Você está na página 1de 50

DEUTSCHKURS

Para Brasileiros

NÍVEL A1
Apresentação 003

GUIA DE PRONÚNCIA

Por Marcelo Freitas


UNIFICAÇÃO DA PRONÚNCIA
Todos os idiomas apresentam variação na pronúncia das palavras. Até
mesmo a língua portuguesa que praticamente não possui dialetos, tem
pronúncias diversas entre populações de falantes da mesma língua.
O alemão é uma língua dos povos germânicos com raízes antigas e
vários dialetos. Sua sistematização, porém, é recente. A adoção do
“alemão standard”, em especial quanto à pronúncia, data de finais do
século XIX e início do XX.
Hoje é possível entender o alemão standard em praticamente todos os
locais de língua alemã. Em especial quando se trata de meios de
comunicação de massa de abrangência nacional e internacional, como é
o caso da televisão. Tal como no Brasil, onde a pronúncia da televisão
nacional é padronizada para todo o país, assim acontece com os canais
de TV alemães.
Evidentemente, se viajarmos pela Alemanha encontraremos variações
regionais bastante acentuadas na pronúncia das palavras.
PRONÚNCIA NESTE MATERIAL
A descrição de cada som neste material procura assimilá-lo aos sons
em português para facilitar a compreensão para brasileiros.
É preciso, no entanto, considerar que o “jeito” de falar do alemão é
diferente do “jeito” brasileiro de falar. Essa entonação só se
aprenderá ouvindo frequentemente falantes nativos. A analogia com
o português aqui é apenas um facilitador do aprendizado.
As gravações foram feitas por um brasileiro buscando imitar a
pronúncia e entonação dos falantes nativos.
Para ouvir as palavras exemplos basta um clique no ícone do auto-
falante
ALFABETO
O Alfabeto alemão é praticamente o mesmo do
português (alfabeto latino), agora com a inclusão das
letras K, W e Y.
O antigo alfabeto gótico
caiu em desuso na Alemanha há pelo menos 60 anos.
A exceção é a letra β (Eszet ou Scharfes), cujo som é o
mesmo do S ou SS do português.
É importante saber os nomes das letras pois eles
podem pedir para você soletrar (buchstabieren)
alguma palavra que não entendam, especialmente ao
telefone. Nesse material as letras que têm nome
diferente do português serão informadas. As demais
têm nome igual.
ACENTUAÇÃO
O alemão simplesmente não tem acentos.
A sílaba tônica em alemão é quase sempre a primeira
sílaba (com exceções para palavras de origem estrangeira.
Ex. Polizei, Nation, e outras). Por essa razão são
desnecessários acentos.
O sinal gráfico ¨ (Umlaut) igual ao nosso antigo trema,
tem função diferente da que tinha no português. O
Umlaut altera a pronúncia das vogais A, O e U para
produzir sons específicos da língua alemã. Ele não é
considerado um acento, pois não marca a sílaba tônica.
VOGAIS BREVES E LONGAS
Há uma diferença de pronúncia entre vogais breves e vogais longas.
Essa diferença é sutil na duração do som e mais evidente na entonação,
pois em geral as vogais breves são abertas e as longas são fechadas.
Algumas regras básicas:

VOGAIS BREVES - Consoantes dobradas e várias consoantes após uma vogal


indicam que ela é breve. Ex. fallen, Gift, Held, Städt, Ärztin.
VOGAIS LONGAS:
• Quando após ela houver apenas uma consoante. Ex. für, Tür, Weg, Spät.
• Vogais duplicadas. Ex. Haar, Boot.
• Vogais seguidas da letra H. ex. Stuhl, Bahn, Uhr.
• Vogal i seguida da vogal e. Ex. liebe, nie, wieder.
A
A letra A em alemão tem Abend (noite)
sempre som aberto. Não
braun (marrom)
existe A nasal como em
português, mesmo que Bahnhof (estação)
venha antes da letra N ou
M. langsam (devagar)

O A mantém seu som


também nos ditongos AU e
AI.
Ä
O Ä breve tem o som do “é”
aberto do português. O Ä longo Städte (cidades pl.)
tem som do “ê” fechado do
Ärztin (médica)
português.
O nome dessa letra é “É”, portanto Gärtner (jardineiro)
se soletrarem ou se for soletrar
spät (tarde)
lembre-se que o som É indica Ä,
mesmo que na palavra o som seja Käse (queijo)
fechado.
Aparece bastante em palavras no plural
escritas com a letra A e que recebe o ¨ para
transformá-la em “e” ao fazer o plural.
Pode ser grafado como também ae ou æ.
ÄU
O ditongo ÄU em alemão Häuser (imóveis pl.)
tem o som do ditongo
Bäuerin (camponesa)
aberto ÓI em português.
Isso porque o ditongo EU täuschen (enganar)
em alemão também tem
som de “ói” e o Ä equivale a Gebäude (edificação)

um É.
B

Tem o mesmo som do B do Baum (árvore)


português. Bäcker (padeiro)
Quando aparece no fim da
lieb (gentil)
palavra é mais breve e soa
quase como um P.
C

