Você está na página 1de 109

27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | ENGENHARIAS | 447

Ciências
Humanas
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 448

AGENTES E ESTRATÉGIAS DE REESTRUTURAÇÃO LIMITES E POSSIBILIDADES DE TÉCNICAS E


URBANA DE ARACAJU: APROPRIAÇÃO DOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO EDUCACIONAL
ESPAÇOS PÚBLICOS COMO FEEDBACK

Flavio Henrique Matos Santos; Antonio Carlos Campos Themyres Gabriele Santos Almeida; Heike Schmitz

A paisagem urbana de cidades litorâneas nordestinas loca- Esse estudo tem como objetivo analisar, de maneira quanti-
lizadas em região estuarina com exuberantes manguezais, -qualitativa, se a avaliação educacional em geral, e as téc-
parques ecológicos e orlas urbanas passa por um processo nicas e instrumentos em específico apresentam-se como
de apropriação em que a possibilidade de capturar a vista ferramenta de feedback no processo de ensino-aprendi-
do rio e/ou mar torna-se um elemento fundamental para se zagem. Os objetivos específicos foram:(1)Sistematizar a
auferir rendas diferencias a partir do fator localização e das produção acadêmica;(2)Analisar a definição do conceito
amenidades relacionadas à beleza das formas naturais. Esta ‘avaliação’ na publicação acadêmica brasileira no período
é a razão pela qual as vantagens locacionais das orlas flu- de 2010 a 2015;(3) Identificar de que forma é analisado o
viais/marítimas passam a ser privilégios daqueles que po- uso de técnicas e instrumentos de avaliação na produção
dem pagar para morar nesses espaços. O objetivo do traba- científica brasileira no período de 2010 a 2015;(4)Sistema-
lho é discutir a apropriação dos espaços públicos na cidade tizar as técnicas e instrumentos de avaliação educacional
de Aracaju/SE, através da lógica do capital imobiliário que que foram identificados como ferramenta para fortalecer a
recria valores e conceitos de moradia em condomínios ex- autonomia do aluno como coprodutor da avaliação;(5)Sis-
clusivos, como elementos fundamentais para auferir rendas tematizar os limites/dificuldades/obstáculos/ identificados
diferenciais relacionadas às amenidades naturais e artificia- no uso das técnicas e instrumentos de avaliação em prol da
lizadas na cidade. Metodologicamente foram utilizados os autonomia do aluno;(6)Sistematizar as possibilidades/con-
classificados do jornal CINFORM, referentes às propagandas dições favoráveis identificadas na aplicação de técnicas e
de vendas de apartamentos dos anos 2000 a 2015. A partir instrumentos de avaliação em prol da autonomia do aluno.
destes indicadores, fizemos a classificação e quantificação Utilizou-se para coletar os dados o Banco de Teses e Disser-
dos valores imobiliários da porção leste de Aracaju para tações da CAPES, a Biblioteca Digital Brasileira de Teses e
analisar a valorização dos imóveis e o perfil dos moradores Dissertações (BDTD) e o site da Scientific Electronic Library
desta parcela do espaço. Qualitativamente, foram entrevis- Online (SciELO), resultando em 40 pesquisas. Como resulta-
tados vinte cinco residentes via formulários Google/ redes do sobre as condições favoráveis das técnicas e instrumen-
sociais, que possibilitam iniciar um debate sobre o processo tos de avaliação tratadas nas pesquisas, constatou-se que
gradual de apropriação dos espaços públicos adjacentes e possibilitam a autorregulação e autonomia discente. Já os
a criação de novas imagens na cidade. pontos desfavoráveis foram constatados sobre a prova.

Palavras-chave: Agentes, espaços públicos, produção do espaço. Palavras-chave: Avaliação de aprendizagem;Avaliação formativa;Feedback

Apoio Financeiro: PIBICVOL Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 449

A LIDERANÇA BRASILEIRA NO CDS E AS RELAÇÕES AVALIAÇÃO EDUCACIONAL COMO FEEDBACK DO


ENTRE BRASIL, ARGENTINA E VENEZUELA E PELO ALUNO

Rafael de Moraes Baldrighi; Erica Cristina Alexandre Winand Beatriz Noia Souza; Heike Schmitz

Durante a primeira década do século XXI, o Brasil apresen- Esse estudo tem como objetivo analisar, de maneira quanti-
tou-se mais assertivo e com diversas ações ativas voltadas -qualitativa, se a avaliação da aprendizagem em geral,
para a América do Sul. Este trabalho visou analisar esse pe- apresenta-se como ferramenta de feedback no processo
ríodo, com especial atenção para a UNASUL e o seu Conse- de ensino-aprendizagem em prol da autonomia do aluno.
lho de Defesa Sul-Americano (CDS). Neste recorte tempo- Os objetivos específicos foram: (1) Sistematizar a produção
ral, analisar a liderança brasileira e as relações entre Brasil, acadêmica; (2) Analisar a definição do conceito ‘avaliação’
Argentina e Venezuela se torna fundamental para compre- na publicação acadêmica brasileira no período de 2010
ender e desenvolver o trabalho, sendo o objetivo deste. a 2015; (3) Identificar de que forma é analisado o uso de
O estudo foi realizado a partir da consulta de bibliografia técnicas e instrumentos de avaliação na produção cientí-
acadêmica relacionada ao assunto, documentos oficiais e fica brasileira no período de 2010 a 2015; (4) Sistematizar
análise de dados objetivos geopolíticos específicos de cada as técnicas e instrumentos de avaliação educacional que
país, em um método misto quantitativo e qualitativo. O ce- foram identificados como ferramenta para fortalecer a au-
nário deste artigo será abordado dentro da análise teórica tonomia do aluno como coprodutor da avaliação; (5) Sis-
de Buzan e Waever (2003), atualizados por Fuccille e Rezen- tematizar os limites/dificuldades/obstáculos/ identificados
de (2013) para o Complexo Regional de Segurança (CRS) da no uso das técnicas e instrumentos de avaliação em prol da
América do Sul. Os resultados obtidos foram a percepção autonomia do aluno; (6) Sistematizar as possibilidades/con-
de relações volumosas e intensificadas entre os três países dições favoráveis identificadas na aplicação de técnicas e
aqui abordados, fortificando o papel assertivo do Brasil na instrumentos de avaliação em prol da autonomia do aluno.
década passada, principalmente durante o governo Lula da Utilizou-se como fonte de coleta de dados o Banco de Te-
Silva, com seu ápice na criação da UNASUL e do CDS, com ses e Dissertações da CAPES, Biblioteca Digital Brasileira de
papel de líder fundamental para o Brasil. Assim, o presente Teses e Dissertações (BDTD) e o site da ScientificElectronic
trabalho mostra a força política, ideológica e econômica do Library Online (SciELO). Como resultado, as pesquisas reve-
Brasil na década passada, salientando o papel do diálogo laram para efetivação da avaliação formativa e em respeito
com os principais países da América do Sul e as ações asser- da autonomia do aluno algumas condições desfavoráveis.
tivas nacionais no subcontinente e no mundo. No entanto, não foram investigadas as condições favoráveis
para realização deste tipo de avaliação.
Palavras-chave: Brasil, Argentina, Venezuela, CDS, UNASUL.
Palavras-chave: Avaliação Educacional; Avaliação Formativa; Feedback.
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
Apoio Financeiro: PIBICVOL
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 450

OS NÍVEIS DE CONHECIMENTO ESPERADOS PELOS FORMAÇÃO INICIAL DA LICENCIATURA EM


ALUNOS NO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO: UMA GEOGRAFIA, VIA EAD, NA UFS: CAMINHOS E
ANÁLISE A PARTIR DAS QUESTÕES DOS LIVROS DESDOBRAMENTOS
DIDÁTICOS DE FÍSICA
Dayane Reis Ferreira; Paulo Heimar Souto
Josiely de Oliveira; Tiago Nery Ribeiro
A educação a distância, no Brasil, é uma modalidade de ensi-
Essa pesquisa teve por objetivo analisar e classificar as no que tem como proposta democratizar o acesso à educa-
questões referentes ao conteúdo de Física em livros do 1º ção. Diante disso, o objetivo dessa pesquisa é investigar os
ano do ensino médio aprovados no Plano Nacional do Li- desdobramentos da formação da primeira turma de Licen-
vro Didático (PNLD), segundo os níveis de conhecimentos ciatura em Geografia, via EaD, da Universidade Federal de
esperados pelos estudantes. A importância da pesquisa Sergipe (UFS). Além da ampla pesquisa bibliográfica, consis-
fundamenta-se no fato de os livros didáticos unidos ao Exa- te em uma pesquisa fundamentada na abordagem qualita-
me Nacional do Ensino Médio (ENEM), mesmo não sendo tiva, utilizando a história oral, através do recolhimento das
oficial, orientam o currículo da educação básica em nosso narrativas, das entrevistas, de cincos primeiros egressos do
país, direcionando as habilidades e competências espera- curso de Licenciatura em Geografia, via EaD, da UFS. De for-
dos pelos estudantes. Como referencial teórico utilizamos ma unânime, os depoimentos apontaram que a EaD possibi-
os Níveis de Conhecimento esperados dos estudantes da litou resultados positivos para os egressos, no que se refere
Aline Robert, classificando as questões como técnica, mobi- à vida pessoal e profissional. No que concerne às suas traje-
lizável e disponível. A pesquisa foi desenvolvida a partir do tórias no decorrer do curso, foi observado de acordo com
método qualitativo, com os dados coletados por meio de os depoimentos, que os egressos enfrentaram dificuldades,
uma análise documental, a partir da seleção e análise das em relação aos materiais didáticos, que apresentaram limi-
questões de Física de três livros didáticos utilizados em es- tações para o processo de ensino-aprendizagem dos alunos.
colas públicas da cidade de Itabaiana/SE. Foram analisadas Outro ponto a ser destacado, à luz das narrativas, foi que
1210 questões, unindo os três livros. Os resultados foram em algumas disciplinas da estrutura curricular do curso, não
os seguintes: 1180 questões apresentaram nível técnico, 23 ocorreram atividades de campo. Em relação ao estágio su-
o nível mobilizável e 08 o nível disponível. Com base nas pervisionado, os alunos não tiveram acompanhamento em
questões analisadas, foi possível identificar que os níveis sua prática escolar. Considerando que a EaD é uma moda-
de conhecimento esperados pelos estudantes exigidos nas lidade de democratização do ensino é fundamental que, o
questões utilizam uma abordagem que se restringe ao nível poder público analise as propostas do curso de EaD da UFS,
técnico, nas quais teríamos uma aplicação simples e direta sobretudo no que se refere à sua prática, aos materiais didá-
de valores numéricos em fórmulas, no qual o objetivo da ticos, a estrutura curricular e a ação da prática docente.
tarefa está explicitamente indicado para a sua realização.
Palavras-chave: Políticas públicas, Educação a distância, Licenciatura em Geografia
Palavras-chave: Níveis de conhecimento, livro didático, ensino de Física.
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq.
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 451

FORMAÇÃO INICIAL DA LICENCIATURA EM LEITURA, MATEMÁTICA E A RELAÇÃO COM O SABER


CIÊNCIAS BIOLÓGICAS, VIA EAD, NA UFS:
Fábio Henrique Gonçalves Conceição; Denize da Silva Souza
CAMINHOS E DESDOBRAMENTOS
Ao longo da evolução humana, a leitura e a Matemática sub-
Karoliny Silene Silva Matos; Paulo Heimar Souto
sidiaram os avanços sociais e tecnológicos. Sabemos que a
Nos últimos anos, a educação a distância (EaD), especial- leitura faz parte do nosso contexto sóciocultural e nos pos-
mente a online, cresceu no Brasil com o desenvolvimento sibilita construir conhecimentos. Nesse contexto, nossa pes-
das novas tecnologias da informação e da comunicação. quisa teve como objetivo investigar a relação existente entre
Tendo como política pública a democratização do acesso leitura, Matemática e a relação com o saber de alunos dos
ao ensino, a EaD inclui, através da oferta de oportunidade últimos anos do Ensino Fundamental. Realizamos uma pes-
educacional qualificada, um grande contingente de pes- quisa bibliográfica e quantiqualitativa que contou como ins-
soas. Nesse contexto, o objetivo dessa pesquisa é analisar, trumentos de coleta de dados, um questionário e o balan-
através de narrativas orais, concepções sobre importância ço do saber. Foram utilizados como principais referenciais
da educação a distância e a trajetória formativa de egressos Charlot (2000; 2001; 2005; 2013), Santana (2012), Santos;
da primeira turma da EaD do Curso de Licenciatura em Ci- Souza e Silva (2012), Lavigne (2015) e Lopes (2007). A partir
ências Biológicas da Universidade Federal de Sergipe (UFS), da leitura dessas referências, observamos que a maioria dos
do Centro de Educação Superior a Distância (CESAD). Trata- teóricos utilizados nelas são os mesmos, fato este que con-
-se de uma pesquisa alicerçada em uma abordagem quali- tribui para o enriquecimento da nossa pesquisa. A partir do
tativa, com levantamento bibliográfico e com a utilização nosso estudo, foi perceptível que há articulação entre leitu-
da história oral, mediante o recolhimento de narrativas a ra, Matemática e a relação com o saber. De modo geral, os re-
respeito das experiências vivenciadas por dois egressos. À sultados obtidos em nossa pesquisa relevam que as relações
luz dos depoimentos, constatou-se que a EaD possibilitou interpessoais que foram construídas durante a vivência dos
resultados positivos. Contudo, no que compete à infraestru- alunos contribuíram significamente para o sentido atribuído
tura dos Polos, à Plataforma Moodle, à tutoria, ao material por eles à leitura e à Matemática. Ainda, por meio dos dados
didático e às avaliações, nota-se que houve relativo distan- obtidos, também, compreendemos que as dificuldades de
ciamento entre o que se afirma em tese e o que acontece aprendizagem matemática, apresentadas pelos alunos, têm
na prática. Considerando esses aspectos e a importância da uma possível relação com a forma de abordagem dos conte-
educação a distância, é imprescindível repensar ações es- údos matemáticos em sala de aula.
pecíficas sobre a mesma, voltadas para o ensino superior.
Palavras-chave: Leitura, Matemática, Relação com o Saber.
Palavras-chave: Educação a Distância, história oral, trajetória formativa.
Apoio Financeiro: Voluntário
Apoio Financeiro: PIBICVOL
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 452

A CRÍTICA DE SCHOPENHAUER A HEGEL: POLÍTICA EXTERNA COMERCIAL DA UNIÃO


IDEALISMO E PESSIMISMO EUROPEIA DE 1957 A 2007: LIMITES E
POTENCIALIDADES
Matheus Silva Freitas; Arthur Eduardo Grupillo Chagas
Victoria de Sousa Carvalho; Rodrigo Barros de Albuquerque
Um dos pressupostos do antigo programa interdisciplinar
da Escola de Frankfurt em dissonância com o programa sis- Processos integrativos caracterizam-se por arranjos inter-
temático hegeliano era a crítica de Schopenhauer, de que dependentes que em tendência aprofundam as relações
Horkheimer era leitor entusiasmado, a Hegel. Sendo assim, transnacionais entre os envolvidos. Por conseguinte, afir-
nosso trabalho oferece um mapeamento dos argumentos ma-se que como processo, o mesmo, está em constante
de Schopenhauer contra o sistema filosófico de Hegel, so- transformação, não necessariamente em contínua melho-
bretudo aqueles que atacam a dialética como método de ria, mas sim adaptativo e moldável aos novos objetivos. À
pesquisa filosófica e o otimismo que tal método sugere, na vista disso, propõe-se explanar parâmetros de sucesso e
filosofia da história de Hegel. Esta última classe de objeções fracasso da política comercial europeia, ao se fundamentar
foi intermediada pela reconstrução dos argumentos scho- através da questão agrícola. Dialoga-se com as teorias de
penhauerianos que visam corroborar sua visão de mundo regimes e com discussões relativas ao comércio internacio-
pessimista. Após leitura e fichamento dos livros e artigos nal a fim de haver a verificação do processo adaptativo da
indicados na bibliografia do projeto e de discussões com integração europeia. Logo, questiona-se: Quais as potencia-
o orientador, pudemos chegar aos seguintes resultados: a lidades e os limites da política externa comercial da União
dialética, segundo as objeções de Schopenhauer, só pode Europeia, a partir do setor agrícola, dado a atual conjuntu-
trazer resultados arbitrários porque não é regulada por ra do comércio internacional? Como maior mercado único
conteúdos empíricos, na medida em que não leva em con- do mundo e grande fomentadora do comércio mundial a
ta a hierarquia entre experiência e conceitos. Entrementes, União Europeia faz-se indispensável ao sistema internacio-
o conteúdo otimista que a lógica dialética sugere, quando nal. Contudo, ações claras do uso de medidas protecionis-
aplicada aos fatos históricos, é também um ponto ao qual tas, ainda no século XXI, reiteraram discussões acerca do
Schopenhauer não pode aceder. Mas, esta já é também uma compromisso para com a concorrência leal e transparente
oposição extraída da metafísica da vontade deste autor, por as quais a mesma se compromete a seguir. À vista disso,
meio da qual é conduzido à elaboração de considerações pressões externas buscaram modificar o cenário europeu,
de cunho pessimista quanto ao valor da existência. visivelmente engessado, perante o comércio internacional.

Palavras-chave: Schopenhauer, Hegel, Dialética, Otimismo, Pessimismo Palavras-chave: União Europeia, Comércio Internacional, Regimes Internacionais.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq
FAPITEC/SE
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 453

FORMAÇÃO INICIAL DA LICENCIATURA EM A HISTÓRIA E A FORMAÇÃO DE IDENTIDADES NO


MATEMÁTICA, VIA EAD, NA UFS: CAMINHOS E ESTÁGIO INTERDISCIPLINAR DE VIVÊNCIA(EIV)
DESDOBRAMENTOS EM SERGIPE

Adaylanne Santos Pereira; Paulo Heimar Souto Paloma de Oliveira Fontes; Marizete Lucini

A presente pesquisa teve como objetivo analisar os impac- Essa pesquisa objetivou refletir sobre a história e a forma-
tos e desdobramentos do processo de formação dos primei- ção de identidades no VI Estágio Interdisciplinar de Vivência
ros egressos no curso superior na Licenciatura em Matemá- (EIV) em Sergipe, espaço de formação política construído
tica, na modalidade a distância da Universidade Federal de entre o movimento estudantil e os movimentos sociais po-
Sergipe-UFS. A metodologia da pesquisa consistiu em um pulares. Para tanto, nos propusemos a identificar qual his-
vasto levantamento bibliográfico e uma abordagem quali- tória é mobilizada para a formação política no Estágio de
tativa mediante o recolhimento e análise da narrativa oral Vivência Interdisciplinar, a metodologia desenvolvida, assim
de um egresso, a respeito das experiências na formação. como, analisar as relações existentes entre o ensino de his-
Foi possível analisar que a educação a distância possibili- tória e a produção da identidade dos sujeitos durante o EIV.
tou aspectos positivos na formação pessoal desse egresso, Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa do tipo
possibilitando o acesso ao ensino superior. Foi perceptível Estudo de Caso em que procedemos pela observação com
as razões que fizeram com que o egresso optasse pela edu- registro em diário de campo, entrevista e análise de docu-
cação a distância, dentre elas a possiblidade de flexibilizar mentos para coletar os dados, que foram analisados a partir
seus horários de estudo. No que se refere as ações de pro- dos estudos bibliográficos desenvolvidos. Os resultados da
fessores e tutores, o depoimento apontou que durante os pesquisa evidenciam que o ensino de história contribuiu so-
encontros presenciais o esclarecimento de dúvidas, dos bremaneira na constituição da identidade dos sujeitos du-
alunos, não ocorria de maneira qualitativa. Considerando rante o EIV, atuando como um mecanismo para que os su-
estes aspectos é imprescindível que educação a distância jeitos reconheçam seu papel na história e atuem sobre ela.
forneça uma educação de qualidade através da atuação efi-
Palavras-chave: Ensino de história, formação política, identidades.
ciente e diligente dos professores e tutores, possibilitando
encontros presenciais mais qualitativos. As ações governa- Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq
mentais, através das políticas públicas, devem promover
suporte para uma melhor organização física e pedagógica
da instituição, para que em conjunto desenvolvam uma for-
mação reflexiva que contribua com o processo formativo
durante a graduação de Licenciatura Matemática na moda-
lidade a distância.

Palavras-chave: Educação a Distância, Formação Docente, Políticas Públicas

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 454

O PRESIDENTE JUSCELINO KUBITSCHEK E O JOHN LOCKE POLÍTICO: O ATEÍSMO EM QUESTÃO


SALAZARISMO PORTUGUÊS: VISITAS, ACORDOS E
Daniel Soares Silveira; Antonio Carlos dos Santos
EXÍLIO EM PORTUGAL
A consciência em Locke possui um componente ontológico
Anderson Sousa Barreto; Celia Costa Cardoso
e epistêmico fortes: é ela que constitui a identidade pessoal
A pesquisa busca analisar a política externa brasileira dos do indivíduo. Mas, também, possui um componente forte-
governos de Juscelino Kubitschek de Oliveira (1956-1960), mente moral. O cristão, que possui uma crença autêntica,
para compreender os acordos políticos entre Portugal e Bra- age de acordo à sua consciência e valores ou passo que o
sil durante este governo democrático e a ditadura salazaris- ateu, ao negar a existência de Deus, age como um louco,
ta. A ênfase será dada aos episódios de grande repercussão não se importando em ir contra sua consciência. Assim, par-
na imprensa nacional e internacional, como as visitas presi- tindo do conceito de consciência, em Locke, buscaremos,
denciais, os acordos políticos e o exílio do ex-presidente em neste texto, evidenciar como é possível o apelo à consciên-
Lisboa (1966-1967). Durante a pesquisa, após analisarmos cia do cristão e como não é possível para o ateu. Interessa-
vários discursos políticos proferidos pelo ex-presidente da -nos entender a razão pela qual o ateu não é tolerado no
República - Juscelino Kubitschek foi possível perceber que, sistema lockiano. A problemática referente à tolerância ao
em vários momentos, ele afirma sua amizade com os líderes ateu, ou a falta dela, é um tema controverso e intrigante, em
portugueses e principalmente com o Presidente do Conse- Locke. Controverso, porque, parece-nos estranho que um
lho de Ministros, Antônio Oliveira Salazar e o Presidente da autor que defende vigorosamente a tolerância religiosa, ne-
República de Portugal, em 1958, Francisco Higino Craveiro gue-a incisivamente ao ateu. Intrigante, pois, se aceitarmos
Lopes. Estes são apenas alguns nomes de políticos portu- as premissas do filósofo e a forma como elas são encadea-
gueses, que eram próximos de Juscelino. Nesse sentido, das, a falta de tolerância ao ateísmo não só parece plausível,
constatamos que foram graças ao envolvimento de Jusce- mas faz todo sentido. Sobretudo se levarmos em considera-
lino os governantes de Portugal, é que foi possível a união ção a época e o público ao qual se dirigia nosso autor. Sem,
dos dois países, através de acordos econômicos, que busca- é claro, sobrepor o contexto ao próprio texto.
vam gerar lucros para ambas as partes.
Palavras-chave: Locke, consciência, ateísmo, tolerância
Palavras-chave: Brasil - Portugal - JK - Acordos Políticos - Salazarismo
Apoio Financeiro: PIBICVOL
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 455

A CERÂMICA NO CONTEXTO DO SAMBAQUIS DO ESTUDO ESTATÍSTICO DA FORMAÇÃO DE


LITORAL BAIANO PROFESSORES DE BIOLOGIA

Amanda Barreto da Silva; Marcia Barbosa da Costa Guimaraes Joyce da Costa Santos Oliveira; Renato Santos Araujo

A complexidade de grupos sambaquieiros tornou-se centro A necessária ampliação da educação básica, realizada pela
de estudos apenas em relação ao litoral Centro-Sul e Equa- Lei nº 9.394 (BRASIL, 1996), levou o país a estatísticas preo-
torial Amazônico, deixando fora de foco os sambaquis per- cupantes no que se refere à falta de professores. Nesse con-
tencentes à faixa litorânea do Nordeste. Portanto, o litoral texto, este projeto de pesquisa pretende coletar, organizar,
nordestino concentra pesquisas com apenas dois temas de discutir e apresentar alguns dados sobre os cursos de Licen-
estudos, sendo os modelos geomorfológicos preditivos e o ciatura em Biologia por meio do levantamento e da análise
estudo crono-cultural, deixando evidente o contraste acer- de documentos oficiais para a realização de uma pesquisa
ca da produção de conhecimento científico em relação às documental com abordagem quantitativa. As fontes de da-
outras regiões do Brasil. Pensando em contribuir para o de- dos utilizadas foram as Sinopses Estatísticas do Ensino Supe-
senvolvimento de pesquisas científicas acerca dos grupos rior, publicadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesqui-
sambaquieiros na região Nordeste, foi elaborado este plano sas Anísio Teixeira (INEP/MEC). Os dados serão apresentados
de trabalho, voltado para a presença de cerâmica neste tipo por meio de gráficos e as análises farão uso de estatística
de sítio, tendo como foco o sambaqui Ilha das Ostras, locali- descritiva. Além dessa ação, teve início as atividades da
zado no município Sítio do Conde-BA. Os resultados da pes- segunda etapa do projeto de pesquisa do orientador. Esta
quisa bibliográfica indicam a possibilidade dos sambaquis ação envolve o desenvolvimento de uma pesquisa qualitati-
do litoral Nordestino apresentarem características seme- va com os professores coordenadores de área do PIBID, pro-
lhantes ao sambaquis do Litoral Equatorial, caracterizados fessores supervisores do PIBID e professores coordenadores
por paleoambientes com ampla variedade de ecossistemas, de cursos de licenciatura. Esta etapa encontra-se em estágio
de alta produtividade, previsibilidade e diversidade de re- inicial e no momento estamos ainda realizando as entrevis-
cursos aquáticos, principalmente. tas semiestruturadas a transcrevendo as mesmas.

Palavras-chave: Sambaqui, cerâmica local, contato, complexidade emergente Palavras-chave: Formação de professores; políticas públicas; ensino de biologia.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da
FAPITEC/SE
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 456

HISTÓRIA DA MUNICIPALIZAÇÃO DO ENSINO NO O PROBLEMA DA DEMARCAÇÃO CIÊNCIA/


BRASIL: A EXPERIÊNCIA DO ESTADO DE SERGIPE PSEUDOCIÊNCIA/ RELIGIÃO NO SÉCULO XVII
(1988-2014)
Bruno de Sousa Bezerra; Sergio Hugo Menna
Malu Gomes de Almeida Barretto; Fábio Alves dos Santos
O principal objetivo da pesquisa foi identificar as principais
O relatório apresenta os resultados do plano de trabalho razões que, no início do século XVII, levaram o filósofo Fran-
com foco na cidade Itaporanga D’Ajuda. Esse artigo faz par- cis Bacon a propor uma separação entre ciência e religião.
te do projeto “A História da municipalização do ensino no Em vista desse objetivo, iniciei meu Relatório apresentan-
Brasil: a experiência do Estado de Sergipe (1988-2014)”. O do, na perspectiva de Bacon, a importância da fundamen-
projeto elucida a municipalização do ensino após a Consti- tação do conhecimento científico e do seu progresso como
tuição Federal de 1988, que foi complementada pela Lei nº benefício para a sociedade. Parti desse ponto com fito de
9.394, de 20 de dezembro de 1996 das novas Diretrizes e Ba- enfatizar a relevância dessa separação para ambas as esfe-
ses da Educação Nacional. A partir destas regulamentações, ras, a ciência e a religião. Os procedimentos metodológicos
houve uma organização das obrigações de cada instância, utilizados foram: leitura, análise e fichamento de textos. Os
orientando uma maior independência dos municípios em resultados alcançados na pesquisa foram os seguintes: pri-
relação à educação. Feito a partir de visitas ao município de meiro, uma descrição dos motivos que influenciaram Bacon
Itaporanga d’Ajuda para coletar informações o que levou a a propor a separação entre ciência e religião; segundo, uma
conclusão do relatório apresentado. Os objetivos da pesqui- explicação da importância que Bacon concede à eliminação
sa são informar como está a evolução da municipalização dos ‘ídolos’ que ocupam a mente, ídolos ou preconceitos
no município e perceber como as escolas estão estrutural- dos quais surgem as pseudociências e as falsas crenças; por
mente e financeiramente. Focado no estudo do Ensino Bá- fim, uma defesa de que, para Bacon, a religião não deve ser
sico e Ensino Fundamental, ambos dentro da jurisdição da eliminada para que a ciência possa progredir, mas que ela
Secretária Municipal de Educação de Itaporanga d’Ajuda. O não pode influenciar a investigação científica.
resultado apresenta que a Secretária Municipal de Educação
Palavras-chave: Palavras-Chave: Francis Bacon; Ciência; Religião.
ainda necessita de manutenção para poder abarcar o que foi
orientado por meio das leis já citadas anteriormente. Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq

Palavras-chave: Municipalização; Educação; Itaporanga d’Ajuda

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 457

CRIPTOJUDAÍSMO TARDIO: ASPECTOS AMBIENTALIZAÇÃO CURRICULAR:


CABALÍSTICOS EM O GRANDE SERÃO VEREDAS ÊNFASE NA GESTÃO

Isis Carolina Garcia Bispo; Marcos Silva Jorge Luiz dos Santos; Maria Inez Oliveira Araujo

Nesta pesquisa, a Cabala é tratada como um elemento Implementar atitudes éticas que justifiquem a melhoria na
norteador para identificar os indícios do “criptojudaísmo qualidade de vida em nosso planeta, necessita que a comu-
tardio”. Para esclarecer a terminologia, designamos como nidade desenvolva uma visão crítica reflexiva sobre a ma-
“criptojudaísmo tardio” às práticas criptojudaicas encon- neira de lidar com as questões ambientais no nosso coti-
tradas entre os descendentes de cristãos-novos durante diano. A educação ambiental aparece nesse contexto como
o século XIX e primeiras décadas do século XX. Para isso, alternativa para promover a mudança de pensamento que
utilizamos a obra, da literatura brasileira que apresenta o seja capaz de abrir espaços de discussões, proporcionando
semiárido como cenário de atuação, ou seja, o “Grande ser- uma nova mentalidade. É nessa direção que as pesquisas
tão: veredas”. O criptojudaísmo é um objeto permeado de sobre ambientalização curricular na educação superior
ambiguidades, por isso o aporte conceitual escolhido, para surge propondo uma atenção maior aos aspectos da for-
fundamentar a pesquisa, está fundamentado na micro-his- mação pessoal critico refletivo e suas relações com o meio.
tória italiana e na sociologia do segredo de Georg Simmel. Essa pesquisa teve como objetivo verificar a ambientaliza-
Sendo que, foi utilizada como recurso metodológico a pes- ção curricular na UFS. Para tanto, a pesquisa de abordagem
quisa bibliográfica, a partir do levantamento do estado da qualitativa, buscou estudar em que medida os servidores e
arte da temática, o que direcionou a análise dos textos e a gestores de alguns órgãos da reitoria percebem ou imple-
confirmação das hipóteses levantadas. Deste modo, no de- mantam ações que efetivem práticas que contribuam para
senvolvimento deste projeto de pesquisa ao analisar a obra a sustentabiidade. O primeiro passo foi definir indicadores
de Guimarães Rosa, “O grande Sertão: Veredas”, a partir de a fim de auxiliar a elaboração dos instrumentos de coleta
alguns elementos místicos comuns, coletados em pesqui- e discussão dos dados. Os dados foram obtidos mediante
sas desenvolvidas por estudiosos da área e na leitura atenta questionários com funcionários e entrevistas com gestores
da obra, foram prescutado elementos místicos comuns a responsáveis por setores estratégicos na implementações
variedade de ritos, costumes e tradições do sertão e, sobre- de ações sustentável. Após análise foi possível inferir que
tudo a influência da maçonaria, uma irmandade destinada quando se diz respeito a formação cidadã, aos aspectos am-
à proteção mútua e de caráter esotérico (o que pode ter bientais vigentes na UFS, apesar da universidade ter toman-
atraído os criptojudeus praticantes da Cabala), e endossa- do iniciativas importantes para iniciar essa formação, ainda
das pelo do interesse de Guimarães Rosa pela Cabala. é insuficiente, por vários motivos, sua completa efetivação.

Palavras-chave: Cabala. Criptojudaísmo Tardio. Grande Sertão Veredas Palavras-chave: Educação Ambiental; Ambientalização Curricular; Gestão Ambiental

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS. Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 458

EDUCAÇÃO E TRÂNSITO EM ARACAJU/SE: ANÁLISE DO PERFIL DO DOCENTE DE FILOSOFIA


UMA ANÁLISE DA VIOLÊNCIA E DAS AÇÕES DE NA REDE PÚBLICA ESTADUAL
CONSCIENTIZAÇÃO
Amanda Santos Lima; Christian Lindberg Lopes Do Nascimento
Cristiane Fatima Pferl; Nelson Fernandes Felipe Junior
O presente relatório resulta da pesquisa vinculada ao Pro-
O Brasil apresenta altos índices de violência no trânsito, grama Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC),
elucidando um grave problema nacional. Aracaju/SE está na qual o objetivo é apresentar a análise dos documentos
inserida nesse contexto, com elevada média mensal de da legislação federal que abordam a formação do profes-
acidentes, muitos deles fatais. Diante disso, é necessário sor de Filosofia no Brasil, assim como a visão de alguns te-
expandir e qualificar as ações públicas e valorizar a partici- óricos da educação a respeito da formação de professores
pação de toda a sociedade visando reduzir esse alarmante de Filosofia. Foi exposto o quê a legislação discute sobre a
quadro. O objetivo do trabalho é analisar a violência e as educação pública brasileira, quais as implicações e subje-
ações públicas voltadas à educação no trânsito em Aracaju/ ções acerca do tema e uma análise sobre posicionamento
SE. Os procedimentos metodológicos adotados foram: pes- que o professor de Filosofia tem perante a atual realidade
quisa bibliográfica; reuniões para orientação; discussões de educacional. O trabalho visa uma análise sobre a formação
textos; trabalhos de campo e entrevistas; coleta de dados; do professor e como ele aplica os seus métodos em sala de
sistematização (teoria, dados e empírico); apresentação dos aula. No primeiro momento, o texto retrata sobre alguns fa-
resultados. O estudo revela que fatores como o desrespeito tos históricos fundamentais. No segundo instante articula
às regras de tráfego, pressa dos condutores, despreparo dos sobre a formação dos professores e como esta formação
motoristas, falta de cuidados com a manutenção dos veí- interfere no desenvolvimento do estudante, logo após, há
culos, excesso de velocidade, embriaguez, entre outros, são uma discussão a respeito da metodologia do docente de Fi-
causas de vários acidentes. Criar estratégias para estimular losofia. Do ponto de vista metodológico, esta pesquisa tem
a conscientização dos condutores e pedestres, como a rea- um caráter qualitativo, analisando alguns documentos do
lização de campanhas educativas permanentes (nos meios MEC: Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Mé-
de comunicação, na internet, nas escolas e universidades dio – Filosofia (PCNEM); Orientações Curriculares Nacionais
etc.) e aumentar a fiscalização no trânsito (radares eletrô- (OCN); e a Formação de Professores do Ensino Médio.
nicos, por exemplo), são imprescindíveis para reduzir os
Palavras-chave: Educação, ensino, Filosofia, formação docente, professor
acidentes, principalmente no espaço urbano. A educação
de Filosofia
no trânsito pode e deve desenvolver atitudes e comporta-
mentos adequados no meio social, resultando em redução Apoio Financeiro: PIBICVOL

da violência e valorização da vida.

Palavras-chave: Educação; trânsito; conscientização; violência

Apoio Financeiro: NÃO POSSUI


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 459

CARACTERIZAR O CONCEITO DE DIREITO PARA LOCKE E A INGLATERRA DO SÉCULO XVII


JOHN LOCKE
Fernanda Souza Carvalho Mota; Christian Lindberg Lopes Do Nascimento
Beatriz Menezes de Carvalho; Christian Lindberg Lopes Do Nascimento
Este relatório contêm as análises realizadas sobre John Lo-
Esta pesquisa teve como objetivo fundamental analisar o cke e a Inglaterra do século XVII. Destaca-se que John Locke
conceito de direito. Temas relevantes para a construção do nasceu em 8 de agosto de 1632 e faleceu em 28 de outubro
mundo contemporâneo como propriedade, trabalho, tole- de 1704. Atentando-se a essas datas, o objetivo deste pre-
rância, dinheiro e direito compõem as palavras-chave enfa- sente trabalho é compreender os elementos culturais, so-
tizadas durante a pesquisa. Toda a análise é tecida à luz dos ciais, políticos e econômicos que repercutiram na concep-
escritos de John Locke, um dos principais pensadores sobre ção jusnaturalista do autor. Mais especificamente, como as
estes assuntos, quem, inclusive, anteviu a importância das transformações políticas, a exemplo da Revolução Gloriosa,
transformações sociais que ocorreram em seu tempo e que e as transformações religiosas, como o embate entre cató-
ainda hoje têm ampla aplicabilidade. Como fundamenta- licos e protestantes, influenciaram, direta ou indiretamen-
ção teórica complementar, foram utilizados escritos de al- te, na construção do seu conceito de Direito. Além desses
guns dos comentadores do ilustre filósofo. A pesquisa re- aspectos, ocorria na Inglaterra do século XVII, uma inédita
úne algumas das principais justificativas lockeanas e tenta, expansão do comércio e posterior promulgação da primei-
como em um quebra-cabeça, remontar as ideias surgidas ra lei Assistencial, cuja função era efetivar políticas assisten-
há mais de três séculos. Para atingir o objetivo desta pesqui- cialistas para determinadas camadas sociais. É importante
sa, isto é, o conceito de direito em John Locke, foram cons- ressaltar que todos esses pontos terão uma melhor compre-
truídas relações de comparação entre o estado de natureza ensão no decorrer deste trabalho, a partir do seu detalha-
e a sociedade contratual pensada pelo filósofo inglês, a fim mento e referências mais precisas.
de garantir uma profunda e segura fundamentação teórica.
Palavras-chave: Locke, Inglaterra, direito, revolução, propriedade.
Não menos importante foi a análise cautelosa acerca da to-
lerância, assunto atemporal que até os dias atuais ainda não Apoio Financeiro: PIBICVOL
foi completamente elucidado para fins de aplicação social
e, portanto, para a realização do que muitos chamam de
utopia: a concretização do Estado Democrático de Direito.

Palavras-chave: Contratualismo, Direito, Locke, propriedade, tolerância.

