FERROVIAS DA ÍNDIA

Transportes Terrestres AV1, Setembro, 2010 Professor: George Irmes

Aluna: Patrícia Barreto de Aragão Schmidt Mat. 20090122912-4

1

Estabeleceram -se assim as Ferrovias da Índia Oriental (1845) e a Ferrovia da Grande Península Indiana (1849). A REDE ferroviária da Índia é um verdad eiro gigante! Os trens são o principal meio de transporte desse país com mais de um bilhão de habitantes. No total. não era possível imaginar naquela época que aqueles tijolos seriam usados para construir uma gigantesca rede ferroviária no subcontinente indiano.867 estações. a Índia não era o principal fornecedor para a indústria têxtil da Grã -Bretanha. Assinaram-se contratos com a Companhia Inglesa das Índias Orientais.000 anos têm a ver com isso? ² Veja o quadro: ³Aqueles tijolos antigos´. seguido da Guerra Civil de 1861 a 1865. em 16 de abril de 1853. mais de 8. até a cidade de Th ne.969 quilômetros de trilhos incluindo os desvios ou linhas secundárias. O trabalho foi rápido e. que era levado por terra até os portos. 2 . Mesmo assim. a Índia produzia grandes quantidades de algodão cru para exportação. o primeiro trem da Índia rodou os 34 quilômetros de trilhos de sde os cais conhecidos como Bori Bunder. como nascimentos.FERROVIAS DA ÍNDIA Um gigante dentro do país DO REDATOR DE DESPERTAI! NA ÍNDIA Há mais de 4.3 milhão de toneladas em mercadorias.6 milhão de pessoas ² o maior quadro de funcionár ios de todas as empresas do mundo.000 anos.000 vagões de passageiros e de carga.000 quilômetros transportando mais de 12. Além do transporte diário da população em geral. os maiores comerciantes do subcontinente indiano. Os trens de carga rebocam bem mais de 1. as 7. e o total de 107. Certamente é um gigante! Como nasceu esse gigante? O que levou à construção de ferrovias na Índia? Quando começou esse imenso projeto? E o que aqueles tijolos de 4. Inglaterra. os mais de 280. havia uma fabricação de tijolos no norte da Índia.350 trens percorrem cerca de 80. Em média. esses trens fazem viagens equivalentes a três vezes e meia a distância da Terra à Lua todos os dias! Se levar em conta as 6. festividades. No entanto. você entenderá por que as Ferrovias da Índia empregam cerca de 1. funerais. houve a necessidade premente de um for necedor alternativo e a Índia era a solução.5 milhões de passageiros diar iamente. a cultura tradicional da Índia requer que milhões de pessoas que moram longe dos parentes façam freqü entes viagens a fim de comparecer a eventos familiares. A questão era o transporte que precisava ser mais rápido a fim de manter funcionando as algodoarias de Lancashire. Mas com o fracasso da safra americana do algodão em 1846.500 locomotivas. casamentos ou por motivo de doença. Em meados do século 19. a maior parte vinha dos Estados sulinos norte-americanos. em Bombaim.

