Você está na página 1de 14

TUDO

sobre
cirurgia
de

NARIZ

Entenda como deve ser feito o planejamento de uma


cirurgia de nariz, quais as técnicas mais indicadas,
como funciona o procedimento cirúrgico e o processo
de recuperação
SUMÁRIO

INTRODUÇÃO 3
INDICAÇÕES
PLANEJAMENTO CIRÚRGICO
5
COMO É FEITA A CIRURGIA 6
QUAIS AS TÉCNICAS E
FILOSOFIAS CIRÚRGICAS
QUE PODEM SER UTILIZADAS? 7
OS DIFERENCIAIS
DA RINOPLASTIA ESTRUTURADA 8
AS VANTAGENS
DA RINOPLASTIA ESTRUTURADA 9
10
A RECUPERAÇÃO
DA CIRURGIA DE NARIZ

11
DÚVIDAS FREQUENTES
SOBRE CIRURGIA DE NARIZ
O cirurgião plástico Dr. Alan Landecker,
CRM-SP 87043, é formado em Medicina
pela Universidade de São Paulo (FMUSP), em
cirurgia Geral no Hospital das Clínicas da Universi-
dade de São Paulo (FMUSP) e ainda em Cirurgia
Plástica pela Pontifícia Universidade Católica do
Rio de Janeiro (Serviço do Professor Ivo Pitanguy)
e na Clínica Ivo Pitanguy.
Possui o reconhecimento do seu diploma médico
nos EUA (ECFMG/USMLE) e realizou sua espe-
cialização em rinoplastia estruturada (cirurgia
plástica reparadora do nariz) primária e secundária
(Rhinoplasty Fellow) pela University of Texas
Southwestern at Dallas, Texas, EUA, sob o coman-
do do Dr. Jack P. Gunter.
O cirurgião é ainda autor do livro Cirurgia Plástica:
Manual do Paciente (BBD Editora, 2008), que
fornece orientações completas a quem pretende
submeter-se a uma cirurgia plástica.
Dr. Alan Landecker- Cirurgião plástico

Grande parte do sucesso ou resultado da cirurgia plástica depende


de um plano cirúrgico elaborado pelo cirurgião plástico, visando ao
máximo os objetivos principais do paciente.

dR. ALAN LANDECKER

3
A cirurgia de nariz, também chamada de Rinoplastia, é o procedimento da
cirurgia plástica que permite corrigir ou reparar o nariz.
Como a aparência desse órgão do olfato é responsável por grande parte da harmo-
nia facial, alterações no seu formato podem gerar desequilíbrios na estética da face.
Dessa forma, a cirurgia de nariz, ou rinoplastia, visa justamente restabelecer esse
equilíbrio.
Ao longo dos anos, várias técnicas altamente sofisticadas foram desenvolvidas para
adequar o formato do nariz às características individuais da face.
Atualmente, é possível reduzir ou aumentar o tamanho do nariz, alterar a forma da
ponta e do dorso, diminuir o tamanho das narinas, refinar a ponta e alterar o ângulo
entre o nariz e o lábio superior.
A cirurgia de nariz ou rinoplastia também pode corrigir defeitos já presentes no
nascimento, sequelas de traumatismos, rinoplastias prévias e ajudar a resolver
problemas respiratórios.

4
INDICAÇÕES e
PLANEJAMENTO CIRÚRGICO

A cirurgia plástica de nariz pode


ser realizada a partir dos 16 anos,
quando as estruturas ósseas e cartilagi-
nosas do nariz e da face estão completa-
Os desenhos aprovados pelo paciente devem
ser levados à sala de cirurgia, servindo como
referência para o cirurgião realizar a cirurgia
de nariz. Este sistema pode estabelecer uma
mente desenvolvidas. Além disso, a partir boa sintonia entre o cirurgião e o paciente,
dessa idade os pacientes possuem podendo oferecer resultados cada vez mais
melhor estrutura emocional para lidar naturais e podendo minimizar a chance de
com a mudança de aparência proporcio- insatisfação estética após a cirurgia.
nada pela cirurgia.
Quanto ao planejamento cirúrgico, é
fundamental tentar produzir um nariz
"individualizado", que combine natural-
mente com a face e a etnia do paciente.
Por isso, o especialista em rinoplastia
deve realizar uma avaliação médica e
estudos matemáticos detalhados das
proporções do nariz em relação à face de
cada paciente e criar o planejamento
cirúrgico baseado nestes resultados e no
senso estético.

simulação em 3d de resultados
Atualmente, desenhos ou simu-
lações computadorizadas podem ser
usados para mostrar ao paciente o
que deve ser corrigido e como isto
pode ser feito. Por questões de ética,
o paciente deve ser informado de
que estas ferramentas são apenas
educativas e que não constituem
uma promessa em relação ao resul-
tado.

