Você está na página 1de 1

Para ti Augusto Moura Rasga

Sei que os Grandes Homens da Humanidade não se ergueram sozinhos, tiveram sempre
alguém com a mesma química mental para junto deles fazer acontecer as melhores coisas
das suas vidas.

Eu tenho a ti, como Pai, Professor, Tutor e Amigo. Sei que ao teu lado terei sempre um
ombro para repousar as minhas angústias. Um conselho sempre receberei para reorientar
e reavaliar as minhas posições e puder tomar a decisão mais sábia conforme as
circunstâncias.

A natureza dos nossos campos eléctricos mentais faz com que a nossa interacção seja, às
vezes, de atracção de ideias e, outras vezes, de antagonismo de ideias. Na interacção
contigo tenho experimentado uma mudança mental, em alguns casos antagónica e, quase
sempre, de natureza cordial.

Num mundo resplandecente de oportunidades foi na tua filantropia que me induziste para
novas formas de viver, ser e estar, quando reservaste um lugar para mim como membro
da tua Família.

Em cada um dos teus gestos de Amor Incondicional, observo na passagem do testemunho,


uma transferência de responsabilidade para com a Humanidade. Muito obrigado por
abraçar a minha causa. A minha causa é a Felicidade. Uma Felicidade que não se sobrepõe
ao bem-estar dos outros e nem espezinha alguém. Por isso, pensamos em abundância no
uso da razão como instrumento de transfomação da sociedade.

A Escola não apenas socializa as pessoas, ou seja, a Escola não apenas prepara o homem
para o trabalho e para a vida, também humaniza, transforma as pessoas e, cria laços que
levamos para uma vida inteira.

Foi na Escola onde conheci as minhas fraquezas na Luta por um lugar no mundo, mas
com a tua orientação, a minha mente se desenvove graças a cooperação harmoniosa,
consigo olhar mais longe sobre os teus ombros.

Muito Obrigado por Acreditar, Confiar em Mim e ajudar-me a ser uma Pessoa Melhor.
Tento fazer com que a minha Persistência não conheça a palavra “Impossível”, porque
penso que: “Eu posso, se acreditar que posso!”

Com Muito Amor, Carinho e Admiração

Assinou: Evaristo José das Mangas