Você está na página 1de 68

Aula 05

Olá concurseiro (a)! Já revisou a última aula??

É muito importante revisar a matéria antes de iniciar um assunto novo, porque só assim
fixamos os conceitos e o aprendizado se consolida.

A matéria prevista para essa aula é muito interessante. Vamos aprender sobre Conceito
de Margem de contribuição total e unitária; rentabilidade por fator de restrição; análise das
relações entre custo/volume/lucro e ponto de equilíbrio contábil, econômico e financeiro.

1. Margem de Contribuição
a. Conceito

Quando estudamos o método de custeio por absorção, constatamos que os custos


variáveis, facilmente identificáveis, são atribuídos de forma direta aos produtos e os
custos indiretos, por sua impossibilidade ou dificuldade em aloca-los à produção,
necessitam de um critério de rateio.

Com a utilização de um critério de rateio, a alocação dos custos fixos pode ser um tanto
quanto arbitrária e afetar a tomada de decisão pelos gestores da empresa. Portanto,
decisões tomadas com base no resultado apresentado pelo método de custeio por
absorção, podem não ser as mais adequadas.

O conceito de margem de contribuição vem para auxiliar os gestores no processo de


tomada de decisão, de forma que esta seja mais acertada possível.

Segundo Eliseu Martins, Margem de Contribuição por Unidade é a diferença entre o preço
de venda e o Custo Variável (e despesa variável) de cada produto; é o valor que cada
unidade efetivamente traz à empresa de sobra entre sua receita e o custo que de fato
provocou e que lhe pode ser imputado sem erro.

MCu = PV – (CVu + DVu)

A Margem de Contribuição total é a Margem de Contribuição Unitária multiplicada pelas


quantidades vendidas.

MCT = RECEITA TOTAL – CVT

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 367


Vejamos:

Produtos PV CV MCu Vendas MCT


(unid)

XXX R$ 10,00 R$ 3,00 R$ 7,00 1.000 7 x 1000 = 7000

YYY R$ 15,00 R$ 5,00 R$ 10,00 1.100 10 x 1100 = 11000

ZZZ R$ 20,00 R$ 8,00 R$ 12,00 1.200 12 x 1200 = 14400

MCT = 7.000 + 11.000 + 14.400 = R$ 32.400

Observações:

 Cada unidade do Produto XXX contribui com R$ 7,00 para a amortização dos
custos fixos. O produto YYY contribui com R$ 10,00 a cada unidade vendida e o
produto ZZZ com R$ 12,00.

 Os valores acima não são o lucro por produto, pois os custos fixos ainda não foram
deduzidos.

 Após o cálculo da Margem de Contribuição total e a dedução dos custos e


despesas fixos, obtemos o resultado da empresa. Esta forma de demonstrar o
resultado possibilita visualizar a “potencialidade” de cada produto. Assim, a
empresa poderá decidir qual produto da sua linha de produção ela deverá priorizar.

 Caso a empresa tenha capacidade ociosa de produção (o aumento da produção


não implica em aumento dos custos fixos) e tenha a possibilidade de realizar
vendas adicionais, a empresa deverá se basear na Margem de Contribuição de
cada produto.

Exemplo:

Ano: 2015 Banca: FGV Órgão: DPE-RO Prova: Técnico da Defensoria Publica -
Técnico em Contabilidade

Uma indústria teve uma receita de vendas de $ 8.000 e um lucro bruto de $ 2.400.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 368


Sabendo-se que foram vendidas 640 unidades e que o custo fixo representa 60% dos
custos dos produtos vendidos, a margem de contribuição unitária é de:

a) 9,00;
b) 8,50;
c) 7,25;
d) 5,25;
e) 4,00.

Resolução:

Receita de Vendas--------------8.000
(-) CPV---------------------------(X)
= Lucro Bruto-------------------2.400

Logo,
CPV = 8.000 – 2.400
CPV = 5.600

Custo Fixo = 5.600 x 60%


Custo Fixo = 3.360

Custo Variável (CV) = 5.600 – 3.360 = 2.240


CVu = 2.240/640 = 3,5

Preço de Venda Unitário = Vendas/Unidades


PVu = 8.000\ 640 = 12,5

Margem de Contribuição Unitária (MCu) = PVu – (CVu + DVu)


MCu = 12,5 – 3,5
MCu = 9,00

Letra A

Importante!!!

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 369


 As despesas variáveis integram o cálculo da margem de contribuição, mas não são
agregadas ao produto para fins de avaliação dos estoques, quando do uso do
custeio variável.

2. Rentabilidade e Rentabilidade com fator de Restrição

Como vimos no tópico acima, o produto que possuir maior margem de contribuição é o
que apresentará maior rentabilidade, isso acontece quando não há nenhum fator de
restrição.

E o que seria fator de restrição?

Fator de restrição é qualquer limitação que a empresa tiver durante o processo produtivo.
Ex: escassez de matéria prima, defeito em máquinas, entre outros.

Quando houver fatores de restrição, o produto mais rentável será o que obtiver a maior
margem de contribuição por fator de restrição. Para isso, devemos calcular a margem de
contribuição de cada item produzido e dividir pela quantidade de fator de restrição
utilizada por esse produto.

Vamos entender melhor com exercícios!

Exemplo
Ano: 2014 Banca: CESGRANRIO Órgão: LIQUIGÁS Prova: Profissional Júnior
Considere as informações a seguir para responder à questão.

Uma indústria, que faz suas análises gerenciais pelo método de custeio variável, ao final
do processo produtivo de uma de suas linhas de produtos, apresentou suas anotações e
registros, referentes exclusivamente à fabricação dos produtos dessa linha, como
demonstrado a seguir.

Registro e anotações Produtos


Período Produtivo: Junho/2014 Alfa Beta Gama
Produção (em unidades) 2.500 2.000 3.000
Matéria-prima (quilos por unidade) 25 30 20
Mão de obra direta (horas por unidade) 6 8 5
Preço de venda unitário (em reais) 218,00 251,00 174,00
Custo fixo unitário (em reais) 12,00 10,00 13,00

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 370


Comissão vendas p/unid (em R$) 3,00 5,00 8,00

Outras anotações:

• Preço do quilo de matéria-prima (em reais) = 5,00


• Valor da hora MOD (em reais) = 2,00

Limitação da capacidade produtiva: A indústria estima uma redução de 25% na


quantidade de horas de mão de obra direta disponíveis para a fabricação da linha de
produtos Alfa, Beta e Gama

No contexto de expectativa de redução da quantidade de mão de obra direta necessária


para a produção dessa linha de produtos e de acordo com a técnica da limitação da
capacidade produtiva, a margem de contribuição unitária por fator limitante (fator de
restrição) dos produtos Alfa, Beta e Gama, respectivamente, em reais, é a seguinte:

a) 11,50 ; 8,75 ; 10,20


b) 13,00 ; 8,75 ; 8,60
c) 13,00 ; 16,00 ; 10,00
d) 13,00 ; 10,00 ; 11,20
e) 16,00 ; 15,00 ; 19,20

Resolução:

O primeiro passo para resolver essa questão é encontrar a Margem de Contribuição


Unitária de cada produto.

Alfa Beta Gama

Produção (unid) 2.500 2.000 3.000

MD (kg/unid) 25 30 20

MD (R$) 25 X 5 = 125,00 30 X 5 = 150,00 20 X 5 = 100,00

MOD (h/unid) 6 8 5

MOD (R$) 6 X 2 = 12,00 8 X 2 = 16,00 5 X 2 = 10,00

PV 218,00 251,00 174,00

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 371


CFu 12,00 10,00 13,00

Comissão (R$) 3,00 5,00 8,00

MCu 218 – 125 – 12 – 3 251 – 150 – 16 -5 = 174 – 100 – 10 – 8 =


= 78,00 80,00 56,00

Observe que o Custo Fixo Unitário não entrou no cálculo da Margem de Contribuição
Unitária.

Até aqui, o produto que apresenta maior rentabilidade é o Beta, pois possui a maior MCu.

Agora, analisaremos considerando o fator de restrição: horas de mão de obra direta.

Para encontrarmos a nova rentabilidade dos produtos, devemos dividir a Margem de


Contribuição pelo fator de restrição (horas gastas de MOD por produto:

Alfa = 78 / 6 = R$ 13,00
Beta = 80 / 8 = R$ 10,00
Gama = 56 / 5 = R$ 11,20

Letra D

OBS: Se você analisar as alternativas da questão, verá que as MCu por fator de restrição
do produto Gama são todas diferentes entre si. Então, encontrando o valor de Gama,
encontra-se a resposta correta. Estratégia de prova é tão importante quanto o
conhecimento!! Você precisa aprender a ganhar tempo. Pense nisso.

Exemplo 2
Ano: 2011 Banca: CESGRANRIO Órgão: Petrobrás Prova: Contador
A Indústria Santa Maria Ltda. fabrica 5 produtos. Para realizar essa produção, a empresa
utiliza, habitualmente, 178.000 horas/máquina.

Entretanto, em julho de 2010, ocorreu um defeito em uma das máquinas operadoras,


reduzindo tal capacidade em 15%.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 372


Os dados dos produtos são os seguintes:

Modelos Matéria Prima ($) Mão de Obra ($) CIF Variáveis ($)

Alfa 120,00 100,00 70,00

Beta 130,00 80,00 60,00

Gama 110,00 55,00 60,00

Delta 145,00 115,00 90,00

Eta 135,00 105,00 80,00

Produtos Horas máquinas unit. Unidades Preço de Venda


Vendidas

Alfa 1,5h 20.000 410,00

Beta 2,0h 18.000 400,00

Gama 2,5h 16.000 395,00

Delta 3,0h 14.000 580,00

Eta 3,5h 12.000 560,00

Sabendo-se que os custos fixos montam a R$ 3.300.000,00 por mês, o produto que deve
ter sua produção reduzida em função do defeito ocorrido, visando a maximizar o resultado
da empresa, é o denominado:
a) Alfa.
b) Beta.
c) Gama.
d) Delta.
e) Eta.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 373


Resolução:

Modelo MD MOD CIFV PV MCu FR MCu/FR


s ($) ($) ($) (horas
máquina
s)

Alfa 120,0 100,0 70,00 410,00 410 – 290 1,5h 120/1,5


0 0 = 120 = 80,00

Beta 130,0 80,00 60,00 400,00 400 – 270 2,0h 130 / 2 =


0 = 130 65,00

Gama 110,0 55,00 60,00 395,00 395 – 225 2,5h 170 / 2,5
0 = 170 = 68

Delta 145,0 115,0 90,00 580,00 580 – 350 3,0h 230 / 3 =


0 0 = 230 76,66

Eta 135,0 105,0 80,00 560,00 560 – 320 3,5h 240 / 3,5
0 0 = 240 = 68,57

FR = fator de restrição

O produto que deve ter sua produção reduzida para maximizar o resultado é o Beta.

Letra B

3. Relação Custo/Volume/Lucro
a. Ponto de Equilíbrio

Ponto de equilíbrio é o volume de produção em que os custos e despesas totais são


iguais às receitas totais. Neste ponto, o lucro é igual a zero.

Outros nomes: Break-Even Point e Ponto de Ruptura.

RECEITA TOTAL = CUSTOS E DESPESAS TOTAIS

PE = (CF + DF)/MCu

PE = Ponto de Equilibrio

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 374


CF = Custos Fixos
DF = Despesas Fixas
MCu = Margem de Contribuição Unitária

Exemplo

Ano: 2015 Banca: FUNIVERSA Órgão: UEG Prova: Analista de Gestão Administrativa
- Contabilidade

Suponha que se pretenda determinar a quantidade mínima de um produto a ser vendida,


para que a empresa não opere com prejuízo. Sabe-se que o custo fixo total é de R$
1.200.000,00, o preço de venda de cada unidade, R$ 50.000,00, e a margem de
contribuição unitária, R$ 10.000,00. A capacidade de produção da empresa é de 300
unidades, o que permite concluir que o ponto de equilíbrio será alcançado produzindo-se
o percentual de sua capacidade de:
a) 120%.
b) 40%.
c) 30%.
d) 25%.
e) 10%.

