Você está na página 1de 20

Data Revisão

RIGAVA 19/09/2013 00
Engenharia e Automação Plano de Comissionamento Elétrico Código
Industrial Ltda.
Pág. 1 - 20

Controle de Alterações

Revisão Data Página Descrição Responsável


00 20/09/13 Todas Emissão inicial A.C. Lacerda

ANÁLISE DO CLIENTE

A Aprovado sem comentários.


B Aprovado com comentários.
C Pendente com comentários.
D Reprovado

Nome: Aprov.:

Comentários do Cliente:

Jorge Montsutsumi Santos Pedro Donizeti Mari


Assistência Técnica Gerente da Assitência Técnica

Caldeira AMD-100-9GI
Data Revisão
RIGAVA 19/09/2013 00
Engenharia e Automação Plano de Comissionamento Elétrico Código
Industrial Ltda.
Pág. 2 - 20

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO ................................................................................................................................................... 3
1.1. CONCEITO DE COMPLETIONS E RESPONSABILIDADES .............................................................................................. 3
1.2. RESPONSABILIDADES................................................................................................................................................... 3
2. OBJETIVO ........................................................................................................................................................... 4
3. LIMITES DO FORNECIMENTO ................................................................................................................... 4
4. PLANO DE COMISSIONAMENTO .............................................................................................................. 5
4.1. ATIVIDADES DE CONSTRUÇÃO E MONTAGEM.......................................................................................................... 5
4.2. PRÉ-COMISSIONAMENTO ........................................................................................................................................... 6
4.3. PROCEDIMENTOS DO PRÉ-COMISSIONAMENTO ...................................................................................................... 7
4.4. RECURSOS MATERIAIS E HUMANOS DO PRÉ-COMISSIONAMENTO ....................................................................... 8
4.5. COMISSIONAMENTO A FRIO ...................................................................................................................................... 8
4.6. PROCEDIMENTOS DO COMISSIONAMENTO A FRIO................................................................................................ 10
4.7. RECURSOS MATERIAIS E HUMANOS DO COMISSIONAMENTO A FRIO ................................................................ 10
4.8 COMISSIONAMENTO A QUENTE E APOIO AO START-UP ......................................................................................... 11
4.9. PROCEDIMENTOS DO COMISSIONAMENTO A QUENTE .......................................................................................... 12
4.10. RECURSOS MATERIAIS E HUMANOS DO COMISSIONAMENTO A QUENTE......................................................... 12
5. CRONOGRAMA DO PLANO DE COMISSIONAMENTO ELÉTRICO .............................................. 12
6. ANEXOS ............................................................................................................................................................. 13

Caldeira AMD-100-9GI
Data Revisão
RIGAVA 19/09/2013 00
Engenharia e Automação Plano de Comissionamento Elétrico Código
Industrial Ltda.
Pág. 3 - 20

1. INTRODUÇÃO

1.1. Conceito de Completions e Responsabilidades

COMPLETIONS: Refere-se à metodologia de condução de um fluxo genérico de


atividades organizadas e estruturadas em fases (estágios) com autoridades definidas e
com responsabilidades atribuídas para garantir as transições entre as fases, aprovando
os certificados determinados e garantindo a integridade das informações, integridade
física dos sistemas e segurança.
O sistema garante a rastreabilidade das atividades concluídas, com o registro e
armazenamento de informações de forma transparente e segura para todas as áreas
envolvidas no processo com gestão e controle do coordenador de Completions.
Fases do Sistema: Construção e Montagem, Pré-comissionamento,
Comissionamento ( frio e quente), Start-up. Para a execução das atividades nas fases
são determinadas as seguintes autoridades:
Montagem e Instalação - Autoridade de Montagem e Instalação;
Pré-comissionamento – Autoridade de Montagem e Instalação;
Comissionamento – Autoridade de Montagem e Instalação;
Start-up – Autoridade para o acompanhamento do Start-up;.

