Você está na página 1de 7

PORTUGUÊS, 9º ANO Prof. António Alves

Flexão verbal - Exercícios

I) Preenche os espaços com a forma verbal adequada:

I) Preenche os espaços com a forma verbal adequada: 1. A forma correta do verbo submeter-se

1. A forma correta do verbo submeter-se, na 1ª pessoa do plural do imperativo afirmativo é:

2. (mostrar) a ti mesmo que és capaz de vencer; (desanimar).

(decidir-se) e não

3. Se vocês

(querer),

(poder-se) fazer o trabalho da parte da manhã.

4. Não se deixe dominar pela

(descobrir) a vida que há nas formas da natureza,

(prestar) atenção à transbordante linguagem das coisas e

(ver) o lado bom.

5. Se

(requerer) a interferência do Ministro nos programas de televisão e se ele

(intervir), não ocorreriam certos abusos.

6. Se

tu

combinámos.

(reaver) o

livro, não

(ficar)

com ele;

(pôr) onde

7. Se eles

(expor) as suas razões e (censurar).

(manter) as suas teses, não os

8. Se tu o

(ver) por perto,

esforço construtivo de qualquer pessoa.

(acautelar-se); ele

9. Os pais ainda

(manter) certos princípios, mas os filhos já não (divergir) na sua vida diária.

10.Se todas as pessoas mais felizes.

(manter) boas relações e

(obstruir) o

(crer) neles e

(refazer) as amizades, viveriam

11.

e impediram que

(sobrevir) graves problemas que o

(deter), durante vários anos, no porto

(requerer), em tempo devido, sua promoção.

12. Eu não

(premiar) a desobediência, mesmo que ela me (contar) comigo.

(favorecer), portanto, não

13. Se ao menos ele (conter), e

(prever) a confusão que aquilo ia dar! Mas não pensou, não se (intervir) na briga que não era sua.

14. A frase "O alarme tinha sido disparado pelo guarda" está na passiva.

Assinala a alternativa que apresenta a forma verbal na ativa:

a) disparara

b) fora disparado

c) tinham disparado

d) tinha disparado

Publicado em http://linguaportuguesa9ano.wordpress.com por António Alves

15. A frase "O engenheiro podia controlar todos os empregados da estação ferroviária." está na ativa.

Assinala a forma verbal passiva correspondente.

a) podiam ser controlados

b) seriam controlados

c) podia ser controlado

d) controlavam-se

16. Assinala a oração que não tem condições de ser transformada em passiva.

a) As novelas substituíram os folhetins do passado

b) O diretor reuniu para esta novela um elenco especial

c) Alguns episódios estão mexendo com as emoções do público

d) O autor extrai alguns detalhes do personagem de pessoas conhecidas

Passa a frase dada, se for ativa, para a passiva, e vice-versa, assinalando a alternativa que, feita a transformação, substitui corretamente a forma verbal utilizada

17. Não se faz mais nada como antigamente.

a) é feito

b) têm feito

c) foi feito

d) fazem

18. Saí de lá com a certeza de que os livros me seriam enviados por ele na data marcada.

a) iria enviar

b) foram enviados

c) enviará

d) enviaria

19. No meio daquele tumulto, ele ia terminando o complicado trabalho.

a) foi terminando

b) foi sendo terminado

c) foi terminado

d) ia sendo terminado

20 Completa com as formas pedidas dos verbos querer e pôr

O Imperador gostava de roupa e sempre

(1) ter fatos extravagantes. Dois alfaiates

(2)

agradar-lhe e

-se

(3) a inventar tecidos com estranhas propriedades. Para que o Imperador

(4) esse tecido, era preciso convencê-lo. Um alfaiate,

(5) o tecido à sua frente: - Se

eu

(6) este tecido diante de outra pessoa, ela não o via, pois só o veem os inteligentes. Se Vossa

Majestade

(7) observar a qualidade do tecido

O

imperador não

(8). Se ele

(9), a mão não encontrava nada.

