Você está na página 1de 52

CINEMA'

Diferentes ' funções ' inerentes'

Direcção '

Dirigir 'e' coordenar'a' execução 'de'um' filme ,' desde'a' aprovação 'do' roteiro'e' escolha'do' elenco' até 'o' planejamento 'da' produção,'a' definição 'da' iluminação,'das' fotografias ,'dos' figurinos 'e'a'edição 'das'cenas'

Realizador ''

( também' conhecido'como' cineasta )'é' considerado,'em' termos ' gerais ,'o'criador'da'obra' cinematográfica.'' Ainda'que'o'seu 'papel'seja ' diferente' consoante'o' realizador'em' causa'(que' além'de' esJlos' diferentes ,' têm ' estratégias 'de' trabalho ' igualmente' diversas ),'o' trabalho 'do'diretor'de' cinema,'ao ' supervisionar'e' dirigir 'a' execução 'das' filmagens,' uJlizando ' recursos' humanos ,'técnicos,' dramáJcos'e'arLsJcos'

Núcleo.de.Direção '

O'diretor'é'o' chefe' geral 'do' estúdio .'' Seus ' subordinados ' diretos' são 'o'assistente'de' direção,'o'elenco'e'o' Anotador'–' sujeito 'que' faz'a' marcação ' nos ' cortes'para'que,'por' exemplo,'um'personagem'que' usa' óculos 'não' apareça' sem ' eles' quando 'a'filmagem'for' retomada '

Núcleo.de.arte'

O'diretor'de'arte'é'o'responsável'pelo 'visual' do'filme.'' Sob'sua ' batuta,' trabalham'o'assistente'de' direção 'de'arte,'maquilhadores ,' figurinistas ,'o' cenotécnico'(responsável' pela ' construção 'dos' cenários )'e'o'contraR regra '(que' zela' pela ' conservação 'dos' objetos 'de' cena)'

inclui:'

A definição da orientação artística geral que caracterizará o filme no seu todo;

A análise e interpretação do Guião do filme, adequando-o à realização

cinematográfica; A direcção das interpretações dos actores, tanto sob um ponto de vista técnico

(colocando-os em determinado local e enquadramento) como de um ponto de vista dramático, solicitando o género de emoção pretendida para a personagem; A organização e selecção dos cenários do filme;

A direcção dos meios técnicos (sonoplastia, iluminação, enquadramento);

Escolha da equipe técnica e do elenco (em alguns casos, apenas);

Supervisão dos preparativos da produção;

Escolha de locações, cenários, figurinos, cenografia e equipamentos;

Direção e supervisão da montagem, dobragem, confecção da : banda sonora)

Processamento do filme até a cópia final;

Acompanha a confecção do trailer, do avant-trailer.

Direção .de.arte '

Definir'os' aspectos ' visuais 'de'um' filme ,' escolhendo'com'o'diretor'as'cores,' os'espaços 'e'os' ambientes 'das'cenas.'é'o'responsável'pela ' concepção ' visual'de'toda 'a' produção,' seja 'filme,'programa'de'TV'ou 'anúncio.''

' Coordenar'o' trabalho 'de' cenógrafos ,' figurinistas ,' maquilhadores 'e' atores,' o' aderecista'Produtor'de'Objectos,'entre'outros ,'para' garanJr' uniformidade' às 'cenas',''

O' chamado '"producJon'designer"' seria '"um'Jtulo 'mais' fantasioso

'para'o'

diretor'de'arte",'como' disse'o' cineasta'Sidney'Lumet.'No' entanto,'

algumas '

vezes,'o'trabalho 'do'"producJon'designer"' vai 'um' pouco 'mais' além'do' trabalho 'do'diretor'de'arte.' Esse' fica 'responsável' por' todo 'o' aspecto 'visual' do'filme ,' desde'sets'e'figurino ' até ' efeitos' especiais'e' trabalho 'de' laboratório .'' O' anglicismo '"projeJsta 'de' produção "'( ou ,' às ' vezes,'"desenhista 'de' produção "' ou 'ainda'"designer'de'produção "),'embora ' uJlizado ' algumas ' vezes' pela ' mídia,'não' foi ' incorporado ' ao ' vocabulário ' profissional 'da' área' de'cinema'e'televisão ' nos ' países 'de' língua' portuguesa.'

