Você está na página 1de 142

GRAMÁTICA – PROF.

WILLER LIRA
PERÍODO COMPOSTO

COORDENAÇÃO: INDEPENDÊNCIA
SINTÁTICA
SUBORDINAÇÃO: DEPENDÊNCIA

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


COORDENAÇÃO – ORAÇÕES COORDENADAS
SINDÉTICAS
• As conjunções coordenativas ligam duas orações independentes
(coordenadas) ou dois termos que exercem a mesma função sintática
dentro da oração.

• Aditivas (ou copulativas)


• Adversativas
• Alternativas (ou disjuntivas)
• Conclusivas
• Explicativas

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Aditivas
• Ele batia na porta e gritava alto.
• Elas escutavam música como também riam.
• Faremos as compras bem como a comida.

• e, nem, mas também, como também, bem como, mas ainda, não só…
mas também, não só… como também, não só… bem como, não só…
mas ainda, que(=e), mas (=e), outrossim, tampouco, também, não só
…senão também, bem assim, além disso, ademais , demais etc...

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Adversativas
• Todos a consideram amiga, você, entretanto, não.
• Tudo estava perfeito para nossa viagem, no entanto o Marquinhos se
atrasou e perdemos o voo.
• Ele sobreviveu ao terrível acidente, mas inspira muitos cuidados.

• mas, porém, todavia, contudo, antes (no sentido de pelo contrário),


não obstante, entretanto, no entanto, entanto, sem embargo, ao
passo que , quando(=mas), que(=mas), nada obstante, senão(=mas),
de outra forma, em todo caso, aliás(=de outro modo)

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Alternativas
• Faremos novamente ou não?
• Ora era amigável, ora maligno.
• Iremos quer faça chuva, quer faça sol.

• ou, ou…ou, ora…ora, quer…quer, seja…seja, nem…nem, já…já, logo…


logo, talvez…talvez, quando… quando, que…que, senão, umas
vezes…outras vezes, se…se

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Conclusivas
• Fizemos o trabalho rapidamente, logo, tivemos mais tempo para nos
divertirmos.
• Ela estudou com muita garra, portanto passou facilmente na prova.
• Estavam desperdiçando eletricidade, por isso a conta de luz ficou alta.

• logo, portanto, pois (quando vem após o verbo), por conseguinte (em
consequência de algo), por isso, então, por consequência,
consequentemente, conseguintemente, destarte, isso posto, pelo
que, daí, de modo que, de maneira que , de forma que , em vista
disso, donde , por onde, agora

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Explicativas
• Escolha-o para ajudar na festa porque ele sabe cozinhar.
• Virei amanhã pois tenho muita ocupação agora.
• Faça tudo logo que não quero me atrasar.

• pois (quando vem antes do verbo), porque, que, porquanto, posto


que, isto é, por exemplo, ou seja , ademais , demais, outrossim, senão

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


COORDENAÇÃO – ORAÇÕES COORDENADAS
SINDÉTICAS
• Orações não iniciadas por conjunção.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


SUBORDINAÇÃO – ORAÇÕES SUBORDINADAS
ADVERBIAIS CAUSAIS
• Estava no hospital já que sofrera um acidente.
• Levaremos tempo até chegar lá uma vez que o carro teve problemas.
• Recebemos a mais no salário porque fizemos horas extras.

• porque, visto que, já que, uma vez que, como, desde que, pois,
porquanto, dado que, posto que, visto como, vez que, de vez que, de
modo que, pois que, por isso que, na medida em que , sendo que,
quando(=porque), como quer que, como que, eis que

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS
COMPARATIVAS
• Ele é tão interessante quanto você. – tão quanto
• O bolo estava tão doce assim como açúcar puro.
• As flores eram mais belas que o azul do mar. – mais que

• como, (tal) qual, assim como, (tanto) quanto, (mais ou menos) que,
(tão)…quão, feito, que nem, qual

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS
CONCESSIVAS
• Mesmo que jogasse um balde de água fria nele, ele não acordaria.
• Ele não ficaria triste ainda que nós morrêssemos.
• Ficaria sossegado ainda se o incomodassem.

• embora, conquanto, posto que, por muito que, se bem que, ainda que,
mesmo que, apesar de que, que, dado que, suposto que, ainda quando,
quando mesmo, a despeito de, posto, suposto, conquanto que, malgrado,
em que pese, sem embargo de que, não embargante que(arcaica), se bem,
bem que, mas que, pese embora, muito embora, em que, inclusive se, por
mais que, por menos que, por pouco que, não obstante que, não obstante

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS
CONDICIONAIS
• Contarei a teus pais, salvo se você me prometer uma coisa.
• Denunciarei você caso você faça isso novamente.
• Não me manifestarei se você não me quiser.

• se, caso, contanto que, desde que, salvo se, sem que (= senão), a
menos que, uma vez que, a menos que, a não ser que, dado que, com
a condição de que

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS
CONFORMATIVAS
• De acordo com o que o professor nos disse, estas conjunções são as
mais fáceis.
• Segundo o noticiário, diminuiu o desemprego.
• Conforme o panfleto, o Brasil tornou-se um país de elevado IDH.

• conforme, segundo, consoante, como, de acordo com que

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS
CONSECUTIVAS
• Nadou de maneira que chegara lá rapidamente
• Demorou muito, tanto que chegara atrasado.
• Foi se afastando tanto que quase caíra no lago logo atrás.

que (precedido de tal, tanto, tão, etc. — indicadores de intensidade),


de modo que, de sorte que, de maneira que, sem que, para que

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS FINAIS
• Corremos a fim de que alcançássemos todos.
• Empurrou-a para longe para que não ouvisse a conversa.
• Sairia para ter que trabalhar.

• a fim de que, para que, que (após ter), porque(=para que), de modo
que, de sorte que de maneira que, de forma que

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS
PROPORCIONAIS
• Quanto mais o sol ia se pondo, mais ia nevando.
• Mais quente quanto menos nos aproximarmos dos polos terrestres.
• Isso é feio tanto quanto um crime.

• à medida que, à proporção que, ao passo que, quanto mais (tanto


menos), conforme, enquanto

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS
TEMPORAIS
• Antes que anoiteça já terei ido à minha casa.
• Enquanto houver paz, todos serão felizes.
• Todos os atletas correram assim que a largada foi dada.

• quando, enquanto, logo que, desde que, assim que, mal (= logo que),
até que, depois que, sem que, cada vez que, que, primeiro que, eis
que, eis senão que, eis senão quando, assim, tão logo, tão depressa,
apenas, antes que, toda vez

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
• Normalmente, as orações subordinadas substantivas são introduzidas pelas
conjunções integrantes “que” e “se”. Porém, podem ser iniciadas, também,
pelos pronomes: quantos, como, onde, por que, quando, qual (is).

