Você está na página 1de 15

100-04-1 Ruído, vibração e aspereza 100-04-1

SEÇÃO 100-04 Ruído, vibração e aspereza


ASSUNTO PÁGINA

DESCRIÇÃO E OPERAÇÃO
Ruído, vibração e aspereza ......................................................................................................... 100-04-2
Teoria de diagnóstico ............................................................................................................ 100-04-2
Conhecimento do sistema ..................................................................................................... 100-04-2
Conhecimento da história do sistema ................................................................................... 100-04-2
Conhecimento a história do problema .................................................................................. 100-04-2
Saber qual a probabilidade de alguns problemas ocorrerem ............................................... 100-04-2
Não curar o sintoma e deixar a causa .................................................................................. 100-04-2
Assegure-se de que encontrou a causa certa ...................................................................... 100-04-2
Tabelas de diagnóstico .......................................................................................................... 100-04-3

DIAGNÓSTICOS E VERIFICAÇÕES
Ruído, vibração e aspereza ......................................................................................................... 100-04-4
Inspeção e verificação ........................................................................................................... 100-04-4
Como usar esta seção sobre processo de diagnóstico ........................................................ 100-04-4
Questionamento do cliente .................................................................................................... 100-04-4
Processo de diagnóstico de ruídos ....................................................................................... 100-04-4
Ruídos não provenientes do eixo .......................................................................................... 100-04-4
Problemas de ruídos ............................................................................................................. 100-04-5
Problemas de vibrações ........................................................................................................ 100-04-5
Problemas de vazamentos .................................................................................................... 100-04-5
Falhas .................................................................................................................................... 100-04-5
Teste de estrada .................................................................................................................... 100-04-6
Verificações rápidas do teste de estrada .............................................................................. 100-04-6
Condições da estrada ........................................................................................................... 100-04-7
Preparação do veículo........................................................................................................... 100-04-7
Teste no elevador .................................................................................................................. 100-04-7
Fluxograma dos sintomas ..................................................................................................... 100-04-8
Testes ponto-a-ponto ............................................................................................................. 100-04-9

PROCEDIMENTOS GERAIS
Neutralização do coxim do trem de força/caixa de mudanças .................................................. 100-04-15
Neutralização do sistema de escapamento ............................................................................... 100-04-15

2000 Focus 02/00


100-04-2 Ruído, vibração e aspereza 100-04-2

DESCRIÇÃO E OPERAÇÃO

Ruído, vibração e aspereza • Qual é o histórico de reparos?


Os problemas de ruído, vibração e aspereza (NVH) Conhecimento da história do problema
estão se tornando cada vez mais importantes, à
medida que os veículos vão se tornando mais • Começou repentinamente ou de forma
sofisticados e que o nível de conforto do gradual?
passageiro vai aumentando. Esta seção pretende • Relacionou-se com qualquer outra
ser um auxílio no diagnóstico, verificação e reparo ocorrência como, por exemplo, uma colisão
de questões relacionadas com NHV. ou substituição anterior de algum
• O ruído é definido como sons não associados componente?
com o funcionamento do equipamento do • Saber como o problema se revelou; pode ser
compartimento de passageiros e que uma pista importante para descobrir a
interferem na satisfação do cliente. causa.
• A vibração é definida como impulsos
sentidos pelo cliente, não causados por Saber qual a probabilidade de alguns
alterações na superfície da estrada. problemas ocorrerem
• A aspereza é um problema relativo à • Procurar o simples e não o complicado.
qualidade da condução e traduz-se no fato • Por exemplo:
de o cliente sentir nitidamente todas as – Os problemas elétricos surgem mais
reações do veículo à superfície da estrada.
frequentemente nos conectores do que
Teoria de diagnóstico nos componentes.
O diagnóstico é mais do que seguir apenas uma – Se o motor não funcionar, é mais
sequência de procedimentos inter-relacionados, provável que tal seja causado por um
com o objetivo de encontrar a solução para um fio solto ou um pequeno desajuste do
determinado problema. Trata-se de uma maneira que por uma árvore de comando
de observar sistemas que não funcionam quebrada.
devidamente e descobrir o porquê. Trata-se • Conhecer a diferença entre o impossível e o
ainda de saber como deve funcionar o sistema e improvável. Algumas falhas no sistema
se está funcionando corretamente. podem ser improváveis e ainda assim
Existem regras básicas de diagnóstico. Se essas acontecer.
regras forem seguidas, normalmente é possível • As peças novas não passam disso mesmo,
encontrar a causa do problema à primeira. peças novas. Não quer dizer que estejam
sempre em boas condições de
Conhecimento do sistema funcionamento.
• Saber como as peças encaixam.
Não curar o sintoma e deixar a causa
• Saber como o sistema funciona, bem como
os seus limites e o que acontece quando o Baixar a pressão num dos pneus dianteiros pode
sistema falha. solucionar o problema de inclinação do veículo
para um lado, mas não corrige o problema
• Por vezes isto significa verificar o sistema, original.
comparando-o com um que se saiba, de
antemão, estar funcionando corretamente. Assegure-se de que encontrou a causa certa
Conhecimento da história do sistema • Confirme o que encontrou.
Informações sobre uma das áreas seguintes • O que causou o desgaste do componente?
podem poupar tempo: • Um coxim da caixa de mudanças ou do
• Quão recente ou antigo é o sistema? motor solto pode significar que há outros
coxins soltos.
• Que tipo de tratamento recebeu?
• Foi reparado no passado, de modo que se
possa relacionar com o problema atual?

