Você está na página 1de 3

COMEÇANDO DO ZERO

Língua Portuguesa – Aula 07


Rodrigo Bezerra

Emprego dos tempos e modos verbais: (C) O especialista ativera-se à análise dos dados
II – MODO SUBJUNTIVO obtidos, para defender o programa de responsabili-
dade ambiental.
1. Presente (D) Proporam-se medidas de combate à degrada-
O presente do subjuntivo indica presente ou futuro, ção da floresta, porém os resultados danosos já
dependendo do conteúdo semântico do verbo: haviam se instalado em toda a área.
* É pena que elas estejam doentes (presente). (E) Se não fosse imediatamente interrompido o cor-
* Espero que eles venham (futuro). te das árvores, a região transformar-se-ia numa
extensa área desertificada.
2. Pretérito imperfeito do subjuntivo
O pretérito imperfeito do subjuntivo indica uma Já adulto pela covardia, eu fazia o 1 que todos fa-
ação simultânea ou futura em relação ao tempo do zemos, quando somos grandes, e há diante de nós
verbo da oração principal (que pode ser o pretérito sofrimentos e injustiças: não queria vê-los; subia
perfeito simples, o pretérito imperfeito ou o futuro do para soluçar lá no alto da casa, numa peça ao lado
pretérito do indicativo): da sala de estudos, sob os telhados, uma salinha
que cheirava a íris, também aromada por uma gro-
2. Pretérito imperfeito do subjuntivo selheira silvestre que crescia do lado de fora entre
* Duvidei que ele terminasse o trabalho. as pedras do muro e passava um ramo florido pela
* Eu queria que ela fosse logo. janela entreaberta.

5. Futuro do subjuntivo 4.(TJ/AL) A substituição da forma verbal “chei-


O futuro simples do subjuntivo indica eventualidade rava” (L.5) por cheirasse prejudicaria a correção
no futuro, sendo que o verbo da oração principal gramatical do texto.
pode estar no presente ou no futuro do presente do
indicativo: Dados do Cadastro Geral de Empregados e De-
* Posso levar o que quiser. sempregados (CAGED) divulgados ontem pelo Mi-
* Poderei levar o que quiser. nistério do Trabalho e Emprego (MTE) apontam
para a criação de 554 mil postos de trabalho com
01.(TRE/PR) “Há 40 anos, a mais célebre crítica carteira assinada no primeiro trimestre deste ano, o
de cinema dos Estados Unidos, Pauline Kael que representa recorde histórico para esse período.
(1919-2001), publicava seu artigo mais famoso.” A série de dados do CAGED tem início em 1992.
Considerado o acima transcrito, é correto afir-
mar: 5.(TRT/RJ) Na frase que se inicia por “A série”
(L.3), a substituição da forma verbal no presente
(E) A forma verbal publicava foi empregada para pela forma correspondente no pretérito perfeito
denotar uma ação passada habitual ou repetida. alteraria o sentido do texto.

02.(TCE/SP) “Isso talvez nos explique por que os


gregos, estes que teriam inventado a democra-
cia ocidental com seus valores, na verdade, le-
garam-nos apenas um valor fundamental: a sus-
peita de si.
Considerada a frase acima, em seu contexto, o
ÚNICO comentário que o texto NÃO legitima é o
seguinte:

(B) A forma verbal “explique” é exigida por estar


presente no enunciado uma ideia de possibilidade,
não de certeza.

03. (FCC) A forma verbal que, além de correta-


mente flexionada, indica fato passado anterior a
outro, também passado, está grifada na frase:

(A) Para que se precavissem os efeitos prejudiciais


ao meio ambiente, interromperam-se as queimadas
na região.

www.cers.com.br 1
COMEÇANDO DO ZERO
Língua Portuguesa – Aula 07
Rodrigo Bezerra

Correlações/articulações entre tempos e modos verbais que indicam duração, continuação, progres-
verbais (exemplos): são.
1. Sempre haverá quem preferirá ter-se omitido
diante da violência de que venha a ser vítima. * Já vem chegando o inverno com seu frio, suas
2. Houve sempre quem preferisse omitir-se diante chuvas.
da violência de que tivesse sido vítima.
3. Há sempre quem prefere se omitir diante da vio- e) Verbo auxiliar "DEVER" mais INFINITIVO 
lência de que venha a ser vítima. formação de locução verbal que indica necessidade,
4. Havia sempre quem preferia se omitir diante da obrigação.
violência de que foi vítima. * " O almirante não deve falar assim... A pátria está
5. Sempre há quem prefere se omitir diante da vio- logo abaixo da humanidade." (Lima Barreto)
lência de que venha a ser vítima.
f) Verbo auxiliar IR mais GERÚNDIO  formação
Correlações/articulações entre tempos e modos de locução verbal que indica uma ação em decurso,
verbais (corrija as estruturas abaixo): em ocorrência, em desenvolvimento gradual.

