Você está na página 1de 7

1.

Das alternativas abaixo, apenas uma não apresenta características da


obra do poeta barroco Gregório de Matos. Assinale-a:

a) Sentido vivo de pecado aliado à busca do perdão e da pureza


espiritual.
b) Poesia com força crítica poderosa, pessoal e social, chegando à
irreverência e à obscenidade.
c) Destaca a beleza física da amada e a sua transitoriedade.
d) Realça a beleza da flora, fauna e da paisagem brasileiras, em
manifestação nativista.
e) Tentativa de conciliar elementos contraditórios, busca da unidade sob
a diversidade.
2. A exaltação da forma, o culto à linguagem permeada por metáforas,
conflito entre o humanismo renascentista e a tentativa de restauração de
uma religiosidade medieval são características do

a) Classicismo.
b) Arcadismo.
c) Romantismo.
d) Barroco.

e) Condoreirismo.

3. Assinale o texto que, pela linguagem e pelas ideias, pode ser


considerado como representante da corrente barroca.

a) "Brando e meigo sorriso se deslizava em seus lábios; os negros caracóis de


suas belas madeixas brincavam, mercê do Zéfiro, sobre suas faces... e ela
também suspirava."
b) "Estiadas amáveis iluminavam instantes de céus sobre ruas molhadas de
pipilos nos arbustos dos squares. Mas a abóbada de garoa desabava os
quarteirões."
c) "Os sinos repicavam numa impaciência alegre. Padre Antônio continuou a
caminhar lentamente, pensando que cem vezes estivera a cair, cedendo à
fatalidade da herança e à influência do meio que o arrastavam para o pecado."
d) "De súbito, porém, as lancinantes incertezas, as brumosas noites pesadas
de tanta agonia, de tanto pavor de morte, desfaziam-se, desapareciam
completamente como os tênues vapores de um letargo..."
e) "Ah! Peixes, quantas invejas vos tenho a essa natural irregularidade! A
vossa bruteza é melhor que o meu alvedrio. Eu falo, mas vós não ofendeis a
Deus com as palavras: eu lembro-me, mas vós não ofendeis a Deus com a
memória: eu discorro, mas vós não ofendeis a Deus com o entendimento: eu
quero, mas vós não ofendeis a Deus com a vontade."

4. Considere as afirmações abaixo:


4. I. Barroco literário, no Brasil, correspondeu a um período em que o
incremento da atividade mineradora proporcionou o desenvolvimento
urbano e o surgimento de uma incipiente classe média formada por
funcionários, comerciantes e profissionais liberais.
II. Uma das feições da poesia barroca era o chamado conceptismo –
exploração de conceitos e idéias abstratas através de evoluções engenhosas
do pensamento.
III. A ornamentação da linguagem, que caracterizou o Barroco brasileiro, pode
ser identificada pelo uso repetido de jogos de palavras, pela construção frasal e
pelo emprego da antítese.

Quais estão corretas?

a) Apenas I
b) Apenas II
c) Apenas III
d) Apenas II e III
e) I, II e III

5. O bifrontismo do homem, santo e pecador; o impulso pessoal


prevalecendo sobre normas ditadas por modelos; o culto do contraste; a
riqueza de pormenores – são traços constantes da:

a) composição poética parnasiana


b) poesia simbolista
c) produção poética arcádica de inspiração bucólica
d) poesia barroca
e) poesia condoreirista

6. Quando jovem, Antônio Vieira acreditava nas palavras, especialmente nas


que eram ditas com fé. No entanto, todas as palavras que ele dissera, nos
púlpitos, na salas de aula, nas reuniões, nas catequeses, nos corredores, nos
ouvidos dos reis, clérigos, inquisidores, duques, marqueses, ouvidores,
governadores, ministros, presidentes, rainhas, príncipes, indígenas, desses
milhões de palavras ditas com esforço de pensamento, poucas - ou nenhuma
delas - havia surtido efeito. O mundo continuava exatamente o de sempre. O
homem, igual a si mesmo. Ana Miranda, BOCA DO INFERNO

Essa passagem do texto faz referência a um traço da linguagem barroca


presente na obra de Vieira; trata-se do:

a) gongorismo, caracterizado pelo jogo de idéias.