Resolução:
PE = CF / MCu
PE = 1.200.000 / 10.000
PE = 120 unidades

% PE = 120/300 = 40%

Letra B

Exemplo 2
Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATEL Prova: Especialista em Regulação –
Contabilidade

Uma empresa vendeu 50.000 unidades de determinado produto, obtendo uma receita
total de venda de R$ 2 milhões. Seus custos variáveis somaram R$ 1,2 milhão e suas
despesas fixas totalizam R$ 650 mil.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 375


Considerando que essas informações sejam as únicas relevantes para a realização da
análise de custo, volume e lucro da empresa, julgue o item que se segue.

Um aumento de 10% nos custos fixos acompanhado de uma redução de 10% nos custos
variáveis, mantidos constantes o preço unitário de vendas e a quantidade vendida,
provocará um ponto de equilíbrio de mais de 39 mil unidades.
( ) Certo ( ) Errado

Resolução:

Vou resolver essa questão de forma completa para fixarmos o conteúdo.


Receita total = 2.000.000
PV = 2.000.000 / 50.000 = R$ 40,00

CV = 1.200.000 / 50.000 = R$ 24,00

Apesar do erro de conceito aplicado pela banca, vamos considerar os Custos Fixos iguais
as despesas fixas.

CF = 650.000

MCu = PV – Cvu
MCu = 40 – 24 = 16,00

PE1 = 650.000 / 16 = 40.625

Aumento de 10% dos custos Fixos:


CF2 = 650.000 x 1,10 = 715.000

Redução de 10% dos Custos Variáveis:


CVu2 = 24,00 x 0,9 = 21,60
MCu2 = 40,00 – 21,60 = 18,40

PE2 = 715.000 / 18,40 = 38.858,70 ou 38.859 unidades.

Portanto, gabarito ERRADO.

b. Ponto de Equilíbrio Contábil, Econômico e Financeiro

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 376


O Ponto de Equilíbrio Contábil (Pe) é justamente o que acabamos de aprender. É o
volume de produção em que o lucro é igual a zero. A receita é igual aos custos e
despesas totais.

Pe = CF + DF / MCu

Ponto de Equilíbrio Econômico (PeE) é o volume de produção que iguala receita total com
os custos e despesas totais somados ao custo de oportunidade.

PeE = CF + CO
MCu

 Custo de Oportunidade: é a remuneração que a empresa obteria se aplicasse seu


capital no mercado financeiro, ao invés de no seu próprio negócio.

Ponto de Equilíbrio Financeiro (PeF) é quantidade produzida que iguala a receita total
com os custos e despesas totais, menos depreciação. Somam-se somente custos e
despesas que representam desembolso financeiro para a empresa.

PeF = (CF + DF) – deprec.


MCu

 Relação entre os Pontos de Equilíbrio:

PeE ≥ Pe ≥ PeF

Exemplo:

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ-PI Prova: Auditor Fiscal da Fazenda Estadual

A empresa Beta produz e vende um único produto. No mês de dezembro, Beta produziu e
vendeu 1.000 unidades, tendo incorrido em custos e despesas totais no valor de R$
95.000,00. O preço unitário líquido de venda foi R$ 100,00 e a margem de contribuição
unitária correspondia a 20% deste valor. O Ponto de Equilíbrio Contábil do mês de
dezembro, em quantidade, foi:

a) 4.000 unidades.
b) 188 unidades.
c) 750 unidades.
d) 4.750 unidades.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 377


e) 950 unidades.

Resolução:

MCu = PV – (CVu+DVu)
20 = 100 – (CVu+DVu)
CVu+DVu = 80

Os custos e despesas variáveis por unidade somam R$80. Considerando a produção total
de 1.000 unidades, no total esse valor soma R$ 80.000.

Como os custos totais do mês de dezembro foram de R$ 95.000, tem-se que os custos e
despesas fixos foram de R$ 15.000 (95.000 – 80.000).

Vamos a fórmula:

Pe = CF + DF = 15.000 = 750
Mcu 20

Letra C

Exemplo:

Ano: 2014 Banca: FUNDATEC Órgão: SEFAZ-RS Prova: Auditor Fiscal da Receita
Estadual

Com base nas informações disponíveis da Indústria Rio Negro Ltda., responda à questão.

O Departamento de Custos disponibilizou as seguintes informações:

· Capacidade total de produção: 20.000 peças por ano.


· Custos Fixos Anuais: R$ 60.000,00.
· Custos Variáveis: R$ 3,00 por unidade produzida.
· Preço de Venda: R$ 9,00 por unidade vendida.

Com base nos dados apresentados, qual é o ponto de equilíbrio econômico se a Indústria
Rio Negro Ltda. deseja um lucro anual de R$ 24.000,00?
a) 14.000 unidades por ano.
b) 16.000 unidades por ano.
c) 24.000 unidades por ano.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 378


d) 26.000 unidades por ano.
e) 33.000 unidades por ano.

Resolução:

PeE = CFT + CO
MCu

PeE = 60.000 + 24.000


6

PeE = 84.000 / 6 = 14.000 unid/ano

Outro raciocínio:

O ponto de equilíbrio contábil desse exercício é de:

Pe = 60.000 / 6 = 10.000 Unid

Sabemos que o Ponto de Equilíbrio Contábil refere-se ao volume de produção em que as


receitas igualam-se às despesas, e não há lucro. Correto?

No entanto, o examinador solicita um cenário em que a empresa quer resultar em um


lucro de R$ 24.000. Ora, quanto devemos produzir a mais que 10.000 unidades, para que
o resultado seja positivo nessa proporção?
Como os custos fixos não aumentam, para encontrarmos o excedente, devemos dividir os
R$24.000 por MCu (R$ 6,00). Encontramos 4.000 unidades.

Portanto, a empresa deverá produzir 10.000 + 4.000 = 14.000 unidades.

Letra A

Exemplo

Ano: 2012 Banca: CFC Órgão: CFC Prova: Bacharel em Ciências Contábeis

Uma sociedade empresária produz um produto com preço de venda de R$10,00 por
unidade. Os custos variáveis são R$8,00 por unidade e os custos fixos totalizam
R$18.000,00 por ano, dos quais R$4.000,00 são relativos à depreciação. O Patrimônio

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 379


Líquido da empresa é de R$50.000,00 e a sua taxa mínima de atratividade é de 10% ao
ano.

O ponto de equilíbrio contábil, econômico e financeiro são, respectivamente:

a) 9000 unidades ano, 11.500 unidades ano e 7.000 unidades ano.


b) 9000 unidades ano, 11.500 unidades ano e 9.500 unidades ano.
c) 9000 unidades ano, 7.000 unidades ano e 9.500 unidades ano.
d) 9000 unidades ano, 9.500 unidades ano e 7.000 unidades ano.

Resolução:

MCu = PV – CV
MCu = 10 – 8 = R$ 2

Ponto de Equilíbrio Contábil

Pe = ( CF + DF ) / MCu
Pe = 18.000 / 2 = 9.000 unidades/ano

Ponto de Equilíbrio Econômico

Custo Operacional = 10% x 50.000 = 5.000

PeE = (CF + DF + CO) / MCu


PeE = 18.000 + 5.000 / 2 = 11.500 unidades/ano

Ponto de equilíbrio Financeiro

PeF = ( CF + DF ) - Deprec = (18.000 – 4.000) = 7.000 unidades/ano


2 2
Letra A

c. Margem de Segurança (MS)

A Margem de Segurança (MS) representa o percentual de redução de vendas que a


empresa consegue suportar, sem que incorra em prejuízo.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 380


MS (%) = Q – Pe ou MS = Q – Pe
Q

Q = Quantidade Produzida
Pe = Ponto de Equilíbrio Contábil
MS =Margem de Segurança

OBS: Quanto mais distante Q for de Pe, maior será MS.

Exemplo

Ano: 2013 Banca: CESPE Órgão: MPU Prova: Analista - Contabilidade

A tabela acima contém informações, em reais, referentes a uma empresa que fabrica alto-
falantes. Com base nessas informações, e considerando que a empresa produza e venda,
atualmente, 800 unidades do produto por mês, julgue os itens a seguir.

A margem de segurança da empresa, em quantidades produzidas, é igual a 400


unidades.

( ) Certo ( ) Errado

Resolução

MCu = PV – CV = 200 – 100 = R$ 100

Pe = 40.000 / 100 = 400 unidades

MS = Q - Pe
MS = 800 – 400 = 400 unidades

MS = Q – Pe = 800 – 400 = 50%


Q 800
Certo

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 381


d. Grau de Alavancagem Operacional (GAO)

Vamos às fórmulas!

GAO = ∆LT/LT = (LTQ2 – LTQ1)/LTQ1


∆Q/Q Q2 – Q1/Q1
GAO = Grau de alavancagem operacional
LT = Lucro Total
Q = Quantidade

O Grau de Alavancagem Operacional indica o aumento no lucro a partir de um aumento


nas vendas. Quando analisamos a fórmula acima, podemos confirmar que o GAO indica o
percentual (%) de acréscimo no lucro pelo percentual (%) de acréscimo na quantidade
vendida.

Outras fórmulas do GAO:

GAO = Q1 = 1
Q1 – PE MS

GAO = MC
Lucro Liq.
Exemplo:

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ-PI Prova: Auditor Fiscal da Fazenda Estadual

A empresa ABC produz um único produto e realizou uma análise da relação custo-
volume-lucro referente ao mês de novembro de 2014, obtendo as seguintes informações:

Margem de Contribuição por unidade: R$ 15,00


Ponto de Equilíbrio Contábil: 500 unidades
Ponto de Equilíbrio Econômico: 580 unidades
Margem de Segurança Operacional: 20%
Grau de Alavancagem Operacional: 5

Com base nessas informações, em novembro de 2014,


a) o lucro operacional apurado foi R$ 1.200,00.
b) um aumento de 5% no volume de vendas geraria um aumento de 5% no lucro
operacional.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 382


c) a produção e venda foi de 600 unidades.
d) o lucro operacional objetivado foi R$ 8.700,00.
e) a margem de contribuição total apurada foi R$ 9.375,00.

Resolução

Pela fórmula da Margem de Segurança encontraremos a quantidade produzida. Veja:


MS = Q – Pe / Q
0,20 = Q – 500 / Q
0,20Q = Q – 500
0,8 Q = 500
Q = 625 unidades

A produção e venda foram de 625 unidades. Portanto, alternativa C está errada.

Perceba que a quantidade produzida supera em 125 unidades o ponto de equilíbrio


contábil. Como o Pe representa lucro zero, toda produção excedente contribui para o
lucro da empresa. Assim, quando multiplicamos o excedente pela Margem de
Contribuição Unitária, iremos encontrar o Lucro Operacional, pois o conceito da MCu já
retira os custos e despesas variáveis do preço de venda (Para lembrar!! MCu = PV – CV).

Então temos:

LO = (625 – 500) x MCu


LO = 125 x 15 = R$ 1875

Alternativa A está errada.

GAO = Q1 / (Q1 – Pe)


GAO = 625 / (625 – 500) = 625 / 125 = 5

Ou GAO = 1/MS = 1/0,2 = 5

A alternativa B, afirma que se aumentarmos o volume de produção em 5%, os lucros


também aumentariam em 5%.

Ora, se isso fosse verdade, o GAO deveria ser 1.

GAO = ∆LT / ∆Q = 5% / 5% = 1

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 383


Conforme calculamos acima, o GAO é 5. Portanto, a letra B também está errada.

Vamos calcular a Margem de Contribuição Total:

MCT = MCu x Q
MCT = 15 x 625 = R$ 9275,00
Letra E correta.
Aqui encerra a teoria da nossa aula de hoje. Vamos aos exercícios??

LISTA DE EXERCÍCIOS

1. Ano: 2015 Banca: IF-RS Órgão: IF-RS Prova: Professor - Finanças

Sabe-se que preço unitário (p) – custo variável unitário (v) é igual à margem de
contribuição unitária (MCU), que MCU x quantidade (q) é igual à Margem de Contribuição
Total (MCT). RT é a receita total e F é o Custo Fixo Operacional. Considerando um nível
de produção de uma unidade o LAJIR (Lucro Antes de Juros e Imposto de Renda) será?

a) igual à p – v.
b) igual à MCU.
c) igual à MCT + F.
d) igual à – F
e) igual à MCU – F.

