Você está na página 1de 39

30 DICAS FÁCEIS

Sobre Harmonização
de
Vinhos

Por Rodrigo Bertin


As dicas, conceitos e opiniões apresentados neste livro
tem como objetivo informar e educar. O consumo de bebida
alcoólica deve ser sempre uma escolha consciente, em
quantidade moderada, e para pessoas que não tenham
nenhum tipo de restrição, seja por questão de saúde,
cultura, crença ou por qualquer outro impedimento. É
expressamente proibido distribuir, divulgar ou compartilhar
esse material para menores de 18 anos.
Os direitos deste e-book são propriedade intelectual do
autor e não devem ser violados. O compartilhamento, total
ou parcial, distribuição gratuita ou qualquer outra forma de
circulação, que não os expressamente autorizados pelo
autor, são considerados violação de direitos autorais.
Qualquer dúvida ou discordância em relação a esse
material, você pode entrar em contato pelo e-mail
contato@vinhofacil.com.br.
Agradecemos a compreensão.
Desejamos uma excelente leitura para você!
“Por mais raro que seja,
ou mais antigo,
Só um vinho é deveras excelente:
Aquele que tu bebes calmamente
Com o teu mais velho
E silencioso amigo.”

Mário Quintana
Seja Muito Bem Vindo,

É um prazer imenso ter você como ilustre leitor deste e-


book. Prepare-se para se surpreender com o que você está
prestes a descobrir nas próximas páginas.
E, cuidado: Ao entrar no mundo dos vinhos, você pode
nunca mais vai querer sair dele!
Tenha uma ótima degustação.
Olá,

Aqui é Rodrigo Bertin,


Sommelier Internacional
formado pela FISAR,
responsável pela seleção de
rótulos da Adega Maison
Bertin, idealizador do Projeto
VinhoFácil.com e,
principalmente, um amante declarado de Vinhos.
Obrigado por baixar esse e-book! Desejo que você
desfrute de excelentes harmonizações e viva
momentos inesquecíveis.
Rodrigo Bertin
Sommelier Internacional
30 DICAS FÁCEIS

Sobre Harmonização
de
Vinhos
O que pode vir a acontecer em uma experiência com
vinhos, é sempre uma deliciosa caixinha de surpresas,
especialmente, quando se trata de harmonização.
É comum que as pessoas se sintam inseguras no
momento de harmonizar um vinho com um prato específico,
e muitas vezes, as pessoas até deixam de consumir um ótimo
vinho por medo de errar. Talvez você já tenha vivido uma
situação parecida.
As dúvidas são muitas, os mitos também: E se não
combinar? E se estragar o sabor da comida ou do próprio
vinho? Vinhos bons precisam ser caros? Vinhos só combinam
com pratos sofisticados?
“Vinho é somente para ocasiões muito especiais!
Vinhos são para pessoas mais velhas! Conhecer sobre vinhos
é muito difícil! Para ser um bom entendedor de vinhos, é
30 DICAS FÁCEIS

Sobre Harmonização
de
Vinhos
preciso investir muito em cursos caros!”. Todos Mitos, e eu
poderia citar uma infinidade deles aqui para você, mas não
é esse o meu objetivo, pelo contrário.
Nas próximas páginas desse livro, vou revelar para você
verdades surpreendentes sobre harmonização de vinhos, e
desmistificar de uma vez por todas várias dessas
mentirinhas que são faladas por aí.
O principal objetivo desse e-book, é te oferecer dicas
práticas para que você possa incluir o vinho no seu dia a dia,
de forma simples e sem medo de errar.
Ao final da sua leitura, considere que você já começou
a ser um especialista em vinhos! Isso mesmo, bem fácil e
sem precisar gastar nenhuma fortuna para isso. Afinal, você
merece aproveitar cada benefício dessa bebida milenar e
deliciosa em todos os momentos da sua vida!
30 DICAS FÁCEIS

Sobre Harmonização
de
Vinhos
Experimente cada dica, e sempre que surgir alguma
dúvida, recorra a esse livro, pois ele foi feito especialmente
para você.
DICA 01
Churrasco + Malbec

Para começar, o tradicional churrasco! Há quem se


espante, mas churrasco combina perfeitamente com a uva
Malbec, devido ao peso do prato e a estrutura do vinho, de
acidez moderada e sabor acentuado.
Definitivamente, em se tratando de churrasco e vinho,
devemos nos render aos nossos irmãos argentinos!
DICA 02
Pizza + Sangiovese

Uma dupla Italiana de sucesso, a pizza harmoniza muito


bem com Sangiovese.
A uva tinta não tão encorpada e com acidez elevada,
Sangiovese, que dá origem ao vinho, combina
deliciosamente bem com molho de tomate e o queijo.
DICA 03
Feijoada + Espumante Brut

Agora, a brasileiríssima feijoada! Embora seja um prato


bem gorduroso, a feijoada inclui alguns complementos que
não são tão gordurosos. Portanto, não adianta combiná-la
com um vinho tinto encorpado.
A melhor opção é o Espumante Brut, que é menos
encorpado que o vinho tinto e tem a propriedade de limpar
o seu paladar devido a sua acidez e borbulhas.
DICA 04
Bife Acebolado + Carmenere