Oscares .de. melhor . direção.de.arte '

Década .de.2010.

Indicados :'John'Myhre;'Set'DecoraJon:'Gordon'Sim' Nove$(filme) '

2010'–' Rick.Carter;.Robert.Stromberg;.Decoração .de.Set:.Kim.Sinclair ' por$

Avatar '

Dave'Warren;'Anastasia'Masaro ;' Decoração 'de'Set:'Caroline'Smith The$ Imaginarium$of$Doctor$Parnassus'Sarah'Greenwood;'Decoração 'de'Set:' KaJe'Spencer'Sherlock$Holmes 'Patrice'Vermeee;' Decoração 'de'Set:' Maggie'Gray' The$Young$Victoria'2011'–'Alice'in'Wonderland'–'Diretor.de. arte:.Robert.Stromberg;.Decorador .de.set:.Karen.O'Hara ''

Indicados :'Harry'Poeer'and'the'Deathly'Hallows:'Part'1'–'Diretor'de'arte:' Stuart'Craig;'Decorador'de'set:'Stephenie'McMillan'

IncepJon'–'Diretor'de'arte:'Guy'Hendrix'Dyas ;' Decorador'de'set:'Larry' Dias'e'Doug' Mowat'The'King's'Speech'–'Diretor'de'arte:'Eve'Stewart;' Decorador'de'set:'Judy'Farr'True'Grit'–'Diretor'de'arte:'Jess'Gonchor;' Decorador'de'set:'Nancy'Haigh ''

Figurinista '

Figurino'é'o' traje' usado ' por'uma' personagem'de'uma' produção ' arLsJca '(cinema,'teatro'ou 'vídeo)'e'o' figurinista'é'o'profissional 'que' idealiza' ou ' cria'o' figurino .' É' necessário 'que'o' figurinista ' conheça'a' fundo 'a' história 'a'ser' tratada'no' trabalho,' pois 'o' figurino 'tem' que' revelar' muito 'dos' personagens .'Para' elaboráRlo,'o' figurinista ' deve 'levar'em' conta 'uma' série 'de' fatores' como'a' época'em'que'se' passa'a' trama,'o'local' onde' são ' gravadas 'as'cenas,'o'perfil ' psicológico'dos' personagens ,'o'Jpo ' jsico 'dos' atores'e'as'orientações ' de' luz'e' cor' feitas' pelo 'diretor'de'arte.'

Anotação/conJnuidade'

Em' cinema,'o'profissional 'responsável' por' assegurar'a' conJnuidade'da' narraJva 'no' produto ' filmado 'é'o' anotador.'

Na' ficção,' conHnuidade ' ou ' anotação'(em' Portugal )'é'a' consistência'das' caracterísJcas 'de' pessoas ,' objectos,' lugares 'e' eventos 'como' vistos ' pelo ' leitor' ou ' telespectador.'' O' termo 'é' Jrado 'do' senJdo'matemáJco 'de'ser' algo 'regular' e' sem ' falhas .' 'Em'algumas ' formas 'de' media,' tais 'como' desenhos '

animados ,'

conAnuidade' também' veio'a' significar'uma' série '

de' eventos ' conLnuos,'dos'quais 'se' dizem ' ocasionalmente' que'"ocorrem 'no' mesmo ' universo ".'

Núcleo.de.fotografia'

Chefiado ' pelo 'diretor'de' fotografia,'que' determina 'o' Jpo 'de' luz'a'ser' usada,'as' lentes'

da' câmera'e'a'qualidade'da'

película ,'entre'

outras ' coisas .'

câmera'e' seus ' ajudantes .' Neste' núcleo,'ainda' trabalham'os' maquinistas '(que' operam' gruas ' e' outros ' aparelhos )'e'os' eletricistas'

Ele'é' assisJdo ' pelo ' operador'de'

Fotografia'

Planejar'a' iluminação 'das'cenas'que'serão ' filmadas ,'a' fim'de' transmiJr'as' ideias ,'as' emoções'e'o' clima' definidos 'no' roteiro'e' pelo ' diretor.' Ao 'director'de'Fotografia' cabe,'como'parte' integrante'do' seu ' trabalho,'a' responsabilidade'da' elaboração 'das' listas 'de'material'de'câmara,' electricidade'e' maquinaria,' bem'como'a' escolha' dos'chefes'de'sector:' ' Chefe' Electricista,' Chefe' Maquinista'e'1º' Assistente'de'Imagem.''