Segue a mesma regra do


português. Antes de E e I Café (Kaffeehaus/cafeteria)

tem som de S, como em


Computer (computador)
cebola, cinema. Antes de A,
O e U tem som de K, como CD (compact disk)
em carro, couro e curso.
São poucas as palavras em Videorecorder (Vídeocassete)

alemão que usam o C, na


maioria estrangeiras.
CK

Prevalece apenas o som do glück (sorte)


K. Como em português, ele Stock (andar, piso)
tem o som do C + A, O, U.
CH
Para descrever o som do CH em alemão devemos ich (eu)
buscar um ponto intermediário ente o som Milch (leite)
aspirado na garganta (ARRR) e o som do CH München (Munique)
(SH) em português, pressionando a parte sechzehn (dezesseis)
intermediária da língua no céu da boca deixando möchten (gostaria)
uma pequena passagem de ar. Assim se pronuncia
o CH ligado à letra I e à letra E.
Buch (livro)
Para o CH que vem após as letras A, O e U, a
Nacht (noite)
pronúncia é mais aspirada (ARRR). noch (ainda)
O primeiro som se aplica também ao CH que Chemie (química)
inicia as palavras como China, embora nas China (China)
palavras de origem estrangeira esse som possa ser Chef (chefe)
de SH como em “chef ”, ou até de K como em Chaos (caos)
“Chaos” e “Christ”.
Christ (Cristo)
SCH
Schule (escola)

Essa combinação produz o som de


X ou CH do português. O S schlecht (ruim)
impede o som aspirado do CH
típico do alemão.
Tasche (bolsa)
CHS

Fuchs (raposa)
Nesse caso o CH assume o som de
K e o resultado é um KS. Lachs (salmão)
D

O D tem o mesmo som do danke (obrigado)


português (D+A; D+O e D+U),
dort (ali)
mas não é fricativo em sílabas com
(D+i ou D+E) como fazemos em Direktor (diretor)
português (dji). O D em alemão é
Abend (noite)
sempre linguodental. Quando
aparece no final da palavra é breve Bild (imagem, foto)
e se aproxima do um T.
E

A letra E tem os mesmos sons do Enkel (neto)


português: É e Ê, mas não há
gelb (amarelo)
acento que determine se o som é
aberto ou fechado. É preciso saber Bett (cama)
se a vogal é breve ou longa (ver slide 6)
Nummer (número)
Algumas vezes é pronunciado
quase como um A, especialmente aber (mas)
quando é seguido de R.
EI

Eis (gelo)
EI em alemão tem som de AI.
Reise (viagem)
Sempre.
Wein (vinho)

frei (livre)
EU

Europa
EU em alemão tem som de ÓI.
Flugzeug (avião)

teuer (caro)

neu (novo)
F

F é igual ao português. Há palavras Fisch (peixe)

com dois FF, mas o som é o


Affe (macaco)
mesmo.
G
O nome da letra G em alemão é
“Guê” e ela soa como se fosse o GU
Glas (copo de vidro)
do português. Tag (dia)
Não existe um G dental como em
“general”.
Übung (exercício)
É sempre pronunciado, exceto na
terminação UNG quando quase entschuldigung
(desculpe)
desaparece.
Ao final das palavras após a letra I dreiβig (trinta)
pode soar como o CH do alemão ou achtzig (oitenta)
como o próprio GUE, dependendo
da região da Alemanha.
H
O H em alemão se chama Rá, mas
Haus (casa)
é bem aspirado no fundo da
hier (aqui)
garganta. Não é como o R ou os
dois ERREs do português, pois o R Freiheit (liberdade)
tem um tremorzinho e o H sai liso gehen (ir)
do fundo da garganta.
Fahrrad (bicicleta)
Quando aparece entre uma vogal e
uma consoante ele não tem som Lehrer (professor)
algum e serve apenas para indicar
que essa vogal é longa. Bahn (trilho, caminho)

ohne (sem)
I

O I em alemão tem quase o mesmo


som do I em português, mas é ist (é)
pronunciado com os lábios mais Tisch (mesa)
fechados, quase em forma de U.
Diferentemente do português no
qual o i é pronunciado com um
sorriso.
IE

