Você está na página 1de 7

O artigo apresenta pesquisas sobre a maturidade do projeto nas organizações.

O
objetivo é desenvolver uma compreensão do projeto
a maturidade é e investigar o nível de maturidade do projeto nas organizações hoje.
A hipótese é que a maturidade do projeto se desenvolve
através de uma escala de maturidade onde as etapas da escada são propostas como
gerenciamento de projetos, gerenciamento de programas e portfólio
gestão.
A própria maturidade é medida ao longo de três dimensões.
Eles são conhecimentos (capacidade de realizar tarefas diferentes),
atitudes (vontade de realizá-las) e as ações (na verdade, as fazer). As diferentes
dimensões da maturidade estão ainda divididas
em subconjuntos, o que deve proporcionar uma boa compreensão da maturidade do
projeto de uma organização.
Um questionário é
desenvolvido com base nesta compreensão da maturidade do projeto, e uma pesquisa
inicial foi conduzida. A pesquisa oferece algum apoio
para a construção da escada, e mostra que as atitudes e o conhecimento são mais
fortes do que as ações tomadas. Trabalhos adicionais sobre o
São propostos questionários e pesquisas.
# 2003 Elsevier Ltd e IPMA. Todos os direitos reservados
1. Introdução
O campo de gerenciamento de projetos ampliou sua
foco do estudo de um único projeto para a forma como uma empresa
ou a organização está usando projetos para alcançar sua
metas. Gareis [1] há muito cunhou o conceito de
Organização Orientada a Projetos (POO). A característica específica
de tal organização é a da gestão
de projetos individuais, a gestão da rede de
e projetos externos, e as relações entre
A empresa e os projetos individuais são considerados.
Hoje, os projetos são vistos como muito mais do que resolver
problemas técnicos; eles também são locais para dominar
negócios e mudanças. O prazo de maturação do projeto pode ser
usado como uma indicação ou uma medida da organização
capacidade de usar projetos para diferentes fins.
Como mostra o PMI [2], existem muitos modelos de maturidade.
Esses modelos irão ilustrar que existem diferenças
entre as empresas em seu uso real de projetos como um
significa alcançar objetivos. No entanto, muitos desses
os modelos são bastante limitados, tendo como única intenção a categorização
do comportamento real de
a organização.
Nossa agenda de pesquisa é criar uma compreensão mais profunda
da maturidade do projeto dentro das organizações. Nós
sugerirá um quadro teórico mais amplo para
descrevendo e compreendendo a maturidade do projeto e
realizar uma validação empírica da nossa abordagem.
2. O conceito de maturidade
Webster [3, p. 617] define "maduro" como sendo maduro ou
atingindo o estado de pleno natural ou máximo
desenvolvimento. A maturidade é a qualidade ou o estado de existência
maduro. Se aplicarmos o conceito de maturidade a um
organização, pode referir-se a um estado em que a organização
está em perfeitas condições para alcançar seus objetivos.
A maturidade do projeto significaria então que a organização
está perfeitamente condicionada para lidar com seus projetos.
No mundo real, não encontraremos o totalmente amadurecido
organização; ninguém alcançou o estágio do máximo
desenvolvimento e ninguém o fará. Portanto, faz sentido
para falar sobre um certo grau de maturidade e fazer uma
esforço para medir ou caracterizar a maturidade do
organização.
3. Maturar a maturidade talvez seja sempre mais
subjetivo do que objetivo. Algumas das mais importantes
os trabalhos sobre a maturidade do projeto parecem se concentrar
principalmente em
que organizações e pessoas do projeto estão fazendo operacionalmente
[4,5]. Para nós, isso aparece como um pouco estreito
interpretação do que a maturidade deveria significar.
Skulmoski [6] no entanto, refere-se a Isabelle Saures, que
explica a maturidade do projeto organizacional como a organização
receptividade ao gerenciamento de projetos. Esta vista
alarga a "maturidade do projeto" ao se concentrar predominantemente
em ação. Com base nessa proposição,
Skulmoski defende um quadro onde a competência
e a maturidade são tricotadas juntas para aumentar
sucesso do projeto. Competência é considerada uma combinação
de conhecimentos, habilidades e atitudes relacionadas que
influencia performances.
