Você está na página 1de 47

MANUAL OPERACIONAL DA

FERRAMENTA GESTÃO FINANCEIRA


DO SISTEMA DE GESTÃO
ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA DAS
CAIXAS ESCOLARES

(SIGAF)

2017
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

Índice
1. APRESENTAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO (SIGAF).................................................................3
2. ACESSANDO O SISTEMA.................................................................................................................3
3. PROCEDIMENTOS PARA O LANÇAMENTO DE DESPESAS.......................................................5
3.1. Lançamento do Comprovante de Despesa: Produto..........................................................................5
3.2. Lançamento do Comprovante de Despesa: Serviço.........................................................................26
3.2.1. Lançamento do ISSQN..................................................................................................................32
3.2.2. Lançamento das DARF's ( IRRF e PIS/COFINS/CSSL)..............................................................35
3.3 LANÇAMENTO DE COMPROVANTES DE DESPESAS - SUBVENÇÃO PESSOAL..............37
3.3.2. Impostos........................................................................................................................................40
3.3.3. Vale Transporte/Vale Alimentação................................................................................................41
3.3.4. Pagamento de Honorários/Contratos.............................................................................................42
3.4. Despesas Bancárias que Constam no Extrato..................................................................................43
4. PROCEDIMENTOS PARA O LANÇAMENTO DE RECEITAS.....................................................43
4.1. Centros de Custos Receitas (Principais)...........................................................................................44
4.1.1. Créditos da PBH nas Subvenções Municipais..............................................................................44
4.2. Transferências...................................................................................................................................45
4.3. Restituições......................................................................................................................................45
4.4. Rendimentos de Aplicações Financeiras Municipais.......................................................................45
4.5. Rendimentos de Aplicações Financeiras Federais - PDDE's..........................................................46
5. Centros de Custo Usuais.....................................................................................................................46

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 2
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

MANUAL OPERACIONAL DO SISTEMA DE GESTÃO ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA


DAS CAIXAS ESCOLARES – SIGAF

1. APRESENTAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO (SIGAF)

O Sistema de Gestão Administrativa e Financeira da Caixa Escolar (SIGAF) está embasado


em três pilares:

1º) Prestação de Contas: contabilização de despesas e receitas com a finalidade de


composição das prestações de contas; geração de informações para o processo de controle
dos gastos pelos órgãos da PBH;

2º) Gestão: de posse das informações digitadas, o sistema possibilitará a gestão dos gastos
(verificação estatística cronológica de gastos); obtenção de relatórios gerenciais
instantâneos;

3ª) Transparência Pública: as informações fornecidas/validadas pelas caixas escolares


estarão disponíveis para a comunidade.

2. ACESSANDO O SISTEMA

Para acessar o sistema (SIGAF) digite o link https://gcpcs-smed.pbh.gov.br e insira seu


usuário e senha.

Ao acessar o SIGAF clique no nome referente a sua Caixa Escolar, a seguinte tela será
exibida (Figura 2.1)

Clique na aba GESTÃO FINANCEIRA →

Figura 2.1 – Tela inicial do SIGAF.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 3
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

Após clicar em GESTÃO FINANCEIRA, a tela seguinte (Figura 2.2) será exibida.

Figura 2.2 – Tela inicial do SIGAF.

Abaixo segue o detalhamento das abas referente à Figura 2.2:

(1) Despesa: Nesta aba deverão ser inseridas as informações referentes a todos os
comprovantes de despesas notas fiscais, cupons fiscais, recibos, despesas bancárias,
pagamentos de tributos fiscais e financeiros, transferências entre contas da Caixa Escolar e
para outras Caixas Escolares, cheque para suprimento do fundo rotativo, etc →

(2) Receita: Nesta aba deverão ser inseridas as informações referentes a todos os créditos:
recursos financeiros repassados às Caixas Escolares (como, por exemplo, ofícios de
crédito), rendimentos bancários, depósitos, etc. →

(3) Comprovante de despesa a pagar: Nesta aba serão apresentados todos os


comprovantes de despesas que não foram quitados no mês de referência. Não é necessário
digitar nenhum documento nesta aba, os mesmos serão migrados e permanecerão nela até
a quitação (baixa do comprovante de despesa).

O seu preenchimento será necessário quando houver a quitação do débito em aberto e, para
isso, utilize o link EDITAR →

(4) Cheques não compensados: Nesta aba serão apresentados os cheques que ainda não
foram compensados, daí a importância da verificação permanente dos extratos bancários
com a finalidade de observar se os cheques estão ou não compensados e se as transaç ões
eletrônicas foram efetivamente realizadas.

O seu preenchimento será necessário quando houver a compensação do cheque e, para


isso, utilize o link EDITAR →

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 4
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

(5) Relatórios: Nesta aba serão gerados os relatórios que compõem as prestações de
contas das subvenções, bem como relatórios que servirão como suporte na gestão
administrativa financeira →

(6) Saldo disponível: Nesta aba será possível consultar, por subvenção, o saldo anterior, a
receita, a despesa e o saldo disponível, conforme a referência corrente →

(7) Referência corrente: Nesta aba deverá ser digitado o mês/ano da


movimentação/digitação que se deseja fazer. Antes de realizar a digitação da movimentação
de um determinado mês é necessário o preenchimento deste campo →

(8) Membros do conselho fiscal: Nesta aba deverão ser digitados os membros da diretoria
e do conselho fiscal da Caixa Escolar. Deverão ser realizadas atualizações sempre que
houver qualquer alteração →

3. PROCEDIMENTOS PARA O LANÇAMENTO DE DESPESAS

Para efetuar os lançamentos de despesas é importante organizar todo material necessário à


digitação, tais como: comprovantes de despesas (documentos fiscais, guias de tributos,
recibos, despesas bancárias que constam nos extratos etc); os orçamentos/portal de preços
e/ou contratos; comprovantes de pagamento (caso tenha sido efetuado) etc. No caso de
comprovante de despesa referente a serviços é necessário a análise fiscal emitida pelo
escritório contábil.

É importante a realização de consultas periódicas aos extratos bancários para verificar


efetivação de créditos e ou débitos.

Para efetuar os lançamentos de despesas é necessário a execução de três etapas:

1ª) Adicionar Comprovante de Despesa →

2ª) Adicionar Centro de Custo →

3ª) Adicionar Produtos e Serviços →

3.1. Lançamento do Comprovante de Despesa: Produto

Utilizaremos como exemplo para lançamento, o comprovante de despesa da Figura 3.1.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 5
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

Figura 3.1 – Nota Fiscal Eletrônica – NFe (Produtos)

1ª Etapa : Adicionar o comprovante de despesas

Após clicar em GESTÃO FINANCEIRA, na aba DESPESA (1), clique em Adicionar


Comprovante de despesa (Figura 3.2) →

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 6
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

Figura 3.2 – Adicionar Comprovante de Despesa.