Aqueles tijolos antigos Durante o domínio britânico (1757 -1947). lavabo com banho. as ferrovias no subcontinente indiano mostraram se ideais para o transporte de tropas por longas distâncias. impulsionado não apenas pelo comércio. Em um vagão particular de passageiros havia u ma cama confortável. eles construíram uma via férrea com 555 metros de gradiente em apenas 24 quilômetros. a rede ferroviária da Índia tinha se tor nado a quinta maior do mundo. Situam-se em Kharagpur. arqueólogos escavaram sistematicamente o sítio de Harappa. perto do povoado de Harappa. os engenheiros estavam colocando trilhos entre Karachi e Lahore. motores movidos a energia elétrica com 6. já que os interesses britânicos no subcontinente haviam aumentado. que viajava na década de 1860. serviço de barbearia e publicações da Biblioteca Ferroviária Wheeler. o avanço da obra ficou mais fácil. no atual Paquistão. a diesel e elétricas ². o primeiro trem de dois andares começou a circular na Índia. Algumas máquinas eram realmente gigantes ² locomotivas pesando 230 to neladas. Os engenheiros escoceses John e William Brunton concordaram que esse era um substituto adequado e econômico. Ao desenterrar os imensos depósitos de tijolos. Usando switchbacks (canteiros para manobras) pela primeira vez no mundo. uma região montanhosa íngreme e acidentada. O gigante cresce ainda mais Por volta de 1900. a qual data de mais de 4. mas também pela necessidade de transportar tropas e trabalhad ores rapidamente. Foram construídos 160 quilômetros de ferrovias com os tijolos de Harappa. ventilador com recipiente de gelo para a refrigeração do ar. a maior plataforma fe rroviária do mundo. O trabalho continuou acelerado em todo o país. trabalhadores encontraram tijolos de argila cozidos em forno. Locomotivas ² a vapor. Sessenta e cinco anos mais tarde . desenterrando o que restou duma surpreendente civilização no vale do Indo. estavam todos sendo fabricados localmente. disse que podia µviajar aquela tremenda distância com relativamente pouca fadiga¶.000 de uma só vez ² labutaram sem a ajuda da tecnologia moderna. além de escavar 25 túneis com o total de 3. com 3 . Já em 1862. mas.000 anos e era contemporânea da antiga Mesopotâmia! Para ir de Bombaim até a região interiorana onde se plantava algodão. junto com milhares de trabalhadores indianos ² às vezes 30. além de vagões de passageiro e de carga que antes eram importados. Louis Rousselet. viajar de trem de primeira classe ² para os que podiam dar -se a esse luxo ² tornava suportáveis o calor e o pó. de 3.000 HPs e um motor a diesel. serviçais que levavam desde o chá da manhã até o jantar. Engenheiros e trabalhadores britânicos. mas isso não interrompeu o importantíssimo trabalho de construir a ferrovia. que pesava 123 toneladas. No século 19. Nos primeiros três anos após a inauguração do primeiro trem na Índia. incluindo os mais novos roman ces do autor indiano Rudyard Kipling. Não era fácil encontrar pedras para o cascalho que dá sustentação aos trilhos.658 metros de comprimento. Bengala Ocidental.100 HPs. Uma vez alcançado o planalto Decão. era necessário cruzar os Gates Ocidentais. os trabalhadores encontra ram estatuetas de argila e selos com inscrições num idioma desconhecido.

712 metros! Construída no final do século 19. as ferrovias de montanhas infelizmente estão no vermelho.258 metros acima do nível do mar. tornando -se talvez o trem mais lento da Índia. essa ferrovia se eleva num gradiente de 1 para 12 e tem 208 curvas e 13 túneis. Os primeiros trens percorriam vias de bitola larga. Esse é um gigante muito ocupado e progressivo. ou montanhas Azuis. A rede de trens da grande Bombaim transporta milhões de trabalhadores que fazem o trajeto casa²trabalho e parece que os trens estão sempre superlotados. entrou em vigor o projeto de bitola unificada e até hoje quase 7. Calcutá. As viagens se tornaram mais rápidas ² quer dizer. onde os passagei ros ficam com vontade de pular do trem. as maiores plataformas cobertas do mundo. e em Sealdah. A Ferrovia Darjiling ²Himalaia tem trilhos com bitola de apenas 61 centímetros num gradiente de 1 para 22. Essa estrada de ferro tem três curvas em espiral e seis ziguezagues reversos. cruza 869 pontes e faz 919 curvas numa distância de apenas 95 quilômetros! Pode -se ver um cenário magnífico pelas janelas largas e pelo teto transparente de fibra de vidro. o trem passa por 102 túneis. a terceira mais alta do mundo. Certamente.5 e vai até Ghoom ² a estação de trem mais elevada da Índia ² a 2. que era a capital de verão do governo colonial britânico. para poupar dinheiro. Essa via férrea é a mais antiga e mais inclinada do mundo que usa a tecnologia de cremalheira e automotriz com aderência.833 metros de comprimento. em que trilhos dentados funcionam como escada as cendente e as rodas motrizes empurram o trem para cima. Em 1992. a fe rrovia ganhou da Unesco o status de Patrimônio da Humanidade. assegurando o seu futuro. numa velocidade média de 10. começou-se a usar vias com bitola de um metro. em comparação com as viagens a cavalo ou de liteira.4 quilômetros por hora. Os aficionados de trens esperam que se encontre uma solução para salvar esses divertidos trens. Chennai (antiga Madras) tem a primeira rede ferroviária elevada e implantou recursos tecnológicos como a reserva computadorizada e quiosques de informações multimídias. o ³trem de brinquedo´ no sul da Índia leva os passageiros até as montanhas Nilgiri. Por exemplo.7 milhão de passageiros. os ³trens de brinquedo´ são um encanto. A longa viagem Diz-se que o aparecimento de ferrovias na Índia marcou ³o fim duma era e o começo de outra´ e que ³a ferrovia uniu a Índia como nenhum outro sistema de integração´.800 quilômetros de vias férreas foram convertidos de bitola estreita e de um metro para a bitola larga. Até Simla. Emprega o sistema Abt de cremalheira. visto que as tarifas permaneceram baixas. A perspectiva de poder chegar lá mais rápido foi o que motivou a construção de ferrovias nas montanhas com os ³trens de brinquedo´. O metrô de Calcutá transporta diariamente 1. junto com as de bitola estreita para as montanhas. a 2. Por outro lado. Mais tarde. com cerca de 305 metros.200 metros de altitude. escalar a encosta gramada e subir de novo no trem depois que ele faz a curva. Mas que viagem! Dos Estados on de se produzem chá e café até Coonoor são 1. Os divertidos ³trens de brinquedo´ Os colonizadores britânicos gostavam de ir às mo ntanhas para escapar do calor. Sua parte mais famosa é a Batasia. Em 1999. Como isso 4 . A parte mais emocionante dessa viagem é quando se consegue observar a montanha Kangchenjunga.