2000 Focus 02/00


100-04-3 Ruído, vibração e aspereza 100-04-3

Tabelas de diagnóstico
As tabelas constituem uma forma simples de
expressar a relação existente entre a lógica
básica e um sistema físico de componentes.
Ajudam a encontrar a causa de um problema em
pouco tempo. As tabelas de diagnóstico
combinam várias áreas de diagnóstico numa
única apresentação visual:
• probabilidade de certas coisas ocorrerem
num sistema;
• rapidez na verificação de determinados
componentes ou funções antes de outros;
• simplicidade na execução de determinados
testes antes de outros;
• eliminação da verificação de partes extensas
de um sistema, concluindo-se alguns testes
simples;
• certeza de se delimitar o diagnóstico a uma
parte pequena do sistema, antes de se
iniciar testes mais extensos.
O modo mais rápido de se encontrar a causa de
um determinado problema é trabalhar-se com as
ferramentas existentes. Isto significa trabalhar
com tabelas de diagnóstico comprovadas e o
equipamento especial correto para esse sistema.
Nos veículos Ford é possível utilizar diversos
equipamentos de diagnóstico para detetar
problemas de NVH. Esse equipamento foi
projetado para localizar ruídos mecânicos,
ruídos provocados pelo vento e trepidações.

2000 Focus 02/00


100-04-4 Ruído, vibração e aspereza 100-04-4

DIAGNÓSTICOS E VERIFICAÇÕES

Ruído, vibração e aspereza Questionamento do cliente


O teste de estrada e o questionamento do
Inspeção e verificação cliente (se possível) proporcionarão informações
1. Tente confirmar o problema apresentado que ajudarão a identificar o problema e a
determinar o ponto de partida correto para o
pelo cliente, conduzindo o veículo para diagnóstico.
reproduzir o problema.
2. Faça uma inspeção visual do veículo para Identifique o problema
determinar quaisquer causas óbvias do(s) NVH geralmente ocorrem em quatro áreas:
problema(s). • pneus;
3. Se a inspeção revelar causa(s) óbvia(s) • correia do motor;
facilmente identificáveis, repare conforme
• suspensão;
necessário.
• sistema de transmissão.
4. Se o(s) problema(s) persistir(em) após a
inspeção, determine o(s) sintoma(s) e vá É importante, por isso, que se consiga isolar o
para o Fluxograma dos sintomas. mais depressa possível um problema
relacionado com NVH dentro da(s) sua(s)
Como usar esta seção sobre processo de área(s) específica(s). O modo mais simples e
rápido de fazer isto é efetuar um teste de estrada
diagnóstico
como descrito. Utilize um equipamento de
• Problemas de ruído, vibrações e dureza diagnóstico de NVH adequado para auxiliá-lo
(NVH) tornaram-se mais importantes à nos processos de diagnóstico e verificação.
medida que os veículos se tornaram mais
sensíveis a essas vibrações. A finalidade Processo de diagnóstico de ruídos
desta seção é ajudar a identificar estas Ruídos não provenientes do eixo
situações.
As cinco origens mais comuns de ruídos não
• A seção descreve os processos de originários nos eixos são o escapamento,
diagnóstico com base nos sintomas. Se o pneus, bagageiro no teto, acabamentos/frisos e
problema ocorrer em alta velocidade, por transmissão.
exemplo, deverá começar por se consultar o Assim, certifique-se de que nenhum dos
capítulo: Trepidação e vibração ao dirigir. problemas seguintes são a causa do ruído, antes
• O teste de estrada mostrar-lhe-á como de prosseguir com o diagnóstico e
dividir os problemas em categorias e como desmontagem do sistema de transmissão.
distinguir uma vibração de trepidação. • Em determinadas situações, o som do
• É apresentada uma série de verificações escapamento pode ser muito semelhante ao
das mudanças. Noutras, pode confundir-se
rápidas no teste de estrada para se certificar
com o ruído dos rolamentos das rodas.
de que a causa é detectada ou eliminada.
• Os pneus, podem emitir um ruído tipo gemido
• Identifique o problema, passe à seção ou rugido, parecido com o ruído das
apropriada e localize o diagnóstico correto. mudanças. Os pneus radiais possuem, até
Quando o problema é identificado, o trabalho certo ponto, esta característica. Do mesmo
está parcialmente feito. modo, quaisquer pneus diferentes, poderão
• Siga o processo de diagnóstico como emitir um ruído tipo rugido ou gemido.
indicado. • Os acabamentos e frisos podem também
causar ruídos tipo assobiar ou gemido.
• As verificações rápidas são descritas no
âmbito de cada verificação, enquanto testes • Batidas poderão ser um ruído metálico ouvido
e ajustes mais complexos estão descritos quando a caixa automática/diferencial
engrena uma marcha para frente ou marcha-
em Processos gerais.
à-ré, ou poderão ocorrer quando o acelerador
• Siga sempre todos os passos com exatidão é aplicado ou solto. São causadas por folgas
e tome nota de tudo. entre-dentes no sistema de transmissão.

