Você está na página 1de 6

As Funções do Sistema Tegumentar

(Sobre o olhar de um Psicólogo)

Tiago André Marques Malta


1

Por que um psicólogo escreveu esse breve trabalho


sobre a Pele?
A pele é a Fronteira de Contato mais tangível que poderemos descrever. Ela
separa o que é exterior do interior, assim como pode ser uma proteção, serve
também como isolamento. A experiência ocorre na fronteira de contato entre o
organismo e seu ambiente, que primordialmente ocorrerá na superfície da pele e
em outros órgãos sensoriais. Considera então, que nós experienciamos a fronteira
como aquilo que está dentro da pele ou fora dela.

A experiência se dá na fronteira entre o organismo e seu ambiente,


primordialmente a superfície da pele e os outros órgãos de resposta
sensorial e motora. A experiência é função dessa fronteira, e
psicologicamente o que é real são as configurações “inteiras”1 desse
funcionar, com a obtenção de algum significado e a conclusão de alguma
ação. (Perls, Hefferline e Goodman, 1997, [1951], p. 41)

Sobre a Fronteira de contato Jorge Ponciano escreve que “O Corpo é, ao


mesmo tempo, fronteira e contorno. Para algumas coisas, o corpo demarca
fronteiras e limites, sobretudo quando se acha sobre ameaça, e demarca
contornos, quando se encontra em situação em que o contato pode fluir sem
riscos. Se o corpo é o primeiro campo, é ele e por ele que suas fronteiras e
contornos aparecerão, e é ele que dirá quando se deixará penetrar ou não”.

http://tiago-malta.blogspot.com.br
tiagomaltapsi@gmail.com
2

Mas vamos ao que interessa


O Sistema tegumentar é o conjunto de estruturas que formam o revestimento
externo dos seres vivos. Ele é composto pela pele e anexos (glândulas, unhas,
cabelos, pelos e receptores sensoriais) e tem importantes funções. As funções do
Sistema Tegumentar podem ser agrupadas nas seguintes categorias: Proteção
Mecânica, Termorregulação do corpo, excreção, Recepção de estímulos externos,
e produção de vitamina D.

Por causa de sua ação em tais atividades, a pele desempenha um papel


importante na manutenção da homeostase do corpo, assegurando assim a
continuação da atividade normal das próprias células.

Proteção Mecânica - A pele forma uma barreira física que protege o corpo contra
a invasão de microrganismos e a entrada de substâncias estranhas do meio
exterior (incluindo a água). Também protege contra o excesso de radiação
ultravioleta e reduz grandemente a perda de água do corpo para o meio. A
superfície da pele coberta por uma delgada película líquida que tende para a
acidez (pH 4 a 6,9). Por causa de sua acidez, essa película pode atuar como
camada antisséptica e retardar o crescimento de microrganismos na superfície da
pele. Quando sujeita a traumas repetidos, a pele-particularmente a camada córnea
–torna-se espessada, formando calosidades em certas ocasiões.

Termorregulação do corpo - Mesmo sob condições de elevada temperatura do


meio ou durante exercício, a temperatura do corpo se mantém normal, em parte
porque uma considerável quantia de calor é perdida através da pele. Quando a
temperatura do corpo começa a aumentar, as arteríolas da derme se dilatam,
trazendo maior volume de sangue para a superfície do corpo e assim permitindo
que a maior parte do calor interno seja perdido para o meio. Ao mesmo tempo, a
superfície do corpo torna-se úmida, por causa do aumento da atividade secretora
das glândulas sudoríparas. A evaporação do suor facilita ainda mais a perda de
calor pelo corpo. De modo similar, sob condições de frio, o calor do corpo pode ser
conservado pela constrição das arteríolas dérmicas. Esta constrição reduz a
quantidade de sangue que circula pela superfície do corpo de tal forma que menos
calor será perdido para o meio externo.

O fluxo de sangue pode variar enormemente. Sob condições ordinárias, o fluxo de


sangue cutâneo é de aproximadamente 400 ml por minuto. Entretanto, em
condições extremas mais de 2.500 de sangue podem circular pelos vasos da pele
por minuto. O arranjo peculiar dos vasos sanguíneos da pele torna possível esse
enorme fluxo de sangue. Além dos leitos capilares comuns, há extensos plexos
venosos subcutâneos que são capazes de comportar grandes volumes de sangue.
Estes plexos estão localizados próximos a superfície para permitir que o calor
passe do sangue para a superfície e então seja perdido pelo corpo. Além disso,
em alguns locais é possível que o sangue possa fluir nos plexos venosos
diretamente a partir das artérias, por meio de anastomoses arteriovenosas. As

http://tiago-malta.blogspot.com.br
tiagomaltapsi@gmail.com
3

paredes desses desvios arteriovenosos são musculares e se contraem sob o


estímulo do sistema nervoso simpático. Esta constrição reduz o fluxo de sangue
nos plexos venosos e também a perda de calor do corpo.