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 460

ARGUMENTAÇÃO NO ENSINO DE TRIGONOMETRIA DIÁRIOS ONLINE COMO ESPAÇO DE FORMATIVO


DE DOCENTES A(U)TORES
Tamara Melo Santos; Joao Paulo Attie
Arlene Araujo Domingues Oliveira; Simone de Lucena Ferreira
Em nossa pesquisa procuramos analisar como os livros di-
dáticos estão trabalhando a argumentação no ensino de Este trabalho de pesquisa está vinculado ao trabalho in-
trigonometria na 2 série do ensino médio. Nossa base te- vestigativo desenvolvido no projeto intitulado “As narrati-
órica foram os tipos de argumentação descritos por Sales vas digitais no Pibid/Pedagogia: rastros de uma pesquisa-
(2011) que são a argumentação explicativa e a argumenta- -formação”. Este projeto teve como campo de investigação
ção justificativa, sendo a primeira destinada ao simples con- o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência
vencimento, de maneira esquematizada. Já a segunda, não (Pibid) do curso de Pedagogia da UFS, Campus Prof. Alberto
apenas se destina ao simples convencimento, mas também Carvalho em Itabaiana-SE. O Pibid/Pedagogia desenvolve
a apropriação do conhecimento. Nosso objetivo foi identi- desde 2014 o subprojeto “Leitura, diversidade e ludicidade
ficar e analisar as argumentações presentes em livros didá- na formação docente: desafios para a educação” que esta
ticos referente as principais Relações Trigonométricas. Estu- dividida em quatro eixos temático sendo um deles o de
damos a teoria e, sem seguida, trabalhamos com os livros Formação de Professores, que tem como objetivo discu-
propostos pelo Plano Nacional do Livro Didático (PNLD) tir, produzir e compartilhar diferentes formas de ensinar e
2015, em relação ao conteúdo matemático. A maioria dos aprender com as Tecnologias da Informação e Comunica-
livros analisados apresenta o conteúdo fazendo a exposi- ção (TIC). As atividades formativas desenvolvidas nesse eixo
ção das relações, sem sequer fazer algum tipo de demons- pelas bolsistas de iniciação à docência (ID), durante os três
tração. Das relações pesquisadas a única em que aparece anos de desenvolvimento do Pibid/Pedagogia nas escolas
argumentação justificativa foi a Relação Fundamental sen2 de Itabaiana-SE, utilizaram a metodologia da pesquisa-for-
(x) + cos2 (x) = 1, embora nem todos os livros a apresentem. mação multirreferencial. Nesta pesquisa de iniciação cien-
As demais relações aparecem de forma meramente exposi- tífica analisamos as narrativas postadas nos diários online
tiva, na maioria dos livros, ou com argumentação explicati- das bolsistas de ID, que utilizaram diferentes linguagens e
va, mas, em nenhum caso, com argumentação justificativa. formatos tais como: imagens, vídeos, textos e áudios. Como
Chegamos à conclusão que em todas as relações pesquisa- resultado, observamos que nem todos os bolsistas conse-
das há possibilidade de argumentação justificativa, poden- guiram utilizar os diários online como espaço de reflexão,
do facilitar o aprendizado do aluno. produção e compartilhamento de conhecimentos, mas
muitos porém, conseguiram fazer deste ambiente um espa-
Palavras-chave: Argumentação, livro didático, trigonometria
çotempo multirreferencial de formação.
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
Palavras-chave: Diários online; Pibid; Pesquisa-formação; Educação.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 461

INQUÉRITO POLICIAL E TENSÕES NO COTIDIANO TREINAMENTO DE PERCEPÇÃO DE EMOÇÕES


DO BAIXO SÃO FRANCISCO FACIAIS PARA PROMOÇÃO DA SAÚDE EM GRUPOS
VULNERÁVEIS LGBT
Joemilly Nunes Do Nascimento; Marcelo de Almeida Ferreri
Amanda Silvestre Santos Goncalves; Lucas Menezes Silva; Lucas
Esta pesquisa teve como objeto de estudo os conflitos do
Menezes Nunes; Elder Cerqueira Santos
cotidiano dos ribeirinhos que vivem o processo de de-
senvolvimento regional visto a partir de ocorrências de O preconceito, a discriminação e o estigma sofrido com fre-
homicídios por motivo fútil.Esse estudo é seguimento de quência pelas minorias sexuais contribuem para o aumento
investigações feitas nos documentos reunidos a partir de da prevalência de transtornos mentais, como estresse, de-
um trabalho de perícia socioambiental em processos da 2ª pressão, ansiedade e suicídio. Por conseguinte, foi realizado
Vara de Justiça Federal de Sergipe, no período de 2011 a este estudo objetivando investigar a saúde mental de ho-
2016, realizado pelo Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Ex- mossexuais e bissexuais do Brasil. Responderam ao instru-
clusão, Cidadania e Direitos Humanos. Tomamos os inqué- mento on-line 414 homossexuais e bissexuais, 255 homens
ritos policiais, parte desta documentação, como textos que e 152 mulheres com idade entre 18 e 64 anos (M=24,25;
expressam contradições do cotidiano do Baixo São Francis- DP=5,762), de diversos estados do Brasil. No instrumento,
co e dedicamos um olhar menos focado na trama criminal foram utilizados Questionário de Saúde Geral (QSG), Escala
registrada e mais interessado no panorama sócio histórico de Homofobia Internalizada, Positive and Negative Affect
que se oferece como pano de fundo para os acontecimen- Schedule (PANAS) e Overall Anxiety Severity and Impair-
tos policiais ali inscritos. Encontramos tensões relacionadas ment Scale (OASIS), além de questões acerca das caracte-
à lógica individualista, ao incremento da agricultura meca- rísticas sociodemográficas e sexuais dos participantes. Com
nizada, às alterações no modo produção, à agroindústria, relação à Saúde Geral e à Ansiedade, a amostra expressou
às dificuldades de pesca, às alterações sobre como se dá as escores moderados em ambas. Também, foi observado um
festas e o transporte desde meados do século XX. nível moderado a alto tanto para Afetos positivos quanto
negativos. Já no que diz respeito à Homofobia, a amostra
Palavras-chave: Baixo São Francisco; Desenvolvimento; Impacto Socioambiental
apresentou baixo nível de Homofobia Internalizada e nível
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da CNPq moderado de Homofobia Externalizada na escala. Outros-
sim, foi observada relação significativa entre a variável Afe-
tos Negativos e as variáveis Homofobia Externalizada, Sin-
tomas de Ansiedade e Afetos Positivos para toda a amostra.
Além dessas relações, também se observou significância
nas relações entre Sintomas de Ansiedade e as variáveis
Afetos Positivos e Homofobia Externalizada.

Palavras-chave: Homofobia; Ansiedade; LGBT

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 462

LEVANTAMENTO E ANÁLISE DOS BENS OBJETIVOS PROCEDIMENTAL E ATITUDINAL


INVENTARIADOS NA CAPITANIA DE SERGIPE DEL NO DESENVOLVIMENTO DE TESTES DE
REI (1800-1822) DESEMPENHO ESCOLAR

Ana Claudia Pereira; Carlos de Oliveira Malaquias Fabricia Leoniza de Araujo; Alice Alexandre Pagan

Compondo o projeto “Riqueza e Escravidão em Sergipe Del Este estudo teve como propósito a construção de um ques-
Rei: passagem do século XVIII para o XIX”, que intenta com- tionário com objetivos procedimentais e atitudinais, tendo
preender as mudanças no perfil socioeconômico da região como temática as DST. A metodologia adotada nessa pes-
entre fins do período colonial e o Império, a presente pes- quisa parte de uma abordagem quali-quantitativa. O instru-
quisa perscrutou a composição e a distribuição da riqueza mento de coleta de dados foi feito a partir de um questio-
dos sergipanos no início do Oitocentos. Para tanto, foram nário. Para a elaboração deste, foram realizadas pesquisas a
utilizados os inventários post-mortem, processos judiciais respeito do desempenho escolar e os diferentes testes de
que, visando à transferência legais de bens, copilavam to- avaliação. Buscamos compreender a aproximação e o dis-
dos os itens que compunham o patrimônio dos proprietá- tanciamento dos saberes científicos e os saberes tradicio-
rios falecidos, as técnicas da História Quantitativa e Serial, nais sobre este assunto, com isso as alternativas das ques-
ou seja, a produção de longas séries estatísticas e temporais tões tinham um gradiente partindo do senso comum para
de informações, por meio do Statistical Package for the So- o científico. Para a análise dos dados, utilizamos o programa
cial Sciences – “pacote estatístico para as ciências sociais” - , SPSS (Statistical Package for Social Sciences) foram reali-
como também da História Espacial e dos Sistemas de Infor- zadas as frequências simples, e feitas correlações de Spe-
mação Geográfica (SIG), por meio do software “ArcGIS”. Os arman. Concluímos que é viável a construção de um teste
resultados encontrados, analisados per si e em comparação de desempenho com objetivos procedimentais e atitudi-
com outros estudos feitos para diferentes regiões da Amé- nais, também podemos concluir, que a maioria dos alunos
rica Portuguesa, mostraram uma economia basicamente estava acima do esperado para alunos que acabaram de
agropastoril, com altos índices de concentração de riqueza, concluir o ensino fundamental, tendo a maioria uma maior
e uma estrutura produtiva extensiva e altamente escravista, bagagem de conhecimento científico, sempre marcando
com linhas claras de divisão entre as diferentes culturas. alternativas que apresentavam termos mais próximos dos
científicos. E uma pequena parte desses alunos ainda pos-
Palavras-chave: História Econômica, Sergipe colonial, riqueza, inventários
sui um conhecimento mais próximo do senso comum, ten-
post-morten
do algumas dessas alternativas assuntos relacionados ao
Apoio Financeiro: PIBICVOL preconceito, principalmente nas questões que abordam o
relacionamento interpessoal, podendo ocasionar impactos
negativos no contexto social.

Palavras-chave: Palavras chave: Ensino de Ciências; procedimental atitudinal

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 463

ANÁLISE DA UTILIZAÇÃO DA CATEGORIA GÊNERO OS LIMITES DO CONCEITO LOCKEANO DE DIREITO


NAS DISSERTAÇÕES INVENTARIADAS SOBRE O
Hannah Silva Linhares; Christian Lindberg Lopes Do Nascimento
MEDIEVO (2000-2015)
Considerando que o período denominado como Moderni-
Cassiano Celestino de Jesus; Bruno Goncalves Alvaro
dade trouxe grandes contribuições dentro dos mais diver-
Em nossa pesquisa, realizamos um debate historiográfico e sos âmbitos, o Direito, a Ciência política e a Filosofia não
teórico acerca da perspectiva do gênero nos estudos sobre foram exceções. E, dentre os pensadores que contribuíram
o medievo. As reflexões foram realizadas a partir da análise para o desenvolvimento das áreas supramencionadas e
das dissertações de alguns/as medievalistas brasileiros/as para a reflexão acerca das mesmas, há de se ressaltar o filó-
que tem desenvolvido trabalhos fundamentados nesse ar- sofo inglês John Locke. O objetivo geral do presente projeto
cabouço teórico entre os anos de 2000 a 2015. Além de re- consistiu na definição do conceito de direito para o filósofo
alizar um levantamento quantitativo de tais trabalhos, bus- inglês, através da compreensão do impacto dos elementos
camos, sobretudo, compreender os caminhos seguidos por históricos, sociais, culturais e econômicos do período no
estes/as historiadores/as no que se refere às questões de qual Locke concebeu o seu conceito de direito, bem como
gênero e perceber sob quais autores/as estão ancoradas as caracterizando as peculiaridades deste conceito para John
suas pesquisas nos últimos anos. Além disso, questionamos Locke e, por fim, fazendo uma breve reflexão acerca do ca-
a possibilidade de se pensar o Gênero no Medievo, a partir ráter universalista do conceito de direito do autor. Tratan-
de outros postulados, e de outras abordagens diferentes da- do-se, em especial desse último ponto, este abrangeu além
quelas apresentadas pelos/as medievalistas estudados/as. da leitura base da obra do próprio filósofo, a leitura de co-
A ideia é apontar outros possíveis conceitos/abordagens de mentadores e estudiosos, a fim de refletir sobre e traçar a
Gênero para quem se interessa por tais estudos no campo extensão da universalidade do conceito de direito concebi-
da História Medieval. Assim, apresentamos os pensamentos do por John Locke.
da pós-estruturalista Judith Butler e os chamados Estudos
Palavras-chave: Conceito, Direito, John Locke.
Queer, na tentativa de ressaltar suas potencialidades como
um método profícuo de pesquisa. Desta forma, esperamos Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
compreender um pouco mais o desenvolvimento das inves-
tigações científicas sobre a Idade Média no nosso país, ten-
do a teoria em questão como pano de fundo para a abertu-
ra de novos caminhos de interpretação da documentação
medieval, principalmente, no que concerne às perspectivas
de Gênero na História.

Palavras-chave: Idade Média; Gênero; Historiografia.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 464

NARRATIVAS FORMATIVAS DE ESTUDANTES FOTOGRAFIA, HISTÓRIA E MEMÓRIA:


TRANSEXUAIS DA UNIVERSIDADE FEDERAL TEORIA E PRÁTICA
DE SERGIPE
Rafael Silva de Mendonca; Antonio Fernando de Araujo Sa
Madson de Santana Santos; Alfrancio Ferreira Dias
Essa comunicação objetiva apresentar as atividades desen-
O propósito deste texto é refletir sobre o processo forma- volvidas no projeto de pesquisa “Fotografia, História e Me-
tivo de estudantes transexuais na Universidade Federal de mória: Marcel Gautherot e o Sertão do Rio São Francisco”, no
Sergipe. A partir da ideia de currículo como um artefato qual realizamos alguns exercícios de análise das imagens
cultural envolvido em relações de poder e na produção dos do referido fotógrafo francês, na sua leitura etnográfica da
sujeitos, questiona-se: a presença de estudantes transexu- cultura ribeirinha são franciscana sobre as Carrancas, as ci-
ais gera questionamentos e desestabilizações às normas de dades de Bom Jesus da Lapa (Bahia) e Penedo (Alagoas) e
gênero, desencadeando novas formas de aprendizagens e as Usinas de Três Marias (Minas Gerais) e Paulo Afonso (BA).
de negociações no que se refere às discussões de gênero Suas fotografias permitem compreender facetas de um Bra-
e sexualidades no ensino superior? Metodologicamente, sil em transição para a modernidade e as permanências do
utilizamos uma abordagem qualitativa pós-crítica, através arcaico, ao criar um rico acervo do cotidiano do sertão bra-
da realização de entrevistas narrativas. Infere-se que os cor- sileiro, principalmente da população mais pobre com suas
pos transsexuais na universidade contribuem para o início e manifestações culturais, fundindo beleza estética e rigor
desenvolvimento da desconstrução de práticas educativas etnográfico. Também permitem refletir sobre o papel cru-
marcadas pelo princípio da regulação normativa de gênero, cial do Rio São Francisco para a interligação entre as provín-
e fazem entender que a universidade também pode ser um cias do Norte e do Sul durante a época colonial e imperial
campo de (des)aprendizagens dessas regulações, a partir e como essa imagem serviu como instrumento ideológico
de inserção, permanência e fricções que pessoas transexu- do Estado para um projeto de construção da nacionalidade.
ais realizam. Com isso, compreendemos a importância do Desse modo, foi possível ao aluno compreender a criação
tema para ampliar e fomentar as discussões a respeito do imagética do Nordeste, através das fotorreportagens feitas
mesmo, bem como produzir acervo para futuras pesquisas, pelo autor nas Revistas O Cruzeiro e Módulo, cujas fotogra-
uma vez que a bibliografia que versa sobre a temática ainda fias utilizavam o enquadramento padrão de 6 cm x 6cm, por
é muito escassa. conta da máquina utilizada por ele ser a Rolleiflex.

Palavras-chave: Currículo; Identidade de Gênero; Transexualidade. Palavras-chave: Fotografia, Olhar Etnográfico, Marcel Gautherot, Rio São Francisco.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 465

HISTÓRIAS DE VIDA E SABERES DOCENTES DE MAPEAMENTO DO CONCEITO DE ELEMENTO NA


PROFESSORES DA EDUCAÇÃO INFANTIL DO METAFÍSICA E NA FÍSICA, DE ARISTÓTELES
MUNICÍPIO DE ARACAJU
Marcos Roberto Santos Pereira; Rodrigo Pinto de Brito
Jully Caroline Santos Nascimento; Catarine de Lourdes Ramos de
O presente projeto se estabeleceu como continuidade do
Oliveira; Ana Maria Lourenco de Azevedo
projeto “O conceito de “Elemento” em Aristóteles”. De tal
Este trabalho faz parte de uma pesquisa que objetivou am- modo, portanto, além de aprofundar o conhecimento acer-
pliar estudos que tomam a temática da formação docente ca da teoria geral aristotélica e desenvolver as conclusões
e seus processos de subjetividade, instituindo relações per- às quais se hava chegado no projeto anterior, este se volta
tinentes entre subjetividade, histórias de vida e saberes de mais aproximadamente para a discussão atual em torno de
professores de Educação Infantil. O objetivo foi analisar as quais são os elementos verdadeiramente postulados por
histórias de vida na perspectiva dos processos de subjetiva- Aristóteles. A favor da tese de que os contrários, a saber,
ção em relação à infância dos referidos professores, buscan- quente e frio, seco e úmido, são os elementos verdadei-
do identificar como a vida particular, subjetiva, dos docen- ramente postulados por Aristóteles estão comentadores
tes tem produzido marcas na sua história de “ser professor” e como David Ross e H. H. Joachim. A favor da tese de que
na produção e (re)significação de suas concepções, saberes os corpos simples são os elementos está Timothy J. Crow-
e práticas. Trabalhos publicados sobre as histórias de vida ley. Visto já termos trabalhado com os testox de Crowley
de professores evidenciadas em seus processos de subjeti- no projeto passado, continuamos com a leitura de dois
vidade permitem focalizar os sujeitos compreendidos a par- de seus artigos, que se mostraram muito proveitosos, por
tir de seus reais contextos: históricos, sociais, políticos, elu- nos disponibilizar uma gama de referências a bibliografia
cidando, as circunstâncias e os “lugares” que esses sujeitos primária e secundária, bem como pela boa argumentação
têm ocupado em todo o percurso da formação e das práti- desenvolvida, para cuja aceitação nos inclinamos. De modo
cas pedagógicas. Desenvolveu-se uma pesquisa qualitativa complementar à leitura dos textos de Timoty J. Crowley, se
com 16 professores de 3 escolas públicas de Aracaju, tendo fez presente a leitura dos textos clássicos referenciados, a
como categorias de análise: memória docente, saberes edu- todo momento sendo feitos fichamentos. Como conclu-
cativos sobre infância/educação infantil. A análise revelou a são alcançamos tanto uma visão mais abrangente do tema
impossibilidade de se desvincular o professor de seu discur- quanto nos deparamos com a necessidade de estabelecer o
so, de sua história de vida. A escuta pôde difundir um olhar que é tido por elemento em Aristóteles, para daí nos voltar-
mais estético, mais humanizado da educação/educadores mos para a diferenciação deste conceito e o de causa mate-
sergipanos contemporâneos trazendo para a UFS novas for- rial, e com isto desenvolvermos as conclusões alcanças no
mas de subjetivação docente, importante para redefinição projeto de pesquisa anterior.
de projetos de formação do professor.
Palavras-chave: Aristóteles; elementos; contrários primários.
Palavras-chave: Educação Infantil,Histórias de Vida, Saberes docentes.
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 466

A AQUISIÇÃO DA NORMA SOCIAL ANTIRACISTA E FISIOLOGIA DA PAISAGEM: ANÁLISE QUALITATIVA


AS VARIAÇÕES NA EXPRESSÃO DO RACISMO DOS ELEMENTOS FÍSICOS E ANTRÓPICOS
EM CRIANÇAS. DA PAISAGEM

Edson Augusto de Souza Neto; Dalila Xavier de Franca Luana Daniella Silva Almeida; Renata Nunes Azambuja

Este trabalho traz um apanhado teórico sobre as relações A presente proposta teve como princípio delinear as ati-
estabelecidas entre o racismo, o preconceito e as normas vidades que integrarão o inventário básico criado para a
sociais. Retoma um caminho já percorrido por diversas implantação do projeto Base Zero na sub-bacia do Riacho
pesquisas e possui o intuito de apresentar a influência da Salgadinho, localizado no município de Canindé do São
norma antirracista na expressão do preconceito racial em Francisco/SE. Esta primeira etapa visou caracterizar o fun-
crianças. Para tanto, realiza-se uma pesquisa empírica com cionamento da bacia escolhida, para então ao longo de
crianças de 5 a 8 anos de idade que permite identificar em pelo menos três anos acompanhar os processos geomórfi-
que idade a influência da norma antirracista passa a ser per- cos de reajuste dos cursos de fluviais efêmeros. Fazem parte
ceptível. Verificou-se se o desenvolvimento das crianças de deste conjunto de ações a produção de um banco de da-
fato favorecia a aquisição da norma antirracista, se havia dos georreferenciado, realização de visitas de campo e de
relação entre a expressão velada do preconceito racial e o um mapeamento geomorfológico de detalhe. O principal
desenvolvimento da Teoria da Mente, e se as crianças apre- impacto negativo detectado é o afloramento de sais no pe-
sentavam racismo aversivo quando havia oportunidade rímetro correspondente ao leito e as margens, juntamente
para tal. Posteriormente, verifica-se se as crianças expressa- com a compactação do solo realizada pelo gado. Embora
vam preconceito racial na ausência da norma social antirra- a representação cartográfica deste relatório não tenha sido
cista. Para complementar esse último dado, o pesquisador efetivada, foi possível determinar diferentes níveis de esta-
também verificou se a criança possuía capacidade de reali- bilidade e degradação das características físicas (levando
zar distribuições igualitárias, ou seja, se conseguia realizar em consideração a intensidade dos processos atuantes,
divisões meio a meio. foram encontrados os três tipos: meios-estáveis, meios-in-
tegrades, e meios fortemente instáveis.), que acoplados aos
Palavras-chave: racismo, preconceito, normas sociais, infância
resultados de análise quantitativa dos materiais estrutura-
Apoio Financeiro: PIBICVOL dores podem nos fornecer importantes dados na gestão e
recuperação de áreas degradadas. A adoção de práticas de
manejo conservacionista, como a futura instalação do bar-
ramento no canal, pode-se representar um grande avan-
ço para populações que carecem do recurso mais preciso,
como a água potável.

Palavras-chave: Análise Ecodinâmica, Geomorfologia Dinâmica, Semiárido


de Sergipe

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 467

CRENÇAS E ATITUDES EM SAÚDE DE METODOLOGIAS DE APRENDIZAGEM ATIVA


ADOLESCENTES EM RELAÇÃO AO SUICÍDIO NO ENSINO DE FÍSICA: APRENDIZAGEM E
ENGAJAMENTO DOS DISCENTES
Maisa Carvalho Silva; Andre Faro Santos
Romario Lima Santos; Celso Jose Viana Barbosa
O suicídio vem se tornando um fenômeno de grandes pro-
porções nos âmbitos sociais e na saúde em razão do cresci- A metodologia de ensino mais eficaz depende dos objeti-
mento expressivo de óbitos no Brasil e em todo o mundo, vos de cada disciplina, das necessidades dos alunos e do
em particular na população jovem. Diante deste panorama, professor, além das limitações inseridas no ambiente de
o presente estudo objetivou investigar as crenças e os es- aprendizagem. Não existe “a” metodologia de ensino. Nes-
tereótipos acerca do suicídio na visão dos adolescentes, a se contexto, a Resolução em Grupo de Problemas Ricos em
sua relação e mensuração da distância social com estes ele- Contexto e a Instrução por Colegas surgem como metodo-
mentos comportamentais, além de questões relacionadas logias de ensino que podem adaptar-se a várias situações
ao tema. Participaram do estudo 286 estudantes do ensino de ensino, no entanto elas não são “algo mágico” que por si
médio de três escolas dos municípios de Itabaiana, Estân- só irá garantir que todos os aprendizes alcançarão os obje-
cia e Poço Verde, localizados no estado de Sergipe, sendo tivos propostos pelo professor. Por meio de análises quanti-
61,9% (n = 177) do sexo feminino e 55,2 % (n = 158) estu- tativa e qualitativa buscamos compreender sobre a apren-
dantes de instituições particulares. A população estudada dizagem e o engajamento dos alunos de uma turma de
não demonstrou possuir maior distância social concernente Física, do ciclo básico, da Universidade Federal de Sergipe
a pessoas que tentaram o suicídio, independentemente do a partir das metodologias aplicadas em sala de aula. Desta
tipo de vínculo e intimidade que possua com o indivíduo, a forma, apresentamos o tipo de pesquisa quantitativa, que
exemplo de colegas de classe ou familiares. A hipótese prin- está voltada para o desenvolvimento do estudo objetivo
cipal de que haveria maior distância social em virtude de ta- dos fatos, a partir de uma análise estatística dos dados co-
bus e rótulos não foi corroborada neste estudo. Entretanto, letados durante uma pesquisa, sobre determinado assunto
a associação de estereótipos negativos como fraco e frágil ou até mesmo algum tipo de metodologia trabalhada em
com o suicida foi corroborada e confirmada pelos achados sala de aula. Esses dados podem ser obtidos por meio de
na literatura, que também não mencionam a presença de perguntas fechadas e abertas, no qual você pode atribuir
atributos positivos para quem tentou o suicídio. Estes acha- valores a este tipo de pergunta.
dos demonstram a importância de uma maior conscienti-
Palavras-chave: Aprendizagem Ativa, Interação, Resolução de Problemas
zação sobre o suicídio e educação em saúde mental, bem
em Grupo.
como novas pesquisas relativas ao tema.
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
Palavras-chave: Adolescentes; Crenças; Distância Social; Estereótipos; Suicídio.

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 468

ELITES MÉDICAS: MODALIDADES DE CULTURA CORPORAL: METODOLOGIA CRÍTICO


INVESTIMENTO E FORMAS DE CONSAGRAÇÃO SUPERADORA E PEDAGOGIA CRÍTICA NA
EDUCAÇÃO FÍSICA
Thomas Hudson Silva Medrado; Fernanda Rios Petrarca
Nathalia Doria Oliveira; Benedito Carlos Liborio Caires Araujo
Esta pesquisa possui como um de seus focos de discussão
a questão que concerne às modalidades de investimento e Esse plano trabalho forneceu os resultados da pesquisa “Es-
formas de consagração da elite médica em Sergipe. Tal eixo tudo da teoria da Pedagogia Histórico Crítica e da Psicologia
de discussão fomenta a análise dos principais recursos so- Histórico Cultural nos cursos de licenciatura da Universida-
ciais que se destacam e que são valorizados para a compo- de Federal de Sergipe”, no que tange a relação pedagogia/
sição da elite profissional dentro do Estado. Para tanto, a in- psicologia presente no currículo de formação em educação
vestigação objetiva dos indivíduos que ocuparam cargos de física da Universidade Federal de Sergipe. Mesmo conside-
autoridade, com relação à análise de sua carreira acadêmica rando os limites da nossa formação para o debate, busca-
e profissional; suas origens sociais e a posição ocupada no mos analisar as principais defesas epistemológicas e peda-
espaço social, são vitais para compor um quadro interpre- gógicas da Pedagogia do Professor Reflexivo por considerar
tativo destes processos. Nesta perspectiva, a utilização da a necessidade histórica da constituição de espaços para que
metodologia prosopográfica dá conta da apreensão destes a Educação Física possa se apropriar de discussões sobre a
caracteres sociais na medida em que consegue aglutinar formação profissional a partir do acúmulo produzido pelas
em um só banco de dados os padrões que sobressaem em chamadas posturas mais progressistas. Chamamos atenção
uma longa análise histórica. Assim, o objetivo do presente para esta questão tendo em vista que há um distanciamen-
relatório será tanto o de apresentar como fora pensado e to da Educação Física quanto à reflexão pedagógica dos de-
composto o banco de dados dentro da proposta da pro- mais segmentos sociais, que apresenta como preocupação
sopografia, como também, de examinar os processos que a formação do profissional do ensino e, especificamente, as
viabilizaram o investimento profissional e condicionaram as reformulações dos cursos de Licenciatura. (TAFFAREL, 2014,
formas de consagração profissional da elite médica sergipa- p.10) Na ausência do debate necessário, o que percebemos
na atualmente. Dessa forma será possível não só a compre- é a adesão aos princípios das teorias hegemônicas, aten-
ensão de toda uma gênese social da profissão médica em dendo ao pressuposto do consenso e da moda.
Sergipe, como também nos é permitida a evidenciação da
Palavras-chave: Pedagogia Histórico Crítica;Psicologia Histórico Cultural
formação e configuração de suas elites, tudo isso sem igno-
rar seus processos históricos particulares. Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq

Palavras-chave: Medicina, Prosopografia, Política, Elite.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 469

A RAZÃO NEOLIBERAL E O SUJEITO A NAVEGAÇÃO EM SERGIPE: ROTAS,


EMPREENDEDOR DE SI MESMO. EMBARCAÇÕES, CARGAS E PERIGOS.

Aura Danielle Dantas de Santana; Eduardo Leal Cunha Priscyla Fernanda Oliveira Viana; Paulo Fernando Bava de Camargo

A pesquisa investigou processos de subjetivação na grade O Plano de Trabalho “A navegação em Sergipe: Rotas, em-
econômica inteligível em concepções teóricas da racionali- barcações, cargas e perigos” tem como objetivo apresentar
dade neoliberal, em que campos específicos não econômi- os resultados iniciais do projeto de pesquisa, iniciada em
cos podem ser decifrados em domínios econômicos, con- 2016, que versa sobre a distribuição de armas contempo-
forme análise em biopolítica, Foucault apresenta a incursão râneas no Nordeste, entre o final do século XIX e início do
do capital humano e de homo economicus na compreen- século XX. De forma mais específica, quer-se saber como se
são do empreendedor de si. A noção de capital humano deu o processo de dispersão das armas de fogo antes, du-
possibilitou os vínculos entre conceitos em dispositivos da rante e depois do período do Cangaço, sabendo que a via
literatura de autoajuda e a razão instrumental de Adorno e de chegada desse armamento no Brasil foi através das rotas
Horkheimer em dialética com a estética crítica que se deli- marítimas comerciais e dos portos. Para tanto, começou-se
neia na esteira cultural de massa. Desse modo, a literatura por realizar buscas no acervo de periódicos da Biblioteca
de autoajuda se investe de métodos em aprendizagem de Nacional Digital, tendo como chave de entrada os nomes
práticas subjetivas na cultura do empreendedor de si mes- das armas mais populares no Cangaço e em cada estado do
mo, em que ele é o próprio capital, e esse recurso torna-se Nordeste. As armas de fogo escolhidas para a pesquisa fo-
um custo psicológico e material em alocação de recursos ram: o fuzil e a pistola automática Mauser; fuzil Comblain;
raros e fungíveis, para fins que lhes são alternativos. A ra- fuzil ou carabina Mannlicher; pistola Luger Parabelum; ri-
zão instrumental busca a compreensão científica que nos fle Winchester; revólver Smith & Wesson; submetralhadora
orienta para a racionalidade do conhecimento, e em que Bergmann e fuzil-metralhadora Hotchkiss. Nesse ano de
momento a efêmera indústria cultural protagoniza um self projeto a pesquisa perpassou por periódicos de quatro es-
aparente em desvelamento da personalidade cosmética tados do Nordeste (BA, SE, AL, PE), obtendo um total 184
em manuais de autoajuda, e por quais impulsos a subjetivi- informações sobre a chegada das armas utilizadas desde o
dade se amolda a racionalidade econômica para fonte que final do século XIX até início do século XX. A análise feita
se legitima no sujeito que empreende o autoconhecimen- com base nas informações pesquisadas coloca em evidên-
to, em consonância com as condições de crescimento em cias o crescente uso desse armamento pelos policiais, pes-
demandas que lhes são próprias da subjetividade que bus- soas comuns da sociedade e cangaceiros, ao longo desse
cam ‘fórmulas mágicas’ do neoliberalismo no investimento período de crescimento da tensão entre as potências indus-
do capital humano afetivo. trializadas mundiais.

Palavras-chave: capital humano. Empreendedor de si. Autoajuda. Palavras-chave: Armamento; Portos; Cangaço
Capitalismo afetivo.
Apoio Financeiro: PIBICVOL
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 470

CRIANDO E PROCESSANDO DADOS SOBRE A COMERCIALIZAÇÃO DAS COMIDAS TÍPICAS NAS


MORTE EM PERSPECTIVA COMPARADA BENIN- FEIRAS DO MUNICÍPIO DE ITABAIANA: TRADIÇÃO,
BRASIL (FILMAGENS) IDENTIDADE E GERAÇÃO DE RENDA

Rubianne Do Carmo Jesus da Silva; Hippolyte Brice Sogbossi Leticia Menezes Santos; Sonia de Souza Mendonca Menezes

Os rituais da morte são os elementos centrais do projeto, le- Com esta pesquisa buscamos contribuir para a construção
vando em consideração que homens, mulheres, crianças e do conhecimento sobre a dinâmica econômica/cultural/so-
também divindades participam deles. As diferentes culturas cial dos pequenos estabelecimentos comerciais de comidas
e sociedades possuem concepções próprias, referentes ao típicas existentes nas feiras livres de Itabaiana. O objetivo
princípio da vida e da morte. Com o objetivo de compre- da nossa pesquisa constitui no estudo das relações eco-
ender a riqueza presente nessa temática, foram analisados nômicas, sociais e culturais existentes entre os principais
através do processamento de dados audiovisuais, dois pa- atores envolvidos nessa temática como também analisar a
íses que são riquíssimos culturalmente, o Benin e o Brasil, resistência desse comércio frente aos novos hábitos alimen-
que possuem similaridades em relação aos cultos religiosos tares da população. Como procedimentos metodológicos
prestados aos mortos e nas celebrações, que estão ligadas à foram realizados, pesquisa documental com revisão teóri-
herança cultural transmitida pela influência africana na for- ca e foram realizadas também a aplicação de questionários
mação da cultura brasileira. A particularidade de cada país com os proprietários dos pontos de vendas e com os con-
e a forma como lidam com a questão da morte revelam as sumidores. Com a pesquisa de campo foi possível perceber
características culturais fundamentais para o projeto. Tam- que essa atividade é transmitida de geração a geração e
bém permite analisar os simbolismos e distinguir como di- reproduzida pelas ruas de Itabaiana através da comerciali-
ferentes culturas lidam com a morte, proporcionando uma zação dos alimentos tradicionais nas feiras livres do municí-
reflexão sobre a temática, que ainda é encarada em muitas pio como os derivados de leite (queijo coalho, requeijão do
sociedades como tabu. Compreender a importância das re- sertão e da fazenda), os derivados da mandioca (pé-de-mo-
ligiões perante a morte implica que as diversas culturas e so- leque de massa de puba, beiju malcasado, saroio e farinha
ciedades possuem suas próprias concepções do tempo, dos de tapioca), pastel, caldo de cana e os biscoitos (amanteiga-
fatos acontecidos, do transcurso da vida e da morte. E as reli- dos, folheados, biscoito de tapioca e sete copas). Durante a
giões afro-brasileiras e africanas partilham, de certo modo e pesquisa foi possível perceber a importância da feira não só
com algumas variações, de crenças, práticas, rituais e visões em relação ao consumo dos alimentos, mas, também como
de mundo, que incluem as concepções de vida e morte. uma estratégia de reprodução para os grupos familiares ru-
rais e urbanos. O presente trabalho foi desenvolvido pelo
Palavras-chave: Morte, rituais, Benin, Brasil.
PIBICVOL e o resumo independente apenas voluntário.
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
Palavras-chave: Comidas típicas, feiras livres, tradição, identidade,
territorialidade

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 471

FLUXOS AÉREOS DE PASSAGEIROS EM SERGIPE: A ARGUMENTAÇÃO DE LICENCIANDOS DE


UMA ANÁLISE DO AEROPORTO SANTA MARIA, EM CIÊNCIAS SOBRE A VACINA E A VACINAÇÃO I
ARACAJU/SE
Juliana Lima de Oliveira; Marcio Andrei Guimaraes
Yan dos Santos Cardoso; Nelson Fernandes Felipe Junior
A argumentação é uma atividade social, na qual um ou mais
Os aeroportos são importantes pontos de concentração indivíduos, elaboram enunciados para justificar ou refutar
e dispersão de cargas e de pessoas. O transporte aéreo explicações para um determinado fenômeno. Partindo des-
é relevante para a economia e para a sociedade, com in- ta ideia, esta pesquisa teve por objetivo desvelar as concep-
cremento das interações espaciais e do desenvolvimen- ções que licenciandos de Ciências Biológicas têm sobre a
to regional e nacional. Em Sergipe, na última década, o Vacina e a Vacinação. Mais precisamente tentei, nesta pes-
movimento anual de passageiros no aeroporto de Ara-
quisa, evidenciar os posicionamentos dos licenciandos a
caju/SE aumentou gradativamente, com impactos posi-
respeito da vacinação compulsória e suas percepções da
tivos na economia local e regional. O objetivo do traba-
lho é analisar a dinâmica recente do transporte aéreo relação entre vacina para H1N1 e narcolepsia. Para isso, foi
de passageiros no aeroporto Santa Maria, em Aracaju/ utilizado o grupo focal como estratégia para constituição
SE, relacionando com a dinâmica econômica estadual, dos dados que foram analisados de acordo com o modelo
os avanços e gargalos setoriais e a logística de funciona- argumentativo de Toulmin. De acordo com os resultados
mento do terminal. Os procedimentos metodológicos obtidos, observei que em relação à vacinação compulsória
utilizados foram: pesquisa bibliográfica; reuniões para houve um equilíbrio no número de pessoas favorável e con-
orientação; discussões de textos; trabalhos de campo trário à vacinação. Os argumentos favoráveis são voltados
e entrevistas; coleta de dados; sistematização (teoria, para a prevenção da doença enquanto os argumentos con-
dados e empírico); apresentação dos resultados. O ae-
trários são voltados para à liberdade ou para a educação da
roporto Santa Maria recebe apenas voos domésticos e
população. Em relação à percepção da relação entre vacina
possui alguns problemas estruturais (no terminal e na
pista de pousos e decolagens), o que prejudica a cria- e narcolepsia, a maioria dos participantes continuou sendo
ção de novas rotas, a atração de outras empresas aé- favorável à vacinação. Tanto os argumentos pró e contra a
reas, o conforto dos usuários etc. Apesar dos recursos vacina H1N1 afirmavam a análise de risco para a tomada de
do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), as decisões. Somente um participante evidenciou que a leitu-
inversões são insuficientes e as obras no terminal mo- ra do texto teve um efeito importante na mudança negativa
rosas. São necessários maiores investimentos públicos de ponto de vista em relação às vacinas.
e privados no aeroporto Santa Maria para melhor aten-
der a demanda, sobretudo, da Região Metropolitana de Palavras-chave: questões sociocientífica; argumentação; ensino de
Aracaju/SE e estimular o turismo no estado. ciências; vacina.

