Você está na página 1de 168

Leia este manual cuidadosamente

antes de conduzir o veículo

IMPRESSO NO BRASIL
JC - 2014 2BS-F8199-W0
U2BSW0W0.book Page 1 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

WAU44542

Leia este manual cuidadosamente antes de conduzir este veículo. Este manual deve permanecer com o veículo
quando o mesmo for vendido.
U2BSW0W0.book Page 1 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

INTRODUÇÃO
WAU10103

Bem vindo ao mundo do motociclismo da Yamaha!


Como proprietário da XT1200Z SUPER TÉNÉRÉ, você se beneficia da vasta experiência da Yamaha na mais recente tecno-
logia em design e na fabricação de produtos de alta qualidade, que concederam à Yamaha uma reputação de confiabilidade.
Por favor, leia atentamente este manual para que possa desfrutar de todas as vantagens da sua XT1200Z SUPER TÉNÉRÉ.
O Manual do Proprietário não só lhe dará instrução sobre operação, inspeção ou manutenção da sua motocicleta, como tam-
bém indica como proteger a si mesmo e a outros de problemas e ferimentos.
Além disso, as diversas sugestões apresentadas neste manual irão ajudá-lo a manter sua motocicleta nas melhores condi-
ções possíveis. Para qualquer esclarecimento, não hesite em contatar seu concessionário Yamaha.
A equipe Yamaha deseja-lhe muitas viagens seguras e agradáveis. Por isso, lembre-se que a segurança vem em primeiro
lugar!
A Yamaha busca continuamente avanços em design e qualidade do produto. Portanto, mesmo que este manual contenha as
informações sobre produtos mais atuais disponíveis na época de sua impressão, pode haver pequenas diferenças entre sua
motocicleta e este manual. Caso tenha alguma pergunta referente a este manual, por favor, consulte um concessionário
Yamaha.
WWA10032

ADVERTÊNCIA
Por favor, leia completamente e cuidadosamente este manual antes de conduzir esta motocicleta.

YAMAHA MOTOR DA AMAZÔNIA LTDA.


U2BSW0W0.book Page 1 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

INFORMAÇÕES IMPORTANTES NO MANUAL


WAU10134

Os pontos de maior importância estão assinalados neste manual pelas seguintes anotações:

Este é o símbolo de alerta relativo à segurança. É utilizado para alertá-lo sobre


perigos de ferimentos em potencial. Obedeça todas as mensagens de seguran-
ça seguidas por esse símbolo, para evitar possíveis ferimentos ou morte.

Uma ADVERTÊNCIA indica uma situação de perigo que, se não for evitada, pode
ADVERTÊNCIA resultar em morte ou ferimentos graves.

Uma ATENÇÃO indica que devem ser tomadas precauções especiais para evitar
ATENÇÃO danos ao veículo ou outra propriedade.

Uma NOTA fornece informações importantes para tornar os procedimentos mais fá-
NOTA ceis ou mais claros.

*Especificações do produto estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.


U2BSW0W0.book Page 2 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

INFORMAÇÕES IMPORTANTES NO MANUAL

WAUW0012

XT1200Z SUPER TÉNÉRÉ


MANUAL DO PROPRIETÁRIO
©2014 Yamaha Motor da Amazônia Ltda.
2a. edição, outubro 2014
Todos os direitos reservados.
É proibida a reimpressão ou o uso deste
material sem autorização por escrito da
Yamaha Motor da Amazônia Ltda.
Impresso no Brasil.
U2BSW0W0.book Page 1 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

ÍNDICE
INFORMAÇÃO DE Tampa do tanque de Transmissão.............................. 5-3
SEGURANÇA ................................ 1-1 combustível........................ 3-34 Período de amaciamento do
Dispositivo para transporte de Combustível............................ 3-35 motor .................................... 5-3
carga.....................................1-6 Mangueira de respiro do Estacionamento ........................ 5-4
tanque de combustível e
DESCRIÇÃO ................................. 2-1 mangueira de dreno........... 3-37 MANUTENÇÃO PERIÓDICA E
Vista esquerda .......................... 2-1 Catalisador ............................. 3-37 AJUSTE ......................................... 6-1
Vista direita................................ 2-2 Assento do condutor .............. 3-38 Kit de ferramentas do
Controles e instrumentos .......... 2-3 Ajuste da altura do assento proprietário ........................... 6-2
do condutor ....................... 3-39 Tabela de manutenção
FUNÇÃO DOS CONTROLES E Para-brisa ............................... 3-41 periódica para o sistema de
INSTRUMENTOS .......................... 3-1 Ajuste do garfo dianteiro ........ 3-42 controle de emissões ........... 6-3
Sistema imobilizador................. 3-1 Ajuste do conjunto do Tabela de manutenção e
Chave de ignição/trava do amortecedor ...................... 3-45 lubrificação periódica ........... 6-5
guidão...................................3-2 Bagageiros.............................. 3-47 Remoção e instalação das
Luzes indicadoras e luzes de Cintas para fixação da carenagens......................... 6-12
advertência ........................... 3-4 bagagem ............................ 3-48 Verificação das velas de
Sistema de piloto automático ... 3-7 Cavalete lateral ....................... 3-48 ignição ................................ 6-14
Visor multifuncional ................. 3-12 Sistema de corte do circuito Óleo do motor e cartucho do
D-mode (modo de da ignição .......................... 3-49 filtro de óleo........................ 6-15
condução)........................... 3-26 Tomada auxiliar DC ................ 3-51 Óleo da transmissão final........ 6-19
Interruptores do guidão........... 3-27 Líquido de arrefecimento ........ 6-21
Manete da embreagem ........... 3-29 PARA SUA SEGURANÇA – Elemento do filtro de ar........... 6-23
Pedal de câmbio ..................... 3-29 INSPEÇÃO ANTES DO USO........ 4-1 Verificação da marcha lenta
Manete do freio ....................... 3-30 do motor............................. 6-23
Pedal do freio .......................... 3-31 PONTOS IMPORTANTES Verificação da folga da
Sistema de freios ABS ............ 3-31 SOBRE A CONDUÇÃO E manopla do acelerador ...... 6-24
Sistema de controle de OPERAÇÃO .................................. 5-1 Folga das válvulas................... 6-24
tração .................................3-32 Partida no motor....................... 5-1 Pneus ...................................... 6-24
U2BSW0W0.book Page 2 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

ÍNDICE
Rodas raiadas ......................... 6-27 Substituição dos fusíveis.........6-38 ÍNDICE ........................................ 10-7
Manete da embreagem........... 6-28 Substituição de uma lâmpada
Verificação da folga do do farol................................6-39 CONCESSIONÁRIAS
manete do freio .................. 6-28 Luz do pisca e luz de freio/ AUTORIZADAS YAMAHA .......... 11-1
Interruptores da luz de freio .... 6-29 lanterna ...............................6-41
Verificação das pastilhas dos Substituição da lâmpada da CERTIFICADO DE GARANTIA... 12-1
freios dianteiro e traseiro.... 6-29 luz da placa de
Verificação do nível do fluido identificação .......................6-41
de freio ............................... 6-30 Substituição da lâmpada da
Troca dos fluidos do freio e luz auxiliar ...........................6-42
embreagem ........................ 6-31 Localização de problemas ......6-44
Verificação e lubrificação da Tabela de localização de
manopla e cabo do problemas ...........................6-46
acelerador .......................... 6-32
Verificação e lubrificação dos LIMPEZA E ARMAZENAMENTO
pedais de câmbio e freio.... 6-32 DA MOTOCICLETA.......................7-1
Verificação e lubrificação dos Cuidados cor fosca ...................7-1
manetes do freio e Cuidado .....................................7-1
embreagem ........................ 6-33 Armazenamento ........................7-4
Verificação e lubrificação do
cavalete central e lateral..... 6-33 ESPECIFICAÇÕES........................8-1
Lubrificação das articulações
da balança.......................... 6-34 INFORMAÇÕES AO
Verificação do garfo PROPRIETÁRIO ............................9-1
dianteiro ............................. 6-34 Números de identificação .........9-1
Verificação da direção ............ 6-35 Yamaha e a preservação do
Verificação dos rolamentos meio ambiente ......................9-2
da roda ............................... 6-36 Óleo do motor YAMALUBE® .....9-5
Bateria..................................... 6-36
U2BSW0W0.book Page 1 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA
WAU1031C  Obter serviço de um profissional  Esta motocicleta é projetada para
técnico como indicado neste Ma- levar o condutor e um passageiro.
Seja um Proprietário Responsável nual do Proprietário e/ou quando  A falha dos motoristas em detectar
Como proprietário do veículo, você é necessário, verificar as condições e reconhecer motocicletas no
responsável pela segurança e o funcio- mecânicas. trânsito é a principal causa de aci-
namento adequado da sua motocicleta.  Nunca opere a motocicleta sem dentes entre automóveis e motoci-
Motocicletas são veículos de duas ro- treinamento ou instrução apropria- cletas. Muitos acidentes foram
das. da. Faça um treinamento. Inician- causados por um motorista de au-
Sua utilização e operação seguras de- tes devem fazer um curso com tomóvel que não viu a motocicleta.
pendem do uso de técnicas adequadas instrutores certificados. Consulte Tornar-se visível parece ser bas-
de condução, bem como da experiên- um revendedor autorizado de mo- tante eficiente na redução do risco
cia do condutor. Cada condutor deve tocicleta para saber mais sobre os deste tipo de acidente.
conhecer as seguintes exigências antes cursos de formação mais próxi- Portanto:
de conduzir esta motocicleta. mos de você. • Use uma jaqueta com cores vi-
Ele ou ela deve: vas.
 Obter instruções completas de • Redobre a atenção quando se
Conduzir com segurança
uma fonte competente sobre to- aproximar e atravessar cruza-
Sempre faça inspeções pré-operação
dos os aspectos de operação da mentos, já que estes são os lu-
cada vez que utilizar o veículo, para cer-
motocicleta. gares mais prováveis para
tificar-se que está em condições segu-
 Observar as advertências e exi- acidentes com motocicleta.
ras de funcionamento. A falha em
gências de manutenção no Manu- • Trafegue onde outros motoris-
inspecionar ou manter o veículo em
al do Proprietário. tas possam vê-lo. Evite trafegar
condições adequadas aumenta a pos-
 Obter treinamento qualificado so- no ponto cego de outro moto-
sibilidade de um acidente ou danos ao
bre técnicas seguras e adequadas rista.
equipamento. Consulte a página 4-1
de condução.
para verificar a lista de inspeção antes
do uso.
1-1
U2BSW0W0.book Page 2 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA
• Nunca faça a manutenção da esteja completamente familiari-  A postura do condutor e do passa-
motocicleta sem o devido co- zado com a motocicleta e todos geiro é importante para o controle
nhecimento. Contate com um os seus controles. adequado.
revendedor autorizado para in-  Diversos acidentes foram causa- • O condutor deve manter as
formá-lo sobre a manutenção dos por erro do condutor da moto- duas mãos no guidão e os dois
básica da motocicleta. A manu- cicleta. Um erro comum cometido pés no estribo durante a condu-
tenção correta só pode ser feita pelo condutor é fazer uma curva ção, para manter o controle da
por pessoal certificado. muito aberta em decorrência do motocicleta.
 Diversos acidentes envolvem con- excesso de velocidade ou fazer • O passageiro deve sempre se
dutores inexperientes. Na verda- uma curva muito fechada (ângulo segurar no condutor, na alça do
de, vários condutores que se de inclinação insuficiente para a assento ou barra, se equipado,
envolveram em acidentes nem se- velocidade). com as duas mãos e manter os
quer possuíam carteira de habilita- • Sempre obedeça os limites de dois pés no estribo. Nunca leve
ção para motocicleta. velocidade e nunca trafegue um passageiro a menos que ele
• Esteja certo de que está qualifi- mais rápido do que as condi- ou ela possam colocar firme-
cado e apenas empreste sua ções lhe permitem. mente os pés no estribo do pas-
motocicleta a outros conduto- • Sempre sinalize antes de fazer sageiro.
res qualificados. uma curva ou mudar de pista.  Nunca conduza sob o efeito de ál-
• Conheça suas habilidades e li- Garanta que outros motoristas cool ou outras drogas.
mites. Ficar dentro de seus limi- possam vê-lo.
tes pode ajudar a evitar
Equipamentos de Proteção
acidente.
A maioria das mortes por acidentes
• Recomendamos que você trei-
com motocicleta resulta de ferimentos
ne conduzir sua motocicleta
na cabeça. O uso de um capacete é fa-
onde não haja trânsito, até que
tor crucial na prevenção ou redução de
ferimentos na cabeça.
1-2
U2BSW0W0.book Page 3 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA
 Sempre use um capacete aprova- Evite Envenenamento por Monóxido  Não deixe o motor funcionando
do por um órgão competente. de Carbono em áreas fechadas. Mesmo utili-
 Utilize uma viseira ou óculos. O Todo escapamento do motor contém zando ventilador ou abrindo as ja-
vento nos olhos desprotegidos monóxido de carbono, um gás mortal. nelas e portas, o monóxido de
pode prejudicar a visão, o que Respirar monóxido de carbono pode carbono pode rapidamente alcan-
pode atrapalhar a visualização de causar dores de cabeça, tontura, sono- çar níveis perigosos.
uma situação de perigo. lência, náusea, perturbação e eventual-  Não deixe o motor em funciona-
 Vestir uma jaqueta, botas, calça, mente morte. mento em áreas mal ventiladas ou
luvas etc., é eficiente na preven- Monóxido de Carbono é um gás inco- parcialmente fechadas como ce-
ção ou redução de ferimentos em lor, inodoro, insípido, que pode estar leiros, garagens ou estacionamen-
geral. presente, mesmo que não veja ou não tos.
 Nunca vista roupas largas, pois sinta o cheiro procedente do escape do  Não deixe o motor em funciona-
elas podem prender nas alavan- motor. Pode-se acumular em um tem- mento ao ar livre onde os gases de
cas de controle ou rodas e provo- po muito curto níveis mortais de monó- escape possam penetrar em edifí-
car ferimentos ou um acidente. xido de carbono que podem cios através de janelas ou portas
 Sempre vista roupas protetoras enfraquecê-lo e impedir que se salve. abertas.
que cubram suas pernas, tornoze- Do mesmo modo, monóxido de carbo-
los e pés. O motor e o sistema de no também pode ficar armazenado por
Carga
escape ficam muito quentes du- horas ou dias em áreas fechadas ou
Acrescentar acessórios ou bagagens
rante ou após a condução e po- pouco ventiladas. Se sentir qualquer
em sua motocicleta pode ter um efeito
dem provocar queimaduras. sintoma de envenenamento por monó-
adverso na estabilidade e manuseio,
 O passageiro também deve obser- xido de carbono, deixe a área imediata-
caso a distribuição do peso do veículo
var as precauções acima. mente, respire ar fresco e PROCURE
seja alterada. Para evitar a possibilida-
TRATAMENTO MÉDICO.
de de acidente, tenha extremo cuidado
ao acrescentar bagagens ou acessó-
rios em sua motocicleta. Tenha cuidado
1-3
U2BSW0W0.book Page 4 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA
extra quando conduzir uma motocicleta possível em ambos os lados da  Este veículo não foi projetado
que tenha bagagens ou acessórios adi- motocicleta, para minimizar o de- para puxar um reboque ou aco-
cionais. Aqui, junto com as informações sequilíbrio ou instabilidade. plar um sidecar.
sobre acessórios, há algumas diretrizes  O deslocamento dos pesos pode
gerais para seguir quando adicionar ocasionar um desequilíbrio repen-
Acessórios Genuínos Yamaha
carga na sua motocicleta: tino. Certifique-se que os acessó-
Escolher acessórios para o seu veículo
O peso total do condutor, passageiro, rios e as bagagens estão
é uma importante decisão. Acessórios
acessórios e carga não deve exceder o firmemente presos à motocicleta
genuínos Yamaha , que estão disponí-
limite máximo de carga.A condução de antes de conduzi-la. Verifique fre-
vel somente em um concessionário
um veículo sobrecarregado pode quentemente os suportes dos
Yamaha, foram projetados, testados e
causar um acidente. acessórios e os bagageiros.
aprovados pela Yamaha para utilização
• Ajuste adequadamente a sus-
no seu veículo.
Carga máxima: pensão de acordo com a carga
Muitas empresas, que não tem cone-
209 kg (461 lb) (somente para modelos com
xão com a Yamaha, fabricam peças e
suspensão ajustável) e verifique
acessórios ou oferecem outras modifi-
a condição e pressão dos
Quando carregar dentro desse limite de cações para os veículos da Yamaha. A
pneus.
peso, lembre-se do seguinte: Yamaha não pode testar todos os aces-
• Nunca acople nenhum item
 O peso da bagagem e acessório sórios que estas empresas produzem.
grande ou pesado ao guidão,
deve ser mantido o mais baixo e Portanto, a Yamaha não pode nem en-
garfo dianteiro ou para-lama.
próximo possível da motocicleta. dossar, nem recomendar o uso de
Esses itens, incluindo cargas
Posicione os itens mais pesados acessórios que não são vendidos pela
como sacos de dormir, mochi-
de maneira segura e mais próxi- Yamaha ou modificações que não são
las ou barracas, podem criar
mos possíveis do centro do veícu- recomendadas pela Yamaha, mesmo
instabilidade na condução ou
lo, e certifique-se de distribuir o que o acessório for vendido ou instala-
diminuir a resposta da direção.
peso da maneira mais nivelada do em um concessionário Yamaha.

1-4
U2BSW0W0.book Page 5 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA
Peças, Acessórios e Modificações usá-lo para garantir que ele não re- instabilidade quando for ultra-
Não Originais duza, de forma alguma, o espaço passar ou for ultrapassado por
Mesmo que alguns produtos não origi- livre do chão ou de curva, limite o veículos grandes.
nais possam ter um desenho e uma percurso da suspensão, o percur- • Alguns acessórios podem tirar o
qualidade semelhantes aos acessórios so do guidão, o funcionamento do condutor de sua posição nor-
genuínos Yamaha, é importante reco- controle ou mesmo obstrua as lu- mal de condução. Esta posição
nhecer que esses acessórios ou modifi- zes ou refletores. inadequada limita a liberdade
cações não originais não são • Os acessórios encaixados no de movimento do condutor e
adequados devido ao potencial risco guidão ou na área do garfo pode limitar a capacidade de
de acidentes à você ou a outros. A ins- dianteiro podem criar instabili- controle, portanto, tais acessó-
talação de produtos não originais ou dade em razão da distribuição rios não são recomendados.
outras modificações feitas no seu veí- inadequada do peso ou altera-  Tenha cuidado ao adicionar aces-
culo que mude o projeto ou as caracte- ções na aerodinâmica. Caso sórios elétricos. Caso os acessó-
rísticas de condução pode colocar acessórios sejam acrescenta- rios elétricos ultrapassem a
você e outros em grande risco de sério dos ao guidão ou à área do gar- capacidade do sistema elétrico da
acidente ou morte. Você é o responsá- fo dianteiro, devem ser o mais motocicleta pode haver uma falha
vel por ferimentos causados devido a leve e menor possível. elétrica, causando uma perda pe-
mudanças no veículo. • Acessórios pesados ou grandes rigosa de luzes ou de potência do
Lembre-se das seguintes recomenda- podem afetar seriamente a es- motor.
ções, bem como das oferecida em tabilidade da motocicleta em ra-
“Carga” quando montar acessórios. zão dos efeitos aerodinâmicos.
Pneus e Aros Não Originais
 Nunca instale acessórios ou trans- O vento pode tentar levantar a
Os pneus e aros que vem em sua moto-
porte cargas que possam prejudi- motocicleta ou esta pode se
cicleta foram projetados para combinar
car a performance da sua tornar instável em ventos desfa-
a capacidade de desempenho e pro-
motocicleta. Cuidadosamente, voráveis. Esses acessórios tam-
porcionar a melhor combinação de di-
inspecione o acessório antes de bém podem causar
reção, frenagem e conforto. Outros
1-5
U2BSW0W0.book Page 6 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA
pneus, aros, tamanhos e combinações por exemplo, nas peças de borra- WAU51082
podem não ser apropriados. Consulte a cha como guidões ou piscas, ou Dispositivo para transporte de
página 6-24 para especificações do nas peças que possam quebrar). carga
pneu e informações adicionais ao tro- Escolha o local para fixação das
car os pneus. cintas cuidadosamente para que a
Bagageiro lateral e bauleto
cinta não raspe nas superfícies
pintadas durante o transporte.
Transporte da Motocicleta Para instalar o bagageiro lateral (lado
 A suspensão deve ser comprimida
Certifique-se de observar as seguintes esquerdo)
com as cintas, se possível, assim a
instruções antes de transportar a moto- 1. Retire o suporte do estribo do
motocicleta não irá balançar ex-
cicleta em outro veículo. lado esquerdo, removendo os
cessivamente durante o transpor-
 Retire da motocicleta todos os parafusos superiores do suporte
te.
itens soltos. do estribo e os parafusos do
 Verifique se a torneira de combus- lado do suporte do estribo.
tível (se equipada) está na posição 2. Retire a alça do lado esquerdo,
“OFF” e que não há vazamento de removendo os parafusos da al-
combustível. ça.
 Coloque a roda dianteira de forma
reta no trailer ou na caçamba do
caminhão, e prenda na grade para
evitar movimento.
 Engate a transmissão (para mode-
los com transmissão manual).
 Amarre a motocicleta com cintas
ou correias, fixadas nas peças ma-
ciças da motocicleta como o
chassi ou no garfo dianteiro (e não,
1-6
U2BSW0W0.book Page 7 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA
Torques de aperto:
Parafuso superior do suporte
do estribo:
2,8 m·kgf (28 Nm)
Parafuso lateral do suporte do
estribo:
0,7 m·kgf (7 Nm)
Parafuso da alça:
3,65 m·kgf (36,5 Nm)
1. Alça 1. Alça
2. Suporte do estribo do lado esquerdo 2. Suporte do estribo do lado direito
3. Parafuso superior do suporte dos estri- Para instalar o bagageiro lateral (lado 3. Pontos de instalação dianteiro
bos direito) 4. Parafuso da alça
4. Parafuso da lateral do suporte dos es- 1. Retire o suporte do estribo do
tribos lado direito, removendo os para- 3. Instale o suporte do bagageiro
5. Parafuso da alça fusos do suporte do estribo. lateral juntamente com o supor-
2. Retire a alça do lado direito, re- te do estribo e a alça, e então
3. Instale o suporte do bagageiro aperte os parafusos com os tor-
movendo os parafusos da alça.
lateral juntamente com o supor- ques especificados.
te do estribo e a alça, e então
aperte os parafusos com os tor-
Torques de aperto:
ques especificados.
Parafuso do suporte do estri-
bo:
2,8 m·kgf (28 Nm)
Parafuso da alça:
3,65 m·kgf (36,5 Nm)

1-7
U2BSW0W0.book Page 8 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA
WWAW0112 2. Instale os parafusos mais lon- WWA15971

ADVERTÊNCIA gos, e então aperte-os com o ADVERTÊNCIA


 Não exceda o limite de carga de torque especificado.  Não exceda o limite de carga de
5 kg para cada bagageiro lateral. 5 kg para o bauleto.
 Certifique-se de distribuir o Torque de aperto:  Não exceda a carga máxima de
peso de maneira mais nivelada Parafuso do bagageiro supe- 209 kg (461 lb) do veículo. Danos
possível em ambos os lados da rior: causados pelo excesso de carga
motocicleta para minimizar o de- 1,95 m·kgf (19,5 Nm) não são cobertos pela garantia.
sequilíbrio ou instabilidade. Conduzir com carga acima do
3. Insira as projeções da base do permitido ou com carga solta,
Para instalar o bauleto bauleto nos encaixes mostrados pode criar instabilidade na con-
1. Retire o bagageiro superior, re- no bagageiro inferior. dução, além de causar danos ao
movendo os parafusos do baga- chassi, com possibilidade de
geiro superior. graves acidentes.
 Ao conduzir o veículo com o
bauleto ou bagageiros laterais
instalados, é fundamental a ins-
peção diária antes do uso. Con-
sulte a página 4-1 para a lista de
inspeção antes do uso.

1. Ranhura

1. Bagageiro superior
2. Parafuso do bagageiro superior (longo)
3. Parafuso do bagageiro superior (curto)

1-8
U2BSW0W0.book Page 9 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA

NOTA
Para mais informações sobre a instala-
ção do bagageiro lateral ou bauleto,
consulte o respectivo manual do aces-
sório.

1-9
U2BSW0W0.book Page 1 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

DESCRIÇÃO
WAU10411
Vista esquerda

1. Tampa do tanque de combustível (página 3-34) 6. Reservatório do líquido de arrefecimento (página 6-21)
2. Trava do assento (página 3-38) 7. Pedal de câmbio (página 3-29)
3. Bagageiro (página 3-47) 8. Parafuso de dreno do óleo do motor (tanque de óleo) (página
4. Parafuso de abastecimento do óleo da transmissão final (pá- 6-15)
gina 6-19) 9. Parafuso de dreno do óleo do motor (cárter) (página 6-15)
5. Parafuso de dreno do óleo da transmissão final (página 6-19) 10.Cartucho do filtro de óleo do motor (página 6-15)

2-1
U2BSW0W0.book Page 2 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

DESCRIÇÃO
WAU10421
Vista direita

1. Reservatório do fluido do freio traseiro (página 6-30) 7. Parafuso de ajuste da força de amortecimento da compres-
2. Porca de ajuste da pré-carga da mola do conjunto do amor- são do garfo dianteiro (página 3-42)
tecedor (página 3-45) 8. Kit de ferramentas do proprietário (página 6-2)
3. Parafuso de ajuste da força de amortecimento de retorno do 9. Bateria (página 6-36)
garfo dianteiro (página 3-42) 10.Tampa de abastecimento do óleo do motor (página 6-15)
4. Parafuso de ajuste da pré-carga da mola do garfo dianteiro 11.Visor de verificação do nível de óleo do motor (página 6-15)
(página 3-42)
12.Pedal do freio (página 3-31)
5. Fusivel (página 6-38)
13.Porca de ajuste da força de amortecimento de retorno do
6. Caixa de fusíveis (página 6-38) conjunto do amortecedor (página 3-45)
2-2
U2BSW0W0.book Page 3 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

DESCRIÇÃO
WAU10431
Controles e instrumentos

1. Manete da embreagem (página 3-29)


2. Interruptores do guidão lado esquerdo (página 3-27)
3. Reservatório do fluido da embreagem (página 6-30)
4. Visor multifuncional (página 3-12)
5. Tomada auxiliar DC (página 3-51)
6. Reservatório do fluido do freio dianteiro (página 6-30)
7. Interruptores do guidão do lado direito (página 3-27)
8. Manete do freio (página 3-30)
9. Manopla do acelerador (página 6-24)
10.Interruptor principal/trava da direção (página 3-2)

2-3
U2BSW0W0.book Page 1 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


WAU10978  um transmissor-receptor (que é SEU CONCESSIONÁRIO CASO
Sistema imobilizador instalado na chave de reconfigura- A TENHA PERDIDO! Se perder
ção do código) esta chave, será impossível con-
 uma unidade imobilizadora figurar novos códigos nas cha-
 uma ECU (Unidade de Controle ves normais. As chaves normais
Eletrônico) podem continuar sendo utiliza-
 uma luz indicadora do sistema das para colocar o veículo em
imobilizador (Consulte a página funcionamento, no entanto,
3-7.) caso seja necessário re-configu-
A chave com o arco vermelho é utiliza- rar o código (ou seja, se for feita
da para registrar códigos em cada uma uma nova chave normal ou per-
1. Chave de reconfiguração do código das chaves padrão. Dado que a recon- der todas as chaves), será ne-
(vermelha) figuração é um processo difícil, leve o cessário substituir todo o
2. Chaves padrão (preta) veículo com as três chaves a um con- sistema imobilizador. Por isso,
cessionário Yamaha, para que sejam recomendamos que utilize uma
Este veículo está equipado com um sis- reconfiguradas. Não utilize a chave com das chaves normais e mantenha
tema imobilizador para evitar roubo arco vermelho para conduzir o veículo. a chave de re-configuração do
através de códigos de registro nas cha- A chave com arco vermelho deve ser código em um local seguro.
ves padrão. Este sistema é composto somente utilizada para reconfigurar as  Não mergulhe as chaves em
pelo seguinte: chaves padrão. Utilize sempre uma água.
 uma chave de reconfiguração do chave padrão para conduzir o veículo.  Não exponha as chaves a tem-
código (com um arco vermelho) WCA11822 peraturas excessivamente ele-
 duas chaves padrão (com um arco ATENÇÃO vadas.
preto) que podem ser reconfigura-
 NÃO PERCA A CHAVE DE RE-
das com novos códigos
CONFIGURAÇÃO DO CÓDIGO!
CONTATE IMEDIATAMENTE O
3-1
U2BSW0W0.book Page 2 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


 Não coloque as chaves próxi-  Mantenha as chaves de outros WAU10462
mas de imãs (incluindo produ- sistemas imobilizadores longe Chave de ignição/trava do
tos como alto-falantes, etc., mas do interruptor principal, uma vez guidão
sem se limitar a estes). que elas podem causar interfe-
 Não coloque as chaves próxi- rência de sinais.
mas de objetos que transmitam
sinais elétricos.
 Não coloque objetos pesados
sobre a chave.
 Não efetue qualquer tipo de poli-
mento nem altere a forma das
chaves.
 Não desmonte a parte plástica A chave de ignição/trava do guidão
das chaves. controla os sistemas de ignição e ilumi-
 Não coloque duas chaves de nação, e é utilizado para travar o gui-
qualquer sistema imobilizador dão. As diversas posições estão
no mesmo chaveiro. descritas a seguir.
 Mantenha as chaves normais,
bem como chaves de outros sis-
WAU51501
temas imobilizadores afastadas ON
da chave de reconfiguração do Todos os circuitos elétricos são alimen-
código deste veículo. tados; as luzes do mostrador, lanter-
nas, luz de placa, luzes auxiliares e
luzes de posição acendem, e o motor
pode ser ligado. A chave não pode ser
removida.
3-2
U2BSW0W0.book Page 3 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


Para travar a direção Para destravar a direção
NOTA
Os faróis acendem automaticamente
quando o motor é ligado e ficam aceso
até a chave ser girada para “OFF”.

