Você está na página 1de 38

 O que é o sistema nervoso?

É uma rede de comunicações que controla e integra


as atividades funcionais dos órgãos e sistemas

 Como divide-se o sistema nervoso?

O sistema nervoso é divido em sistema nervoso


central e sistema nervoso periférico
 Quais as células que compõem o SN?
O sistema nervoso é composto por neurônios (célula
nervosa) e células da glia (neurogliais)
 Quais as suas funções básicas?

1) Função sensorial – Sensações em gerais e


especiais (Frio, calor, amargo, doce)

2) Função motora – Contrações e secreções (Dobrar


o braço, secreção salivar)

3) Função integradora – a informação da sensação


vai para o SNC e desencadeia uma resposta desejada
(Mão no fogo)
Neurônio

 Células altamente especializadas na geração, propagação e


conversão do impulso nervoso

Divide-se em:

1) Corpo celular

2) Dendritos

3) Axônio
Neurônio
Axônio
Corpo celular

Arborização
terminal

Dendritos
Corpo celular/pericário/soma

 Localizados na substância cinzenta da medula espinhal

Núcleo, citoplasma e
organelas
Dendritos
 Ramificações que recebem o impulso nervoso de outro
neurônio e os traduzem em alterações do potencial da
membrana

Árvore
dendrítica
Axônio
 É um prolongamento único (mais longo que o dendrito),
recoberto por bainha de mielina, que transmite os
estímulos para outros neurônios ou células efetoras
Axônio

Mielinizadas Amielinizadas

+ Calibrosas - Calibrosas
Axônio

 A bainha de mielina é uma


substância branca, rica em
lipídios e atua como isolante

 A bainha de mielina
possui pontos descontínuos
Nódulos de Ranvier
Axônio

 Velocidade de transmissão dos sinais


 Energia do axônio é conservada – Nódulos de Ranvier (polarização)
Tipos de Neurônio

 Motores (eferentes) - Transportam sinais do SNC para


as extremidades do corpo

 Sensoriais (aferentes) - Transportam sinais das


extremidades do corpo para o SNC

 Interneurônios - Conectam neurônios dentro do SNC


Potenciais de ação

 Os sinais nervosos são transmitidas por rápidas alterações do


potencial de membrana que se propagam com velocidade pela
fibra nervosa

Positivo - Negativo

 Estágio de repouso Despolarização Repolarização

Negativo - Positivo
Potenciais de ação - Estágios

 Repouso – É o potencial de repouso da membrana, antes do


início do potencial de ação – Membrana polarizada (-70mV)

+++++++++++++++++

+++++++++++++++++
Potencial da membrana em repouso

- 90
Potenciais de ação - Estágios

 Despolarização – Ocorre quando há um influxo de íons de


Na2+ com carga positiva para dentro da célula – Membrana
positiva (+35mV)
Potenciais de ação - Estágios

 Repolarização – Canais de Na2+ se fecham e os de K+ se


abrem mais que o normal. Há estabelecimento do potencial
negativo da membrana – Membrana repolarizada (-90mV)
Potenciais de ação
Potenciais de ação - Resumo
1) Perturbação elétrica, mecânica ou química

2) Canais de Na+ de uma pequena parte da membrana se


abrem

3) Íons de Na+ penetram na célula e ela fica um pouco


menos negativa (despolarização da célula)

4) Despolarização atinge valor limite - mais canais de Na+


são abertos
5) Entrada de íons de Na+ inverte a polaridade daquela área
(interior positivo e exterior negativo)
Potenciais de ação - Resumo

6) Quando o potencial elétrico no interior da célula chega a


± 35 mV, os canais de Na+ se fecham

7) Canais de K+ são abertos e os íons vão para o meio


extracelular

8) Reequilibrio entre polaridade (interior volta a ficar +


negativo)

9) Canais de K+ se fecham e não há mais saída de K+


para o exterior da célula

10) Célula volta ao potencial de repouso


Potenciais de ação – Características

 O impulso nervoso ocorre no sentido unidirecional


 Limiar para o impulso nervoso (±65mV)
 Princípio do tudo ou nada (Não é interrompido)
COMO OS NEURÔNIOS SE COMUNICAM?????

SINAPSES

 São junções especializadas entre os neurônios (neurônio/célula) que

facilitam a transmissão dos impulsos de um neurônio pré-sináptico

para outro neurônio (pós-sináptico)


SINAPSES

1) Químicas
- Sinapse mais comum (SNC)
- Necessita de neurotrasmissores
- Substância química se liga aos receptores

2) Elétricas
- Sinapse menos comum
- Possuem junções comunicantes (gap)
- Movimentação de íons entre as células
SINAPSES
SINAPSE QUÍMICA

 Componentes

- Terminação pré-sináptica do
axônio (neurônio pré-sináptico)

- Fenda sináptica

- Receptor pós-sináptico do
dendrito (neurônio pós-sináptico)
SINAPSES
SINAPSES
TIPOS DE SINAPSES

Axodendrítica Axosomática Axoaxônica

Axônio Axônio Axônio


X X X
Dendrito Corpo celular Axônio
Terminação pré-sináptica

 São conhecidas por botões terminais, pés-terminais ou


botões sinápticos

 2 componentes principais – vesículas transmissoras


(neurotransmissores) e mitocôndrias (ATP – novas moléculas)

 Membrana pré-sináptica – Numerosos canais de Ca2+


dependentes de voltagem

 Ação inibitória ou excitatória no neurônio pós-sináptico (variável


conforme a natureza química do neurotrasmissor)
SINAPSES

1) Impulso nervoso alcança o botão sináptico Despolarização

2) Canais de Ca2+ controlados por voltagem se abrem na


membrana plasmática do botão

3) Influxo de Ca2+ na membrana pré-sináptica e liberação dos


neurotransmissores
SINAPSES
4) Neurotrasmissor se liga ao receptor no neurônio pós-
sináptico (canais controlados por transmissor/acoplados à ptnG)

Canal acoplado à
ptnG

Canal controlado
por transmissor
SINAPSES

5.1) Ligação aos canais controlados por transmissor

a) Abertura dos canais catiônicos com a entrada do Na2+


(excitatório)

Acetilcolina
Serotonina
Glutamina
SINAPSES

5.1) Ligação aos canais controlados por transmissor

b) Abertura dos canais aniônicos com a entrada de Cl-


(inibitório)

Ácido gama-
aminobutírico
(GABA)
Glicina
Serotonina
SINAPSES

5.2) Ligação ao receptor acoplado a ptn G no citoplasma


- Abertura dos canais iônicos na membrana pós-sináptica
- Ativação do monofosfato de adenosina cíclico (AMPc)
- Ativação de enzimas intracelulares
- Ativação dos segundos mensageiros (Novas proteínas)

Impulso demorado - Memória


SINAPSES - Características

 Neurotransmissores liberados
na fenda sináptica são
recaptulados por proteínas
específicas (pré-sináptico)

Limita a duração
do estímulo

Degradadas
X
Recarregados
SINAPSES - Características

 Um grande número de botões sinápticos deve ser excitado ao


mesmo tempo

 A estimulação neural pode promover um estado excitatório


ou inibitório
SINAPSES - Características

 O impulso nervoso propaga-se do dendrito para o axônio de


forma unidirecional
SINAPSES - Características

 As sinapses podem ser modificadas por fatores estimuladores


ou inibitórios