Você está na página 1de 5

https://books.google.com.br/books?

id=3h0Xhf9hDVsC&pg=PA5&hl=pt-
BR&source=gbs_selected_pages&cad=2#v=onepage&q&f=false

REFERÊNCIAS

BARBERO, Jesús Martin. Dos meios às mediações: comunicação, cultura e


hegemonia. 2. ed. Rio de Janeiro: Ufrj, 2003. 379 p.

BENTO, Maria Aparecida Silva. Branquemento e branquitude no Brasil. In: CARONE,


Iray; BENTO, Maria Aparecida Silva. (Orgs.). Psicologia social do racismo: estudos
sobre branquitude e branqueamento no Brasil. Petrópolis: Vozes: 2002.

BORBA, Mário Pereira; BALDISSERA, Rudimar. Das Mídias à Midiatização:


Reflexões Sobre Opinião Pública. In: Anais do III ABRAPCORP, São Paulo: UFRGS,
2009.

BORELLI, Viviane. Midiatização, dispositivo e os novos contratos de


leitura geram uma outra religião. Universidade Federal de Santa Maria. Disponível
em: < http://www.bocc.ubi.pt/pag/borelli-viviane.pdf >. Acesso em: 15 jul.2017

CARDOSO, Lourenço. Retrato do branco racista e anti-racista. 2010. Disponível


em: <http://online.unisc.br/seer/index.php/reflex/article/viewFile/1279/1055>. Acesso
em: 16 jul.2017.

__________________. O branco ante a rebeldia do desejo: um estudo sobre a


branquitude no Brasil. 2014. 290 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista
Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciencias e Letras (Campus de Araraquara), 2014.
Disponível em: <http://hdl.handle.net/11449/115710>.

CORREA, Norton. Os vivos, os mortos e os Deuses: um estudo antropológico sobre


o batuque no Rio Grande do Sul, 1988. Dissertação (Mestrado em Antropologia
Social). Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal
do Rio Grande do Sul. Porto Alegre.
COSTA, H. O negro no teatro e na TV. Estudo Afro-Asiáticos. Rio de Janeiro, 1988.

COUTINHO, José Pereira. Religião e outros conceitos. Sociologia, Revista da


Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Porto, v. 24, p.171-193, 2012.
Disponível em: <http://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/10763.pdf>. Acesso em: 26 jun.
2017.

DIJK, Teun A. van. Racismo e Discurso na América Latina. 2 ed. São Paulo:
Contexto, 2012.

Do livro: Identidade e diferença. Organizado por Tomaz Tadeu da Silva. Rio de Janeiro:
Editora Vozes, 2013 pp. 73-102. A produção social da identidade e da diferença

DUARTE, Jorge; BARROS, Antonio (Org.). Métodos e Técnicas de Pesquisa em


Comunicação. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2015. 379 p. 8ª. reimpressão 2015.

DURKHEIM, E. As formas elementares da vida religiosa. São Paulo: Martins Fontes,


1996.

FREIRE FILHO, João. Força de expressão: construção, consumo e contestação das


representações midiáticas das minorias. Famecos, nº 27, 2005, pp.18-29,. Disponível:
<http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3333>.

___________________; HERSCHMANN, Micael; PAIVA, Raquel. Rio de Janeiro:


Estereótipos e representações midiáticas. Disponível em:
<http://www.compos.org.br/seer/index.php/e-compos/article/viewFile/1/2>

___________________; HERSCHMANN, Micael; PAIVA, Raquel. Estereótipos e


Representações Midiáticas. Rio de Janeiro: Revista da Associação Nacional dos
Programas de Pós-Graduação em Comunicação, edição 1, 2004. Disponível em: <
http://www.compos.org.br/seer/index.php/e-compos/article/viewFile/1/2>.
GASPARETTO, Paulo R. Midiatização da Religião: processos midiáticos e
aconstrução de novas comunidades de pertencimento. Estudo sobre a recepção da
TV Canção Nova. 2010. Disponível em: < http://compos.com.puc-
rio.br/media/gt12_paulo_roque_gasparetto.pdf>
HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade, 2006

___________. Da. Diáspora: Identidades e Mediações Culturais. Liv Sovik (org); Trad.
Adelaine La. Guardia Resende. Belo Horizonte: Editora UFMG; Brasília:
Representação da Unesco no. Brasil, 2003

___________. A centralidade da cultura: notas sobre as revoluções culturais do nosso


tempo. Educação e Realidade, Porto Alegre, n. 2, v. 22, p .5, 1997.