WAU10662
OFF
Todos os sistemas elétricos estão des-
ligados. A chave pode ser removida. 1. Pressionar 1. Pressionar
WWA10062
2. Girar. 2. Girar.
ADVERTÊNCIA
1. Gire os guidões completamente Pressione a chave no interruptor princi-
Nunca gire a chave para a posição
para a esquerda ou direita. pal, e então gire-a para “OFF” ainda
“OFF” ou “LOCK” enquanto a moto-
2. Pressione a chave para a posi- pressionando-a.
cicleta estiver em movimento. Caso
ção “OFF”, e então gire-a para
contrário os sistemas elétricos serão
“LOCK” enquanto pressiona-a.
desativados, o que pode resultar em WAU59680
3. Retire a chave.
perda de controle ou em um aciden- (Parking)
te. As luzes do pisca alerta e dos piscas
podem ser acesas, mas os demais cir-
cuitos elétricos estão desligados. A
WAU10693
chave pode ser retirada.
LOCK
A direção deve estar travada antes da
O guidão está travado e todos os siste-
chave ser girada para “ ”.
mas elétricos estão desativados. A cha-
ve pode ser removida.

3-3
U2BSW0W0.book Page 4 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


WCA20760 WAU49396 WAU11031
ATENÇÃO Luzes indicadoras e luzes de Luz indicadora do pisca “ ” e “ ”
advertência A luz indicadora correspondente acen-
Utilizar a luz do pisca alerta durante
de intermitentemente quando o inter-
um longo período de tempo pode
ruptor do pisca é posicionado para a
causar o descarregamento da bate-
esquerda ou direita.
ria.

WAU11061
Luz indicadora de ponto morto “ ”
Esta luz indicadora acende quando a
transmissão estiver em ponto morto.

1. Luz indicadora do pisca


WAU11081
esquerdo “ ”
Luz indicadora do farol alto “ ”
2. Luz indicadora do pisca direito “ ”
Esta luz indicadora se acende quando o
3. Luz de advertência do nível de
farol alto é acionado.
óleo “ ”
4. Luz de advertência de problema no
motor “ ” WAU11255
5. Luz de advertência do sistema antiblo- Luz de advertência do nível de
queio do freio (ABS) “ ABS ” óleo “ ”
6. Luz de advertência/indicadora do sis- Esta luz de advertência se acende
tema de controle de tração “TCS” quando o nível do óleo do motor está
7. Luz indicadora do piloto automático baixo.
8. Luz indicadora do farol alto “ ”
9. Luz indicadora de ponto morto “ ”

3-4
U2BSW0W0.book Page 5 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


O circuito elétrico da luz de advertência corrigido: A luz de advertência do WAU59110
pode ser verificado girando-se a chave nível de óleo irá piscar dez vezes, Luz de advertência de problema no
para “ON”. A luz de advertência deve então se apagará por 2,5 segun- motor “ ”
acender por alguns segundos e depois dos. Se isso ocorrer, solicite a um Esta luz de advertência se acende ou
apagar. concessionário Yamaha para veri- pisca quando um circuito elétrico que
Se a luz de advertência não acender ini- ficar o veículo. monitora o motor apresentar problema.
cialmente quando a chave for girada Se isto ocorrer, solicite a um concessio-
para “ON”, ou se a luz de advertência nário Yamaha para verificar o sistema
permanecer acesa, solicite a um con-
WAU58400 de autodiagnóstico. (Veja página 3-25
Luz indicadora do piloto automático para obter explicações sobre o disposi-
cessionário Yamaha para verificar o cir-
A luz indicadora acende quando o sis- tivo de autodiagnóstico.)
cuito elétrico.
tema de piloto automático estiver ativo. O circuito elétrico da luz de advertência
Consulte a página 3-7 para para uma pode ser verificado girando a chave
NOTA
explicação detalhada sobre a função para “ON”. A luz de advertência deve
 Mesmo que o nível do óleo seja
dessas luzes indicadoras. acender por alguns segundos e depois
suficiente, a luz de advertência
O circuito elétrico das luzes de adver- apagar.
pode piscar durante uma subida
tência pode ser verificado ao girar a Se a luz de advertência não acender
ou durante uma aceleração ou de-
chave para “ON”. A luz de advertência quando a chave for girada para “ON”,
saceleração, mas isso não signifi-
deve acender durante alguns segundos ou se a luz de advertência permanecer
ca mau funcionamento.
e então apagar. acesa, solicite a um concessionário
 Este modelo também está equipa-
Se a luz de advertência não acender ini- Yamaha para verificar o circuito elétri-
do com um dispositivo de auto-
cialmente quando a chave é girada para co.
diagnóstico para o circuito de
“ON”, ou se a luz permanecer acesa,
detecção do nível do óleo. Se um
peça a um concessionário Yamaha que
problema for notado no circuito de
verifique o circuito elétrico.
detecção, o seguinte ciclo irá se
repetir, até que o problema seja

3-5
U2BSW0W0.book Page 6 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


sistema logo que possível. (Veja página
NOTA 3-31 para uma explicação do sistema NOTA
A luz de advertência de problema no ABS.) A luz de advertência do ABS também
motor também se acenderá enquanto o WWA17730 se acenderá enquanto o interruptor de
interruptor de arranque for pressiona- ADVERTÊNCIA arranque for pressionado, mas isto não
do, mas isto não indica uma avaria. Se a luz de advertência do ABS não indica uma avaria.
apagar após a motocicleta atingir a
WAU60250
velocidade de 10 km/h ou superior, WAU58902
Luz de advertência do ABS “ ” ABS ou se a luz de advertência acender ou Luz indicadora/advertência do siste-
Em funcionamento normal, a luz de ad- piscar acender ou piscar enquanto ma de controle de tração “TCS”
vertência do ABS acende-se quando a conduz, o sistema de frenagem re- Esta luz indicadora/advertência pisca
chave é girada para “ON”, e desliga-se verte para o freio convencional. Se quando o sistema de controle de tração
após ser atingida uma velocidade de 10 qualquer uma dessas coisas aconte- é ativado.
km/h ou superior. cerem, ou se a luz de adventência O circuito elétrico da luz pode ser verifi-
Se a luz de advertência do ABS: não se acender, tenha um cuidado cado girando-se a chave para “ON”. A
 não se acender quando a chave é extra para não ocasionar o travamen- luz se acende por alguns segundos, e
girada para “ON” to das rodas durante uma frenagem depois apaga.
 acender ou ficar intermitente du- de emergência. Solicite a um conces- Se a luz não acender imediatamente ao
rante a condução sionário Yamaha que verifique o sis- girar a chave para “ON”, ou se a luz per-
 não se apagar após ser atingida tema de freio e os circuitos elétricos manecer acesa, solicite a um conces-
uma velocidade de 10 km/h ou su- assim que possível. sionário Yamaha para verificar o
perior circuito elétrico.
O sistema ABS pode não funcionar cor- Se o sistema de controle de tração for
retamente. Se acontecer alguma das si- desativado durante a condução, apare-
tuações acima, solicite a um cerá a indicação “TCS Off”, e a luz indi-
concessionário Yamaha que verifique o cadora/advertência e a luz de problema
3-6
U2BSW0W0.book Page 7 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


no motor se acendem. (Consulte a pá- WAU38625 WAU60260
gina 3-32 para uma explicação do sis- Luz indicadora do sistema imobiliza- Sistema de piloto automático
tema de controle de tração.) dor Este modelo está equipado com um
O circuito elétrico da luz indicadora sistema de piloto automático projetado
pode ser verificado girando-se a chave para manter uma velocidade previa-
para “ON”. A luz indicadora deve acen- mente estabelecida.
der-se por alguns segundos e depois O sistema de piloto automático só fun-
apagar. ciona quando se conduz em 3ª marcha
Se a luz indicadora não acender quan- em velocidade entre 50 km/h e 100 km/
do a chave for girada para “ON”, ou se h, em 4ª velocidade marcha em veloci-
a luz permanecer acesa, solicite a um dade entre 50 km/h e 150 km/h , ou em
concessionário Yamaha para verificar o 5ª ou 6ª marcha em velocidade entre 50
1. Botão “TCS” circuito elétrico. km/h e 180 km/h.
2. Visor do modo de sistema de controle Quando a chave for girada para “OFF” WWA16341
de tração e após 30 segundos, a luz indicadora ADVERTÊNCIA
3. Luz de advertência/indicadora do sis- começará a piscar, indicando que o sis-
tema de controle de tração “TCS”  A utilização incorreta do siste-
tema imobilizador está ativado. Passa-
4. Luz de advertência de problema no ma do piloto automático pode
das 24 horas, a luz indicadora irá parar
motor “ ” causar perda de controle e re-
de piscar, mas o sistema imobilizador
sultar em acidente. Não ative o
Reinicie o sistema de controle de tração continuará ativado.
sistema do piloto automático em
e as luzes seguindo os procedimentos O dispositivo de auto-diagnóstico tam-
trânsito intenso, condições cli-
explicados em “Resetting” na página bém detecta problemas nos circuitos
máticas adversas ou em vias si-
3-34. do sistema imobilizador. (Consulte a
nuosas, escorregadias,
página 3-25 para obter detalhes sobre
inclinadas, deterioradas ou de
o dispositivo de auto-diagnóstico.)
cascalho.

3-7
U2BSW0W0.book Page 8 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


 O sistema do piloto automático será a velocidade do piloto auto-
poderá não conseguir manter a mático configurada. O indicador
velocidade configurada quando luminoso de configuração do pi-
o veículo estiver em uma subida loto automático “SET” irá acen-
ou uma descida. der.
 Para evitar a ativação acidental
do sistema do piloto automáti-
Ajustar a velocidade configurada do
co, desligue-o quando não esti-
piloto automático
ver utilizando. Certifique-se de
1. Interruptor de configuração do piloto Quando o sistema de piloto automático
que o indicador luminoso do
automático “RES+/SET–” estiver em funcionamento, pressione
sistema do piloto
2. Interruptor de alimentação do piloto “RES+” no interruptor de configuração
automático “ ” está apagado. automático “ ” do piloto automático para aumentar a
velocidade configurada do piloto auto-
Ativação e configuração do sistema mático ou “SET–” para diminuir a velo-
de piloto automático cidade configurada.
1. Pressione o interruptor de ali-
mentação do piloto NOTA
automático “ ” localizado no Pressionar interruptor de configuração
guidão esquerdo. O indicador uma vez altera a velocidade em interva-
luminoso do sistema de piloto los de 2,0 km/h. Manter pressionado
automático “ ” irá acender. “RES+” ou “SET–” no interruptor de
1. Luz indicadora do sistema de piloto 2. Pressione o lado “SET–” do in- configuração do piloto automático, au-
automático “ ” menta ou diminui a velocidade continu-
terruptor de configuração do pi-
2. Luz indicadora de configuração do pi- loto automático para ativar o amente até o interruptor ser liberado.
loto automático “SET”
sistema de piloto automático. A
velocidade de condução atual
3-8
U2BSW0W0.book Page 9 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


A velocidade de condução também Uso da função de retomar
pode ser aumentada manualmente Pressione “RES+” do interruptor de
usando o acelerador. Após acelerar, configuração do piloto automático para
uma nova velocidade do piloto automá- reativar o sistema de piloto automático.
tico pode ser configurada ao pressionar A velocidade de condução voltará para
“SET–” no interruptor de configuração. a velocidade do piloto automático pre-
Se não configurar uma nova velocidade viamente configurada. O indicador lu-
do piloto automático, quando voltar a minoso “SET” irá acender.
manopla do acelerador à posição ini- WWA16351
1. Posição fechada
cial, o veículo irá desacelerar até a velo- ADVERTÊNCIA
2. Cancelamento da direção do piloto au-
cidade do piloto automático É perigoso usar a função de retomar
tomático
previamente configurada. quando a última velocidade configu-
 Acione o freio dianteiro ou traseiro. rada do piloto automático for exces-
 Desengate a embreagem. siva para as condições atuais.
Desativação do sistema de piloto au-
Pressione o interruptor de alimentação
tomático
para desligar o sistema de controle do
Efetue uma das seguintes operações
piloto automático. Os indicadores NOTA
para cancelar a velocidade configurada
luminosos “ ” e “SET” irão apagar.  A função de retomar funciona
do piloto automático. O indicador lumi-
quando se conduz em 3ª marcha a
noso “SET” irá apagar.
NOTA velocidades entre 50 km/h e 100
 Gire a manopla do acelerador no
A velocidade de condução diminui as- km/h , em 4ª marcha a velocida-
sentido de desaceleração passan-
sim que o sistema de controle do piloto des entre 50 km/h e 150 km/h, ou
do da posição fechada.
automático for desativado, a não ser em 5ª ou 6ª marcha a velocidades
que a manopla do acelerador seja gira- entre 50 km/h e 180 km/h.
da.

3-9
U2BSW0W0.book Page 10 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


 Se pressionar o interruptor de ali-  Quando é detectada derrapagem Se o sistema de piloto automático for
mentação enquanto o sistema es- ou patinagem de uma roda. (Se o desativado automaticamente, deve—
tiver em operação, o sistema irá sistema de controlo de tração não se parar e verificar se o veículo está em
desligar e apagará a velocidade for desativado, este entrará em boas condições de funcionamento.
previamente configurada de piloto funcionamento.) Antes de voltar a usar o sistema de pi-
automático. A função de retomar  O interruptor de partida/parada do loto automático, ative-o usando o inter-
não poderá ser utilizada até que motor está regulado para a ruptor de alimentação.
uma nova velocidade do piloto au- posição “ ”.
tomático ser configurada.  O motor para. NOTA
 O descanso lateral é baixado. Em alguns casos, o sistema de piloto
Desativação automática do sistema de Quando viajar com uma velocidade de automático não conseguirá manter a
piloto automático piloto automático configurada, se o sis- velocidade de piloto automático confi-
O sistema de piloto automático para tema de piloto automático for desativa- gurada quando o veículo estiver em
este modelo é controlado eletronica- do segundo as condições acima, o uma subida ou numa descida.
mente e está ligado com os outros sis- indicador luminoso “ ” irá apagar e o  Quando o veículo for conduzido
temas de controle. O sistema de piloto indicador luminoso “SET” ficará inter- em uma subida, a velocidade de
automático fica automaticamente de- mitente durante 4 segundos e, depois, condução real pode tornar-se infe-
sativado nas condições que se se- irá desligar. rior à velocidade do piloto automá-
guem: Quando viajar sem uma velocidade de tico configurada. Se isto
 O sistema de piloto automático piloto automático configurada, se o in- acontecer, acelere até atingir a ve-
não consegue manter a velocida- terruptor de partida/parada do motor locidade de condução pretendida
de de piloto automático configura- estiver na posição “ ”, se o motor pa- usando o acelerador.
da. rar ou se o descanso lateral for baixado,  Quando o veículo for conduzido
o indicador luminoso “ ” irá apagar (o numa descida, a velocidade de
indicador luminoso “SET” não fica inter- condução real pode tornar-se su-
mitente). perior à velocidade do piloto auto-

3-10
U2BSW0W0.book Page 11 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


mático configurada. Se isto Dispositivo de auto-diagnóstico ma no motor estiver acesa, nem
acontecer, o interruptor de confi- enquanto existir anomalia no sistema
guração não pode ser usado para de piloto automático.
ajustar a velocidade do piloto au- WWA16361
tomático configurada. Para reduzir ADVERTÊNCIA
a velocidade de condução, utilize Se o piloto automático não estiver
os freios. Quando os freios são funcionando corretamente, a luz
acionados, o sistema de piloto au- indicadora “ ” irá piscar. Se isso
tomático é desativado. ocorrer, desligue o piloto automático
1. Luz indicadora do sistema de piloto e consulte uma concessionária
automático “ ” Yamaha para verificar o sistema.
2. Luz indicadora de configuração do pi-
WCA11591
loto automático “SET”
3. Luz de advertência de problema no ATENÇÃO
motor “ ” Quando o visor exibe um código de
4. Visor do código de erro erro, a motocicleta deverá ser verifi-
cada logo que possível, de modo a
O sistema de piloto automático tam-
evitar danos no motor.
bém é desativado quando é detectada
qualquer anomalia em um dos sistemas
do veículo. O indicador luminoso “SET”
irá apagar e o indicador luminoso “ ”
ficará intermitente. O sistema de piloto
automático não poderá ser utilizado en-
quanto a luz de advertência de proble-

3-11
U2BSW0W0.book Page 12 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


WAUW3110 WWA12423
Visor multifuncional ADVERTÊNCIA
Certifique-se de parar o veículo antes
de fazer qualquer mudança de ajuste
no visor multifuncional. Mudar a con-
figuração enquanto conduz pode dis-
trair o condutor e aumentar o risco
de um acidente.
1. Interruptor de menu “MENU”
2. Interruptor de seleção “ / ”
NOTA
1. Tecla “RESET”
O interruptor de seleção “ / ” e o O visor multifuncional está equipado
2. Botão “TCS”
interruptor “MENU” estão localizados com o seguinte:
3. Relógio
no guidão esquerdo. Estes interrupto-  um velocímetro
4. Tacômetro
res permitem que você controle ou  um tacômetro
5. Velocímetro mude os ajustes do visor multifuncio-  um relógio
6. Mostrador de marcha nal.  um medidor de combustível
7. Função de seleção do visor de infor-
 um indicador ecológico
mação
 um visor de marcha
8. Visor de informação
 um visor do modo de condução
9. Medidor de combustível
(mostra o modo de condução se-
10.Indicador de economia “ECO”
lecionado)
11.Visor do modo de condução  um visor do modo do sistema de
12.Visor do modo de sistema de controle controle de tração (mostra o modo
de tração
do sistema de controle de tração
selecionado)
3-12
U2BSW0W0.book Page 13 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


 um visor de informação (mostra as Tacômetro Zona de alta rotação (rpm): 7750 rpm
várias informações, como a leitura e acima
do hodômetro)
 um visor do modo de ajuste (per-
mite ajustar, selecionar ou reiniciar Medidor de combustível
os itens mostrados no visor de in-
formação)
 um dispositivo de auto-diagnósti-
co

1. Tacômetro
NOTA
Certifique-se de girar a chave para 2. Zona de alta rotação (rpm)
“ON” antes de pressionar o interruptor O tacômetro elétrico permite que o
de seleção “ / ”, o interruptor do condutor monitore a velocidade do mo- 1. Medidor de combustível
menu “MENU”, o botão “RESET” e o tor e mantenha-o dentro da potência
botão “TCS”. ideal. O medidor de combustível indica a
Quando a chave for girada para “ON”, o quantidade de combustível no tanque.
tacômetro percorrerá até a máxima ro- Os segmentos do visor do medidor de
tação do motor, retornando ao ponto combustível desaparecem em direção
zero para testar o circuito elétrico. a “E” (Vazio) conforme o nível do com-
WCAM1150 bustível diminui. Quando o último seg-
ATENÇÃO mento começar a piscar, reabasteça o
mais rápido possível.
Não opere o motor na zona de alta ro-
Quando a chave é girada para “ON”, to-
tação (rpm) do taquímetro.
dos os segmentos do visor acender
para testar o circuito elétrico.

3-13
U2BSW0W0.book Page 14 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


ciente quanto ao consumo de combus- Este visor mostra a marcha seleciona-
NOTA tível. O indicador desaparece ao parar o da. Este modelo está equipado com 6
Este medidor de combustível está equi- veículo. marchas. A posição de neutro é indica-
pado com um sistema de auto-diag- da pela luz indicadora de neutro “ ” e
nóstico. Se um problema for detectado NOTA pelo visor de marcha “ ”. Quando o
no circuito elétrico, todos os segmen- Considere as seguintes dicas para re- manete da embreagem estiver aciona-
tos do visor começam a piscar. Se isto duzir o consumo de combustível: do ou o veículo estiver parado, “—” irá
acontecer, solicite a um concessionário  Evite alta velocidade do motor du- aparecer.
Yamaha para verificar o circuito elétri- rante a aceleração.
co.  Viaje em velocidade constante.
Visor do modo de condução
 Selecione a marcha apropriada de
acordo com a velocidade do veí-
Indicador ecológico (Eco) culo.

Visor de marcha

1. Visor do modo de condução

Este visor indica qual o modo de con-


1. Indicador de economia “ECO” dução selecionado: Modo Turismo “T”
Este indicador acende quando o veícu- ou modo esportivo “S”. Para mais deta-
lo está sendo conduzido de uma forma lhes sobre os modos e como selecioná-
1. Luz indicadora de ponto morto “ ” los, consulte as páginas 3-26 e 3-28.
ecologicamente correta, de maneira efi-
2. Mostrador de marcha
3-14
U2BSW0W0.book Page 15 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


Visor do modo do sistema de contro- Visor de informação  temperatura do ar de admissão
le de tração  temperatura do líquido de arrefeci-
mento
 consumo médio de combustível
 consumo instantâneo de combus-
tível
Os itens mostrados em cada visor de
informação podem ser selecionados.
Para ajuster ou selecionar os itens mos-
trados, consulte a página 3-19.
1. Visor de informação
1. Visor do modo de sistema de controle 2. Visor–1 Hodômetro:
de tração 3. Visor–2
Este visor indica qual o modo do siste- 4. Visor–3
ma de controle de tração foi seleciona- Existem 3 visores de informação. O vi-
do: “1”, “2” or “OFF”. Para mais sor de informação selecionado pode
detalhes dos modos e como selecioná- ser alterado pressionando o interruptor
los, consulte a página 3-32. de seleção.
Os itens a seguir são mostrados no vi- Hodômetro parcial:
sor de informação:
 hodômetro
 hodômetro parcial
 hodômetro parcial da reserva de
combustível
 percurso estimado
 tempo decorrido
3-15
U2BSW0W0.book Page 16 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


Neste caso, pressionando os interrup- Visor de percurso estimado:
tores de seleção o visor irá mostrar as
várias informações na seguinte ordem;
“TRIP-1” e “TRIP-2” mostram a distân-
cia percorrida desde que foram zerados TRIP-F → Display–1 → Display–2 →
pela última vez. Display–3 → TRIP-F

de combustível permanecer no tanque, Para reiniciar o hodômetro parcial, utili- A distância que pode ser percorrida
o último segmento do medidor de com- ze o interruptor de seleção para sele- com o combustível restante no tanque
bustível irá piscar.Além disso, o visor de cionar o visor de informação que sob as condições de pilotagem atual é
informação será alterado automatica- contém o hodômetro parcial. Pressione exibida.
mente para o modo de hodômetro par- o botão “RESET” rapidamente para que
cial da reserva de combustível “TRIP-F” o hodômetro parcial pisque, e então Visor de tempo decorrido:
e iniciará a contagem da distância per- pressione novamente o botão “RESET”
corrida a partir deste ponto. por pelo menos 2 segundos enquanto o
hodômetro parcial está piscando. Caso
não reinicie o hodômetro parcial da re-
serva de combustível manualmente,
este será reiniciado automaticamente e
o visor irá retornar para o modo inicial, O tempo decorrido desde que a chave
após reabastecer e conduzir por 5 km. foi girada para “ON” é exibido. O tempo
máximo mostrado é de 99:59.
Este visor é automaticamente reinicia-
do quando a chave é girada para
“OFF”.

3-16
U2BSW0W0.book Page 17 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


Se a mensagem “Hi” piscar, pare o veí-
NOTA NOTA culo, e então pare o motor e deixe-o es-
Há também os visores de tempo decor-  –9 °C será exibido mesmo se a friar. (Consulte a página 6-47.)
rido “TIME–2” e “TIME–3”, mas não po- temperatura do ar de admissão fi-
dem ser ajustados no visor de car abaixo de –9 °C.
informação. Consulte “Modo de ajuste”  A precisão da leitura da tempera-
na página 3-19 para informações deta- tura pode ser afetada ao conduzir
lhadas. devagar (aproximadamente abai-
xo de 20 km/h) ou ao parar nos se-
Visor de temperatura do ar de admis- máfaros, cruzamentos, etc.
são:
Visor de temperatura do líquido de arre-
fecimento:
NOTA
O visor de seleção da informação não
pode ser alterado enquanto a mensa-
gem “Hi” estiver piscando.
O visor de temperatura do ar de admis-
WCA10022
são indica a temperatura do ar que en-
tra na caixa do filtro de ar. O visor de temperatura do líquido de ar- ATENÇÃO
Este visor mostra a temperatura do ar refecimento indica a temperatura do lí- Desligue o motor se houver supera-
de admissão de –9 °C a 93 °C em incre- quido. A temperatura do líquido varia quecimento.
mentos de 1 °C. O visor da temperatura conforme a mudança de clima e a carga
pode variar da temperatura ambiente. do motor.

3-17
U2BSW0W0.book Page 18 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


Visor de consumo médio de combustí- o visor de consumo médio de combus- Visor de consumo instantâneo de com-
vel: tível pisque, e então pressione o botão bustível:
“RESET” novamente por pelo menos 2
segundos enquanto o visor estiver pis-
cando.

