Você está na página 1de 200

",.

,'
!
,j,

.I
,: .
.... ,
I
,
'i' ""'" .-
,
,
.,ObserVações sobre o volume 02
J '" r
,. .> '~
,,
'7
,
Da folh~ 267 sal,ta para á folha ·270 .. ,: .'.
, .
,
Da folha 289 salta p~raa.folh~300.
\

.. \

lIáduasfolbascom omtlsmo número 328;, '.


.•
~

"
Entré a folha 329 e a folhá~330 há uma folha sem numeração;, "
. . \. I '- i '. ,.' . r .,'.~ I ' . ' -. -"I ' " -. ' • . ' .'. I· J"'-'
'..1.
"
As folhas 332
,
a338 estão nos autos de cabeça para baixo..
,,' , '.

"- ..
,'A foiba: 34Úambém ,está d-e~abeça pará baixo.'
,\ -. I ," . . ,/-.,

,
,-/'

,', (

• {

-<': ',;, ,

c,
,
i

,
, (
.,......... "I'
~,"

, ,
"
"

"
')
..
' ,~

;1
C
,
, ".
" -'- ,
'/ i
: ..... \
I f . ' /,

',i I

, '""

, " '

l·-· "

. "

'.
/,
-. " ~,

,.
, '
"
I'
"
\.'
Min~s Gerais
Ano
• Poder Judiciário do Estado de
"'~._ .,., Justiça de Primeiro Grau '
;JojY
,
Comarca' Secretaria do Juizo
;

1no,~ -_l1vov_ J.!' fnu~


~ ~

Açao Número ~ Digito Volumes . Apensos

dcÃ1l I
n"A'lQ"l/V
,
;5'00:2; rIM,).. 9 0:2.-
Autor _ ' - . -~_.
- ~-- - ._-- - ------_. ---.---- - ---- -- --
p

.-,- - i MNHA l;~ C:í:VI':L., GB 1ME r:: ,J),) 0322829·-98 "2e:l.~;,, 8" J.3" 6~\9~\ ' - -
A
--
, R,

T
-'
Réu.
I AÇÃO

I AUTOI~
1"()f'ULAI~

AUTUAI:IO

...
EM
I,V r L~S I o
r~(~C u r:~)()s

AMAr~o ALVES
I
Adm:i.n:i. s t r;:)t:i,vos

0 ou'l:ro( s)
--
--
"
--
E ,:
-'-. I B,r,u ... (,NASTAGIO 6U!:DES SAI~A I VA 0 O\n: ro (~~) --
s ..
,

O Menor
O Segredo de Justiça
O Assistência Judiciária

O Réu preso
O Representante do.
-Ministério Público . O Justiça Gratuita

iAA~ .~,.~
A
O

V
OI46/fJ1c iN 3fg
O
G
A
D ..
O
s

',AUTUAÇÃO

Em J3 de 07 de IS- , nesta Secretaria; autuei

o Jr:sj6) ", n" /,,;,,'0 1.1 a segui~.


v / . .I I
E· para constar, lavrei o presente termo . que subscrevo [)ML.>

<O

:'§
..,o
o
..
/j Poder Judici~rio do Estado de Minas Gerais
TERMO DE ABERTURA
DE VOLUME

Em 23 de Julho de 2015, foram estes autos, divididos em


02 volumes, para facilitar o manuseio e conversão, tendo
encerrado o volume anterior com o documento de f1.200,
-
iniciando-se este 2º volume com o documento de fls.201.
Eu, ___ ~ __ Janete Soares de Melo, EscrivãJudicial, lavrei o
presente termo.
fls. 1121

~~
POD.ER
Jtmlf';'J\~lIO
5)11 ,\I...\(iC/.:-:
Juízo de Direito - Vara do Único Oficio de Piranhas
Avenida Alternar Dutra, s/no, Vila Sergipe, Xingó - CEP 57460-000, Fone:
3686-1267, Piranbas-AL - E-mail: piranhas@tjal.jus.br
A pergunta que não quer calar. Flagrantemente, desobedeceu a ordem judicial.
Urge sejam adotadas medidas judiciais que afastem o Chefe do
Executivo Municipal do cargo, a fim de inviabilizar que exerça pressão psicológica, que
exerça parcialidade, que tumultue o penodo de produção da prova. Urge, também,
adotar medidas que cessem imediatamente a sangria dos cofres públicos através de
contratos escusos, bem como se tente reparar o prejuízo financeiro causado ao
Municipio.

B) A Fundamentação .Jurídica'
Concluída a análise das questões fáticas, passo a verificar as questões
de ordem juridica que envolvem o tema. O deferimento da liminar importa na apreensão
de evidências que caracterizem o fumus boni juris e o periculum in mora.
o A ação popular tem cunho constitucional no art. 5°, LXXIII e
determina que "qualquer cidadão é parte legitima para propor ação popular que vise a
anular ato lesivo ao pCllrimónio público ou de elilidade de que o Estado' pàrticipe, à
moralidade administrativa, ao meio ambiente e ao património histórico e cultural,
ficando o autor, salvo comprovada má fé, isento de custas judiciais e do 6nus da
sucumbência". O silogismo evidencia que o autor é um cidadão piranhense e que a ação
interposta é a cabível para discutir a anulação de ato lesivo ao patrimônio público e à
moralidade administrativa. Portanto, nenhuma controvérsia quanto à possibilidade
juridica do pedido, legitimidade do autor e seu interesse de agir.
O Estado Constitucional Democrático de Direito é aquele onde o
estado atua através do direito, onde este delimita o poder através de uma lei superior,
sendo esta fruto da vontade popular.
Esta lei superior, ou seja, a Constituição Federal, deve ser
compreendida como um sistema normativo cOmpOSto por prinClpios (implícitos e
explicitos) e normas jundicas.
Nesse viés, todas as instituições públicas e privadas, por conseguinte,
a Administração Pública, mesmo no exercicio do seu poder discricionàrio, têm que estar
de acordo com seus princlpios reguladores, sejam expressos ou implícitos, e demais
normas juridicas deles decorrentes.
A Constituição de 1988 trouxe, expressamente no caput do art. 37, os
princlpios constitucionais regentes da Administração Pública, quais sejam, legalidade,
.impessoalidade, moralidade, publicidade e, mais recentemente com o advento da
Emenda constitucional n° 19/98, o principio da eficiência.
Tais princípios são de basilar importância na atuação administrativa,
pois segundo o mestre Celso Antônio Biuidéira de Mello:
"Violar um principio é muito mais grave que
transgredir uma norma. A desatenção ao principio
fls. 1122

PODER
lC:,j";llCI,',R.!O
'll~ ;lL\<;(\\~

Juizo de Direito - Vara do Único Oficio de Piranhas


Avenida Alternar Dutra, sIn°, Vila Sergipe, Xingó - CEP 57460-000, Fone:
3686-1267, Piranhas-AL - E-mai!: piranhas@tjal.jus.br
implica ofensa a um especifico mandamento
obrigatório mas a todo o sistema de comandos. É a
mais grave forma de ilegalidade ou
inconstitucionalidade, conforme o escalão do
princípio atillgido, de seus valOres fundamentais,
conhunélia irremissível a seu arcabouço lógico e
corrosão de sua estrutma mestra. Isto porque, com
ofendê-lo, abatem-se as vigas que o sustém e alui-se
toda a estruMa neles esforçada".

Mas não só a princípios constitucionais expressos que há violação. Os


chamados princípios implícitos também o são, pois eles iguahnente possuem carga
atributiva, axiológica e vinculativa. Convém trazer á colação magistério do abalizado
ROQUE ANTÔNIO CARRAZZA sobre o assooto em pauta:

"Não importa se o princípio é implícito ou explícito,


mas, sim, se existe ou não existe. Se existe, o jurista,
com o instrumental jmidico teórico que a Ciência do
Direito coloca à sua disposição, tem condições de
discerni-h De ressaltar, com Souto Maior Borges,
que o princípio explícito não é necessariamente mais
importante que o principio implícito. Tudo vai
depender do âmbito de abrangência de um e de outro
e, não, do fato de mn estar melhor ou pior
desvendado no texto jmidico. Aliás, as normas
jmidicas não trazem sequer expressa sua condição
de princípios ou de regras. É o jurista que, ao
debruçar-se sobre elas, identifica-as e hierarquiza-
as",

No toclinte ao princípio da legalidade, este vem expresso no art. 5°, lI,


da nossa Carta Magna, onde "ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma
coisa senão em virtude de lei".
Entrementes, para a Administração pública, a legalidade passa a ter
feições peculiares, pois, sua ahmção resta condicionada ao que a lei determina, sendo
permitido ao administrador público realizar somente aquelas condutas legalmente
previstas.
Vale observar que, nesse sentido, a acepção lei não é restrita,
limitando-se a esta ou aquela nOlma. Seu significado é muito mais abrangente, pois
fls. 1123

ponER
lUPlCIMUQ
! }I~ J,t ...\I~Q.\~
Juizo de Direito - Vara do Único Oficio de Piranhas
Avenida Alternar Dutra, s/no, Vila Sergipe, Xingó - CEP 57460-000, Fone:
3686-1267, Piranhas-AL - E-mail: piranhas@tjal.jus.br
revela não só a lei em si, mas todo o arcabouço legal e constitucional em que está
inserida.
Nesse sentido nos ensina MARINO PAZZAGLINJ FILHO:

"O princípio da legalidade, pois, envolve a sujeição


do agente público não só à lei aplicável ao caso
concreto, senão também ao regrarnento jwidico e
aos princfpios constitucionais que regem a atuação
administrativa. [ ... ) A legalidade é a base matriz de
todos os demais princípios constitucionais que
instruem, condicionam, limitam e vinculam as
atividades administrativas. ·Os demais princípios
constitucionais servem para esclarecer e explicitar o
conteúdo do princípio maior ou primário da
legalidade".

O princfpio da impessoalidade revela-se na finalidade da atuação


administrativa, não podendo esta agir em beneficio de interesses particulares. A conduta
. do administrador público deve-se pautar sempre na objetividade e parcialidade, tendo
como único propósito a supremacia do interesse público.
Agride o princípio da impessoalidade tanto a promoção pessoal do
administrador quanto a promoção do interesse secundário do organismo estatal a que
pertence o agente público, quando destoante do interesse público primário, que é o
alcance do interesse social. .
Õ principio da publicidade decorre da idéia de transparênda da
Administração Pública, porquanto não se concebe o trato da res publica sem um mínimo
de satisfação para a sociedade, afinal o administrador está lidando com uma coisa que
não lhe pertence.
É um princfpio instrumentalizador do controle externo e interno da
gestão administrativa. Ademais, a publicidade é requisito de eficácia dos atos
administrativos. Com efeito, a publicidade não se confunde com propaganda ou
promoção pessoal dos agentes públicos, porquanto diz respeito às ações da
Administração Pública e não de seus servidores.
Por fim, o princfpio da eficiência, que foi elevado a princípio
constitucional pela já referida Emenda Constitucional nO 19/98. Cumpre ressaltar que,
malgrado a eficiência ter sido elevada a princípio somente com o advento da supra
citada emenda, não se vê atividade administrativa sem o dever de eficiência.
É inerente à atividade administrativa o dever de publicidade, pautando-
fls. 1124

POD.ER
J(Jl.lfCL,\grQ
!..H~ ,",i <,\(~(\''c'i'
Juizo de Direito - Vara do Único Oficio de Piranhas
Avenida Altemar Dutra, s/n°, Vila Sergipe, Xingó - CEP 57460-000, Fone:
3686-1267, Piranhas-AL - E-mail: piranhas@tjal.jus.br
se pela lei, com vistas ao alcance do fim público (interesse social) e de acordo com os
padrões éticos e morais presentes na sociedade, mas também, com o máximo de
eficiência, sob pena do ato administrativo não importar nenhum beneficio para a
sociedade.
Brilhante, a 'fespeito'do:tema, :é o magistério de ALEXANI3RE DE
MORAES:
"Assim, principio da eficiência é aquele que impõe à
Administração Pública direta e indireta e a seus
agentes a persecução do bem comum, por meio do
exercício ,de suas ·c-ompetênciasde forma impardal,
neutra, transparente, participativa, eficaz, sem
burocracia e sempre em busca da qualidade,
primando pela adoção dos critérios legais e morais
necessários para a melhor utilização possível dos
recursos públicos, de maneira a evitar-se
desperdícios e garantir-se maior rentabilidade social.
Note-se que não se trata da consagração da
tecnocracia, muito pelo contrário, o princípio da
eficiência dirige-se para a razão e fim maior do
Estado, a prestação dos serviços essenciais à
população, visalldo a adoção. de todos· os meios
legais e morais possíveis para satisfação do bem
comum".

Existe, entretanto, outros princípios informadores de uma escorreita


atividade administrativa, como o princípio da finalidade, da igualdiide, da supremacia
do interesse público sobre o privado, da lealdade e boa-fé administrativa, da motivação,
da razoabilidade e da proporcionalidade.
Dessarte, somente com a observância de todos esses princípios, é que
a Administração Pública estará alcançando os fins objetivados pela nossa Lex
Fundamenlalis, conseguindo assim, pautar-se pelos ditames de um Estado
Constimcional Democrático de Direito.

A ação popular é regulada pela Lei n° 4.717/65, a qual em seu art. 2°


estabelece que as modalidades em que são nulos os atos lesivos ao patrimônio público.
A essa almra dos acontecimentos, ocorre a incidência do disposto nos itens "b" e "e".
Sim, porque efetivamente houve a contratação da locação de 120 velculos e, até o
momento, não se tem conhecimento da identificação do primeiro. Tal omissão vicia o
Pregão nO 24.2013, por não caracterizar sua seriedade e, por consegninte, caracterizado
está o desvio de finalidade, vez que nitidamente o contrato é instrumento legal para se
fls. 1125

POD,ER
Il.1DICh\RIQ
'oH 1\1 ...\(;..0;\:::'
Juízo de Direito - Vara do Unico Oficio de Piranhas
Avenida Alternar Dutra, s/no, Vila Sergipe, Xingó - CEP 57460-000, Fone:
3686-1267, Piranhas-AL - E-mail: piranhas@tjal.jus.br
retirar dinheiro dos cofres públicos, sem se ter conhecimento de sua destinação.
Mesmo destino em relação a contratação da empresa de construção
civil para assessoria de captação de recursos públicos federais, estaduais e municipais.
Questão a ser analisada, com bastante cuidado, é o afastamento do
Gestor durante a tramitação da presente ação, a fim de assegurar a pureza da prova, a
isenção de ânimos, que não influencie a produção da prova durante a instrução
processual. Os atos narrados já são o suficiente para propugnar o afastameuto do
agente público responsável pelos mesmos, tendo em vista que sua permanência no
cargo que ocupa, durante a investigação que, com certeza, será desencadeada, poderá
ocasionar sérios riscos quanto à produção de provas mais contundentes.
É consenso hoje que o fenômeno da corrupção tem assumido
proporções incalculáveis, como se o administrador brasileiro fosse um novo Midas.
Tudo por ele tocado, transfonna-se em motivo de conupção.
De outro lado, e não sem razão, cresce a criminalidade, a violência.
No Brasil, a corrupção tem sido a razão de reiteradas violações aos direitos humanos,
relegando milhares e milhares de pessoas à miséria, à fome, ao analfabetismo e aos
abusos de toda a espécie. Neste particular, cabe dizer que este juizo de valor tem se
caracterizado pelo rigor no tratamento àqueles que violam as leis, ao menos em tese.
Tem-se decretado ou mantido prisão preventiva de acusados de crimes
graves. Se é assim com quem ateuta contra a vida e o patrimôuio de uma pessoa, com
tanto mais r32ão deve ser contra aqueles que atentam contra a vida de milhares e
milhares de crianças e adolescentes; que roubam a vida, a esperança e o futuro de
milhares de crianças e adolescentes, etc. A Lei de Improbidade administrativa possui
medida cautelar de extrema eficácia. Não se pode dizer, aqui, que a lei é omissa, falha,
frágil, etc e tantas outras justificati vas para se pennitir que o agente ímprobo continue
. sua voracidade contra os bens públicos.
Diz o § único do art. 20 da Lei nO 8.429/92: "A autoridade judicial ou
administrativa competente poderá detenninar o afastamento do agente público do
exerclcio do cargo emprego ou funcão. sem pn;juízo da remuneracão, quando a medida
se fizer necessária à instrução processual".
A boa doutrina assim se posiciona:
"Não se mostra imprescindível que o agente público
tenha, concretamente, ameaçado testemtmhas ou
alterado documentos, mas basta que, ~
quantidade de fatos. pela complexidade da demanda
pela notória necessidade de dilação probante. se faca
necessário. em tese. o afastamento. compulsório e
liminar do agente público do exerclcio do cargo,
sem prejuízo de seus vencimentos, enquanto
fis.1126

~~
PODER
JlJDr(lAR!Q
0(. ,.'\J}"qc'.,",~
JuÍZO de Direito - Vara do Unico Ofício de Piranhas
Avenida Alternar Dutra, s/n°, Vila Sergipe, Xingó - CEP 57460-000, Fone:
3686-1267, Piranhas-AL - E-mail: piranhas@tjal.jus.br
persistir a importância da coleta de elementos
informativos aos processo". (FÁBIO MEDINA
OSÓRIO, Improbidade Administrativa. Observações
sobre a Lei 8.429/92. Editora Síntese, 1998).

A jurisprudência envereda pelo mesmo caminho:

"Se o agente público, de algum modo, ameaça


frustrar a aplicação da lei, seja pela manipulação de
provas, seja pelo esvaziamento de importantes
sanções, ante o cenário processual disponivel, seja
pela sua potencialidade danosa, resulta possível seu
afastamento do cargo com base no art. 20, parágrafo
único, da Lei 8.429/92? (Relator: Des. Antônio
Elias de Queiroga, data da decisão: 16/02/98 MS
n 97.004175-12' Câmara Cível, TJ Paraíba).
0

"Ementa: Processual Civil e constitucional. Agravo


de instnunento. Improbidade administrativa.
Indisponibilidade dos bens pertencentes aos
envolvidos. Afastamento do exercício de suas
funções. Possibilidade. Lei nO 8.429/92. Art. 37, § 4°
da Constituição Federal.

I - Cabível a indisponibilidade dos bens dos


envolvidos, por se tratar de medida acautelatória e
ter por objetivo assegurar ressarcimento ao erário.

2 - De rigor, o afastamento dos réus do exercício


das funções que ocupam, a fim de garantir
transparência à instrução processual. Aplicação
da Lei na 8.429/92 e art. 37, § 4° da Constituição
Federal. (TRF 3' região, ReI. Juiz Célio Benevides,
Ag. De instr. na 03013564/97- SP, 2' turma, DJ
fls. 1127

PODER
JUOlf;lÁ!\lO
nn ,\!...\GC,\$
Juízo de Direito - Vara do Único Oficio de Piranhas
Avenida Alternar Dutra, s/n°, Vila Sergipe, Xingó - CEP 57460-000, Fone:
3686-1267, Piranhas-AL - E-mail: piranhas@tjal.jus.hr
2911097)". Grifei.

o afastamento provisório do agente público também foi objeto de


apreciação pelo E. Tribunal de Justiça de Alagoas, em caso análogo:

ACÓRDÃO N.o 2.1412 /2012: EMENTA:


ADMINISTRATIVO -E PROCESSO CIVIL.
AÇÃO DE IMPROBIDADE MANEJADA PELO'
MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL COM O
FITO DE RESPONSABILIZAR O ORA
AGRAVANTE, SECRETÁRIO MUNICIPAL
DE RIO LARGO, E DEMAIS ENVOLVIDOS
NOS ATOS QUE SUPOSTAMENTE
LESARAM O ERÁRIO MUNICIPAL.
AGRAVO DE INSTRUMENTO. MÉRITO
RECURSAL. AFASTAMENTO DO GESTOR
PÚBLICO. MANTIDO. MEDIDA
EXCEPCIONAL QUE SE FAZ NECESSÁRIA
ANTE AS PECULIARIDADES DO CASO EM
APREÇO E DAS PROVAS COLIGIDAS AOS
AUTOS. INDISPONffiILIDADE DOS BENS.
PARCIALMENTE CONFffiMADA.
PREVISÃO INSERIDA NO ART. 37, § 4° DA
CF. DESNECESSIDADE DE COMPROVAÇÃO
DE ATOS DE DILAPIDAÇÃO DO
PATRIMÔNIO DO RÉU. PRESERVAÇÃO DO
RESSARCIMENTO AO ERÁRIO. MEDIDA
QUE DEVE, NO ENTANTO, RESPEITAR O
PRINCÍPIO DA PROPORCIONALIDADE.
NECESSIDADE DA MINORAÇÃO DOS BENS
INDISPONÍVEIS PARA O MONTANTE
,PROPORCIONAL A RESPONSABILIDADE
DE CADA LITISCONSORTE PASSIVO.
ENTENDIMENTO PERFILHADO NA
JURISPRUDÊNCIA PÁTRIA. RECURSO
CONHECIDO E PARCIALMENTE PROVIDO.
DECISÃO UNÂNIME. AGRAVO
REGIMENTAL. SUSPENSAO DE LIMINAR.
AÇAOCIVIL PÚBLICA POR IMPROBIDADE
fls. 1128

~~
PODER
lUDlC.!_,\giQ
i ;l? ,'.!.A(i:C\,\S
JUÍZOde Direito - Vara do Único Ofício de Piranhas
Aveuida Alternar Dutra, s/n°, Vila Sergipe, Xingó - CEP 57460-000, Fone:
3686-1267, Piranhas-AL - E-mail: piranhas@tjal.jus.br
ADMINISTRATIVA AFASTAMENTO
CAUTELAR DO PREFEITO MUNICIPAL -
NAO CONFIGURADO RISCO DE LESA0 À
ORDEM PÚBLICA. AGRAVO CONHECIDO E
DESPROVIDO. 1. O afastamento cautelar de
prefeito municipal, com base no art. 20, parágrafo
único, da Lei n. 8.429/1992 e decorrente de
investigação por atos de improbidade administrativa
não tem o potencial de, por si, causar grave lesão
aos bens jurídicos protegidos pela Lei n.
8.437/1992.20 . parágrafo único 8.4298.4372. Não
demonstrado o risco de lesão à ordem pública
advindo da decisão do juíw a quo, impõe-se o
indeferimento de pedido de suspensão fonnulado
pelo agente político.3. Recurso a que se nega
provimento. VISTOS, discutidos e relatados os
presentes autos, em que são partes as acima
indicadas. ACORDA o Egrégio Tribunal Pleno, na
confonnidade da ata e notas taquigráficas da sessão,
que integram este julgado, à unanimidade de votos,
à unanimidade, negar provimento.

(TJ-AL AI: 00059910920128020000 AL


0005991-09.2012.8.02.0000, Relator: Des. Pedro
Augusto Mendonça de Araújo, 2' Câmara Cível,
Data de Publicação: 17/12/2012). Grifei.

Por fim, para pontificar o entendimento jurispmdencial, no sentido da


possibilidade do afastamento do agente público, observe julgado do Superior Triblmal
de Justiça, o Tribunal da Cidadauía, da lavra do eminente Ministro alagoano, Humberto
Martins:

PROCESSO CIVIL. ADMINISTRATNO.


IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA.
AFASTAMENTO CAUTELAR DE PREFEITO.
RECURSO ESPECIAL. EFEITO SUSPENSIVO.
IMPOSSIBILIDADE. AUSÊNCIA DOS
REQUlSITOS AUTORlZADORES. 1. O art. 20,
fls. 1129

~.~
PODER
lCf)')CfÁn;o
nr:; i\L.\':;n"~$
Juízo de Direito - Vara do Único Ofício de Piranhas
Avenida Alternar Dutra, s/n°, Vila Sergipe, Xingó - CEP 57460-000, Fone:
3686-1267, Piranhas-AL - E-mail: piranhas@tjal.jus.br
parágrafo único, da Lei n. 8.429/92 (Lei de
Improbidade Administrativa) estabelece que "A
autoridade judicial ou administrativa competente
poderá determinar o afastamento do agente
público do exercício do cargo, emprego ou
função, sem prejuízo da remuneração, quando a
medida se fIZer necessária à instrução
processual". 2. Na hipótese, as instâncias
ordinárias constataram a concreta interferência
na prova, qual seja, a não prestação de
informações e documentos aos Órgãos de
controle (Câmara de Vereadores e Tribunal de
Contas Estadual e da União), o que representa
risco efetivo à instrução processual. Demais disso,
não desarrazoado ou desproporcional o
afastamento do cargo pelo prazo de 180 (cento e
oitenta) dias, pois seria, no caso concreto, o
tempo necessário para verificar "a materialidade
dos atos de improbidade administrativa".
Medida cautelar improcedente.

(STJ - MC: 19214 PE 2012/0077724-4, Relator:


Ministro HUMBERTO MARTINS, Data de
Julgamento: 13/11/2012, T2 - SEGUNDA TURMA,
Data de Publicação: DJe 20/11/2012) Grifei.

Como se constata pela leitura do texto constitucional, os princípios


elencados no art. 37 devem ser observados pelos agentes de todos os Poderes, não
estando sua aplicação adstrita ao Poder Executivo, o qual desempenha funções de
natureza emiuentemente admiuistrativa. Tratando-se de norma de observância
obrigatólia por todos os agentes públicos, seu descmnprimento importará em flagrante
infração aos deveres do cargo, sendo indício consubstanciador do ato de improbidade.
Note-se que a letra do mt. 37, § 4°, da CR/88, a qual refere-se à improbidade
administrativa, não tem o condão de adstringir as sanções que advém desta prática
àqueles que exerçam atividades administrativas, culminaJIdo em maJIter incólumes os
magistrados e os legisladores improbos. TaJUbém estes devem apresentar retidão de
caráter, decência e honestidade compatíveis com as atividades que exercem.
Não obstante o extenso rol de pl1ncípios, expressos ou implícitos, que
norteimn a atividade do agente público, entendo que merecem maior realce os princípios
da legalidade e da moralidade. Aquele condensa os comaJIdos normativos que traçam as
, {.o
~
fls. 1130

POD,ER
Il}{)1Çb\RIO
"no. ,\1...\(;0..\$
Juízõ de Direito - Vara do Único Oficio de Piranhas
Avenida Alternar Dutra, sIn°, Vila Sergipe, Xingó - CEP 57460-000, Fone:
3686-1267, Piranhas-AL - E-maU: piranbas@tjaI.jus,br
diretrizes da atuação estatal; este aglutina as características do bom administrador, do
agente probo cuja atividade 'encontra-se sempre direcionada à consecução do interesse
comum. Da conjunção dos dois extrai-se o alicerce da probidade, a qual deflui da
. hannonia entre a atuação estatal e os principios que a regem, fórmula refletida no
denominado principio da juridicidade. A partir dessa construção principiológica,
constata-se que os demais princípios assumem caráter complementar, incidindo em um
grau de especificidade que presta grande auxilio na verificação da observância dos dois
vetores básicos da probidade.
Evidente que compete ao Poder Judiciário a adoção de providências
urgentes que restaurem a ordem pública, a moralidade e a correta aplicação da Lei.
Assim, a análise de todos os elementos fáticos e jurídicos trazidos à
colação até o presente momento caracterizam o fumus boni juris.
Evidente que está havendo desvio de dinheiro público para fins
iIJcitos. Não resta a menor dúvida. Cristalino que, quanto maior for a demora, maior
será o prejuízo provocado ao povo piranhense. A esperar o fim da presente demanda
judicial, o rombo provocado nas finanças públicas se toma maior, caracterizando assim
o periculum in mora.

IlI) Deliberações
Assim sendo, reunidos entendimentos legais, doutrinários e
jurisprudenciais sobre o tema, entendo caracterizados os elementos ínsitos ao
deferimento do provimento jurisdicional requestado, razão pela qual este Juizo DEFIRO
A LIMINAR nos seguintes e exatos termos:
A) Determino o afastamento temporário do Prefeito do Município de
Piranhas, Sr. Dante Alighieri Salatiel de Alencar Bezerra de Menezes, do cargo pelo
prazo de 180 dias, prazo estimado para instrução e julgamento do presente processo,
.... sem prejuízo da percepção de seus vencimentos;
B) Determino ao Poder Legislativo local, por seu Presidente, que dê
posse ao Vice - Prefeito, Sr. Manoel Vieira de Santana, no prazo de 24 horas, o qual
permanecerá na titularidade do cargo de Prefeito pelo prazo estipulado acima ou ulterior
deliberação judicial;
C) Detennino, provisoriamente, a suspensão dos contratos celebrados
com as empresas EMSERLOC Ltda, D. F. Mascarenhas Ltda, Alagoas Consultoria e
Construções Lyda, Érica Barbosa de Melo VilIalobos Produções - ME e LL Mar
Locações e Serviços, vedando o repasse de qualquer pagamentos, a qualquer titulo, até
ulterior deliberação judicial;
D) Determino ao Tribunal de Contas do Estado de Alagoas que realize
tomada de contas especial em todos os contratos celebrados com as empresas acima
• nominadas, com prazo de conclusão de 90 dias; ,
E) Determino, dentro do poder geral de cautela, a fim de assegurar a .
verificação da existência de relação dos veiculos contratados, com placas, modelos e
~~
PODGR
JtIDIC!ÁRIO
1)1; .\t,..\(;('IA$
Juízo de Direito - Vara do Único Oficio de Piranhas
Avenida Alternar Dutra, s/n°, Vila Sergipe, Xingó - CEP 57460-000, Fone:
3686-1267, Piranhas-AL - E-mail: piranhas@tjal.jus.br
anos de fabricação, bem como relação de seus condutores com identidade (RG) e
carteira nacional de habilitação (CNH), a busca e apreensão de computadores (CPU) das
Secretarias de Educação, Saúde· e Transportes, para este Fórum, a fim de serem
inspecionados pela Polícia Federal;
F) Determino, a indisponibilidade de bens imóveis de todos os réus,
devendo ser encaminhado oficio aos Cartórios locais e carta precatória à Comarca de
Maceió para tal desiderato;
G) Determino, a indisponibilidade de beris móveis
(veiculas/caminhÕes/ônibus) de todos os réus junto ao DETRAN/AL, de Sergipe e da
Bahia, determinando, ainda, que registrem tal indisponibilidade na base do cadastro de
cada veículo; devendo também os departamentos mencionados encaminharem a este
Juizo, no prazo de 15 dias, a relação de veiculos registrados em nome dos réus; expeça-
se carta precatória à Comarca de Maceió, Aracaju e Salvador, para cumprimento de tais
finalidades; .
H) Determino, seja oficiada à Secretaria da Receita Federal a remessa
das declarações de imposto de renda de todas as pessoas jurídicas rés, referentes aos
exerci cios financeiros de 2011,2012 e 2013, no prazo de 15 dias;
I) Citem-se todos os réus para que contestem, no prazo legaL
Intimações necessárias.
Piranhas, 18 de dezembro de 2014 ..

Giovanni Alfredo de Oliveira Jatubá


Juiz de Direito
Poder Judiciário do Estado ck, Minas Gerais
"n"""
\.,::: v !~t~~", ~J "'Q" ~;~~':.l ,'"
\,)
Aos ~.Qd0 __ ,.Q"_~_,,_ d0, __ "~
.r:~
JÇ\~"0 e""!'e~

,." '.\n,'" Gt':'\""'-~·H
.:>~~.-;, C;\.:~~;o ..... "tn ..... !j I""""' ~~ "(a' 1 rtIl\il!"L\.~)
.... CI\.J
..";;; j 11\J' I'"
Jll ;Z(I~o) d~ L""«I'i.,-, r'~'~h ',,'n,-c, F)-"r~ COr]C'",-
I ,~~ V 'I,r;:.. ~~- ,~~""
\<I ..... t.\I';:;J, .:;, 1;1 ~h..<"
lavrei este.
O(A) Escrivilo(ã)_ ~ ~_ __
I\. Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais
la VARA
COMARCA DE MANGA
Autos n': 0393 15002282-9

Vistos etc.
Considerando que um dos pedidos é a suspensão e,ao final, anulação do
procedimento licitatório n' 78/2013, determino que se intimem os autores para, no prazo de 10 (dez)
dias, emendar a petição inicial no sentido de incluir a empresa Silva no Ferreira de Souza no pala
passivo da ação, bem como qualificá-Ia, sob pena de extinção.
Decorrido o prazo acima, com ou sem emenda, ouça-se o Ministério
Público.
PUb!:qUe-Sej,ime~umpra.:e. ,
f\.1 t e ana~a p~a Manga 23 d julo de 2 . º. - .
I
"'" "-'"' ......
(\ oberta Sousa • tar H
\\ Juiza de Direito

\\
I

Poder JudióMo do Estado 00 Minas GeraIs


·RECEaIlENTO
Em ,] 2> de O .:\ de 1.-3'
recebi os presentes autos.
O(A) EscrMio(ã)
---
C ~.
I Poder Judlc.lillrio do Estado de Minas Gerais
CERTIDÃO· PUBLICAÇÃO
f Certifico e dou fé que 8(0)
( ) !IefI!'"I1ÇIl, _ _ _ _ _ _ _ _ __
(-'1~,:....:,h\l ___________
( ) tt! ~rc!i.tlriv ____. , . . . . - - - -
foi cfir;lC;I...,·~Wo:J"() emJJ.i./~/.L:i.. no
DJefT.!:,I<'" ~')i1~i&."fando-'o pui/.icada(o) em
~ l"o.:3,.L1S, I'!tIt'IlSffil()6 do art. 4°, § 1°,
, § 2" da ~'()rtaria Conjunta n" 119/2008,
~ .ri o"ff' ..23,00 1)::t deJS
J O(A) Escrivlo(ã) ~,.;::;;;;;.==:.i-.j.:I,-_ _ __

I
I

/
I
Carvalho Oliva Advogados Associados
. ..... '

,~.:

Dr. Carlos Gilmar Colares- OABMG 140.603


Dr. Fábio Henrique Carvalho Oliva - OABMG 141.358
Dra.v.an~ly Karenine Sales Alencar - OABMG.148·.993

EXCEU~~&í§SIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ (A) DE DIREITO DA la


VARA Cívi;~D..f\:,COMARCA DE MANGA - MG .
.. ~.' ,., :"'-, \

~<i~:~\i '\~1<~, .
.~«)';:t:I3~:~:,. .
.:'~;~{~~;~S~.q·~~~0 ~~.. . ~"

Ação Popular n. 0022829-98.2015.8.13.0393 ';,


Autores: Evilásio Amaro Alves e outros ",'.
Réus: Anastácio Guedes Saraiva e outros
.l!~I;"

MM. Juiz,
õ ,~f~~: ",,'
'; - )'~'{1' --
. :;:~'~~" ~
EVILÁSIO AMARO ALVES. GIL DE JESUS/~.jvlENDES e RAIMUNDO:'
MENDONÇA SOBRINHO. devidamente qualificadQs,'!nos autos da Ação PopularZ
em epígrafe, por meio de seu advogado e b4Mânte procurador que esta c;;:.
subscreve, atendendo ao despacho publicado 1\~~PJe, edição de 27.07.2015,~
vem, respeitosamente, emendar' a petição ini~ür!1ipara requerer a inclusão,~
como determinado, no polo passivo da ação, d'a:;gmp-resa individual SILVANO'::>
"~ o
FERREIRA DE SOUZA, CNPJ/MF n. 17.417.936/0001-15, com endereço na Rua~;,
Jequitibá, n. 83, Bairro Novo Cruzeiro, CEP 3Q460 cOOO, em Manga/MG. ;.:;
,.' ,.'
. ( '-=. Informa que deixou de incluí-la na exordi'~l;'.~éin razão de considera-la vítima~
das fraudes perpetradas e referidas na pres-~Iite ação. ~
0-'
... ~. '-"

N. T. P. Deferimento. ~:~,.'t' :4'~
k·(·

De Montes Claros/MG p~iMM'~nga/MG, 27 de julho de 2015


-t$I~!P'

Av. Cure Mangabeira. 439 -Sala 202 - Bairro Santo Expedido - CEP 39401-001 - Montes Claros/MO - (38) 9198-7005/9120-0121
E-mail: fhcoliva@tcrra.com.br-colaresgil@Yahoo.com.br-vanelya1encar.jus@outlook.com
:' .'."
'.'
~t~.
., ) [ '·~'.f.>w·,I"t , C'·.O· r'Ir.·""'t'UI'do
r'.... ·r". '.,-,. ·!,· , .... '1
AMPMG Ministério Público
do Estado de Mín$$ Geraí$

la PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE MANGA/MG

EXCELENTISSIMO SENHOR DOUTOR JUlZ DE DIREITO DA l' VARA ÇíVEL


DA COMARCA DE MANGA/MG

Autos n.O 0393.15.002282·9


Autores: Evilásio Amaro Alves, Gil de Jesu~ Mendes e Raimundo Mendollça 5<:>bunho
Réus: Anastácio Guedes Saraiva, M\lnicípio de Manga, José Carlos Rocha, Reginaldo RodUgues
Santos Junior, Heloisa Rocha Laçcfda, Valfrido Morais RibeÍJ;o, Rosaria Carlos Rocha, Wesley
Acipreste e Silvano Ferreira de Souza - ME.

1. Relatório
Trata"se de Ação Popular cumulada com pedidos liminares de afastamento de
cargo público, suspensão de contrato fraudulento e indisponibilidade de bens, proposta por
Evilásio Amaro Alves, Gil de Jesus Mendes e Raimundo Mendonça Sobdnho em desfavor
de Anastácio Guedes Saraiva, MUllicípio de Manga, José Carlos Rocita, Regmaldo
Rodrigues Santos Junior, Heloisa Rocha Lacerda, Valfrido Morais Ribeiro, Rosaria
Carlos Rocha e Wesley Acipreste, por suposto ato lesivo ao patrimônio do Município de
Manga/MG.

A inicial foi insttl:Úda com os documentos de fls. 32/211.

Posteriormente, à f. 213, a peça de ingresso foi emendada para incluir no polo


passivo a empresa Silvano Ferreira de Souza - ME.

De acordo com os autores, a contratação da empresa Silvano Ferreira de Souza


- ME, através do procedimento licitatório n° 78/2013, deu"se de forma fraudulenta, pois tinha
como único propósito legitimar a prestação de serviços por parte de empresa administrada por
parentes do prefeito municipal de Manga, o que contraria diversos principios da Constituição
Federal.

Consta <ia peça de ingresso que o requt.'rido José Cados Rocha, mais conhecido
por "Zé Graia", com o objetivo <ie usuú'uir de contratos vultosos com o Município de Manga,

praça Presidente Costa e Silva, 52, Centro Manga/MG, CEP 39.460-000 - rel./rax: (38) 3615-1410
AMPMG Ministério Público
do Estado de Minas Gerais ,
la PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE MANGA/MG

constituiu, de form~ fraudulenta, a empresa individual denotninada Silvano Ferreira de Souza -


ME, também demandada nestes autos, empresa esta em nome de Silvano Ferreira de Souza,
funcionário de José Carlos Rocha.

Narra a exordial ainda que, a fraude levada a tenno, com vistas ao desvio e
apropriação de recursos públicos, foi orquestrada pelo Prefeito Municipal de Manga, Anastácio
Guedes Saraiva, primo de José Carlos Rocha.

Aduzem os requerentes ainda que os membros da comissão de licitação, Valfrido


Moraes Ribeiro, Rosária Carlos Rocha e Wesley Acipreste, previamente associados ao Chefe
do Poder Executivo e seu primo,' operacionalizaram a fraude do procedimento licitatório,
convalidada por Heloísa Rocha Lacerda.

Por fim, sustentam· os autores que o procurador municipal Reginaldo


Rodrigues Santos Júnior, de forma dolosa, com o intuito de legitimar o procedimento
fraudulef)to, emitiu parecer favorável.

Nesta oportunidade, vieram os autos com vista aberta para parecer interlocutório.

É o breve relatório, no que interessa. Passo a opinar.

2. Dos Pedidos Limínares

Ressalte-se, primeiramente, que a existência ou não de ato ilegal e lesivo ao


patrin,ônio público municipal só pode ser aferida após análise profunda e exauriente da causa de
pedir aposta na ação popular, sendo certo que o presente momento processual cinge-se à
constatação da viabilidade abstrata da ação ajuizada, o que se faz mediante cognação sumária.

2.1. Do afastamento do Prefeito Municipal de Manga

De inicio, insta destacar que a falta de previsão legal especifica para afastamento
do agente público ímprobo na Lei 4.717/1965 não é óbice à aplicação da tutela pretendida, pois a
jurisprudência e a doutrina já sedimentaram o entendimento no sentido de que a Lei de Ação
Popular é parte do microssistema da tutela coletiva, sendo certo que os dispositivos da Lei de

~MPMG
. Ministério Público
do Estado de Minas Gerais

1" PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE MANGA/MG

Ação Civil Pública e da Lei de Improbidade Administrativa têm aplicação subsidiária, de modo a
garantir maior proteção aos direitos difusos e coletivos violados.

Nesse sentido, a tutela antecipada pleiteada encontra amparo legal na Lei


8.429/92, em seu artigo 20, parágrafo único, abaixo transcrito:

Art. 20. A perda da função pública e a suspensão dos direitQs políticos só se


efetivam com o trânsito em julgado da sentença condenatória.
Parágrafo único. A autoridade judicial ou administrativa competente poderá
determinar o afastamento do agente público do exercicio do cargo emprego ou
função, sem prejuízo da remuneração, quando a medida se fizer necessária à
instrução processual. (Grifo Nosso)

De observar-se que O deferimento de medida liminar pressupõe a presença


concomitante do jilmus bO/2ijUlis e do periculum.in mora.

Da leitura da petição inicial e dos documentos que a acompanham, constata-se o


fumus boni juris, eis que evidenciada a verossimilhança das alegações, bem como indícios de prática
de ato de improbidade administrativa ·com dano ao erário.

Contudo, o mesmo não se verifica em relação pericu/um i/I mora, uma vez que o
deferimento da medida liminar de afastamento do cargo público, sem prévia oitiva do requerido,
somente se admite em casos excepcionais, quando o respeito ao contraditório implicar risco à
efetividade da jurisdiçã~.

Ademais, o referido pedido liminar somente pode ser acolhido quando a urgência
inerente à providência pleiteada impõe uma atuação imediata e enérgica do julgador, ou, ainda,
quando a comunic~ção e manifestação prévia do réu impliquem riscos para a realização do
direito. Em situações desta natureza, admite-se a postergação do contraditório, haja vista a
necessidade de se garantir a efetividade da jurisdição.

Nesse ponto, não há como se afirmar, mediante mero juízo de cognição smnária,
que a permanência do requerido Anastácio Guedes Saraiva no cargo de Prefeito Municipal

ô
importará em risco de prejuízo à instrução processual.

• 3
~ ~ ~~&&
"""~"/lia 1i,~
J
Praça Presidente Costa e Silva, 52, Centro Manga/MG, CEP 39.460-000. TeL/Fax: (38) 3615_141O'e !lSfi..,
~MPMG
Ministério Público
dI) Estado de Minas Gerais

la PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE MANGA/MG

A interpretação do art. 20 da Lei 8.249/92 deve ser feita com cautela e ptudência,
especialmente porque a perda da função públjça, assim como a suspensão dos direitos politicos,
porquanto modalidades de sanção, carecem da observância dos princípios da ampla defesa e do
contraditório, isso como decorrência lógica do devido processo legal (art. 5°, LIV da CR/88).

Desse modo, somente de forma excepcional tais princípios se harmonizam com o


deferimento de tutela de urgência, quando efetivamente comprovado que a permanência do
agente público no exercício de suas funções acarretará ameaça à instrução do processo, o que não
se vislumbra no presente caso.

Dessa forma, O Ministério Público opina pelo indeferimento do pedido de


afastamento cautelar de Anastácio Guedes Alves do cargo de Prefeito de Manga.

2.2. Da suspensão do contrato de prestação de serviços, oriunda dI> processo licitatório nO


78/2013

Conforme satisfatoriamente demonstrado na peça de ingresso, há indícios de que


a empresa denominada Silvano Ferreira de Souza - ME foi criada com o único propósito de
fraudar a licitude do procedimento Iidtatório n° 78/2013, com inadmissível prejuízo ao interesse
público.

As provas que instruem a peça exordi;ll demonstram que o endereço de


funcionamento declarado pela empresa requerida, a saber, Rua ]e'l.uitibá. n° 83. bairro Arvoredo,
nesta cidade (f. 34 e a ata de registro de preços de fls. 115/123), é o mesmo de residência de
Silvano Ferreira de Souza (fk 126/127), sendo certo que, pela análise dos documentos
juntados, no referido endereço jamais funcionou qualquer tipo de serralheria.

Ademais, infer~-se, ainda, especialmente da cópia do depoimento de Silvano


Ferreira de Souza prestado nos autos do Inquérito Civil 0393.14.000015-8, em tramitação na 2'
Promotoria de Justiça desta comarca (fls. 126/127), que a empresa requerida foi aberta por José
Carlos Rocha, que, de posse dos .documentos pessoais de seu funcionário, e sem que este
soubesse de suas verdadeiras intenções, procedeu ao registro da pessoa juridica. na data de
16/01/2013 (f. 34).

4
. . Or;,,,,
Praça Presidente Costa e Silva, 52, Centro Manga/MG, CEP 39.460-000 - Tel./Fax: (38) 3615-141cre JII.ft/>l/
~MPMC
Ministério Público
do Estado de Minas Gerais
l' PROMOTORIA DE]USTIÇA DA COMARCA DE MANGAlMG

É de se observar também que, antes mesmo de homologada a licitação originária


do pregão presencial consubstanciado no processo de licitação n° 78/2013, cujo ato
homologatório se deu em 19/07/2013 (f. 37), a empresa de Silvano já vinha recebendo
pagamentos do Município, conforme relatório de f 44, o que confirma as suspeitas de"
irregularidade apontadas na inicial.

Em situações desta natureza, a não suspensão do contrato de prestação de


serviços poderá levar à ocorrência de dano irreparável ou de dificil reparação, já que o poder
público continuará desembolsando vultosas quantias para quitar obrigações decorrentes de um
contrato eivado de nulidade.

Como se observa dos autos, não existe perigo de irreversibilidade da medida


pleiteada, caso deferida. A suspensão do contrato de prestação de serviços, e, consequentemente,
dos pagamentos efetuados à empresa Silvano Ferreira de Souza - ME é medida imperiosa à
tutela do patrimônio público, ainda mais quando duvidosos os interesses individuais envolvidos.

Por tais motivos, mostra-se plenamente razoável a concessão da medida


liminar de suspensão do contrato de prestação de serviços, relativa ao procedimento
licitatório n° 78/2013, uma vez que fará cessar a perpetuação da conduta ilícita praticada pelos
requeridos, em fiel observância dos princípios constitucionais administrativos e da boa gestão
pública.

2.3. Do bloqueio de bens dos requeridos

Conforme já mencionado, é corrediço que os sistemas processuais da Lei da Ação


Popular e da Lei de Improbidade Administrativa foram interligados, de modo a se estabelecer um
microssistema processual coletivo, onde os dispositivos dos diversos atos normativos se aplicam
de forma não-individualista, a fim de se conferir coerência e aplicabilidade ao sistema.

Ademais, consoante norma prevista no art. 22 da Lei 4.717/1965, é plenamente


cabível a aplicação subsidiária das medidas cautelares previstas no Código de Processo Civil, cuja
finalidade seja a garantia da recomposição do patrimônio público lesado, o que se coaduna com
os principais objetivos da ação popular (art. 11 da Lei n° 4.717/1965) .


5
" '"Otn ~'
Praça Presidente Costa e Silva, 52, Centro Manga/MG, CEP 39.460-000 - Tel./Fax: (38) 361S-'lI~J!I
" st/Ç3
AMPMG Ministério Público
do Estado de Minas Cerals

l' PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE MANGA/MG

Os requisitos paxa o decreto de indisp0llÍbilidade dos bens, pela análise dos autos,
afiguram-se presentes, seja porque o perim/um in mora é presumido, seja porque os documentos
acostados aos autos são suficie;ntes pata, nesta fase de cognição sumária, servir como indícios da

prática de ato lesivo ao erário, tendo em vista a possível contratação de empresa criada com o
firme propósito de fraudax a lei imperativa.

Por conseguinte, a existência de fundados indícios de responsabilidade por danos


causados ao patrimônio público, associada à possibilidade de se inviabilizar a execução da
providência requerida, autoriza, t<u:nbém por aplicação subsidiária da Lei 8.429/92, a decretação
da indisponibilidade liminar de ben~ dos demandados, assegurando, desse modo, eventual
ressarcimento ao erário.

Nesse sentido, decidiu o Superior Tribunal de Justiça (STJ) em ação civil pública
de improbidade administrativa, cujo ritciocinio revela-se aplicável à espécie. In verbis:

PROCESSUAL CIVIL. AÇÃO CIVIL PÚBLICA. IMPROBIDADE


ADMINISTRATIVA. MEDIDA CAUTELAR INCIDENTAL.
INDISPONIBILIDADE E SEQÜESTRO DE BENS ANTES DO
RECEBIMENTO ART. 7° DA LEI 8.429/1992. PERICULUM IN MORA
PRESUMIDO. ENTENDIMENTO DA l' SEÇÃO DESTE SUPERIOR
TRIBUNAL DE JUSTIÇA.
1. A jurisprudência desta Corte Superior de lustisa é no sentido de que a
decretasão. da indisponibilidade e do sequestro de bens em ação de
improbidade administrativa é possível antes do recebimento da ASão Civil
Pública:
2. Verifica-se no comando do art. T da Lei 8.429/1992 que a indisponibilidade
dos bens é cabível quando o julgador entender presentes fortes indicios de
responsabilidade na prática de ato de improbidade que cause dano ao Erário,
estando o pericufum in mora implicito no referido dispositivo, atendendo
determinação contida no art. 37, § 4°, da Constituição, segundo a qual "os atos
de improbidade administrativa importarão a suspensão dos direitos políticos, a
perda da função públíca, a indisponibilidade dos bens e o ressarcimento ao
erário, pa fonna e gradação previstas em lei, sem prejuizo da ação penal cabível!!,

Pra,a Presidente Costa e Silva, 52, Centro Manga/MG, CEP 39.460-000 - Tel./Fax: (38) 3~f~~~ izl4'r,,,,_~/
1J!itI~
~MPMG
Ministério Público
dI> Estado de Minas Gerais

1" PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE MANGA/MG

Precedente; REsp 1.319.515/ES, l' Seção, Rel. p/ Acórdão Ministro MAURO


CAMPBELL MARQUES, DJe 21/09/2012.

c 3. No caso em 'concreto, o Tribunal a quo, ao analisar os autos, concluiu pela


existência do fumus boni iuris, sendo cabível a decretação da indisponibilidade de
bens ante a presença de periculum in mora presumido no caso em concreto, mesmo
antes do recebimento da petição inicial da demanda em que se discute
improbidade administrativa.
4. Agravo regimental não provido. (AgRg no REsp 1317653/SP, Rel. Ministro
MAURO CAMPBELL MARQUES, SEGUNDA TURMA, julgado em
07/03/2013, DJe 13/03/2013, grifamos).