b) cultismo, caracterizado pela exploração da sonoridade das palavras.
c) cultismo, caracterizado pelo conflito entre fé e razão.
d) conceptismo, caracterizado pelo vocabulário preciosista e pela exploração
de aliterações.
e) conceptismo, caracterizado pela exploração das relações lógicas, da
argumentação.
7. Com referência ao Barroco, todas as alternativas são corretas,
exceto:

a) O Barroco estabelece contradições entre espírito e carne, alma e corpo,


morte e vida.
b) O homem centra suas preocupações em seu próprio ser, tendo em mira seu
aprimoramento, com base na cultura greco-latina.
c) O Barroco apresenta, como característica marcante, o espírito de tensão,
conflito entre tendências opostas: de um lado, o teocentrismo medieval e, de
outro, o antropocentrismo renascentista.
d) A arte barroca é vinculada à Contra-Reforma.
e) O barroco caracteriza-se pela sintaxe obscura, uso de hipérbole e de
metáforas.

8. A alternativa que apresenta as principais características do Barroco é:

a) Racionalismo, Universalismo, perfeição formal, presenAlternativa “e”.ça de


elementos da mitologia greco-latina e humanismo.
b) Pastoralismo, bucolismo, nativismo, tom confessional, espontaneidade dos
sentimentos e exaltação da pureza, da ingenuidade e da beleza.
c) Preocupação formal, preferência por temas descritivos, objetivismo, apego à
tradição clássica e vocabulário culto.
d) Subjetivismo e individualismo, eurocentrismo, patriarcalismo e nacionalismo
exacerbado.
e) Apelo religioso, misticismo, erotismo, castigo como decorrência do pecado,
fugacidade da vida e instabilidade das coisas.

9. Considere as seguintes afirmações sobre o Barroco brasileiro:

I. A arte barroca caracteriza-se por apresentar dualidades, conflitos, paradoxos


e contrastes, que convivem tensamente na unidade da obra.
II. O conceptismo e o cultismo, expressões da poesia barroca, apresentam um
imaginário bucólico, sempre povoado de pastoras e ninfas.
III. A oposição entre Reforma e Contra-Reforma expressa, no plano religioso,
os mesmos dilemas de que o Barroco se ocupa.

Quais estão corretas:

a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas III.
d) Apenas I e III.
e) I, II e III.

10. O barroco surge como uma resposta no campo artístico ao protestantismo,


buscando reafirmar os valores católicos, recorrendo principalmente ao uso de
imagens e de santos. Entretanto, o barroco se coloca como oposição a outro
movimento artístico do século XVI, baseado na racionalidade e na busca da
simetria em suas produções artísticas. Qual é este movimento?
a. Classicismo.
b. Modernismo.
c. Renascimento.
d. Romantismo.

11. O Barroco como afirmação artística religiosa buscava se opor aos conceitos
do Renascimento, principalmente a utilização do antropocentrismo e da
racionalidade na produção estética. Sobre o barroco, qual das afirmativas
abaixo é incorreta:

a. Há no barroco o surgimento de pinturas e esculturas marcadas por formas


retorcidas e tensas.
b. A preocupação do barroco era reforçar o racionalismo e equilibrá-lo com as
emoções, e não em criar uma arte mais emotiva e cotidiana.
c. A história e atributos de santos e mártires católicos se viam representados
com bastante frequência na pintura, nas esculturas e construções do
período, sendo que os elementos eram dispostos de maneira pouco
simétrica, assumindo na maioria das vezes uma organização diagonal.
d. A valorização das cores e a contraposição de luzes e sombras tinham
grande importância na demonstração dos gestos e estados de espírito do
homem.