Após clicar em Adicionar Comprovante de Despesa, a tela seguinte (Figura 3.3) será exibida.
Nesta tela serão realizados os registros referentes ao comprovante de despesa, cujos dados
solicitados constam na figura seguinte (Figura 3.3).

Figura 3.3 – Tela para a Adição do Comprovante de Despesas.

Preenchimento da tela da Figura 3.3:

(1) Tipo de Comprovante de Despesa →

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 7
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

São todos os documentos que tem como

finalidade a comprovação da (s) despesa (s)

efetuada (s). A tabela da figura 3.4 apresenta

alguns dos tipos de documentos que comprovam

a despesa.

Figura 3.4 – Tipo de comprovante de despesa.

No exemplo utilizado (Figura 3.1), o documento é uma NOTA FISCAL ELETRÔNICA, sendo
portanto obrigatória a digitação da numeração e o CNPJ.

Selecione a opção “Nota Fiscal Eletrônica – NFE”.

Ao selecionar o tipo de documento será exibida a opção para identificar se o documento


refere-se a despesa de prestação de SERVIÇO ou aquisição de PRODUTO.

Neste caso, clique na opção Produto →

(2) Inserir a NUMERAÇÃO do comprovante de despesa →

Para o exemplo utilizado (Figura 3.1) a numeração do comprovante de despesa é 3910.

ATENÇÃO !!!

Quando o documento fiscal apresentar a numeração no formato ANO/XXXX (ex:

2017/417), a numeração deverá levar em conta também o ano do documento.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 8
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

Para os casos em que não haja a obrigatoriedade da numeração do comprovante de


despesa(Guias de Tributos, Recibos,...), deixe este campo em branco.

(3) Data de Emissão: é a data na qual o comprovante foi emitido →

No exemplo utilizado (Figura 3.1) a data de emissão é 13/12/2016.

(4) CNPJ →

Para os casos em que não haja a obrigatoriedade do registro do CNPJ (Recibos), deixe o
campo em branco.

No exemplo o CNPJ do fornecedor é 12.612.338/0001-83.

(5) Razão Social/Nome Fantasia/Identificação →

No exemplo utilizado a razão social é “TONNER BRASIL TECNOLOGIA EM


INFORMÁTICA LTDA ME”.

ATENÇÃO !!!

1) Utilizaremos a nomenclatura “identificação”, por exemplo, em recibos de táxi

(TAXI PLACA XXX 1111).

2) Nos casos em que o prestador for PESSOA FÍSICA, digite na “identificação” o

nome do prestador seguido do seu CPF (ex: Cabral Costa Cunha –

CPF:002.643.402-12).

(6) Valor Total →

O valor total do comprovante utilizado (Figura 3.1) é R$ 3.337,00. Quando houver o


desconto, o valor total a ser digitado deverá ser o valor com o desconto. No exemplo em
questão não houve desconto.

(7) Número de Itens →

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 9
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

É a quantidade total de itens de um comprovante de despesa, não confundir com o


quantitativo total de produtos.

No exemplo utilizado (Figura 3.1) o número de itens é cinco (04 item toner + 01 item pen
drive), entretanto, a fim de dinamizar os registros, podemos agrupar os itens equivalentes,
resultando em apenas dois (02) itens: TONER e PEN DRIVE.

Logo que a inserção dos dados solicitados é iniciada, as opções seguintes (Figura 3.5) serão
exibidas. Para o exemplo em questão clique em NÃO para ambos os casos.

Figura 3.5 – Valor da pesquisa de preços e


justificativa para alterações.

ATENÇÃO !!!

Nos casos em que a opção “pagamento realizado acima do valor da pesquisa de

preço” e/ou “pagamento realizado com juros/multas” for assinalada com SIM, será

exibido um campo para a justificativa do ocorrido.

(8) Após a digitação de todos os dados obrigatórios, a tela “Adicionar Comprovante de


Despesa”, ficará conforme a figura seguinte (Figura 3.6). Clique em GRAVAR.

Figura 3.6 – Tela Comprovante de Despesa.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 10
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

Após GRAVAR, a tela seguinte (Figura 3.7) será exibida:

Figura 3.7 – Centro de Custo.

OBS: para voltar para a lista de comprovante de despesa clique no botão conforme a figura
seguinte →

2ª Etapa : Adicionar Centro de Custo

Na etapa anterior, foi realizado o cadastramento do comprovante de despesa. Nesta etapa


serão adicionadas as despesas referentes ao documento em questão, tendo como base o
CENTRO DE CUSTO.

Clique em ADICIONAR CENTRO DE CUSTO (Figura 3.8) →

Figura 3.8 – Adicionar Centro de Custo.

Ao clicar em ADICIONAR CENTRO DE CUSTO, a tela da Figura 3.9 será exibida.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 11
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

Figura 3.9 – Centro de Custo.

(1) Centro de Custos:

O CENTRO DE CUSTOS agrupa as despesas por finalidade e por subvenção.

No Sistema de Gestão Adm. e Financ. das Caixas Escolares existe uma aba específica para
a consulta dos centro de custos (Figura 3.10).

Figura 3.10 – Centro de Custo.

Figura 3.10 – Consulta aos Centros de Custo.

Para o exemplo utilizado na Figura 3.1 temos DOIS centros de custos:

1º) TONER, cujo centro de custo é “Materiais Manut/Rep. Copiadoras Reg. SEDE” (código
0054);

2º) PEN DRIVE, cujo centro de custo é “Materiais de Expediente Reg. SEDE” (código 0049).

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 12
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

Observe que todo e qualquer centro de custo está associado a um código específico, como
mostrado acima, entre parênteses.

Como neste caso específico existem dois centros de custo, será realizado o preenchimento
completo de todas as informações do primeiro centro de custo, inclusive a adição de
produtos, que é a terceira etapa. E após finalizado o preenchimento de todas as informações
referentes ao primeiro centro de custo é que se fará o lançamento das informações do
segundo centro de custo.

Digite o CENTRO DE CUSTOS→

(2) Valor:

Para o exemplo utilizado na Figura 3.1, o tipo de toner é o mesmo, sendo diferenciado
apenas pela cor, então podemos considerar o valor como 4 x R$ 798,00, digitando portanto
R$3.192,00 →

(3) Número de Itens:

O número de itens será relativo ao centro de custos. Como já explicado no item anterior,
temos quatro tipo de toner diferenciados apenas pela cor, então consideraremos, para o
exemplo utilizado, o produto toner como um único tipo de produto.

Digite o Número de Itens →

(4) Tipo de Pesquisa de preços:

Para o tipo de pesquisa temos as seguintes opções →

Para o exemplo utilizado (Figura 3.1), a pesquisa de preços foi realizada por meio de
orçamentos, clique em ORÇAMENTOS.