1.2. Responsabilidades

Gestor de Completions: responsável pela administração, planejamento e


coordenação do sistema, acompanhando de forma direta as transições entre as fases.
Controle e gestão das atividades relacionadas, relacionamento com as autoridades das
fases, orientação e programação em conjunto com engenheiro de comissionamento para
desenvolvimento das atividades. É, também, o responsável pela administração do
Sistema Forship.
Engenheiro de Comissionamento: responsável por acompanhar as atividades
de pré-comissionamento, comissionamento e acompanhamento do start-up, mantendo
relacionamento entre o coordenador de completions e fornecedor do sistema.
Autoridade de Montagem e Instalação: Gerenciar e coordenar as atividades
de montagem, instalação e atividades de pré-comissionamento junto ao fornecedor do
sistema e coordenador de completions. Na transição de fase de pré-comissionamento
para comissionamento é o responsável por resolver as pendencias indicadas e transferir
o sistema em condições de integridade física e segurança para sequencia no processo de
completions.
Caldeira AMD-100-9GI
Data Revisão
RIGAVA 19/09/2013 00
Engenharia e Automação Plano de Comissionamento Elétrico Código
Industrial Ltda.
Pág. 4 - 20

Autoridade de comissionamento: Gerenciar e coordenar as atividades de


comissionamento (frio e quente) junto ao fornecedor do sistema e coordenador de
completions. Na transição de fase de comissionamento para start-up é o responsável por
resolver as pendencias indicadas e transferir o sistema em condições de funcionamento
para sequencia no processo de completions.
Autoridade de Acompanhamento do Start-up: Oferecer suporte ao
coordenador das atividades de start-up junto ao fornecedor do sistema e coordenador de
completions. Na Transição de fase de start-up para operações é o responsável por
resolver as pendencias indicadas e transferir o sistema em condições de operação para
sequencia no processo de completions.
Autoridade de Operações: Validar as condições operacionais do sistema e fazer
aceite do sistema junto ao fornecedor e coordenador de completions.

2. OBJETIVO

O presente documento visa estabelecer o processo e requisitos para execução de


atividades de pré-comissionamento, comissionamento e acompanhamento de start-up
das instalações elétricas da Caldeira AMD-100-9GI pela RIGAVA Engenharia e
Automação Industrial Ltda. para BP Biocombustíveis Brasil através da Proposta Técnica –
RIG 13.331 - Técnica Consolidada.

3. LIMITES DO FORNECIMENTO

Os limites do fornecimento estão relacionados a seguir


• Projeto das instalações elétricas que contempla a distribuição motriz,
controle, iluminação e lista dos materiais;
• Fornecimento dos materiais que serão aplicados nas instalações elétricas de
acordo com o projeto;
• Execução das instalações elétricas composta da infraestrutura, cabeamento e
as ligações nos CCM’s/Painéis/QDL e equipamentos elétricos. Está definido
como infraestrutura os suportes, eletrocalhas, leitos, eletrodutos, eletrodos
flexíveis, terminações de acabamentos de dutos, curvas e caixas de
passagens. O cabeamento compreende motores, controle, iluminação e
tomadas.

Caldeira AMD-100-9GI
Data Revisão
RIGAVA 19/09/2013 00
Engenharia e Automação Plano de Comissionamento Elétrico Código
Industrial Ltda.
Pág. 5 - 20

Cabe ressaltar que está excluso do fornecimento:

• Projeto, execução, fornecimento de instrumentação, automação e Ar


comprimido;
• Projeto e execução do Sistema de CFTV da Caldeira;
• Movimentação de equipamentos eletromecânicos como: motores, moto-
bombas, painéis de controle de motores (CCM), painéis de média tensão e
painéis de CLP.

4. PLANO DE COMISSIONAMENTO

4.1. Atividades de Construção e Montagem

As atividades de Montagem e Instalação Elétrica são compostas da aplicação de


componentes elétricos com a finalidade de integrar ao sistema de geração de vapor. A
Tabela 1 descreverá esses sistemas e os Critérios de Aceitação.

