Você está na página 1de 10

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO JUIZADO

ESPECIAL DA COMARCA LAVRAS DA MANGABEIRA/CE

PROCESSO Nº 045.2012.936.366-4
CUMPRIMENTO DE SENTENÇA

FRANCIMAR GONÇALVES DE BARROS, já qualificado


nos autos em epígrafe, por seu advogado, legalmente
constituído e habilitado conforme instrumento de procuração
já constante dos autos às fls., que esta subscreve, na Ação
de Cumprimento de Sentença, tendo como Requerido OUROCARD
VISA, também já qualificado, vem, respeitosamente, perante
Vossa Excelência, expor e requerer o que segue:

Nobre Julgador, conforme Sentença constante


dos autos principais (Evento 86), o Requerido, ora Executado
foi condenado a pagar pelos danos materiais causados ao
Requerente, ora Exequente, devolvendo todas as prestações por
ele pagas, acrescidas de coreção monetária, bem como também a
indenizar o requerente na quantia de 5.000,00 (cinco mil
Reais) a título de indenização pelos danos causados objeto da
demanda discutida nos presentes autos, “monetariamente

LAVRAS DA MANGABEIRA/CE - Rua Major Ildefonso, 266, Sala 01, Centro. Telefones: 88-3536-2473 e 88-99147140 1
corrigidos desde o ajuizamento da ação e acrescidos de juros
legais a partir da citação”.

Restou também determinado após o trânsito em


julgado, a intimação da parte executada para os fins do
artigo 475-J, do Código de Processo Civil, na hipótese de não
cumprimento espontâneo da Sentença.

Decorrido o prazo legal, transitado em julgado


a Sentença, e devidamente intimada a parte executada,
conforme consta dos autos (Evento 99), o Executado não
cumpriu com sua obrigação, devendo assim, incidir a multa do
art. 475-J, do CPC, além da execução legal para recebimento
da quantia devida com os acréscimos legais.

Pelas atitudes do Executado devidamente


comprovadas nos presentes autos, resta claro não ter o mesmo
qualquer interesse em cumprir voluntariamente com o pagamento
do que está sendo cobrado nos presentes autos, tendo
descumprido totalmente com o que ficou decidido por Sentença.

Conforme se obseva, a parte executada deixou


de cumprir voluntariamente com sua obrigação no prazo legal,
sendo assim, cabível a fixação de honorários advocatícios na
presente fase executória/cumprimento de sentença, conforme
inclusive entendimento jurisprudencial a seguir colacionado:

“RECURSO ESPECIAL - FIXAÇÃO DE


HONORÁRIOS NA FASE DE CUMPRIMENTO DA
SENTENÇA - CABIMENTO - PRECEDENTES DA
TURMA - PROVIMENTO. I. Conquanto a nova
sistemática trazida pela Lei nº
11.232/05 tenha alterado a natureza da
LAVRAS DA MANGABEIRA/CE - Rua Major Ildefonso, 266, Sala 01, Centro. Telefones: 88-3536-2473 e 88-99147140 2
execução de sentença que passou a ser
mera fase complementar do processo de
cognição, deixando de ser tratada como
processo autônomo, não trouxe ela
nenhuma modificação no que tange aos
honorários advocatícios, que são devidos
no caso de não cumprimento da sentença
no prazo, que corre a partir da
intimação de seu advogado. Precedentes
da Turma. Recurso Especial provido.”
(REsp 1074992 / SP; Ministro SIDNEI
BENETI; DJe 24/04/2009)

“PROCESSUAL CIVIL. AGRAVO REGIMENTAL.