Directores 'de'Fotografia''

Cinema'–' Publicidade'–'TeleRfilmes 'R' Documentários '' Para'a'LongaR Metragem'é' exigido 'o' mínimo'de' duas ' semanas 'de' preparação,'o'que'inclui'repérages ,' elaboração 'de' listas 'de' equipamento,' reuniões 'de' trabalho 'com'os' diversos 'sectores'e' eventuais'testes' necessários .''

Para'o'TeleR Filme'é' exigido 'o' mínimo'de'uma'semana' de' preparação,'o'que'inclui'repérages ,' elaboração 'de' listas 'de' equipamento,' reuniões 'de' trabalho 'com'os' diversos 'sectores'e' eventuais'testes' necessários .''

PósRProdução:'Uma' semana'para' correcções' de' cor''

LONGARMETRAGEM''

SEMANA'€'2.200''

SEMANA'DE'PREPARAÇÃO'€'2.200''

SEMANA'DE'PÓSRPRODUÇÃO'€'2.200''

TELEFILMES'e'PRIMEIRAS'OBRAS''

SEMANA'€'1.800''

SEMANA'DE'PREPARAÇÃO'€'1.800''

SEMANA'DE'PÓSRPRODUÇÃO'€'1.800''

DOCUMENTÁRIOS''

SEMANA'€'1400''

DIA'€'300''

Os' dias 'de' viagem' são ' cobrados 'como' dia 'normal.'PUBLICIDADE'' DIÁRIA'NORMAL'( Segunda'a' Sábado )'€'1.450'' PRÉRLIGHT'( Segunda'a' Sábado )'€'725''

VIAGEM'€'725''

REPERAGE'€'725''

DIÁRIA'NORMAL'(Domingo)'€'2.900''

PRÉRLIGHT'(Domingo)'€'1.450''

VIAGEM'€'725''

REPERAGE'€'725''

O' horário 'da' diária' corresponde'a'um' período ' máximo ' compreendido' emcatorze'(14)'horas .'Se' tal 'for' excedido ' aplicaRse'a'seguinte ' tabela' adicional :''

HORAS'EXTRA'DA'14ªh'À'18ªh'( Seg'a' Sáb )'€'725'' HORAS'EXTRA'DA'19ªh'À'24ªh'( Seg'a' Sáb )'€'1.450''

HORAS'EXTRA'DA'14ªh'À'18ªh'(Domingo)'€'1.450''

HORAS'EXTRA'DA'18ªh'À'24ªh'(Domingo)'€'2.900''

A'PREPARAÇÃO'e'o'TELECINEMA'poderão 'ser' cobrados 'como' meia' diáriamediante'a' natureza'do' projecto .''''

OPERADORES:'' LONGA'METRAGEM'( semana)'–'€'1250''

PRIMEIRAS'OBRAS'(semana)R'€'1000''

PUBLICIDADE'(dia/10h)'R'€'550'( hora'extra'€'

82.50)''

Montagem.(edição )'

Selecionar'e' juntar'as'cenas'rodadas 'para' ordenar'a' narraJva 'e'dar'unidade' arLsJca ' ao ' filme ' ou ' ao ' vídeo.' essa' aJvidade' pode' tornarRse' desastrosa'se'o' figurino'não' esJver' adequado ' ou 'se'o'make' up'e''penteado 'não' esJver' combinando ' levando 'a' erros''

"Editar $é$mais$uma$arte$do$que$uma$ciência ",' disse'Harris'Waes,''

Reperage/'locaJon'scouJng''

Núcleo.de.produção'

O'diretor'de'produção'é'quem' cuida'da'parte' logísJca'do'filme:' ' cronograma ,' negociação 'com' fornecedores ,' contratação 'de' pessoal .'' Com'ele,' trabalham' alguns ' produtores 'e' seus ' assistentes ,'que'vão ' atrás 'de' objetos 'que' compõem'o' cenário,'e'até 'um' produtor'de' alimentação 'para'os' trabalhadores 'do'set.' Também' estão ' neste' núcleo 'as' equipes'que' fotografam'e' filmam'o'making'of'

Produção '

Planejar,' organizar'e' executar'as' ações ' indispensáveis'para'a' filmagem,'da' captação ' de' dinheiro ' à' contratação 'de' diretores,' atores,' técnicos 'e' pessoal 'de' apoio .'