Palavras-chave: Setor aéreo; passageiros; fluxos; gargalos; Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da
desenvolvimento regional. FAPITEC/SE

Apoio Financeiro: Voluntário


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 472

EDUCAÇÃO INCLUSIVA E ESTUDOS SURDOS EVOLUÇÃO E AVALIAÇÃO DE ESTRATÉGIAS


MARCOVIANAS NO DILEMA DO PRISIONEIRO
Gilslaine Oliveira Vales; Joilson Pereira da Silva
ITERADO
O contexto universitário é desafiador para todos os jovens,
Katharine Padilha de Paulo; Hector Julian Tejada Herrera
os problemas de adaptação à vida acadêmica e as obriga-
ções que ela impõe conduzem muitas vezes ao fracasso e O desenvolvimento de modelos matemáticos e computa-
ao abandono. Neste sentido, o presente trabalho tem como cionais para estudo de problemas sociais tem se mostrado
objetivo promover uma discussão acerca da inclusão de cada vez mais importante ao passar dos anos, diante da
surdos no sistema regular de ensino superior, discorrendo necessidade de entender as razões pelas quais organismos
sobre as principais dificuldades e perspectivas deste mo- não emparentados colaboram. Com base nisso, foi propos-
delo de ensino. Participaram da pesquisa oitoestudantes to a modelagem do dilema do prisioneiro (DP) e do dilema
surdos regularmente matriculados no ensino superior de do prisioneiro iterado (DPI). Parte das estratégias comu-
uma universidade pública. Os dados foram analisados atra- mente usadas no DP são chamadas de memória reduzida
vés da análise de conteúdo. De acordo com os resultados (memória-um), uma vez que se baseiam unicamente no que
foi possível observar, como ainda o oralismo é predominan- aconteceu na última interação. Essas estratégias, Tic-for-tat
te no ensino das pessoas surdas, ou seja, o funcionamento (olho por olho), Win-stay lose-shift (Ganho-continuo, per-
do ensino para as pessoas surdas, são regidas por normas, co-mudo), entre outras, foram modeladas com a partir de
princípios e características do mundo ouvinte, no qual a modelos probabilísticos de cadeias de Markov. O presente
comunicação oral-auditiva desempenha o papel central projeto PVD4113-2016 foi uma continuação da pesquisa
na organização dos espaços de ensino-aprendizagem e PVD3766-2015 (vencedora do Prêmio de destaque do ano
de socialização destes estudantes. Deste modo é possível de 2016 durante o 26º Encontro de Iniciação Científica). No
concluir que a exclusão se dá, muitas vezes, pelo fato de se entanto, o foco deste projeto foi a divulgação dos resulta-
tentar uma espécie de disciplinamento do estudante surdo, dos da pesquisa, em formato de “poster” a ser apresentado
levando-o para o mais próximo possível da realidade dos num evento científico. Bem como um artigo a ser submeti-
ouvintes, tanto em nível de aproximação espacial quanto do numa revista científica internacional em inglês. A partir
referente à semelhança no desempenho. destes objetivos definidos, foram produzidos textos, esque-
mas e diagramas que pudessem ser usadas em ambos tipos
Palavras-chave: Palavras-Chaves: Surdez; Educação, Inclusão.
de meios de divulgação. Repetindo procedimentos experi-
Apoio Financeiro: PIBICVOL mentais, e conferindo novamente os resultados obtidos. O
resultado foi um poster para a 69ª Reunião Anual da SBPC,
e o texto para o artigo quase pronto para ser submetido.

Palavras-chave: Dilema do Prisioneiro, Interações Sociais, Modelos


Markovianos

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 473

DIAGNÓSTICO DO PERFIL DO DOCENTE DE INFRAESTRUTURAS E DESENVOLVIMENTO


FILOSOFIA NA REDE PÚBLICA ESTADUAL REGIONAL: AS OBRAS DO PAC NA BR-101
DE SERGIPE EM SERGIPE

Laila Ellen Pereira Santos; Christian Lindberg Lopes Do Nascimento Fabiana dos Santos Pinheiro; Nelson Fernandes Felipe Junior

A pesquisa tem a finalidade de verificar o quadro de docen- O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) represen-
tes de Filosofia na rede pública estadual de Sergipe. Tendo ta, ao mesmo tempo, a reativação do planejamento estatal
em vista que apenas 18,95% dos professores que lecionam e o aumento dos investimentos públicos no Brasil, contri-
Filosofia têm formação adequada, fez-se necessário conhe- buindo com a demanda efetiva e a distribuição de renda no
cer quem são estes profissionais e quais são os subsídios país. A expansão relativa dos fixos permite arrefecer os gar-
utilizados pelos mesmos para o ensino. Este percurso inves- galos da infraestrutura brasileira, sendo fundamental para a
tigativo foi dividido em partes. Na primeira etapa buscou-se economia e a sociedade. O objetivo do trabalho é analisar
identificar o perfil do docente, através da aplicação de ques- a relevância das obras do Programa de Aceleração do Cres-
tionários com os mesmos, para que em seguida os dados cimento (PAC) na BR-101 em Sergipe, considerando o efei-
coletados fossem comparados com a legislação que vigora to multiplicador interno, a geração de empregos e renda,
o ensino de Filosofia. Diante deste quadro significativo do a circulação de mercadorias e o desenvolvimento regional.
ponto de vista quantitativo e qualitativo, e considerando a Os procedimentos metodológicos adotados foram: pesqui-
escassez de estudos em Sergipe e no resto do país sobre tal sa bibliográfica; reuniões para orientação; discussões de
problemática, a presente pesquisa possui grande relevân- textos; trabalhos de campo e entrevistas; coleta de dados;
cia, pois busca desbravar questões como o que se ensina sistematização (teoria, dados e empírico); apresentação
nas aulas de Filosofia, quais metodologias e recursos didá- dos resultados. Apesar de insuficientes, os investimentos
ticos são utilizados nas salas de aulas e qual é a perspectiva do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) foram
formativa dos profissionais. Desta forma, sabendo-se que imprescindíveis para mitigar os impactos negativos da crise
só é possível intervir em uma realidade a qual conhecemos, econômica internacional no Brasil por alguns anos, além de
espera-se obter não só o diagnóstico dos docentes, mas acarretar no aumento do emprego e da renda em diversos
também o embasamento para futuras políticas públicas na setores (construção civil, indústria, comércio, serviços etc.).
área da Filosofia. Assim, as inversões do PAC na BR-101 em Sergipe na última
década foram uma importante medida anticíclica e contri-
Palavras-chave: Docente, ensino, Filosofia, formação, Sergipe.
buíram para fomentar o desenvolvimento regional, princi-
Apoio Financeiro: PIBICVOL palmente no que tange à distribuição de renda no estado.

Palavras-chave: Infraestruturas; empregos; renda; desenvolvimento regional.

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 474

ESTUDO COMPUTACIONAL DAS ALTERAÇÕES ENSAIO CARTOGRÁFICO (MAPAS) DE


PRODUZIDAS PELA EPILEPSIA NAS CÉLULAS INTOXICAÇÕES E MORTES POR AGROTÓXICOS
GRANULARES DO GIRO DENTEADO NOS MUNICÍPIOS SERGIPANOS
DO HIPOCAMPO.
Thais Moura dos Santos; Rosana de Oliveira Santos Batista
Anna Paula Silva Santos; Hector Julian Tejada Herrera
A proposta deste relatório de pesquisa está sustentada na
Entender o sistema nervoso é um grande desafio para a co- Geografia da saúde com a necessidade da construção de
munidade científica em função das possibilidades plurais um ensaio de base cartográfica (mapas) para auxiliar na
de saberes que podem ser extraídas deste campo. O foco, identificação das doenças vinculadas ao uso de agrotóxico
aqui, será dado a Epilepsia, mais especificamente, a Epilep- em Sergipe, no tocante a morbidade, mortalidade e suicí-
sia de Lobo Temporal. O status epileticus (SE) gera alterações dio. No atual trabalho, três municípios compuseram o uni-
no sistema nervoso central, sendo os neurônios granulares verso de estudo, a saber: Boquim, Laranjeiras e Itabaiana,
(CGs) do giro denteado (GD) uma das células que sofrem objetivando identificar os processos de morbidade e mor-
com essas modificações, seja na expressão dos canais iôni- talidade por agrotóxicos; Localizar e analisar os índices de
cos, seja em alterações da sua morfologia. Esse estudo visou, suicídio por contaminação de agrotóxicos; Caracterizar os
através da modelagem computacional (modelos baseados agrotóxicos mais utilizados; Construir um banco de dados
em condutância), avaliar tais alterações em CGs do GD. Para sobre morbidade, bem como, produzir um ensaio cartográ-
tal, foram utilizados 40 modelos realistas construídos a par- fico a partir de mapas dos processos de morte e intoxicação
tir de dados disponibilizados em bancos de dados (neuro- via agrotóxicos em Sergipe. Nessa direção, os procedimen-
Morpho.org, modelDB.org). 20 dos modelos capturam as tos metodológicos utilizados para direcionar as analises
alterações que acontecem em animais que passaram por basearam-se no Levantamento Bibliográfico; Pesquisa do-
SE, e outros 20 a morfologia sem nenhuma manipulação cumental; Elaboração do Perfil Cartográfico (mapas) e as
experimental. Com esses modelos foi feita uma carateriza- Análises dos resultados. Concluímos que os três municípios
ção das suas propriedades eletrofisiológicas. As simulações pesquisados possuem altos índices de uso de agrotóxicos e
foram feitas usando o software NEURON. O projeto teve um consequentemente vão possuir diversos casos de intoxica-
caráter pedagógico, visando a aproximação do aluno com ções/morbidade, episódios de óbitos foram constantes no
ferramentas utilizadas no estudo computacional da eletrofi- decorrer das analises, e muitos destes estavam relacionados
siologia do neurônio, e além disso, um caráter mais prático, aos suicídios, sendo que, Itabaiana apresenta o maior índice
buscando pensar a aplicabilidade da metodologia em um de óbitos são vinte e dois no total, seguido por Laranjeiras
caso - Epilepsia de Lobo Temporal – favorecendo o saber e Boquim, onde, ambos possuem quatro óbitos. O presente
tanto acerca do caso, quanto da metodologia, tentando as- trabalho foi realizado com apoio da COPES/POSGRAP/UFS.
sim obter possíveis explicações e direcionamentos.
Palavras-chave: Intoxicação; Mortalidade; Suicídio.
Palavras-chave: Células granulares, epilepsia, neurociência computacional
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 475

CULTURA NÁUTICA NO ARQUIVO PÚBLICO DO RELAÇÕES ENTRE ESTEREÓTIPOS E


ESTADO DE SERGIPE REPRESENTAÇÕES SOCIAIS

Anny Larissa Leite; Leandro Domingues Duran Isabel Cristina Martins Santos; Marcus Eugenio Oliveira Lima

O plano de trabalho “Cultura náutica no Arquivo Público O objetivo do projeto foi analisar possibilidades de articula-
do Estado de Sergipe”, se caracteriza como a quarta fase de ção metodológica de postulados da Cognição Social (CS) e
uma ampla ação de pesquisa que vem sendo desenvolvi- da Teoria das Representações Sociais (RS). Especificamente,
da visando a caracterização e mapeamento das diferentes investigamos as relações entre representações sociais dos
culturas náuticas criadas e/ou operadas no território sergi- grupos e estereótipos; considerando a ativação, o conteúdo
pano, durante os séculos XVI-XIX. O aporte metodológico e a valência dos estereótipos e a latência e o conteúdo das
escolhido é de natureza interdisciplinar, que marca a prática RS. Focalizamos na representação social dos estereótipos
da arqueologia histórica, e está baseado na proposta da “ar- atribuídos a brancos e negros encontrados no projeto an-
queologia documental” de Beaudry (1988) e Wilkie (2008), terior, “Relações entre a Teoria das Representações Sociais
que pode ser definida como a análise e interpretação da e os Modelos da Cognição Social” (PIBIC/CNPq 2015/2016),
cultura material através da leitura da documentação primá- através de uma tarefa de Evocação-Livre de palavras. Para
ria, ou seja, o estudo da cultura material pretérita a partir tal, adotamos o Modelo do Conteúdo dos Estereótipos de
de sua representação nos documentos históricos e não ne- Fiske et al. (2002). Participaram 157 estudantes universitá-
cessariamente através do objeto em si. Assim, o plano este- rios (25 autodeclarados como brancos; 91 como pardos; 28
ve voltado para a análise de uma parte da documentação como pretos). A pesquisa teve um desenho experimental
textual histórica presente no Arquivo Público do Estado de 2 (cor da pele dos grupos - brancos vs. negros) X 2 Cordia-
Sergipe, cuja leitura e fichamento permitiram o inventário lidade (alta vs. baixa) X 2 Competência Intelectual (alta vs.
de diferentes elementos referentes às múltiplas paisagens baixa). Utilizando o Alceste para análise obtivemos as repre-
náutica do séc. XIX, através do arrolamento dos diferentes sentações dos estereótipos e as variáveis características das
tipos náuticos então utilizados, suas identificações nomi- representações. De forma geral os resultados indicam que a
nais, equipagem, rotas e cargas, assim como a localização utilização do paradigma da latência típico das pesquisas da
dos vários acidentes como encalhes e naufrágios, que po- CS pode colaborar nos estudos das RS; como também, que
dem indicar a localização de possíveis sítios arqueológicos. a análise das RS dos estereótipos, considerando a sua cor
da pele e seu desempenho social como variáveis de ancora-
Palavras-chave: Arqueologia Documental; Arqueologia Histórica; Cultura Náutica.
gem, é promissora para inserir os estudos da CS no nível de
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq análise das ideologias e posições grupais.

Palavras-chave: Cognição social, representações sociais, preconceito, estereótipos

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 476

ADAPTAÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICOS ACESSÍVEIS PERSEGUIÇÕES RELIGIOSAS NA PRIMEIRA


(PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA) REPÚBLICA

Naiara Pinto dos Reis; Joao Paulo Attie Alline Paula Ferreira de Sousa Nascimento; Ulisses Neves Rafael

No contexto educacional de modo geral, e mais especifi- Esta apresentação é resultado da pesquisa de iniciação
camente no caso da matemática, podemos apontar um cientifica desenvolvido no âmbito da Universidade Federal
crescimento nas discussões acerca da adaptação, aceita- de Sergipe entre os anos de 2016 e 2017, cujo objetivo foi
ção e inclusão na sociedade para pessoas com deficiência. investigar as consequências do evento que se convencio-
Neste trabalho de forma, por sua vez, tivemos por objeti- nou chamar de Quebra de 1912, e implicou na persegui-
vo além do aprofundamento na pesquisa sobre o tema da ção às principais casas de culto de procedência africana
inclusão e dos materiais didáticos para deficientes, busca- em Maceió e cidades circunvizinhas. A pesquisa consistiu
mos identificar, entre as atividades existentes no acervo do na consulta de sites especializados em notícias e assuntos
Pibid-Matemática-UFS as possibilidades de acessibilidade e interligados à temática político-religiosa na Primeira Repú-
adaptações dessas atividades para, em seguida, aplicá-las blica no Brasil e os ecos desses acontecimentos em Alagoas,
em sala de aula com presença de alunos deficientes visuais os quais nos possibilitassem reconstituir o pano de fundo
e/ou auditivos. Por fim, elaboramos um protocolo de aspec- em que se desenvolveram as práticas de intolerância e vio-
tos que podem tornar uma atividade acessível, associados lência religiosa na década de 1900 naquele estado. Reali-
à concepção de que, um dos principais objetivos de uma zamos também uma revisão bibliográfica que nos permitiu
educação inclusiva é tornar a autonomia uma realidade compreender o contexto político nacional que marcou os
para a pessoa com deficiência. Os resultados desta pesqui- primeiros anos do regime republicano no país, sobretudo
sa apontam aspectos indispensáveis em materiais didáticos o fenômeno que ficou conhecido como oligarquias e sua
como: Precisão e concisão no texto da atividade, bom deli- derrocada, através do movimento salvacionista que se es-
neamento e necessidade de elementos que façam sentido palhou pelo país e atingiu os governantes de estados nor-
para o cotidiano do deficiente. destinos, como foi o caso de Alagoas. Metodologicamente,
nossa pesquisa consistiu em buscar por palavras chaves
Palavras-chave: Acessibilidade; Educação Matemática Inclusiva; materiais didáticos;
dentro das notícias dos jornais da época. Selecionar as notí-
Apoio Financeiro: PIBICVOL cias que nos interessavam e trabalhar o material dentro do
contexto do Quebra de 1912. Montamos o apanhado como
um quebra cabeça. Somamos ao material algumas leituras
desse período para melhor compreender o fenômeno polí-
tico-social da época em questão.

Palavras-chave: Religiões afro-brasileiras; Primeira República; Oligarquias; Alagoas

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 477

O ESTUDO IDENTIDADE RACIAL E SOCIALIZAÇÃO IMPACTOS DOS MERCADOS INSTITUCIONAIS


ÉTNICA NO MUNICÍPIO DE ITABAIANA: IMPLANTAÇÃO,
ENTRAVES E PERSPECTIVAS
Lucelia dos Santos Batista; Dalila Xavier de Franca
Junio Andrade Menezes; Marcelo Alves Mendes
A compreensão do mundo através da interiorização das
regras afirmadas pela sociedade é provocada na criança Os Mercados Institucionais fazem parte de um conjunto de
através do processo de socialização. É por meio do proces- políticas públicas, que buscam contribuir para o fortaleci-
so de socialização que a criança adquire sua identidade ra- mento da agricultura familiar no meio rural brasileiro que
cial e atitudes intergrupais. Na transmissão das informações permite estoques estratégicos de alimentos, distribuição
sobre a história e o patrimônio cultural do próprio grupo para entidades filantrópicas e é um avanço na melhoria da
étnico.A interiorização das regras sociais afirmadas pela so- alimentação escolar. A pesquisa teve como objetivo analisar
ciedade é produzida através do processo de socialização. É os impactos dos mercados institucionais no fortalecimento
por meio deste que a criança adquire sua identidade racial e da agricultura familiar e na segurança alimentar e nutricio-
atitudes intergrupais. O objetivo do presente estudo é ana- nal da população em condições de pobreza no município de
lisar o impacto da socialização étnica na identidade racial Itabaiana-SE. Foram utilizados como procedimento metodo-
da criança. Sendo assim foram entrevistadas 70 crianças e lógico, levantamento bibliográfico, trabalho de campo e en-
mães sergipanas utilizando um Roteiro de Entrevista Estru- trevistas. Os resultados alcançados apontam que apesar das
turado sobre a identidade para a criança, e para a mãe um dificuldades na operacionalização dos programas, podem-se
roteiro sobre a Socialização Étnica, o estudo é de tipo corre- evidenciar impactos positivos no que tange ao Programa
lacional preditivo. As variáveis preditoras são a cor da pele e Nacional da Alimentação Escolar e ao Programa de Aquisi-
a idade. A idade variou de cinco a doze anos e foi dividida ção de Alimentos, que atendem cerca de dez mil alunos da
nas faixas 5 a 8 e 9 a 12 anos de idade. As variáveis usadas rede municipal de ensino e 14.330 pessoas em todo o estado
como critérios foram à identidade racial da criança e a so- de Sergipe, respectivamente, fornecendo seus produtos no
cialização étnica das mães. Os dados foram submetidos às mesmo lugar de vivência e produção, fato que, fortalece os
seguintes análises, através do programa SPSS 19.0. Os resul- laços familiares e institucionais. Portanto, é possível mencio-
tados encontrados não demonstrou resultado significante nar que os Mercados Institucionais apresentam contradições,
para as mães brancas e as não brancas, só futuras pesquisas contudo, pode-se afirmar sobre sua importância para o pro-
poderão avaliar futuros resultados. cesso de fortalecimento da agricultura familiar e do desen-
volvimento rural no município de Itabaiana-SE.
Palavras-chave: Socialização, identidade racial.
Palavras-chave: Agricultura Familiar, Mercados Institucionais e Política Pública.
Apoio Financeiro: PIBICVOL
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da
FAPITEC/SE
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 478

COMIDAS TÍPICAS NA FEIRA DO MUNICÍPIO CARACTERIZAÇÃO DAS COBERTURAS


DE NOSSA SENHORA DA GLÓRIA: TRADIÇÃO, PEDOLÓGICAS E SEDIMENTARES DA MICROBACIA
IDENTIDADE E TERRITORIALIDADE E GERAÇÃO DO RIACHO SALGADINHO EM CANINDÉ DE SÃO
DE RENDA FRANCISCO - SERGIPE

Tatiane Santos da Cruz; Sonia de Souza Mendonca Menezes Ramires de Sousa Fernandes; Renata Nunes Azambuja

No Estado de Sergipe a tradição sociocultural de negociar O presente trabalho teve como proposta realizar um diag-
produtos alimentares faz parte da cultura, da memória fa- nóstico da ação dinâmica dos processos geomórficos dos
miliar e da relação identitária. Os feirantes dos alimentos tra- cursos de drenagem efêmera relativos a erosão e sedimen-
dicionais do município de Nossa Senhora da Glória se orga- tação em uma microbacia no semiárido sergipano. Tal ação
nizam para comercializarem alimentos que são produzidos está sendo dirigida para implantação do Projeto Base Zero
artesanalmente, reproduzindo o aprendizado que fora pas- (este projeto produz uma economia de sustentabilidade
sado por familiares. Essa estratégia consiste em uma territo- sobre bacias hidrográficas semiáridas). Para tal foram utili-
rialidade essencial na reprodução de grupos familiares. Como zados procedimentos como revisão bibliográfica, elabora-
procedimentos metodológicos: revisão bibliográfica perti- ção de mapas, trabalhos de campo, coleta de materiais e
nente à temática, seguidos de análise reflexiva, elaboração e análise sedimentológica. A partir do acompanhamento pe-
aplicação de roteiro de entrevista, trabalho de campo, cujas dogeomorfológico compreendeu-se a dinâmica dos even-
informações coletadas foram tabuladas e interpretadas, ten- tos formativos atuantes na escala de tempo histórica no
do sido confeccionados tabelas e gráficos. Durante a pesqui- semiárido nordestino definindo parcialmente a dinâmica
sa foram identificadas as barracas de produção e comercia- do manto regolítico na microbacia do Riacho Salgadinho.
lização dos derivados de mandioca, de queijos e derivados, A respeito da classificação granulométrica, as análises su-
caldo de cana e pastel, bolos, biscoitos e mingaus, pontos pracitadas dos grãos, constatou-se que a dinâmica da mi-
de vendas das refeições. Constatamos que essa atividade é crobacia estão relacionadas com os processos induzidos
essencial para a sustentabilidade dos grupos familiares en- pela ação do intemperismo químico. Conclui-se que a área
volvidos, assim como está enraizada nos consumidores que estudada possui natureza hidrodinâmica elevada, embora
demandam esses alimentos e legitimam a comercialização os eventos precipitacionais sejam esporádicos. Segundo a
na feira. Os feirantes apresentam diferentes temporalidades análise morfoscopica, foi observado que os grãos possuem
alguns apresentam acima de trinta anos de comercialização polimento com brilho, comprovando que praticamente to-
outros devido ao desemprego tem nessa atividade o susten- das as amostras sofreram transporte por fluxos subaquoso,
táculo familiar. Portanto, embora seja elevada a demanda de permitindo a transferência de sedimentos dos pedimentos
produtos industrializados os produtos tradicionais continu- para o fundo do canal. Este projeto fortalece o manejo de
am sendo procurados pelos consumidores. terras e combatendo os problemas gerados pela seca do
semiárido sergipano
Palavras-chave: Feira, Alimentos tradicionais, Geração de renda.
Palavras-chave: Ambiente semiárido, Conceito Base Zero, Análise
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com o apoio do CNPq.
sedimentológica

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 479

ESTEREÓTIPOS E DISTÂNCIA SOCIAL EM RELAÇÃO PRODUTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR


À DEPRESSÃO: UM ESTUDO COM ADOLESCENTES NA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR: ESTUDO DE
OPORTUNIDADES E DESAFIOS NO MUNICÍPIO DE
Sara Ryzia Andrade Silva; Andre Faro Santos
TOBIAS BARRETO/SE
A depressão é um transtorno de humor que segundo a OMS
Isa Tauana Soares Santos; Sonia de Souza Mendonca Menezes
já alcança 350 milhões de pessoas no mundo. Dentre as fai-
xas etárias que engloba está a adolescência, que se caracte- O projeto de pesquisa intitulado “Produtos da Agricultura
riza uma fase vulnerável ao adoecimento depressivo. Diante Familiar na Alimentação Escolar: Estudo de Oportunidades
deste quadro pode-se verificar elementos cognitivos e afeti- e Desafios no Município de Tobias Barreto/SE”, pautou-se no
vos como a distância social e os estereótipos, referentes ao objetivo de avaliar a introdução dos alimentos da agricultu-
modo como os adolescentes veem a doença e se relacionam ra familiar através da comercialização junto ao PNAE com
com pessoas acometidas por ela. O objetivo deste estudo foi as escolas da rede pública estadual do município de Tobias
identificar os estereótipos atribuídos por adolescentes à indi- Barreto/Sergipe. Como procedimentos metodológicos, foi
víduos com depressão, a distância social desejada para com realizada a revisão teórica vinculada à temática, análise
esse grupo, e a relação entre os dois fenômenos e o sexo dos de banco de dados e pesquisa empírica com aplicação de
participantes. A amostra foi composta por 216 estudantes roteiro de entrevistas com os gestores escolares e alunos.
entre 15 e 26 anos, nas turmas de 1º ao 3º anos do Ensino Ainda foram inseridas informações históricas, geográficas,
Médio em escolas públicas de Sergipe. Foram utilizados três econômicas e culturais do município. Após a análise dos da-
instrumentos: a Medida de Distância Social (MDS), a Lista de dos coletados verificou-se que o PNAE é uma política públi-
Atributos do Deprimido (LAD) e um Questionário Sociode- ca que possibilita aproximar as relações entre o campo e a
mográfico. Os resultados apontaram que os adolescentes cidade, instituindo um modelo de alimentação saudável,
não se sentem distantes socialmente de pessoas deprimidas, valoriza a cultura local e a preservação do meio ambien-
exceto em uma situação de casamento. Sobre os estereóti- te, bem como fortalece a agricultura familiar pois oferece
pos, os participantes caracterizaram o deprimido como triste, oportunidades para a comercialização de produtos geran-
frio e angustiado. Verificou-se que os homens consideraram do trabalho e renda no meio rural.Como resultados, foi
o deprimido como não confiável, enquanto as mulheres o identificado que no município esta política não é adotada,
consideraram passivo, além disso não se encontrou correla- nenhum gestor tem autonomia para a compra dos alimen-
ção entre estereótipos e distância social. Entende-se o estu- tos diretamente de agricultor familiar, e em nenhuma das
do dessas variáveis como meio de conhecer o enfrentamen- escolas da rede pública estadual localizada no município a
to dos adolescentes frente à depressão. alimentação destinada aos alunos é oriunda da agricultura
familiar tobiense, fato esse que denota uma contradição e o
Palavras-chave: Depressão; adolescentes; distância social; estereótipos;
não cumprimento de uma política pública.
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq
Palavras-chave: Alimentação Escolar; Agricultores Familiares; Tobias Barreto/SE.

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 480

A FILOSOFIA DA PESQUISA E O MÉTODO A CRISE DO TRANSPORTE FERROVIÁRIO E OS


CIENTÍFICO IMPACTOS NEGATIVOS NA ECONOMIA DE SERGIPE

Maria Julia Freitas Monteiro; Sergio Hugo Menna Jamile dos Santos Ferreira; Nelson Fernandes Felipe Junior

Os objetivos da presente pesquisa de iniciação científica fo- A expansão do transporte ferroviário no território brasileiro
ram: 1) compreender a natureza do denominado ‘método é relevante para impulsionar o desenvolvimento regional
cientifico’; 2) compreender as possibilidades e as limitações e nacional. Esse modal apresenta capacidade antiociosa,
do método para a construção de hipóteses em ciência; 3) especialmente em Sergipe, prejudicando a economia e a
compreender as relações e diferenças entre ciência e pseu- sociedade. O objetivo desse trabalho é analisar a dinâmi-
dociência. A pesquisa está baseada na leitura, análise e fi- ca recente do setor ferroviário no estado de Sergipe, com
chamento de textos sobre metodologia científica e sobre a destaque aos pontos de estrangulamento, ao modelo equi-
distinção metodológica entre ciência e pseudociência, e em vocado de concessão e à escassez de investimentos públi-
discussões com o professor. Os resultados parciais alcança- cos e privados. Os procedimentos metodológicos adotados
dos na pesquisa podem ser sintetizados da seguinte manei- foram: pesquisa bibliográfica; reuniões para orientação;
ra: em primeiro lugar, obtivemos compreensão da impor- discursões de textos; trabalhos de campo e entrevistas;
tância da metodologia científica em sua tentativa de traçar coleta de dados; sistematização (teoria, dados e empírico);
uma distinção entre a ciência e o que pode ser considerado apresentação dos resultados. A malha ferroviária sergipana
pseudociência. Para isso, levantamos algumas questões re- encontra-se estagnada, gerando problemas como a con-
lativas à diferença entre ciência e pseudociência, bem como centração exacerbada das cargas no modal rodoviário, su-
a importância dessa diferença. E, em segundo lugar, desta- cateamento de diversas linhas, locomotivas e vagões, baixa
camos algumas possíveis ações que os educadores podem demanda na indústria ferroviária brasileira, substituição de
realizar, comentando também um estudo relacionado com trilhos e dormentes em condições adequadas nos trechos
o alfabetismo científico e tecnológico. PIBICVOL. antieconômicos e recolocação nos trechos mais lucrativos,
demissões de trabalhadores, elevação dos preços dos pro-
Palavras-chave: Problema da demarcação; método científico;
dutos etc., com reflexos negativos na economia e na socie-
pseudociência;
dade sergipana. Para promover o fomento e a moderniza-
Apoio Financeiro: PIBICVOL ção do transporte ferroviário no estado, é imprescindível
qualificar o planejamento, expandir os investimentos públi-
cos e privados, alterar o modelo de concessão, expandir os
financiamentos, entre outros.

Palavras-chave: Transporte ferroviário; gargalos; concessão;


desenvolvimento regional.

Apoio Financeiro: Voluntário


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 481

TERRITÓRIO E TERRITORIALIDADES DA CULTURA TERRITÓRIO E TERRITORIALIDADES DA CULTURA


AFRO-BRASILEIRA: CARACTERES INDENITÁRIOS, AFRO-BRASILEIRA: CARACTERES IDENTITÁRIOS,
PERCEPÇÃO DE PERTENCIMENTO E RELAÇÃO COM PERCEPÇÃO DE PERTENCIMENTO E RELAÇÃO COM
O MEIO AMBIENTE – COMUNIDADE PONTAL DA O MEIO AMBIENTE - COMUNIDADE BREJÃO DOS
BARRA/ BARRA DOS COQUEIROS – SE NEGROS/BREJO GRANDE - SE

Gilda Santana Passos; Heberty Ruan da Conceição Silva; Genesio Heberty Ruan da Conceição Silva; Gilda Santana Passos; Marcos
Jose dos Santos Vinicius dos Santos Souza; Genesio Jose dos Santos

As comunidades tradicionais quilombolas reservam uma Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo Investigar
riqueza cultural de suma significância para o nosso país. como a Comunidade Quilombola Pontal da Barra instituiu
Estudar suas características próprias e o seu modo peculiar seu território com suas respectivas territorialidades, com
de vida se faz necessário no sentido de preservar a memó- seus caracteres indenitários a partir do sentimento de per-
ria e raízes das populações tradicionais afro-brasileiras, um tencimento, assim como, a relação estabelecida com o meio
dos objetivos dessa pesquisa é investigar como suas terri- ambiente. Neste sentido, embasamo-nos aos pressupostos
torialidades vão se manifestar dentro do território da Co- teórico-metodológicos da Geografia Cultural com enfoque
munidade Remanescente Quilombola Pontal Barra, situado reflexivo em torno das categorias Território e paisagem, e os
no município da Barra dos Coqueiros – SE, estudar como se conceitos relacionados como territorialidade, identidade e
originaram suas territorialidades e os seus caracteres iden- pertencimento. O trilhar metodológico fez-se por meio de
titários; qual tipo de relação é instituído entre os membros atividades teóricas, onde destacamos as leituras, debates e
da comunidade com o meio ambiente em que vivem; qual fichamento de textos, e atividades práticas, a partir das pes-
o sentimento de pertencimento dos membros da comuni- quisas de campo constituídas de observações e entrevistas
dade dentro do contexto “quilombola”. Os procedimentos semiestruturadas, coleta de relatos informais, bem como o
metodológicos utilizados pautaram-se em leituras biblio- registro e levantamento fotográfico. Com base no exposto,
gráficas, trabalho de campo, entrevistas semiestruturada, foi possível constatar que o território do Pontal da Barra
coleta de relatos informais. Diante disso conclui-se que, a constituiu-se a partir do processo de histórico luta pela so-
Comunidade do Pontal da Barra alicerçou, ao longo de sua brevivência, que se relaciona com as territorialidades evi-
existência, relações interativas de caráter humano, cultural, denciadas a partir do modo de vida, relação com o meio
social e econômico com o ambiente costeiro ao qual está ambiente, características culturais e indenitárias e o senso
inserida; demonstrou através de suas características pró- de pertencimento ao contexto quilombola, contribuindo
prias, possuir harmonia ao lidar com os recursos naturais a na formação da identidade territorial, considerada o prin-
sua volta, uma relação de sentimento particular para com cipal elemento na proteção e defesa do território instituído.
o seu meio. Essa relação com o meio ambiente constitui-se
Palavras-chave: Território; Identidade; Comunidade Quilombola Pontal da Barra
como elementos da sua cultura, acarretando consequente-
mente na formação da sua identidade Apoio Financeiro: PIBICVOL

Palavras-chave: Comunidade quilombola, identidade, meio ambiente,


pertencimento.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 482

O CONTROLE E A DISCIPLINA: COMO CONSTRUIR HISTÓRIA E CULTURA AFRO-BRASILEIRA


NA ESCOLA CORPOS NORMAIS E INDÍGENA NO ESTÁGIO DE VIVÊNCIA
INTERDISCIPLINAR EM SERGIPE.
Elvis Oliveira Lima; Dinamara Garcia FelDens
Jardiane Andrade dos Santos; Marizete Lucini
Este trabalho desenvolve-se na articulação entre o campo da
psicopatologia, o universo educacional e a produção jorna- O presente estudo teve por objetivo investigar como a his-
lística online, com ênfase no discurso sobre o transtorno do tória e a cultura afro-brasileira e indígena são abordadas no
déficit de atenção com hiperatividade (TDAH). Desse modo, estágio de vivência interdisciplinar em Sergipe, caracteriza-
trabalhamos problemáticas sobre o normal e o patológico do como um espaço de educação não-formal. Por meio de
na contemporaneidade, a questão da medicalização, além entrevistas semi-estruturadas, registro em diário de campo
do biopoder que circunda e trama essas esferas, em uma di- e análise de documentos analisei como essa temática é
mensão mais geral. A mídia online é compreendida a partir abordada e quais as relações de identificação que são pos-
da perspectiva do dispositivo e sua mobilização quanto aos sibilitadas pela história ensinada no processo de formação
modos de subjetivação. Foram analisadas quatro reporta- dos jovens que realizam o Estágio de Vivência Interdiscipli-
gens sobre o TDAH veiculadas em portais de grande circu- nar. A temática da história e da cultura afro-brasileira e in-
lação nacional, norteadas pela perspectiva teórico-metodo- dígena é compreendida como parte da formação cultural
lógica de Foucault, considerando a proposta de Veiga-Neto do povo brasileiro. Nesse sentido, compõe o universo de
para uma fidelidade infiel com o próprio pensamento do saberes que tratam da formação para vivências interdis-
filósofo. Consideramos, por fim, que a esfera educacional e ciplinares. Esses saberes podem ser abordados através de
a patologização articula-se à conformação de um indivíduo diferentes metodologias e de um variado material pedagó-
a-singular, amparado por um saber-poder científico que, por gico como filmes, textos, cartilhas, músicas, entre outros.
sua vez, possui ressonância no dispositivo jornalístico. Concluímos que o Estágio de Vivência Interdisciplinar, em
seu seminário preparatório, através de práticas de socializa-
Palavras-chave: Educação, Psicopatologia, TDAH, Disciplina.
ção da história e cultura afro-brasileira e indígena possibili-
Apoio Financeiro: PIBICVOL ta que os sujeitos participantes experienciem essa história
numa perspectiva que permite aos sujeitos se sentirem per-
tencendo aos grupos sociais silenciados por muito tempo
na história do Brasil.

Palavras-chave: Educação do campo cultura afro-brasileira indigena


identidade formação

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 483

O PODER LEGISLATIVO EM TEMPO DE REGÊNCIAS: PROCESSOS AUTOMÁTICOS E MEDIDAS


IDEIAS, PROPOSTAS E EMBATES IMPLÍCITAS
(SERGIPE - 1831-1834)
Tassia Viviane Nunes Santana; Isabel Cristina Martins Santos;
Daniel Andrade da Silva; Edna Maria Matos Antonio Marcus Eugenio Oliveira Lima

O Período Regencial (1831-1840) marcou a história do Brasil Este trabalho tem como objetivo analisar os aspectos auto-
Imperial como um momento de grande efervescência po- máticos da estereotipia e do preconceito. O foco especifico
lítica por todo o território do país. Neste período, o Brasil da nossa pesquisa se encontra em dois temas relevantes
viveu uma experiência nunca antes experimentada com para entendimento das manifestações do preconceito e do
a forma de governo designada como Regência enquanto racismo, a saber os processos automáticos e as medidas im-
aconteciam diversos motins urbanos, revoltas de escra- plícitas. As perspectivas teóricas adotadas são da Psicolo-
vos, rebeliões provinciais e regionais. Nesse cenário, havia gia Social dos Estereótipos e da Teoria das Representações
o confronto de ideias e projetos políticos para a organiza- Sociais.A pesquisa empírica se baseou no Modelo do Con-
ção do poder do recém-criado Estado Imperial. Em meio a teúdo dos Estereótipos de Fiske et al. (2002), analisando a
pluralidade de concepções políticas presentes no início da aplicação de estereótipos a grupos de brancos e negros re-
Regência, a realizada pesquisa buscou identificar as ideias presentados em quatro cenários experimentais: competen-
e posicionamentos políticos nos embates no Conselho tes e amáveis, competentes e frios, incompetentes e amá-
Provincial sergipano nos primeiros anos da experiência veis, incompetentes e frios (desenho 2 x 2). Participaram
regencial (1831-1834), momento em que várias manifes- 158 Estudantes universitários, 69.6% mulheres, com idades
tações político-sociais eclodiam. A metodologia baseou-se variando de 17 a 60 anos (M= 25.5, DP = 7.1). Para analisar
na análise da produção documental do Poder Legislativo os dados utilizamos o SPSS. Os resultados encontrados indi-
do Sergipe Provincial encontrada no Arquivo Público do caram apenas um efeito da cor da pele dos grupos, indican-
Estado de Sergipe e na Revista do Instituto Histórico Geo- do uma maior atribuição do estereótipo da competência
gráfico de Sergipe. Ademais, a alteração à Constituição do positiva aos brancos que aos negros. Esses resultados serão
Império através do Ato Adicional de 1834 modificou o fun- discutidos à luz das teorias sobre estereótipos e da TRS.
cionamento e as incumbências dos Conselhos de Províncias
Palavras-chave: Processos Automáticos, Medidas implícitas, Estereótipos.
mudando também seu nome para Assembleias Legislativas
Provinciais. Portanto, também propomos entender o im- Apoio Financeiro: PIBICVOL
pacto do Ato Adicional na vida política no Legislativo da
Província sergipana.