Ao clicar em orçamentos a janela seguinte será exibida →

No exemplo utilizado foram realizados três orçamentos, selecione 3.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 13
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

Ao selecionar a quantidade de orçamentos realizados a tela seguinte será exibida (Figura


3.11).

Figura 3.11 – Tipo de Pesquisa.

Preencha todos os campos apresentados para os orçamentos (Figura 3.11) de acordo com
os orçamentos apresentados (Figuras 3.12, 3.13 e 3.14). Lembre-se que o valor a ser
registrado para cada orçamento será relativo apenas ao centro de custo específico, cujo
produto é o toner.

Figura 3.12 – Orçamento 01

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 14
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

11/12/2016

Figura 3.13 – Orçamento 02.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 15
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

12/12/2016

Figura 3.14 – Orçamento 03.

Após digitar os dados relativos aos três orçamentos a tela ficará da seguinte forma (Figura
3.15):

Figura 3.15 – Tela orçamentos.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 16
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

(5) Data de pagamento:

Caso o pagamento já tenha sido efetuado, digite a data, caso contrário, deixe em branco.

Para o exemplo utilizado (Figura 3.1), o pagamento foi efetuado em 13/12/2016.

Observe a data do pagamento pelo cheque emitido (Figura 3.16) →

Figura 3.16 – Cheque.

(6) Forma de pagamento:

Para a forma de pagamento temos as seguintes opções →

Para o exemplo utilizado na Figura 3.1 clique em CHEQUE.

Ao clicar em CHEQUE a seguinte tela será exibida →

Preencha os dados solicitados e verifique no extrato bancário se o cheque foi compensado


ou não (Figura 3.17).

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 17
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

Figura 3.17 – Fragmento do extrato bancário.

Após o preenchimento, a tela ficará da forma seguinte →

(7) Conta Bancária:

Selecione a conta bancária relativa a despesa →

Após a inserção de todos os dados necessários, a tela ficará como a exibida na Figura 3.18.

Figura 3.18 – Centro de Custos.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 18
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

(8) Custeio/Capital: na janela custeio/capital selecione custeio →

Após a inserção de todos os dados obrigatórios, clique em GRAVAR →

3ª Etapa : Adicionar Produtos e Serviços

Ao clicar em GRAVAR, na etapa anterior, a tela seguinte será exibida (Figura 3.19) para
Adicionar Produtos e Serviços.

1. Clique em →

Figura 3.19 – Adicionar Produtos e Serviços.

Vale lembrar que agora faremos o lançamento dos produtos relativos ao primeiro centro de
custos do comprovante de despesa (Figura 3.1).

2. Ao clicar em Adicionar Produtos e Serviços, a tela seguinte (Figura 3.20) será exibida.

Figura 3.20 – Adicionar Produtos e Serviços.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 19
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

Na tela exibida (Figura 3.20), insira os dados conforme as orientações seguintes:

(1) Descrição dos Produtos e Serviços: ao iniciar a digitação o sistema buscará em seu
banco de dados a descrição necessária, para este caso TONER PARA MULTIFUNCIONAL
(Clique) →

(2) Quantidade: 8 →

(3) Valor total pago pelo produto/serviço: R$ 3.192,00 →

Após a inserção dos dados solicitados, clique em GRAVAR.

Ao clicar em GRAVAR, a tela seguinte (Figura 3.21) será exibida.

Figura 3.21 – Adicionar Produtos e Serviços.

Observe a tela da Figura 3.21 e as marcações.

(1) Indica que o seu registro foi gravado com sucesso;


(2) Deve ser utilizado quando for inserir novos centros de custos, caso existam, ou outras
verificações;
(3) Deve ser utilizado para voltar para a lista de comprovantes de despesa;
(4) Caso existam outros produtos referentes ao mesmo centro de custo, utilize essa opção;
(5) Indica que o produto foi inserido corretamente e, caso haja alguma divergência, clique
em editar e faça as correções necessárias.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 20
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

Lançamento do Segundo Centro de Custos

Para que a digitação referente ao exemplo da Figura 3.1 fique completa, é necessário agora
registrar o segundo centro de custos. As mesmas orientações para o registro do primeiro
centro de custos deverão ser seguidas, descritas na 2ª etapa (Adicionar Despesa ao
comprovante de despesa).

Clique em “Voltar para a Lista de Centros de Custo” →

2ª Etapa : Adicionar Centro de Custo →

Ao voltar para centros de custo, a tela seguinte será exibida (Figura 3.22).

Clique em “Adicionar Centro de Custo” →

Figura 3.22 – Centros de Custo.

Observe as marcações:

(1) Deve ser utilizada quando for necessária a edição do centro de custo;

(2) Deve ser utilizada caso haja a necessidade de adicionar produtos/serviços ou para
verificação.

Ao clicar em “Adicionar Centro de Custo” a tela exibida será a mesma da Figura 3.9.

Siga as orientações seguintes para o registro dos campos requeridos na tela da Figura 3.9.

(1) Centros de custo →

(2) Valor → valor para o item PEN DRIVE →

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 21
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

(3) Número de itens →

(4) Tipo de pesquisa de preço →

Para o exemplo utilizado (Figura 3.1), a pesquisa de preços foi realizada por meio de
orçamentos, clique em ORÇAMENTOS.

Ao clicar em orçamentos a janela seguinte será exibida →

No exemplo utilizado foram realizados três orçamentos, selecione 3.

Ao selecionar a quantidade de orçamentos realizados a tela seguinte será exibida (Figura


3.23).

Figura 3.23 – Tela Pesquisa de Preços.

Preencher os espaços para orçamentos de acordo com os orçamentos apresentados


(Figuras 3.12, 3.13 e 3.14).

O preenchimento ficará de acordo com a tela seguinte (Figura 3.24).

Figura 3.24 – Tipo de pesquisa de preços.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 22
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

(5) Data de Pagamento →

(6) Forma de Pagamento →

(7) Conta Bancária →

(8) Custeio/Capital: na janela custeio/capital selecione custeio →

Após inserir todos os dados obrigatórios a tela ficará conforme mostrado na Figura 3.25.

Figura 3.25 – Adicionar despesa ao comprovante de despesa.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 23
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

Após inserir todos os dados necessários na tela anterior (Figura 3.25) clique em GRAVAR.

3ª Etapa : Adicionar produtos e serviços

Na 2ª etapa, quando clicar em GRAVAR, a tela seguinte será exibida (Figura 3.26). Clique
em Adicionar Produtos e Serviços →

Figura 3.26 – Adicionar produtos e serviços.

Ao clicar em Adicionar Produtos e Serviços, a tela seguinte (Figura 3.27) será exibida.

Figura 3.27 - Adicionar Produtos e Serviços.