4.1.1. ESTRUTURA DE SUSTENTAÇÃO CRITÉRIO DE ACEITAÇÃO

4.1.1.1. Força Motriz e Comando

Confecção dos suportes Conforme Projeto

Conforme Critérios do Projeto Elétrico, doc.


Pintura de suportes CH2M 436433-EL-00000-110-001

Fixação dos suportes Conforme Projeto e Detalhes

Montagem dos leitos, eletrocalhas e


Conforme Projeto e Detalhe.
eletrodutos.
Lançamentos dos cabos elétricos de
Conforme Projeto.
potência e controle

Arranjo dos cabos Conforme norma NBR-5410

Ligação dos motores e botoeiras no campo


Conforme projeto e diagrama unifilar
e painel

4.1.1.2. Iluminação

Confecção dos suportes Conforme Projeto

Conforme Critérios do Projeto Elétrico, doc.


Pintura de suportes
CH2M 436433-EL-00000-110-001

Caldeira AMD-100-9GI
Data Revisão
RIGAVA 19/09/2013 00
Engenharia e Automação Plano de Comissionamento Elétrico Código
Industrial Ltda.
Pág. 6 - 20

4.1.1. ESTRUTURA DE SUSTENTAÇÃO CRITÉRIO DE ACEITAÇÃO

Fixação dos suportes Conforme Projeto e Detalhes

Montagem dos eletrodutos Conforme Projeto e Detalhes

Posicionamento das luminárias Conforme Projeto

Cabeamento de acordo com os circuitos Conforme Projeto e Diagrama

Ligação dos pontos de iluminação Conforme Projeto


Tabela 1: Plano de Construção e Montagem.

4.2. Pré-comissionamento

A fase de Pré-Comissionamento exige que a todos os itens propostos na Atividade


de Construção e Montagem, Tabela 1, estejam concluídos para as inspeções que
atendam aos critérios visuais, dimensionais e a elaboração do relatório de inspeção
conforme check-list, formulário do Anexo A.

Na Tabela 2, abaixo, está apresentado os itens comissionáveis.

4.2.1. MONTAGEM E INSTALAÇÃO


CRITÉRIO DE ACEITAÇÃO
ELÉTRICA

4.2.1.1. Força Motriz e Comando

• Visual;
Confecção dos suportes • Dimensional;
• Relatório de Inspeção
• Visual;
Pintura de suportes • Dimensional;
• Relatório de Inspeção
• Visual;
Fixação dos suportes • Dimensional;
• Relatório de Inspeção
• Visual;
Montagem dos leitos, eletrocalhas e
• Dimensional;
eletrodutos.
• Relatório de Inspeção
• Visual;
Lançamentos dos cabos elétricos de
• Dimensional;
potência e controle
• Relatório de Inspeção
• Visual;
Arranjo dos cabos • Dimensional;
• Relatório de Inspeção
Ligação dos motores e botoeiras no campo • Visual;
e painel • Dimensional;

Caldeira AMD-100-9GI
Data Revisão
RIGAVA 19/09/2013 00
Engenharia e Automação Plano de Comissionamento Elétrico Código
Industrial Ltda.
Pág. 7 - 20

4.2.1. MONTAGEM E INSTALAÇÃO


CRITÉRIO DE ACEITAÇÃO
ELÉTRICA
• Relatório de Inspeção

4.2.1.2. Iluminação

• Visual;
Confecção dos suportes • Dimensional;
• Relatório de Inspeção
• Visual;
Pintura de suportes • Dimensional;
• Relatório de Inspeção
• Visual;
Fixação dos suportes • Dimensional;
• Relatório de Inspeção
• Visual;
Montagem dos eletrodutos • Dimensional;
• Relatório de Inspeção
• Visual;
Posicionamento das luminárias • Dimensional;
• Relatório de Inspeção
• Visual;
Cabeamento de acordo com os circuitos • Dimensional;
• Relatório de Inspeção
• Visual;
Ligação dos pontos de iluminação • Dimensional;
• Relatório de Inspeção
Tabela 2: Pré comissionamento.