Adotamos uma ampla definição de maturidade, incluindo
tanto de comportamento como de competência. Nossa visão é que
A maturidade na comunidade empresarial é melhor
explicado como a soma das ações (capacidade de agir e
decidir), atitude (vontade de se envolver) e
conhecimento (entendimento do impacto da vontade
e ação). O triângulo (ação, atitude,
conhecimento) baseia-se originalmente em pesquisa em consumidor
comportamento [7], mais tarde reforçado por Williamson [8] e
Março [9] e empiricamente debatido por Helgesen [10].
O pressuposto básico é que as sociedades modernas são
tipificado por sua capacidade de mudança e sua disposição para
mudança. E a mudança gera necessidades. As necessidades são, por sua vez,
O pré-requisito para o desenvolvimento. A maioria dos indivíduos em
As sociedades modernas estão em situações se fossem
necessidades de experiência. O resultado é que eles têm
priorizar, e assim decidir. Na realidade, o moderno
O cidadão está em processo de decisão contínua. Mesmo não para
decidir, é uma decisão, a "alternativa zero".
Em muitas dessas configurações de decisão, o conhecimento será
o parâmetro decisivo. Mas o conhecimento por si só não é
suficiente. Também precisamos ter uma atitude com o problema,
e a forma como o problema deveria ser
resolvido. Geralmente, a atitude é definida como estável de uma pessoa
orientação de valor, opiniões ou pontos de vista em relação à
em torno, ou ele mesmo. Mas hoje um tem
observou que muitas vezes as pessoas agem com base no que eles
acreditar é verdade, e não o que realmente revela
sobre a verdade. A verdadeira relação entre ação,
Atitude e conhecimento, portanto, é debatido hoje [11].
O princípio de que a crença é mais forte do que o fato, assim chamado
"Influência percebida", também se reflete fortemente na
Modelagem de dinâmica do sistema introduzida pela Forrester
[12] ao investigar o comportamento social e
sistemas de decisão orientados para o negócio.
4. A visão tradicional era que o conhecimento chega em primeiro lugar,
então atitude, e finalmente a ação. Mas hoje está claro
evidência de que muitas pessoas no mercado começam
com ação, por exemplo, comprando ações no estoque
mercado, então se interessam por ações e, em seguida, acumulam
conhecimento de como o mercado de ações
comporte-se. E uma terceira variante conhecida do mercado aberto
lugar, essa atitude vem primeiro, seguida de
conhecimento, e onde a ação posterior é apenas mecânica
follow ups, por exemplo, nas compras domésticas [10].
Transformado para testar a maturidade do projeto, a idéia é
faça perguntas sobre o conhecimento de gerenciamento de projetos
atitude de gerenciamento de projetos e prática de projetos reais.
O objetivo das perguntas é investigar se
há diferenças entre o projeto central
interessados na disposição, no conhecimento e na
uso real de projetos em seu nível na organização.
Desta forma, uma imagem mais completa do projeto de forma
O gerenciamento é adotado nas organizações pode vir
adiante. Esta maneira de investigar um fenômeno cumpre
também com a forma como a "identidade corporativa" é medida, em
a sensação de que tal identidade, segundo estudos realizados,
só pode ser entendido como uma mistura de
simbolismo, comportamento e ação [13].
5. 3. A atitude, conhecimento e dimensões da ação
Investigaremos mais profundamente os três diferentes
Dimensões da maturidade: atitude, conhecimento e ação.
Uma atitude é a posição mental de um indivíduo ou
um grupo de pessoas. Precisamos de conceitos para caracterizar o
diferentes posições. Confiamos no trabalho de Hofstede
[14]. Ele desenvolveu conceitos, que são extremamente
útil para compreender as culturas nacionais e seus quatro
As dimensões culturais podem muito bem ser usadas para descrever
Atitudes em relação ao trabalho do projeto também:
1. Atitudes em relação ao risco e à insegurança ("incerteza"
evasão '').