Na tela exibida (Figura 3.27), insira os dados conforme as orientações seguintes:

(1) Descrição dos produtos e serviços: ao iniciar a digitação o sistema buscará em seu
banco a descrição necessária, para o nosso caso PEN DRIVE (Clique);

(2) Quantidade: 5;

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 24
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

(3) Valor total pago pelo produto/serviço: R$ 145,00;

(4) Gravar: clique em GRAVAR para que o produto seja inserido no sistema.
Ao clicar em GRAVAR, verifique na próxima tela (Figura 3.28), como anteriormente, se o
produto foi devidamente inserido.

Figura 3.28 - Adicionar Produtos e Serviços.

Agora que finalizamos o segundo centro de custos, e consequentemente todos os


lançamentos do comprovante de despesa, clique em →

Ao clicar em “Voltar para a lista de Comp. de Despesas” o sistema exibirá a tela inicial de
lançamento de despesas, para que você possa continuar inserindo todos os documentos
necessários.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 25
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

3.2. Lançamento do Comprovante de Despesa: Serviço

Utilizaremos como exemplo para lançamento,o comprovante de despesa da Figura 3.29.

Figura 3.29 – Nota fiscal de serviços eletrônica.

Quando se tratar de comprovante de despesa de serviços é obrigatório, antes de qualquer


coisa, verificar a análise do comprovante de despesa, emitida pelo escritório contábil,
conforme a Figura 3.30.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 26
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

Figura 3.30 – Análise de Comprovante de Despesa.

Verificando a análise fiscal podemos observar que, além do valor pago pelos serviços
(R$1.623,56) ainda incide sobre o valor total da nota o ISSQN (R$ 91,02), o IRRF (R$ 24,24)
e o PIS/COFINS/CSSL (R$ 84,64).

É importante destacar que:

• O valor pago pelos serviços (R$ 1.623,56) está associado ao CNPJ da empresa;

• O ISSQN (R$ 91,02) tem seu recolhimento associado à Secretaria Municipal de


Finanças;

• O IRRF (R$ 21,24) e o PIS/COFINS/CSSL (R$ 84,64) tem seu recolhimento


associado ao Ministério da Fazenda;

Diante do exposto, para o mesmo comprovante de despesa citado, deveremos fazer quatro
lançamentos, onde cada lançamento seguirá três etapas, pois cada despesa está vinculada
a um CNPJ diferente.

1ª Etapa : Adicionar o comprovante de despesa

1. Adicionar tipo de comprovante de despesa →

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 27
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

2. Indicar se o comprovante de despesa é de serviço ou de produto →

3. Inserir a numeração completa do comprovante de despesa →

4. Data de emissão: é a data na qual o documento foi emitido →

5. CNPJ →

6. Razão social/nome fantasia/identificação →

7. Valor total →

8. Número de itens →

Após a digitação de todos os dados obrigatórios, a tela “Adicionar comprovante de despesa”,


ficará conforme a figura abaixo (Figura 3.31). Clique em GRAVAR.

Figura 3.31 – Adicionar Despesa ao Comprovante de Despesa.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 28
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

2ª Etapa : Adicionar Centro de Custo →

Após GRAVAR, será exibida a tela da Figura 3.32, clique em Adicionar Centro de Custo.

Figura 3.32 – Adicionar Centro de Custo.

Ao clicar em Adicionar Centro de Custo, a tela da Figura 3.33 será exibida.

Figura 3.33 - Adicionar Centro de Custos.

Siga os passos abaixo para o executar o preenchimento dos dados solicitados na referida
tela.

É importante lembrar que neste centro de custo será lançado o valor líquido do comprovante
de despesa, que se refere ao valor da mão de obra em questão.

1. Centro de custos →

2. Valor →

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 29
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

3. Número de itens →

4. Tipo de pesquisa de preços →

5. Data do pagamento →

Neste exemplo a data ficará em branco, pois a data do débito(pagamento) só foi realizada
em 02/01/2017. Sendo assim, não houve a quitação no mês de dezembro/2016, como
mostra o comprovante de pagamento (Figura 3.34).

Figura 3.34 – Comprovante de pagamento.

6. Forma de pagamento, conta bancária


e tipo (Custeio e Capital) →

Como a data do débito foi 02/01/207 (Figura 3.34), a forma de pagamento deverá ser Comp.
de Despesa a Pagar, pois a nossa referência é dez/2016.

Após preencher todos os dados obrigatórios, clique em GRAVAR.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 30
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

3ª Etapa : Adicionar produtos e serviços

Aqui você deverá realizar os mesmos passos seguidos no primeiro exemplo (Nota fiscal de
produto, figura 3.1).

Ao inserir todos os dados a tela ficará como segue (Figura 3.35)

Figura 3.35 – Adicionar produtos e serviços.

Após a inserção de todos os dados necessários, clique em GRAVAR e em seguida clique

em VOLTAR PARA LISTA DE DE COMPROVANTE DE DESPESAS, para que o próximo


registro possa ser feito.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 31
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

3.2.1. Lançamento do ISSQN

Embora o ISSQN pertença ao mesmo comprovante de despesa, o lançamento do mesmo,


será realizado em três etapas, pois, como já mencionado, o recolhimento do ISSQN está
vinculado a outro CNPJ.

1ª Etapa : Adicionar o comprovante de despesa

Na aba → clique em → .

Nas Figuras 3.36 e 3.37 estão a GUIA DE RECOLHIMENTO ISSQN e o COMPROVANTE


DE PAGAMENTO DA GUIA.

Figura 3.36 – Guia de Recolhimento de ISSQN.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 32
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

Figura 3.37 – Comprovante de Pagamento da guia de ISSQN.

Ao inserir todos os dados relativos ao comprovante de despesa, a tela ficará c onforme a


Figura 3.38.

Figura 3.38 – Adicionar Comprovante de Despesa.

2ª Etapa : Adicionar Centro de Custo

Após clicar em GRAVAR adicione o centro de custo da GUIA DE RECOLHIMENTO DE


INSS.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 33
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

O preenchimento ficará conforme a figura 3.39

Figura 3.39 – Centro de Custo.

3ª Etapa : Adicionar produtos e serviços

Após clicar em GRAVAR clique em adicionar produtos e serviços e preencha todos os


campos obrigatórios. A tela ficará conforme a Figura 3.40. Clique em GRAVAR.

Figura 3.40 – Adicionar Produtos e Serviços.

Após clicar em GRAVAR, clique em para efetuar os próximos


lançamentos.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 34
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

3.2.2. Lançamento das DARF's ( IRRF e PIS/COFINS/CSSL)

Nas Figuras 3.41, 3.42, 3.43 e 3.44 estão os dois tipos de DARF’s (dois itens), que deverão
ter dois lançamentos separados (seguindo as três etapas).

Figura 3.41– Guia DARF - IRRF.

