Você está na página 1de 8

Certificação

FCE Social

O processo de conclusão do curso FCE Social se dá através de uma


prova prática de proficiência.

O aluno que demonstrar ter assimilado todas as técnicas do curso e


for aprovado, receberá o Certificado da Fórmula da Comunicação
Envolvente Social.

Por se tratar de uma iniciativa séria e comprometida e com a


constante preocupação de manter o nível mais elevado possível
daqueles que buscam a excelência em comunicação, emoção e voz, a
FCE Social só pode emitir os certificados para quem participar das
aulas dirigidas em um dos grupos de estudos e puder comprovar que
sabe utilizar TODAS as técnicas ensinadas no decorrer das aulas.

A Prova Final, composta de 11 textos, sendo 5 textos curtos e 6


textos de tamanho médio (de narração), exige domínio de todas
as ferramentas do curso.

A avaliação será feita com base no Checklist FCE Social, que segue ao
final desta prova (aliás, várias emissoras, redações e estúdios já estão
utilizando o nosso Checklist como parâmetro de qualidade para as

Prova Final – Fórmula da Comunicação Envolvente Social


gravações de offs). Portanto, tenha sempre à mão a lista de
verificações antes de qualquer gravação que for fazer.

Para fazer a Prova Final basta gravar uma versão de cada um dos
textos a seguir. O aluno que não tem um Home Studio pode gravar no
celular mesmo. A qualidade da gravação não será levada em conta.
Grave os textos sem música de fundo; apenas a voz.

Após gravar, favor enviar os áudios para a administração do curso


(para onde enviar seu áudio – vide anexo).

ORIENTAÇÕES IMPORTANTES PARA A GRAVAÇÃO DOS TEXTOS:

Não se importe com o seu jeito, seu estilo, nem com a sua voz. Seu
jeito é o texto certo. Vamos avaliar as técnicas e somente as técnicas.

Não precisa escrever para a administração do curso perguntando se é


assim ou assado. Não faça isso.

Grave do seu jeito e como entender ser correto. Use seu feeling, sua
emoção e TODAS as técnicas aprendidas no curso FCE Social.

Qualquer que seja seu áudio, uma vez seguidas as regras aqui
expostas, será considerado apropriado para a avaliação. Caso NÃO
seja aprovado, porque as técnicas do curso não foram reconhecidas
nos seus áudios, não haverá segunda chance, e a recomendação é
refazer o curso em outra possível turma futura fechada (é fechada,
mas continua gratuita e aberta a quem quiser participar).

Mande APENAS UMA versão de cada um dos textos desta Prova Final.

Prova Final – Fórmula da Comunicação Envolvente Social


BLOCOS DE TEXTOS CURTOS
Atenção: grave cada bloco de texto curto num fôlego só.
Respire apenas uma vez e grave cada um dos 5 textos a seguir
num único fôlego, com linearidade e respeitando o uso das
técnicas de cada Módulo da FCE Social.

Respeite sempre o BRIEFING, entre parêntesis, ao gravar cada


um dos 5 textos a seguir:

1 - (VOZ PLENA/NORMAL, LINEAR) O carteiro Max começando a entregar


a correspondência na Barra ou Botafogo às quatro e meia acaba o
trabalho às cinco e meia.

2 - (VOZ ALTERADA, IMPACIENTE) Ah, passa por cima pô! O sinal nem
abriu ainda, vai tirar a mãe da forca? Não encha minha paciência!

3 - (VOZ CARINHOSA, SUAVE) Use agora e todos os dias o novo creme de


barbear não espumógeno NÍVEA para um barbear diário sem atrito e sem
irritação.

4 - (VOZ ALEGRE, PROJETADA) Não perca neste sábado o Show de


Calouros de ANA ELISA, a musa dos insones, agora com um programa só
dela, sábado, oito e meia da noite!

5 - (VOZ DRAMÁTICA, TENSA) O homem com um corte na testa que


sangrava desceu do táxi e correu pelo saguão do aeroporto indo direto
para o embarque assustando os passageiros.

Prova Final – Fórmula da Comunicação Envolvente Social


BLOCOS DE TEXTOS DE NARRAÇÃO
Esteja livre para interpretar e respirar em qualquer parte do
texto que julgar necessário, de acordo com a sua marcação de
pausas e respirações. Após ler e compreender cada texto, use
as técnicas com base na exigência do Briefing e demonstre a
sua emoção fazendo as corretas interpretações a seguir.

