Você está na página 1de 1
Plano de referencia 1m ~Massa de fuido no plano 1 ‘m~ Massa de fluido no plano 2 1 —Pressio do fuido no plano 4 2 -Pressto do fluido no plano 2 1-Pme Vs Volume do iaigo no plano 1 Plano ‘V2 Volume do fluido no plano 2 jeeaada (7") Cr Velocidad do fluido no plano 1 desaida C.—Velocidade do fluido no plano 2 ae u Us — Energia intema do fuido no plano 4 Ui Energia interna do fiuido-no plano 2 2, — Altura em relagio ao plano de referéncia 2 Altura em relagdo ao plano de referéncia Isto posto podemos, de inicio, considerar que mj ~ m; ~ 1,0 kg e € constante, assim pelo 18 Principio da Termodinamica, podemos escrever: G 2g 2+ Apov2 + AZ2 + A. QtU+ Api TAZ + Se o sistema é particularizado para o caso de um carburadorsimples, ondea massa circulante continua sendo mi = m2=1,0kg; podemos ainda considerar: Q=0 Le=0 e Z: = Zp, com isto finalmente tem-se; 2 e Ur+ Api + Aa Up + Apr2 AS sabendo-se que cp — cy = AR (relacao de Mayer), s es U=cxT e psv=RT — entao: Ur + Apis = 6T1 + Apiva = OT1 + ART1 = (G+ AR) 8 Ti = Gp 8 Tr = hy Apav2 = 6T2 + Apova = GeT2 + ART2 = ( + AR) x T2 = cp x T2 = ho, com isto fica; 2 2 n+ ac hot aS mas Ci <<<< C2, portanto é valido considerar C. assim; “e eo ; ce ebi-he=Am2-A—2 ow h,) 2g