• SUBJETIVA
• OBJETIVA DIRETA
• OBJETIVA INDIRETA
• COMPLETIVA NOMINAL
• PREDICATIVA
• APOSITIVA

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
SUBJETIVAS

• É imprescindível que você participe do evento.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
OBJETIVAS DIRETAS

• O prefeito disse que o prazo para as licitações será prorrogado.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
OBJETIVAS INDIRETAS

• Eles gostaram de que fosse feita a pesquisa.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
COMPLETIVAS NOMINAIS

• Tenho convicção de que ele retornará o mais brevemente.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
PREDICATIVAS

• O problema da monografia é que você não cumpriu com todos os


objetivos traçados.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
APOSITIVAS

• Desejo-lhe uma coisa: que tenhas um abençoado 2016!

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS
• Iniciadas por PRONOME RELATIVO.

• Classificadas em RESTRITIVAS ou EXPLICATIVAS.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS
RESTRITIVAS

• NAQUELA FESTA, BEIJEI AS MENINAS QUE ERAM FEIAS.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS
EXPLICATIVAS

• NAQUELA FESTA, BEIJEI AS MENINAS, QUE ERAM FEIAS.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


ORAÇÕES REDUZIDAS
• Como identificar as orações reduzidas:
• As orações reduzidas são caracterizadas por possuírem o verbo nas formas
de gerúndio, particípio ou infinitivo, ou seja, nas suas formas nominais.
• Ao contrário das demais orações subordinadas, as orações reduzidas não
são ligadas através de conectivo.
• Para cada oração reduzida, tem-se uma desenvolvida correspondente. Para
melhor identificarmos que tipo de oração reduzida temos, podemos
desenvolvê-la.
• Possuem as mesmas características sintáticas das orações subordinadas
desenvolvidas.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Reduzidas de Infinitivo
• Substantiva
• Subjetivas: É necessário gostar de frutas e verduras. (que se goste de frutas
e verduras.)
• Objetivas Diretas: O técnico assegurou serem seguras as máquinas. (que
eram seguras as máquinas)
• Objetivas Indiretas: Gosto de ficar sozinho. (que eu fique sozinho)
• Predicativas: O melhor seria fazerem a viagem. (que fizessem a viagem)
• Completivas Nominais: Eu estou disposto a arriscar tudo. (que eu arrisque
tudo)
• Apositivas: Ele nos fez um convite: comparecermos ao seu casamento. (que
comparecêssemos ao seu casamento)

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Reduzidas de Infinitivo
• Adjetivas
• Restritiva: Ela foi a única a apreciar o show. (que apreciou o show)
• Explicativas: Aquele, a cantar no palco, é meu amigo. (que canta no
palco)

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Reduzidas de Infinitivo
• Adverbiais
• Causal: Eu lamento por ter chegado atrasado. (porque cheguei atrasado)
• Temporal: Não podem ir embora sem cumprimentar o casal. (que
cumprimentem o casal)
• Final: Fiz um empréstimo para comprar um carro. (para que compre um
carro)
• Concessiva: Apesar de estar triste ela continua sorridente. (apesar de que
esteja triste)
• Condicional: Se cumprirem a promessa eu cumpro a minha. (caso cumpram
a promessa)
• Consecutiva: Ela se distraiu tanto a ponto de esquecer a discussão. (que
esqueceu a discussão)

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Reduzidas de Gerúndio
• Adjetivas
• Restritiva: Gosto de crianças correndo pela casa. (que corram pela
casa)
• Explicativas: Encontrei Maria, saindo de férias. (que saía de férias)

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Reduzidas de Gerúndio
• Adverbiais
• Causal: Não cumprindo a promessa, sentiu remorsos. (porque não
cumpriu a promessa)
• Temporal: Faltando alguns minutos para o final da prova, eu terminei.
(quando faltavam alguns minutos para o final da prova)
• Concessiva: Mesmo estando doente assisti aos jogos. (mesmo que
estivesse doente)
• Condicional: Mentindo assim você ficará em uma situação difícil.
(caso você minta assim)

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Reduzidas de Particípio
• Adjetivas
• Restritiva: Temos apenas um carro comprado com muito sacrifício.
(que compramos com muito sacrifício)
• Explicativas: Fiquei surpresa com a casa, pintada de branco. (que
pintaram de branco)

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Reduzidas de Particípio
• Adverbiais
• Causal: Ferido na perna, ele não pode mais jogar. (porque se feriu na
perna)
• Temporal: Concluído o jogo, o time foi descansar. (quando concluíram
o jogo)
• Concessiva: Vencido o campeonato, permanecerão treinando.
(mesmo que vençam o campeonato)
• Condicional: Excluídas as doações, como funcionaremos? (caso
excluam as doações)

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


FUNÇÃO SINTÁTICA DO PRONOME RELATIVO

OS PRONOMES RELATIVOS DESEMPENHAM PAPEL SINTÁTICO DAQUILO QUE SUBSTITUEM.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


FUNÇÃO SINTÁTICA DO PRONOME RELATIVO
• SUJEITO
• Os alunos que se prepararam bem foram classificados.

• OBJETO DIRETO
• Chegaram as pessoas que convidei para o evento.

• OBJETO INDIRETO
• Aquelas são as referências bibliográficas de que você precisa.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


FUNÇÃO SINTÁTICA DO PRONOME RELATIVO
• COMPLEMENTO NOMINAL
• São muitas as travessuras de que o garoto é capaz.

• PREDICATIVO DO SUJEITO
• Admiro o grande homem que você é.

• AGENTE DA PASSIVA
• Este é o jornal por que fui homenageado.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


FUNÇÃO SINTÁTICA DO PRONOME RELATIVO
• ADJUNTO ADVERBIAL
• Esta é a casa em que vivi durante algum tempo.

• ADJUNTO ADNOMINAL
• O aluno, cuja família desconhecemos, é bastante problemático.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


CONCORDÂNCIA VERBAL
• A regra básica da concordância verbal é o verbo concordar em
número (singular ou plural) e pessoa (1ª, 2ª ou 3ª) com o sujeito da
frase.

• 1. Sujeito simples – o verbo concordará com ele em número e


pessoa.
Ex.: O artista viajará por várias cidades do interior.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


CONCORDÂNCIA VERBAL
• 2. Sujeito composto – em regra geral, o verbo vai para o plural.
Ex.: Sua avareza e seu egoísmo fizeram com que todos o abandonassem.

• Se o sujeito vier depois do verbo, concorda com o núcleo mais próximo, ou


vai para o plural.
Ex.: “Ainda reinavam (ou reinava) a confusão e a tristeza” (Dinah S. de
Queiroz).