2. Ano: 2015 Banca: UFES Órgão: UFES Prova: Técnico em Contabilidade

Uma sociedade empresária produz os bens A e B, que têm como custo variável unitário
respectivamente de R$ 5,00 e R$ 8,00. Ambos os produtos têm preço de venda unitário
de R$ 10,00. Durante um mês os custos fixos são de R$ 60.000,00. A quantidade do
produto A que deve ser produzida e vendida em um mês, para que a empresa tenha um
lucro de R$ 20.000,00, se no mesmo mês forem produzidas e vendidas 6000 unidades do
produto B, é de:

a) 3.750 unidades.
b) 13.600 unidades.
c) 1.600 unidades.
d) 7.350 unidades.
e) 4.000 unidades.

3. Ano: 2015 Banca: UFES Órgão: UFES Prova: Técnico em Contabilidade

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 384


Com relação ao conceito de margem de contribuição, é CORRETO afirmar:

a) A margem de contribuição pode ser conceituada como a diferença entre a receita e a


soma de custos e despesas variáveis.

b) A margem de contribuição unitária é a diferença entre o custo total e o custo variável de


cada unidade produzida.

c) A margem de contribuição unitária é a diferença entre o custo total e o custo variável


total

d) A margem de contribuição total é a soma das diferentes margens de contribuição


unitárias de cada tipo de produto, independentemente de sua quantidade.

e) A margem de contribuição não contribui para tornar mais facilmente visível a


potencialidade de cada produto, pois não consegue mostrar como cada um pode
contribuir para a amortização dos gastos fixos e a formação do lucro.

4. Ano: 2015 Banca: CESGRANRIO Órgão: Petrobras Prova: Profissional Júnior

Uma indústria fabrica cinco produtos distintos, cujos custos e preços de venda no
último mês estão descritos no quadro abaixo.

Produto Custo direto variável Custo indireto variável Pre ço de venda


Vendas (unid)
CIS 750,00 120,00 1.450,00
30
GIS 1.100,00 180,00 1.810,00
35
KIS 900,00 100,00 1.640,00
25
MIS 840,00 130,00 1.520,00
30
XIS 800,00 80,00 1.390,00
40

Caso a empresa decida descontinuar um dos produtos e utilize o critério da margem


de contribuição total, o produto que deve ser descontinuado é

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 385


a) CIS
b) GIS
c) KIS
d) MIS
e) XIS
5. Ano: 2015 Banca: CESGRANRIO Órgão: Petrobras Prova: Profissional Júnior

A Indústria N, na produção e comercialização de um dos produtos da sua linha, fez as


seguintes anotações:

Comissão total sobre vendas (em reais) 360.000,00


Custo de matéria-prima consumida total (em reais) 1.250.000,00
Custos indiretos de fabricação (em reais) 500.000,00
Mão de obra direta total (em reais) 800.000,00
Preço de venda unitário (em reais por unidade) 110,00
Produção (quantidade de unidades) 50.000
Volume de vendas (quantidade de unidades) 40.000

Considerando somente as informações recebidas e a boa prática contábil do custeio


variável, a margem de contribuição unitária do produto, em reais, é

a) 49,75
b) 50,00
c) 51,80
d) 60,00
e) 61,80

6. Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ-PI Prova: Auditor Fiscal da Fazenda Estadual

Instruções: Para responder à questão, considere as informações, a seguir, da empresa


Canastra Ltda. que são referentes ao mês de novembro de 2014:

Itens Queijo Prato Queijo Minas Empresa


Qtde produzida (Kg) 10.000 15.000
Qtde vendida (Kg) 9.000 13.000
Preço venda bruto (Kg) R$ 20,00 R$ 15,00
Matéria Prima (Kg) R$ 9,00 R$ 8,00
Comissões s/ vendas 10% 10%
Tributos s/ vendas 12% 12%

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 386


Custos Fixos Indiretos (mês) R$ 50.000,00
Despesas Fixas Indiretas (mês) R$ 27.500,00

No início do mês de novembro de 2014, não havia estoques iniciais de produtos acabados
e em elaboração e, no final deste mês, não havia estoques de produtos em elaboração.
Nos casos necessários a empresa utiliza como critério de rateio a quantidade produzida.
No mês de novembro de 2014, a margem de contribuição total do queijo prato e a
margem de contribuição total do queijo minas foram, respectivamente, em reais,

a) 31.500,00 e 7.800,00.
b) 59.400,00 e 48.100,00.
c) 59.400,00 e 41.600,00.
d) 66.000,00 e 55.500,00.
e) 41.400,00 e 22.100,00.

7. Ano: 2014 Banca: CESGRANRIO Órgão: Petrobras Prova: Contador(a) Júnior

A indústria A apresentou as seguintes informações com relação à produção de um de


seus produtos:

Produção: 50.000 unidades


Matéria-prima total consumida: ......................................R$ 490.000,00
Mão de obra direta total utilizada: ...................................R$ 245.000,00
Comissão total paga na venda da produção: ....................R$ 105.000,00
Custos fixos totais dessa produção: ..................................R$ 70.000,00
Preço de venda unitário do produto: .................................R$ 25,00

Considerando exclusivamente as informações apresentadas e a boa prática da


contabilidade de custos na análise de custos para decisão, a margem de contribuição
unitária da indústria A para uma produção e venda de 70.000 unidades, em reais, é

a) 8,20
b) 8,90
c) 13,00
d) 13,50
e) 14,50

8. Ano: 2014 Banca: FUNCAB Órgão: SEFAZ-BA Prova: Auditor Interno

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 387


Considere o sistema de custeamento variável/direto, assim como as seguintes
informações sobre custos, despesas e receitas extraídas do sistema de informações de
determinada indústria em um determinado mês.

1) A produção do mês foi totalmente completada.


2) Nesse mês, o estoque inicial de produtos em elaboração foi zero (0), e o estoque de
produtos acabados iniciou com R$ 15.000,00.

Assinale a alternativa que apresenta, respectivamente, o valor da margem de contribuição


total e o resultado do período, desconsiderando qualquer tipo de tributação.

a) R$156.250,00 e R$ 35.000,00
b) R$ 145.000,00 e R$ 35.000,00
c) R$ 35.000,00 e R$ 51.250,00
d) R$ 51.250,00 e R$ 55.000,00
e) R$156.250,00 e R$ 51.250,00

9. Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: SEFAZ-PE Prova: Auditor Fiscal do Tesouro Estadual

A empresa Faz Tudo S.A. produz os produtos X, Y e Z. As informações referentes a cada


um dos três produtos são apresentadas na tabela a seguir:

Produtos X Y Z
Preço de venda (por unidade) R$ 120 R$ 110 R$ 130
Custos variáveis (por unidade) R$ 27 R$ 12 R$ 36
Custos fixos (por unidade) R$ 9 R$ 4 R$ 12
Despesas variáveis (por unidade) R$ 12 R$ 18 R$ 15
Despesas fixas (por unidade) R$ 4 R$ 6 R$ 5

Os custos e despesas fixos são comuns aos três produtos, sendo os custos fixos
alocados com base nos custos variáveis de cada produto e as despesas fixas alocadas
com base nas despesas variáveis de cada produto. Supondo que o objetivo seja a

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 388


maximização do lucro da empresa Faz Tudo S.A., a ordem em que os produtos devem ter
sua venda incentivada é, respectivamente,

a) Y, X e Z.
b) X, Y e Z.
c) Y, Z e X.
d) Z, X e Y.
e) X, Z e Y.

10. Ano: 2014 Banca: CESGRANRIO Órgão: LIQUIGÁS Prova: Profissional Júnior

Uma indústria apresentou as seguintes informações referentes à produção e


comercialização de um dos produtos de sua linha de produção:

• Produção: volume de unidades produzidas = 25.000


• Comercialização: volume de unidades vendidas = 20.000
• Matéria-prima consumida: valor total = R$ 625.000,00
• Mão de obra direta utilizada: valor total = R$ 400.000,00
• Custos indiretos de produção: valor total = R$ 250.000,00
• Comissão sobre as vendas: valor total = R$ 180.000,00
• Preço de venda, por unidade vendida = R$ 80,00

Considerando-se exclusivamente as informações apresentadas pela indústria e os


procedimentos técnicos da contabilidade gerencial e de custos, a margem de contribuição
unitária do produto, em reais, é de

a) 19,75
b) 21,80
c) 30,00
d) 37,80
e) 39,00

11. Ano: 2014 Banca: FUNDATEC Órgão: SEFAZ-RS Prova: Auditor Fiscal da Receita
Estadual

Com base nas informações disponíveis da Indústria Rio Negro Ltda., responda à questão.

O Departamento de Custos disponibilizou as seguintes informações:

· Capacidade total de produção: 20.000 peças por ano.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 389


· Custos Fixos Anuais: R$ 60.000,00.
· Custos Variáveis: R$ 3,00 por unidade produzida.
· Preço de Venda: R$ 9,00 por unidade vendida.

Qual a margem de contribuição unitária e qual o ponto de equilíbrio contábil,


respectivamente, dessa indústria?

a) R$ 6,00 por unidade – 20.000 unidades por ano.


b) R$ 5,00 por unidade – 12.000 unidades por ano.
c) R$ 5,00 por unidade – 10.000 unidades por ano.
d) R$ 6,00 por unidade – 10.000 unidades por ano.
e) R$ 5,00 por unidade – 20.000 unidades por ano.

12. Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ-PI Prova: Auditor Fiscal da Fazenda
Estadual

A Cia. Alfa produz três produtos e as seguintes informações sobre eles são conhecidas:

A B C
Unidades produzidas e vendidas por mês 900 1.400 800
Preço líquido de venda unitário R$ 12,00 R$ 22,50 R$ 15,00
Custos variáveis unitários R$ 5,00 R$ 7,00 R$ 14,00
Despesas variáveis (fretes s/ vendas) R$ 3,00 R$ 2,00 R$ 2,00
Custos fixos por unidade R$ 3,50 R$ 4,00 R$ 2,00
Despesas fixas por unidade R$ 1,00 R$ 2,50 R$ 0,50

Considerando que a Cia. Alfa NÃO consegue alterar a sua estrutura de custos e despesas
fixos, é correto afirmar que se a empresa

a) eliminar o produto C terá seu lucro operacional mensal aumentado em R$ 800,00.

b) mantiver somente os produtos A e B terá um lucro operacional mensal de R$ 9.100,00.

c) eliminar os produtos A e C terá seu lucro operacional mensal aumentado em R$


3.250,00.

d) mantiver somente o produto B terá um lucro operacional mensal de R$ 9.800,00.

e) eliminar o produto A terá seu lucro operacional mensal reduzido em R$ 3.150,00.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 390


13. Ano: 2014 Banca: CESGRANRIO Órgão: LIQUIGÁS Prova: Profissional Júnior
Considere as informações a seguir para responder à questão.

Uma indústria, que faz suas análises gerenciais pelo método de custeio variável, ao final
do processo produtivo de uma de suas linhas de produtos, apresentou suas anotações e
registros, referentes exclusivamente à fabricação dos produtos dessa linha, como
demonstrado a seguir.

Registro e anotações Produtos


Período Produtivo: Junho/2014 Alfa Beta Gama
Produção (em unidades) 2.500 2.000 3.000
Matéria-prima (quilos por unidade) 25 30 20
Mão de obra direta (horas por unidade) 6 8 5
Preço de venda unitário (em reais) 218,00 251,00 174,00
Custo fixo unitário (em reais) 12,00 10,00 13,00
Comissão vendas p/unid (em R$) 3,00 5,00 8,00

Outras anotações:

• Preço do quilo de matéria-prima (em reais) = 5,00


• Valor da hora MOD (em reais) = 2,00

Limitação da capacidade produtiva: A indústria estima uma redução de 25% na


quantidade de horas de mão de obra direta disponíveis para a fabricação da linha de
produtos Alfa, Beta e Gama.

No contexto da expectativa de redução da quantidade de mão de obra direta necessária


para a produção dessa linha de produtos e adotando os procedimentos da técnica da
limitação da capacidade produtiva, o lucro bruto (margem bruta) total máximo possível,
decorrente da limitação esperada para a linha dos produtos Alfa, Beta e Gama, em reais,
é o seguinte:
a) 360.150,00
b) 394.200,00
c) 407.960,00
d) 442.270,00
e) 564.500,00

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 391


14. Ano: 2011 Banca: CFC Órgão: CFC Prova: Bacharel em Ciências Contábeis

Uma fábrica de camisetas produz e vende, mensalmente, 3.500 camisetas ao preço de


R$5,00 cada. As despesas variáveis representam 20% do preço de venda e os custos
variáveis são de R$1,20 por unidade. A fábrica tem capacidade para produzir 5.000
camisetas por mês, sem alterações no custo fixo atual de R$6.000,00. Uma pesquisa de
mercado revelou que ao preço de R$4,00 a unidade, haveria demanda no mercado para
6.000 unidades por mês.

