Você está na página 1de 7

ESTUDOS DE HISTÓRIA DA CULTURA CLÁSSICA

PEREIRA, Maria Helena da Rocha. Estudos de História da Cultura Clássica. 2 vols.


Lisboa: Calouste Gulbenkian, 2012.

Vol 1: Cultura Grega

- Transmissão da cultura clássica: literatura e arqueologia


: Linear A (silabário dos Minoicos)
: Linear B (silabário dos Micênicos, séc. 1.400– 1.100 a. C.1)
: O alfabeto fenício adaptado à fonética grega (800/775 a. C.)
: Os Poemas Homéricos, cerca de 800 a. C.
: O hábito de compor livros em prosa (pelo séc. VI a. C.)
: séc. V: bibliotecas e livrarias.
: o papiro (rolos), o pergaminho (códices) e o papel
: as invasões bárbaras, Boécio e Cassiodoro (a importância dos mosteiros)
: séc. XIII-XV – as grandes Universidades
: Nicolau V e a Biblioteca Vaticana
- I - Enquadramento geográfico e histórico
: 2500 a.C. Id. Bronze Antigo – Civilização Minoica em Creta
: 2000 a. C Id. Bronze Médio – Indo-Europeus nos Bálcãs
: 1600-1200 a. C. Id. Bronze Recente – Micênicos
: 1100 a. C. – A invasão dórica ou a ascensão dos Dórios
: 1200/1100 – 800 a. C. – Idade Obscura
| 1100-1025 – Submicênico
| 1025-875 – Protogeométrico
| 875-700 – Geométrico
: séc. VII a. C.
| 776 - A primeira Olimpíada e o calendário
| Valorização do oráculo de Delfos
| 775 - Introdução do Alfabeto
| Os poemas homéricos
- II – Os poemas homéricos
: A Questão Homérica: historicidade e autoria dos poemas

1
Com a invasão dórica
: A Ilíada
: A Odisseia
: Comparação entre os dois poemas, concepção divina e humana
: Homero educador da Grécia

- III – Perspectivas novas na cultura grega


: Hesíodo

- IV – A Época Arcaica (776 a. C – 480 a. C.)


