Você está na página 1de 5

Meio: Imprensa Pág: 54

Carros & Motores País: Portugal Cores: Cor

Period.: Mensal Área: 20,50 x 27,70 cm²

ID: 72839563 01-01-2018 Âmbito: Desporto e Veículos Corte: 1 de 5

TESTE

AULT GRAND SCÉNIC DCI 110 ENERGY HYBRID ASSIST

Numa época em que as mecânicas Dieself


começam a estar sob ameaça de extinção,
a Renault optou precisamente por essa
tecnologia para produzir o seu primeiro
híbrido (ou melhor, um híbrido ligeiro'),
trazendo os benefícios da eletrificação,
para auxiliar o bem conhecido 1.5 dCi
de 110 CV.

Sete
lugares

EURONCAP
TESTE 2016 )4.*

AIXIL e ¡A 12 corar C,4 O

‘67'') <EGURA C)

O SISTEMA HÍBRIDO TEM

En II
nevitável, os híbridos ga-
ham espaço cada vez
FUNCIONAMENTO MUITO REFINADO,
QUER NO RUÍDO, QUER NAS
VIBRAÇOES
terias, em que a bateria secundária
de 12 volts fornece energia para fun-

, maior na indústria auto-


ável face à necessida-
de de os fabricantes terem de cum-
cionalidades como a iluminação,
limpa-vidros e ABS. enquanto uma
bateria de tração de 48 volts, loca-
prir as metas mais restritivas para as lizada sob o piso traseiro, armazena
emissões poluentes. Mas, ao con- energia cinética decorrente da de-
trário daquela que tem sido a opção saceteração para, depois, fornecer
escolhida pela grande maioria das binário adicional ao motor turbodie-
marcas para os seus sistemas, a Re- sel. Em virtude de tudo isto, é pro-
nault foi contra a corrente e decidiu metida uma redução de consumos
'pegar' num Diesel, o popular 1.5 dCi e emissões de CO2 que pode chegar
de 110 CV, para juntar um pequeno aos 10%, incrementando, por ou-
motor elétrico que, não permitindo tro lado, o binário em até 15 Nm (de
modo zero emissões, fornece assis- 260 para 275 Nm).
tência relevante ao bloco térmico. trar as vantagens da aliança entre nologia beneficia dos avanços feitos
Noutra escolha contracorrente motores térmicos e elétricos em na gama 100% elétrica (Z.E.). Mas, CONDUÇÃO EFICAZ
(mas inteligente), para a estreia do modelos de grande porte. este é um modelo em que o mo- A condução deste Grand Scénic
seu sistema a Renault optou por um tor elétrico serve de assistente (não não difere em quase nada da va-
estilo de carroçaria que tem vindo a FUNCIONALIDADE permitindo modo 100% EV), daí riante convencional. O motor 1.5 dCi
perder adeptos em favor dos SUV COMPROVADA que a própria Renault o denomine continua a mostrar-se bastante efi-
de grandes dimensões. a dos mo- A marca francesa garante que mui- Hybrid Assist. Conta com um motor caz e enérgico, mas beneficia agora
novolumes, servindo para demons- to do desenvolvimento desta tec- elétrico de 10 kW (14 CV) e duas ba- de uma maior elasticidade em bai-
Meio: Imprensa Pág: 55
Carros & Motores País: Portugal Cores: Cor

Period.: Mensal Área: 20,50 x 27,70 cm²

ID: 72839563 01-01-2018 Âmbito: Desporto e Veículos Corte: 2 de 5


1.

FICHA TÉCNICA
RENAULT GRAND SCÉNIC
PREÇO: 34.900 E DCI110 HYBRID ASSIST
MOTOR TÉRMICO Diesel, 4 cilindros
em linha, turbo
CILINDRADA 1.461 cm'
MOTOR ELÉTRICO 14 CV/10 kW
POTÊNCIA COMB. 110 CV às 4.000 rpm
BINÁRIO MÁXIMO 260 Nm às 1.750 rpm
(275 Nm d motor
elétrico)
V. MÁXIMA 181 km/h
ACELERAÇÃO 13,7s (0 a 100 km/h)
CONSUMO 3,6 I/100 km (misto)
EMISSÕES CO, 94 gtkm
DIMENSÕES (CRIA) 4.635 / 1.866 / 1.655 mm
PNEUS 195/55 R20
PESO 1.540 kg
BAGAGEIRA 233-5961
PREÇO 34.900C
LANÇAMENTO Novembro de 2017