• Se o sujeito vier composto por pronomes pessoais diferentes – o verbo


concordará conforme a prioridade gramatical das pessoas.
Ex.: Eu e você somos pessoas responsáveis.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


CONCORDÂNCIA VERBAL
• 3. Expressões não só...mas também, tanto/quanto que relacionam sujeitos
compostos permitem a concordância do verbo no singular ou no plural.
Ex.: Tanto o rapaz quanto o amigo obtiveram/obteve nota máxima na redação do
ENEM.

• 4. Sujeito composto ligado por ou:


- indicando exclusão, ou sinonímia – o verbo fica no singular.
Ex.: Maria ou Joana será representante.

• - indicando inclusão – o verbo fica no plural.


Ex.: O amor ou o ódio estão presentes.

• - indicando retificação – o verbo concorda com o núcleo mais próximo.


Ex.: O aluno ou os alunos cuidarão da exposição.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


CONCORDÂNCIA VERBAL
• 5. Quando o sujeito é representado por expressões como a maioria
de, a maior parte de e um nome no plural, o verbo concorda no
singular (realçando o todo) ou no plural (destacando a ação dos
indivíduos).

• Ex.: A maioria dos jovens quer as reformas. (ou) A maioria dos jovens
querem as reformas.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


CONCORDÂNCIA VERBAL
• 6. Não sou daqueles que recusa / recusam as obrigações.

• Nesse caso, o referente do pronome relativo que é daqueles, a regra


fundamental de concordância com o sujeito deverá levar o verbo para a 3ª
pessoa do plural. Entretanto, também é aceito quando refletimos em uma
concordância com um daqueles que.

• 7. Verbo ser + pronome pessoal + que – o verbo concorda com o pronome


pessoal.
• Ex.: Sou eu que executo a obra. Seremos nós que executaremos a obra.

• Verbo ser + pronome pessoal + quem – o verbo concorda com o pronome


pessoal ou fica na 3ª pessoa do singular.
Ex.: Sou eu quem inicio a leitura. Sou eu quem inicia a leitura.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


CONCORDÂNCIA VERBAL
• 8. Nomes próprios locativos ou intitulativos – se precedidos de artigo
plural, o verbo irá para o plural; não sendo assim, irá para o singular.
Ex.: Os Estados Unidos reforçam as suas bases.
Minas Gerais progride muito.

• 9. Pronome relativo antecedido da expressão “um dos”, “uma das” –


verbo na 3ª pessoa do singular ou do plural.
Ex.: Ela é uma das que mais impressiona (ou impressionam).
Quando apresenta uma ideia de seletividade, fica obrigatoriamente no
singular.
Ex.: Aquela é uma das peças de Nelson Rodrigues que hoje se apresentará
neste teatro.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


CONCORDÂNCIA VERBAL
• 10. Concordância do verbo ser:
• a) sujeito nome de coisa ou um dos pronomes nada, tudo, isso ou aquilo + verbo ser + PREDICATIVO no plural: verbo no singular
ou no plural (mais comum).
Ex.: "A pátria não é ninguém: são todos.” (Rui Barbosa)

• b) NAS ORAÇÕES INTERROGATIVAS iniciadas pelos pronomes quem, que, o que – verbo ser concorda com o nome ou pronome
que vem depois.
Ex.: Quem eram os culpados?

• c) 1º TERMO – SUJEITO = substantivo; 2º termo = pronome pessoal, o verbo concorda com o pronome pessoal.
Ex.: Os defensores somos nós.

• d) Nas expressões é muito, é pouco, é mais de, é tanto, é bastante + determinação de preço, medida ou quantidade: verbo no
singular.
Ex.: Dez reais é quase nada.

• e) Indicando hora, data ou distância – o verbo concorda com o predicativo.


Ex.: São três horas. Hoje são 15 de fevereiro.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


CONCORDÂNCIA VERBAL
• 11. PASSIVO – NA VOZ PASSIVA SINTÉTICA, com o pronome
apassivador SE, o verbo concorda com o sujeito paciente (que é um
aparente objeto direto).
Ex.: Escutavam-se vozes.

• INDETERMINADO – com o pronome indeterminador do sujeito, o


verbo fica na 3ª pessoa do singular.
Ex.: Precisa-se de operários.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


CONCORDÂNCIA NOMINAL

• 1. Concordância de gênero e número entre o núcleo nominal e os


artigos que o precedem, os pronomes indefinidos variáveis, os
demonstrativos, os possessivos, os numerais cardinais e os adjetivos.
Ex.: Um luar claro e belíssimo.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


CONCORDÂNCIA NOMINAL
• 2. Concordância do adjetivo com dois ou mais substantivos
a) Substantivos do mesmo gênero, o adjetivo irá para o plural desse gênero ou
concordará com o mais próximo (concordância atrativa).
Ex.: Bondade e alegria raras ou rara.

• b) Substantivos de gêneros diferentes, o adjetivo irá para o masculino plural ou


concordará com o mais próximo.
Ex.: Atitude e caráter apropriados ou apropriado.

• c) Adjetivo anteposto aos substantivos, nos dois casos acima, a norma geral é que ele
concorde com o substantivo mais próximo.
Ex.: Mantenha desligadas as lâmpadas e os eletrodomésticos.

• d) Substantivos com sentido equivalente ou expressam gradação, o adjetivo concorda


com o mais próximo.
Ex.: Revelava pura alma e espírito.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


CONCORDÂNCIA NOMINAL
• CASOS PARTICULARES
1. POSSÍVEL
a) precedido de o mais, o menor, o melhor, o pior – singular;
b) precedido de os mais, os menores, os melhores, os piores – plural.
Ex.: Estampas o mais possível claras. / Estampas as mais claras possíveis.
2. ANEXO / INCLUSO – adjetivos, concordam com o substantivo a que se
referem.
Ex.: Envio-lhe anexos / inclusos os documentos. (em anexo, junto a
são invariáveis)
3. LESO (adjetivo = lesado, prejudicado) concorda com o substantivo com o
qual forma uma composição.
Ex.: Cometeu crime de lesa-pátria.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


CONCORDÂNCIA NOMINAL
4. PREDICATIVO
a) substantivo com sentido indeterminado (sem artigo) – adjetivo no
masculino.
Ex.: É proibido entrada;
b) substantivo com sentido determinado (com artigo) – adjetivo concorda
com o substantivo. Ex.: É necessária muita cautela.
5. MEIO – numeral = metade (variável)
Ex.: Falou meias verdades.
Advérbio = parcialmente (variável).
Ex.: Encontrava-se meio fatigada.
6. MUITO, POUCO, BASTANTE, TANTO – PRONOMES – (variáveis).
Ex.: Li bastantes livros. ADVÉRBIOS (invariáveis).
Ex.: Estavam bastante felizes.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


CONCORDÂNCIA NOMINAL
7. SÓ – adjetivo = sozinho (variável).
Ex.: Eles se sentiam sós.
Palavra denotativa de exclusão (invariável).
Ex.: Só os alunos compareceram à reunião (= somente).
8. ALERTA, SALVO, EXCETO – são palavras invariáveis.
Ex.: Fiquemos sempre alerta.
9. QUITE = LIVRE – concorda com aquele a que se refere.
Ex.: Estamos quites com a mensalidade.
10. OBRIGADO, MESMO, PRÓPRIO – concordam com o gênero e número da pessoa
a que se referem.
Ex.: Ela disse:
- Muito obrigada, eu mesma cuidarei do assunto.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


REGÊNCIA VERBAL

•A regência verbal se ocupa do estudo da


relação que se estabelece entre os
verbos e os termos que os completam
(objetos diretos e indiretos) ou indicam
circunstância (adjuntos adverbiais).
•A regência nominal cria complementos
nominais.
Adriano Augusto dos Santos - 81421796287
REGÊNCIA DE ALGUNS VERBOS
• QUERER

VTD = desejar
Ex.: Eu quero a liberdade plena para todos os seres humanos.