4.3. Procedimentos do Pré-Comissionamento


Os procedimentos pertinentes a essa etapa, onde os critérios de aceitação têm como
base o visual e o dimensional, seguirão o exposto abaixo:
• Projeto de Elétrica fundamentado no documento CH2M nº. 436433-EL-00000-
110-001 e aprovado pelo cliente;
• Emissão do Relatório de Inspeção orientado pelo Check-List, conforme Anexo
A.

Caldeira AMD-100-9GI
Data Revisão
RIGAVA 19/09/2013 00
Engenharia e Automação Plano de Comissionamento Elétrico Código
Industrial Ltda.
Pág. 8 - 20

4.4. Recursos Materiais e Humanos do Pré-Comissionamento


Nessa etapa de comissionamento não existe o emprego de recursos materiais e o
recurso humano será executado pelo Supervisor e o Técnico.

Recurso Material
Recurso Material Rigava Recurso Humano
BP
• Supervisão de
Verificação
montagem e
da
instalação
Montagem
• Nenhum • Nenhum. RIGAVA;
e
• Técnico;
Instalação
• Supervisão Cliente
Elétrica
(BP).
Tabela 3: Recursos para o pré comissionamento.

4.5. Comissionamento a Frio


Os sistemas descritos na Tabela 2, apresentado nos Critérios de Aceitações como:
“Dimensional, Visual e Relatórios de Inspeção”, não dão continuidade durante o
Comissionamento a Frio, ou seja, serão consideradas como atividades finalizadas.
Na Tabela 4 são apresentados os itens comissionáveis e critérios de aceitação para
cada atividade. Essas atividades se complementarão no Anexo B como Check-List do
Comissionamento a Frio.

4.5.1. MONTAGEM E INSTALAÇÃO


CRITÉRIO DE ACEITAÇÃO
ELÉTRICA
4.5.1.1. QDL- Quadro de Luz

Pintura, placa de identificação, fecho e Verificação com base no projeto e


borracha de vedação da porta. descritivo de fornecimento.
Identificação dos componentes internos, Projeto e normas NBR-5410, NBR IEC
segurança 60439 e NR-10
Componentes de Medição: Voltímetro/ Verificação com base no projeto e
Amperímetro descritivo de fornecimento.
Verificação com base no projeto e
Cabeamento e interligações internas
descritivo de fornecimento
Esse teste é operado com emprego do
Teste de isolação megôhmetro, antecede a aplicação de
tensão e será repetido após ela.
Teste de Tensão Aplicada Aplicar tensão de 1 kV por 3 minutos
Teste com Baixa-Tensão Aplicação da tensão de trabalho
Verificação da atuação dos relés de controle
Teste do Comando “Automático Manual”
nas posições dos comandos estabelecidos
4.5.1.2. Motor de Média Tensão 4,6 kV
Verificação da placa do motor em confronto
Identificação da instalação com as especificações técnicas, circuito
correspondente no CCM
Verificação com base nos dispostos do
Cabeamento de potência e controle
projeto de distribuição e diagrama unifilar
Caldeira AMD-100-9GI
Data Revisão
RIGAVA 19/09/2013 00
Engenharia e Automação Plano de Comissionamento Elétrico Código
Industrial Ltda.
Pág. 9 - 20

