Você está na página 1de 18

Alguns esquemas para celebrações de

Catequese da Infância e Adolescência


 Festa do Pai Nosso
 Festa da Vida
 Festa do Perdão e da Eucaristia
 Festa do Envio
 Festa da Palavra
 Outras Celebrações
 Festa da Fé

Festa do Pai Nosso


1 - INTRODUÇÃO

A nosssa comunidade paroquial está hoje de parabéns e em festa, porque


as crianças mais novas da catequese vão receber o Pai Nosso.
Elas foram aprendendo, ao longo do ano, que Deus é um Pai maravilhoso,
que nos dá a vida, cuida de nós e que tudo faz para nosso bem. Com Jesus
aprenderam a tratá-Lo por Pai do Céu, dizendo-lhe PAI NOSSO QUE ESTAIS
NOS CÉUS. Elas aprederam também que, pelo baptismo, fazemos parte da
família de Deus, a Igreja. E é esta família que está hoje reunida.
Com os mais pequeninos vamos louvar o Pai do Céu durante a Eucaristia...

2 - LEITURAS

3 - HOMILIA

4 - CREDO

5 - ORAÇÃO DOS FIÉIS

6 - LITURGIA EUCARÍSTICA

7 - PAI NOSSO

Ainda há poucos anos os pais destas crianças pediram o baptismo para os


seus filhos. Nesse dia o sacerdote fez uma oração para que concedesse às
crianças a graça de "em breve poderem ouvir a Sua Palavra e professar a fé
para louvor e glória de Deus. Na catequese e nas missas, elas já ouvem a
palavra de Deus e aprendem a louvar o Pai do Céu.
No dia do baptismo rezamos o Pai Nosso em nome delas. Hoje as crianças
vão receber o Pai Nosso e rezar publicamente a oração dos filhos de Deus.
Entrega:

__________RECEBE O PAI NOSSO, A ORAÇÃO QUE JESUS ENSINOU. REZA-A


TODOS OS DIAS EM SINAL DE AMOR AO PAI DO CÉU.

Hoje a nossa comunidade está mais enriquecida, porque este grupo de


crianças chama a Deus Pai de uma forma mais consciente. Vamos rezar
com elas, dando as mãos em sinal da união que deve existir entre os filhos
de Deus.

Festa do Perdão e da Eucaristia


Início

INTRODUÇÃO À CELEBRAÇÃO:

1 Catequizando:
Hoje é um dia muito especial para todos nós. Depois de 2 anos de catequese descobrimos
várias coisas:
* Que Jesus é o Filho de Deus e nós somos seus irmãos.
* Que Jesus é Deus Connosco e nós com Ele.
* Que Jesus perdoa-nos, na confissão, quando nos arrependemos dos nossos pecados e quer
que perdoemos a quem nos faz mal.
* Que Jesus está no meio de nós de muitas maneiras e alimenta-nos com a sua Palavra e o seu
Corpo na Eucaristia.
Por tudo isto que descobrimos, sentimos muita alegria neste dia da nossa 1ª Comunhão.
Sabemos que Jesus vai estar mais perto de nós e nós dele.

Pai/Mãe: Há alguns anos atrás trouxemos os nossos filhos ao colo para serem baptizados
comprometendo-nos a educá-los cristamente. Hoje é com muita alegria que os vemos receber o
sacramento da Eucaristia pela primeira vez , pois é sinal que o pequeno grão de Fé que neles
foi depositado no dia da sua entrada na Igreja, está a crescer e frutificar para amanhã se tornar
ainda mais forte e robusto.
Nesta Eucaristia queremos, sobretudo, dar graças a Deus pelo dom da Fé dos nossos filhos e
pedir-Lhe que o conserve para sempre.

MOMENTO PENITENCIAL

LITURGIA DA PALAVRA

LITURGIA EUCARÍSTICA

COMUNHÃO:

Um catequizando:
Ó Jesus Tu que disseste "Deixai vir a mim as criancinhas, porque é delas o Reino dos Céus",
por certo neste dia tão belo para nós, que é a nossa Primeira Comunhão, nos chamas também
para mais perto de Ti. Estamos muito contentes por receber Jesus pela primeira vez, e porque
Tu és o nosso maior amigo, Te pedimos que abras o nosso coração para que nos tornemos
verdadeiros cristãos seguindo o Teu caminho de Verdade e Vida. Jesus, hoje quero prometer-Te
nunca Te abandonar e viver sempre contigo, na Fé, na Esperança e no teu Amor.

Pai/Mãe: É uma grande alegria, para todos nós, estarmos hoje aqui com os nossos filhos na
altura em que vão receber Jesus pela primeira vez. Queremos estar convosco hoje e sempre!
Queremos que sejais cristãos hoje e sempre!
Por isso neste dia, Senhor, queremos renovar a nossa Fé e pedir-Vos que nos ajudeis a nunca
termos medo de sermos cristãos, de forma a que, pela nossa conduta cristã, sejamos um
testemunho vivo para os nossos filhos.
Que eles continuem, pela vida fora a seguir os vossos passos no caminho da verdadeira vida e
em direcção a Jesus vosso filho.