VTI = estimar, querer bem, gostar


Ex.: Quero muito a meus pais.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


REGÊNCIA DE ALGUNS VERBOS
• PAGAR E PERDOAR

VTD – OD = COISA
Ex.: Pagou a dívida.

VTDI = alguma COISA A ALGUÉM


Ex.: Pagou a dívida ao cobrador.

VTI – OI = A alguém
Ex.: Pagou ao cobrador.
Adriano Augusto dos Santos - 81421796287
REGÊNCIA DE ALGUNS VERBOS
• PROCEDER

Proceder = “realizar”, “dar início”

VTI – Ex.: O juiz procedeu ao inquérito.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


REGÊNCIA DE ALGUNS VERBOS
• ASSISTIR

VTD = dar assistência


Ex.: O governo não assistiu os flagelados. = O governo não os
assitiu.
VTI = Presenciar (prep. A obrigatória)
Ex.: Assistimo ao filme Titanic trinta e quarto vezes.
= Assistimos a ele trinta e quarto vezes.
Adriano Augusto dos Santos - 81421796287
REGÊNCIA DE ALGUNS VERBOS
• ASPIRAR

VTD = cheirar
Ex.: Aspirei durante muito tempo fumaça de óleo diesel.

VTI = ambicionar (prep. A obrigatória)


Ex.: Luís aspira ao cargo = Luís aspira a ele.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


REGÊNCIA DE ALGUNS VERBOS
• VISAR

VTD = pôr o visto


Ex.: Esqueci-me de visar o cheque.

VTD = apontar, mirar


Ex.: Visou o olho esquerdo do bandido.

VTI = ambicionar
Ex.: Luís visa ao cargo. = Luís visa a ele.
Adriano Augusto dos Santos - 81421796287
REGÊNCIA DE ALGUNS VERBOS
• OBEDECER = cumprir algo

VTI = Obedeça a seus pais. = Obedeça-lhes.

• RESPONDER
Quando houver apenas um objeto, este terá de ser
obrigatoriamente OBJETO INDIRETO.
Ex.: Responda a todas as questões, marcando apenas
uma certa.
Respondeu o bilhete ao diretor.
Adriano Augusto dos Santos - 81421796287
REGÊNCIA DE ALGUNS VERBOS
• IMPLICAR
No sentido de acarretar é VTD.
Ex.: Passar no concurso implica sacrifícios.

• PREFERIR
Preferir exige a preposição A.
Ex.: Prefiro cerveja a vinho.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


REGÊNCIA DE ALGUNS VERBOS
• IR, VOLTAR, CHEGAR
Solicitam as preposições A ou DE ou PARA.
Ex.: Cheguei a casa. Fui ao cinema.

• AVISAR, INFORMAR, COMUNICAR, ADVERTIR, PREVINIR


Quando TVDI (OD – coisa ou pessoa) (OI – coisa ou pessoa)
Ex.: Avisei o aluno da mudança.
Avisei ao aluno a mudança.
Avisei-o de que era proibido.
Avisei-lhe que era proibido.
Adriano Augusto dos Santos - 81421796287
REGÊNCIA DE ALGUNS VERBOS
• MORAR, RESIDIR
Solicitam a preposição EM.

Ex.: Moro em um país tropical. Resido na Rua Pedro Rodrigues.

• ESQUECER-SE, LEMBRAR-SE (OI) / ESQUECER, LEMBRAR (OD)


Quando pronominais, solicitam a preposição DE.

Ex.: Esqueça aquilo.


Esqueça-se daquilo.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


A PREPOSIÇÃO E OS PRONOMES RELATIVOS
• No padrão culto, é preciso manter a regência determinada
pelo verbo quando seu complemento é um pronome
relativo.

• Ex.: Ela gosta de esporte.


Esse é o esporte de que ela gosta.

Ele tem direito a essa herança.


Essa herança a que ele tem direito.
Adriano Augusto dos Santos - 81421796287
CRASE
• Fusão de duas vogais idênticas numa só. Trata-se da junção da
preposição “a” com o artigo “a” (s). A crase é sinalizada pelo acento
[`]. A ocorrência do “à” pode ser observada a seguir:

• Lembrava-se de ter ido à loja naquele dia.

• Constate que o verbo “ir” exige a preposição “a”, pois quem vai, vai a
algum lugar e, pelo fato de “loja” ser uma palavra feminina que
admite o artigo “a”, formou-se a fusão.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Empregos obrigatórios do sinal de crase
• 1. Em locuções adverbiais femininas

O culto ecumênico será realizado às dezenove horas. (Indicação de


tempo)

Fui à feira de artesanato no domingo passado. (Indicação de lugar)

Naquele dia, o escritório se encontrava às avessas. (Indicação de modo)

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Empregos obrigatórios do sinal de crase
• 2. Em locuções prepositivas e conjuntivas

Entende-se por “locução”, a junção de duas ou mais palavras que formam significado único:

• Aquela guerreira mãe estava à espera de um milagre que salvasse a vida de seu filho.

Note que a locução prepositiva compõe-se de: à + palavra feminina + preposição “de”.

• Foi melhorando o seu desempenho escolar à proporção que o tempo passava.

Veja que a locução conjuntiva compõe-se de: à + palavra feminina + conjunção “que”, cuja
finalidade é ligar as duas orações.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Casos em que a crase é proibida
• 1. Com palavras masculinas, posto que não admitem o artigo
feminino “a”

O convite foi enviado a Fábio.

Aquela loja vende a prazo.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Casos em que a crase é proibida
• 2. Com pronomes pessoais e demonstrativos, por não admitirem o
acompanhamento do artigo “a”:

a) Não revelarei a ela o nosso segredo.

(Nesse exemplo, “a” é preposição, pois quem revela, revela algo a alguém)

b) Vim a esta casa na semana passada.