 Leia o texto, analise a figura e responda à questão abaixo:


Há a propensão para uma forma que se abre em indeterminação de limites e
imprecisão de contornos, apelando para os recursos da impressão sensorial,
que não quer apenas conter a informação estética, mas sobretudo, comunicá-la
sob um alto grau de tensão que transporte o receptor, o espectador, da simples
esfera da plenitude intelectual e contemplativa para uma estesia mais franca e
envolvente – mais do que isso, para o êxtase dos sentidos sugestionadamente
acesos e livres. (ÁVILA, A. O lúdico e as projeções do Barroco. São Paulo:
Perspectiva, 1980. p. 20.)
ATAÍDE, M. C. Pintura do forro da nave da Igreja de São Francisco de Assis,
em Ouro Preto (MG)

Sobre o texto e a figura, é correto afirmar:

a) O texto apresenta as principais características do rococó e a figura refere-se


à pintura do Barroco, principal movimento artístico do período colonial
brasileiro.

b) Enquanto a figura representa a arte colonial brasileira, o texto discorre sobre


a projeção do barroco na arte concreta e sua busca por um envolvimento mais
efetivo e completo do espectador com a obra.

c) Não é possível afirmar que o texto e a imagem estejam relacionados ao


mesmo assunto, pois a figura é do Barroco Mineiro, mas o texto trata do
Barroco Baiano.

d) Tanto o texto como a imagem tratam da arte neoclássica no momento


máximo de sua penetração na cultura brasileira como um todo e não sobre algo
específico.
e) O texto explicita as principais características da pintura barroca tal qual foi
praticada em Minas Gerais no século XVIII, muitas delas presentes na obra de
Manoel da Costa Ataíde.
13. Um dos grandes mestres do Barroco Mineiro, que se destacou tanto na
escultura quanto em projetos arquitetônicos, foi Antônio Francisco Lisboa,
conhecido também como Aleijadinho. Esse artista recebeu tal apelido em
decorrência:
a) do fato de ter uma perna amputada.
b) de ter nascido sem um dos braços.
c) das gangrenas que provocavam deformações em seu corpo, sobretudo nas
mãos.
d) de ser manco de uma das pernas.
e) de ter paralisia infantil.

14. Sobre cultismo e conceptismo, os dois aspectos construtivos do


Barroco, assinale a única alternativa incorreta:
a) O cultismo opera através de analogias sensoriais, valorizando a identificação
dos seres por metáforas. O conceptismo valoriza a atitude intelectual, a
argumentação.
b) Cultismo e conceptismo são partes construtivas do Barroco que não se
excluem. É possível localizar no mesmo autor e no mesmo texto os dois
elementos.
c) O cultismo é perceptível no rebuscamento da linguagem, pelo abuso no
emprego de figuras semânticas, sintáticas e sonoras. O conceptismo valoriza a
atitude intelectual, o que se concretiza no discurso pelo emprego de sofismas,
silogismos, paradoxos, etc.
d) O cultismo na Espanha, Portugal e Brasil é também conhecido como
gongorismo e seu mais ardente defensor, entre nós, foi o Pe. Antônio Vieira,
que, no Sermão da Sexagésima, propõe a primazia da palavra sobre a ideia.
e) Os métodos cultistas mais seguidos por nossos poetas foram os de Gôngora
e Marini e o conceptismo de Quevedo foi o que maiores influências deixou em
Gregório de Matos.

15. Assinale a questão cujo trecho apresenta características próprias do


Barroco no Brasil:
a) “Pequei, Senhor; mas não porque hei pecado, Da vossa alta clemência me
despido; Porque quanto mais tenho delinquido, Vos tenho a perdoar mais
empenhado. Se basta a vos irar tanto pecado, A abrandar-vos sobeja um só
gemido: Que a mesma culpa, que vos há ofendido, Vos tem para o perdão
lisonjeado.”
b) “Alma minha gentil, que te partiste/Tão cedo desta vida,
descontente,/Repousa lá no Céu eternamente,/E viva eu cá na terra sempre
triste./Se lá no assento etéreo, onde subiste,/Memória desta sida se
consente,/Não te esqueças daquele amor ardente/Que já nos ollhos meus tão
puro viste.”
c) “Última flor do Lácio, inculta e bela,/És, a um tempo, esplendor e
sepultura;/Ouro nativo, que, na ganga impura,/A bruta mina entre cascalhos
vela.”
d) “Parece até que sobre a fronte angélica/Um anjo lhe depôs coroa e
nimbo.../Formosa a vejo assim entre meus sonhos/Mais bela no vapor do meu
cachimbo.”
e) “Lá na úmida senzala,/Sentado na estreita sala,/Junto ao braseiro, no
chão,/Entoa o escravo o seu canto,/E ao cantar correm-lhe em
pranto/Saudades do seu torrão.”
ver resposta