(10) o tecido à minha frente, mas eu não vejo nada”, pensou o Imperador, mas
(10) o tecido à minha frente, mas eu não vejo nada”, pensou o Imperador, mas

(10) o tecido à minha frente, mas eu não vejo nada”, pensou o Imperador, mas não

(11) dar parte fraca. Todos se

o tecido com grandes elogios.

(12) a falar das maravilhas que viam. Todos

(13) gabar

1 querer, no pretérito perfeito do indicativo; 2 querer, no pretérito imperfeito do indicativo; 3 pôr, no pretérito perfeito do indicativo; 4 querer, no pretérito imperfeito do conjuntivo; 5 pôr, no pretérito do indicativo; 6 pôr, no pretérito imperfeito do conjuntivo; 7 querer, no futuro do conjuntivo; 8 querer, no pretérito perfeito do indicativo; 9 pôr, no pretérito imperfeito do conjuntivo; 10 pôr, no pretérito perfeito do indicativo; 11 querer, no pretérito perfeito do indicativo; 12 pôr, no pretérito perfeito do indicativo; 13 querer, no pretérito perfeito do indicativo.

Publicado em http://linguaportuguesa9ano.wordpress.com por António Alves

pág.2

II ) Exercícios de conjugação verbal:

II ) Exercícios de conjugação verbal: 1. Eu não te (fazer - futuro do indicativo) 2.

1. Eu não te (fazer - futuro do indicativo)

2. Eu (gostar - presente do indicativo)

3. (Viver - futuro do indicativo)

4. Eu (comprar futuro do indicativo)

5. E o rapazinho (chorar - pretérito imperfeito do indicativo)

6. A voz do grilo ia-se (ouvir - gerúndio)

7. Os 10, cada um (correr - gerúndio)

mal. muito de ti. na nossa pobre casinha. uma gaiola para ti.

mais perto. o mais que podia, (fugir - pretérito imperfeito do

indicativo)

como doidos.

8. E se (largar - pretérito imperfeito do conjuntivo)

9. E (virar - pretérito perfeito do indicativo) para sempre ao famoso Vale do Castanheiro.

10. Ele (andar - pretérito perfeito do indicativo)

a fugir por aquele campo fora? para a direita (dizer - gerúndio)

adeus

toda a manhã e toda a tarde e nem (dar - pretérito

perfeito do indicativo)

pelo caminho (andar - particípio passado)

11. A rainha (parecer - pretérito imperfeito do indicativo)

perfeito do indicativo)

doente

12. Que ele não (afligir-se no pretérito imperfeito do conjuntivo)

13. E não (haver - pretérito imperfeito do indicativo)

14. Ele nunca (ver - pretérito mais-que-perfeito do indicativo)

15. Ele nunca (ouvir - pretérito mais-que-perfeito do indicativo)

que nunca (estar -pretérito mais-que-

remédio para a cura. brilho mais lindo. cantar de grilo mais belo.

Verbo saber:

a) É preciso que vocês

b) Se

c) Eu já

d) Esta noite vou estudar bem os verbos e amanhã já os

e) O ano passado eu

bem os verbos irregulares.

bem o verbos o teste tinha-te corrido muito melhor.

conjugar bem o verbo saber, mas agora estou um pouco esquecido.

de cor.

bem os verbos, mas esqueci-os durante as férias.

Verbo vir:

a) Ontem o Pedro

b) Este ano o Pedro e o Daniel de carro.

c) Se os alunos

d) Espero que vocês

e) O ano passado

do Cinema à meia-noite, mas amanhã a pé para a escola, mas o ano passado

sempre

a pé para a escola nunca chegariam a tempo. à minha festa de aniversário, no próximo Domingo.

muitas pessoas à festa e foi um dia muito divertido.

Verbo ir

a) Hoje eu e o meu irmão

b) O teu irmão pediu que

c) Eu já sei que ontem

um pouco triste.

ao cinema e amanhã à discoteca. ter com ele à biblioteca. com o teu namorado à praia, mas quando regressavas reparei que

d) Tenho

sempre a pé para a escola, mas ontem

de boleia.

e) Quando nós

ao cinema, convidamos-te para

connosco.