4.5.1. MONTAGEM E INSTALAÇÃO


CRITÉRIO DE ACEITAÇÃO
ELÉTRICA
Esse teste é operado com emprego do
Teste de isolação megôhmetro, antecede a aplicação de
tensão e será repetido após ela.
Aplicação de tensão de 15 kV por 1 minuto
Teste de Tensão Aplicada no motor e com emprego do Hipot na sequência: Motor
cabeamento e Cabeamento isolados, depois
motor/cabos ligados.
4.5.1.3. Motor de Baixa Tensão 380 V
Verificação da placa do motor em confronto
Identificação da instalação com as especificações técnicas, circuito
correspondente no CCM
Verificação com base nos dispostos do
Cabeamento de potência e controle
projeto de distribuição e diagrama unifilar
Esse teste é operado com emprego do
Teste de isolação megôhmetro, antecede a aplicação de
tensão e será repetido após ela
Aplicação de tensão de 1 kV por 3 minutos
Teste de Tensão Aplicada no motor e com emprego do Megôhmetro na
cabeamento sequência: Motor e Cabeamento isolados,
depois motor/cabos ligados.
4.5.1.4. Luminária
Verificação da montagem observando:
Suporte e Instalação altura, acesso à manutenção, obstáculos
adjacentes e conexões dos cabos internos
Verificação da tensão, fator de potência,
aplicação para o tipo e potencia da
Componentes elétricos: reator e lâmpada
lâmpada. Na verificação da lâmpada,
confrontar com o projeto
Verificação da vedação, entradas e saídas
Equipamento instalado de dutos ou cabeamentos, grau de proteção
conforme especificação técnica
Esse teste é operado com emprego do
Teste de isolação
megôhmetro
Tabela 4: Comissionamento a frio.

Caldeira AMD-100-9GI
Data Revisão
RIGAVA 19/09/2013 00
Engenharia e Automação Plano de Comissionamento Elétrico Código
Industrial Ltda.
Pág. 10 - 20

4.6. Procedimentos do Comissionamento a Frio

Nos itens a seguir estão descritos os procedimentos desta etapa:

• Ter disponível os instrumentos, aferidos e certificados para os testes de


isolação, tensão aplicada para baixa tensão e específico para média tensão;
• Balizamentos para limitação e isolamento das áreas onde os equipamentos
elétricos estão sob testes de tensão;
• Diagramas e listas de plaquetas de identificação dos circuitos de iluminação;
• Desenhos com detalhes construtivos dos suportes;
• Listas de onde contemplam as ligações entre equipamento elétrico e painel de
alimentação/distribuição, integrando o sistema de potência e controle. Esse
documento é parte do projeto e estará com a denominação de: INTERLIGAÇÃO
“DE – PARA”.
• Emissão do Relatório de Inspeção orientado pelo Check-List, conforme Anexo B

4.7. Recursos Materiais e Humanos do Comissionamento a Frio

Na Tabela 5 apresentamos os recursos materiais e humano para o


comissionamento a frio .

Recurso Material
Recurso Material BP Recurso Humano
RIGAVA
• Supervisor de
montagem;
Teste isolação e
• Técnico;
aplicação de tensão Megôhometro- -
• Eletricista FC;
para a Baixa Tensão
• Supervisão do
Cliente (BP).
• Supervisor de
montagem;
Aplicação de Tensão • Técnico;
Hipot -
para Média Tensão • Eletricista FC;
• Supervisão do
Cliente (BP).
• Supervisor de
montagem;
Teste de continuidade
• Técnico;
do cabeamento de Ohmímetro -
• Eletricista FC;
Controle
Supervisão do
Cliente (BP).
Tabela 5: Recursos para o Comissionamento a Frio.

Caldeira AMD-100-9GI
Data Revisão
RIGAVA 19/09/2013 00
Engenharia e Automação Plano de Comissionamento Elétrico Código
Industrial Ltda.
Pág. 11 - 20

4.8 Comissionamento a Quente e apoio ao Start-up

Nessa etapa, os itens comissionáveis interagirão com os demais sistemas que


podem ou não fazer parte do escopo RIGAVA.
O start-up, também não faz parte do escopo de fornecimento da RIGAVA, mas
será destacado o Supervisor de Montagem para apoio ao responsável, indicado pelo
cliente, com atribuição para os procedimentos exigidos e emissão do relatório, Check-
List.
Na Tabela 6 são apresentados os itens comissionáveis e critérios de aceitação para
cada atividade. Essas atividades se complementarão no Anexo C como Check-List do
Comissionamento a Quente

4.8.1. MONTAGEM E INSTALAÇÃO


CRITÉRIO DE ACEITAÇÃO
ELÉTRICA
4.8.1.1. Quadro de Luz
Verificação das luminárias acesas,
Energização presença de tensão nas tomadas,
distribuição dos circuitos.
4.8.1.2. Motor de Média Tensão