Caso a empresa adote a redução de preço para aproveitar o aumento de demanda,


mantendo a estrutura atual de custos fixos e capacidade produtiva, o resultado final da
empresa:

a) aumentará em R$2.200,00.
b) aumentará em R$200,00.
c) reduzirá em R$3.500,00.
d) reduzirá em R$800,00.

15. Ano: 2008 Banca: CESGRANRIO Órgão: TJ-RO Prova: Analista Judiciário -
Contabilidade

A Indústria Doninha fabrica 3 modelos de seu único produto. Em julho, ocorreu um defeito
em uma das máquinas operadoras, reduzindo em 15% a sua capacidade máxima
instalada de 81.000 horas/máquina. Num período produtivo normal, operando a plena
capacidade instalada, foram anotados os seguintes dados da produção:

Considere:
. os custos fixos que montam a R$ 3.300.000,00 por mês;
. o novo plano de produção decorrente da limitação existente;
. a redução do volume de horas/máquina disponível no processo produtivo;

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 392


. o conceito do fator limitante e da margem de contribuição.

Qual o modelo do produto a ser sacrificado, e quantas unidades devem ser produzidas do
mesmo, na limitação ocorrida?
a) A e 5.900
b) B e 4.860
c) B e 7.140
d) C e 4.050
e) C e 5.950

16. Ano: 2008 Banca: FGV Órgão: SEFAZ-RJ Prova: Fiscal de Rendas

Determinada empresa industrial é monoprodutora. Nos três últimos trimestres apurou o


seguinte:

Sabe-se que:

. a empresa apura o custo total de fabricação pelo custeio por absorção;

. a empresa controla seus estoques permanentemente e os avalia pelo método PEPS;

. não houve variação de preços no período.

Utilize o método maior-menor para classificar os custos entre fixos e variáveis e determine
o custo total de fabricação do quarto trimestre para uma produção total de 6.500
unidades.

a) Maior que $48.000,00.


b) Entre $47.000,01 e $48.000,00.
c) Entre $46.000,01 e $47.000,00.
d) Entre $45.000,01 e $46.000,00.
e) Menor ou igual a $45.000,00.

17. Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP – Contabilidade

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 393


Atenção: Para responder à questão, considere as informações abaixo.

A Cia. Industrializa & Vende produz um único produto e, para produzir integralmente
2.000 unidades, incorreu nos seguintes gastos durante o mês de janeiro de 2015:
Custos variáveis:
- Matéria-prima: R$ 21,00/unidade
- Mão de obra direta: R$ 12,00/unidade
Custos fixos: R$ 50.000,00
Despesas fixas: R$ 16.000,00
Despesas variáveis: R$ 3,00/unidade

Adicionalmente, as seguintes informações são conhecidas:


Preço de venda: R$ 120,00/unidade
Impostos sobre a Venda: 10% da receita de vendas
Comissões de venda: 5% da receita de vendas
Quantidade vendida no mês de janeiro: 1.200 unidades

O ponto de equilíbrio contábil da Cia. Industrializa & Vende, em quantidade, é

a) 647.
b) 786.
c) 1.000.
d) 957.
e) 758.

18. Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM-GO Prova: Auditor de Controle Externo -
Contábil

A empresa Beta produz um único tipo de capa para celulares, cujo preço bruto de venda
por unidade é R$ 100,00, e objetiva obter um lucro operacional de 20% sobre a receita
bruta de vendas. Os tributos sobre vendas são 18%, os custos variáveis unitários R$
22,00, as despesas variáveis unitárias R$ 10,00 e os custos e despesas fixos mensais
somam R$ 300.000,00. A receita bruta de vendas no ponto de equilíbrio contábil mensal,
em reais, é

a) 300.000,00.
b) 1.000.000,00
c) 600.000,00.
d) 500.000,00.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 394


e) 492.000,00.

19. Ano: 2014 Banca: VUNESP Órgão: Prefeitura de São José do Rio Preto – SP
Prova: Auditor Fiscal Tributário Municipal

Uma companhia produz e vende um único produto, cujos custos e despesas fixas de
produção totalizam R$ 900.000,00 mensais. O preço de venda unitário do produto é R$
200,00, e o custo variável unitário de sua produção, R$ 95,00. As despesas variáveis
unitárias representam 15% do preço de venda. Se a companhia produzir 5 000 unidades a
mais que seu ponto de equilíbrio contábil, o seu lucro líquido corresponderá, em R$, a:

a) 325.000,00
b) 450.000,00.
c) 415.000,00.
d) 375.000,00.
e) 395.000,00.

20. Ano: 2014 Banca: FUNCEFET Órgão: Prefeitura de Vila Velha – ES Prova:
Analista Público de Gestão

Uma indústria incorreu em custos variáveis no valor de 1.200.000,00 e em custos fixos no


montante de 700.000,00, para uma produção de 4.800 unidades, com previsão de uma
margem de contribuição de R$ 500,00 por unidade.

Considerando essas informações, o ponto de equilíbrio contábil em unidades e o preço de


venda unitária são, respectivamente:

a) 2.800 unidades e R$ 750,00.


b) 2.400 unidades e R$ 500,00.
c) 1.400 unidades e R$ 750,00.
d) 1.250 unidades e R$ 750,00.
e) 1.400 unidades e R$ 800,00.

21. Ano: 2014 Banca: CESGRANRIO Órgão: Petrobras Prova: Administrador(a) Júnior

A indústria R, que no custeio de seus produtos e nas avaliações gerenciais para as


tomadas de decisão adota o método do custeio variável, apresentou as seguintes
informações relativas somente a um de seus produtos:

• Custo variável unitário 7,00

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 395


• Despesa variável unitária 2,00
• Despesa fixa total 120.000,00
• Investimento realizado, exclusivamente para a produção desse produto 500.000,00
• Preço de venda unitário 15,00
• Retorno mínimo esperado, pela indústria, para o investimento realizado 10%
• O produto atinge o ponto de equilíbrio econômico (PEE) na comercialização de 80.000
unidades

Considerando exclusivamente as informações apresentadas pela indústria R, a


contabilidade gerencial para a tomada de decisões e a relação do custo volume lucro, o
total dos custos fixos, suportado pela indústria, referente a tal produto, em reais, é

a) 120.000,00
b) 170.000,00
c) 310.000,00
d) 430.000,00
e) 480.000,00

22. Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: SEFAZ-PE Prova: Auditor Fiscal do Tesouro
Estadual

A Cia. Metais Pesados produz e vende um único produto. Para produzir integralmente
2.000 unidades desse produto incorreu nos seguintes gastos durante o mês de agosto de
2014:

Custos variáveis:
- Matéria-prima R$ 12,00/unidade
- Mão de obra direta R$ 6,00/unidade
Custos fixos indiretos: R$ 18.000,00
Custos fixos diretos: R$ 6.000,00
Despesas fixas: R$ 12.000,00
Despesas variáveis: R$ 3,00/unidade
Comissões de venda: 7% do preço de venda

O preço bruto unitário de venda é R$ 200,00 e os impostos sobre a venda são de 20%
sobre a receita bruta de vendas. A Cia. vendeu 1.200 unidades desse produto no mês de
agosto.

O ponto de equilíbrio contábil da Cia. Metais Pesados é, em quantidade,


a) 145

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 396


b) 259
c) 192
d) 218
e) 288

23. Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATEL Prova: Especialista em Regulação –
Contabilidade

Uma empresa vendeu 50.000 unidades de determinado produto, obtendo uma receita
total de venda de R$ 2 milhões. Seus custos variáveis somaram R$ 1,2 milhão e suas
despesas fixas totalizam R$ 650 mil.

Considerando que essas informações sejam as únicas relevantes para a realização da


análise de custo, volume e lucro da empresa, julgue o item que se segue.

Um aumento de 10% no preço de venda, para fazer face a um aumento de R$ 65.000,00


nos custos fixos, mantidos constantes os custos variáveis, implicará um ponto de
equilíbrio de mais de R$ 1,55 milhões.

( ) Certo ( ) Errado

24. Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATEL Prova: Especialista em Regulação -
Contabilidade

Uma empresa vendeu 50.000 unidades de determinado produto, obtendo uma receita
total de venda de R$ 2 milhões. Seus custos variáveis somaram R$ 1,2 milhão e suas
despesas fixas totalizam R$ 650 mil.

Considerando que essas informações sejam as únicas relevantes para a realização da


análise de custo, volume e lucro da empresa, julgue o item que se segue.

Para atingir uma meta de lucro de 10%, mantidos constantes o preço de venda unitário e
os custos fixos e variáveis atuais, a empresa deverá vender pelo menos 55.000 unidades
do referido produto.

( ) Certo ( ) Errado

25. Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATEL Prova: Especialista em Regulação -
Contabilidade

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 397


Uma empresa vendeu 50.000 unidades de determinado produto, obtendo uma receita
total de venda de R$ 2 milhões. Seus custos variáveis somaram R$ 1,2 milhão e suas
despesas fixas totalizam R$ 650 mil.

Considerando que essas informações sejam as únicas relevantes para a realização da


análise de custo, volume e lucro da empresa, julgue o item que se segue.

Na situação em tela, a empresa atingirá o ponto de equilíbrio se vender, pelo menos, R$


1,7 milhão.

( ) Certo ( ) Errado

26. Ano: 2014Banca: CESPEÓrgão: ANATELProva: Especialista em Regulação -


Contabilidade

Uma empresa vendeu 50.000 unidades de determinado produto, obtendo uma receita
total de venda de R$ 2 milhões. Seus custos variáveis somaram R$ 1,2 milhão e suas
despesas fixas totalizam R$ 650 mil.

Considerando que essas informações sejam as únicas relevantes para a realização da


análise de custo, volume e lucro da empresa, julgue o item que se segue.

Um aumento na quantidade vendida, mantidos constantes o preço de venda unitário e os


custos fixos e variáveis, implicará redução no grau de alavancagem operacional.

( ) Certo ( ) Errado

27. Ano: 2014 Banca: FUNCAB Órgão: PRODAM-AM Prova: Analista de


Contabilidade

Existe um indicador gerencial que descreve os efeitos que os custos fixos acarretam no
lucro das operações à medida que novas unidades são produzidas e vendidas. Esse
indicador é dado pela relação entre a margem de contribuição e o lucro operacional. As
características apresentadas refere-se à(ao):

a) programação de custeio variável.


b) ciclo operacional flexível.
c) efeito do horizonte de tempo.
d) giro dos ativos.
e) alavancagem operacional.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 398


28. Ano: 2013 Banca: CESPE Órgão: TRT - 17ª Região (ES) Prova: Analista Judiciário
- Contabilidade

Considere que uma empresa tenha obtido receita de vendas de R$ 200 mil ao vender 10
mil unidades de seu único produto, obtendo lucro operacional líquido de R$ 40 mil, antes
de dedução do IR. Considere, ainda, que a empresa possua custos e despesas fixas de
R$ 80 mil. Com base nessas informações, julgue o próximo item.

O grau de alavancagem operacional da empresa, na situação apresentada, é igual a 3


vezes.

( ) Certo ( ) Errado

29. Ano: 2013 Banca: CESPE Órgão: TCE-RO Prova: Contador

Quanto menor for a participação dos custos fixos na estrutura de custos de uma empresa,
maior será o seu grau de alavancagem operacional.

( ) Certo ( ) Errado

30. Ano: 2010 Banca: FCC Órgão: Sergipe Gás S.A. Prova: Economista

Uma companhia apresenta os seguintes dados de custos de produção de uma


mercadoria:

Custos e despesas fixas: R$ 315.000,00


Custos e despesas variáveis unitárias: R$ 50,00
Preço unitário de venda do produto: R$ 110,00

O grau de alavancagem operacional correspondente à produção de 6.000 unidades é


a) 8,5.
b) 8,0.
c) 7,5.
d) 7,0.
e) 5,0.

