Você está na página 1de 23

Inteligência Artificial

para Jogos
Agentes Inteligentes

Prof. MSc. João Ricardo Bittencourt

Update: 07 Set. 2010


joaorb@unisinos.br

“Tome a pílula
vermelha” GT-JEDI – Jogos Digitais
Agradeço e dedico estas Inteligência Artificial para Jogos
aulas ao Prof. Osório
UNISINOS
Sumário
1. Introdução
2. Taxonomia
3. Classificação
• Agentes cognitivos
• Agentes reativos
4. Arquiteturas

UNISINOS - João Ricardo Bittencourt


Introdução
 “Falsa IA”
 Rotas pré-definidas

 Comportamento previsível

 Repetitivo

 Falta de interação com ambiente

UNISINOS - João Ricardo Bittencourt


Introdução
 “Comportamento Inteligente”
 Percepção

 Reação

 Raciocínio

 Interação

 Comunicação

 Adaptação/Aprendizado

Agentes Autônomos
Agentes Inteligentes
Tem uma arquitetura de controle

UNISINOS - João Ricardo Bittencourt


Introdução
 Para Russell & Norvig
 O conceito de agente

• Possui sensores – percebe o ambiente


• Controlador – tomada de decisões
• Atuadores – modificar o ambiente
 Opcional: comunicação entre agentes

• Comunidades de agentes cooperativos


 Ambiente

• Local cujos agentes interagem

UNISINOS - João Ricardo Bittencourt


Taxonomia

UNISINOS - João Ricardo Bittencourt


Classificação
 Quanto à arquitetura de controle
 Agentes cognitivos/deliberativos

 Agentes reativos

 Agentes com arquitetura hierárquica

 Agentes com arquitetura híbrida

UNISINOS - João Ricardo Bittencourt


Classificação
 Quanto à interação
 Interação com ambiente

 Interação com os outros agentes

 Quanto ao conhecimento
 Sem memória

 Estático (representação inicial)

 Dinâmico (aquisição)

UNISINOS - João Ricardo Bittencourt


Classificação
 Quanto à arquitetura de controle
 Agentes cognitivos/deliberativos

• Modelo explícito do ambiente (mapa)


• Conhece todo o mundo (posições,...)
• Estado interno
• Processo decisório
• Planos de ações → Problema: imprevistos
 Agentes reativos

 Agentes com arquitetura hierárquica

 Agentes com arquitetura híbrida

UNISINOS - João Ricardo Bittencourt


Agentes Cognitivos
 Formalismos/ferramentas
 Autômatos

• FSM – Finite State Machine


• HFSM – Hierarquical Finite State Machine
• Redes de Petri – hierárquica, colorida,
temporizada
 Baseados em regras

• RBS – Rule Based System


• (Facts, rules and inference)

UNISINOS - João Ricardo Bittencourt


Agentes Cognitivos

Watt & Policarpo UNISINOS - João Ricardo Bittencourt


Agentes Cognitivos

Bittencourt & Osório (ERI-MG) UNISINOS - João Ricardo Bittencourt


Agentes Cognitivos
 HFSM – Hierarquical Finite State Machine
 Cada estado da FSM pode implementar uma
FSM e assim sucessivamente
 Redes de Petri
 Abordagem mais formal, acadêmica

 Extende o conceito de FSM

 Aplicada como mecanismo de controle

 Usada para modelar sistemas complexos

UNISINOS - João Ricardo Bittencourt


Agentes Cognitivos
 RBS – Rule Based System
 Sistema criado a partir de uma coleção de
regras IF-THEN
 “Um monte de Ifs e Rand.” Palestra célebre do
Soren Johnson no SBGames 2007 ;-)
 Vejam os sites:
• RoboForge - www.roboforge.com
• Robocode – robocode.sourceforge.net
 Utilização de fatos, regras e inferências

• Sistema de inferência clássico


• PROLOG
UNISINOS - João Ricardo Bittencourt
Agentes Reativos
 Dificil de serem criados agentes totalmente
reativos (sem memória ou estados internos)
 São os opostos dos cognitivos – não planificam

UNISINOS - João Ricardo Bittencourt


Arquiteturas
 Agente Reativo com estados

UNISINOS - João Ricardo Bittencourt


Arquiteturas
 Agente Reativo Hierárquico

Arquitetura Horizontal
SMPA – Sense, Model, Plan,Act

UNISINOS - João Ricardo Bittencourt


Arquiteturas
 Agente Reativo Hierárquico

Arquitetura Vertical - Brooks

UNISINOS - João Ricardo Bittencourt


Arquiteturas
 Arquitetura Híbrida – Múltiplos comportamentos

UNISINOS - João Ricardo Bittencourt


Arquiteturas
 Arquitetura Híbrida – Reativa-deliberativa

Percepção, Conhecimento,
Memória e Raciocínio
UNISINOS - João Ricardo Bittencourt
Arquiteturas
 Arquitetura Híbrida – BDI

BDI – Belief, Desire e Intention

UNISINOS - João Ricardo Bittencourt


Arquiteturas
 Camada Vital
 Controle reativo do agente

 Vários comportamentos, por exemplo:

• Parar
• Vagar
• Desviar obstáculos
• Ir em direção ao alvo
• Inverter direção
 Módulo que unifica as saídas em um único
comando para os atuadores

UNISINOS - João Ricardo Bittencourt


Arquiteturas
 Camada Funcional
 Autômato para
efetuar o
seqüenciamento dos
comportamentos
vitais
 Camada deliberativa
 Efetua o
planejamento das
trajetórias (A*)

UNISINOS - João Ricardo Bittencourt