Energização Verificação do sentido de giro

4.8.1.3. Motor de Baixa Tensão

Energização Verificação do sentido de giro

4.8.1.4. Luminárias
Verificação através da medição com o
Medição do fluxo luminoso emprego de luxímetro e informações do
nível de iluminância conforme NBR-5413
Verificação através da medição com o
emprego de Alicate Amperímetro e a
Medição momentânea da corrente
comparação com as informações técnicas
da na especificação da luminária
Verificação através da medição com o
emprego de Voltímetro para constatação
Medição momentânea da tensão
da queda de tensão em comparação com
as exigidas na NBR-5410
Tabela 6: Comissionamento a quente.

Caldeira AMD-100-9GI
Data Revisão
RIGAVA 19/09/2013 00
Engenharia e Automação Plano de Comissionamento Elétrico Código
Industrial Ltda.
Pág. 12 - 20

4.9. Procedimentos do Comissionamento a Quente

Nos itens a seguir estão descritos os procedimentos desta etapa:

• Ter disponível os instrumentos, aferidos e certificados para os testes de tensão,


corrente e verificação do nível de iluminância;
• Projetos e memoriais para conferir as adequações dos parâmetros medidos;
• Emissão do Relatório de Inspeção orientado pelo Check-List, conforme Anexo C

4.10. Recursos Materiais e Humanos do Comissionamento a Quente

RECURSO MATERIAL RECURSO HUMANO


• Supervisão de montagem;
Fluxo luminoso • Luxímetro; • Técnico;
• Supervisor do Cliente (BP)
• Supervisão de montagem;
Medição de Corrente e Tensão • Multímetro; • Técnico;
• Supervisor do Cliente (BP).
Tabela 7: Recursos para o Comissionamento a Quente.

5. CRONOGRAMA DO PLANO DE COMISSIONAMENTO ELÉTRICO

Conforme Anexo D. Fase de construção.

Caldeira AMD-100-9GI
Data Revisão
RIGAVA 19/09/2013 00
Engenharia e Automação Plano de Comissionamento Elétrico Código
Industrial Ltda.
Pág. 13 - 20

6. ANEXOS

ANEXO A – Check List – Pré Comissionamento

ANEXO B – Check List – Comissionamento a Frio

ANEXO C – Check List – Comissionamento a Quente

ANEXO D – Check List – Cronograma do Plano de Comissionamento Elétrica

Caldeira AMD-100-9GI
Data Revisão
RIGAVA 31/07/2013 00
Engenharia e Automação Plano de Comissionamento Elétrico
Industrial Ltda. Código Pág. 14 - 20

ANEXO A – Check List – Pré Comissionamento

Número do Documento Data do Documento Itens Inspecionados

Check List para Pré Comissionamento.

1. Força Motriz e
Comando
1.1.Confecção dos Critério de Aceitação Ferramentas Ade- Conforme Projeto e Perfil Adequado Cordão de Solda Responsável
suportes quadas (s/n) Detalhes (s/n) (s/n) Adequado (s/n)
• Verificar solda e es-
quadrejamento

1.2. Pintura de su- Ferramentas Ade- Conforme Padrão do Uso do Zarcão (s/n) Tinta Apropriada Responsável
portes Critério de Aceitação quadas (s/n) Cliente (s/n) (s/n)

• Verificar uniformidade

1.3. Fixação dos su- Ferramentas Ade- Conforme Projeto e Cordão de Solda Responsável
portes Critério de Aceitação quadas (s/n) Detalhes (s/n) Adequado (s/n)

• Verificar solda e
distribuição

1.4. Montagem dos Ferramentas Ade- Conforme Projeto e Fixação Conforme


Responsável
leitos, eletrocalhas e Critério de Aceitação quadas (s/n) Detalhes (s/n) Projeto (s/n)
eletrodutos
• Verificar
alinhamentos (nível e
prumo)