2. Atitudes em relação ao poder e à responsabilidade
partilha ('' distância de poder '').
3. Atitudes em relação aos valores difíceis e suaves ("masculinidade"
e feminilidade '').
4. Atitudes em relação à cooperação ("individualismo"
e coletivismo '').
Utilizamos os conceitos para estudar as atitudes em relação a
projete e frase nossas perguntas de tal forma que, se
Dado uma pontuação alta, alguém assumiria isso como resultado
de alto grau de maturidade do projeto na organização.
Atitudes positivas em relação ao risco e incerteza, poder
compartilhamento e responsabilidade, combinando hard and soft
Os valores e a cooperação são tomados como indicações de
vontade mental de empreender o trabalho do projeto.
Podemos considerar um projeto como um processo de produção.
Com base em determinados recursos (as insumos), certas formas de
trabalhando (os processos de trabalho), os resultados (as saídas) são
criada. Uma organização orientada para projetos deve ter
conhecimento de cada um dos elementos da produção
modelo, bem como uma compreensão da imagem inteira
6. Que esse modelo parece se adequar ao gerenciamento de projetos
abordagem bem é positivamente confirmada [15]. Nosso modelo
estuda quatro categorias de conhecimento:
1. Conhecimento sobre suposições ('' as entradas '').
2. Conhecimento sobre formas de trabalhar ('' o trabalho
processos '').
3. Conhecimento sobre resultados desejáveis ('' as saídas '').
4. Conhecimento sobre a totalidade ('' o holismo '').
O objetivo das perguntas é o mesmo que para as atitudes
acima, no sentido de que, se os quatro tipos de
As dimensões recebem alta pontuação, um assumiria isso
como resultado de um alto grau de maturidade do projeto no
organização.
A dimensão da ação foi investigada usando o
modelo hierárquico tradicional para sistemas organizacionais
[16], posteriormente revisado [17] para a tomada de decisões corporativas.
São utilizadas quatro dimensões:
1. Ações tomadas em nível estratégico (top management
nível, nível de CEO).
2. Ações tomadas em nível tático (gerenciamento de linha,
gerenciamento de programas, gerenciamento de portfólio).
3. Medidas tomadas a nível administrativo (administrativo
funções de suporte).
4. Ações tomadas em nível operacional (gerenciamento de projetos,
participantes do projeto).
Novamente, uma pontuação alta é tomada como uma verificação de um alto
grau de maturidade do projeto.
7. A escada da maturidade
O conceito de maturidade indica que pode haver
um desenvolvimento de um nível de capacidade para um
1. A noção de uma escada de estágios segue a lógica
que a maturidade se desenvolve no tempo e que também pode ser
reconhecido através de certas etapas ou estágios. A escada
A construção também é utilizada em outros modelos de maturidade, para
exemplo no modelo de maturidade na Engenharia de Software
Modelo de maturidade do instituto para software e
Linha de Base de Competências IPMA (para referências a
Páginas da Web, veja [2]). Nossa pesquisa tem uma escada de
maturidade do projeto como ponto de partida.
Esta é, no entanto, a única maneira de apresentar diferentes
estádios de maturidade. Gareis e Hueman [18] rejeitam o
noção de uma escada: o argumento é que uma escada
O modelo pode ser muito rígido. Em vez disso, eles vão para uma aranha
apresentação na web para permitir uma maior diferenciação em
descrevendo as competências necessárias para lidar com a
processos específicos da organização orientada para projetos.
Mesmo que aceitamos a noção de uma escada de estágios, a
diferentes estágios podem ser expressos de várias maneiras. Podemos ter
uma divisão em etapas sem apontar para qualquer
caracterização das etapas (estágio 1, estágio 2, ...). Nós
pode aplicar uma divisão bastante geral sem qualquer
referências ao assunto do gerenciamento de projetos. Crosby
[19] apresenta uma grade de maturidade de gerenciamento de qualidade com
cinco estágios (incerteza, despertar, iluminação, sabedoria,
certeza). Nós escolhemos ter uma escada de estágios
com referência especial ao tratamento de projetos dentro
organizações
8. Nossa escala de maturidade consiste em três etapas. o
A "camada" básica, ou nível, é o Gerenciamento de Projeto, ou o
gestão de projetos individuais. Neste projeto de nível
Os gerentes podem se concentrar nos esforços individuais da equipe em
para alcançar metas predefinidas do projeto com pré-determinado
restrições ao tempo e aos recursos.