No mesmo sentido, encontra-se recente jurisprudência do E. Tribunal de Justiça


de Minas Gerais;

AGRAVO Im INSTRUMENTO - AÇÃO POPULAR - ATO LESIVO AO


PATRIMÓNIO PÚBLICO - DECRETO DE INDISPONIBILIDADE
ANTES DO RECEBIMENTO DA AÇÃO - POSSIBILIDADE - DECISÃO
VÁLIDA - DIREITOS POTESTATIVOS - AÇÃO IMPRESCRIVÍVEL -
ILEGITIMIDADE PASSIVA VERIFICADA - PARTE AGRAVANTE
SOCIEDADE EMPRESÁRIA MERA ACIONISTA.
1- É possível 'a decretação da indisponibilidade de bens antes do
recebimento da ação popular, máxime tratando-se de Comarca de Vara
Única.
2- O prazo de prescliçã" previsto no axt. 21 da Lei 4.717/65 não se aplica às
pretensõ~s de ressarcimento ao erário, t~t1do em vista a imprescritibilidade das
ações de ressaxcimento ao erário estabelecida pelo § 5° do aII. 37 da CF/88.
3- A legitimidade das paIles se infere tendo em vista a relação jurídica material
que as vincula, ou seja, a pertinência subjetiva.
4- "Inexistiodo qualquer impedimento ou incompatibilidade flagrante com a Lei
n° 4.717/1965, é plenamente cabível, em tese, com base no axt. 22 do referido
diploma, a ,postulação de tutelas urgentes, de natureza cautelax nominada ou
inominada, previstas nos aItigos 798, 799 e seguintes do Código de Processo
Civil, tal como a indisponibilidade de bens para garantir o ressarcimento do
erário, um .dos principais objetivos da ação populax (axt. 11 da Lei nO
~
,
'.',' ',.
', 7,
, 'ro,
C&tthW.... ..!
b. <"".c'i!'
~6','
'
~MPMG
Ministério Público
do Estado de Minas Gerais

1" PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE MANGA/MG

4.717/1965)". (AgRg no REsp 957.878/MG, ReI. Min. Castro Meira, 2' T, j.


11/12/2012, DJe 04/02/2013). CTJMG - Agravo de Instrumento-Cv
1.0556.12.001928.7/009, Relator(a): Des.(a) Jair Varão, 3' CÂMARA CÍVEL,
julgamento em 12/02/2015, publicação da súmula em 06/03/2015) (Grifo
Nosso)

De mais a mais, é iterativa a jurisprudência que afuma haver espaço para a


decretação da indisponibilidade de bens sempre que presente, mesmo isoladamente, o fomus boni
iuris, haja vista que o pericu/im in mora em casos desse jaez é presumido.

Em outras palavras, urna vez demonstrados indícios de atos improbos, cabível é a


indisponibilidade de bens, já que o perigo na demora é presumido. Vejamos:

PROCESSUAL CIVIL E ADMINISTRATIVO. AGRAVO REGIMENTAL


NO RECURSO ESPECIAL. INDISPONIBILIDADE DE BENS. ART. 7° DA
LEI 8.429/92. TUTELA DE EVIDÊNCIA. COGNIÇÃO SUMÁRIA.
PERICULUM IN MORA. EXCEPCIONAL PRESUNÇÃO.
PRESCINDIBILIDADE DA DEMONSTRAÇÃO DE DILAPIDAÇÃO
PATRIMONIAL. FUMUS BONI IURIS. PRESENÇA DE INDÍCIOS DE
ATOS ÍMPROBOS. PRECEDENTES DO S1J. AGRAVO REGIMENTAL
NÃO PROVIDO. 1. A Primeira Se!;ão desta Corte Superior firmou a
orienta!;ão no sentido de que a decreta~ão de indisponibilidade de bens
em improbidade administrativa dispensa a demonstra~ão de di1apida~ão

do patrimônio para a configuração de periculum in mora. o qual estaria


implícito ao comando normativo do art. 7° da Lei 8.429/92, bastando a
demonstração do fumus 'boni iuris que consiste em indícios de atos
ímprobos (REsp· 1.319.515/ES, l' Se-ção, ReI. Min. NAPOLEÃO NUNES
MAIA FILHO, ReI. p/ acórdão Minis-tro MAURO CAMPBELL MARQUES,
DJe 21.9.2012), 2. No caso concre-to, ° Tribunal de origem expressamente
reconheceu a presença do fumus bani iuris (indícios de ato de improbidade
administrativa) e do pericuJum in mora presumido, requisitos aptos à decretação da
constrição patrimonial. 3. Agravo regimental não provido. (AgRg no REsp
1375481/CE, ReI. Min. Mauro Campbell Marques, 2' Turma, 2' Turma, j.
24.04.2014, DJ~ 02.05.2014) - destaques nossos

. . . % ~
Praça Presidente Costa e Silva, 52, Centro Manga/MG, CEP 39.460-000 - TeI./Fax: (38) 3615-1410 If~ J,...., '11
. ~
AMPMG Ministério Público
do Estado de Minas Gerais

l' PROMOTORlA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE MANGA/MG

ADMINISTRATIVO. AÇÃO CIVIL PÚBLICA. INDISPONIBILIDADE DE


BENS. POSSIBILIDADE. REQUISITOS. ART. 7° DA LEI N. 8.429/1992.
PERlCULUM' IN MORA ABSTRATO. TUTELA ANTECIPADA.
REQUISITOS. REVISÃO. MATÉRIA FÁTICO-PROBATÓRIA. SÚMULA 7
DO STJ. INDISPONIBILIDADE. 1. A Primeira Seção desta Corte, no
julgamento do REsp 1319515/ES, Rel. p/ Acórdão Min. Mauro Campbell
Marques fttmou o entendimento no sentido de que "estando presente o fumus
boni juns, como constatado pela Corte de origem, e sendo dispensada a
demonstração do risco de dano Ipenculum in mora), que é presumido pela norma,
em razão da gravidade do ato e a necessidade de gmantir o ressarcimento do
patrimônio p4blico, conclui-se pela legalidade da decretação da indisponibilidade
dos bens." 2. A iterativa jurisprudência desta Corte é no sentido de que, para
análise dos critérios adotados pela instância ordinária que ensejaram a concessão
da liminar ou da antecipação dos efeitos da tutela, é necessário o reexame dos
elementos pto~atórios a fim de aferir a "prova inequívoca que convença da
verossimilhança da alegação", nos termos do art. 273 do CPC, o que não é
possível em recurso especial, dado o óbice da Súmula 7 desta Corte. Agravo
regimental improvido. (AgRg no AREsp 350.694/RS,Rel. Ministro Humberto
Martips, 2' Turma, j. 05.09.2013, DJe 18.09.2013).

In casu, os portentosos elementos probatórios que acompanharam a inicial,


reforçados, inclusive, pelo depoimento de Silvano Ferreira de Souza prestado nesta Promotoria
de Justiça, coforme fls. 126/127, estão a revelar a incidência de atos de improbidade, satisfazendo'
a condição que não é presumida nes~s hipóteses, qual seja, a presença do 1umus bonijuris.

Neste ponto, entretanto, impende destacar que o acervo documental encartado


aos autos comprova de plano a participação do Prefeito Municipal Anastácio Guedes Saraiva e
seu primo José Carlos Rocha no esquema fraudulento, afigurando-se temerária, em análise
proemial, o deferimento de liminar de indisponibilidade de bens dos demais demandados.

o periculum in mora, por sua vez, decorre da própria conduta dos referidos agentes,
posto que praticaram atos lesivos ao patrinlônio público, com o firme propósito de se
enriquecerem à margem da lei, assim como da possibilidade de eventual perda de efetividade do
provimento judicial fInal, em razão do decurso do tempo.
9

Praça Presidente Costa e Silva, 52, Centro Manga/MG, CEP 39.460-000 - Tel./Fax: (38f'~l!lIí)tll~ '6'ÍíJJ'~<'fo.
'I'IId~J&stiÇtj ~
AMPMG Ministério Público
do Estado de Minas Gerais

la PROMOTORIA DE]USTIÇA DA COMARCA DE MANGA/MG


. . ~-, . " .' ,

Portanto, no caso em análise, aIIlbos os requisitos s~ encontralIl suficientemente


demonstrados, sendo imperiosa·~ concessão ela medic:la. instaumental pleiteada, a fim de que
seja decretada a indisponibilidade de bens dos requeridos Anastácio Guedes Saraiva e
José Carlos Rocha.

Por oportuno, frise-se que o gcavame deve ser limitado aO necessário para garantir
o ressarcimento dos prejuízos e das vantagens indevidalIlente auferidas (art. 7°, caput e parágrafo
único, da Lei 8.429/92).

3. Conclusão

Pelo exposto, o Ministério Público opina CONTRARIAMENTE ao pedido


liminar de afastamento cautelar do. requerido Anastácio Guedes Saraiva. do cargo de Prefeito
Municipal de Manga e FAVORAVELMENTE aos pedidos de suspensão dos contratos
administrativos relativos ao processo licitatório n° 78/2013 e de indisponibilidade de bens dos
demandados Anastácio Guedes Saraiva e José Carlos Rocha, limitado ao necessário para garantir
o ressarcimento de eventuais prejuízos ao erário e vantagens indevidas.

M~ang>!
12 de agosto de 2.015.

GERCIL i'!(Lf
E DE RlT SALES COSTA
tora de ustiça

Recebido em)J;. I Ot(.J.f


às hs.rtvvhe . .
é

10

Praça Presidente Costa e Silva, 52, Centr~ Manga/MG, CEP 39.460-000 - TeI./Fax: (38) 3615-1410
" -'
/ \ . Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais

1 a VARA
COMARCA DE MANGA

Processo nO: 0393 15 002282-9

Vistos etc.
Evilásio Amaro Alves, Gil de Jesus Mendes e Raimundo Mendonça
Sobrinho, qualificados nos autos, ajuizaram a presente Ação Popular, com pedido liminar, em .
desfavor de Anastácio Guedes Saraiva, Municipio de Manga, José Carlos Rocha, Reginaldo
Rodrigues Santo Júnior, Heloisa Rocha Lacerda, Valfrido Morais Ribeiro, Rosaria Carlos
Rocha e Wesley Acipreste, alegando, em sintese, que o primeiro requerido, atual prefeito desta
cidade, juntamente com o terceiro requerido, José Carlos Rocha, vulgo "Zé Graia", que é seu
primo, fraudaram o processo licitatório nO 78/2013, realizado pelo Município de Manga, com
objetivo de contratação de serviços técnicos e serviços de serralheria.
Aduzem os autores, em breve síntese, que o requerido José Carlos Rocha
criou uma empresa "fantasma" de nome a Silvano Ferreira de Souza, CNPJ 17.417.936/0001-15,
registrada como empresário individual (f. 34), com a finalidade de fraudar diversos processos
licitatórios realizados pelo Município de Manga, em especial o de nO 78/2013. Ainda, alega que a
retrocitada empresa é comandada por José Carlos Rocha, bem como o cidadão de nome Silva no
Ferreira de Souza informou ao Ministério Público que trabalhou para este, inclusive teve que
assinar diversos papéis que não tinha conhecimento do teor. No mais, afirmam os autores que a
empresa não tem estrutura para realizar os trabalhos licitados, que na verdade são realizados por
José Carlos Rocha.
Liminarmente, requereram o afastamento do requerido Anastácio Guedes
Saraiva do cargo eletivo de Prefeito, bloqueio de bens dos requeridos até o limite do valor do dano
causado e suspensão dos pagamentos referentes ao procedimento licitatório nO 78/2013.
6 Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais

1 a VARA
COMARCA DE MANGA

A inicial veio acompanhada dos documentos de fls. 32/211.


Intimados para emendar a petição inicial (f. 212), os autores incluíram a
empresa Silvano Ferreira de Souza no polo passivo da ação (f. 213).
Com vista dos autos, o Ministério Público opinou pelo deferimento parcial
da tutela cautelar (fls. 214/223).

É o necessário relatório. Decido.


Trata-se de ação popular proposta por três vereadores da cidade de
Manga em desfavor do Prefeito, do Municipio, Procurador Jurídico do Município, demais
integrantes da comissão de licitação e de terceiros, a empresa Silvano Ferreira de Souza e José
Carlos Rocha, além de uma testemunha Heloisa Rocha Lacerda.

1- preliminar de ilegitimidade passiva


Inicialmente verifico de plano, pelas provas até então juntadas pelos
cidadãos, a ilegitimidade passiva de alguns dos requeridos, em especial o Procurador Juridico,
alguns dos membros da comissão de licitação e da testemunha Heloísa.

La - Reginaldo Rodrigues Santos Júnior


Com relação ao requerido Reginaldo Rodrigues Santos Júnior, em que
pese os autores terem informado que ele emitiu parecer favorável à legalidade e legitimidade do
certame licitatório, tal parecer é ato opinativo, expedido de acordo com sua interpretação jurídica
sobre determinado assunto, o qual não tem co~teúdo decisório.
Essa simples alegação não demonstra a existência de indicio da prática de
ato improbo causador de lesão ao erário público ou de enriquecimento ilícito, porque, como dito, o
procurador jurídico do ente público tem liberdade para manifestar seu entendimento sobre
determinando assunto, sendo sua atuação dotada de presunção de legitimidade.

2
6. Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais

1 a VARA
COMARCA DE MANGA

Assim, ausente a legitimidade de Reginaldo Rodrigues Santos Júnior para


figurar no pala passivo da demanda,

I.b - Rosaria Carlos Rocha e Wesley Acipreste


Com relação a estes dois requeridos, que são membros da comissão de
licitação, ela da equipe de apoio e ele secretário (f. 29), seus atos que não são de deliberação,
mas meros atos vinculados, em que apenas cumprem as diligências e atos preparatórios à
realização e publicidade do certame, também não configuram atos ímprobos que causem, por si,
dano ao erário público,
Neste sentido, também verifico ausente a capacidade de Rasaria Carlos
Rocha e Wesley Acipreste figurarem no pala passivo da demanda,

I.c - Heloísa Rocha Lacerda


A requerida Heloísa Rocha Lacerda, conforme destacado na própria peça
inicial, mais precisamente à f. 09, apenas assinou o contrato administrativo como testemunha (f,
123), razão pela qual seu ato também não foi deliberativo, inexistindo dolo fraudulento, razão pela
qual também verifico sua ilegitimidade para figurar no pala passivo da demanda,

11- do afastamento cautelar do Prefeito


Os fatos apontados pelos autores sinalizam possível envolvimento do
Prefeito desta cidade de Manga, o primeiro requerido, em atos ímprobos que supostamente
causaram dano ao erário público através de fraudes em procedimentos licitatórios, em especial o
de nO 78/2013.
No entanto, conforme jurisprudência pacifica neste Eg, TJMG, por ser
medida de excepcionalidade, o afastamento do cargo ou função pública do requerido se deve
apenas nas situações em que estes praticam condutas embaraçosas à instrução processual:

3
A Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais

1 a VARA
COMARCA DE MANGA

EMENTA: AÇÃO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA - AGENTES PÚBLICOS


-AFASTAMENTO DO EXERCíCIO DO CARGO -INDEFERIMENTO - AUSÊNCIA DE
EMBARAÇO À INSTRUÇÃO PROCESSUAL. 1.Não havendo nos autos indicios de
que o agente público, réu na ação de improbidade administrativa, está pressionando
ou coagindo servidores e testemunhas ou causando perturbação á coleta de provas,
deve ser indeferido o pedido de afastamento do cargo de Prefeito Municipal, a teor
do parágrafo unlco do art. 20 da Lei nO 8.429/92.
AGRAVO N° 1.0596.05.026400-8/001- COMARCA DE SANTA RITA DO SAPUCAí-
AGRAVANTE(S): MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADO MINAS GERAIS -
AGRAVADO(A)(S): PREFEITO MUN SAO SEBASTIAO BELA VISTA,
SUPERMERCADO HART LTDA, AUGUSTO HART FERREIRA - RELATOR: EXMO.
SR. DES. FERNANDO BRÀULlO

Inclusive, neste sentido também é o entendimento do C. 8TJ (8TJ; AgRg


na Pet 2655).
Até o momento ausente qualquer conduta com intuito de dar morosidade
ao andamento processual, o indeferimento deste pedido é medida a ser tomada.

111- da indisponibilidade de bens


Como se vê dos documentos juntados aos autos, apesar da possibilidade
de fraude à licitação, alguns dos serviços contratados foram prestados.
O fato acima exposto, aliado, novamente, à ausência de indícios de
dilapidação do patrimônio particular dos requeridos, são motivos para o indeferimento da
indisponibilidade de bens, pelo menos nessa fase de cognição sumária.
Por estas razões, vem decídindo oEg. TJMG:

EMENTA: AÇÃO CIVIL PÚBLICA -IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA -lESÃO AO


ERÀRIO - INDISPONIBILIDADE DE BENS - REQUISITOS - AUSÊNCIA -
BLOQUEIO DE CONTA BANCÀRIA - MEDIDA ACAUTELATÓRIA EXCESSIVA. A
indisponibilidade de bens somente se justifica quando demonstrada a plausibilidade
do direilo alegado e a ocorrência de indicios da dilapidação patrimonial por parte do
requerido, a fim de frustrar futura execução de sentença de mérito que lhe for
desfavorável. Confirma-se o indeferimento de liminar visando bloquear a conta
bancária dos réus, acusados de improbidade administrativa, visto servir de
movimentação de salários e manutenção das atividades empresariais, com
repercussão na sobrevivência destes.
AGRAVO N° 1.0188.05.044062-0/002 COMARCA DE NOVA LIMA -
FO PlS<C(\
4
;.tt:. '~le':";"_-~7
Blis ett ~ "k\)llo,w :7
.6 Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais

1 a VARA
COMARCA DE MANGA

AGRAVANTE(S): MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADO MINAS GERAIS -


AGRAVADO(A)(S): VITOR PENIDO DE BARROS PREFEITO(A) MUNICIPAL DE
NOVA LIMA, CONSTRUTORA MELLO AZEVEDO S/A. - RELATOR: EXMO. SR.
DES. EDILSON FERNANDES

IV - da antecipação parcial da tutela


Analisando detidamente os documentos juntados aos autos, verifico que
estão presentes os requisitos necessários ao deferimento parcial da medida antecipatória, diante
de prova inequívoca do direito apontado, suficiente a indicar a verossimilhança de algumas das
alegações contidas na inicial.
Ao que tudo indica, o Sr. Silvano Ferreira de Souza não exerce o controle
da aludida empresa com nome idêntico ao seu. Em seu depoimento perante o Ministério Público
(fls. 126/127), afirmou que José Carlos Rocha, vulgo "Zé Graia" lhe ofereceu uma motocicleta e um
lote para não comparecer ao Órgão Ministerial, pois "iria dar galho", inclusive que teria aberto a
empresa em nome dele, Silvano, pois estaria com "o nome sujo". Na oportunidade, informou que
no local descrito como endereço de funcionamento da empresa, na verdade é sua residência e que
não possui nenhuma máquina de serralheira.
Com efeito, a teor dos documentos juntados aos autos, em especial a
fotografia contida à f. 35, demonstram tão somente a existência de uma casa humilde, sem muros
e portões, ao invés de um estabelecimento comercial.
Neste ponto, necessário o esclarecimento de alguns dos fatos apontados,
notadamente em relação ao procedimento licitatório e à regularidade da empresa Silvano Ferreira
de Souza.
Assim, o pedido de suspensão dos contratos do Municipio de Manga com
a empresa requerida merece deferimento, a fim de evitar maiores prejuizos ao erário.
Com esses fundamentos, "ex officio", excluo Reginaldo Rodrigues Santos
Júnior, Heloísa Rocha Lacerda, Rosaria Carlos Rocha e Wesley Acipreste do polo passivo da
demanda,
·te on5
(\tiseu s)"'. Lo· "ei\'
5 UI
.6 Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais

1 a VARA
COMARCA DE MANGA

Recebo o pedido de emenda á inicial de f. 213 e defiro parcialmente a


antecipação da tutela pretendida, para suspender o contrato objeto do processo licitatório de na
78/2013 com a empresa Silvano Ferreira de Souza. Determino, ainda, ao primeiro e segundo
requeridos que, imediatamente, se abstenham de efetuar quaisquer pagamentos à empresa
Silvano Ferreira de Souza.
Intime-se os requeridos Anastácio Guedes Saraiva e Valfrido Morais
Ribeiro para, no prazo de 05 (cinco) dias, juntar aos autos cópia integral do processo licitatório na
78/2013, bem como os demais documentos envolvendo a empresa requerida, em especial aqueles .
indicados nos itens 8 a 10 da petição inicial, sob pena de multa diária a ser fixada por este Juízo.

Requisitem-se, no prazo de 10 (dez) dias, informações á Superintendência


Regional da Fazenda Estadual e à Delegacia Regional do Ministério do Trabalho conforme itens 12
e 14, respectivamente, da peça inicial.
Indefiro os pedidos na 11 e 14 por ausência de lastro probatório e
prescindibilidade das diligências.
Citem-se os requeridos dos termos da presente ação, e intimem-os para,
querendo, apresentarem resposta, no prazo de 20 (vinte) dias, nos termos do art. 70 , § 40 , da Lei
4.717/65, prosseguindo-se, após, pelo rito ordinário.
Publique-se. Intimem-se, inclusive o RMP.
Cumpra-se.
Manga, 26 de agosto de 2015.

6
I
! .
I. i ,., .'_~',"~'V~.'",<"""", __",.,_,_, "",_,...,~_"., ••. ,........ ~.."," •..",,..
Poder Judiciário do Estado de Minas Garms
CERTIDAo • EXPEDIÇÃO DE MANDADO
Certiflc<l que expedi ois) seguinte(s) mandado(s).
_--3\.Quitn~) 101,J;)~u(';frL.:d..{)Jh;
,

tendo sido enviado(s) a Central em


_ _1_ _' _ _ _ Dou fé .

. .,2\1í«;{od-o de 02015
de

~:;:.! cficrivão(ã) --'-'-1/ $/ .' . . --~.-


.l~~
Ób~. Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais
e

,JUÍZO DE DIREITO DA COMARCA DE MANGA-MG


l' VARA CÍVEL, CRIME E ~IJ

CERTIDÃO

Certifico que, deixo de expedir por ora oficios, conforme


determinado no 3° parágrafo, tendo em vista a contradição existente entre
o mencionado § e o 4°, Manga, 27 de agosto de 2015. Oficial de
Apoio Judicial, ã1)
.I\. Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais

1 a VARA
COMARCA DE MANGA

Processo nO: 0393 15002282-9

Vistos etc.
Deverão ser requisitadas informações à Superintendência Regional da
Fazenda Estadual, em relação somente ao item 12, e à Delegacia Regional do Ministério do
Trabalho o item 13, constantes da peça inicial.
Quanto ao requerimento 14, foi indeferido pelas razões expostas na
decisão liminar.
Cumpra-se.
Manga, 27 de agosto de 2015.

1
SFDC-202 COMARCA DE MANGA - JUSTiÇA COMUM
FÓRUM DOUTOR JOÃO CUNHA ORTIGA
pç RAUL SOARES. 581 - CENTRO - CEPo 39460000 - (38) 3615-1077 - MANGA/MG

OFÍCIO - GERAL

Processo: 0022829-98.2015.8.13.0393 l' CÍVEL,CRIME E JIJ - AçAo POPULAR


0393 15 002282-9
Distribuição: 21/07/2015

AUTOR: EVILAsIO AMARO ALVES e Outro(s).


RÉU ANASTACIO GUEDES SARAIVA e Outro(s).

Ofício nO: 195-NI/2015

Prezado(a) Senhor(a),

Pelo presente, extraído dos autos em epígrafe, requisito no prazo de 10· (dez)
dias, informações a cerca do I'espelho'! de todas as notas fiscais de entrada de
mercadorias supostamente adquiridas pela empresa Silvano Ferreira de Souza
CNPJ/MF n° 17.417.936/0001-15, rios anos de 2013 a 2015, a fim de se verificar se as
quantidades (se é que houve) são compatíveis com a vultuosidade dos serviços que,
em tese, foi contratada pela Prefeitura de Manga para realizar.

Atenciosamente,

MANGA, 27 de agosto de 2015.

ireito

A
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DA FAZENDA ESTADUAL
AV MAJOR ALEXANDRE RODRIGUES, N° 223 - BAIRRO IBITURUNA
MONTES CLAROS/MG
39.401-301

COMPLEMENTO I DESPACHO JUDICIAL

o HORÁRIO DE ATENDIMENTO ÁS PARTES NAS SECRETARIAS DE JUiZO É DE 12:00 ÁS 18:00 HORAS


O HORÁRIO 'DE ATENDIMENTO ÁS PARTES NOS JUIZADOS ESPECIAIS É DE 08:00 ÁS 18:00 HORAS
SFDC-202 COMARCA DE MANGA - JUSTiÇA COMUM
FÓRUM DOUTOR JOÃO CUNHA ORTIGA
pç RAUL SOARES. 581 - CENTRO - CEP: 39460000 - (38) 3615-1077 - MANGA/MG

OFÍCIO - GERAL

Processo: 0022829-98.2015.8.13.0393 1" CÍVEL,CRIME E JIJ - AçAo POPULAR


0393 15 002282-9
Distribuição: 21/07/2015

AUTOR: EVILÀSIO AMARO ALVES e Outro!s)_


RÉU ANASTACIO GUEDES SARAIVA e Outro!s) .

Ofício nO: 196-NI/2015

Prezado(a) Senhor(a),

Pelo presente, extraído dos autos em epígrafe, requisito no prazo de 10 (dez)


dias, informações a cerca da relação de todos os funcionários admitidos e
demitidos pela empresa Silvano Ferreira de Souza - nO CNPJ/MF
17.417.936/0001-15,
constando respectivas datas de admissão e demissão, nos anos de 2013 e 2015, a fim
de se verificar se foram em número compatível com a vultuosidade dos serviços que,
em tese contratada pela Prefeitura de Manga para realizar.

Atenciosamente,

MANGA, 27 de gosto de 2015.

reito

A
SUBDELEGACIA DO MINISTÉRIO DO TRABALHO
PRAÇA DR. CARLOS VERSIANI, W' 55, CENTRO
MONTES CLAROS/MG
39.400-000

COMPLEMENTO 1 DESPACHO JUDICIAL

o HORÁRIO DE ATENDIMENTO ÁS PARTES NAS SECRETARIAS DE Juízo É DE 12:00 ÁS 18:00 HORAS


O HORÁRIO DE ATENDIMENTO ÁS PARTES NOS JUIZADOS ESPECIAIS É DE 08:00 ÁS 18:00 HORAS
(
COMAR.CA DE MANGA - JUSTiÇA COMUM
FÓRUM DOUTOR JOÃO CUNHA ORTIGA
pç RAUL SOARES. 581 - CENTRO -CEP: 39460000 - Tel: (38) 3615-1077 - MANGAlMG
204 - MANDADO DE CITAÇÃO

la CÍVEL,CRIME E JIJ
PROCESSO: 0022829-98.2015.8.13.0393 / 0393.15.002282-9 MANDADO: 2
AÇÃO POPULAR - Distribuído em 21/07/2015

AUTOR: EVILÁSIO AMARO ALVES e Outrols).


RÉU : ANASTACIO GUEDES SARAIVA e Outrols).

Pessoa a ser citada:


VALFRIDO MORAIS RIBEIRO - RG: 5910915/MG - CPF: 845.237.196-91
Data de Nascimento: 13/08/1972
PAI: JOSÉ RIBEIRO ALKMIM
MÃE: ELENA PEREIRA DE MORAIS
Endereço:
pç COSTA E SILVA, 1477 - Fone:
CENTRO - CEP: 39460000 - MANGA/MG

O IA) MM. Juiz la) de Direito da vara supra manda o la) Oficialla:i' de,
Justiça Avaliador la) abaixo nominado que, em cumprimento a este, Cr:1'E a
parte ré, nome e endereço acima, a fim de se defender no prazo di 20
dias. ~
Advirta~a, outrossim, que, não sendo contestada a ação,
presurnir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados ;,-pelo
autor, constantes da inicial, cuja cópia segue anexa.

DESPACHO JUDICIAL

Intime-o nos termos do art. 7°, §4°, da Lei


prosseguindo-se, apó~ pelo rito ordinário. Intime-o ainda paqr no
prazo de 05 Icinco) dias, juntar aos autos cópia integral do pro~::esso
licitatório nO 78/2013, e os demais documentos envolvendo a emgresa
requerida, em especial aqueles indicados no itens 8 a 10 da petição
inicial, sob pena de multa diária a ser fixada por este Juízo.

MANGA, 27 de agosto de 2015.

Escrivãlo) Judicial: JANETE


por ordem doia) Juizla) de Direito
MELO S~~E

.
Ciente: ~9'
.,2Jlf 1,\/1-0
Ao comparecer em
C iz' -
M!OI Cv. l,\keAOi CJ9./'03(' IS-
~~zo, esteja munido de doc. de identificação e trajando vestimenta adequada ao ambiente forense.
. ----I
Nome do Oficial que deverá se identificar com sua Cárteira Funcional:
ALEIR DIAS DA SILVA FILHO
i Mandado: 2 ,I
REGIÃO: 1 - REGIÃO 01 PERíMETRO URBANO i DILIGÊNCIA DO 1I

I JUIZO
i . !-lV(:rso I
Certldão:L...-; ,
.. I .~IK\ai
Despacho Judlcml conforme folhas nO: 2 i _ ~ ___:
O HORÁRIO DE ATENDIMENTO ÁS PARTES NAS SECRETARIAS DE JUiZO É DE 12:00 ÀS 18:00 HORAS
COMARCA DE MANGA/MG

Processo: 0393.15.002282-9

C E R T I D A O

CERTIFICO que, em cumprimento ao mandado


anexo, procedi a Citação de: Valfrido Morais Ribeiro,
conforme assinatura do mesmo, dando-lhe de tudo ciência, bem
como, entregando-lhe contrafé que aceitou.
Em razão de todo o exposto, devolvo o
mesmo à secretaria para as providências de estilo.
O referido é verdade e Dou Fé.
Manga/MG, 02 de Setembro 2015.
I
COMARCA DE MANGA· JUSTiÇA COMUM
FÓRUM DOUTOR JOÃO CUNHA ORTIGA
Pc RAUL SOARES, 581 - CENTRO - CEP: 39460000 - Tel: (38) 3615-1 077 - MANGA/MG
204 - MANDADO DE CITAÇÃO

la CÍVEL,CRIME E JIJ
PROCESSO: 0022829-98.2015.8,13.0393 / 0393.15.002282-9 MANDADO: 4
AÇÃO POPULAR - Distribuído em 21/07/2015

AUTOR: EVILÁSIO AMARO ALVES e Outro(s).


RÉU : ANASTACIO GUEDES SARAIVA e Outro(s).

Pessoa a ser citada:


JOSÉ CARLOS ROCHA - RG: - CPF: 727.457.976-20
Data de Nascimento: 19/03/1969
PAI: N/I
MÃE: LEONDINA CARLOS DA ROCHA
Endereço:
R MANOEL DE OLIVEIRA VIANA, 201 - Fone:
NOVA BRASÍLIA - CEP: 39460000 - MANGA/MG

O(A) MM. Juiz (a) de Direito da vara supra manda o(a) Oficial(a) de
Justiça Avaliador (a) abaixo nominado que, em cumprimento a este, CITE a
parte ré, nome e endereço acima, a fim de se .defender no prazo de. 20
dias. ~~
Advirta-a, outrossim, que, não sendo contestada a àção,
presumir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados :pelo
autor, constantes da inicial, cuja cópia segue anexa.

DESPACHO JUDICIAL
;:;,:;
In~ime-o
para querendo apresentar resposta no prazo de 20 (vinte)
dias nos termos do art. 7 o, §4 o, da Lei 4.717/65, prosseguindo-se, :.'~após
pelo rito ordinário.

MANGA, 27 de agosto de 2015.


:-",

S~DE
~::

Escrivã(o) Judicial: JANETE MELO


por ordem doia) Juiz(a) de Direito

ciente:-----"--çp~tJ.~~~.~.J~{?§_.~~._ __
Ao comparecer em Juízo, esteja munido de doc. de identificação e trajando vestimenta adequada ao ambiente forense,
, ----~-I
Nome do Oficial que deverá se identificar com sua Carteira Funcional:
I Mandado: 4 !
ELISABETE ALVES LOPES
REGIÃO: I . REGIÃO OI PERíMETRO URBANO i DILIGÊNCIA DO i
I JUIZO i
i
!
Cel1idão:OVerso i
D/\nt'~lli
Despacho Judicial confonne folhas n': 2 I
"----::--cc==:-::-=-==='==-,--:c--::-:-==-=-;c-;:-:::--:--:-=~c:::__==_:c___cc__,;_-~,,_---'-' _______.J
O HORÁRIO DE ATENDIMENTO ÁS PARTES NAS SECRETARIAS DE JUiZO E DE 12:00 ÀS 18:00 HORAS
Certidão

Certifico e dou fé que em cumprimento ao


mandado retro, dirigi-me ao referido endereço e ali sendo procedi a
Citação e intimação de José Carlos Rocha, para todos os termos e
conteúdo do referido mandado que li e do qual ficou bem ciente. Oei-
lhe a contrafé, que aceitou, exarando no mandado a sua nota de
ciência. Manga, 01 de setembro de 2015

.~
Elisabete Alves Lopes
Oficiala de justiça
COMARCA DE MANGA - JUSTiÇA COMUM
FÓRUM DOUTOR JOÃO CUNHA ORTIGA
pç RAUL SOARES, 581 - CENTRO - CEP: 39460000 - TeI: (38) 3615-1077 - MANGA/MG
204 - MANDADO DE CITAÇÃO

la CÍVEL,CRIME E JIJ
PROCESSO: 0022829-98,2015,8,13_0393 / 0393,15,002282-9 MANDADO: 5
AÇÃO POPULAR - Distribuído em 21/07/2015

AUTOR: EVILÁSIO AMARO ALVES e Outro(s),


RÉU : ANASTACIO GUEDES SARAIVA e Outro(s),

Pessoa a ser citada:


SILVANO FERREIRA DE SOUZA - CNPJ: 17.417.936/0001-15
Representante Legal: NA PESSOA DE SEU REPRESENTANTE LEGAL
Endereço:
R JEQUITIBÁ, 83 - Fone:
ARVOREDO - CEPo 39460000 - MANGA/MG

OIA) MM. Juiz (a) de Direito da vara supra manda o(a) Oficial(a) de
Justiça Avaliador (a) abaixo nominado que, em cumprimento a este, CITE a
parte ré, nome e endereço acima,. a fim de se defender no prazo d~ 20
dias. '.-.
Advirta-a, outrossim, que, não sendo contestada a à'ção,
presumir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados }:pelo
autor, constantes da inicial, cuja cópia segue anexa.

DESPACHO JUDICIAL

Intime-o para querendo apresentar resposta no prazo de 20 (vi:ilte)


dias nos termos do art. 7°, §4°, da Lei 4.717/65, prosseguindo-se, ~~pós
pelo rito ordinário.

MANGA, 27 de agosto de 2015.

Escrivã(o) Judicial: JANETE


por ordem doia) Juiz(a) de Direito
MELO S~DE

Cjente:~lj:{An2atD f-)on)]U,otfl c& Çz?~


Ao comparec; em Juizo, esteja munido de doc. de identificação e~jandO vestimenta adequada ao ambiente forense.

Nome do Oficial que deverá se identificar com sua Cârteira Funcional: I ;


Mandado: 5 :
ALEIR DIAS DA SILVA FILHO
REGIÃO: I - REGIÃO OI PERÍMETRO URBANO !I DILlGÊ~CIA
, JUIZO
DO i
I
I I

! Certidão;lJVcrso I
Despacho Judicial confonne folhas nO: 2 i ~ne.,a!
O HORÁRIO DE ATENDIMENTO ÁS PARTES NAS SECRETARIAS DE JUiZO É DE 12:00 ÁS 1B:00HORAS .__ J
COMARCA DE MANGA/MG

Processo: 0393.15.002282-9

C E R T I D A O

CERTIFICO que, em cumprimento ao mandado


anexo, procedi a intimação de: SILVANO FERREIRA DE SOUZA,
CNPJ: 17.417.936/0001-9, pessoa de seu representante legal,
Sra. Luiza Farias Silva, conforme assinatura do mesmo, dando-
lhe de tudo ciência, bem como, entregando-lhe contrafê que
aceitou.
Em razão de todo o exposto, devolvo o
mesmo à secretaria para as providências de estilo.
O referido é verdade e Dou Fé.
Manga/MG, 02 de Setembro 2015.
COMARCA DE MANGA - JUSTIÇA COMUM
FÓRUM DOUTOR JOÃO CUNHA ORTlGA
pç RAUL SOARES. 581 - CENTRO - CEP: 39460000 - Tel: (38) 3615-1077 - MANGA/MG
204 - MANDADO DE CITAÇÃO

la CÍVEL,CRIME E JIJ
PROCESSO: 0022829-98.2015.8.13.0393 / 0393.15.002282-9 MANDADO: 6
AÇÃO POPULAR - Distribuído em 21/07/2015

AUTOR: EVILÁSIO AMARO ALVES e Outro(s).


RÉU : ANASTACIO GUEDES SARAIVA e Outro(s).

Pessoa a ser citada:


MUNICÍPIO DE MANGA - CNPJ: 18.270.447/0001-46
Representante Legal: NA PESSOA DE SEU REPRESENTANTE LEGAL
Endereço:
pç COSTA E SILVA, 1477 - Fone:
CENTRO - CEPo 39460000 - MANGA/MG

O(A) MM. Juiz (a) de Direito da vara supra manda o(a) Oficial(a) de
Justiça Avaliador(a) abaixo nominado que, em cumprimento a este, CI~E a
parte ré, nome e endereço acima, a fim de se defender no prazo q~ 20
dias. ~
Advirta-a, outrossim, 'que, não sendo contestada a 7acão,
presumir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados ~': pelo
autor, constantes da inicial, cuja cópia segue anexa.
.~--,

DESPACHO JUDICIAL

Intime-o para nos termos do art. 7°, §4°, da Léi 4.7L7/65,


prosseguindo-se, após pelo ri to ordinário. Bem como da tutela
antecipada para suspender o contrato licitatório de nO 78/2013 c~bm a
empresa Slilvano Ferreira Souza e se abstenha de efetuar quaf.~quer
pagamentos á empresa Silvano Ferreira de Souza. Poderá abster-sOe de
contestar o pedido, ou poderá atuar ao lado do autor, desde que issó se
afigure útil ao interesse público, a juízo do seu Procurador;: com
suporte no art. 6°,§3° Lei 4717/65. 0

MANGA, 27 de agosto de.2015.

Escrivã (o) Judicial: JANET~S


DE MELO
por ordem.do(a) Juiz(a) de Direito

Nome do Oficial que deverá se identificar com sua Carteira Funcional: ! M nd d . ~--I
ELISABETE ALVES LOPES. ! a ~ o. :
REGIÃO' 1 - REGIÃO OI PERíMETRO URBANO ! DlLlGENCIA DO I
. I JUIZO I
OW"''''I
Cel11'd-ao:·~, _\ .
LJ:- Ih.'xal
Despacho Judicial confOlme folhas nO: 2 1

O HORÁRIO DE ATENDIMENTO ÁS PARTES NAS SECRETARIAS DE JUiZO É DE 12:00 ÁS 18:00 HORAS


.""
n~}...
u

Certidão

Certifico e dou fé que em cumprimento ao


mandado retro, dirigi-me ao referido endereço e ali sendo procedi a
Citação e intimação do Município de Manga, na pessoa de Dr
Reginaldo R. S. Junior ,para todos os termos e conteúdo do referido
mandado que li e do qual ficou bem ciente. Dei-lhe a contrafé, que
aceitou, exarando no mandado a sua nota de ciência. Manga, 27 de
agosto de 2015

P~ ..Y\
Elisabete ~es
Oficiala de justiça
!.
I
I
I
I.

,
I
I
I
!
.,

i
i ,
;

I
.!,, I

.,,

,I
.',I
,
:

I~ . _o,
COMARCA DE MANGA - JUSTIÇA COMUM
FÓRUM DOUTOR JOÃO CUNHA ORTlGA
PC: RAUL SOARES, 581· CENTRO· CEP: 39460000· Tel: (38) 3615·1077· MANGA/MG
204 - MANDADO DE CITAÇÃO

la CÍVEL,CRIME E JIJ
PROCESSO: 0022829-98.2015.8.13.0393 / 0393.15.002282-9 MANDADO: 1
AÇÃO ?OPULAR - Distribuído ~m 21/07/2015

AUTOR: EVILÁSIO AMARO ALVES e Outro(s).


RÉU : ANASTACIO GUEDES SARAIVA e Outro(s).

Pessoa a ser citada:


ANASTACIO GUEDES SARAIVA - RG: 8824120/MG - CPF: 000.984.126-12
Data de Nascimento: 05/04/1975
PAI: JOSÉ CARLOS SARAIVA
MÃE: MARIA DAS DORES GUEDES e outras filiações.
Endereço:
pç COSTA E SILVA, 1477 - Fone:
CENTRO - CEP: 39460000 - MANGA/MG

OiA) MM, Juiz (a) de Direito da vara supra manda ora) Oficial(a) de
Justiça Avaliador (a) abaixo nominado que, em cumprimento a este, CITE a
parte ré, nome e endereço acima, a fim de se defender no prazo de 20
· --.
dias.
Advirta-a, outrossim, que, não sendo contestada a ação,
presumir-se-âo aceitos como verdadeiros os fatos articulados pelo
autor, constantes da inicial, cuja cópia segue anexa.

DESPACHO JUDICIAL

Intime-o nos termos do art. 7°, §4°, da Lei 4.717/65. Intime-o


ainda para no prazo de 05 (cinco) dias, juntar aos autos cópia intei;i'ral
do processo licitatório n° 78/2013, e os demais documentos envolvenqb a
empresa requerida, em especial aqueles indicados no i tens 8 a J30 da
petição inicial, sob pena de multa diária a ser fixada por este jÚízo,
bem como para suspender o contrato licitatório de nO 78/2013 (ôm a
empresa Silvano F. Souza e se abstenha de efetuar quaisquer paga~~ntos
à empresa Sil vc.no~

MANGA, 27 de agosto de 2015.

Escrivã(o) Judicial: JANETE


por ordem doia) Juiz(a) de Direito
MELO S~DE

./

Cien' :'_'_-+'I--'~I-_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ __
í , steja munido de doc. de identificação e trajando vestimenta adequada ao ambiente forense.
r------''<'"""---\--',cA------------------------~-------.--,
I que deverá se identificar com sua Carteira Funcional: Mandado: 1 I
ELISABETE ALVES LOPES I
IÃO: I - REGIÃO OI PERÍMETRO URBANO DILIGÊ"CIA DO I'
JUIZO
Certidào:[JVl.'r:;() :
fi'\llL'''')1
L------.i· ., I
Despacho Judicial confonne folhas n': 2
'------=c::=-c=c-::-::c-==---=::=:,-;-c-=-c-==-::-c-:-~~~_,,_--~,,_,_--~---'------- ..-
O HORÁRIO DE ATENDIMENTO Ás PARTES NAS SECRETARIAS DE Juízo É DE 12:00 ÁS 18:00 HORAS
Certidão

Certifico e dou fé que em cumprimento ao


mandado retro, dirigi-me ao referido endereço e ali sendo procedi a
Citação e intimação de Anastácio Guedes Saraiva, para todos os
termos e conteúdo do referido mandado que li e do qual ficou bem
ciente. Dei-lhe a contrafé, que aceitou, exarando no mandado a sua
nota de ciência. Manga, 08 de setembro de 2015

~.~
Elisabete Alves Lopes
Oficiala de justiça
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais

EXCELENTiSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA 18 VARA CIVEL DA COMARCA DE


MANGAlMG.

Ação Popular
Processo: 0393.15.002282-9

MUNiCíPIO DE MANGA, requerido, já qualificado, por seu procurador infra-


,ssinado, vem, respeitosamente, atendendo a determinação de fls.224/229, tempestivamente,
apresentar cópia do processo licitatório nO. 078/2013, cópia dos empenhos, acompanhado de
seus respectivos pagamentos, bem como suas notas fiscais.
Mesmo sabido da fé pública administrativa e para não gerar futuros
desgastes apresentamos, ainda, relatório fotográfico parcial da prestação dos servidos
executada pela empresa Silva no Ferreira de Souza referente aos pagamentos como prova que
os serviços solicitados foram todos executados.
Nesta oportunidade informamos que o pagamento para 'empresa semprefoi
realizado diretamente na conta corrente da empresa, tendo o extrato do depósito o meio mãis
seguro para prestação de contas.
Informamos, ainda, que inexiste vinculo desta municipalidade com emprlF~a

que tenha finalidade de impressão de documentos fiscais, visto que as empresas peg~m
-.. "

autorização para impressão do bloco de notas, e a administração disponibiliza apenas :?S


números, segue em anexo cópia da autorização que disponibilizou os números.
Nestes Termos
Pede Deferimento,
Manga (MG), 15 de setembro de 2015.

/.:~~-
.0 ..·.... /<C::.~ •
/~,;r/
;;Réginaldo Rodrigues Santos Junior
Procurador MuniCipal
OAB/MG 137.115

PRAÇA PRESIDENTE COSTA ESILVA, 1477 - CENTRO - MANGA-MG


FONE: (38) 3615·1170 - CEP - 39.460-000 - E-MAIL: prefeiturademanga@hotmall.com
f.~.i.êJ.· PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
.....-..;

ANEXO I

PRAÇA PRESIDENTE COSTA E SILVA, 1477 - CENTRO - MANGA~MG


FONE: (38) 3615-1170 - CEP - 39.460-000 - E-MAIL: prefelturademanga@hotmall.com
·.,-'

\.:~A·.J~
.

~(.:;;)""."'.'li ~
,.
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
~
.... /
ESTADO DE MINAS GERAIS

LICITAÇÃO
AUTUAÇÃO
Autuei a requisição e os documentos " ,
que compõem este processo.
Para constar, lavrei o presente termo.

f'
( )"'\ .
Nome: . ! ; ;·h···.I)·l
'\) L
Cargo: . ,i -,'\ (, Í-..

RECURSOS·
ORÇAMENTÁRIOS:
Unidade: ________________________________________________________________________

Função: ---'-__- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--,~---------------------------------------------------
Sub-"fLinção:
Programa: ________________________________________________ ~--------

Projeto Atividade: _______________________________________________________

.'I Dotação Despesa: __________________________________


, ~

o EXTRA-ORÇAMENTÁRIOS:
Convênio ND; _________________________ Órgão: __________________________-'---

Outras Informações: _____________________________________' -___________________

FINANCEIROS: _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ __
Orig~m: _____________________________________________________________
,
CRÉDITO ESPECIAL:
," Ir
Lei Municipal ND: ______________________ Data: ____ de _____________ de _______

MODALIDADE:

O Concorrência o Tomada de Preços o Convite

O Concurso O Leilão GIl Pr~gão

o Dispensável de Licitação (art. 24. Inciso ____________ " da Lei N° 8.666/93

O Inexigível de Licitação (art. 25, Inciso _______~___ , da Lei N° 8.666/93

A justificativa preceituada no Art. 26 da Lei N° 8.666/93, encontra-se as fls. deste processo.

o A Administração Publica aplicou o Disposto no § 1°, do Art. 32, da Lei N° 8.666/93


PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA

Pregoeiro e Equipe de Apoio

Pregoeiro: VALFRIDO MORAIS RIBEIRO

Equipe de Apoio: WESLEY ACIPRESTE

ROSARIA CARLOS ROCHA

Pregoeiro e Equipe de Apoio nomeada pela Portaria nO 2/ 2013

Processo 78/2013 - Pregão Presencial 42/2013

OBJETO: CONTRATAÇÃO DE SERViÇOS TECNICOS E SERViÇOS DE SERRALHERIA

Autuação: Segunda-feira 01 Julho 2013

]lgsponsáveis

Autorização para abertura do procedimento licitatório ANASTACIO GUEDES SARAIVA


Cotação de preços ADEON LELlS DA SILVA
Informaçao de existência de recursos orçamentários JOSÉ NILSON CRISÓSTOMO
Condução do Procedimento Licitatório VALFRIDO MORAIS RIBEIRO
Homologação ANASTACIO GUEDES SARAIVA
Adjudicação VALFRIDO MORAIS RIBEIRO
Publicação em órgão Oficial WESLEY ACIPRESTE
Emissão do Edital VALFRIDO MORAIS RIBEIRO
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Praça Presidente Costa e Silva, 1.477 - Centro - (38) 3615-1170
CNPJ: 18.270.447/0001-46

COMUNICADO INTERNO

Manga, 13 de junho de 2013.

Prezado Senhor;

Com os meus cordiais cumprimentos, venho por meio deste solicitar de


V. Sa., a abertura de Processo Licitatório para Contratação de prestação de serviços
técnicos e de serralheria para atender as necessidades das diversas secretarias
municipais. Por todo exposto torna-se necessária e primordial a referida contratação.
Sendo só o que se apresenta para o momento, renovo os protestos de
elevada estima, distinta consideração e aguardo deferimento.