AGRAVO DE INSTRUMENTO.
PREQUESTIONAMENTO. AUSÊNCIA. SÚMULAS 282
E 356/STF. CUMPRIMENTO DA SENTENÇA.
HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. POSSIBILIDADE.
1 - Consoante entendimento pacificado
pela Corte Especial deste Superior
Tribunal de Justiça, é cabível o
arbitramento de honorários advocatícios
na fase de cumprimento da sentença com
base no art. 20, § 4º, do Código de
Processo Civil. 2 - Ressente-se o
recurso especial do devido
prequestionamento no que tange à matéria
relativa ao descumprimento de ordem
judicial, apta a ensejar a incidência
das astreintes, efetivamente não
debatida pelo Tribunal a quo sob o
enfoque que lhe dá o recorrente, o que
faz incidir a censura das Súmulas 282 e
356 do Supremo Tribunal Federal. 3 -
Agravo regimental desprovido.” (AgRg no

LAVRAS DA MANGABEIRA/CE - Rua Major Ildefonso, 266, Sala 01, Centro. Telefones: 88-3536-2473 e 88-99147140 3
Ag 1078114 / RS; Ministro FERNANDO
GONÇALVES; DJe 25/05/2009)

“PROCESSO CIVIL. CUMPRIMENTO DE


SENTENÇA. NOVA SISTEMÁTICA IMPOSTA PELA
LEI Nº 11.232/05. CONDENAÇÃO EM
HONORÁRIOS. POSSIBILIDADE. - A alteração
da natureza da execução de sentença, que
deixou de ser tratada como processo
autônomo e passou a ser mera fase
complementar do mesmo processo em que o
provimento é assegurado, não traz
nenhuma modificação no que tange aos
honorários advocatícios. - A própria
interpretação literal do art. 20, § 4º,
do CPC não deixa margem para dúvidas.
Consoante expressa dicção do referido
dispositivo legal, os honorários são
devidos “nas execuções, embargadas ou
não”. - O art. 475-I, do CPC, é expresso
em afirmar que o cumprimento da
sentença, nos casos de obrigação
pecuniária, se faz por execução. Ora, se
nos termos do art. 20, § 4º, do CPC, a
execução comporta o arbitramento de
honorários e se, de acordo com o art.
475, I, do CPC, o cumprimento da
sentença é realizado via execução,
decorre logicamente destes dois
postulados que deverá haver a fixação de
verba honorária na fase de cumprimento
da sentença. - Ademais, a verba
honorária fixada na fase de cognição
leva em consideração apenas o trabalho
realizado pelo advogado até então. - Por

LAVRAS DA MANGABEIRA/CE - Rua Major Ildefonso, 266, Sala 01, Centro. Telefones: 88-3536-2473 e 88-99147140 4
derradeiro, também na fase de
cumprimento de sentença, há de se
considerar o próprio espírito condutor
das alterações pretendias com a Lei nº
11.232/05, em especial a multa de 10%
prevista no art. 475-J do CPC. Seria
inútil a instituição da multa do art.
475-J do CPC se, em contrapartida, fosse
abolida a condenação em honorários,
arbitrada no percentual de 10% a 20%
sobre o valor da condenação. Recurso
especial conhecido e provido.” (REsp
1028855 / SC; Ministra NANCY ANDRIGHI;
DJe 05/03/2009)

“ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER


JUDICIÁRIO 4ª TURMA RECURSAL DOS
JUIZADOS ESPECIAIS CÍVEIS SESSÃO
12/5/2014 Processo: 0010838-
62.2010.8.19.0061 Teresópolis
Recorrente: BV Financeira S/A Recorrido:
Raimundo Ernaeldo Beserra VOTO O recurso
merece acolhimento. Com efeito, não há
nos autos nenhum ato de intimação do
Recorrente para que pagasse o valor da
condenação, sob pena da multa prevista
no artigo 475-J, do CPC, de modo que
reputa-se voluntário o pagamento feito
nos autos pela Recorrente, não havendo
portanto, a incidência da referida
multa. Nesse sentido, é a jurisprudência
do C. Superior Tribunal de Justiça:
"AgRg no AgRg no REsp 1150342 / PR
AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO REGIMENTAL
NO RECURSO ESPECIAL 2009/0142385-1