31. Ano: 2009 Banca: FCC Órgão: INFRAERO Prova: Economista

Uma companhia apresenta os seguintes dados de custos:

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 399


Custos e Despesas Fixas: R$ 100.000,00
Custos e despesas variáveis unitárias: R$ 200,00
Preço e unitário de venda do produto: R$ 300,00

O grau de alavancagem operacional correspondente à produção de 1.200 unidades é:

a) 9
b) 8
c) 7
d) 6
e) 5

32. Ano: 2008 Banca: CESPE Órgão: HEMOBRÁS Prova: Analista de Gestão
Corporativa – Contador

O estudo da relação custo-volume-lucro (CVL) é bastante útil na avaliação dos


componentes de custo de fábricas e na elaboração do orçamento empresarial. Acerca
desse assunto e a partir da tabela acima, que representa a estrutura de gastos para a
produção e venda de 800 unidades, julgue os itens a seguir.

O grau de alavancagem operacional apurado está entre 2 e 3,2.

( ) Certo ( ) Errado

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 400


Lista de Exercícios resolvidos

1. Ano: 2015 Banca: IF-RS Órgão: IF-RS Prova: Professor - Finanças

Sabe-se que preço unitário (p) – custo variável unitário (v) é igual à margem de
contribuição unitária (MCU), que MCU x quantidade (q) é igual à Margem de Contribuição
Total (MCT). RT é a receita total e F é o Custo Fixo Operacional. Considerando um nível
de produção de uma unidade o LAJIR (Lucro Antes de Juros e Imposto de Renda) será?

a) igual à p – v.
b) igual à MCU.
c) igual à MCT + F.
d) igual à – F
e) igual à MCU – F.

Resolução:

Vamos montar a estrutura da DRE para ficar mais fácil a visualização:

Receita Total (RT) --------------------------------------p


(-) Custo de Produção --------------------------------- ( v )
(=) Lucro Bruto ---------------------------------------- p – v = MCU ou MCT (já que o nível de
produção é de 1 unidade)
(-) Custo Fixo ------------------------------------------ (F)
(=) LAJIR -----------------------------------------------MCU – F

Letra E

2. Ano: 2015 Banca: UFES Órgão: UFES Prova: Técnico em Contabilidade

Uma sociedade empresária produz os bens A e B, que têm como custo variável unitário
respectivamente de R$ 5,00 e R$ 8,00. Ambos os produtos têm preço de venda unitário
de R$ 10,00. Durante um mês os custos fixos são de R$ 60.000,00. A quantidade do
produto A que deve ser produzida e vendida em um mês, para que a empresa tenha um
lucro de R$ 20.000,00, se no mesmo mês forem produzidas e vendidas 6000 unidades do
produto B, é de:

a) 3.750 unidades.
b) 13.600 unidades.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 401


c) 1.600 unidades.
d) 7.350 unidades.
e) 4.000 unidades.

Resolução:

Receita de Vendas --------------(R$10 x A) + (R$10 x 6.000)=10A + 60.000


(-) Custo de Produção ----------[(R$5 x A) + (R$8 x 6.000)]=(5A + 48.000)
Margem de Contribuição -------10A + 60.000 – 5A – 48.000 = 5A + 12.000
(-) Custo Fixo ------------------- (60.000)
(=) Lucro ------------------------ R$ 20.000

5A + 12.000 – 60.000 = 20.000


5A – 48.000 = 20.000
5A = 68.000
A = 13.600 unidades

Letra B

3. Ano: 2015 Banca: UFES Órgão: UFES Prova: Técnico em Contabilidade

Com relação ao conceito de margem de contribuição, é CORRETO afirmar:

a) A margem de contribuição pode ser conceituada como a diferença entre a receita e a


soma de custos e despesas variáveis.

b) A margem de contribuição unitária é a diferença entre o custo total e o custo variável de


cada unidade produzida.

c) A margem de contribuição unitária é a diferença entre o custo total e o custo variável


total

d) A margem de contribuição total é a soma das diferentes margens de contribuição


unitárias de cada tipo de produto, independentemente de sua quantidade.

e) A margem de contribuição não contribui para tornar mais facilmente visível a


potencialidade de cada produto, pois não consegue mostrar como cada um pode
contribuir para a amortização dos gastos fixos e a formação do lucro.

Resolução:

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 402


Questão conceitual bem tranquila! Basta lembrar a fórmula da Margem de Contribuição:
MCu = PVu – Cvu

Margem de Contribuição Unitária é a diferença entre o preço de venda unitário com os


custos e despesas variáveis.

Já a margem de contribuição total é a soma das margens de contribuição unitária


multiplicadas pelas respectivas quantidades produzidas.

Letra A

4. Ano: 2015 Banca: CESGRANRIO Órgão: Petrobras Prova: Profissional Júnior

Uma indústria fabrica cinco produtos distintos, cujos custos e preços de venda no
último mês estão descritos no quadro abaixo.

Produto Custo direto variável Custo indireto variável Preço de venda


Vendas (unid)
CIS 750,00 120,00 1.450,00
30
GIS 1.100,00 180,00 1.810,00
35
KIS 900,00 100,00 1.640,00
25
MIS 840,00 130,00 1.520,00
30
XIS 800,00 80,00 1.390,00
40

Caso a empresa decida descontinuar um dos produtos e utilize o critério da margem


de contribuição total, o produto que deve ser descontinuado é

a) CIS
b) GIS
c) KIS
d) MIS
e) XIS

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 403


Resolução:

Produto Custo Custo Preço Vendas MCu MCT


Direto Indireto Venda (unid)
Variável Variável

CIS 750,00 120,00 1450,00 30 1450 – 750 = 700 700 x 30


= 21.000

GIS 1.100,00 180,00 1810,00 35 1810 – 1100 = 710 x 35


710 = 24.850

KIS 900,00 100,00 1640,00 25 1640 – 900 = 740 740 x 25


= 18.500

MIS 840,00 130,00 1520,00 30 1520 – 840 = 680 680 x 30


= 20.400

XIS 800,00 80,00 1390,00 40 1390 – 800 = 590 590 x 40


= 23.600

O produto que apresenta uma menor margem de contribuição é o produto KIS, portanto
deve ser descontinuado. Letra C

5. Ano: 2015 Banca: CESGRANRIO Órgão: Petrobras Prova: Profissional Júnior

A Indústria N, na produção e comercialização de um dos produtos da sua linha, fez as


seguintes anotações:

Comissão total sobre vendas (em reais) 360.000,00


Custo de matéria-prima consumida total (em reais) 1.250.000,00
Custos indiretos de fabricação (em reais) 500.000,00
Mão de obra direta total (em reais) 800.000,00
Preço de venda unitário (em reais por unidade) 110,00
Produção (quantidade de unidades) 50.000
Volume de vendas (quantidade de unidades) 40.000

Considerando somente as informações recebidas e a boa prática contábil do custeio


variável, a margem de contribuição unitária do produto, em reais, é
a) 49,75
b) 50,00

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 404


c) 51,80
d) 60,00
e) 61,80

Resolução:

MCu = PVu – (CVu + DVu)


MCU = 110 – [(1.250.000+800.000)/50.000 + (360.000/40.000)]
MCu = 110 – (41+9)
MCu = 110 – 50 = R$ 60,00

Letra D

6. Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ-PI Prova: Auditor Fiscal da Fazenda
Estadual

Instruções: Para responder à questão, considere as informações, a seguir, da empresa


Canastra Ltda. que são referentes ao mês de novembro de 2014:

Itens Queijo Prato Queijo Minas Empresa


Qtde produzida (Kg) 10.000 15.000
Qtde vendida (Kg) 9.000 13.000
Preço venda bruto (Kg) R$ 20,00 R$ 15,00
Matéria Prima (Kg) R$ 9,00 R$ 8,00
Comissões s/ vendas 10% 10%
Tributos s/ vendas 12% 12%
Custos Fixos Indiretos (mês) R$ 50.000,00
Despesas Fixas Indiretas (mês) R$ 27.500,00

No início do mês de novembro de 2014, não havia estoques iniciais de produtos acabados
e em elaboração e, no final deste mês, não havia estoques de produtos em elaboração.
Nos casos necessários a empresa utiliza como critério de rateio a quantidade produzida.

No mês de novembro de 2014, a margem de contribuição total do queijo prato e a


margem de contribuição total do queijo minas foram, respectivamente, em reais,

a) 31.500,00 e 7.800,00.
b) 59.400,00 e 48.100,00.
c) 59.400,00 e 41.600,00.
d) 66.000,00 e 55.500,00.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 405


e) 41.400,00 e 22.100,00.

Resolução:

Queijo Prato:

PVu = R$20,00 – (20 x 12%) = R$ 17,60/kg

MCu = PVu – Cvu – Dvu


MCu = 17,60 – 9 – (20 x 10%)
MCu = 6,60

MCT = MCu x Qtde Vendida


MCT = 6,60 x 9000 = R$ 59.400

Queijo Minas:

PVu = R$15,00 – (15 x 12%) = R$ 13,20/kg

MCu = PVu – Cvu – Dvu


MCu = 13,20 – 8 – (15 x 10%)
MCu = 3,70

MCT = MCu x Qtde Vendida


MCT = 3,70 x 13000 = R$ 48.100 Letra B

7. Ano: 2014 Banca: CESGRANRIO Órgão: Petrobras Prova: Contador(a) Júnior

A indústria A apresentou as seguintes informações com relação à produção de um de


seus produtos:

Produção: 50.000 unidades


Matéria-prima total consumida: ......................................R$ 490.000,00
Mão de obra direta total utilizada: ...................................R$ 245.000,00
Comissão total paga na venda da produção: ....................R$ 105.000,00
Custos fixos totais dessa produção: ..................................R$ 70.000,00
Preço de venda unitário do produto: .................................R$ 25,00

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 406


Considerando exclusivamente as informações apresentadas e a boa prática da
contabilidade de custos na análise de custos para decisão, a margem de contribuição
unitária da indústria A para uma produção e venda de 70.000 unidades, em reais, é

a) 8,20
b) 8,90
c) 13,00
d) 13,50
e) 14,50

Resolução:

MCu = PVu – Cvu – Dvu


MCu = 25 – 490.000/50.000 – 245.000/50.000 – 105.000/50.000
MCu = 25 – 9,8 – 4,9 – 2,1 = 8,20

Veja que pegamos os dados para a produção de 50.000 unidades. Na pergunta, ele
questiona sobre a Margem de Contribuição Unitária para 70.000 unidades.

Considerando que, para cálculo da Margem de Contribuição, são considerados apenas os


custos variáveis, não há necessidade de levar em consideração os custos fixos
apresentados e, também, os custos variáveis e preço de venda, por unidade, serão os
mesmos para 50.000 ou 70.000 unidades.

Portanto, a MCu para 50.000 é igual para 70.000 unidades produzidas.

Letra A.

8. Ano: 2014 Banca: FUNCAB Órgão: SEFAZ-BA Prova: Auditor Interno

Considere o sistema de custeamento variável/direto, assim como as seguintes


informações sobre custos, despesas e receitas extraídas do sistema de informações de
determinada indústria em um determinado mês.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 407


1) A produção do mês foi totalmente completada.
2) Nesse mês, o estoque inicial de produtos em elaboração foi zero (0), e o estoque de
produtos acabados iniciou com R$ 15.000,00.

Assinale a alternativa que apresenta, respectivamente, o valor da margem de contribuição


total e o resultado do período, desconsiderando qualquer tipo de tributação.

a) R$156.250,00 e R$ 35.000,00
b) R$ 145.000,00 e R$ 35.000,00
c) R$ 35.000,00 e R$ 51.250,00
d) R$ 51.250,00 e R$ 55.000,00
e) R$156.250,00 e R$ 51.250,00

Resolução:

Primeiramente, vamos calcular o CPV do período, utilizando o método de custeio variável.