NOTA
Após reiniciar o visor de consumo mé-
Os modos do visor de consumo médio dio de combustível, “_ _._” será mostra- Os modos do visor de consumo instan-
de combustível “km/L” ou “L/100km” do no visor até que o veículo tenha tâneo de combustível “km/L” ou “L/
mostram o consumo médio de com- percorrido 1 km. 100km” mostram o consumo de com-
bustível desde que o visor foi reiniciado bustível sob as condições de condução
WCA15474
pela última vez. atual.
 O visor “km/L” mostra a distância ATENÇÃO  O visor “km/L” mostra a distância
média que pode se conduzir com Se ocorrer um mau funcionamento, que pode ser percorrida com 1,0 L
1,0 L de combustível. “– –.–” será exibido continuamente. de combustível.
 O visor “L/100km” mostra a quan- Solicite a um concessionário  O visor “L/100km” mostra a quan-
tidade média de combustível ne- Yamaha que verifique o veículo. tidade de combustível necessário
cessário para se conduzir por 100 para conduzir por 100 km.
km.
Para reiniciar o visor de consumo médio NOTA
de combustível, utilize os interruptores Caso conduza em velocidade abaixo
de seleção para selecionar o visor de de 10 km/h, “_ _._” será mostrado.
informação que contém o visor de con-
sumo médio de combustível. Pressione
o botão “RESET” rapidamente para que

3-18
U2BSW0W0.book Page 19 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


WCA15474  Engatar a transmissão e desligar
ATENÇÃO ou girar a chave para “OFF”, salva-
Se ocorrer um mau funcionamento, rá todos os ajustes realizados, e
“– –.–” será exibido continuamente. então saía do modo de ajuste.
Solicite a um concessionário
Pressione e segure o interruptor “ME-
Yamaha que verifique o veículo.
NU” por pelo menos 2 segundos para
entrar no modo de ajuste. Para sair do
Modo de ajuste modo de ajuste e retornar ao modo nor-
mal do visor, pressione e segure o inter-
ruptor “MENU” novamente por pelo
menos 2 segundos.

1. Visor de seleção de modo

NOTA
 A transmissão deve estar em neu-
tro e o veículo deve ser parado
para fazer os ajustes neste modo.

3-19
U2BSW0W0.book Page 20 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


Visor Descrição
Esta função permite verificar e reiniciar o intervalo de troca de óleo “OIL” (dis-
“Manutenção”
tância percorrida), e os intervalos de manutenção “FREE-1” e “FREE-2”.
Esta função permite verificar e reiniciar as funções “TIME–2” e “TIME–3”. Es-
tes hodômetros mostram o tempo decorrido em que a chave permaneceu na
posição “ON”. Quando a chave é girada para “OFF”, o hodômetro de tempo
“Hodômetro de tempo” para a contagem, mas não é reiniciado. O tempo máximo que pode ser mos-
trado é 99:59.
Quando o hodômetro atingir 99:59, automaticamente é reiniciado para 0:00 e
a contagem continua.
Esta função permite que as unidades de consumo de combustível sejam alte-
“Unidade”
radas entre “L/100km” e “km/L”.
“Visor” Esta função permite que sejam alteradas os itens dos 3 visores de informação.
Esta função permite ajustar a luminosidade do visor multifuncional para ajustar
“Luminosidade”
às condições de luminosidade externas.
“Relógio” Esta função permite ajustar o relógio.
“Reiniciar tudo” Esta função permite reiniciar todos os itens, exceto o hodômetro e o relógio.

3-20
U2BSW0W0.book Page 21 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


Reiniciando os contadores de manu- 3. Enquanto o item selecionado
tenção está piscando, pressione o bo-
1. Utilize o interruptor de seleção tão “RESET” por pelo menos 2
para realçar “Manutenção”. segundos.
4. Pressione o interruptor “MENU”
para retornar ao modo do menu.

Verificar e reiniciar “TIME–2” e “TIME–


3”
1. Utilize o interruptor para realçar 3. Enquanto o item selecionado
“Hodômetro de tempo”. estiver piscando, pressione o
botão “RESET” por pelo menos
2 segundos.
2. Pressione o interruptor “MENU”, 4. Pressione o interruptor “MENU”
e então pressione o botão “RE- para retornar ao menu do modo
SET” para selecionar o item a de ajuste.
ser reiniciado.
Seleção das unidades
1. Utilize o interruptor para realçar
“Unidade”.
2. Pressione o interruptor “MENU”
para mostrar “TIME–2” e “TIME–
3”. Para reiniciar o hodômetro
de tempo, pressione o botão
“RESET” para selecionar o item
a ser reiniciado.

3-21
U2BSW0W0.book Page 22 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


3. Pressione o interruptor “MENU”,
utilize o interruptor de seleção
para selecionar “L/100km” ou
“km/L”, e então pressione o in-
terruptor “MENU” novamente.

2. Pressione o interruptor “MENU”. Selecção dos itens do visor


O visor de ajuste de unidade 1. Utilize o interruptor para realçar
será mostrado e “km/L ou L/ “Visor”.
100km” irão piscar no visor.

4. Utilize o interruptor para


realçar “ ”, e então pressione o
interruptor “MENU” para retor-
nar ao menu do modo de ajuste.

2. Pressione o interruptor “MENU”,


utilize o interruptor de seleção
para realçar o visor de mudança,
e então pressione o interruptor
“MENU” novamente.
3-22
U2BSW0W0.book Page 23 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


6. Utilize o interruptor para
realçar “ ”, e então pressione o
interruptor “MENU” para retor-
nar ao menu do modo de ajuste.

Ajuste da luminosidade do painel


1. Utilize o interruptor para realçar
“Luminosidade”.

3. Utilize o interruptor de seleção 5. Ao finalizar os ajustes, utilize o


para realçar o item a ser altera- interruptor para realçar “ ”, e
do, e então pressione o interrup- então pressione o interruptor
tor “MENU”. “MENU” para retornar ao visor
anterior.

2. Pressione o interruptor “MENU”.


3. Utilize o interruptor para selecio-
nar o nível de luminosidade de-
sejado, e então pressione o
interruptor “MENU” para retor-
4. Utilize o interruptor de seleção nar ao menu do modo de ajuste.
para selecionar o item a ser
mostrado e então pressione o
interruptor “MENU”.
3-23
U2BSW0W0.book Page 24 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS

Ajuste do relógio 4. Pressione o interruptor “MENU”, 2. Pressione o interruptor “MENU”.


1. Utilize o interruptor para realçar e então os dígitos do minuto co- 3. Utilize o interruptor para realçar
“Relógio”. meçarão a piscar. “SIM”, e então pressione o inter-
5. Utilize o interruptor para ajustar ruptor “MENU”.
os minutos.
6. Pressione o interruptor “MENU”
para retornar ao menu do modo
de ajuste.

Reiniciando todos os itens do visor


1. Utilize o interruptor para realçar
“Reiniciar tudo”.
2. Pressione o interruptor “MENU”.
3. Quando os dígitos da hora co-
meçarem a piscar, utilize o inter-
ruptor para ajustar as horas.

3-24
U2BSW0W0.book Page 25 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


blema no motor acenderá e o visor de
NOTA informação irá indicar um código de er- NOTA
O hodômetro e o relógio não podem ser ro. Certifique-se que não há nenhuma ou-
reiniciados. Se o visor de informação mostrar qual- tra chave imobilizadora próximo ao in-
quer código de erro, anote o número do terruptor principal, e não mantenha
código e então solicite a uma conces- mais de uma chave imobilizadora no
Dispositivo de auto-diagnóstico sionária Yamaha para verificar o veícu- mesmo chaveiro! Chaves do sistema
lo. imobilizador podem causar interferên-
O dispositivo de auto-diagnóstico tam- cia de sinal, que podem impedir o mo-
bém detecta problemas nos circuitos tor de funcionar.
do sistema imobilizador.
Se um problema for detectado no cir- 2. Se o motor ligar, desligue-o e
cuito do sistema imobilizador, a luz indi- tente dar a partida no motor com
cadora do sistema imobilizador irá as chaves padrão.
piscar e o visor de informação irá indi- 3. Se uma ou ambas as chave pa-
car um código de erro quando a chave drão não derem a partida no mo-
1. Luz de advertência de problema no
motor “ ” for girada para “ON”. tor, leve o veículo, a chave de re-
2. Visor do código de erro
configuração e ambas as cha-
NOTA ves padrão para uma concessio-
Este modelo está equipado com um Se o visor de informação indicar o códi- nária Yamaha e solicite a re-
dispositivo de auto-diagnóstico para os go de erro 52, isto pode ter sido causa- configuração das chaves pa-
vários circuitos elétricos. Se um proble- do por interferência de transponder. Se drão.
ma for detectado em qualquer destes esse erro aparecer, tente o seguinte.
circuitos, a luz de advertência de pro-
1. Utilize a chave de re-configura-
ção para dar partida no motor.

3-25
U2BSW0W0.book Page 26 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


WCA11591 WAU49432
ATENÇÃO D-mode (modo de condução) NOTA
D-mode é um sistema de performance Antes de utilizar o D-mode, certifique-
Quando o visor exibe um código de
erro, a motocicleta deverá ser verifi- do motor controlado eletronicamente se que entendeu o funcionamento jun-
cada logo que possível, de modo a com dois modos de seleção (modo tu- tamente com o funcionamento do inter-
evitar danos no motor. rismo “T” e modo esportivo “S”). ruptor do modo de condução.
Pressione o interruptor do modo de
condução “MODE” para mudar entre os
modos. (Consulte a página 3-28 para Modo turismo “T”
uma explicação do interruptor do modo O modo turismo “T” é apropriado para
de condução.) várias condições de condução.
Este modo permite ao condutor apro-
veitar uma condução suave a partir de
uma baixa rotação até uma rotação
mais alta.

Modo esportivo “S”


Este modo oferece uma resposta do
motor de forma mais esportiva em bai-
1. Interruptor de modo de condução
xa para média rotação em comparação
“MODE” com o modo turismo.

3-26
U2BSW0W0.book Page 27 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


WAU1234H Direito WAU12461
Interruptores do guidão Interruptor do pisca “ / ”
Para conversões à direita, posicione o
Esquerdo interruptor para “ ”. Para conversões
à esquerda, posicione o interruptor
para “ ”. Logo que liberar o interrup-
tor, este volta à posição central. Para
anular o sinal, pressione o interruptor.

1. Interruptor de partida/parada do motor WAU12501


“ / / ” Interruptor da buzina “ ”
2. Interruptor de modo de condução Pressione este interruptor para buzinar.
1. Interruptor de menu “MENU” “MODE”
2. Interruptor de seleção “ / ” 3. Interruptor do pisca-alerta “ ”
WAU54211
3. Interruptores do piloto automático Interruptor de partida/parada do
4. Interruptor da buzina “ ” WAU54201 motor “ / / ”
5. Interruptor do pisca “ / ” Interruptor de farol alto/baixo/ Para ligar o motor através do motor de
6. Interruptor de farol alto/baixo/ ultrapassagem “ / /PASS” partida, coloque o interruptor em “ ”,
ultrapassagem “ / /PASS” Aperte o interruptor na posição “ ” e então pressione a parte “ ” do inter-
para o farol alto e “ ” para o farol bai- ruptor. Consulte a página 5-1 para ins-
xo. truções de partida antes de colocar o
Para piscar o farol alto, pressione a la- motor em funcionamento.
teral do interruptor “PASS” enquanto o Coloque este interruptor em “ ” para
farol baixo estiver selecionado. desligar o motor em caso de emergên-
cia, como quando o veículo se vira ou o
cabo do acelerador trava.

3-27
U2BSW0W0.book Page 28 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


WAU42342 WAU12781 O modo de condução não poderá ser
A luz de advertência de problema no Interruptores de controle de veloci- alterado enquanto o sistema de piloto
motor e a luz de advertência do ABS dade automático estiver em operação.
podem acender quando a chave é gira- Consulte a página 3-7 para instruções
da para “ON” e o interruptor de partida sobre o sistema de controle de veloci-
é pressionado, mas isso não indica um dade.
mau funcionamento.
WAU54691
WAU12734 D-mode (modo de condução) “MO-
Interruptor do pisca-alerta “ ” DE”
Com a chave na posição “ON” ou “ ”, WWA15341
use o interruptor para ligar a luz do pis- ADVERTÊNCIA
ca-alerta (todas as luzes piscam simul- Não mude o modo de condução (D-
taneamente). mode) enquanto o veículo estiver em
O pisca-alerta é utilizado em caso de movimento.
emergência ou para alertar outros mo-
toristas quando o seu veículo estiver Acionar este interruptor troca o modo
parado em locais onde possam repre- de condução para o modo turismo “T”
sentar perigo ao tráfego. ou modo esportivo “S”.
WCA10062 A manopla do acelerador deve estar fe-
ATENÇÃO chada por completo para que haja a
Não utilize a luz do pisca alerta du- troca do modo de condução.
rante muito tempo com o motor des- O modo selecionado é exibido no visor
ligado, caso contrário a bateria pode do modo de condução. (Consulte a pá-
descarregar. gina 3-14.)

3-28
U2BSW0W0.book Page 29 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


WAU12831 O manete da embreagem está equipa- WAU12872
Manete da embreagem do com um seletor de ajuste de posição Pedal de câmbio
do manete. Para ajustar a distância en-
tre o manete da embreagem e a mano-
pla do guidão, gire o seletor de ajuste
enquanto segura o manete na posição
afastada da manopla. Certifique-se que
o ajuste apropriado no seletor de ajuste
esteja alinhado com a marca da seta na
alavanca da embreagem.
O manete da embreagem está equipa-
1. Manete da embreagem 1. Pedal de câmbio
do com um interruptor de embreagem,
2. Seletor de ajuste da posição do mane-
te da embreagem o qual faz parte o sistema de corte do O pedal de câmbio está localizado do
3. Marca da seta
circuito de ignição. (Consulte a página lado esquerdo do motor e é usado em
3-49.) conjunto com o manete da embreagem
4. Distância entre o manete da embrea-
gem e a manopla do guidão para mudar as 6 marchas de engrena-
mento constante, instaladas nesta mo-
O manete da embreagem está localiza- tocicleta.
do no guidão esquerdo. Para desenga-
tar a embreagem, puxe o manete em
direção ao punho do guidão. Para en-
gatar a embreagem, solte o manete. O
manete deve ser puxado rapidamente e
solto lentamente, para proporcionar
uma operação suave.

3-29
U2BSW0W0.book Page 30 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


WAU49518  O sistema de freio unificado não O manete do freio está equipado com
Manete do freio funciona até que o veículo comece um botão de ajuste de posição do ma-
O manete do freio está localizado no a se movimentar. nete. Para ajustar a distância entre o
lado direito do guidão. Para acionar o  Após parar o veículo o sistema de manete do freio e a manopla do acele-
freio dianteiro pressione o manete em freio unificado continua funcionan- rador, gire o botão de ajuste enquanto
direção à manopla do acelerador. do enquanto o manete do freio mantém o manete afastado da mano-
Este modelo está equipado com um está acionado. Apertar mais o ma- pla. Certifique-se que o ajuste apropria-
sistema de freio unificado. nete do freio não irá aumentar a do do botão de ajuste esteja alinhado
Ao pressionar o manete do freio, o freio frenagem do freio traseiro, acione com a marca “ ” no manete do freio.
dianteiro e uma parte do freio traseiro o freio traseiro em caso de neces-
são acionados. Para obter uma frena- sitar de uma maior frenagem (co-
gem máxima, acione o manete do freio mo por exemplo ao estacionar em
e o pedal do freio simultaneamente. uma subida).
O sistema de freio unificado é controla- O sistema de freio unificado é de-
do por uma ECU (unidade de controle sabilitado após soltar o manete do
eletrônico), que desativa o freio unifica- freio. Nesse momento o sistema
do e reinicia o freio convencional se de freio convencional é retomado.
ocorrer um mau funcionamento. Quando o veículo começa a se
1. Manete do freio
movimentar, o sistema de freio
NOTA 2. Seletor de ajuste da posição do mane-
unificado é reativado.
te do freio
 Resistência e vibração podem ser  O sistema de freio unificado não
sentidos no pedal do freio enquan- 3. “ ” marca
funciona quando somente o pedal
to o freio dianteiro é acionado e o 4. Distância entre o manete do freio e
do freio é acionado ou antes do
manopla do acelerador
sistema de freio unificado está ati- manete do freio ser acionado.
vado, mas isto não indica um mau
funcionamento.

3-30
U2BSW0W0.book Page 31 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


WAU49482 WAU54531  Em certas superfícies, como es-
Pedal do freio Sistema de freios ABS tradas ásperas ou de gravetos, a
O sistema de freios ABS Yamaha (siste- distância de frenagem poderá
ma antibloqueio do freio) possui um du- ser mais longa com o sistema de
plo sistema de controle eletrônico que freios ABS do que sem este sis-
atua de forma independente sobre os tema.
freios dianteiros e traseiros.
Opere o sistema de freios ABS como O sistema de freios ABS é monitorado
faria com os freios convencionais. Se o pela ECU, que reverterá o sistema aos
sistema de freios ABS for ativado, uma freios convencionais se houver mau
sensação de pulsação poderá ser sen- funcionamento.
1. Pedal do freio
tida no manete de freio ou no pedal do
O pedal do freio está localizado no lado freio. Nesta situação, continue a acio- NOTA
direito da motocicleta. Para acionar o nar o freio e deixe o sistema de freios  O sistema de freios ABS realiza um
freio traseiro, empurre o pedal do freio ABS funcionar; não “bombeie” os freios teste de auto-diagnóstico cada
para baixo. pois isto reduzirá a eficácia da frena- vez que o veículo é ligado após a
gem. chave ser virada para “ON” e o ve-
NOTA WWA16051 ículo atingir a velocidade de 10
Resistência e vibração podem ser sen- ADVERTÊNCIA km/h (6 mi/h) ou maior. Durante
tidos no pedal do freio enquanto o freio este teste, um barulho de “click”
Sempre mantenha uma distância su-
dianteiro é acionado e o sistema de pode ser ouvido embaixo do ban-
ficiente do veículo a frente para coin-
freio unificado está ativado, mas isto co, e se o manete de freio ou o pe-
cidir a velocidade de condução,
não indica um mau funcionamento. dal de freio for acionado
mesmo com o sistema de freios ABS.
levemente, uma vibração poderá
 O sistema de freios ABS funcio-
na melhor com frenagens de
longa distância.
3-31
U2BSW0W0.book Page 32 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


ocorer no manete e no pedal, mas sultando em performance inadequa- WAU60290
isso não indica mau funcionamen- da do ABS e do sistema de freio Sistema de controle de tração
to. unificado. O sistema de controle de tração ajuda a
 Este sistema de freios ABS possui manter a tração ao acelerar em superfí-
um modo de teste que permite ao cies escorregadias, como estradas não
proprietário sentir a pulsação no pavimentadas ou molhadas. Se os sen-
manete do freio ou no pedal do sores detectarem que a roda traseira
freio quando o sistema ABS esti- começa a patinar (girar sem controle), o
ver em funcionamento. No entan- sistema de controle de tração regula a
to, ferramentas especiais são potência do motor conforme necessá-
necessárias então consulte uma rio até que se restabeleça a tração. A
concessionária Yamaha ao realizar luz indicadora/advertência do sistema
este teste. de controle de tração pisca para que o
1. Cubo da roda dianteira
condutor saiba que o controle de tração
WCA16831 está acionado.
ATENÇÃO
Mantenha qualquer tipo de ímã (in- NOTA
cluindo as ferramentas com ímã, O condutor também pode notar peque-
chave de fenda com ímã, etc.) afasta- nas mudanças nos sons do motor e do
dos dos cubos das rodas dianteiras e sistema de escape quando o sistema
traseiras; caso contrário, os rotores de controle de tração está acionado.
magnéticos que equipam os cubos
da roda podem ser danificados, re-
1. Cubo da roda traseira

3-32
U2BSW0W0.book Page 33 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


WWA15432  “TCS OFF”: O sistema de controle pedir o sistema de controle de tração
ADVERTÊNCIA de tração é desligado. O sistema de controlar a rotação do pneu corre-
O sistema de controle de tração não pode também ser desabilitado au- tamente.
é um substituto para conduzir de for- tomaticamente em algumas con-
ma apropriada conforme as condi- dições de condução (consulte
“Reativação” na página 3-34). Ajuste do sistema de controle de tra-
ções. Controle de tração não pode
Quando a chave é girada para “ON”, o ção
impedir a perda de tração durante WWA15441
uma curva feita em alta velocidade, sistema de controle de tração é habilita-
do e “TCS 1” é exibido no visor multi- ADVERTÊNCIA
ao acelerar fortemente em um ângulo
de inclinação acentuado, ou enquan- funcional. Certifique-se de parar o veículo antes
to freia, e não pode impedir o desliza- O modo do sistema de controle de tra- de fazer qualquer mudança de ajuste
mento das rodas. Como qualquer ção só pode ser mudado quando a cha- no sistema de controle de tração. Al-
outra motocicleta, aproxime-se com ve está na posição “ON” e o veículo não terar os ajustes enquanto conduz
cuidado de superfícies que podem estiver em movimento. pode distrair o condutor e aumentar
ser escorregadias e evite essas su- os riscos de um acidente.
perfícies especialmente escorrega- NOTA
Utilize o modo “TCS OFF” para ajudar a Pressione o botão “TCS” no visor mul-
dias.
liberar a roda traseira se a motocicleta tifuncional por menos de um segundo
Há três modos do sistema de controle atolar na lama, areia, ou outra superfície para mudar entre os modos “1” e “2”.
de tração: macia. Pressione o botão por pelo menos dois
 “TCS 1”: Modo predeterminado segundos para selecionar o modo “TCS
WCA16801 OFF” e desligar o sistema de controle
 “TCS 2”: Modo esportivo
Este modo reduz a ação do siste- ATENÇÃO de tração. Pressione o botão novamen-
ma de controle de tração, permi- Utilize somente os pneus especifica- te para retornar ao modo selecionado
tindo a roda traseira girar mais dos. (Consulte a página 6-24.) Usar anteriormente “1” ou “2”.
livremente que o modo “TCS 1”. pneus de tamanhos diferentes irá im-

3-33
U2BSW0W0.book Page 34 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


Se o sistema de controle de tração for WAU13075
desativado, a luz indicadora/advertên- Tampa do tanque de combus-
cia do sistema de controle de tração e a tível
luz de advertência de problema no mo-
tor se acendem.

Para reiniciar o sistema de controle de


tração:
Gire a chave para “OFF”. Espere pelo
1. Botão “TCS”
menos um segundo, e então volte a gi-
2. Visor do modo de sistema de controle rar a chave para “ON”. A luz indicadora/
de tração
advertência do sistema de controle de
tração deve apagar e o sistema será 1. Destrave.
Reativação acionado. A luz de advertência de pro- 2. Capa da trava da tampa do tanque de
O sistema de controle de tração será combustível
blema no motor deve apagar após a
desativado nas seguintes condições: motocicleta atingir pelo menos 20 km/
 A roda traseira gira com o cavalete h. Se a luz indicadora/advertência do Para abrir a tampa do tanque de
central abaixado e a chave na po- sistema de controle de tração ou a luz combustível
sição “ON”. de advertência de problema no motor Abra a tampa da fechadura do tanque
 O freio dianteiro ou traseiro perde permanecer acesa após a reativação, a de combustível, coloque a chave na fe-
contato com o chão durante a motocicleta pode continuar sendo con- chadura e depois gire-a 1/4 de volta no
condução. duzida; entretanto, solicite a um con- sentido horário. A trava será solta e a
 A roda traseira patina excessiva- cessionário Yamaha para verificar a tampa do tanque de combustível pode
mente motocicleta o quanto antes. ser aberta.

3-34
U2BSW0W0.book Page 35 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


Para fechar a tampa do tanque de WAU13222 bustível expande quando aque-
combustível Combustível cido, o calor do motor ou do sol
1. Empurre a tampa do tanque de Certifique-se que há combustível sufi- pode causar um transborda-
combustível na posição, com a ciente no tanque. mento do combustível do tan-
chave inserida na fechadura. WWA10882 que.
2. Gire a chave em sentido anti-ho- ADVERTÊNCIA
rário para a posição original, re- Gasolina e vapores de gasolina são
tire-a, e então feche a tampa da extremamente inflamáveis. Para evi-
fechadura. tar fogo e explosões e reduzir riscos
de danos ao reabastecer, siga as se-
NOTA guintes instruções.
A tampa do tanque de combustível não
pode ser fechada a não ser que a chave 1. Antes de reabastecer, desligue o
esteja na fechadura. Além disso, a cha- motor e certifique-se que não há
1. Tubo de abastecimento do reservatório
ve não pode ser retirada se a tampa não ninguém sentado no veículo.
de combustível
estiver devidamente fechada e travada. Nunca reabasteça enquanto fu-
2. Nível máximo de combustível
ma, ou perto de faíscas, cha-
WWA11092
mas, ou outras fontes de 3. Limpe imediatamente qualquer
ADVERTÊNCIA ignição, como luzes dos aque- combustível derramado.
Certifique-se que a tampa do tanque cedores de água e secadores de ATENÇÃO: Limpe imediata-
de combustível esteja corretamente roupas. mente qualquer respingo de
fechada após abastecer. Vazamento 2. Não encha o tanque de combus- combustível, com um pano
de combustível causa risco de incên- tível excessivamente. Pare de limpo, seco e macio, pois o
dio. abastecer quando o combustí- combustível pode deteriorar
vel atingir a parte inferior do tubo as superfícies pintadas e pe-
de enchimento. Como o com- ças plásticas. [WCA10072]

3-35
U2BSW0W0.book Page 36 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


4. Certifique-se que a tampa de WAU49462 superior. Se o motor produzir um ruído
combustível esteja corretamente diferente (pré-ignição), use gasolina de
fechada. uma marca diferente. O uso de gasolina
WWA15152 Combustível recomendado: sem chumbo irá estender a vida útil das
ADVERTÊNCIA Gasolina aditivada velas e reduzir os custos com manuten-
Gasolina é venenosa e pode causar Capacidade do tanque de ção.
combustível:
ferimentos ou morte. Manuseie gaso-
23,0 L (6,08 US gal,
lina com cuidado. Nunca puxe gaso-
5,06 Imp.gal)
lina com sua boca. Se você ingerir,
Quantidade de combustível na
inalar vapor, ou gasolina cair em reserva:
seus olhos, consulte um médico ime- 3,9 L (1,03 US gal,
diatamente. Se houver contato da ga- 0,86 Imp.gal)
solina com sua pele, lave a área com
água e sabão. Se a gasolina cair em WCA11401
suas roupas, troque-as.
ATENÇÃO
Use somente gasolina de boa quali-
dade. O uso de gasolina de má quali-
dade pode provocar severos danos
às partes internas do motor, como
nas válvulas e anéis do pistão, assim
como no sistema de escape.

Seu motor Yamaha foi desenvolvido


para utilizar gasolina premium sem
chumbo com índice de octanas 95 ou

3-36
U2BSW0W0.book Page 37 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


WAU51152  Certifique-se que a extremidade WAU13434
Mangueira de respiro do tan- de cada mangueira está posicio- Catalisador
que de combustível e man- nada do lado de fora da carena- Este modelo está equipado com um ca-
gueira de dreno gem. talisador no sistema de escape.
WWA10863

ADVERTÊNCIA
O sistema de escape fica quente
após o funcionamento. Para prevenir
incêndio ou queimaduras:
 Não estacione o veículo próxi-
mo a locais que apresentem ris-
cos de incêndio, como grama ou
outros materiais inflamáveis de
1. Mangueira de respiro e mangueira de
fácil combustão.
dreno do tanque de combustível
 Estacione o veículo em um local
Antes de funcionar a motocicleta: onde pedestres ou crianças não
 Verifique cada conexão da man- toquem no sistema de escape
gueira. quente.
 Verifique se há rachaduras ou da-  Certifique-se que o sistema de
nos em cada mangueira e substi- escape tenha esfriado antes de
tua-a se for necessário. executar qualquer serviço de
 Certifique-se que a extremidade manutenção.
de cada mangueira não está blo-
queada, e limpe-a se for necessá-
rio.

3-37
U2BSW0W0.book Page 38 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


 Não deixe o motor em marcha WAU49444 Para instalar o assento do condutor
lenta por mais que alguns minu- Assento do condutor 1. Insira a projeção da parte trasei-
tos. Um longo período pode cau- ra do assento do condutor no fi-
sar excesso de calor. Para remover o assento do condutor xador do assento como
1. Insira a chave na trava do assen- mostrado, e então empurre a
WCA10702
to, e então gire-a em sentido parte dianteira do assento para
ATENÇÃO baixo para travá-lo na posição.
anti-horário.
Utilize somente gasolina aditivada. O
uso de gasolina não aditivada pode
causar danos irreparáveis ao catali-
sador.