Imagine harmonizar um delicioso bife acebolado com


vinho. A carne pede um vinho tinto com corpo suficiente
para aguentá-la. O Carmenere é a dica perfeita.
Além de encorpado, esse vinho apresenta toques
herbáceos que combinam muito bem inclusive com a cebola.
DICA 05
Salada + Sauvignon Blanc

Para as refeições mais lights: salada com vinho! Por ser


um prato muito leve, a salada deve combinar com um vinho
igualmente leve.
A Sauvignon Blanc é uma das uvas que melhor
apresenta essa propriedade, e dois segredinhos a mais: Opte
por Sauvignon Blanc que não passa por barrica e modere no
vinagre porque esse tempero não combina bem com vinho.
DICA 06
Peixe Frito + Chardonnay

Um dos petiscos de maior sucesso nos bares, o peixe


frito harmoniza perfeitamente com a Chardonnay que tem
estrutura suficiente para aguentar o peso da fritura.
A cada gole do vinho, o peixe vai ficar ainda mais
saboroso e você vai sentir vontade de comer mais!
DICA 07
Frango à Passarinho + Tempranillo

Outro petisco campeão de audiência é o frango a


passarinho. Por ser uma carne branca, não devemos
combinar com um vinho muito encorpado, porém, o vinho
deve ter tanino suficiente para quebrar a gordura da fritura.
A uva Tempranillo é uma ótima opção!
DICA 08
Coxinha de Frango + Merlot

Quem diria? O salgado mais famoso das lanchonetes


vai muito bem com vinho! O frango e a massa da coxinha são
relativamente leves, porém a fritura pede um vinho mais
encorpado.
A Merlot é uma uva encorpada na medida certa para
essa harmonização.
DICA 09
Pipoca + Pinot Noir

Por essa você não esperava, não é mesmo? Para


harmonizar vinho com pipoca, você vai preferir um vinho de
fácil degustação para não tirar a sua atenção do filme ou do
jogo de futebol, certo?
Pinot Noir, além de um vinho fácil de beber, tem pouco
tanino. O que é excelente, porque o tanino tem um efeito
de “amarrar” a boca e o sal realça esse efeito.
DICA 10
Camarão na Moranga + Rosé

O camarão é uma carne bem leve, mas o molho de


catupiry que vai junto à moranga é um tanto untuoso.
Portanto, esse prato pede um vinho com acidez e um
pouquinho de estrutura.
Por isso, o vinho Rosé é uma ótima opção para
harmonizar com camarão na moranga.
DICA 11
Queijo Gorgonzola + Colheita Tardia

Gorgonzola é um queijo extremamente salgado e


gorduroso. O vinho de Colheita Tardia é bastante doce e
harmoniza por contraste com o salgado do queijo.
Além de ter a acidez desejável para limpar a boca e
quebrar a untuosidade do gorgonzola.
DICA 12
Chocolate + Vinho do Porto

Deliciosa pedida, chocolate harmoniza perfeitamente


com Vinho do Porto que é igualmente doce.
O teor alcoólico dá um toque especial a essa combinação
que fica ainda melhor com chocolate meio amargo.
DICA 13
Pão com Mortadela + Cabernet
Sauvignon

Além de ter muito recheio e da mortadela ser um


ingrediente forte, esse sanduíche tradicional pede um vinho
com bastante estrutura.
O Cabernet Sauvignon tem a estrutura perfeita para
harmonizar com o sabor pujante do pão com mortadela.
DICA 14
Panetone + Espumante Moscatel

O panetone é uma sobremesa não muito doce e


especialmente as receitas com frutas fazem harmonização
perfeita com o Espumante Moscatel, que é aromático e
apresenta a acidez natural da uva.
Experimente molhar o panetone com a bebida antes de
comer e você irá provar um sabor delicioso!
DICA 15
Acarajé + Espumante Demi-Sec

O Espumante Demi-Sec limpa o paladar da untuosidade


das gorduras do acarajé, devido às suas borbulhas e à sua
acidez. E por ser levemente doce, ele ameniza a sensação
picante que o acarajé deixa na boca.
Combinação deliciosa!
DICA 16
Ossobuco + Tannat

Por ser uma carne que envolve a estrutura do osso, o


ossobuco é uma das carnes mais fortes. Por esse motivo, o
prato pede um vinho igualmente forte.
A Tannat, uva tinta que dá origem ao vinho não perde
em nada em termos de estrutura para a carne e harmoniza
muito bem com o ossobuco.
DICA 17
Costela ao Barbecue + Shiraz

A costela de porco tem muita gordura e pede um vinho


com bastante tanino para quebrar essa gordura. Já o molho
barbecue é bem condimentado.
A Shiraz, além de ser uma uva rica em tanino, ainda tem
diversas especiarias que harmoniza deliciosamente com a
dupla costela ao barbecue.
DICA 18
Peixe Ensopado + Pinot Grigio

O peixe ensopado perde um pouco de sabor em função


da quantidade de água que vai na receita.
A Pinot Grigio é bastante ácida e bem frutada, por isso
excelente dica para realçar o sabor do peixe ensopado.
DICA 19
Ostra + Riesling