Catequista: Senhor é com grande satisfação que hoje trazemos junto de vós estas crianças que
ao longo de 2 anos se prepararam para Vos receber e ter-Vos dentro do seu coração. Elas
aprenderam que é bom estar com Jesus e que Ele é o seu maior amigo.
Se procurar conhecer Jesus é um acto de fé, comungar é manifestar com alegria a aceitação
total da nossa fé e o amor que temos por Jesus. É o que estas crianças neste dia da sua Primeira
Comunhão vêm dizer, ao mesmo tempo que prometem frequentar a missa todos os domingos
para poderem partilhar o pão da sua palavra e o pão da Eucaristia.
Vós que nos confiastes a missão de anunciar a vossa palavra, fazei-nos verdadeiros
mensageiros da Verdade para estas crianças e concedei-nos força e luz para que continuemos a
transmitir-lhes a vossa mensagem de Verdade e Vida.

BENÇÃO FINAL

Festa da Palavra
1 - Introdução Geral
Criança:
Estamos hoje a celebrar a Festa da Palavra. Esta festa tem muita
importância para todos nós porque estamos hoje mais conscientes da
importância que a Palavra de Deus tem na nossa vida. Queremos nesta
festa dizer aos nossos pais, padrinhos, ao nosso pároco, a toda a
comunidade paroquial e sobretudo a Deus que nos iremos esforçar por
respeitar, estudar e amar o Livro da Palavra de Deus que nos vai ser
entregue; bem como fazer dele o nosso grande livro de oração.
Nesta celebração pedimos também a Nª senhora que nos ensine a sermos
ouvintes da palavra de Jesus como ela também foi.

Pai/Mãe
É com grande satisfação e carinho que, nós pais, vemos os nossos filhos
crescer na fé. Desde o baptismo que vimos tentando, na medida das
nossas possibilidades, formá-los segundo a promessa que um dia fizemos
junto da pia baptismal. Hoje é dado mais um passo na caminhada
catequética dos nossos filhos. É um passo importante porque se trata de
reconhecer que Jesus Cristo é Palavra de vida eterna para todos os cristãos.
Comprometemo-nos, hoje, a continuar o esforço de formação cristã dos
nossos filhos particularmente pela atenção à palavra de Deus. Que a
Virgem Nossa Senhora nos assista e ilumine.

* Introdução à Liturgia da Palavra


(Ao iniciar a liturgia da Palavra, as crianças, encarregadas de levar os símbolos, dirigem-se
ao ambão e fazem a apresentação à assembleia).

BÍBLIA: Tens Palavras de vida eterna, Senhor eu creio em Ti...

VELAS: A Palavra de Deus é Luz, porque Deus é Luz. Seguindo a sua


Palavra não andaremos nas trevas e seremos Luz do mundo. A vossa
Palavra, Senhor, é farol para os meus passos e Luz para os meus caminhos.

PÃO: A Palavra de Deus é alimento. Para viver como Cristão tenho de me


alimentar da Palavra da Bíblia. Nem só de pão vive o homem, mas de toda
a Palavra que vem de Deus.

ÁGUA: A Palavra de Deus é como uma fonte de água pura. Sem água não
podemos viver. Busquemos na Bíblia a água que sacia a nossa sede de
amor e felicidade. Dá-me dessa água, Senhor, para que eu não sinta mais
sede.

FLORES: A Palavra de Deus é ressurreição e vida nova. Na cruz Jesus deu-


nos essa vida. Por isso temos a responsabilidade de O anunciar a toda a
gente. Ide por todo o mundo, anunciai o Evangelho.

CRUZ: A Palavra de Deus é Jesus Cristo

2 - Leituras

3 - Homilia

4 - Profissão de fé (Credo)

5 - Profissão de fé:

Creio em Jesus, Creio em Jesus. É meu amigo, minha alegria, é meu


amor. Creio em Jesus, Creio em Jesus. É o meu Salvador

Deus, Pai e criador de todas as coisas que falastes a Moisés no monte Sinai
libertastes o teu povo do Egipto, tal como nos é revelado no livro da Tua
Palavra, creio em Ti.

Creio em Jesus...

Jesus Cristo, Palavra de Deus, que nascestes da Virgem Maria, destes a vida
por nós na cruz e estás presente no meio de nós tal como nos é revelado
no livro da Tua palavra, creio em Ti.

Creio em Jesus...

Espírito Santo, Espírito do Pai e do Filho, que falastes pela boca dos
profetas e no baptismo nos fizestes discípulos de Jesus, tal como nos é
revelado no livro da tua palavra, creio em Ti.

Creio em Jesus...

6 - Entrega da Bíblia:

C. ____(Nome) Recebe a Bíblia transmitida na catequese, na Eucaristia e na


vida de Oração. Que ela seja a Palavra do Senhor sempre presente na tua
vida.

R. Amen

7 - Ofertório

8 - Consagração

9 - Comunhão

ORAÇÃO A MARIA

Virgem Maria,
que pusestes a tua vida à total disposição de Deus,
faz de nós cumpridores e fiéis servidores da Sua Palavra.
Tu que fostes a primeira a levar a Israel
a alegre notícia da salvação,
ajuda-nos a viver e anunciar com prontidão e alegria,
àqueles que encontrarmos na vida,
a pessoa de Cristo
Tu que conservavas e meditavas no teu coração
todos os factos da vida de Jesus,
prepara os nossos corações
para a escuta religiosa da Palavra.
Tu que foste proclamada ditosa pelo Senhor,
porque ouviste a Palavra e a puseste em prática,
faz que cada um de nós seja um sinal vivo
da mensagem que escuta e transmite. Amen.