1. Destrave. 1. Projeção
2. Trava do assento 2. Fixador do assento

2. Levante a parte dianteira do as- 2. Retire a chave.


sento do condutor e empurre
para frente. NOTA
 Certifique-se que o assento está
devidamente instalado antes de
conduzir.

3-38
U2BSW0W0.book Page 39 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


 A altura do assento do condutor WAU49475 2. Retire o ajustador de posição da
pode ser ajustado para alterar a Ajuste da altura do assento do altura do assento do condutor,
posição de condução. (Consulte condutor puxando-o para fora.
“Ajuste da altura do assento do A altura do assento do condutor pode
condutor”.) ser ajustada em uma das duas posi-
ções, para se adaptar à preferência do
condutor.
No momento da entrega o assento do
condutor está na posição mais alta.

1. Ajustador de posição da altura do as-


sento do condutor

3. Instale o ajustador de posição


da altura do assento do condu-
tor de forma que a marca “L” fi-
que alinhada, como mostrado.
1. Posição baixa
2. Posição alta

Para alterar a altura do assento do


condutor para a posição mais baixa
1. Retire o assento do condutor.
(Consulte a página 3-38.)

3-39
U2BSW0W0.book Page 40 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS

1. Ajustador de posição da altura do as- 1. Projeção 1. Ajustador de posição da altura do as-


sento do condutor 2. Fixador do assento A (para posição sento do condutor
2. Marca “L” baixa)
3. Instale o ajustador de posição
3. Marca de encaixe
da altura do assento do condu-
4. Insira a projeção da parte trasei- Para alterar a altura do assento do tor de forma que a marca “H” fi-
ra do assento do condutor no fi- condutor para a posição mais alta que alinhada, como mostrado.
xador do assento A como 1. Retire o assento do condutor.
mostrado. (Consulte a página 3-38.)
2. Retire o ajustador de posição da
altura do assento do condutor,
puxando-o para fora.

3-40
U2BSW0W0.book Page 41 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


WAU58982
Para-brisa
Para atender as preferências do condu-
tor, o para-brisa pode ser alterado para
uma das quatro posições.

Para ajustar a altura do para-brisas


1. Solte os botões de ajuste de al-
1. Ajustador de posição da altura do as- 1. Projeção tura de cada lado do para-brisas
sento do condutor 2. Fixador do assento B (para posição al-
até sentir resistência.
2. Marca “H” ta) ATENÇÃO: Não continue gi-
3. Marca de encaixe rando o botão caso sinta uma
resistência. Caso contrário, o
4. Insira a projeção da parte trasei- NOTA botão pode ser danificado.
ra do assento do condutor no fi- Certifique-se que o assento do condu- [WCA20211]
xador do assento B como tor esteja devidamente afixado antes de
mostrado. conduzir.

1. Botão de ajuste da altura do para-brisa

3-41
U2BSW0W0.book Page 42 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


2. Puxe os fixadores da placa des-  Certifique-se de que as projeções WAU59140
lizante para fora, e então ajuste a dos fixadores de cada lado da pla- Ajuste do garfo dianteiro
altura do para-brisas. ca deslizante se encaixe no orifício WWA10181

correspondente da placa deslizan- ADVERTÊNCIA


te. Sempre ajuste ambas as bengalas do
garfo de maneira igual, caso contrá-
rio pode resultar em dirigibilidade de-
ficiente e perda de estabilidade.

Este garfo dianteiro está equipado com


parafusos de ajuste da pré-carga da
mola, parafusos de ajuste da força de
1. Fixador da placa deslizante
amortecimento de retorno e parafusos
3. Alinhe os fixadores da placa de ajuste da força de amortecimento da
deslizante com as marcas da compressão.
1. Marca de encaixe
WCA10102
posição desejada. 2. Placa deslizante
ATENÇÃO
NOTA 4. Aperte os botões de ajuste. Para evitar danos no mecanismo,
 Certifique-se de que os fixadores não tente girar além dos ajustes má-
da placa deslizante estejam ali- ximo ou mínimos.
nhados com as marcas da mesma
altura dos dois lados do para-bri-
sas.Make sure that the slide plate Pré-carga da mola
holders are aligned with the match Para aumentar a pré-carga da mola e
marks at the same height on both dessa forma endurecer a suspensão,
sides of the windshield. gire o parafuso de ajuste de cada garfo

3-42
U2BSW0W0.book Page 43 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


na direção (a). Para diminuir a pré-carga Força de amortecimento de retorno
da mola e dessa forma suavizar a sus- Para aumentar a força de amortecimen-
pensão, gire o parafuso de ajuste de to de retorno e dessa forma endurecer
cada garfo na direção (b). o amortecimento de retorno, gire o pa-
rafuso de ajuste de cada garfo na dire-
ção (a). Para diminuir a força de
amortecimento de retorno e dessa for-
ma suavizar o amortecimento de retor-
no, gire o parafuso de ajuste de cada
garfo na direção (b).

1. Distância A

1. Parafuso de ajuste da pré-carga da Ajuste da pré-carga da mola:


mola
Mínimo (macia):
A configuração da mola pré-carga da Distância A = 19,0 mm (0,75
mola é determinada pela distância de in)
medição, como mostra a ilustra- Padrão:
ção.Quanto menor é a distância A, Distância A = 14,0 mm (0,55
in) 1. Parafuso de ajuste da força de amorte-
maior a pré-carga da mola; quanto
Máximo (dura): cimento de retorno
maior a distância A, menor é a pré-car-
Distância A = 4,0 mm (0,16
ga da mola.
in)

3-43
U2BSW0W0.book Page 44 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


Ajuste do amortecimento de NOTA
retorno:
Apesar de o número total de cliques de
Mínimo (macio):
um mecanismo de ajuste da força de
10 clique(s) na direção (b)*
amortecimento eventualmente não
Padrão:
8 clique(s) na direção (b)* coincidir com as especificações acima
Máximo (duro): em decorrência de pequenas diferen-
1 clique(s) na direção (b)* ças de produção, o número real de cli-
* Com o parafuso de ajuste to- ques representa a faixa inteira de
1. Parafuso de ajuste da força de amorte-
talmente girado na direção (a) ajuste. Para obter um ajuste preciso, é
cimento da compressão
aconselhável verificar o número de cli-
ques de cada mecanismo de ajuste da
Ajuste do amortecimento da força de amortecimento e modificar as
Força de amortecimento da com-
compressão:
pressão especificações conforme a necessida-
Mínimo (macio):
Para aumentar a força de amortecimen- de.
13 clique(s) na direção (b)*
to da compressão e dessa forma endu- Padrão:
recer o amortecimento da compressão, 6 clique(s) na direção (b)*
gire o parafuso de ajuste de cada garfo Máximo (duro):
na direção (a). Para diminuir a força de 1 clique(s) na direção (b)*
amortecimento da compressão e dessa * Com o parafuso de ajuste to-
forma suavizar o amortecimento da talmente girado na direção (a)
compressão, gire o parafuso de ajuste
de cada garfo na direção (b).

3-44
U2BSW0W0.book Page 45 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


WAU49692
Ajuste do conjunto do amor- NOTA Ajuste da pré-carga da mola:
Mínimo (macia):
tecedor  Alinhe a marca apropriada do me-
6
Este conjunto do amortecedor está canismo de ajuste com borda cor-
Padrão:
equipado com uma porca de ajuste da respondente.
4
pré-carga da mola e uma porca de ajus-  Ao ajustar a pré-carga da mola, Máximo (dura):
te da força de amortecimento de retor- não deve haver peso algum na tra- 1
no. seira do veículo.
WCA10102
ATENÇÃO Força de amortecimento de retorno
Para evitar danos no mecanismo, Para aumentar a força de amortecimen-
não tente girar além dos ajustes má- to de retorno e com isso tornar o amor-
ximo ou mínimos. tecimento de retorno mais duro, gire a
porca de ajuste na direção (a). Para di-
minuir a força de amortecimento de re-
Pré-carga da mola torno e com isso tornar o
Para aumentar a pré-carga da mola e amortecimento de retorno mais macio,
assim tornar a suspensão mais dura, 1. Porca de ajuste da pré-carga da mola gire a porca de ajuste na direção (b).
gire a porca de ajuste na direção (a). 2. Borda correspondente
Para diminuir a pré-carga da mola e
com isso tornar a suspensão mais ma-
cia, gire a porca de ajuste na direção
(b). ATENÇÃO: Para evitar danificar o
botão de ajuste, não gire o botão de
ajuste enquanto estiver sentado no
veículo. [WCA20110]

3-45
U2BSW0W0.book Page 46 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


 Não deforme ou danifique o ci-
NOTA lindro de forma alguma. Cilindro
Para obter um ajuste preciso, é reco- deformado pode resultar em fra-
mendável verificar o atual número total co desempenho de amorteci-
de cliques ou voltas de cada mecanis- mento.
mo de ajuste da força de amortecimen-  Não descarte por conta própria
to. Este intervalo de ajuste pode não ser um amortecedor danificado ou
exatamente como especificado devido gasto. Leve o conjunto do amor-
a pequenas diferenças na produção. tecedor a um concessionário
1. Porca de ajuste da força de amorteci-
Yamaha para um serviço ade-
mento de retorno WWA10222
quado.
ADVERTÊNCIA
Ajuste do amortecimento de
Este amortecedor contém gás nitro-
retorno:
gênio altamente pressurizado. Para
Mínimo (macio):
um manuseio adequado, leia e com-
20 cliques na direção (b)*
Padrão: preenda as seguintes informações
10 cliques na direção (b)* antes de manuseá-lo.
Máximo (duro):  Não mexa e nem tente abrir o ci-
3 cliques na direção (b)* lindro de gás.
* Com a porca de ajuste com-  Não submeta o amortecedor a
pletamente girado na direção chamas ou outras fontes de ca-
(a) lor intenso. Isso poderá causar
explosão devido a pressão ex-
cessiva do gás.

3-46
U2BSW0W0.book Page 47 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


WAU49702 Bagageiro adicional WCA16822
Bagageiros ATENÇÃO
Esta motocicleta está equipada com
Não levante o veículo através dos ba-
um bagageiro padrão, e com um baga- gageiros.
geiro adicional, localizado embaixo do
assento do passageiro. Este bagageiro
adicional amplia a superfície e a capaci-
dade de carga do bagageiro padrão.
Para utilizar o bagageiro adicional, con-
sulte um concessionário Yamaha. 1. Bagageiro adicional

Bagageiro padrão WWA15482

ADVERTÊNCIA
 Não exceda a carga máxima de
209 kg (461 lb) para o veículo.
 Não sente e nunca conduza com
um passageiro sentado no ba-
gageiro de série ou adicional.
 Não exceda a capacidade de
carga de 5 kg do bagageiro de
1. Bagageiro padrão série.
 Não exceda a capacidade de
carga de 5 kg do bagageiro adi-
cional.

3-47
U2BSW0W0.book Page 48 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


WAU49491 WAU15306 ignição da Yamaha foi desenvolvido
Cintas para fixação da baga- Cavalete lateral para auxiliar o condutor da responsa-
gem O cavalete lateral está localizado no bilidade de levantar o cavalete lateral
lado esquerdo do chassi. Abaixe ou le- antes da partida. Portanto, verifique
vante o cavalete lateral com seu pé en- esse sistema regularmente e solicite
quanto segura o veículo verticalmente. a um concessionário Yamaha para
repará-lo caso não funcione adequa-
NOTA damente.
O interruptor embutido no cavalete late-
ral faz parte do sistema de corte do cir-
cuito da ignição, que corta a ignição em
certas situações. (Consulte a seguinte
1. Cinta para fixação de bagagem seção para uma explicação do sistema
Embaixo do assento do passageiro há de corte do circuito da ignição.)
quatro cintas de fixação da bagagem. WWA10242

ADVERTÊNCIA
O veículo não deve ser conduzido
com o cavalete lateral abaixado, ou
se o cavalete lateral não puder ser
movido adequadamente (ou não per-
manecer levantado), caso contrário o
cavalete lateral pode encostar no
chão e distrair o condutor, resultan-
do em uma possível perda de contro-
le. O circuito de corte do circuito da

3-48
U2BSW0W0.book Page 49 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


WAU54491
Sistema de corte do circuito
da ignição
O sistema de corte do circuito da igni-
ção (composto pelo interruptor do ca-
valete lateral, o interruptor da
embreagem e o interruptor de ponto
morto) apresenta as seguintes funções.
 Evita a partida quando a transmis-
são está engatada e o cavalete la-
teral está levantado, mas o manete
da embreagem não está pressio-
nado.
 Evita a partida quando a transmis-
são está engrenada e o manete da
embreagem está pressionado,
mas o cavalete lateral ainda está
abaixado.
 Corta o funcionamento do motor
quando a transmissão está engre-
nada e o cavalete lateral está abai-
xado.
Verifique periodicamente o funciona-
mento do sistema de corte do circuito
de ignição, de acordo com o procedi-
mento a seguir.

3-49
U2BSW0W0.book Page 50 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS

3-50
U2BSW0W0.book Page 51 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

FUNÇÃO DOS CONTROLES E INSTRUMENTOS


WAU49453 Um acessório de 12-V conectado na to-
Tomada auxiliar DC mada auxiliar DC pode ser utilizado
WWA14361 quando a chave está na posição “ON” e
ADVERTÊNCIA deve ser somente utilizado quando o
Para evitar choque elétrico ou curto- motor estiver em funcionamento.
circuito, certifique-se que a tampa da
tomada auxiliar de corrente contínua Para utilizar a tomada auxiliar DC
(DC) esteja instalada quando a mes- 1. Gire a chave para “OFF”.
ma não estiver sendo usada. 2. Retire a tampa da tomada auxi- 1. Tomada auxiliar DC
liar DC.
WCA15432
5. Gire a chave para “ON”, e então
ATENÇÃO ligue o motor. (Consulte a pági-
O acessório conectado à tomada au- na 5-1.)
xiliar de corrente contínua (DC) não 6. Ligue o acessório.
deve ser usado com o motor desliga-
do, e a carga máxima nunca deve ex-
ceder 30 W (2,5 A), caso contrário o
fusível pode queimar ou a bateria
pode descarregar.
1. Tampa da tomada auxiliar DC (Corren-
Este veículo está equipado com uma te Contínua)
tomada auxiliar DC. 3. Desligue o acessório.
4. Insira o conector do acessório
na tomada auxiliar DC.

3-51
U2BSW0W0.book Page 1 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

PARA SUA SEGURANÇA – INSPEÇÃO ANTES DO USO


WAU15598

Inspecione o veículo antes de cada condução, para certificar-se que está em condições de funcionamento seguro. Sempre
siga os procedimentos e a tabela de inspeção e manutenção descritos no Manual do Proprietário.
WWA11152

ADVERTÊNCIA
Falhas na inspeção ou manutenção do veículo aumentam a possibilidade de um acidente ou dano ao equipamento.
Não conduza o veículo se você achar algum problema. Se o problema não puder ser resolvido pelos procedimentos
indicados neste manual, leve o veículo para ser inspecionado por um concessionário Yamaha.

Antes de utilizar o veículo, verifique os seguintes pontos:


ITEM INSPEÇÃO PÁGINA

• Verifique o nível de combustível no tanque.


• Reabasteça, se necessário.
• Verifique se há vazamento nas linhas de combustível.
Combustível 3-35, 3-37
• Verifique se as mangueiras de respiro do tanque de combustível e de
dreno estão obstruídas, rachadas ou danificadas, e verifique as cone-
xões das mangueiras.
• Verificar o nível de óleo no motor.
• Se necessário, adicionar o óleo recomendado até o nível especifica-
Óleo do motor 6-15
do.
• Verificar a eventual existência de vazamento de óleo.

4-1
U2BSW0W0.book Page 2 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

PARA SUA SEGURANÇA – INSPEÇÃO ANTES DO USO


ITEM INSPEÇÃO PÁGINA

Óleo da transmis-
• Verificar se há vazamento de óleo no veículo. 6-19
são final
• Verifique o nível do líquido de arrefecimento no reservatório.
Líquido de arrefe- • Se necessário, adicione líquido de arrefecimento recomendado até o
6-21
cimento nível especificado.
• Verifique vazamentos no sistema de arrefecimento.
• Verificar o funcionamento.
• Se o freio estiver mole ou borrachudo, solicitar a um concessionário
Yamaha que sangre o sistema hidráulico.
• Verificar se as pastilhas do freio apresentam desgaste.
Freio dianteiro • Se necessário, substituir. 6-29, 6-30
• Verificar o nível de fluido no reservatório.
• Se necessário, adicionar fluido de freio recomendado até ao nível es-
pecificado.
• Verificar se o sistema hidráulico apresenta vazamento.

4-2
U2BSW0W0.book Page 3 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

PARA SUA SEGURANÇA – INSPEÇÃO ANTES DO USO


ITEM INSPEÇÃO PÁGINA

• Verificar o funcionamento.
• Se o freio estiver mole ou borrachudo, solicitar a um concessionário
Yamaha que sangre o sistema hidráulico.
• Verificar se as pastilhas do freio apresentam desgaste.
Freio traseiro • Se necessário, substituir. 6-29, 6-30
• Verificar o nível de fluido no reservatório.
• Se necessário, adicionar fluido de freio recomendado até ao nível es-
pecificado.
• Verificar se o sistema hidráulico apresenta vazamento.
• Verificar o funcionamento.
• Se macio ou esponjoso, solicite a um concessionário Yamaha para
Embreagem 6-28
sangrar o sistema hidráulico.
• Verificar se há vazamento no sistema hidráulico.
• Certificar-se que o funcionamento está suave.
• Verificar a folga da manopla do acelerador.
Manopla do acele-
• Se necessário, solicitar a um concessionário Yamaha para ajustar a 6-24, 6-32
rador
folga da manopla do acelerador e lubrificar o cabo e o alojamento da
manopla.

4-3
U2BSW0W0.book Page 4 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

PARA SUA SEGURANÇA – INSPEÇÃO ANTES DO USO


ITEM INSPEÇÃO PÁGINA

• Verificar se apresentam danos.


• Verificar o estado dos pneus e a profundidade do sulco central.
Rodas e pneus 6-24, 6-27
• Verificar a pressão do ar.
• Se necessário, corrigir.

Pedais de freio e • Certificar-se que a operação esteja suave.


6-32
câmbio • Se necessário, lubrificar os pontos de articulação.

Manetes do freio e • Certificar-se que o funcionamento é suave.


6-33
da embreagem • Se necessário, lubrificar os pontos de articulação dos manetes.

Cavalete central e • Certifique-se de que a operação seja suave.


6-33
lateral • Se necessário, lubrifique as articulações.
• Certificar-se que todas as porcas e parafusos estão devidamente
Fixadores do chas-
apertados. —
sis
• Se necessário, apertar.
Instrumentos, lu-
• Verificar o funcionamento.
zes, piscas e inter- —
• Se necessário, corrigir.
ruptores
• Verificar o funcionamento do sistema de corte do circuito de ignição.
Interruptor do ca-
• Se o sistema estiver com problemas, solicitar a um concessionário 3-48
valete lateral
Yamaha que verifique o veículo.

4-4
U2BSW0W0.book Page 1 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

PONTOS IMPORTANTES SOBRE A CONDUÇÃO E OPERAÇÃO


WAU15952 WAU48711 WAU60540
Partida no motor
Leia atentamente o Manual do Proprie- Para que o sistema de corte do circuito
tário para se familiarizar com todos os NOTA de ignição permita a partida, uma das
controles. Se houver algum controle ou Este modelo está equipado com: seguintes condições deve ser atendida:
função que não entendeu, pergunte ao  um sensor de ângulo de inclinação  A transmissão está em ponto mor-
seu concessionário Yamaha. para desligar o motor em caso de to.
WWA10272 queda. Neste caso, o visor multi-  A transmissão está engatada com
ADVERTÊNCIA funcional indica o código de erro o manete da embreagem aciona-
Falha na familiarização dos coman- 30, mas isto não significa um mau do e o cavalete lateral para cima.
dos pode causar a perda dos contro- funcionamento. Gire a chave para Consulte a página 3-49 para mais
les, e consequentemente riscos de “OFF” e depois para a “ON” para informações.
acidente e danos pessoais. apagar o código de erro. Caso 1. Gire a chave para “ON” e certifi-
contrário o motor não dará a parti- que-se que o interruptor de par-
da, apesar de o motor dar partida tida/parada do motor esteja
ao pressionar o interruptor de par- em “ ”.
tida. As seguintes luzes de advertên-
 um sistema de parada automática cia e indicadoras devem se
do motor. O motor desliga auto- acender por alguns segundos, e
maticamente se permanecer em depois desligar.
marcha lenta por 20 minutos. Se o  Luz de advertência do nível
motor parar, simplesmente pres- de óleo
sione o interruptor de partida para  Luz de advertência de pro-
reiniciar o motor. blema no motor

5-1
U2BSW0W0.book Page 2 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

PONTOS IMPORTANTES SOBRE A CONDUÇÃO E OPERAÇÃO


 Luz de indicadora/adver- WCA17682 WCA11043
tência do sistema de con- ATENÇÃO ATENÇÃO
trole de tração Se a luz de advertência dos freios Para uma maior vida útil do motor,
 Luz indicadora do piloto ABS não acender ou apagar confor- nunca acelere fortemente quando o
automático me explicado acima, consulte a pági- motor ainda estiver frio!
 Luz de advertência de pro- na 3-4 para verificar o circuito de luz
blema no motor de advertência.
 Luz indicadora do sistema
imobilizador 2. Coloque a transmissão em pon-
WCA11834 to morto. A luz indicadora de
ATENÇÃO ponto morto deve acender. Se
Se uma luz indicadora ou de adver- não acender, solicite a um con-
tência não acender imediatamente cessionário Yamaha para verifi-
quando a chave é girada para “ON”, car o circuito elétrico.
ou se a luz indicadora ou de adver- 3. Dê partida no motor pressionan-
tência permanecer acesa, consulte a do o “ ” ao lado do interruptor
página 3-4 para verificar o circuito da de partida/parada do motor.
luz indicadora ou de advertência cor- Se o motor não ligar, solte o in-
respondente. terruptor de partida/parada,
aguarde alguns segundos e ten-
A luz indicadora do sistema ABS te novamente. Cada tentativa
deve acender quando a chave é deve ser a mais curta possível
girada para “ON”, e então apa- para preservar a bateria. Não
gar após atingir a velocidade de tente fazer o motor funcionar por
10 km/h ou superior. mais que 10 segundos por ten-
tativa.

5-2
U2BSW0W0.book Page 3 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

PONTOS IMPORTANTES SOBRE A CONDUÇÃO E OPERAÇÃO


WAU16672 WCA10261 WAU58670
Transmissão ATENÇÃO Período de amaciamento do
 Mesmo com a transmissão em motor
ponto morto, não conduza a mo- Não existe período mais importante
tocicleta com o motor desligado para a vida útil de sua motocicleta do
e não a reboque durante longas que os primeiros 1600 km. Por isso, so-
distâncias. A transmissão é de- licitamos que leia atentamente as reco-
vidamente lubrificada apenas mendações abaixo.
quando o motor está funcionan- Uma vez que o motor é completamente
do. Uma lubrificação inadequa- novo, não se deve colocar uma carga
da poderá danificar a excessiva em sua nova motocicleta nos
1. Pedal de câmbio
transmissão. primeiros 1600 km de uso. As diferen-
2. Posição do ponto morto
 Utilize sempre a embreagem tes peças do motor se desgastam e se
A transmissão permite que você utilize para mudar de marcha de modo ajustam até que atinjam as folgas ade-
a máxima potência disponível no motor a evitar danos no motor, na quadas de funcionamento. Durante o
para partida, aceleração, subidas, etc. transmissão e no sistema de período de amaciamento, evite o uso
As posições das marchas são mostra- transmissão, pois não foram prolongado do motor em rotações ele-
das na ilustração. projetadas para suportar o cho- vadas ou de mantê-lo em condições
que de uma mudança de veloci- que possam ocasionar-lhe um super-
NOTA dade forçada. aquecimento.
Para colocar a transmissão em ponto
morto, pressione o pedal de câmbio
para baixo repetidamente até atingir o
fim do curso, então, suba levemente
uma posição.

5-3
U2BSW0W0.book Page 4 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

PONTOS IMPORTANTES SOBRE A CONDUÇÃO E OPERAÇÃO


WAU60320  Caso ocorra qualquer problema WAU17214
no motor durante o período de Estacionamento
0–1000 km amaciamento, peça imediata- Quando estacionar, desligue o motor e
Evite operação prolongada acima 3900 mente para um concessionário remova a chave do interruptor principal.
rpm. ATENÇÃO: Após 1000 km de Yamaha verificar o veículo. WWA10312
funcionamento, o óleo do motor e o ADVERTÊNCIA
óleo da transmissão final devem ser
 Como o motor e o sistema de es-
trocados e o cartucho ou elemento
cape podem ficar muito quen-
do filtro de óleo substituídos.
tes, estacione num local onde
[WCA20810]
não haja probabilidade de pe-
destres ou de crianças tocarem
1000–1600 km nessas peças e serem queima-
Evite operação prolongada acima 4700 das.
rpm.  Não estacione em declives ou
em pisos macios, caso contrário
o veículo pode tombar, aumen-
1600 km e acima
tando o risco de vazamento de
O veículo agora pode ser conduzido
combustível e fogo.
normalmente.
WCA20190  Não estacione próximo a grama
ou outros materiais inflamáveis
ATENÇÃO
que poderiam pegar fogo.
 Mantenha a velocidade do motor
fora da área de alta rotação
(rpm) do tacômetro.

5-4
U2BSW0W0.book Page 1 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


WAU17245 do veículo, solicite a um concessio- WWA15461
nário Yamaha para executar o servi- ADVERTÊNCIA
Inspeção periódica, ajuste e lubrifica- ço. Discos do freio, pinças, tambores, e
ção conservarão seu veículo em condi- revestimentos podem tornar-se mui-
ções de segurança e de máxima WWA15123
to quentes durante o uso. Para evitar
eficiência. Segurança é uma obrigação ADVERTÊNCIA possíveis queimaduras, deixe os
do proprietário/condutor do veículo. Os Desligue o motor quando executar componentes do freio esfriarem an-
pontos mais importantes de inspeção uma manutenção, a menos que este- tes de tocá-los.
do veículo, ajuste e lubrificação estão ja especificado o contrário.
explicados nas páginas seguintes.  Um motor funcionando tem par-
Os intervalos dados nas tabelas de ma- tes móveis que podem prender
nutenção periódica devem ser conside- sua roupa ou partes do seu cor-
rados simplesmente como um guia po e peças elétricas que podem
geral em condições normais de pilota- causar choque ou incêndio.
gem. Entretanto, dependendo do clima,  Deixar o motor funcionando en-
terreno, localização geográfica e uso in- quanto executa um serviço pode
dividual, os intervalos de manutenção causar ferimentos nos olhos,
devem ser mais curtos. queimaduras, incêndio ou enve-
WWA10322
nenamento por monóxido de
ADVERTÊNCIA carbono – possivelmente, cau-
Falha na manutenção do veículo ou sando morte. Consulte a página
uma manutenção incorreta, pode au- 1-3 para mais informações so-
mentar o risco de ferimentos ou da- bre monóxido de carbono.
nos durante o serviço ou enquanto
utiliza o veículo. Caso você não este-
ja familiarizado com a manutenção
6-1
U2BSW0W0.book Page 2 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


WAU17303 WAU49563
Kit de ferramentas do proprie-
Os controles de emissões não servem tário
apenas para manter o ar limpo, mas
também são vitais para o funcionamen-
to adequado e a máxima performance
do motor. Nas seguintes tabelas de ma-
nutenção, os serviços relacionados ao
controle de emissões estão agrupados
separadamente. Estes serviços reque- 1. Ferramenta hexagonal
rem dados especializados, conheci- As informações de serviço incluídas
mento e equipamento. Manutenção, neste manual e as ferramentas no kit do
1. Kit de ferramentas do proprietário
substituição ou reparos nos dispositi- proprietário irão auxiliá-lo na execução
vos e sistemas de controle de emissão O kit de ferramentas do proprietário da manutenção preventiva e pequenos
podem ser executados por qualquer está localizado atrás da carenagem A. reparos. Entretanto, ferramentas adi-
oficina ou pessoa certificada (se aplicá- (Consulte a página 6-12.) cionais, como um torquímetro, podem
vel). Os concessionários Yamaha estão Para acessar o kit de ferramentas do ser necessárias para realizar correta-
treinados e equipados para realizar es- proprietário, retire a carenagem A com mente alguns serviços de manutenção.
tes serviços específicos. a chave hexagonal, localizada na parte
inferior do assento do condutor. (Con- NOTA
sulte a página 3-38.) Se você não tem as ferramentas ou ex-
periência necessária para um serviço
em particular, solicite a um concessio-
nário Yamaha para realizar o serviço
para você.