2000 Focus 02/00


100-04-5 Ruído, vibração e aspereza 100-04-5

• O ruído de rolamentos é semelhante ao • rolamentos das rodas e componentes da


chocalhar de berlindes. Este problema é suspensão ou dos freios gastos, danificados
geralmente causado por um rolamento de ou montados incorretamente.
roda danificado. Vibrações a velocidades elevadas podem ser
causadas pelo seguinte:
Problemas de ruídos
• rodas traseiras ou dianteiras desequilibradas;
• O ruído da caixa de mudanças é tipicamente
um rugido ou gemido, devido a danos nas • pneus ovalizados.
engrenagens ou à pré-carga incorreta dos Tremor ou vibrações durante aceleração podem
rolamentos. Pode ocorrer a diversas ser causados pelo seguinte:
velocidades e condições de condução ou
continuamente. • coxins do motor/caixa de mudanças
danificados, alojamento interno ou externo
• O “cacarejar” é um ruído específico de do rolamento piloto da ponta da árvore da
vibração que se assemelha ao provocado junta homocinética externa ou interna.
por um pau numa roda de bicicleta em
movimento. Pode ocorrer quando se • ângulos de funcionamento excessivos das
desacelera de 60 km/h e normalmente ouve- juntas homocinéticas, causados pela altura
se até o carro parar. A frequência varia incorreta da suspensão. Verifique a altura da
conforme a velocidade do veículo. suspensão, a taxa das molas e os itens
indicados em falhas.
• A batida poderá ser semelhante ao estalido,
embora mais alta e ocorre durante as Problemas de vazamentos
acelerações ou as desacelerações. A 1. Inspecione as coifas das juntas
remoção revelará o que precisará de ser homocinéticas quanto a indícios de danos,
corrigido. rasgos ou fendas.
Verifique e exclua os pneus, escapamento e os 2. Inspecione a parte inferior da carroçeria
acabamentos antes de remover o conjunto da quanto a quaisquer indícios de salpicos de
caixa de mudanças e diferencial para efetuar o graxa nas áreas adjacentes às coifas das
diagnóstico e corrigir os ruídos provenientes das juntas das semi-árvores dianteiras e aos
marchas. alojamentos dos rolamentos pilotos das
Os ruídos descritos em teste de estrada têm juntas homocinéticas externa e interna, que
normalmente as suas causas específicas que seriam um indício de danos nas coifas das
podem ser diagnosticadas por inspeção visual, à juntas ou braçadeiras.
medida que se remove a unidade. Os indícios 3. Inspecione o retentor do alojamento do
iniciais são o tipo de ruído que se percebe num rolamento piloto da junta homocinética
teste de estrada e as condições de condução. internar quanto a indícios de vazamentos.
Problemas de vibrações 4. Assegure-se de que o fixador do cubo da
NOTA: As juntas homocinéticas (CV) não devem roda dianteira está apertado à tensão correta.
ser substituídas, exceto quando se conclui que Falhas
as originais, depois de serem removidas e
inspecionadas, estão excessivamente gastas. Se uma junta homocinética ou as semi-árvores
se soltarem, verifique o seguinte:
Ruídos tipo estalidos, batidas ou rangidos
podem ser causados pelo seguinte: • componentes da suspensão quanto a
posicionamento correto, danos ou desgaste;
• coifas das semi-árvores dianteiras rasgados
ou danificados, resultando num volume • casquilhos quanto a desgaste;
insuficiente de lubrificante ou na • substrutura quanto a danos;
contaminação deste nos alojamentos dos
• Componentes dobrados ou gastos;
rolamentos piloto da ponta da árvore das
juntas externa ou interna. – haste da barra estabilizadora;
• braçadeiras das coifas das semi-árvores – braço inferior e casquilhos da
dianteiras desapertadas. suspensão dianteira esquerda;
• outro componente em contato com a semi- – braço inferior e casquilho da suspensão
árvore. dianteira direita;