Festa da Fé
INTRODUÇÃO
(A procissão começa fora da Igreja num local apropriado e à hora combinada. À frente irão os
acólitos - Turíbulo inicia o cortejo, depois a Cruz com 2 Círios - em seguida os adolescentes e
finalmente o presidente da celebração com 2 acólitos)

Cântico de Entrada:

Celebrante - Em nome do Pai...


Todos - Amen.

Celebrante - A graça de Nosso Senhor...


Todos - Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

Celebrante - Chegou o momento por todos tão esperado e que a todos nos faz exultar em festa:
os adolescentes do 6º ano de catequese, vão proclamar solenemente a sua fé já desabrochada e
o seu propósito de crescer na prática da vida cristã.
Todos os anos, na Vigília Pascal os cristãos reunidos à volta de Jesus Ressuscitado simbolizado
no Círio Pascal, renovam solenemente as promessas do baptismo e celebram a Eucaristia.
Também vós ides, hoje e pela primeira vez, renovar solenemente estas promessas diante de
vossos pais, padrinhos, amigos e de toda a comunidade cristã.
Mas porque muitas vezes não vivemos segundo os critérios de Jesus, porque muitas vezes
pecamos, é preciso purificar o nosso coração de modo a que esta nossa Festa da Fé se torne
mais verdadeira e sincera.

(Silêncio)... Com humildade confessemos os nossos pecados...

Todos - Confesso a Deus...

Senhor tende piedade de nós


Cristo tende piedade de nós
Senhor tende piedade de nós (Cantado)

PROCISSÃO AO BAPTISTÉRIO

Celebrante - Caros adolescentes, a Festa da Fé que estais hoje a celebrar está muito ligada ao
primeiro momento da vossa vida cristã: o Baptismo. Outrora foram os vossos pais e padrinhos
a segurar o Círio aceso com aquela luz que simboliza a nossa fé; hoje sois vós que ireis
caminhar atrás dessa mesma luz pascal que dá sentido às vossas vidas. Ontem, junto à Pia
Baptismal, os vossos pais professaram a sua fé em vosso nome; hoje sois vós a declarar
publicamente que acreditais em Jesus Cristo e na Igreja e quereis para sempre viver de acordo
com esta fé. É por isso que agora queremos lembrar esse acontecimento tão importante.

Testemunho dos Adolescentes - No dia do nosso Baptismo, com a responsabilidade dos


nossos pais e padrinhos, ficamos a pertencer à família de Deus. A Igreja aceitou-nos ao
Baptismo, confiando que os nossos pais, pelo seu testemunho e palavra, nos ajudariam a
descobrir e a amar Jesus Cristo e a viver segundo a Sua vontade.
Este dia é mais um passo consciente no crescimento da nossa fé. Queremos assumir tudo o que
os nossos pais fizeram no dia do nosso Baptismo e continuar, com a ajuda de Deus, esta
caminhada pela vida fora. Por isso, com fé nos aproximamos de novo da Pia Baptismal e
trazemos até ao Altar a água e a luz, os símbolos maiores do nosso Baptismo.

(Os adolescentes dirigem-se ao Baptistério, à frente irão os Pais de um aluno, os Padrinhos de


outro e 2 Catequistas, benzem-se com a água da Pia Baptismal e regressam com o Círio
Pascal e a Água Benta à frente que serão colocados em lugar de destaque. Os adultos que se
incorporaram na procissão ao baptistério regressam no fim do cortejo)

Cântico: Vós que fostes baptizados em Cristo, estais revestidos da luz. Aleluia, Aleluia.

Cel. - Agora que temos mais presente o dia grande do nosso Baptismo, louvemos a Deus
cantando a Sua glória.

Cântico: Glória a Deus nas alturas...

LITURGIA DA PALAVRA
1ª Leitura
Sl. Responsorial:
2ª Leitura
Aclamação ao Evangelho: Aleluia...
Evangelho
Homilia

DIÁLOGO ANTES DA PROFISSÃO DE FÉ

Pedido dos Catequistas - Reverendo Padre, nós os catequistas do 6º ano de Catequese,


pedimos que admita à Profissão de fé estes alunos que ao longo de 6 anos foram aprofundando
a sua fé e experiência de Jesus Cristo. Neste período de tempo aprenderam a conhecer melhor
Deus, Pai, Filho e Espírito Santo, a Sua Igreja e a Palavra que Deus comunicou ao seu povo
através da Bíblia. Julgamos também que, pela sua idade já sabem bem o que estão a celebrar e
têm consciência do compromisso que assumem agora na Igreja. Por isso aqui os apresentamos
para poderem por si mesmo professar a sua Fé diante dos pais padrinhos e de toda a
comunidade,

Celebrante - E vós, caros catequistas, garantis-me que estão preparados?

Catequistas - Sim, garantimos.


Celebrante - Bendigamos ao Senhor.

Todos - Graças a Deus.