CPV = EiPA + CPA – EfPA


CPV = 15.000 + (90.000 + 20.000) – 25% (15.000 + 90.000+20.000)
CPV = 15.000 + 110.000 – 25% (125.000)
CPV = 15.000 + 110.000 – 31.250 = 93.750,00

MCT = RV – CV – DV
MCT = 250.000 – 93.750 = 156.250,00

Receita de Vendas ------------------------------------------------------250.000


(-) CPV ------------------------------------------------------------------(93.750)
(=) Margem de Contribuição ------------------------------------------ 156.250
(-) Custos e Despesas Fixos ------------------------------- (70.000+35.000)
(=) Resultado -----------------------------------------------------------51.250

Letra E

9. Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: SEFAZ-PE Prova: Auditor Fiscal do Tesouro
Estadual

A empresa Faz Tudo S.A. produz os produtos X, Y e Z. As informações referentes a cada


um dos três produtos são apresentadas na tabela a seguir:

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 408


Produtos X Y Z
Preço de venda (por unidade) R$ 120 R$ 110 R$ 130
Custos variáveis (por unidade) R$ 27 R$ 12 R$ 36
Custos fixos (por unidade) R$ 9 R$ 4 R$ 12
Despesas variáveis (por unidade) R$ 12 R$ 18 R$ 15
Despesas fixas (por unidade) R$ 4 R$ 6 R$ 5

Os custos e despesas fixos são comuns aos três produtos, sendo os custos fixos
alocados com base nos custos variáveis de cada produto e as despesas fixas alocadas
com base nas despesas variáveis de cada produto. Supondo que o objetivo seja a
maximização do lucro da empresa Faz Tudo S.A., a ordem em que os produtos devem ter
sua venda incentivada é, respectivamente,

a) Y, X e Z.
b) X, Y e Z.
c) Y, Z e X.
d) Z, X e Y.
e) X, Z e Y.

Resolução:

Sabemos que os produtos de maior margem de contribuição unitária são os mais


rentáveis. Assim, são esses que deverão ter sua produção incentivada.

Vamos calcular a Margem de Contribuição de cada Produto:

Produtos X Y Z

Preço de Venda R$ 120 R$ 110 R$ 130

Custos Variáveis R$ 27 R$ 12 R$ 36

Despesas Variáveis R$ 12 R$ 18 R$ 15

Margem de Contribuição R$ 81 R$ 80 R$ 79
Unitária

MCu X > MCu Y > MCu Z

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 409


Os produtos que devem ter sua venda incentivada são X, Y e Z, respectivamente.

Letra B

10. Ano: 2014 Banca: CESGRANRIO Órgão: LIQUIGÁS Prova: Profissional Júnior

Uma indústria apresentou as seguintes informações referentes à produção e


comercialização de um dos produtos de sua linha de produção:

• Produção: volume de unidades produzidas = 25.000


• Comercialização: volume de unidades vendidas = 20.000
• Matéria-prima consumida: valor total = R$ 625.000,00
• Mão de obra direta utilizada: valor total = R$ 400.000,00
• Custos indiretos de produção: valor total = R$ 250.000,00
• Comissão sobre as vendas: valor total = R$ 180.000,00
• Preço de venda, por unidade vendida = R$ 80,00

Considerando-se exclusivamente as informações apresentadas pela indústria e os


procedimentos técnicos da contabilidade gerencial e de custos, a margem de contribuição
unitária do produto, em reais, é de

a) 19,75
b) 21,80
c) 30,00
d) 37,80
e) 39,00

Resolução:

MCu = PVu – Cvu – DVu


MCu = 80 – (625.000 + 400.000) – 180.000
25.000 20.000

MCu = 80 – 41 – 9 = 30

Letra C

11. Ano: 2014 Banca: FUNDATEC Órgão: SEFAZ-RS Prova: Auditor Fiscal da Receita
Estadual

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 410


Com base nas informações disponíveis da Indústria Rio Negro Ltda., responda à questão.

O Departamento de Custos disponibilizou as seguintes informações:

· Capacidade total de produção: 20.000 peças por ano.


· Custos Fixos Anuais: R$ 60.000,00.
· Custos Variáveis: R$ 3,00 por unidade produzida.
· Preço de Venda: R$ 9,00 por unidade vendida.

Qual a margem de contribuição unitária e qual o ponto de equilíbrio contábil,


respectivamente, dessa indústria?

a) R$ 6,00 por unidade – 20.000 unidades por ano.


b) R$ 5,00 por unidade – 12.000 unidades por ano.
c) R$ 5,00 por unidade – 10.000 unidades por ano.
d) R$ 6,00 por unidade – 10.000 unidades por ano.
e) R$ 5,00 por unidade – 20.000 unidades por ano.

Resolução:

MCu = PVu – Cvu – Dvu


MCU = 9 – 3 = 6,00

Pe = (CF + DF) /MCu


Pe = 60.000 / 6 = 10.000 unidades

Letra D

12. Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ-PI Prova: Auditor Fiscal da Fazenda
Estadual

A Cia. Alfa produz três produtos e as seguintes informações sobre eles são conhecidas:

A B C
Unidades produzidas e vendidas por mês 900 1.400 800
Preço líquido de venda unitário R$ 12,00 R$ 22,50 R$ 15,00
Custos variáveis unitários R$ 5,00 R$ 7,00 R$ 14,00
Despesas variáveis (fretes s/ vendas) R$ 3,00 R$ 2,00 R$ 2,00
Custos fixos por unidade R$ 3,50 R$ 4,00 R$ 2,00
Despesas fixas por unidade R$ 1,00 R$ 2,50 R$ 0,50

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 411


Considerando que a Cia. Alfa NÃO consegue alterar a sua estrutura de custos e despesas
fixos, é correto afirmar que se a empresa

a) eliminar o produto C terá seu lucro operacional mensal aumentado em R$ 800,00.

b) mantiver somente os produtos A e B terá um lucro operacional mensal de R$ 9.100,00.

c) eliminar os produtos A e C terá seu lucro operacional mensal aumentado em R$


3.250,00.

d) mantiver somente o produto B terá um lucro operacional mensal de R$ 9.800,00.

e) eliminar o produto A terá seu lucro operacional mensal reduzido em R$ 3.150,00.

Resolução:

A B C Total

Unidades Prod. E Vendidas/mês 900 1400 800

Preço de Venda Unit. R$ 12,00 R$ 22,50 R$ 15,00

Custos Variáveis Unit. R$ 5,00 R$ 7,00 R$ 14,00

Despesas variáveis Unit. R$ 3,00 R$ 2,00 R$ 2,00

Custos Fixos Unit. R$ 3,50 R$ 4,00 R$ 2,00

Despesas Fixas unit. R$ 1,00 R$ 2,50 R$ 0,50

Margem de Contribuição Unit 12-5-3 = 4 22,5-7-2= 13,50 15-14-2 = -1

a) eliminar o produto C terá seu lucro operacional mensal aumentado em R$ 800,00.

Considerando que o produto C possui margem de contribuição de R$ -1,00 (margem de


contribuição negativa ao valor de R$ 1,00 por item produzido) e que são produzidas 800
unidades, logo a produção do item C gera margem de contribuição negativa em R$ 800.
Uma vez que os custos e despesas fixas serão mantidos, ao encerrar a produção do

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 412


mesmo, haverá redução da perda por produzir este produto (relativa a margem de
contribuição). Alternativa correta.

b) mantiver somente os produtos A e B terá um lucro operacional mensal de R$


9.100,00.

MCTA = 4 x 900 = 3.600


MCTB = 13,50 x 1400 = 18.900
CF do Produto C = 2,5 x 800 = 2000

Lucro Operacional A e B = g
c) eliminar os produtos A e C terá seu lucro operacional mensal aumentado em R$
3.250,00.

d) mantiver somente o produto B terá um lucro operacional mensal de R$ 9.800,00.

e) eliminar o produto A terá seu lucro operacional mensal reduzido em R$ 3.150,00.

Letra A

13. Ano: 2014 Banca: CESGRANRIO Órgão: LIQUIGÁS Prova: Profissional Júnior
Considere as informações a seguir para responder à questão.

Uma indústria, que faz suas análises gerenciais pelo método de custeio variável, ao final
do processo produtivo de uma de suas linhas de produtos, apresentou suas anotações e
registros, referentes exclusivamente à fabricação dos produtos dessa linha, como
demonstrado a seguir.

Registro e anotações Produtos


Período Produtivo: Junho/2014 Alfa Beta Gama
Produção (em unidades) 2.500 2.000 3.000
Matéria-prima (quilos por unidade) 25 30 20
Mão de obra direta (horas por unidade) 6 8 5
Preço de venda unitário (em reais) 218,00 251,00 174,00
Custo fixo unitário (em reais) 12,00 10,00 13,00
Comissão vendas p/unid (em R$) 3,00 5,00 8,00

Outras anotações:

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 413


• Preço do quilo de matéria-prima (em reais) = 5,00
• Valor da hora MOD (em reais) = 2,00

Limitação da capacidade produtiva: A indústria estima uma redução de 25% na


quantidade de horas de mão de obra direta disponíveis para a fabricação da linha de
produtos Alfa, Beta e Gama.

No contexto da expectativa de redução da quantidade de mão de obra direta necessária


para a produção dessa linha de produtos e adotando os procedimentos da técnica da
limitação da capacidade produtiva, o lucro bruto (margem bruta) total máximo possível,
decorrente da limitação esperada para a linha dos produtos Alfa, Beta e Gama, em reais,
é o seguinte:
a) 360.150,00
b) 394.200,00
c) 407.960,00
d) 442.270,00
e) 564.500,00

Resolução:

Como a questão pede o lucro bruto máximo possível, decorrente da limitação esperada
para a linha dos produtos Alfa, Beta e Gama, vamos calcular a Margem de Contribuição
Unitária por fator de restrição, á fim de verificarmos a prioridade de produção que
adotaremos.

Vejamos:

MCu = PV – CV – DV
FR = Qtde horas MOD

MCu Alfa = 218 – (25 x 5) - (6 x 2) - 3 = 218 – 125 – 12 – 3 = 78


MCu/FR = 78 / 6 = 13,00

MCu Beta = 251 – (30 x 5) – (8 x 2) – 5 = 251 – 150 – 16 – 5 = 80


MCu/FR = 80 / 8 = 10

MCu Gama = 174 – (20 x 5) – (5 x 2) – 8 = 174 – 100 – 10 – 8 = 56


MCu/FR = 56/5 = 11,20

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 414


Após os cálculos da margem de contribuição por fator de restrição, podemos verificar
quais produtos deverão ser priorizados na produção. Já que quanto maior o MCu por
Fator de Restrição maior a contribuição para o lucro no resultado final, deveremos
priorizar a produção nesta ordem: Alfa, Gama e Beta (ordem decrescente de MCu/FR).

Com a redução de 25% da quantidade de horas de MOD, teremos a seguinte quantidade


de horas totais para a produção:

Alfa= Horas atuais MOD = 6h x 2.500 unid = 15.000h


Beta = Horas atuais MOD = 8h x 2.000 unid = 16.000h
Gama = Horas atuais MOD = 5h x 3.000 unid = 15.000h

Horas totais de produção = 15.000+16.000+15.000 = 46.000h


Redução de 25% das horas de MOD = 46.000 – 25% = 34.500h

Com o fator de restrição, temos apenas 34.500h para produção. Vamos priorizar os
produtos Alfa e Gama, nas horas restantes serão produzidos Beta.

Logo, produziremos 15.000h de Alfa (qtde total já produzida – 2.500 unidades),15.000h de


Gama (qtde total já produzida – 3.000 peças) e 4.500h de Beta (4500h / 8h = 562 peças).

Vamos calcular o Lucro Bruto total:

Alfa = MCu x Qtde Produzida = 78 x 2500 = R$ 195.000


Beta = MCu x Qtde Produzida = 80 x 562 = R$ 44.960
Gama = MCu x Qtde Produzida = 56 x 3.000 = R$ 168.000

Lucro Bruto total = 195.000 + 44.960 + 168.000 = R$ 407.960

Letra C

14. Ano: 2011 Banca: CFC Órgão: CFC Prova: Bacharel em Ciências Contábeis

Uma fábrica de camisetas produz e vende, mensalmente, 3.500 camisetas ao preço de


R$5,00 cada. As despesas variáveis representam 20% do preço de venda e os custos
variáveis são de R$1,20 por unidade. A fábrica tem capacidade para produzir 5.000
camisetas por mês, sem alterações no custo fixo atual de R$6.000,00. Uma pesquisa de
mercado revelou que ao preço de R$4,00 a unidade, haveria demanda no mercado para
6.000 unidades por mês.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 415


Caso a empresa adote a redução de preço para aproveitar o aumento de demanda,
mantendo a estrutura atual de custos fixos e capacidade produtiva, o resultado final da
empresa:

a) aumentará em R$2.200,00.
b) aumentará em R$200,00.
c) reduzirá em R$3.500,00.
d) reduzirá em R$800,00.