1. A pesquisa de Johnson analisou um fenômeno * " Meu coração é um almirante louco


que constituísse uma verdadeira obsessão que ca- que abandonou a profissão do mar
racterize o homem moderno: o fascínio pela TV. e que a vai relembrando pouco a pouco
2. Se não variassem de cultura para cultura, as re- em casa a passear, a passear ..."
gras de convívio terão alcançado, efetivamente, a (Fernando Pessoa)
chamada validade universal.
3. Sugere-se, nessa pesquisa, que o fato de nos Classificação morfológica dos verbos
aprisionarmos em nossa sala de TV fosse o respon- Quanto à terminação
sável pela nossa predisposição a que cometêramos Os verbos podem ser:
atos violentos. 1ª CONJUGAÇÃO  ar
4. Se de fato viéssemos a nos contentar com o que 2ª CONJUGAÇÃO  er
somos, as inúmeras janelas abertas pela TV não 3ª CONJUGAÇÃO  ir
terão a mesma força de atração que as pesquisas
demonstrassem. Quanto à flexão ou à conjugação

LOCUÇÕES VERBAIS Os verbos podem ser REGULARES, IRREGULA-


RES, DEFECTIVOS, ABUNDANTES e PRONOMI-
Também chamadas de "perífrases verbais", as NAIS.
locuções verbais servem para denotar ideias aces-
sórias da ação verbal, frequentemente não contem- 1) Verbo regular é aquele cujo tema permanece
pladas pelos tempos simples e compostos. invariável.
a) Verbo auxiliar SER mais o PARTICÍPIO  for- Classificação morfológica dos verbos
mação de locuções verbais da voz passiva de 2) Verbo irregular é aquele que não segue o para-
ação; digma regular de sua conjugação.
* Eles foram atacados por várias abelhas enquanto 3) Verbo defectivo é aquele que não apresenta
caminhavam pela fazenda. todos os modos, tempos ou pessoas próprios dos
verbos.
b) Verbo auxiliar TER mais preposição DE mais 4) Verbo abundante é aquele que apresenta mais
INFINITIVO  formação de locução verbal que de uma forma de conjugação para certos tempos,
denota "obrigação, compromisso, fato infalível". modos ou pessoas.
* O Brasil tem de ser um país menos desigual. 5. Verbo pronominal é aquele que só é conjugado
com o auxilio de um pronome pessoal oblíquo, áto-
c) Verbos auxiliares "COMEÇAR A, ENTRAR A, no.
PASSAR A" mais INFINITIVO  formação de lo-
cuções verbais que indicam momento inicial de uma Classificação morfológica dos verbos
ação. Quanto à função
Os verbos são classificados em AUXILIARES e
* O trem começou a partir, e todos, emocionados, PRINCIPAIS.
despediam-se dos soldados.
1. Verbo auxiliar é aquele que, empregado ao lado
d) Verbos auxiliares "ANDAR, ESTAR, FICAR, IR, de uma forma nominal do verbo (infinitivo, gerúndio
VIR" mais GERÚNDIO  formação de locuções

www.cers.com.br 2
COMEÇANDO DO ZERO
Língua Portuguesa – Aula 07
Rodrigo Bezerra

ou particípio), formará as locuções verbais e os


tempos compostos.

Classificação morfológica dos verbos


Quanto à função

2. Verbo principal é, como o próprio nome já o diz,


aquele de significação plena e que funciona como
núcleo de uma oração.

Classificação morfológica dos verbos


Quanto à formação
Os verbos são classificados em PRIMITIVOS e DE-
RIVADOS.
1. Verbo primitivo é aquele que não foi formado
por nenhum outro verbo pré-existente.
2. Verbo derivado é aquele que foi formado a partir
de outro verbo pré-existente.

PARADIGMAS ESPECIAIS PARA A CONJUGA-


ÇÃO VERBAL

Conjugação de verbos derivados

Regra:
A conjugação do verbo derivado segue a conju-
gação do seu verbo primitivo.

Ex.:
TER  deter, reter, entreter, ater-se etc.
PÔR  compor, interpor, supor, apor etc.

Conjugação dos verbos terminados nos hiatos -


air  sair, cair, abstrair
-oer  roer, moer, doer
-uir  possuir, constituir, restituir
Regra:
A 3ª pessoa do singular do presente do indicati-
vo apresenta a desinência “i” e jamais “e”.

www.cers.com.br 3