Publicado em http://linguaportuguesa9ano.wordpress.com por António Alves

pág.3

Verbo ver

a) Se tu

b) As crianças

o filme que ontem nós no cinema terias gostado.

muitos desenhos animados na televisão, mas quando forem mais crescidas, outros programas.

c) Se eu tivesse mais tempo quando estou de férias.

d) Temos

todos os filmes que passam no cinema, mas só os

muitos filmes no cinema, mas nunca

nenhum como aquele de

ontem. Esperamos que tu o

também.

e) Se eu te

amanhã, conversaremos sobre as nossas férias.

Verbo ler

a)

Os alunos

cada vez mais, mas antigamente

pouco porque os livros eram muito caros.

b)

Se

mais, darias menos erros e escreverias melhor.

muito e ficarás mais culto. É

c)

d)

depressa o livro que te ofereci no Natal. Se o

até ao fim do mês, empresta-mo. e escrevendo muito que se aperfeiçoa a língua.

e) Quanto mais

mais facilidades tereis nos vossos estudos.

Presente do indicativo:

a) O professor todos os dias (chamar) frases que (exemplificar)

b) Sebastião (acordar)

c) A notícia (chegar) consequências todos (temer)

d) Todos (partir)

e) Vós não (dever)

alguns alunos ao quadro, onde eles (escrever) determinadas regras gramaticais. ao quintal para ver o sol nascer.

um terrível incêndio, cujas

cedo e (descer)

aos jornais: na serra (grassar)

para a Serra e (defender)

ficar aí parados a olhar o fogo.

a floresta das chamas.

Pretérito imperfeito do indicativo:

a) O ano passado, a mãe do Tiago (vender)

fruta à beira da estrada e só (regressar)

a casa quando (anoitecer)

b) Às vezes (passar)

c) Mesmo assim, ela não (desanimar)

muitos carros, mas eram poucos os que (parar)

, pois aos sábados e domingos muita gente (passear)

e quase todos os carros (parar)

d) Então as pessoas (sair) Tiago (ficar)

e quase todas (comprar) muito contente.

muita

fruta. Por isso, mãe do

Pretérito perfeito simples do indicativo:

a) Ontem (estudar)

b) Se tu já (estudar)

c) Vós ontem (comer) muito da sopa.

d) Ontem, logo que (amanhecer)

os verbos regulares e (aprender) os verbos todos, então (cumprir) na cantina? Eu (comer)

, a minha mãe (abrir)

o sol a nascer por detrás da Serra da Freita.

muita coisa que ainda não sabia. a tua obrigação. e (gostar)

a janela e eu (observar)

Pretérito mais-que-perfeito do indicativo:

a) O Pedro já (estudar)

b) Quando chegaste à escola, a professora já (sair)

c) O comboio já (partir)

quando cheguei a casa.

quando chegámos à estação.

Publicado em http://linguaportuguesa9ano.wordpress.com por António Alves

pág.4

d) Antes de partir de férias a Joana (preparar) postal à sua professora.

as suas malas e (escrever)

um

Futuro do indicativo.

a) O Pedro (chegar)

b) O Carlos e os seus amigos (partir)

c) No Domingo, vós (levar) para a serra.

amanhã de França e (abraçar) de férias amanhã. os vossos amigos a passear e (partir)

todos os seus amigos.

cedo com eles

Condicional:

a) Se estivesses atento nas aulas (compreender)

b) Se estudasses mais (passar)

c) Se te levantasses a tempo, não (chegar)

tudo o que o professor explicou. de ano com boas notas. atrasado à escola.

Presente do Conjuntivo:

a) Oxalá que vocês se (convencer)

b) Logo que eles (concluir)

c) Peço-te que (chegar)

da necessidade de estudar, para que mais tarde não (arrepender-se)

o teste diz-lhes que não (abandonar) a horas e que não (interromper)

a aula.

a sala.

