Você está na página 1de 1

O liberalismo cedo se defrontou com os saudosos da velha ordem absolutista, que

encontraram no infante D. Miguel o líder capaz de dar corpo às suas reivindicações.

Identificado com o Absolutismo, o Miguelismo reinou, desde 1828, num país dividido por
tensões e ódios que desembocaram uma sangrenta guessa civil.

Cronologia dos acontecimentos

DATAS ACONTECIMENTOS
1820  Triunfo liberal em Espanha
 Revolução em Portugal
1822  Constituição
 Independência do Brasil
1823  O exército francês restaura, na vizinha Espanha, o poder absolutista
de Fernando VII
 Vila-Francada
1824  Abrilada. Primeira emigração liberal
 D. Miguel parte para Viena de Áustria
1825  Portugal reconhece a independência do Brasil
1826  Morte de D. João VI. Conselho de Regência
 D. Pedro IV, no Brasil, outorga a Portugal a Carta Constitucional
 Abdicação de D. Pedro IV a favor de sua filha D. Maria da Glória,
então com 7 anos. Acerta-se o casamento da princesa com o seu tio,
infante D. Miguel
 Reação absolutista. Segunda emigração liberal
 O Conselho de Regência controla o país com o auxílio da Inglaterra.
1828  D. Miguel regressa a Portugal, assume a regência e jura a Carta
Constitucional
 Dissolução das Cortes Constitucionais e convocação das cortes à
maneira tradicional.
 Proclamação da realeza de D. Miguel I
 Revoltas liberais no Porto, Trás-os-Montes, Beiras, Algarve, Madeira,
todas elas sufocadas pelo Miguelismo. Apenas a ilha Terceira resiste.
1828-34  Vigência do Absolutismo
 Violenta repressão; execução de liberais
 Terceira emigração liberal
1830 