Você está na página 1de 16

Simulado CEJAS da

APROVAÇÃO no
XXIV Exame da Ordem!
OAB 2ª Fase Direito Tributário
PROFESSOR: Ricardo Xavier
*ATENÇÃO: ANTES DE INICIAR A PROVA, VERIFIQUE SE TODOS OS SEUS APARELHOS ELETRÔNICOS
FORAM ACONDICIONADOS E LACRADOS DENTRO DA EMBALAGEM PRÓPRIA. CASO A QUALQUER
MOMENTO DURANTE A REALIZAÇÃO DO EXAME VOCÊ SEJA FLAGRADO PORTANDO QUAISQUER
EQUIPAMENTOS PROIBIDOS PELO EDITAL, SUAS PROVAS PODERÃO SER ANULADAS, ACARRETANDO
EM SUA ELIMINAÇÃO DO CERTAME.

PEÇA PRÁTICO-PROFISSIONAL
Em setembro de 2017, a Fazenda Nacional promoveu ação de execução fiscal em face
do Centro Nossa Senhora da BOA Ajuda, entidade de assistência social sem fim
lucrativo, para a cobrança de crédito relativo a Contribuição Previdenciária Patronal,
no valor de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais). Os créditos se referem a Contribuições
lançadas nos exercícios de 2008, 2009, 2010 e 2011. A ação foi distribuída para a Vara
da Seção Judiciária do Estado X.

Citada na ação executiva, e sem condições de garantir o juízo, a Casa Nossa Senhora
arguiu exceção de pré-executividade argumentando que é entidade imune à
Contribuição em questão, acostando aos autos através de documentos que
comprovam que ela atende ao quanto estabelece o art. 14 do CTN, pois (I) não
distribui qualquer parcela de seu patrimônio ou de suas rendas, a qualquer título, (II)
aplica integralmente, no País, os seus recursos na manutenção dos seus objetivos
institucionais, e (III) mantém escrituração de suas receitas e despesas em livros
revestidos de formalidades capazes de assegurar sua exatidão. Ainda, alegou também
que os créditos em questão estavam prescritos.

Em decisão, o Juiz Federal julgou improcedente a Exceção de pré-executividade sob o


argumento de que o Excipiente não é imune, mas isento, devendo atender ao quanto
estabelece a Lei Ordinária sobre o tema, bem como que o prazo prescricional das
Contribuições Previdenciárias é de 10 anos, na forma da Lei nº 8.212/1991.

Descontente com decisão, o representante legal da Casa Nossa Senhora procura você
para que na qualidade de advogado(a) ingresse com recurso cabível para atender aos
interesses da instituição.

A peça deve abranger todos os fundamentos de direito que possam ser utilizados para
dar respaldo à pretensão do cliente, sendo certo que a publicação da decisão
mencionada se deu na data de hoje (dia da realização desta prova). (Valor: 5,0)

Simulado será corrigido em sala, no horário de aula, dia 15/01/2018.


1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
12.
13.
14.
15.
16.
17.
18.
19.
20.
21.
22.
23.
24.
25.
26.
27.
28.
29.
30.

Simulado será corrigido em sala, no horário de aula, dia 15/01/2018.


31.
32.
33.
34.
35.
36.
37.
38.
39.
40.
41.
42.
43.
44.
45.
46.
47.
48.
49.
50.
51.
52.
53.
54.
55.
56.
57.
58.
59.
60.

Simulado será corrigido em sala, no horário de aula, dia 15/01/2018.


61.
62.
63.
64.
65.
66.
67.
68.
69.
70.
71.
72.
73.
74.
75.
76.
77.
78.
79.
80.
81.
82.
83.
84.
85.
86.
87.
88.
89.
90.

Simulado será corrigido em sala, no horário de aula, dia 15/01/2018.


91.
92.
93.
94.
95.
96.
97.
98.
99.
100.
101.
102.
103.
104.
105.
106.
107.
108.
109.
110.
111.
112.
113.
114.
115.
116.
117.
118.
119.
120.

Simulado será corrigido em sala, no horário de aula, dia 15/01/2018.


121.
122.
123.
124.
125.
126.
127.
128.
129.
130.
131.
132.
133.
134.
135.
136.
137.
138.
139.
140.
141.
142.
143.
144.
145.
146.
147.
148.
149.
150.

Simulado será corrigido em sala, no horário de aula, dia 15/01/2018.