Pretérito imperfeito do Conjuntivo.

a) Então não acreditavas que nós (chegar)

b) Se todos nós (cumprir)

c) Todos nós gostaríamos que as férias (prolongar-se)

a tempo?

as regras de trânsito, não haveria tantos acidentes.

por mais uns dias.

Verbo falar:

a) Amanhã eu

b) Oxalá que o professor

c) Ontem os alunos

d) Se tu

e) Quando encontrares a Rita,

bem

com o Francisco. sobre o passeio de amanhã. com o professor. o Inglês, poderias ser guia turístico. com ela.

Verbo escrever:

a) Se tivesse tempo eu

b) Ontem vós

c) Se tu

d) Quando chegares de férias

uma carta ao meu primo.

uma mensagem por correio eletrónico mas foi devolvida.

com menos erros terias melhor nota em Português. um mail aos teus amigos.

Verbo partir:

a) O comboio

b) Amanhã eu

c) O ano passado quando cheguei ao aeroporto já o avião

d) Nós a tempo se o avião não se tivesse atrasado, por causa do mau tempo.

e) Não quero que tu

sempre a horas, mas ontem

para férias. Só espero que o avião

de férias sem te despedires de mim.

a horas.

(exercício II da autoria de José Cerca)

III Continuação dos exercícios de conjugação verbal

1. Antigamente o ar (ser / pretérito imperfeito do indicativo)

2. Ontem (ir / pretérito perfeito do indicativo)

3. Todos os dias (comer / presente do indicativo)

menos poluído. ver um espetáculo ao Porto. fruta ao pequeno-almoço.

Publicado em http://linguaportuguesa9ano.wordpress.com por António Alves

pág.5

4. Espero que (fazer / presente do conjuntivo)

5. No próximo mês (comprar / futuro do indicativo)

6. A professora pediu-me que lhe (entregar/pretérito imperfeito do conjuntivo)

7. Se eu tivesse dinheiro (fazer / condicional)

8. Assustei-me quando a professora me disse: (ir / imperativo)

9. Ele comeu todas as cerejas que a mãe (comprar/pretérito mais-que-perfeito simples do indicativo)

10. Os porquinhos seguiram o seu caminho (cantar / gerúndio) alegremente

o teste dentro do tempo previsto. dois CD de techno.

uma viagem ao Oriente. ao quadro".

a ficha.

IV - Partindo de exemplo que se segue, coloca corretamente as formas verbais dos verbos indicados indicados entre parênteses:

 

Ex:

Soube-se ontem que hoje ia chover. Se o não soubesse, iria apanhar uma molha.

 

1.

Hoje

(falar) muito de ecologia, mas

(praticar) pouco

1. Hoje (falar) muito de ecologia, mas (praticar) pouco

2.

Se o Luís me

(falar) em tom agressivo não lhe responderia.

3.

Embora

(saber) que ia chover, resolvi sair.

4.

Ontem

(saber) que os médicos vão fazer greve.

5.

Hábito

(escrever) com agá.

6.

Se ele

7.

Faria um mau negócio, se

Naquela geladaria

(escrever) bastante, daria menos erros. (vender) o meu computador.

8.

(vender) um gelado de baunilha muito saboroso.

9.

10.

Era bom que ele

(arrumar) sempre a cadeira antes de sair da aula. (arrumar) sempre o material.

 

11.

Insisti com o Bruno para que

(deixar) de faltar às aulas.

 

12.

João, isso

(deixar) em cima da mesa?

13.

(estudar) sempre na véspera dos testes. No entanto, se os alunos (estudar) regularmente, teriam melhores resultados.

 

14.

(dizer) que ficarias triste se não te

(dizer) a verdade.

15.

Essa expressão, embora antiga,

Era bom que ela

(usar) muito hoje em dia.

 

16.

(usar) lentes de contacto em vez dos óculos.

17.

Se a Rita

Essa palavra

(ler) e

(escrever) assim? E

(escrever) mais, teria melhores notas.

18.

(ler) como se escreve?

19.