(Nesse caso, “a” também é preposição, pois quem vai, vai a algum lugar)

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Casos em que a crase é proibida
3. No “a”, na forma singular, antes de palavras no plural:

O artigo se remete a ideias inovadoras.

4. Com verbos:

Os alunos foram chamados a rever os erros cometidos na prova.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Casos em que a crase é proibida
5. Entre palavras repetidas:
Os réus estavam frente a frente.

6. Com a palavra “terra” como antônima de “água”:


O navio chegou a terra. (terra firme)

Admite-se a crase, caso a referência seja feita à “Terra” (planeta) ou à terra (cidade natal).

7. Com a palavra “casa” e com nomes de cidade, quando não houver especificações:
a) Naquela tarde, fomos a casa.
b) Iremos a Florianópolis.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Situações nas quais o uso da crase é opcional
1. Com nomes femininos:
O convite foi feito à Maria. / O convite foi feito a Maria.

2. Com pronomes possessivos (que expressam a ideia de posse):


Ele agradeceu à minha mãe. / Ele agradeceu a minha mãe.

3. Com a palavra até:


Ela foi dirigindo até à avenida. / Ela foi dirigindo até a avenida.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


PONTUAÇÃO
• indica, na escrita, as várias possibilidades de entonação da fala, além de ajudar na expressão de
pensamentos, sentidos e emoções, tornando mais clara e precisa a compreensão do texto.

a vírgula (,)
o travessão (-)
os parênteses ( ( ) )
o ponto-e-vírgula (;)
os dois pontos (:)
o ponto simples (.)
o ponto parágrafo (.)
o ponto final (.)
o ponto-de-interrogação (?)
o ponto-de-exclamação (!)
as reticências (…)

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Em que lugar você colocaria a

nessa construção?

Se o homem soubesse o valor que tem a mulher andaria de quatro a


sua procura.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Principais regras para utilização da vírgula
O emprego da vírgula no período simples:

(01) Sua observação foi inconveniente, agressiva, irônica, antipática.

Sua observação foi inconveniente, agressiva, irônica e antipática.

REGRA 01:

Usa-se vírgula para separar, numa enumeração, os termos com a mesma


função sintática.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Principais regras para utilização da vírgula
Fernanda Montenegro, atriz talentosa, recebeu homenagens da
imprensa mundial.
REGRA 02:
Usa-se vírgula para separar aposto.
______________________________________________
Bom dia, Sr. Willer.
Maria, chame seu pai.
REGRA 03:
Usa-se vírgula para separar vocativo.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Principais regras para utilização da vírgula
Durante o carnaval, na Bahia, não choveu.

REGRA 04:
Usa-se vírgula para separar adjuntos adverbiais ou locuções adverbiais
deslocados.

Mariana sorria satisfeita.


Satisfeita, Mariana sorria. / Mariana, satisfeita, sorria.

OBS.: Predicativos do sujeito deslocados também são separados por vírgula.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Principais regras para utilização da vírgula
O diretor titubeou, isto é, não concordou de pronto com a decisão.

REGRA 05:
Usa-se a vírgula para separar palavras ou expressões explicativas.
______________________________________________
Nós preferimos café, e eles, chá.

REGRA 06:
Usa-se vírgula quando se omite um termo da oração. (elipse / zeugma)

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Principais regras para utilização da vírgula
O emprego da vírgula no período composto:

(08) Viajou no fim de semana, foi visitar os pais.


Era um homem valente, mas tinha horror a baratas.

REGRA 07:
Usa-se a vírgula para separar orações coordenadas assindéticas e sindéticas
(com exceção das aditivas que só serão intercaladas por vírgula quando
tiverem sujeitos diferentes).

Desfiz as malas, e saímos juntos.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Principais regras para utilização da vírgula
Suas opiniões, que eram brilhantes, interessavam a todos.

REGRA 08:
Usa-se a vírgula para separar orações subordinadas adjetivas
explicativas.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Principais regras para utilização da vírgula

Se você quer ser aprovado, estude!

REGRA 09:
Usa-se vírgula para separar orações subordinadas adverbiais,
sobretudo quando antepostas à oração principal.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Principais regras para utilização da vírgula
As ofensas, disse ela, foram graves!

REGRA 10:
Usa-se vírgulas para separar orações intercaladas.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Nunca se emprega a vírgula
1) Entre termos essenciais da oração.

(a) Sujeito – Predicado:

A subida até o mirante Ø deixou a criança cansada.

(b) Verbo – complementos:

Os cientistas preocupam-se Ø com o efeito estufa.

(c) Núcleo nominal – seus adjuntos ou complementos:

A casa Ø de maeira caiu.


O fiscal foi gentil Ø com o turista.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Nunca se emprega a vírgula
2) Entre a O.P. e a O.S.Substantiva:

A família decidiu que mudaria para o sul.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


O ponto-e-vírgula
Indica uma pausa mais longa que a vírgula. Algumas funções:

(a) Separa as partes que tenham orações já separadas por vírgulas.

Já tive muitas capas e infinitos guarda-chuvas, mas acabei me


cansando de tê-los e perdê-los; há anos vivo sem nenhum desses
abrigos e também, como toda a gente, sem chapéu.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


O ponto-e-vírgula
(b) Separa itens em uma enumeração:

A prova constará de (a) um estudo do texto; (b) cinco questões


gramaticais contextualizadas; (c) uma redação sobre o tema
abordado no texto.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Os dois pontos
Funções:

(a) Introduzem fala / discurso direto.

A aeromoça disse:
- Os passageiros devem permanecer sentados até o pouso da aeronave.

(b) Introduzem citação.

Diz Mônica Rector em Manual de Semântica: A aceleração do mundo moderno impõe o repensar da ciência.

(c) Introduzem uma explicação, resumo ou consequência do que se disse antes.

Gol: o carro que menos desvaloriza no Brasil.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


As reticências
Empregam-se as reticências:

(a) Para indicar que o sentido vai além do que é dito.

Roberta imaginou-se com Paulo: os dois em uma ilha, comendo uvas,


dando risada…

(b) Para indicar hesitação / dúvida.

E a prova, filho? Bem… a prova… não fui muito bem.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Os parênteses
Funções:

(a) Fazer comentários ou intercalações acessórias.


• Todas as pessoas inteligentes são cheias de dúvidas (eu acho)!

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Travessão
Empregado para:

(a) Indicar a fala (começo ou fim) e a mudança de interlocutor.

- Você não precisa de pílulas?


- Que pílulas?
- Essas para acalmar.
- Eu sou calma – disse Luciana com meio sorriso.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


Travessão
(b) Para enfatizar expressões ou frases:

Foi poeta – sonhou – e amou na vida.


(AZEVEDO, Álvares. Poesias Completas. RJ: Ediouro, 1996.)

Impossível escrever o poema – uma linha que seja – de verdadeira


poesia.

