Você está na página 1de 6

FUNDAMENTOS FÍSICOS EM ELETROTERAPIA

 1 – ELETRICIDADE

CONCEITO: É UMA FORÇA CRIADA POR UM DESEQUILÍBRIO NO NÚMERO DE ELÉTRONS ENTRE DOIS
PONTOS.

 2 – CAMPO ELÉTRICO:

EXISTE EM TORNO DE QUALQUER PARTÍCULA CARREGADA.

 3 – CORRENTE ELÉTRICA:

É FLUXO DE CARGA ELÉTRICA (ELÉTRONS) QUE FLUI DE UM PÓLO NEGATIVO (CÁTODO), PARA UM
PÓLO POSITIVO (ÂNODO).

 4- TIPOS DE CORRENTE

4.1- CORRENTE DIRETA : FLUXO CONTÍNUO DE ELÉTRONS EM UMA ÚNICA DIREÇÃO, SENTIDO
PÓLO NEGATIVO (CÁTODO) PARA O POSITIVO (ÂNODO). RECONHECIDO GRAFICAMENTE POR
ESTAR EM UM LADO DO VALOR DE REFERÊNCIA.

4.2 – CORRENTES ALTERNADAS: NÃO POSSUEM PÓLO POSITIVO OU NEGATIVOS VERDADEIROS.


OS ELÉTRONS SE MOVEM PARA FRENTE E PARA TRÁS ENTRE OS DOIS ELETRODOS;

4.3 – CORRENTES EM PULSO: SÃO FLUXOS UNIDIRECIONAIS (MONOFÁSICOS) OU


BIDIRECIONAIS (BIFÁSICOS) DE ELÉTRONS QUE SÃO INTERROMPIDOS POR PERÍODOS
DISCRETOS DE TEMPO SEM CORRENTE;

4.4 – CORRENTES MONOFÁSICAS: OS PULSOS MONOFÁSICOS APRESENTAM APENAS UMA FASE


PARA UM ÚNICO PULSO. O FLUXO DA CORRENTE É UNIDIRECIONAL. HÁ APENAS UMA FASE
QUE PERMANECE EM UM LADO DO VALOR DE REFERÊNCIA;

4.5 – CORRENTES BIFÁSICAS: POSSUEM DUAS FASES, CADA UMA DELAS OCORRENDO NOS
LADOS OPOSTOS DO VALOR DE REFERÊNCIA.

 5 – RESISTÊNCIA

É A FORÇA QUE OPÕE A MATÉRIA AO MOVIMENTO DOS ELÉTRONS QUANDO CIRCULAM POR
ELA.

UNIDADE: OHM (Ω)

 6 – LEI DE OHM
“A CORRENTE QUE FLUI ATRAVÉS DE UM CONDUTOR METÁLICO É PROPORCIONAL À
DIFERENÇA DE POTENCIAL EXISTENTE ATRAVÉS DESTE CONDUTOR, DESDE QUE TODAS AS
CONDIÇÕES FÍSICAS PERMANEÇAM CONSTANTE”.

I= V/R

 7 – INTENSIDADE (I)

QUANTIDADE DE ELÉTRONS QUE PASSAM POR UM PONTO EM 1 SEGUNDO.

UNIDADE: AMPÉRE (A)

LEI DE COULOMB:’ A INTENSIADE DAS FORÇAS DE ATRAÇÃO E REPULSÃO PODE SER AMPLIFICADA,
AUMENTANDO-SE A MAGNITUDE DAS CARGAS OU DIMINUINDO-DE A DISTÂNCIA ENTRE OS DOIS
OBJETOS.

 8 – POTÊNCIA

É A VELOCIDADE COM QUE SE REALIZA UM TRABALHO E, UTILIZANDO ENERGIA ELÉTRICA, SERÁ O


PRODUTO DE V.I. UTILIZA-SE PARA MEDIR A VELOCIDADE COM QUE SE PRODUZ A TRANSFORMAÇÃO DE
UMA ENERGIA À OUTRA.

UNIDADE: WATTS (W)

 9 – TRABALHO

PRODUTO DA POTÊNCIA E TEMPO EM SEGUNDOS.