2000 Focus 02/00


100-04-6 Ruído, vibração e aspereza 100-04-6

– cubo da roda dianteira e semi-árvore; que se encontra o problema, mas mostrarão


– coxins do motor/caixa de mudanças. onde é que o problema não se encontra.

Teste de estrada Verificações rápidas do teste de estrada


Qualquer unidade acionada por engrenagens 1. 25-80 km/h: numa breve aceleração ouvir-
produzirá sempre um determinado nível de se-à um ruído tipo gemido e, possivelmente,
ruído. Algum ruído é aceitável e poderá ser sentir-se-á uma vibração no painel do
audível a determinadas velocidades ou em assoalho dianteiro. Normalmente é pior a
diversas condições de condução, como por determinadas rotações do motor e numa
exemplo numa estrada asfaltada recentemente. determinada posição do acelerador durante
Este ruído leve não é prejudicial e deve ser a aceleração a essa velocidade. Pode
considerado normal. também produzir um ruído tipo gemido,
O teste de estrada e a entrevista ao cliente (se dependendo do componente causador.
possível) fornecem informações necessárias Consulte ruído tipo gemido “Tip-In” no
para identificar o problema e indicar o ponto de Fluxograma dos sintomas.
partida correto para o diagnóstico. 2. Aceleração/desaceleração: durante
1. Tome notas durante a rotina de diagnóstico. aceleração ou desaceleração lenta, nota-se
Assegure-se de que escreve mesmo as por vezes uma trepidação do volante/coluna
informações aparentemente mais de direção, bancos, painel do assoalho
insignificantes, porque poderão vir a revelar- dianteiro, revestimento da porta dianteira ou
se de grande importância. painéis de metal da parte dianteira do
veículo. Trata-se de uma vibração de baixa
2. Não toque em nada até ter efetuado um
frequência (cerca de 9-15 ciclos por
teste de estrada e inspeção visual completa.
segundo). Esta pode ou não ser aumentada,
Deixe as pressões dos pneus e a carga do
aplicando-se os freios ligeiramente. Consulte
veículo tal como se encontravam quando o
problema foi primeiro notado. Acertar as Ressonância/Ventilação/vibração em
pressões dos pneus, alterar a carga do marcha-lenta, no Fluxograma dos sintomas.
veículo ou fazer quaisquer outros ajustes 3. Alta velocidade: sente-se uma vibração no
poderá reduzir a intensidade do(s) assoalho dianteiro ou nos bancos, sem o
problema(s), ao ponto de o problema poder veículo trepidar sensivelmente, mas
deixar de ser claramente identificado. acompanhada de um som ou ruído tipo
Também poderá introduzir algo novo no estrondo, zumbido, murmúrio ou ribombar.
sistema, impedindo o diagnóstico correto. Desacelere o veículo com o pedal da
3. Faça uma inspeção visual como parte da embreagem aplicado e o motor à marcha-
rotina de diagnóstico preliminar, tomando lenta. Se ainda houver vibração, esta poderá
nota de tudo que não pareça estar correto. estar relacionada com as rodas, pneus,
Tome nota das pressões dos pneus, mas discos dos freios dianteiros, cubos das rodas
ainda não corrija. Anote vazamentos de ou rolamentos das rodas dianteiras.
fluidos, porcas e parafusos soltos ou locais Consulte Trepidação e vibração, durante a
com brilho, onde os componentes possam o pesquisa no Fluxograma dos sintomas.
porta-malas roçar uns nos outros. Verifique o 4. Sensível ao giro do motor: sente-se uma
porta-malas quanto a cargas pouco usuais. vibração sempre que o motor chega a uma
4. Efetue um teste de estrada e defina o determinada rotação. Desaparecerão
problema, reproduzindo-o várias vezes quando se desacelera em ponto-morto. A
durante o teste. vibração pode ser reproduzida, acelerando o
5. Efetue as verificações rápidas do teste de motor até às rotações problemáticas com o
estrada logo que o problema for reproduzido. veículo parado. Poderá ser causada por
Isto identificará o processo de diagnóstico qualquer componente, desde a correia dos
correto. Efetue as verificações rápidas do acessórios até à embreagem, que gira à
teste de estrada mais de uma vez, para velocidade do motor quando o veículo está
confirmar que proporcionam um resultado parado. Consulte ventilação e vibração,
válido. Lembre-se: as verificações rápidas do durante a pesquisa no Fluxograma dos
teste de estrada poderão não revelar onde é sintomas.