(ANDRADE, Carlos Drummond de. Poesia Completa e Prosa. RJ: Aguilar, 1973.)

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 1. Um dos principais desafios para o Brasil é conhecer a Amazônia.
Sua vocação eminentemente hídrica impõe, ao longo dos séculos, a
necessidade do deslocamento de seus habitantes através dos rios.
Muito antes da chegada dos colonizadores na Amazônia, os nativos já
utilizavam canoas. Ainda hoje, grande parte da população amazônica
vive da pesca. Além disso, o deslocamento do ribeirinho se faz através
da infinidade de rios que retalham a grandeza territorial.
Em relação ao texto acima, julgue o item a seguir.
No segundo período do texto, as vírgulas isolam segmento — “ao longo
dos séculos” — com função de aposto explicativo.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 2. Existem duas versões sobre o caminho percorrido pelo general
árabe. Na primeira, Táriq teria partido de Tânger, cidade de Marrocos,
da qual era governador.
• Em relação a aspectos linguísticos e aos sentidos do texto acima,
julgue o item subsequente.
• A expressão “duas versões” (l.4) exerce a função de complemento da
forma verbal “Existem” (l.4).

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 3. De fato, a problemática ligada à separação de partes cadavéricas
destinadas a transplantes em vivos exige que sua retirada seja feita
em condições de aproveitamento útil,
No texto, a oração “que sua retirada seja feita em condições de
aproveitamento útil” exerce a função de
a) sujeito.
b) adjunto adnominal.
c) predicativo do sujeito.
d) predicativo do objeto.
e) objeto direto.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 4. Alguns nascem surdos, mudos ou cegos.
Na oração em que é empregado no texto, o termo “surdos, mudos ou
cegos” exerce a função de
a) predicativo do sujeito.
b) objeto direto.
c) adjunto adnominal.
d) sujeito.
e) adjunto adverbial.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 5. Desligue as luzes nos ambientes onde é possível usar a iluminação
natural.
Tendo como referência os aspectos gramaticais do texto, julgue o
próximo item.
A oração “usar a iluminação natural” exerce a função de complemento
do adjetivo “possível”

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 6. o cenário de exclusão e violência, é preciso radicalizar a política de
ampliação do acesso à justiça. Para tanto, não basta a inclusão no
sistema da maioria excluída. Há consenso de que o acesso à justiça
não se limita ao direito de acessar o Judiciário.
• No que se refere aos aspectos linguísticos do texto, julgue o próximo
item.
• A oração “radicalizar a política de ampliação do acesso à justiça” e o
termo “consenso” exercem a mesma função sintática nos períodos
em que ocorrem.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 7. Art. 1.º Reeditar o Programa de Responsabilidade Socioambiental do
TJDFT Viver Direito, cuja base é a Agenda Socioambiental do TJDFT que, em
permanente revisão, estabelece novas ações sociais e ambientais e as
integra às existentes no âmbito do Poder Judiciário do Distrito Federal e
Territórios, visando à preservação e à recuperação do meio ambiente, por
meio de ações sociais sustentáveis, a fim de torná-lo e mantê-lo
ambientalmente correto, socialmente justo e economicamente viável.
A respeito das estruturas linguísticas do texto precedente, julgue o item
subsequente.
O termo “à recuperação do meio ambiente” desempenha a função de
complemento verbal na oração em que ocorre.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 8. Seguiram-se outras instituições extrajudiciais com funções
semelhantes em setores localizados, como as juntas de trabalho
marítimo e o Conselho Nacional do Trabalho, ambos de 1933.
Em “Seguiram-se” o pronome “se” indica que o sujeito do período é
indeterminado.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 9. Olímpico de Jesus trabalhava de operário numa metalúrgica e ela nem notou
que ele não se chamava de “operário” e sim de “metalúrgico”. Macabéa ficava
contente com a posição social dele porque também tinha orgulho de ser
datilógrafa, embora ganhasse menos que o salário mínimo. Mas ela e Olímpico
eram alguém no mundo. “Metalúrgico e datilógrafa” formavam um casal de
classe. A tarefa de Olímpico tinha o gosto que se sente quando se fuma um
cigarro acendendo-o do lado errado, na ponta da cortiça. O trabalho consistia em
pegar barras de metal que vinham deslizando de cima da máquina para colocá-las
embaixo, sobre uma placa deslizante. Nunca se perguntara por que colocava a
barra embaixo. A vida não lhe era má e ele até economizava um pouco de
dinheiro: dormia de graça numa guarita em obras de demolição por
camaradagem do vigia.
Tendo como referência o texto acima, julgue o item que se segue.
No texto, a oração “que ele não se chamava de ‘operário’ e sim de ‘metalúrgico’” e
a expressão “um pouco de dinheiro” exercem a mesma função sintática.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 10. No trecho “Não são poucos os chefes que não sabem como tratar
um tema que envolve seus subordinados”, há duas orações de
natureza restritiva, uma referente a “os chefes” e outra a “um tema”.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 11 - A única frase ou segmento que admite transposição para a voz
passiva é:
(A) Será que essa tendência é assim tão nova?
(B) Não existe nenhum conflito em uma justificativa religiosa ou
espiritual para o trabalho científico (...)
(C) A inspiração (...) é completamente subjetiva (...)
(D) (...) questões que anteriormente eram província exclusiva da
religião (...)
(E) (...) fato que separa claramente a ciência da religião.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 12 - Os publicitários descobriram que é possível... (2º parágrafo)
Transpondo-se o segmento acima para a voz passiva, a forma verbal
resultante será:
(A) descobriram-se
(B) foi descoberto
(C) era descoberto
(D) foram descobertos
(E) vinham descobrindo

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 13. Transpondo para a voz ativa a frase: "Os ingressos haviam sido
vendidos com antecedência", obtém-se a forma verbal:
a) venderam
b) haviam vendido
c) vendeu-se
d) havia vendido
e) venderam-se

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 14 - ... 43,9% do território amazônico está protegido.
O elemento em destaque exerce na frase acima a mesma função sintática
que o segmento grifado exerce em:
(A) ... Amapá, Roraima, Pará e Amazonas possuem mais da metade de seu
território nessa categoria.
(B) E, de fato, a taxa de desmate de 1998 a 2009 é a menor nas terras
indígenas...
(C) Terras indígenas e unidades de conservação contribuem de modo quase
parelho para o número total de áreas protegidas na Amazônia.
(D) ... nas quais é possível a extração controlada de madeira, por exemplo...
(E) Quase metade da Amazônia brasileira pertence hoje à categoria de área
protegida por lei contra a devastação...