Imagem ilustrativa

5
COMO É FEITA A CIRURGIA

E xistem duas vias de acesso para executar


uma cirurgia de nariz: fechada e aberta. Na
técnica fechada, a cirurgia é realizada por qual é a
dentro do nariz, sem incisões externas. Esta
técnica oferece visualização limitada e incom-
pleta das cartilagens que formam o esqueleto
técnica
do nariz, especialmente as da ponta. Na técni-
ca aberta, o esqueleto ósseo e cartilaginoso mais
do nariz é completamente exposto através de
incisões por dentro do nariz e uma pequena
incisão externa na columela (coluna de pele
indicada?
entre as narinas).

Técnica fechada- imagem ilustrativa

Técnica aberta.-imagem ilustrativa

6
QUAIS AS TÉCNICAS E
FILOSOFIAS CIRÚRGICAS
QUE PODEM SER UTILIZADAS?

E m termos de filosofia cirúrgica,


existem duas filosofias: redutora e
estruturada. Ambas podem ser utilizadas
filosofia estruturada
Já na filosofia de rinoplastia estruturada,
em casos de primeira cirurgia de nariz desenvolvida pelos Drs. Jack P. Gunter e
(rinoplastia primária) e para reconstruir o Dean Toriumi nos EUA a partir dos anos
nariz em pacientes cuja cirurgia anterior 90, o planejamento cirúrgico é realizado
resultou em deformidades estéticas ou de forma individualizada. Durante a ciru-
funcionais, a chamada rinoplastia rgia, assim como na filosofia redutora, os
secundária. ligamentos entre as cartilagens são
interrompidos e o esqueleto do nariz
esculpido através da retirada de quanti-
filosofia redutora dades variáveis de cartilagem e osso.
Na filosofia tradicional, que é a rinoplastia Determinadas partes do esqueleto
redutora, os ligamentos entre as cartila- também podem ser aumentadas quando
gens são interrompidos e o esqueleto do necessário. Além disso, a parte respi-
nariz diminuído através da retirada de ratória é otimizada através do tratamento
quantidades variáveis de cartilagem e de desvios de septo ou hipertrofia de
osso. Um curativo é colocado para cornetos.
manter as estruturas em sua nova
posição até que o tecido de cicatrização
se forme e fixe as cartilagens em sua
nova posição.

filosofia redutora - imagem ilustrativa

7
OS DIFERENCIAIS
DA RINOPLASTIA ESTRUTURADA

A o final da cirurgia, diferentemente


da filosofia redutora, enxertos de
cartilagem (retirada do septo, costela
ou orelha do próprio paciente) e pontos
de fixação são utilizados para moldar e
fortalecer o esqueleto remanescente e
reconstruir os ligamentos interrompi-
dos durante a dissecção. Após a sutura
das incisões, um curativo deve ser
colocado para imobilizar as estruturas
e minimizar o inchaço após a cirurgia.
Considerando as vantagens de cada
filosofia estruturada - imagem ilustrativa

filosofia e via de acesso, muitos espe-


cialistas acreditam que a abordagem
mais confiável, consistente e precisa
atualmente é a rinoplastia estruturada
pela via aberta, tanto para a rinoplastia
primária como para a rinoplastia
secundária.

Especialistas acreditam que a


rinoplastia estruturada é
mais confiável e consistente.