2000 Focus 02/00


100-04-7 Ruído, vibração e aspereza 100-04-7

5. Ruído e vibração em curvas: estalidos, Teste no elevador


estouros ou rangidos podem dever-se ao Após o teste de estrada, por vezes é útil efetuar-
seguinte: se um teste semelhante com o veículo no
• coifas das semi-árvores dianteiros elevador.
rasgados ou danificados, resultando
em lubrificação insuficiente ou Ao efetuar o diagnóstico de trepidação ou
contaminada das juntas homocinéticas vibração do veículo, ou o diagnóstico da
externa ou interna da semi-árvore; vibração de componentes auxiliares do motor
com o veículo no elevador, atenção ao que se
• braçadeiras das coifas das semi- segue:
árvores dianteiros desapertadas;
CUIDADO: se permitir que apenas uma
• outro componente em contato com a
roda gire, deverá limitar a velocidade a 55 km/h,
semi-árvore;
como indicado pelo velocímetro, pois a
• rolamentos das rodas dianteiras velocidade real da roda será o dobro da
gastos, danificados ou montados indicada no velocímetro. Velocidades
incorretamente; superiores a 55 km/h, ou roda pendurada sem
• juntas homocinéticas externa ou interna apoio, poderá resultar na desintegração do
da semi-árvore dianteira gastas, pneu, defeito do diferencial ou falha da junta
contaminadas ou secas; homocinética e da semi-árvore, o que poderia
• coxins do motor/caixa de mudanças redundar em graves ferimentos e grandes
danificados. danos no veículo. O não cumprimento destas
instruções, poderá resultar em lesões graves.
Condições da estrada AVISO: a suspensão nunca deve ficar
A trajetória usada para efetuar todos os testes “pendurada”. Quando a junta homocinética
de estrada de diagnóstico de NVH deve ser funciona num ângulo muito elevado, poderão
estabelecida por um técnico especializado. E ocorrer vibrações adicionais, bem como
estrada escolhida deve ser razoavelmente danos nos retentores e nas juntas.
suave, plana e sem irregularidades (a não ser
que se pretenda identificar um determinado O braço inferior da suspensão dianteira deverá
problema). Para o teste, o melhor será uma ser apoiado num ponto o mais perto possível da
superfície de asfalto que permita conduzir em extremidade externa. Para colocar o veículo à
todas as velocidades. Superfícies de cascalho altura correta, o seu peso total deverá ser
ou acidentadas não são as mais adequadas, já suspenso por macacos de oficina colocados na
que causam ruídos adicionais. Depois de se dianteira, por baixo. CONSULTE a seção 100-02.
escolher e utilizar várias vezes a estrada, é 1. Levante e apoie o veículo. CONSULTE a
possível eliminar a variável “ruído da estrada” seção 100-02.
dos resultados da verificação.
2. Explore a todas as velocidades relevantes
NOTA: alguns problemas podem ser evidentes usando as verificações rápidas do teste de
apenas em estradas de asfalto lisas. estrada, como descrito anteriormente.
Se um cliente reclamar de ruído ou vibração
3. Desacelere o veículo em ponto-morto. Se o
numa determinada estrada e apenas nessa
estrada, a origem do problema poderá ser a veículo não apresentar vibrações quando
superfície da estrada. Se possível, tente fazer o conduzido a velocidade constante, e se
teste numa estrada do mesmo tipo. comportar de modo muito diferente durante
a aceleração e em desaceleração em ponto-
Preparação do veículo morto, é natural que o problema esteja no
Efetue uma inspeção visual completa do veículo conjunto da caixa de mudanças/diferencial.
antes de fazer o teste de estrada. Tome nota de Note, contudo, que o teste com o veículo no
qualquer irregular. Não repare, nem corrija elevador poderá produzir vibrações e ruídos
qualquer falha antes de completar o teste de diferentes dos detetados durante o teste de
estrada, a não ser que o veículo esteja estrada, uma vez que o veículo não toca o chão.
imobilizado ou que a falha possa constituir um Não é raro detetar-se vibrações no elevador que
risco para o técnico. não foram sentidas durante o teste de estrada.
Após corrigir o problema, certifique-se de que Se o problema detetado na estrada puder ser
todos os componentes removidos foram reproduzido no elevador, isto poderá poupar
instalados de novo. muito tempo.

