Você está na página 1de 10

Lista de exercícios de avaliação nutricional

1 – Calcule o Peso Ideal pelos 3 métodos disponíveis e tb a adequação do peso ideal :

Dados do paciente ao lado:

Idade: 32 anos

Estatura: 1,83m

Peso atual: 78Kg

Peso usual: 70kg (até 3 meses atrás)

Punho/Pulso: 42cm

Peso Ideal de IMC

Peso ideal = IMC médio x estatura (m)2

Peso ideal = 22 x (1,83)2

Peso ideal = 22 x 3,34

Peso ideal = 73,48kg

Peso ideal pelo biótipo

Paciente: longilíneo

(h -100) – 15% a (h -100) – 10% a

(183 – 100) - 15% 83-12,45 = 70,55

(183 – 100) – 10% 83 – 8,3 = 74,7

Peso ideal variando de 70,55 a 74,7 kg

Peso ideal pela estrutura óssea

Compleição óssea = Estatura (cm)

Perímetro do pulso(cm)

Compleição óssea = 183/42 = 4,35


Estrutura pequena – Peso ideal pela tabela = 68,6kg

2 – Utilizando os dados do exercício 1, calcule o percentual de perda de peso recente e


interprete os resultados

Este paciente não teve perda de peso e sim ganho, por isso não podemos calcular o percentual
de perda de peso recente.

3 – Supondo-se que este paciente apresente edema no tornozelo. Calcule o IMC real deste
paciente e classifique em seguida.

Tem que descontar 1kg de peso devido ao edema. (olhar tabela no material dado em aula)

IMC = 77/(1,83)2

IMC = 77/3,34

IMC = 23,05 – Eutrófico

4 – Observe a figura abaixo. No que diz respeito às técnicas de pesagem e aferição da


estatura, qual a sua opinião quanto a aferição abaixo?

O paciente deve estar de costas para a balança na pesagem.

O profissional deve ficar atrás da balança.

Não se deve pesar e aferir a estatura ao mesmo tempo.

5 - Calcule e dê a classificação do Índice de Adiposidade Corporal, da Adequação da


Circunferência Braquial, da Área Muscular do Braço Corrigida em mm2, da Área de Gordura
do Braço, e da gordura absoluta (kg) e da massa magra (kg).

Dados do paciente:
Idade: 74 anos Peso atual: 51,0 Kg Peso usual: 62,0Kg PCT: 18mm

Estatura: 170 cm CB = 20 cm PCSI: 17mm PCB: 6 mm

CC = 57 cm CQ = 86,5 cm PCSE: 16 mm Pulso: 23,0 cm

IAC = Circunferência do quadril (cm) - 18

altura (m) x √altura (m)

IAC = 86,5 - 18

1,7 x √1,7

IAC = 86,5 - 18

1,7 x 1,30

IAC = 86,5 - 18

2,21

IAC = 39,14 - 18

IAC = 21,14 – Eutrofia

Índice novo – ainda precisa ser MUITO testado em outras populações (foi realizado estudo
com afro-americanos e mexicanos), mas é um dado que vai nos auxiliar para fechar um
diagnóstico.

Adequação da CB (%) = CB obtida (cm) x 100

CB percentil 50

Adequação da CB (%) = 20 x 100

30,7
Adequação da CB (%) =65,14% - Desnutrição grave

Posso dizer que há uma redução na massa, porém não posso afirmar se é na massa magra ou
na massa de gordura do indivíduo. Devo pesquisar mais a fundo.