Não se esqueça: respeite sempre o BRIEFING, entre parêntesis,


ao gravar cada um dos 6 textos dos seguintes blocos:

6 - (TOM DE CENSURA) Por que você fez isso, menino? Seu pai já está
sabendo? Não? Ih, então se prepare, porque a coisa vai pegar, hein? Onde
é que você estava com a cabeça, seu desmiolado? Perdeu o juízo? E
agora? Como é que vamos resolver isso? Eu não posso fazer nada pra te
ajudar. Não posso nem inventar uma desculpa pra aliviar sua barra. Olha,
lamento muito...

7 - (NO SINAL DE TRÂNSITO, STRESSADO/A) – Ah, não encha o saco,


passa por cima, pô! Tá com pressa? Vai tirar a mãe da forca? Calminha aí,
meu chapa. Apressadinho você, hein? Por que não saiu de casa mais cedo,
meu camarada? Não encha meu saco com sua buzina impaciente não,
cara! Deixe de ser chato! Alugue um helicóptero e dê sossego a todo
mundo. Ah, vai te catar!

8 - (VOZ SOPROSA, SORRIDENTE E ANIMADA) O médico falou que foi


tudo bem, que a operação foi ótima! O quê? Quando foi que acabou a
cirurgia? Agora! Não tem nem meia hora. Assim que os enfermeiros
tiraram ela da maca e colocaram na cama, você chegou. Ei, péra aí, não tô
entendendo! Por que tá com essa expressão angustiada? Eu não acabei de
dizer que a operação foi um sucesso? Relaxe, cara!

Prova Final – Fórmula da Comunicação Envolvente Social


9 - (IMPACIENTE, GROSSEIRO) Por favor, não ponha a mão! Olhe sem
tocar. Não tá vendo escrito aqui no cartaz? Eu leio pra você: “OLHE AS
FRUTAS, MAS NÃO TOQUE, NEM APERTE!” Não sabe ler não? Toda hora
eu tenho que avisar isso? Que saco! Parece até que o aviso é: “PODEM
OLHAR AS FRUTAS, TOCAR, AMASSAR E DEIXAR AÍ IMPRESTÁVEIS PRA
NINGUÉM COMPRAR!” Que coisa, que falta de educação!

10 - (VOZ PESAROSA, DE LAMENTAÇÃO) Não, não conseguiu não. Não


preencheu os requisitos para ocupar a vaga. Pois é. Que pena, não é
mesmo? Uma pessoa tão boa, bom caráter, precisando trabalhar... Foi por
pouco que não entrou. Mas não há de ser nada. Quem sabe na próxima
entrevista tenha melhor sorte, não é?

11 - (VOZ DE QUEM FEZ UMA “M...” DANADA) Sabe o que é, seu guarda?
Eu não vi a placa, juro! Pode perguntar ao meu colega aqui. Quando
ultrapassei o ônibus, já era!... Poxa, alivie essa, seu guarda! Já estou com
12 pontos na carteira. Olha, no duro, eu prometo não fazer mais isso. É
que estou bastante atrasado pra chegar ao meu trabalho. E não quero
receber advertência do patrão.

LEMBRE-SE: A COMUNICAÇÃO ENVOLVENTE É A ÚNICA QUE


ATINGE O CORAÇÃO... E ALCANÇA A EMOÇÃO. SEMPRE!

Prova Final – Fórmula da Comunicação Envolvente Social


Checklist – FCE Social

Vai ler um texto em voz alta?

Vai gravar um áudio para a avaliação de um dos


monitores da FCE Social?

Não se esqueça de fazer o Checklist da Fórmula da


Comunicação Envolvente Social.

1) Fiz a Marcação do texto?

2) Estou devidamente Hidratado e com a minha garrafinha de água à mão?

3) Escolhi os exercícios de Relaxamento e de Aquecimento e


Desaquecimento Vocal e dediquei alguns minutos a esta prática importante?

4) A leitura está Linear, com segurança e Fluência?

5) Encontrei todas as possibilidades de Elisões e evitei CADA UMA delas?

6) Articulei bem cada palavra de todo o texto e me senti à vontade nas


pronúncias e totalmente confiante na leitura? Às vezes falta apenas Precisão
Articulatória para que a leitura fique perfeita.

