Você está na página 1de 11

Danos morais, Calúnia e Difamação


23/01/2017
Livro de ocorrências
Morador vai pagar R$ 2.500 por danos morais para síndico


18/10/2016
Danos morais
Queixa sobre beijo em área comum resulta em indenização de R$ 5 mil


28/07/2016
Danos morais
Condomínio pode ser penalizado por desrespeito de morador a colaborador


14/07/2016
Danos morais
Proibição de uso da área comum a inadimplente rende multa de R$ 3 mil


07/06/2016
Danos morais
Morador deve indenizar porteiro em R$ 3 mil por xingamentos


26/11/2015
Dano moral
Por ofender vizinho em assembleia, homem pagará R$ 3 mil

10/11/2015
Síndico ofendido
Morador que expôs gestor de condomínio vai pagar R$ 5 mil de indenização


19/05/2015
Ofensa em condomínio
Porteiro é humilhado por moradora juíza, no Rio de Janeiro


11/01/2015
Dano moral
Por perseguição, síndico deverá pagar indenização de R$ 12 mil a moradores


28/05/2014
Indenização de R$ 6 mil
Porteiro não tira cavanhaque para trabalhar e é dispensado


11/05/2014
Dano moral
Síndico irá receber R$ 6 mil de condômino por ter sido chamado de retardado


07/05/2014
Indenização
Porteiro de BH vai receber R$ 7 mil de moradores que o ofenderam


24/04/2014
Pronome de tratamento
Juiz perde batalha judicial e não será chamado de doutor no condomínio


08/04/2014
Racismo no condomínio
Moradora de condomínio em SP terá de pagar R$ 15 mil a porteiro


04/04/2014
Injúria racial
Porteiro vence processo contra moradora racista que prestará serviços comunitários


26/03/2014
Dano moral
Síndica no DF é indenizada em R$ 450 por ataque a sua imagem


23/03/2014
Dano moral
Juiz de Campo Grande manda morador pagar R$ 14,4 mil para síndico


25/02/2014
Danos morais
Condomínio paga R$ 5 mil de indenização por geladeira em banheiro


13/02/2014
Dano moral
Condomínio foi responsabilizado por conduta ofensiva contra porteiro


10/12/2013
Dano moral
Inadimplente não pode ser proibido de usar o elevador, diz o STJ


24/09/2013
Danos morais
Mulher recebe R$ 10 mil por quebrar a perna em elevador que despencou


09/06/2013
Dano moral
Zelador é indenizado por sofrer desrespeito e ofensas racistas


13/05/2013
Danos morais
Divulgação de sentença contra ex-síndica não dá direito a indenização


04/04/2013
Danos morais
Zelador humilhado receberá R$ 5 mil de condomínio por ofensas


26/02/2013
Danos morais
Condomínio é culpado por homem preso em elevador e paga indenização


18/01/2013
Danos morais
Crítica que não ataca a honra de síndica é considerada manifestação legítima


04/10/2012
Danos morais
Condomínio do DF deve pagar R$ 30 mil a mulher por fratura


13/06/2012
R$ 5 mil
Juíza de RN concede indenização a comprador com unidade atrasada


08/05/2012
R$ 21 mil de indenização
Por danificar carro da vizinha, jovens devem pagar danos morais e materiais


10/02/2012
Ação de dano moral de Condomínio
Ação ordinária de reparação de infiltração cumulada com danos morais e materiais


10/02/2012
Ação de dano moral de funcionário de condomínio
Circular enviada pelo síndico do réu aos condôminos, dando conta que o autor foi demitido por prática de fraude
contra o condomínio


10/02/2012
Ação de dano moral de condômino contra Condomínio
Condômino que celebra acordo para parcelamento do débito e mesmo assim tem o número da unidade condominial
lançada em relação de cotas em aberto (balancete mensal)


15/01/2012
Danos morais
Por furar pneu de visitante, mulher vai pagar R$ 11 mil de indenização


09/01/2012
Calúnia e difamação
Moradora vai pagar R$ 7 mil a síndico por tê-lo chamado de ladrão


17/11/2011
Problemas de convivência
Briga entre vizinhos gera R$ 5 mil de indenização de danos morais


09/08/2011
Danos morais
Casal deve pagar indenização a síndico ofendido por sua raça


06/06/2011
Agressão do porteiro
Condomínio deve pagar por danos morais e materiais a visitante


23/05/2011
Dano moral por agressão em condomínio
Bombeiro agride vizinho e deve pagar R$ 15 mil de indenização


22/05/2011
Dano moral
Idosa é condenada a indenizar o síndico do seu prédio em R$ 5 mil


12/01/2011
Crianças
Três casos: briga entre crianças, com intervenção de um dos responsáveis, uma criança machucada e outra mordida
por um cachorro


07/01/2011
Porteiro mata morador
Condomínio se livra de indenizar família de morador


07/01/2011
Ofensa durante assembleia de condomínio
Negada indenização a condômino que se disse ofendido


07/01/2011
Multas e Advertências
Aplicar multa pode gerar dano moral para o síndico?