Resolução:

Vamos resolver essa questão calculando a margem de contribuição unitária nas duas
situações apresentadas e compará-las:

Situação 1:

MCu = PV – CV – DV
MCu = R$ 5 – 20% x R$ 5 – R$ 1,20
MCu = 5 – 1 – 1,2 = 2,80

Lucro Bruto = MCu x Qtde Prod. – CF


Lucro Bruto = 2,80 x 3.500 – 6000 = R$ 3.800

Situação 2:

MCu = PV – CV – DV
MCu = R$ 4 – 20% x R$ 4 – R$ 1,20
MCu = 4 – 0,8 – 1,2 = 2,00

Lucro Bruto = MCu x Qtde Prod. – CF


Lucro Bruto = 2,80 x 5.000 – 6000 = R$ 4.000

Apesar de na situação 2 a MCu ser menor em R$ 0,80, o resultado é maior em R$ 200,00


(R$ 4.000 – R$ 3.800), porque a produção é aumentada para sua capacidade máxima.

Letra B

15. Ano: 2008 Banca: CESGRANRIO Órgão: TJ-RO Prova: Analista Judiciário -
Contabilidade

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 416


A Indústria Doninha fabrica 3 modelos de seu único produto. Em julho, ocorreu um defeito
em uma das máquinas operadoras, reduzindo em 15% a sua capacidade máxima
instalada de 81.000 horas/máquina. Num período produtivo normal, operando a plena
capacidade instalada, foram anotados os seguintes dados da produção:

Considere:
. os custos fixos que montam a R$ 3.300.000,00 por mês;
. o novo plano de produção decorrente da limitação existente;
. a redução do volume de horas/máquina disponível no processo produtivo;
. o conceito do fator limitante e da margem de contribuição.

Qual o modelo do produto a ser sacrificado, e quantas unidades devem ser produzidas do
mesmo, na limitação ocorrida?

a) A e 5.900
b) B e 4.860
c) B e 7.140
d) C e 4.050
e) C e 5.950

Resolução:
MOD MD MOD CIF Horas Vendas Preço MCu MCu/FR
UNIT UNIT máq/ (unid) Vendas
Var.
unid

A 120 100 70 1,5 h/m 14.000 410,00 410-290 = 120/1,5 = 80


120

B 130 80 60 2,5 h/m 12.000 400,00 400-270 = 130/2,5 = 52


130

C 140 90 80 3,0 h/m 10.000 480,00 480-310 = 170/3 =


170 56,67

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 417


Ao analisar as Margens de Contribuição por fator de restrição, verificamos que a produção
deverá ser priorizada na seguinte ordem: A, C e B (ordem decrescente de MCu/FR)

Considerando o fator de restrição, temos:

- Capacidade Instalada: 81.000h/máquinas


- Redução de 15% = 81.000 x 0,85 = 68.850 horas/máquinas

Horas totais por produtos:


A = 1,5h x 14.000 unid = 21.000h
C = 3,0h x 10.000 unid = 30.000h
B = 68.850h – (21.000h de A + 30.000h de C) = 17.850 horas
B = 17.850h / 2,5h = 7.140 unidades.

Letra C

16. Ano: 2008 Banca: FGV Órgão: SEFAZ-RJ Prova: Fiscal de Rendas

Determinada empresa industrial é monoprodutora. Nos três últimos trimestres apurou o


seguinte:

Sabe-se que:

. a empresa apura o custo total de fabricação pelo custeio por absorção;


. a empresa controla seus estoques permanentemente e os avalia pelo método PEPS;
. não houve variação de preços no período.

Utilize o método maior-menor para classificar os custos entre fixos e variáveis e determine
o custo total de fabricação do quarto trimestre para uma produção total de 6.500
unidades.

a) Maior que $48.000,00.


b) Entre $47.000,01 e $48.000,00.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 418


c) Entre $46.000,01 e $47.000,00.
d) Entre $45.000,01 e $46.000,00.
e) Menor ou igual a $45.000,00.

Resolução:

Variação Volume trimestre 3 em comparação trimestre 1 = 6.000 – 5.000 = 1.000


unidades

Variação Custo total trimestre 3 em comparação trimestre 1 = 45.000 – 40.000 = R$ 5.000

Variação Total = R$ 5.000/1.000 unid = R$ 5,00

Para o quarto Trimestre, temos:


Produção 6.500 unidades

Como a variação na produção do 3º para o 4º trimestre foi de 500 unidades, temos que o
custo aumentará em 500 x R$ 5,00 = R$ 2.500,00.

Assim, temos que o custo do 4º trimestre será de R$ 45.000 + R$ 2.500 = R$ 47.500,00.

Letra B

Obs: Quando o examinador menciona para utilizarmos o critério maior-menor, nós


temos que pegar o parâmetro maior ou o mais recente (3º Trimestre) e o primeiro
parâmetro ou o mais remoto (1º trimestre). Se adotarmos outro parâmetro, a
resposta apresentaria outro resultado.

17. Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMP Prova: Analista do CNMP – Contabilidade

Atenção: Para responder à questão, considere as informações abaixo.

A Cia. Industrializa & Vende produz um único produto e, para produzir integralmente
2.000 unidades, incorreu nos seguintes gastos durante o mês de janeiro de 2015:

Custos variáveis:
- Matéria-prima: R$ 21,00/unidade
- Mão de obra direta: R$ 12,00/unidade
Custos fixos: R$ 50.000,00

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 419


Despesas fixas: R$ 16.000,00
Despesas variáveis: R$ 3,00/unidade

Adicionalmente, as seguintes informações são conhecidas:


Preço de venda: R$ 120,00/unidade
Impostos sobre a Venda: 10% da receita de vendas
Comissões de venda: 5% da receita de vendas
Quantidade vendida no mês de janeiro: 1.200 unidades

O ponto de equilíbrio contábil da Cia. Industrializa & Vende, em quantidade, é

a) 647.
b) 786.
c) 1.000.
d) 957.
e) 758.

Resolução:

MCu = PV – CV – DV
MCu = 120 – (10%x 120) – (5% x 120) – 21 – 12 - 3
MCu = 120 – 12 – 6 – 21 – 12 - 3
MCu = R$ 66

Pe = CF + DF
MCu

Pe = 50.000 + 16.000 = 66.000 = 1.000 unidades


66 66

Letra C

18. Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM-GO Prova: Auditor de Controle Externo -
Contábil

A empresa Beta produz um único tipo de capa para celulares, cujo preço bruto de venda
por unidade é R$ 100,00, e objetiva obter um lucro operacional de 20% sobre a receita
bruta de vendas. Os tributos sobre vendas são 18%, os custos variáveis unitários R$
22,00, as despesas variáveis unitárias R$ 10,00 e os custos e despesas fixos mensais

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 420


somam R$ 300.000,00. A receita bruta de vendas no ponto de equilíbrio contábil mensal,
em reais, é

a) 300.000,00.
b) 1.000.000,00
c) 600.000,00.
d) 500.000,00.
e) 492.000,00.

Resolução:
PVB = 100,00
Lucro Operacional = 20% x Receita Bruta
Tributos = 18%
Custos Variáveis Unitários = R$ 22,00
Despesas Variáveis Unitárias = R$ 10,00
Custos e despesas Fixos = R$ 300.000,00

MCu = PV – CV – DV
MCu = 100 – (18% x 100) – 22 – 10
MCu = 100 – 18 – 22 – 10 = R$ 50

Pe = CF + DF = 300.000 = 6.000 unidades


MCu 50

Receita Bruta de Vendas no Ponto de Equilíbrio = 6.000 x 100 = R$ 600.000,00

Letra C

19. Ano: 2014 Banca: VUNESP Órgão: Prefeitura de São José do Rio Preto – SP
Prova: Auditor Fiscal Tributário Municipal

Uma companhia produz e vende um único produto, cujos custos e despesas fixas de
produção totalizam R$ 900.000,00 mensais. O preço de venda unitário do produto é R$
200,00, e o custo variável unitário de sua produção, R$ 95,00. As despesas variáveis
unitárias representam 15% do preço de venda. Se a companhia produzir 5 000 unidades a
mais que seu ponto de equilíbrio contábil, o seu lucro líquido corresponderá, em R$, a:

a) 325.000,00
b) 450.000,00.
c) 415.000,00.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 421


d) 375.000,00.
e) 395.000,00.

Resolução:
Custos e Despesas Fixos = R$900.000,00
PVunit = R$ 200,00
CVunit = R$ 95,00
DVUnit = 15% x PVunit
Produção = Pe + 5.000 unid

MCu = PV – CV – DV
MCu = 200 – 95 – (15% x 200)
MCu = R$ 75,00

No ponto de equilíbrio o Lucro é zero. Então, toda a produção acima do Pe reflete


diretamente no resultado. Para acharmos o resultado, basta multiplicamos pelo MCu.

Lucro = 5.000 x MCu = 5.000 x 75 = R$ 375.000,00

Letra D.

Só para lembrar, vamos calcular o Ponto de Equilíbrio (Pe).

Pe = CF + DF = 900.000 = 12.000 unid


MCu 75

20. Ano: 2014 Banca: FUNCEFET Órgão: Prefeitura de Vila Velha – ES Prova:
Analista Público de Gestão

Uma indústria incorreu em custos variáveis no valor de 1.200.000,00 e em custos fixos no


montante de 700.000,00, para uma produção de 4.800 unidades, com previsão de uma
margem de contribuição de R$ 500,00 por unidade.

Considerando essas informações, o ponto de equilíbrio contábil em unidades e o preço de


venda unitária são, respectivamente:

a) 2.800 unidades e R$ 750,00.


b) 2.400 unidades e R$ 500,00.
c) 1.400 unidades e R$ 750,00.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 422


d) 1.250 unidades e R$ 750,00.
e) 1.400 unidades e R$ 800,00.

Resolução:

Custos Variáveis = R$ 1.200.000


Custos Fixos = R$ 700.000
Produção = 4.800 unidades
MCu = R$ 500/unid

MCu = PV – CV – DV
500 = PV – 1.200.000 / 4.800
PV = 500 + 250 = R$ 750,00

Pe = CF / MCu = 700.000 / 500 = 1400 unid.

Letra C

21. Ano: 2014 Banca: CESGRANRIO Órgão: Petrobras Prova: Administrador(a) Júnior

A indústria R, que no custeio de seus produtos e nas avaliações gerenciais para as


tomadas de decisão adota o método do custeio variável, apresentou as seguintes
informações relativas somente a um de seus produtos:

• Custo variável unitário 7,00


• Despesa variável unitária 2,00
• Despesa fixa total 120.000,00
• Investimento realizado, exclusivamente para a produção desse produto 500.000,00
• Preço de venda unitário 15,00
• Retorno mínimo esperado, pela indústria, para o investimento realizado 10%
• O produto atinge o ponto de equilíbrio econômico (PEE) na comercialização de 80.000
unidades

Considerando exclusivamente as informações apresentadas pela indústria R, a


contabilidade gerencial para a tomada de decisões e a relação do custo volume lucro, o
total dos custos fixos, suportado pela indústria, referente a tal produto, em reais, é

a) 120.000,00
b) 170.000,00
c) 310.000,00

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 423


d) 430.000,00
e) 480.000,00

Resolução:

MCu = PV – CV – DV
MCu = 15 – 7 – 2
MCu = 6

PEE = CF + DF + CO (CUSTO OPERACIONAL)


MCu

PEE = CF + 120.000 + (10% X 500.000)


6

80.000 x 6= CF + 120.000 + 50.000


CF = 310.000

Letra C

22. Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: SEFAZ-PE Prova: Auditor Fiscal do Tesouro
Estadual

A Cia. Metais Pesados produz e vende um único produto. Para produzir integralmente
2.000 unidades desse produto incorreu nos seguintes gastos durante o mês de agosto de
2014:

Custos variáveis:
- Matéria-prima R$ 12,00/unidade
- Mão de obra direta R$ 6,00/unidade
Custos fixos indiretos: R$ 18.000,00
Custos fixos diretos: R$ 6.000,00
Despesas fixas: R$ 12.000,00
Despesas variáveis: R$ 3,00/unidade
Comissões de venda: 7% do preço de venda

O preço bruto unitário de venda é R$ 200,00 e os impostos sobre a venda são de 20%
sobre a receita bruta de vendas. A Cia. vendeu 1.200 unidades desse produto no mês de
agosto.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 424


O ponto de equilíbrio contábil da Cia. Metais Pesados é, em quantidade,

a) 145
b) 259
c) 192
d) 218
e) 288

Resolução:

MCu = PV – CV – DV
MCu = 200 – (20% x 200) – 12 – 6 – 3 – (7% x 200)
MCu = 200 – 40 – 12 – 6 – 3 – 14 = R$ 125/unid

Pe = CF + DF = 18.000 + 6.000 + 12.000 = 288 unidades


MCu 125

Letra E

23. Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATEL Prova: Especialista em Regulação –
Contabilidade

Uma empresa vendeu 50.000 unidades de determinado produto, obtendo uma receita
total de venda de R$ 2 milhões. Seus custos variáveis somaram R$ 1,2 milhão e suas
despesas fixas totalizam R$ 650 mil.