2000 Focus 02/00


100-04-8 Ruído, vibração e aspereza 100-04-8

FLUXOGRAMA DOS SINTOMAS


FLUXOGRAMA DOS SINTOMAS
Falha Possíveis Causas Ação
• Trepidação e vibração durante a • Vibrações do lado das rodas. • VÁ para o Teste ponto-a-ponto A.
condução • Motor/caixa de mudanças e
diferencial.
• Filtro de ar.
• Ruído tipo gemido “Tip-in” • Direção hidráulica. • VÁ para o Teste Ponto-a-Ponto B.
• Trem de força.
• Coxins do motor/caixa de
mudanças.
• Sistema de escapamento.
• Ressonância/ventilação/vibração • Cabo(s)/tubo(s). • VÁ para o Teste Ponto-a-Ponto C.
ou trepidação à marcha-lenta • Apoios do motor/caixa de
mudanças.
• Sistema de escapamento.
• Cintos/polias.
• Análise das vibrações do lado das • Suspensão/semi-árvores • VÁ para o Teste Ponto-a-Ponto D.
rodas dianteiros e juntas.
• Rodas/pneus.
• Rolamentos das rodas.
• Coifas das juntas das semi-
árvores dianteiras.
• Ruídos não provenientes do eixo • Acabamentos/frisos. • VÁ para o Teste Ponto-a-Ponto E.
• Sistema de ar-condicionado (A/C).
• Acessórios.

Testes ponto-a-ponto
NOTA: estes testes ponto-a-ponto destinam-se a
guiar o técnico através de um processo de
diagnóstico ponto por ponto, para determinar a
causa do problema. Pode nem sempre ser
necessário seguir esta tabela até ao final. Efetue
apenas os testes ponto-a-ponto necessários
para corrigir o problema existente. Depois
verifique o funcionamento do sistema, para se
assegurar de que o problema foi resolvido.
Depois de se certificar de que o problema foi
corrigido, certifique-se de que todos os
componentes desmontados foram instalados de
novo.

2000 Focus 02/00


100-04-9 Ruído, vibração e aspereza 100-04-9

Testes Ponto-a-Ponto
TESTE PONTO-A-PONTO A: TREPIDAÇÃO E VIBRAÇÃO DURANTE A CONDUÇÃO

CONDIÇÕES DE TESTE DETALHES DO TESTE/RESULTADOS/AÇÕES


A1: DESACELERAÇÃO EM PONTO-MORTO

1 Efetue um teste de desaceleração em ponto-


morto.
• A vibração desaparece durante prova de
desaceleração em ponto-morto?
➝ Sim
Vá para A2.
➝ Não
VÁ ao teste ponto-a-ponto D.
A2: INSPECIONE OS COXINS DO MOTOR/CAIXA DE MUDANÇAS

1 Efetue o processo de neutralização dos coxins


do motor/caixa de mudanças como descrito
nesta seção.
• O problema de trepidar e vibração ficou
resolvido?
➝ Sim
Problema do veículo corrigido. REPITA o
teste de estrada como descrito.
➝ Não
INSPECIONE visualmente os coxins
hidráulicos do motor/caixa de mudanças
quanto a vazamentos. INSTALE novos
apoios conforme necessário.

TESTE PONTO-A-PONTO B: RUÍDO TIPO GEMIDO “TIP-IN”

CONDIÇÕES DE TESTE DETALHES DO TESTE/RESULTADOS/AÇÕES


B1: VERIFIQUE O FILTRO DE AR

1 Verifique o filtro de ar.


– Verifique o filtro de ar, os tubos de
admissão e de saída, os ressoadores e
todos os outros componentes
associados com o sistema de admissão
de ar, quanto à instalação e torque de
todas as conexões.
• Os componentes estão 0K?
➝ Sim
Vá para B2.
➝ Não
CORRIJA o problema. REPITA o teste de
estrada como descrito.

2000 Focus 02/00


100-04-10 Ruído, vibração e aspereza 100-04-10

CONDIÇÕES DE TESTE DETALHES DO TESTE/RESULTADOS/AÇÕES


B2: INSPECIONE O SISTEMA DE ESCAPAMENTO

1 Efetue o processo de neutralização do sistema


de escapamento, descrito nesta seção.
• O sistema de escapamento está 0K?
➝ Sim
Vá para B3.
➝ Não
REPARE conforme necessário. REPITA o
teste de estrada como descrito.