8
AS VANTAGENS
DA RINOPLASTIA ESTRUTURADA

A o planejar uma cirurgia de nariz, é


preciso considerar que a principal
função das cartilagens e ossos do nariz
Por todos esses fatores, a retirada pura
e simples de cartilagem através da
filosofia redutora tende a enfraquecer a
é manter a pele afastada para que o ar capacidade de sustentação do
possa trafegar tranquilamente em esqueleto do nariz, fazendo com que
direção aos pulmões. Infelizmente, o as cartilagens remanescentes fiquem
nariz operado sofrerá o efeito de várias mais vulneráveis. Sem uma boa base
forças após a cirurgia, independente- de sustentação, a pele que recobre as
mente da técnica utilizada. cartilagens tenderá a ceder e contrair,
causando deformações estéticas com
o passar do tempo e até a obstrução à
ações do tempo passagem de ar.
Em primeiro lugar, o corpo formará um
tecido de cicatrização chamado fibrose
ao redor das cartilagens, este tecido estrutura esculpida e fortalecida
tenderá a contrair ao longo dos anos,
A filosofia estruturada foi desenvolvida
fato que tende a distorcer ou mudar a
justamente devido a estes resultados,
posição das cartilagens. Em segundo,
sendo que a principal vantagem é
toda vez que respiramos, forma-se
oferecer ao paciente um nariz com
uma pressão negativa dentro das vias
estrutura esculpida e fortalecida pelos
aéreas que tende a puxar as paredes
enxertos de cartilagem e pontos de
do nariz em direção ao centro do
fixação. Esta nova estrutura possui
mesmo, promovendo o colapso das
menos chance de ser distorcida pelos
cartilagens e diminuição do tamanho
fatores já citados, podendo aumentar
das vias aéreas.
significativamente a chance de resulta-
Haverá ainda o peso da pele em cima dos estéticos e funcionais mais pre-
da nova estrutura e à medida que visíveis, consistentes e duradouros.
envelhecemos, a força intrínseca das
cartilagens diminui, piorando a sua
capacidade de sustentar a pele. Além
do fato que durante a vida o nariz
estará sujeito a traumas e manipu-
lações que podem danificar a estrutura a filosofia estruturada
do nariz ao longo dos anos.
aUMENTA AS CHANCES
DE rEsultados mais
previsiveis e duradouros

9
A RECUPERAÇÃO
DA CIRURGIA DE NARIZ

A pós a cirurgia plástica de nariz, os


pacientes devem permanecer em
repouso absoluto por 5-7 dias, manten-
QUANDO É POSSÍVEL OBSERVAR OS RESULTADOS?
Em geral, o resultado final pode ser
do a cabeça sempre elevada. Durante apreciado somente após 1-3 anos.
os primeiros dias, é recomendado Inclusive, também é recomendada a
ingerir alimentos frios e de consistência aplicação de compressas geladas e a
pastosa para facilitar a mastigação. realização de fisioterapia para acelerar
a cicatrização dos tecidos e o desapa-
Como são os primeiros dias? recimento das manchas roxas que
podem aparecer ao redor dos olhos.
O curativo é normalmente removido
Assim como em qualquer cirurgia
após 7 dias, podendo ser necessário
plástica, a proteção do sol é fundamen-
utilizar um curativo de esparadrapo por
tal, principalmente durante os
mais 1 semana. A análise do resultado
primeiros 2 meses, para evitar o
final requer paciência, já que a
aumento do inchaço e o aparecimento
reabsorção do inchaço é especial-
de manchas na pele. As atividades
mente lenta nesta região.
físicas podem ser retomadas após 3-4
Alguns resultados parecem excelentes semanas, sendo que qualquer modali-
após 1-2 meses, enquanto outros dade com risco de traumatismo nasal
necessitam de mais tempo para a cica- deve ser evitada por 2 meses.
trização completa. Porém, cerca de
75% do inchaço já terá sido reabsorvido
após 3-4 meses e o paciente já pode
ter uma boa ideia do resultado neste
momento.

Imagem ilustrativa - recuperação


10
DÚVIDAS FREQUENTES
SOBRE CIRURGIA DE NARIZ

Quais exames pré-operatórios


são necessários?
quanto
Isto varia de acordo com a conduta do tempo
médico. Recomenda-se a realização de
um RX de tórax, Eletrocardiograma,
exames de sangue (hemograma, coagu-
dura a
lação, eletrólitos, função renal, etc.) e
uma Tomografia Computadorizada dos cirurgia?
ossos nasais e seios da face se houver
sintomas respiratórios.

O convênio cobre os custos de uma Como é a anestesia utilizada?


rinoplastia?
A anestesia utilizada na rinoplastia aberta
Nenhum convênio cobrirá os custos de estruturada é quase sempre geral, pois é
uma cirurgia de nariz puramente estética. necessário retirar cartilagem do septo
Caso haja problemas funcionais, alguns para fabricar os enxertos que irão ajudar
convênios arcam com os custos desta a esculpir o esqueleto do nariz. A retirada
parte da cirurgia, geralmente correspon- desta cartilagem é feita com mais con-
de a 50% dos custos do hospital. Há ainda forto para o paciente utilizando a aneste-
convênios que oferecem determinados sia geral, que também protege as vias
reembolsos aos pacientes pela parte fun- aéreas contra a aspiração de sangue para
cional da cirurgia. os pulmões de forma mais eficiente.