LAVRAS DA MANGABEIRA/CE - Rua Major Ildefonso, 266, Sala 01, Centro. Telefones: 88-3536-2473 e 88-99147140 5
Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI
15/02/2011 AGRAVO REGIMENTAL. RECURSO
ESPECIAL. 475-J. INTIMAÇÃO DO ADVOGADO.
NECESSIDADE. EVOLUÇÃO DA ORIENTAÇÃO
JURISPRUDENCIAL. MULTA. NÃO INCIDÊNCIA.
HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. CUMPRIMENTO DE
SENTENÇA. ARBITRAMENTO. PAGAMENTO
ESPONTÂNEO. AFASTAMENTO. 1. A Corte
Especial, por ocasião do julgamento do
REsp n. 940.274/MS (Relator p/ acórdão o
Ministro João Otávio de Noronha, DJe
31.5.2010), firmou entendimento no
sentido de que "a multa de 10% (dez por
cento) prevista no art. 475-J do CPC
depende do trânsito em julgado da
sentença e da intimação da parte, por
seu advogado, após a baixa dos autos à
origem e aposição do cumpra-se pelo
juízo processante". 2. Embora os
honorários advocatícios possam ser
fixados para a fase de cumprimento de
sentença, a sua exigibilidade só é
possível se o devedor não efetuar o
pagamento ou o depósito da condenação
espontaneamente e tempestivamente, ou
seja, antes da prática de atos
executórios. Precedentes. 3. Agravo
regimental a que se nega
provimento."Pelo exposto, VOTO pelo
conhecimento e provimento ao recurso,
para julgar extinta a execução e
determinar a expedição do mandado de
pagamento, pelo valor penhorado, em
favor da Recorrente. Sem ônus
sucumbenciais, na forma do artigo 55, da

LAVRAS DA MANGABEIRA/CE - Rua Major Ildefonso, 266, Sala 01, Centro. Telefones: 88-3536-2473 e 88-99147140 6
Lei n. 9.099/95. Rio de Janeiro, 28 de
abril de 2014. AROLDO GONÇALVES PEREIRA
JUNIOR Juiz Relator JRP
(TJ-RJ - RI: 00108386220108190061 RJ
0010838-62.2010.8.19.0061, Relator:
AROLDO GONCALVES PEREIRA JUNIOR, Quarta
Turma Recursal, Data de Publicação:
30/07/2014 12:36)” Negritei

Assim, diante da não satisfação do direito


assegurado judicialmente, é que surge a necessidade da
presente fase de execução/cumprimento de sentença, situação
que se aplica perfeitamente nos processos oriundos dos
juizados especiais cíveis, a exemplo do presente caso,
exigindo a atuação do advogado para provocação do Estado-juiz
na instauração da fase de execução e conseqüente satisfação
do direito, e sendo profissional com poderes conferidos pela
parte para gerir a atividade processual de defesa judicial de
seus direitos, em que pese a faculdade da parte requerer
individualmente no rito sumaríssimo dos juizados especiais,
justifica a incidência de honorários advocatícios na fase de
execução de sentença, principalmente por considerar a não
vedação expressa da lei (que somente proíbe a cobrança de
custas nas execuções, salvo exceções legais), bem como por se
aplicar subsidiariamente o CPC (orientação expressa do caput
do art. 52 da Lei nº 9.099/95), e, pautando-se nas lições
antes expostas, precisamente sobre as disposições referente
ao cumprimento de sentença e honorários advocatícios, e esta
por ser omissa no capítulo próprio, mas com fundamento na
jurisprudência do STJ que admite a fixação de honorários
nesta fase processual de execução, impõe-se, também, sua
arbitragem no rito sumaríssimo dos juizados especiais.