: Condicionalismo político-social: pólis, tirania e democracia
: A poesia: elegia, poesia iâmbica, lírica coral, lírica monódica
: A prosa. A filosofia e a ciência. A historiografia.
| Filósofos: Tales, Anaximandro e Anaxímenes de Mileto, Heráclito
de Éfeso, Pitágoras de Samos, Xenófanes, Parmênides Eleata, Zenão
de Eleia, Empédocles de Agrigento, Anaxágoras de Clazómenas,
Leucipo de Mileto e Demócrito de Abdera.
: O despertar da consciência histórica
| Hecateu de Mileto
| Heródoto de Halicarnasso, pater historiae
: O Mito
: A Religião
| Caráter do fenômeno religioso na Grécia: público e oficial
| Correntes místicas: Os Mistérios de Elêusis, Orfismo, O culto dionisíaco.
| O legalismo: O oráculo de Delfos.
| Deuses e heróis
: Os Grandes Festivais
| Jogos Pan-Helênicos
| Festivais Áticos: A Panateneias, Festivais Dionisíacos (α: Antestérias, β:
Leneias, γ: Dionísias Rurais, δ: Dionísicas Urbanas)
: Educação e Ideais da Época Arcaica: militar, ginástica (παιδοτρίβης),
κιθαριστής, γραμματιστής (séc. V), os ambientes educativos e culturais, a poesia arcaica,
a admiração e a investigação sobre a origem de tudo quanto existe, a καλοκἀγαθία.
- V – A Época Clássica (500 – 338 a. C. ou 323 a. C.)
: Esquema do Condicionalismo Político dos Séculos V e IV a. C.
| As batalhas contra os Persas: Ciro domina a Lídia (543 a. C.); Dario e a
revolta da Iônia; atenienses vencem em Maratona (490 a. C.); Xerxes
(Leônidas nas Termópilas, exposição da Ática e da acrópole ateniense, o
estratagema de Temístocles, vencendo nos estreitos de Salamina (480 a.
C.); as vitórias em Platéias e Mícale (479 a. C.).
| A Confederação de Delos e o poderio ático (tesouro comum para Atenas
em 454 a. C.), a reconstrução dos templos destruídos (Péricles, 443 a. C.)
| A Guerra do Peloponeso (431-404 a. C.): primeira fase (431-421 a. C.,
com a Paz de Nícias); segunda fase (421-416 a. C.); rendição de Atenas a
Esparta (404 a. C.)
| O governo dos Trinta Tiranos; a Guerra de Corinto, a breve hegemonia
de Tebas (até 362 a. C.); as conquistas de Filipe da Macedônia (até 337 a.
C.); as campanhas de Alexandre (336-323 a. C.).
: A Tragédia: Ésquilo, Sófocles, Eurípides
: Educação Nova: os Sofistas (460-380 a. C.: Antifonte de Atenas, Crítias de
Atenas, Protágoras de Abdera, Górgias de Leontinos, Trasímaco de Calcedônia, Pródico
de Ceos, Hípias de Élide)
| Enciclopedismo, ἡ τέχνη πολιτική e a ἀρετή política
| Disciplinas: dialética, eloquência (vinda da Sicília), crítica literária,
gramática (início com os sofistas), prosa artística, matemática e ensino
teórico.
| Currículo! Partes sofistas: gramática, retórica e dialética. Parte herdada
dos Pitagóricos: aritmética, geometria, astronomia e música. Obs.: as sete
artes liberais.
: Sócrates (470-399 a. C.): a escola socrática maior (no ginásio dos jardins do herói
Academos), a escola cirenaica ou hedonística, a escola megárica (prenuncia da Escola
Estoica), escola Elidense-Eretriense, a escola cínica.
: A Comédia: Aristófanes e Menandro
: A Ciência no séc. V a. C.: criação da medicina, emancipada da filosofia
| Medicina: séc. V, em Cós, com Hipócrates: método científico na cura,
literatura científica, registros clínicos
: Retórica e Educação: Isócrates e a sua escola
: Projeção da figura de Platão na Cultura Grega (428/427 – 348-347 a. C.)
| Currículo proposto: Ginásticas, Música, Aritmética, Geometria,
Astronomia, Estereometria, Harmonia, Dialética. O quadrivium: música,
geometria, aritmética e astronomia.
: A Ciência no séc. IV a. C.: Aristóteles
| nascido em 384 a. C., em Estagiros; morre em 322, em Eubeia;
Acadêmico aos 17 anos até a morte de Platão.
| Fundação da escola nos jardins de Apolo Liceu (escola de Perípatos)
| Discípulos: Teofrasto de Ereso, Clearco, Dicearco, Estratão, Aristóxeno.
: Teoria Política: as Formas de Constituição
| Heródoto, Livro III, 80
| Platão em A República, VIII e IX.
| Memoráveis, de Xenofonte
| A Política, de Aristóteles

VI – A Época Helenística (323 – 146 a. C. ou 30 a.C.)


: Condicionalismo Político e Extensão Geográfica
| Alexandria sobre o delta do Nilo, a mais importante das dezessete
alexandrias
: A Paideia Helenística
| os três graus de ensino
| as orientações do ensino superior
1. Os estudos retóricos
2. Os estudos filosóficos: lógica, física e ética
- o Estoicismo (Zenão de Chipre)
- o Epicurismo (Epicuro de Samos)
- os Acadêmicos
- o Liceu
3. Os estudos científicos. O Museu de Alexandria
- Fundação do templo das Musas, por Ptolomeu I
- Medicina: Herófilo e Erasístrato
- Matemática e Física: Euclides, Apolônio de Perga e
Arquimedes.
- Astronomia: Aristarco de Samos, Heraclides Pôntico,
impugnados por Arquimedes e Hiparco de Niceia.
- Geografia: Eratóstenes.
- Engenharia: o farol de Alexandria.
- Cientistas na época do domínio romano: Dioscórides e Galeno
(sec. I e II d.C. - Medicina), Estrabão (sec. I a.C – I d. C.-
Geografia), Ptolomeu de Alexandria (séc. II d. C. - Astronomia
e Geografia), criação da Álgebra (séc. III d. C., por Diofanto).
4. Estudos Literários. A Biblioteca de Alexandria.
- Apolônio de Rodes, Calímaco, Aristófanes de Bizâncio,
Aristarco de Samotrácia, Eratóstenes.
- Estabelecimento dos cânones, divisão dos poemas homéricos
e das obras, primeira gramática grega de Dionísio Trácio.
- Os estoicos no centro cultural de Pérgamo.
- Rodes e os estudos retóricos, onde Cícero estudou, sob Mólon.
: A Literatura: Calímaco, Apolônio de Rodes, Teócrito