Figura 3.42 – Comprovante de pagamento da Guia DARF – IRRF.

Figura 3.43 – Guia DARF - PIS/COFINS/CSSL.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 35
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

Figura 3.44 – Guia DARF - PIS/COFINS/CSSL.

Utilize A TABELA 1 como referência para o registro das guias DARF’s no sistema. Cabe
lembrar, mais uma vez, que cada DARF deverá ter seu registro individual no sistema,
seguindo as três etapas.

TABELA 1 – Identificadores para DARF's


Identificadores Para Lançamentos de Despesas
ENTRADAS DARF - IRRF DARF - PIS/COFINS/CSSL
1ª Etapa: Adicionar Comprovante de Despesa
Tipo de comp. Desp. DARF DARF
Numeração Não possui Não possui
Data de emissão 29/12/2016 (A mesma da NF) 29/12/2016 (A mesma da NF)
CNPJ 00.394.460/0058-87 00.394.460/0058-87
Secretaria da Receita Federal do Secretaria da Receita Federal do
Razão social/Identif.
Brasil Brasil
Vínculo NF 2016/132797 NF 2016/132797
Valor total 21,24 84,64
Número de itens 1 1
2ª Etapa: Adicionar Centro de Custo (CC)
Centro de custo 00582 (O mesmo da NF) 00582 (O mesmo da NF)
Valor 21,24 84,64
Número de itens 1 1
Tipo pesq. preço Não se aplica Não se aplica
Data do pagamento Fora do mês, deixe em branco Fora do mês, deixe em branco
Forma de Comp. de despesa a pagar Comp. de despesa a pagar
pagamento
Conta bancária Regular Sede Regular Sede
Custeio/Capital Custeio Custeio
3ª Etapa: Adicionar Produtos e Serviço
Descrição Produtos
TRIBUTO - IRRF TRIBUTO – PIS/COFINS/CSSL
e Serviços

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 36
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

Quantidade 1 1
Valor pago pelo
21,24 84,64
prod./serv.
Após efetuar os lançamentos referentes às duas DARF's (IRRF e PIS/COFINS/CSSL), clique
em ,a tela seguinte (Figura 3.45) será exibida.

Observe as marcações na tela seguinte.

(1) Os valores R$ 1.820,46/ R$ 1.820,46 indicam que a soma dos valores dos itens
referentes à NF 2016/132797 está correta;
(2) Os itens 4/4 indicam que a soma dos itens (de cada comprovante registrado) referentes à
da NF 2016/132797 está correta.

Figura 3.45 – Tela comprovante de despesas.

3.3 LANÇAMENTO DE COMPROVANTES DE DESPESAS - SUBVENÇÃO PESSOAL

Os procedimentos para o lançamentos das despesas referentes à subvenção de pessoal


também deverão seguir as três etapas. Serão listadas a seguir algumas particularidades em
relação à subvenção em questão.

3.3.1. Pagamentos de Empregados

I) Pagamento de Salários

Adicionar Comprovante de Despesa

1) Tipo de comprovante de despesa →

2) Numeração → Deixar em BRANCO.

3) Data de emissão → 1) Se for cheque/transferência para conta do empregado, utilizar a


data do cheque/transferência; 2) Se for Caixa Programado/Folha WEB (por exemplo, pois
cada banco tem sua nomenclatura própria) digitar a data do envio.

4) CNPJ → Deixar o CNPJ em branco.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 37
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

5) Razão Social/Nome Fantasia/Identificação:


→ Se for pagamento com cheque - digitar o NOME COMPLETO DO EMPREGADO –
CPF: XXX.XXX.XXX-XX;
→ Se for pagamento via Caixa Programado (por exemplo, pois cada banco tem sua
nomenclatura própria) ou Transferência Eletrônica para todos empregados,digitar:
FOLHA DE PAGAMENTO DOS EMPREGADOS DA CAIXA ESCOLAR e ou FOLHA
DE PAGAMENTO DOS EMPREGADOS DA CAIXA ESCOLAR - 13º SALÁRIO.

6) Valor total → É o valor total pago.

7) Número de itens → 1.

Adicionar Centro de Custo

1) Centro de → 00176 →

2) Valor → É o mesmo valor registrado no comprovante de despesa.

3) Número de itens → 1.

4) Tipo de pesquisa de preços → Não se aplica.

5) Data de pagamento → 1) Se for cheque ou transferência para conta do empregado, será


a data do cheque ou da transferência; 2) Se for Caixa Programado digitar a data do envio.

6) Forma de pagamento → Transferência eletrônica ou cheque.

7) Conta bancária → Pessoal.

8) Custeio/Capital → Custeio

Adicionar Produtos e Serviços

1) Descrição dos produtos e serviços → a) Folha de pagamentos →

b) 13º Salários →

2) Quantidade → É o número de empregados que receberam o salário (relativo ao


pagamento em questão).

OBS 1: Quando uma parte da folha de pagamentos é realizada por TRANSFERÊNCIA e a


outra é realizada pelo CAIXA PROGRAMADO / WEB CAIXA (por exemplo, pois cada banco
tem sua nomenclatura própria) na mesma data → Somar os valores e lançar transferência
na forma de pagamento.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 38
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

OBS 2: Quando uma parte da folha de pagamentos é realizada pelo CAIXA


PROGRAMADO / WEB CAIXA (por exemplo, pois cada banco tem sua nomenclatura
própria)e a outra parte é realizada por CHEQUE (s) → Deverão ser realizados lançamentos
separadamente identificando cada cheque e a transferência por comprovante de despesa.
II) Pagamento de Férias

O lançamento deverá ser feito nominal ao empregado, ou seja, para cada pagamento
deverão ser seguidas as três etapas: 1ª) Adicionar comprovante de despesa; 2ª) Adicionar
Centro de Custo; 3ª) Adicionar produtos e serviços. Observe abaixo o que muda no
momento do lançamento.

1) Tipo de comprovante de despesa →

2) CNPJ → Deixar em BRANCO.

3) Razão Social/Nome Fantasia/Identificação → Digitar o NOME COMPLETO DO


EMPREGADO – CPF: XXX.XXX.XXX-XX.

4) Centro de custo → 00181 →

5) Descrição dos produtos e serviços →

III) Termo de Rescisão de Contrato

O lançamento deverá ser feito nominal ao empregado, ou seja, para cada pagamento
deverão ser seguidas as três etapas: 1ª) Adicionar comprovante de despesa; 2ª) Adicionar
Centro de Custo; 3ª) Adicionar produtos e serviços. Observe abaixo o que muda no
momento do lançamento.

1) Tipo de comprovante de despesa →

2) CNPJ → Deixar em BRANCO.

3) Razão Social/Nome Fantasia/Identificação → Digitar o NOME COMPLETO DO


EMPREGADO – CPF: XXX.XXX.XXX-XX.