(saber) ontem que se o Nuno

(aceitar) a proposta, tudo seria mais fácil.

20.

Se ele

(falar) com mais cuidado

21.

Mesmo que o João problemas de saúde.

(saber) disso, talvez (fumar) menos, talvez

(sofrer) dos mesmos

22

Josefina

(aceitar) melhor um conselho quando ele vem de um amigo. Mesmo assim, era tão bom que a (aceitar) o nosso conselho!

23.

Se ela

(pôr) os livros no sítio, não se esqueceria deles no dia seguinte.

 

24.Hoje

25. Nos saldos

(gastar) muito mais tempo nas filas de trânsito do que há anos atrás.

(gastar) sempre mais dinheiro do que se pretende . Mas se

(gastar) menos, teria mais algum dinheiro no banco.

26. Se o professor

(mandar) mais trabalhos de casa os alunos não gostariam. No entanto, hoje

(mandar) menos trabalhos de casa do que há uns anos atrás.

Publicado em http://linguaportuguesa9ano.wordpress.com por António Alves

pág.6

V Completa as frases que se seguem com os verbos indicados:

Verbos DIZER, TRAZER e FAZER

a) Todo o Verão, as formigas para o Inverno. A cigarra

Mas as formigas sabiam que se não (5) este trabalho

c)

d) Os teus irmãos

(1) alimentos para o (3) que elas eram umas tontas.

(2) uma reserva

(4) aquela reserva, não teriam comida. b) Se eu (6) a toda a gente.

(9) a ninguém.

Tu

(7) um bonito serviço. Se eu

(8) isto não

(10) um saco com laranjas e nós

(11) sumo.

1 trazer, no pretérito imperfeito do indicativo; 2 fazer, no pretérito imperfeito do indicativo; 3 dizer, no

pretérito imperfeito do indicativo; 4 fazer, no pretérito imperfeito do conjuntivo; 5 fazer, no pretérito imperfeito do conjuntivo; 6 dizer, no pretérito imperfeito do indicativo; 7 fazer, no pretérito perfeito do indicativo; 8 fazer, no pretérito imperfeito do conjuntivo; 9 dizer, no pretérito imperfeito do indicativo; 10 trazer, no pretérito perfeito do indicativo; 11 fazer, no pretérito perfeito do indicativo.

Verbos TER, VIR, VER, DAR, LER e CRER

Escreve no plural as seguintes frases:

a) O carro vem atrás da

b) Espero que o teu tio te dê a prenda

c) Ele crê em Deus e lê os Evangelhos todos os dias.

d) Este aluno tem feito os trabalhos de casa. Ele vê televisão depois de os fazer.

Preenche os espaços em branco com as formas verbais adequadas:

Hoje há futebol. Só se os lados

clube é que vai ganhar. Os arrumadores não

-

No dia seguinte, todos

(ver) pessoas com bandeirinhas. Os vendedores

(ter) cachecóis, emblemas e bandeiras para vender. Todos

-me

(ter) mãos a medir.

Vocês,

(dar) um copo de água, que estou farto de correr! (ler) o jornal, para lembrar o acontecimento.

Verbos QUERER, PODER e PÔR

(vir) de todos (crer) que o seu

Se eu

(3) sempre fazer o que lhe apetece. Eu não porque sou eu que trato de tudo. E tu,

(1) tinha ido ontem ao teatro. Quem

(2) foi o meu irmão, porque ele

(5),

(4), nem nunca (6) ir ontem ao teatro?

1

pretérito imperfeito do conjuntivo; 2 pretérito perfeito do indicativo; 3 presente do indicativo;

4

pretérito perfeito do indicativo; 5 futuro do indicativo; 6 pretérito perfeito do indicativo

Escreve as frases seguintes no pretérito perfeito do indicativo:

a O João não pode

b Vós podeis comer marisco?

c - Eu não posso comer carne

d E tu, podes vir à festa?

Publicado em http://linguaportuguesa9ano.wordpress.com por António Alves

pág.7

Interesses relacionados