e extra-orçamentárias".

BALANÇO PATRIMONIAL

BALANÇO ESTÁTICO

Pode-se dizer que o Balanço Patrimonial é estático, pois apresenta a posição patrimonial em determinado
momento, funcionando como uma “fotografia” do patrimônio da entidade para aquele momento.

ENFOQUE ORÇAMENTÁRIO
4.320/64

O Balanço Patrimonial, estruturado em Ativo, Passivo e Patrimônio Líquido, evidencia qualitativa e


quantitativamente a situação patrimonial da entidade pública:

Lei 4.320/64:
Art. 105. O Balanço Patrimonial demonstrará:
I – o Ativo Financeiro;
II – o Ativo Permanente;
III – o Passivo Financeiro;
IV – o Passivo Permanente;
V – o Saldo Patrimonial; e
VI – as Contas de Compensação.

22 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


Ativo Financeiro:
compreende os bens numerários, os créditos e outros valores realizáveis, independentes de autorização
orçamentária e correspondem aos saldos das contas que permaneceram abertas no sistema financeiro,
desdobradas em:

a) Disponível – representa a soma dos valores numerários em caixa e em poder dos bancos.
b) Créditos em circulação – representa a soma dos créditos financeiros junto a pessoas de direito público
e privado.

Ativo Permanente:
são agrupados os bens, os créditos e os valores utilizados na exploração da atividade estatal, cuja
mobilização ou alienação dependa de autorização legislativa. Atualmente, o Almoxarifado também é
considerado ativo permanente.

23 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


Passivo Financeiro (Dívida Flutuante):
compreende compromissos exigíveis a curto prazo, cujo pagamento independa de autorização
orçamentária. A sua composição está disciplinada no artigo 92 da Lei 4.320/64.

Art. 92. A dívida flutuante compreende:


I. Os restos a pagar, excluídos os serviços da dívida;
II. Os serviços da dívida a pagar;
III. Os depósitos;
IV. Os débitos de Tesouraria.

24 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


Passivo Permanente:
compreende as dívidas fundadas e outras que dependam de autorização legislativa para
amortização ou resgate.

Saldo Patrimonial:
representa a diferença entre o Ativo e o Passivo, podendo configurar como Ativo Real Líquido se a
diferença for positiva, e como Passivo Real Líquido, se for negativa. Corresponde ao Patrimônio Líquido.

Contas de Compensação:
registram os bens, valores, as obrigações e as situações que mediata ou indiretamente possam vir a
alterar o patrimônio do ente governamental.

25 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


COMPOSIÇÃO DO BALANÇO
PATRIMONIAL PELOS SISTEMAS

SISTEMA CONTÁBIL PELO


ENFOQUE ORÇAMENTÁRIO

26 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


ESTRUTURA
(Enfoque orçamentário)

27 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


ANÁLISE

CÁLCULO DO ATIVO REAL

28 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


CÁLCULO DO PASSIVO REAL

CÁLCULO DO
SALDO PATRIMONIAL OU PL

29 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


2

30 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


3
31 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?
CÁLCULO DO
SUPERÁVIT FINANCEIRO

4.320/64
Art. 43. A abertura dos créditos suplementares e especiais depende da existência de recursos disponíveis
para ocorrer à despesa e será precedida de exposição justificativa.
§ 1º Consideram-se recursos, para o fim deste art., desde que não comprometidos:
I- o superávit financeiro apurado em balanço patrimonial do exercício anterior;

32 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


QUESTÕES

1. Após o levantamento do Balanço Patrimonial, determinada Unidade Gestora apresentou os seguintes


valores contábeis:
Passivo Real a Descoberto..................300
Passivo Real.....................................23.700
Passivo Financeiro.............................5.700
Passivo Compensado........................4.200

Sabendo-se que esse mesmo balanço demonstrou um superávit financeiro de 900, podemos afirmar, com
certeza, que o Ativo Permanente demonstrado tem o valor de:
16.800;
18.000;
23.400;
d) 23.700;
e) 27.900.

33 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


Passivo Real a Descoberto..................300
Passivo Real.....................................23.700
Passivo Financeiro.............................5.700
Passivo Compensado........................4.200
Superávit Financeiro.............................900

ATIVO COMPENSADO

34 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


PASSIVO TOTAL

ATIVO TOTAL

35 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


ATIVO REAL

ATIVO FINANCEIRO

36 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


ATIVO PERMANENTE

PASSIVO PERMANENTE

Sabendo-se que esse mesmo balanço demonstrou um superávit financeiro de 900, podemos afirmar, com
certeza, que o Ativo Permanente demonstrado tem o valor de:
16.800;
18.000;
23.400;
d) 23.700;
e) 27.900.

37 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


instruções para as questões de número 2 a 6.
Considere o balancete preliminar, a ser auditado, para determinar o valor solicitado em cada questão
(valores em reais).

1º PASSO:
CLASSIFICAR AS CONTAS

ATIVO FINANCEIRO

38 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


PASSIVO FINANCEIRO

ATIVO PERMANENTE

39 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


PASSIVO PERNAMENTE

AC e PC

40 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


2º PASSO:
MONTAR O BALANÇO

3º PASSO:
CÁLCULO DO AR e PR

41 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


4º PASSO:
CÁLCULO DO SALDO
PATRIMONIAL

5º PASSO:
CÁLCULO DO AT e PT

2. Superávit Financeiro:
a) 364.250;
b) 345.000;
c) 25.500;
d) 19.250;
e) 9.250.

42 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


6º PASSO:
CÁLCULO DO SF

3. Ativo Não-Financeiro:
a) 1.925.750;
b) 1.548.250;
c) 1.184.000;
d) 1.099.000;
e) 1.021.500.

43 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


4. Passivo Financeiro:
a) 364.250;
b) 345.000;
c) 315.000;
d) 307.500;
e) 292.500.

5. Passivo Real:
a) 1.184.000;
b) 1.270.000;
c) 1.548.250;
d) 1.615.000;
e) 1.925.750.

6. Patrimônio Líquido ou Passivo a Descoberto:


a) 86.000;
b) 66.750;
c) 45.250;
d) 38.000;
e) 19.250.

44 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


45 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?