6-2
U2BSW0W0.book Page 3 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


WAU54731

NOTA
 As verificações anuais deverão ser efetuadas todos os anos, exceto se for efetuada uma manutenção com base
na quilometragem percorrida.
 A partir 50000 km, repita os intervalos de manutenção começando de 10000 km.
 Os itens marcados com um asterisco devem ser efetuados por um concessionário Yamaha, devido à necessidade de
ferramentas especiais, dados e capacidades técnica.

WAU58510
Tabela de manutenção periódica para o sistema de controle de emissões
LEITURA DO HODÔMETRO VERIFI-
TRABALHO DE VERIFICAÇÃO OU
No. ITEM 1000 10000 20000 30000 40000 CAÇÃO
MANUTENÇÃO
km km km km km ANUAL

Mangueira de • Verificar se há vazamentos ou da-


1 * √ √ √ √ √
combustível nos na mangueira.
• Verificar.
Velas de igni- √ √
2 * • Limpar e recalibrar.
ção
• Substituir. √ √
• Verificar a folga da válvula.
3 * Válvulas A cada 40000 km
• Ajustar.

6-3
U2BSW0W0.book Page 4 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


LEITURA DO HODÔMETRO VERIFI-
TRABALHO DE VERIFICAÇÃO OU
No. ITEM 1000 10000 20000 30000 40000 CAÇÃO
MANUTENÇÃO
km km km km km ANUAL

Sistema de
4 * injeção de • Ajuste a sincronização. √ √ √ √ √ √
combustível
Silenciador e
• Verificar o aperto dos parafusos
5 * tubo de esca- √ √ √ √ √
de fixação e da abraçadeira.
pe

6-4
U2BSW0W0.book Page 5 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


WAU58521
Tabela de manutenção e lubrificação periódica
LEITURA DO HODÔMETRO VERIFI-
TRABALHO DE VERIFICAÇÃO OU
No. ITEM 1000 10000 20000 30000 40000 CAÇÃO
MANUTENÇÃO
km km km km km ANUAL

Elemento do
1 * • Substituição. √
filtro de ar
• Verifique o funcionamento, nível
2 * Embreagem do fluido e se há vazamento de √ √ √ √ √
fluido no veículo.
• Verifique o funcionamento, nível
Freio diantei- do fluído e se existem vazamentos √ √ √ √ √ √
3 * do fluído na motocicleta.
ro
• Trocar as pastilhas do freio. Sempre que estiverem gastas até o limite
• Verifique o funcionamento, nível
do fluido e se existem vazamentos √ √ √ √ √ √
4 * Freio traseiro do fluido na motocicleta.
• Trocar as pastilhas de freio. Sempre que estiverem gastas até o limite

6-5
U2BSW0W0.book Page 6 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


LEITURA DO HODÔMETRO VERIFI-
TRABALHO DE VERIFICAÇÃO OU
No. ITEM 1000 10000 20000 30000 40000 CAÇÃO
MANUTENÇÃO
km km km km km ANUAL

• Verifique se há rachaduras ou da-


nos.
Mangueiras • Verifique se a passagem da man- √ √ √ √ √
5 * gueira e as abraçadeiras estão
do freio
instaladas corretamente.
• Substitua. A cada 4 anos
Fluido de
6 * • Substituir. A cada 2 anos
freio
• Verifique o balanceamento das ro-
7 * Rodas das e os raios para danos. Nos primeiros 1000 km e após, a cada 5000 km.
• Aperte os raios.
• Verifique a profundidade do sulco
e se existem danos.
8 * Pneus • Trocar se necessário. √ √ √ √ √
• Verifique a pressão do ar.
• Corrija se necessário.

Rolamentos • Verifique se o rolamento está solto


9 * √ √ √ √
da roda ou se apresenta dano.

6-6
U2BSW0W0.book Page 7 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


LEITURA DO HODÔMETRO VERIFI-
TRABALHO DE VERIFICAÇÃO OU
No. ITEM 1000 10000 20000 30000 40000 CAÇÃO
MANUTENÇÃO
km km km km km ANUAL

• Verificar o funcionamento e se há
√ √ √ √
Balança tra- folga excessiva.
10 *
seira • Lubrificar com graxa à base de
A cada 50000 km
sabão de lítio.
• Verificar a folga e desgaste dos ro-
√ √ √ √ √
Rolamentos lamentos.
11 *
da direção • Lubrificar com graxa à base de
A cada 50000 km
sabão de lítio.
• Verifique se todas as porcas, cupi-
Fixações do
12 * lhas e parafusos estão devida- √ √ √ √ √
chassis
mente apertados.
Eixo articula-
13 do do mane- • Lubrifique com graxa de silicone. √ √ √ √ √
te do freio
Eixo articula-
• Lubrifique com graxa à base de
14 do do pedal √ √ √ √ √
sabão de lítio.
do freio

6-7
U2BSW0W0.book Page 8 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


LEITURA DO HODÔMETRO VERIFI-
TRABALHO DE VERIFICAÇÃO OU
No. ITEM 1000 10000 20000 30000 40000 CAÇÃO
MANUTENÇÃO
km km km km km ANUAL

Eixo de arti-
culação do
15 • Lubrificar com graxa de silicone. √ √ √ √ √
manete da
embreagem
Eixo articula-
• Lubrifique com graxa à base de
16 do do pedal √ √ √ √ √
sabão de lítio.
de câmbio
• Verifique o funcionamento.
Cavalete cen-
17 • Lubrifique com graxa à base de √ √ √ √ √
tral, lateral
sabão de lítio.
Interruptor do
18 * cavalete late- • Verificar o funcionamento. √ √ √ √
ral
Suspensão • Verificar o funcionamento e se há
19 * √ √ √ √
dianteira vazamento de óleo.
Amortecedor • Verifique o funcionamento e vaza-
20 * √ √ √ √
traseiro mento de óleo.

6-8
Primeira troca com 1000 km.
Segunda troca com 5000 km e as demais trocas
a cada 5000 km.
U2BSW0W0.book Page 10 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


LEITURA DO HODÔMETRO VERIFI-
TRABALHO DE VERIFICAÇÃO OU
No. ITEM 1000 10000 20000 30000 40000 CAÇÃO
MANUTENÇÃO
km km km km km ANUAL

Óleo da • Verifique o nível do óleo e se há


√ √ √
25 transmissão vazamento no veículo.
final • Trocar. √ √ √
Interruptores
dos freios
26 * • Verifique o funcionamento. √ √ √ √ √ √
dianteiro e
traseiro
Cabos e pe-
27 • Lubrifique. √ √ √ √ √
ças móveis
• Verifique o funcionamento.
• Verifique a folga da manopla do
acelerador, e ajuste se necessário.
Manopla do • Lubrifique o cabo e o alojamento
28 * √ √ √ √ √
acelerador da manopla.
• Lubrifique o cabo do aquecedor
de manopla e o alojamento do
cabo da manopla.

6-10
U2BSW0W0.book Page 11 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


LEITURA DO HODÔMETRO VERIFI-
TRABALHO DE VERIFICAÇÃO OU
No. ITEM 1000 10000 20000 30000 40000 CAÇÃO
MANUTENÇÃO
km km km km km ANUAL

Luzes, pis-
• Verifique o funcionamento.
29 * cas e inter- √ √ √ √ √ √
• Ajuste o facho do farol.
ruptores

WAU36773

NOTA
 Filtro de ar
• O filtro de ar deste modelo é equipado com um elemento de papel descartável, que não deve ser limpo com ar com-
primido, para evitar danos.
• O elemento do filtro de ar deve ser substituído com mais frequência ao conduzir em áreas anormais de umidade ou
poeira.
 Serviço no freio hidráulico e embreagem
• Verifique regularmente e, caso necessário, corrija os níveis do fluído de freio e da embreagem.
• A cada dois anos substitua os componentes internos do cilindro principal do freio e da pinça do freio, assim como da
embreagem e dos cilindros, e troque os fluidos do freio e da embreagem.
• Substitua as mangueiras de freio e da embreagem a cada quatro anos, e também caso esteja danificada ou com ra-
chaduras.

6-11
U2BSW0W0.book Page 12 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


WAU18782
Remoção e instalação das ca-
renagens
As carenagens mostradas precisam ser
removidas para executar alguns dos
trabalhos de manutenção descritos
neste capítulo. Consulte essa seção
cada vez que a carenagem precisar ser
removida ou instalada.
1. Carenagem C 1. Carenagem A
2. Parafuso de fixação rápida
WAU55960
Para instalar a carenagem
1. Encaixe as projeções da carena-
Carenagem A gem nos orifícios corresponden-
tes da carenagem B.
Para remove a carenagem
Retire os parafusos de fixação, e então
1. Carenagem A puxe a carenagem como mostrado.
2. Carenagem B

6-12
U2BSW0W0.book Page 13 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


2. Instale a carenagem A.

Carenagem C

Para retirar a carenagem


Retire os parafusos e as porcas, e então
retire a carenagem.

1. Projeção 1. Carenagem B
2. Orifício correspondente 2. Parafuso
3. Carenagem B

2. Instale os parafusos de fixação


rápida.

Carenagem B 1. Carenagem C
2. Porca
Para retirar a carenagem
3. Parafuso
1. Retirar a carenagem A.
2. Retire os parafusos e os parafu- 1. Fixador rápido
sos de fixação rápida, e então
puxe a carenagem. Para instalar a carenagem
1. Coloque a carenagem na posi-
ção original, e então instale os
parafusos e o parafusos de fixa-
ção rápida.
6-13
U2BSW0W0.book Page 14 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


WAU19653 Se uma vela apresentar sinais de corro-
Verificação das velas de igni- são do eletrodo e excesso de carvão ou
ção outros depósitos, ela deve ser trocada.
As velas de ignição são componentes
importantes do motor e que devem ser Vela de ignição especificada:
verificadas periodicamente, de prefe- NGK/CPR8EB9
rência por um concessionário Yamaha.
Como o calor e os depósitos desgas- Antes de instalar uma vela, ela deve ser
tam lentamente qualquer vela, estas medida com um calibrador de lâminas
1. Carenagem C
devem ser removidas e verificadas de e, se necessário, ajustada com a espe-
2. Porca
acordo com a tabela de manutenção e cificação.
3. Parafuso
lubrificação periódica. Além disso, a
condição das velas pode indicar a con-
Para instalar a carenagem
dição do motor.
Coloque a carenagem na posição origi-
O isolador de porcelana em torno do
nal, e então instale os parafusos e as
eletrodo central em cada vela deve
porcas.
apresentar uma cor marrom claro (a cor
ideal quando o veículo funciona nor-
malmente), e todas as velas instaladas
deverão apresentar a mesma cor. Se
qualquer uma das velas apresentar 1. Folga da vela de ignição
uma cor muito diferente, o motor pode
estar com defeito. Não tente diagnosti- Folga da vela de ignição:
car esse problema sozinho. Em vez dis- 0,8–0,9 mm (0,031–0,035 in)
so, solicite a um concessionário
Yamaha que verifique a motocicleta.

6-14
U2BSW0W0.book Page 15 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


Limpe a superfície da junta da vela e está firmemente encaixada. Para re- WAU49504
sua superfície de contato, e então limpe mover o cachimbo da vela, simples- Óleo do motor e cartucho do
qualquer fuligem das roscas das velas. mente a torça para frente e para trás filtro de óleo
enquanto a puxa; para instalar, torça- O nível do óleo do motor deve ser veri-
Torque de aperto: a para frente e para trás enquanto a ficado antes de cada condução. Além
Vela de ignição: empurra. disso, o óleo deve ser trocado e o car-
1,3 m·kgf (13 Nm) tucho de óleo do motor substituído nos
intervalos especificados na tabela de
manutenção e lubrificação periódica.
NOTA
Se não houver um torquímetro disponí- Para verificar o nível do óleo do mo-
vel ao colocar a vela, um bom cálculo tor
do torque correto é 1/4–1/2 após o 1. Coloque o veículo no cavalete
aperto manual. Entretanto, a vela deve central. Uma leve inclinação late-
ser apertada com o torque especificado ral pode resultar em uma falsa
assim que possível. leitura.
2. Dê partida no motor e aqueça-o
WCA10841
por dez minutos até que o óleo
ATENÇÃO
do motor atinja uma temperatura
Não utilize qualquer ferramenta para normal de 60 °C, e então desli-
remover ou instalar o cachimbo da gue o motor.
vela, caso contrário o acoplador da 3. Aguarde alguns minutos até que
bobina de ignição pode ser danifica- o óleo assente, e então verifique
do. Pode ser difícil retirar o cachimbo o nível do óleo do motor através
da vela porque a vedação de borra-
cha na extremidade do cachimbo
6-15
U2BSW0W0.book Page 16 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


da janela de verificação do nível 4. Se o óleo do motor estiver abai-
de óleo localizado na parte infe- xo da marca de nível mínimo,
rior do lado direito do cárter. adicione óleo suficiente do tipo
recomendado até atingir o nível
NOTA correto.
O óleo do motor deve estar entre as
marcas de nível mínimo e máximo.
Para trocar o óleo do motor (com ou
sem a substituição do cartucho do
filtro de óleo) 1. Parafuso de dreno do óleo do motor
1. Coloque o veículo em uma su- (tanque de óleo)
perfície plana. 2. Gaxeta
2. Dê partida no motor, aqueça-o
por vários minutos, e então des- 5. Coloque um recipiente embaixo
ligue-o. do motor para coletar o óleo
3. Coloque um recipiente embaixo usado.
do tanque de óleo para coletar o 6. Retire o parafuso de dreno do
1. Visor de verificação do nível de óleo do óleo usado. óleo do motor e a gaxeta para
motor 4. Retire a tampa de abastecimen- drenar o óleo do cárter.
2. Marca de nível máximo to do óleo do motor, o parafuso
3. Marca do nível mínimo de dreno e a gaxeta para drenar
4. Tampa de abastecimento do óleo do o óleo do tanque de óleo.
motor

6-16
U2BSW0W0.book Page 17 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE

1. Parafuso de dreno do óleo do motor 1. Cartucho do filtro de óleo


(cárter) 2. Ferramenta do filtro de óleo 1. O-ring
2. Gaxeta

NOTA NOTA
NOTA Uma chave de filtro de óleo está dispo- Certifique-se que o O-ring esteja ade-
Pule as etapas 7–11 se o cartucho do nível em um concessionário Yamaha. quadamente assentado.
filtro de óleo não for substituído.
9. Aplique uma fina camada de 10. Instale o novo cartucho do filtro
7. Retire a carenagem C. (Consulte óleo de motor limpo no O-ring de óleo com a chave de filtro, e
a página 6-12.) do novo cartucho do filtro de então aperte-o com o toque es-
8. Retire o cartucho do filtro de óleo. pecificado utilizando um torquí-
óleo com a chave de filtro de metro.
óleo.

6-17
U2BSW0W0.book Page 18 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


Torques de aperto: NOTA
Parafuso de dreno do óleo do
Certifique-se de limpar o óleo derrama-
motor (cárter):
do em qualquer peça depois que o mo-
2,0 m·kgf (20 Nm)
tor e o sistema de escape esfriarem.
Parafuso de dreno do óleo do
motor (tanque de óleo): WCA11621
2,0 m·kgf (20 Nm)
ATENÇÃO
 Para evitar que a embreagem
1. Torquímetro 13. Reabasteça com a quantidade
patine (uma vez que o óleo do
especificada do óleo de motor
motor também lubrifica a embre-
Torque de aperto: recomendado e então instale e
agem), não misture qualquer
Cartucho do filtro de óleo: aperte a tampa de abastecimen-
aditivo químico. Não utilize óle-
1,7 m·kgf (17 Nm) to do óleo.
os com a especificação “CD”
para diesel, nem óleos de quali-
11. Instale a carenagem. Óleo de motor recomendado: dade inferior ao especificado.
12. Instale os parafusos de dreno do Consulte a página 8-1. Certifique-se de que a especifi-
óleo do motor e as gaxetas e en- Quantidade de óleo:
cação do óleo do motor não
tão aperte os parafusos com os Sem a substituição do cartu-
contém aditivos redutores de
torques especificados. cho do filtro de óleo:
atrito.
3,10 L (3,28 US qt,
2,73 Imp.qt)  Certifique-se que não entre ne-
Com a substituição do cartu- nhum material estranho na car-
cho do filtro de óleo: caça.
3,40 L (3,59 US qt,
2,99 Imp.qt)

6-18
U2BSW0W0.book Page 19 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


14. Dê partida no motor, e deixe-o WAU20017
em marcha lenta por vários mi- Óleo da transmissão final NOTA
nutos enquanto verifica se há Antes de cada condução verifique se há Certifique-se que o veículo esteja em
vazamento de óleo. Se houver vazamento de óleo na caixa da trans- posição vertical ao verificar o nível de
vazamento, desligue o motor missão final. Se algum vazamento for óleo. Uma leve inclinação lateral pode
imediatamente e verifique a cau- encontrado, solicite a um concessioná- resultar em uma falsa leitura.
sa. rio Yamaha para verificar e reparar o ve-
ículo. Além disso, o nível do óleo da 2. Retire o parafuso de abasteci-
NOTA transmissão final deve ser verificado e o mento do óleo da transmissão e
Após dar partida no motor, a luz de ad- óleo deve ser trocado, como segue, a gaxeta, e então verifique o ní-
vertência do nível de óleo deve apagar nos intervalos especificados na tabela vel do óleo na caixa de transmis-
se o nível de óleo for suficiente. de manutenção e lubrificação periódi- são.
ca.
WCA10402 WWA10371 NOTA
ATENÇÃO ADVERTÊNCIA O nível do óleo deve estar na borda do
Se a luz de advertência do nível de orifício de abastecimento.
 Certifique-se que não entre ma-
óleo piscar ou permanecer acesa terial estranho na caixa de trans-
mesmo se o nível de óleo estiver cor- missão final.
reto, desligue o motor imediatamente  Certifique-se que não há óleo no
e solicite a um concessionário pneu ou roda.
Yamaha para verificar o veículo.

15. Desligue o motor, aguarde al- Para verificar o nível do óleo da


guns minutos até que o óleo as- transmissão
sente, e então verifique o nível 1. Coloque o veículo no cavalete
de óleo e corrija se necessário. central.

6-19
U2BSW0W0.book Page 20 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


Torque de aperto:
Parafuso de abastecimento do
óleo da transmissão final:
2,3 m·kgf (23 Nm)

Para trocar o óleo da transmissão fi-


nal
1. Parafuso de abastecimento do óleo da 1. Coloque o veículo em uma su- 1. Parafuso de abastecimento do óleo da
transmissão final perfície plana. transmissão final
2. Gaxeta 2. Coloque um recipiente embaixo 2. Parafuso de dreno do óleo da trans-
3. Nível correto do óleo da caixa de transmissão final missão final
para coletar o óleo usado. 3. Gaxeta
3. Se o óleo estiver abaixo da bor- 3. Retire o parafuso de abasteci-
da do orifício de abastecimento, 4. Instale o parafuso de dreno do
mento do óleo da transmissão fi-
adicione a quantidade suficiente óleo da transmissão final e a
nal, o parafuso de dreno da
do óleo do tipo recomendado nova gaxeta, e então aperte o
transmissão e as gaxetas para
para atingir o nível correto. parafuso com o torque especifi-
drenar o óleo da caixa de trans-
4. Verifique se há danos na gaxeta cado.
missão final.
e substitua-a se necessário.
5. Instale o parafuso de abasteci- Torque de aperto:
mento do óleo da transmissão e Parafuso de dreno do óleo da
a gaxeta, e então aperte o para- transmissão final:
fuso com o torque especificado. 2,3 m·kgf (23 Nm)

6-20
U2BSW0W0.book Page 21 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


5. Reabasteça com o óleo da WAU20071
Torque de aperto: Líquido de arrefecimento
transmissão final recomendado
Parafuso de abastecimento do O nível do líquido de arrefecimento de-
até a borda do orifício de abas-
óleo da transmissão final:
tecimento. verá ser verificado antes do uso. Além
2,3 m·kgf (23 Nm)
disso, o líquido deve ser substituído nos
intervalos especificados na tabela de
Óleo da transmissão final reco- 8. Verifique se há vazamento de
mendado: lubrificação e manutenção periódica.
óleo na caixa de transmissão fi-
Óleo de engrenagem de cardã
nal. Se houver vazamento, verifi-
SAE 80W-90 API GL-5 ou óleo WAU40155
que a causa.
de engrenagens hipóide SAE Para verificar o nível do líquido de ar-
80 API GL-4 genuíno Yamaha refecimento
Quantidade de óleo: 1. Coloque o veículo no cavalete
0,20 L (0,21 US qt, central.
0,18 Imp.qt)
NOTA
6. Verifique se há danos na gaxeta  O nível do líquido de arrefecimento
do parafuso de abastecimento deve ser verificado com o motor
do óleo, e substitua-a se neces- frio, pois o nível varia conforme a
sário. temperatura do motor.
7. Instale o parafuso de abasteci-  Certifique-se que o veículo esteja
mento do óleo e a gaxeta, e en- na vertical ao verificar o nível do lí-
tão aperte o parafuso com o quido de arrefecimento. Uma leve
torque especificado. inclinação lateral pode resultar em
uma falsa leitura.

6-21
U2BSW0W0.book Page 22 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


2. Verifique o nível do líquido de ar- pois é prejudicial ao motor.
refecimento no reservatório. Caso água seja utilizada ao in-
vés do líquido de arrefecimen-
NOTA to, substitua-a com líquido de
O líquido de arrefecimento deve estar arrefecimento assim que pos-
entre as marcas de nível mínimo e má- sível, pois o sistema de arrefe-
ximo. cimento não ficará protegido
contra congelamento ou cor-
rosão. Caso água tenha sido
1. Tampa do reservatório do líquido de
arrefecimento adicionada ao invés de líquido
de arrefecimento, solicite a
4. Adicione líquido de arrefecimen- um concessionário Yamaha
to ou água destilada até atingir a para que verifique a propor-
marca de nível máximo, instale a ção de anti-congelante do lí-
tampa do reservatório. quido de arrefecimento assim
ADVERTÊNCIA! Retire somen- que possível, pois a eficácia
1. Reservatório do líquido de arrefeci- te a tampa do reservatório do do líquido de arrefecimento
mento líquido de arrefecimento. Nun- será reduzida. [WCA10473]
2. Marca de nível máximo ca tente retirar a tampa do ra-
3. Marca do nível mínimo diador quando o motor estiver
Capacidade do reservatório do
quente. [WWA15162] ATENÇÃO: líquido de arrefecimento (até a
3. Se o líquido de arrefecimento Se o líquido de arrefecimento marca de nível máximo):
estiver abaixo da marca de nível não estiver disponível, utilize 0,26 L (0,27 US qt,
mínimo, retire a tampa do reser- água destilada ou água de tor- 0,23 Imp.qt)
vatório do líquido de arrefeci- neira. Não utilize água sem
mento. tratamento ou água salgada,

6-22
U2BSW0W0.book Page 23 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


WAU33032 WAU36765 WAU44735
Substituição do líquido de arrefeci- Elemento do filtro de ar Verificação da marcha lenta
mento O elemento do filtro de ar deve ser do motor
O líquido de arrefecimento deve ser tro- substituído nos intervalos especifica- Verifique a marcha lenta do motor e, se
cado nos intervalos especificados na dos na tabela de manutenção e lubrifi- necessário, solicite a um concessioná-
tabela de manutenção e lubrificação cação periódica. Solicite a um rio Yamaha para corrigi-la.
periódica. Solicite a um concessionário concessionário Yamaha para substituir
Yamaha para trocar o líquido de arrefe- o elemento do filtro de ar.
cimento. ADVERTÊNCIA! Nunca tente Marcha lenta do motor:
1050–1150 rpm
retirar a tampa do radiador enquanto
o motor estiver quente. [WWA10382]

6-23
U2BSW0W0.book Page 24 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


WAU21385 WAU21402 WAUW3100
Verificação da folga da mano- Folga das válvulas Pneus
pla do acelerador A folga das válvulas altera-se com o Os pneus são o único contato entre o
uso, resultando numa mistura de ar- veículo e o solo. Todas as condições de
combustível inadequada e/ou ruído do segurança em pilotagem dependem de
motor. Para evitar que isto ocorra, a fol- uma área de contato com o solo relati-
ga das válvulas deve ser ajustada por vamente pequena. Portanto, manter os
um concessionário Yamaha nos inter- pneus em boas condições e efetuar a
valos especificados na tabela de manu- troca no período apropriado por pneus
tenção e lubrificação periódica. especificados é essencial.