Pedido dos Pais - Reverendo Padre, logo que Deus nos concedeu os nossos filhos, trouxemo-
los à Igreja para receberem o Baptismo, pelo qual se tornaram filhos de Deus. Pela Sua graça,
eles foram crescendo, e nós, conscientes dos nossos deveres de pais e educadores cristãos,
temos procurado ajudá-los a crescer também na sua fé e no seu amor a Deus e à Igreja. Agora,
que já têm idade para isso, e depois de se terem preparado cuidadosamente, estes nossos filhos
aqui presentes querem renovar hoje pública e solenemente as Promessas do seu Baptismo,
professar a sua Fé e comprometer-se, pessoalmente com Cristo, por toda a sua vida. Pedimos,
por isso, Reverendo Padre, que os admita à Profissão de Fé. Por nossa parte, prometemos
ajudá-los a cumprir fielmente os compromissos que hoje vão assumir.

Celebrante - Caríssimos pais, vós, juntamente com os seus padrinhos, apresentastes os vossos
filhos ao Santo Baptismo, assumindo o compromisso de os educar na Fé Cristã e agora estais
com eles neste momento solene.
Dizei-me pois: é com o vosso consentimento que os vossos filhos proclamam hoje a sua Fé em
Jesus Cristo e na Sua Igreja?

Pais - Sim. Alegramo-nos de os ver proclamar a Fé que assumimos no Baptismo em seu nome.

Celebrante - Tivestes o cuidado, como primeiros educadores da Fé, de os ensinar a amar a


Deus e aos irmãos?

Pais - Sim. Através do nosso testemunho procuramos ensiná-los a amar a Deus e ao próximo.

Celebrante - Continuareis a guiá-los nos caminhos de Deus e na vida da Igreja?

Pais - Sim. Pedimos a Deus, à Comunidade Paroquial e aos Padrinhos de nossos filhos que nos
ajudem nesta missão.

Celebrante - Bendigamos ao Senhor

Todos - Graças a Deus

Pedido dos Adolescentes - Reverendo Padre, no dia do nosso Baptismo, com a


responsabilidade dos nossos pais e padrinhos, ficámos a pertencer à família de Deus. A Igreja
aceitou-nos ao Baptismo, confiando que os nossos pais, pela sua palavra e pelo seu exemplo,
nos ajudariam a descobrir e a amar Jesus Cristo, e a viver segundo a Sua vontade.
Este dia é um passo consciente no crescimento da nossa fé. Queremos continuar, pela vida fora,
a caminhada que hoje começamos, com a ajuda de Deus, dos nossos pais e de toda a
comunidade cristã.
Com este propósito, vimos agora pedir-lhe, Reverendo Padre, que nos admita à Profissão de Fé
que queremos afirmar e proclamar solenemente diante dos nossos pais, padrinhos, catequistas e
de toda a comunidade paroquial.

Celebrante - Dizei-me todos então, caros amigos que completastes o 6º ano de catequese, que
quereis hoje manifestar diante de Deus, dos vossos pais e padrinhos, do vosso pároco e de toda
a comunidade paroquial?

Adolescentes - A nossa fé em Deus, Pai, Filho, Espírito Santo e na Sua Igreja.

Celebrante - Tendes consciência do acto que ides realizar?

Adolescentes - Sim. Neste dia queremos fazer a Profissão Solene de Fé para melhor amar a
Deus, a Igreja e os irmãos.

Celebrante - E estais dispostos a prosseguir o Caminho da Fé para melhor amar a Deus, a


Igreja e os irmãos?

Adolescentes - Sim. Queremos continuar pela vida fora a aprofundar a nossa fé, a participar na
Eucaristia e a testemunhar o amor fraterno, com a ajuda dos nossos pais, padrinhos e de toda a
comunidade paroquial.

Celebrante - Bendigamos ao Senhor

Todos - Graças a Deus.

PROFISSÃO DE FÉ

Celebrante - Animados destes santos propósitos e com o testemunho seguro dos vossos pais e
catequistas ides agora fazer publicamente a vossa Profissão Solene de Fé.
Das mãos dos vossos pais recebereis a vela acesa no Círio Pascal e juntamente com toda a
Assembleia ireis professar a vossa Fé. A água com que sereis aspergidos no final - água que no
início da celebração trouxemos da fonte baptismal - recordar-vos-á por fim o baptismo que
todos somos chamados a viver em cada dia.

Entrega das velas

Celebrante - Caros amigos, a Igreja sente-se hoje maior; a nossa comunidade paroquial
orgulha-se convosco; e Deus espera muito de vós. É com toda a alegria que vos admito à
Profissão de Fé. Antes, porém, ides receber uma vela acesa das mãos dos vossos pais. Quando
fostes baptizados, eles, também como hoje, a acenderam no Círio Pascal.
Neste dia, como no dia do vosso Baptismo, a vela que vos vai ser entregue é símbolo da vida
que Jesus vos comunica e na qual deveis sentir a alegria de crescer.
Pais, entregai essa vela aos vossos filhos, para que doravante se deixem conduzir pela Luz da
Fé.

(Os pais previamente designados acendem as suas velas no Círio Pascal e aguardam)

Celebrante - Caros adolescentes recebei esta chama acesa que vos recordará Cristo, Luz do
mundo. Caminhai na luz, vivei na verdade e no amor, praticai a justiça, construí a paz.