QUESTÃO 01

O Município “Z” ingressa com execução fiscal por conta de débito do ISS em face da
empresa Bom Negócio Arrendamento Mercantil, da qual o Banco Bom Negócio S/A é
sócio, pertencendo ambas ao mesmo grupo econômico. Com base no caso
apresentado, responda justificadamente, utilizando todos os fundamentos jurídicos
aplicáveis à espécie.

A) Poderia o Banco Bom Negócio S/A ser parte legítima na execução fiscal? Resposta
fundamentada. (Valor: 0,65)

B) Quais são os requisitos que devem estar presentes para o reconhecimento de


eventual solidariedade entre as duas empresas? (Valor: 0,60)

A simples menção ou transcrição do dispositivo legal não pontua.

Simulado será corrigido em sala, no horário de aula, dia 15/01/2018.


1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
12.
13.
14.
15.
16.
17.
18.
19.
20.
21.
22.
23.
24.
25.
26.
27.
28.
29.
30.

Simulado será corrigido em sala, no horário de aula, dia 15/01/2018.


QUESTÃO 02

Determinado Prefeito Municipal editou o Decreto nº X, publicado em 20/09/2011, a


fim de modificar os critérios relativos à apuração da base de cálculo do IPTU,
tornando-o mais oneroso para os contribuintes da respectiva municipalidade. Sabe-se
que as mudanças inseridas no aludido Decreto só entrariam em vigor a partir do dia
01/01/2012.

Nesse caso, o referido ato normativo compatibiliza-se com o ordenamento jurídico


tributário em vigor? Justifique, com o apontamento dos dispositivos legais pertinentes.
(Valor: 1,25)

Simulado será corrigido em sala, no horário de aula, dia 15/01/2018.


1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
12.
13.
14.
15.
16.
17.
18.
19.
20.
21.
22.
23.
24.
25.
26.
27.
28.
29.
30.

Simulado será corrigido em sala, no horário de aula, dia 15/01/2018.


QUESTÃO 03

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de determinada cidade entrou com ação na Vara
de Fazenda Pública, impugnando a cobrança de IPTU sobre lojas de sua propriedade,
situadas na área urbana do mesmo município, alegando e comprovando que os valores
recebidos a título de aluguéis estavam sendo utilizados nas suas atividades essenciais.
O Município, em sua defesa, alega que os Sindicatos devem sustentar suas atividades
com a contribuição sindical recebida e também que a própria cobrança de aluguel já
evidencia a hipótese de restrição da imunidade prevista no Artigo 150, § 4º, da
Constituição Federal, por não ser finalidade essencial da entidade.

Com base no caso apresentado, assiste razão ao Sindicato? Justifique sua resposta com
base na Jurisprudência dos Tribunais Superiores. (Valor: 1,25)

A simples menção ou transcrição do dispositivo legal não pontua.

Simulado será corrigido em sala, no horário de aula, dia 15/01/2018.


1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
12.
13.
14.
15.
16.
17.
18.
19.
20.
21.
22.
23.
24.
25.
26.
27.
28.
29.
30.

Simulado será corrigido em sala, no horário de aula, dia 15/01/2018.


QUESTÃO 04

A Empresa JLMS Ltda. possui crédito no valor de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais),
em face da unidade federativa XYZ, onde mantém a sede de seu estabelecimento
comercial, sendo tal crédito oriundo de um precatório judicial resultante de ação por
desapropriação.
Todavia, a empresa aqui cuidada encontra-se em débito com o Estado XYZ, em razão
do não pagamento de ICMS no montante de 450.000,00.
Até o presente momento, a legislação estadual aplicável ao contribuinte em pauta
somente prevê como forma de extinção do crédito de ICMS o pagamento em dinheiro
conforme prazo e condições nela estabelecidas.

À vista disso, responda, justificadamente, utilizando todos os fundamentos jurídicos


aplicáveis à espécie.

A) Qual a forma de extinção do crédito tributário que se amolda à liquidação do


aludido débito do ICMS com a utilização do crédito oriundo do referido precatório
judicial? (Valor: 0,70)

B) Com base na resposta contida na letra A, a referida empresa poderia liquidar o seu
débito do ICMS fundado no crédito contido no aludido precatório judicial? (Valor: 0,55)

A simples menção ou transcrição do dispositivo legal não pontua.

Simulado será corrigido em sala, no horário de aula, dia 15/01/2018.


1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
11.
12.
13.
14.
15.
16.
17.
18.
19.
20.
21.
22.
23.
24.
25.
26.
27.
28.
29.
30.

Simulado será corrigido em sala, no horário de aula, dia 15/01/2018.


Simulado será corrigido em sala, no horário de aula, dia 15/01/2018.

Você também pode gostar