Você está na página 1de 11

Sobre o autor

Paulo Vieira
Escritor e conferencista internacional,
Paulo Vieira é Ph.D. em coaching pela
Florida Christian University (FCU) e é
um dos mais conceituados coaches do
Brasil. Ao longo dos últimos 18 anos, vem
acumulando mais de 10.500 horas em
sessões individuais de coaching.

Autor do Best-seller O Poder da Ação que está no ranking dos livros mais vendidos da
revista Veja e do jornal Valor Econômico desde o seu lançamento.

É o criador da revolucionária metodologia do Coaching Integral Sistêmico (CIS®), que já


impactou mais de 250 mil pessoas pelo mundo. O CIS é tido como o futuro do coaching
por conquistar, em curto prazo, resultados muito maiores e efetivos do que o coaching
tradicional.

No meio empresarial, é reconhecido como uma autoridade em temas como Coaching,


Liderança, Negociação, Relações Humanas e Gestão Eficaz de Pessoas, e já realizou
consultoria em cerca de 500 empresas ao longo de seus quase 20 anos de carreira
nesse segmento.

SOBRE O EBOOK
Você questiona a atual situação financeira do país? Ou pensa em como sobreviver a
tempos de crise? A mudança de atitude na gestão da sua empresa pode garantir que o
seu negócio permaneça no mercado.

Neste e-book, o Master Coach Paulo Vieira ensina, em cinco tópicos, a crescer e a
aumentar os lucros em qualquer momento econômico, principalmente em uma crise. 2
SOBRE A FEBRACIS

Maior instituição de coaching da América Latina, a Febracis atua na formação de


profissionais de coaching, com certificação emitida pela universidade americana
Florida Christian University (FCU).

A instituição capacita os coaches para atender com excelência e responsabilidade,


formando novos profissionais da área, com foco em transformar vidas.

Com estrutura diferenciada, a Febracis possui um moderno Centro Conceito de


Coaching, com vasta literatura sobre o assunto, museu de coaching e salas de
treinamento.

A empresa oferece cursos nas áreas de Business, Coaching e Inteligência


Emocional, com matriz em Fortaleza e sedes em Brasília, Porto Velho, São Paulo,
Curitiba, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Orlando (EUA).

3
Sumário
(Clique e vá direto para a página)

Tipos de crise 6

Sem dinheiro não há poesia e sem lucro não há dinheiro 7

Atitude do gestor 8

Como cobrar mais e continuar vendendo? 9

Tenha uma boa equipe comercial 10


5
Tipos de crise
A crise de fato existe, mas é preciso saber, primeiramente, que tipo de crise
sua empresa enfrenta hoje:
Econômica: crise enfrentada atualmente pelo Brasil.
Setorial: Crise enfrentada por alguns setores do mercado.
Concorrencial: quando diversas empresas vendem o mesmo produto;
De competência: está é a mais grave pois se trata de uma crise de gestão.

Independentemente da crise vivida pela sua empresa, é importante entender


que todas elas são previsíveis e exigem preparação. O mesmo acontece no
casamento. As crises são certas no matrimônio, mas apenas os casais bem
preparados sobrevivem a elas.

Diante dessa crise econômica que estamos vivendo, algumas empresas podem
“passar na frente de outras”, “ficar para trás” ou falir. Onde a sua se enquadra?

6
Sem dinheiro não há poesia e sem lucro não há dinheiro
Lucro não é luxo, mas uma necessidade. Se você não sabe quanto foi o seu
lucro no mês anterior, sua empresa está correndo um sério risco. Apenas com
o lucro você vai pagar seus funcionários, comprar equipamentos novos e
melhorar as condições de trabalho.

É fundamental que você acompanhe seus gastos diariamente e tenha a


consciência do quanto a sua empresa precisa faturar por mês para pagar
todas as dívidas. Se as despesas mensais da sua empresa são de 15 mil, por
exemplo, você terá que faturar acima disso para ter lucro.

Tenha a consciência de que sua empresa é como uma pessoa física, precisa
gastar menos do que fatura. Para isso, é necessário tomar algumas medidas e
começar a pensar nos seus gastos.

7
A atitude do gestor
A atitude e o exemplo do dono são fundamentais. O empresário deve ter
conhecimento da função dele na empresa, a fim de não se desgastar com uma
função que pode ser delegada.

A estrutura organizacional de uma


empresa pode ser definida pela
imagem ao lado. Na base da pirâmide
está o operacional, executando as
tarefas. No meio encontra-se a parte
tática da empresa, coordenadores,
líderes e gerentes. E no topo da
pirâmide está o estratégico, quem
formula as diretrizes, o caminho que será percorrido para chegar à visão da
empresa. O empresário, o dono do negócio precisa ocupar o topo da pirâmide.

Existem gestores que trabalham de forma exagerada, perdendo tempo em tarefas


táticas ou operacionais, e esquecem de exercer a parte estratégica. Para assumir a
função estratégica, o gestor precisa aprender a delegar o tático e o operacional.

É fundamental que o tempo do gestor seja destinado a pensar ações estratégicas


para a sua empresa, a elaborar uma visão de futuro sobre o negócio e a preparar
a trajetória que será percorrida para chegar neste destino. Seus esforços devem
focar-se no treinamento, orientação e acompanhamento do trabalho dos
funcionários dentro da sua visão de negócio.
8
Como cobrar mais e continuar
vendendo?
Para obter lucro na sua empresa, é
fundamental saber como cobrar mais
pelo produto ou serviço e fazer com que
seu cliente sinta seu diferencial. Por isso,
sempre que possível, aumente os preços,
mas agregando valor.

Quando um restaurante cobra um preço


superior ao tradicional por determinado
prato, mas surpreende o cliente com a
apresentação, a qualidade da comida,
e um bom atendimento, ele está
agregando valor ao seu produto.

Para que o cliente seja surpreendido,


você precisa descobrir qual o seu
diferencial. Oferecer bom atendimento,
produtos de qualidade, pós-venda, e
agilidade, são algumas formas de fazer o
seu cliente voltar mais vezes.

9
Tenha uma boa equipe comercial
Se o cliente entrou na sua empresa, procure vender algo pra ele, não importa o
que seja. Após a primeira venda, faça com que ele compre mais itens diversas
vezes. Em seguida, venda os produtos mais caros e, só depois, venda para outros
clientes. Essa é a lógica da seguinte máxima de vendas:

1º Venda;
2º Venda mais itens para o mesmo cliente;
3º Venda mais vezes para o mesmo cliente;
4º Venda produtos mais caros para o mesmo cliente;
5º Agora sim, venda para outros clientes .

Muitos clientes hoje em dia são mal atendidos, pois entram em uma loja,
compram um produto e não são convencidos a comprar outro, nem a retornar.
A situação é pior quando os vendedores buscam novos clientes, sem concluir a
máxima de vendas com um consumidor.

Para que isso não ocorra na sua empresa, é fundamental que você tenha a
melhor equipe comercial do seu setor, composta por profissionais bem treinados,
dispostos a prospectar e a vender de forma correta.

10
GOSTOU DO E-BOOK?

Esse conteúdo faz parte da


sequência de vídeos “Dobre seus
lucros mesmo na crise” disponível
no YouTube. Inscreva-se em nosso
canal e fique por dentro de todos
os vídeos.

YOUTUBE.COM/PAULOIPV

MAIS CONTEÚDO
Clique e tenha acesso

SAIBA MAIS
11