1. Folga da manopla do acelerador Pressão de ar do pneu


A pressão de ar do pneu deve ser veri-
A folga da manopla do acelerador deve ficada e, se necessário, ajustada antes
medir 3,0–5,0 mm (0,12–0,20 in) na ex- de cada condução.
tremidade interna da manopla. Verifi- WWA10504
que periodicamente a folga da manopla ADVERTÊNCIA
do acelerador e, se necessário, solicite O funcionamento do veículo com a
a um concessionário Yamaha para efe- pressão incorreta do pneu pode cau-
tuar o ajuste. sar acidente grave ou morte por per-
da de controle.
 A pressão de ar deve ser verifi-
cada e ajustada com os pneus
frios (ex., quando a temperatura
do pneu estiver igual à tempera-
tura ambiente).
6-24
U2BSW0W0.book Page 25 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


 A pressão de ar do pneu deve WWA10512 as paredes laterais estiverem rachadas,
ser ajustada de acordo com a ADVERTÊNCIA solicite a um concessionário Yamaha
velocidade de condução e com Nunca sobrecarregue seu veículo. que substitua o pneu imediatamente.
o peso total do condutor, passa- Condução de um veículo sobrecarre-
geiro, carga e acessórios, apro- gado pode causar um acidente. Profundidade mínima do sulco
vados para esse modelo. do pneu (dianteiro e traseiro):
0,8 mm (0,04 in)
Inspeção do pneu
Pressão de ar do pneu (medida
com os pneus frios):
Dianteiro (1 pessoa): NOTA
225 kPa (2,29 kgf/cm², 33 Os limites de profundidade do sulco do
psi) pneu podem variar de país para país.
Traseiro (1 pessoa): Cumpra sempre a legislação local.
250 kPa (2,55 kgf/cm², 36
psi) WWA10472

Dianteiro (2 pessoas): ADVERTÊNCIA


225 kPa (2,29 kgf/cm², 33  Solicite a um concessionário
psi) 1. Parede lateral
Yamaha para substituir pneus
Traseiro (2 pessoas): 2. Indicador de desgaste
excessivamente gastos. Além
290 kPa (2,96 kgf/cm², 42 3. Profundidade do sulco
de ser ilegal, conduzir o veículo
psi)
Os pneus devem ser verificados antes com os pneus excessivamente
Carga máxima*:
de cada condução. Se a profundidade gastos diminui a estabilidade e
209 kg (461 lb)
* Peso total do condutor, passa- do centro atingir o limite especificado, pode levar à perda de controle.
geiro, carga e acessórios se o pneu estiver com um prego ou  A substituição de todas as pe-
fragmentos de vidro encravados, ou se ças relacionadas às rodas e
freios, incluindo os pneus, de-
6-25
U2BSW0W0.book Page 26 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


vem ser deixadas a cargo de um Esta motocicleta está equipada com  Sempre certifique-se que as
concessionário Yamaha, que pneus sem câmara, válvulas de ar do tampas das válvulas estão colo-
possui conhecimento e experi- pneu e rodas raiadas. cadas de maneira segura para
ência profissional necessários Os pneus envelhecem, mesmo não evitar vazamento de pressão de
para executar o serviço. sendo utilizados ou só utilizados oca- ar.
 Conduza em velocidade mode- sionalmente. Rachaduras na banda de  Utilize apenas as válvulas de
rada após a troca do pneu, pois rodagem e na borracha lateral, por ve- pneu e núcleos de válvulas lista-
a superfície do pneu deve ser zes acompanhada de deformação da dos abaixo para evitar esvazia-
“quebrada” para desenvolver carcaça, é uma evidência do envelheci- mento do pneu durante uma
sua melhor característica. mento. Pneus velhos ou envelhecidos condução.
devem ser verificados por especialista
para determinar sua adequação para Após extensivos testes, somente os
Informação do pneu uso posterior. pneus listados abaixo foram aprovados
WWA10902 para esse modelo pela Yamaha.
ADVERTÊNCIA
 Os pneus dianteiros e traseiros
devem ser do mesmo fabricante
e modelo, caso contrário as ca-
racterísticas de condução da
motocicleta podem ser diferen-
tes, o que pode causar um aci-
1. Válvula de ar do pneu dente.
2. Núcleo da válvula de ar do pneu
3. Tampa da válvula de ar do pneu com
vedante

6-26
U2BSW0W0.book Page 27 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


 Utilize apenas os pneus de WAU49712
Pneu dianteiro: Rodas raiadas
substituição especificados. Ou-
Tamanho: Para assegurar um máximo desempe-
tros pneus podem correr o risco
110/80R19 M/C 59V
de estourar em velocidades mui- nho, durabilidade e condução segura
Fabricante/modelo:
to altas. de sua motocicleta, observe os seguin-
METZELER/TOURANCE
EXP C  Pneus novos podem ter uma tes pontos de especificação das rodas.
Pneu traseiro: aderência relativamente peque-  Verifique antes de cada condução
Tamanho: na em certas superfícies de es- se o aro da roda apresenta racha-
150/70R17 M/C 69V trada até que estejam duras, dobras ou deformações e
Fabricante/modelo: amaciados. Portanto, é aconse- se os raios estão soltos ou danifi-
METZELER/TOURANCE lhável, antes de qualquer utiliza- cados. Se constatar alguma irre-
EXP C ção em alta velocidade, dirigir gularidade na roda, solicite a um
DIANTEIRO e TRASEIRO: de maneira moderada durante concessionário Yamaha para tro-
Válvula de ar do pneu: aproximadamente 100 km após car a roda. Não tente reparar a ro-
TR412 a colocação de pneus novos. da, mesmo que seja um pequeno
Núcleo da válvula:  Os pneus devem ser aquecidos reparo. Se uma roda estiver defor-
#9100 antes da utilização em alta velo- mada ou rachada, deve ser substi-
cidade. tuída.
WWA10601
 Sempre ajuste a pressão dos  A roda deve ser balanceada sem-
ADVERTÊNCIA pneus de acordo com as condi- pre que o pneu ou a roda forem
Esta motocicleta está equipada com ções de operação. trocados ou substituídos. Uma
pneus para alta-velocidade. Observe roda não balanceada pode preju-
os pontos a seguir para obter a mais dicar o desempenho, a dirigibilida-
eficiente utilização desses pneus. de e encurtar a vida útil do pneu.

6-27
U2BSW0W0.book Page 28 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


WAU42851 WAU37914 dráulico diminuirá o desempenho do
Manete da embreagem Verificação da folga do mane- freio, podendo resultar em perda de
Como este modelo está equipado com te do freio controle e acidente.
uma embreagem hidráulica, não é ne-
cessário o ajuste da folga do manete da
embreagem. No entanto, é necessário
verificar se há vazamento antes de cada
condução. Se a folga do manete da em-
breagem tornar-se excessivo e a mu-
dança de marcha tornar-se dura ou
ocorrer deslizamento na embreagem,
causando problema na aceleração,
pode haver ar no sistema de embrea- 1. Sem folga no manete do freio
gem. Se houver ar no sistema hidráuli- Não deve haver folga na extremidade
co, solicite a um concessionário do manete do freio. Se houver folga, so-
Yamaha que faça a sangria do sistema licite a um concessionário Yamaha para
antes de conduzir a motocicleta. inspecionar o sistema de freio.
WWA14212

ADVERTÊNCIA
Uma sensação macia ou esponjosa
no manete do freio pode indicar a
presença de ar no sistema hidráulico.
Se houver ar no sistema hidráulico,
solicite a um concessionário Yamaha
para sangrar o sistema antes de con-
duzir o veículo. O ar no sistema hi-
6-28
U2BSW0W0.book Page 29 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


WAU22283 WAU22393 Para verificar o desgaste da pastilha do
Interruptores da luz de freio Verificação das pastilhas dos freio, verifique a posição dos indicado-
A luz de freio, que é ativada pelo pedal freios dianteiro e traseiro res de desgaste enquanto aplica o freio.
do freio e pela alavanca de freio, deve Verifique se as pastilhas dos freios Se uma pastilha estiver desgastada a
acender pouco antes da frenagem ter dianteiro e traseiro apresentam desgas- ponto da ranhura indicadora de des-
efeito. Uma vez que os interruptores de tes, conforme os intervalos especifica- gaste quase tocar no disco do freio, so-
luz de freio são componentes do siste- dos na tabela de lubrificação e licite a um concessionário Yamaha para
ma do piloto automático, elas devem manutenção periódica. efetuar a troca do conjunto das pasti-
ser regulada por um concessionário lhas.
Yamaha, que possui conhecimento e
WAU36891
experiência profissionais necessárias. Pastilhas do freio dianteiro WAU22501
Pastilhas do freio traseiro

1. Indicador de desgaste da pastilha de


freio 1. Espessura da pastilha

Cada pastilha de freio dianteiro possui Verifique se existem danos em cada


uma ranhura indicadora de desgaste, uma das pastilhas do freio traseiro e
que permite que seja verificado o des- meça a espessura. Se uma das pasti-
gaste sem ter que desmontar o freio. lhas estiver danificada ou se a espessu-
6-29
U2BSW0W0.book Page 30 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


ra for inferior a 0,8 mm (0,03 in), solicite WAU40262 Freio traseiro
a substituição das pastilhas em um Verificação do nível do fluido
concessionário Yamaha. de freio
Antes da condução, verifique se o fluido
de freio está acima da marca de nível
mínimo. Verifique o nível do fluido de
freio com o topo do nível do reservató-
rio. Reabasteça o fluido de freio se ne-
cessário.
1. Marca do nível mínimo
Freio dianteiro
Fluido de freio recomendado:
DOT 4

WWA16011

ADVERTÊNCIA
Uma manutenção incorreta pode re-
sultar na perda da capacidade do
1. Marca do nível mínimo freio. Observe as seguintes precau-
ções:
 Fluido de freio insuficiente pode
permitir entrada de ar no siste-
ma do freio, reduzindo o desem-
penho do freio.

6-30
U2BSW0W0.book Page 31 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


 Limpe a tampa de abastecimen- WCA17641 WAU22754
to antes da remoção. Utilize so- ATENÇÃO Troca dos fluidos do freio e
mente fluido de freio DOT 4 de Fluido de freio pode danificar super- embreagem
um reservatório vedado. fícies pintadas ou peças plásticas. Solicite a um concessionário Yamaha
 Utilize somente o fluido de freio Sempre limpe imediatamente o fluido para trocar os fluidos do freio e embre-
de qualidade recomendada, derramado. agem nos intervalos especificados na
caso contrário as borrachas de tabela de manutenção e lubrificação
vedação poderão deteriorar-se, À medida que as pastilhas do freio se periódica. Além disso, substitua os re-
causando vazamento. desgastam, é normal que o nível do flui- tentores de óleo dos cilindros mestres
 Reabasteça com o mesmo tipo do de freio abaixe gradualmente. Um do freio e embreagem e as pinças, as-
de fluido de freio. Misturar flui- baixo nível do fluido de freio pode indi- sim como as mangueiras do freio e em-
dos pode resultar em uma rea- car pastilhas do freio desgastadas e/ou breagem, nos intervalos listados abaixo
ção química perigosa. vazamento no sistema do freio. Então, ou sempre que estiverem danificados
 Ao reabastecer, tenha cuidado certifique-se de verificar as pastilhas do ou com vazamento.
para que não entre água ou poei- freio quanto a desgastes e o sistema do  Retentores de óleo: Substituir a
ra no reservatório do fluido de freio quanto a vazamentos. Se o nível cada dois anos.
freio. A água reduzirá significati- do fluido de freio estiver repentinamen-  Mangueiras do freio e embrea-
vamente o ponto de ebulição do te baixo, solicite a um concessionário gem: Substituir a cada quatro
fluido e poderá resultar na for- Yamaha para verificar a causa antes de anos.
mação de bolhas de ar, e a sujei- conduzir mais adiante.
ra poderá obstruir as válvulas
da unidade hidráulica do ABS.

6-31
U2BSW0W0.book Page 32 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


WAU23115 WAU44275 Pedal de câmbio
Verificação e lubrificação da Verificação e lubrificação dos
manopla e cabo do acelera- pedais de câmbio e freio
dor O funcionamento dos pedais de câm-
O funcionamento da manopla do acele- bio e freio devem ser verificados antes
rador deverá ser verificado antes de de cada condução, e as articulações do
cada condução. Além disso, o cabo pedal devem ser lubrificadas, se neces-
deve ser lubrificado por um concessio- sário.
nário Yamaha nos intervalos especifica-
Pedal do freio
dos na tabela de lubrificação e
manutenção periódica. Lubrificante recomendado:
O cabo do acelerador está equipado Graxa à base de sabão de lítio
com uma capa de borracha. Certifique-
se que a capa esteja seguramente ins-
talada. Mesmo que a capa estiver insta-
lada corretamente, ela não protege
completamente o cabo contra a entra-
da de água. Por isso, tenha cuidado
para não jogar água diretamente na
capa ou no cabo ao lavar o veículo. Se
o cabo ou a capa estiverem sujos, lim-
pe-os com um pano úmido.

6-32
U2BSW0W0.book Page 33 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


WAU43602 Manete da embreagem WAU23215
Verificação e lubrificação dos Verificação e lubrificação do
manetes do freio e embrea- cavalete central e lateral
gem
O funcionamento dos manetes do freio
e da embreagem devem ser verificados
antes de cada condução, e as articula-
ções devem ser lubrificadas, se neces-
sário.

Manete do freio Lubrificante recomendado:


Graxa de silicone
O funcionamento do cavalete central e
lateral deve ser verificado antes de
cada condução e as articulações e su-
perfícies de contato metal com metal
devem ser lubrificadas, se necessário.
WWA10742

ADVERTÊNCIA
Se o cavalete central ou o descanso
lateral não se mover suavemente, so-
licite a um concessionário Yamaha
para verificar ou reparar. Pois o cava-
lete central ou lateral pode entrar em

6-33
U2BSW0W0.book Page 34 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


contato com o chão e distrair o con- WAUM1653 WAU23273
dutor, resultando em uma possível Lubrificação das articulações Verificação do garfo dianteiro
perda de controle. da balança A aparência e o funcionamento do garfo
dianteiro deve ser verificado nos inter-
valos especificados na tabela de manu-
Lubrificante recomendado: tenção e lubrificação periódica, como
Graxa à base de sabão de lítio segue.

Verificação da aparência
Verifique se os tubos internos estão ar-
ranhados, danificados ou com excessi-
vo vazamento de óleo.
As articulações da balança devem ser
lubrificadas por um concessionário
Verificação do funcionamento
Yamaha nos intervalos especificados
1. Coloque a motocicleta numa su-
na tabela de manutenção e lubrificação
perfície plana e segure-a na po-
periódica.
sição vertical. ADVERTÊNCIA!
Para evitar ferimentos, apóie o
Lubrificante recomendado: veículo de forma segura para
Graxa à base de sabão de lítio que não haja perigo de queda.
[WWA10752]

6-34
U2BSW0W0.book Page 35 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


2. Com o freio dianteiro acionado, WAU45512
empurre várias vezes o guidão Verificação da direção
com força para baixo para verifi- Rolamentos gastos ou soltos podem
car se o garfo dianteiro compri- ser perigosos. Portanto, o funciona-
me e recua suavemente. mento da direção deve ser verificado de
acordo com os intervalos especificados
na tabela de manutenção e lubrificação
periódica.
1. Coloque o veículo no cavalete
central. ADVERTÊNCIA! Para
evitar ferimentos, apóie o veí-
culo de forma segura para que
não haja perigo de queda.
[WWA10752]
WCA10591 2. Segure as extremidades das
ATENÇÃO hastes do garfo dianteiro e tente
movê-las para frente e para trás.
Se encontrar qualquer dano ou movi-
Se sentir qualquer folga, solicite
mento imperfeito no garfo dianteiro,
a um concessionário Yamaha
consulte um concessionário
para verificar ou consertar a di-
Yamaha.
reção.

6-35
U2BSW0W0.book Page 36 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


WAU23292 WAU34226 WWA10761
Verificação dos rolamentos Bateria ADVERTÊNCIA
da roda  Eletrólito é venenoso e perigoso
pois contém ácido sulfúrico,
que causa queimaduras seve-
ras. Evite contato com a pele,
olhos ou roupas e sempre prote-
ja seus olhos quando trabalhar
próximo de baterias. Em caso de
contato, administre os seguin-
1. Cabo positivo da bateria (vermelho) tes PRIMEIROS SOCORROS.
2. Cabo negativo da bateria (preto) • CONTATO EXTERNO: Lave
3. Bateria com água em abundância.
• CONTATO INTERNO: Beba
A bateria está localizada atrás da care- uma grande quantidade de
nagem A. (Consulte a página 6-12.) água ou leite e chame um mé-
Os rolamentos da roda dianteira e tra- Este modelo está equipado com uma dico imediatamente.
seira devem ser verificados nos interva- bateria VRLA (Selada com Válvula Re- • OLHOS: Lave com água du-
los da tabela de manutenção e guladora). Não é necessário verificar o rante 15 minutos e procure
lubrificação periódica, como segue. Se eletrólito ou adicionar água destilada. atendimento médico imedia-
apresentar folga no cubo da roda dian- Porém, os terminais da bateria devem tamente.
teira ou traseira, ou se a roda não girar ser verificados e apertados, se neces-  As baterias produzem gases de
suavemente, solicite a um concessio- sário. hidrogênio explosivos. Portan-
nário Yamaha que verifique os rolamen- to, mantenha faíscas, chamas,
tos da roda. cigarros, etc longe da bateria e

6-36
U2BSW0W0.book Page 37 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


providencie ventilação adequa- Para armazenar a bateria 4. Após a instalação, certifique-se
da ao carregá-la em local fecha- 1. Caso o veículo não seja utilizado que os cabos estejam adequa-
do. por mais de um mês, a bateria damente conectados aos termi-
 MANTENHA ESTA E TODAS AS deve ser removida, carregada nais.
BATERIAS FORA DO ALCANCE totalmente e armazenada em WCA16531
DE CRIANÇAS. um local fresco e seco. ATENÇÃO
ATENÇÃO: Quando for remo- Mantenha sempre a bateria carrega-
ver a bateria, certifique-se que da. Armazenar uma bateria descarre-
Para carregar a bateria o interruptor principal está em gada pode causar danos
Solicite a um concessionário Yamaha “OFF”, então desconecte o permanentes na bateria.
para carregar a bateria assim que pos- cabo negativo antes de des-
sível se ela parecer descarregada. Lem- conectar o cabo positivo.
bre-se que a bateria tende a [WCA16303]
descarregar mais depressa se o veículo 2. Caso a bateria seja armazenada
estiver equipado com acessórios elétri- por mais de dois meses, verifi-
cos opcionais. que-a pelo menos uma vez por
WCA16522
mês e carregue-a se necessário.
ATENÇÃO 3. Carregue completamente a ba-
Para carregar uma bateria VRLA (Se- teria antes da instalação.
lada com Válvula Reguladora) é ne- ATENÇÃO: Ao instalar a bate-
cessário um carregador especial ria, certifique-se que a chave
(voltagem constante). A utilização de esteja em “OFF”, então conec-
um carregador convencional irá da- te o cabo positivo antes de co-
nificar a bateria. nectar o cabo negativo.
[WCA16841]

6-37
U2BSW0W0.book Page 38 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


WAU58961 Se um fusível queimar, substitua-o
Substituição dos fusíveis como segue.
As caixas do fusível e do fusível da 1. Gire a chave para “OFF” e desli-
bomba do ABS estão localizados atrás gue o circuito elétrico em ques-
da carenagem A, e o fusível principal e tão.
o fusível da luz de freio estão localiza- 2. Retire o fusível queimado, e en-
dos atrás da carenagem B. (Consulte a tão instale um novo fusível com
página 6-12.) a amperagem especificada.
ADVERTÊNCIA! Não utilize um
1. Fusível do farol dianteiro
fusível com uma amperagem
2. Fusível do solenoide do ABS
acima da recomendada, para
3. Fusível da válvula do acelerador eletrô- evitar grandes danos no siste-
nico
ma elétrico e possivelmente
4. Fusível do sistema de injeção de com-
bustível
um incêndio. [WWA15132]
5. Fusível reserva (para relógio)
6. Fusível do motor da ventoinha do ra-
1. Fusível da bomba do ABS diador
2. Fusível reserva da bomba do ABS 7. Fusível da ignição
3. Fusível principal 8. Fusível do sistema de sinalização
4. Fusível reserva 9. Fusível da unidade de controle do ABS
5. Fusível do sistema do piloto automáti- 10.Fusível da tomada auxiliar DC
co 11.Fusível da luz de estacionamento
6. Fusível da luz do freio 12.Fusível O/P (opção)
7. Caixa de fusíveis 13.Fusível reserva

6-38
U2BSW0W0.book Page 39 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


WAU39014
Fusíveis especificados: Fusível do solenoide do ABS: Substituição de uma lâmpada
Fusível principal: 20,0 A
do farol
50,0 A Fusível da unidade de controle
Fusível do farol: do ABS: Este modelo está equipado com faróis
20,0 A 7,5 A com lâmpada halógena. Se uma lâmpa-
Brake light fuse: Fusível da bomba do ABS: da do farol queimar, substitua-a como
1,0 A 30,0 A segue.
Fusível da luz de estaciona- Cruise control fuse: WCA10651

mento: 1,0 A ATENÇÃO


7,5 A Fusível da tomada auxiliar DC Tome cuidado para não danificar as
Fusível do sistema de sinaliza- (Corrente Contínua): seguintes peças:
ção: 3,0 A  Lâmpada do farol
7,5 A Fusível (opcional) O/P:
Não toque a parte de vidro da
Fusível da ignição: 20,0 A
lâmpada do farol para não en-
20,0 A
gordurá-la, caso contrário a
Fusível do motor da ventoinha 3. Gire a chave para “ON” e ligue o
do radiador: transparência do vidro, a lumi-
circuito elétrico em questão para nosidade e a vida útil da lâmpa-
20,0 A
verificar se o dispositivo funcio- da serão afetadas. Limpe
Fusível de backup:
na. completamente a lâmpada de
7,5 A
4. Se o fusível queimar novamente qualquer sujeira ou marcas de
Fusível da válvula do acelera-
dor elétrico: de imediato, solicite a um con- dedos utilizando um pano ume-
7,5 A cessionário Yamaha para verifi- decido em álcool ou thinner.
Fusível do sistema de injeção car o sistema elétrico.  Lentes do farol
de combustível: Não cole nenhum tipo de filme
20,0 A tingido ou adesivo às lentes do
farol.
6-39
U2BSW0W0.book Page 40 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


Não utilize uma lâmpada de farol
de potência (watts) superior à
especificada.

1. Capa da lâmpada do farol dianteiro 1. Lâmpada do farol dianteiro


2. Fixador da lâmpada do farol dianteiro
2. Desconecte o conector da lâm-
pada. 4. Coloque uma nova lâmpada na
posição, e então segure-a com o
1. Não toque na parte de vidro da lâmpa-
da fixador da lâmpada.
5. Conecte o conector do farol.
1. Retire a capa da lâmpada do fa- 6. Instale a capa da lâmpada do fa-
rol girando-a em sentido anti- rol girando-a em sentido horário.
horário. 7. Solicite a um concessionário
Yamaha para ajustar o facho do
farol se necessário.
1. Conector do farol dianteiro

3. Desenganche o fixador da lâm-


pada do farol, e então retire a
lâmpada queimada.

6-40
U2BSW0W0.book Page 41 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


WAU58590 WAU49722
Luz do pisca e luz de freio/lan- Substituição da lâmpada da
terna luz da placa de identificação
Este modelo é equipado com luz do 1. Retire os parafusos da unidade
pisca de LED e luz de freio/lanterna de da luz da placa de identificação.
LED.
Se a luz do pisca ou a luz de freio/lan-
terna não acender, peça a um conces-
sionário Yamaha que as verifique.
1. Soquete da lâmpada da placa de li-
cença

3. Retire a lâmpada queimada pu-


xando-a para fora.

1. Luz da placa de identificação


2. Parafuso da unidade da placa de iden-
tificação

2. Retire o soquete da lâmpada da


luz da placa de identificação
(junto com a lâmpada) girando-o
em sentido anti-horário, e então
puxando-o para fora.
1. Lâmpada da luz da placa de licença

4. Insira uma nova lâmpada no so-


quete.

6-41
U2BSW0W0.book Page 42 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


5. Instale o soquete (junto com a WAU58971
lâmpada) empurrando para den- Substituição da lâmpada da
tro, e então girando em sentido luz auxiliar
horário até parar. Este modelo está equipado com duas
6. Coloque a unidade da luz da pla- luzes auxiliares. Se uma lâmpada da luz
ca de identificação em sua posi- auxiliar queimar, substitua-a como se-
ção original, e então instale os gue.
parafusos. 1. Retire o para-brisa removendo
os parafusos.
1. Tampa

3. Retire o painel removendo os


parafusos e os fixadores rápi-
dos.

1. Para-brisa
2. Parafuso

2. Retire a capa puxando para fora.


1. Painel
2. Parafuso
3. Parafuso de fixação rápida

6-42
U2BSW0W0.book Page 43 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


4. Retire a capa da unidade do fa-
rol removendo os parafusos.

1. Unidade do farol 1. Soquete da lâmpada da luz auxiliar


2. Parafuso da unidade do farol
7. Retire a lâmpada queimada pu-
1. Capa da unidade do farol
xando-a para fora.
2. Parafuso

5. Retire os parafusos da unidade


do farol, e então puxe a unidade
do farol levemente para fora,
certificando-se que continue
apoiado. ATENÇÃO: Cuidado
para não puxar os fios do farol.
[WCA16811]
1. Fio do farol
1. Lâmpada da luz auxiliar
6. Retire o soquete da lâmpada da
luz auxiliar (junto com a lâmpa- 8. Insira uma nova lâmpada no so-
da) girando o soquete em senti- quete.
do anti-horário.

6-43
U2BSW0W0.book Page 44 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


9. Instale o soquete (junto com a 14. Instale o para-brisa instalando WAU25872
lâmpada) pressionando-o e gi- os parafusos, e então aperte-os Localização de problemas
rando em sentido horário. com o torque especificado. Apesar das motocicletas Yamaha se-
10. Instale a unidade do farol insta- ADVERTÊNCIA! Um para-bri- rem submetidas a um rígido controle de
lando os parafusos, e então sa solto pode causar um aci- qualidade antes de saírem da fábrica,
aperte-os com o torque especi- dente. Certifique-se de existe no entanto a possibilidade de
ficado. apertar os parafusos com o ocorrerem falhas quando são coloca-
torque especificado. [WWA15511] das em funcionamento. Qualquer pro-
blema nos sistemas de combustível,
Torque de aperto:
Headlight unit bolt: compressão ou ignição, podem causar
Torque de aperto:
0,7 m·kgf (7 Nm) Parafuso do para-brisa: dificuldades de partida e perda de po-
0,05 m·kgf (0,5 Nm) tência.
As tabelas de localização de problemas
11. Instale a capa da unidade do fa-
descreve o procedimento simples e rá-
rol instalando os parafusos.
pido para a verificação dos sistemas vi-
12. Instale o painel instalando para-
tais da motocicleta. Entretanto, se sua
fufos e os fixadores rápidos.
motocicleta necessitar de qualquer re-
13. Instale a capa.
paro, leve-a a um concessionário
Yamaha, que possue técnicos especia-
lizados, ferramentas adequadas, expe-
riência e conhecimentos para executar
o serviço correto em sua motocicleta.
Utilize somente peças genuínas
Yamaha para sua motocicleta. As pe-
ças similares podem parecer idênticas
às peças genuínas Yamaha, porém fre-

6-44
U2BSW0W0.book Page 45 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


quentemente são de qualidade inferior,
tem uma vida útil mais curta e podem
levar a altas despesas com reparos.
WWA15142

ADVERTÊNCIA
Ao verificar o sistema de combustí-
vel, não fume e certifique-se que não
existe nenhum foco de chama ou fa-
íscas na área, inclusive aquecedores
de água ou fornos. Combustível ou
vapores de combustível podem in-
cendiar ou explodir, causando seve-
ros ferimentos ou dano material.

6-45
U2BSW0W0.book Page 46 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


WAU42505
Tabela de localização de problemas

Problemas na partida ou fraco desempenho do motor

6-46
U2BSW0W0.book Page 47 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

MANUTENÇÃO PERIÓDICA E AJUSTE


Superaquecimento do motor
WWAT1041

ADVERTÊNCIA
 Não retire a tampa do radiador enquanto o motor e o radiador estiverem quentes. O líquido refrigerante muito
quente e o vapor podem ser expelidos sob pressão, podendo provocar graves ferimentos. Certifique-se de aguar-
dar até que o motor esfrie.
 Coloque um pano espesso, tal como uma toalha, sobre a tampa do radiador e depois gire lentamente a tampa no
sentido anti-horário, para permitir o escape de qualquer pressão residual. Quando o ruído parar, pressione a tam-
pa enquanto gira-a em sentido anti-horário e em seguida, retire a tampa.

NOTA
Caso não tenha líquido de arrefecimento, pode-se utilizar temporariamente água de torneira, desde que seja substituída pelo
líquido de arrefecimento recomendado assim que possível.