Palavras-chave: Império, História Política, Sergipe Oitocentista, Legislativo

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 484

TRANSPORTE AÉREO DE CARGAS EM SERGIPE: REGRAS E VALORES NA PESQUISA CIENTÍFICA


DINÂMICA RECENTE E LIMITAÇÕES
Lucas Americo Andrade Santos; Sergio Hugo Menna
Jose Rosivaldo Santos Junior; Nelson Fernandes Felipe Junior
A distinção entre ciência e pseudociência, apesar de clara,
O transporte aéreo se destaca na movimentação de cargas traz muitos problemas no que diz respeito à demarcação
e passageiros, atende parte das exportações e importações das disciplinas que constituem essas duas áreas. Um exem-
brasileiras, estimula os serviços e o comércio e supre algu- plo disso é a distinção entre a astronomia e a astrologia,
mas demandas econômicas e sociais. O modal é relevante pois muita gente ainda confunde essas disciplinas milena-
para o Brasil, pois facilita as articulações internas e externas res. O objetivo da pesquisa é, assim como o título apresen-
em menos tempo. No que tange ao setor aeroportuário de ta, desenvolver uma reflexão acerca das regras e valores do
Sergipe, este necessita de modernização e apresenta pon- método científico. Para tal, é necessário analisar essa linha
tos de estrangulamento que prejudicam a economia do es- tênue que demarca a ciência e a pseudociência através dos
tado. O objetivo do trabalho é analisar a dinâmica recente critérios básicos de cientificidade que norteiam a pesquisa
do setor aéreo de cargas em Sergipe, com ênfase ao aero- científica e, também, abordar quais são os critérios necessá-
porto Santa Maria (Aracaju/SE), considerando o armazena- rios para situar alguma nova disciplina na área científica ou
mento, transporte, tipos de cargas, mercados de origem e na pseudocientífica. A pesquisa esteve baseada na leitura e
destino etc. Os procedimentos metodológicos utilizados análise de textos, fichamentos, e reuniões de discussão com
foram: pesquisa bibliográfica; reuniões para orientação; dis- o orientador. As conclusões alcançadas se centram em uma
cussões de textos; trabalhos de campo e entrevistas; coleta tentativa de explicar quais são as causas e as consequên-
de dados; sistematização (teoria, dados e empírico); apre- cias da falta de um critério infalível para diferenciar ciência
sentação dos resultados. O fomento do transporte aéreo e pseudociência. PIBICVOL.
depende do planejamento estatal setorial, dos investimen-
Palavras-chave: problema da demarcação; método científico;
tos infraestruturais (públicos e privados) e das estratégias
pseudociência; astrologia.
logísticas. O Aeroporto Santa Maria é pouco dinâmico em
comparação a outros aeroportos do Nordeste e do Brasil, Palavras-chave: Ciência; pseudociência; critério de demarcação;

apresentando obras morosas e reduzida modernização. O astrologia.

setor é relevante para o desenvolvimento regional e nacio- Apoio Financeiro: PIBICVOL


nal, porém as insuficientes inversões públicas e privadas e o
modelo de concessão neoliberal prejudicam a expansão do
modal e geram impactos na economia sergipana.

Palavras-chave: Setor aéreo; infraestruturas; gargalos; fluxos; cargas.

Apoio Financeiro: Voluntário


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 485

MODOS DE CONSTRUÇÃO DA SAÚDE NA INFÂNCIA A OFERTA PÚBLICA DE EDUCAÇÃO NO MUNICÍPIO


DESATENTA-IMPULSIVA-HIPERATIVA. DE ITABAIANA: RENDIMENTO ESCOLAR E
QUESTÕES DE GÊNERO DENTRO DA ESCOLA
Tamires Pinto Oliveira; Janaina Rodrigues Geraldini
Elizabeth de Souza Oliveira; Fábio Alves dos Santos
Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade, comu-
mente conhecido como TDAH, é um transtorno psíquico Este plano de pesquisa investigou o rendimento escolar e
bastante comum em crianças e essencialmente clínico. a questões de gênero nas escolas públicas do município
Tal transtorno costuma ser dividido em três ramificações: de Itabaiana. O recorte temporal foram os anos de 1988,
predominantemente desatento, predominantemente 1997, 2005 e 2015, em que se compreende a promulgação
hiperativo-impulsivo e combinado (desatenção e hipera- da Constituição Federal e da LDB 9.394/96. Focou-se tam-
tividade/impulsividade). Objetivo: investigar e conhecer bém na disposição de tempo/espaço para poder comparar
as relações entre saúde e educação públicas no âmbito do e analisar as mudanças no ensino do município escolhido.
TDAH, conhecendo seus aspectos, bem como as estratégias É parte do projeto História da Municipalização do Ensino
desenvolvidas no município de Lagarto/SE. Metodologia: no Brasil: A experiência do Estado de Sergipe (1988 a 2914),
A pesquisa foi desenvolvida com abordagem qualitativa e que objetiva, neste recorte, identificar e analisar: os índices
exploratória, onde os dados foram coletados no Centro de de fracasso escolar, evasão e aprovação de alunos de esco-
Especialidades Médicas (CEM) de Lagarto/SE. Resultados: las públicas, a presença dos gêneros nessas escolas, anali-
foram percebidos alguns caminhos e encaminhamentos sar se existe divergências entre urbana versus rural, sempre
feitos, no município, no âmbito do TDAH, bem como o fato buscando fazer cruzamento nas informações. Os proce-
de praticamente todos escolares fazerem uso de terapia dimentos metodológicos adotados para tornar possível o
medicamentosa. Conclusão: foram percebidas a necessida- estudo foram os contatos com a Secretaria Municipal de
de de uma maior correlação entre os profissionais da saú- Educação, leituras e análises da documentação existente,
de envolvidos nas diversas vertentes do tratamento de tal visita as unidades escolares, entrevista com os membros da
transtorno, bem como, a inclusão de demanda em locais Secretaria e professores, consulta aos dados estatísticos do
como as Unidades Básicas de Saúde. Governo Federal.

Palavras-chave: TDAH; Saúde; Educação Palavras-chave: Municipalização do ensino Fracasso escolar História do
Tempo Presente
Apoio Financeiro: PIBICVOL
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 486

TEMPO E MODERNIDADE EM WALTER BENJAMIN ALFABETIZAÇÃO NA PERSPECTIVA DO


LETRAMENTO: EM FOCO, O PACTO NACIONAL
Adailton Alves Santos; Everaldo Vanderlei de Oliveira
PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA
A questão principal de nossa pesquisa envolve a investi-
Heloisa Andrade Luduvice; Priscila Dantas Fernandes; Veronica
gação dos textos filosóficos de Walter Benjamin, nos quais
dos Reis Mariano Souza
são abordados os temas da modernidade, do tempo e do
messianismo. Como o tempo dialoga com a tradição e, se- O PNAIC é um compromisso formal assumido pelos gover-
melhantemente, a atualiza no contexto da modernidade? nos federal, do Distrito Federal, dos estados e municípios
Nesta perspectiva, pretendemos nos aplicar concentrada- de assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas
mente à análise dos textos benjaminianos sobre Baudelaire, até os 08 anos de idade, ao final do 3° ano do ensino fun-
pois nestes é possível caracterizar a concepção própria de damental. O presente estudo teve como objetivo analisar o
modernidade e suas consequências. Em tais ensaios não processo de ensino da leitura e da escrita desenvolvido por
é apenas Baudelaire que está em jogo, mas também o de- professores do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade
senvolvimento de concepções próprias a Benjamin. Neste Certa (PNAIC), em uma escola municipal localizada no esta-
sentido, a poesia de Baudelaire fornece o fio condutor, para do de Sergipe. Tratou-se de um estudo de caso realizado em
Benjamin investigar o contexto caótico que a modernida- uma escola no município de Itaporanga D’Ajuda/SE, na tur-
de abarca. O antigo perde sua vigência e particularidade, ma do 3° ano do ensino fundamental. A coleta de dados foi
adapta-se à releitura tópica da moda, o tempo do efêmero. realizada através de observações na sala de aula e mediante
Por sua vez, a classe trabalhadora é conduzida pelo tempo questionários com perguntas abertas e fechadas aplicados
infernal da repetição, cuja base é o trabalho fabril, a sub- na formação de orientadores do PNAIC 2016. A partir dos
missão ao ritmo da máquina e da técnica. Em contraposição dados obtidos, podemos aferir que o PNAIC reduziu a dis-
ao trabalho, mas irmanado ao mesmo destino, o tempo do torção idade/série na educação básica e elevou o índice de
jogador representado pelo personagem do flâneur atualiza desenvolvimento da mesma no Brasil. O Pacto abriu portas
os efeitos da temporalidade mítica. Por fim, o tempo mes- para o conhecimento e incentivou a formação de profes-
siânico restaura a possibilidade e a esperança de felicidade sores, qualificando os profissionais e refletindo acerca de
(também profana: por meio da rememoração que ocorre no diferentes estratégias de ensino. Percebemos que para se
tempo presente, vítimas são inocentadas e a verdade de um alfabetizar letrando é necessário sempre disponibilizar aos
passado soterrado pode vir à tona. professores materiais didáticos e pedagógicos voltados à
alfabetização, incentivando-os a leitura.
Palavras-chave: Walter Benjamin. Tempo. Modernidade.
Palavras-chave: Alfabetização; Formação de professores; Letramento.
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 487

PRODUTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR NA REPUBLICANISMO E ANTIABSOLUTISMO EM


ALIMENTAÇÃO ESCOLAR NAS ESCOLAS PÚBLICAS JOHN MILTON
MUNICIPAIS DO MUNICÍPIO DE TOBIAS BARRETO/SE
Rafaela Santos Andrade; Saulo Henrique Souza Silva
Murilo Mateus Soares de Matos; Sonia de Souza Mendonca Menezes
O presente trabalho trata do resultado final da pesquisa
O Programa Nacional da Alimentação Escolar objetiva ga- que possui como base a contribuição de John Milton para
rantir para os alunos da rede pública uma alimentação sau- o Republicanismo. Nesse sentido, o mesmo trabalho se pro-
dável e de qualidade, exigindo que pelo menos 30% de seu põe a apresentar e discutir os temas trabalhados durante
orçamento sejam destinados para a compra dos produtos o último ano no projeto de pesquisa intitulado Governo,
da agricultura familiar local. O presente trabalho objetiva Sociedade Civil e Soberania Popular: A emergência da filo-
estudar como o PNAE pode beneficiar economicamente sofia liberal na Inglaterra do século XVII pelo Departamento
os agricultores familiares de Tobias Barreto com a sua par- de Filosofia da Universidade Federal de Sergipe. O estudo
ticipação na alimentação escolar. Foi realizada uma revisão dessa obra possui fundamento na necessidade de debater
teórica, reuniões com o Grupo de Estudos e Pesquisas so- temas como República, instabilidade social, representação,
bre Alimentos e Manifestações Tradicionais (GRUPAM/UFS), autoridade, entre outros; e no fato de John Milton ser um
coleta de dados no site do IBGE, em secretarias municipais, autor ainda pouco estudado se levarmos em consideração
na sede da Emdagro do município e na biblioteca da Uni- a sua contribuição para o cenário político de sua época. A
versidade Federal de Sergipe. Posteriormente a construção metodologia utilizada para a chegada do presente resul-
dos questionários aplicados em onze escolas. Se pôde veri- tado se concentrou em dados qualitativos através de pes-
ficar que 100% das escolas entrevistadas não sabem onde quisa bibliográfica amparada no método tradicional da
são produzidos os alimentos que recebem. As localidades Filosofia Política de relacionar a linguagem dos textos, os
que originam os produtos da agricultura familiar inseridos conceitos utilizados pelos autores com os acontecimentos
na alimentação escolar são de cooperativas de agricultores da época, compreendendo como o texto reflete o contexto.
familiares dos municípios sergipanos Moita Bonita, Estância
Palavras-chave: Bíblia; John Milton; Protestantismo; República; Tiranicídio.
e Arauá, os agricultores locais não participam desse contex-
to. A participação dessas cooperativas representa 32% do Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
orçamento destinado para a alimentação escolar. Portanto,
a realidade do município é incoerente com o que está na lei,
as instituições de ensino não têm o conhecimento mínimo
do programa, além dos agricultores familiares locais que
não usufruem dos direitos na prática do cotidiano.

Palavras-chave: Agricultura familiar; Alimentação escolar; Tobias Barreto.

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 488

AVALIAÇÃO DA PERCEPÇÃO ACERCA DAS CARACTERIZAÇÃO DA FORÇA DE TRABALHO


ESTRATÉGIAS MARKOVIANAS NO DILEMA DO ESCRAVA NA CAPITANIA DE SERGIPE DEL REI.
PRISIONEIRO ITERADO EM EXPERIMENTOS COM
EDen Filipe Santos Vieira; Carlos de Oliveira Malaquias
SERES HUMANOS: PADRÕES COMPORTAMENTAIS
Através da pesquisa traçamos um panorama das principais
Matheus Fernandes dos Santos Pereira; Hector Julian Tejada Herrera
características da força de trabalho escrava empregada nas
O Dilema do Prisioneiro (DP) é uma situação dentro da Teo- diversas atividades econômicas desenvolvidas na província
ria dos Jogos no qual o jogador utiliza estratégias para ma- de Sergipe Del Rey, dentre elas a pecuária, atividade açuca-
ximizar seu ganho individual em determinado contexto no reira e a lavoura de mandioca, objetivando apresentar e dar
qual ele precisa cooperar ou desertar, interagindo com outro visibilidade à sujeitos considerados anônimos na História.
indivíduo. Algumas dessas estratégias estão baseadas nas Assim remetemo-nos aos desenvolvimentos da economia
Cadeias de Markov, que determinam a tomada de decisão local, resgatando também, a trajetória de regiões tradicio-
como um processo dependente da última rodada, num siste- nalmente pouco inspecionadas (sertão e agreste do Estado).
ma em que o indivíduo compreende a situação ao qual está Para tanto, procedeu-se à exploração e levantamento dos
submetido. Nesse contexto, discutiu-se uma metodologia e, inventários post-mortem abertos na província extraindo-se
a partir dela, foi executado um experimento para estudar o e tabulando-se as informações sobre número, valor, idade,
DP com seres humanos. Na situação experimental o parti- sexo e origem dos escravos. Desse modo, observa-se que a
cipante joga o DP contra um computador em duas sessões maioria dos escravos estava na faixa de idade ativa, ou seja,
consecutivas, sendo que a estratégia usada pelo computador na idade produtiva de trabalho, havia equilíbrio sexual e a
muda de uma sessão para outra. Os resultados indicam que maioria dos cativos eram nascidos no Brasil, sendo que boa
o desempenho se aproxima do que se espera, uma vez que parte deles tinham laços familiares. Essas averiguações per-
na primeira sessão o participante compete contra uma estra- mitem concluir o compromisso dos senhores sergipanos
tégia aleatória (considerada, a princípio, difícil de identificar e com a exploração econômica da sua mão de obra cativa.
ser entendida) e posteriormente é confrontado contra uma
Palavras-chave: idade produtiva; cativo; designação; origem
estratégia Tic-for-Tat (“Olho por olho”). Nessas condições, foi
possível observar como o participante não decidiu simples- Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
mente por cooperar, emulando a estratégia do computador,
mas sim por cooperar e desertar de forma intercalada, obten-
do uma melhor recompensa. Esses resultados permitirão de-
finir um protocolo de treinamento e teste em experimentos
que utilizem uma situação do DP em humanos.

Palavras-chave: Dilema do Prisioneiro, interações sociais, avaliação


comportamental

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 489

NORMATIVIDADE MORAL NA FILOSOFIA DE A CRÍTICA GORGIANA À ONTOLOGIA NAS


DAVID HUME PARÁFRASES DO TRATADO DO NÃO-SER,
DE GÓRGIAS
Juliane da Mota Santos; Marcos Fonseca Ribeiro Balieiro
Cinthia Almeida Lima; Joao Alexandre de Viveiros Cabeceiras
Nas seções iniciais do livro III de seu Tratado da natureza
humana, Hume recusa a possibilidade de uma normativi- As paráfrases do Tratado do Não-Ser são textos essenciais
dade moral pautada na razão, atacando o significado do para entender a crítica de Górgias à ontologia e a concep-
“deve normativo” dos racionalistas morais, e assume um ção gorgiana de linguagem. A sucinta pesquisa tem como
sentimento pelo qual somos tocados ao contemplar um objetivo primordial ampliar os conhecimentos no âmbito
determinado ato como a base das distinções morais realiza- da filosofia antiga, e em especial sobre a sofística gorgia-
das pelo homem, apresentando uma variante do chamado na. Especificamente sobre o tema, foram lidos: as paráfrases
sentimentalismo moral. Para o autor, o que nos faz julgar do Tratado do Não-Ser dispostas na obra Górgias: Testemu-
e agir de modo estritamente moral é a simpatia, corrigida nhos e Fragmentos com tradução de Manuel Barbosa e Inês
de modo a evitar que nos deixemos afetar pelos sentimen- de Ornellas e Castro; e os artigos científicos Análise das Três
tos de pessoas que nos são mais próximas. Esses sentimen- Teses do Tratado do Não-Ser de Górgias de Leontinos e A
tos morais são guiados por regas gerais engendradas pelo Paráfrase do MXG do Tratado do Não-Ser de Górgias de Le-
costume, pelo convívio e pela participação na sociedade, ontinos, do Prof. Dr. Aldo Lopes Dinucci. A conclusão inicial
de modo que os indivíduos possam ser acometidos pelos é a de que o discurso convence fortemente o ser humano,
sentimentos apropriados de aprovação e censura, forman- incitando sentimentos bons e ruis, a exemplo: da empatia
do um “padrão de gosto moral”. Dado que não existe, para e do medo, da serenidade e da perturbação, do amor e do
nosso autor, dever no sentido estrito, uma normatividade a ódio. Parece que há, ainda, no Tratado do Não-Ser, uma pre-
partir do gosto é uma espécie de tentativa de estabelecer tensão de aniquilamento da ontologia, e além disso, a po-
uma normatividade moral em um mundo em que não há sição de que a metafísica e a defesa de um ser uno, eterno,
uma normatividade moral pronta. não-gerado e imutável devem ser refutadas.

Palavras-chave: Hume; moral; sentimento; gosto; normatividade Palavras-chave: Górgias; ontologia; linguagem; conhecimento.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS Apoio Financeiro: PIBICVOL
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 490

A EXPLICAÇÃO RELACIONAL E PRAXEOLOGIAS DO A EXPLICAÇÃO RELACIONAL E PRAXEOLOGIAS DO


ENSINO DE GEOMETRIA NO 9° ANO DO ENSINO ENSINO DE GEOMETRIA NO 7° ANO DO ENSINO
FUNDAMENTAL FUNDAMENTAL

Juliana de Souza Paula; Georgiane Amorim Silva; Denize da Silva Souza Valeria de Jesus Padilha; Georgiane Amorim Silva; Denize da Silva Souza

Esta pesquisa refere-se à análise de três livros didáticos de Este trabalho é fruto de um estudo bibliográfico sobre a
matemática do 9º ano do ensino fundamental acerca do Te- análise de três livros didáticos de matemática do 7° ano do
orema de Pitágoras, selecionados como os mais adotados ensino fundamental indicados pelo PNLD 2017 (Plano Na-
na rede estadual, no PNLD 2017 (Plano Nacional Livro Di- cional Livro Didático 2017) e mais adotados na rede esta-
dático 2017): Praticando Matemática (ANDRINI; VASCONCE- dual de Sergipe. Estudamos três noções teóricas: Níveis de
LOS, 2015) – L01; Matemática: compreensão e prática (SIL- van Hiele (VAN DE WALLE, 2009) que aborda sobre o desen-
VEIRA, 2015) – L02; Matemática: vontade de saber (SOUZA; volvimento do pensamento geométrico, a Compreensão
PATARO) – L03. A pesquisa foi norteada por três noções te- Relacional (SKEMP, 1989) que busca entender o conteúdo
óricas: Níveis de van Hiele (VAN DE WALLE, 2009) que abor- matemático quanto ao que fazer e porquê fazer as tarefas
da sobre o desenvolvimento do pensamento geométrico, propostas para aprendê-lo e a Teoria Antropológica do Di-
a Compreensão Relacional (SKEMP, 1989) que busca enten- dático de Chevallard (SOUZA, 2015), a qual busca análise de
der o conteúdo matemático quanto ao que fazer e porquê atividades matemáticas a partir das praxeologias ou orga-
fazer as tarefas propostas para aprendê-lo e a Teoria Antro- nizações dos conteúdos que são propostos para a apren-
pológica do Didático de Chevallard (SOUZA, 2015), a qual dizagem do aluno. Desse estudo, diagramas esquemáticos
busca análise de atividades matemáticas a partir das praxe- foram elaborados para a explicação relacional do conteú-
ologias ou organizações dos conteúdos que são propostos do ângulos, identificando-se praxeologias desse conteúdo
para a aprendizagem do aluno. Inicialmente um diagrama presentes em cada um dos livros: Praticando Matemática
esquemático foi elaborado para a explicação relacional, do (ANDRINI; VASCONCELOS, 2015); Matemática: compreensão
qual, foi possível identificar as praxeologias que os respec- e prática (SILVEIRA, 2015); Matemática: vontade de saber
tivos autores escolheram para organizar o Teorema de Pitá- (SOUZA; PATARO). De modo geral, são organizações praxeo-
goras. Os resultados apontam que os dois livros (L02; L03) lógicas com explicação instrumental, cabendo ao professor
são mais próximos. elucidar o conteúdo de forma relacional, para possibilitar
aos alunos criticidade ao responderem as tarefas de manei-
Palavras-chave: Teorema de Pitágoras, T.A.D., E. R., Livros didáticos de matemática.
ra relacional ou instrumental.
Apoio Financeiro: PIBICVOL
Palavras-chave: Livro didático de matemática, Compreensão Relacional, TAD.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 491

JOHN LOCKE POLÍTICO: ATEÍSMO E POLÍTICA DESATENÇÃO-IMPULSIVIDADE-HIPERATIVIDADE:


PRÁTICAS DISCURSIVAS NOS ENCONTROS ENTRE
Aldiones de Jesus Souza; Antonio Carlos dos Santos
SAÚDE E EDUCAÇÃO.
Ao longo de sua obra, Locke desenvolveu diversos conceitos
Gabriel Cardoso Santos; Janaina Rodrigues Geraldini
e ideias de grande importância moral. Poderíamos classificar
suas principais concepções, tais como a ideia de tolerância Introdução: O Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperativi-
e a laicização do Estado, como uma tentativa de criar uma dade (TDAH), é considerado o diagnóstico psiquiátrico mais
certa ordem social moralmente racional. Para Locke, a to- comum na infância e, conforme consta no Diagnostic and
lerância deve ser concebida apenas àqueles que buscam a Statistic Manual (DSM), caracteriza-se por três categorias
salvação de suas almas e seguem a lei divina. Assim, a prin- principais de sintomas, que são desatenção, impulsividade
cípio, nenhum ateu tem o direito de ser tolerado com base e hiperatividade. Objetivo: Compreender os discursos cons-
em uma prerrogativa cristã, pois aquele que solapa todas as truídos no encontro entre saúde e educação públicas, no
religiões por causa de seu ateísmo não possui capacidade município de Lagarto/SE, quando estão em pauta crianças
suficiente para respeitar e cumprir os laços, vínculos e pac- consideradas desatentas, impulsivas e/ou hiperativas. Me-
tos que mantém a sociedade unida. O que levanta a questão todologia: A pesquisa é de origem qualitativa, tendo como
de uma aparente oposição entre ateísmo e moralidade, na um dos objetivos a exploração do campo, sendo este, uma
obra de Locke. Segundo o filósofo, a moralidade que a razão escola estadual do município de Lagarto/SE. Os dados foram
produz, sem o temor a Deus, é insuficiente para sustentar obtidos por meio de algumas conversas com a coordenação
a boa conduta dos indivíduos. Assim, objetivo da pesquisa da escola, sendo que estes foram extraídos de prontuários.
foi o de analisar o papel da moralidade na filosofia de John Resultados: Durante as visitas feitas, entre os meses de se-
Locke e, ademais, desvelar a relação dessa com o ateísmo. tembro de 2016 a junho de 2017, tornou-se perceptível que
os professores, ao observarem alunos com comportamen-
Palavras-chave: Política, Ateísmo, Locke, Tolerância.
tos atípicos, encaminhavam os estudantes para institui-
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq ções públicas diferentes. Com o decorrer do tempo, foram
analisados prontuários e diversas classificações de doenças
– conforme a Classificação Internacional de Doenças (CID)
–, contidas nos mesmos. Conclusões: Ao longo das visitas,
pode-se perceber que a medicalização é o meio mais comu-
mente usados, mas também há o uso de outros recursos,
como exemplo, a sala de apoio pedagógico, acompanha-
mento com psicólogo e com psicopedagogo.

Palavras-chave: TDAH; saúde; educação; análise discursiva.

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 492

ADOÇÃO HOMOPARENTAL: ASPECTOS DO COMIDA RITUAL: OS VESTÍGIOS


PARECER PSICOSSOCIAL ZOOARQUEOLÓGICOS DO SAMBAQUI MORRO
DA CONCHA
Lucas Menezes Silva; Elder Cerqueira Santos
Thatson Erick da Silva Nery Teles; Marcia Barbosa da Costa Guimaraes
O objetivo do seguinte estudo foi fundamentado no re-
cente reconhecimento dado à homoparentalidade frente à O presente relatório retrata os resultados da análise quali-
jurisdição brasileira, tendo em vista os ditames fundamen- -quantitativa desenvolvida junto às amostras coletadas no
tados pelo Conselho Nacional de Justiça sobre o reconhe- sambaqui Ilha das Ostras, localizado no litoral norte do Es-
cimento da união estável entre pessoas do mesmo sexo. A tado da Bahia. Utilizando na análise métodos que tiveram
orientação do objetivo, por sua vez, estabeleceu-se segun- por base estudo de Castel (1970), aplicado no Brasil por Fi-
do a necessidade do entendimento das ferramentas de res- guti (1989) e Figuti e Klokler (1996). Estes estudos partem
paldo para os pareceres do Ministério Público, assim como do princípio da composição heterogênea dos sambaquis e,
para a sentença do Juiz. Dessa forma, buscou-se entender neste sentido, estabelece a necessidade de coletas colunares
as dimensões do discurso de casais homossexuais adotan- “para se obter uma amostragem relevante da matriz” (Figuti
tes respondentes dos pareceres psicossociais, utilizando-se, e Klokler, 1996, p. 169) .Foram processadas 11 amostras co-
para a análise dos dados, a análise de conteúdo (Bardin, letadas da coluna posicionada junto à secção estratigráfica
1997). Foram obtidas 5 categorias, bem discriminadas pela leste do sambaqui Ilha das Ostras, a análise da secção estra-
análise de conteúdo, as quais englobam os motivos para tigráfica Leste identificou a existência de 9 amadas/lentes e
abertura do processo de adoção, a relação estabelecida dois “features”: um bolsão de conchas e uma depressão com
entre o adotado e sua família adotante, os cuidados para sedimento solto. A análise quali-quantitativa permitiu verifi-
com a criança dado pelo casal e a linguagem fundamenta- car a contribuição de cada elemento na formação da camada
da pelo parecerista em seu parecer. A fundamentação do ao longo tempo, permitindo, por um lado, reiterar o modelo
estudo demonstra a necessidade de entender as vias bu- paleogeográfico proposto e, por outro, avançar na compre-
rocráticos do processo de adoção homoparental, além de ensão do processo de formação do sambaqui.
entender qual a importância do reconhecimento dessa mo-
Palavras-chave: Zooarqueologia, Ilha das Ostras, Amostragem, Sambaqui
dalidade de adoção frente à jurisprudência brasileira.
Apoio Financeiro: PIBICVOL
Palavras-chave: Adoção, Homoparentalidade, Psicodiagnóstico

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 493

A POLÍTICA E O CAMPO DAS APARÊNCIAS: O A ETNOGRAFIA DE TELA SOBRE IMAGENS E


CAMPO INTERSUBJETIVO DOS AFETOS E O NARRATIVAS FÍLMICAS COM CRIANÇAS
IMAGINÁRIO COLETIVO.
Rui Benevides Prates; Marcos Ribeiro de Melo
Renata Dias Ribeiro; Antonio Jose Pereira Filho
Desde a década de 1970 do século passado, junto à publi-
Objetivo: A pesquisa buscou analisar a hipótese levantada cação da “História social da criança e da família” de Philippe
por um conjunto de filósofos e psicólogos sociais (Le Bon, Ariès (2006), obra na qual o autor buscou o enredo que pos-
Freud e Adorno) de que há uma relação indissociável entre sibilitou o advento/invenção do chamado “sentimento de
“a política e o campo intersubjetivo dos afetos”. Metodolo- infância”, muitos pensadores têm se dedicado a questionar
gia: Trata-se de pesquisa de natureza básica e bibliográfica. a infância como simples etapa da vida e como uma noção
Resultados e conclusões: Primeiramente, fizemos o mapea- a-histórica, universal. Este foi, portanto, o incomodo norte-
mento de alguns conceitos, com destaque para a noção de ador da pesquisa que fundamentou este trabalho, a saber,
“multidão”, e notamos como alguns autores da filosofa po- a desestabilização do lugar da infância e da experiência in-
lítica clássica entendiam essa noção, para mostrarmos, em fantil na ciência e, ainda mais, na cultura contemporâneas.
seguida, a novidade do conceito de “multidões” na obra “A Para tanto, o recurso metodológico de que nos servimos em
psicologia das multidões”, de Gustave Le Bon (1841-1931), nossa pesquisa foi a etnografia de tela. Em termos práticos,
que aponta para as diferenças da personalidade do indiví- este tipo de etnografia diz respeito a um modo minucioso
duo isolado e o modo de atuação do indivíduo quando este de experiência com o filme, em que selecionamos cenas,
passa a fazer parte de uma “multidão psicológica”. Com a analisamos a composição das imagens e suas possíveis in-
leitura da obra “Psicologia das massas e analise do eu”, de terpretações e articulamos todos esses elementos e descri-
Freud (1856-1939) estudamos as semelhanças e diferenças ções ao referencial teórico a partir do qual desenvolveremos
do seu pensamento frente a Le Bon. Para Freud, é a “libido” nossos pensamentos (MELO e VASCONCELOS, 2016). O que
que se encontra na base da formação daquilo que Le Bon se pretende apresentar, de maneira geral, é o resultado de
entendia abstratamente como “lei mental psicológica”, o uma pesquisa analítica sobre imagens e filmes cujo conte-
que explica os fenômenos do comportamento de grupo, údo narrativo pretendeu tratar da(s) infância(s), pensando,
tais como os que ocorrem em instituições sociais como a para tanto, nos possíveis balizadores culturais aos quais es-
Igreja e o Exército, por exemplo. Por fim, a reflexão do filó- colhemos fazer considerações (como as questões de gênero,
sofo Theodor Adorno (1903-1969) em “Teoria Freudiana e o de classe, a saúde mental, a literatura e a poesia).
Padrão da Propaganda Fascista” nos mostra como os líde-
Palavras-chave: cinema, infâncias, etnografia de tela
res fascistas utilizaram os estudos da psicologia das massas
com fins de manipulação do imaginário social e político. Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS

Palavras-chave: Le Bon, Freud, Adorno, Multidão, Psicologia Social,


Politica.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 494

A EXPLICAÇÃO RELACIONAL E PRAXEOLOGIAS DO O ENSINO DO ESPANHOL NAS ESCOLAS PÚBLICAS


ENSINO DE GEOMETRIA NO 8° ANO DO ENSINO NO ESTADO DE SERGIPE
FUNDAMENTAL
Laisa Santos Silva; Wilma de Farias Chagas; Valéria Jane Siqueira Loureiro
Marcela Lunara Santana dos Santos; Georgiane Amorim Silva;
O projeto de iniciação científica intitulado “Mapeamento
Denize da Silva Souza
da língua espanhola no sistema educacional público esta-
Este trabalho apresenta uma análise de três livros didáticos dual em Sergipe” sob orientação da professora Msc. Valéria
de matemática do 8º ano do ensino fundamental sobre o Jane Siqueira Loureiro traz o estudo da oferta de língua es-
conteúdo Triângulos, selecionados como os mais adotados panhola como língua estrangeira no sistema educacional
na rede estadual, no PNLD 2017 (Plano Nacional do Livro público estadual em Sergipe a partir dos dados coletados
Didático 2017): Praticando Matemática – L01(ANDRINI; sobre as 10 diretorias regionais da educação (DRE) através
VASCONCELOS, 2015); Matemática: compreensão e práti- da Secretária do Estado da Educação (SEED). O projeto se
ca – L02 (SILVEIRA, 2015) e Matemática: vontade de saber desenvolveu a partir de reuniões de estudo e discussões
– L03 (SOUZA; PATARO). A pesquisa fundamentou-se em dos textos e iniciou-se a preparação para o mapeamento
três noções teóricas: Níveis de van Hiele (VAN DE WALLE, em que estariam em avaliação o cumprimento da lei nas
2009), a qual aborda sobre o desenvolvimento do pensa- escolas como também o posicionamento dos professores,
mento geométrico; Compreensão relacional (SKEMP, 1980) frente a sua carga horária e turmas. Desde uma metodolo-
que busca entender o conteúdo matemático quanto ao que gia quantitativa os dados sobre a oferta do espanhol nos
fazer e porquê fazer as tarefas propostas para aprendê-lo; colégios estaduais de Sergipe foram tabulados. Para tanto,
Teoria Antropológica do Didático, a luz dos estudos de Che- este projeto está ancorado em alguns documentos e leis
vallard (SOUZA, 2015), estabelecendo análise de atividades que norteavam o ensino do espanhol no níveo médio da
matemáticas a partir das praxeologias ou organizações dos educação brasileira, tais como os Parâmetros Curriculares
conteúdos que são propostos para a aprendizagem do alu- Nacionais (PCNEM, 2000), as Orientações Curriculares para
no. Inicialmente elaborou-se um diagrama esquemático o Ensino Médio (OCEM, 2006) e a Lei de Diretrizes e Bases
para elaboração da explicação relacional, do qual, buscou- (LDB, 1996), além da Lei 11.161 (2005), o Tratado de As-
-se identificar as praxeologias que os respectivos autores sunção (1991) e os textos de REATTO e BICASSO (2007), de
escolheram para organizar o conteúdo Triângulos. Os livros apoio sobre o tema, pois também abordam em suas metas
didáticos analisados podem não ser os mais completos em a importância do ensino do espanhol em nosso país. Atra-
relação às teorias estudadas, contudo, o L02 apresenta pra- vés dos dados coletados foi possível alcançar os resultados
xeologias mais completas. que serão apresentados como resultado do projeto.

Palavras-chave: Explicação Relacional, Praxeologias, Livros Didáticos de Matemática. Palavras-chave: Língua Espanhola; Ensino Médio Público; Lei 11.161.

Apoio Financeiro: PIBICVOL Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 495

O ESPANHOL NO ESTADO DE SERGIPE A FONTE ORAL E A ARQUEOLOGIA DO PASSADO


RECENTE: PAISAGENS DIASPÓRICAS EM
Wilma de Farias Chagas; Valéria Jane Siqueira Loureiro
LARANJEIRAS, SERGIPE
Este trabalho tem como objetivo apresentar as etapas rea-
Luciana Alves Costa; Marcia Barbosa da Costa Guimaraes
lizadas como também seus resultados no projeto de inicia-
ção científica (PIBIC/ CNPQ) “Mapeamento da língua espa- O nosso projeto de pesquisa “A fonte oral e a arqueologia
nhola no sistema educacional público estadual em Sergipe” do passado recente: Paisagens Diaspóricas” buscou com-
sob a coordenação e orientação da professora Valeria Jane preender a relação que a população do município de Laran-
Siqueira Loureiro. O principal foco o estudo da oferta da lín- jeiras - SE possui com o seu patrimônio material e imaterial,
gua espanhola no estado de Sergipe assim como a análise na tentativa de valorizar as vozes alternativas na compre-
do cumprimento da implementação da lei 11.161/2005 nas ensão da paisagem arqueológica da cidade. A pesquisa
escolas estaduais de ensino médio das 10 diretorias regio- também tentou compreender como o sentimento de per-
nais da educação (DRE). De forma quantitativa, os dados tencimento, representatividade e até mesmo de resistência
foram divididos entre os bolsistas voluntários do projeto. foi construído e como estão inseridos na materialidade, nos
Nesta etapa, foram pesquisadas 72 escolas que compõe a lugares significados ao longo dos séculos pela população
DEA e as DRE 01, 02, 03 e 04. Para aprofundar nossos co- afro-brasileira laranjeirense. Na primeira fase da pesquisa
nhecimentos e ajudar no desempenho da nossa pesquisa, realizamos leituras bibliográficas de fonte secundárias que
foram realizadas reuniões para discussões de teóricos que abordaram memória, patrimônio e identidade. Na etapa
nos deram base para o desenvolvimento do projeto: LDB final de pesquisa, a proposta para compreender as rela-
(1996), o Tratado de Assunção (1991) OCEM (2006), PCNEM ções entre moradores de Laranjeiras e os bens edificados
(2000), a Lei 11.161 (2005) e os estudos de REATTO e BICAS- se deu através de entrevistas com mestres e mestras das
SO (2007) que nos ajudaram a entender o caminho percorri- manifestações culturais. Diante de algumas situações quais
do na oferta do espanhol até a promulgação da lei que obri- o relatório de pesquisa expôs, não foi possível realizar en-
gava a sua oferta nas escolas que possuem ensino médio. trevistas com todas (os) mestras e mestres de Laranjeiras.
Apresentaremos os resultados levantados onde pudemos Expusemos pesquisas acerca das manifestações culturais,
analisar as influências geradas no âmbito escolar através do da participação dos moradores e principalmente a relação
ensino e aprendizagem do espanhol. dessas manifestações culturais com o patrimônio edificado
da cidade, como é o caso das Taieiras que realizam a pro-
Palavras-chave: Mapeamento; Lei 11.161/05; Espanhol; Língua estrangeira.
cissão adentrando na igreja de Nossa Senhora do Rosário e
Apoio Financeiro: PIBICVOL São Benedito para homenageá-los.

