Você está na página 1de 1

Boletim Operário 478

Caxias do Sul, 27 de janeiro de 2018.

A Época
Rio de Janeiro
31 de agosto de 1912.
Edição n° 0030
Página 5

Operários deportados como ladrões

Hoje a noite procurou-nos nesta redação


uma comissão composta dos operários
Luiz de França, Cecilio Villar e Manoel de
Oliveira e nos pediram a publicação
seguinte manifesto da Federação
Operária do Rio de Janeiro

Protesto ao Proletariado
Companheiros
Mais um vil atentado acaba de ser
praticado pelos poderosos que nos
governam deportando covardemente,
A Época Nas imediações da enseada da Ponta da quatro operários que só tem um crime: o
Rio de Janeiro Areia acha-se ancorrado um destroier de serem consciente em suas convicções
31 de agosto de 1912. para exercer vigilância no litoral. reivindicadoras. Narremos o fato: Esta na
Edição n° 0030 O vaso de guerra que esta fundeado nas lembrança de todos a ultima greve de
Página 3 proximidades da Ilha do Caju é o contra- declarada pelos marítimos nas Docas de
A Greve em Niterói torpedeiro Rio Grande do Norte e não o Santos, que ainda se mantem firme. Pois
No Toque Toque e na Ilha do Caju cruzador torpedeiro Tupy, como bem. Estes operários deportados, alguns
Os trabalhadores em carvão aderem ao noticiaram os nossos colegas da “A dos quais tem família em Santos,
movimento paredista Noticia”. chamam-se Primitivo Soares, Antonio
Nas proximidades da Ilha do Caju esta Este navio de guerra acha-se ali por Vieites e Albino Caldas e Manoel
fundeado um vaso de guerra – As forças ordem do Ministro da Marinha para Gonçalves. O grande crime destes nossos
de polícia – outras notas garantir os estivadores que estão companheiros é o de terem, mesmo sem
Parece querer alastrar-se a greve dos trabalhando. serem marítimos tomado parte na greve
estivadores da Companhia Comercio e Continuou ontem a policia do 8º Distrito, de Santos, orientando e guiando na
Navegação, que mantem um dique no como medida de prevenção, a guarnecer campanha que iniciaram os operários
Toque Toque e salinas na Ilha do Caju, os armazens da Leopoldina Railway, no daquela cidade. E simplesmente por este
em Niterói. É que ontem se espalhou cais do Porto. fato porque ao governo e a burguesia
naquela cidade que os trabalhadores do Acha-se ali uma força sob o comando de não convem que tenhamos em nosso seio
carvão, na Ilha do Viana da firma Lage & um oficial. Nenhuma perturbação da companheiros inteligentes, foram eles
Irmãos, também pretendiam aderir a ordem foi observada. deportados como indivíduos ladrões e
parede. E nada ocorreu, tendo a policia desordeiros. Companheiros: O momento
fluminense tomado diversas requer que ponhamos em destaque nossa
providências para garantir a ordem caso energia pois que amanhã seremos nós os
fosse perturbada. deportados quando tivermos de reclamar
um pouco de melhoria. Companheiros!
Despertai! Acordai! E vinde trazer a vossa
solidariedade e o vosso protesto no
FACEBOOK Telegramas comício que se realizará domingo, 1º de
A Greve em Malaga setembro as 4 ½ horas da tarde no Largo
de S. Francisco. Farão uso da palavra os
Madrid, 30 – Continua inalterada a greve operários Cecílio Vilar, Candido Costa e
TWITTER de Malága. Dos grevistas da Fábrca Duro Leal Junior. São convidadas também
Felgueras, de Oviedo, que ficaram sem todas as sociedades operárias. Não falteis
trabalho, poucos são os que ainda se companheiros a esse dever de
encontram desempregados. A maioria dos solidariedade.
PLUS operários mineiros esta disposta a ajudar
os grevistas da firma Duro-Felegueras
esperando-se com a maior ansiedade a
resolução da assembléia que deve reunir-
se no próximo domingo para discutir a
EMAIL atitude a asssumir por toda a classe.

Workers’ Bulletin