Atenciosamente,

Secretário Municipal..de-"A
------

limo, Sr.
Valfrido Morais Ribeiro
Presidente da CPL - Manga - MG,
;a,\r,

~%~~~ PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA 25.1


~ ~' j,{J!
~ 't;._,.
.~ _______________________________________________________________________________
Págin~' ~,~~
__~e~fi~_u~S
~

N° REQ 00081 SERViÇOS ADMINISTRATIVOS DATA: 1410612013

OBJETO: CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERViÇOS DE SERRALHERIA

Descrição Material Aplicação


Item Qtde Unidade I
001 50,0000 M2 Confecção de alambrado com tubo 02 polegadas chapa 14 ADMINISTRAÇÃO
com tela
002 40,0000 M2 Confecção de alambrado com tubo chapa 14 com grae ADMINISTRAÇÃO

003 35,0000 UND Confecção de banca metálica 0,90 altura 1,0 largura e 2,Om ADMINISTRAÇÃO
com metalon chapa 18 e divisória de mandeira
004 2,0000 UNO Confecção de caixa dágua de 15,000 mil litros' ADMINISTRAÇÃO

005 100,0000 M2 Confecção de corrimão com tubo chapa 14 ADMINISTRAÇÃO

006 3,0000 UNO Confecção de escala de 50x3,5 metalon 50x30, ADMINISTRAÇÃO

007 70,0000 M2 Confecção de galpão metálico ADMINISTRAÇÃO

008 40,0000 M2 Confecção de grade com 01 polegada chapa 18 ADMINISTRAÇÃO

009 40,0000 M2 Confecção de grade com metalon 20x20 chapa 18 ADMINISTRAÇÃO


Confecção de grade metalon 20x30 chapa 18 ADMINISTRAÇÃO
-110 70,0000 M2
ADMINISTRAÇÃO
011 60,0000 M2 Confecção de janela com grade para vidro
012 10,0000 M2 Confecção de porta com grade para vidro chapa 18 ADMINISTRAÇÃO
013 10,0000 M2 Confecção de porta de aço chapa 24 ADMINISTRAÇÃO
014 10,0000 M2 Confecção de porta de chapa 18 ADMINISTRAÇÃO
015 50,0000 M2 Confecção de portão corrediço com chapa 18 . ADMINISTRAÇÃO
016 25,0000 UNO Confecção de suporte para TV. ADMINISTRAÇÃO
017 100,0000 M2 Confecção de Trailer ADMINISTRAÇÃO
018 20,0000 UNO Confecção de trave para campo de futebol ADMINISTRAÇÃO
019 100,0000 M2 Reforma de alambrado com tubo 02 polegadas chapa 14 corr ADMINISTRAÇÃO
tela
020 100,0000 M2 Reforma de alambrado com tubo chapa 14 com grade ADMINISTRAÇÃO
021 50,0000 UND Reforma de Banca metálica 0,90 altura 1,0 largura e 2,0 cp ADMINISTRAÇÃO
com metalon chapa 18 e divisaria de madeira
022 500,0000 UNO Reforma de cadeira ADMINISTRAÇÃO
023 5,0000 UNO Reforma de Caixa dagua de 15.000 mil litros ADMINISTRAÇÃO
J24 100,0000 M2 Reforma de corrimão com tubo chapa 14 ADMINISTRAÇÃO
025 10,0000 UNO Reforma de escada e 50x3,5 metalon.50x30 ADMINISTRAÇÃO
026 100,0000 M2 Reforma de Galpão metálico ADMINISTRAÇÃO
027 50,0000 M2 Reforma de grade com metalon 20x20 chapa 18 ADMINISTRAÇÃO
028 50,0000 M2 Reforma de grade com tubo de 01 polegada Chapa 18 ADMINISTRAÇÃO
029 100,0000 M2 Reforma de janela com chapa 18 ADMINISTRAÇÃO
030 70,0000 M2 Reforma de janela com chapa 24 ADMINISTRAÇÃO
031 120,0000 M2 Reforma de janela com grade para vidro ADMINISTRAÇÃO
032 500,0000 UNO Reforma de mesa ADMINISTRAÇÃO
033 70,0000 M2 Reforma de porta de chapa 18 ADMINISTRAÇÃO
034 70,0000 M2 Reforma de portão corrediço com chapa 18 ADMINISTRAÇÃO
035 75,0000 M2 Reforma de portão de chapa 18 ADMINISTRAÇÃO
036 30,0000 PAR Reforma de trave para campo de futebol ADMINISTRAÇÃO
037 50,0000 UNO Reforma de troca de fechadura ADMINISTRAÇÃO
038 50,0000 UNO Reforma de troca de ferrolho ADMINISTRAÇÃO

Ficha Dotação(ões) Orçamentária(s)


PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA

N° REO: 00081 SERViÇOS ADMINISTRATIVOS


~-~
~\.0(a IV!i.J/}'
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA Q. 53 ;;,~' ,tb 'c;
Pé9i~"1'L#~
W REQ 00093 SERViÇOS ADMINISTRATIVOS DATA: 01/07 2' :~~
OBJETO CONTRATAÇÃO DE SERViÇOS TECNICOS - PRESTADOS POR PROFISSIONAL TECNICO NA AREA DE
ADMINISTRAÇÃO.

Item Qtde Unidade I Descrição Material I Aplicação

I~ERVIÇOS TECNICOS - PRESTADOS POR IADMINISTRAÇAO


001 12,0000 MÊS
PROFISSIONAL I
Ficha Dotação(ões) Orçamentária(s)

032 3.1.1.4.122.200~ .2202.3390360 Manutenção das Atividades Outros Serviços de


RECURSOS ORDINARIOS
Terceiros - P. F
--

1/'------,
I ,-rI ___~/
U,
{ l .- ..-_.,.
J&.utorização
PREFEiTURA MUNICIPAL DE MANGA
ORÇAMENTO
COTAÇÃO N°.:

NOME DA EMPRESA: -------------------------------------------------


ENDEREÇO: -------------------------------- TELEFONE: -------------_.
CONTATO: -------------------------------------------------------
OBJETO: CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERViÇOS DE SERRALHERIA

Item Qtde Unid. Descrição Material Marca Preço Uni!. Preço Total [
Código

001 4362 50,0000 M2 Confecção de alambrado com tubo 02


polegadas chapa 14 com tela
002 4363 40,0000 M2 Confecção de alambrado com tubo chapa
14 com grae

003 4392 35,0000 UNO Confecção de banca metálica 0,90 altura


1,0 largura e 2,Om com metalon chapa 18 E
divisória de mandeira
004 4389 2,0000 UNO Confecção de caixa dágua de 15.000 mil
litros
005 4364 100,0000 M2 Confecção de corrimão com tubo chapa 14
006 4387 3,0000 UNO Confecção de escala de 50x3,5 metalon
50x30.
007 4390 70,0000 M2 Confecção de galpão metálico

008 4373 40,0000 M2 Confecção de grade com 01 polegada


chapa 18
009 4367 40,0000 M2 Confecção de grade com metalon 20x20
chapa 18
010 4370 70,0000 M2 Confecção de grade metalon 20x30 chapa
18
011 4385 60,0000 M2 Confecção de janela com grade para vidro
012 4381 10,0000 M2 Confecção de porta com grade para vidro
chapa 18
013 4383 10,0000 M2 Confecção de porta de aço chapa 24
014 4379 10,0000 M2 Confecção de porta de chapa 18
015 4376 50,0000 M2 Confecção de portão corrediço com chapa
18
016 4386 25,0000 UNO Confecção de suporte para TV.
017 4391 100,0000 M2 Confecção de Trailer
018 4388 20,0000 UNO Confecção de trave para campo de futebol

019 4393 100,0000 M2 Reforma de alambrado com tubo 02


polegadas chapa 14 com tela
020 4394 100,0000 M2 Reforma de alambrado com tubo chapa 14
com grade
021 4421 50,0000 UNO Reforma de 8anca metálica 0,90 altura 1,0
largura e 2,0 cp com metalon chapa 16 e
, divisaria de madeira
022 4420 500,0000 UNO Reforma de cadeira

023 4417 5,0000 UNO Reforma de Caixa dágua de 15.000 mil


litros
024 4395 100,0000 M2 Reforma de corrimão com tubo chapa 14

025 4415 10,0000 UNO Reforma de escada e 50x3,5 metalon


50x30
026 4418 100,0000 M2 Reforma de Galpão metálico

027 4396 50,0000 M2 Reforma de grade com metalon 20x20


, chapa 18 ,
PREFEiTURA MUNICIPAL DE MANGA
ORÇAMENTO
COTAÇÃO N°.:

NOME DA EMPRESA: ------------------------------------~------------

ENDEREÇO: TELEFONE:

CONTATO:
------------------------------------------------------- .

028 4397 50,0000 M2 Reforma de grade com tubo de 01


polegada chapa 18
029 4413 100,0000 M2 Reforma de janela com chapa 18
030 4412 70,0000 M2 Reforma de janela com chapa 24
031 4414 120,0000 M2 Reforma de janela com grade para vidro
032 4419 500,0000 UND Reforma de mesa
033 4411 70,0000 M2 Reforma de porta de chapa 18
034 4401 70,0000 M2 Reforma de portão corrediço com chapa 18
035 4410 75,0000 M2 Reforma de portão de chapa 18
036 4416 30,0000 PAR Reforma de trave para campo de futebol
037 4422 50,0000 UND Reforma de troca de fechadura
038 4423 50,0000 UND Reforma de troca de ferrolho

Total Geral

PRAZO DE VALIDADE DO ORÇAMENTO: _ - - ____ - - -,.- - - -- - - - - - - - -- - - - - - - - -- - - - - - --


OBSERVAÇÃO: _______________________________________________ ~ _____ _

Data Assinatura

Observação:
CARO FORNECEDOR, FAVOR DATAR, ASSINAR E CARIMBAR O ORÇAMENTO.
o ________________________O_R_Ç~A
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA.1.5"
__M_E_N_T_O____________________Pá_g~~~1~~.~.~~J:~m
~~'il~~::' IJ,?~
COTAÇÃO N°.:

NOME DA EMPRESA

ENDEREÇO: TELEFONE:

CONTATO: -------------------------------------------------------
OBJETO: CONTRATAÇÃO DE SERViÇOS TECNICOS - PRESTADOS POR PROFISSIONAL TECNICO NA
AREA DE ADMINISTRAÇÃO.

Item Código Qtde Unid. Descrição Material Marca Preço Uni!. Preço Total 1

001 5125 12,0000 MÊS SERViÇOS TECNICOS - PRESTADOS


POR PROFISSIONAL TECNICO NA AREA
DE ADMINISTRAÇÃO COM AS
SEGUINTES ATRIBUiÇÕES: Planejar,
contr,olar, organizar, dirigir e avaliar os
serviços técnico-administrativos, coordenar
atividades relacionadas ao controle de
programas, projetos e contratos
administrativos; participar de programas de
treinamento ou neles atuar, executar outras
atividades relacionadas à área de atuação,
bem como, a verificação de processos
licitatórios e contratos da administração
municipal, preparar projetos dentro da sua
área de atuação, além de propor princípios
e normas e colaborar na produtividade,
eficiência e eficácia dos serviços públicos.
To!al Geral

PRAZO DE VALIDADE DO ORÇAMENTO: _______________________________________ _

OBSERVAÇÃO: _____________________________________________________ _

Data Assinatura

,Observação:
CARO FORNECEDOR, FAVOR DATAR, ASSINAR E CARIMBAR O ORÇAMENTO.
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
PROCESSO DE COTAÇÃO - ESPECIFICAÇÃO
~C~ó·7d. ~CC~ata"c~,~a::T~~O---------------------------------

Bal' , . Por Item


Oa:",- j
Objeto: CONl RA I A<;AU DE PRESTAÇAO OE DE RIA
Favor I somente a coluna de Valor Unitário e â coluna de marca, as colunas de amarelo claro.
Item UND Otde Valor 11 ,it.,in Subtatal Marca

de alambrado com tubo 02 polegadas chapa 14 com tela M2 50,00 113,00 5.650,00
) de I ,com tubo cha1"',14 com grae M2 41),00 123,00 4920,Oe
) cha~.:,;8a:crl~"i<f,'ie ide 0,90 ~llura 1,0 largura e 2,Om COIT UNO 35.00 354,00 12.390,00
) de caixa dagua de 15000 millilras UNO 2,oe 15~670,00
) de i ) com tubo chapa 14 M2 100,Oe 97,00 9.700,00
) de escala de 50x3,5 ) 50x30 UNO 3,00 295,00 885,OC
I de galpão I ,30 6.111,OC
I de grac ,com 01 I ,chapa 18 ,25
) de ora, ,com 20x20 chapa 18 ,00 2.
) de ora, ,melalon Ox30 chapa 18 ,00 S.
) de iane I com orade para vidro 2' 1: .
,de porta com gr,ad"l'ara vidro chepa 18 2'
) de 20rta de aço chapa 24 M2 10,00 1
) de porta de chapa 18 M2 10,Oe 216,01
) de portão, i , com chapa 18 M2 50,Oe 178,20 1.910,00
) de suporte para TV. UNO 25,Oe 149,00 3.725,00
) de Trailer M2 10e oe 297,00 29.700,00
,de trave para campo de fute.t>.2L UNC 2000 00,0
, 'de ) com tubo )2 , ci11lpa 14 com tela M2 100,00 6.bQ 6.'00,01
, de ) com tubo chapa 14 com grade M2 1000e 54,0
I I c~:p:~~c: divisor:a de ,90 altura 1,0 largura e 2,0 cp
O no
'" COIT UNO 50,00 65,00 '.0';0

, de cadeira UNO 500,Oe 29,00 14.500,00 .


,de Caixa dãoua de 15.000 mil litros_ UNC 5,Oe 2. 90,00
, ,de i ) com tubo chapa 14 M2 100,Oe 49,0.0. 4.90000
'de esceda e 50x3,5 50x30 UNO 10,Oe 48,50 485,00
, de Galpão metalico M2 100,OC 2700 2.700,00
IReforma de grade com metalon 20x20 chapa 18 M2 5e oe 58,OC
, de orade com tubo de 01 I chapa18 M2 5e OC 58, 2.9C ),oe
, de ianela com chapa 18 M2 10e oe ~4, ;.43)
, de janela com chapa 24 M2 7e 00 58,
, de janela com grade para vidro M2 120,OC 63, :6C
, , de mesa UNO 500,OC 35,Oe 1 .50e oe
. ,de porta de chapa 18 M2 70,00 57,Oe
) de portão , com cha2". 18 M2 70,00 57,OC
Reforma de portão de chapa 18 M2 75,00 57,00 4.275,00
Reforma de trave para campo de futebol PAR 30,00 325,00 9.750,00
Reforma de troca de fechadura UNO 50,00 70,00 3.500,00
Reforma de troca de ferrolho UND 50,00 40,00 2.000,00

Valor Total RsLI_ _ _--=2,,80"'.-'-73"'9"-,0"'0'-'1

MANGAlMG 15 DE JUNHO DE 2013

Empresa/Nome: SILVANO FERREIRA DE SOUZA


Endereço: RUA JEQUITIBÁ, N' 83 - NOVO CRUZEIRO - MANGAlMG
CNPJ/CPF: 17.417.936/0001-15
Telefone(s):

W FERREIRA DE SOUZA
SERRALHERIA GENEROSA LTDA - ME

CNPJ: 12.834.062/0001-88

Avenida Arnaldo Cunha, 2.065 - 39.300-000 São Francisco - MG

COTAÇÃO DE PRECOS

OBJETO: CONTRATAÇÃO OE PRESTAÇÃO OE SERVIÇOS OE SERRALHERIA

Item Descrição UND Qtde Vr. Unit. Total


Confecção de alambrado com tubo 02 polegadas chapa
I 14 com tela M2 50 145,00 7.250,00
2 Confecção de alambrado com tubo chapa 14 com grade M2 40 145,00 5.800,00
Confecção de banca metálica 0,90 altura 1,0 largura e
3 2,Om com metalon chapa 18 e divisória de ma UNO 35 390,00 13.650,00
4 Confecção de caixa dágua de 15.000 mil litros UNO 2 9.000,00 18.000,00
5 Confecção de corrimão com tubo chapa 14 M2 100 130,00 13000,00
6 Confecção de escala de 50x3,5 metalon 50x30. UND 3 315,00 945,00
7 Confecção de galpão metálico M2 70 115,00 8.050,00
8 Confecção de grade com 01 polegada chapa 18 M2 40 110,00 4.40000
9 Confecção de grade com metalon 20x20 chapa 18 M2 40 100,00 4.000,00
10 Confecção de grade metalon 20x30 chapa 18 M2 70 115,00 8.050,00
II COllfecção de janela com grade para vidro M2 60 200,00 12.000,00
12 Confecção de porta com grade para vidro chapa 18" M2 10 215,00 2.150,00
13 'Confecção de porta de aço chapa 24 M2 10 165,00 1.650,00
14 Confecção de porta de chap!, 18 M2 10 200,00 2.000,00
15 Confecção de portão corrediço com chapa 18 M2 50 185,00 9.250,00
16 Confecção de suporte para TV. UNO 25 165,00 4.125,00
17 Confecção de Trailer M2 100 315,00 31.500,00
18 Confecção de trave para campo de futebol UNO 20 950,00 19.000,00
Reforma de alambrado com tubo 02 polegadas chapa 14 .
19 com tela M2 100 65,00 6.500,00
20 Reforma de alambrado com tubo chapa 14 com grade M2 100 60,00 6000,00
Reforma de Banca metálica 0,90 altura 1,0 largura e 2,0
21 cp com metaloll chapa 18 e divisória de madeira UNO 50 65,00 3.250,00
22 Reforma de cadeira UNO 500 25,00 12.500,00
23 Reforma de Caixa dágua de 15.000 mil litros UNO 5 2.500,00 12.500,00
24 Reforma de corrimão com tubo chapa 14 M2 100 55,00 5.500,00
25 Reforma de escada e 50x3,5 metalon 50x30 UNO 10 58,00 580,00
26 Reforma de Galpão metálico M2 100 28,00 2.800,00
27 Reforma de grade com metalon 20x20 chapa 18 .
M2 50 70,00 3.500,00
28 Reforma de grade com tubo de O1 polegada chapa 18 M2 50 60,00 3.000,00
29 Reforma de janela com chapa 18 M2 100 . 60,00 6.000,00
30 Reforma de janela com chapa 24 r,;~rlr! .MZI t1btl1O<:1'I f "',.,f\17Q,"W!I 4.900,00
~HUV ~ ••'.nJ,", ' vVV."OO"
-
SERRALHEFIIA GENEROSA LTDA.ME
AVENIDAARNALDQ CUNHA, N' 2065
BAIRHO SANTO ANTONIO
lç§P 39300-000 • IlÃO FRANCISCO • ~
\ti ~'2
,,~~
\ '"
31 Reforma de janela com grade para vidro M2 120 70,00
32 Reforma de mesa UND 500 35,00 .17.500,00
.
33 Reforma depOIta de chapa 18 M2 70 50,00 3.500,00
34 Reforma de portão corrediço com chapa 18 M2 70 60,00 4.200,00
35 Reforma de portão de chapa 18 M2 75 55,00 4.125,00
36 Reforma de trave para campo de futebol PAR 30 310,00 9.300,00
37 Refomla de troca de fechadura UND 50 70,00 3.500,00
38 Reforma de troca de ferrolho UND 50 75,00 3.750,00
Duzentos e oitenta e seis mil cento e vinte e cinco reais -+ R$ 286.125,00

VALIDADE 00 ORCAMENTO: 45 100JARENTA E CINCO) OTAS

14 DF H1NHO DF ?o1'1

i'CÍI1P,J 12,834.062/0001-881
SERRALHERIA GENEROSA LTDA·WIE
AVENIDA ARNALDO CUNHA, 1'0' :!O65
BAIRRO SANTO ANTÓNIO
i.E!iP 39300-000 - Mo FHANCISCO -. ~

------_ .. - -_._-._. __ .-- -------7'-


- -----------._-
ORÇAMENTO

Empresa/nome: Carlos Cezar Filho

Endereço: Rua Delegado João Rodrigues, 85 . Centro • São João das MissõeslMG Telefone: (38) 99175357

Contato: Carlos

Á PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA

OBJETO: CONTRATAÇÁO OE PRESTAÇÃO OE SERVIÇOS OE SERRALHERIA

Produto/Serviço Unidade Qtde Marca Unitário Total"


Confeccão de alambrado com tubo 02Q91egadas chapa 14 com tela M2 50 140 7.000,00
Confeccão de alambrado com tubo chapa 14 com grade M2 40 135 5.400,00
Confecção de banca metálica 0,90 altura 1,0 largura e 2,Om com rnetalon chapa 18 e divisória de
madeira UNO 35 365 12.775,00
Confecção de caixa d'á2:ua de 15.000 míllitros UNO 2 8.500,00 17.000,00
Confes:.ão de corrimão com tubo ch-ªpa 14 M2 100 130 13.000,00
Confeccão de escala de 50x3,5 metalon 50x30. UNO 3 290 870
Confecção de galpão metálico M2 70 120 8.400,00
Confeccão de orade com OI polegada chapa 18 M2 40 100 4.000,00
Co~fécÇàO de grade com metalon 20x20 chapa 18 M2 40 80 3.200,00
Confecção de grade metalon 20x30 chapa 18 M2 70 120 8.400,00
Confecção de janela com grade para vidro M2 60 215 12.900,00
Confecção de porta COm grade para vidro chapa 18 M2 10 210 2.100.00
Confecção de porta de aço chapa 24 M2 10 155 1.550,00
Confecção de porta de chapa 18 M2 10 200 2.000,00
Confecção de portão corrediço com chapa 18 M2 50 178 8.900,00
Confecção de suporte para TV. UNO 25 150 3.750,00
Confeccão de Trailer M2 100 300 30.000.00 #
Confecção de trave para campo de futebol UNO 20 850 17.000,00 .' \ .
1'\1 (;\
Reforma de alambrado com tubo 02 polegadas Ghapa 14 com tela M2 100 65 '6.500,00 c, '

\ ....~, .._-_ .
Reforma de alambrado com tubo chapa 14 com grade M2 100 , 55 5.500.00
Reforma de. Banca metálica 0,90 altura 1,0 largura e 2,0 cp com metalon chapa 18 e divisória de
madeira UND 50 80 4.000.00
Reforma de cadeira UNO 500 28 14.000,00
Reforma de Caixa d'áoua de 15.000 mil litros UNO 5 2.750.00 137~
Reforma de corrimão com tubo chapa 14 M2 100 58 5.800,00
Reforma de escada e 50x3,5 metalon SOx30 UNO 10 50 500
Reforma de Galpão metálico M2 100 30 3.000,00
Reforma de !!rade com metalon 20x20 ch~~ 18 M2 50' 65 3.250,00
Reforma de grade com tubo de 01 polegada chapa 18 M2 50 65 3.250,00
Reforma de janela com chapa 18 M2 100 55 5.500,00
Reforma de ianela com chapa 24 M2 70 60 4.200,00
Reforma de ianela com grade para vidro M2 120 65 7.800,00
.

Reforma de mesa UNO 500 30 15.000,00


Reforma de porta de chapa 18 M2 70 55 3.850,00
Reforma de portão corrediço com chapa 18 M2 70 55 3.850,00
Reforma dey_ortão de chap_a 18 M2 75 55 4.125,00
Reforma de trave para campo de futebol PAR 30 350 10.500,00
Reforma de troca de fechadura UNO 50 70 3.500,00
Reforma de troca de ferrolho UND 50 38 1.900,00
VALOR TOTAL 278.020,00

Prazo de Validade do Orçamento: 60 dias

São João das Mis::.ões, 14 de Junho de 2013

.r-
-+~·'",.".-;.,~--"c,:\,~=-".,,,..~._~.~,,t."_ kJ._:;./ .,,:.)

Carlos Cezar Filho


---
~-,fF'
~ ~

o/-!9.~j'J{ ?t(;~
·Próprietário
<I:.. ":ITURA MUNICIPAL DE MAN !1.
CNPJ: 18.270.447/0001-46 Página 1 de 2

Praça Presidente COsta e Silva, 1.477, Centro


RELATÓRIO DE PREÇO ESTIMATIVO

Cotação: 70 - CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERViÇOS DE SERRALHERIA


Código Qtde Unidade Descrição do Produto Qtde Orço Realizados Menor Valor Vir Médio Estimado Unitário Valor Estimado Total

4362 50,0000 M2 Confecção de alambrado com tubo 02 polegadas chapa 14 com tela 3 140,0000 142,5000 7125,00
4363 40,0000 M2 Confecção de alambrado com tubo chapa 14 com grae 3 135,0000 140,0000 5600,00
Confecção de banca metálica 0,90 altura 1,0 largura e 2,Om com
4392 35,0000 UND 3 365,0000 377,5000 13212,50
metalon chapa 18 e divisória de mandeira
4389 2,0000 UND Confecção de caixa dágua de 15.000 mil litros 3 8500,0000 8750,0000 17500,00
4364 100,0000 M2 Confecção de corrimão com tubo chapa 14 3 130,0000 130,0000 13000,00
4387 3,0000 UND Confecção de escala de 50x3,5 metalon 50x30. 3 290,0000 302,5000 907,50
4390 70,0000 M2 Confecção de galpão metalico 3 115,0000 117,5000 8225,00
4373 40,0000 M2 Confecção de grade com 01 polegada chapa 18 3 100,0000 105,0000 4200,00
4367 40,0000 M2 Confecção de grade com metalon 20x20 chapa 18 3 80,0000 90,0000 3600,00
4370 70,0000 M2 Confecção de grade metalon 20x30 chapa 18 3 115,0000 117,5000 8225,00
4385 60,0000 M2 Confecção de janela com grade para vidro 3 200,0000 207,5000 12450,00
4381 10,0000 M2 Confecção de porta com grade para vidro chapa 18 3 210,0000 212,5000 2125,00
4383 10,0000 M2 Confecção de porta de aço chapa 24 3 155,0000 160,0000 1600,00
4379 10,0000 M2 . Confecção de porta de chapa 18 3 200,0000 200,0000 2000,00
4376 50,0000 M2 Confecção de portão corrediço com chapa 18 3 178,0000 181,5000 9075,00
4386 25,0000 UND Confecção de suporte para lV. 3 150,0000 157,5000 3937,50
4391 100,0000 M2 Confecção de Trailer 3 300,0000 307,5000 30750,00

! 4388 ! 20,0000 I UND Confecção de trave para campo de futebol 3 850,0000 900,0000 18000,00
r i
• 4393 100,OCOO 1M2 Reforma de alambrado com tubo 02 polegadas chapa 14 com tela 3 65,0000 65,0000 6500,00
o
~

4394
I-- 100,0000 lI..i2 Reforma de alambrado com tubo chapa 14 com grade 3 55,0000 57,5000 5750,00

4421 Reforma de Banca metálica 0,90 altura 1,0 largura e. 2,0 cp com
50,0000 UND 3 65,0000 72,5000 3625,00
metalon chapa 18 e divisaria de madeira
4420 500,0000 UND Reforma de cadeira 3 25,0000 26,5000 13~OÕr:~
4417 5,0000 UND Reforma de Caixa dágua de 15.000 mil litros 3 2500,0000 2625,0000 11445 ,00 z.. -,~
4395 100,0000 M2 Reforma de corrimão com tubo chapa 14 3 55,0000 56,5000 \J$~
• ","')1
~
lU. .':ITURA MUNICIPAL DE MM' A
CNPJ: 18.270.447/0001-46 Pagina 2 de 2

Praça Presidente Costa e Silva, 1.477, Centro

RELATÓRIO DE PREÇO ESTIMATIVO


4415 10,0000 UND Reforma de escada e 50x3,5 metalon 50x30 3 50,0000 54,0000 540,00
4418 100,0000 M2 Reforma de Galpão metálico 3 28,0000 29,0000 2900,00
4396 50,0000 M2 Reforma de grade com metalon 20x20 chapa 18 3 65,0000 67,5000 3375,00
4397 50,0000 M2 Reforma de grade com tubo de 01 polegada chapa 18 3 60,0000 62,5000 3125,00
4413 100,0000 M2 Reforma de janela com chapa 18 3 55,0000 57,5000 5750,00
4412 70,0000 M2 Reforma de janela com chapa 24 3 60,0000 65,0000 4550,00
4414 120,0000 M2 Reforma de janela com grade para vidro 3 65,0000 67,5000 8100,00
4419 500,0000 UND Reforma de mesa 3 30,0000 32,5000 16250,00
4411 70,0000 M2 Reforma de porta de chapa 18 3 50,0000 52,5000 3675,00
4401 70,0000 M2 Reforma de portão corrediço com chapa 18 3 55,0000 57,5000 4025,00
4410 75,0000 M2 Reforma de portão de chapa 18 3 55,0000 55,0000 4125,00
4416 30,0000 PAR Reforma de trave para campo de futebol 3 310,0000 330,0000 9900,00
4422 50,0000 UND Reforma de troca de-fechadura 3 70,0000 70,0000 3500,00
4423 50,0000 UND Reforma de troca de ferrolho 3 38,0000 56,5000 2825,00
LTotal 282072,50

Fornecedor Endereço CNPJ Telefone Contato


AV. ARNALDO CUNHA, 2.065 - STO. ANT6NIO - SÃO JOAO
SERRALHERIA GENEROSA LTDA - ME
FRANCISCO - MG
12.834.062/0001-88 ( ) -
CARLOS CEZAR FILHO I RUA DELEGADO JOÃO RODRIGUES, 85 - CENTRO 049.548.776-79 (38) 9917-5357 CARLOS CEZAR
,
I SILVAh!O FERREIRA DE SOUZA 12258021642 i RUA JEQUITIBA N' 83, ARVOREDO, MANGA 17.417.936/0001-15 ( ) -
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
. PROCESSO DE COTAÇÃO - ESPECIFICAÇÃO
Cód. Cotação: 76
Balizamento: Por item
Data: 01/07/2013
Objeto: CONTRATAÇAO DE SERViÇOS TECNICOS - PRESTADOS POR PROFISSIONAL TECNICO NAAREA DE ADMINISTRAÇÃO.
Favor preencher somente a coluna de Valor Unitário e a coluna de marca, as colunas de amarelo claro.
Item Descrição UND Qtde Valor Unitário Subtotal. Marca

SERViÇOS TECNICOS - PRESTADOS POR PROFISSIONAL:


TECNICO NA AREA DE ADMINISTRAÇÃO COM AS SEGUINTES
ATRIBUiÇÕES: Planejar, controlar, organizar, dirigir e avaliar os
serviços técnico~administrativos, coordenar atividades relacionadas ao
controle de programas, projetos e contratos administrativos; participar
MÊS 12,00 4.000,00 48.000,00
de programas de treinamento ou neles atuar, executar outras atividades
relacionadas à área de atuação, bem como, a verificação de processos
licitatórios e contratos da administração municipal, preparar projetos
dentro da sua área de atuação, além de propor princípios e normas e
colaborar na produtividade, eficiência e eficácia dos serviços públicos.

Valor Total R$IL _ _ _ _::.48"'."'00"'0",o"'0'-J1

SÃO JOÃO DAS MISSÕES 01 DE JULHO DE 2013.

Empresa/Nome: MÁRCIA ROCHA SARAIVA


Endereço: RUA TUPINAMBAS, N' 132, CENTRO, CEP:39.47S-000 -SÃO JOÃO DAS MISSÕES/MG
CNPJ/CPF: 082.567.856-08
Telefone(s): _

tCIA ROCHA SA~~~",r--<»-QC"-i~ l:.'tw.~


PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
PROCESSO DE COTAÇÃO - ESPECIFiCAÇÃO
Cód. Cotação: 76
Balizamento: Por item
Data: 01/07/2013
Objeto: CONTRATAÇAO DE SERViÇOS TECNICOS - PRESTADOS POR PROFISSIONAL TECNICO NA AREA DE ADMINISTRAÇÃO.
Favor preencher somente a coluna de Valor Unitário e a coluna de marca, as colunas de amarelo claro.
Item Descrição UND Qtde Valor Unitário Subtotal Marca

SERViÇOS TECNICOS - PRESTADOS POR PROFISSIONAL:


TECNICO NA AREA DE ADMINISTRAÇÃO COM AS SEGUINTES
ATRIBUiÇÕES: Planejar, controlar, organizar, dirigir e avaliar 05
serviços técnico-administrativos, coordenar atividades relacionadas ao
controle de programas, projetos e contratos administrativos: participar MÊS
12,00 4000,00 48.000,00
de programas de treinamento ou neles atuar, executar outras atividades
relacionadas â área de atuação, bem como, a verificação de processos
licitatórios e contratos da administração municipal, preparar projetos
dentro da sua área de atuação, além de propor principias e normas e
colaborar na produtividade, eficiência e eficácia dos serviços públicos.

Valor Total R$l..I_ _ _ _-'4:=.8"'.0"'0"-0,"'0"'01

MANGA 01 DE JULHO DE 2013.

Empresa/Nome: JOSE LOPES DOS SANTOS


Endereço: RUA JOAO RIBEIRO CAMPOS, 2870, BNH, CEP:39.460-000 - MANGAlMG
CNPJ/CPF: 068.287.246-66

Telefone(5): L.- }f?


, LOPES DOS SANTOS(V..lY / "/ N
/ r I
,;t...> .>');",-;"';w;;"':---
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
CNPJ: 18.270.447/0001-46
Praça Presidente Costa e Silva, 1.477, Centro
ORÇAMENTO

OBJETO: CONTRATAÇAO DE SERViÇOS TECNICOS - PRESTADOS POR PROFISSIONAL TECNICO NA


AREA DE ADMINISTRAÇÃO.

Item Código Qtde Unido Descrição Material/Serviço Marca Preço Unit. Preço Total

001 5125 12.0000 MIOS SERViÇOS TECNICOS - PRESTADOS POR l'I.\)\)Ç),ilD Lj '1l .~Q\), tliJ
PROFISSIONAL TECNICO NA AREA DE
ADMINISTRAÇÃO COM AS SEGUINTES
ATRIBUIÇOES: Planejar, controlar, organizar,
dirigir e avaliar os serviços técnico-
administrativos, coordenar atividades
relacionadas ao controle de programas,
projetos e contratos administrativos; participar
de programas de treinamento Ou netes atuar,
executar outras atividades relacionadas à
area de atuação, bem como, a verificação de
processos licitat6rios e contratos da
administração municipal, preparar projetos
dentro da sua área de atuação, além de
, propor principies e norm~s e colaborar na
produtividade, eficiência e eficácia dos
serviços públicos.
Total Geral LI'1< , rll\() . nO

PRAZO DE VALIDADE DO ORÇAMENTO: ___ !j_i!. __ k~":l-.. ________________________ _


OBSERVAÇÃO:

-------------------------------------~---------------- -----------

l) 5 I m I lI,) \ "
Data Assinatura

Observação:
CARO FORNECEDOR, FAVOR DATAR, ASSINAR E CARIMBAR O ORÇAMENTO.
Página 1 de 1

Cotação: 76 - CONTRATAÇÃO DE SERViÇOS TECNICOS - PRESTADOS POR PROFISSIONAL TECNICO NA AREA DE ADMINISTRAÇÃO.
ICÓdigo IQtde I Unidade_JOeSCriçãO do Produto Qtde Orç. Realizados Menor Valor Vir Médio Estimado Unitáriol Valor Estima.do Total

I 5125
I 12,0000
I MÊS .- ~SERVIÇOS TECNICOS - PRESTADOS ~OR PROFISSIONAL
TECNICO NA AREA DE ADMINISTRAÇAO
3 4000,0000 4000,0000 48000,00

. I Total 48000,00

Fornecedor Endereço ICNPJ Telefone Contato


JOSE LOPES DOS SANTOS Rua JOAO RIBEIRO CAMPOS, 287, BNH, Manga 1068.287.246-66 ( ) -
AV. PRESIDENTE JUSCELINO KUBITSCHEK DE O,
RODRIGO PEREIRA DA ROCHA 005.174.362-05 ( ) -
656, Centro, São João das Missões
RUA TUPINAMBAS, N° 132, CENTRO, SÃO JOAO
MÁRCIA ROCHA SARAIVA 082.567.856-08 ( ) -
DAS MISSÕES
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
CNPJ: 18.270.447/0001-46
Praça Presidente Costa e Silva, 1.477, Centro

RESULTADO FINAL
Cotação 70 Data da Cotação: 14/06/2013
Objeto: CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERViÇOS DE SERRALHERIA

CARLOS CEZAR FILHO 161.045,00

Produto Qtde Valor Unit. Sub Total


------ ----- 17000,00
Confecção de caixa dágua de 15.000 millilros 2,0000 8500,0000
-_._----
I
~--_.

l-Confecção de escala de 50x3,5 metalon 50x30. 3,0000 290,0000 I 870,00


IReforma de escada e 50x3,5 metalon 50x30 I 10,0000 50,0000 I 500,00 I
IC~nfecção de porta de aço chapa 24 I 10,0000 155,0000 r 1550,00 I
I ~Jnfecção de porta com grade para vidro chapa 18 I 10,0000 210,000Cl1 2100,00 I
r;:;;;;;re;;çã-;;-;;;;- trave para campo de futebol I 20,0000 850,0000l 17000,00 I
IConfecção de suporte para TV. I 25,0000 150,0000 I 3750,00 I
[Confecção de banca metalica 0,90 altura 1,0 largura e 2,Om com metalon chapa
) 18 e divisória de mandeira
I 35,0000 I 365,0000 I 12775,00 I'

rco~fe~~ã';- de grad~~~ metalon 20x20 chapa 18 _~~-_ _..L_ _~~-_--+1-4-0-,0-000r-80,OÕoõ--1 3200,00 I


rConfecção de grade com 01 polegada chapa 18 I 40,0000 I 100,ÓOOO-l 4000,00 I
IConfecção de alambrado com tubo chapa 14 com grae I 40,0000 I 135:"ÓOOO I 5400,00 I
I-R~';;-;-de troca de ferrolho I 50,0000 I 38,000ô---1 1900,00 I
IReforma de grade com metalon 20x20 chapa 18 I 50,0000 I 65,0000 I 3250,00 I
IC~nfecção de alambrado com tubo 02 polegadas chap;-i4c-;;;;' tela I 50,0000 1 140,0000-1 7000,00 I
Confecção de portão corrediço com chapa 18 50,0000 I 178,OÕOO I 8900,00 I
\ Reforma de portão corrediço com chapa 18 70,0000 I
55,OO"J I 3850,00 I
!Reforma de janela co;;' chapa 24 ----i-7-o,-0000l--6ü.OClliO +\------:4200,001
1 :,eforma de alambrado com tubo chapa 14 com grade 100,0000 I 55,oOiíCll 5500,00 1
1---------
qeforma de janela com chapa 18 - - - - 1 -1-00-,-00-0-0-1 - 55~Ó-oõô-l 5500,00 I
1
I Confecção de Trailer 100,0000 I ÚJO,OÕOO I 30000,00 I
rReforma d;'j~·ne!a-~m grad;-par~~d~-~·-~--- ----+-1-2-0-,0-0-00-+1 6!\oc)(lõi 7800,00 I
--
r:::=-.----------u.-~.-

~~.~a de mesa 500,0000 I-Jõ~_~o,-ío~=r 15000,00 I


PREFEiTURA MUNICiPAL DE MANGA
RESULTADO FINAL
Cotação 76 Data da Cotação: 01/07/2013
Objeto: CONTRATAÇÃO DE SERViÇOS TECNICOS - PRESTADOS POR PROFISSIONAL TECNICO NA AREA DE
ADMINISTRAÇÃO.

JOSE LOPES DOS SANTOS 48.000,00

Produto Qtde Valor Unit. Sub Total


-,_._-_._- -- I-- ..

_
.,~-------~-~-~~--~~~~--_. __
SERViÇOS TECNICOS - PRESTADOS POR PROFISSIONAL
.
12,0000 4000,0000 L __ ~ _48000,00
_ _. _
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA

DECLARAÇÃO

RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS E FINANCEIROS

Processo: 0078 NO. Modalidade: 0042


Modalidade: Pregão Presencial
Objeto: CONTRATAÇÃO DE SERViÇOS TECNICOS E SERViÇOS DE SERRALHERIA

Em atendimento aos dispositivos da lei Federal 8666/93 e para que possa o setor de
licitações dar continuidade à Licitação a6ma identificada, informamos a seguir as dotações do
orçamento, nas quais correrão a despesa:

\
.0"-._.

Ficha Cód. Orçamentário Projeto Atividade Fonte de Recursos

032 3.1.1.4.122.2001.2202.3390360
Manutenção das Atividades RECURSOS ORDINÁRIOS
O

Na oportunidade informamos que o valor estimado da despesa é de R$ 330072,50


conforme levantamento realizado e que a respectiva despesa atende ao disposto nos artigos 16
e 17 da lei Complementar Federal 101/2000, uma vez que, foi considerado o impacto na
execução orçamentária e também está de acordo com a previsão do Plano Plurianual e lei de
Diretrizes Orçamentárias para o exercício.

Informamos ainda que foi verificado o impacto financeiro da despesa e sua inclusão na
programação financeira deste órgão.

MANGA, Segunda-feira, 01 de Julho de 2013


PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA

DECLARAÇÃO DO ORDENADOR DE DESPESAS

Declaro, nos termos do inciso li, do art. 16, da Lei de Responsabilidade Fiscal - LC 101, de
05 de maio de 2000, que a presente ação governamental (CONTRATAÇÃO DE SERViÇOS
TECNICOS E SERViÇOS DE SERRALHERIA) tem adequação orçamentária e financeira com a
lei orçamentária anual e compatibilidade com o plano plurianual e com a lei de diretrizes
orçamentárias do Municipio.

MANGA, Segunda-feira, 01 de Julho de 2013


PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA

AUTORIZAÇÃO

o Prefeito Municipal, ANASTACIO GUEDES SARAIVA, autoriza a abertura de processo


licitatório, para atendimento a(s) solicitação(ões) retro, Objetivando o(a) CONTRATAÇÃO DE
SERViÇOS TECNICOS E SERViÇOS DE SERRALHERIA, desde que, obedecidas as formas
legais.

tNAST G:~RAIVA
"r MANGA, Segunda-feira, 01 de Julho de 2013

'- P~l'feito Municipal (

AUTUAÇÃO

Tendo em vista a autorização da autoridade competente para realização de Licitação para


CONTRATAÇÃO DE SERViÇOS TECNICOS E SERViÇOS DE SERRALHERIA, o setor de
licitações da PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA, declara que foi autuada a presente
Licitação conforme a seguir:

Processo: 0078
N°. Modalidade: 0042
Modalidade: Pregão Presencial
Data Autuação: 01/07/2013

. ~ANGA, Segunda-feira, 01 de Julho de 2013

~~, ~ i
VALFRIDO rt!r~WslÍB~RO
Pregoeiro Oficial
PREfEITURA MUNICIPAL DE MANCA
ESTADO DE MINAS GERAIS

o PrefeitoMunicipal de Manga/MG, o Sr. ANASTACIO Gur~I)[S


SARAIVA, no uso das suas atribuições legais e com fulcro nas disposições cOl1lid~" no
art. 81, XI ele 127,11, da Lei Orgânica Municipal;

RESOLVE:

Art_ 1° - Nomear Pregoeiro para a modalidade de Liciinç,'i"


denominada Pregão e equipe de apoio, que ficará composta da seguinte formél

PREGOEIRO: VALFRIDO MORAIS RIBEIRO

EQUIPE DE APOIO EOILSON SILVA DUTH/\


WESLEY ACIPRES1 E

Art_ 2° - Revogadas as disposições em cOl1trário; "si;) PO!I"""


entrará em vigor na data da sua publicação_

Prefeitura Municipal de Manga/MG, de 02 de Janeiro de 2013.

~
--A-n--!-----,..-"-f4:'G~u'::e·des Sâi'íii v a
Pr -el oMi:JnlcTpãf

I':l/Ier. PRESIDENTE COSTA E SILVA, 1477 - CENTIZO - M!\NGA - IVllt-IA'; GERI'.!'; - nV5iL
f"üÍ';E: (3[1) 361 S"-l"i 70 .. CEP 39460-000 - Filiai!: prekitur.\tJ<?!1l<l.l1a<"\I!.Nfltcí[~np.U)i(!.I)·
PREFElTURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais '
CNPJ: 18.270.447/0001-36

PREGA0 PRESENCIAL N° 0042/2013

o MUNiCíPIO DE MANGA, pessoa jurídica de direito público interno, com endereço na Rua
Marcos Pereira Viana Filho, 175-B, Centro, Manga - MG, inscrito no CNPJ/MF sob o nO
01.612.491/0001-94, através do Prefeito Municipal, Anastácio Guedes Saraiva, do Pregoeiro
e respectiva Equipe de Apoio, designados pela Portaria nO. 007/2013, torna público a abertura
do Processo Licitatório n° 78/2013, na modalidade Pregão Presencial nQ. 0042/2013, do tipo
MENOR PREÇO POR ITEM regido pela Lei Federal nQ 10.520, de 17 de julho de 2002,
subsidiariamente pela Lei Federal 8.666, de 21/6/93, pela Lei 123/2006 e. pelas demais
condições fixadas neste instrumento convocatório.

Constituem anexos deste instrumento convocatório, dele fazendo parte integrante:


a) Anexo 1- Carta de Credenciamento;
b) Anexo II - Declaração de fatos impeditivos;
c) Anexo 111- Declaração (cumprimento do arI.7°, inciso XXXIII da CF);
d) Anexo IV - Formulário de proposta;
e) AnexoV - Minuta da Ata de Registro de Preços.
f) Anexo VII - Modelo de Declaração de Microempresa e Empresa de Pequeno Porte;
'~-~-~----~--~~~--~~~......,,,---------~--~~

01 - OBJETO DA LlCIT AÇÃO

1.1 - A presente licitação tem por objetivo promover o REGISTRO DE PREÇOS, para
futura e eventual CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERViÇOS TÉCNICOS E

~
-~e~\(IÇOS DE SERRALHERIA ··--i Valor
Descrição UND Qtde Subto!al Marca
Unitário
1 Confecção de alambrado com tubo 02
M2 50,00
polegadas ch apa 14 com tela •._ - -
? Confecção de alambrado com tubo chapa 14
M2 40,00
-----.. com Jl.!:ae
Confecção de banca metélica 0,90 altura 1,0
1 3 largura e 2.0 m com metalon chapa 18 e UND 35,00
diviSÓria de m andeira
"--,---_.. ---_._-----
--,----------~--

caixa dágua de 15.000 mil


-- - - - . -
UND 2,00
corrimão com tubo chapa 14
--
M2 100,00
e escala de 50x3,5 metalon
--
UND 3,00
_.-
galpão metálico M2 70,00
- -._--
grade com 01 polegada chapa
M2 40,00
e grade com metalon 20x20
--
M2 40,00
--
grade metalon 20x30 chapa
"_."------
M2 70,00
._----. -- --"---
janela com_grade para vidro M2 60,00 +-_._--
porta com grade para vidro
. __ .
M2 10,00
._._---
porta de aço chapa 24 M2 10,00 ~ _____J
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001·36
--r~

..1.4 Confecção de porta de chapa 18 M2 10,00


Confecção de portão corrediço com chapa
15 M2 50,00
18
16 Confecção de suporte para TV. UNO 25,00
-~-

17 J:,õnfecção de Trailer M2 100,00 ._-


18 Confecção de Irave para campo de fulebol UNO 20,00
Reforma de alambrado com tubo 02
19 M2 100,00
~olegadas chapa 14 com tela .
-'- Reforma de alambrado com lubo chapa 14 --
20 M2 100,00
. - com-'lrade
Reforma de 8anca metálica 0,90 altura 1,0
21 largura e 2,0 cp com metalon chapa 18 e UNO 50,00
~yisoria de madeira
,--
22-- Reforma de cadeira 500,00
--
UNO
--
1
------ --- - - -
23 Reforma de Caixa dágua de 15.000 mil litros UNO 5,00
-- f---'---
24 Refo!ma de corrimão com tubo chapa 14 M2 100,00
--
.~ Reforma de escada e 50x3,5 metalon 50x30
~-----
UNO 10,00
26 Reforma de Galpão metálico M2 100,00
Reforma de grade com metalon 20x20 chapa
---
27 M2 50,00
-.- 18 ,,-
Reforma de grade com tubo de O1 polegada
28 M2 50,00
chapa 18
29-- Reforma de janela com chapa 18 M2 100,00
+--
-"--
30 Reforma de Janela com chapa 24 70,00
-----
_._-- M2 ._--
31 Reforma de janela com grade para vidro M2 120,00
--- "-
_.
32 Reforma de mesa UNO 500,00
--
33__ ,ªeforma de porta de chapa 18 M2 70,00
34 Reforma de portão corrediço com chapa 18 M2 70,00 _._---
}~- ~eforma de portão de chapa 18 M2 75,00
36 . Reforma de trave para campo de futebol PAR 30,00
-é;-
37 -':'-eforrll.~~e troca de fechadura UNO 50,00
38
--
._- Reforma de troca de ferrolho UNO 50,00
SERViÇOS TECNICOS -' PRESTADOS
POR PROFISSIONAL TECNICO NA ÁREA
DE ADMINISTRAÇÃO COM AS
SEGUINTES ATRIBUiÇÕES: Planejar,
controlar, organizar, dirigir e avaliar os
serviços técnico-administrativos, coordenar
atividades relacionadas ao controle de
programas, projetos e contratos
39 administrativos; participar de programas de MÊS 12
treinamento ou neles atuar, executar outras
atividades relacionadas à área de atuação,
bem como, a verificação de processos
licitatórios e contratos da administração
municipal, preparar projetos dentro da sua
área de atuação, além de propor principios e
normas e colaborar na produlividade,
_____ , ~Jência e efi.cácia dos s.ervi2os eúblicos _____1_____._____J
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

02 - DOTAÇÃO ORÇAMENT ÁRIA

2.1 - Os recursos necessários ao atendimento das despesas correrão à conta das dotações
orçamentárias para o ano vigente.

03 - RECEBIMENTO E ABERTURA DA DOCUMENTAÇÃO E PROPOSTAS

3.1 - A proposta comercial (item 04 do Edital) e a documentação necessária à habilitação


(item 05 do Edital) deverão ser colocadas em envelopes separados, indevassáveis,
sob pena de desqualificação, sendo identificados da seguinte forma:

ENVELOPE N°. 1

RAZÃO SOCIAL E ENDEREÇO DO PROPONENTE


[-:--- "ENVELOPE PROPOSTA DE PREÇO"

PROCESSO LlCITATÓRIO N° 78/2013

PREGÃO PRESENCIAL W 0042/2013


MUN-IC~í~p-IO-D-E-M-A-N-G-A-.-E-S-T-A-D-O-D-E-M-IN-A-S'-.G-ER-A-IS
L A/C DO PREGOEIRO

ENVELOPE N°. 2

RAZÃO SOCIAL E ENDEREÇO DO PROPONENTE


C "ENVE;-LO=PE;;-;;:D-:::O-:::C7:U::;-:M;:;E""N~T-;-A-=:Ç"-Ã-=:O::-"- - - - - - - -

PROCESSO LlCITATÓRIO N°78/2013

PREGÃO PRESENCIAL W 0042/2013


---------- MU N-:-:IC~í.."p-:-IO=--=-D=E-M-::-A·-N-:G:-A-·-E-S:-Tc-A-D-O-D-E--M-IN-A-S-G-E-RA-I-S
[ A/C DO PREGOEIRO

3.2- Os envelopes deverão ser entregues ao Pregoeiro na Prefeitura Municipal de Manga da


seguinte forma: .