(Os pais acendem as velas dos alunos do 6º ano de catequese que as deverão conservar acesas
até ao fim da proclamação da Fé. Entretanto canta-se)
Cântico: A luz de Cristo ilumina a terra inteira, Aleluia! Aleluia!

Proclamação da Fé

Celebrante - Caros amigos, após estes anos de catequese compreendeis agora quanto é grande
o Amor do Senhor por vós e como foi tão bom Ele ter-vos chamado ao Baptismo fazendo-vos
entrar na sua família, a Igreja.
Hoje vedes melhor a necessidade de continuardes a alimentar e aprofundar a vossa Fé, na
Catequese de Jovens e, mais tarde, de Adultos.
São grandes os esforços que tendes de fazer para viverdes a alegria do ideal cristão.
Dizei-me, então, caros amigos: Renunciais ao pecado, para viverdes na liberdade dos filhos de
Deus?

Adolescentes - Sim, renuncio.

Celebrante - Renunciais às seduções do mal, para que o pecado vos não escravize?

Adolescentes - Sim, renuncio.

Celebrante - Renunciais a Satanás, que é o autor do mal e o pai da mentira?

Adolescentes - Sim, renuncio.

Celebrante - Fazei, então agora, a vossa Profissão de Fé: Credes em Deus Pai todo poderoso,
Criador do céu e da terra?

Adolescentes - Sim, creio.

Celebrante - Credes em Jesus Cristo, Seu único Filho, Nosso Senhor, que nasceu da Virgem
Maria, padeceu e foi sepultado, ressuscitou dos mortos e está à direita do Pai?

Adolescentes - Sim, creio.

Celebrante - Credes no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos santos, na
remissão dos pecados, na ressurreição da carne e na vida eterna?

Adolescentes - Sim, creio.

Celebrante - Esta é a nossa fé. Esta é a Fé da Igreja que nos gloriamos de professar em Jesus
Cristo, Nosso Senhor.

Adolescentes - Amen.

(Apagam-se as velas)

Aspersão da Assembleia

Celebrante - Depois de solenemente termos proclamado a nossa Fé, lembremos o primeiro dia
da nossa existência cristã quando foi derramada água sobre a nossa cabeça e oremos a Deus
para que continue fazer jorrar Água Viva sobre todo o nosso ser. Digamos: Bendito sejais para
sempre.

(Alguns momentos de silêncio. Depois faz-se a invocação sobre a água)

Celebrante - Pai Clementíssimo, que da fonte baptismal fizestes brotar água viva para a vida
nova dos vossos filhos:

Todos - Bendito sejais para sempre!

Celebrante - Vós que, pela água e pelo Espírito Santo, reunis em um só povo todos os
baptizados.

Todos - Bendito sejais para sempre!

Celebrante - Vós que pelo Espírito do Vosso amor, infundido em nossos corações, nos libertais
para gozarmos da Vossa paz:

Todos - Bendito sejais para sempre!

Celebrante - Vós que, escolheis os baptizados para anunciarem com alegria a todos os povos o
Evangelho do Vosso Cristo

Todos - Bendito sejais para sempre!

Celebrante - Pelo Mistério desta água abençoada, dignai-vos, Senhor, fortificar na fé estes
adolescentes que acabaram de a professar. Sejam no mundo "torrentes de água viva a jorrar
para a vida eterna" na fidelidade ao seu Baptismo e à aliança convosco firmada.

(O Celebrante asperge os adolescentes e o povo. Entretanto canta-se)

Cântico:

Oração dos Fiéis:

Celebrante - Irmãos: invoquemos a misericórdia do Senhor para estas crianças, para a nossa
comunidade paroquial e para todos os baptizados que são a Igreja Santa de Deus.

1 - Pela Santa Igreja de Deus, nossa Mãe na Fé e no Baptismo, pelo Santo Padre e pelo nosso
Bispo, pela nossa Igreja Diocesana: Oremos Irmãos.

2 - Por estes Adolescentes, filhos de Deus pelo Baptismo, para que o Senhor encontre neles o
seu enlevo e neles se reconheça a Sua imagem: Oremos Irmãos

3 - Para que estes Adolescentes, renascidos pela água e pelo Espírito Santo, tenham a força
para evitar os caminhos da injustiça, do egoísmo e do mal e manifestem aos homens a vida do
Evangelho: Oremos Irmãos

4 - Para que encontrem no amor ao Senhor e ao próximo com todo o coração e com todas as
forças, o sentido da aventura de suas vidas: Oremos Irmãos

5 - Pelos seus pais e padrinhos, para que sejam exemplo de Fé e formem na sabedoria e no
amor de Deus estes seus filhos que tanto amam: Oremos Irmãos

6 - Pelos catequistas, que, com estes alunos do 6º ano de catequese, caminharam partilhando
tanto das suas vidas, para que o Senhor os anime e encha de todo o bem: Oremos Irmãos

7 - Pela nossa comunidade paroquial, para que seja para estes adolescentes sustentáculo da Fé
Cristã e estímulo para maior amor a Deus e à Igreja: Oremos Irmãos

