Você está na página 1de 2

REVISTA DA GRADUAÇÃO DA ESCOLA DE BELAS ARTES - UFRJ

PROPOSTA LIVRE

INVESTIGAÇÕES FOTOGRÁFICAS:
EXPERIMENTANDO UM OUTRO TEMPO DA IMAGEM
Fernando Rodrigues

Fig. 1 e 2: Fotos do projeto Investigações Fotográficas, na Oficina Experimental realizada no


dia 20 de maio de 2017, no CAp-UFRJ.

Esta pesquisa tem como objetivo apresentar tistas visuais e estudantes do ensino médio e
parte do que vem sendo desenvolvido no pro- fundamental do CAp. Desenvolve-se a partir de
jeto de ensino, pesquisa e extensão “Investi- experimentações de procedimentos fotográficos
gações Fotográficas”, que existe desde 2013, no históricos, artesanais, analógicos e digitais na
CAp-UFRJ. Coordenado pelas professoras Cris construção de poéticas artísticas e formadoras do
Miranda (CAp-UFRJ) e Verônica Soares (EPSJV/ olhar em relação com o ensino da arte. Objetiva a
Fiocruz). O projeto é dedicado aos docentes da reflexão sobre a relação entre processo educativo
educação básica, estudantes de licenciatura, ar- e a fotografia, a arte, as tecnologias e a produção

182

Ano 2 | n. 3 | novembro 2017


REVISTA DA GRADUAÇÃO DA ESCOLA DE BELAS ARTES - UFRJ

e circulação da imagem fotográfica no cotidiano As atividades propostas objetivam a compreensão


e na contemporaneidade. do fenômeno da luz e do processo de formação
da imagem, o conhecimento do funcionamento
O mundo digital mudou definitivamente a forma interno de uma câmera fotográfica por meio da
como nos relacionamos com as imagens. Pos- produção de câmaras escuras portáteis, a expe-
sivelmente a maior parte da comunicação feita riência imersiva em câmaras em movimento, a
através dos dispositivos eletrônicos, sejam atra- discussão de conceitos filosóficos, científicos, físi-
vés delas. No Whatsapp, Instagram, Facebook, cos, e também a vivência - relação com um outro
Pinterest e Flickr passamos o dia mergulhados tempo da imagem diferentemente a qual temos
em imagens. Um exemplo disso, a empresa Ins- agora na contemporaneidade. E também, no ano
tagram divulgou que tem cerca de 80.000.000 de em que a disciplina de artes vem sendo ameaça-
fotos carregadas por dia em sua plataforma. da por cortes no currículo obrigatório brasileiro,
projetos de pesquisa em artes se tornam cada
Neste trabalho, através de uma comunicação vez mais importantes e necessários para a defesa
de 20 minutos, feita por powerpoint, pretendo desse saber em sala de aula e na vida.
abordar parte das atividades realizadas no ano de
2017 no projeto, como a ‘câmara escura’ [fig 1] e
o ‘cinema baldio’ [fig 2], experiências inspira-
das nos trabalhos do fotógrafo e educador Miguel Fernando Rodrigues é graduando pela Universi-
Chikaoka e da artista visual Rosa Bunchaft. dade Federal do Rio de Janeiro.

183

Ano 2 | n. 3 | novembro 2017