depois de apenas 7 anos de construção ² um recorde para um projeto tão grande ².127 quilômetros mais curta do que a rota sinuosa que se usava anteriormente. no ponto mais largo. a ventilação nos túneis ² por si só uma tarefa extraordinária ² foi conseguida com a instal ação de ventiladores de propulsão centrífuga a jato. quando os rios també m ficavam inavegáveis ². o oceano Índico e o golfo de Bengala se encontram. porém cara. uma região com economia incrementada. O Palace on Wheels 5 .é verdade! Se desejar. A viagem entre Bombaim e Mangalore é 1. principalmente as pere cíveis. não só para a Índia. Como a navegação marítima era muito perigosa ² especialmente durante as monções. Konkan tem muito a of erecer em termos de comércio. para milhões de outras pessoas. para poder penetrar na cadeia de montanhas e propiciar às vias férreas o alinhamento mais reto possível. com seis quilômetros e meio de comprimento. O que estava envolvido? Foi necessário construir 760 quilômetros de trilhos. com 64 metros de altura e que se estende sobre um vale de 500 metros de largura ² e a ponte sobre o rio Sharavati com mais de dois quilômetros de comprimento. mas também para outros países. centro comercial da Índia. abertura de túneis através de rochas maciças e. Qual foi a solução? Konkan foi o maior projeto ferroviário do subcontinente no século 20. até o importante porto de Mangalore. Por muitos séculos. em 6 de janeiro de 1998. em solo caul ínico.000 pontes. deslizamentos de terra e de lama. Os moradores da região queriam um acesso rápido e direto via terrestre ao longo da costa a fim de transportar mercadorias com rapidez. no sopé do Himalaia. onde o mar da Arábia. e descer em Kanyakumari. até grandes mercados. usavam-se rodovias e ferrovias para contornar muitos obstáculos naturais. incluindo o viaduto Panval Nadi ² o mais elevado da Ásia. Estendendo-se ao sul de Bombaim. Você terá viajado 3. Também. os portos ao longo da costa cuidavam desse comércio.751 quilômetros. através de 12 Estados e gastado cerca de 66 horas no trem. entre o mar da Arábia e a cadeia de montanhas Sahyadri. Passeio s de trem exclusivos oferecem uma confortável. . Você terá tido a oportunidade de conhecer pessoas amigáveis de diversas culturas e que gostam de conversar. você pode subir num trem em Jammu. descrito como parecido a pasta de dente. Para turistas que viajam de trem. Terá visto muita coisa desse fascinante país. Luxo e velocidade ² A Índia tem os dois! LUXO A Índia tem um passado bem remoto e muitas vezes pomposo. Também foi preciso escavar 92 túneis. Faça as reservas e . Além disso. diques de até 25 metros de altura e fazer cortes com 28 met ros de profundidade. No entanto. boa viagem! A Ferrovia Konkan ² Uma maravilha da modernidade Konkan é uma faixa de terra com cerca de 75 quilômetros de largura. o que exigiu grande trabalho jurídico foi a compra das terras de mais de 42. o que é mais difícil ainda. a Ferrovia Konkan abriu novos horizontes com cenários magníficos e.000 proprietários. Além de outras medidas de segurança. foi preciso construir mais de 2. Os problemas eram enormes: chuvas torrenciais. Lidou -se com esses obstáculos naturais com técnicas de engenharia e tecnologia. o primeiro trem começou a percorrer a Ferrovia Konkan. e o tempo de viagem diminuiu 26 horas. seis deles com mais de três quilômetros de comprimento. situada na costa oeste da Índia. Talvez você gaste menos de 15 dólares pela passagem de todo esse percurso ² mesmo em cabine com leito. . o túnel mais comprido da Índia até hoje é o Karbude. De fato. visita ao passado. o ponto mais meridional da Índia.