- VII – Apêndice: a Arte Commented [JFSL1]: LEITURA PENDENTE

Vol 2: Cultura Romana

- Introdução
: As Origens de Roma: localização privilegiada, fundação em 753 a. C., Rômulo
e os sete reis.
: Lendas primitivas romanas: O Rapto das Sabinas, Tarpeia, Lucrécia, Horácio
Cocles, Múcio Cévola, Clélia, Régulo,

I PARTE: Esboço Histórico das épocas maiores da Cultura Romana


- I – Época Republicana
: A Helenização da Cultura Romana: assimilação criadora
: Condicionalismo histórico
| Adaptação direta ou indireta do alfabeto grego
| Anexação da Campânia: Cápua e Nápoles (c. 340 a. C.)
| 272 a. C. – Domínio de Tarento e vinda de Lívio Andrônico
| Domínio da Sicília – primeira província romana
: A Lei das Doze Tábuas (451-450 a. C.)
: O Círculo dos Cipiões: Cipião Barbado (298 a. C.), Cipião-o-Africano (vencedor
de Aníbal em Zama), Públio Cipião Emiliano (Africanus Minor, destruidor de
Cartago).
| Por volta de 168 a. C.; Com Cipião Emiliano: Políbio, Panécio, Lucílio e
Terêncio.
: A Epopeia
| 284-104 a. C. - Lívio Andrônico (Odisseia), 270-201 a. C. - Névio
(Guerra Púnica), e 239-169 a. C. - Ênio (Anais – mitologia grega e
hexâmetro)
: O Teatro
| As origens: imitações do grego, atelana e mimo
| Os Jogos: ordinários [os Ludi Romani (setembro) e os Ludi Megalenses
(abril), os Ludi Plebei (novembro) e os Ludi Apollinares (julho)] e
extraordinários [votivos, triunfais, fúnebres e dedicatórios].
| Os edifícios: 55 a. C., primeiro teatro. O teatro de Marcelo e o de Balbo.
| As representações
| A Comédia: Plauto e Terêncio
| A Tragédia: Pacúvio, Áccio
: A Poedia Lírica: Catulo (87/84 – 57/54 a. C.)
| Lutácio Cátulo, cônsul em 102 a. C. traduz Calímaco
| O grupo de poetas herdeiros de Calímaco em Roma
| O livro de Catulo
: A Filosofia
| Panécio introduz o sistema filosófico
| Em 155 a. C., chegam o acadêmico Carnéades e o estóico Diógenes
| O Cepticismo, a Academia sob Arcesilau
| O Estoicismo. Panécio e Posidônio
| O Epicurismo. Lucrécio (99-55 a. C.)
: Cícero (106 – 43 a. C.)
| A formação filosófica: estudos com o estóico Élio Estilo, com Múcio
Cévola Áugure e com Múcio Cévola Pontífice (da escola de Panécio e
Posidônio), contato com o epicurista Fedro, estudos com o acadêmico
Fílon de Larissa, contato com o estóico Diódoto, estudos com o acadêmico
Antíoco de Ascalão, contato com as escolas epicuristas (Fedro e Zenão de
Sídon), discípulo do rhetor Mólon (em Rodes) e contato com Posidônio.
| Plano de criação de uma filosofia romana
- 54 a. C. A República
- 52 a. C. As Leis
- 45 a. C. Consolação e Hortênsio, Dos Limites Extremos,
Tusculanas, Acadêmicas e Da Natureza dos Deuses
- 44 a. C. Da Adivinhação, Da Velhice, Da Amizade, Dos Deveres
| A questão da originalidade
| O valor das Letras e a antinomia arma/toga
| O valor da oratória: o Do Orador
| Cícero e a História
| O teorizador político: “A República”
| Um livro de moral prática: o tratado Dos Deveres
: Valores específicos romanos
: A oposição ao Helenismo. Catão-o-Antigo
: Educação Romana até ao final da República. O valor da eloquência
: Outros modos de difusão da cultura: bibliotecas e leituras públicas
: Ciência e Erudição: o Enciclopedismo de Varrão (116 – 27 a. C.)

- II – Século de Augusto
: A figura de Augusto
: Os Círculos Literários. Mecenas
| Cônsul Asínio Polião (76 a. C – 4 d. C.)
| Messala Corvino (64 a. C. – 8 d. C.)
| Mecenas (70 a. C. – 8 a. C.)
Commented [JFSL2]: LEITURA PENDENTE!!