UNIDADE: JOULE (J)

 10 – CAPACITÂNCIA (C)

QUALQUER DISPOSITIVO PASSIVO, CAPAZ DE ARMAZENAR CARGAS ELÉTRICAS, É DENOMINADO


CAPACITOR. UM CAPACITOR ARMAZENA CARGA ATÉ QUE POSSA LIBERÁ-LA POR COMPLETO.

UNIDADE: FARADS (F)

 11 – INDUTÂNCIA

É A CAPACIDADE DE UM MATERIAL ARMAZENAR ENERGIA ELÉTRICA POR MEIO DE UM CAMPO


ELETROMAGNÉTICO.

UNIDADE: henry

 12 – IMPEDÂNCIA (Z)

É A MÁXIMA VETORIAL DAS 3 FORMAS DE RESISTÊNCIA PRESENTES NA MATÉRIA: OHMICA, INDUTIVA


E CAPACITIVA.

EM UMA CA A INDUTÂNCIA E A CAPACITÂNCIA AGEM PARA RESISTIR AO FLUXO DA CORRENTE.

UNIDADE: OHM (Ω)

 13 – TIPOS DE CIRCUITOS

13.1 – CIRCUITO EM SÉRIE;


13.2 – CIRCUITO EM PARALELO;

13.3 – CIRCUITO CORPORAL:

a) TECIDOS EXCITÁVEIS: FIBRAS NERVOSAS, FIBRAS MUSCULARES, CÉLULAS SANGUÍNEAS,


MEMBRANAS CELULARES;

b) TECIDOS NÃO EXITÁVEIS: OSSOS, CARTILAGEM, TENDÕES E LIGAMENTOS.

GRÁFICOS

CORRENTE DIRETA CORENTE ALTERNADA

CORRENTE MONOFÁSICA

CIRCUITO EM SÉRIE CIRCUITO EM PARALELO

ELETROFISIOLOGIA

 1-ATIVIDADE ELÉTRICA NAS CÉLULAS DO CORPO

.DEVE-SE AO MOV DE ÍONS: CORRENTE DE CONVECÇÃO

-ARRANJO DAS CARGAS ELÉTRICAS NAS CÉLULAS: CAPACITÂNCIA DA MEMBRANA


CELULAR=1μFARAD/cm²

-POTENCIAL DE REPOUSO : DENTRO (+) FORA (-)


-60 A -90 mv, PERMEABILIDADE AO K+ E AO Na+

 POTENCIAL DE REPOUSO

 NERVOS E FIBRAS MUSCULARES LISAS=-70mv

 FIBRAS MUSCULARES ESQUELÉTICAS=-80mv

 CÉLULAS DA GLIA=-90mv

 PROPAGAÇÃO DO IMPULSO NERVOSO

-POTENCIAL DE AÇÃO AO LONGO DA FIBRA NERVOSA- EVENTO TUDO OU NADA

- DISPARADO POR UM DISTÚRBIO DO POTENCIAL ELÉTRICO AD MEMBRANA DA FIBRA NERVOSA ALÉM


DO SEU POTENCIAL LIMIAR (-55mv)
 CIRCUITO CORPORAL

- TECIDOS EXCITÁVEIS: FIBRAS NERVOSAS, FIBRAS MUSCULARES, CÉLULAS SANGÜINEAS,


MEMBRANAS CELULARES

- TECIDOS NÃO EXCITÁVEIS:OSSOS,CARTILAGEM,

TENDÕES E LIGAMENTOS

- DENSIDADE DE CORRENTE X EFEITOS FISIOLÓGICOS

 CORRENTES ELETROTERÁPICAS

.CORRENTE DIRETA: ALTERAÇÕES QUÍMICAS E IONTOFORESE. EX: CORRENTE DIRETA TERAPÊUTICA

. CORRENTES DE BAIXA FREQUÊNCIA: ESTIMULAM TECIDOS EXCITÁVEIS. EX: FARÁDICA,TENS, FES ,


DIADINÂMICAS

.CORRENTES DE MÉDIA FREQUÊNCIA MODULADAS A BAIXA. EX: RUSSA, INTERFERENCIAL

.CORRENTES DE ALTA FREQUÊNCIA: CAUSAM AQUECIMENTO. EX: ONDAS-CURTAS, MICROONDAS,


ULTRA-SOM

.CORRENTES DA BAIXA INTENSIDADE: ALTERAÇÕES CELULARES , LEVANDO AO CRESCIMENTO OU


REPARO

.EFEITO PLACEBO