Palavras-chave: Memória – Patrimônio - Arqueologia da diáspora africana

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 496

O REAL E A PARCERIA SINTOMÁTICA DESENVOLVIMENTO E VALIDAÇÃO DE QUESTÕES


DE OBJETIVO CONCEITUAL
Thauana Carolina Ferreira do Nascimento; Rogerio da Silva Paes
Henriques Guilherme Fernandes Ramos da Silva; Alice Alexandre Pagan

Com a importância atribuída ao registro do real no último INTRODUÇÃO: Entende-se por avaliação de desempenho a
ensino de Lacan - entendendo-se o real como aquilo que verificação da capacidade que o aluno possui de reprodu-
insiste e ex-siste ao simbólico e à norma fálica - torna-se zir conteúdo. Este conceito confunde aprendizagem com
relevante repensar os conceitos estabelecidos pelo campo memória. Acreditamos que a aprendizagem deve ser com-
psicanalítico de orientação lacaniana, a fim de atualizar a preendida como processos mentais ativos, pelos quais as
prática analítica, à luz do contemporâneo. Assim, este tra- informações são processadas e analisadas. Avaliar o desem-
balho circunscreve a noção de “parceria sintomática”, pro- penho escolar implica, portanto, verificar a extensão da ca-
posta por Jacques-Alain Miller, em “El partenaire-síntoma”, pacidade de raciocínio, visando resolver situações teóricas
com vistas a uma aproximação das novas demandas analí- ou práticas da vida cotidiana ou de aspectos particulares
ticas, apreendendo as ressonâncias clínicas das atuais mo- das ciências. OBJETIVOS: Construir e validar uma ferramen-
dalidades de laço social. Tal reflexão sobre a clínica psica- ta de avaliação conceitual, procedimental e atitudinal para
nalítica no contemporâneo se desdobrou na temática do estudantes do ensino básico em Sergipe. METODOLOGIA:
final de análise, levando-se em conta os “novos sintomas” Pesquisa quali-quantitativa. Aplicação do TCLE, questio-
que divergem do pensamento binário estrutural em torno nário (coleta de dados) e análise de dados. RESULTADOS
da neurose e psicose. Concluiu-se que o “parceiro sintoma” E DISCUSSÃO: 77 estudantes participaram da pesquisa;
é uma nova nomeação dada ao Outro, conceito central em 79% deles entre 15 e 17 anos; 49% do sexo feminino. Os
Lacan referente à alteridade radical, que passa a ser conce- resultados evidenciaram que os estudantes tinham conhe-
bido como corpo sexuado. Por sua vez, a “parceria sintomá- cimento prévio das DST’s. O quantitativo de questões e a
tica” é uma nomeação dada a uma modalidade de laço so- baixa adesão dos estudantes foram limitações da pesquisa.
cial, que se estabelece por intermédio dos modos de gozo CONCLUSÃO: DSTs devem ser abordadas em sala de aula
singulares dos seres falantes (parlêtres), pensados a partir visando apresentar conceitos-chave através dos quais os
das fórmulas da sexuação lacanianas. alunos possam se apropriar do conhecimento para solucio-
nar problemas vivenciados no decorrer da vida. O sistema
Palavras-chave: clínica psicanalítica; Outro; parceria sintomática.
de ensino deveria incorporar ferramentas de avaliação que
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq possam mensurar a capacidade do aluno de reconhecer os
conceitos, entender a sua importância e compreender a sua
aplicabilidade em situações práticas cotidianas.

Palavras-chave: Desempenho escolar; Avaliação conceitual; Ferramentas


de avaliação.

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 497

ESPORTE E CINEMA NA ESCOLA: USOS PORTOS E NAVIOS: O QUE NOS CONTAM OS


PEDAGÓGICOS PARA UMA EDUCAÇÃO ESPORTIVA PERIÓDICOS E OS ARQUIVOS SERGIPANOS?

Humberto Santana Franca; Hamilcar Silveira Dantas Junior Luan Rodrigues da Silva; Paulo Fernando Bava de Camargo

Esta pesquisa se propôs construir formas de trato pedagó- O plano de trabalho buscou consolidar um programa sis-
gico com o cinema na escola orientadas a uma educação temático de Arqueologia portuária no estado de Sergipe,
esportiva através da arte cinematográfica. Perspectivamos envolvendo a localização, inventário, mapeamento e con-
aprender sobre esporte, para além do esporte, dialogando textualização de bens portuários (estruturas, edificações,
arte e esporte. Apesar de o filme ser usado como recurso equipamentos, em uso ou abandonadas). Partindo desse
auxiliar das aulas ou passatempo na escola, compreende- objetivo, buscou-se coletar informações de embarcações e
mos que as produções cinematográficas como mídia edu- portos via fontes documentais gráficas primárias, notícias
cativa ainda são mal utilizadas, acreditamos que a educação ou artigos de periódicos, propagandas ou anúncios de ven-
escolar deve buscar meios para possibilitar a formação esté- da; os dados coletados envolviam informações básicas so-
tica audiovisual dos alunos, pois devemos reconhecer que bre as embarcações pesquisadas, tais como: nome, portos
estamos inseridos em uma sociedade que a linguagem au- de origem e chegada, data da informação, local da informa-
diovisual se constitui como poder e implica nas relações das ção, entre outros, esses dados coletados foram organizados
pessoas com mundo. Isso posto construímos uma prática em tabelas no Microsoft Excel e após análise e posteriores
pedagógica com o cinema que envolva a escola em diálo- acréscimos de novas informações, tais como: época de nau-
gos interdisciplinares. A experiência pedagógica, nos mol- frágio, estaleiro onde foram construídos, número do casco,
des da pesquisa-ação, foi realizada com duas turmas do en- etc. Foram confeccionados gráficos e tabelas para melhor
sino médio do Colégio de Aplicação da UFS (CODAP/UFS). compreensão do que ocorria durante o período pesquisa-
A análise do corpus da pesquisa foi realizada com o método do, que se encontra entre os séculos XIX e XX.
da Análise Textual Discursiva-ATD. A intervenção possibi-
Palavras-chave: Portos, Navios, periódicos, arquivos, Sergipe.
litou um ambiente propício para uma educação esportiva
e da sensibilidade estética, seus resultados apontam para Apoio Financeiro: PIBICVOL
uma ampliação significativa das compreensões sociais do
esporte por meio do cinema, e para além do esporte.

Palavras-chave: Cinema; Esporte; Educação Esportiva

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 498

PONTES, RAMPAS E TRAPICHES DE ARACAJU: ANÁLISE DA QUALIDADE TEXTUAL-


REGISTRO ARQUEOLÓGICO DE BENS PORTUÁRIOS ARGUMENTATIVA DAS DECISÕES DA LAVA-JATO:
UM ESTUDO DE CASO
Filipe Costa Silva; Paulo Fernando Bava de Camargo
Laércio Teodoro dos Santos; Mayana Cunha Silva; Denise Leal
O local de trabalho é a costa do Rio Sergipe, antigamente
Fontes Albano
chamado de Cotinguiba, abrangendo desde a Avenida Ge-
neral Calazans no Bairro Industrial, até o Iate Clube na Ave- RESUMO: Trata-se de pesquisa sobre decisões judiciais pro-
nida Beira Mar. Será feito uma localização e mapeamento, feridas no âmbito da operação Lava-jato, em que se busca
além dos registros do material, que fora encontrado com aferir a qualidade textual/argumentativa dessas decisões. O
o intuito de futuramente observar as mudanças de conta- objetivo é identificar a ausência/mitigação de uma lingua-
to entre os rios fluviais e Aracaju fornecendo informações gem hermética, distanciando-se do chamado “juridiquês”
mais detalhadas sobre os portos que operaram entre 1830 e favorecendo uma maior compreensão das decisões ju-
a 1990. Utilizando a planilha foram levantados dados no de- diciais. A pesquisa justifica-se pela relevância e atualidade
correr do ano da pesquisa, foram selecionados pontos que do seu objeto, e também pela necessidade de observarmos
auxiliem na melhor compreensão desse contexto, manten- com mais atenção as transformações do direito nos últimos
do dados como localização, o tipo no qual pode-se adequar anos, em especial no campo penal e na linguagem jurídica.
cada ponto a partir de contextos arqueológicos como edi- Nas decisões analisadas, identifica-se o recurso a uma lin-
ficações, estruturas, vestígios, além da marcação dados de guagem clara e objetiva, desprovida de arcaísmos e tecni-
GPS e levantamento histórico do que poderia ou não ser cismos comuns no meio jurídico. Adotou-se o método ana-
aqueles objetos ou locais. Durante a pesquisa foram mar- lítico, a partir da análise textual argumentativa das decisões
cadas um total de 52 pontos, com uma variação, desde pe- selecionadas aleatoriamente, subsidiada por uma pesquisa
quenos piquetes a possíveis bases de estruturas, vestígios de campo (entrevista semiestruturada), que contempla a
de embarcações, como pedaços de cabo, madeiras. Ainda exibição de trechos das decisões, para verificar se eles po-
há muito o que fazer em relação a parte histórica do pro- dem facilmente ser compreendidos por pessoas de nível de
jeto, muitas informações ainda precisam ser confirmadas e formação médio ou superior e alheias ao mundo jurídico.
avaliadas. A próxima etapa é aplicar a ficha individual que Para análise dos dados, recorreu-se à produção ligada à teo-
ajudará nesse processo, uma vez que será feito um estudo ria da decisão judicial, linguagem, retórica e argumentação
específico para cada ponto, com história geral e especifica jurídicas. Dados preliminares permitem constatar uma nova
se possível, uma vez que alguns dos locais possuem maté- estratégia de comunicação entre juízes e a sociedade. Os ju-
rias bem distintos, tal como as madeiras na área estudada. ízes que atuam na Lava-jato viram na qualidade da lingua-
gem jurídica adotada, a estratégia mais eficaz para legitimar
Palavras-chave: Avenida Ivo do Prado; História de Aracaju; Mapeamento
sua atuação e angariar o apoio da sociedade brasileira.
Apoio Financeiro: PIBICVOL
Palavras-chave: Lava-jato; decisões judiciais, linguagem jurídica.

Apoio Financeiro: Voluntário


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 499

HISTÓRIA E MEMÓRIA DO COLÉGIO DE LEVANTAMENTO DOS CONFLITOS


APLICAÇÃO. LEVANTAMENTO DE FONTES SOCIOAMBIENTAIS NA AMÉRICA LATINA
DOCUMENTAIS E ORAIS
Viviane Melo Santos Oscar Alfredo Sobarzo Mino
Maria Magna Correia Menezes Nogueira; Joaquim Tavares da
A complexidade da realidade na América Latina que, por
Conceicao
necessidade de expansão geográfica, ultrapassa os limites
O presente trabalho, realizado com apoio do CNPq por meio de fronteiras, está projetada por totalitarismos na produção
do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica, do espaço e pela exploração intensiva da natureza efetiva-
apresenta resultados da pesquisa que teve como objetivo da pelo poder unilateral das corporações mundializadas.
produzir informações para a compreensão da trajetória do A pesquisa, realizada no contexto do projeto “Uso Corpo-
Colégio de Aplicação, contribuindo para a preservação da rativo do Território e Conflitos Socioambientais na América
memória institucional e a constituição de fontes para o Cen- Latina”, objetivou analisar o uso e a produção do território
tro de Pesquisa, Documentação e Memória (Cemdap). Os le- através da ação ativa das corporações que irracionalmente
vantamentos realizados utilizaram a coleta dos relatos orais, produzem mais-valia em escalas abrangentes. Não houve
por meio da metodologia da história oral, a pesquisa docu- limitação quanto as escalas de análise local/nacional/regio-
mental e levantamentos bibliográficos a respeito da Histó- nal/global. Encontramos respaldo teórico nas discussões
ria do Colégio de Aplicação. No decorrer da pesquisa foram trazidas por autores como Santos e Silveira (2011), Svampa
organizados em pacotilhas documentos institucionais, digi- (2012) e Harvey (2006), entre outros. Eles trazem a temática
tação de dados encontrados na documentação, digitaliza- do desenvolvimento econômico às custas da destruição da
ção de documentos de diversos suportes e a organização natureza que na atualidade ganha celeridade. No levanta-
do banco de fontes orais do Cemdap (transcrição e áudio). mento dos conflitos socioambientais, utilizou-se de sites e
O conjunto documental, além da grande diversidade de in- referências bibliográficas para evidenciar as resistências e
formações e suportes, apresenta-se em bom estado de con- as tensões territoriais. A ideologia garantidora dos lucros
servação e com potencialidade para o desenvolvimento de planetários traz um ideal socialmente construído que es-
diversos tipos de pesquisas. A pesquisa também teve como tabelece um interesse seletivo transformado em interesse
resultado a catalogação e organização, disponibilizando comum. Tem-se um falso consenso de que o Estado ad-
para consulta, entrevistas com ex-professores e ex-alunos ministraria os interesses da sociedade para todos, porém,
da instituição. Assim, o desenvolvimento da pesquisa con- afasta-se para atuar em favor dos grupos empresariais,
tribuiu para salvaguardar documentos e objetos da cultura opondo-se àqueles que tiveram suas terras usurpadas e
material, a memória dos agentes educativos, redundando seus conhecimentos tradicionais criminalizados.
na preservação do patrimônio cultural institucional.
Palavras-chave: América Latina; Uso Corporativo; Natureza; Conflito
Palavras-chave: Educação; Colégio de Aplicação; História; Centro de Memória. Socioambiental

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 500

STUDIUM PHILOSOPHIAE MEDII AEVI: O PROBLEMA ESTUDO ACERCA DOS FATORES ESTRESSANTES
DOS FUTUROS CONTINGENTES EM BOÉCIO INERENTES AO EXERCÍCIO DA DOCÊNCIA NA REDE
PÚBLICA E PRIVADA DE ARACAJU.
Moises Cruz Souza; Nilo Cesar Batista da Silva
Alex Santos Tenorio; Luiz Anselmo Menezes Santos
O presente trabalho tem como objetivo principal o de ex-
plicitar a argumentação de Severino Boécio em “A conso- Esta pesquisa trata-se de uma investigação acerca dos fa-
lação da filosofia” a respeito da sua formulação e solução tores estressantes inerentes ao exercício da docência, des-
ao problema dos futuros contingentes e sua relação com o tacando as condições de trabalho e as iniciativas quanto
livre-arbítrio da vontade humana. O problema decorre do ao controle do stress ocupacional. O objetivo foi identificar
argumento de que se há um Deus onisciente, como o Deus a presença ou não de fatores estressantes no contexto de
da tradição cristã, não pode haver livre-arbítrio da vontade atuação profissional de docentes da rede pública e privada
humana, uma vez que tudo já estaria previsto e, como tal, da cidade de Aracaju. Esta é uma pesquisa educacional do
determinado desde o início por Deus. A metodologia uti- tipo descritiva de abordagem qualitativa. Foram utilizados
lizada foi a leitura sistemática e estrutural da obra original questionários como ferramenta para análise dos dados co-
de Boécio, consultando também comentadores da obra a letados comparando dois grupos. Grupo A composto por
respeito de temas e conceitos chaves. No processo, a pes- professores da rede privada e grupo B composto por pro-
quisa nos levou a considerar insuficiente a explicitação dos fessores da rede pública. De acordo com os dados anali-
argumentos do autor em sua ordem lógica interna apenas, sados, pode-se concluir que os docentes dos dois grupos
uma vez que tanto a formulação quanto a solução do pro- declaram-se estressados, porém apresentam fatores e estra-
blema filosófico do autor estão inseridas numa obra de tégias de enfrentamentos distintos em relação às condições
enorme valor literário e teológico, e não apenas filosófico. de trabalho e ao grau de incidência presentes no contexto
Nesse sentido, como resultado final, pretende-se apresen- pesquisado, sendo coincidente apenas no que tange os fa-
tar o problema dos futuros contingentes na obra de Boécio, tores relacionados à valorização profissional. A dificuldade
sua formulação e solução, ao lado das suas características em se adequar as novas demandas educacionais, somadas
literárias e, sobretudo, religiosas, na medida em que se en- ao processo de organização do trabalho no ambiente es-
tende que nem a concepção do problema nem a solução colar, as relações interpessoais, jornada de trabalho, segu-
oferecida se bastariam sem a premissa de um Deus com ca- rança, as condições de trabalho e valorização profissional e
racterísticas especificas, tal como é o Deus cristão. pessoal, traz grandes dificuldades, conduzindo muitas ve-
zes ao profissional que ocupa a função docente um estado
Palavras-chave: Onisciência; Presciência divina; Livre arbítrio; Vontade
de desânimo e descontentamento do trabalho.
Apoio Financeiro: PIBICVOL
Palavras-chave: DOCÊNCIA, STRESS, EDUCAÇÃO BÁSICA, PROFISSÃO.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 501

ANÁLISE HISTORIOGRÁFICA E DOCUMENTAL DAS DIMENSÃO GEOAMBIENTAL E POLÍTICA DOS


CÂMARAS MUNICIPAIS DE SERGIPE (1706-1750) RECURSOS HÍDRICOS NO POVOADO RIBEIRA EM
ITABAIANA/SE
Heloisa dos Santos Santana; Augusto da Silva
Lucas Melo Costa; Daniel Almeida da Silva
As câmaras municipais, ou o senado da câmara como mui-
tas vezes se dizia, constituem um campo privilegiado para O trabalho em tela teve como área de estudo o povoado
se estudar a composição social da elite e limites dos pode- Ribeira, localizado no município de Itabaiana, situado no
res locais. Distintamente da administração civil e militar - no agreste central sergipano e tem como características fisio-
caso de Sergipe - a cargo do capitão-mor e da ouvidoria, gráficas predominantes relevo acidentado, solos litólicos e
a cargo do ouvidor, ambos os postos reservados majori- vegetação caracterizada pela caatinga. Pode-se destacar na
tariamente aos reinóis, as câmaras eram formadas pelos paisagem a serra do Cajueiro, que faz parte do domo dis-
principais da terra, os chamados “homens bons”. Exponho secado de Itabaiana. O propósito deste estudo teve como
nesta comunicação os resultados obtidos através do Pro- objetivo analisar o uso da água como recurso natural do
jeto “As câmaras municipais em Sergipe no reinado de D. povoado e sua correlação com os condicionantes biofísicos.
João V”. Desta forma, apresento uma introdução ao tema, Para a consecução procedimental foram adotados proce-
começando por investigar a composição, as demandas e os dimentos metodológicos que coadunam com os objeti-
tencionamentos das câmaras de vereadores de Sergipe no vos propostos no projeto. Assim, dentre eles foram feitos:
reinado de D. João V (1706-1750). Ênfase especial foi dada levantamentos bibliográficos, fichamentos, trabalhos de
a Câmara Municipal de São Cristóvão, por ser esta cidade campo, mapeamentos e entrevistas. Dos resultados finais
ser o principal centro político, militar e administrativo da ca- pôde-se considerar mapeamentos de solos, geomorfologia,
pitania. Para isso, foram utilizadas manuscritos do Arquivo geologia, hidrografia e gráficos de pluviosidade. A Ribeira
Histórico Ultramarino e da Biblioteca Nacional. é banhada pelo Riacho da Ribeirinha, onde alguns donos
de propriedades fazem usos inadequados deste recursos,
Palavras-chave: câmaras municipais, poder local, administração.
como por exemplo, a construção de pequenas barragens
Apoio Financeiro: PIBICVOL sem autorização (outorga) previamente permitida. Portan-
to, a área pesquisada carece de mais fiscalizações na nas-
cente da micro-bacia e em todo a rede hidrográfica para
assegurar que o Riachinho da Ribeira se mantenha vivo,
preservando as matas ciliares e as áreas de preservação
permanente. Com isso, também se deve fiscalizar os barra-
mentos ilegais no corpo da micro-bacia para que não haja
uma perda de capacidade da mesma.

Palavras-chave: Palavras-chave: Recursos Hídricos, Fisiografia, Mapeamento.

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 502

FORMAÇÃO DE COLEÇÃO DE REFERÊNCIA PARA O ENTRE EXPERIÊNCIAS E COMPREENSÕES:


BAIXO SÃO FRANCISCO: OS PEIXES CARTOGRAFIA DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Lycia Macley dos Santos Silva Daniela Magalhaes Klokler Rafaela Nunes Barreto; Dinamara Garcia FelDens

O presente trabalho consiste na formação de uma coleção O presente trabalho teve por objetivo pesquisar como se dá
de referência ictiológica. Nossa intenção é contribuir para a formação de professores para além da formação acadêmi-
as pesquisas zooarqueológicas futuras na região do Baixo ca, tencionou-se cartografar o processo de formação e como
São Francisco. Para uma identificação taxonômica minucio- estes estão imbricados na subjetividade e na professoralida-
sa a pesquisa necessita de material de referência advindo de do educador. Buscou-se compreender o movimento de
da mesma área onde os sítios estão localizados. A constru- construção de saberes e experimentações no processo de
ção de uma coleção de referência ictiológica do Baixo São formação docente, entendendo os processos de construção
Francisco é de grande importância para as pesquisas arque- de subjetividade a partir da perspectiva dos estudos pós-
ológicas, por se tratar de uma área bastante habitada du- -modernos. De caráter qualitativo, a pesquisa teve uma ins-
rante a pré-história. E se tratando dos recursos faunísticos piração etnográfica, no que diz respeito à forma de entrar
presentes em sítios arqueológicos principalmente beira rio, no campo e o contato com os seus informantes; realizamos
podemos destacar a presença dos peixes por se tratar de entrevistas com três professoras sobre os seus processos
um recurso alimentar abundante. Desta maneira pesquisa- formadores, a partir dos teóricos e conceitos da filosofia da
dores tem maior precisão nas análises, atingindo resultados diferença procuramos discutir as observações e os concei-
e interpretação mais robustos. A coleção será disponibiliza- tos que foram se criando na pesquisa, utilizando assim o
da para análises arqueológicas de diversos pesquisadores método cartográfico como forma de análise do dados. Esta
interessados em materiais ictiológicos não só da Universi- pesquisa serviu para sinalizar a riqueza de possibilidades, e
dade Federal de Sergipe, mas também de outras institui- as diversas potencialidades, que se tecem por entre os pro-
ções de ensino superior e pesquisa. A metodologia adotada cessos de educação. Observamos também que o processo
visa reunir o maior número de dados possíveis através da formativo destas professoras passaram por linhas diversas,
montagem de coleção de referência para que possamos fu- linhas outras que não estavam necessariamente com o rito
turamente responder novas questões em pesquisas futuras, formal. Destino, escolhas, paixão, desejo, diversas são os
baseadas nos dados coletados. conceitos que ligam essas máquinas desejantes a o verbo
que se faz constantemente, que é professorar.
Palavras-chave: Coleção comparativa, zooarqueologia, arqueologia fluvial.
Palavras-chave: Educação; Formação de Professores; Diferença; Subjetividade
Apoio Financeiro: PIBICVOL
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 503

TRALHA NÁUTICA E ARQUEOLOGIA DOCUMENTAL NA MIRA DO CANGAÇO: CULTURA MATERIAL BÉLICA


NO ARQUIVO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO EM ACERVOS PÚBLICOS E PRIVADOS – FASE III
ESTADO DE SERGIPE - II
Elis Torres Garcez; Leandro Domingues Duran
Juliana da Costa Nardi Nunes; Leandro Domingues Duran
O plano de trabalho desenvolvido esteve voltado para re-
O presente plano de trabalho faz parte do projeto matriz flexão a respeito das práticas e ações de natureza bélica as-
“Barcos de Papel: Arqueologia documental na caracteriza- sociadas ao movimento cangaceiro e às forças estatais de
ção das culturas náuticas em Sergipe (séculos XVI ao XIX)”, repressão que o combateu. As ações de pesquisa desenvol-
iniciado em 2013, e possui como principal intuito produzir vidas se caracterizam enquanto a terceira etapa de um es-
um inventário da cultura material náutica sergipana de- forço de mapeamento e registro de cultura material bélica
senvolvida entre os séculos XVI e XIX. O trabalho realizado presente em acervos privados e públicos no estado de Ser-
durante o período compreendido entre agosto de 2016 a gipe. O objetivo definido para esta etapa foi o de proceder
julho de 2017 esteve fundamentado na chamada “arque- o registro e análise da coleção de fuzis Mauser pertencentes
ologia documental” que se caracteriza como uma prática ao Museu da Polícia Militar de Sergipe. A metodologia de
interdisciplinar que propõe a construção de conhecimento registro esteve pautada na adoção de fichas técnicas que
arqueológico a partir da cultura material representada em identificavam, além das informações identificadoras da ins-
documentos históricos. Neste plano foi realizada uma pes- tituição e do bem, no acervo, o estado de conservação, a
quisa arquivística baseada em ações de leitura e fichamento presença de marcas de fabricação, comercialização e uso,
da documentação histórica pertencentes ao Arquivo Geral assim como as principais características tecno-tipológicas.
do Judiciário, tendo como principal objetivo a produção de Em um segundo momento, essas informações foram trata-
um inventário dos diferentes tipos náuticos mencionados e das a partir de uma perspectiva quantitativa visando discus-
de suas principais características tecnológicas, cargas, refe- sões como local, cronologia de produção e especificidades
rências de naufrágios e composição das tripulações. técnicas que puderam ser ali observadas, dados que nos
auxiliam na produção de reflexões críticas sobre o caráter
Palavras-chave: Arqueologia histórica; arqueologia documental;
tecnológico do arsenal bélico associado a esse movimento,
arqueologia náutica.
assim como sua relação com redes nacionais e internacio-
Apoio Financeiro: PIBICVOL nais da indústria de armamentos.

Palavras-chave: Arqueologia histórica; cangaço; arqueologia bélica.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da FAPITEC/SE


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 504

ENSAIO CARTOGRÁFICO (GRÁFICOS E EXPERIMENTAÇÃO POLÍTICA DA AMIZADE ENTRE


TABELAS) DE MORBIDADE E MORTALIDADE POR AGRICULTORES RURAIS: RELAÇÕES SOLIDÁRIAS E
AGROTÓXICOS EM SERGIPE RESISTÊNCIA

Yasmin Rayanne Lima Azevedo; Rosana de Oliveira Santos Batista Gracielle Lima de Oliveira; Livia Godinho Nery Gomes Azevedo

O Brasil apresenta um crescimento muito expressivo na co- O presente trabalho analisa dados da pesquisa-intervenção
mercialização e no uso de venenos agrícolas e nos últimos realizada numa comunidade rural, que teve como objetivo
anos chegou à categoria de maior consumidor destes. No auxiliar na articulação de trabalhos coletivos. A experimen-
contexto do estado de Sergipe isso se repete, refletindo nos tação política da amizade promove uma disposição dos cor-
números de casos de intoxicações de quem trabalha no ma- pos para afetar e serem afetados, aumentando a capaci-
nuseio dos químicos. Nessa perspectiva, o presente traba- dade de raciocínio e ação do amigo. Incentivando relações
lho visa apresentar resultados finais da pesquisa intitulada solidárias por meio de rodas de conversas que visam forta-
“Ensaio cartográfico (gráficos e tabelas) de intoxicações e lecer o corpo coletivo, almeja-se o aumento da potência de
mortes por agrotóxicos nos municípios sergipanos” (PIBIC ação e o enfrentamento de problemas comuns. A metodo-
2016/2017), vinculada a Universidade Federal de Sergipe. logia utilizada foi a pesquisa-intervenção, os dados provêm
O objetivo é identificar e analisar os processos de morbida- de visitas registradas em diários de campo e da análise de
de, mortalidade e suicídios por venenos agrícolas em Ser- entrevistas semi-estruturadas feitas com 12 participantes
gipe, em especial nos municípios de Laranjeiras, Boquim adultos. Na análise das entrevistas foi possível notar a im-
e Itabaiana. Para tal análise foram usados procedimentos portância dada às rodas de conversas como força motiva-
metodológicos como: levantamento bibliográfico, pesquisa dora, além de gerar indagações sobre políticas públicas. Os
documental, leitura de artigos, dissertações e teses sobre participantes montaram uma horta coletiva, inicialmente
o tema, consulta de relatórios institucionais, levantamento regando as hortaliças manualmente, entretanto, a medida
estatístico em banco de dados, observação em lócus e en- em que passaram a almejar uma maior produção, criaram
trevistas não estruturadas que serviram para construção de juntos um novo modelo de irrigação, redirecionando o
um banco de dados e auxiliou na elaboração de gráficos e tempo para plantio e colheita. Com o aumento da produ-
tabelas. Os resultados da pesquisa demonstram que Sergipe ção, passaram a participar de feiras da agricultura familiar,
vem utilizando os venenos agrícolas em grande escala, sen- além de fornecer produtos para uma companhia de produ-
do evidenciadas através dos casos de intoxicações e mortes, tos agrícolas. Apesar do avanço quanto a organização do
tanto por intoxicação quanto por suicídio, expondo a série grupo, é notorio o quanto os atravessamentos de questões
de venenos que se fazem presentes no campo sergipano. pessoais e falhas nas políticas públicas ocasionam a desarti-
culação e diminuição da potência de agir do corpo coletivo.
Palavras-chave: Natureza. Sociedade. Trabalho. Saúde. Venenos Agrícolas.
Palavras-chave: amizade; alteridade; pesquisa-intervenção; rodas de conversa;
Apoio Financeiro: PIBICVOL
Apoio Financeiro: PIBICVOL
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 505

AQUISIÇÃO DA NORMA SOCIAL ANTIRRACISTA A EXPERIMENTAÇÃO POLÍTICA DA AMIZADE


E SUA RELAÇÃO COM A INTERNALIZAÇÃO DAS COMO INSPIRAÇÃO METODOLÓGICA DE
NOÇÕES IGUALDADE E JUSTIÇA PESQUISA-INTERVENÇÃO EM UMA COMUNIDADE
RURAL DE SERGIPE
Williane de Moraes Souza; Dalila Xavier de Franca
Lais Sousa Batista de Oliveira; Livia Godinho Nery Gomes Azevedo
Considerando que as crianças tomam seu grupo como refe-
rência (Killen, e Rutland, 2011), é importante saber quando O presente trabalho apresenta resultados de uma pesquisa-
elas começam a entender as normas sociais apresentadas -intervenção realizada em uma comunidade rural em Sergi-
por este. O entendimento das normas é algo importante pe, cujo objetivo é, a partir da experimentação política da
na redução do preconceito, assim como a noção que as amizade, auxiliar a comunidade a desenvolver estratégias
crianças têm sobre justiça. No presente estudo objetivou- de ações comunitárias. A amizade, em seu sentido político,
-se verificar quando as crianças começam a entender tais possibilita o rompimento de ideias dominantes e valoriza-
conceitos. Participaram do estudo 91 crianças brancas com ção da alteridade. Tais ações partem de um campo discur-
idades entre 5 e 10 anos, contudo foram analisados os da- sivo em rodas de conversas com foco na resolução de pro-
dos de 65 crianças (participantes que se demonstravam blemas, na forma adequada de lidar com os conflitos e na
distraídos, pouco envolvidos com a atividade, ou interrom- elaboração de projetos. Buscou-se potencializar as relações
pidos por eventos externos foram descartadas). Os dados coletivas da comunidade, incentivar a retomada de uma
das crianças foram divididos em dois grupos, um com as de horta comunitária e construção de uma mini-indústria para
5 a 7 anos (mais novas) e outro de 8 a 10 anos (mais ve- reaproveitamento de frutas. Os resultados desta pesquisa
lhas). O instrumento utilizado foi um questionário, aplicado foram adquiridos através da análise de entrevistas semi-
como entrevista, em que continha diferentes instrumentos -estruturadas e dos registros em diário de campo a partir
previamente utilizados por outros estudos, exceto o relacio- do acompanhamento semanal da comunidade e rodas de
nado a análise da noção de justiça. Resultados: Foi possível conversa. Através da análise das entrevistas, é possível no-
ver também que tanto as mais novas quanto as mais velhas tar que as rodas de conversa são apontadas diversas vezes
mostraram entender normas racistas, mas, as mais velhas como essenciais para a resolução de problemas. Entretanto,
entendem melhor, e também que elas seguem as normas há uma grande dificuldade para efetivar esses momentos
do grupo a qual participam e, tanto as mais velhas quanto de conversa, que quase sempre são preteridos. Percebe-
as mais novas entendem noções de justiça. -se, também, a precarização de políticas públicas voltadas
para a comunidade. Constantemente, recebem promessas
Palavras-chave: racismo, normas sociais, moralidade, justiça
de auxílios que nunca são efetivados, além de visitas de
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS autoridades políticas que visam somente autopromoção e
publicização. Tal fato, influencia na desmotivação e desmo-
bilização do grupo.

Palavras-chave: amizade; experimentação; coletivos; pesquisa-


intervenção; comunidade

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 506

EFEITOS SOCIAIS E ECONÔMICOS DO BOLSA FAMÍLIA LEVANTAMENTO E ANÁLISE DOS BENS


NA REGIÃO SEMI-ÁRIDA DO ESTADO DE SERGIPE PATRIMONIAIS INVENTARIADOS NA FREGUESIA DE
S. JOSÉ DO RIO DAS MORTES
Cecília Laís Santana da Silva; Jose Eloizio da Costa
Joao Silverio Melo Sa Sales Barros; Carlos de Oliveira Malaquias
O Bolsa família (PBF) é uma política pública de transferên-
cia direta de renda condicionada, que representa um marco O plano de trabalho preocupou-se com o levantamento
histórico internacional nesse seguimento. Tendo como pro- dos dados de processos de inventários post-mortem aber-
pósito estimular a emancipação sustentada das famílias que tos entre os anos de 1760 e 1830 na freguesia de São José
vivem em situação de pobreza e extrema pobreza, além de do Rio das Mortes, e sua posterior análise. Busca revelar a
promover o acesso a saúde, educação e assistência social. composição das riquezas ao longo do tempo e inferir suas
De forma que para caracterizar seus beneficiários utiliza a eventuais causas e consequências abrindo o debate sobre
renda familiar mensal per capita como critério e realiza o a constituição, concentração, distribuição e transmissão
acompanhamento das condicionalidades. Conseguinte da riqueza ao longo do tempo com o intuito de dar maior
devido a repercussão do programa é importante dar con- espessura histórica a este tema tão necessário para enten-
tinuidade a sua análise a partir de novos estudos. Em razão der situações e conjunturas da atualidade. Ao fim, com os
disso, através da análise qualitativa e quantitativa de dados dados levantados e sistematicamente organizados, foram
obtidos por meio de levantamento bibliográfico e trabalho produzidas tabelas e gráficos para ajudar na análise da evo-
de campo foram analisados os efeitos sociais e econômi- lução do patrimônio durante a passagem da economia mi-
cos, bem como o alcance do Bolsa Família no P.A. Flor da neira para a agropecuária na região de São José. Como re-
Serra situado no semiárido sergipano. No qual verificou-se sultados temos a observação da escravidão como principal
que o programa possui um papel destaque na manutenção fator produtivo de trabalho e a terra como principal capital
e melhoria de condições básicas de vida, representando produtivo. Para concluir será mostrada a importância dos
um elemento importante no complemento da renda fa- inventários post mortem para mostrar a percepção e evolu-
miliar, além de incentivar a independência financeira das ção da desigualdade.
mulheres e atuar como ferramenta no enfrentamento da
Palavras-chave: Economia, História,Históriaeconômica,Riqueza,herança,a
pobreza. Além disso, as transformações que ocorreram PBF
cumulação,mercado
evidenciam que ele está em processo de construção e aper-
feiçoamento contínuo, o que é imprescindível ao seu bom Apoio Financeiro: PIBICVOL

funcionamento. Logo, apesar de existirem aspectos a serem


melhorados, decerto o Bolsa tem contribuído no enfrenta-
mento das disparidades sociais.

Palavras-chave: Bolsa família, pobreza rural, transferência de renda


condicionada

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 507

UM MAR DE EMBARCAÇÕES: MAPEANDO ENTREVISTAS BIOGRÁFICAS E ANÁLISE DE


TIPOLOGIAS NÁUTICAS HISTÓRICAS DOS TRAJETÓRIAS
SÉCULOS XVI - XIX
Jamile Pessoa Costa; Fernanda Rios Petrarca
Bruno Lipton Montezano de Almeida Soares; Leandro Domingues
O presente relatório final possui como foco de discussão
Duran
apresentar as principais atividades e discussões que vem
A proposta do projeto, Um Mar de Embarcações: mapeando sendo desenvolvidas dentro do projeto “Elites Profissionais
tipologias náuticas históricas dos séculos XVI – XIX, era criar e modalidades de investimento na medicina em Sergipe”,
uma base de dados documental sobre tipologias náuticas sob o título “Entrevistas biográficas e analise de trajetórias”.
e suas características arquitetônicas e tecnológicas, com o Procura-se, construir um “perfil social” da elite profissional
intuito de entender como as embarcações estão sendo clas- medica do Estado. Por tanto, se faz uma investigação dos
sificadas durante este período histórico e apontar os pro- indivíduos que ocupam cargos de autoridade com atuação
blemas destas classificações. Conseguindo com isso, criar na medicina em Sergipe, em categorias, tais como: chefe de
uma base conceitual referencial para apoiar as discussões hospitais, proprietários e dirigentes de clínicas especializa-
do projeto PVF4718-2016 - Barcos de Papel: Arqueologia das, tanto público como privado, entidades de classe (sin-
documental na caracterização das culturas náuticas em Ser- dicatos, federações e sociedades regionais de medicina),
gipe (séculos XVI-XIX), ao qual este é filiado. Para tal fim, a programas de pós-graduação na área médica, entre outros,
metodologia empregada neste projeto foi a revisão literária que se configuram como a elite medica atual em Sergipe.
qualitativa. Foi realizado um grande levantamento biblio- Através, da aplicação de questionários, procura-se, exami-
gráfico atrás de fontes que trabalhavam com tipologias nar suas origens sociais, o meio social em que atuam, ou
náuticas, arquitetura náutica, arqueologia náutica e história seja, seus recursos sociais, que vão lhe conferir, a base fun-
naval. Após cruzar as descrições encontradas em diferentes damental na ocupação de cargos de chefia, procurando ob-
livros e dicionários náuticos, concluiu-se que a construção servar, através dessa elite medica, o que é valorizado para
destas tipologias é extremamente delicada, porquanto de- se ocupar tais posições, nos diferentes espaços profissionais
pende de uma série de fatores que devem ser analisados na medicina, bem como examinar o eixo que caracterizam
regional e temporalmente. uma articulação entre atuação profissional e os investimen-
tos em variados meios sociais, como política, militância, tra-
Palavras-chave: Arqueologia Naval, História Náutica, Arquitetura Naval.
balho, amizades, entre outras.
Apoio Financeiro: PIBICVOL
Palavras-chave: Medicina. Elites. Questionário. Entrevista. Biografias.

