Você está na página 1de 3

https://pt.wikipedia.

org/wiki/Magma

Tipos de magma[editar | editar código-fonte]

Rocha plutónica: batólito granítico.

Rocha vulcânica: basalto.

Os magmas mais comuns podem ser agrupados em três tipos principais: (1) basálticos, (2)
andesíticos e (3) graníticos.[9] Esses tipos de magma apresentam as seguintes
características:

 Magmas basálticos — podem ser toleíticos, ricos em sílica e produzidos nas dorsais
oceânicas, ou alcalinos, ricos em sódio e potássio, produzidos em zonas do interior das
placas tectónicas. São os mais comuns;
 Magmas andesíticos — são ricos em sílica e minerais hidratados, como anfíbolas ou
biotites. Formam-se nas zonas de subducção, sejam na crusta continental ou oceânica;
 Magmas graníticos — apresentam ponto de fusão mais baixo e podem formar grandes
plutões. Originam-se em zonas orogénicas, como os andesíticos, mas também se
podem formar a partir de magmas basálticos ou andesíticos que atravessem e fundam
rochas ígneas ou sedimentares metamorfizadas da crusta que, ao incorporarem-se no
magma, alteram a sua composição.

Por o lado, segundo a sua composição mineral, os magmas podem ser classificados em
dois grandes grupos: máficos e félsicos. Basicamente, os magmas máficos contêm
silicatos ricos em magnésio e ferro, enquanto os félsicos contêm silicatos ricos em sódio e
potássio. Esses dois grandes grupos podem ser subdivididos de acordo com as
características físicas e composicionais gerais dos tipos mais frequentes de magma,
dando origem às seguintes classes:
Ultramáfico (picrítico)
SiO2 < 45%
Fe–Mg > 8% até 32%MgO
Temperatura: até 1500°C
Viscosidade: mito baixa
Comportamento eruptivo: calmo a muito explosivo (kimberlites)
Distribuição: limites divergentes de placas tectónicas, pontos quentes, limites
convergentes de placas tectónicas; as komatiites e outras lavas ultramáficas são
na sua maioria Arqueanas e formaram-se na presença de um alto gradiente
geotérmico, características que não se conhece existirem no presente.
Máfico (basáltico)
SiO2 < 50%
FeO e MgO tipicamente < 10 wt%
Temperatura: até ~1300°C
Viscosidade: baixa
Comportamento eruptivo: calmo
Distribuição: limites divergentes das placas tectónicas, pontos quentes
Intermédio (andesítico)
SiO2 ~ 60%
Fe–Mg: ~ 3%th
Temperatura: ~1000°C
Viscosidade: intermédia
Comportamento eruptivo: explosivo ou efusivo
Distribuição: limites convergentes de placas tectónicas, arcos insulares
Félsico (riolítico)
SiO2 > 70%
Fe–Mg: ~ 2%
Temperatura: < 900°C
Viscosidade: alta
Comportamento eruptivo: explosivo ou efusivo
Distribuição: comum em pontos quentes da crusta continental (Yellowstone
National Park) e em riftes continentais

Quanto à densidade os magmas apresentam as seguintes características:


Tipo Densidade [kg/m³]
Magma basáltico 2650–2800[11]
Magma andesítico 2450–2500[11]
Magma riolítico 2180–2250[11]

O resultado do arrefecimento do magma são as rochas ígneas. Dependendo


das circunstâncias do arrefecimento, as rochas podem ter granolometria fina
ou grosseira.[9] Em função da composição e formação, as rochas ígneas
dividem-se em:

 Rochas plutónicas ou intrusivas — as que se formaram por lento


arefecimento do magma, em profundidad e geralmente em grandes
massas. Os seus jazimentos desigam-se plutões e diques. Por exemplo,
o granito, o gabro e o sienito são rocha que pertencem a este tipo.
 Rochas vulcânicas, extrusivas ou efusivas — formam-se pelo
arrefecimento do magma desgaseificado, a lava, na superfície terrestre.
Por exemplo, o basalto e o riolito pertencem a este grupo.
 Rochas subvulcânicas — são as que formam diques e filões. Por
exemplo, o pórfiro granítico ou o pórfiro andesítico pertencem a este
grupo.