8 - Pelos nossos irmãos, que já partiram deste mundo na esperança da Ressurreição para que o
Senhor os acolha no seu seio: Oremos Irmãos

Celebrante - Senhor nosso Deus, fonte de toda a vida e de todo o amor, que nos fizestes
vossos filhos e templos do Espírito Santo, fortalecei-nos na Profissão de Fé que hoje
renovamos e conservai-nos assim fiéis ao nosso Baptismo com a graça de Jesus Cristo Vosso
Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Todos - Amen

LITURGIA EUCARÍSTICA

Apresentação dos Dons

(A apresentação dos dons será feita de forma solene. Os Adolescentes irão buscar os dons ao
local previamente designado enquanto 2 se preparam para recitar um pequeno texto
explicativo. O Coro começa a cantar logo no início, depois, enquanto se apresentam os dons,
há apenas um acompanhamento muito baixo do orgão. No fim o Coro continua até estar
concluída a preparação do Altar)

Cântico:

1º Adolescente - Senhor Jesus, juntamente com o Pão e o vinho, queremos oferecer-Te nesta
Eucaristia algumas coisas que muito estimamos e simbolizam a doação de nós mesmos.

2º Adolescente - Oferecemos-Te, Senhor, estas VELAS ACESAS, símbolo da nossa Fé sempre


viva, que queremos nos ilumine ao longo da nossa vida e jamais queremos abandonar.

1º Adolescente - Aceita, Senhor, esta CRUZ de madeira, que, quando a cruz da vida pesar
sobre nós, nos lembremos de que Tu estás connosco.

2º Adolescente - Oferecemos-Te este LIVRO e todos os outros livros que servem para nos
instruir nas ciências humanas e na ciência divina. Dá-nos uma inteligência que goste de
procurar a verdade

1º Adolescente - Aceita este INSTRUMENTO DE TRABALHO que realiza o homem e lhe dá


o pão de cada dia. Faz-nos compreender que o trabalho só não basta, mas deve ser
acompanhado da oração.

2º Adolescente - Oferecemos-Te, Senhor, este CATECISMO, e pedímos-Te que nos ajudes a


conhecer-Te melhor e a nunca nos cansarmos de Te procurar.

1º Adolescente - Senhor, aceita estas FLORES, que são a alegria da natureza. Dá-nos um
coração puro e transparente como a água da nascente, e cheio do aroma das boas acções

2º Adolescente - Oferecemos-Te, Senhor, o SÍMBOLO DA NOSSA FÉ, escrito nestas


estampas que mais tarde iremos receber. Que a nossa "Profissão de Fé" seja o compromisso de
sempre Te seguir, nas horas alegres ou difíceis da vida.

1º Adolescente - Oferecemos-Te, Senhor, a Tua PALAVRA (a Bíblia), lâmpada para os nossos


passos, luz no nosso caminho, alimento na viagem, força para o viandante.

2º Adolescente - Finalmente, Senhor, aceita o PÃO E O VINHO, frutos da terra e do trabalho


dos nossos pais. Assim como este pão e este vinho se vão transformar em Teu Corpo e Sangue,
também nós queremos que a nossa vida se transforme e seja parecida com a Tua.

Cântico: Santo...

Consagração

Pai Nosso

Momento da Paz:

Rapaz: Queridos Pais e padrinhos. Querido Pároco. Queridos Amigos: Dentro de momentos
vamos comungar Jesus. Para comungar bem, sabemos que devemos estar na graça de Deus.
Isto quer dizer que devemos estar de bem com Ele e com todas as outras pessoas. A Deus já
pedimos perdão, hoje, e no sacramento da Reconciliação. Pelo amor que Deus nos tem,
estamos nós de bem com Ele.

Menina: Mas, antes de comungar Jesus, queremos manifestar o nosso amor e amizade para
com todas as pessoas. Por isso, através do "Gesto da Paz", gostaríamos de dizer a todos vós
que estamos em comunhão convosco e que contamos com a vossa ajuda e o vosso afecto

Rapaz: De modo especial, queremos pedir a Jesus todo o bem para vós, nossos queridos pais.
Que Ele vos abençoe e vos dê muita saúde, paciência e a Graça de Deus. Rezaremos a Jesus
para que vós e os nossos irmãos sejais muito felizes e vivais em paz com todos.

Menina: Jesus, nosso Amigo, dá-nos a graça de, pela vida fora, nunca causarmos tristeza a
ninguém. Que, principalmente, os nossos pais nunca venham a sentir-se abandonados por nós
ou chorem por causa do nosso mau comportamento. Dá-nos a tua paz, ó Jesus! Faz de todos
nós instrumentos da Tua Paz.

(A saudação da Paz será feita do seguinte modo: primeiro o Pároco saúda com o Abraço da
Paz todos os adolescentes, depois eles saúdam-se uns aos outros, no fim os pais padrinhos e
demais familiares saúdam também os adolescentes. Entretanto canta-se...)

Cânticos: .