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 508

OS MORTOS E AS OFERENDAS: COMPREENDENDO ARQUEOLOGIA E LITERATURA: CULTURA


GÊNERO NO CONTEXTO FUNERÁRIO DO SÍTIO MATERIAL NA REPRESENTAÇÃO DO CANGAÇO
JUSTINO, SE
José Luciano da Costa Junior; Leandro Domingues Duran
Lucas Santos Oliveira Daniela Magalhaes Klokler
O presente trabalho tem por primazia o fomentar de re-
Os estudos de gênero na Arqueologia vêm trazendo a luz levantes discussões dentro do espaço acadêmico, no que
novas maneiras de interpretar as sociedades do passado. tange a produção de pesquisas no campo da Arqueologia
No Brasil esse tipo de abordagem ainda se demonstra in- Histórica. Trata-se da inserção da Literatura Oral como fonte
cipiente, entretanto alguns pesquisadores já reconhecem a legítima de dados arqueológicos, tendo por base a propos-
importância de uma análise do tipo e buscam compreender ta da arqueologia documental (Beaudry, 1988; Wilkie, 2008);
as relações de gênero nas populações que ocuparam o ter- uma forma de debater os moldes acadêmicos, abrangendo
ritório antes da chegada dos europeus. Nesta perspectiva, o temas como: o erudito e o popular; a informação escrita e
presente trabalho contextualiza o Sítio Justino, uma necró- a falada, literatura formal e informal, materialidade e repre-
pole pré-colonial localizada às margens do Rio São Francis- sentação. Não obstante, este trabalho buscou analisar o
co, na cidade de Canindé de São Francisco, estado de Sergi- universo simbólico da cultura material referente ao perío-
pe, para discernir as possíveis relações de gênero existentes do do cangaço independente ocorrido entre 1890 e 1930
nos grupos que fizeram uso do espaço mencionado, utili- (MARCONDES; TOLEDO, 1991), expressado através do mo-
zando as informações acerca dos mortos, tais como a idade, vimento da Literatura de Cordel. Foram selecionados para
o sexo biológico, as marcas patológicas, dentre outras, e das a análise um total de 13 cordéis, sendo destes, 8 cordéis de
oferendas atribuídas a esses indivíduos, como líticos e cerâ- autores da primeira geração de cordelistas (1880 – 1930) e
micas abundantes, além dos vestígios zooarqueológicos e 5 autores da segunda geração (1930 – 1980), adotando essa
florísticos que compõem o enxoval funerário dos sepulta- transição como uma marcador histórico, facilitando assim
mentos no sítio Justino. possíveis interpretações comparativas. O resultado final
foi a construção de uma base de dados relativos à cultura
Palavras-chave: Arqueologia Pré-Colonial; Arqueologia Funerária;
material bélica; elementos faunísticos; alimentícios; além
Arqueologia de Gênero
de um macro grupo, aportando objetos de um modo ge-
Apoio Financeiro: PIBICVOL ral. Desse modo, hipóteses de significativa relevância foram
construídas mediante as informações recolhidas, demons-
trando fidedignidade dos dados.

Palavras-chave: Literatura oral Cordel Cangaço Arqueologia Histórica


História Cultural

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 509

DIMENSÃO SÓCIOECONÔMICA E POLÍTICA DOS OS FESTEJOS JUNINOS SERGIPANOS E O SENTIDO


RECURSOS HÍDRICOS NO POVOADO RIBEIRA EM DE SER QUADRILHEIRO SOB A PERSPECTIVA DA
ITABAIANA/SE GEOGRAFIA DAS REPRESENTAÇÕES

Jose Eduardo Santos de Brito; Daniel Almeida da Silva Luan Lacerda Ramos; Daniele Luciano Santos; Jason Reis de Santana;
César Augusto França Ribeiro; Roseane Cristina Santos Gomes
Os constantes debates sobre recursos hídricos existentes
no cotidiano da sociedade reforçam ou ressaltam a impor- A presente pesquisa, desenvolvida sob os preceitos da ge-
tância da realização de estudos sobre o referido tema, com ografia cultural, objetivou refletir sobre o significado de ser
o intuito de analisar o quanto as políticas públicas estão as- quadrilheiro nos festejos juninos sergipanos. Ancorados na
sociadas ao sistema capitalista, contribuindo na produção fenomenologia de Merleau-Ponty, os pesquisadores busca-
e reprodução do espaço geográfico, bem como nos fato- ram apreender o significado de ser e pertencer dos sujeitos
res socioeconômicos de determinadas localidades. Dessa dançantes das quadrilhas juninas Unidos em Asa Branca e
forma, a pesquisa buscou analisar o Povoado Ribeira, em Cangaceiros da Boa, ambas dos municípios de Aracaju e
Itabaiana/SE que apresenta problemática acerca dos recur- Japaratuba, respectivamente. Para o devido alcance desse
sos hídricos, sobretudo seu uso, bem como manutenção e, propósito, foram utilizados os instrumentais de observa-
principalmente, os conflitos apresentados no perímetro irri- ção semiestruturada; entrevista semiestruturada; registro e
gado. A metodologia constou de levantamentos bibliográ- documentação fotográfica; além das práticas de pesquisa
ficos, fichamentos, trabalhos de campo, mapeamentos (Ar- in loco acompanhadas do diário de campo. No trajeto teó-
cgis), entrevistas e discussões em eventos como X ENREHSE rico-metodológico, a categoria lugar é apontada enquanto
(Encontro de Recursos Hídricos em Sergipe) e II Colóquio de essência das práticas cotidianas. Através dessas práticas, os
Estudos Territoriais. A pesquisa confirmou os conflitos dos homens constroem uma teia de símbolos e significados que
recursos hídricos como: acumulação imprópria de produto- atribuem identidade à cultura da qual fazem parte. Esses
res, uso quantitativo e qualitativo dos recursos, uso inten- elementos expressam-se, dentre outras formas, nas manifes-
sivo de agrotóxico na área, déficit no quadro de funcioná- tações culturais das quais as quadrilhas juninas fazem parte.
rios em distintos setores que causam diversos problemas Assim, constatou-se que o sentido de ser quadrilheiro em
entre eles manutenção e organização na disponibilidade Sergipe encontra-se na manutenção da identidade cultural
de água para seus diferentes, desterritorialização econômi- presente no desvelar da história de cada quadrilha investi-
ca do povoado, uso da terra na monocultura do Eucalipto. gada, sendo esta composta pela mistura da história de vida
Demonstra assim um falta de fiscalização, diminuição de dos quadrilheiros em comunhão com a da própria quadrilha
investimento para manutenção e conservação dos recursos junina, ressaltando-se que em cada lugar, esses significados
hídricos oriundas da escala nacional, estadual e municipal. e histórias apresentam suas próprias características, permi-
tindo que cada uma das quadrilhas torne-se singulares.
Palavras-chave: Políticas Públicas, Ribeira, Recursos hídricos, Conflitos
Palavras-chave: Lugar; Cultura; Identidade; Festejo Junino; Quadrilhas Juninas
Apoio Financeiro: PIBICVOL
Apoio Financeiro: PIBICVOL
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 510

MODOS DE LER O IMPRESSO: PRÁTICAS DE LEITURA VESTÍGIOS ARQUEOLÓGICOS METÁLICOS:


DOS ACADÊMICOS DO CURSO DE PEDAGOGIA DO CURADORIA DE ACERVOS DE PORTOS DE
CAMPUS PROFESSOR ALBERTO CARVALHO LARANJEIRAS E ARACAJU

Ana Karoline Almeida dos Santos; Tatiane Oliveira Lima; Sheilla Sarah Catarina Jesus da Silva; Paulo Fernando Bava de Camargo
Beatriz Conceicao Oliveira; Roselusia Teresa de Morais Oliveira
O presente pôster apresenta resultados obtidos no trabalho
O presente trabalho apresenta resultados do projeto de de curadoria dos artefatos metálicos provenientes do sítio
pesquisa “Práticas de leitura dos acadêmicos do curso de Ruínas do Teatro, Laranjeiras - SE. As atividades de pesqui-
Pedagogia (UFS): modos e usos de ler o impresso e o digi- sa foram desenvolvidas na reserva técnica do CampusLar
tal”. O enfoque dado consiste em analisar os modos de ler (Universidade Federal de Sergipe) durante a execução do
o impresso dos discentes dos primeiro, terceiro e quinto plano de trabalho “Vestígios arqueológicos metálicos: cura-
período, durante os semestres letivos 2016/02 e 2017/01. doria de acervos de portos de Laranjeiras e Aracaju”. Que
O referencial teórico-metodológico adotado teve como tem como principal objetivo a formação de um catálogo de
base os estudos de Robert Darnton (1995); Roger Chartier peças e o desenvolvimento de ações voltadas à conserva-
(2002a; 2002b; 2004; 2009a; 2009b) e os escritos de Mi- ção preventiva, curadoria, salvaguarda e análise de acervos
chel de Certeau (1994), o qual auxiliou na produção dos metálicos. Este plano de trabalho está vinculado ao projeto
instrumentos para coleta e análise dos dados coletados, “Arqueologia dos portos de Sergipe: localização, cadastro
bem como a concretização da pesquisa. Os resultados da e contextualização de bens”, coordenado por Paulo F. Bava
presente pesquisa identificaram quatro eixos principais de de Camargo, docente e pesquisador do LAAA/ DARQ/ PRO-
análise, sendo eles: “como lê?”, “o que lê?”, “onde lê?” e “por ARQ/ UFS. As escavações realizadas no sítio Ruínas de Tea-
que lê?” (DARNTON, 1995). Esses eixos correspondem aos tro permitiu encontrar vestígios metálicos, indicadores das
modos de ler, uma vez que essas perguntas envolvem dire- diversas ocupações do espaço, relacionados com atividades
tamente as práticas de leitura e localizam o “onde” da leitu- portuárias, o que justifica a escolha do acervo metálico do
ra, contextualizando o leitor e o seu espaço. A análise dos referido sítio, como parte do projeto. A metodologia, por
dados revela estudantes-leitores que possuem práticas de sua vez, inclui higienização, registro fotográfico, elaboração
leitura silenciosa e individual, feitas em espaços privados e de planilha sobre a quantidade e qualidade do material en-
públicos. Os leitores analisados realizam “práticas de leitura contrado, classificação a partir de suas formas, dimensões e
intensiva e extensiva” (Chartier, 2002a), os modos de leitura funcionalidade, e acondicionamento na reserva técnica. A
múltiplos indicam formas de sociabilidade existentes entre pesquisa teve início em agosto de 2016 e até o momento
os leitores-estudantes, produção de sentidos a partir da lei- foram higienizadas, identificadas, catalogadas e armazena-
tura e seus usos sociais. das 46 coletas de material metálico.

Palavras-chave: Práticas de leituras; Modos de ler; Impresso. Palavras-chave: Metal, curadoria, portos, Laranjeiras.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
Programa de Iniciação Científica Voluntária - PICVOL
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 511

PERCEPÇÃO DA PAISAGEM SOCIOCULTURAL ESTUDOS DE LÍNGUA GREGA


DO POVOADO TERRA CAÍDA/SE A PARTIR DOS
Pascoal Ribeiro dos Santos Neto; Rodrigo Pinto de Brito
SUJEITOS DO LUGAR
Sexto Empírico viveu provavelmente ao longo do século II
Raimunda Joysse Pereira dos Reis Nascimento; Flavia Regina
d.C. Foi um médico e cético grego da escola pirrônica, e pou-
Sobral Feitosa; César Augusto França Ribeiro; Daniele Luciano
cos detalhes de sua vida podem ser conhecidos por nós. A
Santos; Roseane Cristina Santos Gomes
fonte mais importante que temos de conhecimento das fi-
A pesquisa intitulada Percepção da paisagem sociocultu- losofias céticas antigas, conserva fragmentos de grande im-
ral do povoado Terra Caída/Se a partir dos sujeitos do lu- portância dos filósofos antigos, como os estoicos e epicu-
gar tem como objetivo central refletir acerca da percepção ristas. O projeto de pesquisa tem como objetivo possibilitar
dos sujeitos pertencentes ao povoado Terra Caída acerca da a leitura do grego ático dos séculos V e IV, para a tradução
paisagem do lugar. A Geografia de abordagem humanista das obras “Contra os Gramáticos”, “Contra os Geômetras”,
cultural nos forneceu a base teórico-conceitual para aden- “Aritméticos”, “Contra os Astrólogos” e “Contra os Músicos”
trarmos na percepção dos sujeitos ao explorarmos o lugar do Sexto Empírico. Além disso, retiramos diversas citações
enquanto construção sociocultural a partir dos laços de afe- de Sexto Empírico do livro ‘Rumo ao Ceticismo’ de Oswaldo
tividade e a paisagem enquanto marca e matriz, permeada Porchat Pereira, que serão estas analisadas rigorosamente
de sentidos, geossímbolos e significados por parte daque- de acordo com grego original e utilizada nos próximos pas-
les que a vivencia. Sendo assim, fez-se primordial substan- sos da pesquisa. Pretensão na realização de apresentações
ciar a pesquisa por meio do método fenomenológico que em congressos, redigir e publicar artigos que comentem os
presa pela apreensão da subjetividade do sujeito, e como que forem se desvelando. O método utilizado na primeira
percurso instrumental, nos valemos da revisão de literatura, parte da pesquisa consistiu em organizar o grupo de estu-
construção da pesquisa documental direta com a utilização dos do Grego antigo, onde buscamos aprender a gramática
das técnicas de observação semiestruturada, entrevistas se- e os exercícios do livro, onde até o momento estudamos os
miestruturada e construção do corpus fotográfico por meio seguintes tópicos: Alfabeto e pronúncia; Introdução Gramá-
do levantamento e registros de fotografias. Com base no tical; Caso; Gramática; 1ª, 2ª e 3ª declinações. No segundo
exposto, inferimos que a percepção dos sujeitos do povoa- período de trabalho, foram feitos estudos do livro Rumo ao
do Terra Caída acerca da paisagem do lugar está permeada ceticismo, de Oswaldo Porchat, de onde foram retiradas di-
de sentidos construídos por meio da vivência destes dentro versas citações de Sexto Empírico.
do contexto espaço-temporal. Salientamos a relação afetiva
Palavras-chave: Estudo do grego; Ceticismo Pirrônico; Sexto Empírico.
com elementos da natureza, em especial o rio Piauí que é
marca e matriz do modo de vida tradicional daqueles que Apoio Financeiro: PIBICVOL
enxergam na pesca a sua essência de vida.

Palavras-chave: Paisagem, Lugar, Percepção, Povoado Terra Caída.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 512

A GRANDE GUERRA MUNDIAL (1914-1945) NAS PAIUB, ENC E SINAES: TECNOLOGIA POLÍTICA DOS
ÁGUAS BRASILEIRAS: CONTRIBUIÇÕES DA DISPOSITIVOS AVALIATIVOS DAS INSTITUIÇÕES
ARQUEOLOGIA MARÍTIMA DE ENSINO SUPERIOR

Rebeca Garcia Felicissimo; Paulo Fernando Bava de Camargo Hozana de Menezes Costa; Janaina Rodrigues Geraldini

O projeto de pesquisa intitulado a grande guerra mundial Esse trabalho pretende discutir as diferentes propostas de
(1914-1945) nas águas brasileiras: contribuições da arque- avaliação do ensino superior, instituídas a partir da década
ologia marítima, corresponde ao levantamento dos navios de 1990, apoiando-se no conceito de dispositivo, abordan-
e submarinos naufragados na costa do Brasil. Durante a do sua emergência histórica. Também são realizadas discus-
Primeira Guerra Mundial, nenhum navio brasileiro foi afun- sões acerca de algumas precauções que devem ser consi-
dado em nossa costa, sendo de nacionalidades distintas deradas nas pesquisas que utilizam os estudos de Michel
como alemã, inglesa e francesa. Nesse primeiro confronto Foucault enquanto ferramentas de método e de análises.
de ordem mundial, o Brasil viu-se em total despreparo na- Realizando investimentos inspirados em tais perspectivas,
val e durante os três primeiros anos que se levaram a Pri- discute-se o surgimento de um sistema nacional de avalia-
meira Guerra, com muita garra foi formando e equipando ção da educação superior, focalizando-se o par qualidade-
sua Marinha para prestar ajuda aos aliados e defender seu -avaliação e sua relação com a expansão, tendo como base
enorme litoral contra qualquer ataque. Nossa participação a análise de documentos oficiais. Através desses investi-
foi maior durante a Segunda Guerra Mundial, mesmo o Bra- mentos, encontramos que, além da questão da expansão
sil sendo neutro novamente durante os três primeiros anos, associada ao par qualidade-avaliação, a reflexão acerca dos
reforçou e aumentou sua esquadra de navios e submarinos modelos anteriores de avaliação (PAIUB e ENC) exerceu um
para brigar de igual contra os países do Eixo e defender sua importante papel na construção do atual sistema de avalia-
população e novamente seu litoral que sempre fora a maior ção integrador, montado a partir da análise dessas concep-
preocupação brasileira pois era por mar que as comunica- ções distintas, tendo como base seus pontos positivos e ne-
ções entre as regiões norte e nordeste eram feitas com o gativos, na busca de um equilíbrio entre as duas propostas.
restante do país. Todos os dados levantados foram de fon- O presente trabalho foi realizado com apoio da FAPITEC/SE.
tes confiáveis e processados, nem todos os navios puderam
Palavras-chave: PAIUC; ENC; SINAES; políticas públicas educacionais;
fornecer informações como possíveis localizações ficando
relações de poder
assim perdidos no fundo do mar.
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da
Palavras-chave: guerras mundiais, naufrágios, submarinos.
FAPITEC/SE

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 513

MEDIDAS DA FEIRA, MEDIDAS DA ESCOLA: OS CERAMISTAS DE ITABAIANINHA


EDUCAÇÃO, CONHECIMENTO E CULTURA
Moises Alberto Leao Costa Bastos Paulo Jobim de Campos Mello
Maria Wanderleia da Silva; Maria Lourdes de Andrade Silva; Zelia
O trabalho tem como problemática a possibilidade da ce-
Dantas Oliveira; Josefa Stephany Santos de Lima; Marilene Santos
râmica ser determinante para a identificação de grupos
Este trabalho é parte dos dados do projeto de pesquisa que diferentes. Através de visitações em oficinas cerâmicas de
tem como título: “Entre Palmos, Braças e Tarefas: as unida- grupos vivos localizados em Itabaianinha-SE e da coleta de
des de medidas populares na tessitura do currículo Escolar”. vasos desses ceramistas, pretende-se perceber traços cultu-
Um dos principais objetivos desse projeto é identificar a rais visíveis no material identificados pelo próprio autor. Em
existência de um conjunto de unidades de medida diverso seguida será feita uma relação entre a diferenciação cultu-
da medida padrão nas feiras livres das cidades de Itabaia- ral empregada a partir do método desenvolvido nos grupos
na e Aracaju no Estado de Sergipe. Nesta pesquisa temos vivos em grupos pré-históricos a partir dos critérios que o
como propósito ao investigar práticas culturais da região ceramista utilizou para reconhecer a sua cerâmica. Um con-
acerca das unidades de medidas utilizadas na feira livre das ceito essencial e estudado durante a primeira parte do pro-
cidades acima citada mostrar algumas formas alternativas jeto foi o de cadeia operatória, ou seja, todas as etapas de
utilizadas pelo povo da região, e problematizar as discus- fabricação do material cerâmico até o seu descarte. Apesar
sões sobre currículo e conhecimento no universo escolar de ser difícil identificar todos os processos de produção da
e na formação de professores. Para atingir os objetivos do cerâmica durante a pré-história pelo fato da cultura mate-
projeto fazemos uso de processos metodológicos que nos rial encontrada nos sítios arqueológicos serem escassas e
permite aliar o “dito ao observado”, portanto a entrevista e seus autores não estarem mais vivos, há a vantagem de ana-
registro fotográfico têm sidos os principais instrumentos lisar todos esses processos em grupos atuais.
metodológicos por nós utilizados. Na pesquisa realizada
Palavras-chave: Cerâmica; Cadeia operatória; Identidade; Itabaianinha.
nas feiras das cidades de Itabaiana e Aracaju, fica evidente
que a forma prioritária de medir por alguns comerciantes Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
são as unidades de medida do sistema padrão o quilogra-
ma, entretanto, encontramos também unidades de medi-
das que eram utilizadas em tempos anteriores, por nossos
antepassados como a palma (banana), a mão (milho), o mo-
lho (quiabo, maxixe), entre outros. Um conhecimento que
pouco tem sido contemplado no universo escolar como
forma de democratizar o conhecimento.

Palavras-chave: Unidades de medidas – conhecimento escolar – cultura e


educação

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 514

ETNOGRAFIA POLÍTICA DA DEFESA DE CAUSAS MODOS DE LER O DIGITAL: PRÁTICAS DE LEITURA


E AÇÕES PÚBLICAS NO ENFRENTAMENTO DA DOS ACADÊMICOS DO CURSO DE PEDAGOGIA DO
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CAMPUS PROFESSOR ALBERTO CARVALHO

Lisa Beatriz Boersma; Wilson Jose Ferreira de Oliveira Tatiane Oliveira Lima; Sheilla Beatriz Conceicao Oliveira; Ana
Karoline Almeida dos Santos; Roselusia Teresa de Morais Oliveira
A pesquisa Etnografia Política da Rede de Atendimento Dis-
ponível para Enfrentamento da Violência Doméstica contra O presente trabalho tem como objetivo central apresentar
Mulheres em Sergipe, de 2012 a 2013 resulta de um proje- os resultados do projeto de pesquisa “Práticas de leitura dos
to financiado pela FAPITEC/SE, realizada no Laboratório de acadêmicos do curso de Pedagogia (UFS): modos e usos de
Estudos do Poder e da Política (LEPP), tem como principal ler o impresso e o digital”, desenvolvido no Campus Profes-
objetivo identificar as principais instituições, organizações, sor Alberto Carvalho, da Universidade Federal de Sergipe.
atores sociais, movimentos sociais, programas e ações vin- Os princípios teórico-metodológicos adotados destacam os
culadas à causa da violência doméstica contra mulheres em estudos acerca da História do Livro e da Leitura, com ênfa-
Sergipe. A partir disso, a investigação busca propor um con- se, especialmente, em Robert Darnton (1995); Roger Chartier
junto de alternativas às dificuldades e problemas encon- (2002a; 2002b), no que se refere às relações entre as “opera-
trados na eficácia da rede de enfrentamento da violência, ções” implicadas no ato de ler e os aspectos culturais nela
colocando como foco as cidades Laranjeiras, Nossa Senhora imbricados. Os resultados da presente pesquisa identificam
do Socorro, Nossa Senhora da Glória, Poço Redondo e Mon- quatro eixos principais de análise sendo eles: “como lê?”, “o
te Alegre. A investigação feita para encontrar as problemá- que lê?”, “onde lê?” e “por que lê?” (DARNTON, 1995), em su-
ticas é feita a partir da análise das notícias, dos principais portes digitais. A análise dos dados, por meio dos questioná-
programas e ações realizados pelo Estado e uma etnografia rios aplicados com os discentes dos primeiro, terceiro e quin-
da rotina da rede de enfrentamento. Com essa investigação, to período, durante os semestres letivos 2016/02 e 2017/01,
poderemos fazer uma análise dos dados e encontrar difi- revela estudantes-leitores que possuem práticas de leitura
culdades, falhas e avanços no enfrentamento da violência silenciosa e individual, feitas em espaços privados e públicos.
contra a mulher. Os leitores analisados realizam “práticas de leitura intensiva e
extensiva” (Chartier, 2002a), e constituem redes de interativi-
Palavras-chave: Enfrentamento; Violência Contra a Mulher; Sergipe
dade que demonstram uma variedade de atividades de en-
Apoio Financeiro: PIBICVOL volvimento com a tecnologia ao transitar em vários espaços
virtuais e utilizarem o suporte digital como possibilidade de
leitura acadêmica, literária ou de informação.

Palavras-chave: Práticas de leitura; Modos de Ler; Digital.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da


FAPITEC/SE
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 515

USO E ACOMPANHAMENTO DE UM APLICATIVO MAPEAMENTO QUANTITATIVO E ECONÔMICO


(APP) DE COMUNICAÇÃO MÓVEL SOBRE DOS IMIGRANTES NAS CAPITAIS DO NORTE-
QUESTÕES URBANAS PARA JORNALISTAS E NORDESTE BRASILEIRO
PÚBLICO EM SERGIPE
Karolayne dos Santos Costa Marcelo Alario Ennes
Camila de Jesus Oliveira; Carlos Eduardo Franciscato
Inicialmente, ocorreu o levantamento bibliográfico de 58
O objetivo da extensão é realizar a aplicação e acompanha- obras, das quais 8 foram fichadas. Essas, como um todo, tra-
mento de um aplicativo desenvolvido no projeto PIBIC, em tam da situação dos imigrantes no Brasil e as dificuldades
jornalismo móvel para jornalistas de organizações jornalís- encontradas para se encaixarem nesse novo ambiente, ana-
ticas de Sergipe. Na primeira fase do projeto, foi aplicado lisando as atividades econômicas desenvolvidas por eles, a
um questionário pela Bolsista PIBIX, Camila de Jesus Olivei- cultura e a forma de integração. Depois, o foco foi a obten-
ra, direcionado aos jornalistas de meios de comunicação ção de dados secundários sobre a presença de imigrantes
de Aracaju que fazem a cobertura jornalística regular de nessas regiões, utilizou-se dados da Polícia Federal, do IBGE
Aracaju, com foco nas questões urbanas, com o objetivo e do Ministério do Trabalho. O aumento da imigração para
de conhecer as necessidades e dificuldades do profissional o Brasil é notório, sendo que, por serem utilizados dados
quanto a temática. Durante o questionário foi apresentado oficiais, excluem, em sua maioria, os imigrantes ilegais e
o projeto do aplicativo Pensando Aracaju, em desenvol- não registrados. Acerca da situação econômico-financeira,
vimento pelo projeto PIBIC. Através do questionário bus- ficou constatado que a ocupação de cargos por eles são
camos entender um pouco mais sobre as deficiências do os que exigem menor qualificação. Pelo grau de escolari-
jornalismo em Sergipe e como contempla-las com o apli- dade obtido, nota-se que muitos possuem apenas o ensino
cativo. Elaboramos esse questionário através de diversos fundamental completo, enquanto que uma pequena parte
debates e reflexões quanto as questões urbanas e as mídias atinge níveis de escolaridade mais altos. Isso, porém, não fi-
digitais em textos como Nativo digital e Imigrante Digital cou muito claro devido à falta de informações mais precisas.
de Marc Prensky, que relaciona as novas tecnologias com o Logo, apesar de muitos dados ainda serem obscuros e não
processo de aprendizado para as diferentes gerações. Para colhidos, o aparato geral já traz uma ideia da situação dos
a próxima etapa, pretende-se apresentar o aplicativo pronto imigrantes no Brasil, a fim de que as autoridades e, também,
aos jornalistas, orientando e fazendo um acompanhamento os brasileiros possam colaborar e ajudar a trazer melhorias
do uso durante as rotinas jornalísticas. Através dessa etapa, nessa área.
buscaremos avaliar as deficiências do aplicativo para então
Palavras-chave: Imigração. Norte. Nordeste. Brasil. Economia.
aprimora-lo, além de avaliar as mudanças ocorridas nas roti-
nas jornalísticas com a presença do aplicativo. Apoio Financeiro: PIBICVOL

Palavras-chave: Comunicação; Jornalismo; Aracaju; Mapas; Tecnologia Digital;

Apoio Financeiro: Voluntário


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 516

ANÁLISES MORFOMÉTRICAS DO DOMO DE RELAÇÕES ANIMAIS-HUMANOS EM UMA RINHA DE


ITABAIANA E MAPEAMENTO GEOMORFOLÓGICO GALOS EM CEDRO DO SÃO FRANCISCO
DE DETALHE
Lucas Vieira Santos Silva; Ugo Maia Andrade
Alexandre Herculano de Souza Lima; Renata Nunes Azambuja
Este plano de trabalho insere-se no conjunto de pesquisa
O Quaternário constitui um período geológico caracteriza- que tem como objetivo principal e geral o de efetuar o cote-
do por quatro grande eras glaciais que produziram os mais jamento etnográfico orientado da relação animal-humano
variados efeitos nas taxas de deposição, na pedogênese, entre o criador e o seu galo, em rinhas e criatório de galos
nos regimes fluviais, dentre outras significativas mudanças de briga (ou galos de raças competidoras) na zona rural da
ambientais. Desta maneira, a análise geomorfológica dos cidade de Cedro de São João, próximo à divisa entre Sergipe
ambientes atuais constitui uma fundamentação imprescin- e Alagoas. De maneira mais específica, temos por objetivo,
dível para a compreensão da sequência evolutiva da paisa- a catalogação das modalidades de relações entre homens
gem do passado geológico recente. O Domo de Itabaiana é e galos (subjetifante, objetificante, antropormofizada, etc.)
uma das feições topográficas mais marcantes no contexto em Cedro de São João; A identificação dos construtos sim-
geomorfológico sergipano, compreendendo uma sequên- bólicos de comunicação inter-humana que passam pelas
cia de serras residuais, situadas na porção central do estado. relações homens-galos de briga; A compreensão da natu-
Devido a carência de estudos que se refiram a evolução ge- reza da presença animal nas relações sociais com humanos
omorfológica, sobretudo do Quaternário no estado, o pre- (uso, parceria, etc.) em Cedro de São João; E a qualificação
sente relatório teve por objetivo contribuir, através de uma do estatuto moral atribuído aos galos de briga em Cedro de
caracterização morfométrica, que incluiu: modelo digital São João. Com esses objetivos em mente, atacamos essa
do terreno, Classificação de Padrões de Drenagem, Densi- problemática com alguns procedimentos metodológicos,
dade de Drenagem e Relação de Declividade e Extensão de como a observação de algumas brigas na rinha, assim como
Canais (RDE). Com o apoio metodológico desde parâmetro todo o processo de preparação pré-enfretamento e reali-
morfométricos, atividade de campo e revisão bibliográfica zação de entrevista com dois galista que contatamos por
foi possível realizar a síntese, de um mapeamento geomor- intermédio de um informante . Por fim, concluo que o re-
fológico de detalhe do Domo de Itabaiana. Demonstrando sultado inicial que chegamos foi de uma relação que não é
assim, que tais procedimentos se mostraram eficientes no totalmente naturalista, nem totalmente animista, mas uma
cumprimento dos objetivos propostos. mescla dos dois tipos de relação descrito por Descola, com
uma característica particular, que é no caso a coisificação.
Palavras-chave: Quaternário de Sergipe; Morfometria, Cartografia
Geomorfológica Palavras-chave: relações humanos-não humanos; briga de galos; Cedro
de São João.
Apoio Financeiro: PIBICVOL
Apoio Financeiro: PIBICVOL
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 517

AGIR COMUNICATIVO E DEMOCRACIA - A PRÁXIS PRÁTICAS ESTATAIS, POLÍTICA PARTIDÁRIA, E


COMO PERSPECTIVA DE INVESTIGAÇÃO PROCESSOS DE MEDIAÇÃO NA GESTÃO DE
“RISCOS AMBIENTAIS”
Pedro Augusto Messias Pinto; Bruno Martins Machado
Gabriel Magno Santos Almeida; Wilson Jose Ferreira de Oliveira
Trata-se de análise acerca dos óbices à constituição de con-
sensos em sociedade. Em uma conjuntura com altos níveis Analisar a gestão dos resíduos sólidos no estado de Sergi-
de dissenso, avulta-se o estudo da metodologia de trabalho pe relacionando com as práticas do estado é uma iniciativa
das ciências sociais, para entender a repercussão das discus- ainda pouca trabalhada nas pesquisas sociológicas. Asso-
sões acadêmicas e institucionais em comunidade. Primeira- ciando isso ao princípio ainda muito recente dessas novas
mente há de se perguntar sobre uma explicação acerca das formas estatais de gestão de resíduos, o trabalho ganha um
teorias intencionalidade dos atos, questionando quais os significado importante para a compreensão da instituição do
critérios das máximas gerais que permitem uma abordagem Estado. O presente trabalho tem como objetivo entender as
específica quando observando sujeitos – especificamen- relações entre práticas estatais, política partidária e proces-
te na formação de verdade –, e se deveriam abandonar o sos de mediação na gestão de “riscos ambientais”, com base
normativismo em favor da análise de contextos ad hoc. A na investigação dos conflitos em torno da política de resídu-
posteriori, interessa esclarecer qual o limite estratégico da os sólidos em Sergipe. Para atingir tal objetivo analisa-se os
cognoscibilidade desambigua, em outras palavras, até que conflitos noticiados nas mídias visando compreender quais
ponto subsistem as bases de comunicação, que se traduzem são os principais atores, instituições e representações dentro
em raízes difundidas pela tradição, e que se espalham uni- da dinâmica estatal que administra a política pública. Diante
versalmente para que não precisem ser explicadas a cada disso, para sua operacionalização, utilizamos do método de
discussão específica em comunidade – acessibilidade sem análise qualitativo baseado na catalogação e análise de todo
esforço hermenêutico. Serão confrontadas então nomolo- o aparato burocrático referente à política resíduos sólidos do
gia e hermenêutica, bem como falar-se-á de teorias de ação, Estado (notícias em jornais, relatórios ambientais, leis e de-
correlação entre valoração e motivações, junto às práxis dis- cretos). As conclusões deste estudo apontam para um mar-
cursivas diante de institutos coercitivos. Ressalva-se a obser- cante conflito de interesses que vai além da hierarquia ins-
vância, por fim, do supedâneo contrafático habermasiano, titucional do Estado, levantando um questionamento muito
ponto nevrálgico para estudar deliberação comunitária. forte sobre a forma como a política pública de resíduos sóli-
dos é tratada em Sergipe e até mesmo no âmbito nacional,
Palavras-chave: Democracia, Práxis, Hermenêutica, Ação.
mostrando claramente que tal política ainda é incipiente e
Apoio Financeiro: PIBICVOL seus conflitos são tratados com descaso.

Palavras-chave: Política Partidária; Resíduos Sólidos; Praticas Estatais.

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 518

PARTIDOS E GRUPOS POLÍTICOS EM SERGIPE IMPRENSA SERGIPANA E OS DEBATES POLÍTICOS


DO FIM DO IMPÉRIO BRASILEIRO
Lara Karoline Andrade Freire; Wilson Jose Ferreira de Oliveira
Matheus Fernando Do Carmo Santos; Edna Maria Matos Antonio
Os grupos políticos se constituem como importantes prota-
gonistas nas disputas eleitorais. Apesar de sua importância A pesquisa teve como objetivo realizar levantamento do-
para as disputas políticas, poucos foram os trabalhos dedi- cumental e caracterização do posicionamento de grupo
cados ao entendimento do que é um grupo político e de político em Sergipe acerca das questões do fim do Impé-
como se dá sua composição. Partindo dessa constatação, rio mediados pela imprensa. Essa pesquisa visou analisar
o objetivo deste projeto é compreender o que é um gru- o papel social da imprensa, focando no modo com que se
po político e qual a importância de diferentes coletivos no desenvolvia os debates e opiniões sobre os problemas polí-
que se refere à sua formação e dissolução. Mais especifica- ticos sergipanos e nacionais no século XIX.  A metodologia
mente, buscamos aqui compreender o peso que os parti- utilizada na pesquisa foi identificação e análise de jornais
dos políticos exercem sobre a formação e dissolução desses da época, visando mostrar os debates e opiniões que mar-
grupos. Com base no contato com lideranças que ocupam caram esse contexto. Para isso foi preciso discorrer sobre a
postos de representação política em Sergipe (mais especi- importância da imprensa no cenário brasileiro, mostrando
ficamente, Governadores, Senadores, Deputados Estaduais seu contexto histórico, desde a sua chegada ao Brasil até
e Federais) foi feito um mapeamento dos diferentes grupos as décadas analisada nesse projeto de pesquisa. O referen-
políticos e de sua composição; num segundo momento te trabalho fez uso primeiramente da leitura, e análise da
buscou-se compreender as diferentes lógicas que dão sen- bibliografia que trata sobre a história da imprensa brasilei-
tido a composição desses mesmos grupos. O recorte tem- ra, para desta maneira melhor compreender os debates de
poral vai desde o período militar até as eleições de 2014. opinião que era discutido nos jornais sergipanos nos anos
Os resultados preliminares dão conta de que após a rede- de 1870-1889. Esse embasamento teórico serviu para me-
mocratização os partidos políticos passariam a ocupar um lhor entender o papel da imprensa nos jornais, e como a
posto de maior importância quanto a formação dos grupos influência deles moldava o pensamento da população. Os
políticos. Também é possível afirmar que essas transforma- jornais utlizados nesta pesquisa foram disponibilizados por
ções resultam de mudanças externas aos grupos, sejam ins- meio digital, digitalizado, pelo Instituto Histórico e Geográ-
titucionais, à exemplo daquelas provocadas por alterações fico de Sergipe. Durante a pesquisa ficou evidente que os
na Constituição Federal, ou não institucionais, tais como jornais de Sergipe dos anos de 1879-1889, não eram apenas
rupturas de alianças matrimoniais e/ou mesmo parentais. informativos, mas, mostravam críticas à monarquia, escravi-
dão, economia entre outros temas.
Palavras-chave: Grupos políticos; Partidos Políticos e Coletivos.
Palavras-chave: documentos, Brasil Imperio, política, imprensa, Sergipe. 
Apoio Financeiro: PIBICVOL
Apoio Financeiro: PIBICVOL
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 519

VARIABILIDADE CERÂMICA DO SÍTIO ANÁLISE ESPACIAL DA CERÂMICA DO SÍTIO


BARRACÃO, XINGÓ JUSTINO-SE

Ivan Paiva de Paula; Fernando Ozorio de Almeida Maria Sandra Nunes da Silva; Fernando Ozorio de Almeida

O plano de trabalho se refere à análise do material cerâmico Por meio deste relatório, busca-se apresentar os resultados
encontrado no sítio Barracão, localizado na região de Xin- obtidos na análise dos vestígios cerâmicos dos sítios Porto
gó. Trata-se de material de coleção obtido no decorrer no Belo I, II e III localizados no município de Canindé de São Fran-
Projeto Arqueológico Xingó (PAX). O Material já se encon- cisco. Atualmente, esses sítios encontram-se submersos em
tra no Laboratório de Paisagem e Sociedade (LAPSO), onde decorrência da construção da Usina Hidroelétrica de Xingó.
será analisado. Qual é o significado da variabilidade tecno- Intenta-se compreender as escolhas tecnológicas dos grupos
lógica da cerâmica arqueológica no tempo e no espaço? É pré-coloniais que ocuparam os terraços margeados do rio
possível identificar episódios multiculturais, por meio de São Francisco. Para tanto, foi utilizado um código de análise
elementos intrusivos nos sítios, na história de ocupação do composto por trinta categorias descritivas para caracteriza-
baixo São Francisco? Da mesma forma, é possível identificar ção dos fragmentos cerâmicos com o objetivo de identificar,
diferenças entre os vestígios arqueológicos das ocupações em uma escala temporal, as permanências e a variabilidade
da foz do rio São Francisco, com as do baixo curso do rio, tecnológica da cerâmica por nível, além de problematizar a
e dessas últimas com relação aos sítios anteriormente es- divisão espacial desses sítios em três complexos de ocupa-
cavados a montante da cachoeira de Xingó? A análise dos ções, no qual dois sítios foram classificados como habitação e
fragmentos cerâmicos obtidos por meio da intervenção nos um como acampamento. Portanto, essa pesquisa irá fornecer
sítios arqueológicos deve buscar detectar as escolhas feitas dados do material arqueológico a partir de análises da varia-
pelas ceramistas durante as várias etapas da produção do bilidade cerâmica intrasítio, para a compreensão das ocupa-
vaso. No entanto, nem todos os fragmentos serão analisa- ções pré-históricas do baixo São Francisco.
dos. Fragmentos de parede sem tratamento de superfície
Palavras-chave: VER ANEXO.
são apenas quantificados e pesados para a realização de
inferências sobre a distribuição de material (vertical e ho- Apoio Financeiro: PIBICVOL
rizontal) pelos sítios. Ou seja, os fragmentos denominados
diagnósticos são os que oferecem informações sobre os tra-
tamentos de superfície e a forma dos vasos.