6-47
U2BSW0W0.book Page 1 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

LIMPEZA E ARMAZENAMENTO DA MOTOCICLETA


WAU37834 WAU51001 incluindo os cachimbos da vela
Cuidados cor fosca Cuidado de ignição, estejam bem instala-
WCA15193 Embora a concepção de uma motoci- dos.
ATENÇÃO cleta revele o encanto da tecnologia, 3. Remova a sujeira, como por
Alguns modelos são equipados com torna-a também mais vulnerável. Ferru- exemplo, óleo queimado na car-
peças de material fosco. Certifique- gem e corrosão podem aparecer, mes- caça, com um desengraxante e
se de consultar um concessionário mo que sejam utilizados componentes um pincel, mas nunca aplique
Yamaha para verificar quais produ- de alta qualidade. Embora um tubo de este tipo de produto nos reten-
tos utilizar, antes da limpeza do veí- escape enferrujado possa passar des- tores, gaxetas, raios, corrente de
culo. O uso de escova, produtos percebido num carro, na motocicleta transmissão e eixos da roda. En-
químicos severos ou combinações influencia negativamente no aspecto xágue com água a sujeira e o de-
de produtos químicos na limpeza de geral. Um cuidado frequente e adequa- sengraxante.
peças foscas, poderão arranhá-la ou do não só vai ao encontro dos termos
danificá-la. Cera também não deve de garantia, como também influencia
Limpeza
ser utilizada nas peças foscas. na manutenção de um bom aspecto de
WCA10773
sua motocicleta, aumentando o tempo
ATENÇÃO
de vida e otimizando o desempenho.
 Evite utilizar produtos ácidos
para limpeza das rodas, espe-
Antes da limpeza cialmente em rodas raiadas. Se
1. Tampe a saída do escapamento este tipo de produto for utilizado
com um saco plástico depois em sujeiras de difícil remoção,
que o motor esfriar. não deixe o produto de limpeza
2. Certifique-se que todas as ca- sobre a área suja durante mais
pas e tampas, assim como to- que o tempo recomendado.
dos os conectores elétricos, Além disso, enxágue minuciosa-

7-1
U2BSW0W0.book Page 2 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

LIMPEZA E ARMAZENAMENTO DA MOTOCICLETA


mente a área com água, seque ou diluente, combustível (gaso- sa, para assegurar-se que não fi-
imediatamente e aplique um lina), produtos anti-ferrugem ou cará marcas. Se o para-brisa
spray anti-corrosão. de remoção da ferrugem, fluido ficar riscado, utilize cera de qua-
 Uma limpeza inadequada pode- de freio, anti-congelante ou ele- lidade para polimento em plásti-
rá danificar as peças plásticas trólito. cos, após a lavagem.
(como as carenagens, painéis, o  Não utilize sistemas de lavagem
para-brisa, as lentes dos faróis, a alta pressão ou dispositivos Após o uso normal
lentes do painel, etc.) e os silen- de limpeza dos lava-rápidos, Remova a sujeira com água morna, um
ciadores. Utilize um pano ou es- uma vez que podem causar infil- detergente neutro e uma esponja macia
ponja limpa e macia, com um tração de água e deterioração e limpa, enxaguando totalmente com
detergente suave e água para nas seguintes peças: retentores água limpa. Utilize uma escova de den-
limpar os plásticos. No entanto, (dos rolamentos da roda e da ba- tes ou um pincel para limpar áreas de
se as partes plásticas não pude- lança, garfo dianteiro e freios), difícil acesso. A sujeira de difícil remo-
rem ser completamente limpas componentes elétricos (acopla- ção e os insetos serão facilmente remo-
com água, pode ser usado de- dores, conectores, instrumen- vidos se a área for coberta por um pano
tergente neutro diluído em água. tos, interruptores e luzes), tubos úmido durante alguns minutos antes da
Certifique-se de enxaguar todo de respiro e aberturas. limpeza.
resíduo de detergente, uma vez  Para as motocicletas equipadas
que é prejudicial para as partes com para-brisa: Não utilize pro- Após a condução na chuva ou perto da
plásticas. dutos de limpeza fortes ou es- água do mar
 Não utilize nenhum produto quí- ponjas duras, uma vez que Uma vez que a água da chuva contém
mico forte nas peças de plásti- podem causar perda de cor ou resíduos corrosivos e o sal do mar é ex-
co. Evite utilizar panos ou riscos. Alguns compostos de tremamente corrosivo, realize os pas-
esponjas que tenham estado em limpeza para plásticos podem sos explicados a seguir, após conduzir
contato com produtos de limpe- deixar riscos. Teste o produto na chuva ou próximo ao mar.
za fortes ou abrasivos, solvente numa pequena área do para-bri-

7-2
U2BSW0W0.book Page 3 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

LIMPEZA E ARMAZENAMENTO DA MOTOCICLETA


1. Limpe a motocicleta com água 3. Para evitar corrosão, recomen- te suave. Antes de utilizar a mo-
fria e um detergente suave, após da-se a aplicação de um spray tocicleta em altas velocidades,
o motor esfriar. ATENÇÃO: Não anti-corrosão em todo metal, in- verifique o desempenho dos
utilize água morna, pois esta cluindo superfícies revestidas de freios e o comportamento em
aumenta a ação corrosiva do cromo e níquel. curvas.
sal. [WCA10792] 4. Use óleo em spray, como limpa-
WCA10801
2. Aplique um spray de proteção dor universal, para remover
anti-corrosão em todas as su- qualquer sujeira restante. ATENÇÃO
perfícies metálicas, incluindo as 5. Retoque pequenos danos à pin-  Aplique óleo em spray ou cera
cromadas e niqueladas para evi- tura causados por pedras, etc. com moderação e certifique-se
tar corrosão. 6. Encere todas as superfícies pin- de limpar o excesso.
tadas.  Nunca aplique óleo ou cera em
7. Seque a motocicleta completa- peças de borracha e plástica,
Após a limpeza
mente antes de guardá-la ou co- utilize produtos específicos
1. Seque a motocicleta com uma
bri-la. para elas.
flanela ou pano absorvente.
2. Utilize um polidor de cromo para
WWA11132  Evite utilizar ceras de polimento
polir peças em cromo, alumínio ADVERTÊNCIA abrasivas, pois estas riscam a
e aço inox, incluindo o sistema Contaminação nos freios ou pneus pintura.
de escape. (Mesmo o desbota- pode causar perda de controle.
mento induzido termicamente  Certifique-se que não haja óleo
NOTA
dos sistemas de escapamento ou cera nos freios ou pneus.
 Consulte um concessionário
em aço inox pode ser removido  Caso seja necessário, limpe os
Yamaha para obter informações
com o polimento.) discos e lonas de freio com um
sobre quais produtos utilizar.
limpador de disco de freios nor-
mal, ou acetona, e lave os pneus
com água morna e um detergen-
7-3
U2BSW0W0.book Page 4 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

LIMPEZA E ARMAZENAMENTO DA MOTOCICLETA


 Lavagem, clima chuvoso ou umi- WAU49592 Longo prazo
dade podem causar embaçamen- Armazenamento Antes de armazenar a sua motocicleta
to nas lentes do farol. Deixar o durante vários meses:
farol aceso por um curto período Curto prazo 1. Siga todas as instruções da se-
de tempo poderá ajudar a remover Guarde sempre a sua motocicleta em ção “Cuidados” deste capítulo.
a umidade das lentes. um local fresco e seco e se necessário, 2. Encha o tanque de combustível
utilize uma capa protetora para prote- e adicione estabilizador de com-
gê-la do pó. Certifique-se que o motor bustível (se disponível) para evi-
e o sistema de escape estão frios antes tar que o tanque enferruje e que
de cobrir a motocicleta. o combustível se deteriore.
WCA10811 3. Execute os passos a seguir para
ATENÇÃO proteger o cilindro, os anéis do
pistão, etc da corrosão.
 Guardar a motocicleta em uma
a. Retire o cachimbo da vela
área pouco ventilada ou colocar
de ignição e as velas.
uma capa enquanto ainda está
b. Coloque uma colher de chá
molhada permitirá a infiltração
de óleo de motor na cavi-
de água e umidade, o que provo-
dade de cada vela de igni-
cará o aparecimento de ferru-
ção.
gem.
c. Instale os cachimbos nas
 Para prevenir corrosão, evite lu-
velas de ignição, e então
gares úmidos, estábulos (devi-
coloque a vela no cabeço-
do a presença de amônia) e
te, para que os eletrodos fi-
áreas onde estejam armazena-
quem aterrados. (Isto irá
dos produtos químicos fortes.

7-4
U2BSW0W0.book Page 5 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

LIMPEZA E ARMAZENAMENTO DA MOTOCICLETA


controlar a produção de fa- que ambas as rodas fiquem fora
íscas durante o passo se- do chão. Alternadamente, gire
guinte.) as rodas um pouco a cada mês,
d. Acione várias vezes o inter- para prevenir que os pneus se
ruptor de partida. (Este pro- danifiquem em um determinado
cedimento irá revestir a ponto.
parede do cilindro com 6. Cubra as saídas do escape com
óleo.) ADVERTÊNCIA! sacos plásticos, para evitar umi-
Para evitar danos ou feri- dade.
mentos provocados por 7. Retire a bateria e carregue-a
faíscas, certifique-se que completamente. Guarde-a em
a vela de ignição está local fresco e seco e recarregue-
aterrada enquanto liga o a uma vez por mês. Não armaze-
motor. [WWA10952] ne a bateria em local excessiva-
e. Retire os cachimbos das mente frio ou quente [menos
velas de ignição e em se- que 0 °C ou mais que 30 °C].
guida instale as velas e os Para mais informações sobre
cachimbos. como armazenar a bateria, con-
4. Lubrifique todos os cabos de sulte a página 6-36.
controle e pontos de articulação
de todos os manetes e pedais, NOTA
assim como o cavalete lateral/ Antes de armazenar a motocicleta, faça
central. todos os reparos necessários.
5. Verifique, e se necessário, corrija
a pressão do ar do pneu, e então
levante a motocicleta de modo

7-5
U2BSW0W0.book Page 1 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

ESPECIFICAÇÕES
Dimensões: Diâmetro × curso: Óleo da transmissão final:
Comprimento total: 98,0 × 79,5 mm (3,86 × 3,13 in) Tipo:
2255 mm (88,8 in) Taxa de compressão: Óleo de engrenagem de cardã
Largura total: 11,0 : 1 SAE 80W-90 API GL-5 ou óleo de
980 mm (38,6 in) Sistema de partida: engrenagens hipóide SAE 80 API
Altura total: Partida elétrica GL-4 genuíno Yamaha
1410/1470 mm (55,5/57,9 in) Sistema de lubrificação: Quantidade:
Altura do assento: Cárter seco 0,20 L (0,21 US qt, 0,18 Imp.qt)
845/870 mm (33,3/34,3 in) Óleo do motor: Sistema de arrefecimento:
Distância entre eixos: Marca recomendada: Capacidade do reservatório do
1540 mm (60,6 in) YAMALUBE líquido de arrefecimento (até a marca
Distância mínima do solo: Tipo: de nível máximo):
190 mm (7,48 in) 20W-40 ou 20W-50 0,26 L (0,27 US qt, 0,23 Imp.qt)
Raio mínimo de giro: Especificação do óleo de motor: Capacidade do radiador (incluindo
2700 mm (106,3 in) Tipo SL de Serviço API ou todas as mangueiras):
Peso: superior, norma JASO MA 1,83 L (1,93 US qt, 1,61 Imp.qt)
Peso em ordem de marcha: Quantidade de óleo do motor: Filtro de ar:
261 kg (575 lb) Sem substituição do cartucho do Elemento do filtro de ar:
Motor: filtro de óleo: Elemento de papel revestido de
Tipo de motor: 3,10 L (3,28 US qt, 2,73 Imp.qt) óleo
4 tempos, refrigeração líquida, Com substituição do cartucho do Combustível:
DOHC filtro de óleo: Combustível recomendado:
Disposição do cilindro: 3,40 L (3,59 US qt, 2,99 Imp.qt) Gasolina aditivada
2 cilíndros em linha Capacidade do tanque de
Cilindrada: combustível:
1199 cm³ 23,0 L (6,08 US gal, 5,06 Imp.gal)

8-1
U2BSW0W0.book Page 2 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

ESPECIFICAÇÕES
Capacidade de reserva de Comando: Dimensões:
combustível: Acionamento com o pé esquerdo 110/80R19 M/C 59V
3,9 L (1,03 US gal, 0,86 Imp.gal) Relação de marchas: Fabricante/modelo:
Injeção de combustível: 1a.: METZELER/TOURANCE EXP C
Corpo do acelerador: 2,769 (36/13) Pneu traseiro:
Marca de identificação: 2a.: Tipo:
2BS8 10 2,063 (33/16) Sem câmara
Vela(s) de ignição: 3a.: Dimensões:
Fabricante/modelo: 1,571 (33/21) 150/70R17 M/C 69V
NGK/CPR8EB9 4a.: Fabricante/modelo:
Folga da vela de ignição: 1,250 (30/24) METZELER/TOURANCE EXP C
0,8–0,9 mm (0,031–0,035 in) 5a.: Carga:
Embreagem: 1,042 (25/24) Carga máxima:
Tipo de embreagem: 6a.: 209 kg (461 lb)
Discos múltiplos, úmidos 0,929 (26/28) (Peso total do condutor,
Transmissão: Chassis: passageiro, carga e acessórios)
Relação de redução primária: Tipo de chassi: Pressão do ar do pneu (medido com
1,466 (85/58) Chassi "backbone" pneus frios):
Transmissão final: Ângulo do cáster: Dianteiro (1 pessoa):
Eixo 28,00 ° 225 kPa (2,29 kgf/cm², 33 psi)
Relação de redução secundária: Trail: Traseiro (1 pessoa):
2,987 (21/25 x 32/9) 126 mm (5,0 in) 250 kPa (2,55 kgf/cm², 36 psi)
Tipo de transmissão: Pneu dianteiro: Dianteiro (2 pessoas):
6 velocidades com engrenamento Tipo: 225 kPa (2,29 kgf/cm², 33 psi)
constante Sem câmara Traseiro (2 pessoas):
290 kPa (2,96 kgf/cm², 42 psi)

8-2
U2BSW0W0.book Page 3 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

ESPECIFICAÇÕES
Roda dianteira: Fluido recomendado: Voltagem, capacidade:
Tipo de roda: DOT 4 12 V, 11,0 Ah
Roda raiada Suspensão dianteira: Farol dianteiro:
Dimensão do aro: Tipo: Tipo de lâmpada:
19M/C x MT2,50 Garfo telescópico Lâmpada halógena
Roda traseira: Mola/tipo de amortecedor: Voltagem da lâmpada, potência ×
Tipo de roda: Mola helicoidal/amortecedor quantidade:
Roda raiada hidráulico Farol:
Dimensão do aro: Curso da roda: 12 V, 55,0 W × 2
17M/C x MT4,00 190 mm (7,5 in) Luz do freio/lanterna:
Sistema de freio unificado: Suspensão traseira: LED
Comando: Tipo: Luz do pisca dianteiro:
Ativado pelo freio dianteiro Balança traseira com link LED
Freio dianteiro: Mola/tipo de amortecedor: Luz do pisca traseiro:
Tipo: Mola helicoidal/amortecida a gás- LED
Freio a disco duplo óleo Luz auxiliar:
Comando: Curso da roda: 12 V, 5,0 W × 2
Acionamento com a mão direita 190 mm (7,5 in) Luz da placa de identificação:
Fluido recomendado: Sistema elétrico: 12 V, 5,0 W × 1
DOT 4 Sistema de ignição: Luz do visor:
Freio traseiro: TCI LED
Tipo: Sistema de geração de carga: Luz indicadora do ponto morto:
Freio a disco simples Volante de magneto A.C. LED
Comando: Bateria: Luz indicadora do farol alto:
Acionamento com o pé direito Modelo: LED
YTZ12S

8-3
U2BSW0W0.book Page 4 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

ESPECIFICAÇÕES
Luz de advertência do nível de óleo: Fusível do sistema de sinalização: Fusível da válvula do acelerador
LED 7,5 A elétrico:
Luz indicadora do pisca: Fusível da ignição: 7,5 A
LED 20,0 A Fusível (opcional) O/P:
Luz de advertência de problema no Fusível da luz de estacionamento: 20,0 A
motor: 7,5 A
LED Fusível do motor da ventoinha do
Luz de advertência do ABS: radiador:
LED 20,0 A
Cruise control “SET” indicator light: Fusível do sistema de injeção de
LED combustível:
Cruise control “ON” indicator light: 20,0 A
LED Fusível da unidade de controle do
Luz indicadora do sistema ABS:
imobilizador: 7,5 A
LED Fusível da bomba do ABS:
Indicador do sistema de controle de 30,0 A
tração/luz de advertência: Fusível do solenoide do ABS:
LED 20,0 A
Fusíveis: Cruise control fuse:
Fusível principal: 1,0 A
50,0 A Fusível da tomada auxiliar DC
Fusível do farol: (Corrente Contínua):
20,0 A 3,0 A
Brake light fuse: Fusível de backup:
1,0 A 7,5 A

8-4
U2BSW0W0.book Page 1 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

INFORMAÇÕES AO PROPRIETÁRIO
WAU26363 WAU26401 WAU26441
Números de identificação Número de identificação do veículo Número de série do motor
Registre o número de identificação do
veículo (numeração de chassi) e o nú-
mero de série do motor nos espaços
fornecidos abaixo para assistência ao
fazer o pedido de peças de reposição
em um concessionário Yamaha ou para
referência no caso do veículo ser rou-
bado.
NÚMERO DE IDENTIFICAÇÃO DO 1. Número de identificação do veículo 1. Número de série do motor
VEÍCULO (numeração de chassi):
O número de identificação do veículo O número de série do motor está im-
está gravado no tubo da coluna de dire- presso na carcaça.
ção. Registe este número no espaço
fornecido.
NÚMERO DE SÉRIE DO MOTOR:
NOTA
O número de identificação do veículo é
utilizado para identificar sua motocicle-
ta e registrá-la no órgão de trânsito de
sua cidade.

9-1
U2BSW0W0.book Page 2 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

INFORMAÇÕES AO PROPRIETÁRIO
WAUW3021 gor. Devem ser evitadas quaisquer mo-
Yamaha e a preservação do Limite máximo de ruído para
dificações de regulagens padronizadas
fiscalização:
meio ambiente pela fabricante, tais como as de esca-
92,13 dB (A) * a 3625 rpm
pamento e sistema de alimentação de
* dB = unidade de medida do ní-
combustível, cuja intenção seja alterar vel de ruído (Decibel), valor
o desempenho do motor, pois as emis- com o veículo parado medido
sões de gases de escapamento acima a 0,5 m de distância do esca-
dos níveis previstos na legislação oca- pamento, conforme NBR-
sionam aumento de poluição atmosféri- 9714.
ca e contribui para o aumento da
poluição sonora, o que configura infra-
ção à legislação de trânsito e ambiental. Valores de regulagem:
Os valores de regulagem expostos
abaixo devem ser seguidos a fim de se
Especificações de ruído:
obter um melhor desempenho da mo-
Contribuição ao meio ambiente: O limite máximo de ruídos para fiscali-
tocicleta, e também reduzir as emis-
A Yamaha, preocupada com a preser- zação do veículo em circulação é de:
sões de ruídos e de gases poluentes
vação do meio ambiente, busca inces-
nocivos ao meio ambiente.
santemente a melhoria de seus
produtos, utilizando materiais compatí-
veis com a natureza. Desta forma, con-
tribuímos com a redução de poluentes
no meio ambiente, atendendo integral-
mente, inclusive, às determinações do
Programa de Controle da Poluição do
Ar por Motociclos e Veículos Similares -
PROMOT, conforme legislação em vi-
9-2
U2BSW0W0.book Page 3 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

INFORMAÇÕES AO PROPRIETÁRIO
IMPORTANTE: autorizada Yamaha, que dispõe de
Valores em marcha lenta:
1. Qualquer alteração no sistema de equipamentos adequados e mão-de-
Velocidade angular do motor:
alimentação de combustível ou de obra qualificada devidamente treina-
1100 ± 50 rpm
escapamento (regulagens inade- da pelo próprio fabricante, assegu-
Concentração de monóxido de
carbono (CO): quadas, substituição de peças por rando desta forma a motocicleta
máximo 2,0% em volume outras não originais, etc.) influirá dentro dos padrões antipoluentes.
Concentração de hidrocarbo- diretamente nos valores homolo-
netos (HC): gados e divulgados neste manual.
máximo 400 ppm 2. Seu comprometimento rigoroso Contribuição do usuário contra a po-
com o plano de manutenção peri- luição sonora:
ódica constante no “capítulo 6” O usuário da motocicleta pode contri-
Valores comprovados no ensaio de deste manual valorizará e preser- buir com o meio ambiente disciplinando
certificação: vará a motocicleta, além de contri- a sua condução, das seguintes formas:
buir de forma importante para a  Evitando acelerações bruscas e
conservação do meio ambiente. desnecessárias
Valores em marcha lenta:
WWA14812  Arrancando suavemente com a
Velocidade angular do motor:
ADVERTÊNCIA motocicleta e conduzindo-a na
1100 rpm
Concentração de monóxido de marcha adequada à velocidade.
O uso de combustível de má qualida-
carbono (CO): de ou diferente da especificada pode-
máximo 0,00% em volume rá comprometer o desempenho da Descarte de produtos e peças da
Concentração de hidrocarbo- motocicleta, bem como causar da- motocicleta
netos (HC): nos à componentes do sistema de  O óleo do motor deve ser trocado
máximo 30,2 ppm nos intervalos descritos na tabela
alimentação de combustível e do
próprio motor. É imprescindível que de manutenção e lubrificação peri-
todas as manutenções e ajustes se- ódica, para preservar o equipa-
jam confiados a uma concessionária
9-3
U2BSW0W0.book Page 4 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

INFORMAÇÕES AO PROPRIETÁRIO
mento. Sugerimos que realize a te em aterros sanitários, mar, rios, minhe a peça substituída ao re-
troca do óleo preferencialmente lagos ou riachos, terrenos baldios vendedor para destinação
em um concessionário Yamaha. ou alagadiços, e queima a céu ambiental adequada.
WWAW0071 aberto. Quando substituídos por  A não observância das práticas
ADVERTÊNCIA novos, devem ser encaminhados à acima, além de agredirem a natu-
Óleo lubrificante torna-se um resíduo central de recepção do fabricante reza, são crimes ambientais e de
perigoso após o uso. de pneus localizados na sua re- saúde pública.
gião, para posterior destinação fi-
 O óleo lubrificante usado quando nal e ambientalmente segura e
é descartado no meio ambiente adequada.
provoca impactos ambientais ne-  Para troca da bateria procure mão
gativos, tais como contaminação de obra especializada. O manu-
da água e do solo por metais pe- seio desse produto sem o devido
sados. O produtor, importador e cuidado pode causar danos à pin-
revendedor de óleo lubrificante, tura de sua motocicleta, além de
bem como o consumidor de óleo representar sério risco de conta-
lubrificante usado, são responsá- minação do solo e da água, se
veis por seu recolhimento e sua derramados ou descartados de
destinação. Retorne o óleo lubrifi- modo incorreto. Caso manuseie a
cante usado ao revendedor. Os in- bateria, utilizar óculos de proteção
fratores estão sujeitos a graves e luvas de borracha, o ácido sulfú-
sanções previstas na legislação rico contido nessa bateria pode
ambiental. causar cegueira ou queimaduras
 Os pneus inutilizados devem ter graves. Na troca da bateria, enca-
destinação final adequada, sendo
impróprio e proibido o seu descar-

9-4
U2BSW0W0.book Page 5 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

INFORMAÇÕES AO PROPRIETÁRIO
WAUW0782 gas como o pino do pistão e do virabre-
Óleo do motor YAMALUBE® NOTA quim, expande a área de pressão e
Para melhor performance de sua moto- reduz a carga, permitindo uma longa
cicleta, recomendamos a cada troca de vida útil do motor; forma uma película
óleo o uso do óleo YAMALUBE® 4 fina para proteger as superfícies metáli-
Tempos 20W50 API SL JASO MA T903 cas do ar, da água e dos gases, os
ou superior. quais ajudam a provocar a corrosão e
Código do produto: 90793-AB401. elimina as partículas metálicas, os óxi-
dos e os hidrocarbonetos, de modo
Benefícios que o óleo YAMALUBE® que as superfícies de atrito fiquem lim-
proporciona: pas.
 Antiatrito
 Refrigeração
 Vedação Peças e acessórios
 Amortecimento
 Inibição da corrosão
 Limpeza
O óleo YAMALUBE® forma uma pelícu-
la de proteção, aumentando a durabili-
dade do motor; absorve o calor e ajuda
a dissipá-lo, mantendo o motor sempre Você acaba de adquirir um produto da
com sua temperatura ideal de trabalho; mais alta tecnologia, portanto, na hora
flui para os anéis para formar uma boa de fazer a manutenção de sua motoci-
vedação entre o pistão e a parede do cleta, faça questão de PEÇAS GENUÍ-
cilindro, garantindo o desempenho de NAS YAMAHA. Somente elas têm a
sua motocicleta; suporta grandes car- garantia e segurança que você merece.

9-5
U2BSW0W0.book Page 6 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

INFORMAÇÕES AO PROPRIETÁRIO
As PEÇAS GENUÍNAS YAMAHA são
produzidas de acordo com os mais
avançados controles de qualidade e ri-
gor tecnológico, por isso, LEMBRE-SE:
MAIOR DURABILIDADE, MENOR MA-
NUTENÇÃO.

9-6
U2BSW0W0.book Page 7 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

ÍNDICE
A Folga das válvulas...............................6-24 Luz de advertência do nível de óleo..... 3-4
Armazenamento.................................... 7-4 Folga do manete do freio, Luz do pisca e luz de freio/lanterna.... 6-41
Articulações da balança, verificação........................................ 6-28 Luzes indicadoras e luzes de
lubrificação ...................................... 6-34 Fusíveis, substituição .......................... 6-38 advertência........................................ 3-4
Assento do condutor .......................... 3-38 G Luz indicadora/advertência do
Assento do condutor, ajuste............... 3-39 Garfo dianteiro, ajuste ......................... 3-42 sistema de controle de tração........... 3-6
B Garfo dianteiro, verificação ................. 6-34 Luz indicadora de ponto morto ............ 3-4
Bagageiros.......................................... 3-47 I Luz indicadora do farol alto .................. 3-4
Bateria................................................. 6-36 Informação de Segurança..................... 1-1 Luz indicadora do piloto automático.... 3-5
C Interruptor da buzina........................... 3-27 Luz indicadora do pisca ....................... 3-4
Carenagens, remoção e instalação .... 6-12 Interruptor de farol alto/baixo/ Luz indicadora do sistema
Catalisador.......................................... 3-37 ultrapassagem ................................. 3-27 imobilizador ....................................... 3-7
Cavalete central e lateral, verificação Interruptor de partida/parada do M
e lubrificação ................................... 6-33 motor ............................................... 3-27 Manete da embreagem ............. 3-29, 6-28
Cavalete lateral ................................... 3-48 Interruptor do pisca............................. 3-27 Manete do freio .................................. 3-30
Chave de ignição/trava do guidão........ 3-2 Interruptor do pisca-alerta .................. 3-28 Manetes do freio e embreagem,
Cintas para fixação da bagagem........ 3-48 Interruptores da luz de freio ................ 6-29 verificação e lubrificação................. 6-33
Combustível ........................................ 3-35 Interruptores de controle de Mangueira de respiro do tanque de
Conjunto do amortecedor, ajuste ....... 3-45 velocidade........................................ 3-28 combustível e mangueira de
Cor fosca, cuidados.............................. 7-1 Interruptores do guidão....................... 3-27 dreno ............................................... 3-37
Cuidado ................................................ 7-1 K Manopla e cabo do acelerador,
D Kit de ferramentas.................................6-2 verificação e lubrificação................. 6-32
Direção, verificação ............................ 6-35 L Manutenção e lubrificação,
Dispositivo para transporte de carga ... 1-6 Lâmpada da luz auxiliar, periódica............................................ 6-5
D-mode (modo de condução) ............ 3-26 substituição...................................... 6-42 Manutenção, sistema de controle de
E Lâmpada da luz da placa de emissões ........................................... 6-3
Elemento do filtro de ar ...................... 6-23 identificação, substituição ............... 6-41 N
Especificações...................................... 8-1 Lâmpada do farol, substituição .......... 6-39 Nível do fluido de freio, verificação .... 6-30
Estacionamento .................................... 5-4 Líquido de arrefecimento ....................6-21 Número de identificação do veículo ..... 9-1
F Localização das peças.......................... 2-1 Número de série do motor ................... 9-1
Fluidos do freio e embreagem, Localização de problemas .................. 6-44 Números de identificação..................... 9-1
troca ................................................ 6-31 Luz de advertência de problema no O
Folga da manopla do acelerador, motor ................................................. 3-5 Óleo da transmissão final ................... 6-19
verificação ....................................... 6-24 Luz de advertência do ABS................... 3-6
10-1
U2BSW0W0.book Page 8 Wednesday, February 26, 2014 11:19 AM

ÍNDICE
Óleo do motor e cartucho do filtro de Y
óleo ..................................................6-15 Yamaha e a preservação do meio
Óleo do motor YAMALUBE® ................9-5 ambiente............................................ 9-2
P
Para-brisa ............................................3-41
Partida no motor....................................5-1
Pastilhas do freio dianteiro e traseiro,
verificação ........................................6-29
Pedais de câmbio e freio, verificação
e lubrificação....................................6-32
Pedal de câmbio..................................3-29
Pedal do freio ......................................3-31
Período de amaciamento do motor.......5-3
Pneus...................................................6-24
R
Rodas ..................................................6-27
Rolamentos da roda, verificação.........6-36
S
Sistema de controle de tração ............3-32
Sistema de corte do circuito da
ignição..............................................3-49
Sistema de freios ABS.........................3-31
Sistema de piloto automático................3-7
Sistema imobilizador .............................3-1
T
Tabela de localização de problemas...6-46
Tampa do tanque de combustível.......3-34
Tomada auxiliar DC .............................3-51
Transmissão ..........................................5-3
V
Velas de ignição, verificação ...............6-14
Verificação da marcha lenta do
motor................................................6-23
Visor multifuncional .............................3-12
10-2
CONCESSIONÁRIAS AUTORIZADAS YAMAHA
CONCESSIONÁRIAS YSR - YAMAHA SERVIÇO RÁPIDO QUALIFICAÇÃO DIAMANTE
AUTORIZADAS YAMAHA
Para um melhor esclarecimento, As concessionárias identificadas com A Yamaha entende que para oferecer um
satisfação e confiabilidade na o logotipo oferecem o programa bom atendimento, o concessionário pre-
execução de serviços, relacionamos cisa oferecer a seus clientes uma estru-
Yamaha Serviço Rápido, que propi- tura agradável: oficina equipada, funci-
as concessionárias autorizadas cia a execução de serviços de manu- onários treinados, facilidade, controle de
Yamaha em todo território nacional tenção básica de até 30 minutos, com agendamentos, etc.
em nossa página eletrônica; agilidade, garantia e preços diferenci- Com o objetivo de avaliar essa estrutu-
www.yamaha-motor.com.br ados. ra, realizamos semestralmente uma ri-
Esta relação lhe permitirá um melhor gorosa avaliação, onde são analisados
atendimento com toda a assistência desde capacitação dos funcionários até
Entre em contato com uma concessio-
técnica, tendo mecânicos treinados limpeza e organização da área de servi-
nária autorizada participante do pro- ços. Essa ponderação gera uma nota, e
pela fábrica, peças e equipamentos grama para conhecer os serviços ofe- fundamentada nessa nota a concessio-
originais. recidos. nária recebe uma classificação.
OBSERVAÇÃO: A Yamaha oferece às concessionárias
com classificação Diamante a certifica-
Recomendamos consultar previamen- ção Qualificação Diamante. Essas con-
te antes de dirigir-se a concessioná- cessionárias são identificadas por meio
ria, pois esta relação está sujeita a do selo abaixo:
modificação.
Para mais informações, entrar em
contato com:

Para conhecer as concessionárias


Diamante, consulte nosso site:
www.yamaha-motor.com.br

11-1
ANOTAÇÕES:

11-2

Capítulo 11 - Certificado Garantia 8


2009.pmd 22/10/2008, 13:41
CERTIFICADO DE GARANTIA - Nº 2BS

A YAMAHA MOTOR DA AMAZÔNIA LTDA. GARANTE O PRODUTO PELO PERÍODO DE 1 (UM) ANO, SEM
LIMITE DE QUILOMETRAGEM CONTADO DA DATA DE EMISSÃO DA NOTA FISCAL DE VENDA AO PRIMEIRO
PROPRIETÁRIO E TRANSCRITA NO CUPOM DE REVISÃO DE ENTREGA, ESTANDO NELE INCLUÍDO O
PRAZO DA GARANTIA LEGAL PREVISTO NO CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR - RELATIVO AOS
PRIMEIROS 90 DIAS - NA FORMA DESCRITA NO TERMO DE GARANTIA.