4) Centro de custo → 00584 →

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 39
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

5) Descrição dos produtos e serviços →

3.3.2. Impostos

O lançamento das despesas relativas aos impostos seguirão as mesmas rotinas já


apresentadas anteriormente: 1) 1ª Etapa: Adicionar Comprovante de Despesa; 2) 2ª Etapa:
Adicionar Centro de Custo; 3) 3ª Etapa: Adicionar Produtos e Serviços.

As tabelas 2 e 3 servirão como auxílio para os lançamentos referentes aos impostos.

TABELA 2 – Identificadores para INSS (GPS), FGTS e PIS (DARF)


Identificadores Para Lançamentos de Despesas
ENTRADAS INSS (GPS) FGTS PIS (DARF)
1ª Etapa: Adicionar Comprovante de Despesa
GPS sobre a folha de Guia Recolhimento DARF sobre folha
Tipo de comp. Desp.
Pagamento de FGTS de Pagamento
Numeração Deixar em branco Deixar em branco Deixar em branco
Mesma do Mesma do Mesma do
Data de emissão
pagamento pagamento pagamento
CNPJ 00.394.528/0001-92 00.3060.305/0001-04 00.394.460/0058-87
Ministério da Previd. Caixa Econômica Secretaria da
Razão social/Identif.
e Assistência Social Federal Receita Federal
Valor total Valor total da Guia Valor total da Guia Valor total da DARF
Número de itens 1 1 1
2ª Etapa: Adicionar Centro de Custo (CC)
Centro de custo 00177 00178 00179
Valor pago ref. ao Valor pago ref. ao
Valor Valor pago ref. ao CC
CC CC
Número de itens 1 1 1
Tipo pesq. preço Não se aplica Não se aplica Não se aplica
Conta bancária Pessoal Pessoal Pessoal
3ª Etapa: Adicionar Produtos e Serviço
Descrição Produtos Tributo – PIS sobre
Tributo – GPS/INSS Tributo - FGTS
e Serviços Folha Pagamento
Quantidade 1 1 1
Valor pago pelo Valor pago pelo Valor pago pelo Valor pago pelo
prod./serv. prod./serv. prod./serv. prod./serv.

TABELA 3 – Identificadores para IRRF (DARF), Guia rescisória FGTS


Identificadores Para Lançamentos de Despesas
ENTRADAS IRRF (DARF) Guia Rescis. FGTS
1ª Etapa: Adicionar Comprovante de Despesa
Tipo de comp. Desp. DARF sobre Folha FGTS rescisório

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 40
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

de Pagamento
Numeração Deixar em branco Deixar em branco
Mesma do Mesma do
Data de emissão
pagamento pagamento
CNPJ 00.394.460/0058-87 00.360.305/0001-04
Secretaria da receita Caixa Econômica
Razão social/Identif.
Federal Federal
Valor total Valor total da DARF Valor total da Guia
Número de itens 1 1
2ª Etapa: Adicionar Centro de Custo (CC)
Centro de custo 00179 00178
Valor Valor pago ref. ao CC Valor pago ref. ao CC
Número de itens 1 1
Tipo pesq. preço Não se aplica Não se aplica
Conta bancária Pessoal Pessoal
3ª Etapa: Adicionar Produtos e Serviço
Descrição Produtos Tributo – IRRF sobre Tributo – FGTS
e Serviços Folha Pagamento rescisório
Quantidade 1 1
Valor pago pelo Valor pago pelo Valor pago pelo
prod./serv. prod./serv. prod./serv.

3.3.3. Vale Transporte/Vale Alimentação

O lançamento das despesas relativas às aquisições de vales transporte e alimentação


seguirão as mesmas rotinas já apresentadas anteriormente: 1) 1ª Etapa: Adicionar
Comprovante de Despesa; 2) 2ª Etapa: Adicionar Centro de Custo; 3) 3ª Etapa: Adicionar
Produtos e Serviços.

A tabela 4 servirá como auxílio para os lançamentos referentes aos vales transporte e
alimentação.

Antes de efetuar a inserção dos dados no sistema é importante observar:

1) Vale Transporte: Quando do recebimento do comprovante de despesa referente a Taxa


de Serviço, editar o Recibo de Vale Transporte Eletrônico e lançar no campo
observação”Taxa de serviços de R$ ----,-- referente a NF ----/---”.

2) Vale Alimentação:

TABELA 4 – Identificadores para Vales Transporte e Alimentação


Identificadores Para Lançamentos de Despesas
ENTRADAS Vale Transporte Vale Alimentação
1ª Etapa: Adicionar Comprovante de Despesa
Recibo de Vale Transporte
Tipo de comp. Desp. Nota Fiscal Eletrônica
Eletrônico

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 41
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

Numeração Número do Pedido Número da NFe


Data de emissão Data do Pedido Data da NFe
CNPJ CNPJ da Transfácil ou Ótimo CNPJ da SODEXO
Razão social/Identif.
Transfácil ou Ótimo SODEXO
Valor total Valor total do Boleto Valor total do comp. de despesa
Número de itens 1 1
2ª Etapa: Adicionar Centro de Custo (CC)
Centro de custo 00182 00183
Valor Valor total do Boleto Valor total Líquido
Número de itens 1 1
Tipo pesq. preço Não se aplica Não se aplica
Conta bancária Pessoal Pessoal
3ª Etapa: Adicionar Produtos e Serviços
Descrição Produtos Vale Transporte para Vale Alimentação para
e Serviços Empregados Empregados
Quantidade de cartões Quantidade de cartões
Quantidade
carregados carregados
Valor pago pelo
Valor pago pelo prod./serv. Valor pago pelo prod./serv.
prod./serv.

3.3.4. Pagamento de Honorários/Contratos

O lançamento das despesas relativas aos pagamentos com honorários e contratos seguirão
as mesmas rotinas já apresentadas anteriormente: 1) 1ª Etapa: Adicionar Comprovante de
Despesa; 2) 2ª Etapa: Adicionar Centro de Custo; 3) 3ª Etapa: Adicionar Produtos e
Serviços.

A tabela 5 servirá como auxílio para os lançamentos referentes aos honorários/contratos.