Excreção - Além do seu feito refrigerante, a secreção funciona numa extensão


limitada como um meio de secreção de suor como um meio de excreção.
Pequenas quantidades de resíduos nitrogenados e de cloreto de sódio deixam o
corpo através do suor. Tanto o volume como as composições do suor variam de
acordo com as mudanças das necessidades do corpo.

Recepção de estímulos externos - Por causa da presença de terminações


nervosas e receptores especializados, a pele transmite ao corpo diversas
informações relativas ao meio externo. Tais como alterações de temperatura, um
toque ligeiro, pressão ou trauma doloroso estimulam os receptores tegumentares.
Estes receptores, por seu turno, alertam o sistema nervoso central sobre o fato,
possibilitando que seja deflagrada uma ação apropriada. Esta ação pode ser
simples e automática, como retirar a mão do fogo, ou pode requerer um ato mais
complicado como decidir que tipo de agasalho deve ser usado.

Produção de vitamina D - A pele também está envolvida na função especializada


de produção de vitamina D. na presença de luz solar ou de radiação ultravioleta,
um dos esteroides encontrados na pele ‘alterado de tal maneira forma vitamina D3
(colecalciferol). Depois de ser metabolicamente transformada, a vitamina D3
participa da absorção do cálcio e de fosfato de origem alimentar. A vitamina D3 é
ainda importante na manutenção do nível ótimo de cálcio e de fosfato no corpo,
facilitando assim o crescimento normal dos ossos e seu reparo após uma fratura.

http://tiago-malta.blogspot.com.br
tiagomaltapsi@gmail.com
4

Anexos da pele
São as partes que complementam a pele, entre eles temos: Pelos, Unhas, Acne,
Verrugas, Dermatite e Eczema, Psoríase, Impetigo, Pintas, Herpes simples,
Herpes zoster, Câncer, queimaduras.

Pelos - Embora pelo seja mais conspícuo na cabeça e nas regiões axilares e
públicas, ele também está presente –muito menos evidente – na maior parte do
corpo. As únicas áreas da pele do corpo que não temos pelos são os lábios, as
palmas da mão, as plantas dos pés, as partes dos genitais externos. O pelo
cresce como resultado da atividade mitótica de células epidérmicas na base do
folículo piloso. Os folículos estendem-se desde a epiderme até o interior da derme.
A camada mais externa do folículo, a bainha radicular externa, é uma invaginação
da epiderme. Desde a base do folículo até o nível das glândulas sebáceas, os
folículos são revestidos pela bainha radicular interna, formada de várias camadas
de células queratinizadas. Envolvendo o folículo existente uma camada de tecido
conjuntivo, a mais externa que se desenvolve a partir da derme. Uma porção da
derme projeta-se do fundo de cada folículo, formando a papila do pelo. As papilas
contem capilares sanguíneos, que nutrem as células foliculares situadas em sua
volta e permitem que elas continuem a se dividir por mitose. Desembocando em
cada folículo piloso encontra-se uma ou mais glândulas sebáceas, cuja secreção
uma ajuda a maior.

Conclusão: Apesar de sua introdução voltado para um pensamento filosófico, a


segunda parte do texto descreve sua importância biologicamente, concluímos
então que o Sistema Tegumentar tem uma importância enorme e por isso esse
texto teve um olhar interdisciplinar pois ao mesmo tempo que ela nos protege de
agentes externos, ela também é nossa ponte do que somos e o meio ambiente,
cuide dela pois é precisa, e tente perceber todos os sinais que ela está lhe
enviando nesse exato momento.
http://tiago-malta.blogspot.com.br
tiagomaltapsi@gmail.com
5

Referências de Imagens

Capa - https://pxhere.com/en/photo/1095981
Primeira Página - https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Light_skin_and_hair.jpg
Terceira Página - https://pxhere.com/en/photo/552041
Quarta Página - https://pxhere.com/en/photo/1286293

Fontes
https://pt.scribd.com/document/349153394/Fronteiras-de-Contato
PERLS, F. HEFFERLINE, R. e GOODMAN P. - Gestalt-Terapia. - São Paulo:
Summus editora. 1997, [1951]
Ribeiro, Jorge Ponciano - Vade-Mécum da Gestalt-terapia: conceitos básicos -
São Paulo: Summus editora. 2006.

Tiago André M. Malta


Rio de Janeiro, 30 de Janeiro de 2017
Endereço Eletrônico: tiagomaltapsi@gmail.com
BLOG: http://tiago-malta.blogspot.com

http://tiago-malta.blogspot.com.br
tiagomaltapsi@gmail.com