1.5. Lançamentos dos Número de Pesso- Arrumação Conforme Amarração dos Cabos Danos aos Cabos Responsável
cabos elétricos de Critério de Aceitação as Adequada (s/n) NBR-5410 (s/n) nas Curvas e Retas (s/n)
potência e controle dos Leitos (s/n)
• Verificar arrumação
dos cabos

Caldeira AMD-100-9GI
Data Revisão
RIGAVA 31/07/2013 00
Engenharia e Automação Plano de Comissionamento Elétrico
Industrial Ltda. Código Pág. 15 - 20

1.6. Ligação dos mo- Ferramentas Ade- Conforme Projeto e Conforme Norma NR-
Tag (s/n) Responsável
tores e botoeiras no Critério de Aceitação quadas (s/n) Diagrama (s/n) 10 (s/n)
campo e painel
• Verificar terminação,
isolação e
identificação

2.Iluminação

2.1 Confecção dos Critério de Aceitação Ferramentas Ade- Conforme Projeto e Viga Adequada (s/n) Cordão de Solda Responsável
suportes quadas (s/n) Detalhes (s/n) Adequado (s/n)
• Verificar solda e es-
quadrejamento

2.2 Pintura de supor- Ferramentas Ade- Cor Conforme Padrão Uso do Zarcão (s/n) Tinta Apropriada Responsável
tes Critério de Aceitação quadas (s/n) do Cliente (s/n) (s/n)

• Verificar uniformidade

2.3 Fixação dos su- Ferramentas Ade- Conforme Projeto e Cordão de Solda Responsável
portes Critério de Aceitação quadas (s/n) Detalhes (s/n) Adequado (s/n)

• Verificar solda e
distribuição

2.4 Montagem dos Ferramentas Ade- Conforme Projeto e Fixação Conforme Responsável
eletrodutos Critério de Aceitação quadas (s/n) Detalhes (s/n) Projeto (s/n)

• Verificar
alinhamentos (nível e
prumo)

2.5 Posicionamento Critério de Tag (s/n) Conforme Projeto e Verificar Fixação Responsável
das luminárias Aceitação Detalhes (s/n) Conforme Projeto
(s/n)
Verificar altura e foco

Caldeira AMD-100-9GI
Data Revisão
RIGAVA 31/07/2013 00
Engenharia e Automação Plano de Comissionamento Elétrico
Industrial Ltda. Código Pág. 16 - 20

2.6 Cabeamento de Conforme Projeto e


Critério de Aceitação Tag (s/n) Responsável
acordo com os circui- Diagrama (s/n)
tos
Verificar identificação

2.7 Ligação dos pon- Tag (s/n) Uso de Conectores e Isolação das Cone- Responsável
tos de iluminação Critério de Aceitação Terminação (s/n) xões (s/n)

Verificar emendas

Caldeira AMD-100-9GI
Data Revisão
RIGAVA 31/07/2013 00
Engenharia e Automação Plano de Comissionamento Elétrico
Industrial Ltda. Código Pág. 17 - 20

ANEXO B – Comissionamento a Frio

Número do Documento Data do Documento Itens Inspecionados

Check List para comissionamento a frio.

1. MONTAGEM E INSTALAÇÃO ELÉTRICA


1.1. QDL- Quadro de Luz Critério de Aceitação S/N Responsável
Pintura, placa de identificação, fecho e
Verificação com base no projeto e descritivo de fornecimento.
borracha de vedação da porta.

Identificação dos componentes internos,


Projeto e normas NBR-5410, NBR IEC 60439 e NR-10
segurança

Componentes de Medição: Voltímetro/


Verificação com base no projeto e descritivo de fornecimento.
Amperímetro

Cabeamento e interligações internas Verificação com base no projeto e descritivo de fornecimento

Esse teste é operado com emprego do megôhmetro, antecede a


Teste de isolação
aplicação de tensão e será repetido após ela.