Tipos .de. produtor . Cinematográfico '

Produtor :''

o' produtor' propriamente' dito 'é' aquele'com' um' maior' envolvimento 'e' controle'entre'os' vários ' produtores 'do' filme .' 'Em'companhias ' menores' ou 'em' projectos ' independentes'é'o' equivalente' ao ' produtor' execuJvo.'

Produtor. execuHvo:''

normalmente' representante,'se'não'o' presidente,'da' companhia'que' está ' produzindo 'o' filme ,' apesar'que'o' Ltulo ' pode' ser'dado' honorariamente' ao ' maior' invesJdor.' É,' essencialmente,' quem' cuida'da'parte' financeira'do' projecto .'

Diretor.de. produção:''

dirige'a' produção 'e'os'demais'produtores ,' com'autoridade'de' agir'em' nome'da'equipa' de' produção .' 'É' ele' quem' gerencia'as' necessidades' práJcas ' e','juntamente'com'os' outros ' diretores'…'que' organiza 'um'orçamento'e'o'cronograma 'a'ser' aprovado ' pelo ' execuJvo.''

Produtor.de.set :''

um' representante'da' companhia' designado 'a' estar'no'set.'

Produtor.de. locação:''

responsavel' pela ' locação ' assim'como' encontraRla'e'autorizá Rla'.'

Argumento:.

resumo 'de'uma'história ,'para' roteirização ' dum' filme ,'que'pode'ser'original' ou ' adaptado ' de'uma' obra' literária.'

Cena:. '

Todo 'o' Guião 'é' dividido 'em'cenas,'unidades ' dramáJcas 'de' ação ' conLnua.'' Seqüência ' dramáJca'com' unidade'de'lugar'e' tempo,'que' pode'ser'“coberta”'de'vários ' ângulos 'no' momento 'da' filmagem.'

Cena '

é'uma' unidade'de'tempo'e'de' espaço 'em'que' se' desenrola 'uma'parte'do'filme.'' É' menor'que'a'seqüência .'' Ao ' contrário 'do'que' ocorre ' nesta ,'não' ' elipses'(v.' seqüência )' dentro 'de'uma'cena.' PodeRse' entender'a' cena' também'como'a' menor' unidade' jlmica 'com' significado ' completo.'

Elenco'

São'as' pessoas 'que' aparecem'no' produto ' final:' atores'e' figurantes ''

Corte :''

pode'ser' encarado 'de' duas ' formas .' 'No' plano ' cinematográfico,'é'literalmente'o' corte'da' película'ou 'a' interrupção 'do' registro ' pela ' câmera.'' No'plano ' jlmico,' acontece'um' corte,' quando ' ' desconJnuidade'da' imagem' mostrada ' na' tela ,' correspondendo'a'uma' mudança'de' planos ,' possivelmente'com' enquadramento 'e' angulação ' diferentes .' 'O' trabalho 'de'montagem'de'um'filme ' consiste'em' recortar'as' gravações 'e' colar,'em' seguida ,'as' partes ' selecionadas,'em'uma' ordem' determinada,' dando ' ao ' filme ' sua ' versão ' definiJva.'

Enquadramento:''

é'a'ação 'de' selecionar' determinada' porção 'do' cenário'para' figurar' na' tela .'' Assim,'a' depender 'do' enquadramento,'uma' paisagem' pode' aparecer'com'mais' céu,'mais' árvores ,'mais' água.'' Uma' pessoa' pode' aparecer' inteira' na' tela ,' ou ' podeRse' optar' por' mostrar' apenas ' seu ' rosto .'