LAVRAS DA MANGABEIRA/CE - Rua Major Ildefonso, 266, Sala 01, Centro. Telefones: 88-3536-2473 e 88-99147140 7
DO PEDIDO

Pelo exposto REQUER:

1- Seja determinado a penhora on-line em


relação a possíveis recursos financeiros depositados em conta
bancária de titularidade do Executado, OUROCARD VISA
(BRASILCAP CAPITALIZAÇÃO S.A), CNPJ Nº 15.138.043/0001-05, para
pagamento da quantia devida em favor do Exequente FRANCIMAR
GONÇALVES DE BARROS, CPF nº 246.668.583-34, devidamente

atualizada, no valor atual de R$ 8.647,36 (oito mil


seiscentos e quarenta e sete reais e trinta e seis centavos),
calculado já com os devidos acréscimos de juros legais, multa
do 475-J do CPC, correção monetária, e o valor correspondente
aos danos materiais, tudo conforme decidido em Sentença;

2- Considerando que a executada não pagou


voluntariamente o valor devido, fazendo-se necessário a
propositura da presente ação executória (cumprimento de
sentença), requer de Vossa Excelência a condenação da
executada em honorários advocatícios no percentual de 20%
sobre o valor da execução, equivalente hoje a R$ 1.729,47 (um
mil setecentos e vinte e nove reais e quarenta e sete
centavos), em favor do advogado constituído Dr. JOSÉ CÍCERO
RICARTE VIEIRA, CPF nº 559.139.973-87, “segundo dispõe o
art. 52, caput e IV, c/c 55, parágrafo único, Lei nº
9.099/95 (aplicação subsidiária do CPC nas execuções de
sentença e possibilidade de cobrança de honorários devido a
não vedação legal) c/c art. 20, §4º, CPC (determina a
fixação de honorários nas execuções), e em conformidade com

LAVRAS DA MANGABEIRA/CE - Rua Major Ildefonso, 266, Sala 01, Centro. Telefones: 88-3536-2473 e 88-99147140 8
o entendimento jurisprudencial pacífico do Superior Tribunal
de Justiça;”

3- A continuidade da Execução/cumprimento de
Sentença nos seus demais termos legais, dispensando-se
audiência de conciliação, considerando está devidamente
comprovado a inviabilidade desta, pela total falta de
interesse do Executado em cumprir com suas obrigações legais.

Nestes Termos,

Pede Deferimento.

Lavras da Mangabeira/CE, 16 de setembro de


2014

Dr. José Cícero Ricarte Vieira


OAB-CE 16429

LAVRAS DA MANGABEIRA/CE - Rua Major Ildefonso, 266, Sala 01, Centro. Telefones: 88-3536-2473 e 88-99147140 9
PLANILHA DE ATUALIZAÇÃO DE CÁLCULO

PROCESSO Nº 045.2012.936.366-4

CORREÇÃO MONETÁRIA (dd/mm/aaaa) RESULTADO DO CALCULO (em Real)


Data Inicial....: 20/09/2012 Total R$ 8.647,36
Data Término.: 16/09/2014 Índices: INPC

PRINCIPAL R$ PRINCIPAL (atualizado em Real)


Valor............: 5619,89 Valor R$ 6.339,71

ACESSÓRIOS ACESSÓRIOS (atualizado em Real)


1
Juros (am).....: % Valor dos Juros R$ 1.521,53
10
Multa Art. 475-J, CPC..........: % Valor da Multa R$ 786,12

Valor atualizado da execução/cumprimento de sentença: R$ 8.647,36 (oito mil seiscentos e


quarenta e sete reais e trinta e seis centavos).

Valor dos honorários advocatícios requeridos na presente execução/cumprimento de


Sentença: R$ 1.729,47 (um mil setecentos e vinte e nove reais e quarenta e sete centavos).

Lavras da Mangabeira/CE, 16 de setembro de 2014

José Cícero Ricarte Vieira


OAB/CE 16429

LAVRAS DA MANGABEIRA/CE - Rua Major Ildefonso, 266, Sala 01, Centro. Telefones: 88-3536-2473 e 88-99147140 10