TABELA 5 – Pagamentos Honorários e Contratos


Identificadores Para Lançamentos de Despesas
ENTRADAS Advocatício CH & TCR Arte Informática
1ª Etapa: Adicionar Comprovante de Despesa
Tipo de comp. Desp. Nota Fiscal Elet. Nota Fiscal Elet. Nota Fiscal Elet.
Numeração Número da NFe Número da NFe Número da NFe
Data de emissão Data da NFe Data da NFe Data da NFe
CNPJ Vide NFe Vide NFe Vide NFe
Razão social/Identif. Vide NFe Vide NFe Vide NFe
Valor total Valor Bruto Valor Bruto Valor Bruto
Verificar a análise Verificar a análise Verificar a análise
Número de itens
contábil contábil contábil
2ª Etapa: Adicionar Centro de Custo (CC)
Centro de custo 00621 00581 00581
Valor Valor Líquido Valor Líquido Valor Líquido
Número de itens 1 1 1

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 42
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

Tipo pesq. preço Contratos Contratos Contratos


Conta bancária Pessoal Pessoal Pessoal
3ª Etapa: Adicionar Produtos e Serviço
Mão de Obra –
Mão de Obra –
Descrição Produtos Manutenção do
Honorários Jurídicos Suporte Técnico de
e Serviços Relógio Eletrônico
Informática
de Ponto
Quantidade 1 1 1
Valor pago pelo
Valor Líquido Valor Líquido Valor Líquido
prod./serv.

Obs.: Havendo retenção de impostos/tributos o lançamento deverá seguir os mesmos


procedimentos estabelecidos para Comprovante de Despesa de Serviço.

3.4. Despesas Bancárias que Constam no Extrato

As despesas bancárias que constam no extrato (exemplo: imposto de renda, manutenção de


conta, tarifas de devolução, outras) deverão seguir os mesmo procedimentos de registro das
demais despesas, observando devidamente o centro de custo de cada uma.

IDENTIFICAÇAÕ DOS CENTROS DE Adeq. Esp. Adeq. Adeq.


Regular SEDE Regular UMEI Regular UMEI 2 PAP sede PAP UMEI PAP UMEI 2 PEI PEA sede Esp.UMEI Esp.UMEI 2
CUSTO
Despesas Bancárias 570 664 763 861 882 903 975 993 1007 1021 1035
IRRF / IOF sobre aplic. financeira 571 665 762 862 883 904 976 994 1008 1022 1036

4. PROCEDIMENTOS PARA O LANÇAMENTO DE RECEITAS

Na aba GESTÃO FINANCEIRA clique em RECEITA (1) e depois clique em ADICIONAR


RECEITA (2), conforme a figura seguinte.

Após clicar em ADICIONAR RECEITA a tela seguinte será exibida, preencha o solicitado e
grave o registro.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 43
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

4.1. Centros de Custos Receitas (Principais)

4.1.1. Créditos da PBH nas Subvenções Municipais

TABELA 6 – Centros de Custo – Créditos PBH/Subvenções Municipais


CENTROS DE CUSTO
SUBVENÇÃO CÓDIGO NOME
Regular Sede 00329 Provisao Invest. Biblioteca REG
00366 Sub. Promocao ao Educando REG SEDE
00367 Subv. Conserv. e Manutencao REG SEDE
Regular Umei 00330 Provisao Invest. Biblioteca REG UMEI
00331 Provisao Invest. Biblioteca REG UMEI 2
00369 Sub. Promocao ao Educando REG UMEI
00370 Subv. Conserv. e Manutencao REG UMEI
00371 Subv. Promocao ao Educando REG UMEI 2
00372 Subv. Conserv. E Manutencao REG UMEI 2
Demais Subvenções 00368 Subv. PESSOAL
00379 Subv. PAP SEDE
00380 Subv. PAP UMEI
00381 Subv. PAP UMEI 2
00382 Subv. PAP UMEI 3
00385 Subv. Subv. ESCOLA INTEGRADA
00386 Subv. ESCOLA ABERTA MUNICIPAL
00387 Subv. ADEQUAÇÃO ESPAÇO ESCOLAR SEDE
00388 Subv. ADEQUAÇÃO ESPAÇO ESCOLAR UMEI
00393 Subv. PROJETOS INSTITUCIONAIS
00394 Subv. PROJETOS INSTITUCIONAIS OPCA
00395 Subv. PROJETOS INSTITUCIONAIS SIM
00396 Subv. PROJETOS INSTITUCIONAIS UCA

4.1.2. Créditos do FNDE nas Subvenções Federais - PDDE's

TABELA 7 – Centros de Custo – Créditos FNDE


CENTROS DE CUSTO
SUBVENÇÃO CÓDIGO NOME
PDDE EDUCAÇÃO 00399 Subv. PDDE Educ. Basica - custeio
BÁSICA
00400 Subv. PDDE Educ. Basica - capital
PDDE FEFS 00401 Subv. PDDE/FEFS - custeio
00402 Subv. PDDE/FEFS - capital
PDDE EDUC INTEGRAL 00403 Subv. PDDE/Educ. Integral - custeio
00404 Subv. PDDE/Educ. Integral - capital
PDDE PDE ESCOLA 00405 Subv. PDDE/PDE Escola - custeio
00406 Subv. PDDE/PDE Escola - capital
PDDE ESTR/ ESC. ACESS. 00407 Subv. PDDE Estr./ Esc. Acessivel - custeio
00420 Subv. PDDE Estr./ Esc. Acessivel - capital

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 44
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

PDDE 00421 Subv. PDDE Qualid/Atleta na Esc - custeio


QUALIDADE/ATLETA
00422 Subv. PDDE Qualid/Atleta na Esc - capital
PDDE QUALID./ESC. 00423 Subv. PDDE Qualid/Esc. Sustent. - custeio
SUST.
00428 Subv. PDDE Qualid/Esc. Sustent. - capital
PDDE QUALID./AÇÃO 00464 Subv. PDDE Qualid/Acao Mais Cult - custeio
MAIS CULT.
00465 Subv. PDDE Qualid/Acao Mais Cult - capital

4.2. Transferências

TABELA 8 – Centros de Custo – Transferências


CÓDIGO NOME
00322 Transferencia entre Caixas Escolares
00362 Transferencia Interna entre Contas

4.3. Restituições

TABELA 9 – Centros de Custo – Restituições


CÓDIGO NOME
00568 Recup. de Despesas Admin. Reg. SEDE
00545 Recup. Despesas Const/Manut Reg. SEDE
00531 Recup. de Despesas Pedags. Reg. SEDE
00991 Recuperacao de Despesas ESC. AB. MUN
01061 Recuperacao de Desps. Ped. PROJ. INST.
01073 Recuperacao de Desps. Ped. PROJ. SIM
01085 Recuperacao de Desps. Ped. PROJ. UCA
01097 Recuperacao de Desps. Ped. PROJ. OPCA
01300 Recuperacao de Desps. Ped. REC. PRIV
00880 Recuperacao Despesas Pedag. PAP UMEI
00949 Recuperacao de Ddespesas Pedags. E.I
00958 Recuperacao de Despesas Cons. E.I
00973 Recuperacao de Despesas ADM E.I
00622 Recup. de Despesas Pedags. Reg. UMEI
00641 Recup. de Despesas de Conserv. Reg. UMEI
00721 Recup. de Despesas Pedags. UMEI
00740 Recup. de Despesas Cons/Man. Reg. UMEI 2