O próximo nível é o Gerenciamento do Programa. A maioria
A definição comum e convincente é que um programa é um
coleção de projetos relacionados, em certa medida, com um
objetivo (APM [20]). Um programa pode ser um novo
desenvolvimento de produtos, uma reestruturação organizacional de
a empresa ou a implementação de um avançado
pacote de software em diferentes departamentos da empresa.
O gerenciamento de programas é o gerenciamento efetivo
de todos os projetos sob o guarda-chuva do
programa.
No terceiro nível, Gestão de Carteira, é a gestão
de uma série de projetos e programas que fazem
não compartilham necessariamente um objetivo comum. A questão é
para empreender estes simultaneamente [21]. Somente ao relacionar
O esforço total para uma estratégia global pode ser esse nível
dominado profissionalmente. Neste nível, o gerente
A abordagem deve ser mais ampla e incluir uma visão equilibrada
sobre como distribuir recursos escassos entre concorrentes
desejos.
A proposta de escada não significa que todas as empresas
tem uma opinião distinta sobre diferenças de etapas. Dentro
a maioria dos projetos das empresas pode ser usada para operação,
objetivos táticos e estratégicos ao mesmo tempo. este
não impede um conceito de escada no sentido de que alguns
as empresas podem estar mais desenvolvidas (ação, conhecimento e
atitude) do que outras empresas em avançado
uso de projetos.
Vamos formular a hipótese de que uma organização em geral é
mais fraco ou menos capaz - em um estágio mais alto da escada
do que um menor. Uma organização deve ser mais capaz
no gerenciamento de projetos do que no programa
gestão. Além disso, deve ser mais capaz de
gerenciamento de programas do que o gerenciamento de portfólio.

9. Conclusões e outros trabalhos


Nossas conclusões preliminares servem neste momento
apenas como recomendações. Mas essa estrutura de escada
quanto à maturidade do projeto existe em organizações
que o uso da abordagem do projeto parece iminente. o
As descobertas também apontam para a possibilidade de que o uso do projeto
seja
menos do que o conhecimento e a ambição de usar o projeto
abordagem. Uma das razões para isso poderia ser que o ensino e formação
teórica em gerenciamento de projetos já
é bem introduzido na sociedade norueguesa, através de
programas de treinamento formal e informal, enquanto um
hesita quando se trata da implementação prática.
O que novamente pode ser explicado pelo fato de que
a taxa de falha na execução de projetos modernos com sucesso
é bastante alto, conforme documentado através de inúmeros conhecidos
casos.
Cada organização deve, portanto, olhar para o seu próprio
resultados e descobrir onde a organização tem um ótimo
lidar com o aumento da maturidade do projeto. As mesas
acima, identifique áreas para melhorias gerais. Projetos
precisa de mais foco no pensamento simultâneo de
e problemas leves. As organizações precisam de mais conhecimento
e melhor compreensão do ponto de partida do
projeto. A prática do projeto parece estar no seu mais fraco
no nível operacional.
O trabalho adicional pode ser útil para melhorar o questionário.
A escala de maturidade pode estar sujeita a
mais análise. Podemos afirmar que os tipos de projetos
A organização está sendo tratada são importantes para determinar
o nível de maturidade. Projetos, que têm como
seu objetivo de criar mudanças fundamentais dentro da
organização, pode ser muito mais difícil de realizar
do que, por exemplo, projetos de construção.
A análise também pode ser estendida para cobrir um estudo
dos quais fatores explicam o nível de maturidade. Nós podemos
hipótese de que atitudes, conhecimentos e ações a respeito
as mudanças em geral são os pré-requisitos gerais
para desenvolver uma organização madura do projeto.