Homens: AMBc (mm2) = [CB (mm) – π x PCT (mm) ]2 - 10

1 cm = 10 mm

20 cm = 200 mm

AMBc (mm2) = [200 – 3,14 x 18 ]2 - 10

4 x 3,14

AMBc (mm2) = [200 – 56,52 ]2 - 10

12,56

AMBc (mm2) = [143,48 ]2 - 10

12,56

AMBc (mm2) = 20.586,51 - 10

12,56

AMBc (mm2) = 1639,05 - 10

AMBc (mm2) = 1629,05 - Abaixo do p5 = Desnutrição grave

Área muscular do braço me mostra como está a situação da massa magra, corrigido da
massa óssea. Nesse caso, podemos afirmar que o paciente apresenta uma massa
magra depletada, e que por ser grave, essa depleção já deve durar um certo tempo.
Isso indica que em sua dieta há ou já houve uma redução do aporte de calorias ou de
proteínas. Pode acontecer tb que tenha havido um aumento no gasto energético
através de uma patologia como câncer, queimaduras, etc.
CMB = 20 – (18 x 0,314)

CMB = 20 – 5,652

CMB = 14,348 cm

AGB (cm2) = CMB (cm) x [PCT (mm) ÷ 10]2 – π x [PCT (mm) ÷ 10]2

2 4

AGB (cm2) = 14,348 x [18 ÷ 10] 2 – 3,14 x [18 ÷ 10]2

2 4

AGB (cm2) = 14,348 x [1,8 ] 2 – 3,14 x [1,8]2

2 4

AGB (cm2) = 14,348 x [3,24 ] – 3,14 x [3,24]

2 4

AGB (cm2) = 46,48 – 10,17

2 4

AGB (cm2) = 23,24 – 2,54

AGB (cm2) = 20,69 entre p50 e p75 – Normalidade - eutrofia

A área de gordura do braço é uma estimativa da gordura corporal, baseada somente em uma
observação, a PCT. O resultado nos mostra que em termos de percentuais de gordura esse
paciente se encontra eutrófico, ou seja, não corre riscos de desenvolvimento de doenças por
baixa quantidade de gordura. Mas como pode uma pessoa ter uma área muscular depletada e
uma área de gordura corporal eutrófica? Muito simples, se aquele indivíduo não ingerir
proteínas o suficiente, seu organismo automaticamente irá quebrar seus músculos para
conseguir aminoácidos para síntese proteica de moléculas importantes para manutenção da
vida, como as enzimas. Tb pode ter ocorrido que durante um longo tempo, esse indivíduo teve
carência de energia e ou proteínas e recentemente ele tenha conseguido um extra de energia,
o que explica a normalidade de sua gordura corporal. .

Para descobrir a gordura absoluta, tem que estimar a porcentagem de gordura corporal.

Somatório das 4 pregas: 57mm

Olhando na tabela: ente 27,9 e 29,2% de gordura – média = 28,55% (eu escolhi fazer uma
média,mas pode-se trabalhar como valor que julgar mais próximo)

Gordura absoluta (kg) = Peso (kg) x (% GCT/100)

Gordura absoluta (kg) = 51 x (28,55/100)

Gordura absoluta (kg) = 51 x (0,2855)

Gordura absoluta (kg) = 14,56kg

Massa magra = Peso (kg) – Gordura absoluta (kg)

Massa magra = 51 – 14,56

Massa magra = 36,44 kg

7 – Utilizando os dados aferidos pelo colega, calcule seu percentual de gordura corporal
através das fórmulas de equação de Siri e de Brozek.

Lembrar que as equações foram corrigidas, utilizar as fórmulas:

Siri % GCT = (4,95/D) – 4,5 x 100

Brozek % GCT = (4,570/D) – 4,142 x 100


Vamos fazer a do exercício anterior somente como exemplo

Idade: 74 anos Peso atual: 51,0 Kg Peso usual: 62,0Kg PCT: 18mm

Estatura: 170 cm CB = 20 cm PCSI: 17mm PCB: 6 mm

CC = 57 cm CQ = 86,5 cm PCSE: 16 mm Pulso: 23,0 cm

Utilizando a equação de Siri:

Siri % GCT = (4,95/D) – 4,5 x 100

D = 1,1339 – 0,0643log57

D = 1,1339 – 0,0643 x 1,7558

D = 1,1339 – 0,1128

D = 1,0211

Siri % GCT = (4,95/D) – 4,5 x 100

% GCT = (4,95/1,0211) – 4,5 x 100

% GCT = (4,8477) – 4,5 x 100

% GCT = 0,3477x 100

% GCT =34,77%
Utilizando a equação de Brozek

Brozek % GCT = (4,570/D) – 4,142 x 100

% GCT = (4,570/1,0211) – 4,142 x 100

% GCT = (4,4755) – 4,142 x 100

% GCT = 0,3335 x 100

% GCT = 33,35%

8 – Durante um atendimento, seu paciente simplesmente para de falar. Qual deve ser sua
postura nesta situação?