HJAVARD, Stig. Matrizes. Ano 5 – nº 2 jan./jun. 2012 - São Paulo - Brasil –p. 53-91
online http://www.periodicos.usp.br/matrizes/article/view/38327/0

______________. Midiatização: conceituando a mudança social e cultural.


Matrizes, V. 8 - Nº 1 jan./jun. 2014 São Paulo – Brasil

Disponível

IBGE. Censo demográfico 2010. Tabela 2094: População residente por cor ou raça
e religião. Disponível em: < https://sidra.ibge.gov.br/Tabela/2094#resultado>

LAHNI, Cláudia Regina et al. A mulher negra no cinema brasileiro: uma analise de
Filhas do Vento. Rev. Cient. Cent. Univ. Barra Mansa - Ubm, Barra Mansa, Rio de
Janeiro, v. 17, n. 9, jul. 2007, pp.80-88. Disponível em:
<http://negromidiaeducacao.xpg.uol.com.br/artigos/A_mulher_negra_no_cinema.pdf>.
Acesso em: 15 jul. 2017.

MALHOTRA, N. K. Pesquisa de Marketing: uma orientação aplicada. 3. ed. Porto


Alegre: Bookman, 2001. p. 720.

MARCHETTI, R. Z. Diversidade e Tendências das Pesquisas Qualitativas de


Marketing. In: Caderno de Ciências Sociais Aplicada. Curitiba: Editora UFPR, 1995.
pp.15-24.
MARTINO, Luis Mauro. Matrizes, Midiatização da religião e Estudos Culturais:
uma leitura de Stuart Hall* V.10 - Nº 3 set/dez. 2016 São Paulo - Brasil p. 143-156
https://www.revistas.usp.br/matrizes/article/download/124655/121884

ORO, Ari Pedro. AS RELIGIÕES AFRO-BRASILEIRAS DO RIO GRANDE DO SUL.


Debates do Ner, Porto Alegre, v. 13, n. 9, pp.9-23, 19 jun. 2008. Disponível em:
<seer.ufrgs.br/debatesdoner/article/download/5244/2975>. Acesso em: 11 jul. 2017.

______________. Religiões afro-brasileiras do Rio Grande do Sul: passado e presente.


Estudos Afro-asiáticos, Rio de Janeiro, v. 24, n. 2, maio 2002, pp.345-384. Disponível
em: <http://hdl.handle.net/10183/79339>. Acesso em: 11 jul. 2017.

PIZA, Edith. Adolescência e racismo: uma breve reflexão. An. 1 Simp. Internacional do
Adolescente May. 2005. Disponível em: http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?
pid=MSC0000000082005000100022&script=sci _arttext

__________. Branco no Brasil? Ninguém sabe, ninguém viu... In: HUNTLEY, Lynn
Walker; GUIMARÃES, Antonio Sérgio Alfredo (Orgs.). Tirando a máscara: ensaios
sobre o racismo no Brasil. São Paulo: Paz e Terra, 2000. pp. 97-125.

SCHUCMAN, Lia Vainer. Entre o "encardido", o "branco" e o "branquíssimo":


raça, hierarquia e poder na construção da branquitude paulistana. Tese
(doutorado), 2012. Disponível em:
<http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-21052012-154521/pt-br.php>

SGORLA, Fabiane. Discutindo o "processo de midiatização". Mediação (Belo


Horizonte), v. 9, 2009, pp. 59-69.

SILVA, Ana Célia da. Branqueamento e branquitude: conceitos básicos na formação da


alteridade. In: NASCIMENTO, Antonio Dias. HRTKOWSKI, Tânia (Orgs.). Memória
e formação de professores. Salvador: EDUFBA, 2007. Disponivel em: <
http://books.scielo.org/id/f5jk5/pdf/nascimento-9788523209186-06.pdf > Acesso em 16
jul. 2017.

SILVA, Eliane Moura da. Religião, Diversidade e Valores Culturais: conceitos teóricos e
a educação para a Cidadania. Rever: Revista de Estudos da Religião, São Paulo, v. 2,
pp.1-14, 2004. Disponível em: <http://www.pucsp.br/rever/rv2_2004/p_silva.pdf>.
Acesso em: 02 jul. 2017.

STAM, Robert; SHOHAT, Ella. Estereótipo, realismo e representação racial.


Imagens, n. 5, p. 70-84, 1995. Disponivel em < https://docs.google.com/viewer?
a=v&pid=sites&srcid=ZGVmYXVsdGRvbWFpbnxoaXN0b3JpYWRhc2N1bHR1cmFz
fGd4OjQyMzk2OGM4OTU2YzlhZjg>. Acesso em: 16 jul. 2017.

SOVIK, L. (2004). Aqui ninguém é branco: hegemonia branca no Brasil. In: Ware,
Vron. Branquidade. Identidade branca e multiculturalismo. Rio de Janeiro:
Garamond, Centro de Estudos Afro-Brasileiros, Universidade Candido Mendes.

WOODWARD, K. Identidade e diferença: uma introdução teórica e conceitual. In:


SILVA, T.T. (Org.) Identidade e diferença: a perspectiva dos Estudos Culturais.
Petrópolis: Vozes, 2000.

WOLTON, Dominique. Informar não é comunicar Porto Alegre: Sulinas, 2010


SODRÉ, Muniz. “Eticidade, campo comunicacional e midiatização”. In: MORAES,
Denis. Sociedade Midiatizada. Rio de Janeiro: Mauad, 2006.