Palavras-chave: Arqueologia, Análise Cerâmica, Variabilidade, Cronologia

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 520

EMANCIPAÇÃO POLÍTICA E EMANCIPAÇÃO PRÁTICAS EDUCATIVAS NO MUNICÍPIO DE


HUMANA: UMA REFLEXÃO SOBRE LIMITES E ITABAIANA: DIFERENTES OLHARES SOBRE O
POSSIBILIDADES PASSADO EDUCACIONAL SERGIPANO

Carlos Alberto Nunes Junior; Benedito Carlos Liborio Caires Luana de Jesus Santos; João Paulo Gama Oliveira
Araujo; Bartira Telles Pereira Santos; Saulo Henrique Souza Silva
O presente trabalho deriva do projeto “A educação primá-
Este trabalho, através do uso de um referencial teórico mar- ria em Itabaiana na primeira metade do século XX” que visa
xista, dedica-se a discutir, em um primeiro momento sobre uma investigação acerca das práticas educativas na esco-
quando a humanidade cria a escola, quais os seus objetivos, larização primária na referida cidade, dentro do espaço de
função social, características e a sua relação com a luta de tempo que compreende desde o surgimento das primeiras
classes, pois a escola não é neutra no processo de ensino escolas isoladas até a criação da pioneira instituição de en-
aprendizagem, todo projeto de educação está vinculado a sino secundário. No recorte para o presente trabalho, tive-
um projeto de Estado. Dentro da sociedade de classes, um mos por objetivo analisar obras de historiadores que de
dos domínios e controles estabelecidos é sobre o acesso ao alguma forma apresentam “pistas” do passado educacional
conhecimento produzido pela humanidade ao longo da da cidade Itabaiana/SE. Dessa forma, por meio de uma pes-
história, o que é uma das formas de legitimação da divisão quisa bibliográfica localizamos discussões que tratam sobre
em classes sociais, “quem sabe mais” (burguesia) domina práticas educativas ao longo do século XIX e XX nos estudos
“quem sabe menos” (proletariado), o que acaba por limitar dos pesquisadores Carvalho Lima Júnior (1914), Sebrão So-
as possibilidades de avanço da educação ou de universali- brinho (2003), Maria Thetis Nunes (2009), José de Almeida
zação do conhecimento no interior de uma sociedade di- Bispo (2013) e Vladimir Souza Carvalho (2001, 2009). Pelas
vidida desse modo. No momento posterior, discutir duas análises empreendidas nas obras pôde-se localizar a quan-
propostas de educação distintas, a saber, uma para emanci- tidade de matrículas de alunos em escolas da zona urbana
pação política e a outra visando à emancipação humana, a e rural, cadeiras e professores da instrução primária, nomes
primeira para formar cidadãos conscientes, críticos e demo- de patronos de diferentes escolas, além do destaque para
cráticos, embora não se questione a exploração burguesa, e a criação do Grupo Escolar Guilhermino Bezerra em 1937 e
a segunda formando sujeitos plenamente livres e iguais, em da Escola Normal Rural Murilo Braga em 1950, como mar-
uma forma de organização social sem classes sociais e sem cos significativos da história educacional de Itabaiana/SE na
propriedade privada. primeira metade do século XX.

Palavras-chave: ESCOLA, TRABALHO, EMANCIPAÇÃO POLÍTICA, Palavras-chave: História da Educação; Escola Primária; Itabaiana; Práticas
EMANCIPAÇÃO HUMANA Educativas.

Apoio Financeiro: Voluntário Apoio Financeiro: Voluntário


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 521

IMPRENSA PERNAMBUCANA E O ASSALTO AO GÊNESE E REDEFINIÇÃO DO MEIO AMBIENTE


NAVIO SANTA MARIA (1960-1961) COMO UMA CAUSA PÚBLICA

Andrezza da Silva Bomfim Rodrigues; Celia Costa Cardoso Naiane Alves dos Santos; Wilson Jose Ferreira de Oliveira

Esta pesquisa faz parte do projeto - BRASIL-PORTUGAL: SA- A defesa ambiental no Brasil teve ascensão a partir dos anos
LAZARISMO, ACORDOS POLÍTICOS E EXÍLIOS (1956-1966), de 1970. No estado de Sergipe, os movimentos ambientalis-
com o Plano de Trabalho intitulado: IMPRENSA PERNAMBU- tas se caracterizavam por conflitos conduzidos por organi-
CANA E O ASSALTO AO NAVIO SANTA MARIA (1960-1961), zações de moradores de bairros para atender interesses da
sob a orientação da Profª. Drª. Célia Costa Cardoso. O nosso comunidade. A pesquisa demonstrou que o cenário referen-
objetivo é analisar as fontes históricas existentes (em espe- te às mobilizações dos anos de 1970 até os anos atuais está
cial os jornais da época), trazendo um novo ângulo de in- significativamente modificado devido ao avanço das formas
terpretação para o fato, com o intuito de compreender as de comunicação e de difusão de informações. Desse modo,
ações das esquerdas armadas durante o assalto ao navio dentre os resultados alcançados, destaca-se a percepção
Santa Maria. Executando a seguinte metodologia:1- Análise de que as formas de mobilização para causas ambientais
da historiografia do salazarismo português; 2 – Estudo da foram se transformando com o desenvolvimento das Tec-
historiografia dos governos JK e Jânio Quadros e 3 –Traçar nologias de Informação e Comunicação (TIC), de modo que
reflexões no campo da história política renovada, história na atualidade as mídias/redes sociais têm sido os principais
comparativa e história dos conceitos. Em janeiro de 1961, meios. Os dados mostraram que as questões voltadas à de-
um episódio político marca a história da oposição ao salaza- fesa ambiental, encontraram nas mídias sociais, em especial,
rismo em Portugal: o sequestro do transatlântico português no Facebook, um meio de crescimento, reconhecimento
Santa Maria, uma embarcação de luxo e um dos orgulhos e consolidação das lutas em defesa do meio ambiente. Os
do regime de Antônio de Oliveira Salazar (Presidente do resultados mostraram que as mídias sociais influenciaram
Conselho de Ministros), que será compreendido através nas condições e nas dinâmicas sociais, políticas e culturais
das matérias veiculadas pela imprensa pernambucana em de transformação e de emergência da defesa ambiental em
1961. A bibliografia em torno do episódio do Santa Maria Sergipe e atualmente se constituem no principal meio de
alcança um número razoável de títulos, quer em português, mobilização em torno das causas ambientais no estado.
quer em espanhol, galego ou catalão. No entanto, a grande
Palavras-chave: Ambientalismo; Mobilizações; Mídias Sociais
maioria é composta por relatos de participantes e por notí-
cias dos jornais da época. Apoio Financeiro: PIBICVOL

Palavras-chave: BRASIL-PORTUGAL, IMPRENSA, SANTA MARIA,


PERNAMBUCO

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 522

PRATICAS ESTATAIS, DINÂMICAS ELEITORAIS E BIOGEOGRAFIA E AGROECOSSISTEMAS DA


AÇÕES PÚBLICAS NA “CONTENÇÃO DO AVANÇO PLANÍCIE COSTEIRA DO MUNICÍPIO DE
DA MARÉ” ITAPORANGA D’AJUDA

Jair dos Santos Xavier; Wilson Jose Ferreira de Oliveira Marcal Lukas Martins Prata; Debora Barbosa da Silva

Esse plano de trabalho se insere dentro de uma problemá- Na planície costeira de Itaporanga D’Ajuda, agroecossis-
tica de investigação maior sobre as relações entre o Estado temas de cocoicultura e pecuária possibilitam problemas
e o desenvolvimento de políticas públicas com base nos ambientais nos diversos ambientes de praia, dunas, ter-
conflitos que cercaram as obras de “Contenção do Avanço raço marinho e manguezal. Os estudos desta pesquisa se
da Maré” no bairro Treze de Julho em Aracaju. Com base baseiam na análise da paisagem de agroecossistemas asso-
nisso, o objetivo desse projeto de pesquisa foi investigar ciado à Ecologia das Paisagens, que consiste na interpreta-
as dinâmicas políticas, sociais e compreender a estrutura ção da heterogeneidade espacial e sua relação com as ati-
institucional da Secretária Municipal do Meio Ambiente vidades humanas e a biocenose. Este estudo propõe uma
de Aracaju (SEMA). Os objetivos específicos do nosso pro- análise biogeográfica da planície costeira do município de
grama incluem uma investigação histórica do arcabouço Itaporanga D’Ajuda, para identificar os possíveis impactos
legal, das instituições e das políticas de gestão ambiental das atividades agrícolas e agropecuárias. Os agroecossis-
implementadas em Sergipe e um recorte dos conflitos que temas de cocoicultura propiciam a remoção de vegetação
ocorreram na implementação dessa política ambiental, em nativa, expulsão de espécies da fauna alterando relações
um outro momento foi fazer um levantamento e classifica- ecológicas e também altera a dinâmica dos ciclos de ma-
ção dos principais atores, instituições e medidas adotadas téria e energia, problemas que também estão presentes na
em tal política pública. Para coletar essas informações foi prática de pecuária, além da compatibilização da partículas
realizado uma busca nos sites da Prefeitura Municipal de do solo por pisoteio do gado. Além destes problemas cau-
Aracaju e nas redes sociais da SEMA, uso de palavras cha- sados pelos agroecossistemas, a urbanização, impulsiona-
ves em sites de busca (tais como “Secretaria Municipal do da pelo turismo de segunda residência e o surgimento de
Meio Ambiente de Aracaju” a partir dos resultados e de links condomínios estão suprimindo áreas de produção desses
afins foi possível a coleta). A partir desses dados, foi possível agroecossistemas. O avanço da urbanização bem como as
compreender o funcionamento institucional desse órgão e atividades rurais nos agroecossistemas degradam os am-
como ele tende a se comportar diante das problemáticas bientes da planície costeira, removendo dunas, aterrando
ambientas que ocorrem em torno da Grande Aracaju. lagoas presentes entre os cordões litorâneos, removendo
vegetação nativa que causa expulsão de espécies da fauna,
Palavras-chave: Praticas Estatais; Ações Públicas; Dinâmicas Políticas.
esses impactos podem ser problemas para a manutenção
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS dos ecossistemas e para a própria urbanização.

Palavras-chave: planície costeira agroecossistema cocoicultura pecuaria

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da


FAPITEC/SE
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 523

TAXONOMIA DO CONCEITO ESTOICO DE TRANSCRIÇÃO E ANÁLISE DO PROCESSO


PHANTASIA INQUISITORIAL DO FREI JANUÁRIO DE SÃO PEDRO
(1740)
Lauro Iane de Morais; Aldo Lopes Dinucci
Joseane da Costa Santos; Augusto da Silva
No presente projeto, detemo-nos em tópicos relacionados
ao problema da consistência do conceito estoico de phan- A pesquisa desenvolvida utilizou como base o processo in-
tasía. A pesquisa partiu da hipótese de trabalho de que o quisitorial aberto, em 1740, contra Januário de São Pedro,
conceito em questão designa a interface entre o pensa- indivíduo natural da cidade de Quito (antigo vice-reinado
mento humano e o mundo, possuindo simultaneamente do Peru), acusado de usurpar os cargos de Comissário e
um caráter material (sendo uma alteração da mente cau- Familiar do Santo Ofício e apresentar-se em suas andanças
sada por um objeto exterior), um lógico (pois a phantasía pelos sertões de Pernambuco, Sergipe e Bahia com a falsa
racional possui conteúdo proposicional) e um epistemoló- identidade de Frei José de Iguareta. Em sua passagem por
gico (pois através da phantasía os seres humanos podem Jacobina, sertão da Bahia, o falso visitador – ambicioso e
efetivamente conhecer o mundo). Uma compreensão ade- destemido – incriminou e sequestrou os bens do fazendei-
quada compreensão do termo estoico phantasia torna-se ro e lavrador João de Souza Pereira sob a alegação de ser
necessária para que possamos ter uma melhor leitura da ele cristão-novo e de ter cometido outros crimes como, por
escola estoica. A phantasia, para os estoicos, é um tipo de exemplo, ter assassinado sua esposa por ela tê-lo visto açoi-
afecção da alma, portanto, engloba diversos tipos de sen- tando uma imagem de Jesus Cristo crucificado. Analisando
sações e estados da mente e inclui as afecções e impulsos o processo, sobretudo os relatos testemunhais, procuramos
mentais comuns a todos os animais. Todavia, a capacidade compreender aspectos da vida social, econômica e religiosa
mais básica da mente humana, do hegemonikon, é de for- daquela região do Brasil em meados do século XVIII. Meto-
mar um tipo específico dessas representações, i.e., a phan- dologicamente, o trabalho consistiu na transcrição paleo-
tasia logike. Essa é por sua vez uma dos elementos básicos gráfica de todo o processo inquisitorial, leitura da bibliogra-
da condição humana, já que todo tipo de assentimento, fia específica e produção de um texto historiográfico.
cognição, impulsos e conhecimento são extensões ou res-
Palavras-chave: Inquisição, Jacobina, sertão.
postas a essas representações.
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
Palavras-chave: Filosofia antiga, estoicismo, lógica, epistemologia

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 524

ENSINO SUPERIOR E INCLUSÃO SOCIAL DE PERCEPÇÕES E MODIFICAÇÕES CORPORAIS


ESTUDANTES SURDO
Carolina Olmedo Mendez; Marcelo Alario Ennes
Alisson dos Santos Farias; Joilson Pereira da Silva
O presente estudo foi desenvolvido no âmbito do GRUPO
O presente trabalho surgiu da necessidade de examinar o DE ESTUDO PROCESSOS IDENTITÁRIOS E PODER – GEPPIP e
crescente número de alunos surdos que ingressam em uni- teve como objeto as percepções e modificações corporais
versidades públicas. Tal aumento sobreveio devido a aceita- dos imigrantes, neste caso, por meio das cirurgias estéticas
ção através de leis específicas sobre inclusão, abrindo portas étnicas observados a partir das relações entre estes e bra-
para que os discentes surdos fossem imersos nesse contex- sileiros. Com o objetivo de conhecer a bibliografia sobre a
to. Entretanto, na tentativa de inclusão entre culturas, há temática foi utilizada como metodologia o levantamento
presença de entraves que dificultam o processo de apren- bibliográfico, leituras e fichamentos dos textos e sistema-
dizagem e desenvolvimento do surdo; elevando a margem tização das principais formas de percepção e de modifica-
de evasão de alunos no ensino superior. Partindo das difi- ções corporais, os contextos e motivações em que as pro-
culdades postas como entraves pelos surdos, o trabalho duzem sobre o tema e sobre metodologia. Por sua vez, o
tem como objetivo investigar a trajetória escolar oferecida contato com os imigrantes deu-se por meio da técnica
a esses alunos desde os períodos iniciais até o seu ingresso snowball. Houve a localização, contato e aproximação com
acadêmico; justificando o seu atual desempenho através do quinze imigrantes. Como resultado se obteve o aporte teó-
contexto inserido anteriormente. Foram entrevistados 18 rico conceitual da noção de identidade pensada no contex-
alunos surdos de diferentes contextos educacionais: inclusi- to migratório a partir da hifenização e a categoria migração
vo; regular; e bilingue. Mediante respostas dos entrevistados baseada na reflexão sobre grupos étnicos e a manutenção e
houve a categorização sistemática das respostas mediante transgressão de suas fronteiras, além da discussão interdis-
ferramentas como software IRAMUTEQ e análise de Bardin. ciplinar existente sobre corpo. Não foi localizado no Brasil
Tais análises possibilitaram identificar a aceitação dos surdos nenhum estudo sobre a temática em questão daí a perti-
nas universidades sem assistência; o improviso de metodo- nência do trabalho. Com base nas leituras e na aproxima-
logias de ensino ao surdo; a falta de fiscalização sobre os ór- ção com os imigrantes concluiu-se que as reconfigurações
gãos responsáveis em garantir a inclusão no ensino superior; identitárias passam também pela reconfiguração corporal
e o choque entre culturas. Desta forma, o presente trabalho inclusive aquelas produzidas por meio da medicina e de
sugere a criação de novas políticas públicas que assegurem suas técnicas.
a inclusão; e a conscientização dos envolvidos, condicionan-
Palavras-chave: Migrações, identidades, corpo
do melhor receptividade aos surdos.
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq
Palavras-chave: Inclusão; Ensino superior; Surdos.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 525

REGISTRO DE MEMÓRIA E FORMAÇÃO ESTUDO DA HERANÇA E OUTRAS FORMAS DE


TERRITORIAL ACUMULAÇÃO DE PATRIMÔNIO

Joao Pedro Celestino dos Santos; Fabricia de Oliveira Santos Yone Santos Andrade; Carlos de Oliveira Malaquias

O Plano de Trabalho “Registro de Memória e formação ter- O presente estudo se propõe a fazer uma breve discussão de
ritorial” de Itabaiana, integra o Projeto de Pesquisa “DAS como eram as famílias do passado, considerando questões
MINAS DE PRATA A OUTROS INTERESSES: pensamento ge- de ordem socioeconômica, como se organizavam, quem as
ográfico e geografia histórica de Itabaiana – fontes e temas compunham, qual o seu tamanho e também fazer uma aná-
relativos à sua formação” que propõe uma análise acerca da lise de matrimônios e suas situações de bastidores em di-
formação territorial desse município entre os séculos XVII versas famílias. Por meio do aplicativo Genopro, foram con-
(Vila) e XIX (Cidade), suas configurações sociais, econômi- feccionadas genealogias e fichas por fogo com base em um
cas, culturais e seus possíveis rebatimentos na atualidade. banco de dados composto de fontes eclesiásticas (registros
E o Plano, no interior do referido Projeto, tem como objeti- de batismo, casamento e óbito) e cartorárias (inventários
vo discutir a confirmação/refutação entre os dados oficia- post-mortem, testamentos e processos judiciais), além de
lizados na historiografia e os registros de memórias, com- listas nominativas, gerando uma interpretação sobre a ins-
preender como as pessoas raramente mencionadas nessa tituição família do período. A discussão aborda a antiga vila
historiografia, elaboram um conhecimento novo ou ressig- de São José do Rio das Mortes no final do século XVIII, que
nificado sobre o espaço geográfico. Como procedimentos estava se especializando na agropecuária de abastecimen-
de pesquisa uma leitura sobre a formação do território de to, depois da crise da mineração do ouro em Minas Gerais,
Itabaiana por meio de registro da memória oral, na forma de e aufere a conclusão de que as abastadas famílias examina-
entrevistas e estudo etnográfico dos locais visitados. Foram das fizeram do casamento um ato de progressão de riqueza
realizadas sete entrevistas, das quais percebeu-se como os e poder, sendo seus filhos o alvo principal do negócio.
entrevistados produzem o território de Itabaiana, revelam
Palavras-chave: Família; Elite; Casamento.
temas e questões como a agricultura, pecuária, acesso à
água, urbanização, entre outros. Além dos ofícios tradicio- Apoio Financeiro: PIBICVOL
nais exercidos por esses sujeitos históricos. Conclui-se que
ouvir e registrar os seus discursos permite compreender de
que forma eles promovem a mudança do espaço através
das relações sociais, de trabalho, culturais e de poder, e a
produção de um conhecimento com rastros de resistência.

Palavras-chave: Itabaiana, Formação Territorial, Memória

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 526

ESTRATÉGIAS ADOTADAS POR ALUNOS DO 9º ANO RECONFIGURAÇÕES IDENTITÁRIAS: GÊNERO E


PARA RESOLVER PRBLEMAS MATEMÁTICOS SEM SEXUALIDADE
RECURSOS
Gabriel Franco Borba; Marcelo Alario Ennes
Aila Maiara Santos Nascimento; Ivanete Batista dos Santos
O trabalho de pesquisa tem como título as “Reconfigura-
O trabalho aqui apresentado é resultado de uma pesqui- ções identitárias produzidas pela presença de imigrantes
sa de iniciação científica que teve como objetivo investi- nas capitais dos Estados do Norte e Nordeste Brasileiro” e foi
gar estratégias adotadas por alunos do 9°ano das escolas desenvolvido por meio do plano de trabalho “ Reconfigura-
municipais de Aracaju de diferentes zonas geográficas na ções identitárias: gênero e sexualidade”. A problemática do
resolução de problemas matemáticos sem o uso de maté- trabalho consiste na interface entre os fluxos migratórios
rias manipuláveis ou tecnológicos. A proposta deste pro- contemporâneos e a produção social de gênero e da sexu-
jeto foi iniciada em 2013/2014 com o 6°ano, e continuou alidade. O objetivo geral da pesquisa é abrir mais espaço
em 2014/2015 com o 7°ano e em 2015/2016 o 8° ano. No para uma nova área de pesquisa sobre os processos migra-
caso do nono ano a pesquisa foi desenvolvida em dois mo- tórios articulados com os fatores acerca da identidade de
mentos, sendo o primeiro em agosto de 2016 até janeiro gênero e da sexualidade. Até o momento, o estudo foi reali-
de 2017 e o segundo momento foi realizado nos meses de zado, sobretudo, por meio de leituras e fichamentos. Como
abril a junho de 2017. No primeiro momento encontramos resultados do estudo, com base nas leituras e fichamentos
algumas complicações por conta da greve que ocorreu em sobre a temática, pode-se verificar que os autores dialogam
escolas da rede municipal. Após a seleção das escolas fize- com a situação emergente e complexa que envolve os flu-
mos uma análise nos livros didáticos adotados para cada es- xos migratórios e questões relacionados ao gênero e à se-
cola para selecionarmos problemas do tipo aplicação (con- xualidade. Realidade na qual, o grupo de mulheres e dos
forme Dante, 1998) para identificar as estratégias adotadas LGBTI, brasileiras quanto imigrantes se destacam.
pelos os alunos na resolução. Vale ressaltar que utilizamos o
Palavras-chave: Imigração, gênero, sexualidade, Norte e Nordeste do
mesmo livro para os dois momentos. No primeiro momento
Brasil.
trabalhamos com onze alunos e no segundo momento apli-
camos as atividades com cinquenta e uns alunos. Foi cons- Apoio Financeiro: PIBICVOL

tatado que houve a predominância da estratégia algébrica


tanto no primeiro momento, quanto no segundo.

Palavras-chave: Estratégia. Resolução de problemas. Recurso manipulável.

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 527

ANÁLISE E DESCRIÇÃO MORFOESTRATIGRÁFICA ESTRATÉGIAS ADOTADAS POR ALUNOS DO 9º ANO


DOS DEPÓSITOS CORRELATIVOS DO DOMO DE PARA RESOLVER PRBLEMAS MATEMÁTICOS COM
ITABAIANA RECURSOS

Giovanna Matos Antonio; Renata Nunes Azambuj Mariana Nunes Andrade; Ivanete Batista dos Santos

O Período do Quaternário é marcado por variações climáti- Neste trabalho, é apresentado o resultado da pesquisa, que
cas, intercalando longos intervalos de baixas temperaturas teve por objetivo investigar as estratégias utilizadas por
com tempos com temperaturas mais quentes, resultando alunos do 9º ano das escolas da rede municipal de Araca-
modificações na taxa de intemperismo e pedogênese, re- ju, para resolver os problemas matemáticos com o uso de
sultando na transformação da paisagem. O objetivo da pes- recursos manipuláveis ou tecnológico. A proposta faz parte
quisa é analisar a morfoestratigrafia dos depósitos aluvio- de um planejamento maior que começou a ser desenvolvi-
-coluviais no domo de Itabaiana, uma análise preliminar do desde 2013/2014 em turmas do 6º ano, e com objetivo
paleoambiental do sistema de serras no estado de Sergipe. semelhante continuou a ser executado em 2014/2015 no
A abordagem morfoestratigráfica, foi baseada nos estudos 7º ano e em 2015/2016 no 8º ano. As atividades para a pro-
de Moura e Meis (1986),Mello et al. (1995) e por Camargo posta aqui apresentada foram iniciadas em agosto de 2016
Filho e Bigarella (1998) e a análise morfoscópica descrita por e concluída em julho de 2017. Para o primeiro momento,
Tucker (1995). Durante a pesquisa alguns obstáculos foram as atividades foram iniciadas de agosto de 2016 a janeiro
passados como a falta de equipamento necessário para a re- de 2017, mas por conta da greve dos professores munici-
alização dos procedimentos laboratoriais que contribuíram pais, a aplicação ocorreu em apenas uma turma com onze
para desacelerar o andamento das atividades necessárias alunos. Depois da escolha das escolas fizemos uma análise
para concluir a pesquisa. Dessa forma, os resultados obtidos nos livros didáticos para escolhermos problemas do tipo
são preliminares sendo necessário continuar com o desen- aplicação, para que pudéssemos identificar as estratégias
volvimento da pesquisa após o prazo de apresentação. adotadas pelos alunos. Para os dois momentos da pesqui-
sa foi utilizado o mesmo livro didático para selecionar os
Palavras-chave: Domo de Itabaiana, análise morfoestratigráfica,
problemas matemáticos do tipo aplicação. E no caso desta
Quaternário.
proposta os alunos deveriam resolver por meio do uso de
Apoio Financeiro: PIBICVOL recursos manipuláveis como o algeplan e a régua. No se-
gundo momento, as atividades didáticas foram aplicadas
em três escolas com um total de cinquenta e uns alunos. Foi
constatado, talvez por causa dos recursos, a utilização de
estratégias algébricas e geométricas para a resolução dos
problemas matemáticos.

Palavras-chave: Estratégia.Resolução de problemas.Recurso manipulável


ou tecnológico.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 528

MEMÓRIA E NOVAS CONJUNÇÕES JURÍDICAS: BANCO DE DADOS DA LITERATURA DE CORDEL


ELITES SERGIPANAS PELO VIÉS DO PARQUET. SERGIPANA COMO RECURSO PARA O ENSINO DE
GEOGRAFIA
William da Silva Souza; Fernanda Rios Petrarca
Robson de Jesus Santos; Shiziele de Oliveira Shimada
RESUMO: O foco desta pesquisa estará na perspectiva de
compreender a consonância que proporcionou a delimita- A pesquisa buscou compreender a interação entre Geogra-
ção das fronteiras profissionais e políticas que pautaram o fia e Literatura de Cordel como metodologia de ensino da
acesso e mobilidade em cargos de liderança nas carreiras Geografia, a partir da identificação de conceitos geográfi-
públicas locais. Para isso inicialmente será feito o levanta- cos e da categoria Região. A pesquisa evidenciou a catalo-
mento biográfico coletivo dos Procuradores Gerais do Mi- gação das produções de Literatura de Cordel encontradas
nistério Público do Estado de Sergipe desde a fundação da na Biblioteca Pública Municipal Clodomir Silva e Biblioteca
instituição. Justamente este levantamento incluirá um pe- Pública Estadual Epifânio Dória, com o intuito de coletar as
queno verbete biográfico contendo alguns elementos de informações do material de cordel. Para isso, a pesquisa foi
identificação básica de cada Procurador Geral (nome com- desenvolvida com os seguintes procedimentos metodoló-
pleto e período no cargo), assim como seu principal campo gicos: Levantamento bibliográfico, Leituras e Fichamentos
de atuação, um pouco sobre suas trajetórias profissionais de artigos, teses, dissertações e livros sobre a temática pro-
e principais destaques, exposições pessoais ou trabalhos, posta, levantamento empírico com trabalho de campo às
tudo para apreender as condicionantes históricas e sociais Bibliotecas Públicas e aplicação de questionários com os
preponderantes para a composição da elite dirigente deste cordelistas. Como resultado da pesquisa, foi gerado um
grupo. E inserido no exame da composição da elite dirigen- Banco de Dados contendo diversas informações sobre os
te da instituição em diferentes períodos históricos, procuro livretos de cordel, além da construção de um Blog para di-
apontar as clivagens que o grupo revelou na sua diversifica- vulgação das informações coletadas na pesquisa e artigos
ção social, ao enfrentar progressivamente o deslanchar do científicos que foram publicados em eventos, com o intui-
processo de profissionalização de suas carreiras. to de disseminar a cultura popular entre os meios digitais,
auxiliando a sua propagação e valorização na sociedade. A
Palavras-chave: Ministério Público de Sergipe, Procuradores Gerais,
pesquisa ressaltou a importância de trabalhar as categorias
Parquet sergipano
geográficas utilizando a literatura de cordel e a necessidade
Apoio Financeiro: PIBICVOL em promover a interdisciplinaridade, buscando preservar
os valores culturais da sociedade e valorizar as metodolo-
gias de ensino que geram nos discentes motivação e desen-
volvimento de novos propulsores da literatura de cordel.

Palavras-chave: Aracaju; Região; Ensino-aprendizagem; Literatura de


Cordel;

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 529

TRANSCRIÇÃO E ANÁLISE DE EDIÇÕES DO ADOÇÃO HOMOPARENTAL EM SERGIPE: PERFIL


PROGRAMA “TOLERÂNCIA ZERO” DO BARETA PSICOSSOCIAL DOS(AS) ADOTANTES

Lucas Honorato da Silva Santos; Marcos Santana de Souza Ana Beatriz Vilar Lessa; Aline Pompeu Silveira; Poliana Freitas
Costa; César Augusto de Sá Gouveia Carvalho; Elder Cerqueira
Os programas de televisão, como outros conteúdos pro-
Santos
duzidos pela mídia, carregam ideologias e transmitem
mensagens de acordo com a linha editorial a qual foram Segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente, não há ve-
concebidos. Assim, interpretações e visões, de um deter- dação legal para a instituição da adoção de crianças por in-
minado grupo, sobre assuntos da sociedade são transmi- divíduos homossexuais no país. Ao mesmo tempo, segundo
tidas e podem ser tomadas por parte da população como o Conselho Federal de Psicologia, nenhum profissional da
uma realidade absoluta. Em Sergipe também ocorre esse psicologia deve proceder de forma discriminatória no que
processo. Para compreender essa influência inerente a mí- tange à orientação sexual. A partir destas considerações,
dia, toma-se como objeto de estudo um dos programas de cabe indagar como tem se dado a emissão de pareceres
maior audiência no estado, o Tolerância Zero. A pesquisa psicológicos que auxiliarão na tomada de decisão acerca
abrange análises de estudos de pesquisadores, das áreas da adoção por homossexuais, sendo esta análise e descri-
da Comunicação e Sociologia, sobre o assunto, assim como ção o objetivo do presente estudo. Para tanto, foram ana-
transcrições das edições desse produto midiático. Através lisados os pareceres emitidos pela 16ª Vara Cível Privativa
desses meios, tornou-se possível observar como parcelas da Infância e da Juventude da Comarca de Aracaju do TJSE,
da sociedade são impactadas por essas construções textu- durante o período de 2011 a 2016. Foram identificados sete
ais, difundidas pelas falas do apresentador e por elementos casos de adoção homoparental entre as centenas de casos
audiovisuais, vinhetas e músicas criadas para o programa, de adoção processados durante o período. Utilizando a me-
e como passam a interpretar a ocorrência de crimes e as todologia de Bardin (1977), a partir da análise do conteúdo
penalidades impostas. Dessa forma, percebe-se que a audi- dos documentos foram construídas as seguintes categorias
ência pertence às mesmas áreas onde estão os suspeitos e temáticas: Motivo para a abertura do processo; Relação
acusados. Além disso, as críticas feitas ao Poder Judiciário e com a família; Histórico do relacionamento; Cuidados com
a defesa de quase todos os métodos policiais, inclusive le- a criança; Linguagem do Parecerista. E a partir destas, foram
tais, bem como breves incentivos a reação popular, acabam elaboradas outras 14 subcategorias correspondentes. Na
favorecendo a imagem do apresentador como alguém que discussão sobre o conteúdo encontrado é dado destaque,
entende as demandas da população, atingida diariamente entre outros aspectos, para o posicionamento positivo, por
pela violência, e que pode falar por essas pessoas diante de parte dos psicólogos, no sentido de concessão da adoção,
uma esfera social maior. ao mesmo tempo que é percebida uma preocupação em
apontar para os papeis de gênero implicados na divisão de
Palavras-chave: Representações Sociais; Crime; Justiça; Tolerância Zero;
cuidados do adotado.
Sergipe

Palavras-chave: Família Homoparental, Parecer, Adoção


Apoio Financeiro: PIBICVOL

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 530

PERCEPÇÕES DE PROFESSORES ACERCA DAS TECNOLOGIAS DIGITAIS E SOFTWARE SOCIAL NA


INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR NA ERA DA MOBILIDADE: POTENCIALIDADES PARA A
INCLUSÃO DE ALUNOS SURDOS FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES

Debora Moreno Diniz; Joilson Pereira da Silva Julia de Souza Lima; Simone de Lucena Ferreira

O presente estudo explana a respeito do olhar do docente Este trabalho apresenta aspectos de um projeto de pesqui-
de LIBRAS no âmbito do ensino superior, no tocante a inclu- sa, em andamento, que analisa as potencialidades das tec-
são de alunos surdos. A pesquisa visa analisar as impressões nologias digitais e software sociais na era da mobilidade na
dos professores acerca da inclusão, das ações inclusivas formação inicial de professores no curso de Pedagogia da
que são desenvolvidas para atender as necessidades espe- UFS Campus Prof. Alberto Carvalho. Com a “popularização”
cíficas dos surdos em uma Instituição de Ensino Superior, da Internet no século XXI, novas interfaces de comunicação
bem como, se as políticas educacionais inclusivas desse alu- foram desenvolvidas. Surgiram novas interfaces e software
nado são efetivas no ensino superior e sobre a inserção da que possibilitam além do acesso a informação, a troca de
disciplina de LIBRAS na academia. O trabalho propõe por mensagens utilizando não apenas textos como também
meio de questionário, calcada na metodologia de pesquisa imagens, geolocalização, contatos, vídeos e áudios transmi-
qualitativa, oportunizar a discussão e a reflexão sobre a real tidos de forma síncrona e assíncrona. Atualmente a comu-
promoção da inclusão social do surdo na perspectiva do nicação, via dispositivos móveis, ocorre também por meio
educador ofertada pela universidade. O estudo inicia com de aplicativos ou App do termo em inglês applications. Al-
a retrospectiva no processo educacional do surdo no ce- guns Apps possibilitam interações sociais e criação de co-
nário internacional e nacional, posteriormente é feito uma munidades virtuais ou grupos com objetivos comuns que
análise das políticas públicas inclusivas no Brasil, a inclusão trabalham de forma colaborativa. Nesta pesquisa a opção
no ensino superior, a lei de Libras e o ensino de Libras nas metodológica será a abordagem qualitativa por ser esta a
universidades. A inclusão nos conduz a atitudes de justiça, abordagem mais adequada às Ciências Humanas, em es-
ética e moral no qual não podemos nos eximir. Direciona- pecial na Educação. O método utilizado será o estudo de
-nos a um patamar de igualdade, de respeito à diversidade caso. Esperamos como resultado dos estudos e análises de-
e oportunidades para todos. Nesse contexto, o surdo luta senvolvidas ampliar a qualificação do processo de ensino e
por seu direito, espaço, sua língua, comunidade e cultura. aprendizagem no curso de Pedagogia da UFS no Campus
Por um longo período foi tolhido de seus direitos de cidada- Prof. Alberto Carvalho.
nia, educação e comunicação. Podemos perceber reflexos
Palavras-chave: Software social; Mobilidade; Formação inicial docente.
ainda hoje dessas ações no cotidiano da pessoa surda, seja
no âmbito social, educacional e profissional. Apoio Financeiro: Voluntário

Palavras-chave: Docente; Ensino Superior; Libras; Surdo; Inclusão.

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 531

GÊNERO, SEXUALIDADE E PRÁXIS LITERATURA DE CORDEL NO ENSINO GEOGRAFIA:


A BUSCA DOS CONCEITOS GEOGRÁFICOS NA
João Rafael Fernandes; Bruno Martins Machado
INTERDISCIPLINARIDADE
O presente trabalho tem por função expor os meandros do
Lidiana Vieira dos Santos; Shiziele de Oliveira Shimada
processo de pesquisa dos fenômenos democráticos no que
concerne ao campo dos embates político sociais sobre as A pesquisa foi fundamental para compreender a interação
questões de gênero e seus supostos subvertimentos, sempre da geografia na literatura de cordel. Com isso, a literatura
mantendo o ponto de vista crítico sobre os procedimentos cordel proporciona a interatividade no processo ensino-
médico/jurídicos de inclusão e normalização das formas de -aprendizagem nas aulas de geografia, possibilitando ao
existência. Assim sendo, as produções de normatividades e professor uma dinâmica interdisciplinar na sala de aula, ten-
dominação moral/intelectual acerca dos corpos trans serão do o destaque da categoria geográfica Região. Para tanto,
analisadas com rigor na tentativa de compreender as neces- a pesquisa foi desenvolvida com os seguintes procedimen-
sidades contemporâneas de produção de saber e de regu- tos metodológicos: Levantamento bibliográfico, Leituras e
lamentação das dimensões sexuais e afetivas do indivíduo Fichamentos de artigos, teses, dissertações e livros sobre a
- enquanto potência de existir. Trata-se, também, de manter temática proposta, levantamento empírico com trabalho
um olhar histórico sobre as intenções de normatização e de de campo às Bibliotecas Públicas e aplicação de questio-
patologização aos ‘’corpos que desviam’’, constituindo no- nários com os cordelistas locais para entender sobre esse
ções acerca da pretensão histórica, no campo da ética cientí- universo de poesia e arte presente na literatura de cordel.
fica e da moral política, do domínio dos corpos e das possibi- As bibliotecas públicas foram: A Municipal Clodomir Silva e
lidades de exercício da vida. Desse modo, tentando transpor aEstadual Epifânio Dória, ambas localizadas em Aracaju/SE,
os caminhos ditos possíveis, cabe pensar estratégias de re- com o intuito de coletar as informações do material de cor-
distribuição e reconhecimento social que possam abrir novas del existentes nesses espaços públicos Como resultado da
trilhas para medidas efetivas de produção de justiça social, pesquisa tivemos a construção de uma cartilha intitulada:
fugindo minimamente do assombroso e crescente fetiche da “Literatura de cordel: Sergipe e os seus diversos conceitos
judicialização e medicalização da vida. para a sala de aula” que evidencia as características geográ-
ficas, históricas, sociais, econômicas, e culturais da região do
Palavras-chave: Gênero, Sexualidade, Práxis, Democracia, Transgênero,
estado de Sergipe, em específico do Município de Aracaju.
Cisgênero
Portanto, a pesquisa contribuirá para o processo de ensino-
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq -aprendizagem da geografia a partir da interdisciplinarida-
de das várias áreas do conhecimento, tendo como intera-
ção a geografia e a literatura popular de cordel.

