Você está na página 1de 3

1

Resumo de Geografia para o 4º teste Densidade populacional e


migrações – 8º ano

(Segundo os objetivos relatados pelos alunos)

1. Densidade Populacional = nº de habitantes - É a quantidade de habitantes por Km2


2
km
2. Quais são os fatores atrativos para a concentração da população:
A agricultura intensiva, o clima temperado, planícies e bons acessos ( como estradas e
outras vias de comunicação)
3. Os grandes focos de população mundiais são:
A Europa Central, o sul e sudeste Asiático e o nordeste dos EUA.

4.
Calcula a densidade populacional de cada um dos países:

Holanda : 15191000/41500 =  366 h/ km2

Mónaco: 32000/1.9 =  16842 h/ km2

Áustria: 7915000/83855 = 94 h/ km2

Noruega: 4318000/324200 = 13 h/ km2

5. Qual o pais com maior densidade populacional e o de menor densidade populacional?


Mónaco e Noruega.

6. Assinala os respetivos vazios humanos –


Himalaias Deserto Australiano
Deserto do Sara

Alasca Floresta tropical- Amazónia

7. Identifica os focos humanos A; B; C e D:


2

A– Ásia Meridional ou Ásia do Sul B – Ásia Oriental ou Sudeste Asiático

C – Europa Ocidental e Central D – Nordeste dos Estados Unidos da América

8. Define Migração:
É o movimento de pessoas, do seu lugar de origem para um outro lugar.

9. Refere a taxa que nos permite efetivamente saber se a população aumentou ou diminuiu.
Taxa de crescimento efetiva

10. Definições:
a) Êxodo Rural – Deslocação e pessoas do campo para se fixarem na cidade.
b) Movimentos Pendulares – Movimentos que implicam o regresso diário a casa, por exemplo
Trabalho-casa-trabalho
c) Migração Interna – Migrações que se realizam no interior de um país.
d) Êxodo urbano - Deslocação e pessoas da cidade para se fixarem no campo.
e) Migração intercontinental – Migrações que se realizam entre continentes diferentes.
f) Emigrante – Designação que um migrante recebe em relação ao país de origem.
g) Migração Forçada – Ocorrem devido a guerras, perseguições religiosas ou catástrofes naturais.
h) Migrações temporárias – Quando os migrantes ficam pouco tempo no local de acolhimento.
i) Migrações Sazonais – Ocorrem em determinadas épocas do ano.
j) Migrações intracontinentais - Migrações que se realizam entre países dentro do mesmo
continente.
k) Migrações laborais – Deslocação de pessoas por questão de trabalho.
l) Imigrante - Designação que um migrante recebe em relação ao país de acolhimento.

11. Indica as consequências das migrações para o país de origem:


Demográficas:
Diminuição da população absoluta
Diminuição da pressão demográfica (relação entre a população e os recursos de uma área).
Saldo migratório negativo
Envelhecimento da população
Aumento da taxa de mortalidade
Diminuição da taxa de natalidade
Diminuição da taxa de crescimento natural
Socioeconómicas:
• Redução do desemprego
• Diminuição da população activa
• Melhoria das condições de vida da população
• Diminuição do dinamismo económico
• Melhoria dos salários
• Desequilíbrio social (predominância de mulheres e idosos

12. Indica as consequências das migrações para o país de chegada


Demográficas
3

• Aumento da população absoluta


• Aumento da pressão demográfica
• Saldo migratório positivo
• Rejuvenescimento da população
• Aumento da taxa de natalidade
• Aumento da taxa de crescimento natural
• Crescimento da população urbana
Socioeconómicas
• Fragmentação da classe trabalhadora, com perda de direitos dos emigrantes
• Aparecimento de guetos (bairros urbanos e bairros de lata onde estão concentradas minorias
étnicas e/ou sociais)
• Disponibilidade de mão-de-obra barata
• Pressão sobre os níveis salariais e condições de trabalho da população
• Aumento dos encargos da segurança social
• Enriquecimento da cultura
• Racismo (rejeição da igualdade de direitos para aqueles que são diferentes de nós, pela cor da
pele, pela cultura, etc.) xenofobia (medo ou aversão a estrangeiros).:
13. Substitui as letras com as expressões corretas:
A mobilidade dos portugueses tem sido intensa ao longo dos tempos. Em finais do século XIX e inicio do
séc. XX, num tipo de migração A, os portugueses dirigiam-se especialmente para o Brasil. Na década de
60, o seu destino era já os países da B, como por exemplo a C e D, esta migração é do tipo E.
Dentro do nosso país, os movimentos de população também são frequentes. Nos últimos anos, as grandes
cidades portuguesas têm vindo a perder população devido ao modo de vida urbano, F, contrariando o
movimento que até aí era frequente, do interior para o litoral G. Nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto,
os fluxos populacionais são elevados ao princípio da manhã e ao fim da tarde as H.
A – Intercontinentais B – Europa C – França D – Alemanha E – Intracontinental
F – êxodo urbano G – êxodo rural H – Migrações Pendulares.

14. Distingue migrações definitivas e temporárias e dá exemplos.


Migrações Definitivas - Quando os migrantes pensam fixar-se definitivamente nas áreas de destino, ainda
que possam regressar à origem passados muitos anos, mais aproximadamente 3 anos.

Migrações Temporárias - quando os migrantes apenas permanecem algum tempo no local de destino,
regressando depois às áreas de partida. Tal sucede, por exemplo, com os muitos milhões de pessoas que
anualmente procuram áreas de lazer para passar as suas férias, dando origem às chamadas migrações
turísticas.
Quando as migrações temporárias se efetuam apenas em determinadas épocas do ano, ou seja, quando têm
uma certa periodicidade no tempo designam-se por migrações sazonais.

15. Diz o que se entende por refugiado.


É o nome dado a uma pessoa que foge do seu país de origem , por motivos de perseguição ou guerra e entra
clandestinamente num outro país, ficando sem casa.

16. Indica o organismo da ONU responsável pelos refugiados.


ACNUR

Bom trabalho