Você está na página 1de 7

Quais coisas são regidas por vênus

Vênus rege a sexta-feira!

Vênus é chamada de a senhora (A Senhora de Paphos, porque a velha Paphos, na costa oeste de
Chipre, era a sede do culto de Afrodite, que logo após nascer teria sido levada até lá pelas ondas.
Ver Lucano, Pharsalia, 8, c. linha 457.), a que alimenta, a bela, branca, clara, agradável, poderosa,
a senhora prolifera do amor e da beleza, a progênie das eras, a primeira progenitora dos
homens, que no princípio de todas as coisas juntou a diversidade dos sexos com um amor
crescente e, com uma prole eterna, propaga espécies de homens e de animais, a rainha dos
deleites, a senhora do regozijo, amiga, sociável, misericordiosa, que nada leva a mal, sempre
generosa com os mortais, mãe afetuosa para com quem está em agonia, salvaguarda da
humanidade, a que não deixa passar um momento do tempo sem fazer o bem, a que supera
todas as coisas com seu poder, a que humilha os altos perante os baixos e os fortes perante os
fracos e os nobres perante os simples, a que retifica e iguala todas as coisas: e é chamada de
Afrodite; Afrodite Urânia, ela é deusa do amor puro e ideal; como Afrodite Genetrix, é deusa do
amor entre pessoas casadas; e como Afrodite Porne, é a deusa da prostituição. Havia também
uma Afrodite de Chipre, barbada, chamada de Aphroditos, que englobava características
masculinas e femininas em uma única imagem; também é chamada de Lucífera, portadora da
luz, que dá luz aos anos do Sol; e de Hesperus, quando segue o Sol, e de Phosperus, porque é a
líder de todas as coisas, embora não tirânica.

Quanto aos gregos, suas opiniões são óbvias e bem conhecidas de todos; atribuem boa parte do
mundo como pertencente a Júpiter Olímpio, enquanto a fabulosa Harmonia teria sido gerada
por Vênus e Marte, um duro e belicoso, e o outro doce e generativo.

O asbestos de Arcádia, uma vez inflamado, nunca se extinguirá‖ (Agostinho, Cidade de Deus
21.5, traduzido para o inglês por John Healey [1610] [London: J. M. Dent and Sons, 1957],
2:324). Se tais informações forem críveis, então acredite também, se puder (pois um homem já o
relatou), que havia um templo de Vênus em que ardia uma lâmpada que nenhum vento ou água
era capaz de apagar, sendo por isso chamada de a lâmpada inextinguível‖ (Ibid., 6.325).
E como canta Ovídio em seu Fasti:

Atenas a Palas; Creta, a Diana implora.

A ilha de Lemnos, a Vulcano adora.

Os espartanos a Juno.

Os assírios foram os primeiros a introduzir o culto a Vênus; a eles se seguiram os adoradores de


Páfia, no Chipre, os fenícios e os habitantes de Citera, que (segundo Egeu) foram seguidos pelos
atenienses.

Entre os lacedemônios, Vênus Armatha (Armata significa “abastecida com armas”. Pausânias
menciona um templo de Vênus Armada em Lacônia: ―Não muito longe daqui, você verá uma
colina não muito alta, na qual há um antigo templo e uma estátua armada para o culto de
Afrodite (Cuide to Greece 3.15.10 [Levi, 2:53]). Não é de se admirar que os belicosos espartanos
adorassem uma Vênus guerreira.)

Em Delfos, Vênus Epitybia (Afrodite Epitymbia (Afrodite da Tumba), equivalente a Vênus Libitina
(libitinarii: coveiros), uma deusa dos mortos. Plutarco menciona uma estátua de Afrodite
Epitymbia em Delfos para a qual os espíritos dos mortos eram invocados (Roman Questions 23).
Ele explica a aparente incongruência da deusa do amor na condição de deusa da tumba dizendo
que a única e mesma divindade governa tanto o nascimento quanto a morte, e que a deusa
mostra a verdade de que a morte não deve ser temida, mas sim desejada - um sentimento
compatível com a paixão romana pelo suicídio.