7) Na Vírgula a terminação não é pra baixo, como no ponto final, sendo


assim: fiz uma Micropausa e deixei a voz suspensa no ar como se cada vírgula
fosse um sinal de dois pontos? E nos pontos finais: Pontuei pra Baixo (com
concretude) dando uma micropausa um pouquinho maior depois de cada
Ponto Final?

Prova Final – Fórmula da Comunicação Envolvente Social


8) Trava de Glote é a quebra da leitura na frase e pode ocorrer após qualquer
palavra. Fiz alguma Trava de Glote? A insegurança e o medo de errar tendem
a produzir travas de glote. O segredo é treinar até se sentir seguro.

9) Escolhi algumas Palavras de Valor (PV)? Qual técnica vou usar em cada
uma das palavras que vou valorizar no texto? Muitas PVs num mesmo texto
empobrece a fala. E se fizer inflexões demais, durante a leitura (por isso tem
que ser linear), as palavras de valor não aparecem. Não abuse das PVs.

10) Escolhi os locais onde vou fazer Variação Tonal (T) ou mudança de tom?

11) Li o Texto Algumas Vezes antes de gravar?

12) Consegui Compreender bem o texto, sabendo que esta é a base da


interpretação certa?

13) No cardápio de Tipos de Vozes, entre Soprosa, Plena, Projetada,


Sorridente, Séria, Dramática, com Gravidade etc., escolhi a mais adequada para
o texto que vou ler agora?

14) Já sei onde vou respirar sem precisar usar o ar de reserva dos pulmões?
Não acelere no final, percebendo que o fôlego vai acabar. A Respiração
controlada é a chave para fazer um trabalho de ótima qualidade.

15) Já fiz minha escolha entre o R Vibrante e o R Gutural em todo o texto,


sabendo que posso alternar entre um e outro, mesmo numa mesma palavra?
Ouço todos os Erres de meio de frase e de final de frase?

16) Respeitei os Ditongos como em Janeiro, Fevereiro, Bombeiro, Cruzeiro,


Queijo, Inteiro, Oliveira, Pereira, Peneira etc.?

17) Quanto ao “Mineirês”, estou pronunciando as terminações “NDO”? Lendo,


Falando, Comendo, Vendo, Comprando, Rindo, Plantando etc.?

18) Quando ouço o texto já gravado: como está o Ritmo? Lento demais?
Rápido demais? Não está muito “falado”, sem Expressividade? Tem que ficar
aprazível, por isso respeite a velocidade do texto, especialmente as Pausas,
para que sua voz chegue agradável aos ouvidos das pessoas.

Prova Final – Fórmula da Comunicação Envolvente Social


19) Consigo SENTIR o texto sem pressa? Saborear o texto sem medo dele?
Todas as palavras foram bem compreendidas (e articuladas)? Ouço Todas as
Vogais e Todas as Letras “S”?

20) Observadas todas as técnicas, e fugindo de qualquer Exagero, o texto está


bem interpretado? Ficou bonito? Tem emoção? Você conseguiu alcançar o
coração da sua audiência? Cuidado com a Leitura Tecnicamente Boa, mas
Emocionalmente Fria. Não basta ser apenas boa ou usar as ferramentas de
comunicação e voz, a leitura perfeita precisa emocionar com a devida carga
emocional que o texto se propõe transmitir. Nunca faça uma leitura mecânica,
fria, vazia, sem Emoção.

Obs.1: Na chamada Linguagem Neutra (ou coloquial), a letra “o” vale “u” e a
letra “e” vale “i”. Exemplo: litro, quilômetro, tomate, teatro, Pedro, Chico,
Leandro, semente etc. Cuidado com o Preciosismo, porque ele pode afetar a
comunicação e comprometer a eficiência. Fale com Naturalidade e
Informalidade, respeitando as técnicas de pronúncia etc. Essas adequações,
além de beleza, dão Credibilidade e levam à aceitação do texto, por atender
às exigências do mercado.

Obs.2: Dê o seu máximo porque a sua voz... vai Representar você.

Obs.3: Ative a Imaginação e sinta cada texto. Não corra. Tem que prestar
atenção.

Obs.4: Tentativa e erro. É assim que assimilamos as técnicas. Ou seja: com


muita Prática, coragem, vontade, envolvimento, determinação e
Perseverança.

Obs.5: Se estiver difícil... é porque ainda não estudou e treinou o suficiente.

Envolva-se! A EXCELÊNCIA requer renúncia, entrega e dedicação.

Prova Final – Fórmula da Comunicação Envolvente Social