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 15 - Na prática, essa mistura gera infinitas possibilidades. (5º parágrafo)
O verbo que exige o mesmo tipo de complemento que o do grifado acima
está na frase:
(A) A arte, apesar de bela, também não é fácil ...
(B) ... quando a estética surgiu na Antiguidade ...
(C) ... o traço de união entre arte e ciência reside exatamente nesse ponto.
(D) .. que logo abandonaram as cenas sem profundidade do período clássico
(E) Bem-humorado, brincava com as ideias da matemática

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 16 - ... acreditavam, com isso, que criavam um portal para o mundo
metafísico das ideias religiosas. (5º parágrafo)
Os verbos grifados acima, considerando-se o tempo e o modo em que
se encontram, indicam, no contexto,
(A) processo em decurso permanente no passado.
(B) ação realizada em um tempo determinado, no passado.
(C) probabilidade de realização de um fato qualquer.
(D) situação transcorrida no passado, anterior a outra, também
passada.
(E) condição essencial para a realização de um fato.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 17 - A concordância verbo-nominal está inteiramente correta na frase:
(A) Segundo alguns cientistas, as mais brilhantes fórmulas da física ou da
biologia é comparável ao que de melhor foi feito na literatura do século XX.
(B) O princípio da economia aproxima a poesia, com seu inigualável poder de
síntese, das equações matemáticas, que resumem grande quantidade de
informações.
(C) Nem sempre as informações que se encontra disponível para um cientista
pode orientá-lo na busca de soluções para o problema que tentam resolver.
(D) Cientistas, em toda a História, defende a ideia de que tanto a estética
científica quanto a artística se caracteriza pela busca da ordem em seu mais
alto grau.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 18 - A substituição dos segmentos grifados nas frases que seguem
está feita de maneira INCORRETA em:
(A) aproveitar recursos da floresta = aproveitá-los.
(B) os índios iauanauás vendem urucum = vendem-no.
(C) o que derrubaria os preços = o que os derrubaria.
(D) usa investimentos em tecnologia = usa-os.
(E) ao atrair mão-de-obra = ao atrair-lhe.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 19 - Os segmentos grifados nas frases que seguem estão substituídos
pelos pronomes adequados e colocados de modo INCORRETO na
alternativa:
(A) obedecer a um conjunto de regras = obedecer-lhe.
(B) se sigo regras de trânsito = se as sigo.
(C) que ele tem tal expectativa = que ele tem-lhe.
(D) que o mercado tenha regras = que o mercado as tenha.
(E) seguir regras faz parte = segui-las faz parte.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 20 - ... desde que se encontre uma forma barata de transporte... (2º
parágrafo)
A frase cujo verbo grifado está flexionado no mesmo tempo e modo
em que se encontra o também grifado acima é:
(A) ... à qual todos têm acesso ...
(B) ... venha a exportar água da bacia do Tocantins ...
(C) ... que pensa o especialista ...
(D) ... tudo o que pudemos ...
(E) ... e seremos obrigados ...

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 21. A ideia de criação de um Tribunal de Contas surgiu, pela primeira
vez no Brasil, em 23 de junho de 1826, com a iniciativa de Felisberto
Caldeira Brandt, Visconde de Barbacena, e de José Inácio Borges, que
apresentaram projeto de lei nesse sentido ao Senado do Império.
O emprego da vírgula antes de "que" justifica-se pelo valor restritivo da
oração adjetiva que esse pronome introduz.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 22. A partir da década de 70, políticas ativas de promoção de
exportação, apoiadas em incentivos fiscais e creditícios, juntaram-se a
esse elenco de instrumentos.
• O segmento "apoiadas em incentivos fiscais e creditícios" está entre
vírgulas porque é uma oração reduzida de particípio e tem natureza
restritiva.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 23. Além disso, o TCU constatou que o "mercado marginal", formado
por pessoas físicas ou jurídicas que realizam operações de seguro,
cosseguro e resseguro sem a devida autorização, continuava a crescer,
apesar da aplicação de pesadas multas.
O segmento "que realizam operações de seguro, cosseguro e resseguro
sem a devida autorização" tem natureza restritiva em relação ao termo
antecedente "pessoas físicas ou jurídicas".

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 24. A nova política condiciona a isenção da alíquota adicional de 30%
no imposto sobre produtos industrializados a contrapartidas
mensuráveis das empresas.
Em relação às ideias e às estruturas linguísticas do texto acima, julgue o
item que se segue.
Em “a isenção” e em “a contrapartidas”, o termo “a”, em ambas as
ocorrências, pertence à mesma classe gramatical e exerce a mesma
função sintática.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 25. Na realidade, entre o que consideramos bem e o que
consideramos mal.
No trecho “o que consideramos bem”, o vocábulo “que” classifica-se
como pronome e exerce a função de complemento da forma verbal
“consideramos”.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


questão
26. O povo a que remete a ideia de soberania popular constitui uma
unidade, e não, a soma de indivíduos. Jurídica e constitucionalmente, a
representação "representa" o povo (e não, todos os indivíduos). Além
disso, não há propriamente mandato, pois a função do representante
se dá nos limites constitucionais e não se determina por instruções ou
cláusulas estabelecidas entre ele (ou o conjunto de representantes) e o
eleitorado.
Os termos nominais "o povo" e "mandato" completam o sentido das
formas verbais 'representa' e "há", respectivamente.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 27. “O setor passa por uma desindustrialização que podemos chamar
de silenciosa”, diz o diretor da ABIMAQ.

No trecho ‘que podemos chamar de silenciosa’ o termo ‘de silenciosa’