B3: INSPECIONE A DIREÇÃO HIDRÁULICA

1 Remova a correia auxiliar e verifique quanto a


ruído tipo gemido tip-in.
• O ruído tipo gemido tip-in está 0K?
➝ Sim
REPARE a direção hidráulica conforme
necessário. CONSULTE a seção 211-02.
➝ Não
VÁ para B4.

B4: INSPECIONE OS COXINS DO MOTOR/CAIXA DE MUDANÇAS

1 Efetue o processo de neutralização dos coxins


do motor/caixa de mudanças, como descrito
nesta seção.
• O ruído tipo gemido tip-in está 0K?
➝ Sim
Problema do veículo corrigido. REPITA o
teste de estrada como descrito.
➝ Não
INSPECIONE visualmente os coxins
hidráulicos do motor/caixa de mudanças
quanto a vazamentos. INSTALE novos
coxins conforme necessário.

TESTE PONTO-A-PONTO C: RESSONÂNCIA/VENTILAÇÃO/VIBRAÇÃO/TREPIDAÇÃO EM MARCHA-LENTA

CONDIÇÕES DE TESTE DETALHES DO TESTE/RESULTADOS/AÇÕES


C1: VERIFIQUE OS CABOS/TUBOS

1 Verifique no compartimento do motor se existe


qualquer componente que esteja encostando
no motor, carroçeria ou chassi. Exemplo: cabo
de controle, tubos do ar-condicionado, cabo do
acelerador.
• Os componentes estão 0K?
➝ Sim
Vá para C2.
➝ Não
CORRIJA o problema. REPITA o teste de
estrada como descrito.

2000 Focus 02/00


100-04-11 Ruído, vibração e aspereza 100-04-11

C2: VERIFIQUE O RADIADOR DO LÍQUIDO DE ARREFECIMENTO

1 Verifique a fixação e o estado dos suportes do


radiador do líquido de arrefecimento do motor.
Verifique a instalação do radiador quanto a
qualquer componente encostando.
• A instalação está 0K?
➝ Sim
Vá para C3.
➝ Não
CORRIJA o problema. REPITA o teste de
estrada como descrito.

C3: INSPECIONE O SISTEMA DE ESCAPAMENTO

1 Efetue o processo de neutralização do sistema


de escapamento descrito nesta seção.
• O sistema de escapamento está 0K?
➝ Sim
VÁ para C4.
➝ Não
REPARE conforme necessário. REPITA o
teste de estrada como descrito.

C4: INSPECIONE OS COXINS DO MOTOR/CAIXA DE MUDANÇAS

1 Efetue o processo de neutralização dos coxins


do motor/caixa de mudanças, como descrito
nesta seção.
• A ressonância/trepidação/vibração ficaram
resolvidos?
➝ Sim
Problema do veículo corrigido. REPITA o
teste de estrada como descrito.
➝ Não
INSPECIONE visualmente os coxins
hidráulicos do motor/caixa de mudanças,
quanto a vazamentos. INSTALE novos
coxins, conforme necessário.

2000 Focus 02/00


100-04-12 Ruído, vibração e aspereza 100-04-12

TESTE PONTO-A-PONTO D: ANÁLISE DAS VIBRAÇÕES DO LADO DAS RODAS

CONDIÇÕES DE TESTE DETALHES DO TESTE/RESULTADOS/AÇÕES


D1: INSPECIONE OS PNEUS

1 Inspecione os pneus.
– Suba e apoie o veículo. CONSULTE a
seção 100-02.
– Inspecione os pneus quanto a:
– dimensão correta;
– compatibilidade das rodas/pneus;
– desgaste ou danos;
– aros dos pneus bem assentados.
• Os pneus estão 0K?
➝ Sim
VÁ para D2.
➝ Não
REPARE conforme necessário. REPITA o
teste de estrada, como descrito.

D2: INSPECIONE AS RODAS

1 Inspecione as rodas. CONSULTE a seção


204-04.
• As rodas estão 0K?
➝ Sim
VÁ para D3.
➝ Não
REPARE conforme necessário. REPITA o
teste de estrada como descrito.

D3: INSPECIONE OS ROLAMENTOS DAS RODAS

1 Inspecione os rolamentos das rodas.


CONSULTE a secção 204-00.
• Os rolamentos das rodas estão 0K?
➝ Sim
VÁ para D4.
➝ Não
REPARE conforme necessário. REPITA o
teste de estrada como descrito.

