Você está na página 1de 9

FICHA DE GEOGRAFIA

1. Distingue estado do tempo de clima.


2. Caracteriza o tempo previsto para o distrito de Bragança.

3. Faz a correspondência.
Temperatura a) número de horas de sol descoberto.
Precipitação b) grau de aquecimento do ar.
Vento c) proporção de céu coberto por nuvens.
Nebulosidade d) movimento do ar com determinada direção e intensidade.
Humidade atmosférica e) força que o ar exerce sobre a superfície terrestre.
Pressão atmosférica f) queda de água no estado líquido ou sólido.
Insolação g) quantidade de vapor de água existente no ar.
4. Comenta a imagem, tendo em conta a variação da temperatura.
5.1. Tendo em conta o gráfico anterior, calcula a temperatura média diurna.
5.2. Tendo em conta o gráfico anterior, calcula a amplitude térmica diurna.
6. Relaciona a variação diurna da temperatura com o movimento de rotação da Terra.
7. Relaciona o ângulo de incidência dos raios solares com a espessura da atmosfera a
atravessar e com a superfície de incidência.
8. Explica a variação da temperatura em lugares dos Hemisférios Norte e Sul.
9. Indica a temperatura média mensal do seguinte mês.
Dia 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15
Temp. 7º 9 12º 16 14º 17 22º 20 18 17º 18 16º 15 13 15º
º º º º º º º º

9.1. Calcula a amplitude térmica mensal.


10. Calcula a temperatura média anual, tendo em conta as temperaturas médias mensais
abaixo.
Mês J F M A M J J A S O N D
Temp. 8º 9º 12º 16 16 19º 22 22º 19 16º 13 10º
º º º º º

10.1. Tendo em conta os valores acima, calcula a amplitude térmica anual.


11. Relaciona a variação anual da temperatura com o movimento de translação da Terra.
12. Completa a imagem com os nomes das respetivas zonas climáticas terrestres.

13. Interpreta a distribuição das temperaturas médias a partir da leitura do seguinte mapa de
isotérmicas.
14. Explica a influência da altitude na variação de temperatura.
15. Define gradiente térmico vertical.
16. Distingue vertente sombria de soalheira e a explica a sua influência na variação da
temperatura.
17. Explica a função reguladora do oceano sobre as temperaturas.
CORREÇÃO

1. Estado de tempo - conjunto de condições da atmosfera num dado local e período de


tempo (geralmente curto).
Clima - sucessão de diversos estados de tempo semelhantes num dado local e período
(geralmente 30 anos).

2. No Minho, o tempo está pouco nublado. As temperaturas máximas rondarão os 23º


e 24º e as mínimas os 14º e os 15º.

3. Faz a correspondência.
Temperatura - b) a) número de horas de sol descoberto.
Precipitação – f) b) grau de aquecimento do ar.
Vento – d) c) proporção de céu coberto por nuvens.
Nebulosidade – c) d) movimento do ar com determinada direção e
intensidade.
Humidade atmosférica – e) força que o ar exerce sobre a superfície terrestre.
g)
Pressão atmosférica – e) f) queda de água no estado líquido ou sólido.
Insolação – a) g) quantidade de vapor de água existente no ar.

4. Completa a tabela.
Unidade de
Nome dos
Instrumentos Mede o/a: quantificaçã
instrumentos
o

Humidade
Higrógrafo g/m3
atmosférica

Pluviómetro Precipitação mm ou l/m2

Heliógrafo Insolação H
Pressão
Barómetro mbar ou KPa
atmosférica

Termómetro Temperatura ºC

Anemómetro Vento km/h

oitavos de
Observação direta Nebulosidade
céu

5. A temperatura aumenta a partir do nascer do sol até aproximadamente as 16 horas, dado


que entre as 14 e as 16 há uma libertação de calor terrestre e a radiação solar ainda atinge a
superfície terrestre com alguma intensidade.

5.1. 12 + 11 + 9 + 8 + 11 + 14 + 16 + 17 + 16 + 15 + 14 + 13 + 12 = 168
168:13 = 12,92 ou seja, 13º

5.2. Temperatura máxima – temperatura mínima


17 – 8 = 9º
6. A temperatura varia devido à variação da incidência dos raios solares.

7. Quanto maior for a inclinação dos raios solares, maior é a espessura da atmosfera a
atravessar e maior a superfície a ser aquecida.
Quanto menor for a inclinação dos raios solares, menor é a espessura da atmosfera a
atravessar e menor é a superfície aquecida.

8. A variação anual da temperatura é provocada pelo movimento de translação da


Terra. Em janeiro, o hemisfério sul recebe a radiação solar com menor inclinação e tem
dias maiores que as noites, encontrando-se, assim, mais aquecido do que o hemisfério
norte. Em julho, é o hemisfério norte que recebe os raios solares com menor inclinação
e tem os dias maiores que as noites. Por isso, regista temperaturas mais altas.
9.
7+9+12+16+14+17+22+20+18+17+18+16+15+13+15= 229
229:15= 15,27, ou seja, 15º

9.1.
22-7= 15º

10.

8+9+12+16+16+19+22+22+19+16+13+10= 182
182:12= 15,17, ou seja, 15º

10.1.
22-8 = 14º

11. O movimento de translação e a inclinação do eixo terrestre são responsáveis pela


duração dos dias e das noites, bem como pela sua variação ao longo do ano e de lugar
para lugar. O dia natural varia então ao longo do ano e de lugar para lugar, com exceção
do equador, onde o dia é sempre igual à noite: 12 horas dia e 12 horas noite.
Referência aos solstícios e equinócios.

12.
13. A distribuição das temperaturas a nível mundial evidencia bem a influência que a
latitude exerce sobre o aquecimento da superfície terrestre. A temperatura diminui à
medida que a latitude aumenta. De salientar que, neste mapa, as temperaturas mais
elevadas se registam no hemisfério norte entre os 20º e os 35º de latitude.

14. A temperatura diminui à medida que a altitude aumenta.

15. Designa a variação da temperatura com a altitude. A temperatura diminui cerca de


6,5ºC por cada 1000 metros de altitude.

16. Vertente Soalheira – Encosta diretamente exposta aos raios solares.


Vertente Sombria – Encosta de um relevo oposto à exposição direta do sol.

17. O oceano exerce uma ação moderadora sobre as temperaturas das áreas litorais:
durante o verão, as temperaturas não são muito elevadas devido ao ar proveniente do
oceano e, no inverno, o ar marítimo ameniza as temperaturas, fazendo com que não
sejam muito reduzidas.

18. Correntes marítimas são movimentos horizontais e verticais de grandes massas de


água dos oceanos.

19.
20. As correntes marítimas trazem consigo humidade e calor que tornam as
temperaturas mais amenas no inverno e mais suaves no verão. À medida que aumenta
a distância em relação ao mar, diminui este efeito moderador das temperaturas.