Considerando que essas informações sejam as únicas relevantes para a realização da


análise de custo, volume e lucro da empresa, julgue o item que se segue.

Um aumento de 10% no preço de venda, para fazer face a um aumento de R$ 65.000,00


nos custos fixos, mantidos constantes os custos variáveis, implicará um ponto de
equilíbrio de mais de R$ 1,55 milhões.

( ) Certo ( ) Errado

Resolução:

Vendas: 50.000 unidades


Receita = R$ 2 milhões  PVu = 2.000.000/50.000 = R$ 40,00

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 425


Custos Variáveis = R$ 1,2 milhões  CVu = 1.200.000/50.000 = R$ 24
Despesas Fixas = R$ 650.000

Aumento de 10% PV
Aumento CF = + 65.000
Pe2=??

MCu = PV – CV – DV
MCu = 40 – 24 = R$ 16

Pe = CF + DF = 650.000 = 40.625
MCu 16

MCu2 = PV2 – CV – DV = 44 – 24 = 20

Pe2 = 65.000 + 650.000 = 715.000 = 35.750 unidades


20 20

Receita no Pe2 = 35.750 x 44 = R$ 1.573.000

Alternativa Correta

24. Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATEL Prova: Especialista em Regulação -
Contabilidade

Uma empresa vendeu 50.000 unidades de determinado produto, obtendo uma receita
total de venda de R$ 2 milhões. Seus custos variáveis somaram R$ 1,2 milhão e suas
despesas fixas totalizam R$ 650 mil.

Considerando que essas informações sejam as únicas relevantes para a realização da


análise de custo, volume e lucro da empresa, julgue o item que se segue.

Para atingir uma meta de lucro de 10%, mantidos constantes o preço de venda unitário e
os custos fixos e variáveis atuais, a empresa deverá vender pelo menos 55.000 unidades
do referido produto.

( ) Certo ( ) Errado

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 426


Resolução:

Vendas: 50.000 unidades


Receita = R$ 2 milhões  PVu = 2.000.000/50.000 = R$ 40,00
Custos Variáveis = R$ 1,2 milhões  CVu = 1.200.000/50.000 = R$ 24
Despesas Fixas = R$ 650.000

Lucro Previsto = 10% Receita = 10% x 2.000.000 = R$ 200.000

MCu = PV – CV – DV
MCu = 40 – 24 = R$ 16

Pe = CF + DF = 650.000 = 40.625
MCu 16

Produzindo 55.000 unidades, temos 14.375 unidades produzidas acima do ponto de


equilíbrio.

Lucro Operacional = 14.375 x 16 = R$ 230.000,00

Para atingir um Lucro de R$ 200.000, a empresa deverá produzir pelo menos 53.125
unidades.

Qtde – Pe = Lucro desejado


(X – 40.625) x 16 = 200.000
X = 53.125 unidades

Resposta Errada

25. Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATEL Prova: Especialista em Regulação -
Contabilidade

Uma empresa vendeu 50.000 unidades de determinado produto, obtendo uma receita
total de venda de R$ 2 milhões. Seus custos variáveis somaram R$ 1,2 milhão e suas
despesas fixas totalizam R$ 650 mil.

Considerando que essas informações sejam as únicas relevantes para a realização da


análise de custo, volume e lucro da empresa, julgue o item que se segue.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 427


Na situação em tela, a empresa atingirá o ponto de equilíbrio se vender, pelo menos, R$
1,7 milhão.

( ) Certo ( ) Errado

Resolução:

Vendas: 50.000 unidades


Receita = R$ 2 milhões  PVu = 2.000.000/50.000 = R$ 40,00
Custos Variáveis = R$ 1,2 milhões  CVu = 1.200.000/50.000 = R$ 24
Despesas Fixas = R$ 650.000

MCu = PV – CV – DV
MCu = 40 – 24 = R$ 16

Pe = CF + DF = 650.000 = 40.625
MCu 16

Receita no Ponto de Equilíbrio = 40.625 x 40 = R$ 1.625.000,00

Alternativa Errada

26. Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATEL Prova: Especialista em Regulação -
Contabilidade

Uma empresa vendeu 50.000 unidades de determinado produto, obtendo uma receita
total de venda de R$ 2 milhões. Seus custos variáveis somaram R$ 1,2 milhão e suas
despesas fixas totalizam R$ 650 mil.

Considerando que essas informações sejam as únicas relevantes para a realização da


análise de custo, volume e lucro da empresa, julgue o item que se segue.

Um aumento na quantidade vendida, mantidos constantes o preço de venda unitário e os


custos fixos e variáveis, implicará redução no grau de alavancagem operacional.

( ) Certo ( ) Errado
Resolução:

Vendas: 50.000 unidades

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 428


Receita = R$ 2 milhões  PVu = 2.000.000/50.000 = R$ 40,00
Custos Variáveis = R$ 1,2 milhões  CVu = 1.200.000/50.000 = R$ 24
Despesas Fixas = R$ 650.000

Pe = CF + DF = 650.000 = 40.625
MCu 16

MS = Q – Pe
MS = 50.000 – 40.625 = 9.375 unid. Ou MS = 9.375/50.000 = 19%

GAO1 = 1 = 1 = 5,26
MS 0,19

Caso aumente a quantidade vendida, a Margem de Segurança será maior. Quanto maior
a margem de segurança, menor será o Grau de Alavancagem operacional, pois são
inversamente proporcionais.

No caso da Alavancagem Operacional leva-se em consideração que quanto maior for o


volume de produção e quanto mais distante a empresa estiver de seu ponto de equilíbrio,
menor será o GAO, pois a variação no volume de produção provocará menor impacto no
percentual de lucro.

Embora o GAO tenda a diminuir de valor quando se encontra acima do ponto de


equilíbrio, também será menor o risco de a empresa entrar em prejuízo caso sofra uma
redução na atividade produtiva.

Assim, o gabarito da questão é Certo.

27. Ano: 2014 Banca: FUNCAB Órgão: PRODAM-AM Prova: Analista de


Contabilidade

Existe um indicador gerencial que descreve os efeitos que os custos fixos acarretam no
lucro das operações à medida que novas unidades são produzidas e vendidas. Esse
indicador é dado pela relação entre a margem de contribuição e o lucro operacional. As
características apresentadas refere-se à(ao):

a) programação de custeio variável.


b) ciclo operacional flexível.
c) efeito do horizonte de tempo.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 429


d) giro dos ativos.
e) alavancagem operacional.

Resolução:

As características apresentadas dizem respeito ao conceito de Grau de Alavancagem


Operacional (GAO).

Corresponde a variação no lucro ao aumentar a quantidade vendida.

Letra E

28. Ano: 2013 Banca: CESPE Órgão: TRT - 17ª Região (ES) Prova: Analista Judiciário
- Contabilidade

Considere que uma empresa tenha obtido receita de vendas de R$ 200 mil ao vender 10
mil unidades de seu único produto, obtendo lucro operacional líquido de R$ 40 mil, antes
de dedução do IR. Considere, ainda, que a empresa possua custos e despesas fixas de
R$ 80 mil. Com base nessas informações, julgue o próximo item.

O grau de alavancagem operacional da empresa, na situação apresentada, é igual a 3


vezes.

( ) Certo ( ) Errado

Resolução:

Receita de Vendas = R$ 200.000,00  PV = 200.000/10.000 = R$ 20,00


Produção = 10.000 unid
Lucro operacional antes do IR = R$ 40.000,00
Custos e Despesas Fixos = R$ 80.000,00
GAO = ?

Receita de Vendas ----------------------------------------------------200.000


Custos de Produção Variáveis ---------------------------------------- (X)
Lucro Bruto ------------------------------------------------------- 200.000 – X
Custos e Despesas Fixos --------------------------------------------- (80.000)
LAIR ------------------------------------------------------------------- 40.000

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 430


200.000 – X – 80.000 = 40.000
X = 80.000
Custos Variáveis = R$ 80.000  CVu = 80.000/10.000 = R$ 8,00

GAO = 1
MS

MS = Q – Pe
MS = Q – (CF + DF) = 10.000 – 80.000 = 10.000 – 80.000 = 3333 unid.
MCu 20-8 12

GAO = 1/33,33% = 3

Alternativa Certa

29. Ano: 2013 Banca: CESPE Órgão: TCE-RO Prova: Contador

Quanto menor for a participação dos custos fixos na estrutura de custos de uma empresa,
maior será o seu grau de alavancagem operacional.

( ) Certo ( ) Errado

Resolução:

A Alavancagem Operacional é medida pela proporção dos custos fixos em relação aos
custos variáveis. Pode-se dizer que para os produtos que tem uma alta alavancagem
operacional, caracterizada por altos custos fixos e baixos custos variáveis, pequenas
alterações no volume de vendas irão resultar em grandes mudanças nos lucros. Já para
os produtos que têm uma baixa alavancagem operacional, caracterizada por baixos
custos fixos e altos custos variáveis, as mudanças no volume de vendas não resultarão
em grandes mudanças nos lucros.

Alternativa Errada.

30. Ano: 2010 Banca: FCC Órgão: Sergipe Gás S.A. Prova: Economista

Uma companhia apresenta os seguintes dados de custos de produção de uma


mercadoria:

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 431


Custos e despesas fixas: R$ 315.000,00
Custos e despesas variáveis unitárias: R$ 50,00
Preço unitário de venda do produto: R$ 110,00

O grau de alavancagem operacional correspondente à produção de 6.000 unidades é


a) 8,5.
b) 8,0.
c) 7,5.
d) 7,0.
e) 5,0.

Resolução:

MCu = PV – CV – DV
MCu = 110 – 50 = R$ 60,00
MCT = 60 x 6000 = R$ 360.000

Lucro = MCT – CF
Lucro = 360.000 – 315.000
Lucro = R$ 45.000

GAO = MCT = 360.000 = 8


Lucro 45.000

Letra B

31. Ano: 2009 Banca: FCC Órgão: INFRAERO Prova: Economista

Uma companhia apresenta os seguintes dados de custos:

Custos e Despesas Fixas: R$ 100.000,00


Custos e despesas variáveis unitárias: R$ 200,00
Preço unitário de venda do produto: R$ 300,00

O grau de alavancagem operacional correspondente à produção de 1.200 unidades é:

a) 9
b) 8
c) 7

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 432


d) 6
e) 5

Resolução:

MCu = PV – CV – DV
MCu = 300 – 200 = R$ 100,00
MCT = 100 x 1.200 = R$ 120.000

Lucro = MCT – CF
Lucro = 120.000 – 100.000
Lucro = R$ 20.000

GAO = MCT = 120.000 = 6


Lucro 20.000

Letra D

32. Ano: 2008 Banca: CESPE Órgão: HEMOBRÁS Prova: Analista de Gestão
Corporativa – Contador

O estudo da relação custo-volume-lucro (CVL) é bastante útil na avaliação dos


componentes de custo de fábricas e na elaboração do orçamento empresarial. Acerca
desse assunto e a partir da tabela acima, que representa a estrutura de gastos para a
produção e venda de 800 unidades, julgue os itens a seguir.

O grau de alavancagem operacional apurado está entre 2 e 3,2.

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 433


( ) Certo ( ) Errado

Resolução:

MCu = PV – CV – DV
MCu = 50 – 3,8 – 5,2 = R$ 41,00
MCT = 41 x 800 = R$ 32.800

Lucro = MCT – CF - DF
Lucro = 32.800 – 14.000 – 4.500
Lucro = R$ 14.300

GAO = MCT = 32.800 = 2,29


Lucro 14.300

Alternativa Certa

Conseguiu acertar todos os exercícios??


Amanhã, revise a aula e tente refazê-los. Assim, fixará o conteúdo muito mais rápido.
Por hoje é só!!

Abraços

Isabela Abreu

VP Concursos - Consultoria e Coaching | www.vpconcursos.com.br 434