AVALIA ÃO
PREÇO
PRESTAÇÕES
COMPORTAMENTO
CONSUMO

Jantes
de 20 -s-j

17

xos regimes fruto da compensação plano o facto de se estar aos co- te, tirando assim partido da direção
oferecida pelo binário elétrico. Face mandos de um monovolume de se- muito informativa e do amorteci-
ao 1.5 da convencional, não passa te lugares. Notório é o efeito de de- mento correto que oferece dinamis- jITROËN GRAND C4
do '8 ao 80', mas sente-se efetiva- saceleração quando se tira o pé do mo sem retirar conforto. Sobretudo, PICASS01.6 BLUEHDI
mente um vigor reforçado nas pres- acelerador, devido à regeneração porque pode contar também com o 120 FEEL
tações, sobretudo quando é neces- de energia cinética para a bateria a sistema Multi-Sense (com base no TIPO DE MOTOR Diesel, 4 cilindros
em linha, turbo
sário recuperar velocidade de forma descer ou em terreno plano, surgin- tabiet R-Link 2 da consola central
CILINDRADA 1.560 crn1
mais veloz, com o Diesel a ser bem do essa indicação num gráfico novo com 8.7") com cinco modos de con- POTÊNCIA 120 CV às 3.500 rpm
auxiliado pelo pequeno motor elé- colocado no lado esquerdo do pai- dução — Normal, Eco, Confort, Sport CONSUMO 4,0 8100 km (misto)
trico. Ainda assim, as recuperações nel de instrumentos. e Perso — que alteram a parametri- PREÇO 32.698

'preferem', muitas vezes, o recurso Quanto aos consumos e emis- zação da suspensão, direção, res- Encontrar um rival para este
à caixa manual de seis velocidades sões, a Renault aponta registos de posta do acelerador e iluminação Grand Scénic "eletrificado" não é fácil.
ambiente. Pela eficiéncia do motor turbodiesel
(com manuseamento eficaz e es- 3,6 1/100 km e 94 g/km de CO,, res-
e pela versatilidade interior,
calonamento curto nas primeiras petivamente, sendo que a média o Grand C4 Picasso acaba por ser
quatro relações). deste ensaio foi algo superior: 4,9 VERSÁTIL COMO SEMPRE uma opção relevante neste segmento,
1/100 km, o que não deixa de ser um A bordo mantêm-se os mesmos pautando-se ainda pelo conforto
No geral, se há algo que este sis-
tradicional da Citroën.
tema Hybrid Assist consegue é aju- valor realista e muito positivo. predicados de funcionalidade, com
dar a disfarçar os mais de 1.500 kg Com jantes de 20" e um chassis posição de condução elevada em
do modelo, mesmo que não trans- estruturalmente muito avançado virtude de altura ao solo que apro-
figure o seu carácter. Porém, ao vo- graças à utilização de aços de eleva- xima este monovolume de um SUV,
lante, a combinação proposta nesta da resistência, o Grand Scénic é sur- mesmo que não de forma assumida
solução híbrida 'ligeira' ('mild hybrid' preendentemente ágil e permite um como a Renault fez com a Espace.
em inglês) remete para segundo comportamento muito interessan- Destaca-se pela qualidade interior -÷
Meio: Imprensa Pág: 56
Carros & Motores País: Portugal Cores: Cor

Period.: Mensal Área: 20,50 x 27,70 cm²

ID: 72839563 01-01-2018 Âmbito: Desporto e Veículos Corte: 3 de 5

A assinatura luminosa Renault


incorpora tecnologia LED Pure Vision.
Na traseira, o logotipo Hybrid Assist é a
única diferença exterior desta versão.

