Você está na página 1de 14

Inflamação

Crônica
Inflamação crônica

Definição: inflamação com duração prolongada com

ocorrência simultânea de:

• Inflamação ativa

• Destruição tecidual

• Tentativas de reparo (angiogênese e fibrose)

• Pode ter início insidioso


Inflamação crônica
Causas

•Exposição prolongada a agentes tóxicos endógenos

Ex.: Aterosclerose

•Exposição prolongada a agentes tóxicos exógenos

Ex.: Silicose

•Doenças autoimunes
Inflamação crônica

Infiltrado mononuclear

– Inflamação aguda: migração de células mononucleares (48h)

– Nos tecidos: macrófagos

– Dependente de medidores químicos


Inflamação crônica
Infiltrado mononuclear

Acúmulo de macrófagos

1. Recrutamento contínuo
de monócitos
2. Proliferação local de
macrófagos
3. Imobilização de
macrófagos
Inflamação crônica

Características de Infiltrado mononuclear

macrófagos ativados

• Aumento do tamanho celular


• Aumento de enzimas lisossômicas
• Metabolismo mais ativo
• Maior capacidade fagocítica

http://www.proneuron.com/Therapies/MacrophageSCI.html
Inflamação crônica

Mecanismos da ativação de macrófagos


 Citocinas (linfócitos T sensibilizados)
 Endotoxinas bacterianas (LPS)
 Fibronectina
Inflamação crônica
Infiltrado mononuclear
Lesão tecidual
1. Células (NO, metabólitos do
oxigênio)
2. Matriz extracelular (proteases)
3. Influxo de mais células
inflamatórias (citocinas,
quimiocinas)
4. Proliferação de fibroblastos,
depósitos de colágeno e
angiogênese
Inflamação crônica

Outras células na inflamação

crônica

• Linfócitos

• Mastócitos

• Eosinófilos (parasitas e

alergias)
Inflamação Crônica Granulomatosa

• Definição: padrão distinto da resposta inflamatória crônica no

qual predomina o macrófago ativado do tipo epitelióide

• Granulomas: área focal de inflamação granulomatosa constituída de

agregado de macrófagos ativados – epitelióides,

http://www-medlib.med.utah.edu
Inflamação crônica granulomatosa

Tipos de granulomas (de acordo com a patogênese)

- Corpo estranho- grande demais para ser fagocitado (talco, sutura)

*Material no centro do granuloma

Material de sutura
http://www-medlib.med.utah.edu
Inflamação crônica granulomatosa
•Tipos de granulomas

-Imunes:
agentes capazes de causar resposta imune celular
Inflamação crônica
granulomatosa

 Célula gigante: fusão de células epitelióides


•Fusão com grande massa citoplasmática e vários núcleos
arranjados perifericamente ou aleatoriamente

- Células do tipo Langhans (perifericamente)


- Células do tipo Corpo Estranho
(aleatoriamente)
Inflamação crônica
Conclusões
Pode ter início insidioso ou ocorrer após a inflamação aguda

Ocorre por persistência de agentes infecciosos ou partículas


inertes

Predomínio de monócitos/macrófagos (presença de linfócitos,


mastócitos e eosinófilos)

Formação de granulomas (corpo estranho ou imunes)

Presença de células gigantes nos granulomas

Características: inflamação, lesão tecidual e tentativas de


reparo