Fotograma:''

é' cada'uma'das' imagens ' fotográficas ' estáJcas' captadas' pelo ' equipamento 'de' filmagem,'as' quais ,' projetadas ' em'uma' certa' velocidade,' produzem 'a' ilusão 'de' movimento ' aos ' olhos ' humanos .'' Para'que' haja'o' efeito 'de' movimento,'é'necessário 'que' as' imagens ' sejam' capturadas 'e,' depois ,' exibidas ' à' velocidade'de'24' fotogramas ' por' segundo .'' Isso ' acontece,' porque' nosso' olho 'não'é' capaz'de' ver'o' que'se'passa' dentro 'de'um' intervalo ' menor'que'a' vigésima' quarta'parte'de'um'segundo .'

FadeWin:'é'a'gradaJva ' aparição 'da' imagem,'a' parJr'da' tela ' escura ,'em' oposição ' ao 'fadeRout.'

FadeWout:'é'o'gradaJvo ' escurecimento 'da' imagem,' até 'o' preto'total,'em'oposição ' ao 'fadeR in.'Esses' recursos,' usados ' juntos' ou ' isolados ,' servem 'a' diversos 'fins.' Por' exemplo,'o'par'fadeRout'–'fadeRin'é'muito ' empregado,' especialmente' nos ' filmes ' estadunidenses' clássicos ,'para' demarcar'a' passagem'de'uma'seqüência 'a' outra.'

Fusão:''

consiste' na' passagem' gradaJva ,'com' sobreposição,'de'uma'imagem'para' outra.' AssemelhaRse' ao 'fadeRin'e'ao 'fadeRout,'mas ' estes' mudam'de'uma'imagem'para'o' escuro' ou 'viceRversa,'enquanto 'a' fusão ' ocorre 'entre' duas ' imagens .' Por' exemplo,' ao ' sobrepor 'a' imagem'de'um' homem ' à' estátua'de'um' leão,' fazendo ' uso 'da' fusão,' podeRse' sugerir 'uma' caracterísJca'do' personagem,'a' depender 'do' contexto:'forte,'bravo,'violento,' poderoso 'etc.'

Plano :''

o' conceito'de' plano 'é'um' tanto ' amplo,'e'a' palavra'é' uJlizada'de'uma'forma' bem' elásJca.' Uma' definição ' úJl 'é'de'que' plano 'é'o' intervalo ' que' há'entre'dois ' cortes.'' O' plano 'é' considerado 'a' menor' unidade' jlmica .' 'O' plano ' costuma'ser' classificado 'de' acordo ' com'diversos ' critérios.'

Sequência:''

é'um'conjunto'de'cenas'sem ' cortes'que' formam' uma' grande' subdivisão 'da' narraJva ' jlmica ,'com' uma' relaJva ' unidade' interna.'' Um' filme ' convencional 'é' formado ' por' algumas ' poucas ' seqüências,' cada'uma' compreendendo' uma' etapa'mais' ou ' menos' separada'das' outras ' pelos ' acontecimentos 'que' desenvolve .' ' Dentro 'de'uma'seqüência ,' pode' haver 'lacunas'de' tempo,' isto 'é,' eventos 'que'se' supõe ' ocorrer,' embora 'não' sejam' mostrados ' na' tela .' 'A' isso,' Rse'o' nome'de' elipse.'

Tak e':'

é' cada' captura' feita'de'uma'determinada'parte'do' filme ,' com'o'objeJvo 'de'se' chegar' àquela'mais' perfeita .' 'A' mesma 'parte' pode'ser' encenada'e' registrada' repeJdas ' vezes,'para'que'seja ' possível ' selecionar'a' melhor,'a'que' será ,' enfim,' uJlizada' na' versão 'que' vai ' às ' telas .'' Esse' recurso' pode'ser' apontado 'com'um'dos' diferenciais' existentes'entre'o'cinema'e'o'teatro,' 'que'as'cenas'deste,' embora ' possam'ser' ensaiadas ' à' exaustão,'não' estão ' livres ' dos'erros' humanos ,' ao ' serem ' apresentadas ' ao ' público,' ao ' contrário 'das'cenas'cinematográficas ,'que'podem'ser' tratadas ' por' técnicos ' competentes,'a' fim'de' eliminar' erros' de' vários ' Jpos .'

Guião '

Adaptar' ou ' escrever' histórias ' originais 'para'a' filmagem.'

Off:.'

vozes ' ou 'sons'não' produzidos ' na' cena' focada.' Um' personagem'que' fale,' sem ' estar'em' cena,' fala 'em'off.'