Quanto tempo dura o procedimento? É preciso retornar para tirar os pontos?


Uma cirurgia plástica de nariz primária Os pontos na columela são retirados
dura cerca de 2-3 horas. A cirurgia de após 5-7 dias. Não é necessário retirar
nariz secundária é mais complexa e pode os pontos ao longo da incisão por
durar 4-6 horas. Vale ressaltar, que o dentro do nariz, pois os fios geralmente
paciente recebe alta hospitalar no utilizados neste local são absorvíveis.
mesmo dia.

11
Como funciona e qual a função do curativo?
Dentro do nariz, alguns médicos utilizam
um splint nasal feito de silicone, que
possui uma canaleta embutida para per-
mitir a passagem de ar. Este splint com-
prime os tecidos ao redor do septo,
visando orientar a cicatrização após a
retirada dos enxertos, minimizar o
acúmulo de sangue no local e manter o
septo retificado.
A grande vantagem é a eliminação da
necessidade de usar um tampão, per-
mitindo que o paciente saia do centro
cirúrgico respirando pelo nariz. Isto
aumenta muito o conforto do paciente
durante a recuperação. Estes splints são
retirados após 4-7 dias.
Por fora do nariz, alguns realizam um
curativo com Micropore e uma placa
moldável e aderente de Alumínio. Este
curativo, que é retirado após 7 dias, tem
como finalidade imobilizar os tecidos
esculpidos durante a cirurgia, até que o
corpo produza tecido de cicatrização
suficiente para manter os ossos e cartila-
gens em sua nova posição.

Imagem ilustrativa - splints nasais


A cirurgia deixa cicatriz?
A rinoplastia fechada não possui
incisões externas e a rinoplastia aberta
deixa uma cicatriz externa pratica-
mente imperceptível a uma distância
de conversação normal. A qualidade
desta cicatriz depende fundamental-
mente da execução correta da incisão
e do fechamento por parte do cirur-
gião.

12
Como escolher o especialista que realizará a cirurgia de nariz?

Na hora de escolher o cirurgião plástico que irá


realizar o procedimento, é preciso levar alguns
fatores em consideração, como conhecer a
formação acadêmica do médico, procurar saber
em qual universidade/hospital ela foi realizada e
pelo fato da rinoplastia tratar-se de uma cirurgia
complexa, é fundamental investigar se o médico
é realmente especialista em rinoplastia.
Verifique ainda se o profissional é membro da
Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e
busque saber sobre o local da cirurgia, onde o
médico irá operar. Procure por médicos que
operam em hospitais ou clínicas que ofereçam
total segurança, do pré-operatório à alta.

Por isso, o paciente deve escolher o médico


somente após uma minuciosa análise do currículo
e especialmente após realizar uma consulta
formal com o cirurgião. Esses são fatores funda-
mentais para o sucesso de uma cirurgia plástica
de nariz. Pois a realização da cirurgia de nariz com
médicos sem a formação adequada pode trazer
graves transtornos e complicações.

O cirurgião plástico deve oferecer níveis altamente


profissionais de cuidado, ajudando o paciente a tomar as
melhores decisões - aquelas que oferecerão os melhores
resultados a curto e a longo prazo.

dR. ALAN LANDECKER

13
P ara maiores informações e esclare-
cimentos sobre cirurgia de nariz,
entre em contato com a equipe da Clínica
Landecker e agende uma avaliação.
Durante a consulta médica, os seguintes
aspectos serão abordados: detalhamento
das queixas do paciente, explicação técnica
do caso, a técnica cirúrgica mais indicada e
detalhes sobre a evolução pós-operatória
esperada em cada caso. O plano cirúrgico
será elaborado pelo Dr. Alan Landecker,
CRM-SP 87043, considerando sempre os
objetivos principais do paciente em
primeiro lugar.

Contatos

Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 2738


Jardim Paulistano CEP 01442-002 - São Paulo - SP
Telefone: (11) 3032-9977

Leia mais:
http://www.landecker.com.br
Siga-nos:
@alanlandecker no Twitter
DrAlanLandecker no Facebook

14

Você também pode gostar