A uva Riesling é bastante aromática e frutada o que a


faz combinar perfeitamente com as ostras.
Cada vez que você tomar um gole desse vinho, você vai
sentir vontade de comer outra ostra!
DICA 20
Strogonoff de Carne + Malbec

O strogonoff, apesar de ser um prato feito com carne,


que tem bastante estrutura, leva em sua receita o molho
rosé que não é tão estruturado.
Assim, essa receita maravilhosa pede um vinho que
tenha potência e que não seja muito encorpado. Perfeita
harmonização com o Malbec.
DICA 21
Pão de Queijo + Chardonnay

Essa delícia mineira já conquistou o paladar de todos os


brasileiros, e é uma excelente pedida com vinhos brancos!
A Chardonnay tem acidez na medida para limpar a
untuosidade do pão de queijo.
DICA 22
Filé à Parmegiana + Valpolicella

A carne desse prato suculento pede um vinho tinto, já


o queijo pede um vinho bastante ácido para limpar o
paladar.
O vinho Valpolicella tem todas essa propriedades, para
harmonizar perfeitamente com o filé à parmegiana.
DICA 23
Frango Assado + Pinot Noir

Com taninos suaves, o Pinot Noir harmoniza muito bem


com a baixa gordura do frango assado.
A combinação proporciona uma degustação leve e de
ótimo sabor.
DICA 24
Macarrão ao Sugo + Merlot

Macarrão ao sugo não leva carne em sua receita, e o


molho à base de tomate combina muito bem com um vinho
não tão encorpado.
A Merlot é uma uva perfeita para essa harmonização.
Dica de mestre: Quanto mais frutado e menos
amadeirado for o vinho, melhor a experiência da
harmonização!
DICA 25
Almôndega ao Molho Vermelho +
Cabernet Sauvignon

Almôndega frita pede estrutura, e molho de tomate


pede vinho tinto.
O Cabernet Sauvignon é uma excelente opção para
essa harmonização por reunir as duas propriedades.
DICA 26
Lasanha + Primitivo ou Zinfandel

As tradicionais receitas de lasanha levam presunto,


queijo e molho vermelho em sua composição e pedem um
vinho mais encorpado.
A uva Primitivo, também conhecida como Zinfandel, é
levemente adocicada e tem bastante estrutura para
harmonizar perfeitamente com esse prato.
DICA 27
Arroz de Forno + Vinho Rosé

O creme de leite e o queijo geralmente usados nas


receitas de arroz de forno deixam o prato com certa
untuosidade, o que pede um pouco de estrutura e acidez.
O Vinho Rosé, ou Espumante Rosé são ótimas dicas
para proporcionar essa combinação deliciosa.
DICA 28
Pastel + Espumante Brut

Apesar da fritura do pastel pedir um vinho mais ácido e


com maior concentração de taninos para quebrar a gordura,
não recomendamos o vinho tinto pela variedade de recheios
que o prato pode conter.
A melhor opção é o Espumante Brut que vai limpar o
paladar e conferir um sabor bastante harmônico à
combinação.
DICA 29
Hambúrguer + Touriga Nacional

O hambúrguer pode vir combinado com vários tipos de


molhos e queijos diferentes. É necessário um vinho tinto e
com bastante estrutura e aromas para compatibilizar com
essa mistura de sabores.
A Touriga Nacional, uma das uvas mais aromáticas, é
garantia para deixar sua experiência gastronômica ainda
mais deliciosa quando harmonizada com hambúrguer.
DICA 30
Não se prenda as regras,
seja criativo!

E para finalizar, minha dica de ouro: As regras de


harmonização existem e devem ser seguidas, mas você
jamais deve deixar de tomar o vinho que você gosta com sua
comida preferida. As harmonizações muitas vezes acontecem
por tentativa e erro.
Experimente sem medo diversos pratos com diversos
vinhos, e se você não gostar, primeiro você come e depois
você bebe ou o contrário. O mais importante é curtir!
Agora que você terminou a leitura
desse livro, eu te desejo algumas coisas:

1. Que você tenha eliminado diversos mitos sobre vinhos,


e queira aprender mais sobre esse universo
apaixonante;
2. Que você já se sinta um conhecedor de vinhos, uma vez
que, neste momento você já conhece bem mais de
harmonização do que há alguns minutos atrás;
3. Que você aproveite essas dicas, e faça com que todos os
momentos se tornem muito especiais, ao lado da sua
família, dos seus amigos e das pessoas que você ama.
Não importa se é em casa, em um restaurante legal ou
em um bar, brinde à vida sempre!
Muito obrigado e grande abraço,
Rodrigo Bertin
Gostou de Aprender
Sobre Harmonizações?

Você pode acompanhar novidades e dicas sensacionais,


visitando nosso site e seguindo nosso trabalho pelas redes
sociais!

Acesse: www.vinhofacil.com

Clique nos links abaixo e Siga-nos:

Facebook Vinho Fácil

Instagram Vinho Fácil

Snapchat Rodrigo Bertin - RodBertin

Você também pode gostar