REALIZAÇÃO DA SESSÃO PÚBLICA DO PREGÃO E ENTREGA DOS ENVELOPES


"PROPOSTA" E "DOCUMENTAÇÃO":
LOCAL: Setor de Compras e Licitações, Prefeitura Municipal.
DIA: 16/07/2013
HORÁRIO: 16:00 (de_zesseis horas)
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

3.3 - O MUNiCíPIO DE MANGA não se responsabilizará por envelopes "Proposta" e


"Documentação" que não sejam entregues ao Pregoeiro designado, no local, data e
horários definidos no item 3.2.

04 - PROPOSTA COMERCIAL

4.1 No "ENVELOPE NO. 1 - PROPOSTA COMERCIAL", o licitante deverá apresentar sua


proposta comercial, sem rasuras, em uma via, datilografada ou processada em
computador, assinada pelo seu representante legal devidamente identificado e
qualificado, constando obrigatoriamente o seguinte:

4.1.1 Identificação da empresa proponente, com nome, número do CNPJ, endereço, telefone
e fax;

4.1.2 Indicação do prazo de validade da proposta qUê deverá ser de, no mínimo, 60
(sessenta) dias, a contar da data de apresentação da mesma;

4.1.3 - Os preços deverão ser cotados considerando-se a entrega do objeto licitado, no


MUNiCíPIO DE MANGA, Estado de Minas Gerais, incluídos os valores de quaisquer gastos ou
despesas com tributos, fretes, 6nus previdenciários e trabalhistas e outros encargos.

4.14 - A apresentação da proposta por parte da licitante significa pleno conhecimento e


integral concordância com as cláusulas e condições deste Instrumento e total sujeição á
legislação pertinente, ficando ratificado nos termos da Declaração prevista no artigo 4°, inciso
VII, da Lei Federal n°.10.520, de 17 de julho de 2002.

05 - CONDIÇÕES PARA HABILITAÇÃO

5.1-Será exigida para Habilitação a apresentação dos documentos, com vigência plena até a
data fixada pata a abertura dos envelopes "Documentação", conforme segue:

5.2 - HABILITAÇÃO JURíDICA

5.2.1 - Registro comercial, no caso de empresa individual;

5.2.2 - Ato constitutivo, estatuto ou contrato social em vigor, última alteração caso houver,
devidamente registrado na Junta Comercial, em se tratando de sociedades comerciais;

5.2.3 - Documentos de eleição dos atuais administradores, tratando-se de sociedades por


ações, acompanhados da documentação mencionada na alínea 5.2.2, deste subitem;

5.24 - Ato constitutivo devidamente registrado no Cartório de Registro Civil de Pessoas


Juridicas tratando-se de sociedades civis, acompanhado de prova da diretoria em exercício;
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

5.3 - PESSOA JURíDICA - SERViÇOS DE SERRALHERIA:


5.3.1 - Prova de Inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica - CNPJ.
5.3.2 - Prova de regularidade para com a Fazenda Municipal do domicílio ou sede do licitante:
Certidão Negativa de Débito ou equivalente;
5.3.3 - prova de regularidade perante o INSS: Certidão Negativa de Débito ou equivalente;
5.3.4 - prova de regularidade perante o' FGTS: Certidão Negativa de Débito ou equivalente;
5.3.5 - prova de regularidade para com a Fazenda Nacional: Certidão Negativa de Débito ou
equivalente;
5.3.6 - prova de regularidade para com a Fazenda Estadual: Certidão Negativa de Débito ou
eq uivalente.
5.3.7 - Certidão Negativa de débitos Trabalhistas.

5.4 - PESSOA FISICA - SERViÇOS TÉCNICOS:


5.4.1 - Copia da Cédula de Identidade.
5.4.2 - Copia do Cadastro de Pessoa Fisica (CPF).
5.4.3 - Comprovante de Residência em nome do licitante ou dos pais.
5.4.4 - Certidão Negativa de débitos Trabalhistas.
5.4.5 - Prova de regularidade para com a Fazenda Municipal do domicílio ou sede do licitante:
Certidão Negativa de Débito ou equivalente;
5.4.6 - Certificados de comprovação de cursos na área administrativa;
5.4.7 - os documentos necessários á habilitação poderão ser apresentados em original, ou por
qualquer processo de cópia autenticados por cartório competente ou autenticados pelo
pregoeiro no ato da sessão.

5.5 - OUTRAS COMPROVAÇÕES.

5.5.1 - Pessoa Juridica deve apresentar Comprovante ou Declaração que dê cumprimento ao


disposto no inciso XXXIII do art. 7° da Constituição Federal, onde proíbe o trabalho noturno,
perigoso ou insalubre a menor de dezoito e de qualquer trabalho a menores de dezesseis anos
salvo na condição de aprendiz, a partir de quatorze anos (MODELO ANEXO 111).

/
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Esta do de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001·36

5.6 . DISPOSiÇÕES GERAIS DA HABILlT AÇÃO

5.6.1 . NO CASO DE MICROEMPRESA OU EMPRESA DE PEQUENO PORTE QUE OPTAR


PELA FRUiÇÃO DOS BENEFicIOS DA LEI COMPLEMENTAR FEDERAL N". 123/06
DEVERÁ OBSERVAR O SEGUINTE:

5.6.1.1 . Quando optante pelo SIMPLES nacional: apresentar comprovante da opção pelo
SIMPLES obtido no sitio da Secretaria da Receita Federal;

5.6.1.2 . Quando não optante pelo SIMPLES nacional: apresentar declaração de Imposto de
Renda ou Balanço Patrimonial e demonstração do resultado do exercício ORE, comprovando
ter receita bruta dentro dos limites estabelecidos nos incisos I e 11, do artigo 3 0 , da Lei
Complementar na. 123/06.

5.6.2 . Não serão admitidas na licitação empresas impedidas de licitar em razão de


penalidades anteriores, bem como as que se encontre em falência, recuperação judicial ou
ainda em concordata, conforme artigo 192 da Lei nO. 11.101/2005.

5.6.3 - No caso de Certidões Negativas que não conste data de validade, serão aceitas com a
data de emissão não superior a 60 (sessenta) dias.

5.6.4 . Os documentos retirados da Internet terão sua autenticidade certificada junto aos sites
dos órgãos emissores, para fins de habilitação, os demais serão admitidos fotocópias sem
autenticação cartorial, desde que os respectivos documentos originais sejam apresentados na
reunião de abertura dos envelopes de habilitação, para a devida autenticação.

5.6.5 - Os documentos acima mencionados não poderão ser substituídos por qualquer tipo de
protocolo ou apresentados por meio de fitas, discos magnéticos, filmes ou cópias em fac-simile,
mesmo autenticadas.

5.6.6· Uma vez incluído no processo licitatório, nenhum documento será devolvido, salvo se o
original for substituído por cópia reprográfica autenticada ou tratar-se dos envelopes de
licitantes desqualificadas.

5.6.7 . Os documentos de habilitação devem ser apresentados no envelope na. 02, lacrado,
devidamente identificado, se possível em papel formato A4.

06 - DA SESSÃO DO PREGÃO E DO CREDENCIAMENTO

6.1 . O Pregoeiro declarará aberta a sessão do PREGÃO em data e hora, especificada no item
3.2, dando início ao credenciamento e identificação dos representantes das proponentes, onde
colherá suas declarações dando ciência do cumprimento dos requisitos de habilitação exigidos
no presente Instrumento.
· PRÉFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

6.2 - Para manifestar-se nas fases do procedimento licitatório, o representante único da


proponente participante deverá apresentar-se ao Pregoeiro, quando convocado para
credenciamento, devidamente munido com cédula de identidade e documentação apropriada,
observando o que segue:

6.2.1 - As pessoas juridicas ou firmas individuais deverão credenciar, mediante apresentação


de procuração por instrumento público ou particular (anexar cópia do estatuto ou contrato
social), um procurador para lhe atribuir poderes no tocante à formulação de lances e demais
práticas necessárias para concretizar os atos e operações no sistema.

6.2.2 - Em se tratando de sócio, proprietário, dirigente ou gestor de negócios da proponente,


deverá ser apresentado cópia do respectivo Estatuto e/ou Contratos pertinentes, no qual
estejam expressos os seus poderes para exercerem direitos e assumir obrigações.

07 - DA CLASSIFICAÇÃO DAS PROPOSTAS COMERCIAIS

7.1 - Os envelopes de Propostas Comerciais serão abertos e será verificado o atendimento a


todas as especificações e condições estabelecidas neste Edital, sendo 'imédiatamente
desclassificadas aquelas que estiverem em desacordo.

7.2 - O Pregoeiro classificará a proposta de maior desconto e as propostas com valores até
10% (dez por cento) superiores àquelas de desconto mais baixo para fazer novos lances
verbais e sucessivos, até a proclamação do vencedor.

7.2.1- Se não houver, no minimo, 03 (três) propostas de preços nas condições definidas no
subitem anterior, o Pregoeiro classificará as melhores propostas, até o máximo de 03 (três),
para que seus autores participem dos lances verbais, quaisquer que sejam os preços
oferecidos nas propostas apresentadas.

8.1 - Às proponentes classificadas será dada a oportunidade para nova disputa, por meio de
lances verbais e sucessivos, com lances distintos e decrescentes, a partir do autor da melhor
proposta e os demais em ordem crescente de classificação.

8.2 - Se duas ou mais propostas em absoluta igualdade de condições ficarem empatadas será
realizado sorteio em ato público para definir a ordem de apresentação dos lances verbais.

8.3 - A desistência em apresentar lance verbal, quando convocado pelo Pregoeiro, implicará na
exclusão da proponente da etapa de lances verbais e na manutenção do último preço
apresentado pelo proponente, para efeito de posterior ordenação das propostas.
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001·36

8.4 - EM RELAÇÃO AOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE, CONSIDERANDO AS


PRERROGATIVAS LEGAIS PELAS MICROEMPRESAS OU EMPRESAS DE PEQUENO
PORTE, SE O CASO, DEVERÁ SER OBSERVADO O REGULAMENTO ESTABELECIDO
NOS ITENS SEGUINTES DESTE EDITAL.

09 - DO JULGAMENTO

9.1-0 critério de julgamento será o de MENOR PREÇO POR ITEM.

9.2-Declarada encerrada a etapa competitiva de lances, as ofertas serão ordenadas para


classificação a partir do menor preço por item.

9.3 - O Pregoeiro examinará a aceitabilidade da primeira proposta classificada.

9.5 - Havendo propostas ou lances, conforme o caso, de microempresas ou empresas de


pequeno porte, com intervalo de até 5% (cinco por cento) superiores a licitante originalmente
melhor classificada no certame, serão essas consideradas empatadas, com direito de
preferência pela ordem de classificação, nos termos do artigo 44, da Lei Complementar nO. 123,
de 14 de dezembro de 2006, para oferecer proposta;

9.6 . Não sendo exercido o direito de preferência com apresentação de proposta/lance inferior
pela microempresa de pequeno porte, conforme o caso, no prazo de 05 (cinco) minutos após o
encerramento de lances a contar da convocação do PREGOEIRO, ocorrerá a preclusão e a
contratação da proposta originalmente mais bem classificada, ou revogação do certame.

9.7 - O exercicio do direito de preferência somente será aplicado quando a melhor oferta da
fase de lances não tiver sido apresentada pela própria microempresa ou empresa de pequeno
porte.

9.8 - Serão consideradas equivalentes, propostas de microempresas ou empresas de pequeno


porte de igual valor, para efeito de que dispõe a Lei Complementar n°. 123/06.

9.9 - O instituto da preferência da contratação no exame das propostas previsto no presente


edital, somente se aplicará na hipótese da proposta inicial não ter sido apresentada por
microempresa ou empresa de pequeno porte.

9.10 - O PREGOEIRO deverá comparar os preços apresentados, observando os preços


propostos com os praticados no mercado, utilizando-se da pesquisa realizada.

9.11 - Constatado o atendimento pleno às exigências editalícias, será a proponente declarada


vencedora, sendo-lhe adjudicado o objeto para o qual apresentou proposta.

9.12 - Sendo aceitável a proposta de menor preço, será aberto o envelope contendo a
documentação de habilitação da proponente que tiver formulado para confirmação da suas
condições habilitatórias.
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001·36

9.13 - Se a proposta não for aceitável ou se a proponente não atender às exigências


habilitatórias, o Pregoeiro examinará as demais propostas subseqüentes classificadas,
verificando a sua aceitabilidade quanto ao objeto e valor, procedendo à verificação das
condições de habilitação da proponente, até a apuração de uma proposta que atenda ao edital,
sendo a respectiva proponente declarada vencedora e a ela adjudicada o objeto deste edital
para o qual apresentou proposta.

9.14 - Em havendo apenas uma proposta e desde que atenda a todos os termos do edital e
que seu preço seja compativel com o valor estimado da contratação, esta poderá ser aceita.

9.15 - Caso não venham ser realizados lances verbais, será verificada a conformidade entre a
proposta escrita de menor preço e o valor estimado da contratação.

9.16 - Apurada a melhor proposta que atenda ao edital, o Pregoeiro deverá negociar para que
seja obtido um melhor preço.

9.17 - Aberto o invólucro "DOCUMENTAÇÃO", em havendo restrição quanto à regularidade


fiscal no caso de microempresa ou empresa de pequeno porte, fica concedido um prazo de 02
(dois) dias para a sua regularização, prorrogável por igual periodo mediante justificativa
tempestiva e aceita pelo Pregoeiro.

9.18 - A não regularização fiscal no prazo estabelecido no item 9.17, implicará decadência do
direito a contratação, sendo facultado a administração convocar os licitantes remanescentes,
na ordem de classificação, para negociar nos termos do disposto no art. 4°, inciso XXIII, da Lei
10.520, de 17 de julho de 2002.

9.19 - Da reunião lavrar-se-á a ata circunstanciada, na qual serão registrados todos os atos do
procedimento e as ocorrências relevantes e que, ao final, será assinada pelo Pregoeiro, Equipe
de Apoio e pelas proponentes.

10 - DOS RECURSOS

10.1 - Declarada a vencedora, qualquer proponente poderá manifestar imediata e


motivadamente a intenção de recorrer, cuja sintese será lavrada em ata, sendo concedido o
prazo de 3 (três) dias úteis para apresentação das razões de recurso, ficando as demais
proponentes desde logo intimadas para apresentar contra-razões em igual número de dias que
começarão a correr do término do prazo do recorrente, sendo-lhes assegurada vista imediata
dos autos na sede do município.

10.2 - A proponente poderá também apresentar as razões do recurso no ato do Pregão, as


quais serão reduzidas a termo na respectiva ata, ficando todas as demais proponentes desde
logo intimadas para apresentar contra-razões no prazo de 3 (três) dias úteis, contados da
lavratura da ata, sendo-lhes assegurada vista imediata dos autos.

10.3 - Na falta de manifestação imediata e motivada, no momento oportuno, a proponente


decairá do direito de recurso.
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001·36

10A - Os recursos deverão ser decididos no prazo de 05 (cinco) dias úteis.

10.5 - O acolhimento de recurso importará a invalidação apenas dos atos insuscetíveis de


aproveitamento.

10.6 - O resultado do recurso será divulgado mediante afixação no quadro de avisos da


Prefeitura Municipal e comuflicado a todas as proponentes via fax.

11 - DA ADJUDICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO

11.1 - Inexistindo manifestação recursal, o Pregoeiro adjudicará o objeto da licitação a


proponente vencedora, com a posterior homologação de resultado pelo Sro. Prefeito Municipal.

11.2 - O licitante julgado vencedor será convocado oportunamente, fixando o prazo máximo de
5 (cinco) dias consecutivos para o atendimento á mencionada convocação e assinatura da Ata
e contrato.

11.2.1-Será considerado desistente, o licitante que não comparecer dentro do prazo


supracitado, fato que dará direito ao Município a proceder de conformidade com o arl. 7°
da Lei Federal 10.520, de 17 de julho de 2002.

11.3 - Decorridos 60 (sessenta) dias da data de abertura das propostas sem convocação para
contratação ou emissão· da ordem de fornecimento, ficam os licítantes liberados dos
compromissos assumidos.

12 - ENTREGA DO OBJETO LICITADO

12.1 - Os serviços, objeto desta licitação, deverão ser entregue de acordo com os pedidos
emitidos pelo Secretario Municipal de Obras e Serviços Urbanos, através de requisições com
as especificações dos serviços e os locais a serem executados.

12.2 - Ficará por conta da Contratada todas as despesas com seguros, tributos, encargos
trabalhistas e previdenciários decorrentes do fornecímento do objeto da licitação.

12.3 - O MUNICíPIO DE MANGA, Estado de Minas Gerais, reserva-se o direito de não aceitar
os serviços prestados em desacordo com o previsto neste instrumento convocatório, podendo
cancelar o contrato e aplicar as penalidades previstas neste Instrumento.

13 - CONDiÇÕES PARA FATURAMENTO I PAGAMENTO


PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

13.1- O pagamento será efetuado 30 (trinta) dias após a realização dos serviços, mediante a
apresentação da Nota Fiscal à PREFEITURA MUNICIPAL DE Manga, devidamente carimbada
e assinada pelo servidor designado pelo Setor de Compras

14 - DAS SANÇÕES

14.1. Pelo descumprimento total ou parcial das condições previstas na proposta ou no


contrato, o MUNiCíPIO DE MANGA, Estado de Minas Gerais, poderá aplicar à
adjudicatária ou contratada as sanções previstas no art. 87 da Lei nO. 8.666/93 e art.7°
da Lei 10.520/2002, sem prejuizo da responsabilização civil e penal cabiveis.

14.2. Ficam estabelecidos os seguintes percentuais de multas:

14.2.1. - 0,3% (três décimos por cento) por dia, até o 302 (trigésimo) dia de atraso,
sobre o valor dos serviços não prestados;

14.2.2. - 20%· (vinte por cento) sobre o valor do serviço não prestado, no caso de
atraso superior a 30 (trinta) dias, com o conseqüente cancelamento da Ordem de
Fornecimento;

14.2.3. -10% (dez por cento) sobre o valor da adjudicação, no caso da


adjudicatária, injustificadamente, desistir da mesma ou ficar proibido pela
fiscalização competente de fornecer o produto por dolo ou culpa.

14.3. -As sanções acima descritas poderão ser aplicadas cumulativamente, ou não, de
acordo com a gravidade da infração, facultada ampla defesa à CONTRATADA, no
prazo de 5 (cinco) dias úteis a contar da intimação do ato.

14.4. - O recolhimento das multas referidas nos subitens14.2.1; 14.2.2 e 14.2.3 deverá
ser feito, através de guia própria, ao MUNICíPIO DE MANGA, Estado de Minas Gerais,
no prazo máximo de 03 (três) dias úteis a contar da data em que for aplicada a multa.

15 - DO REGISTRO DE PREÇOS

15.1. - Homologado o procedimento e adjudicado o registro de preços, será convocado,


pelo Chefe do Departamento de Compras, o(s) vencedor (es) da licitação para, dentro
do prazo de 05 (cinco) dias úteis, a contar da' data de recebimento da notificação,
assinar a Ata de Registro de Preços e contrato cujas minutas integram esse Edital, sob
pena de decair do direito ao Registro de Preços, podendo, ainda, sujeitar-se à
penalidade legais.

151.1. O prazo para assinatura da Ata poderá ser prorrogado uma vez, por igual periodo,
quando solicitado pela parte durante o seu transcurso e desde que ocorra motivo
justificado e aceito pela Administração.
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

15.1.2. As empresas com preços registrados passarão a ser denominadas detentoras da


Ata de Registro de Preços, após assinatura da Ata.

152. A prestação dos serviços será efetuada mediante expedição da Ordem de


Fornecimento, da qual constarão ã data de expedição, especificações dos serviços,
quantitativo, prazo, local de entrega e preços unitário e total, que substituirá o Termo de
Contrato.

15.3. Durante o prazo de validade da Ata de Registro de Preços, sua detentora fica
obrigada a prestar os serviços registrados, nas quantidades indicadas em cada Ordem
de Fornecimento.

15.4. A existência do preço registrado não obriga o Município de MANGA a firmar as


contratações que dele poderão advir, facultada a utilização de outros meios com
observância na legislação vigente, sendo assegurado à detentora da Ata de Registro de
Preços preferência em igualdade de condições.

15.5. Constituem motivos para o cancelamento da Ata de Registro de Preços as


situações referidas nos artigos 77 e 78 da Lei Federal n° 8.666/93

15.6. A administração da Ata de Registro de Preços decorrente desta Concorrência


caberá ao Setor de Compras e Licitações.

15.7. A segunda classificada só poderá fornecer à Administração, quando tiver


esgotado a capacidade de fornecimento da primeira, e assim subseqüente.

15.8. As quantidades solicitadas serão de acordo com as necessidades, respeitando o


limite, sendo facultado ao licitante atender o quantitativo em função de sua capacidade
de fornecimento.

15.8.1 - Se a detentora da ata não puder fornecer o quantitativo total requisitado ou parte
dele, deverá comunicar o fato ao Setor de Compras e Licitações, por escrito,
imediatamente após o recebimento da Ordem de Fornecimento.

15.9. A detentora da ata ficará obrigada a atender as ordens de fornecimentos


efetuadas dentro do prazo de validade do registro, mesmo se a entrega do produto
ocorrer em data posterior a do seu vencimento.

16 - DISPOSiÇÕES GERAIS.

16.1. Onde este Edital for omisso, prevalecerão os termos das Leis Federais nO.
8.666/93 e 10.520/2002 e modificações posteriores, independentes de menção
expressa neste documento.
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Esta do de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

16.2. Fica reservado ao MUNiCíPIO DE MANGA o direito de promover diligências


conforme disposto no § 3° do art. 43 da Lei nO. 8.666/93, cujas condições serão fixadas
no próprio termo.

16.3. As decisões do Pregoeiro do MUNiCíPIO DE MANGA, Estado de Minas Gerais,


serão publicadas no Quadro de Avisos da Prefeitura Municipal, podendo ser aplicado o
disposto no § 1° do art. 109 da Lei nO. 8.666/93.

16.4. - Este edital deverá ser lido e interpretado na íntegra, e após apresentação da
documentação e da proposta, não serão aceitas alegações de desconhecimento ou
discordância de seus termos.

16.5. - As proponentes interessadas terão direito a vista ao processo tanto das


Propostas Comerciais quanto dos Documentos de Habilitação apresentados na sessão

16.6. - É vedado a proponente retirar sua proposta ou parte dela após aberta a sessão
do Pregão.

16.7. - A presente licitação poderá ser revogada por razões de interesse público,
decorrente de fato superveniente devidamente comprovada, ou anulada, em todo ou em
parte, por ilegalidade reconhecida de ofício ou por provocação de terceiros, mediante
parecer escrito e devidamente comprovado ..

168. O Pregoeiro, no interesse da Administração, poderá relevar omissões puramente


formais observadas na documentação e proposta, desde que não contrariem a
legislação vigente e não comprometa a lisura da licitação, sendo possível à promoção
de diligência destinada a esclarecer ou a complementar a instrução do processo para
esse fim específico.

16.9. - Decididos os recursos ou transcorrido o prazo para sua interposição, o


Pregoeiro devolverá às proponentes, julgadas desclassificadas, os envelopes
"DOCUMENTAÇÃO" inviolados, no encerramento da licitação.

16.10. - A impugnação ao presente Edital somente será considerada se apresentada ao


protocolo da Prefeitura Municipal, na forma original, com o prazo de até 02 (dois) dias
úteis antes da reunião de abertura do processo licitatório.

16.11. - As solicitações de esclarecimentos deverão ser encaminhadas por escrito até 48


(quarenta e oito) horas antes da abertura dos envelopes, ao Pregoeiro na Praça
Presidente Costa e Silva. 1.477 - Centro, Setor de Compras e Licitações, no horário de
08:00 as 12: 00 horas.

16.12. Fica eleito o foro da Comarca de Manga, Estado de Minas Gerais, para solucionar
quaisquer questões oriundas desta licitação.

Manga - MG, 01 de Julho de 2013.


PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

o
Pregoeiro
301

PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA


Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

ANEXO I
MODELO DE CARTA DE CREDENCIAMENTO

Modalidade: Pregão Presencial


W do Edital : 0042/2013
Numero Processo: 78/2013
Data da Abertura : 16/07/2013 16:00:00

.A (nome da empresa) CNPJ n°. com sede à


_-;::,-----;-_ _--,--,--____ ' neste ato representada pelo(s) (diretores ou sócios, com
qualificação completa - nome, RG, CPF, nacionalidade, estado civil, profissão e endereço) pelo
presente instrumento de mandato, nomeia e constitui, seu(s) Procurador(es) o Senhor(es) (nome, RG,
CPF, nacionalidade, estado civil, profissão e endereço),a quem confere(m) amplos poderes para junto
ao Municipio de Manga-MG praticar os atos necessários para representar a outorgante na licitação
na modalidade de pregão presencial n.o 0042/2013, usando dos recursos legais e acompanhando-os,
conferindo-lhes, ainda, poderes especiais para desistir de recursos, interpô-los, apresentar lances
verbais, negociar preços e demais condições, confessar, transigir, desistir, firmar compromissos ou
acordos, receber e dar quitação, podendo ainda, substabelecer esta para outrem, com ou sem
reservas de iguais poderes, dando tudo por bom firme e valioso, e, em especial. Local, data e
assinatura.

Local, _ _ _ , de _ _ _.de 2013.

Assinatura do Licitante
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

ANEXO 11
[MOEELO DE DECLARAÇÃO DE INEXISTENCIA DE FATOS IMPEDITIVOS

Modalidade: Pregão Presencial


N°. do Edital: 0042/2013
Numero Processo: 78/2013
Data da Abertura: 16/07/2013 16:00:00

(Nome da empresa) ,CNPJ nO. , sediada


~_-:--,-_ (endereço completo) , declara, sob as penas da lei, que até a presente
data inexistem fatos impeditivos para sua habilitação no presente processo licitatório, ciente da
obrigatoriedade de declarar ocorrências posteriores.

Local, _ _ _ , de ____ de 2013.

Assinatura do Licitante
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

ANEXO 111

DECLARAÇÃO REGULARIDADE COM O EXIGIDO NO ART. 7°, INCISO XXXIII DA


CONSTITUiÇÃO FEDERAL.

Modalidade: Pregão Presencial


N°. do Edital : 0042/2013
Numero Processo : 78/2013
Data da Abertura : 16/07/2013 16:00:00

(nome da empresa) inscrito(a) no CNPJ


n' por intermédio de seu representante legal ora)
Sr(a) . portador(a) da Carteira de Identidade no
............... e do CPF no ................... DECLARA. para fins do disposto no inciso V do art
27 da Lei 1108.666. de 21 de junho de 1993. acrescido pela Lei no 9.854. de 27 de outubro de 1999.
que não emprega menor de dezoito anos em trabalho noturno. perigoso ou insalubre e não emprega
menor de dezesseis anos ..

Ressalva: emprega menor. a partir de quatorze anos. na condição de aprendiz ( ) .

Local. _ _-,-' de ____ de 2013.

Assinatura do Licitante
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001·36

ANEXO IV

FORMULÁRIO DE PROPOSTA
Modalidade: Pregão Presencial
W. do Edital: 0042/2013
Numero Processo: 78/2013
Data da Abertura: 16/07/2013 16:00:00

A empresa , inscrita no CNPJ sob o nO , inscrição


estadual nO estabelecida à nO _ __
B a i r r o , na cidade de , telefone , fax , vem pela presente
apresentar abaixo sua proposta de preços para a CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE
SERViÇOS TÉCNICOS E SERViÇOS DI;: SERRALHERIA, através do Registro de Preços, de
acordo com as exigências do Edital supra citado.

Valor
Item Descrição UND Qtde Subtotal Marca
Unitário
Confecção de alambrado com tubo 02
1 M2 50,00
polegadas chapa 14 com tela
Confecção de alambrado com tubo chapa 14
2 M2 40,00
com qrae
Confecção de banca metálica 0,90 altura 1,0
3 largura e 2,Om com metalon chapa 18 e UND 35,00
~_.
divisória de mandeira - --
Confecção de caixa dágua de 15.000 mil
4 UND 2,00
lilros --
-- 5
-_._-- Confecção de corrimão com tubo chapa 14 M2 100,00 -
Confecção de escala de 50x3,5 metalon
6 UND 3,00
50x30.
Confecção de galpão metálico M2 70,00
I--~
Confecção de grade com 01 polegada chapa
8 M2 40,00
18
Confecção de grade com metalon 20x20
9 M2 40,00
chapa 18
Confecção de grade metalon 20x30 chapa
10 M2 70,00
18
11 Confecção de janela com grade para vidro M2 60,00
Confecção de porta com grade para vidro
12 M2 10,00
~~8 --
13 Confecção de porta de aço chapa 24
-_.~--
M2 10.00
14 f--~onfecção
de porta de chapa 18 M2 10,00
Confecção de portão corrediço com chapa
15 M2 50,00
18
16 Confecção de suporte para TV. UND 25,00
17 Confecção de Trailer M2 100,00
18 Confecção de trave para campo de futebol UND 20,00
Reforma de alambrado com tubo 02
19 M2 100,00
'polegadas chaea 14 com tela
Reforma de alambrado com tubo chapa 14
20 M2 100,00
com grade
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447 {0001·36

Reforma de Banca metálica 0,90 altura 1,0


-
21 largura e 2,0 cp com metalon chapa 18 e UNO 50,00
divisoria de madeira ---
500,00
---
~22 Reforma de cadeira UNO
23 Reforma de Caixa dágua de 15_000 mil litros UNO 5,00
24 Reforma de corrimão com tubo chapa 14 M2 100,00
25 Reforma de escada e 50x3,5 metalon 50x30 UNO 10,00
26 Reforma de Galpão metálico M2 100,00
Reforma de grade com metalon 20x20 chapa
27 M2 50,00
,---- 18
Reforma de grade com tubo de 01 polegada
28 M2 50,00
chapa ~8
29 Reforma de janela com chapa 18 M2 100,00
30 Reforma de janela com chapa 24 70,00
--
M2
31 Reforma de janela com grade para vidro M2 120,00
32 Reforma de mesa UNO 500,00
33 Reforma de porta de chapa 18 M2 70,00
~_ Reforma de portão corrediço com chapa 18 M2 70,00
--- ' - - - - - -
35 Reforma de portão de chapa 18 M2 75,00
I
-- 36 Refo'rma de trave para campo de futebol PAR 30,00
.-
37 'Reforma de troca de fechadura UNO 50,00
-----:-c---- ._~

38 Reforma de troca de ferrolho UNO 50,00


---
SERViÇOS TECNICOS - PRESTADOS
POR PROFISSIONAL TECNICO NA ÁREA
DE ADMINISTRAÇÃO COM AS
SEGUINTES ATRIBUiÇÕES: Planejar,
controlar, organizar, dirigir e avaliar os
serviços técnico-administrativos, coordenar
atividades relacionadas ao controle de
programas, projetos e contratos
39 administrativos; participar de programas de MÊS 12
treinamento ou neles atuar, executar outras
atividades relacionadas à área de atuação,
bem como, a verificação de processos
\icitatórios e contratos da administração
municipal, preparar projetos dentro da sua
área de atuação, além de propor principias e
normas e colaborar na produtividade,
,eficiência e eficácia dos serviços públicos,
--

o prazo de validade da proposta é de 60 (sessenta dias)

Local, _ _ _ , de ____de 2013_

Assinatura do Licitante
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001·36

ANEXO V

MINUTA DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

ATA DE REGISTRO DE PREÇO N. ° 00_/2013

PROCESSO N°. 78/2013


PREGÃO PRESENCIAL N°. 0042/2013

VALIDADE: 12 MESES

Por este instrumento, O Município de Manga, pessoa jurídica de direito público interno, inscrito
no CNPJ NO. 01.612.491/0001-94, com sede na Praça Presidente Costa e Silva, 1.477 - Centro,
Manga - Minas Gerais, denominado CONTRATANTE, neste ato representado por seu Prefeito
Municipal, Sr. Anastácio Guedes Saraiva, inscrito no CPF sob o n°. 000.000.000-00 e carteira
de Identidade RG nO. 0.000.000, considerando o julgamento de Procedimento Licitatório de nO.
78/2013, Modalidade Pregão Presencial por Registro de Preços nO. 0042/2013, e respectiva
homologação, RESOLVE registrar o menor preço por item, da empresa
_-::-_ _ _ _ _ _ _--:' inscrita no CNPJ sob o nO. , estabelecida
na Rua , Bairro: _ _ , neste ato representado pelo Sr. _ _ _ _ _ _--:-_
CPF nO. . e Carteira de Identidade , residente e
domiciliado na cidade de , tendo como objeto o Registro de Preços pelo Sistema
. de Registro d~ Preços para futura e eventual CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE
SERViÇOS TECNICOS E SERViÇOS DE SERRALHERIA, conforme atendimento às
condições previstas no Instrumento Convocatório - Edital de Registro de Preços, e as
constantes desta Ata de Registro de Preços, sujeitando-se as partes às normas constantes
nos termos da Lei Federal nº. 10.520/02, Decreto Municipal n. 0002/2005 de 06 de Janeiro de
2005, bem como pelo Arl. 15 da Lei Federal nº. 8.666/93 de 21/06/1993 e suas alterações, e
demais normas legais aplicáveis, e em conformidade com as disposições a seguir:

CLÁUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO E DAS NORMAS DE EXECUÇÃO

1. DO OBJETO

1.1- A presente ata tem por objeto o Registro de Preços, do tipo menor preco por item. pelo
Sistema de Registro de Preços para futura e eventual CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE
SERViÇOS TÉCNICOS E SERViÇOS DE SERRALHERIA, tendo como parãmetro de preços,
aqueles constantes na Proposta Final da empresa vencedora do item, nos termos e condições
estabelecidas no Edital de Registro de Preços do Processo Licitatório nO. 78/2013, Pregão
Presencial n°.0042/2013 documentação e proposta de preço vencedora.
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001·36

Parágrafo Único - Este instrumento não obriga ao Município de Manga/MG, a firmar


contratações nas quantidades estimadas, podendo ocorrer licitações específicas para
aquisição do (s) objeto (s), obedecida à legislação pertinente, sendo assegurada ao detentor do
registro à preferência de fornecimento, em igualdade de condições.

1.2-DASNORMASDEEXECUçAO

- Os serviços deverão ser prestados de acordo com os pedidos emitidos pelo Secretario
Municipal de Obras e Serviços Urbanos, através de requisições com as especificações dos
serviços e os locais a serem executados.

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VIGÊNCIA DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

A presente Ata terá validade de 12 (doze) meses, contados a partir da assinatura da ata.

CLÁUSULA TERCEIRA - DA GERÊNCIA DA PRESENTE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS.

O gerenciamento deste instrumento caberá a Prefeitura Municipal de Manga/MG, através do


Departamento de Compras no seu aspecto operacional e à sua Assessoria Juridica nas
questões legais.

CLÁUSULA QUARTA - DOS PREÇOS, ESPECIFICAÇÕES E QUANTITATIVOS.


Consideram-se registrados os seguintes preços: Conforme apuração do resultado final no
mapa de preços.

Cada preço unitário registrado foi retirado do sistema de controle do Município após a aplicação
do menor preço.

CLÁUSULA QUINTA - DO LOCAL E PRAZO DE ATENDIMENTO

O fornecimento dos produtos será parcelado de acordo com as necessidades do Município.


Após a entrega da ORDEM DE FORNECIMENTO emitida pela Contratante o Licitante
vencedor deverá prestar os serviços de acordo com as orientações do Secretario Municipal de
Obras e Serviços Urbanos, conforme as condições estabelecidas neste edital.
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001·36

CLÁUSULA SEXTA - DAS CONDiÇÕES DE FORNECIMENTO

A detentora da presente Ata de Registro de Preços será obrigada a atender todos os pedidos
efetuados durante a vigência desta, mesmo que a entrega deles estiver prevista para data
posterior a do seu vencimento.

Se os serviços prestados não corresponderem às especificações exigidas no Procedimento


Licitatório de nO. 78/2013, o qual precedeu a presente ata, estes não serão aceitos e a
detentora da presente Ata deverá prestá-los novamente, no prazo máximo de cinco dias,
independentemente da aplicação das penalidades cabíveis.

Cada fornecimento deverá ser efetuado mediante Ordem de Fornecimento, a qual poderá ser
feita por memorando, oficio ou fac-símile, devendo dela constar: a data, o valor unitário do
serviço, a quantidade pretendida, o local para a entrega, o carimbo e a assinatura do
responsável.

A empresa fornecedora, quando do recebimento da Ordem de Fornecimento, deverá colocar,


na cópia que necessariamente a acompanhar, a data e hora em que a tiver recebido, além da
identificação de quem procedeu ao recebimento.

A cópia da Ordem de Fornecimento referida no item anterior deverá ser devolvida para a
unidade requisitante, a fim de ser anexada ao processo de administração da ata.

A empresa detentora da presente ata fica obrigada a aceitar o acréscimo de até 25% (vinte e
cinco por cento) nas quantidades estimadas.

CLÁUSULA SÉTIMA - DAS OBRIGAÇÕES DO FORNECEDOR

São obrigações do fornecedor, além das demais previstas nesta Ata:

I - executar o fornecimento dentro dos padrões estabelecidos pelo Município de Manga/MG, de


acordo com o especificado nesta Ata, responsabilizando-se por eventuais prejuízos
decorrentes do descumprimento de qualquer cláusula ou condição aqui estabelecida;

II - prestar os esclarecimentos que forem solicitados pela Prefeitura Municipal de Manga/MG,


cujas reclamações se obriga a atender prontamente, bem como dar ciência, imediatamente e
por escrito,de qualquer anormalidade que verificar quando da execução do contrato;

III - dispor-se a toda e qualquer fiscalização do Municipio, no tocante a prestação dos serviços,
assim como ao cumprimento das obrigações previstas nesta Ata;

IV - prover todos os meios necessários à garantia da plena operacionalidade do fornecimento,


inclusive considerados os casos de greve ou paralisação de qualquer natureza;
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

v-a falta de quaisquer dos materiais cujo fornecimento incumbe ao detentor do preço
registrado não poderá ser alegada como motivo de força maior para o atraso, má execução ou
inexecução dos serviços objeto desta ata e não a eximirá das penalidades a que está sujeita
pelo não cumprimento dos prazos e demais condições estabelecidas;

VI - comunicar imediatamente ao Município qualquer alteração ocorrida no endereço, conta


bancária e outros julgáveis necessários para recebimento de correspondêncía;

VII - fiscalizar o perfeito cumprimento do fornecimento a que se obrigou, cabendo-lhe,


integralmente, os ônus decorrentes. Tal fiscalização dar-se-á independentemente da que será
exercida pelo Município.

VIII - indenizar terceiros e/ou ao Município, mesmo em caso de ausência ou omissão de


fiscalização de sua parte, por quaísquer danos ou prejuízos causados, devendo a contratada
adotar todas as medidas preventivas, com fiel observâncía às exigências das autoridades
competentes e ás disposições legais vigentes;

CLÁUSULA OITAVA - DAS RESPONSABILIDADES DO FORNECEDOR

São responsabilidades do Fornecedor Registrado:

I - todo e qualquer dano que causar ao M\Jnicípio, ou a terceiros, ainda que culposo, praticado
por seus prepostos, empregados ou mandatário, não excluindo ou reduzindo essa
responsabilidade a fiscalização ou acompanhamento pelo Município.

II - todas e quaisquer multas, indenizações ou despesas impostas ao Município por autoridade


competente, desde que devidas e pagas, em decorrêncía do descumprimento pela contratada
de lei ou de regulamento a ser observado na execução da ata, as quais serão reembolsadas ao
Município, que ficará, de pleno direito, autorizada a descontar, de qualquer pagamento devido
à contratada, o valor correspondente.

Parágrafo Primeiro - a contratada autoriza ao Município a descontar o valor correspondente aos


referidos danos ou prejuízos diretamente das faturas pertínentes aos pagamentos que lhe
forem devidos, independentemente de qualquer procedimento judicial ou extrajudicial,
assegurada a prévia defesa.

Parágrafo Segundo - a ausência ou omissão da fiscalização do Município não eximirá a


contratada das responsabilidades previstas nesta Ata.

CLÁUSULA NONA - DAS OBRIGAÇÕES DA PREFEITURA

O Municipio de Manga/MG, obriga-se:

I - indicar os locais e horários em que deverão ser prestados os serviços.


PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

II - permitir ao pessoal da contratada, acesso ao local onde serão prestados os serviços, desde
que observadas as normas de segurança;

III - notificar a contratada de qualquer irregularidade encontrada na prestação dos serviços.


CLÁUSULA DÉCIMA - DO PAGAMENTO

O pagamento decorrente da concretização do objeto desta licitação será efetuado em até 30


(trinta) dias mediante a efetiva prestação dos serviços e apresentação da respectiva nota fiscal.
Na ocasião, a empresa deverá estar regular perante a Seguridade Social (INSS), ao Fundo de
Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e ao Município da licitante, para fins de recebimento,
sob pena de o Município reter o (s) referido (s) pagamento (s) até a comprovação exigida.

Parágrafo Primeiro - Caso constatado alguma irregularidade nas notas fiscais/faturas, estas
serão devolvidas ao fornecedor, para as necessárias correções, com as inforrnações que
motivararn sua rejeição, contando-se o prazo para pagamento da data da sua reapresentação.

Parágrafo Segundo - Para cada Nota de Empenho a Contratada deverá emitir uma nota
fiscal/fatura.

Parágrafo Terceiro - O pagamento ficará ainda condicionado a regularidade documental junto


ao Município.

Parágrafo Quarto - Constatada a situação de irregularidade docurnental junto ao Município, a


contratada será cornunicada por escrito para que regularize sua situação, no prazo
estabelecido, sendo lhe facultada a apresentação de defesa no prazo de 05 (cinco) dias úteis,
sob pena de aplicação das penalidades cabíveis.

Parágrafo Quinto - Nenhum pagamento isentará o fornecedor das suas responsabilidades e


obrigações, nern implicará aceitação definitiva do fornecimento.

CLÁUSULA DÉCIMA-PRIMEIRA - DO REAJUSTAMENTO DE PREÇOS

Os preços registrados manter-se-ão inalterados pelo período de vigência da p'resente Ata,


admitida a revisão no caso de desequilíbrio da equação econômico-financeira inicial deste
instrumento.

Parágrafo Primeiro - Os preços registrados que sofrerem revisão não ultrapassará aos preços
praticados no mercado, mantendo-se a diferença percentual apurada entre o valor
originalmente constante da proposta e aquele vigente no mercado à época do registro.

Parágrafo Segundo - Caso o preço registrado seja superior à média dos preços de mercado, o
Município de Manga solicitará ao Fornecedor, mediante correspondência, redução do preço
registrado, de forma a adequá-lo a definição do parágrafo único.
.3 :1..1

PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA


Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001·36

Parágrafo Terceiro - Fracassada a negociação com o primeiro colocado o Municipio de Manga


convocará as demais empresas com preços registrados para o item, se for o caso, ou ainda os
fornecedores classificados, respeitado as condições de fornecimento, os preços e os prazos do
primeiro classificado, para redução do preço; hipótese em que poderão ocorrer alterações na
ordem de classificação das empresas com preço registrado.

CLÁUSULA DÉCIMA-SEGUNDA - DO CANCELAMENTO DA ATA DE REGISTRO DE


PREÇOS

A presente Ata de Registro de Preços poderá ser cancelada de pleno direito, nas seguintes
situações:

I - quando o Fornecedor não cumprir as' obrigações constantes nesta Ata de Registro de
Preços e no Edital;

II - quando o Fornecedor não retirar a Nota de Empenho no prazo estabelecido:

III . quando o Fornecedor der causa a rescisão administrativa da Nota de Empenho decorrente
deste Registro de Preços; nas hipóteses previstas nos incisos de I a XII e XVII do art. 78 da Lei
8.666/93;

IV - em qualquer hipótese de inexecução total ou parcial da Nota de Empenho decorrente deste


Registro;

V - os preços registrados se apresentarem superiores aos praticados no mercado;

VI - por razões de interesse pÚblico devidamente demonstradas e justificadas pelo Município ou


pelo Fornecedor.

VII - mediante solicitação por escrito, comprovando estar impossibilitado de cumprir as


exigências desta Ata e do Edital de Convocação.

VIII - quando comprovada a ocorrência de qualquer das hipóteses contidas no art. 78, incisos
XIV, XV e XVI, da Lei Federal 8.666/93.

Parágrafo Primeiro - Ocorrendo cancelamento do preço registrado, o Fornecedor será


informado por correspondência com aviso de recebimento, a qual será juntada ao processo
administrativo da presente Ata.

Parágrafo Segundo - No caso de ser ignorado, incerto ou inacessível, o endereço do


Fornecedor, a comunicação será feita por publicação no Diário Oficial, considerando-se
cancelado o preço registrado a partir da última publicação.

Parágrafo Terceiro - A solicitação do Fornecedor para cancelamento dos preços registrados


poderá não ser aceita pela Secretaria, facultando-se a esta neste caso, a aplicação das
penalidades previstas neste Edital.
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

Parágrafo Quarto- Havendo o cancelamento do preço registrado, cessarão todas as atividades


do fornecedor, relativas ao fornecimento daquele item.

Parágrafo Quinto- Caso o Municipio não se utilize da prerrogativa de cancelar esta Ata, a seu
exclusivo critério, poderá suspender a sua execução e/ou sustar o pagamento das faturas, até
que o fornecedor cumpra integralmente a condição contratual infringida.

CLÁUSULA DÉCIMA TERCEIRA - DAS INCIDÊNCIAS FISCAIS, ENCARGOS, SEGUROS,


ETC.

Correrão por conta exclusivas do fornecedor:

I - todos os impostos e taxas que forem devidos em decorrência das contratações do objeto
deste Edital.

II - as contribuições devidas à Previdência Social, encargos trabalhistas, prêmios de seguro e


de acidentes de trabalho, emolumentos e outras despesas que se façam necessárias à
execução dos serviços.

CLÁUSULA DÉCIMA QUARTA - DAS PENALIDADES

Pelo não cumprimento das obrigações assumidas, garantida a prévia defesa em processo
regular, o fornecedor ficará sujeito às seguintes penalidades, sem prejuízo das demais
cominações aplicáveis:

I - advertência, por escrito;

II - multa, a ser aplicada pelo Municipio, e após a confirmação de 02 (duas) advertências,


independente de ser rnotivo diferenciado, ficando suspenso o fornecimento até o seu
recolhimento:

III - cancelamento desta Ata de Registro de Preços após a aplicação de 02 (duas) multas ou
quando multa aplicada não houver sido recolhida ern prazo superior a 10 (dez) dias, contados
da publicação;

IV - suspensão temporária para licitar e contratar com a Administração Pública, por período não
superior a 2 (dois) anos;

V - declaração de inidoneidade.

Parágrafo Prirneiro- A penalidade de advertência será aplicada em caso de faltas, atrasos na


entrega ou descurnprimento de cláusulas contratuais que não causern prejuízo ao Er.ário.
:-3.13

PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA·


Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

Parágrafo Segundo- A contratada sujeitar-se-á à multa de 2% (dois por cento) sobre o valor da
respectiva fatura/orçamento aprovado.

Parágrafo Terceiro- A contratada estará impedida de licitar com a Administração Púbicas por
um prazo de até 02 (dois) anos, em caso de fraude ou qualquer tipo de crime, devidamente
comprovado, atendidas as prerrogativas legais existentes.

Parágrafo Quarto- As multas previstas são aplicáveis simultaneamente às outras cominações


previstas nesta Ata.

Parágrafo Quinto. A penalidade de declaração de inidoneidade poderá ser proposta:

I - se a contratada descumprir ou cumprir parcialmente obrigação contratual, desde que desses


fatos resultem prejuízos à contratante:

II - se a contratada sofrer condenação definitiva por prática de fraude fiscal no recolhimento de


quaisquer tributos, ou deixar de cumprir suas obrigações fiscais ou para fiscais:

111 - se a contratada tiver praticado atos ilícitos visando frustrar os objetivos da licitação.

Parágrafo sexto- As sanções previstas nos incisos I, 111 e IV, poderão ser aplicadas juntamente
com a do inciso II desta Cláusula.

Parágrafo sétimo- A falta de material não poderá ser alegada como motivo de força maior e não
eximirá a contratada das penalidades a que está sujeita pelo não cumprimento das obrigações
estabelecidas neste contrato.

CLÁUSULA DÉCIMA QUINTA - DOS ILíCITOS PENAIS

As infrações penais tipificadas na Lei 8.666/93 serão objeto de processo judicial na forma
legalmente prevista, sem prejuízo das demais cominações aplicáveis.

CLÁUSULA DÉCIMA SEXTA - DOS RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS

As despesas decorrentes das contratações oriundas da presente Ata, correrão à conta de


dotação orçamentária prevista nas contratações advindas desta ata.

CLÁUSULA DÉCIMA SÉTIMA -_DAS DISPOSiÇÕES FINAIS

As partes ficam, ainda, adstritas às seguintes disposições:

I - todas as alterações que se fizerem necessárias serão registradas por intermédio de. lavratura
de termo aditivo a presente ata de Registro de Preços.
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001·36

II - integram esta Ata, para fins de acompanhamento de execução, o Edital de Licitação de n°.
0060/2013 - Pregão Presencial nO. 0029/2013 e seus anexos e as propostas da empresas
classificadas para cada grupo, por item.

111 - é vedado caucionar ou utilizar o contrato decorrente do presente registro para qualquer
operação financeira, sem prévia e expressa autorização do Município.

CLÁUSULA DECIMA OITAVA - DO FORO

As partes contratantes elegem o foro da Comarca de Manga - MG, como competente para
dirimir quaisquer questões oriundas do presente contrato, inclusive os càsos omissos, que não
puderem ser resolvidos pela via administrativa, renunciando a qualquer outro, por mais
privilegiado que seja.
Manga, _ de Junho de 2013.

Anastácio Guedes Saraiva


Prefeito Municipal de Manga

CONTRATADA.

