Você está na página 1de 3

www.cers.com.

br 1
Proposta 1 – Peça

João e Maria, casados entre si sob o regime da comunhão universal de bens, promoveram o pagamento do im-
posto sobre transmissão intervivos de bens imóveis (ITBI) no ato em que firmaram instrumento particular de pro-
messa de compra e venda referente ao bem imóvel localizado em área não-residencial do município de Caxipó.
O valor do imposto resulta da aplicação da alíquota de 2% sobre o valor do imóvel.
Considerando a situação hipotética acima apresentada, na qualidade de procurador(a) de João e Maria, elabore a
medida judicial cabível em defesa de seus clientes, com fundamento na matéria de direito aplicável ao caso,
apresentando todos os requisitos legais pertinentes.

Questão 1

A fiscalização Estadual X, em 05/10/2009, notificou regularmente a empresa KLM Distribuidora de Embalagens,


da lavratura de auto de infração e imposição de multa (AIIM) contra a contribuinte, por ter apurado a venda de
mercadorias em 02/02/2004, sem emissão de nota fiscal o que implicou a falta de recolhimento do tributo devido.
Em face da falta de pagamento do referido débito, o mesmo foi devidamente inscrito em dívida ativa em
12/11/2011 e a execução fiscal foi protocolizada em 10/11/2015, sendo desta mesma data o despacho do Juiz
mandando citar o devedor. Citada da execução a contribuinte nomeou bens à penhora, sendo intimada da penho-
ra há dez dias, data em que a empresa lhe procura para defesa de seus interesses.
Resolva a questão, apontando as lesões ao Direito Tributário.

Questão 2

Baseado em uma efetiva hipótese de calamidade pública, o Presidente da República edita, em março de determi-
nado ano, Medida Provisória instituindo empréstimo compulsório que passará a incidir a partir do mês subsequen-
te. Indaga-se:

A) Pode o empréstimo compulsório ser instituído por Medida Provisória?

B) Qualquer que seja a resposta à questão anterior, deve o empréstimo compulsório observar o princípio da ante-
rioridade?

Questão 3

A empresa BENEFICIUS S.A., pretende ver reconhecido judicialmente o direito à isenção quanto à CSLL, já que
lhe é garantido o benefício com relação ao IRPJ, pois preenche os requisitos para a fruição da dispensa legal do
pagamento desse imposto. A BENEFICIUS S.A. fundamenta sua pretensão no fato de que ambas as modalidades
tributárias partilham de natureza jurídica semelhante e apresentam o mesmo fato gerador. Qual seria a técnica de
interpretação a utilizar para decidir o pedido da BENEFICIUS S.A.? Justifique.

Questão 4

A Lei A, promulgada em 3 de outubro de 2014, determinou a majoração do ISS. Já a Lei B, promulgada em 3 de


novembro de 2015, reduziu o ICMS de serviços de telecomunicação. Por fim, o Decreto C, de 3 de dezembro de
2013, elevou o IOF para compras no exterior (propósito extrafiscal).
Pergunta-se: quando deverão ser pagos o ISS, o ICMS e o IOF?

www.cers.com.br 2
www.cers.com.br 3