Dar um tempo e observar indícios não-verbais que este paciente está fazendo. Se ele parece
triste, com vontade de chorar, nervoso, etc.

Falar algo como “O senhor pode continuar?”

Se mesmo assim a pessoa permanecer calada, perguntar ao paciente se algo aconteceu e se


preparar para uma resposta não amistosa.

9 – Construa um questionário de freqüência alimentar a fim de aferir o hábito alimentar dos


estudantes universitários de Nutrição.

Como espera-se aferir hábito alimentar, é importante que no questionário se coloque


alimentos pertecentes a todos os grupos e que estes sejam parte do hábito alimentar da
população em questão. Se vc criar um questionário novo, deve valida-lo, mas vc poderá
consultar a literatura para verificar se já não existe um QFA já validado para esta população.

Lembrar que listas com mais de 100 itens são cansativas e levam a resultados não fidedignos.

Observar o QFA no endereço: http://www.scielo.br/pdf/rn/v23n5/a15v23n5.pdf

10 – Qual dos métodos de avaliação do consumo alimentar é considerado método ouro?

Não há métodos ouro, o que se tem é o melhor instrumento para um dado tipo de estudo.

11 – Explique o funcionamento da Bioimpedância Elétrica (BIA)

Uma corrente elétrica de baixa intensidade passa pelo corpo e a impedância (ou oposição ao
fluxo da corrente) e a reactância (força de oposição produzidos pelas membranas celulares,
interfaces de tecidos) são medida com o auxílio de um analisador de bioimpedância. Esses
valores são utilizados em fórmulas matemáticas para de estimar a porcentagem de gordura
corporal.

12 – Cite pelo menos 3 informações que são cruciais para a realização do teste de BIA

Bateria (autonomia aprox 20 testes) deve estar carregada – evitar alterações na corrente;

Eletrodos devem estar armazenados em embalagem fechada e protegidos do calor para


assegurar aderência;

A superfície da maca deve ser não condutiva e suficientemente larga, para que o examinado se
deite em decúbio dorsal, com os braços abertos em ângulo de 30° em relação ao seu corpo,
sem encostar na parede. As pernas não devem se tocar;

Não fazer exercícios físicos ou sauna, 8 horas antes do exame e nem realizar atividades físicas
extenuantes nas 24 horas anteriores ao teste;

O examinado deve se abster do uso de bebidas alcoólicas 48 horas antes do exame e também
de ingerir grandes refeições e café, 4 horas antes da avaliação;

Aguardar 5 a 10 minutos deitado em decúbito dorsal antes do teste;

O peso e altura devem ser aferidos anteriormente ao teste;

Não se deve fazer movimentos durante o teste;

Não fazer uso de diuréticos nos 7 dias que antecedem o teste;

Não deve ser realizado em gestantes e portadores de marca-passo;

Urinar pelo menos 30 minutos antes do teste;

Ingerir pelo menos 2 litros de líquido no dia anterior ao teste.

Evitar realizar o teste com mulheres durante a menstruação, uma vez que pode haver
alterações na hidratação corporal;

Deve-se realizar o exame no MESMO estágio do ciclo menstrual.

Caso a pele esteja com alguma lesão no local especificado para colocação do eletrodo –
colocar o mais próximo possível;

O ambiente onde é realizado o teste não deve ser próximo de fontes elétricas ou magnéticas
importantes;

A sala deve apresentar temperatura ambiente de aproximadamente de 22°C;

Na reavaliação, o período do dia deverá ser o mesmo, para garantir melhor precisão dos
resultados;
Sugere-se, ainda, realizar as medidas nas primeiras horas da manhã.