Comunhão
Cântico:

Acção de Graças:
(Os Adolescentes, os Pais e os Padrinhos cantam ou rezam em conjunto, o Magnificat)

A minha alma glorifica ao Senhor


e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador.
Porque pôs os olhos na humildade da sua serva:
de hoje em diante me chamarão bem-aventurada todas as gerações.
O Todo-Poderoso fez em mim maravilhas:
Santo é o seu nome.
O seu amor se estende de geração em geração
sobre aqueles que o temem.
Manifestou o poder do seu braço,
e dispersou os soberbos.
Derrubou os poderosos do seu trono
e exaltou os humildes.
Aos famintos encheu de bens
e aos ricos despediu de mãos vazias.
Acolheu a Israel, seu servo,
lembrado da sua misericórdia,
como tinha prometido a nossos pais,
a Abraão e à sua descendência para sempre.

CONCLUSÃO DA CELEBRAÇÃO
Entrega das estampas

(Os catequistas respectivas chamarão pelos seus alunos e as estampas serão entregues pelo pároco)

Despedida

Cântico:

CONSAGRAÇÃO A NOSSA SENHORA


(Da parte da tarde)

Intervenção de uma Criança

Querida Mãe do Céu: Aqui estamos a teus pés. Neste dia da nossa Comunhão Solene, oferecemos a Jesus a nossa
vontade de sermos bons cristãos.
Agora, Mãe querida, queremos confiar-nos à Tua ternura e aos teus cuidados.
Ajuda-nos a conservar pura e forte esta Fé.
Roga por nós para que vivamos sempre na graça de Deus.
Ensina-nos a ser, como Tu, mensageiros da Paz.
Salve, ó Maria
Tu que nos deste Jesus e que estiveste presente no primeiro Pentecostes da Igreja, quando o Espírito Santo desceu
sobre os apóstolos, faz-nos mensageiros de Jesus e da sua Boa Nova na nossa casa, na nossa escola, nas nossas
brincadeiras, em toda a parte.
Dá-nos a graça, ó Rainha dos Apóstolos que algum ou alguma de nós seja, um dia, sacerdote, religiosa,
missionário ou missionário.
Ave, ó Cheia de Graça
Pede para nós os dons do Espírito Santo, que nos façam descobrir sempre a Verdade.
Faz com que escutemos docilmente a Palavra de Deus e corajosamente a pratiquemos.
Daqui para a frente, vamos ter muitas dificuldades e muitos perigos.
Ajuda-nos, ó Mãe, mesmo quando nos esquecermos de Ti. Tu és a melhor das Mães e nunca abandonas os Teus
filhos. Por isso à Tua protecção nos confiamos, ó Virgem gloriosa e bendita.
Dá-nos coragem para sermos fiéis a Jesus. Dá-nos vontade forte para continuarmos na catequese, vir à Missa
todos os Domingos e Dias Santos e comungarmos muitas vezes.

Festa da Vida
INTRODUÇÃO:
Estamos aqui para fazer festa! A Festa da Vida, a Festa da Aliança de Amor e de comunhão entre Deus e o homem
em Jesus Cristo. Ele é a Vida!
Queremos celebrar a Vida, o Mistério Pascal de Jesus Cristo, a Festa de todos os começos, o primeiro dia da Nova
Criação!
Estamos aqui porque acreditamos que Jesus Cristo é o único capaz de nos entusiasmar, de dar sentido à nossa
existência e de nos levar à construção do Reino pelo serviço. Estamos felizes por viver esta relação profunda de
Deus com os homens em Jesus Cristo. Felizes porque chamados a testemunhar o Reino que já está presente no
meio de nós.

LITURGIA DA PALAVRA

HOMILIA

APRESENTAÇÃO DOS DONS (Os crucifixos devem vir integrados na procissão)

BÊNÇÃO DOS CRUCIFIXOS:

(O celebrante faz a seguinte Monição)

Irmãos, ao procedermos à bênção solene destes crucifixos, veneremos com fé o eterno desígnio de Deus que fez
do mistério da cruz o sinal admirável da misericórdia divina. Sempre que olharmos para a cruz, recordemos que
nela se consumou o mistério de amor com que Cristo amou a sua Igreja. Cristo suprimiu, com o seu sangue, toda a
divisão entre os homens, e de todos os homens fez um só povo, o Povo de Deus. Sempre que veneramos a cruz,
tomemos consciência de que somos e nos declaramos discípulos de Cristo e, tomando cada um a sua própria cruz,
sigámo-Lo fiel e generosamente.
Brilhe, pois, para nós o mistério da cruz com novo fulgor e possamos assim sentir mais eficazmente o seu poder
vivificante.
(Seguidamente diz)

Oremos:
(Todos oram em silêncio durante algum tempo. Depois, o celebrante diante dos crucifixos, de
braços abertos, diz a oração da bênção)

Senhor, Pai santo, que fizeste da cruz do vosso Filho a fonte de todas as bênçãos e a origem de
todas as graças, olhai benignamente para nós, os vossos servos, que apresentamos estes
crucifixos, como sinal da nossa fé, e concedei-nos que, vivendo na terra sempre unidos ao
mistério da paixão de Cristo, alcancemos no Céu as alegrias eternas da ressurreição. Por Cristo
Nosso Senhor. R/ Amen.