de muito bom nível, pela insonori- segunda linha de bancos permite na segurança e assistência, como
zação e pela sua tremenda versati- que os passageiros maiores pos- a travagem de emergência (com
lidade, com muitos espaços de ar- sam cumprir viagens não muito deteção de peões), cruise control,
rumação, como por exemplo, entre longas, já que as pernas vão mui- assistente de manutenção de via,
os bancos da frente (consola des- to dobradas face ao tronco. É pos- alerta de deteção de fadiga, câma-
As jantes de 20" são opção única
para a Grand Scénic: melhora a lizável) e nas portas. mas também sível, mas idealmente, para tra¡e- ra de marcha-atrás e ajuda ao es-
dinãinica e assegura bons níveis com quatro alçapões sob o piso. A tos curtos. Seja como for, para a tacionamento. entre outros. Anali-
de conforto. sando este conjunto, os 34.900 €
bagageira apresenta imensos 596 segunda fila tem bastante espaço
litros no formato de cinco lugares, para as pernas e em altura, mesmo acabam por ser um forte argumen-
escondendo os dois bancos su- para os mais altos, podendo-se to, até porque ficam abaixo do va-
plementares traseiros. Esses per- apontar também a largura como lor pedido para igual motor com
mitem acomodar facilmente duas predicado positivo, mesmo que caixa EDC... E convém recordar que
crianças, mas adultos só com a co- não seja referencial. Disponível no é Classe 1 quando associado a Via
operação de quem vai na segunda nível Intens. apresenta bastante Verde. •
fila: apenas oafuste longitudinal da ecitkámento ag!iegado sobretudo MIGUEL SILVA itlIttliAULci cAusro
• • .+! - •
th, • "
1.... - •

A capacidade da bagageira oscila


consoante a disposição da segunda
e terceira fila de bancos, começando
nos 233 litros da configuração
de sete lugares.

- CONCLUSÃO
Não entrando em soluções
tecnicamente dispendiosas.
a Renault optou por um
sistema híbrido simples que
permite ao Grand Scénic
melhorar ligeiramente
as suas prestações e ao
mesmo tempo beneficiar
os consumos e as emissões.
Junte-se uma versatilidade
a toda a prova, um farto
equipamento e uma
condução refinada e esta
pode ser a escolha acertada
para grandes famílias.
Meio: Imprensa Pág: 57
Carros & Motores País: Portugal Cores: Cor

Period.: Mensal Área: 20,50 x 27,70 cm²

ID: 72839563 01-01-2018 Âmbito: Desporto e Veículos Corte: 4 de 5

A gaveta Easy Life que serve de


porta-luvas abre por intermédio
de um sensor, mas pode bater
HABITÁCULO BEM CONCEBIDO nos joelhos do passageiro...
COM MUITOS DETALHES DE QUALIDADE
E 63 LITROS DE ARRUMAÇÃO.
EXCELENTE INSONORIZAÇÃO

I A única diferença na instrumentação é o


indicador de consumo e recuperação de
energia situado à esquerda do velocímetro.
2 Os bancos traseiros podem ser rebatidos
com um único toque a partir da bagageira.
3 0 ecrã tátil de 8.7" é o centro de comando
do R-Link 2. Controla quase todas as funções,
mas algumas requerem habituação.

EQUIPAMENTO
SÉRIE Airbags dianteiros, laterais e de cortina; ABS; ISOFIX; con-
trolos de estabilidade e de tração; Hill-holder; sistema de alerta de
colisão; alerta de desvio de faixa; travagem de emergência com
deteção de peões; reconhecimento dos sinais de trânsito; aler-
ta de deteção de fadiga; comutação automática das luzes de es-
trada e de cruzamento; cruise control; fecho central de portas; ar
condicionado automático bi-zona; travão de parque elétrico; vo-
lante multifunções em pele; sensores de estacionamento dian-
teiros e traseiros; ajuste em altura do banco do condutor; faróis
de halogéneo; faróis diurnos LED; sensores de chuva e luz; car-
tão Renault de acesso e ignição sem chave; retrovisores elétricos
e retrateis: câmara traseira; sensor de pressão dos pneus; siste-
ma multimédia R-Link2 com ecrã de 8.7", navegação, Bluetooth,
ligações USB, aplicações e Multi-Sense; seis altifalantes; e jantes
de liga leve de 20 polegadas..

OPCIONAIS Pintura metalizada ou nacarada bi-tom (610 €); siste-


ma de assistência na transposição involuntária de faixa (300 €);
alerta de distância de segurança (300 €).

VERSATILIDADE E ESPAÇO GENEROSO PARA


AS DUAS PRIMEIRAS FILAS. NA TERCEIRA,
CRIANÇAS PREFERENCIALMENTE
Meio: Imprensa Pág: 3
Carros & Motores País: Portugal Cores: Cor

Period.: Mensal Área: 7,41 x 2,60 cm²

ID: 72839563 01-01-2018 Âmbito: Desporto e Veículos Corte: 5 de 5

54. TESTE
RENAULT GRAND SCÉNIC DCI 110 ENERGY
HYBRID ASSIST
O Grand Scénic associa um sistema híbrido
simples ao conhecido motor dCi 110 garantindo
melhores prestações com consumos e
emissões mais baixos.