O IE em alemão tem o mesmo


som do I em português. São duas die (a)
letras para um som.
Bier (cerveja)
Quando vem após o T, o som dessa
consoante que em geral é TÊ Tier (animal)
(linguodental) é modificado para
TCH (fricativo).
J

O J em alemão chama-se IOT e ja (sim)

tem o mesmo som do I em jetzt (agora)


português.
K

Kind (criança)
Tem som de K mesmo.
Geschenk (presente)
L

O som do L em alemão se faz Land (país)


sempre tocando a língua no céu da klar (claro)
boca, não importa sua posição na
palavra. Apfel (maçã)
Ele nunca terá som de U como o L
Kugel (bola)
final em português (canal, labial).
M

Mutter (Mãe)
O M é sempre pronunciado EMM.
Não é mero sinal de nasalização langsam (devagar)
como às vezes o é em português.
Umlaut (trema)
N

nein (não)
O N também é pronunciado e se
percebe a sua presença pelo contato eins (um)
da língua com o céu da boca. Mann (homen)
Ao final das palavras ele fica um
kommen (vir)
pouco atenuado.
O

Em alemão temos o Ó aberto e o


Ô fechado, chamados de curto e Gott (Deus)
longo. Veja as regras para definir a
Sofa (sofá)
vogal aberta e fechada no slide 6
para saber se deve falar Ó ou Ô. Oper (ópera)
Nenhum tem acento, só se
diferencia pela prática.
Ö
O Som do O com trema é obtido
posicionando-se a boca para falar O,
Öfen (fornos)
mas pronunciando-se E.
O nome dessa letra é “Ê” (falado com Wörterbuch (dicionário)
a boca em formato de O), preste
König (Rei)
atenção ao soletrar.
Por isso ele também pode ser grafado Löffel (colher)

como oe ou œ.
zwölf (doze)

Observe a palavra Goethe, que teria a


mesma pronúncia se fosse escrita
Göte.
P

Tem o mesmo som do P em Papier (papel)


português.
Pfeffer (Pimenta)
Junto ao F é mudo.
Junto ao H faz som de F. Philosophie (filosofia)
Q

O nome dessa letra é KU. Poucas Qualität (qualidade)


palavras em alemão a utilizam e ela
sempre vem acompanhada do U. Quark (ricota)

O resultado, no entanto, não é o Quelle (fonte)


mesmo do português onde QU = Quetschung (contusão)
QUE. No alemão esse Q
transforma o U em um V rápido
QV.
R
rechts (direita)
O nome da letra é ÉR (sem enrolar a língua).
O R do alemão tem um som bem gutural Reis (arroz)
semelhante aos dois RRs do português.
Há um pequeno tremor no fundo da Freund (amigo)
garganta que o diferencia do H.
Frage (pergunta)
Não existe na Alemanha o R com a
língua dobrada como nós conhecemos
Wort (palavra)
(ex. cara) ou o R caipira brasileiro (ex.
porta), embora a língua possa tremer em Bauer (camponês)
algumas palavras como Rose, para
diferenciar de Hose. der (o)

Após a letra E, o R tem quase o som do aber (mas)


A, em especial ao final das palavras.
S
Sonne (sol)
O S tem som de Z do português.
Sonntag (domingo)

Note: é interessante saber que os Käse (queijo)


alemães não diferenciam o som dos
Hausfrau (dona de casa)
nossos S, SS e do Z. Assim, você
pode falar, por exemplo “sehr gut” Glas (vidro, copo)
(muito bom) como “zér gut” ou “ssér gut”
e eles vão ouvir a mesma coisa.
SS
O SS tem o mesmo som do SS em
português, ou seja, som de S.
küssen (beijar)

Wasser (água)
O SS é usado após uma vogal curta,
portanto se a palavra for escrita com essen (comer)
SS após uma vogal, sua pronúncia é
curta e aberta. Pelo mesmo motivo, se
uma palavra for falada com uma vogal
curta antes de um som de S deve ser
grafada com SS.
β
O Eszet, também chamado de Scharfes, tem o
mesmo som do SS.
Quando se passou a utilizar o alfabeto latino no
alemão, alguns sons não possuíam uma letra heiβen (chamar-se)
correspondente, então adotou-se o β.
Desde a reforma ortográfica alemã de 1996, no Straβe (rua)
entanto, fixou-se o som do β como o do SS.
O β é usado em 2 situações: Fuβ (pé)

1 – Depois de ditongos. Ex. beiβen.