PEDIMOS SUA ATENÇÃO PARA AS INSTRUÇÕES CONTIDAS NAS PÁGINAS SEGUINTES, POIS ELAS ESTÃO
DIRETAMENTE RELACIONADAS ÀS CONDIÇÕES PARA CONCESSÃO DA GARANTIA DO SEU VEÍCULO
YAMAHA, COM DEFINIÇÃO DAS RESPONSABILIDADES DO CONCESSIONÁRIO AUTORIZADO E DA YAMAHA
MOTOR DA AMAZÔNIA LTDA. VOCÊ ENCONTRARÁ, TAMBÉM, A DEFINIÇÃO DE SUAS PRÓPRIAS
RESPONSABILIDADES COM RELAÇÃO À MANUTENÇÃO E USO CORRETOS DO VEÍCULO, A FIM DE QUE
POSSA FAZER JUS À GARANTIA QUE LHE É OFERECIDA.

ATENÇÃO: EXIJA DE SUA CONCESSIONÁRIA O PREENCHIMENTO CORRETO E COMPLETO DO CERTIFICADO


DE GARANTIA, POIS SERÁ NECESSÁRIA A SUA APRESENTAÇÃO, BEM COMO DO MANUAL DO PROPRIETÁRIO
PARA EFETUAR A GARANTIA. A NÃO APRESENTAÇÃO OU PERDA DESSES DOCUMENTOS INVALIDAM A
GARANTIA.

OBSERVAÇÃO: A GARANTIA CONTRATUAL OFERECIDA PELA FABRICANTE LIMITA-SE ÚNICA E


EXCLUSIVAMENTE AOS TERMOS DO PRESENTE CERTIFICADO DE GARANTIA E TERMO DE GARANTIA.
QUALQUER ESPÉCIE DE GARANTIA EXTRA OFERECIDA POR OUTREM, À PARTE DO PRESENTE
CERTIFICADO, SERÁ CONCEDIDA POR CONTA E RISCO E ÀS EXPENSAS DAQUELE QUE A OFERECER,
POR MERA LIBERALIDADE, SEM QUALQUER PARTICIPAÇÃO OU RESPONSABILIDADE DA FABRICANTE
QUANTO AO QUE FOR CONTRATADO.
12-1
TERMO DE GARANTIA
YAMAHA MOTOR DA AMAZÔNIA LTDA.
A concessão da presente garantia está condicionada à apresentação e cumprimento integral deste Termo de
Garantia, bem como de todas as determinações contidas no Manual do Proprietário. Antes de colocar o
produto em uso, leia atentamente todas as instruções e recomendações da fabricante, e lembre-se: a adequada
manutenção do veículo, conforme instruções contidas no Manual do Proprietário, é FATOR ESSENCIAL para a
segurança do condutor e do passageiro, bem como é condição indispensável para concessão da garantia.
I - CONDIÇÕES GERAIS DA GARANTIA: rão atendidos em garantia.
1 . A presente garantia é restrita ao TERRITÓRIO 5. Ao solicitar a garantia, o veículo completo deve-
NACIONAL, devendo ser exercida em qualquer rá ser apresentado à concessionária autorizada,
Concessionária Yamaha do Brasil. e nunca a peça defeituosa separadamente.
2 . A garantia será concedida somente se todas 6. A garantia abrange os reparos necessários ou
as revisões periódicas mencionadas no Ma- substituição de peças que, em uso normal, apre-
nual do Proprietário e no Controle de Revi- sentem falhas de projeto, fabricação, monta-
sões Periódicas forem rigorosamente gem ou solidariamente em decorrência de vícios
efetuadas, na periodicidade determinada pela da qualidade de material, reconhecidas como
fabricante. defeituosas exclusivamente pela fabricante ou
3. Todas as garantias, manutenções e revisões sua Concessionária.
deverão ser efetuadas exclusivamente nas ofi- 7. As peças reconhecidas como defeituosas se-
cinas de Concessionárias da Rede Yamaha. rão reparadas ou substituídas gratuita e exclu-
4 . Qualquer inconveniência enfrentada pelo con- sivamente através da rede de concessionárias
dutor no uso regular do veículo deverá ser YAMAHA. A concessionária somente substituirá
comunicada imediatamente a uma concessi- peças ou efetuará reparos em sua oficina quan-
onár ia YAMAHA, após a suspeita ou do for por ela julgada procedente a garantia
constatação de qualquer anormalidade solicitada.
técnica, pois a utilização continuada do veículo 8. Em qualquer caso de substituição de compo-
em condições tecnicamente anormais, sem nentes, os itens substituídos em garantia serão
imediatas providências do consumidor, poderá de propriedade da Yamaha Motor da Amazônia
acarretar outros danos ao veículo, que se veri- Ltda.
ficado que decorreram de negligência, não se-

12-2
9. A garantia das peças substituídas durante o a) negligência ou má utilização do veículo;
período da garantia contratual do veículo b) desrespeito às instruções contidas no Ma-
encerra-se com o término desta, ou pelo nual do Proprietário;
decurso do prazo da garantia legal (de 90 c) sobrecarga do veículo, ainda que es-
dias) das peças, sendo considerado aquele porádica;
que se expirar por último. d) infração às normas de trânsito e
II - NÃO SÃO COBERTOS PELA GARANTIA: ambientais;
1. Os defeitos que forem resultantes de des- e) inexperiência do condutor.
gaste natural de peças, prolongado desuso, 6. A substituição completa do motor ou do veí-
utilização inadequada do veículo, acidentes culo;
de qualquer natureza, e casos fortuitos de
força maior; III – ITENS NÃO COBERTOS PELA GARANTIA:
2. As peças de origem que tenham sido substi- 1. Por constituírem itens que sofrem desgaste
tuídas por outras não originais, ou que o veí- natural ou de consumo normal, as peças e
culo tenha sido utilizada para fins de compe- serviços descritos a seguir não estão co-
tição; bertos pela garantia, qualquer que seja o
3. Os defeitos de funcionamento, pintura e/ou tempo ou quilometragem decorridos:
alteração de cor em partes cromadas ou não, a) Óleos lubrificantes, graxas, combustível,
decorrentes de influências externas anormais, aditivo, fluídos e similares;
tais como: b) Reapertos, limpeza do sistema de alimen-
a) intempéries;
tação (carburador ou injeção eletrônica),
b) impactos;
c) substâncias químicas do meio ambiente lavagem, lubrificações, verificações, ajus-
(corrosão por efeitos de maresia e detri- tes, regulagens etc...;
tos de origem animal ou vegetal); c) Alinhamento e balanceamento de rodas;
d) aplicação de substâncias químicas (com- d) Elementos filtrantes/filtros em geral, jun-
bustível ou produtos não recomendados - tas, lâmpadas, fusíveis, cabos e bateria;
pela YAMAHA); e) Peças que se desgastam com o uso nor-
4. Os danos que foram causados por combustí- mal do veículo, como por exemplo:
vel de má qualidade ou com impurezas, ou pneus, câmaras de ar, amortecedores, dis-
por desuso do veículo com combustível ar- cos de fricção, lonas e pastilhas de freio,
mazenado no tanque; sistema de transmissão secundária,
5. As avarias decorrentes de: velas de ignição, rolamentos e os demais
12-3
que tem vida útil determinada, etc.; ção de sal e consequentemente a oxida-
f) Estofados com deterioração normal e de- ção das peças metálicas.
mais itens aparentes, devido a desgaste c) Os defeitos decorrentes da utilização anor-
pelo uso ou exposição ao tempo; mal do veículo conforme acima descrito,
g) Defeitos oriundos de acidentes, ou da ausência dos cuidados básicos re-
abalroamentos, casos fortuitos, e/ou pro- comendados, estão excluídos da presen-
longado desuso. te garantia.
d) Para veículos com carburador, problemas
IMPORTANTE: Estão cober tas pela garantia as causados na peça, decorrentes de prolon-
peças de desgaste natural acima descritas, gada falta de uso do veículo, não são co-
que COMPROVADAMENTE apresentarem vício bertos pela garantia. Se o veículo deixar
de fabricação ou de material. de ser usado por mais de 15 dias, reco-
2. A presente garantia se restringe ao veículo e menda-se que todo o combustível da cuba
seus componentes, não cobrindo: do carburador seja drenado, e seja dada 3
a) Despesas com transporte, socorro ou guin- borrifadas de óleo lubrificante (Tipo WD-
cho, hospedagem; 40) através da mangueira de entrada da
b) Lucro cessante e outros gastos decorren- gasolina no carburador.
tes da indisponibilidade do veículo; e) Problemas na bateria decorrentes de pro-
longada falta de uso do veículo não são
ATENÇÃO: cobertos pela garantia. Recomenda-se
que, caso o veículo permaneça fora de
a) A utilização do veículo na linha d’água do uso por mais de 30 dias, os cabos positivo
mar não é considerado normal pela fabri- e negativo sejam desconectados, e se dê
cante. Ocorrendo o uso nessas condições, uma carga lenta antes de conectá-los. Para
recomenda-se a lavagem imediata do veí- os veículos com partida elétrica, evite
culo com água doce, pois o contato com acioná-la durante os períodos de desuso,
água salgada pode causar oxidação nas pois o consumo da bateria é grande e sua
partes metálicas do veículo. recarga é insuficiente durante os poucos
b) No caso do veículo utilizado em regiões ou minutos de funcionamento. Consulte a se-
cidades litorâneas, onde a maresia é bas- ção “Armazenamento” deste manual para
tante acentuada, recomenda-se a lavagem mais detalhes.
semanal com água doce para evitar a fixa-
12-4
c) Execução das manutenções, reparos e
f) Estão excluídos da garantia os defeitos regulagens em oficinas que não perten-
causados pela: çam à rede de concessionárias YAMAHA;
- utilização de alarmes (que podem afetar o d) Negligência na manutenção;
sistema elétrico e/ou sistema de ignição e) Exposição do veículo a abusos, sobre-
do veículo); cargas, imperícias, ou em decorrência de
- instalação de componentes ou acessóri- acidentes;
os não genuínos e/ou não homologados f) Utilização do veículo em competições de
pela YAMAHA, ou; qualquer espécie ou natureza;
- modificação da estrutura técnica ou me- g) Utilização de combustível adulterado ou
cânica do veículo com a substituição, ou fora do padrão especificado no uso regu-
não, de componentes genuínos por outros lar do veículo;
originais com especificações diferentes, h) Inobservância de quaisquer outras instru-
sem autorização prévia da YAMAHA. ções e recomendações contidas no Manu-
g) O veículo não deve ser utilizado em locais al do Proprietário, bem como das disposi-
com acúmulo de água, tais como: ruas ções constantes do Certificado de Garan-
alagadas em decorrência das chuvas, tia e Ter mo de Garantia, sobretudo nas
córregos, etc, evitando assim danos ao Condições Gerais acima.
motor, não cobertos pela garantia.
h) Devido ao tratamento químico que o esca-
pamento recebe, com o uso o mesmo po-
derá ter sua coloração alterada.
IV - EXTINÇÃO DA GARANTIA
A presente garantia se extingue:
1. Pelo decurso do prazo de validade.
2. A qualquer tempo, automaticamente, na hi-
pótese de:
a) Violação do velocímetro ou cabo;
b) Não cumprimento de qualquer uma das re-
visões periódicas, nos prazos e quilome-
tragens estipulados;

12-5
CONTROLE DAS REVISÕES/MANUTENÇÃO PERIÓDICAS

Os veículos produzidos pela YAMAHA são máquinas de engenharia precisa. Siga rigorosamente as
etapas do plano de manutenção recomendado, efetuando todas as REVISÕES PERIÓDICAS. Elas
diminuem risco de avarias, e evitam perda de tempo e despesas desnecessárias. Contribuem para
manter o veículo segura e em condições ideais de funcionamento, além de prolongar a vida útil do
motor e de todo o conjunto.

O consumidor está obrigado a efetuar todas as revisões, gratuitas ou não, nos prazos
determinados e conforme tabela de manutenção, para ter direito à garantia do produto.

A cada revisão, exija que sua Concessionária preencha, date e assine o Controle das Revisões/
Manutenção Periódicas, identificando corretamente a revisão efetuada. A não apresentação ou a
pe rda de s s e s doc u me n t o s in v a lid a a g a ra n t ia d o p ro d u t o .

Além da manutenção periódica, é de responsabilidade do proprietário fazer as verificações sema-


nais simples, tais como: checar o grau de desgaste e a pressão dos pneus; verificar o perfeito
funcionamento do sistema de iluminação; verificar o nível do líquido de arrefecimento e o nível de
óleo do motor. * O Manual do Proprietário deve sempre ser consultado no caso de dúvida.

Nas duas primeiras revisões – de 1.000 e 10.000 km – a mão de obra é gratuita, devendo o
consumidor arcar com as despesas de óleo lubrificante e peças e serviços excluídos da garantia.
Nas demais revisões periódicas obrigatórias, previstas no quadro abaixo, os custos corre-
rão por conta exclusiva do consumidor. Durante o período de garantia, as revisões e reparos
deverão ser efetuados em qualquer concessionário YAMAHA dentro do território nacional.

AT E N Ç Ã O : O a t e n d i m e n t o pa r a a s r e v i s õ e s d e 1 . 0 0 0 e 1 0 . 0 0 0 k m , s o m e n t e s e r á e f e t u a d o
gratuitamente se a quilometragem da motocicleta estiver dentro do limite de tolerância de
10% a mais ou a menos (900 a 1100 km e 9000 a 11000 km) daquela prevista para cada revisão,
e desde que não ultrapassado o prazo de validade da garantia.

12-6
CERTIFICADO DE GARANTIA 5ª REVISÃO
1a REVISÃO (30.000 km)
km _______________ Data: / /
0 km Data: / /
Concessionário: ___________________________________ Concessionário: ___________________________________
CARIMBO E ASSINATURA CARIMBO E ASSINATURA

2ª REVISÃO 6ª REVISÃO
(1.000 km) (40.000 km)
km _______________ Data: / / km _______________ Data: / /

Concessionário: ___________________________________ Concessionário: ___________________________________


CARIMBO E ASSINATURA CARIMBO E ASSINATURA

3ª REVISÃO 7ª REVISÃO
(10.000 km) (50.000 km)
km _______________ Data: / / km _______________ Data: / /

Concessionário: ___________________________________ Concessionário: ___________________________________


CARIMBO E ASSINATURA CARIMBO E ASSINATURA

4ª REVISÃO 8ª REVISÃO
(20.000 km) (60.000 km)
km _______________ Data: / / km _______________ Data: / /

Concessionário: ___________________________________ Concessionário: ___________________________________


CARIMBO E ASSINATURA CARIMBO E ASSINATURA

12-7

Capítulo 11 - Certificado Garantia 7


2009.pmd 22/10/2008, 13:41
ANOTAÇÕES:

12-9

Capítulo 11 - Certificado Garantia 8


2009.pmd 22/10/2008, 13:41
REVISÃO DE 1.000 KM 2BS

DATA DE REVISÃO
(VÁLIDA SOMENTE DE 900 A 1.100 KM)

CORTAR AQUI!
/

CARIMBO E ASSINATURA DO CONCESSIONÁRIO


/
N° DO CHASSI CÓD. CONCES.

DATA DA REVISÃO NF. DE SERVIÇO KM DA REVISÃO

/ /
R$ REVISÃO DATA DA VENDA ASSINATURA DO CLIENTE

/ /
CARIMBO E ASSINATURA DO CONCESSIONÁRIO
CERTIFICADO N° 2

DECALQUE DO N° DO CHASSI
REVISÃO DE 10.000 KM 2BS

DATA DE REVISÃO
(VÁLIDA SOMENTE DE 9.000 A 11.000 KM)

CORTAR AQUI!
/

CARIMBO E ASSINATURA DO CONCESSIONÁRIO


/
N° DO CHASSI CÓD. CONCES.

DATA DA REVISÃO NF. DE SERVIÇO KM DA REVISÃO

/ /
R$ REVISÃO DATA DA VENDA ASSINATURA DO CLIENTE

/ /
CARIMBO E ASSINATURA DO CONCESSIONÁRIO
CERTIFICADO N° 3

DECALQUE DO N° DO CHASSI
CORTAR AQUI!

6a
(VÁLIDA SOMENTE DE 39.000 A 41.000 KM)

N° DO CHASSI CÓD.CONCES.

DATA DA REVISÃO KM DA REVISÃO


/ /
DECALQUE DO N° DO CHASSI

ENVIAR PARA YAMAHA


CORTAR AQUI!

a
5 REVISÃO DE 30.000 KM - 2BS
(VÁLIDA SOMENTE DE 29.000 A 31.000 KM)

N° DO CHASSI CÓD.CONCES.

DATA DA REVISÃO KM DA REVISÃO


/ /
DECALQUE DO N° DO CHASSI

ENVIAR PARA YAMAHA


CORTAR AQUI!

a
4 REVISÃO DE 20.000 KM -
(VÁLIDA SOMENTE DE 19.000 A 21.000 KM)

N° DO CHASSI CÓD.CONCES.

DATA DA REVISÃO KM DA REVISÃO


/ /
DECALQUE DO N° DO CHASSI

ENVIAR PARA YAMAHA


CORTAR AQUI!

a
8
(VÁLIDA SOMENTE DE 59.000 A 61.000 KM)

N° DO CHASSI CÓD.CONCES.

DATA DA REVISÃO KM DA REVISÃO


/ /
DECALQUE DO N° DO CHASSI

ENVIAR PARA YAMAHA


CORTAR AQUI!

a
7
(VÁLIDA SOMENTE DE 49.000 A 51.000 KM)

N° DO CHASSI CÓD.CONCES.

DATA DA REVISÃO KM DA REVISÃO


/ /
DECALQUE DO N° DO CHASSI

ENVIAR PARA YAMAHA


PESQUISA DE CONSUMIDORES DOS PRODUTOS YAMAHA

CORTAR AQUI!
Prezado Consumidor,

Preocupados em conhecer melhor suas preferências, nós da Yamaha Motor do Brasil elaboramos
uma rápida pesquisa que pode ser encontrada nas páginas a seguir.

Preencha o questionário e, ao término, encaminhe ao seu concessionário para que ele nos envie
a sua resposta.

Com a sua colaboração, poderemos manter o nosso relacionamento ainda mais próximo.

Muito obrigado,

Yamaha Motor do Brasil

Caro Concessionário,

Agora só falta você. Por favor, envie-nos o questionário, pois ele é a certeza de que
manteremos nossa qualidade e a fidelização de nossos clientes.
PERFIL DO USUÁRIO DA MOTOCICLETA XT1200Z
NOME DO USUÁRIO: CPF:
ENDEREÇO:
BAIRRO: CIDADE: ESTADO:
CEP: TELEFONE P/ CONTATO: DDD ( )
e-mail:

Nome da Concessionária: Data da Compra: Modelo: Cor da Motocicleta:

A) SEXO
Masculino Feminino
1 2

B) IDADE
Até 20 anos 21 a 25 anos 26 a 30 anos 31 a 35 anos 36 a 40 anos

41 a 50 anos 51 a 55 anos 56 a 60 anos Acima de 60 anos

C) ESCOLARIDADE
1° Grau 2° Grau Superior

D) PROFISSÃO
E) POSSUI AUTOMÓVEL?
Não Sim

CORTAR AQUI!
1 2 Marca Modelo Ano
F) RENDA MENSAL PESSOAL
Menos de R$ 500,00 R$ 501,00 a R$ 1.000,00 R$ 1.001,00 a R$ 1.500,00 R$ 1.501,00 a R$ 2.000,00
1 2 3 4
R$ 2.001,00 a R$ 2.500,00 R$ 2.501,00 a R$ 3.000,00 R$ 3.001,00 a R$ 3.500,00 R$ 3.501,00 a R$ 4.000,00
5 6 7 8
R$ 4.001,00 a R$ 4.500,00 R$ 4.501,00 a R$ 5.000,00 acima de R$ 5.001,00
9 10 11
G) QUAL A PRINCIPAL RAZÃO DA COMPRA DA MOTOCICLETA? Favor eleger somente 1 (um)

Único veículo Veículo adicional ao carro Veículo adicional à moto Substituição do uso do carro
1 2 3 4
Subst. do Transporte Público Troca da moto Investimento Lazer
5 6 7 8
Outros
9

H) QUAL A PRINCIPAL FINALIDADE DO USO? Favor eleger somente 1 (um)


Apenas ferramenta de trabalho Apenas locomoção Apenas lazer
1 2 3
Locomoção e lazer Ferramenta de trabalho e lazer Ferramenta de trabalho e locomoção
4 5 6
I) COMO VOCÊ TOMOU CONHECIMENTO DESTE PRODUTO?
Amigo Internet Televisão Rádio Revista Jornal Mala direta Outros
1 2 3 4 5 6 7 8
J) POR QUE ESCOLHEU ESSE MODELO? Favor eleger no máximo 3 (três) motivos
Preço Qualidade Desempenho Tamanho Economia de combustível
1 2 3 4 5
Custo de manutenção Oferta de peças Design Variedade de acessórios Preferência da marca
6 7 8 9 10

K) ANTES DE DECIDIR A COMPRA DA SUA MOTOCICLETA, COMPAROU COM OUTRO MODELO?


Sim Não
1 2 Se sim, qual? Marca Modelo
L) É A SUA PRIMEIRA MOTOCICLETA?
Sim Não
1 2 Se não, indique a anterior : Marca Modelo Ano

M) COM QUE FREQUÊNCIA VOCÊ PRETENDE UTILIZAR SUA MOTOCICLETA? Favor eleger somente 1 (um).
Diariamente 1 vez por semana 2 vezes por semana 3 vezes por semana Apenas final de semana
1 2 3 4 5
N) QUANTOS QUILÔMETROS POR DIA, EM MÉDIA, VOCÊ PRETENDE RODAR COM SUA MOTOCICLETA?
Até 50 km de 51 a 100 km de 101 a 150 km de 151 a 200 km de 201 a 300 km acima de 301 km
1 2 3 4 5 6
O) HÁ QUANTO TEMPO VOCÊ CONDUZ MOTOCICLETA?
Menos de 1 ano 1 a 3 anos 3 a 5 anos Mais de 5 anos
1 2 3 4
P) QUAL FOI A CONDIÇÃO DE COMPRA DESTA MOTOCICLETA?
À vista Financiamento Consórcio Outros
1 2 3 4
Q) QUEM COMPROU ESTA MOTOCICLETA?
O próprio Pai Mãe Outro
1 2 3 4
CERTIFICADO DE GARANTIA - 2BS
NOME DO PROPRIETÁRIO

CORTAR AQUI!
ENDEREÇO

CEP TEL. CEL.

e-mail: CPF

COR Nº DO CHASSI

DATA DE VENDA NOTA FISCAL Nº SÉRIE

DECALQUE DO Nº DO CHASSI

REVISADO POR: ASSINATURA DO MECÂNICO ASSINATURA DO CLIENTE

REMETER PARA YAMAHA CARIMBO DO CONCESSIONÁRIO


OBS.: Utilizar papel carbono para o
preenchimento, preencher com letra
de forma bem legível.
REVISÃO DE ENTREGA
ITENS QUE DEVEM SER REVISADOS
ITENS OPERAÇÕES
1. Parafusos e Porcas Reaperto geral
2. Cabos Passagem
3. Suspensão Verificar amortecimento
4. Cabo do acelerador Verificar folga
5. Manete da embreagem Verificar folga
6. Corrente de transmissão Verificar folga
7. Óleo do motor Verificar nível / Fluxo de óleo
8. Freios Verificar nível / Funcionamento
9. Rodas e Pneus Verificar empenamento / Danos / Pressão de ar
10. Interruptores / Luzes / Piscas Verificar funcionamento
11. Bateria Verificar voltagem
12. Aspecto geral da motocicleta Limpeza

Recebi nesta data os manuais.


· MANUAL DO PROPRIETÁRIO, Lei n° 8078/90
· MANUAL DO CONDUTOR, Lei n° 9503/97

Data_____/_____/_____ _______________________________
Assinatura do Cliente
Carimbo e Assinatura do Concessionário
CERTIFICADO DE GARANTIA - 2BS
NOME DO PROPRIETÁRIO

ENDEREÇO

CEP TEL. CEL.

e-mail: CPF

COR Nº DO CHASSI

DATA DE VENDA NOTA FISCAL Nº SÉRIE

DECALQUE DO Nº DO CHASSI

REVISADO POR: ASSINATURA DO MECÂNICO ASSINATURA DO CLIENTE

CARIMBO DO CONCESSIONÁRIO
Leia este manual cuidadosamente
antes de conduzir o veículo

IMPRESSO NO BRASIL
JC - 2014 2BS-F8199-W0

Você também pode gostar