Outros epítetos igualmente improváveis para Afrodite são Cavadora de Covas, Deusa das
Profundezas e a Deusa Sombria.

Ela também era adorada pelos coanos; e, em Amathus, uma ilha do Mar Egeu e, em Mênfis, uma
cidade do Egito; em Gnido (A mais famosa estátua de Afrodite no mundo antigo ficava em um
templo em Gnidus (Cnido). Era uma obra de Praxíteles, sendo depois imitada nas moedas da
cidade e muito copiada. Há uma reprodução no Vaticano.
Era cultuada na Sicília, e no Bosque de Idálio, além da cidade de Hipepa, e em Erice uma
montanha da Sicília; também na Caledônia, Cirene e Samos; e não há registro (segundo o
testemunho de Aristóteles) de nenhum culto dos antigos deuses com cerimônias grandiosas em
mais lugares.

Amizades e inimizades:

Amizades e inimizades de vênus: Amizades devem ser entendidas como aquilo que combina
e/ou potencializa seus efeitos, e inimizades aquilo que anula ou impede as influências de vênus.
Como exemplo: Se você combinar ervas de vênus com ervas de outro planeta que o antagoniza,
você terá um efeito nulo no seu feitiço.

Todos os planetas são amigos de vênus, exceto saturno. O planeta Vênus ama o sol e é amigo da
lua. Porém, dependendo do olhar, essas amizades e inimizades serão até contraditórias. Por
exemplo:

Existe outro exemplo de inimizade com vênus, derivado do sistema de astrologia de Ptolomeu.
Quando os astros possuem casas opostas, verifica-se essa inimizade. Assim, vênus possui
inimizade com marte, nesse sistema:

Existem outras relações de amizade e inimizade dentro da visão da astrologia de Ptolomeu.


Vênus possui exaltação em peixes que é regido por júpiter, sendo assim amigos. E quando as
exaltações são opostas, verifica-se uma maior inimizade como vênus e mercúrio. Existe outro
dado que possui natureza contrária à exaltação, chama-se queda. Nesse sistema, vênus possui
queda em virgem que é regido por mercúrio, sendo assim inimigos.

Vênus rege os signos de Libra e Touro.


Coisas regidas por vênus:

Vênus rege os rins, os testículos, a consanguinidade, o ventre, a semente e o poder


concupiscível; também carne, gordura, barriga, peito, umbigo e todas as partes que servem aos
atos venéreos, bem como o osso sacro, a coluna vertebral e as virilhas, além da cabeça, boca,
com as quais se dá um beijo como demonstração de amor. Rege também a narina esquerda.

Dentre as emoções, ações e qualidades, o amor, desejo, concupiscência, a fertilidade da matéria,


a beleza, formosura, a alegria, a luxúria, a geração, a gestação, o casamento, tesão, esperança,
desejo de auto crescimento e propagação.

Dentre os lugares regidos por vênus encontramos as fontes agradáveis, os prados verdes, jardins
em flor, leitos adornados, bordéis, o mar, a praia, os banhos públicos, lugares de bailes e todos
os lugares que pertencem às mulheres.

As coisas venéreas são dos elementos Ar e Água; entre os humores, muco, sangue, espírito e
semente; entre os gostos, aqueles que são doces, untuosos e deleitáveis.

Dentre os metais, a prata e o bronze, tanto amarelo quanto vermelho. Entre as pedras, berílio,
crisólita, esmeralda, safira, jaspe verde, cornalina, as pedras aetitas, a lápis-lazúli, coral e todas
de coloração clara, brancas ou verdes.

Encontramos entre as plantas venéreas a verbena, violeta, cabelo-de-vênus (um tipo de


samambaia), valeriana, o tomilho, esteva, almíscar, sândalo, coentro, grama, todos os perfumes
doces, e deliciosas e doces frutas, como peras, figos e a romã, que segundo os poetas foi
semeada pela primeira vez por Vênus, no Chipre. Também a rosa de Lúcifer era a ela dedicada,
bem como a murta de Véspero. Tudo o que dá flores é de vênus.