TESTEMUNHAS:

Nome: Nome:
CPF: OPF:
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de" Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

ANEXO VII

DECLARAÇÃO DE MICROEMPRESA OU EMPRESA DE PEQUENO PORTE

Moda/idade: Pregão Presencial


N° do Edital: 0042/2013
Numero Processo: 78/2013
Data da Abertura: 16/07/2013 16:00:00

DECLARAÇÃO

A signatária ...................................................................... , CNPJ nO ................. , por intermédio


de seu diretor Sr. ............................ , RG nO ...................... , CPF nO ........... , declara sob as
penalidades cabíveis, sem prejuízo das sanções e multas previstas neste ato convocatório é
microempresa ou empresa de pequeno porte, nos termos do enquadramento previsto na Lei
Complementar nO 123, de 14 de dezembro de 2006, cujos termos declara conhecer na integra,
estando apta, portanto, a exercer o direito de preferência como critério de desempate no
procedimento Licitatório do Pregão Presencial nO .............. , realizado pela Prefeitura Municipal
de MANGAlMG.
Declaro ainda que não se encontra incurso nos impedimentos prevista no art. 3°, § 4° da
Lei 123/06.

Por ser verdade, firma a presente declaração.

Local, _ _ _ , de _ _ _.de 2013.

Assinatura do Licitante
" ,', ',' ',:""::' \~':_,

t;,',':,~,i~.~,f.~, PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA


Estado de Minas Gerais
/'-..

PROCURADORIA JURíDICA MUNICIPAL

PARECER

PROCESSO: 0078/2013

ASSUNTO: LICITAÇÃO

MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL

Objeto: Contratação de serviços técnicos e serviços de serralheria para o município


de Manga / MG.

A analise do edital e minuta é exigência da Lei 8666/93 em seu art. 38,


parágrafo único:
Art. 38. O procedimento de licitação será iniciado com a abertura do
processo administrativo, devidamente autuado, protocolado e numerado,
contendo a autorização respectiva, a indicação sucinta de seu objeto e do
recurso próprio para a despesa, e ao qual serão juntados oportunamente:
Parágrafo único - as minutas de editais de licitação, bem como as dos
contratos, acordos, convênios e ajustes devem ser previamente examinadas
e aprovadas por assessorias jurídicas da Administração.

Convém destacar que prestar consultoria sob o prisma estritamente


jurídico, não lhe cabe adentrar em aspectos relativos á conveniência e à
oportunidade da prática dos atos administrativos, que estão reservados à esfera
discricionária do administrador público legalmente competente, tampouco examinar
questões de natureza eminentemente técnica, administrativa e/ou financeira.
A solicitação de parecer no que concerne à instrução proces7ral
destacam-se os seguintes documentos: ' .. \O~
. /,I,/ir>:
, ,,;' \'I>~ ~
" !u / . ) . <)
/' /Ír,)t,',; () ~. ~,l,,-,(­
V·x v ,,' v ....,.'
PRAÇA PRESIDENTE COSTA E SILVA, 1477 - CENTRO - MANGA-M'<~~~:~,o'~...."'''1....
FONE: (38) 3615-1170 - CEP - 39.460-000 - E-MAil: prefeiturademanga@hotm~~sM <c\.y.
q< 0'1'
:<':i~i~.~\::::;,,,"

jH.{',~.•~,~.~;.l:<" PREF~ITURA MUNICIPAL DE MANGA


~i('.;;I~' Estado de Minas Gerais
.

"'''~utorização para abertura do processo licitatório;


Declaração de recursos orçamentários e financeiros;
'0",., . 1
Minuta de editai;':>\
Minuta da carta de credenciamento;
Minuta da declaração de inexistência de fato impeditivo;
"

Minuta da declaração/cu~primentà do disposto no inciso XXXIII, do art.7°


da Constituição da Federal;
Minuta de formulário do proposta;
Minuta da ata de registro de preço;
Minuta da Declaração de Microempresa (ME) ou Empresa de Pequeno
Porte (EPP);

Desta feita, constata-se, s.m.}., que o edital está apto para publicação
tanto no quadro de avisos da Prefeitura Municipal, quanto em jornal de grande
circulação, obedecendo-se às exigências legais.
É o nosso parecer, sob censura.

Manga (MG), 1° de julho de 2013.

,·2z ,~
c .J-.~~L'é.=
'RêginaldoRodrigues Santos Junior
Procurador Municipal
OAB/MG 137.115

PRAÇA PRESIDENTE COSTA E SILVA, 1477 - CENTRO - MANGA-MG


FONE: (38) 3615-1170 - CEP - 39.46(~OOO - E-MAIL: prefeiturademanga@hotmail.com
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Praça Presidente Costa e Silva, 1.477 - Centro - (38) 3615-1170
CNPJ: 18.270.447/0001-46
Divisão de Licitação e Contratos
c.;-; "~-<,~.",;,/.~,,,,,.,,:,.:'.7-"/../""''',f/~.(._'', -,;.·,,~,:,,/.:.-:,:u/- .;;; ,.,:",,~"·D;' ..7. ,;:Q""oI:.r.'~.",:.;"( y.::W',Y.W~Y.W'i;l';'i\;?":'-"""~.'7, ,:·fl;»'::'~.,'/.i ;/'""~; :i<""~:.m:>7~li.-;;:'~_":~Xl-;:,·",;",7.·.,;':kY.,,,7.';;-l:':'>X;.>:". ,',;,t" ~,7.:,"-

AVISO DE LICITAÇÃO

PREGÃO PRESENCIAL N° 0042/2013

o MUNicíPIO DE MANGA- MG torna público que realizará licitação na


modalidade Pregão Presencial para eventual Registro de Preços, do tipo menor
preço por item, nos termos da Lei 10.520/02, 8.666/93 e do Decreto Municipal
nO 455/06, para CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERViÇOS TÉCNICOS E
DE SERRALHERIA, no dia 16/07/2013. O edital completo e maiores
informações poderão ser obtidos na sede da Prefeitura Municipal de Manga,
Praça Presidente Costa é Silva, 1477 - Centro - Manga (MG),CEP 39.460-
000.
Manga 01 de Julho de 2013.

PUBLICAR:
Minas Gerais
Hoje.em Dia
_ -_ .~ ... ,.......'u_'uAUE: Tomld" de Prcçd n-.
OOlnOIJ. VALOR GLOBAL: R5 1~0.341.46(ccnto ecinquenb mil
e trcu-nt01 ~ qu3renl~ e um I'l:ais e qU.;!f'Cnla e sei! CCnt.\"Os).VIG~N­
CIA: 18 dc.Junho de 201J I 18 de outubro de 201J. Jo ... eHno Pin~iro
____ ... ~."~.,,,u Q'e Cosla- furcilo Municipal. .
rr.
• . ...... v ';-'1~le de t.iabinete.consolnle o decrelo ~.979" J, , " , ; , ... em _OI 'IJn01- I
CO~UnlCl qllC nt:I~COU na dal.ll de 01107n.01 3 os st"8lIinlet processos:
ms.go"';h'. ~J.«:elg Ribeiro.
, D,tpo:nSll ~e Lleol.t~o 05912013, Procuso n° 246fl01 3, Rcf':rt"nle'
~çlo de Irn6Vel situado à Av. Qudroz Junior, n° 1152, Prni., lta." Ô 'MU~ICípIO: DE FARTA LEMOSli\iG ba1C3do !UI A'uiotu-
· b!'1lo1MG. de p«l-prie<bde de VEM MARIA SANCHES. para fun- Ayim de Licitllçio - A PaE:F. MUNICIPAL DE PONTO CHIQUE! leia (om~ públic.o e vem ro:f'Í;Jlillcer nos tetmQ$" do 11rt. 26. da Lei
e'/I"fI~m~IO da Associ.çlo dos Deficienles FIsitos dc II:tbirilo (ADI),. 'O-MUNlcfPIO ,!E LUISI.ÂNOIA tomo püblico I PTOfToglÍÇ1o: " MG lama pUblico o P,~ Licitalório n°. 103120lJ - Preglo Pre-. 8,66619J,_ pubhe~p dutada 0llO4l2013 - p'g, 46 _ Publicaçlo de
e?, .1!ClldlmCnlc:' ~ Secrelllria Murlidpal dcAssiSl~nci~ Social. ,Inexi- de pruo fJ3"' re.ht:IÇllo de: Pr"!"gJo 401201 J _ Aqulsiçilo de prçlIS St"ndll pzra regiStro de preços 11°. 0.s51201J. cujo objelo ~ COIllratll· Terceiros - MG - Qldemo 3. Onde se lo!: "Processo '10. OJV20J) -
g,bllidadc de L'C,laçlo oI-mo IJ! i'rocesJo n° 24712013, Rdcrcnle a: para moloni~J.adora liugona: - no ...a dito: ost07nOIJ _ 08hOOmin. ~ çIo de empreSll pam pre$bçio de snv;çns funenirios com fomeci- D!s~m:a de lieitaçtlo 0°.007120 U "Clumada Publica '10. OOlnOrJ~,
COIllrar.çlo da empresa JC SHOWS SERViÇOS DE SOM E LOCA PregJIo .4112013 • SCrviÇ01 de rellfic:tl de moum! de velculos • novl • mento de umas. AlH:rturn di $Cuia: 171071201 J Ir, IlhOOmin. Edital le/3-st; "P(occ$SO '10. 03U20IJ· D~ de liei!llçllo n°. 0i08ll01J
cOES L:~A, pano utn2Ilpr~"çfo artlniCII da'~Bandól éalypso~: d.ta: OlV071lO1J - 09hOOmin. Juvt'IUIl Alves dos SlntOs • Prereito · diJponlvc:1 no Munidpio. EsclarccillKntos pelo e·rnai/: licitzeaopon-' • Clamada P!ibJiea'n-. OOIIlPU", . ' _.
I ser real!uda n~. Pf2Çl1 dos Inc~ntidcn!et no di:! 12 de julho de 201 3 Municipal. - lochiqi.re~IJ@ylIhoo.com.bT. Geraldo MageJo FI:ívio RllH:lo • Pn:-
(sc.1fIl.,r~~), no e":ento intirullldó ·23~ JulireSC, tm IItendimento a
2cm.(l14JnS8-1
r~ilo Municipal.
SCCfl:.tana Mun. dc Pltrim/l"nio Cullurnl e TurimlO; c'
Awiso de'Lid~o, A PREF. MVNICIPAL DE l"ONro CHIQtfe., . Aviso de'Ucitaçlo Referente Preglo prcsenci~i ~-. 0621201J.APRE- .
·3 cm -01437516· I
A PREFEITURA j\IUM~IPAL
DE CÔNECO I\IÁRINHOIMG'- MG tome publico o Pft)CC:$SO Licitlltomo 11-. 10412013 - Pr1:efo Pre- FEITURA DE-TAIOBEIRAS/MC fOnur-R público: .Preg!o Pre-
PRf:,FEITURA MUNICIPAL DE 'CAMPOS CERAIS/MG - O toma público o aviso de licitllÇlg objétiwndo ti scleç!o de propotr.ir s~lal paro I'l:gis.1ro de preços rr. 05612013. cujo objeto ~ ~isi­ sell("ial 0621201J. Objeto: Aquisiçlo com enlrega imediab de h'Ilor
Mun'dpio de Camp<n Gentis. loma público, PRÓC. LlC. 57/13. . mais vantajOSll p.1llIlIlquiskio de UIM veiculo ripo~iOllela pat1I çllo de gtnel'01 alimenrleios par-../anchcs e CQfI~çJo de pteSlaçllo . .grlcola e grade lr2dol1l, p3pmenfo com recullos do Mini5f~rio do
INEXIGIBILIDADE 06113. cOl1lT1tlç.to d3 mlprna - EB PRODU- atendimento das'lItividades cla·Scerctlld. Municipal de Assistência' de ,erviço de fomecimento;de lanc~~ prontÕ,. Aberturn da sesi50: • - DesenvolvimenloAgrário,con!ralode~sen-. 1.000.571·6912012
_ÇOES ARTÍSTICAS LTDA.- - CNPJ 6S.293.50310001-70 ~ PARA' Sodal. ~ IGO. coofonne Õetalhado no temlo de refen:ncia. lylO71201J às 14hOOnlin. Edit:L1 disponl ..."" 'lo Municlpio. Esclan:. .' .CAIXA e prOJlMU SICONVo-. 034S4912012. D,ti dói rellilllÇllo:
APRESENTAÇÃO DO.ARTlSTA ~EDLNHO SANTA CRUZ" NA Pl"DCesso Udtlltório n-.. 04MOIJ - Pregto Prc$Cneial n°. 01812013. euueutos pelo e-mail: Iícilacaopol1tochique20IJ@yahoo.eom.br. ISJ07nOI3.lnrorm.ç~ complcmcnttres alrav~, do rite: www.bio-
!;>ATA DE 1910712OIJ, pelo VIIIOTde RS 18.00(),OO, NO EV.ENTO . Ahcrtunr dO$ envc~pcs dia U/0712013·ls 09:00 hs. Il1lCTessatÍOS G:raldo Magda F14vi~ Rabe~o - Prefeito Munie.,Pa'. '. lH:il"llS.mg.gov.br. Link:·lieitllç{lcs". 011071201 l. MlftI Raquel Alves
· fNvltRN~ CULTl!RAL H,"," fCnnos do Irt. 25 111 lei 8666193. Gil- manter contãto Itnvés·do·ernail·prefrort@hotmail.com Ou direra- • Pregocil1l Oficilll. . .. ' ,.
btno Pcrellll - PI'el:,dente da CPL -.' . 7cm..(ll0747S.1
mente IUIAv. Hermen~gildo N.5ilva, sln, Cenleo. C6nego Marinho. , ,lcm..(lI4374n.J
". _2 cm-Ol 437233 - , Uormo das 09:00 U 12:ooé.d.u 1":OOis 17:ooh5:. De~3mento
de LicibçOcs. - • ~". - PREFEITURA MUNICIPAL' DE tARANCOLA - ProceUo
-" . ~, . de Lkitaç:Jo 11-.10212013 _ PregSo Presencial n°. 0481201J._Edital ~. A CÂMARA MUNICIPAL DE'ARAÇUAI ~IG) loma púbiico
'PREFEITURA MyNICIPAL DE' CAMPOS CERAIS(MC) A PRtFEITURA-t\IUNICIPAL DE CÔNECO MARINHOI/IIC de RetifieaçAO '1°_ DOlnOU. O MVNIC/PIO DE CARANGOlA. que reali.enl Proccs.so Licibt6rio - PREGÃO PRf.SENCJAL pata
-'<;omu:l/c:a PREGA0 PRESENCIAL SRP 39/IJ, tMnor.Preço to~ público' o aviso de lieit~ objctiV1lndo a selc-ç!lo de propoSl' Estado de Minu Gerais. co,!! end~ na Pl"açU Coronel Mui- RPooU2013,tipomenorpl'l:'ÇOporitcm.Objcto:Aquisiç:!ode M.te- .
Unn ..objetQ: CONtRAT. DE EMP. PI REMOÇÃO, DE ,POSTES !Dais ~rajn!;a parti a aq,!isjçlO de um veIculo tipo camioneta para ~ano, 0-_.~8, bairro Çcntro. cm·CarungoWM.G. CEPo 36.~, riais de E>lpcclicnle Divcn-~ e Elelr6nitq\ para mvtutenç/lo dos Ser-
EM RUAS DO MIJN. E LOCAÇÃO DE TRANSFORMADORES IItendimenro qas .tividades do Gabinete-do Prefeito, confonne deta· !nscrito_".O CNPJ_ sob o o-•. 19.n9.8271OOO1-;04 .. ittnto de inttriç1o. .-iço, Adminislnliv~ da- CAmalll Municipal de AraçuDVM:G: Sd-
DE !Sons KW TRIF., Á SERfM iNSTALADOS NO PARQUE IluIdo l1otelTnoderef~i .. Processo LicitllÓriorr. O4/nOIJ - Pte·· ~o:al, 1.lr.lVb ~$:omi,sllo Pennanente de Licitaçtlo dcvidt~te- dlo pUn .bptura·c jl,l/gamento di, 1210111 3 's 09:OOhs. RWI Slio
DE EXP.J. J. CO_ELHO, NA FESTA DO PEÃO,. Sc-ç1o:ISJlJ7JIJ tU . gto P~~ci.1 n°,019401J.AbcrtumdO, eI1vefope.s dia ISI07nOU nomCi!da, 10m. pítbliCl' RJIT/FlCACÁO de lodo, o, ANEXOS, do· Geraldo, rr. 722. B.irro Planalto em AraçuaYMG.lnrOfmtÇ6es: f~
13:0011. e PREGA0 PRESEN'CIAL SRP 401LJ.Menor P~o Unil.,· &li !4:30 hs. InltTeSSlIdo, manter eonLtto alnlvb do cm:til prcfcoi(!Y Edital referente 10 PnrctUQ de I,idmç.fo n-., 10212013. modalidade (J3) J1J 1-263 I ou (J3) 31J1-I99S das 08:00 b 12;00hs e d.u 14:00
obJelo;AQUI5ICA"Ó DE POSTES ECONJ:.IP-YS 100W A SEREM
IN~~LADOS EM R!JAS 00 MUN. Seç!o: 1&'07/IJ 15:0011.
· .Ed'tl,s..na,Sec. Muo.. de Compra~. R. 2S DE DEZEMijRO 410.
,! h~tllUlif.com ou diTcl.lmenle na Av. HtlTl1t'nqlildtl N. SH"1l, sln, Ctl1-
1n:I~ Cõnego Mlrinho. Hor.lrio das 09:00 ls 12:00 e da.s i4:00 b
Presto Preuncial n°. 04S1101 3. eonstando: Processo de Lieitaçfo '10.
10212013. modalidade Ptegfto !'lcscncial n°. 04ry201J 10 i~vés de
..b 11:OOIu, e-mail: earn:rlllt@Uai.cem.br. roaquim Francl$co Vieira
• de Carvalho - Pr~i"? • - .•.
17:00~. _ Dc:pãrt.m.ento de Lic}taçôts._ Proce.no de Licitaç.to N.o làonOIJ. pe:m'lunecendo m.llendos o, . •
CENTRO, CEP ?7160-000 •• TEL (JS}J8SJ-116J.Campo, Gerois. demais ifctt;l'crub.itens do. referido Edillll. Tendo em vbtaque. reli- A. Ci..!,fARA MUNICIPAL DE ARA(:UAI {MC; fOrNl jwbli1:o
· 01107':-013.Franc,scodeAsJlS Soun~ Ptqocim' .... A PREFEITURA"" M~Nrcrp:\L OE CONECQ MARrNHO/MC- Ilcaç:!o em nada m/luenClá ou .Itera I realiaç!o do certame. !)5o, . que IQliu1jl Ptpecsso Licitatório • PRECÃO PRESENCIAL pna
~cm.(ll '\1)73.. 9- I tOnil publico o aviso de lidtaçJo objetivando 11 sclcçlo de proposta . _ lI~do t'te~rid~de de mliores despesas para publiaçllo no D~rio . - RP OOJl201J .. tipo m,:nor preÇO por i~em. Objeto: Aqmsiç.fo de Equi.
m,i~ vantajosa pani • .quis;çao·de·mobililtrio poro esi:ol:u munici- E:tldu_l, pub"quc-,~ o .Fs~nte, em ll~nç.tOa01·ptiI1clpio$ da publi- pamel1lO1 de Infonnttica divers01 par.! ntIIDutcnç.lo dO, serviços da
pfiF:FtITU~\ M UNICIPAl:DE RIO ESPERNnIC,- EXTRA;O . pai$ (conjunto Qlrteil'l 6tolar, armários. pnrteleints e ",em e ardeitll
paro proressores), eonronne detalhado no termo de rerelinci.. Pro-
,Cidade e da economlcidlde, cm c:onformidade com • l.c:iOr-ginica·
Municipal e ort. 21, § 4° d3 Lei Ftderal '1-. 8.666193. CantngolalMG.·
~manlMlmieip8Ide~a;"MG.S~oparaabcrtul1lejul8fmenlo
dt~ 12IIJ7J/3 às 14:oohs. RUI 5.10 Gentldo, n°. n2. BlifTO Planallo
DE CONrRATO _ Comrotante: PODER. EXECUTIVO M"uNICI- t"m Antu!lI-MO.lnfonna*s: fone: {JJJ 37]1·2631 ou (JJ) J7J1-~
eesso Licitalório ri-.. 042120/J _ P~o Pre$endll n-. 02012013. OI de julho de 2013. MICHEL.MOURA MENDES: PresidC"nle da
PAL DE RlO ESPERAlMG. pe3so:! jurfdic:.:a de direito príblico situ- Comiu40 perm:merrle de Licitaçlo.· . I9?S das 08:OO.is 12:00M e das 14:00u 17:00115 -.ermil: earnanre@
Abcrturados enyelopes di:t 16/0712IJ13 ls 09:W 1Is. Inle,esSildo~
~o na Prnça da 'Piedade, n- 36. Centro,.. CEP 36.460-000. cidade de mll!tcr'cantato Il'rlIv~S do e",_i! pTl'fcon@hotm.il.<:om ou diretD' - " u~I.ÇOIJ\.b[. ?~quim F(U(;sro Vreit<l de Carvalho _ Pregoeíro
R,o.Espera - MG, inscrito no CNPJ sob o rr 24.179,66SIOOOI-72. mente na Av. Hermenegi!do N. Silva, ifn, Centro, C6nego Marinho. PREFF.ITURAMUN·ICTrALDE CAMNGOLA-Av;,ode F.dital' 5 cm'-oI"J7«S- I
COIItrauda: RESSACA PRODUCÓES SROW e EVENTOS HGrtriod.u 09;00.h 12:ooe d:r:s 14:00" 17:00 1Is.•·Oepartemento . • Processo de LicihIÇ::Jo n-. 104n.01J - LEllÁb 0". 0011201):0 Pre·
L!UA~e. com .~qfe na Rua Guanhati. n0600,$:Ila04. bairrocolé. · reilo de Carnngol, comunica :tos i~l~os que U..Q9 horas do d i . . . . ·
de Lieita~.· . ' .- "'~".... ' ' . .
"O 8atlsta, na Cidade de Belo Horizonte _ MG. CEP: 31.110-160, 24..{971201J, na S«retarja Municipal de Obru,j PraÇa ~rode Oli. MUNICirlo DF: GUARANI ~ PublicaçJo de Licitoçlo - T~acb
CNP~ OJ.149~S&IOOO 1~90. Objelo: COI1lTntlçlo,de Shows paci Fesb
A PREFEITURA i\IUNICIs>AL Of. CO~ECO MARINHO/MC· ... em, c no antigo Matadouro Mun~ipal,- i. R\1II HoririoAlvim, nesb- de PI'l:ÇO$ rf. 0041201l • PRC n". 067120iJ. Objeto; Contrttaç!o de
do RI~nce nos dias 25, 26, 27 e 28 dcjulho do COl:I""'!nle tl.no. loma publico o aviso de licitllçlo objetivandO a'sdeçto de propo!Lt 'cidade de CtrangolalMG, rarll re~liZM urna ridl:lçlo na ModlllidBde cmprc.sa espcd.liuda, pelo regime de "'-lccuçlo indil1:la, de emprei-
Vol~ lU 170.000.00 (cento e setentll mil raisJ. PERiODO: de 18 de lcillo plIr.l aJimsç.lo de ~tts materíais ins<:rvlvci, e/ou suarlar- t~da·.!=tO 810bll. p&r& relllil.llç:50 de 'p:lvimtnlllçfo asfi.ltica - ftta-
m~i, VIInt:ljoSll p1!nllI nquislç1fode eqo.sipunenlos pllm pI'O'Cedimentos
deJunho de 2013 a 31 de IIgosto de 2013. MARcfuo OLIVEIRA
MOREIRA MIRANDA-: Prefeito ~lJ:'licipll. _ .•..
de fisiotCT1lpia. c.onforme detllltado no te~de rerer!neia, Proceno dO$; obj~os do ~te Editll. I. OBJETO: 1.1 e
_ o obk1o do pre- pnmenlo e JlrjetllS MS Ru:u J * Ladeira Pinto e Luiz de Abreu
Veililtório n-. 0431201J - Pteg50 Presencial 0". 02112013. Abtt-. Sente ctlllIl pano a ,"~nllÇlo, etnty~s de leillo. do! bens e mlteriais •. Mareim. no Municlpio de GUllraniIMG. no pcrfodo de 04 (quatro)
J cm ~01437r07. I .1\ll"II dos e""elopcs di:J 17J07nOIJ f1s-09:oo hs. Inl~S:ldos man- i~rviveis cJw ruarleados, abai~o rclacil)TQdos. conrtanlcs no Pro- meses. conf{lmte planilha. o;ronog~ nsico -. Iln8nceiro e especi-
A Prerrlt",~B MunicJp31 dI' Paul:. Cindldalo~ plblico'que relli. ' ter COO\loto atnl~s do clT/.lil pr~rCO!l@hotlnaiLcom ou dire!aptente cesso Lieital~o n·. 100nOIJ ~ Lei!iio 0011101 3 e legislaç:1o eomple- IicaçOes ttcnicas c-on5f;:rntes do cdita!. Abcrtutll: dio I6IQ712013 as
na Av. Hffmel1cgildo N. Si!v;" sln, Centro: Cônt"go Marinho. Hon- mentir em VIgor. APRESENTAÇAO rARA CREDENCIAMENTO .09:00 I'tons. Local: Paça Anl6nio Carlos. 'I". 10: Ccntto. GUlRnil
nr:\ o scgumte P~gllo em w;r' respccri\1l data: PRG 011113 _ Objelo: ~S LICITANTES: 09 horasdCl dia 06JOsnOIJ,nj Setre\::!.rio Muni- MG. O E,dilll cOc:Qn/n·se disponlvel !Testa f'rcfeit>m no SClO~ de
Contmtaç.l~ di: empresa pllllaquisição de Ferr,unentas. Equip;tllltCn-' rio d:u 09:00 js 12:00 e d:u 14:OO.h 17:00 1Is. - '[)cp;!ltIIlm:nto dê
l.ici~$.. . . ctpal de ObraS. j Praça Pi-dro de Oliveint. 90. ttlírm Santa Emlli;:r C Compra.' e Llcit3çl)cs ou llravts de solicitaçlo por e-mlHlicitaello@.
lOS e MlItffial de Segu~ Epi's, em IV07/D ãs 9;0011;, O Edital no IntilD M~ouro Muniei~I,lI Rua Hor.irio Alvim. bllirro FJo- gllar.r.ni.mg·so ....b1". Outru inrormlçôa (J2) J5n-1214, no twrtrio
.~ontr.r.-se 11 disposição no Setor de-üeitaÇÕC1. n:t Rua MonSl:nno.. .
n"$Ia, ncs1a eod:rde de CaranaoWMG. ABERTURA DA SESSÃO de OS:OO iAs 11:00 e de 13:00 às 11:00 horas. GuamniIMG."tos OI de
· Ltsbol. 25/; Centro. de 2'.• 6'. feira, nos horirlos de 8:0011 ás rl:OOh A PREFEITURA MUNICIPAL DE CONF:GO MARINHO/MC
OFICIAL DO LEILÃO: Dia 2"107nOIJ as 09hs (nove bons), Nlo julho de 2013. Fr.rllti,ca Aparecida de Mcddros Morcir.i· Presidente
· e .12:JOb b 16:3011. Mnis infnnno<;õcs: (32)3537-12 .. 2. 19or Gabriel loma publico o aviJO de lieilaçAo objctív;,ndo 4 so:fet&! de proposta
mais vllnt:!jo~a J)l:rn a rnnltlltaç:1o pe$SOól jurfdíc:a pIIl1I serviços de lIó1vendQ e.1pedicnte na dali supnrcitlKlt 11 d31a limite pIITlI rcecbi- d~ Comissfo PCTrnallCtUc de Licit.çJo. Plulo Clur.SonIQS Neves.
S,I\"1I c S~ P~goc;to o~eial de Paul3 CândidolMG, .
.epai(/" acompMnNtm!,""o p2ci:l1te$ em Ir.Itamt'nlo TFO em Mon- menlO d:lS propoSlU comerei,,1 e a ab.! •• urn d~ scss!o estario P!Or. .. Prefeito MUl1icip:ll. - .
2crn·OI"37JI7-J te, a,"O~. canfO' 'detlllh:tdo no fenno de refcrênci3, Pmeesso rog.das plt11 o primeiro dia útil suf- GeDle. DO mamo honlrlo. .. em ·01 437.541 _.,
.' .
"

j ~ , -.
,
I ,'S
' . . • __ .~'! , I ~ ,
'.' " l

··.·14 -'TERÇA-FEIRA, 02 DE JULHO Dddü"" pusHÓlçÕES DE TERCEIROS , ..... 'IVIIÍIIAS GERAIS - CADERNO 3
TERMO DE HOMOLOGAÇÃO E ADJUDICAÇÃO PREFEITURA MU,"IICIP,\L DE JOANEStAJi\IG,FJltnto de t,.icitat6rio nO. 044nOl}·- TornadD d~' Preços n·, 00512011 Abfr- LOCAL DE REALIZAÇÃO DO LEILÃO; Sern:bril Municipallk
TÓMADA DE PREÇO N" 0031201) Contrato de Oedenciammto de n"' oollfl013, vigrncia do' dil tuTO' dos o:nvelopcll dil 18/0712013 b 09:00 hs.lntcrusado$ man- Obras,' PntÇll Pedro de Oliveira,~, bairro S~nt3 Emilia e 110 III\tigo
O Prerdto Muiticip:.l de SANTO ANTONIO no JACTNTOIMG. 23104/20n II~ o di~'2lI04nOI4'" Partes: Munidpio de JOANE- ter conLllo amV" do email prefton@holm3il,com ou diret.mente Matadouro MunIcipal. , Rua Horirio Alvim, bcail1"o Floresta. nma
rr~orYC Homóloga:.. e Adjvd'ClIr • TP N" 00312013: conlTatlçio de SIAlMO e a empre$:t Laborln6rio de Analiscs CliniC:1S Sanl3 Bartam na Av. jicnnem:gildo N. SilV3, s/o, Ccn~, Co5ncgo Mllrinho. Hcri· cid~de di Cor.m,olal}.iO, CEP. J6,800-00Q. CONSULTAS DO EDI-
empresa pua presu.çlo de" serviço de constru~o de Quadra ralies- LIda., no Valor de RS 102,000,00 (Cento e dois mil ~ais), Objeto: rio d3s 09:00 h 12:00 e das 14:0(1"" 17:00 h$.· Oepart:3mento de TAL: Na ~c di ~feilUrl Municip.I de Ctr:1nlolaIMG, n, Praça
. poniva. Vencedora: H.S. PRESTACAo DE SERVIÇOS"LTOA- Credencil!mmto de laborat6rios p!lnI pres2ç!ode SCfViços em proce- Licitaç&s. Coronel Maximia'no, n°, 58, bairro Centro. em Corongol&IMG, C,EP,
ME. V~IO<" glolr.ll de RS 102.900,00 (Cento.e doi, mil, ngvrem- dimentos tm CXIImcs de Ilboratórios..Ja.nesi~ 2J1l)4'201 J _Ant6nio
11 <:m -OI 437190 • I
36.8~. ESCLARECIMENTOS: Telefone-fu: (J2) )741-9600,
to; reais),Rc,i5~-se. cumpri-se. publique-se e lavre-se o Contrato.. C:!rlO$ de Alvarenga. Prefeito Municip;tl. . unr.ngolã/MO. OI de julho de 2013. PRESIDENTE DA COMIS-
Santo Antônio do JlKintolMO, 18 de junho de 201J.EMERSDN PREFEITURA MUNICIPAL DE JOANESIAlMO, ·Extnl~ do Pri· SÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO, ,
PIN~EIRO RUASPrercito. - meiro Aditivo do Contrato n- 07n0.\3 • Partes: Muni~lpio de JOA- Prdfl'un MlInleipal de FunJliniJiali\1G - Aviso dc·Rclifi«ç1o·.
I1 an ·01 .07519 - I
NESIAlMG e I Empresa"'Solu~o em G~lo PúbliClt lida.. Valor RS ~I publieaçlo rererente a Carta Convite OJS120 I) do dia 29ro6120 D,
J em ·01431.t16· I
7.500,00 (sete mil e quinh~nto! ~ais). Objdo: P.tfttentes a prestaç!o páginll 11. PubliC4ç~odc Te~eirosno Diário·Ofici.1 de Minas Gerais, PREFEIT1JRA MUNICIPAL DE BONITO DE MINAS _ O Pre·
TERMO DE HOMOLOGAÇÃO de lerviÇ01 de lI.uditoria ruu despesa, dll. Saude e Eductlçlo do t,lICT- onde se Il: "04I07nOD~.leia-se: ''OlII07nOlr. Os demais itens per- feito do Mun1cipio de Bonito de Minu, J~ Reis Nogutinl de' B.v.
. '. - . .
>'

cleio d~ 2011, Joanbili, 06I0.sn.013.- Ant05nio CarlOJ de Alvzrmga_ manecem inaltcrados. . rol faz sabcrque 11 CimMtl Municipal oprtlvou c e\c sancionou 11. Lei
.0 prefeito Munic:;Plll de S~nfO Antônio do Ja~inm1MG rnolve, • Pn:feitõ Municipal. ' I em ..Q14J7179-1
. Municipal n·, 251, de 27 de Junho de 2013, que IUloriu o munidpio
HO~OLOGAR.o Pre~ Presencial 0". 0261201J. cujo objeth'o PR~FEITURA MUNICIPAL DE IOANESIAlMO. Comunicll.. a de Bonito de Minns a conrratar com o Banco de OeSfnvolvimento
~ regislrar p~s'panl eventual fomecimentÕ de m.~riol de upe_ Homologaçlo oeomda no dia 2710511013 do Tomapll'de ~o de Minas Gerais SlA· BDMO, operações de credito com outorga de
dienre para 5«.. SII.Í/de, empresa vencedorn: LEANDRO VIEIRA De 0011201), Proceuo n- 002412013: Menor Preço, julgamento lobal. ,A PREFEITURA' MUNICIPAL bE BRASiLIA DE /I'UNASI f:mlntia a~ o limite de RS UQO.OOO,OO e li! outras.provid!ndu:
OLIVEIRA, valor total RS S8,!26,07, Santn Ant6nio do Jlcinto, 02 objeto: Contratllçlo de tmprnl P'!1I comtruçlo de ACõldcmia da I\'C - Aviso de Liciuç50 • Toma' Público o Processo'Lidtlt6rio n"', o;om rinalidade de-financ:ilmento de obra.s de infra-estrulul1l urban:t
de julh~ de 2013, Emenon Pinheiro RUM Prefeito Munieipa!. , , Saude 'no Ml:llielpio de JOANESIA·MG, Empresll ventedoro: 09212013 - Presto Presenei.lIl n·. '()48120IJ,kcujo objeto ~ aquisiçso 1lI?lmbito do' ProgTllma SDMO URBANIZA; obscrvacb .Iegitlaç!o
2<:m..Q14372IS-1 ~ CONSTRUTORA BRAUNAS LTDA veneeu a licitaçlo com o valor • 'de ~aS pml veiculas automotores. Aberturl di SC1lS5.0: I SI07npl3 vigente. em C!lpeciallLS disposiçlles da Lei Complcmenlfi n·. 101 de
totál de RS IOS.186,30 (Cento e o!Ím-o mil CC't1to e oitenb e Ris n::ais és l04hOOmin. EscI3.rtCimentos pelo e-mail: licitacao@brasiliadcmi•. ()4 de maio de 2000, A lei Sllneionada foi publicr.da rlo Quadro de
P,M. DESÃOJOÁO DO PARAISO!MO to~ pUblico ProcetsO Lid·
Il;tório n" 0731200 na modalidBrle Pitilo Pres~neialll· 04312013"
~egistro de r~o n· 04112013, p;t!';l contrata~ de empre:sa pam
e mnb centavO!), Auim homolot.o·a HeitaçJo em. nome di vence-
. dOnl. Joancs,.-MO. 27 de mllO de JOO Antonio CII.rIos de Alva- . '.
rus.mg:gov.br, Marecla Ribeiro· Pregocira Oficial.
\
, 2o:m-Ol<tJn91-!
Avisos n'o ,trio da PreWIur11 e nll Cirmira Municipel de Bonito de
Minas, COllfonne Lei OrpniCll Munici~I • Art: B3 - § 1-,

prestaÇi)o de serv~o, de m~lniea em leral, I.nternagem, el~trlea.,


rengn - Prefcito Munkip.1.
.PREFEITURA .MUNICIPAL DE .10ANESIAlMO. Extrato'de
. , - , Jcm..Ql0437521-1
fUnilMi:l. piniUfl. serviÇO! de I1Idilldor, solda,em genll e retifi~ em Contrato de n· 024noo. vi8~ncia,do dia 27/OS'20lJ n oté o dia' i\IUNiCiplO DE. CANÍ\ÃJi\1C - AVISO DÊ HOMOLOGAÇÃO Extr.lto de Contrita'; A Presidente da CÂMARA MUNICIPAL DE
motor. I realiaf·se no dil 1510712013 os O9hOOm;n. M3io~, infor· 261111200 - PartC5: Mtmic/pio de .IOANESIAlMO e a empresa ,--O Prefeito Mo.mÍ<:lp.1 de CnnallMG toma público, que HOMO· MORRO 00 PILAR, no liSO de su:u lIm"buiç6es. toma publico pan
m:tçOes pelo fone (38) 3832-1135. Cditll d{sponlvel no sile www.·. -Construtora BraUlt1l5ltd3., no Valorde RS 105.1 86JO (Cento e
sjp3nliso.mg.gov.br ·Prefeitura Municipal - (Wim_Jl Comi:t Silva)
cirn:o LOGOU 1\0 dIa 28 de junho de 20fJ o Proct'SSO de L1CIlaÇ110 n·
017120IJ, Tomadt., de Preços nO; 009120IJ, dminado.1I. .quisiçllo
conhccimento.de qu:utiO! pOssam inta-usar que .esta ""blicando
E1'.trlto de Contr1lto, con~otme.a sepir: ProceJSfI.n-, 02l201}, Con-.
mil cento e oitenta e seis reais e mnTtl een\.lv(5), Objeto: 'ContnttD-
- rre,ociro, - - . - çto de empresa ",ru co~lo de'Academia di SBUde no Municlpio de veiculo uminhlÕ r.em km com potenei. de 21 J CV. implem~n~' , vi~·n-.:02l20\J, ~ I .contrtltaçlo da emprna Paulinclly Cantn·
de JOANESIA·r;10, JÔlncsia, 27/mnOl3 - Ant"nio CuIO! de Alvl- tido com c3Çlmbl eom C3pacidllde de 51\13 p11T1l 11 Sceretaria Muni- bilid3de e COnSultoria Pública Uda., CNPJ n·IO,SS6J5OIOOO1·92;
r ú DE SÃO-' JOÃO DO PARÃISOIMG ~orn:t público Pro- ren~n· ~feito t.;1unii;ipilL ~" r- ~ ripal de 'ne,envolvimoento Econllrniço., AlricullU1"3.: Pttuiria e Meio cujo objetO ~ a contri1tlÇlo de empresa ou pcsSOlllisicia prcstBÇlo de
cesso Litilat6rio .... 07041201 J nl modalidade Preglo Preseneial n" Ambiente de CandIMO. Sebutilo 'Uilário Biteneourt _ mfeito lerviço.s con~bil, no valor de 30,000,00 (trinlll mil ~i,): Mom:I do _,.
04412.013, Rfgirtro de P~o n- 042fl01 J, para êontiaUçlo de c1inica 1c:m..QI<l374o.-1 Munici",t Pilu 251021201 3, MlIrtoel O"oni dc Mlttos - Presidente da Omam
m~dica "Pt'daliz:1da em eXImes e cirurgia pediAtrica; paT1l atender' .1_ , 'Mun\Cipal: . .
as ~idades da sec~bria municipal de saúde. I re3liZllr~e no dia PREFEITURA 'MUNICIPAL DE I\1ÀNCNlI1C - Preglo Prc· AVISO DE ADJUDICAÇÃO. O Prefeito Municipal de 0Ina!fM0
. 15M712013 I' 09hOOmin, Maiora info~6cs pelo fone (38)3832- sencial n·. 00<111201). O Muruc\pio de ManpfMG toml pUblico tórna pUblico; qUe ADJUDICOU no di:t 2\ de junho de 201 3 IIlici- ElItrlto de Contraio - A Presidente da CÃMARA MUNICIPAL DE
II JS, edital disponlvel no 5ite W\vw-,jp.raiso.noS.cov.br -Prefeilunl que realizam licitllç!o nl modalidade Prepjo PreRr'lCial parll even· tante venccdorn o objeto dã'Tomada" de P~m 009nOI 1, Processo" MORRO DO PILAR, no uso de sun atribuições, toma p;.blico par:t
Municipa.l .. (\yi1li:Ln Correia Silva) - Pregoeiro. . tull Registro de Preços, do tipo 'rochor Mço por item. nos termos Ucitll.!6rio I\*: 03712013. confonne discriminldo: EMPRESA: Tre_ conhecimento de quantos possam into:rets:tr que esta publicando
viSfl (;V Vdcul05 LTDA - 'CNPl::22.249.050J000I·S6. OBJETO:
D~ ~ÃO ~blico Proc~o
da lei 10.S201U2, 8.66619) e do Decreto Municipal n°. 455/06, para E.-o:trato de Contrato, conforme.1I seguir. Processo n·. OJnOI), Con·
P:t.l JOÃO DO rARAISOIMO rorna Lid-' LOCAÇÃO OE SOM, PALCO E ILUN'INAÇAO DE PEQUENO , nquisiç!o .de "eleulo caf!1inhlo zero km com pottncill. de 213 CV . vite n·. Ol120IJ, ptnl a contTBllçlo de Paulll CDt:'olina de Oliveiro
tIItório n· 01512013 na modlllidade Pre&lo Presencial ,,- 04S120I3, E MEDlO PORTE. no dia 16J01I20lj. O edital completo e maio~, 'implerru:~tldo com ~mbii com cap!!cidade de 'rnJ pl.l1l a Secre: . Azevedo, CPF n- 086.998,786-05. cujo objetn ~ I'conimt~de ser-
Registro de Pm;:o n- Q41120IJ, para eontr.ltaçllo'de empresa pmll infonTll!ç6cs poderSo RI' obtidos n, sede d.l Prefeilum /;:funicipal de taria Munitipal de Desenvolvimento Econ6mico, AcricultUfl" Pecu- viçO$ de profbsional luibilitlldo'pcnnte o OAB, para a pres!llÇlo de
fornecimento de bolsa e Ixninas. panl o setor .de epidemiologill, em M.nga;P!,!ça Presidente Costa e Silva, 1477, Centro, Manga (MO)· . !Iria e Meio Ambientc de CandfMO, VALOR RS 162.000,OO{ccnto. serviços ~ ISscssoria jurldica junto'I Omalll MunidpJI de MollO
Itendimento I S~lari3. Munieiplll de Saúde. 110 realÍl!lr-K no di:t CEP 39.460-000. Ml;ItpOl de lulhode 201J: n~enl1l e dois mil re.is). Seb:lsti~o Hilmo Bi"en<:ourt - Prereito do Pil:tr; no valor dc 4).200.00 (qUarcnI3 e rrh mil e duztnws re,is).
161071200 as 09h01>min. Mliores informaçôc:s pelo fone PS) 3832- Municipal. - MOI'TO do Pilar 2S103120IJ. M:tnoel Ottoni de MlIttos· Presidente da
It3" o:diul disponlvel no ~ite \vww-,jpan.iso,mg.gov.br -P~feiIuI1l PRF.FEmJRA l\1UNICIP~L OE l\~ANGAfMC ~~ r'~en.
- Cim:!ra Municiptll.
Munici",l- (Willian COITCi:l SilvII) _ Pregoeiro: elal n-. 00421201J, O Municlpio de Mmgn/l'ôfO toml pUblico que ElItralo de Conmlo· Controto: n": 0461201 3. Contnt.ntt: Prefeitura
5cm-OI")1175·\
fi<:m-014)7J)B_1 retlinni. licitaçllo nD rnodatid~de P~giO Presenci.1 pMl eventllal . Municipal de Ca1Ul5. Conlntãlk: TREVISO OV VElcULOS LTDA.
Regi~tro de Pre(os~ do tipo menor preço por item, nO! tennm da Lei CNPl nO: 22.249.05(110001-56 Ob~to; IIquisiçAode c.minMo rnlIrt'a O MUNiCíPIO OE SÓmOAA Df: OI.T.VEIRA toma públieô a
AVISO Di! LICITAçÃO, EDlT~L OE:A!JENACAO DE BENS, 10.S20102, 8.66~J c do Decreto Municipal n·. 455106, para CON- Volvo, moddo VM 220, EURO V, 2013120lJ, lero km com paim· TO't,'fIcaçlo do Proces~o OSInOIJ, Dispensa 015l20IJ, pmI CON·
MÓVEIS - MODAI.1DADE LEILÃO PUBLICO N"'OOlflOI3. A TRATAÇAO DE PRESTAÇÃO DE SERViçoS TéCNICOS E DE cil! de 21) cv, implemcntndo com ClIçamba dc Sm3 P'nI a Seertalria TRATAÇÃO DE SERViÇOS POR 'PROFlSSJ0N'AL CAPAÇI~
Prd"eitlll1l Municipal de Medeiros/MG, tomo pilhlico que f:ui ~a_ SERRALHERIA, no SUl 1610112013, O ediUlI completo e mlio~ Municipal de Dc$envolvimento Ec~mico, Asncullura. Pecuirii e, TADO PARA ELADORAÇÃO e
.IMPRESSAO DE JORNAL
'i~r Ú 1):)Onons do dia 2310712013. alicnlç~o de bens móveis. infornllÇlIC1I poomo S-I'r obtido$ na $cde 'dl Prefeilulll Municipal de Meio Ambiente de Canil/MO, Valor: RS 162.000.00 (cento ses5C11ta lNFORMÁTICO, Profiuioml; Fernanda Silva Araújo. Valor lU
O edillll rompleto, encontm;sc • disposiç~o dos interes$:tdos rt:I M~n8D, Praça Prcsickrtte CoSI~ c Silv1t, 1477, Centro, Mangl (MO)· e dois mil reais), VigEnci!\: 150diu. Rec\l'so: contrato de repus.e n-: 6,600,00 ($eis mil c Jeiscentos re.ftis). Ricardo Silvino Rodriguo:s
Secretaria de Cçmpru e I.ieiwçõe$ de$tl prefeitura no horino de CEP 39.460-000. Mant. OI de Julho de 201 3. lOOO.s97-ISlMAPNCAtXA· Progam.; PRODESA, Protesso de Milag~28.' .• V201], . .
OB:OO ã.s 11:00 e das I 3:00 is 16;00 hons, e tamMrri"no site: WWW: licitaçlo n": 3112013, Modzlid.adc: Tomada de r~os li·: (091201).
mcd.:itO$,mg.gov,br podendo obler ·infonn.aç~ r<'lo telerone PREFEITURA MUNICIPAL OE MANGMIC· PrcgWo Pn:se,,- DlIta de A$Sm~lura: OI dejutho de 2013, Scbl$tii)o Hilirio: B.itcncoun
{OuJ7)1434S300. Medei"", 2S de Junho de 1013. Olleno Aplre- cill n·, 00431201J. O Municipio de MangNMO toma público que - Prefeito Municiplll. -
cida Leite - Presidente CPL ' . rnliuri licitaçlo nl mOllllidade Preg;!o Prnendnl p-If1I ~enlu~1 7 em..Q\ 4J?2S5· \
.. lcm-01437J79-1_ Registro de P~çO$. do tipo menor preço por item, nos lermos da Lei

---
lO.52om2, 8,66619J e do Decreto Mllnici~1 n·. 4HI06, pilr.I AQUI·
.PREFEITURA ""ÜNICIPAL DE ITARlRITO, Torn:t p1iblico: SICÃO DE EQUIPAMENTOS PARA TRANSPORTE E1lISTRI- Aviso de Licitaçllo - A PREF. MUNICIPAL DE PONTO CHIQUEI
Adith'o - I·. Tcnno Aditivo ao Conlnto 3S8I2012, cujo objeto ~ o BUIÇÂO DE SrNAIS DF. TV, no dia 161(71201). O ~it" completo MO tOm:! públieo o PfOCt'no licill;t6rio nO. 100nOlJ • Tomada
COOtr.ltaçkl de empres:! P&nI exa:uçJo do: obras do sistema de esga- e rnaiorC1l inf01"1lUlçOes podc-rto ser obtidos na sede d3 Prereilur'l _ de r~os n"', 0051.Z0lJ, cujo objeto ~ eontrltlçlo de cmprrsa
Ulmentosanit6rio do B~irro Quirlll dos Inconfiden1CS e MI!U!ilo, no Munici",1 de Manga, Pr.u;a rr.:sicknte COStl e Silva.. 1477, ~ntro, pari refonna pucial d:lJ escolas municipllis. t-bertUI1l di scss5o;
Munidpio de Itobirito. atendendo a Se,c:reuril municip~I de Obru r.lInga (MO) - CEr J9.460-000. Manga, OI de Julho de 20lJ. . 1110712013 is 09hOOmin. Editnl disponível no Municipio. Escl.
,~:_...;.. ~- --_ .. ",- -_._.'. --'-'--' .',.' .__.- .. -
e Setviços Ifao Scmço Autônomo de Agua e Eq:oto (SAAE), Fica,
- .. . . - .. -. rccirnen;os' pelo e-m:til: lieitacl1:>pol'lloehiq'.Je20 I)@yahoo.com.br, dcs1inada

.
1201 Bel oH oriZonte, terça· feira,2.7 .2013
HOIEF.MDIA hojeemdia.com.br
..
PREFEITURA DE FRUTA DE PREFEITURA MUNICIPAL
Coasórcio lnterm. Saúde R. U. N. , ,
• AVISO DE LICITAÇÃO REFERENTE TP"N0 , 00512013 •.• 'l- , . OE ~ANGA/MG ; PREFEITURA MUNICIPAL DE BDCAlÚVAlMG
PregA0 Pr.s.ocial 0-. 0043/2013 Minas - CISRUN - Proe. 03412012
APREI'EITURAMUNICIPALDE F'RUTADE LEITE,EStadodeMinasQerais, Tomada de fuço, 002/2012 Exlmto de Coittro1o. Prnc. Uc, o·. 5911,3. PP 43113. Objeto: ~. de ~mentos c
O MUNIClplO DE MANGAlMG toma
seringas. Conl n·. 46113. Parte: CirUrçica Joao Produtos Médiéo-Hospitalare!: lida Vr.
CNPJOJ .612.48310001-48:com sede à Av, Montes Claros, 900, Centro, fone (38) público qu"" reallu!rã IiCitaçAo na Con~ emp, pI realiz. obrns d, 49.~.OO.V~:31112113.Rk::<trdoAV~,PrefemMunlc;lpal. '
3841·9102~ toma-se público a licitação na modalidade TOMADA DE PREÇoS modarldade Preçao Pre~ndal para
eveotullJ RaglstrD de PreÇOS.. do ~po
const. b"" deseenl do SAMU
Notifica ConslrUtora 1]( Ltda . CNPJ PREFErTURAOE BOCAJÚVAlMG toma' pUblico que a icitação realIZada no ãla J(W4I
N"'. OO~O 13, objetivando a contrntação de ~mp~sa especializada para execução da 13, pp 24/12. oo;eu Registro de preços ~ a:F>- de 0ln"tlu:sISveI roi dedarnda cesERTA
de olna de Pavimentação de Ruás Da Sede do Município de Fruta, ~d';c~~;:;;~~í
Ip"g"n","o atravéS do' cOntraIo de Rq)'àsse o", O.J70.379I8JnOIIJ
I menor preço por Item,
lei 10.520102.
00$ termos
B,666193 e cio Decreto
MuoiCipal o~. 455106, para AQUISIÇÃO
Ü.241.20610001·55. pI cumprir
obrigo contta,ruais. sob pena art. 7", ~
Sessão remarcada ri 1~7I1 Jãs 09:(I(h Edi!aI na OIv, de Uc., ~ Rua Mariana' Oueiroga.
n~.141,CerI!:o.BocaiúvalMG....&;.l~?J...-âJ.J.~~~~~~o' .
_, !WOQ:1lQl.:;1Jffif4W I 3,. ....I:f<'<> ._., • eonheçimento .~
DE EQUIPAMEtfTOS PA
dos inleteS$3dos. que oalizará liciI:.ç!o n.:I mod3Ji.cbdc PrqIo P=ncial, I l'im
l;~~~~~~~~fs~~~'~~~~~;~1J07noll.À.<:Jdhno<,>j.....o...;o_04....-".4' P;~~~i~;;-W~~~. ~bj~:
~
público: Prefeito Muoidpal.·'· .. de selecioll3r p'GpOnu pm1I ~mro de Pfcços. em sesslo pdbliea em sua Jcde. na Rua
t~ 1910712013 às·09:00hs. Mais informações
e edital completo poderão ser obtidas em" todos os dias úteis no horário da Aqui$i~o Com eulR:g:I itncdiDb de
19íicola .~ sndc Uadora, pIIpmC!lIO com
.. , ,
AtJentin.:l., n" 150, blirro J.mIim AlVORd:I. na $ai:!. da. Scç!Io de Lio::IIa~ e CoIltntOJ. b
07!tl0mj" d9 d'9 \1 de iIIUlo de '10)) qu.1tldo ",rio =bidçls OS ~imléntos., erl\'ebpcs
08:00 às 11:00 e de .13:30 ás 17;00 horas pejo telefone 37-3541-5256 ou -

i
de propoSl:ls CO~~ (11"01) e c1octtnlent05 para h.1bi1~ (1l"O'2), lendo como obj.[o a
pero e-mail licitad;o@abaelemg goy br. Armando Greco Filho-Prefeito ~'do Millisttrio do Ot:scnvolviroen!o -Aqllis~ de M.:Irttbl de ConsulTD HO$pitall~t p;mI • ~[VJf~ du Atl'<id..>del d;l
PREFEITURA I\'IUNICJPAL
Municipal. . , AVoirio, coutr:l.1O de ~ rr .. 1.000.51\- Sccrttllria ,Municipll de Sadde-. eujo ai!~rio de julp!l'ltntO ter~ o de "Mengr Prççg por
69120\2. CAIXA e propo$t. SICO:-tV
DE PONTO CHlQUEflHG. ~ conro~ IIJeXOlI I e n, O Edit~1 do Przi'o ~ l s!lspo$içlo dos ill!~ l\lI sede

~
Aviso de.Liclr:.çfio di! fufeimnl M\lnici~l. 11:1 sala d:J s~ de LiclI~ e Contm!:O$, das 08tt b 1711 -
rr. 'Ol4So!91'20\1. 0312 d:J U'31i~.li.9-:

)
infarrruç&s pelo IcL (0"35)3541.5000 ou pelo ske """'YAWf:my ro .. 1zt. atlli~G. OI
" 1!i107120n. lnfo~ complemeotarei A ~r, Municlp.11 de P0tI10 QiqudMG toml dcplllo dc 2013,
IfnI.....Q do lire: !I:'WW Ia;Obsr;QI mi Vgr br,
público o Proci:uo ~iei:at6rio nO, I02l20!3 -}.Iam» ~ veia; 8.1100 - Pfetoclro.
'nk'1icit:lç6cs.':': .
COMUNICADO • PregIo P/'esend31 pa!1. regisrro de preços

-LI-CO~---' .~
, 01101120\3,
A FUNDAÇÃO EZEQUIEL DIAS ~toma público o INDEPERIMENTO
do recurso interposto pela empresa "Lobov Cientifien. Importnção,
Exportaçl!o, Comercio de Equipamentos parnlnboratório Ltda .... em face do
Ma~ Raquel Alvn
'~in OficiaI.
nO, tB4I2013. cujo objeto é aquisiçio de
QIpS de oligbtio medkioa[ e iilduslrill. '-:-Y--'i-v"-o-.-.C-OMUNl--C-AIJ-O-'-PUlI-"-'
cilint1t"t:xs e ~. Abetturo da seu!o:
Pregão Eletrôoico 145/2013, processo 2261032· 106/2013, objeto: 17.10712013 às IObOOmin. Editd disponivel
ComponeDtes, equipamentós, utensílios; suprimentos, vidrarias e plásticos PREFEITURA MUNICIPAL A vivo, oper2dora do SerViço M6vel Pessoal no" Estado dI! Minas Gerais. S!
para Inborntõrio.com fulcro no ParecerIProcuradoria nO ·1~912013. DE MANGA/MG
no Muniefpio. E$c[=imenlos pelo e-mail: infonna a seus clientes e ao públiCO em geral que ocorreram difiruldades . X.
Belo Horizonte, 0110712013. Preg40 Prueoclal n·. 0042/2013 pontuais e temporárias na prestação do serviço. devido ~ ínstabilidade 11::
o -""U~ll!:IPlO-CE H.M1G~G ~ Clra:de ~,l:1E~lol F:.h'fo Ral.odo - em ~qu;p=..",to· e "m""Urlad, no ",!,rim..'o '" ene",;' cl.trla n.. ~~
A FUNDAÇÃO EZEQUIEL DJAS - toma público o INDEPERLVlENTO
público que realiurJ!a UOIa;Çeao na
mOdalidade Pmg30 Presencial pzra
Prefeito Mllniçip:lI. localidades: Mutum dia 28/06/2013 das OSh29 .b OSh-45: Taiobl!iIas dia I'..
. 28/06/2013 das 06h20 As 071\33; Alfenas dia 28/06/2013 das o3h23 As
do I'CCUfSO interposto pela empresa "WF Tecnolo8ia Cientifica Ltda.:" em eventual Reglstn:o dé Preços. do tipo OSh55; Estiva dia 28/06/2013 das 14h37 As 17M3; UbaI dia 28/06/2013
face do Pregão ElefrÕnico 134n0I3,processo 2261032 - 20512013, objeto: menor preço por rtem~ nos termos das '151\36 As 16h15; Manga dia 28/06/2013 das 17M5 às 19M6; Mário ~t
da lei 10,S2OJ02., 8.666193 e do
Serviços especializados de cali'braçâo e aferição de equipamentos e instru· MUNICípIO DE Canípos dia 28/06/2013 das 18hoo AS 21h06; Barroso dia 28/06/2013 das íii
mentos. com fulcro no Parecer/Procurndoria n° J9712013.
Decreto Municipal 0°, 455106, pera
CONTRATAÇAO De P~ESTAÇÃO I.UlSLÂNDIA 21h35 As 21h44; Monte Santo de'Minas dia 29/06/2013 das 06h30 As , !5
Belo HoriZonte. 01l07n0I3 DE SERVIÇOS TECNICOS E DE 07h46; ~burgo dia 29/06/2013 d.u O6M8 As 07M6; G . •. . ~
SERRALHERIA. 00 dia 1610712013, o
O Município de Luislândia 29/06/2013 das 10M9 às lIh30; Cann6polis de Minas dia 29/ ~iir'@ ~
edital COmpleto e maiores loformaç6es toma público a prorrogação de das 1-4h12 As 15h25; Jaboticatubas dia 29/06/2013 das 17h55 ~ 20; ~ ?(;. ~!:
0
A }'"U1\'DAÇÁO EZF.QUJEL DIAS -torrut publico OINDEFERIMENTO poderão 5ef obtidM na ~ da Bonfim dia 29/06/2013 das 18M2 às 23hl1; Brumadinho dia z9/J'jJJ/. 13.
prazo para ~lização de: Pregão ..... \'

do recurso interposlO pela empresa "Infra Experts Tecnologia e Comercio Prefeitura Muolcipel de Manga, Pra~
das 18h48ts 22h46. dia 30/06/.2013 das 1~7 As 14h16 e dia 3Pf.f6/~~13 .:11~"
PtlllSldonte Costa o Silva, 14n, 4012013 . Aquisição de peças para das 18h39 às 20Ma: Buritiuiro dia 30/06/2013 das 09hS5 às 13~~O c:~
Ltda .... em face do Pregão Eletrônico 4012013, processo 2261032 - 501 Contro. Manga (MG) • CEP 39 .460-000. motoniveladora liugong -. -nova datá: Gotargo dia 30/06/2013"dis l1h56 !s 14h46: Sanedo dia 30'" gm3 ~.:J.C:-./
2013. objeto: serviços de Ireionaleoto «aperfeiçoamento de pessóal.
com fulcro no parecerlProcurndorla n° J 84/2013. .
• ' Manga ,01 de Julho'de 2013:
OSI07Í2013 . o~~oOtriin: HPrigãO "das 13hSOts 14h42; ~oema dia 30/06/2013 das 19h5Oàs 22Ml. ~~d
.."ui,. rl.. "nu;",' to'õmio-;o;o:" Int';Ii! m: cimntM m,..m,rPSt-.ilbel<'!ritlos. ,b
Y ~~

"
Cerlificaclo da Condicao de Microempreendedor Individu~l - Impressão

, Identificação

Nome Empresarial
SILVANO FERREIRA DE SOUZA 12258021642
Nome do Empresário
SILVANO FERREIRA DE SOUZA
Capital Social
10.000,00
Órgão Emissor UF Emissor CPF.
N0 da Identidade
MG 122,580,216-42
17671561 PC

Situação Vigente . Data de Início da Situação


ATIVO 16/01/2013

!I Números de Registro
o,". ' ••

CNP] NIRE
. 17.417.936/0001-15 31-8-0285069-9

1Endereço Comercial

CEP Logradouro Número


39460-000 RUA Jequitiba 83
Bairro
Novo Cruzeiro
Município UF
,./'\
MANGA MG
Ponto de Referência
...../~..."."....~:.:.,.,~;'; :. \,\.
AVENIDA AYRTON SENA ~\C(')"",' "0 "t?_~\

\~~::~~~
>:.tividades

Data de Início de Atividades


16/01/2013
Código da Atividade Principal Descrição da Atividade princip~l"""~'''''~ .
25.42-0/00 Fabricação de artigos de serralheria, exceto esquadrias
Código da
Atividade Descrição da Atividade Secundária
Secundária
1 43.30-4/04 Serviços de pintura de edifícios em geral
2 43.99-1/03 Obras de alvenaria
, , ' " ,." •...... ,,"' " .. ' .....
----,-~.~,,~., ,,- "_ .. ...
-~

!Termo de Ciência e Responsabili,iade com Efeito de Alvarã cLe....Llcença e Funcionamentº-.Em.y.LsJJJJQ..- declaração


l p~estada no mo~e~~o da in~.~.~i9â(j: ... ", . _.', ~~ ... ~~., _..".... ~ ... __,

Declaro, sob as penas da Lei, q le conheço e atendo os requisitos legais exigidos pelo Estado e pela Prefeitura
do Município para emissão do .'\lvará de Licença e Funcionamento, compreendidos os aspectos sanitários;
ambientais, tributários, de seguI ~lnça pública, uso e ocupação do solo, atividades domiciliares e restrições ao
uso de espaços públicos. O não '~ltendimento a esses requisitos acarretará o cancelamento deste Alvará de
Licença e Funcionamento Provisó" o.

Este Certificado comprova as inscrlç, :es, alvará, licenças e a situação de enquadramento do empresário na condição de
Microempreendedor Individual. A sua !. ceitação está condicionada à verificação de sua autenticidade na Inlernet, no endereço:
h\lp://www.portaldoempreendedor.gov.br
Certificado emitido com base na Resc Jção n° 16, de 17 de dezembro de 2009, do Comitê para Gestão da Rede Nacional parn a
Simplificação do Registro e da Legalizac"io de Empresas e Negócios - REDESIM.
ATENÇÃO: qualquer rasura ou emend,l invalidará este documento.

hltil:!/www22.receita,:·azencla.gov. br/inscricaomci/private/pagcs/soli citacao_acesso.j s r:,.. 16/1 1201 3


j
31-4

R~:~::::~::t;1:;~~~a;E:~::<~ . ~...<. . .@ ~~...-

DECLARAÇÃO DE INEXISTENCIA DE FATOS IMPEDITIVOS

Modalidade: Pregão Presencial


N°. do Edital: 0042/2013
Numero Processo: 71/2013
Data da Abertura: 16/07/2013 16:00:00

SILVANO FERREIRA DE SOUZA CNPJ nO 17.417.936/0001-15, sediada à Rua Jequitibá, 83-


Novo Cruzeiro - Manga - MG, declara, sob as penas da lei, que até a presente data inexistem
fatos impeditivos para sua habilitação no presente processo licitatório, ciente da obrigatoriedade
de declarar ocorrências posteriores.

Manga, 16 de julho de 2013.

Assinatura do Licitante ,-
· ;. REPÚf3l1CA FEDERATIVA DO BRASIL

ESTADo DE MINAS GERAIS


SECflETARIA DE SeGURANçA PUBLICA
INSTITUTO DE IDENTIFICAÇÃO

I,

~." l '" ')'," . CARTEIRA DE IDENTIDADE


~.~-,.",-_."
MÁRCIA ROCHA SARAIVA
CPF:082.567.856-08
FAZENDA TRAíRAS, S/Ng, ZONA RURAL, CEP:39.475-000 - SÃO
JOÃO DAS MISSÕES/MG
TELEFONE: (38)9921-2353

ANEXO 11

I DECLARAÇÃO DE INEXISTENCIA DE FATOS IMPEDITIVOS

Modalidade: Pregão Presencial


N°. do Edital: 0042/2013

Numero Processo: 0078/2013


Data da Abertura: 16/07/2013 16:00:00

A SRT" MÁRCIA ROCHA SARAIVA, pessoa física, inscrita no CPF/MF sob o


n° 082.567.856-08, residente e domiciliada a Fazenda Traíras, sino, Zona
Rural, CEP:39.475-000 - São João das Missões/MG, declara, sob as penas
da lei, que até a presente data inexistem fatos impeditivos para sua
habilitação no presente processo licitatório, ciente da obrigatoriedade de
declarar ocorrências posteriores.

São João das Missões 16 de Julho de 2013.

Licitante
snvnno IfIeRREIIUll DE SOUI~
CNPJ 17.417.936/0001-15
Rua Jequitibá, 83 - Novo Cruzeiro - Manga - MG .
. "< ,''-'. . ',.: -'.\''l~''''''',''

r--13__ f:'_ef_o_rfl1~_ de_C_a_ix_a_<J§_~_ua_de_J_5._0Q2..milcli_t'_ro:..:s_+=:


UND5,00 2-95O ,0Q. --------
14.750,00
--
24 Reforma de corrimão com tubo chapa 14 M2 1ÔOÕÕ 45,00 4.500,00
25 Reforma de escada e 50x3,5 metalon 50x30 UND 10,00 45,00 f--- 450,00
26 Reforma de Galpão metálico M2 100,00 25,00 2.500,00
27 Reforma de grade com metalon 20x20 chapa
M2 50,00 55,00 2.750,00
~ ______~1~8~__~___ ~____~_~~~~__~__~____~f--____+-______4-____~
28 Reforma de grade com tubo de 01 polegada
M2 50,00 55,00 2.750,00
1-----:-- chapa 18
1-.19 Reforma de janela c:::o:.:.m'-'c::h'-'a:.tP"'a--;1;.::8é_____-+~'___I'----'~.c;;.;:+____é?~t-__;:_:_~~;+--'----
M2 100,00 52,00 5.200,00
-' --
30 B eform a de Janela com cha::.!p;:oa:~2=-4'------;--:-__-+.::::õ---t-:_:::~õ+_--=-'~+______=~?_::7t----_1
M2 70,00 55,00 3.850,00
31 Reforma de ja ne la com gra de p a_ra__v_id_ro'--__+.--=::-+---::-::-::'-==-j----=-::-'-:::-:-+--:-=-=='=-=~----___I
M2 120,00 60,00 7.200,00
32-- R'eTor;;:;a(je mesa UND 500,00 . 30,00 15000,0_~
--,-'-~-;- [----------
33 Reforma de porta de_c'-h_a'-'p::'a__ 18'--__,--__=-+~:--j----::-::'::-:+-='-::7_t_
M2 70,00 52,00 3.640,00
.--24 Reforma de portão corrediço com chapa 18 M2 70,00 52,00 3.640,00
_3~_~eforma de portão de chapa 18 M2 75,00 52,00 3.900,00
_ 3~_ Beforma de trave para campo de futebol PAR 30,00 300,00 9.000.00
37 Reforma de troca de fechadura UND 50,00 65,00 3.250,00
--
-38- .Reforma de- tro-c-a-d-:--e-f:-e-rr-o-;;'Ih-o----------t-:--;=c-t---::-;:'-;:::-t----::-::-'-:oc::-+--. --
UND 50,00 35,00 1.750,00
SERViÇOS TECNICOS - PRESTADOS
PRO PROFISSIONAL TECNICO NA ÁREA
DE ADMINISTRAÇÃO COM AS
SEGUINTES ATRIBUiÇÕES: Planejar,
controlar, organizar, dirigir e avaliar os
serviços técnico-administrativos, coordenar
atividades relacionadas ao controle de I
programas, projetos e contratos
39 administrativos; participar de grogramas de MÊS 12 0,00
treinamento ou neles atuar, executar outras
atividades relacionadas a area de atuação,
bem como, a verificação de processos
licitatórios e contratos da administração ('
(j
municipal, preparar projetos dentro da sua
área de atuação, além de propor principios e
normas e colaborar na produtividade,
L_.__ eficiência e eficacia dos _servic,;o",s,--p,,-u=.;·b"'h"'·c:o_s"'.__--'-_---'-____-'--___-'---_._ _-'-,. _____ -'

Valor Total R$1266.57s,OO I


Valor Total da Proposta: R$ 266.575,00 (Duzentos e sessenta e seis mil, quinhentos e setenta e cinco
reais)
Esta Proposta terá validade de 60 (sessenta) dias, contados a partir da abertura do Envelope
PROPOSTA

Manga - MG, 16 de Julho de 2013


,mV8i6l0 nnRIERDUB DE SOUZA
CNPJ 17.417.936/0001-15'
Rua Jequitibá, 8:3 - Novo Cruzeiro - Manga - MG - CEP 39.460-000

ENVELOPE N°. 1

'; .:
, ".

",0,.

",' .
..
. PROCESSO LlCITATÓRIO N° 78.13 "~."

. PREGÃO f)RESENCIAI_ N".0042r~013


LOCAL: Setor-'deCornpr-;;s e Lici'tações,'Préfeitura Muriitip·al.:"·; "0' . ' ; :

DIA: 16/07/2013 .. : .. ' .. ê.· ..


HORÁRIO: 16:00 (dezesseishor~) . '" .' . . ",

.. MUNiCípio DE MANGA-'ESTADO,DE MINAS GERAIS ....... '~l' .


./ AlC DO PREGOEIRO, . . .. ". o~<'
'------
(
. (\ .
/

~/~~.,
.1.-

'," .
'.:'

. ,",-

• _:v
."

,,:.
,.
, . ,:1 J••
".;( .

MÁRCIA ROCHA SARAIVA
CPF:082.567.856-08
FAZENDA TRAíRAS, S/N°, ZONA RURAL, CEP:39.475·000 - SÃO. JOÃO DAS MISSÕES/MG
TELEFONE: (38)9921·2353

PROPOSTA COMERCIAL

MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL


Nó. do Edital: 0042/2013

Numero Processo: 0078/2013 Data da Abertura: 16/07/~014 16:00:00


A SRTa MÁRCIA ROCHA SARAIVA, pessoa física, inscrita no CPF/MF sob o nO 082.567.856-08, residente e domiciliada a
Fazenda Traíras, sino, Zona Rural, CEP:39.475-000 - São João das Missões/MG, vem pela presente apresentar abaixo sua
proposta de preços para a CONTRATAÇÃO DE SERViÇOS TECNICOS PRESTADOS POR PROFISSIONAL TECNICO NA
AREA DE ADMINISTRAÇÃO At raves . do R '
eglstro de P reços, de acor d o com as eXlgenclas
. do EdtI a I supra CI't ado.
ITEM DESCRIÇAO DOS SERViÇOS UNID QUANT V. UNIT. V.TOTAL
01 SERViÇOS TECNICOS - PRESTADOS POR PROFISSIONAL TECNICO NA MÊS 12 4.000,00 48.000,0
AREA DE ADMINISTRAÇÃO COM AS SEGUINTES ATRIBUiÇÕES: Planejar, O
controlar, organizar, dirigir e avaliar os serviços tétnico-administrativos,
coordenar atividades relacionadas ao controle de programas, projetos e
contratos administrativos; participar de programas de treinamento ou neles
atuar, executar outras atividades relacionadas à área de atuação, bem como, a
verificação de processos licitatórios e contratos da administração municipal,
preparar projetos dentro da sua área de atuação, além de propor princípios e
normas e colaborar na produtividade, eficiência e eficácia dos serviços públicos.
VALOR TOTAL R$48.000,00
. .
O valor total da Proposta e de R$ 48.000,00(quarenta e Oito mil reais) .
O prazo de validade da proposta é de 60 (sessenta dias).
C/C:12.289-0 Agência:2149-0

São João das Missões 16 de Julho de 2013. Ac~,~ Q.S"",~ l .. h.L.'-"-

U Márcia Rocha Saraiva - Licitante


MÁRCIA ROCHA SARAIVA
CPF:082.567.856-08
FAZENDA TRAiRAS, S/N0, ZONA RURAL, CEP:39.475·000 - SÃO JOÃO DAS MISSÕES/MG
TELEFONE: (38)9921·2353

ENVELOPE N°. 1
MÁRCIA ROCHA SARAIVA, CPF :082.567.856·08,

Fazenda Traíras, s/no, Zona Rural, CEP:39.475·000 - São João das Míssões/MG

"ENVELOPE PROPOSTA DE PREÇO"

PROCESSO LlCITATÓRIO N° 0078/2013

PREGÃO PRESENCIAL N°. 0042/2013'


MUNiCíPIO DE MANGA"· ESTADO DEMINAS GERAIS

AlC DO PREGOEIRO .

, .........•............. _- •......... - .....•......_........................ " " .. .: ... :;.. ...


- - ---- -------- 1

, \
!\, ,.
fI., .~!
:'-r--

.... ;,.
:.': II
.',-,.

....

-,:
~:§;'.
• ~Heceita Federal

Comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral

Contribuinte,

Confira os dados de Identificação da Pessoa Jurldica e, se houver qualquer divergência, providencie junto à
R FB a sua atualização cadastral.

REPÚBLICA FEDERATiVA DO BRASIL


CADASTRO NACIONAL DA PESSOA JURíDICA

NÚMERO DE INSCRiÇÃO COMPROVANTE DE INSCRiÇÃO E DE SITUAÇÃO DATADEASERTURA


17.417.936/0001-15 CADASTRAL 16/01/2013
MATRIZ

NOME EMPRESARIAL
SILVANO FERREIRA DE SOUZA 12258021642
TITULO DO ESTABELECIMENTO (NOME DE FANTASIA)

CÓDIGO E DESCRIÇAo DA ATIVIDADE ECON6MICA PRINCIPAL


25.42·0-00 • Fabricação de artigos de serralheria, exceto esquadrias

CÓDIGO E DESCRIÇAo DAS ATIVIDADES ECON6MICAS SECUNDARIAS


43.30-4-04 - Serviços de pintura de edifícios em geral
43.99-1-03 - Obras de alvenaria
CÓDIGO E DESCRIÇAO DA NATUREZA JURI01CA
213-5 - EMPRESA RIO (INDIVIDUAL)

I ~ I
~\
LOGRADOURO COMPLEMENTO
R Jequitiba
~ ~) 1.-

I
CEP !Novo Cruzeiro
BAIRROIDISTRITO IMUNIC!PIO ~ q
39.460-000 MANGA ~ 'oi'!
SITUAÇÃO CADASTRAL DATA DA SITUAÇÃO CADASTRAL
I. ATIVA 16/01/2013

I.MOTIVO DE SITUAÇÃO CADASTRAL

SITUAÇÃO ESPECIAL
I. **......** DATA DA SITUAÇÃO ESPECIAL
.......... *

1.1\
Aprovado pela Instrução Normativa RFB n' 1.183, de 19 de agosto de 2011. \
,."' ,

Emitido no dia 11/07/2013 às 13:51:46 (data e hora de Brasília). Páaina 1/1 'j~
[ Voltarj
I?
-.--=-,.,-:'
;ePtl~(r'_~.
Rr/) "',
-ô'

II
\ ·1

,,'~,"'"
Secreta",j de Estado de
'
Estaduai'~,~;;~'
\~r
~~ ,~~)
.
.. '''" (t I

. . 'Fazenda de Minas Gerais


Comprovante de Inscrição
, . I , .
. . .
. .

DADOS CADASTRAIS ,.

INSCRiÇÃO ESTADUAL:
002083909 .00-05 'I' :
CNPJ .174179360001-15

NOME EMPRESARIAL: SILVANQ FERREIRA DE SOUZA 12258021642

NOME FANTASIA:
.'
.

CNAE-FIDESCRIÇÃO: Fabricação 'de artigos ... de serralheria \. exce,to esquadrias

NATUREZA JURIDICA : REGIME DE RECOLHIMENTO: CATEGORIA:


I
EMPRESARIO ( INDIVIDUAL) SIMPLES NACIONAL UNIÇO
. .
,
. '.
DATA DA INSCRIÇAO : 16(01/201'3
.
,
SITUf\ÇÃO DA INSCRiÇÃO: DATA DA SITUAÇÃO DA INSCRIÇAO: !I'
ATIVO .16(01(201:3
.' .

ENDEREÇO DO ESTABElECIMENTO I

CEP: 39460000 UF: MINAS GERAIS, MUNICIPIO: MANGA

,
DISTRITO POVOADO': \\

BAIRRO: Novo Cruzeiro ,

~

LOGRApOURO : RUA Jequit~ba.
. . ,
<:\
NUMERO:
83
. , COMPLEMENTO: (A
,
,
. .
~
COMPLEMENTO DE CEP :
(j

[
EMITIDO EM.

,
11/07(2013 14:09:04
J

!
Ae,' ';::,'
...
. ,'.,
,:~I- ~ PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA ft P"~-~~
~-~ U,,!1
~ CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS MUNICIPAIS Página 1 de 1
, li__''':1:'!
~ ... J

IDENTIFICAÇÃO DA CND
Número: 00000146/2013 IEmissão: 15/07/2013 00:00:00 I Validade: 13/10/2013
Controle: A20001-134077-310500-090213-922A
IDENTIFICAÇÃO DO CONTRIBUINTE
Código: 14730 TNome: SILVANO FERREIRA DE SOUZA 12258021642
Insc. Mun. : 3494 TCNPJ/CPF: 17,417,936/0001-15 IIE/RG:
Endereço: RUA JEQUITIBA N° 83 ICEP: 39460-000
Bairro: ARVOREDO I Cidade: MANGA/MG
CERTIDÃO , '

RESSALVADO A FAZENDA PÚBLICA MUNICIPAL O DIREITO DE COBRAR QUAISQUER DÉBITOS


.' QUE VENHAM A SER APURADOS APÓS O FORNECIMENTO DESTA, CERTIFICO QUE EM NOME DO
REQUERENTE, NÃO EXISTE DÉBITOS EM ABERTO ATÉ'A PRESENTE DATA REFERENTE A
TRIBUTOS MUNICIPAIS,

FINALIDADE , , " .. j
..
. "
. (

FINS DIVERSOS .. \)
,;:,SINATURA
" '
' ,

s
MANGA, 15 de Julho de 2013

Funcionár10 Responsável
tos pereira
, p.,dminis ra
A"I~~t. OO~ 57 ..7
HLH - Assessoria e Consultoria Ltda - 09:23:21, 15 de Julho de 2013
MINISTÉRIO DA FAZENDA
Secretaria da Receita Federal do Brasil

CERTIDÃO NEGATIVA
DE DEBITaS RELATIVOS As CONTRIBUIÇOES PREVIDENCIARIAS
E As DE TERCEIROS

N' 000362013-11026936
Nome: SILVANO FERREIRA DE SOUZA 12258021642
CNPJ 17.417.936/0001-15

Ressalvado o direito de a Fazenda Nacional cobrar e inscrever


quaisquer dividas de responsabilidade do sujeito passivo acima
identificado que vierem a ser apuradas, é certificado que não constam
pendências em seu nome relativas a contribuições administradas pela
; Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB) e a inscrições em Divida
Ativa da União (DAU).

Esta certidão, emitida em nome da matriz e válida para todas as suas


filiais, refere-se exclusivamente às contribuições previdenciárias e às
contribuições devidas,por lei, a terceiros, inclusive às inscritas em
DAU, não abrangendo os demais tributos administrados pela RFB e as
demais inscrições em DAU, administradas pela Procuradoria-Geral da
Fazenda Nacional (PGFN), objeto de Certidão Conjunta PGFN/RFB.

Esta certidão é valida para as finalidades previstas no art. 47 da lei n'


8,212 de 24 dejulho de 1991, exceto para:

- averbação de obra de construção clvil no Registro de Imóveis;


- redução de capital social, transferência de controle de cotas de
sociedade limitada e cisão parcial ou transformação de entidade ou de
sociedade sociedade empresária simples;
- baixa de firma individual ou de empresário, conforme definido pelo
art.931 da lei n' 10.406, de 10 de Janeiro de 2002 - Código Civil,
extinção de entidade ou sociedade empresária ou simples.

A aceitação desta certidão está condicionada à finalidade para a qual


foi emitida e à verificação de sua autenticidade na Internet, no
endereço <http://www.receita.fazenda.gov.br> .

Certidão emitida com base na Portaria Conjunta PGFN/RFB n' 01, de


20 de janeiro de 2010.

Emitida em 03/0712013.
Válida até 30/12/2013.

Certidão emitida gratuitamente.

Atenção:qualquer rasura ou emenda invalidará este documento.


Certificado de Regularidade do FGTS - CRF

Inscrição: 17417936/0001-15
Razão Social: SILVANO FERREIRA DE SOUZA
Endereço: RUA JEQUITIBA 83 / NOVO CRUZEIRO / BELO HORIZONTE / MG /
39460-000 .

A Caixa Econômica Federal, no uso da atribuição que lhe confere o


Art. 7, da Lei 8.036, de 11 de maio de 1990, certifica que, nesta
data, a empresa acima identificada encontra-se em situação regular
perante o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço - FGTS.

o presente Certificado não servirá de prova contra cobrança de


quaisquer débitos referentes a contribuições e/ou encargos
devidos, decorrentes das obrigações com o FGTS.

Validade: 10/07/2013 a 08/08/2013.

Certificação Número: 2013071007400435866180

I
Informação obtida em 11/07/2013, às 14:00:21. é
.,~~1\\
,/I
A utilização deste Certificado para os fins previstos em Lei está ''''';7
condicionada à verificação de autenticidade no site da Caixa: '.l

www.caixa.gov.br

"i)

j
TilO6l13

MINISTÉRIO DA FAZENDA
Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional
Secretaria da Receita Federal do Brasil

CERTIDÃO CONJUNTA NEGATIVA


DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DiVIDA ATIVA DA UNIÃO

Nome: SILVANO FERREIRA DE SOUZA 12258021642


CNPJ: 17.417.936/0001-15

Ressalvado o direito de a Fazenda Nacional cobrar e inscrever quaisquer dí\idas de responsabilidade do


sujeito passi\IJ acima identificado que \ierem a ser apuradas. é certificado que não constam
pendências em seu nome, relativas a tributos administrados pela Secretaria da Receita Federal do
Brasil (RFB) e a inscrições em Dí\ida Ativa da União junto á Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional
(PGFN).

Esta certidão, emitida em nome da matriz e válida para todas as suas filiais, refere-se exclusivamente à
situação do sujeito passi\IJ no âmbito da RFB e da PGFN, não abrangendo as contribuições
pre\idenciárias e as contribuições de\idas, por lei, a terceiros, inclusive as inscritas em Di\ida Ativa do
Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), objeto de certidâo específica.

A aceitação desta certidão está condicionada à verificação de sua autenticidade na Internet, nos
endereços <http://www.receita.fazenda.gov.br> ou..<http://www. pgfn. fazenda.gov.1x>.

Certidão emitida com base na Portaria Conjunta PGFN/RFB nQ 3, de 02/05/2007.


Emitida às 21:00:30 do dia 27/0212013 <hora e data de Brasília>.
Válida até 26/08/2013.
Código de controle da certidão: 774B.DAEC.OB9E.7660

\ Certidão emitida gratuitamente.

Atenção: qualquer rasura ou emenda invalidará este documento.


<{

<'1
~j
(';:.'1
1>."

1/1
27/06/13 SEF IM G - SIARE
'tO
f,~1'iJ~
',:;t~k
1\t.,:f~;/' .
SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA DE MiNAS GERAIS ,~

CERTIDÃO EMITIDA EM:


CERTIDÃO DE DÉBITOS TRIBUTÁRIOS 27/06/2013

Negativa CERTIDÃO VALIDA ATÉ:


25/09/2013

NOME/NOME EMPRESARIAL: SILVANO FERREIRA DE SOUZA 12258021642

INSCRIÇÃO ESTADUAL: CNPJ/CPF: 17.417.936/0001-15 SITUAÇÃO: Ativo


002083909.00-05

LOGRADOURO: RUA Jequitiba NÚMERO: 83

COMPLEMENTO: BAIRRO: Novo Cruzeiro C EP: 39460000

DISTRITO/POVOADO: MUNICÍPIO: MANGA UF: MG

Certificamos não haver débito de responsabilidade do interessado acima identificado,


ressalvado o direito de a Fazenda Pública Estadual vir a constituir e cobrar novos
créditos tributários que ainda não foram apurados ou lançados até esta data. No caso
de utilização para lavratura de escritura J!ública ou registro de formal de ~artilha, de
carta de adjudicação expedida em autos e inventário ou de arrolnmento, e sentenç~
em ação de separação judicial, divórcio, ou de partilha de bens na união estável e de
escritura pública de doação de bens imóveis, esta certidão somente terá validade se
acompanhada da Certidão de Pagamento / Desoneração do ITCD, prevista no artigo 39
do Decreto 43.981/2005.

I IDENTIFICAÇÃO
I NÚMERO DO PTA I .
DESCRIÇÃO
I
~
I - I ~

A autenticidade desta certidão deverá ser confirmada no sítio da Secretaria de Estado
./q
c •
de
\ Fazenda de Minas Gerais em www.fazenda.mg.gov.br ;;;::> certidão de débitos tributários
=> certificar documentos

CÓDIGO DE CONTROLE DE CERTIDÃO: 2013000028602550


I I

12,
J
.~-
(!~

https:IfWNW2..fazenda.mg.gov.br!sol!ctrl/SOUCDT!DET ALHE_746?numProtocolo=2013027988675&ACAO=VISUALlZAR&autenticacaoModel=rOOA8XNy... 1/1


339

Página 1 de

PODER JUDICIÁRIO
JUSTIÇA DO TRABALHO

CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS TRABALHISTAS

Nome: SILVANO FERREIRA DE SOUZA 12258021642 (MATRIZ E FILIAIS)


CNPJ: 17.417.936/0001-15
Certidão nO: 32676841/2013
Expedição: 12/07/2013, às 16:23:10
Validade: 07/01/2014 - 180 (cento e oitenta) dias, contados da data
de sua expedição.

Certifica-se que SILVANO FERREIRA DE SOUZA 12258021642 (MATRIZ E y.

FILIAIS), inscrito(a) no CNPJ sob o n° 17.417.936/0001-15, NÃO CONSTA


do Banco Nacional de Devedores Trabalhistas.
Certidão emitida com base no art. 642-A da Consolidação das Leis do
Trabalho, acrescentado pela Lei n° 12.440, de 7 de julho de 2011, e
na Resolução Administrativa n° 1470/2011 do Tribunal Superior do
Trabalho, de 24 de agosto de 2011.
Os dados constantes desta Certidão são de responsabilidade dos
Tribunais do Trabalho e estão atualizados até 2 (dois) dias
anteriores à data da sua expedição.
No caso de pessoa jurídica, a Certidão atesta a empresa em relação
a todos os seus estabelecimentos, agências ou filiais .
. A aceitação desta certidão condiciona-se à verificação de sua
autenticidade no portal do Tribunal Superior do Trabalho na
Internet ( http://www.tst.jus.b r)
Certidão emitida gratuitamente.

INFORMAÇÃO iMPORTANTE
Do Banco Nacional de Devedores Trabalhistas constam os dados
necessários à identificação das pessoas naturais e jurídicas
inadimplentes perante a Justiça do Trabalho quanto às obrigações
estabelecidas em sentença condenatória transitada em julgado ou em
acordos judiciais trabalhistas, inclusive no concernente aos
recolhimentos previdenciários a honorários, a custas
I a f

emolumentos ou a recolhimentos determinados em lei; ou decorrentes


de execução de acordos firmados perante o Ministério Público do
Trabalho ou Comissão de Conbiliação Prévia.

r . i\vidas e ~JlIgl!Gtôes:
mwnno IiI!lIlUl~HI!Ull DE SOUIIm
CNPJ 17.417.936/0001-15
Rua Jequitibá, 83 - Novo Cruzeiro - Manga - MG.
, 'c': ...... ,~'..::........ ' .. ""'-.- .',.-,,<': ';":':;"';:"';;.;_"~.;:,.~,";;,,,,;, -;;·";';,~l;,''''','.,7/",,,,;<·_-,'1!.''''"-,,;,-:··,n::,c>'<:./.; :--,.:,:",,;;." .'.~, ":,., ' :c:';:~;:,. < , ..:~",:.,'." ,,',; -I'.

DECLARAÇÃO REGULARIDADE-COM O EXIGIDO NO ART. 70 , INCISO XXXIII DA


CONSTITUiÇÃO FEDERAL.

Modalidade: Pregão Presencial


N°. do Edital : 0042/2013
Numero Processo : 71/2013
Data da Abertura : 16/07/2013 16:00:00

SILVANO FERREIRA DE SOUZA, inscrito(a) no CNPJ n' 17.417.936/0001-15, por intermédio


de seu representante legal o) Sr Silvano ferreira de Souza , portador(a) da Carteira de
Identidade nO MG-17.671.561 e do CPF nO 122.580.216-42, DECLARA, para fins do disposto no
inciso V do art. 27 da Lei nO 8.666, de 21 de junho de 1993, acrescido pela Lei no 9.854, de 27
de outubro de 1999, que não emprega menor de dezoito anos em trabalho noturno,
perigoso ou insalubre e não emprega menor de dezesseis anos.

~ssalva: emprega menor, a partir de quatorze anos, na condição de aprendiz () .


';;i)}
0,;-
/~ • Manga, 16 de julho de 2013.
1'1)

",l'~
"'1;"1
<I,,~, .~.

Assinatura do Licitante '-


1\ Poder Judiciário do Estado de Minas
,I I': .t', i,' ;:"!'il',';

::, "'il'; ,-,,··,',':'j')i : I·; ,-'1::/ 1,:

t· . :-
,,(,., ti di" ;:;'. i'", [,-i,'," ,O. -';ii-'

I'.""',! -i .I'C1' ,.. " . , , r", i'i :: .". .' " i " ~;~

i""; "';':',"! i' '::,; "";'::'::,'1 ;",'" d,


',",,- .... , 'I"

'; (
• 'i

,) !

I 'i' 1'\' :li!;:!:i c:i .::!.i


J. "

i',r··"·;l.", ,

.! i :-,i; '.":'l!-:

-: j :

.. ; ; ,':> :;.1"1 ',o ou

-1.,-, :,i", (.'" nD!" uil!::


',',! \1". (",I""; 'i' 'I in .::, ii'" -','< ',," 'i C"; . J .•. :'10" ..., (\ ,.~-i i",,'.
i .. ·· "'i :",'; i i;·"······

i-( li 11
ÕPoder Judiciário do Estado de

.,.. "i:" ''': :"i·"' ",",i" ";"', '.~ ;', . ".,-' -i·

"''-',' ;';,' ",;" "!,'" I'i!:;,-' ;.! i'l

': ("" ;-:"1";: :"',-;" ,"'1":, ;::"

.-;ii:,· "''i". ':):1·:" ;.; ih:I.·: .'


'i" i····::· ,:,~ ,; . "\ .....!: .. ;,); ..,., .. ;,:: "I""'\' !:c."'; !'! '" '" :\ "] (J

I'" , "i ::. . . ! i_ ~ .q.

',', I . '.1.

: .' J' '.~ • , , " • ' ) i j. ...' : !",

! I": :F ":i i-..!!


F::::i

; ,';' (I \,'1','-.1 ..... j ;";,:;1:"

i:."('::'· i ;':1' (: 0', i "',;, ,. i"~ ,:,': " :",l.' I'i 'õ-,(, "~i''''

"i :", . .'::, I ,'i, i"I,'.,; :::;-: ()i!';,,", J!':':! (':in ri!:-\ r)!'"',o:",' '·.';':·'1 ::,,:::.1 rf:.':·.... :l~'··ô,i
<"i"

i,'·

';";ii: -'., .' ;1'\ ":'"i r f:i'; nf".".!, -',.


i"!:! I:' ",".' , "i i-' ':' ., ri I" ,.... i") L'

jV'
~
~~
~
----..,,'
cf]
1\ Poder Judiciário do Estado de Minas Ge,r;ai~
"'1:

r !_ ii ti-., /'::

: ,"
"-'i'-'"

.. ... , " ,. , (': ,! ',.' ~ I ., . :"I"'! "

).',;,-,-,.; (:,)':':.

:,':1 "' i ", .. ti " ~: T ;", ...

o,:!; '.:n ....


": ;:, ti,.'" H/:,'·· \~: :1 'I'.]: (I"

, ',,' ,":.;" ." in ", : ',::",:1 .' ~'i!; ;


"i /\")'1 ·.i
!-; i
" "~o :., i ,(, ,3 'I i \),

-'i";::1 ;,""" 'F.li.f!"! 'iC- ·,'I>'"!,.',; .0 ••

" ,_. r

':;,"; '~""'" ,,'


"

:.,p'-':"'.! !"

:':"'~
',:':':-,1', "',,',: ", '/ .', C', n,-- . i.l C' -:"i',i. i"" o •• i .::-, I" j"- "'. ': 'l, -,::('1 .. i-,'u,'" CI>"\!' .:;"':- '!"IC~;' "'.' '",'.;:

; i";'}':,!

:. . J

,:·i,i
..)utf::'nt.:i.ciJ.rl. nO,," o"flc'i,,",\) Pi.'i.bli .. J,i
"1-) i'i I: :"i ;:,'::'" ';! i:' i" r '.-'

j
(i\? rS
O'lV

-~
(J
SIlYRnO rtlRlRfUlm DE SOUZIl
',', • CNPJ 17.417.936/0001-15
Rua Jequitibá, 83 - Novo Cruzeiro - Manga - MG.

ENVELOPE N°. 2

c--=.-=.·____--"" Ec.:...N....:V""Ec=L-=.O_P=.E_D..:.O_C-'-U:....M.E_N:....T...:.A....,Ç'-Ã_O_"_ __ -]

n
PROCESSO LlCITATÓRIO N° 78/2'013

PREGÃO ~RESENCIAL N°, 0042/~~13 ". · .. _____.___ 1

DIA: 16/07/2013 , . ..• '. \..-


HORÁRIO: 16:00 (dezesseis horas)
'/.J
LOCAL: Setor de CompraseLid )fões, Prefeitura Municipal. ') I

.. ~

[ MUNICíPIO DE MANGA -ESTADO DE MINAS GERAIS


~~----~~---
AIC DO PREGOEIRO
."

"'
.,,
co 1 REPÚBLICA FEDERATIVA 00 BRASIL

ESTADO DE MINAS GERAIS


SECi=l"ETARiA DE SEGURANÇA PUBLICA
i"NSTlTUTO DE IDENTlFICAQÂO

1. VIA
~~~~~N·T~LU~illU~ ~~8ill~~~~.~p~~~~~~
Classe Sllbclasse Datas de Leitum Datas da Nota Fiscal
AIUflL Pf~ÓX'MA EMlSSÁO APRESENTAÇÃO
liUJ'u 1 Agr'opecuár ia
MOl1ofas lco Rura 1 06/06 04/07 06/08 08/07 12/07

InformaçõElS Técn,cas
Tipo de Medição Muuj,;i!o Lt"iluril Aullt(Íor LultlJra Atual Constante de MuUiplicllção
Energia AJx9840Q4471 8.40', 8.501 100

J
Informações Gerais Valores Faturados
Tarlla Vi\10111e conforma Ros Aneo:ll" 1.507. do·05/04/13 Dcscriçl\o QUilntl'Jado Prtlço Valvr (R$')
O pagan'mnlo desta conta"náo qui!a débitos an\eriolGs Enargia_E\.~trlca kl'ltl 100 0,27365841 27.34
Para estes, estão slljeitas penalidados legais vigonles
(multas) e/ou ü1uallzaç:!.o financeira U\:llos)baseadas no
voncilnonlo d3S mesmas, Encargos I Cobrança
Fat.conI.Res,ANEEl 414 Art,B6-Loitura não provista CObnmca da Conta da E.nergla da o~ I 2013 2,47
OI
Tarifas aplicadas (sem Impostos)
Energlü r:létrlca ),:\I'r\ 0,2\214000

Valur lU .;. I'.~,tnln. Valo,'U .;.


EI1"'U'" 6,91 25,2"1 "'.: SeI,,,,,,. 1.92 "/ ,02
DIG\,Il)UI<;~O \ 1 .45 41.89 Tn\All<lS 6,13 2.2., ~í.'
1o"a.,.1I;G~a{J 0,93 3,40 Tmal 2.7,34 100,00 27/07/2013 R$ 29,81

-
Histórico do Consumo Reservado ao fisco
~;JAno
co,"",,'u MoI,!lo O!n. OQ
kWh kWl'ID~ F~turam~,,\c 6475.1 EB9.1 F1 F.60D6.C5DO.C180.4140.629D
JUl(13 rir 100 3,57 28
JUNj13. 32 1,07 30 ICMS COFINS (R$).
Base de dllculo(R$) Allquota('I.) Valor(R$)
MAI/131t1Wm 31 ),12- 33
2"/ ,34 18 <1,92
fll'lli/13 . . , 1,45 1,00
I ),IAR/la _ _ "TI 2,6G
29

IEV/I3_IIIiI!il! II 198 7,07 "28


JAN/131 15 3,76
JAN/13 . , . B1 3,95 22
DEL/I2- P I[ M

-
181 a,45 29
Nl)V/I2.~ 93 4,85 20
OUH , 2. miM'.11I
St::T/\2.
AGO/I?. _
li f ,- "
101
3,2"/
6,~7
30
32

" 1,45 3\
Ouvidor' a CEMIG: aBOO 72B J8311 -llgéncill NadOIl;:') dc Encl\jl;:, Elctrlc.1r.ANiE?To'f;;~iii(rit:$if.t
Página 1

PODER ,TUDIC'IimIO
,JU,sTI ÇA DO TRABJU.1I0

CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS TRABALHISTAS

Nome: MARCIA ROCHA SARAIVA


CPF: 082.567.856-08
Certidão nO: 32724957/2013
Expedição: 15/07/2013, às 15:07:28
Validade: 10/01/2014 - 180 (cento e oitenta) dias, contados da data
de sua expedição.

Certifica-se que MARCIA ROCHA SARAIVA, inscrito(a) no CPF sob o n"


082.567.856-08. NÃO CONSTA do Banco Nacional de Devedores
Trabalhistas.
Certidão emitida com base no art. 642-A da Consolidação das Leis do
Trabalho, acrescentado pela Lei n° 12.440, de 7 de julho de 2011. e
na Resolução Administrativa n" 1470/2011 do Tribunal Superior do
Trabalho. de 24 de agosto de 2011.
Os dados constantes desta Certidão são de responsabilidade dos
Tribunais do Trabalho e estão atualizados até 2 (dois) dias
anteriores à data da sua expedição.
No caso de pessoa jurídica. a Certidão atesta a empresa em relação
a todos os seus estabelecimentos, agências ou filiais.
A aceitação desta certidão condiciona-se à verificação de sua
autenticidade no portal do Tribunal Superior do Trabalho na
Internet (http://www.tst.jus.br)
Certidão emitida gratuitamente.

INFORMAÇÃO IMPORTANTE
Do Banco Nacional de Devedores Trabalhistas constam os dados
necessários à identificação das pessoas naturais e j-uridicas
inadimplentes perante a Justiça do Trabalho quanto às obrigações
estabelecidas em sentença condenatória transitada em julgado ou em
acordos judiciais trabalhistas I inclusive no concernente aos
recolhimentos previdenciários I a honorários Ia custas a I

emolumentos ou a recolhimentos determinados em lei; ou decorrentes


de execução de acordos firmados perante o Ministério pfiblico do
Trabalho ou Comissão de Conciliação Prévia.

I
'I"·

PREFEITURA MUNICIPAL DE SAO JOAO DAS MISSOES


Pagina 1 de 1
CERTIDÃO NEGATIVA DE,DÉBITOS MUNICIPAIS

I Emissão: 27/06/2013 00: 00: 00 'IvaÚd~d": 27/07/2013


O~1-031076-421700-080417-052A
,' I
,
".'.. .. _.".
'

DO CONTRIBUINTE
" ··i

lNome··;·" IVl/\IH: I 1\ I~OCII/\ S/\IV\ I V/\

I CNPJ/CPF: OI!? ~)f') .1l~)6-011 IIE!RG: Mel.!] 6))~)~):S I!


•~ I
ICEP.: 39. ~/~)OOO
I

I.~ TIV\ II~/\~; ()

I Cldade:- :; . • j. ddS. I
i\ I/VI-:Nl\/\ ~llIi'lIC-II'/II" () IlII<I':I'I'() ])1': COI\IUII, ()U/II~,QUI':I, Ill::III'l'OS QUI':
I
,,
,

1< /11'lIIUIIl();; 111'(\'3 () 1''(ll{NI-:C I MI':NTO Ill·:."'I'/\, Cl-:l<'I' 11,'1 CO QUI': I':M NOMI': IlO
I'ÚI() I:XI:''I'I'. Ill':lll'i'O I':M /II\I-:I,'I'() /1'1'1": /1 I'I,n:SI':N'I'I-: ])/1'1'/\ IW.I,'I':I'I·:N'I'I-: /IO(S) I
I '1'11 I Ol! OU'I'IUIS 'I'/IX/I".
J

" !:. ;'


i,
i~
il : ~
.i.
, ,

"'I

I1
. , :1 I1

I1
!'
I .,

I,'
.1
:: , 'i I'
1)1
oi

i ::.H .,:.~ o:;:· r.:·".j '.:' i."!i:~',;i I "~r ~.:~ LI.d,.:]


N~ . 078 (}
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA
CENTRO fEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA Il)I!: JANUÁIlUA~MG
CRIADO PELO DECRETO DE 13 DE NOVEMBRO DE 2002.

CEO DIRETOR-GERAL DO CENTRO FEDERAL'uB EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE JANUÁRIA-I1G, NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES, CONFERE
O TíTULO DE: Técnico em ADMINISTRAÇÃO - Área: GESTÃO A

MÂRCIA ROCHA SARAIVA

FILHO (A) DE JosÉ LEITE SARAIVA E DE NEUSA ROCHA LA CERDÁ , NASCIDO (A) EM 11 DE NOVEMBRO DE 1986, NATURAL DE MANGA,

ESTADO DE HINAS GERAIS, OUTORGANDO~LHE O, PRESENTE DIPL011A DO CURSO TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO, CONCLUíDO EM
, ,
17/12/2005,' COM BASE NOS SEGUINTES DISPOSITIVOS, LEI N' '9394; DE 20/12/1996; DECRETO FEDERAL N' 5',154/2004; PARECER,

CNE/CEB N' 16/99; RESOLUÇÃO 04/991. RECONilECIDO


....
PELA PORTARIA
: .
MEC N' 219 DE 11/11/2003, REGISTRADO NO CNCT SOB O NIC

23.0045362005-64, A FIM DE QUE PO~'S~ GOZA~" ~ODO~ "


DIR~ITO~-E'
.Ç>S ..
....... PRERROGATIVAS LEGAIS.
. -.:

.. , ..,.
,. ,
, .' \ ~ l \ '.I ~. ti" "".;. , "- '-, ".~'.
\!,. , . 'J~ ': ;,; . ~~ , ..; ..... "}" '\ 'i!::·t····~t..... .";:.. ,:\.~'

listado do ~ara:~â . " ~ ~ ,,:;;,' ~'é'~ '';;;, .: ..~,; .-


.. .' '.. .~.~. :'" , '>" • ~ ·"'.>UNoPÂfr;;'~:
, ;' " . Rfuítora da l1nluersídade Rorte d; p~Janá, '.. :. .'. ·r.>' ~,.; ,:' .
-: .. ,.~}~ >
'0

_/..
'.


" no uso de suas a~ib'~ifõed~nifõ':'~iiCvístá a co'nêÍusão D5':Újulhó ide 2008 dó ," ,"
"';'" .' • • " - , . ' . : " '
c; :-í}~""'''',(~:,:." ~-:-~<': •.""Z-:,,,::~:_,<,,,,,,
' , .~,.. ': "2'. ..'
;~ +'.',.'-~~,. -.!;~ ;·.·•. ,'.':.'i~::: .. ,.~

€ursi)1iu~etíor de Jecnologíaem 1íldministrafãode ~equenas e1tl€dias ,: ',,- :.1iístémlf~resendaL €óriectado • modalidadeà'l~istârida


:·;-:<-·t.. ,:.,·.\+~ ','~ :~.E:'.,",,_._~"'~ ,,;,-.. '-;-_'>-,.. ~."-_,>-'.~ .... .;. . .;,. ,r .' '. _..;-~_ , ,'. · ...-t·\;J.;~::--:>A~,,"":',,;.: ',I" -:':.-.::''-:.'' -"',""·',.:·\;"{.<·':i{-:;'··):''-:';'i:~,,:_c,,-,:;,,,,,,;·,;!'"·:·

, t';:" /' . '. i,d:~; . ' ea ses~ãó'soltli!'de ê~r~~ de. grau C!1l15dtagosto de ps, é6.nf~r~ o)ítúlo dé\:::'.' >,'~ ~;;' ,;·":·~'>t·c::~· ",1,]?~'
",' ;',,;:" ,,~'::"f .... - <.t',,;:;. ,: ,:; ·"z: ;o,"" .. ,... ·:~:'~:f/ ,,;~;;-::',~:':::fj,;:<;".C·"::~:>;· ."';....::.>, .'
.. 'j' . ., -:. ...~. ,.~ . • ,> ' ... ~.

, '. "':,'", ,'.'-....";,.


•., ... ~.,.<
;..; ".
.,/,.
"'.":...... ..::,.:-,.~,.~.:.:~;~~,~:.:. - , '
._}•.~;.
~
~"..~f".' .•.;~:'.: •.:~. ".
}
.~.:

. . .~'."."'."
"'!';.,..... ,,u
.~',;, >~~::t~",. >~7tt~~~,·"'·· ~~:.7:'·
•.. ';>}.pq~e~,u,~r9a.lhl.o~p,~e~:n~. ".~~.".;,.,':'-',.~;,~;
,J•.! .
dirimO:i~eil.rerrogiatilÍas lega1s.· "'.: .j'-. ~ ".' '~/' .
"'c"" ~. .v
Hli.dtora da l1niucrsldadc 11ort, do paraná,
no uso de suas atríbuifõcS legais e tendo em vista a condusão em 10 de dmmbro de 2011 do
turso de 6raduacão
, em i'ldministrâcão
,
, a "ssilo solene de colafilo de grau em24 de miU'fo de 2012, confere otítulo de

Bacharela em Rdministrafão a
lt~át'da Rocha §ara(ua
h""'l
lJ~I-l.J~I. ...~ It'lh1r""í
.. ';i(".. t.u.. ri", ~(A".,r,.,
HI.-ôLL+ I.U W,U1:..iLU-ULI arr T)~' i il"":d
C", ... ."'-HS.
" ~'L.L
1l .. lt1.as '1 ri . . 1I"n"Ih,.., d't. 10se
I asc~ i1 il L uC nL1VL.IH..\..,rLJ
j~C j1l4 14 ·622 .-')~-
L;I. LJ, !1.v .!t1v-.
r:r-"l jjJ r.Ufo"g'
r t.- 1.[.
!.~Lt1.
t' ll\" O pr",'nt"
WL il- I
I. L- L t.
t.

.Díploma, a fim de que possa gOlilr de todos os direitos eprerrogatiuas legais.


Londrina, 17 de maio de 2012.
ClJ
'-.---'!"
~,

CD
·t:'í~
r',>j
!"'-'!
r_.,
« ,-« C/),
('''',
'",,~ ;.~ Z
;"..
c~
~!

.'-'1~ ;"" (
r-- CJ ";'::2:
C", ", ...,.., r"""\
CC , O
o
LI:., ",,,,,,,,f
i--.-,
(:.~),.
i,=-!
o ,'-l
o N (.'G
o
~
'n f·L;
~j.

M
,'"...., Ç,)
N
l-
~,
".co
.".
p:.l
[,_ . ,.~

Co\ '7 I,,;:.J


~ r.=l
-, CLJ
'"'
o (/)
>J.1 ;-s ~('""~
......""1
~
p., \...
Cf)
;z. Cf) (.::::1
U
-
Z (/)
(~".
,-'
cn
C/)
p>",,,,j

l""\
,~

\'.::<"
, ... ,>

C~
G.l
r~r_"
'7 ".':::,
~
c'
.~,

(,J
MÁRCIA ROCHA SARAIVA
CPF:082.567.85&08
FAZENDA TRAíRAS, S/Ns, ZONA RURAL, CEP:39.475·000 - SÃO JOÃO DAS MISSÕES/MG
TELEFONE: (38)9921·2353

ENVELOPE N°. 2

MÁRCIA ROCHA SARAIVA CPF: 082.567.856-08,

Fazenda Traíras, s/no, Zona Rural, CEP: 39.475-000 - São João das Missões/MG

I~____________________________~"E~N~V~E~L~O~P~E~D~O~C~U~M~E~N~T~A~Ç~Ã=O_"____________~______________~
PROCESSO LlCITATÓRIO N° 0078/2013 .. ~
PREGÃO PRESENCIAL N°. 0042/2013
MUNICíPIO DE MANGAlMG - ESTADO DE MINAS GERAIS
. . AlC DO PREGOEIRO
.. I
I

ATA DA SESSÃO PÚBLICA DE ABERTURA E JULGAMENTO DAS PROPOSTAS


DE PREÇOS E DOCUMENTOS DE HABILITAÇÃO DO PREGÃO PRESENCIAL N°
0042j2013.

Às dezesseis horas do dia dezesseis de julho do ano de dois mil e treze nas
dependências da sala da Comissão Permanente de Licitação, situada na Praça
Presidente Costa e Silva, 1.477 - Centro nessa cidade de Manga/MG, foi declarado
aberto o credenciamento do Pregão Presencial nO 42/2013 pelo Pregoeiro Valfrido
Morais Ribeiro, com a participação da Equipe de Apoio. A seguir a foi conferida e
rubricada a documentação da representação e do credenciamento pelo Pregoeiro,
Equipe de apoio e licitantes. Desenvolvido o credenciamento das proponentes que
compareceram, o Pregoeiro declarou encerrada esta etapa/fase, iniciando-se o
procedimento seguinte consistente no recebimento e conferência das declarações
exigidas no instrumento convocatório, procedendo em seguida, o recebimento dos
envelopes de proposta de preços e documentos de habilitação, constatando a
presença de 02 (dois) licitantes, legalmente credenciados para participar do evento,
a saber: a empresa SILVANO FERREIRA DE SOUZA, portadora do CNPJ
17.417.936/0001-15, neste ato representada pelo Sr. Silvano
Ferreira ~e Souza portador do CPF 122.580.216-42 e RG M-17.671.561 PC/MG, ~ /
SRP. MARCIA ROCHA SARAIVA, portadora do CPF 082.567.856-08 e RG MG- .
14.622.553 SSP/MG, em seguida foi declarada aberta a sessão do pregão.~
presencial, onde a equipe de apoio recebeu e conferiu a inviolabilidade do p
envelopes das propostas e das documentações dos Licitantes acima identificados, '
os mesmos foram verificados e rubricados. Ato contínuo abriu-se os envelopes das
propostas onde constatou que as propostas de preços estavam de acordo com as
exigências legais do edítal e após, rubricada pelos presentes. Em Ato continuo o
Pregoeiro comunicou aos presentes que seria dado início aos procedimentos
previstos no Edital. Passou-se a fase de lances. Ao término da fase de lances
conforme mapa de apuração/Resultado Final em anexo, os mesmos foram
conferidos pelos licitantes e rubricados pelos mesmos. Logo após, abriu-se os
envelopes das documentações e, após minuciosa conferência verificou-se que os
vencedores do certame apresentaram documentação conforme exigências do Edital.
PREFEiTURA MUNICIPAL DE MANGA
Praça Presidente Costa e Silva, 1.477 - Centro - (38) 3615-1170
CNPJ: 18.270.447/0001-46
Divisão de Licitação e Contratos
c'_â},~;'-,<'7"",/J;'/,i7.J;'/,v/.~".,!-:v,;:,'~,;'Y•• '~';":,''':~''k'''..@''''';''' -XI«?;C'y'""'''"/{'''''::''',,...,./.;!~l''';';'7.....;,;v/..v/..~Z;';Vh;'·''''~~,'>'-'''':JrA~~/I.',",''g/_..W-",;'y,1,~/.Z,'w",~;''''''I''''/.'~7,.;.,.,''.,.~Y..wk#,,;,v''';'''V/'''''·,C"0;;!&Y,7/."...x~.".;-:K(".k:.;;;,,';g .• -,;.,~

Passou-se a conferência das certidões emitidas via internet onde foi constatada a
regularidade das CND's' e demais documentos emitidos via internet. A seguir foi
interrogado aos participantes quanto ao interesse em interpor recursos onde os
mesmos responderam que nada tinham a questionar e abriram mão do prazo
de recursos assinando assim o termo de renuncia do prazo recursal. Para
constar, eu, Wesley Acipreste, Secretário da Equipe Apoio, lavrei a presente ATA
que depois de lida e achada conforme será assinada pelo Pregoeiro, Equipe de
Apoio e Licitante.

Seêt~.tario

Eqúipe de Apoio:

LICITANTES:

SILVANO FERREIRA DE SOUZA

MÁRCIA ROCHA SARAIV~


PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Praça Presidente Costa e Silva, 1.477 - Centro - (38) 3615-1170
CNPJ: 18.270.447/0001-46
Divisão de Licitação e Contratos
",>,~","'_:',..-y''''-,''';-/~N'';''''''''':V;;;;Y."""""I;<";,,,,,....<-,;,..''7_'v...../."'(:.;.c'~;~"';.'~;-j',;i';,1(.,~,~,:;,,,~%ih;~".i,Y... X,;;W*-MJiX,,;:,wm';";:';;'7.. 1~"«"V"''''·'M~M~;::;;4~'.%v;,~,,,.M'..,./~#,,,,,,.!wn/..,7.U'''~iX;';/.,,,,/..';~ti::-;!r.,

TERMO DE RENÚNCIA AO PRAZO RECURSAL DA FASE DE JULGAMENTO

A empresa SILVANO FERREIRA DE SOUZA, participante da licitação de Pregão


Presencial na 0042/2013 Processo nO 0078/2013, por seu representante legal,
designado para este fim, declara, na forma e sob as penalidades da Lei Federal na
8.666/93, obrigando a empresa que respectivamente representa, que não pretende
recorrer da decisão da Comissão Permanente de Licitações (inciso 111 do art. 43 da Lei
Federal n0 8.666/93), RENUNCIANDO assim, expressamente, ao direito de recurso e
ao prazo respectivo, 'e concordando, em conseqüência, com o curso do processo
licitatório.

Manga-MG, 16 de julho de 2013.

Si/vano Ferreira de Souza- Represerftante Legal


CPF: 122.580.216-42

i
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Praça Presidente Costa e Silva, 1.477 - Centro - (38) 3615-1170
CNPJ: 18.270.44710001-46
Divisão de Licitação e Contratos
v,,,.'O<.',,,••~,-w.n;_·,,;~},;,%~;»,~,"""'>;..r,:"-<,.. I'/..l.'7,:.-'/,,,,,,,.w:«'I..<i/';/.;",,'7-"'/'f1/.,if"'..w.,\;;,_~,::>..JIY..lr""'i'''';~,l<'-#'<;''-viW/.,I,'X''':::''W.4'''''i'/..;;".(>;W4'i/..w/,'''.<-~!I.(1/ü!,&f;lM;;<-,";<;>y';'7.",,;';~_>
'">,:'r;~'i/..·.";i<W;"",:..,,~.,/.;,~o,,__

TERMO DE RENÚNCIA AO PRAZO RECURSAL DA FASE DE JULGAMENTO

A licitante SRT" MÁRCIA ROCHA LACERDA, portadora do CPF 082.567.856-08,


participante da licitação de Pregão Presencial nO 0042/2013 Processo n° 0078/2013,
por seu representante legal, designado para este fim, declara, na forma e sob as
pe'nalidades da Lei Federal n° 8.666/93, obrigando a empresa que respectivamente
representa, que não pretende recorrer da decisão da Comissão Permanente de
Licitações (inciso 111 do art, 43 da Lei Federal n08.666/93), RENUNCIANDO assim,
expressamente, ao direito de recurso e ao prazo respectivo, e concordando, em
conseqüência, com o curso do processo licitatório.

Manga-MG, 16 de julho de 2013.

C ...·illárcia Rocha Lacerda


CPF: 082.567.856-08
TERMO DE RENÚNCIA AO PRAZO RECURSAL DA FASE DE HABILITAÇÃO

A licitante SRT' MÁRCIA ROCHA LACERDA, portadora do CPF 082.567.856-08,


participante da licitação de Pregão Presencial nO 0042/2013 Processo nO 0078/2013,
declara, na forma e sob as penalidades da Lei,Federal n° 8.666/93, que não pretende
recorrer da decisão da Comissão Permanente de Licitações (inciso 111 do art. 43 da Lei
Federal nO 8.666/93), RENUNCIANDO assim, expressamente, ao direito de recurso e
ao prazo respectivo, e concordando, em conseqüência, com o curso do processo
licitatório.

Manga-MG, 16 de julho de 2013.

\..J Márcia Rocha Lacerda


CPF: 082.567. 856-08
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Praça Presidente Costa e Silva, 1.477 - Centro - (36) 3615-1170
CNPJ: 16.270.447/0001-46
Divisão de Licitação e Contratos
;y.2'i,,;;'y'.,;~;,M,',~~.Y/-W,,!;)::"/";';:."-%1.:->'·M';"'ó(';:'i'ii';;'(;Y..', ":::r,(",·?,,~-,,,/.,;;w"","/.:..7~·"''''''''''<'·''''7.we:''''',,:r4',"%<,,/w~&,,:,:,/...:.'/,,!Il.l1I<.v/cW..al7";'4YI.t,.'.tV4~.-"'~,"hY4:<::'W,,",/ifmX'''=''''''<,",/.lo>;;,?';:;>'M.;!·/';if'(;"_'''~~

TERMO DE RENÚNCIA AO PRAZO RECURSAL DA FASE DE HABILITAÇÃO

A empresa SILVANO FERREIRA DE SOUZA, participante da licitação de Pregão


Presencial n° 0042/2013 Processo nO 0078/2013, por seu representante legal,
designado para este fim, declara, na forma e sob as penalidades da Lei Federal nO
8.666/93, obrigando a empresa que respectivamente representa, que não pretende
recorrer da decisão da Comissão Permanente de Licitações (inciso III do art. 43 da Lei
Federal n° 8.666/93), RENUNCIANDO assim, expressamente, ao direito de recurso e
ao prazo respectivo, e concordando, em conseqüência, com o curso do processo
licita tório.

Manga-MG, 16 de julho de 2013.

Silvano Ferreira de Souza - RepresentÉlnle Legal


CPF: 122.580.216-42

j
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
RESULTADO FINAL

Processo: 78" 42/ 2013 Modalidade: Pregão Presenciai

SILVANO FERREIRA DE SOUZA 12258021642 247.830,00

Produto \Marca [ Qtde Valor Sub Total


Confecção de alambrado com tubo 02 polegadas chapa 14 com 50,0000 104,0000 5200,00
tela
40,0000 114,0000 4560,001
l
Confecção de alambrado com tubo chapa 14 com grae
_. ..
"
Confecçao de banca metahca 0,90 altura 1,0 largura e 2,Om com I
i
35,0000 330,0000 11550,001
I metalon chapa 18 e divisória de mandeira
--+-2-,0-0-00-1--7-4-1-0,-0-00-01- 14820,OO[
l"confeZção de caixa dágua de 15.000 mil litros \
I lfecção de corrimão com tubo chapa 14
:-----
\ 100,0000 85,0000 [ 8500,00\
rco'nfecção de escala de 50x3,5 melalon 50x3Õ.------l -3-,0-0-0-0-'--27-5-,0-0-00--i[ . 825,00\

'::onfecção de galpão metálico 80,0000 5600,00

[c'~~ecção de grade com 01 polegada chapa 18 1_- 76,0000 3040,(

I
'fecção de grade com metalon 20x20 chapa 18 r- 40,0000 66,0000 2640,001
rCunfecção de grade metalon 20x30 chapa 18 71,0000 4970,001
i'c~níecção d~ janela com grade para vidro ------T 60,0000 199,0000 [ 11940,OO[
IConfecção de porta com grade para vidro chapa 18 10,0000 199,0000 [ 1990,OO[
[ C~nfecção de porta de aço chapa 24 10,0000 137,0000l 1370,00[
Confecção de porta de chapa 18 197,5000 1975,001
IConfecção de portão corrediço com chapa 18 50,0000 [ 153,0000 [ 7650,001
rc~nfecção de suporte para TV. ---------; 25,0000 [ 135,0000 1 3375,001
I Confecção de Trailer 100,0000 [ 275,0000 [ 27500,001
IConfecção de trav-e-p-a-ra-ca-m-po-d-e-fu'tebol 20,0000l 1490,0000l 29800,001
"eforma de alambrado com lubo 02 polegadas chapa 14 com 100,0000 46,0000 4600,001
Itela
!._Reforma de alambrado com tubo chapa 14 com grade 100,0000 46,0000 4~3°'~!
. - . _ - - - - - - - - - - - - _ _--"._----
....•

1Reforma de Banca metalica 0,90 allura 1,0 largura e 2,0 cp com


~talon chapa 18 e divisaria de madeira
I -
50,0000 55,0000 I .
2750

1Retormade cadeira .. \ 500,0000 1'- 108iS:-o~


'.
t
21,7500
5,0000 2790,0000
100,0000 40,0000
10,0000 40,0000
100,0000 23,0000
50,0000 51,2500
50,0000 51,2500
100,0000 49,1000
70,0000 51,0000
55,0000
500,0000 27,5000
1Reforma de porta de chapa 18 I 70,0000 48,5000 3395,001
l-Reforma de portão corrediço com chapa 18 \ 70,0000 48,0000 3360,001

\ Reforma de portão de chapa 18 I 75,0000 48,0000 I 3600,001


rReforma de trave para campo de futebol '---"~-I 30,0000 275,5000 1---8265'~~1 y/
IReforma de troca 'de fechadura - - - -..-·..-------1.. 50,0000 59,5000 I 2975),~
Processo: 78 - 42/2013 Modalidade: Pregão Presencial Data da Apuração: 16/07/2013
IReforma de troca de - -----
ferrolho
r"_ ~-5-0-,00-0-0-'1 30,0000 I 1500,OÕ\

i
'3 GLI
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
~~~:~i~~
___R_ESUL TADO F_IN_A_L________p_ãg_in~~~~
Processo: 78 - 42/2013 Modalidade: Pregão Presencial Data da Apuração: 16/07/2Õ"f3""
Objeto: CONTRATAÇÃO DE SERViÇOS TECNICOS E SERViÇOS DE SERRALHERIA

MÁRCIA ROCHA SARAIVA 42.000,00

Produto JMarca J Qtde I Valor Sub Total


S-ER-V-IÇC':OcSc-::T=EC::C'CCNC::IC-=O-Sc-_-=P-:::R-:::ES:::T::-:A-=DCOCC::_~-:P~O~R:::P_R~O~F~IS::-:_S~I_O:::-_N:CA·=L-._-_i-.,-I~~~~~~~~~=Lli-_-:1~2,~OO~O~O=:I==3=50=O=,O=o_o-o-_-~I~-__~-_-4~2_0-0-0,-OÕ

i
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
RESULTADO DA FASE DE HABILITAÇÃO

Processo/Modalidade:78 - 42/2013 Modalidade: Pregão Presencial Data Habilitação:16/07/2013


Objeto: CONTRATAÇÃO DE SERViÇOS TECNICOS E SERViÇOS DE SERRALHERIA

Licitantes Habilitados

Fornecedor Representante • Motivo desclassificação


SILVANO FERREIRA DE SOUZA SILVANO FERREIRA DE SOUZA
12258021642
MARCIA ROCHA SARAIVA MARCIA ROCHA SARAIVA·

MANGA, Terça-feira 16 Julho 2013

'j
r,
~

,=-~~
dl
PREFEITURA MUNICIPAL DE "mA
PROCESSO LlCITATÓRIO: MAPA DE PREÇOS Página 1 de 4

N° Processo: 78 - 42 /2013 Modalidade: Pregão Presencial Tipo Ucitação:Menor Preço . Balizamento: Por Item

Objeto: CONTRATAÇÃO DE SERViÇOS TECNICOS E SERViÇOS DE SERRALHERIA

Item Código Material/Serviço Unido Fornecedor Qtde Preço Preço Total FI.
1 4362 Confecção de alambrado com tubo 02 polegadas chapa 14 com tela M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 50,0000 104,0000 5200,00 1
1 4362 Confecção de alambrado com tubo 02 polegadas chapa 14 com tela M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
2 4363 Confecção de alambrado com tubo chapa 14 com grae M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA ~O,OOOO 114,0000 /4560,00 1
2 4363 Confecção de alambrado com tubo chapa 14 com grae M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
Confecção de banca metálica 0,90 altura 1,0 largura e 2,Om com metalon
3 4392 UND SILVANO FERREIRA DE SOUZA 35,0000 330,0000 11550,00 1
chapa 18 e divisória de mandeira
Confecção de banca metálica 0,90 altura 1,0 largura e 2,Om com metalon
3 4392 UNO MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
chapa 18 e divisória de mandeira
4 4389 Confecção de caixa dágua de 15.000 mil litros UNO SILVANO FERREIRA DE SOUZA ~,OOOO 7410,0000 14820,00 1
4 4389 Confecção de caixa dágua de 15.000 mil litros UNO MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
5 4364 Confecção de corrimão com tubo chapa 14 M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 100,0000 85,0000 8500,00 1
5 4364 Confecção de corrimão com tubo ~hapa 14 M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
6 4387 Confecção de escala de 50x3,5 metalon 50x30. UNO SILVANO FERREIRA DE SOUZA 3,0000 275,0000 825,00 1
6 4387 Confecção de escala de 50x3,5 metalon 50x30. UNO MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
7 4390 Confecção de galpão metálico M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 70,0000 80,0000 5600,00 1
7 4390 Confecção de galpão metálico M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
8 4373 Confecção de grade com 01 polegada chapa 18 M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 1- 0 ,0000 76,0000 3040,00 1
8 4373 Confecção de grade com 01 polegada chapa 18 M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
9 4367 Confecção de grade com metalon 20x20 chapa 18 M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA /40,0000 66,0000 2640,00 1
9 4367 Confecção de grade com metalon 20x20 chapa 18 M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2 .
10 4370 Confecção de grade metalon 20x30 chapa 18 M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 70,0000 71,0000 ~970,OO 1
10 4370 Confecção de grade metalon 20x30 chapa 18 M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
11 4385 Confecção de janela com grade para vidro M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 60,0000 199,0000 11940,00 1
11 4385 Confecção de janela com grade para vidro M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0.0000 0,00 2
12 4381 Confecção de porta com grade para vidro chapa 18 M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 10,0000 199,0000 1990,00 -1,..
~" "~)
I'P'
12 4381 Confecção de porta com grade para vidro chapa 18 M2 IMÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 . I ~ ~~
- I
f,.' ':' . '~\
~~ (~; l.f".J(i,'l-'J d!, '::VJ0~
~#- ~a~
!~ , r
'S-2.P..fL:J.J J'--,:::t
""..',:/: ; .. ;-'.'.'.,;/
PREFEITURA MUNICIPAL DE -, JGA
PROCESSO LlCITATÓRIO: MAPA DE PREÇOS Pagina 2 de 4

N° Processo: 78 - 42 / 2013 Modalidade: Pregão Presencial Tipo Licitação:Menor Preço Balizamento: Por Item

Objeto: CONTRATAÇÃO DE SERViÇOS TECNICOS E SERViÇOS DE SERRALHERIA

13 4383 Confecção de porta de aço chapa 24 M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 10,0000 137,0000 1370,00 1
13 4383 Confecção de porta de aço chapa 24 M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
14 4379 Confecção de porta de chapa 18 M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 10,0000 197,5000 1975,00 1
14 4379 Confecção de porta de chapa 18 M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
15 4376 Confecção de portão corrediço com chapa 18 M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 50,0000 153,0000 7650,00 1
15 4376 Confecção de portão corrediço com chapa 18 M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
16 4386 Confecção de suporte para 1V. UNO SILVANO FERREIRA'DE SOUZA ~5,0000 135,0000 3375,00 1
16 4386 Confecção de suporte para 1V. UNO MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
17 4391 Confecção de T r~iler M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 100,0000 275,0000 27500,00 1
17 4391 Confecção de Trailer M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
18 4388 Confecção de trave para campo de futebol UNO SILVANO FERREIRA DE SOUZA ~O,OOOO 1490,0000 29800,00 1
18 4388 Confecção de trave para campo de futebol UNO MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
19 4393 Reforma de alambrado com tubo 02 polegadas chapa 14 com tela M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 100,0000 46,0000 600,00 1
19 4393 Reforma de alambrado com tubo 02 polegadas chapa 14 com tela M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
20 4394 Reforma de alambrado com tubo chapa 14 com grade M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 100,0000 46,0000 14600,00 1
20 4394 Reforma de alambrado com tubo chapa 14 com grade M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
Reforma de Banca metálica 0,90 altura 1,0 largura e 2,0 cp com metalon
21 4421 UNO SILVANO FERREIRA DE SOUZA 50,0000 55,0000 2750,00 1
chapa 18 e divisaria de madeira
Reforma de Banca metálica 0,90 altura 1,0 largura e 2,0 cp com metalon
21 4421 UNO MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
chapa 18 e divisaria de madeira
22 4420 Reforma de cadeira UNO SILVANO FERREIRA DE SOUZA 500,0000 21,7500 10875,00 1
22 4420 Reforma de cadeira UNO MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
23 4417 Reforma de Caixa dágua de 15.000 mil litros UNO SILVANO FERREIRA DE SOUZA 5,0000 2790,0000 13950,00 1
23 4417 Reforma de Caixa dágua de 15.000 mil litros UNO MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
24 4395 Reforma de corrimão com tubo chapa 14 M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 100,0000 40,0000 ~OOO,OO 1
24 4395 Reforma de corrimão com tubo chapa 14 M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
25 4415 Reforma de escada e 50x3,5 metalon 50x30 UNO SILVANO FERREIRA DE SOUZA 10,0000 40,0000 ~OO,OO 1
25 4415 Reforma de escada e 50x3,5 metalon 50x30 UNO MÃRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 ~f2i3~~ ,
26 4418 Reforma de Galpão metálico M2 SILVANO FERREIRA DE ~~, JZA 100,0000 23,0000 12300,00 R~11c."
, ,

0. j ~ ..
n
o luv11r. /./ , i
PREFEITURA MUNICIPAL DE, ,.~GA

PROCESSO UCITATÓRIO: MAPA DE PREÇOS Página 3 de 4

N° Processo: 78 - 42 / 2013 Modalidade: Pregão Presencial Tipo Licitação:Menor Preço Balizamento: Por Item

Objeto: CONTRATAÇÃO DE SERViÇOS TECNICOS E SERViÇOS DE SERRALHERIA

26 4418 Reforma de Galpão metálico M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
27 4396 Reforma de grade com metalon 20x20 chapa 18 M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 50,0000 51,2500 2562,50 1
27 4396 Reforma de grade com metalon 20x20 chapa 18 M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
28 4397 Reforma de grade com tubo de 01 polegada chapa 18 M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 50,0000 51,2500 2562,50 1
28 4397 Reforma de grade com tubo de 01 polegada chapa 18 M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2'

29 4413 Reforma de janela com chapa 18 M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 100,0000 49,1000 ~910,OO 1
29 4413 Reforma de janela com chapa 18 M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
30 4412 Reforma de janela com chapa 24 M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 70,0000 51,0000 3570,00 1
30 4412 Reforma de janela com chapa 24 M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
31 4414 Reforma de janela com grade para vidro M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 120,0000 55,0000 6600,00 1
31 4414 Reforma de janela com grade para vidro M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
32 4419 Reforma de mesa UNO SILVANO FERREIRA DE SOUZA 500,0000 27,5000 13750,00 1
32 4419 Reforma de mesa . UNO MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
33 4411 Reforma de porta de chapa 18 M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 70,0000 48,5000 3395,00 1
33 4411 Reforma de porta de chapa 18 M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
34 4401 Reforma de portão corrediço com chapa 18 M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 70,0000 48,0000 3360,00 1
34 4401 Reforma de portão corrediço com Chapa 18 M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
35 4410 Reforma de portão de chapa 18 M2 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 75,0000 48,0000 3600,00 1
35 4410 , Reforma de portão de chapa 18 M2 MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 p,OO 2
36 4416 Reforma de trave para campo de futebol PAR SILVANO FERREIRA DE SOUZA 30,0000 275,5000 8265,00 1
36 4416 Reforma de trave para campo de futebol PAR MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
37 4422 Reforma de troca de fechadura UNO SILVANO FERREIRA DE SOUZA ~0,0000 59,5000 ~975,00 1
37 4422 Reforma de troca de fechadura UNO MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
38 4423 Reforma de troca de ferrolho UNO SILVANO FERREIRA DE SOUZA 50,0000 30,0000 1500,00 1
38 4423 Reforma de troca de ferrolho UNO MÁRCIA ROCHA SARAIVA 0,0000 0,0000 0,00 2
39 5125 SERViÇOS TECNICOS - PRESTADOS POR PROFISSIONAL MÊS MÁRCIA ROCHA SARAIVA 12,0000 3500,0000 ~2000,00 ~'í5':" 2
I 'z~\
"1'. .....,.

39 5125 SERViÇOS TECNICOS - PRESTADOS POR PROFISSIONAL MÊS SILVANO FERREIRA DE SOUZA ~,OOOO 0,0000 0,00 /'

,,./

·V..f']2-/~'....Q_
PREFEitURA MUNICIPAL DE. " .. mA
PROCESSO LlCiTATÓRIO: MAPA DE PREÇOS Pagina 4 de 4

N° Processo: 78·42/2013 Modalidade: Pregão Presencial Tipo Licitação:Menor Preço Balizamento: Por Item

Objeto: CONTRATAÇÃO DE SERViÇOS TECNICOS E SERViÇOS DE SERRALHERIA


PREFEITURA MUNICiPAL DE MANGA
CNPJ: 18.270.447/0001-46
Praça Presidente Costa e Silva, 1.477, Centro

Termo de Adjudicação

Processo 78/2013
N'. Modalidade: 0042

Modalidade Pregão Presencial


Objeto: CONTRATAÇÃO DE SERViÇOS TECNICOS E SERViÇOS DE SERRALHERIA

O(a) Pregoeiro(a),VALFRIDO MORAIS RIBEIRO, no uso de suas atribuições legais, f1~~


termos do inciso IV do art. 3° e inciso XX do art. 4° da Lei 10.520, e com base nas informaç(
constantes do processo licitatório acima identificado, resolve ADJUDICAR o objeto ora licitado
em favor do(s) licitante(s) vencedor(es) na forma abaixo:

Fornecedor: MÁRCIA ROCHA SARAIVA


Item Qtde Unidade Material/Serviço Preço Unit. Preço Total

039 12.0000 MÉS SERViÇOS TECNICOS - PRESTADOS POR PROFISSIONA 3500.0000 42000,00
Valor Total: 42.000.00

Fornecedor: SILVANO FERREIRA DE SOUZA 12258021642


Item Qtde Unidade Material/Serviço Preço Unit. Preço Total

001 50.0000 M2 Confecção de alambrado com tubo 02 polegadas chapa 14 104,0000 5200.00
com tela
002 40.0000 M2 Confecção de alambrado com tubo chapa 14 com grae 114.0000 4560.00

003 35.0000 UNO Confecção de banca metálica 0,90 altura 1,0 largura e 2,pm 330,0000 11550.00
com melalon chapa 18 e divisória de mandeira

004 2,0000 UNO Confecção de caixa dágua de 15.000 mil litros 7410,0000 1482, .. J

005 100.0000 M2 Confecção de corrimão com tubo chapa 14 85.0000 8500.00

006 3.0000 UNO Confecção de escala de 50x3,5 metalon 50x30. 275,0000 625,00

007 70,0000 M2 Confecção de galpão metálico 80,0000 5600.00

008 40,0000 M2 Confecção de grade com 01 polegada chapa 18 76.0000 3040.00

009 40.0000 M2 Confecção de grade com metalon 20x20 chapa 18 66,0000 2640.00

010 70.0000 M2 Confecção de grade metalon 20x30 chapa 1a 71.0000 4970.00

011 60,0000 M2 Confecção de janela com grade para vidro 199,0000 11940,00

012 10,0000 M2 Confecção de porta com grade para vidro chapa 18 199.0000 1990.00

013 10.0000 M2 Confecção de porta de aço chapa 24 137.0000 1370.00


014 10.0000 M2 Confecção de porta de chapa 18 197,5000 1975.00

015 50,0000 M2 Confecção de portão corrediço com chapa 18 ~ 153.0000 7650,00

016 25.0000 UNO Confecção de suporte para TV. -.", ?""' , 135.0000 3375,00
017 100,0000 M2 Confecção de Trailer <"5(- 275,0000 27500.00
018 20,0000 UNO Confecção de trave para campo de futebol 1490.0000 29800.00

019 100.0000 M2 Reforma de alambrado com tubo 02 polegadas chapa 14 com 46,0000 4600,00
tela
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
ANEXO I - ADJUDICAÇÃO

Processo/Modalidade: 78 - 42 / 2013 Modalidade: Pregão Presencial Data Apuração: 16/07/2013

FORNECEDOR: SILVANO FERREIRA DE SOUZA 12258021642

Item Qtde Unidade Material/Serviço Preço Uni\. Preço Total

001 50,0000 M2 Confecção de alambrado com tubo 02 polegadas chapa 14 com tela 104,0000 5200,00
002 40,0000 M2 Confecção de alambrado com tubo chapa 14 com grae 114,0000 4560,00
003 35,0000 UNO Confecção de banca metálica 0,90 altura 1,0 largura e 2,Om com 330,0000 11550,00
metalon chapa 18 e divisória de mandeira
004 2,0000 UNO Confecção de caixa dágua de 15.000 mil litros 7410,0000 14820,00

005 100,0000 M2 Confecção de corrimão com tubo chapa 14 85,0000 8500,00


')06 3,0000 UNO Confecção de escala de 50x3,5 metalon 50x30. 275,0000 825,00

I 007 70,0000 M2 Confecção de galpão metálico 80,0000 5600,00


008 40,0000 M2 Confecção de grade com 01 polegada chapa 18 76,0000 3040,00
009 40,0000 M2 Confecção de grade com metalon 20x20 chapa 18 66,0000 2640,0(
I
'10 70,0000 M2 Confecção de grade metalon 20x30 chapa 18 71,0000 4970,00
.1 60,0000 M2 Confecção de janela com grade para vidro 199,0000 11940,00
012 10,0000 M2 Confecção de porta com grade para vidro chapa 18 199,0000 1990,00
013 10,0000 M2 Confecção de porta de aço chapa 24 137,0000 1370,00
014 10,0000 M2 Confecção de porta de chapa 18 197,5000 1975,00
015 50,0000 M2 Confecção de portão corrediço com chapa 18 153,0000 7650,00
016 25,0000 UNO Confecção de suporte para N. 135,0000 3375,00
017 100,0000 M2 Confecção de Trailer 275,0000 27500,00
018 20,0000 UNO Confecção de trave para campo de futebol 1490,0000 29800,00
019 100,0000 M2 Reforma de alambrado com tubo 02 polegadas chapa 14 com tela 46,0000 4600,00
020 100,0000 M2 Reforma de alambrado com tubo chapa 14 com grade 46,0000 4600,00
021 50,0000 UNO Reforma de Banca metálica O,@Oaltura 1,0 largura e 2,0 cp com 55,0000 2750,00
metalon chapa 18 e divisaria de madeira
022 500,0000 UNO Reforma de cadeira 21,7500 10875,00
023 5,0000 UNO Reforma de Caixa dágua de 15.000 mil litros 2790,0000 13950,'
,24 100,0000 M2 Reforma de corrimão com tubo chapa 14 40,0000 4000,00
025 10,0000 UNO Reforma de escada e 50x3,5 metalon 50x30 40,0000 400,00
026 100,0000 M2 Reforma de Galpão metálico 23,0000 2300,00
027 50,0000 M2 Reforma de grade com metalon 20x20 chapa 18 51,2500 2562,50
028 50,0000 M2 Reforma de grade com tubo de 01 polegada chapa 18 51,2500 2562,50
029 100,0000 M2 Reforma de janela com chapa 18 49,1000 4910,00
030 70,0000 M2 Reforma de janela com chapa 24 51,0000 3570,00
031 120,0000 M2 Reforma de janela com grade para vidro 55,0000 6600,00
032 500,0000 UNO Reforma de mesa 27,5000 13750,00
033 70,0000 M2 Reforma de porta de chapa 18 48,5000 3395,00
034 70,0000 M2 Reforma de portão corrediço com chapa 18 48,0000 3360,00
035 75,0000 M2 Reforma de portão de chapa 18 48,0000 3600,00
036 30,0000 PAR Reforma de trave para campo de futebol 275,5000 8265,00
037 50,0000 UNO Reforma de troca de fechadura 59,5000 2975,00
038 50,0000 UNO Reforma de troca de ferrolho 30,0000 1500,00
Valor Total: 247.830,00
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
CNPJ: 18,270.447/0001-46
Praça Presidente Costa e Silva,1.477, Centro
020 100,0000 M2 Reforma de alambrado com tubo chapa 14 com grade 46,0000 4600,00

021 50,0000 UNO Reforma de Banca metálica 0,90 altura 1,0 largura e 2,0 cp 55,0000 2750,00
com metalon chapa 18 e divisaria de madeira
022 500,0000 UNO Reforma de cadeira 21,7500 10875,00

023 5,0000 UNO Reforma de Caixa dágua de 15.000 mil litros 2790,0000 13950,00

024 100,0000 M2 Reforma de corrimão com tubo chapa 14 40,0000 4000,00

025 10,0000 UNO Reforma de escada e 50x3,5 meti3.lon 50x3Q 40,0000 400,00

026 100,0000 M2 Reforma de Galpão metálico 23,0000 2300,00

027 50,0000 M2 Reforma de grade com metalon 2Qx20 chapa 18 51,2500 2562,50

028 50,0000 M2 Reforma de grade com tubo de 01 polegada chapa 18 51,2500 2562,50

029 100,0000 M2 Reforma de janela com chapa 18 49,1000 4910,00

030 70,0000 M2 Reforma de janela com Chapa 24 51,0000 3570,("\

031 120,0000 M2 Reforma de janela com grade para vidro 55,0000 6600"
, 27,5000 13750,00
032 500,0000 UNO Reforma de mesa

033 70,0000 M2 Reforma de porta de chapa 18 48,5000 3395,00

034 70,0000 M2 Reforma de portão corrediço com chapa 18 48,0000 3360,00

035 75,0000 M2 Reforma de portão de chapa 18 48,0000 3600,00

036 30,0000 PAR Reforma de trave para campo de futebol 275,5000 8265,00

037 50,0000 UNO Reforma de troca de fechadura . 59,5000 2975,00

038 50,0000 UNO Reforma de troca de ferrolho 30,0000 1500,00


Valor Total: 247,830,00

MANGA, Terça-feira, 16 de Julho de 2013

VALFRIDO~O Pregoeiro(a)
~
~~Z,~
:!,:,,~.'~ .
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
, .
ANEXO I - ADJUDICAÇÃO

Processo/Modalidade:78 "42/2013 Modalidade: Pregão Presencial Data Apuração: 16/07/2013

FORNECEDOR: MARCIA ROCHA SARAIVA


Item Qtde Unidade Material/Serviço Preço Uni!. Preço Total

039 12,0000 M~S SERViÇOS TECNICOS - PRESTADOS POR PROFISSIONAL 3500,0000 42000,00
Valor Total: 42.000,00
PREFEITUKr' iIIlL ... Clf L DE MANGA
COMPARATIVO ENTRE O VALOR ESTIMADO E O VALOR AD.JuLlICADO
Página 1 de 2

Processo: 78 - 42 /2013 Modalidade: Pregão Presencial Data Cot.:16/07/2013 Data Adj.: 16/07/2013
RVIÇOS TECNICOS E SERViÇOS DE SERRALHERIA

--- .. --~~~~~---------------------------r-------------------------,~~-.--------r-------'-~-----r------,
Material/Serviço Fornecedor Qtde Valor Valor Diferença Diferença
Estimado Adjudicado por Unido Total
) 02 pOlegadas chapa 14 com tela SILVANO FERREIRA DE SOUZA 50.0000 142.5000 104.0000 38.50 1925,00
) chapa 14 com grae SILVANO FERREIRA DE SOUZA 40.0000 140.0000 114.0000 26,00 1040,00
) altura 1,0 largura e 2,Om 'com metalon chapa 18 e divisória de mandeira SILVANO FERREIRA DE SOUZA 35.0000 377.5000 330.0000 47,50 1662,50
100 mil litros SILVANO FERREIRA DE SOUZA 2.0000 8750.0000 7410.0000 1340,00 2680,00
chapa 14 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 100.0000 130.0000 85.0000 45,00 4500,00
etalon 50x30. SILVANO FERREIRA DE SOUZA 3.0000 302.5000 275.0000 27,50 82,50
SILVANO FERREIRA DE SOUZA 700000 117.5000 80.0000 37,50 2625,00
jada chapa 18 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 40.0000 105.0000 76.0000 29,00 1160,00
20x20 chapa 18 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 40.0000 90.0000 66.0000 24,00 960,00
lO chapa 18 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 70.0000 117.5000 71.0000 46,50 3255,00
·ara vidro SILVANO FERREIRA DE SOUZA 60.0000 207.5000 199.0000 8,50 510,00
ira vidro chapa 18 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 10.0000 212.5000 199.0000 13,50 135,00
124 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 10.0000 160.0000 137.0000 23,00 230,00
SILVANO FERREIRA DE SOUZA 10.0000 200.0000 197.5000 2,50 25,00
Jm chapa 18 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 50.0000 181.5000 153.0000 28,50 1425,00
SILVANO FERREIRA DE SOUZA 25.0000 157.5000 135.0000 22,50 562,50
SILVANO FERREIRA DE SOUZA 100.0000 307.5000 275.0000 32,50 3250,00
de futebol SILVANO FERREIRA DE SOUZA 20.0000 900.0000 1490.0000 -590,00 -11800,00
,02 polegadas chapa 14 com tela SILVANO FERREIRA DE SOUZA 100.0000 650000 46.0000 19,00 1900,00
) chapa 14 com grade SILVANO FERREIRA DE SOUZA 100.0000 57.5000 46.0000 11,50 1150,00
I altura 1,0 largura e 2,0 cp com metalon chapa 18 e divisaria de madeira SILVANO FERREIRA DE SOUZA 50.0000 72.5000 55.0000 17,50 875,00
SILVANO FERREIRA DE SOUZA 500.0000 26.5000 21.7500 4,75 2375,00
)00 mil1itros SILVANO FERREIRA DE SOUZA 5.0000 2625.0000 2790.0000 -165,00 -825,00
;hapa 14 SILV!}NO FEI3.REIRA DE SOUZA 100.0000 56.5000 40.0000 16,50 165º,~:-:;;::-.
:talon 50x30 SI LVA\\O f E ~EIRA DE SOUZA 10.0000 54.0000 40.0000 14,00 14~'o "',
SILVA~FE.)RÉIRA DE SOUZA 100.0000 29.0000 23.0000 6,00
PREFEITUf.., IIJIL .CIF L DE MANGA
COMPARATIVO ENTRE O VALOR ESTIMADO E O VALOR AD",...,OICADO
Página 2 de 2

Processo: 78 - 42 / 2013 Modalidade: Pregão Presencial Data Col: 16/07/2013 Data Adj.: 16/07/2013

fWIÇOSTECNICOS E SERViÇOS DE SERRALHERIA

Material/Serviço Fornecedor Qtde Valor Valor Diferença Diferença


Estimado Adjudicado por Unido Total
-
>:20 chapa 18 16,25
SILVANO FERREIRA DE SOUZA 50.0000 67.5000 51.2500 812,50
polegada chapa 18 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 50.0000 62.5000 51.2500 11,25 562,50
SILVANO FERREIRA DE SOUZA 100.0000 57.5000 49.1000 8,40 840,00
SILVANO FERREIRA DE SOUZA 70.0000 65.0000 51.0000 14,00 980,00
vidro SILVANO FERREIRA DE SOUZA 120.0000 67.5000 55.0000 12,50 1500,00
SILVANO FERREIRA DE SOUZA 500.0000 32.5000 27.5000 5,00 2500,00
SILVANO FERREIRA DE SOUZA 70.0000 52.5000 48.5000 4,00 280,00
chapa 18 SILVANO FERREIRA DE SOUZA 70.0000 57.5000 48.0000 9,50 665,00
SILVANO FERREIRA DE SOUZA 75.0000 55.0000 48.0000 7,00 525,00
Jtebol SILVANO FERREIRA DE SOUZA 30.0000 330.0000 275.5000 54,50 1635,00
SILVANO FERREIRA DE SOUZA 50.0000 70.0000 59.5000 10,50 525,00
SILVANO FERREIRA DE SOUZA 50.0000 56.5000 30.0000 26,50 1325,00
-
:OOS POR PROFISSIONAL 12.0000 3500.0000 500,00
.. MÁRCIA ROCHA SARAIVA 4000.0000 6000,00
Totais: 330072,50 289830,00 40242,50
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais

PROCURADORIA JURíDICA MUNICIPAL

PARECER FINAL

PROCESSO: 0078/2013
ASSUNTO: LICITAÇÃO

MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL

OBJETO: CONTRATAÇÃO DE SERViÇOS. TÉCNICO E SERViÇOS DE


SERRALHERIA PARA O MUNICíPIO DE MANGAlMG.

Com pulsando os autos, verifica-se que os passos exigidos para o


processo licitatório foram observados, e dele constando a requisição para abertura
do processo licitatório do Sr. Diogo Saraiva Moreira, Secretário de Administração,
Fazenda e Planejamento, acompanhado de seus orçamentos com balizamento dos
preços; a autorização para abertura do certame; a declaração de recursos
orçamentários e financeiros; o edital com sua publicação de forma regular; o
credenciamento da empresa e da pessoa interessada nas condições estipuladas no
Edital; a ata da sessão pública de abertura e jUlgamento das propostas de preços e
documentos de habilitação; termo de renúncia do prazo recursal; a ata de registro
de preço; resultado final e o termo de adjudicação em favor do vencedor do
certame.
. 1
Assim, constata-se que o processo obedeceu aos trâmites le?i~~ n~o
havendo, a princípio, ato que possa impedir sua homologação.
/)'/1)i,N'/fi
.
1 ".<:,~·l~.l
,-
c"~ ~
,,,•.... ',
0.;;:\ \
; ~f,l,y
. '~~.,o0
i';;~ $'" -f'
4-f}j é" ~
PRAÇA PRESIDENTE COSTA E SILVA, 1477 - CENTRO - MANGA-I\nGO
FONE: (38) 3615-1170 - CEP - 39.460-000 - E-MAIL: prefeiturademanga@hotmail.com
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado d~ Minas Gerais
essalvada a obrigação do Presidente de licitações, a qualquer
momento ou fase do procedimento, ater-se aos princípios in vigi/ando e in
cuslidiando recomendo que proceda a sua homologação.