(O Celebrante asperge os crucifixos que devem depois ficar em local visível durante o resto da
celebração)

CONSAGRAÇÃO

COMUNHÃO

(Terminada a oração de pós-comunhão - Entrega das Cruzes)

Celebrante: RECEBE ESTA CRUZ, SINAL DO AMOR UNIVERSAL DE DEUS EM CRISTO, FONTE
DE VIDA NOVA

VAI E SÊ TESTEMUNHA

O adolescente: Amen.

Oração de Acção de Graças


(dita em coro por todos os adolescentes)

Senhor Jesus, que amais a vida e ressuscitando rompestes as cadeias da morte. Vós nos reunis à volta da palavra e
do Pão. Vós nos congregais pela força do Vosso Espírito de Amor. Senhor Jesus, sois o centro e o sentido das
nossas vidas. Senhor Jesus, sois o centro e o sentido das nossa vidas.

Que alegria sentimos hoje por, ao longo destes dois anos, termos descoberto que somos Vossa Igreja; que
caminhamos em Povo; que partilhamos a Fé e o Vosso projecto de Amor servindo os homens nossos irmãos.

Senhor da vida: queremos viver desde o centro do nosso ser; queremos crescer, superando-nos, abrindo caminhos;
queremos enraizar a nossa vida em Vós.

Fazei-nos portadores da Vossa Mensagem, construtores do Vosso Reino, testemunhas do Vosso projecto de Vida .

Senhor Jesus; queremos viver o Vosso Mistério de Vida no silêncio de um coração agradecido.

Festa do Envio
INTRODUÇÃO:
Por ocasião da festa de Pentecostes, no final do seu percurso de 10 anos de catequese e como
etapa importante da sua caminhada de fé, este Grupo de jovens do 10º ano está a realizar a sua
celebração do envio, na presença dos seus pais e da comunidade.
Como Cristo enviou os seus Apóstolos a irem por todo o mundo a anunciar a Boa Nova, assim
nos envia a nós, hoje. Somos enviados para o mundo, a fim de o transformarmos a partir de
dentro, como fermento que leveda a massa, tendo como referência o projecto de Deus. Somos
enviados para continuar o esforço de tantos cristãos do passado que se empenharam pelo
crescimento do Reino de Cristo no mundo. Somos enviados para o quotidiano, pois é aí que
nos santificamos.
É aí que Deus espera por nós, pois ele não gosta de espaços fechados. Chegou a hora de adorar
a Deus ,em espírito e verdade,, (Cf. Jo 4, 21-24). Deus encontra-se onde alguém espera por nós
para lhe anunciarmos a Boa Nova.
Será este o esforço de todos nós.

LITURGIA DA PALAVRA

HOMILIA

APRESENTAÇÃO DOS DONS

COMUNHÃO

ORAÇÃO

ORAÇÃO

O Espírito Santo já habita em nós desde o dia do nosso Baptismo. Mas, agora, que estamos a
entrar na idade adulta, necessitamos da sua luz e força para cumprirmos a nossa missão de
cristãos. Dentro em breve iremos ter a Festa da Confirmação que marcará o termo do percurso
da nossa iniciação cristã. Vamos pedir-lhe que nos dê os seus dons em abundância no dia da
nossa Confirmação.

Intervenção de um leitor. Todos respondem com a frase que se indica no final. Vem Espírito
de ...

1. Nas noites de desânimo e medo, quando ficamos sozinhos, sem encontrar o caminho,
ilumina os nossos passos, Espírito de Luz.

Todos: Vem, Espírito de Luz.

2. Nos dias de luta e descanso, nas dúvidas e incertezas, quando nos falta o sossego, acalma os
nossos temores, Espírito de Paz.

Todos: Vem, Espírito de Paz.

3. No sofrimento dos pobres, e na injustiça que oprime, quando os humildes nos chamam,
aumenta a nossa coragem, Espírito de fortaleza.

Todos: Vem, Espírito de Fortaleza.

4. Quando chegam momentos de tristeza, e perdemos ilusões e esperanças, quando chora o


coração ferido, estende para nós a tua mão amiga, Espírito de Alegria.

Todos: Vem, Espírito de Alegria.

5. Para nunca desanimar na vida, e oferecer sempre aos irmãos trabalho, amor e serviço, dá-nos
um coração generoso, Espírito de Juventude.

Todos: Vem, Espírito de Juventude.

6. Para seguir Jesus, Caminho, Verdade e Vida, e sentir a sua amizade que nos vivifica, dá-nos
sede de infinito, Espírito de Vida.

Todos: Vem, Espírito de Vida

7. Para poder testemunhar, alegres, com palavras e com a vida, que existe um Deus que nos
ama, ensina-nos a ser irmãos, Espírito de Amor.

Todos: Vem, Espírito de Amor.

ENVIO: (Um adolescente vai junto do candelabro e pega no Círio Pascal ficando com ele
voltado para a assembleia. Dirá as palavras):

É hora de concluir a celebração. Não podemos ficar aqui, porque a vida espera também por nós
lá fora. Em casa e na rua, na escola e no trabalho, o Espírito Santo conta connosco para a
realização do Seu Projecto. Vamos embora, que Ele nos precede e nos convida a avançar.
Vamos com alegria, porque Ele é a nossa luz e nossa força. Vamos em paz.

Entrega das estampas

Entrega das estampas

BENÇÃO FINAL(Todos saem atrás do Círio Pascal)...