co m antigos fortes. salas de jantar. construiu-se um novo Palace por causa da mudança para bitola larga e os vagões antigos foram aposentados. com velocidades de quase 160 quilômetros por hora. puxado por uma locomotiva a vapor. fortalezas e templos. além de cabines confortáveis. roupa de cama. lustres de cristal e ricos brocados exalam um ar de suntuosidade. Cabines.(Palácio sobre Rodas). Os trens Rajdhani e Shatabdi. Pode -se andar de camelo sobre as dunas e ir de elefante ao famoso Forte Amber. Não deixe de visitar o palácio no meio de um lago em Udaipur e. Perto dali está Jaipur. a cidade cor-de-rosa. usados anteriormente por marajás e vice -reis. Agra A diesel. mantêm o clima de sua herança real. Algumas das principais ferrovias A vapor. Simla 6 . Velocidade Não se pode comparar os trens indianos com os trens franceses e japoneses de alta velocidade. Os turistas atravessam o grande deserto de Thar. o Taj Mahal! Tudo isso e muito mais acrescentam emoção a essa viagem de trem. No preço das passagens dess es prestigiosos trens ainda estão inclusos serviços como refeições e lanches. competem com as viagens aéreas em conforto e facilidades. Um novo trem de luxo chamado The Royal Orient (O Oriente Real) ainda opera em bitolas de metro nos Estados ocidentais de Gujarat e Rajastão. Os trens viajam principalmente à noite e de dia os passageiros ficam passeando. Mas é possível fazer viagens confortáveis de longa distância nos velozes 106 pares de trens intermunicipais das Ferrovias da Í ndia. Bombaim A diesel. Em 1995. rica em acontecimentos históricos e famosa por suas pedras preciosas e seu artesanato. excelen te cozinha internacional e serviço de bordo com empregados uniformizados fazem os passageiros se sentirem realmente mimados. Zawar A eletricidade. Luxuosos vagões reformados. é claro. As paredes exteriores em branco -pérola. Ferrovia Darjiling²Himalaia A eletricidade. uma reserva de tigres e o habitat dos únicos leões asiáticos livres no mundo. Os vagões têm ar -condicionado e assentos reclináveis. foi inaugurado em 1982. água potável e assistência médica. painéis de madeira teca proveniente da ex -Birmânia. Faz parte do passeio visitar um santuário de pássaros. Hyderabad A vapor. saguão e biblioteca palacianos.

ela foi levada ao Museu Naci onal da Ferrovia. Depois que parou de rodar em 1909. a máquina puxava vagões-correio da estação de Howrah. a velha locomotiva saiu do seu retiro. Agra O Oriente Real Hawa Mahal. Jaipur Fonte: www. no Rajastão. Thompson e Hewitson.htm 7 . para alegria dos aficionados de trens. A fim de celebrar os 50 anos de independência da Índia. em Leeds. em Bengala. Inglaterra. a Fairy Queen Express vem apitando e carregando turistas no percurso de 143 quilômetros entre Délhi e Alwar. Construída em 1855 pela empresa de engenharia Kitson.watchtower. em Nova Délhi. Desde 1997. Taj Mahal.org/t/20020708/article_01. perto de Calcutá a Raniganj.Fairy Queen A mais antiga locomotiva a vapor do mundo ainda em funcionamento é a Fairy Queen.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful