Você está na página 1de 3

A inconstitucionalidade por vício formal de uma lei pode se dar por:

I - Incompetência do órgão para legislar sobre um determinado fato.

II - Inobservância do devido processo legislativo.

III - Inobservância dos pressupostos necessários à elaboração do ato normativo.

IV - Falta de decoro parlamentar, quando, por exemplo, da aprovação de uma norma


em troca da percepção de vantagens indevidas, ou propinas.

Escolha uma:

1. Somente as alternativas II e IV são falsas.

2. Todas as alternativas são verdadeiras.

3. Todas as alternativas são falsas.

4. Somente as alternativas I, II e III são verdadeiras.

5. Somente as alternativas I e III são verdadeiras.

Questão 2
Ainda não respondida
Vale 20,00 ponto(s).

Marcar questão

Texto da questão

Sobre Poder Constituinte Originário, podemos afirmar que:

I - É inicial e autônomo, na medida em que é livre para criar uma nova ordem.

II - É Ilimitado juridicamente, pois rompe com os limites traçados pelo direito


anterior.

III - É um poder de fato e um poder político, identificado com a força social da


qual se origina e com a ordem jurídica através da qual se manifesta.

IV - É dependente da ordem jurídica que o precede.

Escolha uma:

1. Somente os itens I e IV são falsos.

2. Somente os itens I, II e III são verdadeiros.

3. Todos os itens são verdadeiros.

4. Somente os itens II, III e IV são verdadeiros.

5. Todos os itens são falsos.


Questão 3
Ainda não respondida
Vale 20,00 ponto(s).

Marcar questão

Texto da questão

Existem poderes constituintes derivados do originário, que são:

I - O poder reformador, sujeito a limitações, dentre as quais o respeito às “cláusulas


pétreas”, é responsável por modificar a Carta Magna através de Emenda
Constitucional, aperfeiçoando a regulamentação de determinada matéria.

II - O poder decorrente, - conferido às Assembléias Legislativas estaduais para


estruturarem suas respectivas Constituições e fundamentando-se na forma
federativa de uma República constituída pela união indissolúvel dos Estados e
Municípios e do Distrito Federal-, tem como limitações não invadir competências
asseguradas à União; seguir os princípios orçamentários estabelecidos pela
Constituição Federal; respeitar a forma federativa, o princípio republicano e os
direitos fundamentais enumerados na Carta Magna, além das regras do processo
legislativo federal, adaptando-as às peculiaridades estaduais.

III - O poder revisor, que já não mais pode ser exercido e que teve como objetivo
revisar a Constituição após o quinto ano de sua promulgação.

Escolha uma:

1. Somente as alternativas I e III são verdadeiras.

2. Todas as alternativas são verdadeiras.

3. Somente as alternativas I e III são falsas.

4. Somente as alternativas II e III são falsas.

Questão 4
Ainda não respondida
Vale 20,00 ponto(s).

Marcar questão

Texto da questão

Uma Constituição é promulgada quando:


Escolha uma:

1. Prescinde da participação popular em sua elaboração.

2. Todas as alternativas são incorretas.

3. É outorgada, como as de 1824, 1937 e 1967.

4. É fruto da vontade unipessoal de um governante.

Questão 5
Ainda não respondida
Vale 20,00 ponto(s).

Marcar questão

Texto da questão

Considerando as características da Constituição Cidadã, marque a alternativa


incorreta:

Escolha uma:

1. A Constituição de 1988 adota como fundamental não somente os direitos


individuais e sociais e a estrutura do Estado, mas também os fins e objetivos que
ela persegue.

2. A Constituição de 1988 possui um corpo normativo homogêneo.

3. A Constituição de 1988 é extensa, por não se limitar a regular somente a


estrutura do Estado e os direitos fundamentais.

4. A Constituição de 1988 é formal, pois elege como norma tudo aquilo que
compõe seu texto e que é submetido a uma determinada forma de elaboração, não
importando seu conteúdo.