2000 Focus 02/00


100-04-13 Ruído, vibração e aspereza 100-04-13

CONDIÇÕES DE TESTE DETALHES DO TESTE/RESULTADOS/AÇÕES


D4: INSPECIONE AS COIFAS DAS JUNTAS DAS SEMI-ÁRVORES DIANTEIROS

1 Inspecione as coifas das juntas das semi-


árvores dianteiras.
– gire o pneu dianteiro com a mão
– inspecione se há indícios de danos,
rasgos, fendas ou vazamentos de
graxa lubrificante.
• As coifas das juntas das semi-árvores
dianteiras estão 0K?
➝ Sim
VÁ para D5.
➝ Não
REPARE conforme necessário. REPITA o
teste de estrada como descrito.

D5: INSPECIONE O EMPENAMENTO DAS RODAS E PNEUS

1 Verifique o empenamento da roda e pneu.


– Efetue a verificação da roda e pneu.
CONSULTE a seção 204-04.
• O empenamento da roda e pneu está 0K?
➝ Sim
Balanceie as rodas e os pneus. Siga as
instruções do fabricante do equipamento
de equilíbrio de pneus. REPITA o teste de
estrada como descrito.
➝ Não
REPARE conforme necessário. CONSULTE
a seção 204-04. REPITA o teste de estrada
como descrito.

TESTE PONTO-A-PONTO E: RUÍDOS NÃO PROVENIENTES DO EIXO

CONDIÇÕES DE TESTE DETALHES DO TESTE/RESULTADOS/AÇÕES


E1: INSPECIONE OS ACABAMENTOS DO VEÍCULO

1 Inspecione a grade e os frisos, para verificar


se provocam o ruído.
• Os acabamentos do veículo causam o
ruído?
➝ Sim
INSTALE acabamentos novos ou REPARE,
conforme necessário.
➝ Não
VÁ para E2.

2000 Focus 02/00


100-04-14 Ruído, vibração e aspereza 100-04-14

E2: VERIFIQUE O SISTEMA A/C QUANTO A RUÍDO

2 Verifique os componentes do sistema de ar-


condicionado, ligando-o e desligando-o.
• O sistema de ar-condicionado causar
ruído?
➝ Sim
DIAGNOSTIQUE o sistema de ar-
condicionado. CONSULTE a seção 412-00.
➝ Não
VÁ para E3.

E3: VERIFIQUE OS ACESSÓRIOS NÃO INSTALADOS NA FÁBRICA

1 Inspecione quaisquer acessórios, para verificar


se estão na origem do ruído. Exemplo:
interferência entre a carroçeria e o agregado,
antenas, defletores e luzes de neblina.
• Os acessórios causam ruído?
➝ Sim
AJUSTE, REPARE ou INSTALE acessórios
novos, ou substitua as fixações
respectivas, conforme necessário.
➝ Não
VERIFIQUE o problema indicado pelo
cliente.

2000 Focus 02/00


100-04-15 Ruído, vibração e aspereza 100-04-15

PROCEDIMENTOS GERAIS

Neutralização do coxim do trem de


força/caixa de mudanças
NOTA: Não existe um processo de neutralização
dos coxins do motor/caixa de mudanças. Para
verificar visualmente o alinhamento dos coxins
do motor/caixa de mudanças, proceda como se
segue.
1. Solte o isolador do suporte traseiro.
2. Solte os coxins do motor/caixa de
mudanças.
3. Apoie o motor/caixa de mudanças na
posição e altura aproximadamente corretas,
de modo a que o coxim direito e o isolador
esquerdo fiquem alinhados por cima dos
parafusos no grupo motor/caixa de
mudanças, para permitir a colocação sem
esforço das fixações através dos orifícios
grandes no isolador do suporte.
4. Aperte as fixações ao motor/caixa de
mudanças.
5. Aperte as fixações laterais da carroçeria.
6. Aperte o isolador do suporte traseiro.

Neutralização do sistema de
escapamento
1. Desaperte os fixadores do tubo de entrada
do silencioso e do tubo do ressoador ao
coletor de escapamento, nas extremidades e
na ligação de entrada do silencioso.
2. Coloque uma bancada para apoiar o
silencioso paralelamente ao chassi, com o
suporte do tubo do silencioso livre de
pressão.
3. Aperte a ligação do silencioso.
4. Posicione os tubos de escapamento nos
coletores e aperte. Certifique-se de que o
catalisador e o protetor térmico não tocam
nas longarinas do chassi.
5. Com o sistema de escapamento completo
apertado (e arrefecido), o isolador traseiro
deve formar um ângulo para a frente, para
permitir que o sistema expanda para trás
quando aquecido durante o funcionamento
normal.

2000 Focus 02/00