É o nosso parecer, sub censura.

Manga (MG), 16 de julho de 2013.

,,/ /' ..

,,/)~
(,</\1:;;;.-
. ~'.J-'"""''''- l

""~ginaldo Rodrigues Santos Junior


Procurador Municipal

OAB/MG 137.115

PRAÇA PRESIDENTE COSTA E SILVA, 1477 - CENTRO - MANGA-MG


FONE: (38) 3615-1170 - CEP - 39.460-000 - E-MAIL: prefeiturademanga@hotmail.com
378
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
CNPJ: 18.270.447/0001-46
Praça Presidente Costa e Silva, 1.477, Centro

Termo de Homologação

N°. Processo: 78 I 2013


N°. Modalidade: 0042
Modalidade : Pregão Presencial
Objeto: CONTRATAÇÃO DE SERViÇOS TECNICOS E SERViÇOS DE SERRALHERIA

O(a) Prefeito Municipal, ANASTACIO GUEDES SARAIVA, no uso de suas atribuições


legais e com base nas inforniações constantes do processo licitatório acima identificado, resolve
homologa-lo, na forma a seguir:

Fornecedor: MARCIA ROCHA SARAIVA


Item Qtde Unidade Material/Serviço Preço Unlt. Preço Total

039 12,0000 MÉS SERViÇOS TECNICOS - PRESTADOS POR 3500,0000 42000,00


PROFISSIONAL
Valor Total: 42.000,00

Fornecedor: SILVANO FERREIRA DE SOUZA 12258021642


Item Qtde Unidade MateriallServiço Preço Unlt. Preço Total

001 50,0000 M2 Confecção de alambrado com tubo 02 polegadas chapa 14 104,0000 5200,00
com tela

002 40,0000 M2 Confecção de alambrado com tubo chapa 14 com grae 114,0000 4560,00

003 35,0000 UNO Confecção de banca metálica 0,90 altura 1,0 largura e 2,Om 330,0000 11550,00
com metalon chapa 18 e divisória de mande ira

004 2,0000 UNO Confecção de caixa dágua de 15.000 mil litros 7410,0000 14820,00

005 100,0000 M2 Confecção de corrimão com tubo chapa 14 85,0000 8500,00

006 3,OQOO UNO Confecção de escala de 50x3,5 metalon 50x30. 275,0000 825,00

007 70,0000 M2 Confecção de galpão metálico 80,0000 5600,00

008 40,0000 M2 Confecção de grade com 01 polegada chapa 18 76,0000 3040,00

009 40,0000 M2 Confecção de grade com metalon 20x20 chapa 18 66,0000 2640,00
010 70,0000 M2 Confecção de grade metalon 20x30 chapa 18 71,0000 4970,00
011 60,0000 M2 Confecção de janela com grade para vidro 199,0000 11940,00
012 10,0000 M2 Confecção de porta com grade para vidro chapa 18 199,0000 1990,00
013 10,0000 M2 Confecção de porta de aço chapa 24 137,0000 1370,00
014 10,0000 M2 Confecção de porta de chapa 18 197,5000 1975,00
015 50,0000 M2 Confecção de portão corrediço com Chapa 18 153,0000 7650,00

016 25,0000 UNO Confecção de suporte para TV. 135,0000 3375,00


017 100,0000 M2 Confecção de Trailer 275,0000 27500,00

018 20,0000 UNO Confecção de trave para campo de futebol 1490,0000 29800,00
019 100,0000 M2 . Reforma de alambrado com tubo 02 polegadas chapa 14 com 46,0000 4600,00
tela

020 100,0000 M2 Reforma de alambrado com tubo chapa 14 com grade 46,0000 4600,00
021 50,0000 UNO Reforma de Banca metálica 0,90 altura 1,0 largura e 2,0 cp 55,0000 2750,00
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
CNPJ: 18.270.447/0001-46
Praça Presidente Costa e Silva, 1.477, Centro
com metalon chapa 18 e divisaria de madeira

022 500,0000 UNO Reforma de cadeira 21,7500 10875,00


023 5,0000 UNO Reforma de Caixa dágua de 15.000 mil litros 2790,0000 13950.00
024 100,0000 M2 Reforma de corrimão com tubo chapa 14 40.0000 4000,00
025 10.0000 UNO Reforma de escada e 50x3,5 metalon 50x30 40,0000 400,00
026 100,0000 M2 Reforma de Galpão metálico 23,0000 2300,00
027 50,0000 M2 Reforma de grade com metalon 20x20 chapa 18 51,2500 2562,50
028 50,0000 M2 Reforma de grade com tubo de 01 polegada chapa 18 51,2500 2562,50
029 100,0000 M2 Reforma de janela com chapa 18 49,1000 4910,00
030 70,0000 M2 Reforma de janela com chapa 24 51,0000 3570,00
031 120,0000 M2 Reforma de janela com grade para vidro 55,0000 6600,00
032 500,0000 UNO Reforma de mesa 27,5000 13750,00
033 70,0000 M2 Reforma de porta de chapa 18 48,5000 3395,00
034 70,0000 M2 Reforma de portão corrediço com chapa 18 48,0000 3360,00
035 75,0000 M2 Reforma de portão de chapa 18 48,0000 3600,00
036 30,0000 PAR Reforma de trave para campo de futebol 275,5000 8265,00
037 50,0000 UNO Reforma de troca de fechadura 59,5000 2975,00
038 50,0000 UNO Reforma de troca de ferrolho 30,0000 1500,00
Valor Total: 247.830,00

MANGA, Sexta-feira, 19 de Julho de 2013

. J'j
STA ~~ES SARAIVA
re lito Municipal
ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

ATA DE REGISTRO DE PREÇO N. ° 72/2013

PROCESSO N°. 78/2013


PREGÃO PRESENCIAL N°. 0042/2013

VALIDADE: 12 MESES

Por este instrumento, O Município de Manga, pessoa jurídica de direito público


interno, inscrito no CNPJ N°. 01.612.491/0001-94, com sede na Praça
Presidente Costa e Silva, 10477 - Centro, Manga - Minas Gerais, denominado
CONTRATANTE, neste ato representado por seu Prefeito Municipal, Sr.
Anastácio Guedes Saraiva, inscrito no CPF sob o nO. 000.984.126-12 e carteira
de Identidade RG nO. M-8.824.120, considerando o julgamento de
Procedimento Licitatório de nO. 78/2013, Modalidade Pregão Presencial por
Registro de Preços nO. 0042/2013, e respectiva homologação, RESOLVE
registrar o menor preço por item, da empresa SILVANO FERREIRA DE
SOUZA, inscrita no CNPJ sob o nO. 170417.936/0001-15, estabelecida na Rua
Jequitibá, 83, Bairro: Arvoredo, neste ato representado pelo Sr. Silva no Ferreira
de Souza, CPF nO. 122.580.216-42 e Carteira de Identidade MG-17.671.561
PC/MG, residente e domiciliado na cidade de Manga-MG, tendo como objeto o
Registro de Preços pelo Sistema de Registro de Preços para futura e eventual
CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERViÇOS TÉCNICOS E SERViÇOS
DE SERRALHERIA, conforme atendimento às condições previstas no
Instrumento Convocatório - Edital de Registro de Preços,' e as constantes
desta Ata de Registro de Preços, sujeitando-se as partes às normas constantes
nos termos da Lei Federal nQ • 10.520/02, Decreto Municipal n. 0002/2005 de 06
de Janeiro de 2005, bem como pelo Art. 15 da Lei Federal nº. 8.666/93 de
21/06/1993 e suas alterações, e demais normas legais aplicáveis, e em
conformidade com as disposições a seguir:

CLÁUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO E DAS NORMAS DE EXECUÇÃO

1. DO OBJETO

1.1- A presente ata tem por objeto o Registro de Preços, do tipo menor preco
por item, pelo Sistema de Registro de Preços para futura e eventual
CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERViÇOS TÉCNICOS E SERViÇOS
DE SERRALHERIA, tendo como parâmetro de preços, aqueles constantes na
Proposta Final da empresa vencedora do item, nos termos e condições
estabelecidas no Edital de Registro de Preços do Processo Licitatório nO.
78/2013, Pregão Presencial n°.0042/2013 documentação e proposta de preço
vencedora.

Parágrafo Único - Este instrumento não obriga ao Municipio de Manga/MG, a


li'
/~ ~ firmar contratações nas quantidades estimadas, podendo ocorrer licitações
/,~ ,

íf'---~'
,
Ci· ,(iuvotV.uuvw.lta
'nlA ~
., ___ , !I
[/JI
(J
..w{~
.
. ",a.~
~ ",-I ~
'lJ'
• 1).1.<,

específicas para aquisição do (s) objeto (s), obedecida á legislação pertinente,~~~


sendo assegurada ao detentor do registro á preferência de fornecimento, em ~.".~­
igualdade de condições.

1.2 - DAS NORMAS DE EXECUÇÃO

- Os serviços deverão ser prestados de acordo com os pedidos emitidos pelo


Secretario Municipal de Obras e Serviços Urbanos, através de requisições com
as especificações dos serviços e os locais a serem executados .

. CLÁUSULA SEGUNDA - DA VIGÊNCIA DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

A presente Ata terá validade de 12 (doze) meses, contados a partir da


assinatura da ata.

CLÁUSULA TERCEIRA - DA GERÊNCIA DA PRESENTE ATA DE REGISTRO


DE PREÇOS.

O gerenciamento deste instrumento caberá a Prefeitura Municipal de


Manga/MG, através do Departamento de Compras no seu aspecto operacional
e á sua Assessoria Jurídica nas questões legais.

CLÁUSULA QUARTA DOS PREÇOS, ESPECIFICAÇÕES E


QUANTITATIVOS.
Consideram-se registrados os seguintes preços: Conforme apuração do
res'ultado final no mapa de preços.

Cada preço unitário registrado foi retirado do sistema de controle do Município


após a aplicação do menor preço.

CLÁUSULA QUINTA - DO LOCAL E PRAZO DE ATENDIMENTO

O fornecimento dos produtos será parcelado de acordo com as necessidades


do Município. Após a entrega da ORDEM DE FORNECIMENTO emitida pela
Contratante o Licitante vencedor deverá prestar os serviços de acordo com as
orientações do Secretario Municipal de Obras e Serviços Urbanos, conforme as
condições estabelecidas neste edital.

CLÁUSULA SEXTA - DAS CONDiÇÕES DE FORNECIMENTO

A detentora da presente Ata de Registro de Preços será obrigada a atender


todos os pedidos efetuados durante a vigência desta, mesmo que a entrega
deles estiver prevista para data posterior a do seu vencimento.

Se os serviços prestados não corresponderem ás especificações exigidas no


/proc.;dimento Licitatório de. nO. 78/201.. 3' o qual precedeu.a presente ata, estes

Cf
.
.,
? ~.
---
, / _. . - - - -
g,. WJ~1.V
I.. /---
:J~',...,~
.J V<'" :>ocr
{.!l r.
'J&
não serão aceitos e a detentora da presente Ata deverá prestá-los novamente,
no prazo máximo de cinco dias, independentemente da aplicação das
penalidades cabíveis.

Cada fornecimento deverá ser efetuado mediante Ordem de Fornecimento, a


qual poderá ser feita por memorando, ofício ou fac-símile, devendo dela
constar: a data, o valor unitário do serviço, a quantidade pretendida, o local
para a entrega, o carimbo e a assinatura do responsável.

A empresa fornecedora, quando do recebimento da Ordem de Fornecimento,


deverá colocar, na cópia que necessariamente a acompanhar, a data e hora
em que a tiver recebido, além da identificação de quem procedeu ao
recebimento.

A cópia da Ordem de Fornecimento referida no item anterior deverá ser


devolvida para a unidade requisitante, a fim de ser anexada ao processo de
administração da ata.

A empresa detentora da presente ata fica obrigada a aceitar o acréscimo de até


25% (vinte e cinco por cento) nas quantidades estimadas.

CLÁUSULA SÉTIMA - DAS OBRIGAÇOES DO FORNECEDOR

São obrigações do fornecedor, além das demais previstas nesta Ata:

I - executar o fornecimento dentro dos padrões estabelecidos pelo Município de


Manga/MG, de acordo com o especificado nesta Ata, responsabilizando-se por
eventuais prejuízos decorrentes do descumprimento de qualquer cláusula ou
condição aqui estabelecida; .

\I - prestar os esclarecimentos que forem solicitados pela Prefeitura Municipal


de Manga/MG, cujas reclamações se obriga a atender prontamente, bem como
dar ciência, imediatamente e por escrito, de qualquer anormalidade que
verificar quando da execução do contrato;

\lI - dispor-se a toda e qualquer fiscalização do Município, no tocante a


prestação dos serviços, assim como ao cumprimento das obrigações previstas
nesta Ata;

IV - prover todos os meios necessários à garantia da plena operacionalidade do


fornecimento, inclusive considerados os casos de greve ou paralisação de
qualquer natureza; ,

V - a falta de quaisquer dos materiais cujo fornecimento incumbe ao detentor


do preço registrado não poderá ser alegada corno motivo de força maior para o
atraso, má execução ou inexecução dos serviços objeto desta ata e não a
eximirá das penalidades a que está sujeita pelo não cumprimento dos prazos e
demais condições estabelecidas;

u> ~k"<?
(5~r
~~
VI - comunicar imediatamente ao Município qualquer alteração ocorrida no
endereço, conta bancária e outros julgáveis necessários para recebimento de
correspondência;

VII - fiscalizar o perfeito cumprimento do fornecimento a que se 'obrigou,


cabendo-lhe, integralmente, os ônus decorrentes. Tal fiscalização dar-se-á
independentemente da que será exercida pelo Município.

VIII - indenizar terceiros e/ou ao Município, mesmo em caso de ausência ou


omissão de fiscalização de sua parte, por quaisquer danos ou prejuízos
causados, devendo a contratada adotar todas as medidas preventivas, com fiel
observância às exigências das autoridades competentes e às disposiçôes
legais vigentes;

CLÁUSULA OITAVA - DAS RESPONSABILIDADES DO FORNECEDOR

São responsabilidades do Fornecedor Registrado:

I - todo e qualquer dano que causar ao Município, ou a terceiros, ainda que


culposo, praticado por seus prepostos, ernpregados ou mandatário, não
excluindo ou reduzindo essa responsabilidade a fiscalização ou
acompanhamento pelo Município.

11 - todas e quaisquer multas, indenizações ou despesas impostas ao Município


por autoridade competente, desde que devidas e pagas, em decorrência do
descumprimento pela contratada de lei ou de regulamento a ser observado na
execução da ata, as quais serão reembolsadas ao Município, que ficará, de
pleno direito, autorizada a descontar, de qualquer pagamento devido à
contratada, o valor correspondente.

Parágrafo Primeiro - a contratada autoriza ao Município a descontar o valor


correspondente aos referidos danos ou prejuízos diretamente das faturas
pertinentes aos pagamentos que lhe forem devidos, independentemente de
qualquer procedimento judicial ou extrajudicial, assegurada a prévia defesa.

Parágrafo Segundo - a ausência ou omissão da fiscalização do Município não


eximirá a contratada das responsabilidades previstas nesta Ata.

CLÁUSULA NONA - DAS OBRIGAÇÕES DA PREFEITURA

O Município de Manga/MG, obriga-se:

I - indicar os locais e horários em que deverão ser prestados os serviços.

11 - permitir ao pessoal da contratada, acesso ao local onde serão prestados os


serviços, desde que observadas as normas de segurança;

III - notificar a contratada de qualquer irregularidade encontrada na prestação

do. "N;"";:t_)
CLÁUSULA DÉCIMA - DO PAGAMENTO

O pagamento decorrente da concretização do objeto desta licitação será


efetuado em até 30 (trinta) dias mediante a efetiva prestação dos serviços e
apresentação da respectiva nota fiscal. Na ocasião, a empresa deverá estar
regular perante a Seguridade Social (INSS), ao Fundo de Garantia por Tempo
de Serviço (FGTS) e ao Município da licitante, para fins de recebimento, sob
pena de o Município reter o (s) referido (s) pagamento (s) até a comprovação
exigida.

Parágrafo Primeiro - Caso constatado alguma irregularidade nas notas


fiscais/faturas, estas serão devolvidas ao fornecedor, para as necessárias
correções, com as informações que motivaram sua rejeição, contando-se o
prazo para pagamento da data da sua reapresentação.

Parágrafo Segundo - Para cada Nota de Empenho a Contratada deverá emitir


uma nota fiscal/fatura.

Parágrafo Terceiro - O pagamento ficará ainda condicionado a regularidade


documental junto ao Município.

Parágrafo Quarto - Constatada a situação de irregularidade documental junto


ao Município, a contratada será comunicada por escrito para que regularize sua
situação, no prazo estabelecido, sendo lhe facultada a apresentação de defesa
no prazo de 05 (cinco) dias úteis, sob pena de aplicação das penalidades
cabíveis.

Parágrafo Quinto - Nenhum pagamento isentará o fornecedor das suas


responsabilidades e obrigações, nem implicará aceitação definitiva do
fornecimento.

CLÁUSULA DÉCIMA-PRIMEIRA - DO REAJUSTAMENTO DE PREÇOS

Os preços registrados manter-se-ão inalterados pelo período de vigência da


presente Ata, admitida a revisão no caso de desequilíbrio da equação
econômico-financeira inicial deste instrumento.

Parágrafo Primeiro - Os preços registrados que sofrerem revlsao não


ultrapassará aos preços praticados no mercado, mantendo-se a diferença
percentual apurada entre o valor originalmente constante da proposta e aquele
vigente no mercado à época do registro.

Parágrafo Segundo - Caso o preço registrado seja superior à média dos preços
de mercado, o Municípío de Manga solicitará ao Fornecedor, mediante
correspondência, redução do preço registrado, de forma a adequá-lo a
definição do parágrafo único.

Parágrafo Terceiro - Fracassada a negociação com o primeiro colocado o


Município d7~Man/ a convocará as demo ais empresas com preços registrados

/A~ <;/ /.--' .'


C· / __ .-"" {1J011,v .'-..uutvA()" d, $.;,~
t:
~"''''
\\,a,)JJi n __
:J <) '"
'l
11.> ,_,(~:'l
~ pJg.t'.i~

para o item, se for o caso, ou ainda os fornecedores classificados, respeitado ~y~,


as condições de fornecimento, os preços e os prazos do primeiro classificado,
para redução do preço; hipótese em que poderão ocorrer alterações na ordem
de classificação das empresas com preço registrado.

cLAUSULA DÉCIMA-SEGUNDA - DO CANCELAMENTO DA ATA DE


REGISTRO DE PREÇOS

A presente Ata de Registro de Preços poderá ser cancelada de pleno direito,


nas seguintes situações:

I - quando o Fornecedor não cumprir as obrigações constantes nesta Ata de


Registro de Preços e no Edital;

II - quando o Fornecedor não retirar a Nota de Empenho no prazo estabelecido;

111 - quando o Fornecedor der causa a rescisão administrativa da Nota de


Empenho decorrente deste Registro de Preços, nas hipóteses previstas nos
incisos de I a XII e XVII do art. 78 da Lei 8.666/93;

IV - em qualquer hipótese de inexecução total ou parcial da Nota de Empenho


decorrente deste Registro;

V - os preços registrados se apresentarem superiores aos praticados no


mercado;

VI - por razões de interesse público devidamente demonstradas e justificadas


pelo Município ou pelo Fornecedor.

VII - mediante solicitação por escrito, comprovando estar impossibilitado de


cumprir as exigências desta Ata e do Edital de Convocação.

VIII - quando comprovada a ocorrência de qualquer das hipóteses contidas no


art. 78, incisos XIV, XV e XVI, da Lei Federal 8.666/93.

Parágrafo Primeiro - Ocorrendo cancelamento do preço registrado, o


Fornecedor será informado por correspondência com aviso de recebimento, a
qual será juntada ao processo administrativo da presente Ata.

Parágrafo Segundo - No caso de ser ignorado, incerto ou inacessível, o


endereço do Fornecedor, a comunicação será feita por publicação no Diário
Oficial, considerando-se cancelado o preço registrado a partir da última
publicação.

Paragrafo Terceiro - A solicitação do Fornecedor para cancelamento dos


preços registrados poderá não ser aceita pela Secretaria, facultando-se a esta
neste caso, a aplicação das penalidades previstas neste Edital.

Parágrafo Quarto- Havendo o cancelamento do preço registrado, cessarão


todas as atividades d9'fornecedor, relativas ao fornecimento daquele item.
/'
I /;,f "-----
?'/~' -:>
l/"/ __------
';» 4v'o'~
('1 /
~_. _ .
-'-U1fLúJ7L
d -
&ti Sv.:'(?A-
,

. . . ~.,' t'' ' .:


" ,,,,_
,
, 3 q~
"Ia R~

"
~,p:Ê3
. -Mf.II\:' .,.

Parágrafo Quinto- Caso o Município não se utilize da prerrogativa de cancelar


esta Ata, a seu exclusivo critério, poderá suspender a sua execução e/ou
sustar o pagamento das faturas, até que o fornecedor cumpra integralmente a
condição contratual infringida.

CLÁUSULA DÉCIMA TERCEIRA - DAS INCIDÊNCIAS FISCAIS, ENCARGOS,


SEGUROS, ETC,

Correrão por conta exclusivas do fornecedor:

I - todos os impostos e taxas que forem devidos em decorrência das


contratações do objeto deste Edital.

II - as contribuições devidas à Previdência Social, encargos trabalhistas,


prêmios de seguro e de acidentes de trabalho, emolumentos e outras despesas
que se façam necessárias à execução dos serviços.

CLÁUSULA DÉCIMA QUARTA - DAS PENALIDADES

Pelo não cumprimento das obrigações assumidas, garantida a prévia defesa


em processo regular, o fornecedor ficará sujeito às seguintes penalidades, sem
prejuízo das demais cominações aplicáveis:

I - advertência, por escrito;

11 - multa, a ser aplicada pelo Município, e após a confirmação de 02 (duas)


advertências, independente de ser motivo diferenciado, ficando suspenso o
fornecimento até o seu recolhimento;

111 - cancelamento desta Ata de Registro de Preços após a aplicação de 02


(duas) multas ou quando multa aplicada não houver sido recolhida em prazo
superior a 10 (dez) dias, contados da publicação;

IV - suspensão temporária para licitar e contratar com a Administração Pública,


por periodo não superior a 2 (dois) anos;

V - declaração de inidoneidade,

Parág rafo Primeiro- A penalidade de advertência será aplicada em caso de


faltas, atrasos na entrega ou descumprimento de cláusulas contratuais que não
causem prejuízo ao Erário.

Parágrafo Segundo- A contratada sujeitar-se-á à multa de 2% (dois por cento)


sobre o valor da respectiva fatura/orçamento aprovado.

Parágrafo Terceiro - A contratada estará impedida de. licitar com a


Administração Púbicas por um prazo de até 02 (dois) anos, em caso de fraude
ou qualquer tipo de crime, devidamente comprovado, atendidas as
prerrogativas legais existentes, .
/r,,~,~
Vf/-.----
Parágrafo Quarto- As multas previstas são aplicáveis simultaneamente
outras cominações previstas nesta Ata.

Parágrafo Quinto. A penalidade de declaração de inidoneidade poderá ser


proposta:

I - se a contratada descumprir ou cumprir parcialmente obrigação contratual,


desde que desses fatos resultem prE?juízos à contratante;

II - se a contratada sofrer condenação definitiva por prática de fraude fiscal no


recolhimento de quaisquer tributos, ou deixar de cumprir suas obrigações
fiscais ou para fiscais;

111 - se a contratada tiver praticado atos ilícitos visando frustrar os objetivos da


licitação.

Parágrafo sexto- As sanções previstas nos incisos I, 111 e IV, poderão ser
aplicadas juntamente com a do inciso 11 desta Cláusula.

Parágrafo sétimo- A falta de material não poderá ser alegada como motivo de
força maior e não eximirá a contratada das penalidades a que está sujeita pelo
não cumprimento das obrigações estabelecidas neste contrato.

CLÁUSULA DÉCIMA QUINTA - DOS ILíCITOS PENAIS

As infrações penais tipificadas na Lei 8.666/93 serão objeto de processo


judicial na forma legalmente prevista, sem prejuízo das demais cominações
aplicáveis.

CLÁUSULA DÉCIMA SEXTA - DOS RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS

As despesas decorrentes das contratações oriundas da presente Ata, correrão


à conta de dotação orçamentária prevista nas contratações advindas desta ata.

CLÁUSULA DÉCIMA SÉTIMA - DAS DISPOSiÇÕES FINAIS

As partes ficam, ainda, adstritas às seguintes disposições:

I - todas as alterações que se fizerem necessárias serão registradas por


intermédio de lavratura de termo aditivo a presente ata de Registro de Preços.

11 - integram esta Ata, para fins de acompanhamento de execução, o Edital de


Licitação de nO. 0060/2013 - Pregão Presencial nO. 0029/2013 e seus anexos e
as propostas da empresas classificadas para cada grupo, por item.
/'
{~~-~
/'
f
t'~1:íi<i
q,,'" 'z
Q) p~~ . :.c
~

. . N&~I

111 - é vedado caucionar ou utilizar o contrato decorrente do presente registro'\jiiJ~~


para qualquer operação financeira, sem prévia e expressa autorização do ••- j
Município.

CLÁUSULA DECIMA OITAVA - DO FORO

As partes contratantes elegem o foro da Comarca de Manga - MG, como


competente para dirimir quajsquer questões oriundas do presente contrato,
inclusive os casos omissos, que não puderem ser resolvidos pela via
administrativa, renunciando a qualquer outro, por mais privilegiado que seja.

Manga, 19 de julho de 2.013.

AN -STACI .- GUEDES SAR 'I'jA


prefeit~MuniapalãefVlãllga

CNPJ n°. 17.417.936/0001-15


CONTRATADA.

TESTEMUNHAS:

;?l,j ~J() dlC9-,()~" ~lf'L;'


Nomé:' ~ Nome:
CPF: 'ií1S .23}, 1~\ 6 •.S{ CPF:
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

ATA DE REGISTRO DE PREÇO N. ° 71/2013

PROCESSO N°. 78/2013


PREGÃO PRESENCIAL N°. 0042/2013

VALIDADE: 12 MESES

Por este instrumento, O Município de Manga, pessoa jurídica de direito público interno, inscrito
no CNPJ N° 01.612.491/0001-94, com sede na Praça Presidente Costa e Silva, 1.477 - Centro,
Manga - Minas Gerais, denominado CONTRATANTE, neste ato representado por seu Prefeito
Municipal, Sr. Anastácio Guedes Saraiva, inscrito no CPF sob o nO. 000.984.126-12 e carteira
de Identidade RG n°. M-8.824.120, considerando o julgamento de Procedimento Licitatório de
nO.78/2013, Modalidade Pregão Presencial por Registro de Preços nO. 0042/2013, e respectiva
homologação, RESOLVE registrar o menor preço por item, da fornecedora Srta. MÁRCIA
ROCHA SARAIVA, inscrita no CPF sob o nO. 082.567.856-08 e Carteira de Identidade nO MG-
14.622.553, estabelecida na Rua Tupinambás, nO 132 - Centro, CEP 39.475-000, tendo como
objeto o Registro de Preços pelo Sistema de Registro de Preços para futura e eventual
CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERViÇOS TÉCNICOS E SERViÇOS DE
SERRALHERIA, conforme atendimento às condições previstas no Instrumento Convocatório -
Edital de Registro de Preços, e as constantes desta Ata de Registro de Preços, sujeitando-se
as partes às normas constantes nos termos da Lei Federal nº. 10.520/02, Decreto Municipal n.
0002/2005 de 06 de Janeiro de 2005, bem como pelo Ar\. 15 da lei Federal nº. 8.666/93 de
21/06/1993 e suas alterações, e demais normas legais aplicàveis, e em conformidade com as
disposições a seguir:

CLÁUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO E DAS NORMAS DE EXECUÇÃO

1. DO OBJETO

1.1- A presente ata tem por objeto o Registro de Precos, do tipo menor preco por item, pelo
Sistema de Registro de Precos para futura e eventual CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE
SERViÇOS TÉCNICOS E SERViÇOS DE SERRALHERIA, tendo como parâmetro de preços,
aqueles constantes na Proposta Final da empresa vencedora do item, nos termos e condições
estabelecidas no Edital de Registro de Preços do Processo Licitatório nO. 78/2013, Pregão
Presencial n00042/2013 documentação e proposta de preço vencedora.

Parágrafo Único - Este instrumento não obriga ao Município de Manga/MG, a firmar


contratações nas quantidades estimadas, podendo ocorrer licitações específicas para

{j:/
39°

PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA


Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

aquisição do (s) objeto (s), obedecida à legislação pertinente, sendo assegurada ao detentor do
registro à preferência de fornecimento, em igualdade de condições.

1.2-DASNORMASDEEXECUçAO

- Os serviços deverão ser prestados de acordo com os pedidos emitidos pelo Secretario
Municipal de Obras e Serviços Urbanos, através de requisições com as especificações dos
serviços e os locais a serem executados.

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VIGÊNCIA DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

A presente Ata terá validade de 12 (doze) meses, contados a partir da assinatura da ata.

CLÁUSULA TERCEIRA - DA GERÊNCIA DA PRESENTE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS.

O gerenciamento deste instrumento caberá a Prefeitura Municipal de Manga/MG, através do


Departamento de Compras no seu aspecto operacional e à sua Assessoria Jurídica nas
questões legais.

CLÁUSULA QUARTA - DOS PREÇOS, ESPECIFICAÇÕES E QUANTITATIVOS.


Consideram-se registrados os seguintes preços: Conforme apuração do resultado final no
mapa de preços.

Cada preço unitário registrado foi retirado do sistema de controle do Município após a aplicação
do menor preço.

CLÁUSULA QUINTA - DO LOCAL E PRAZO DE ATENDIMENTO

O fornecimento dos produtos será parcelado de acordo com as necessidades do Município.


Após a entrega da ORDEM DE FORNECIMENTO emitida pela Contratante o Licitante
vencedor deverá prestar os serviços de acordo com as orientações do Secretario Municipal de
Obras e Serviços Urbanos, conforme as condições estabelecidas neste edital.

CLÁUSULA SEXTA - DAS CONDiÇÕES DE FORNECIMENTO

A detentora da presente Ata de Registro de Preços será obrigada a atender todos os pedidos
efetuados durante a vigência desta, mesmo que a entrega deles estiver prevista para data'
posterior a do seu vencimento.

Se os serviços prestados não corresponderem às especificações exigidas no Procedimento


Licitatório de nO. 78/2013,. o q~t precedeu a presente ata, estes não serão aceitos e a

~fl'>
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001·36

detentora da presente Ata deverá prestá-los novamente, no prazo máximo de cinco dias,
independentemente da aplicação das penalidades cabíveis.

Cada fornecimento deverá ser efetuado mediante Ordem de Fornecimento, a qual poderá ser
feita por memorando, ofício ou fac-símile, devendo dela constar: a data, o valor unitário do
serviço, a quantidade pretendida, o local para a entrega, o carimbo e a assinatura do
responsável.

A empresa fornecedora, quando do recebimento da Ordem de Fornecimento, deverá colocar,


na cópia que necessariamente a acompanhar, a data e hora em que a tiver recebido, além da
identificação de quem procedeu ao recebimento.

A cópia da Ordem de Fornecimento referida no item anterior deverá ser devolvida para a
unidade requisitante, a fim de ser anexada ao processo de administração da ata.

A empresa detentora da presente ata fica obrigada a aceitar o acréscimo de até 25% (vinte e
cinco por cento) nas quantidades estimadas.

CLÁUSULA SÉTIMA - DAS OBRIGAÇÕES DO FORNECEDOR

São obrig ações do fornecedor, além das demais previstas nesta Ata:

I - executar o fornecimento dentro dos padrões estabelecidos pelo Município de Manga/MG, de


acordo com o especificado nesta Ata, responsabilizando-se por eventuais prejuizos
decorrentes do descumprimento de qualquer cláusula ou condição aqui estabelecida;

II - prestar os esclarecimentos que forem solicitados pela Prefeitura Municipal de Manga/MG,


cujas reclamações se obriga a atender prontamente, bem como dar ciência, imediatamente e
por escrito, de qualquer anormalidade que verificar quando da execução do contrato;

111·· dispor-se a toda e qualquer fiscalização do Município, no tocante a prestação dos serviços,
assim como ao cumprimento das obrigações previstas nesta Ata;.

IV - prover todos os meios necessários á garantia da plena operacionalidade do fornecimento,


inclusive considerados os casos de greve ou paralisação de qualquer natureza;

V - a falta de quaisquer dos materiais cujo fornecimento incumbe ao detentor do preço


registrado não poderá ser alegada como motivo de força maior para o atraso, má execução ou
inexecução dos serviços objeto desta ata e não a eximirá das penalidades a que está sujeita
pelo não cumprimento dos prazos e demais condições estabelecidas;

VI - comunicar imediatamente ao Municipio qualquer alteração ocorrida no endereço, conta


bancária e outros julgáveis necessários para recebimento de correspondência;

cJ>
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

VII - fiscalizar o perfeito cumprimento do fornecimento a que se obrigou, cabendo-lhe,


integralmente, os ônus decorrentes. Tal fiscalização dar-se-á independenternente da que será
exercida pelo Municipio.

VIII - indenizar terceiros e/ou ao Município, mesrno ern caso de ausência ou omissão de
fiscalização de sua parte, por quaisquer danos ou prejuízos causados, devendo a contratada
adotar todas as medidas preventivas, com fiel observância ás exigências das autoridades
cornpetentes e às disposições legais vigentes;

CLÁUSULA OITAVA - DAS RESPONSABILIDADES DO FORNECEDOR

São responsabilidades do Fornecedor Registrado:

I - todo e qualquer dano que causar ao Município, ou a terceiros, ainda que culposo, praticado
por seus prepostos, empregados ou mandatário, não excluindo ou reduzindo essa
responsabilidade a fiscalização ou acornpanharnento pelo Município.

II - todas e quaisquer rnultas, indenizações ou despesas impostas ao Município por autoridade


competente, desde que devidas e pagas, em decorrência do descumprimento pela contratada
de lei ou de regulamento a ser observado na execução da ata, as quais serão reernbolsadas ao
Município, que ficará, de pleno direito, autorizada a descontar, de qualquer pagarnento devido
á contratada, o valor correspondente.

Parágrafo Prirneiro - a contratada autoriza ao Município a descontar o valor correspondente aos


referidos danos ou prejuízos diretamente das faturas pertinentes aos pagamentos que lhe
forem devidos, independentemente de qualquer procedimento judicial ou extrajudicíal,
assegurada a prévia defesa.

Parágrafo Segundo - a ausência ou omlssao da fiscalização do Munícípio não eximirá a


contratada das responsabilidades previstas nesta Ata.

CLÁUSULA NONA - DAS OBRIGAÇÕES DA PREFEITURA

O Município de Manga/MG, obriga-se:

I - indicar os locais e horários em que deverão ser prestados os serviços.

\I - permitir ao pessoal da contratada, acesso ao local onde serão prestados os serviços, desde
que observadas as normas de segurança;

III - notificar a contratada de qualquer irregularidade encontrada na prestação dos serviços.


CLÁUSULA DÉCIMA - DO PAGAMENTO

O pagamento decorrente da concretização do objeto desta licitação será efetuado em até 30


(trinta) dias/median)te tetiva prestação dos serviços e apresentação da respectiva nota fiscal.

"'~ ~
vI/ Y
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estadó "d'e MiiI:as Ge'rais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

Na ocasião, a empresa deverá estar regular perante a Seguridade Social (INSS), ao Fundo de
Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e ao Município da licitante, para fins de recebimento,
sob pena de o Município reter o (s) referido (s) pagamento (s) até a comprovação exigida.

Parágrafo Primeiro - Caso constatado alguma irregularidade nas notas fiscais/faturas, estas
serão devolvidas ao fornecedor, para as necessárias correções, com as informações que
motivaram sua rejeição, contando-se o prazo para pagamento da data da sua reapresentação.

Parágrafo Segundo - Para cada Nota de Empenho a Contratada deverá emitir uma nota
fiscal/fatura.

Parágrafo Terceiro - O pagamento ficará ainda condicionado a regularidade documental junto


ao Municipio.

~- Parágrafo Quarto - Constatada a situação de irregularidade documental junto ao Município, a


. contratada será comunicada por escrito para que regularize sua situação, no prazo
estabelecido, sendo lhe facultada a apresentação de defesa no prazo de 05 (cinco) dias úteis,
sob pena de aplicação das penalidades cabíveis.

Parágrafo Quinto - Nenhum pagamento isentará o fornecedor das suas responsabilidades e


obrigações, nem implicará aceitação definitiva do fornecimento.

CLÁUSULA DÉCIMA-PRIMEIRA- DO REAJUSTAMENTO DE PREÇOS

Os preços registrados manter-se-ão inalterados pelo período de vigência da presente Ata,


admitida a revisão no caso de desequilíbrio da equação econômico-financeira inicial deste
instrumento.

Parágrafo Primeiro - Os preços registrados que sofrerem revisão não ultrapassará aos preços
praticados no mercado, mantendo-se a diferença percentual apurada entre o valor
originalmente constante da proposta e aquele vigente no mercado à época do registro.

Parágrafo Segundo - Caso o preço registrado seja superior à média dos preços de rnercado, o
Município de Manga solicitará ao Fornecedor, mediante correspondência, redução do preço
registrado, de forma a adequá-lo a definição do parágrafo único.

Parágrafo Terceiro - Fracassada a negociação com o primeiro colocado o Município de Manga


convocará as demais empresas com preços registrados para o item, se for o caso, ou ainda os
fornecedores classificados, respeitado as condições de fornecimento, os preços e os prazos do
primeiro classificado, para redução do preço; hipótese em que poderão ocorrer alterações na
ordem de classificação das empresas com preço registrado.

IJIj,fp;')
( /
,I I / ------
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

CLÁUSULA DÉCIMA-SEGUNDA - DO CANCELAMENTO DA ATA DE REGISTRO DE


PREÇOS

A presente Ata de Registro de Preços poderá ser cancelada de pleno direito, nas seguintes
situações:

I - quando o Fornecedor não cumprir as obrigações constantes nesta Ata de Registro de


Preços e no Edital;

Ir - quando o Fornecedor não retirar a Nota de Empenho no prazo estabelecido;

111 - quando o Fornecedor der causa a rescisão administrativa da Nota de Empenho decorrente
deste Registro de Preços, nas hipóteses previstas nos incisos de I a XII e XVII do art. 78 da Lei
8.666/93;

IV - em qualquer hipótese de inexecução total ou parcial da Nota de Empenho decorrente deste


Registro;

V - os preços registrados se apresentarem superiores aos praticados no mercado;

VI - por razões de interesse público devidamente demonstradas e justificadas pelo Município ou


pelo Fornecedor.

VII - mediante solicitação por escrito, comprovando estar impossibilitado de cumprir as


exigências desta Ata e do Edital de Convocação.

VIII·· quando comprovada a ocorrência de qualquer das hipóteses contidas no art. 78, incisos
XIV, XV e XVI, da Lei Federal 8.666/93.

Parágrafo Primeiro - Ocorrendo cancelamento do preço registrado, o Fornecedor será


informado por correspondência com aviso de recebimento, a qual será juntada ao processo
administrativo da presente Ata.

Parágrafo Segundo - No caso de ser ignorado, incerto ou inacessível, o endereço do


Fornecedor, a comunicação será feita por publicação no Diário Oficial, considerando-se
cancelado o preço registrado a partir da última publicação.

Parágrafo Terceiro - A solicitação do Fornecedor para cancelamento dos preços registrados


poderá não ser aceita pela Secretaria, facultando-se a esta neste caso, a aplicação das
penalidades previstas neste Edital.

Parágrafo Quarto- Havendo o cancelamento do preço registrado, cessarão todas as atividades


do fornecedor, relativas ao fornecimento daquele item.

·01> .
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

Parágrafo Quinto- Caso o Município não se utilize da prerrogativa de cancelar esta Ata, a seu
exclusivo critério, poderá suspender a sua execução e/ou sustar o pagamento das faturas, até
que o fornecedor cumpra integralmente a condição contratual infringida.

CLÁUSULA DÉCIMA TERCEIRA - DAS INCIDÊNCIAS FISCAIS, ENCARGOS, SEGUROS,


ETC.

Correrão por conta exclusivas do fornecedor: .

I - todos os impostos e taxas que forem devidos em decorrência das contratações do objeto
. deste Edital.

11 - as contribuições devidas à Previdência Social, encargos trabalhistas, prêmios de seguro e


de acidentes de trabalho, emolumentos e outras despesas que se façam necessárias á
execução dos serviços.

CLÁUSULA DÉCIMA QUARTA - DAS PENALIDADES

Pelo não cumprimento das obrigações assumídas, garantida a prévia defesa em processo
regular, o fornecedor ficará sujeito às seguintes penalidades, sem prejuízo das demais
cominações aplicáveis:

I - advertência, por escrito;

11 - multa, a ser aplicada pelo Municipio, e após a confirmação de 02 (duas) advertências,


independente de ser motivo diferenciado, ficando suspenso o fornecimento até o seu
recolhimento;

111 - cancelamento desta Ata de Registro de Preços após a aplicação de 02 (duas) multas ou
quando multa aplicada não houver sido recolhida em prazo superior a 10 (dez) dias, contados
da publicação;

IV - suspensão temporária para licitar e contratar com a Administração Pública, por período não
superior a 2 (dois) anos;

V - declaração de inidoneidade.

Parágrafo Primeiro- A penalidade de advertência será aplicada em caso de faltas, atrasos na


entrega ou descumprimento de cláusulas contratuais que não causem prejuízo ao Erário.

Parágrafo Segundo- A contratada sujeitar-se-á à multa de 2% (dois por cento) sobre o valor da
respectiva fatura/orçamento aprovado.
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

Parágrafo Terceiro- A contratada estará impedida de licitar com a Administração Púbicas por
um prazo de até 02 (dois) anos, em caso de fraude ou qualquer tipo de crime, devidamente
comprovado, atendidas as prerrogativas legais existentes.

Parágrafo Quarto- As multas previstas são aplicáveis simultaneamente às outras cominações


previstas nesta Ata.

Parágrafo Quinto. A penalidade de declaração de inidoneidade poderá ser proposta:

I - se a contratada descumprir ou cumprir parcialmente obrigação contratual, desde que desses


fatos resultem prejuizos à contratante;

11 - se a contratada sofrer condenação definitiva por prática de fraude fiscal no recolhimento de


quaisquer tributos, ou deixar de cumprir suas obrigações fiscais ou para fiscais;

111 - se a contratada tiver praticado atos ilícitos visando frustrar os objetivos da licitação.

Parágrafo sexto- As sanções previstas nos incisos I, 111 e IV, poderão ser aplicadas juntamente
com a do inciso II desta Cláusula.

Parágrafo sétimo- A falta de material não poderà ser alegada como motivo de força maior e não
eximirá a contratada das penalidades a que está sujeita pelo não cumprimento das obrigações
estabelecidas neste contrato.

CLÁUSULA DÉCIMA QUINTA - DOS ILlclTOS PENAIS

As infrações penais tipificadas na Lei 8.666/93 serão objeto de processo judicial na forma
legalmente prevista, sem prejuízo das demais cominações aplicáveis.

CLÁUSULA DÉCIMA SEXTA - DOS RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS

As despesas decorrentes das contratações oriundas da presente Ata, correrão à conta de


dotação orçamentária prevista nas contratações advindas desta ata.

CLÁUSULA DÉCIMA SÉTIMA - DAS DISPOSiÇÕES FINAIS

As partes ficam, ainda, adstritas às seguintes disposições:

I - todas as alterações que se fizerem necessárias serão registradas por intermédio de lavratura
de termo aditivo a presente ata de Registro de Preços. .

II - integram esta Ata, para fins de acompanhamento de execução, o Edital de Licitação de nO.
006012013 - Pregão Presencial n°. 0029/2013 e seus anexos e as propostas da empresas
classificadas paraca.a;l
da . :.upo, por item.

. {/l'':> ,-li
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Estado de Minas Gerais
CNPJ: 18.270.447/0001-36

III - é vedado caucionar ou utilizar o contrato decorrente do presente registro para qualquer
operação financeira, sem prévia e expressa autorização do Município.

CLÁUSULA DECIMA OITAVA - DO FORO

As partes contratantes elegem o foro da Comarca de Manga - MG, como competente para
dirimir quaisquer questões oriundas do presente contrato, inclusive os casos omissos, que não
puderem ser resolvidos pela via administrativa, renunciando a qualquer outro, por mais
privilegiado que seja.

Manga, 19 de Julho de 2013.

Prefeito Municipal de Manga

\:: l!;JcC~ú, Q(LQ",,-

MARCIA ROCHA SARAIVA


L~;:,."_
CPF nO. 082.567.856-08
CONTRATADA.
~ Rei::;~:I;~:aM~:~:~~t~: ;:A~!~O
. . . . . . _..._-_._. __. . . __._ . __. . _-_..._._-_.--------_. _-._----
=--------=-----------
N° Ata: 72 Data Ass.: 19/07/2013 Vigência: 19/07/2013 até 19/07/2014
FORNECEDOR: SILVANO FERREIRA DE SOUZA 12258021642 CNPJ: 17.417.936/0001-15
ENDEREÇO: RUA JEQUITIBA N° 83, Bairro: ARVOREDO,MANGA - MG !Te!.: ( )

N° Processo: 78 - 42/2013 Modalidade: Pregão Presencial Valor Total: R$ 247.830,00


OBJ: CONTRATAÇÃO DE SERViÇOS TECNICOS E SERViÇOS DE SERRALHERIA

!Cód. do Material/Serviço UND Qtde Vir. Unitário SubTotal


4362 M2 50,0000 104,0000

4363 M2 40,0000 114,0000

4392 de banca metálica 0,90 altura 1,0 largura UND 35,0000 330,0000
2,Om com metalon chapa 1a e divisória de

de trave
93 Reforma de alambrado com tubo 02 pol M2 100,0000 46,0000

4394 Reforma de alambrado com tubo chapa 14 com M2 100,0000 46,0000

4421 Reforma de Banca metálica 0,90 altura 1,0 largura e UND 50,0000 55,0000
2,0 cp com metalon chapa 18 e divisaria de madeira
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Relatório de Ata de'Registro de Preço
N° Ata: 72 Data Ass,: 19/07/2013 Vigência: 19/07/2013 até 19/07/2014
FORNECEDOR: SILVANO FERREIRA DE SOUZA 12258021642 CNPJ: 17.417.936/0001-15
ENDEREÇO: RUA JEQUITIBA N° 83, Bairro: ARVOREDO,MANGA - MG !Te!.: ( )

N° Processo:78 _ 42 I 2013 Modalidade: Prégão Presencial Valor Total: R$ 247.830,00


OBJ: CONTRATAÇÃO DE SERViÇOS TECNICOS E SERViÇOS DE SERRALHERIA

Cód. Descrição do Material/Serviço UNO Qtde Vir. Unitário SubTotal


4411 Reforma de porta de chapa 18 ; ; M2 70,0000 48,5000 3395,00
4401 Reforma de portão corrediço com chapa 18 ; ; M2 . 70,0000 48,0000 3360,00
4410 Reforma de portão de chapa 18 ; ; M2 75,0000 48,0000 3600,00
4416 Reforma de trave para campo de futebol; ; PAR 30,0000 275,5000 8265,00'
4422 Reforma de troca de fechadura; ; UND 50,0000 59,5000 2975,001
4423 Reforma de troca de ferrolho; ; UND 50,0000 30,0000 1500,00
PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGA
Relatório de Ata de Registll"O de Preço
-'-'---'-~-",'--"---'-'--------------------

N° Ata: 71 Data Ass.: 19/07/2013 Vigência: 19/07/2013 até 19/07/2014


FORNECEDOR: MARCIA ROCHA SARAIVA CNPJ: 082_567_856-08-
ENDEREÇO: RUA TUPINAMBAS, N° 132, Bairro: CENTRO,SÃO JOÃO DAS MISSÕES - MG !Te!.: ( )

N° Processo: 78 - 42/2013 Modalidade: Pregão Presencial Vaior Total: R$ 42.000,00


OBJ: CONTRATAÇÃO DE SERViÇOS TECNICOS E SERViÇOS DE SERRALHERIA

---------------------------l---iõl
,.,,_._----
Cód. Descrição do Material/Serviço - UNO Qtde I Vir. Unitário I SUbTotal-l
5125 SERViÇOS TECNICOS - PRESTADOS POR MÊS 12,0000 3500,0000 42000,00
PROFISSIONAL; TECNICO NA AREA DE
ADMINISTRAÇÃO COM AS SEGUINTES
ATRIBUIÇ6ES: Planejar, controlar, organizar, dirigir
e avaliar os serviços técnico-administrativos,
coordenar atividades relacionadas ao controle de
programas, projetos e contratos administrativos;
I participar de programas de treinamento ou neles
atuar, executar outras atividades relacionadas à area
de atuação, bem como, a verificação de processos
licitatórios e contratos da administração municipal,
preparar projetos dentro da sua área de atuação,
além de propor principios e normas e colaborar na
produtividade, eficiência e eficácia dos serviços
________ p_QJ:?Jjj;Q§.;____________________
-
ENCERHt. . ftENTC3', n~7.: V,Ol..UME
C()rtifi;;::o r;t.:(!, ne-::;L; i.i.~:i:;:!, G(1~fân~ci o volume
n:". _.S;:L~L ",.",,~,__,~, ·:·;(;~~,tf;'.:; c,;iL<:s C:::..) pro-cesso
,."«,",,, lt; r~~;'f11J. o i :" .. , d~"
.J .~;;,;~ __ ,.~" ..,)::.;'.~.O:Sik.r..\"_'4>~',.)"_".' •• '.,.",<.\,1 w"w6 o

v<)i,'",,, i·i·::_Q:~.. ,,~ n. r;" ... "~.O i.~. Dou fá.


_ \Vls,ulq,\L" ikl_d;)_._~de....u..
O(A) E:~criv&c{f}) __ v__
__"""';"'~!jt'1:J'I-
tj1 ___-_

Você também pode gostar