Dentre os animais os cães, coelhos, ovelhas, cabras, bodes, o touro, o bezerro, o cisne, o
caminheiro, a andorinha, o pelicano, o burgander, o corvo, a pomba, o pardal, a águia. Entre os
peixes e seres do mar, as sardinhas, Chrysophrys, a pescada, o caranguejo, o titímalo (Euphorbia
polygonifolia). E isso aqui de origem animal: Âmbar-gris, literalmente ―âmbar cinza; o vômito
do cachalote, usado na fabricação de perfume porque seu cheiro, embora desagradável, é
extremamente poderoso. Era encontrado flutuando na superfície do mar.

As cores brancas, claras, verdes, avermelhadas, entre açafrão e roxo são regidas por vênus.

OBS 1: Se você estiver realizando um trabalho sob a influência de vênus, ou para obter um favor
do astro, você deverá realizar esse trabalho com um clima de romantismo, amor, desejo ou
tesão.

OBS 2: Se você teme vênus antagonize-o com saturno.

Dentre as nove musas gregas Calíope, Urânia, Polímnia, Terpsícore, Clio, Melpômene, Erato,
Euterpe, Tália; Erato é atribuída a vênus. Erato, a Amável! Erato era assim chamada pois faz os
que são instruídos por ela serem desejados e dignos de serem amados. Era a musa da poesia
romântica, representada com uma lira, e dois hinos. É representada com uma lira e por vezes
com uma coroa de rosas.

Vênus se relaciona com dominações e principados. Seu anjo é Haniel. Seu dia é sexta-feira.

Pode se trabalhar com vênus em obras de amor, amizade, reconciliação, beleza e autoestima.

O sigilo da inteligência e das inteligências de vênus (que é bom) - mostrarei o sigilo mais à frente,
gravado em papel ou prata, gera concórdia, acaba com as brigas, atrai o amor das mulheres,
conduz à concepção, é boa contra infertilidade, promove habilidade para gestação, dissolve
encantamentos, traz paz entre os homens e entre as mulheres, além de tornar todas as espécies
de animais e de gado férteis; se colocado em um pombal, causa um aumento de pombas (se
você for criador de gado, porcos, galinhas, ou de cachorros para venda em pets você poderá com
o auxílio dessas inteligências otimizar a geração de filhotes). Conduz à cura de todos os
temperamentos melancólicos e gera alegria; carregada por viajantes, traz-lhes boa sorte.

O sigilo do espírito de vênus (que é mau) - mostrarei o sigilo mais à frente, gravado em papel ou
bronze causa coisas opostas a tudo que foi citado com as inteligências de vênus.

O Quadrado mágico, o sigilo de vênus, e os sigilos da inteligência, das inteligências e do espírito


de vênus podem ser gravados em prata, cobre ou escritos em um papel, como um feitiço por
exemplo. Mostrarei os sigilos mais à frente.

OBS 1: Nunca se usa os sigilos da inteligência e das inteligências junto com o sigilo do espírito de
vênus no mesmo feitiço, pois suas forças se anulam.

OBS 2: Nunca enterre um sigilo de espírito planetários (mau), na sua casa. Você estará se auto
amaldiçoando.

Para saber como utilizar esses quadrados, sigilos, imagens clique aqui:
http://bruxariasemdogmas.blogspot.com.br/2015/07/sigilos-usando-quadrado-magico-de-
venus.html

(Esse texto foi elaborado, adaptado e ordenado com as informações extraídas do livro "Três
livros de filosofia oculta" - Henrique Cornélio Agrippa. Porém essas informações estavam
esparsadas e distribuídas ao longo de suas mais de mil páginas. Foi um trabalho árduo,
selecionar as informações, e elaborar um texto conciso sobre o assunto.)
Fonte: http://bruxariasemdogmas.blogspot.com.br/2015/07/quais-coisas-sao-regidas-por-
venus.html

(Se for reproduzir o texto cite a fonte. Seja bonzinho (a) e não será amaldiçoado (a)!)