Fuβball (futebol)
2 – Depois de vogais longas. Ex. Grüβe.
Grüβen (saudar)
Após uma vogal curta usa-se o SS.
Na Suiça, ao contrário, o uso do β foi
abandonado e substituído pelo SS.
O β não tem forma maiúscula.
SP

Quando o S vem antes de P o som Spiegel (espelho)


é de CHP. O S fica chiado e em
sprechen (falar)
seguida vem o P em um som único
e explosivo. Sport (esporte)
É como se fosse um carioca
falando Especial “ichpecial”.
ST

Stadt (cidade)

O ST tem som de CHT. De novo o Stuhl (cadeira)


carioca falando Estou = “schtou”. bestellen (encomendar)

Em algumas palavras o S volta a ser


abstrakt (abstrato)
S, mesmo antes do T.
Fest (festa)
T
Tag (dia)
O som do T é igual ao português. Ele
bitte (por favor)
é sempre pronunciado (linguopalatal),
mesmo no final das palavras. Seite (página)
Não há o T com som de TCH (fricativo) alt (velho)
que temos em português (tipo, tia...)
Tier (animal)
exceto quando vem antes de IE.
O T na construção TION tem som Information (informação)
de TSION. Lektion (lição, aula)
No grupo TZ soam os dois. Platz (lugar, praça)
No grupo TH soa apenas o T. Theater (teatro)
U

gut (bom)
O U em alemão tem exatamente o
mesmo som do U em português. Butter (manteiga)
Ü
Para fazer o som do Ü você deve
posicionar o biquinho do U normal e
pronunciar o I. Übung (exercício)
O nome da letra é Ü, pronunciado
como explicado acima. müde (cansado)

Você pode ver os dois “is” se dünn (fino, magro)


escondendo atrás do U. Eles só não
conseguem esconder os pingos :). Bücher (livros)
O som que prevalece é o U.
No Brasil você verá a variação com UE,
como em Mueller, mas o correto é usar o
( ¨ ) Umlaut mesmo.
V

O nome dessa letra em alemão é vier (quatro)


“Fao” e ela tem o som do F. Vater (pai)

Nas palavras de origem latina,


Verb (verbo)
porém, ela mantém o som de V.
W

Welt (mundo)
O nome dessa letra é Vê e ela tem
o som do V em português. zwei (dois)

Schwein (porco)
X

exakt (exato)
O X se chama IKS. Aparece em exklusiv (exclusivo)
poucas palavras, mas sempre tem
som de KS. exzellent (excelente)
Y

O nome dessa letra em alemão é typisch (típico)


Üpsolon. Tem o mesmo som do Ü.
Sympathie (simpatia)
Z

O nome da letra é TSET e soa


exatamente como seu nome: TS, zwei (dois)
falados rapidamente de forma zehn (dez)
quase explosiva.
Flugzeug (avião)
Os brasileiros em geral tendem a
pronunciá-la com som de Z, mas o
T antes do Z deve soar sempre.
BUCHSTABIEREN
É provável que em algumas situações, como ao telefone por
exemplo, e devido ao seu sotaque brasileiro, o seu interlocutor
alemão peça para você soletrar (buchstabieren) alguma
palavra, em geral o seu nome e sobrenome. Por isso vamos
recapitular o nome de todas as letras (as diferentes estão em amarelo).

A B C D E F G H I J K L M

N O P Q R S T U V W X Y Z
Se preferir aprender com uma musiquinha, clique no altofalante a seguir.
Gravação: Cornelsen Verlag Berlin, 2005. Livro Studio D – A1.
NA INTERNET

Veja este vídeo e observe a pronúncia desta moça. Além de


aprender novo vocabulário (com legendas em português) você
poderá observar a entonação do falante nativo:

http://youtu.be/havGL9SrVpQ
REFERÊNCIAS
Este material é um trabalho escolar realizado por um aluno do Instituto Goethe de Curitiba-
PR, Brasil e não possui fins lucrativos ou intenção de distribuição. No entanto, pode ser
repassado livremente para os interessados no aprendizado da língua alemã.
Evidentemente, o material não substitui um bom professor.

As fontes de pesquisa para a realização deste trabalho provêm de consulta a sites da internet
e das informações recebidas em aula.
Abaixo seguem os links para os sites consultados, cuja menção serve como crédito para as
informações e imagens utilizadas:

http://de.thefreedictionary.com/
http://www.uiowa.edu/~acadtech/phonetics/german/frameset.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Fonologia_do_alem%C3%A3o
http://www.babelmundo.com.pt/alemao/cursos/01_01_8.html
http://www2.unijui.tche.br/~uli/palavras.html
Funk, Kuhn und Demme. Studio D – A1 – Cornelsen Verlag, Berlin, 2005.

Realização e gravação: Marcelo Freitas