4.4. Rendimentos de Aplicações Financeiras Municipais

TABELA 10 – Centros de Custo – Aplic. Financ. Municipais


CÓDIGO NOME
00415 Rendimento Aplic. Financ. REGULAR SEDE
00416 Rendimento Aplic. Financ. PESSOAL

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 45
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

00417 Rendimento Aplic. Financ. REGULAR UMEI


00418 Rendimento Aplic. Financ. REGULAR UMEI 2
00424 Rendimento Aplic. Financ. PAP SEDE
00425 Rendimento Aplic. Financ. PAP UMEI
00426 Rendimento Aplic. Financ. PAP UMEI 2
00430 Rend. Aplic. Financ. ESCOLA INTEGRADA
00431 Rend. Aplic. Financ. ESCOLA AB MUNICIPAL
00432 Rend. Aplic. Financ. Adeq.Esp.Esc. SEDE
00433 Rend. Aplic. Financ. Adeq.Esp.Esc. UMEI
00434 Rend. Aplic. Financ. OBRAS/REFORM UMEI 2
00438 Rend. Aplic. Financ. PROJ.INSTITUCIONAIS
00439 Rend. Aplic. Financ. PROJ. INSTITUC.OPCA
00440 Rend. Aplic. Financ. RECURSOS PRIVADOS
00441 Rend. Aplic. Financ. PROJ. INSTITUC. SIM
00442 Rend. Aplic. Financ. PROJ. INSTITUC. UCA

4.5. Rendimentos de Aplicações Financeiras Federais - PDDE's

TABELA 11 – Centros de Custo – Aplic. Financ. Federais


CÓDIGO NOME
00444 Rend. Aplic. Financ. PDDE Educ. Basica
00445 Rend. Aplic. Financ. PDDE/FEFS
00446 Rend. Aplic. Financ. PDDE/Educ. Integral
00447 Rend. Aplic. Financ. PDDE/PDE Escola
00448 Rend. Aplic. Fin. PDDE Estr./Esc. Acess.
00449 Rend. Aplic. Fin.PDDE Qualid/Atleta Esc.
00450 Rend. Aplic. Fin.PDDE Qualid./Esc. Sust.
00451 Rend.Aplic.Fin.PDDE Qual/Acao Mais Cult.

5. Centros de Custo Usuais

Conforme já explicado, no Sistema de Gestão Adm. e Financ. das Caixas Escolares existe
uma aba específica para a consulta dos centro de custos.

Figura 3.10 – Centro de Custo.

A planilha 1 poderá ser utilizada para auxiliar na pesquisa de alguns códigos de centros de
custo.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 46
Manual Operacional da Ferramenta de Gestão Financeira do SIGAF

PLANILHA 1 – Centros de Custo Usuais


IDENTIFICAÇAÕ DOS CENTROS DE Adeq. Esp. Adeq. Adeq.
Regular SEDE Regular UMEI Regular UMEI 2 PAP sede PAP UMEI PAP UMEI 2 PEI PEA
CUSTO sede Esp.UMEI Esp.UMEI 2
Móveis e Utensílios
215 221 227 239 244 249 259 264
(Bens permanentes)
Máquinas e Equipamentos
216 222 228 240 245 250 260 265
(Bens permanentes)
Equipamentos de Informática
217 223 229 241 246 251 261 266
(Bens permanentes)
Brinquedos Recreativos
218 224 230 242 247 252 262 267
(Bens permanentes)
Biblioteca
219 225 231
(Bens permanentes)
Materiais Pedagógicos 500 590 690
Materiais Didático/Pedagógicos 844 656 886
Materiais para Oficinas 928 979
Materiais para Biblioteca 501 591 691 929
Complementação de Alimentação
502 592 692 930 982 (PEF)
Escolar
Promoções e Eventos 503 593 693
Transporte de Urgência para Alunos
504 594 694
Materiais Higiene e Uso Pessoal 507 597 696
Reposição de Utensílios para a Cantina
508 598 697 932
Assinaturas de Jornais, Revistas e
509 599 698 847 868 889 933
Periódicos
Lanches para Eventos com Alunos 510 600 699 934 983(PEF)
Visitas a Entidades Culturais 511 601 700 849 870 891 935
Excursões Pedagógicas 512 602 701 850 871 892 936 980
Locação de Brinquedos 514 604 703 851 872 893 937 988 (PEF)
M.O. Assistência Saúde de Urgência 516 606 705
M.O. com Serviços Pedagógicos 517 607 706 853 874 895 941 987
M.O com Oficinas Projetos
852 873 894
Pedagógicos
Serviços de Capacitação e
518 608 707 875 896 896
Aperfeiçoamento Docente
Materialidade para Inclusão 520 610 709
Uniformes para Estudantes 522 612 711 944
Transporte para Estudantes 523 613 712
Medicamentos p/ Atendimento
526 616 715
Urgência
Materiais de Limpeza 532 623 722 950
Materiais Conserv/Manut/Reparos 624 533 723 951 997 1011 1025
Materiais Manut/Rep. Copiadoras 534 625 724
Materiais para Jardinagem 535 626 725
M.O. Conserv./Manut. e Reparos 536 627 726 952 998 627 1026
M.O. Manut./Reps. de Copiadoras 537 628 727
M.O. com Capina e Jardinagem 538 629 728
Locação de Máquinas/Equipamentos 539 630 704 953
Ferramentas e Acessórios 540 631 708
M.O. com Segurança Eletrônica 542 634 733 954
Manutenção de Elevador 543 635 734
M.O. com Limpeza Urbana 544 636 735
Materiais de Expediente 549 642 741 960
Transporte Administrativo 550 643 742
Taxas e Emolumentos 552 645 744 962
Tarifas Postais 553 646 745
Lanche para Eventos Pedagógicos 554 647 746
Café para Professores 555 648 747
Locação de Máquinas Copiadoras 557 651 750
Outras Despesas Transporte
559 653 752
Administrativo
M.O. Serviços de Honorários
565 658 757
Contábeis
Premiações para Alunos 846 867 888
Estadias Lanche para Eventos com
848 869 890
Alunos
Bolsa Estagio 938
Seguros de Estagiários 939
Auxilio Transporte p/ Estagiários 940
Aluguel imóvel PEI 965
Outras Despesas com aluguel 966
Ajuda de Custo p/ Voluntários
984
E.AB.MUN

Nota: As atualizações/esclarecimentos de dúvidas serão tratados no Ambiente Virtual de Aprendizagem –


AVA(http://eadnovo.pbh.gov.br/), no tópico SISTEMA DE GESTÃO ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA DAS CAIXAS
ESCOLARES – SIGAF.

Manual elaborado por: Ana Paula L. Ferreira Silva, Constantino Veríssimo dos Santos Filho e Renato Alves Pereira. 47