Set'

Local' onde'se'faz'um' filme '

Sonorização'

Gravar,' mixar'e' editar'a' trilha' sonora 'do' filme ,' como'ruídos'e' música.'

Núcleo.de.som ' O' engenheiro'de' som ' controla'a' captação 'dos' diálogos ,'do'som ' ambiente'e'de' efeitos' sonoros .'' Ele' trabalha'com'um'assistente'e'o'microfonista,' responsável'pela ' instalação 'dos' microfones'de' cena'

Oscar.de. melhor . edição .de. som .

Década .de.2010. 2010:' The$Hurt$Locker 'R' Paul.N.J O\osson''

Avatar 'R'Christopher' Boyes 'e'Gwendolyn'Yates' Wiele' Inglourious$Basterds'R'Wylie' Stateman ' Star$Trek'R'Mark'Stoeckinger'e'Alan'Rankin' Up R'Michael'Silvers'e'Tom'Myers'

2011:' Incep0on'R' Richard.King''

Toy$Story$3'R'Tom'Myers'e'Michael'Silvers' Tron:$Legacy 'R'Gwendolyn'Yates'Whiele'e'Addison'Teague' True$Grit 'R'Skip' Lievsay'e'Craig'Berkey' Unstoppable'R'Mark'P.'Stoeckinger'

diretor.de.som ''

No'cinema,'o' diretor.de.som ''é'o'responsável' técnico ' pela ' criação ' sonora 'de'um'filme.' Trabalha' normalmente'com'operadores'de' som'e'assistentes'de'som '( transportam'a' percheR' microfone' extensivel' por' vezes'com' pelo ).'

O' operador .de. som 'é'um' técnico 'que' manipula' equipamento 'de' som ,''

“ Configuram,' operam'e' monitoram' sistemas ' de' sonorização 'e' gravação ;' editam,' misturam,' préRmasterizam'e' restauram' registros ' sonoros ' de'discos,'fitas ,' vídeo,' filmes 'etc.'Criam' projetos'de' sistemas 'de' sonorização 'e' gravação .' Preparam,' instalam'e' desinstalam' equipamentos 'de' áudio 'e' acessórios .”'

assistente'de'som''

o'assistente'de'som'é'aquele'que' ajuda'o' operador'de' som 'e'que'segue'as'instruções'do' director'de' som .'

LongaWmetragem ''

é'uma' obra'cinematográfica'com' duração 'superior'a' sessenta 'minutos.'Este' padrão 'é'no' entanto ' discuLvel ,' visto ' haver ' quem'o' estabeleça'para' valores 'de'tempo' superiores ' ou ' inferiores'em' cerca'de' dez ' minutos.'Em' língua' inglesa'é' designado 'como'feature'film.' A' Academy$of$MoAon$Picture$Arts$and$Sciences,'o'American$ Film$InsAtute,'e'o'BriAsh$Film$InsAtute' definem 'um' longa' pela ' duração 'de'40' minutos' ou 'mais.'O' Centre$naAonal$de$ la$cinématographie' na'França'defineRo'como'um'35mm'

( milímetros )'o' qual 'é'mais' longo 'que'1.600'metros,'e'que' resulta 'em'58'minutos'e'29'segundos 'para' filmes ' sonorizados 'e'o' Screen$Actors$Guild'como' tendo 'um'tempo' mínimo'de' oitenta ' minutos.'

CurtaWmetragem '

ou ' simplesmente ' curta ,'é'um'filme'de'duração ' inferior'a' trinta' minutos,' havendo 'no' entanto ' quem'para'o' classificar' estabeleça'um' padrão ' variável 'de'mais'ou ' menos' dez ' minutos.' A' definição 'de' CurtaRMetragemtambém' pode' ser''dada'a'filmes 'de' até '15'minutos,' MédiaR Metragem'para' filmes 'com'tempo' acima'de'15' minutos'e' até '70'e'Longa'para' filmes 'com'mais' de'70' minutos.'