07/01/2011
Racismo
Negado habeas corpus a homem condenado por racismo contra a filha de uma empregada


07/01/2011
Medida tomada gera indenização
Condomínio que proibiu uso de som em cobertura vai ter de pagar danos morais


07/01/2011
Agressões entre condôminos
Agressão entre condôminos não é de responsabilidade do condomínio


07/01/2011
Ação contra condomínio por danos morais
Condomínio é responsável por danos morais causados por condômino a empregado


07/01/2011
Dejetos atiraros pela janela
Condomínio deve pagar R$ 4 mil a motociclista atingido por fezes


07/01/2011
Ofensa e agressão a porteiro
Jogador de futebol deve indenizar porteiro do Mineirão por agressão e ofensa


07/01/2011
Ofensa de funcionário a morador
Zelador ofende moradora e dona de prédio pagará R$ 5.000 de indenização


07/01/2011
Ofensas a funcionários
Ofensas feitas por uma criança a um funcionário do condomínio


07/01/2011
Funcionário agride morador
Morador agredido fisicamente ao entrar em seu condomínio recebe danos morais


07/01/2011
Ameaças e agressões
Ameaças e agressões entre moradores e funcionários chegam à Justiça


07/01/2011
Agressão a funcionário
Condomínio responde por agressão de morador a funcionário

07/01/2011
Indenização para síndico agredido
Síndico irá receber indenização de R$ 36.317, por danos morais e materiais, em virtude de um soco
Danos morais
Queixa sobre beijo em área comum resulta em indenização de R$ 5 mil

Condomínio é condenado a indenizar morador após queixa sobre beijo


gay

Síndica teria reclamado de beijo entre namorados em Ribeirão Preto (SP). Administração do
edifício vai recorrer da indenização de R$ 5 mil.
Um condomínio em Ribeirão Preto (SP) foi condenado pelo Tribunal de Justiça de
São Paulo (TJ-SP) a pagar uma indenização de R$ 5 mil por danos morais a um
morador gay, após a síndica reclamar de um beijo no elevador do prédio. O
condomínio ainda pode recorrer da decisão, publicada em 2 de outubro.
O personal trainer Davidson Gustavo da Silva Santos afirma que em 2013 foi
xingado pela administradora do condomínio depois que moradores reclamaram do
beijo trocado entre ele e o namorado quando chegavam ao prédio.
O sistema de vigilância interna do edifício, acessível a todos os apartamentos,
registrou a cena na porta do elevador e alguns vizinhos questionaram a atitude do
casal. "A síndica disse que lá não era local de pessoas anormais e 'sem vergonha',
que era um lugar de família", disse o advogado de Santos, Marcos Antônio de
Souza.

Discriminação

No processo, a síndica negou que xingou Santos, mas admitiu que procurou o
personal trainer para aconselhá-lo a evitar beijos no namorado em áreas comuns do
prédio. A conduta foi considerada discriminatória pelo desembargador José Carlos
Ferreira Alves.
"Vai de encontro aos preceitos constitucionais de promoção do bem estar de todos, sem
preconceito de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação e
deve ser coibida", afirmou o relator do processo, que embasou a decisão do juiz Héber
Mendes Batista.
Segundo uma amiga de Santos, que foi testemunha no processo, a síndica chegou a
ameaçar o morador, dizendo que se ele não se mudasse do prédio faria um abaixo-
assinado. Logo depois, a administradora do condomínio gravou as imagens em um
pen drive e divulgou para os vizinhos.
"Ela quis tentar convencer os outros moradores a botar ele para fora. Segundo ela [síndica] foi
um consenso entre os moradores, pegou aquele vídeo, falava o que tinha acontecido e
perguntava o que tinha que fazer, e isso consta no depoimento dela", disse o advogado.
Constrangido com a situação, o personal trainer optou por deixar o prédio e se
mudou para outro apartamento, logo após o episódio. "No mesmo dia que isso
aconteceu, arrumou um apartamento e deixou o local, falou que não queria mais
tumultos e que não era da índole dele", comentou Souza.

Cabe recurso

A decisão do juiz Héber Mendes Batista foi publicada no dia 2 de outubro e a defesa
do condomínio ainda pode recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).
O advogado João Augusto Furniel, que defende o condomínio no processo, não quis
se pronunciar sobre o caso, mas informou que o recurso deve ser apresentado até a
próxima terça-feira (18)

Fonte: http://g1.globo.com/