Teste de Tensão Aplicada Aplicar tensão de 1 kV por 3 minutos

Teste com Baixa-Tensão Aplicação da tensão de trabalho

Verificação da atuação dos relés de controle nas posições dos


Teste do Comando “Automático Manual”
comandos estabelecidos

Teste com Baixa-Tensão Aplicação da tensão de trabalho

Verificação da atuação dos relés de controle nas posições dos


Teste do Comando “Automático Manual”
comandos estabelecidos

Caldeira AMD-100-9GI
Data Revisão
RIGAVA 31/07/2013 00
Engenharia e Automação Plano de Comissionamento Elétrico
Industrial Ltda. Código Pág. 18 - 20

1.2. Motor de Média Tensão 4,6 kV Critério de Aceitação S/N Responsável

Verificação da placa do motor em confronto com as especificações


Identificação da instalação
técnicas, circuito correspondente no CCM

Verificação com base nos dispostos do projeto de distribuição e


Cabeamento de potência e controle
diagrama unifilar

Esse teste é operado com emprego do megôhmetro, antecede a


Teste de isolação
aplicação de tensão e será repetido após ela.

Aplicação de tensão de 15 kV por 1 minuto com emprego do Hipot


Teste de Tensão Aplicada no motor e
na sequência: Motor e Cabeamento isolados, depois motor/cabos
cabeamento
ligados.

1.3. Motor de Baixa Tensão 380 V Critério de Aceitação S/N Responsável


Verificação da placa do motor em confronto com as especificações
Identificação da instalação
técnicas, circuito correspondente no CCM
Verificação com base nos dispostos do projeto de distribuição e
Cabeamento de potência e controle
diagrama unifilar
Esse teste é operado com emprego do megôhmetro, antecede a
Teste de isolação
aplicação de tensão e será repetido após ela
Aplicação de tensão de 1 kV por 3 minutos com emprego do
Teste de Tensão Aplicada no motor e
Megôhmetro na sequência: Motor e Cabeamento isolados, depois
cabeamento
motor/cabos ligados.

1.4. Luminária Critério de Aceitação S/N Responsável


Verificação da montagem observando: altura, acesso à
Suporte e Instalação
manutenção, obstáculos adjacentes e conexões dos cabos internos
Verificação da tensão, fator de potência, aplicação para o tipo e
Componentes elétricos: reator e lâmpada potencia da lâmpada. Na verificação da lâmpada, confrontar com o
projeto
Verificação da vedação, entradas e saídas de dutos ou
Equipamento instalado
cabeamentos, grau de proteção conforme especificação técnica

Teste de isolação Esse teste é operado com emprego do megôhmetro

Caldeira AMD-100-9GI
Data Revisão
RIGAVA 31/07/2013 00
Engenharia e Automação Plano de Comissionamento Elétrico
Industrial Ltda. Código Pág. 19 - 20

ANEXO C – Comissionamento a Quente

Número do Documento Data do Documento Itens Inspecionados

Check List para comissionamento a quente.

1.1. Quadro de Luz Critério de Aceitação S/N Responsável

Energização Verificado do sentido de giro.

Verificado do sentido de giro.


1.2. Motor de Média Tensão

Energização Verificação do sentido de giro

1.3. Motor de Baixa Tensão Critério de Aceitação S/N Responsável

Energização Verificação do sentido de giro

1.4. Luminárias Critério de Aceitação S/N Responsável

Verificação através da medição com o emprego de luxímetro e


Medição do fluxo luminoso
informações do nível de iluminância conforme NBR-5413
Verificação através da medição com o emprego de Alicate
Medição momentânea da corrente Amperímetro e a comparação com as informações técnicas da na
especificação da luminária
Verificação através da medição com o emprego de Voltímetro para
Medição momentânea da tensão constatação da queda de tensão em comparação com as exigidas
na NBR-5410

Caldeira AMD-100-9GI
Data Revisão
RIGAVA 31/07/2013 00
Engenharia e Automação Plano de Comissionamento Elétrico
Industrial Ltda. Código Pág. 20 - 20

ANEXO D – Cronograma

Número do Documento Data do Documento Itens Inspecionados

Check List – Cronograma do Plano de Comissionamento Elétrico

Caldeira AMD-100-9GI