MédiaWmetragem ''

é'uma' produção 'cinematográfica'de'duração ' intermediáira'entre'a'de'um'curtaRmetragem'e' a'de'um'longaRmetragem,'não' havendo 'um' padrão ' internacional 'para' definir'os' seus ' limites '

Documentário ''

é'um'género'cinematográfico'que'se' caracteriza' pelo ' compromisso'com'a'

exploração

'da'realidade.''

Mas ' dessa' afirmação 'não'se' deve ' deduzir'que' ele' represente'a' realidade'

«

tal 'como' ela'é».''

O' documentário,' assim'como'o'cinema'de'ficção,'é'uma'representação '

parcial 'e' subjecJva 'da' realidade.' Em.Portugal.

A' legislação ' portuguesa'em'vigor'( Portaria ' n .º'878/2003,'de'20'de' Agosto )' estabelece'que'se' consideram'«DOCUMENTÁRIOS'DE'CRIAÇÃO'aqueles' que' contenham'uma' análise'original'de' qualquer' aspecto 'da' realidade'e' não' possuam' carácter' predominantemente' noJcioso,' didácJco ' ou ' publicitário ' nem'se' desJnem'a' servir'de'simples' complemento 'a'um' trabalho 'em'que'a'imagem'não' consJtua' elemento ' essencial ,' seja ' qual 'for' o' seu ' suporte 'e' duração .»'Isso ' sem ' contar'os' inúmeros ' gêneros ' literários ' que' podem'ser' acrescidos 'a' este' termo ' documentário .'

Animação'

Criar' imagens ' usando ' elementos' diversos ,'como'desenho,' fotografia,' massa 'de' modelar,'papel'e'computação ' gráfica .'

refereRse' ao ' processo ' segundo 'o' qual ' cada'fotograma'de'

um'filme'é' produzido

' individualmente,' podendo 'ser' gerado '

quer' por'computação'gráfica'quer' fotografando 'uma' imagem' desenhada' quer' repeJdamente' fazendo Rse' pequenas' mudanças 'a'um' modelo'( ver'claymaJon'e'stop' moJon),'fotografando 'o' resultado .' Quando 'os'fotogramas' são ' ligados 'entre'si 'e'o' filme ' resultante'é' visto 'a'uma' velocidade'de'16' ou 'mais' imagens ' por' segundo,' 'uma' ilusão 'de' movimento ' conLnuo'( por' causa'da'persistência' de'visão).''

Animação''

A' construção 'de'um' filme ' torna Rse' assim'um' trabalho ' muito ' intensivo'e' por' vezes' entediante.' O' desenvolvimento 'da'animação'digital' aumentou ' muito 'a' velocidade'do' processo,' eliminando ' tarefas ' mecânicas'e' repeJJvas .' A' produção 'da' animação ' consome' muito 'tempo'e' é' quase' sempre ' muito ' complexa.'Animação' limitada'é'uma'forma'de'aumentar'a' produção 'e' geração .' Esse' método ' foi ' usado 'de'forma' pioneira' pela 'UPA'e' popularizada .'

FesHvais.

Fantasporto'( Porto,'é'o'maior'fesJval'de'cinema'de'Portugal')'

FesJval'de'Berlim'(Urso'de'Ouro)'

Bri0sh$Academy$of$Film$and$Television$Arts ,'o'BAFTA.(Oscar.Britânico .) .

FesJval'Internacional'de'Cinema'de'TorontoR'TIFF'

FesJval'de'Cannes'(Palma'de'Ouro)' Prêmio. BodilW. a' maior' premiação 'dinamarquesa'para'o'cinema'. FesJval'de'Gramado'(Kikito)' pela ' Associação 'de' CríJcos 'de'Cinema'de'Copenhague' FesJval'Sundance'de'Cinema' FesJval'de'Veneza'(Leão'de'Ouro)' OscarR' Academy$Awards$ Academia$das$Artes$e$ Ciências $ Cinematográficas'da'Espanha'( premio 'Goya)'

Golden.Globe.Awards. Framboesa.de. Ouro'( Razzie .Awards)Ré'um' prêmio 'cinematográfico,' paródia 'do' Oscar,'que'premia ' só 'os' piores ' filmes '

Academia'Italiana'de'Cinema'e'considerado

La$Nuit$de$ Césars($ Teatro 'do' Châtelet ,'Paris ) W.César.

'o'Oscar' italiano '( Prêmio.David ,)'