denota uma qualidade atribuída ao complemento direto da forma
verbal ‘chamar’, função exercida pelo pronome ‘que’.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 28. No apartamento no qual se escondia, foram encontrados um
revólver calibre 38, dez telefones celulares e uma peruca.
Se uma vírgula fosse inserida imediatamente após "apartamento" , as
relações semânticas e sintáticas do período do texto seriam mantidas
inalteradas.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 29. A oração destacada no trecho abaixo exerce função própriade:
“[...] e circulam de bicicleta entre os milhares de veículos QUE
DIARIAMENTE CONGESTIONAMAS RUAS.”
A) substantivo.
B) adjetivo.
C) advérbio.
D) verbo.
E) pronome.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 30. No fragmento “E aí, misericordiosamente, o comandante
anunciou QUE ESTAVAM POUSANDO.”, (§ 6), a oração destacada é
classificada como:
A) oração subordinada substantiva objetiva direta.
B) oração coordenada sindética explicativa.
C) oração subordinada adjetiva restritiva.
D) oração coordenada sindética conclusiva.
E) oração subordinada substantiva subjetiva.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 31. No texto, a partícula “se”, em “a grandeza que se mede em
minutos, horas, dias, meses ou anos” (l. 30 e 31), classifica-se como
a) parte integrante de verbo.
b) pronome reflexivo recíproco.
c) pronome apassivador.
d) palavra expletiva.
e) índice de indeterminação do sujeito.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 32. Assinale a alternativa incorreta gramaticalmente na transcrição da frase
grifada.
“Para que os peixinhos não ficassem melancólicos, haveria grandes festas
aquáticas de vez em quando, pois os peixinhos alegres têm melhor sabor do
que os tristes.”
(A) poderia haver grandes festas aquáticas.
(B) existiriam grandes festas aquáticas.
(C) deveriam existir grandes festas aquáticas.
(D) poderiam existir grandes festas aquáticas.
(E) poderiam haver grandes festas aquáticas.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 33. “Entre 80% e 90% da nossa energia vêm de fontes renováveis”.
Nessa frase a concordância verbal é feita no plural, por fazer
concordar o verbo (vêm) com o número da porcentagem.
Assinale a opção que indica a frase em que a concordância está
incorreta.
a) 1% dos brasileiros não acredita no governo.
b) 5% da população tem medo do apagão.
c) 12% dos cariocas apreciam futebol.
d) 1,7% do povo aceitam a Copa do Mundo no Brasil.
e) 32% do consumo se dirige a supérfluos.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 34. O trecho “votaram 2,2% da população" (L. 20 e 21) poderia, sem
prejuízo gramatical ou de sentido para o texto, ser reescrito da
seguinte forma: 2,2% da população votou.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 35. Se tanta companhia não vale como consolo, a vantagem de ter
muita gente sofrendo com o problema é que isso estimula as
pesquisas científicas. “Há equipes estudando o uso de células-tronco
para tratamento da calvície”, conta Leite Jr.
Na linha 2, o sujeito da forma verbal ‘Há’ é o substantivo ‘equipes’.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 36. Um caso de amor e ódio. A maioria dos estudiosos evita os clichês
como o diabo foge da cruz, mas as frases feitas dão o tom do uso da
língua.
No segundo período do texto, a forma verbal ―evita‖ (L.2), empregada
no singular, poderia ser substituída pela forma flexionada no plural,
evitam, caso em que concordaria com ―estudiosos‖ (L.2), sem que
houvesse prejuízo gramatical para o período.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 37 - Aliás, o melhor para a democracia seria separar os fundos partidários dos destinados
às campanhas eleitorais. (L.24-26)
A respeito do período acima, analise as afirmativas a seguir:
I. Há três preposições.
II. Há quatro artigos.
III. Há um pronome demonstrativo.
Assinale
a) se todas as afirmativas estiverem corretas
b) se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas. 

c) se nenhuma afirmativa estiver correta. 

d) se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas. 

e) se apenas as afirmativas I e III estiverem corretas.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 38 - No fragmento “fazer um safári, frequentar uma praia de nudismo,
comer algo exótico (um baiacu venenoso, por exemplo), visitar um
vulcão ativo”, são palavras de classes gramaticais diferentes
a) “praia” e “ativo”
b) “venenoso” e “exótico”
c) “baiacu” e “nudismo”
d) “ativo” e “exótico”
e) “safári” e “vulcão”

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 39. O Conselho Superior da Justiça do Trabalho, instância de
supervisão administrativa dos tribunais trabalhistas, provocado pelo
TCU, recalculou o montante devido desses passivos, reduzindo o valor
de R$ 2,4 bilhões para R$ 1,2 bilhão, aproximadamente.
A partir das ideias e das estruturas linguísticas do texto acima, julgue o
item subsequente.
O emprego do plural em “bilhões” e do singular em “bilhão” deve-se à
presença dos numerais “2,4” e “1,2”, respectivamente.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 40. As palavras “indivíduos” e “precárias” recebem acento gráfico
com base em justificativas gramaticais diferentes.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 41. O número de domicílios que têm apenas telefone celular
aumentou. Em decorrência do fenômeno da expansão dos que só
têm celular, houve uma diminuição dos telefones fixos.”
A forma verbal “têm” está no plural porque concorda com o
antecedente do pronome relativo.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 42. “A evolução dos processos de automação permitiu a instalação
dos primeiros caixas eletrônicos no Brasil.”
A forma verbal “permitiu” poderia ter sido flexionada no plural —
permitiram —, caso em que concordaria com “processos”.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 43. Na oração “ele se destacou entre os colegas” (l.5), é obrigatório o
uso do pronome “se” em posição pré-verbal, devido ao fator atrativo
exercido pelo elemento que o antecede.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 44. Em “que a mantêm coesa e saudável”, o deslocamento do
pronome “a” para logo após a forma verbal “mantêm” prejudicaria a
correção gramatical do período.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 45. O vocábulo “que”, em “incapaz de arcar com os custos que uma
lide judicial impõe”, funciona como pronome relativo e retoma o
termo antecedente.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 46. Art. 1.° A Carreira Policial Federal far-se-á nas categorias
funcionais de Delegado de Polícia Federal, Perito Criminal Federal,
Censor Federal, Escrivão de Polícia Federal, Agente de Polícia Federal
e Papiloscopista Policial Federal, mediante progressão funcional, de
conformidade com as normas estabelecidas pelo Poder Executivo.
No "Art. 1.º", a expressão verbal "far-se-á" equivale, sintática e
semanticamente, ao desdobramento é feita.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 47. A correção gramatical do texto seria preservada, caso o trecho “O
que se constata”, no início do segundo parágrafo, fosse reescrito da
seguinte forma: O que constata-se.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 48. O que se constata é que, na prática, o cidadão preso perde muito
mais do que sua liberdade. Perde sua dignidade, é 10 submetido a
humilhação e acaba se sentindo um nada.

A substituição de “se constata” por é constatado manteria a correção


gramatical e o sentido original do texto.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 49. O sinal indicativo de crase está empregado de acordo com a
norma padrão em:
a) Todos os documentos serão encaminhados às partes à partir da
próxima semana.
b) Todos tiveram de comparecer perante à autoridade, prestando
contas à ela.
c) Recusa-se à entregar às certidões antes do final do expediente
d) Encaminhamos à V.Exª os documentos à que se refere o Edital.
e) O caso exige tratamento igual às partes, sem fazer exceção à ré.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


QUESTÕES
• 50. O sinal indicativo de crase pode ser corretamente suprimido em:
a) ...incapazes de trazê-lo à nossa domesticidade...
b) Renunciamos assim às árvores...
c) ..nos permitimos fabricá-las à feição dos nossos sonhos...
d) ...não está à mercê dos botânicos...
e) ...não incorpora a árvore à atmosfera de nossos cuidados...

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287


GRAMÁTICA – PROF. WILLER LIRA

* Se tanta companhia não vale como consolo, a vantagem de ter


muita gente sofrendo com o problema é que isso estimula as
pesquisas científicas. “Há equipes estudando o uso de células-
tronco para tratamento da calvície”, conta Leite Jr.

Na linha 2, o sujeito da forma verbal ‘Há’ é o substantivo ‘equipes’.

Adriano Augusto dos Santos - 81421796287

Você também pode gostar