Palavras-chave: Região; Cordel; Ensino de Geografia; Interdisciplinaridade

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS.


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 532

ESTUDO SOCIOHISTÓRICO DA COMUNIDADE OS CURRÍCULOS E A TECNOLOGIA NOS CURSOS


DE CIÊNCIAS SOCIAIS DAS UNIVERSIDADES
Carmelita Rikelly Santos de Souza; Elza Francisca Correa Cunha
FEDERAIS
Este trabalho apresenta alguns aspectos históricos e am-
Maria Paula Mendes Vicari; Glaucio Jose Couri Machado
bientais de um conjunto habitacional popular. Foram as-
sinaladas além da infraestrutura, a localização geográfica A informática é hoje um dos matizes presentes no mundo
e a sua relação com a degradação do manguezal vizinho. e foi moldada por ele, mas que, numa relação de causa e
Entrevistou-se uma amostra de 28 moradores/as a partir efeito acaba por moldar o mundo também. Ela é objeto e
de um roteiro semi-estruturado. Emergiram algumas cate- resultado de um conjunto de ações humanas que, no pro-
gorias das quais analisamos duas: Modificações Estruturais cessamento da (re)criação do hoje culminou nas condições
na Comunidade (antigamente eu morava nos barracos, aí propicias para seu surgimento e desenvolvimento. O dina-
ganhamos essas casas) e Condições Ambientais (O esgoto mismo dessas criações informáticas e as urgências do mun-
vai para o mangue. Eu pesco e eu não encontro mais quase do atual fazem com que a informática aporte, com seu ema-
nada de peixe, sururu, ostra). A pedido e em conjunto com ranhado de tecnologias, em todos os setores da sociedade.
os moradores/as, foi construído um abaixo assinado reivin- Dessa forma, as novas exigências do mundo produzem/
dicando a revitalização da praça central, sendo que 4 deles/ criam a necessidade de um “mergulho de cabeça” na infor-
as estão responsáveis pelos trâmites oficiais junto a Prefeitu- mática e seus derivados. Com isto, esse projeto tem como
ra. Diante de reivindicações dos moradores, foi contatado o fundamento discutir um dos aspectos dessa vida digital: o
Departamento de Engenharia Florestal/UFS, para orientar a ensino de informática para os cursos de Ciências Sociais das
arborização da referida praça. Os moradores nos solicitaram universidades federais e, assim, procurou perceber quais as
iniciar um abaixo assinado para regularização fundiária das disciplinas que envolvem o uso de tecnologias informáticas
casas e a sua consequente integração ao contexto legal da na formação dos profissionais de Ciências Sociais. Foram
Cidade. Entre as conclusões parciais pela amostra, assinala- pesquisadas 62 IES federais. Percebeu-se que os cursos de
-se que as precárias condições de infraestrutura, como a fal- Ciências Sociais das Universidades Federais não possuem
ta de saneamento adequado é um fator significativo para a grande associação no que se refere a tecnologia. A maio-
degradação do manguezal e apesar das modificações das ria dos cursos não possui nenhuma matéria relacionada. Na
moradias, os residentes ainda se queixam de lacunas nas região Centro-Oeste, a UNB é a universidade com maior nú-
condições básicas para sobrevivência saudável e que estão mero de disciplinas. É preciso que sejam feitas análises mais
relacionadas às condições de infraestrutura e ambientais. abrangentes para que possamos saber até que ponto existe
falhas ou não nos cursos de Ciências Sociais para a percep-
Palavras-chave: Levantamento sociohistórico, Psicologia Comunitária
ção e aprendizado de tecnologias informáticas.
Apoio Financeiro: PIBICVOL
Palavras-chave: tecnologia educacional, informática na educação, ensino
de informática

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 533

HOBBES E A CONCEPÇÃO DE ESTADO COMO UM LEVANTAMENTO DE FONTES SOBRE A FORMAÇÃO


DEUS MORTAL. TERRITORIAL DE DE ITABAIANA E A PESQUISA
GEOGRÁFICA
Saulo Santos Silva; Saulo Henrique Souza Silva
Juliana Lima da Costa; Fabricia de Oliveira Santos
O Estado para Hobbes é uma instituição fundamental para
os homens e é por meio dele que se fundamenta a orga- O Plano de Trabalho “Levantamento de fontes sobre a for-
nização social e política. O homem não vive se não for em mação territorial de Itabaiana, e a pesquisa geográfica”,
sociedade, dotado de saberes e obrigações cujos quais são visou levantar e registrar dados bibliográficos disponíveis
imprescindíveis para se conviver em comunhão. O Estado, em acervos presenciais e virtuais para depois submetê-los
então se torna, aí mais que uma alternativa, uma justifica- a inventário, e a compreensão da importância dos acervos à
tiva imprescindível e iminente com atribuições que visam pesquisa geográfica. O Plano integra o Projeto de Pesquisa
o bem de todos. Como o homem pensa o Estado, suas fun- “Das minas de prata a outros interesses: pensamento geo-
ções, de seus súditos e soberanos. Os homens vivem em gráfico e geografia histórica de Itabaiana - fontes e temas
um estado de natureza um tanto controlado por desejos relativos à formação de seu território. A partir de busca por
imateriais e materiais, o poder é um deles. Antes o homem palavras-chave associadas ao Projeto, a pesquisa identificou
tinha a terra, a natureza, as coisas que dela vinham e a partir trabalhos acadêmicos em bases digitais: teses, dissertações,
do crescimento da sociedade e das relações humanas veio monografias, artigos; e de outras instituições, a exemplo da
consigo os conflitos, que por sua vez, causaram no homem SUDENE (Superintendência do Desenvolvimento do Nor-
a necessidade de indagar sobre como melhor se organizar deste), IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico
econômico e politicamente. Daí, a ideia de pacto, de esta- Nacional), ICMbio (Instituto Chico Mendes de Conservação
belecer leis e regras que favoreçam as pessoas igualdade da Biodiversidade), e Seplag-SE (Secretaria de Estado do
por meio de um aparelho de organização social, o Estado, Planejamento, Orçamento e Gestão de Sergipe). Junto ao
regido sob contratos criados pelos homens e impostos a to- levantamento de fontes, a leitura e discussão de textos, par-
dos o outros. Assim, em O Leviatã, Thomas Hobbes atribui ticipação em eventos, e trabalhos de campo para observar
ao Estado como um Deus Mortal, surgido a partir de con- formas espaciais produzidas no decorrer do povoamento
cepções de mundo humanas que busca eliminar o caos em do munícipio de Itabaiana. Os resultados permitem aces-
detrimento da paz, converte a confiança de um todo em um sar uma dinâmica de formação desse município sergipano,
único sistema governado por um soberano com virtudes e como se desencadearam os discursos (pensamento geo-
poderes capazes de promover a paz em sua sociedade. gráfico) e a produção de marcas materiais (geografia histó-
rica) de ocupação desse território e seus rebatimentos con-
Palavras-chave: Thomas Hobbes, O Leviatã, Estado, Deus Mortal,
temporâneos, além da formação discente para a pesquisa.
Organização Política.

Palavras-chave: pesquisa geográfica, formação territorial, levantamento


Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq
bibliográfico

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da


FAPITEC/SE
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 534

PELO ESPAÇO DO HOMEM CAMPONÊS: PESQUISA ETNOGRÁFICA DO PROGRAMA


AS ESTRATÉGIAS DE REPRODUÇÃO SOCIAL “TOLERÂNCIA ZERO” DO BARETA
DOS CAMPONESES DO TERRITÓRIO DO BAIXO
Sara Andrade Florencio; Marcos Santana de Souza
SÃO FRANCISCO SERGIPANO E A IMPORTÂNCIA
DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE DESENVOLVIMENTO A pesquisa “A cana é dura!”: representações sociais sobre
RURAL crime e justiça no programa “Tolerância Zero” do Bareta, foi
conduzida a partir do método bibliográfico e o etnográfi-
Daniela Santos Feitoza; Lucas Feitosa dos Santos; Nubia Dias dos
co, conforme solicitado no plano de atividades. Para com-
Santos
preensão dos conteúdos midiáticos relacionados, foi feita
A pesquisa analisa as estratégias de reprodução social dos a revisão de literatura sobre jornalismo policial e sensacio-
camponeses mandiocultores no Território do Baixo São Fran- nalista, alguns dos autores consultados para essa revisão
cisco Sergipano, no Povoado Ladeirinhas “A” Município de foram Danilo Angrimani e Rosa Pedroso. Pesquisadores so-
Japoatã, a partir da sua atividade produtiva em consonân- ciais como Serge Moscovici e Gabriel Tarde também foram
cia com o acesso e a importância das políticas públicas de consultados a fim de compreender sobre as representações
desenvolvimento rural (PNRA; PAA; PRONAF; Seguridade So- sociais do grupo estudado e como a opinião é construída
cial) e o Bolsa Família.Com base na teoria e na metodologia com base no discurso apresentado e os seus possíveis im-
do Espaço do Homem Camponês (Santos, 2012), realizou-se pactos no imaginário social. A pesquisa trabalhou com edi-
os procedimentos da investigação: pesquisas bibliográficas ções do programa, elaboração de transcrições, análises e,
(livros, teses, dissertações), coleta de dados em órgãos go- especificamente, com a sua etnografia. Foi analisado como
vernamentais (IBGE, EMDAGRO, MDA), pesquisa de campo o programa é estruturado e a forma como as matérias são
com aplicação de formulários, realização de DRP e história construídas. Foram realizadas, também, visitas ao programa
oral de vida. Foram elaborados mapas, gráficos e tabelas e feito o seu acompanhamento ao vivo, com isso foi possí-
sobre os efeitos das políticas públicas de desenvolvimento vel analisar a relação do grupo, ou seja, como eles intera-
rural na localidade. Conclui-se que o acesso as políticas pú- gem entre si e com o seu público.
blicas rurais, se constituem em caminhos estratégicos para
Palavras-chave: Crime, justiça, Bareta, etnográfica.
reprodução campesina associada ao trabalho familiar no
cultivo e processamento da mandioca e no trabalho aces- Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
sório, os quais amenizam os efeitos dos entraves estruturais
impostos aos camponeses. Contata-se que a complexidade
da vida camponesa e suas estratégias sociais de reprodução
social envolve a permanência na localidade e se materializa
através da resistência e luta, na identidade de classe expres-
sa na trilogia Terra/Trabalho/Família, unidade que reafirma a
essência do Ser Camponês e sua lógica de existência e vivên-
cia no espaço rural aberto, múltiplo e relacional.

Palavras-chave: Teoria espacial; Camponês; Mandioca; Políticas Públicas;


Emancipação

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 535

ANÁLISE CRONO-ESTRATIGRÁFICA DO SÍTIO CIPÓ PERFIL SOCIO DEMOGRAFICO DOS


IDOSOS SERGIPANOS POR TERRITORIO DE
Adriana Jussara Schuster; Fernando Ozorio de Almeida
PLANEJAMENTO E ZONAS URBANA E RURAL
Este trabalho possui como principal intuito contribuir para
Markston Suelykovik da Silva Soares Santos; Neilson Santos
a compreensão quanto ao significado da variabilidade dos
Meneses
artefatos cerâmicos de Xingó. A cerâmica encontrada nesse
conjunto de sítios arqueológicos é uma importante ferra- O trabalho visou aprofundar a geografia do envelhecimen-
menta para a contextualização dos grupos ceramistas que to populacional em Sergipe e traçar um breve perfil dos
ali encontraram condições adequadas para habitarem du- idosos pelos diferentes territórios de planejamento. Utili-
rante milênios. Trabalhando sítios menores da região, como zou-se para tanto o levantamento de informações, dados
é o caso do Cipó, abordado pelo presente plano de traba- estatísticos e demográficos, com posterior construção e
lho, baseando-se na revisão bibliográfica e na análise dos espacialização de indicadores que possibilitaram produzir
fragmentos de cerâmica encontrados neste sítio, busca-se o um diagnóstico inicial a respeito de aspectos da situação
entendimento da distribuição do material cerâmico ao lon- sócio demográfica dos idosos sergipanos nos seus diferen-
go do tempo. Até o presente momento alguns pontos de tes territórios. Além disso, se pôde mensurar diferenças do
questionamento já surgiram em torno desse sítio, que pode processo de envelhecimento populacional nas escalas es-
apresentar uma estratigrafia alterada em seus processos paciais citadas acima. A metodologia utilizada, teve início
de deposição. Foram analisados os materiais provenientes com a literatura científica especializada, seguida da utili-
de cinco camadas arqueológicas mais profundas. Busca-se zação de algumas técnicas demográficas de mensuração
interpretar esses dados e conseguir explicar os processos e de construção de indicadores populacionais, e algumas
de ocupação deste espaço e sua variabilidade artefatual no técnicas cartográficas de tratamentos de dados para con-
decorrer do tempo. Há uma baixa porcentagem de material secução dos objetivos propostos. Os principais resultados
nestes níveis mais profundos se comparado aos níveis su- alcançados apontaram que, seguindo a tendência da po-
periores ainda não analisados. É possível perceber que em pulação sergipana nas últimas décadas, os idosos têm se
geral trata-se de uma cerâmica alisada com técnica de ma- concentrado nas zonas urbanas e no território da grande
nufatura não identificada o que pode indicar que a técnica Aracaju. Contudo, do ponto de vista proporcional o enve-
empregada seja modelada. Possui fragmentos simples, com lhecimento é mais intenso nos municípios mais rurais. Se
pouca evidência de decorações e tratamento de superfície. observou ainda um perfil de idosos com baixa escolaridade,
com renda concentrada em até 2 salários mínimos, uma fe-
Palavras-chave: Cerâmica, Xingó, Sítio Cipó, Variabilidade material.
minização da velhice, um alto índice de vulnerabilidade, um
Apoio Financeiro: PIBICVOL alargamento da esperança de vida e taxas de mortalidade
em ligeiro aumento que podem apresentar diferenças em
cada território de planejamento.

Palavras-chave: Perfil, Idosos, Sergipe, indicadores sóciodemográficos,


território.

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 536

TREINAMENTO DE PERCEPÇÃO DE EMOÇÕES DEMANDAS DE POLITICAS PÚBLICAS PARA


FACIAIS PARA TRATAMENTO DE ANSIEDADE EM IDOSOS NOS DIFERENTES TERRITÓRIOS DE
GRUPOS VULNERÁVEIS LGBT PLANEJAMENTO EM SERGIPE

Vitoria Teles Apolonio Santos; Amanda Silvestre Santos Silas Rodrigues dos Santos; Neilson Santos Meneses
Goncalves; Lucas Menezes Nunes; Lucas Menezes Silva; Elder
O trabalho se insere no projeto de pesquisa Geografia do
Cerqueira Santos
Envelhecimento Populacional em Sergipe: demandas e
O objetivo do seguinte estudo se orientou no sentido de oportunidades que visa compreender melhor a situação
avaliar a manifestação dos sintomas de Ansiedade nos gru- do envelhecimento demográfico por territórios de plane-
pos LGBT. Foram utilizados instrumentos validados para a jamento e as suas diferenças, sobretudo tendo em conta
mensuração de aspectos tais como Homofobia, Saúde Ge- que estes são níveis que se utiliza para o desenho e gestão
ral, Afetos e Ansiedade, de forma a obter um ou mais possí- de várias políticas públicas, principalmente as que se supõe
veis fatores associados à manifestação da ansiedade nesses buscam objetivos em relação ao ordenamento territorial
grupos. Foram avaliados nesse estudo 416 indivíduos que em Sergipe. O objetivo geral foi identificar demandas e de-
se declararam não-heterossexuais, acima de 18 anos, que safios para políticas públicas relativas às transformações de-
responderam ao instrumento do estudo, o qual foi disponi- mográficas nos diferentes territórios de planejamento em
bilizado on-line como formulário de respostas. As análises Sergipe, tendo em conta a análise da realidade já existentes
se fundamentaram em testes t para comparação de média em termos de ações de atenção aos idosos, a existência de
e correlações de Pearson. Os resultados obtidos demonstra- infraestrutura de atendimento e a variação espacial do per-
ram associações satisfatórias com o que se entende na lite- fil da população idosa em Sergipe. A metodologia partiu
ratura especializada por fatores estressores e os sintomas de do aprofundamento técnico e teórico sobre estudos popu-
ansiedade, tendo sido demonstrado maiores níveis de An- lacionais, e de treinando em técnicas de demográficas de
siedade entre os grupos de Alta Homofobia em relação aos mensuração, de tratamento cartográfico e estatístico dos
de Baixa Homofobia. Além disso, para as correlações, a variá- dados levantados. Os resultados permitiram identificar en-
vel de Afetos Negativos demonstrou correlação significante tre outras coisas que as ações existentes em termos de po-
com as demais variáveis, demonstrando um possível papel líticas públicas, são insuficientes e especialmente nos terri-
de centralidade dessa variável no modelo de ansiedade. tórios mais rurais os dados da Munic revelaram ações ainda
tímidas tendo em conta o crescimento rápido e constante
Palavras-chave: Saúde Mental, Ansiedade, Homofobia, LGBT
do número de idosos. Com base nas informações se suge-
Apoio Financeiro: CNPq re algumas ações que possam ampliar as políticas públicas
para idosos nos diferentes territórios de planejamento.

Palavras-chave: Idosos, Políticas Públicas, Sergipe, Envelhecimento, Território.

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 537

NARRATIVAS E MEMÓRIAS DA PRESENÇA DAS MOTIVAÇÕES AO CRIME: UMA REVISÃO DE


INDÍGENA NA DIVISA DOS MUNICÍPIOS DE SÃO LITERATURA ACERCA DO FEMINICÍDIO
CRISTÓVÃO E ITAPORANGA.
Wilton Pedro Almeida Santos; Leticia Rocha Santos; Lucas Feitosa
Maria Luisa Torres de Moura; Ugo Maia Andrade de Souza; Claudiene Santos

O presente trabalho etnográfico traz os resultados obtidos Trata-se de uma revisão bibliográfica sobre as publicações
na pesquisa sobre narrativas e memórias da presença indíge- científicas acerca do feminicídio, de 2000 até 2017. Foram
na, na divisa dos municípios de São Cristóvão e Itaporanga. consultadas as bases de dados Portal de Periódicos/CAPES
Tais resultados compreendem o plano de trabalho do proje- e PubMed, Scielo.org e Scielo.br e, utilizados os seguintes
to de pesquisa: Etnografia em terras de aldeias e de missões descritores: “Feminicídio”, “Feminicídio no Brasil” e “Femicí-
indígenas em Sergipe. Através do qual se visou efetuar um dio”. As publicações encontradas apontam predominância
levantamento, que servisse como arcabouço para ajudar a nas áreas do Direito, Saúde Coletiva e Estudos Culturais.
preencher o vazio que existe hoje a respeito da história da Observa-se a grande presença de discursos de motivações
presença de índios em Sergipe. Tal trabalho se torna impor- para o crime que utilizam a defesa da honra, o uso indiscri-
tante à medida que a história indígena em Sergipe está pra- minado ou recreativo de álcool e outras drogas e ciúmes
ticamente ausente dos registros oficiais (especialmente em como justificativas para o fato. As narrativas de violências
documentos datados do século XIX). Muitas vezes, tais regis- de gênero evidenciam o patriarcado, como alicerce social,
tros até insistem na ausência de índios em Sergipe. Ao ana- que possibilitam e legitimam esse tipo de violência e, des-
lisar os dados de trabalhos de campo desta pesquisa (como tacam a vulnerabilização social enfrentada pelas mulheres.
por exemplo as transcrições das entrevistas e os marcadores Os dados quantitativos revelam aumento no número noti-
culturais) juntamente com outros dados bibliográficos de ficações de violência contra a mulher e feminicídios. Entre-
outras pesquisas e textos de apoio, se torna evidente conse- tanto, os autores não discutem se esse aumento se deve à
guir constatar a memória da presença indígena. redução de subnotificações ou ao real aumento de casos.
As políticas públicas institucionalizadas pelas leis de prote-
Palavras-chave: Índios; aldeia de Água Azeda; etnografia; Sergipe.
ção às mulheres têm se mostrado ainda insuficientes para a
Apoio Financeiro: PIBICVOL redução de casos de violência contra a mulher, inclusive de
feminicídio embora haja avanços em sua implementação.
A atenção a esses resultados proporciona uma maior com-
preensão do fenômeno da violência de gênero, em diversos
contextos, e pode indicar caminhos para ampliar a efetivi-
dade das medidas, que visem reduzir esses indicadores.

Palavras-chave: Feminicídio. Violência de Gênero. Revisão.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 538

SUBJETIVIDADES GENERIFICADAS EM AS DIFERENTES VISÕES DE CIÊNCIA EM


DESENHOS ANIMADOS DESENHOS ANIMADOS

Luiz Joaquim Rezende Lima; Livia de Rezende Cardoso Gilma Do Carmo Santos; Livia de Rezende Cardoso

O presente projeto tem o objetivo de analisar as relações de Os episódios do desenho de animação infantil “Peg e o gato”
gênero em desenhos de animação que apresentam como foram tomados aqui como objetos de estudos e análises. Tal
pano de fundo invenções e verdades científico-tecnológi- desenho possui uma menina como personagem principal,
cas. Assim, os episódios do desenho de animação infantil que resolve problemas matemáticos. Nessas produções,
“O Show da Luna”foram tomados aqui como objetos de perseguimos as seguintes questões de pesquisa: Como são
estudos e análises. Tal desenho é exibido no canal de en- construídas as subjetividades meninas-matemáticas? Quais
tretenimento Discovery Kid, possui uma menina como per- direcionamentos são demandados a meninos e meninas
sonagem principal, que elabora experimentos, promove nos desenhos animados? Como se estabelece a relação en-
investigações e resolve problemas matemáticos. Para Luna, tre matemática e infantil? Como resultados principais, ob-
uma menina de 6 anos totalmente apaixonada por ciências, servamos que a matemática é, então, através das narrativas
o planeta Terra é um laboratório gigante. O que a maioria dos episódios, trazida ao mundo infantil como algo lúdico,
poderia ignorar, Luna observa e não sossega enquanto não contextualizado e divertido. Além desse fato de contribuir
descobrir “Por que isso está acontecendo?”. Nas suas aventu- para a construção de uma matemática prazerosa, diferente
ras científicas, as investigações do trio são ao mesmo tempo do que hoje é encontrado no ambiente escolar, Peg e o gato
reais e imaginárias. Como principal conclusão das análises, inova ao trazer uma menina como personagem principal.
a subjetividade infatil-cientista demandada por esse artefa- Além de transgredir as normas de gênero, a forma que a
to cultural carrega tanto características ditas como próprias matemática é apresentada foge dos tradicionais currículos
para a criança – o lúdico, a imaginação, a música, o faz de escolares. Ao introduzir a palavra “problema” no nome dos
conta –, quanto aspectos próprios ao fazer ciência. Uma tec- episódios, Peg e o gato já sinaliza a corrente pedagógica
nologia de subjetivação que ensina como se deve operar que embasa o método de ensino adotado. Através da reso-
sobre os próprios corpos para chegar a ser uma criança que lução de problemas, é possível conhecer uma matemática
prefere essa ciência a outras atividades comuns. prática, que tem implicações diretas na vida das pessoas.

Palavras-chave: Ciência;Gênero; Artefatos culturais. Palavras-chave: Ensino de Matemática; Gênero; Desenhos de animação.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq Apoio Financeiro: PIBICVOL
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 539

IMPLICAÇÕES E APROPRIAÇÃO CRÍTICA À ESTUDO DA CONFIGURAÇÃO POLÍTICA


TEOLOGIA DA ARTE DE PAUL TILLICH A PARTIR DA COMUNIDADE
DA POÉTICA DE AUGUSTO DOS ANJOS
Lara Conceicao Maciel Maia; Elza Francisca Correa Cunha
Laudileia Valenca da Silva; Joe Marcal Goncalves dos Santos
O presente trabalho tem por objetivo descrever o estudo pre-
Este instrumento é resultado da participação como bolsista liminar da configuração política de um conjunto habitacional
PIBIC-CNPq-UFS do projeto Inclinações orientais na poéti- popular. Foi aplicado um questionário semiestruturado em
ca de Augusto dos Anjos: elemento para uma apropriação 28 moradores/as e um roteiro de entrevista para as lideran-
crítica da análise existencial-religiosa da arte de Paul Tillich, ças da comunidade. As informações foram interpretadas com
especificamente o plano de trabalho Implicações e apro- base na Análise do Discurso e indicaram seis categorias: As-
priação crítica da teologia da arte de Paul Tillich a partir da sociação de Moradores, Associação de Pescadores, Estrutura
poética de Augusto dos Anjos. O projeto de pesquisa foi de- e Funcionamento da Associação de Pescadores, Reconheci-
senvolvido a partir do Grupo de Pesquisa Correlativos: Es- mento de Liderança, Mobilização Social e Representação So-
tudos em Cultura e Religião (GPCOR), do Programa de Pós- cial de Associação. Nesta última categoria, pode-se observar
-Graduação de Ciências da religião da Universidade Federal que as falas corroboram a bibliografia na qual a ideia do cam-
de Sergipe (PPGCIR/UFS). O objetivo deste documento é po de atuação da associação está atrelada à defesa de um
apresentar atividades desenvolvidas e os resultados do Pla- habitat. Segundo um dos entrevistados: “Aqui não tem asso-
no de Trabalho realizado. A pesquisa foi de caráter biblio- ciação de morador, só na Coroa do Meio, é geral”. Os/as mo-
gráfico e teve como procedimentos leitura, análise textual, radores/as demostraram um sentimento de pertencimento
produção de fichamentos e resenhas descritivas. Estes ofe- com a Associação de Pescadores maior do que com a Asso-
receram a abordagem metodológica do aspecto estético- ciação de Moradores como indica um dos moradores: “Tem
-religioso no contexto literário brasileiro no início do século ali a associação de pescadores, que não fala só de pesca, fala
XX, especificamente na poética de Anjos, caracterizada pela da comunidade, das coisas todas”. As conclusões parciais si-
expressividade artística, destacadas a partir do conceito nalizam que a configuração política da mencionada comuni-
estético-teológico de Paul Tillich. Em detrimento do teor dade caracteriza-se por uma insipiente mobilização política
crítico-negativo de Augusto dos Anjos relativo à simbólica dos moradores, desarticulação entre as entidades políticas e
religiosa cristã-ocidental, sua poesia privilegia uma simbóli- baixa representatividade das suas lideranças, cujas ações são
ca oriental em imagens produtivas. A partir disso, o projeto pouco conhecidas pelos representados, especialmente as re-
ganha continuidade com a temática: O tema orientalista lacionadas à associação dos moradores.
em Augusto dos Anjos: repercussões semântica em torno
Palavras-chave: configuração política; representação social de associação.
da noção tillichiana de “Vazio Sagrado”.
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS.
Palavras-chave: Augusto dos Anjos. Paul Tillich. Estético-teológico.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 540

PELO ESPAÇO DO HOMEM CAMPONÊS: A CRISE ECONÔMICA: PERCEPÇÃO E


MANDIOCULTURA COMO ELEMENTO DA ENFRENTAMENTO POR TRABALHADORES DO
IDENTIDADE CAMPONESA NO TERRITÓRIO DO SEGMENTO PRODUTIVO INDUSTRIAL
BAIXO SÃO FRANCISCO SERGIPANO.
Rose Milena dos Anjos Leal; Marley Rosana Melo de Araujo
Jonatas Ribeiro Marques Barbosa; Lucas Feitosa dos Santos;
A mais recente crise econômica do Brasil ainda se encontra
Yarin de Almeida Albuheis do Espirito Santo; José Edson Oliveira
em desenvolvimento e, em geral, os primeiros a senti-la são
Siqueira; Nubia Dias dos Santos
os trabalhadores. Esta pesquisa objetiva verificar como os
O espaço rural é aberto, múltiplo, relacional marcado por trabalhadores, empregados e desempregados, têm perce-
estratégias de reprodução social camponesa, muita das ve- bido e lidado com a atual crise. Para a produção dos dados,
zes assentadas em situações antagônicas. De um lado há utilizou-se a técnica de entrevista semi-estruturada, reflexi-
a luta contra a superexploração imposta pelo sistema, por va e individual, orientada por um roteiro de perguntas so-
outro, a luta pela autonomia e sobrevivência do homem bre as percepções relativas à crise econômica vigente e as
camponês. A presente pesquisa analisa em qual medida o estratégias de enfrentamento utilizadas pelos participantes
cultivo da mandioca e a produção dos seus derivados pe- para lidar com a mesma. Os dados foram analisados a partir
los camponeses mandiocultores do povoado Ladeirinhas da técnica textual de análise de conteúdo, a fim de levantar
“A”, intercalam saberes e práticas culturais os quais contri- categorias temáticas e ensejar discussões teóricas. Os resul-
buem para o enraizamento dos sujeitos na configuração do tados abrangeram três contextos de discussão, versando
espaço e do lugar do homem. A metodologia pautou-se na sobre a percepção, consequências e estratégias para lidar
Teoria Espacial elaborada por Santos (2012); levantamento com a crise. A percepção dos trabalhadores sobre a crise
de dados secundários: EMDAGRO, IBGE, INCRA, MDA e SE- econômica foi divida em cinco categorias temáticas: Viés
PLAG/SE, e a coleta de dados primários com a aplicação de Político; Viés econômico; Viés Social; Viés Ideológico e; Viés
4 modalidades de formulários, além da História Oral de Vida Subjetivo. As consequências da crise também contaram
e o Diagnóstico Rural Participativo (DRP). Constatou-se que com cinco categorias, as quais foram: Impactos psicológi-
a identidade cultural camponesa é relacional, histórica e se cos; Impactos no local de trabalho; Impactos na vida pes-
materializa no espaço através do cultivo de mandioca e da soal; Impactos no mundo do trabalho e; Consequências no
fabricação da farinha, como no acesso ao PRONAF, Bolsa Fa- campo político. E por fim, as estratégias utilizadas para lidar
mília e Seguridade Social e o trabalho acessório. Os campo- com a crise, que foram reunidas em três categorias: Plane-
neses expressam essa identidade através da solidariedade, jamento; Medidas para lidar com a crise e; Estratégias para
do respeito mútuo, acolhimento, articulação sociopolítica, lidar com aspectos emocionais.
manifestações culturais e a relação simbiótica com a terra, a
Palavras-chave: Crise econômica; trabalhador; percepção; enfrentamento.
família e o trabalho. A mandiocultura é um elemento iden-
titário e de garantia da sobrevivência e permanência desses Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS
sujeitos no seu lugar.

Palavras-chave: Espaço do Homem Camponês; Identidade Camponesa;


Ladeirinhas A

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 541

FAZENDO BIOGRAFIA DE UM BODE: RELAÇÕES MEDIAÇÃO VIRTUAL, REPERTÓRIOS


ANIMAIS-HUMANOS EM RIACHÃO DO DANTAS ORGANIZACIONAIS, ESTRUTURAS DE
MOBILIZAÇÃO E FORMAS DE COLETIVIDADE
Alice Do Nascimento Santos; Ugo Maia Andrade
Francielle Wilze Prata Almeida; Wilson Jose Ferreira de Oliveira
Bode Bito foi a maior personalidade de Riachão do Dantas,
um animal incomum que se notabilizou pela forte sociali- Esse trabalho foi desenvolvido no Laboratório de Estudos
zação com os moradores local e por seu interesse em even- do Poder e da Política, e dá continuidade a pesquisas já de-
tos de aglomerações valendo-lhe, como homenagem, uma senvolvidas no mesmo, que analisaram os protestos ocor-
estátua na entrada da cidade e a transformação em mito ridos em Sergipe sobre o transporte público, no período
local. Considerado um animal de estimação dos moradores 2011/2013. A nova ramificação da pesquisa traz como foco
de Riachão do Dantas, bode Bito mantinha uma rotina di- o engajamento e recrutamento político de movimentos
ária de refeições em pontos específicos na cidade. Quere- sociais e sua participação nas defesas das causas públicas
mos mostrar as relações entre os moradores e o bode Bito; nos protesto em Sergipe entre 2015 e 2016, contra e pró
Identificar os constructos simbólicos de comunicação que governo da ex-presidente Dilma, problematizando uso
passam pelas relações dos moradores com o bode; Com- do desenvolvimento das TIC’s (Tecnologias de Informação
preender a natureza da presença de bode Bito nas relações e Comunicação) como uma “nova” fonte de mobilização,
sociais com os moradores; Efetuar a biografia de bode Bito, ação coletiva e novos padrões de organizações de grupos
traçando os marcos distintivos de sua socialização; Qualifi- políticos, sociais.Para operacionalização da pesquisa acom-
car o estatuto moral atribuído a bode Bito pelos moradores. panhou-se algumas manifestações pró e contra o impeach-
Tivemos um embasamento teórico prévio sobre textos re- ment da ex-presidente Dilma em 2015 e 2016 na cidade de
lacionados à pesquisa, participação em eventos, entrevista Aracaju/SE. Além disso, foram mapeadas notícias de jornais
com o dono do bode e os registros com recurso audiovisual. e nas mídias sociais dos movimentos, Frente Sergipana Bra-
A biografia de Bode Bito projeta-o para um domínio de re- sil Popular e o Movimento Brasil Livre, a fim de identificar
lações especiais com humanos, possibilitando a separação quais foram às principais organizações que estiveram co-
entre natureza e cultura. A linguagem que permite tal trans- ordenando os eventos de protesto. Levantando algumas
posição são os afetos e a socialidade (os comportamentos conclusões, observando as contribuições diferentes que o
“adequadamente humanos” de Bode Bito).O modelo de advento das mídias sociais causou e causam nas manifes-
relação animal-humano presente é antropomorfizante e tações, ao ponto que é tomada como ferramenta de reper-
permite que Bode Bito seja visto como um tipo de pessoa. tório de ação, para divulgação e discussão, tornando atra-
vés das páginas vinculadas, locais para se pensar e debater
Palavras-chave: Relações animais-humanos; biografia animal; Riachão do Dantas.
assuntos políticos, sociais, além do engajamento político, e
Apoio Financeiro: PIBICVOL organizações do próprio movimento.

Palavras-chave: redes sociais; dinâmicas; lideranças; movimentos;

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 542

A MEMÓRIA CULTURAL DA ACADEMIA O MÉTODO ABDUTIVO E OS VALORES NA


SERGIPANA DE LETRAS ATIVIDADE CIENTÍFICA

Joesio Meneses de Oliveira; Lavinya Oliva Oliveira; Claudefranklin Fabio Augusto Mendonca Barreto; Sergio Hugo Menna
Monteiro Santos
A atividade científica, em confronto com a finitude de re-
Fundada no dia 01 de junho de 1929, a Academia Sergipa- cursos, tem por objetivo construir a maior quantidade de
na de Letras (ASL) tornou-se, ao longo dos anos, numa im- conhecimento útil no menor tempo e esforço possível. Com
portante referência cultural para Sergipe, produzindo um isso as teorias do método científico assumem papel de des-
acervo significativo de documentos, como Livros de Atas, taque na vida do investigador, que pode enxergar nelas um
Cartas, Ofícios, Discursos, Fotografias, Textos Diversos, Au- instrumento para aumentar a eficiência de seu próprio tra-
diovisuais e outros, que ajudam a compreender a formação balho. O presente plano de trabalho se insere nesse debate
intelectual e literária do Estado e a fomentar discussões em e tenta dele se apropriar, ainda que a partir de um pequeno
torno da Sergipanidade. O presente trabalho quer socializar recorte, a teoria abdutiva, e de forma introdutória. As lei-
com o mundo acadêmico e com a sociedade os desdobra- turas, análises e debates vivenciados indicaram que o refe-
mentos de uma pesquisa que se debruçou sobre o acervo rido método tem ancestralidade em pensadores clássicos
daquele lugar de memória do Estado, organizado à luz de como Aristóteles, mas que foi Charles S. Peirce, na transição
técnicas arquivísticas, de elementos conceituais históricos e do séc. XIX ao XX, que o remodelou para um formato que
historiográficos, cujos resultados principais foram: a criação permanece até hoje pouco alterado. Inicialmente o método
do Arquivo José Silvério Leite Fontes e da Revista Eletrônica permaneceu negligenciado, até que a crise da racionalida-
da ASL, por meio do Sistema Eletrônico de Editoração de de (como lógica formal) tornou-se suficientemente incô-
Revistas (SEER) da Universidade Federal de Sergipe. A Re- moda para que se abandonasse os mecanismos inferenciais
vista da ASL foi criada em 1931 e, doravante, seus 40 nú- clássicos (indução e dedução). A sua principal vantagem é
meros, até então publicados, estarão disponibilizados para tornar a criação de teorias um campo de estudo, pelo que
os interessados em sua conhecer a sua memória cultural e paga o preço de englobar elementos de caráter subjetivo,
a disposição, também, dos alunos e pesquisadores da UFS elos não-empíricos, chamados de princípios ou valores (por
para a publicação de sua produção, seja ela científica, Líte- ex. a verossimilhança e a demonstrabilidade), que fornece-
ro-cultural e/ou. Artística. riam parâmetros para o manuseio e hierarquização de hipó-
teses de trabalho, mas que permanecem alvo de crítica por
Palavras-chave: Literatura Sergipana - Academia Sergipana de Letras –
sua falta de objetividade.
Memória Cultural

Palavras-chave: Abdução, Ciência, Valores, Hipótese, Peirce.


Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 543

AS FOGUEIRAS DO SÍTIO JUSTINO PELO ESPAÇO DO HOMEM CAMPONÊS: QUESTÕES


GEOAMBIENTAIS E SOCIOECONÔMICAS
Victor Silva dos Santos; Daniela Magalhaes Klokler
VINCULADAS A MANDIOCULTURA NO TERRITÓRIO
Sabemos que os elementos simbólicos incluídos em pro- DO BAIXO SÃO FRANCISCO SERGIPANO
cedimentos fúnebres são importantes para compreender
Lucas Feitosa dos Santos; Nubia Dias dos Santos
como cada sociedade se relaciona com o mundo e a morte.
O fogo para diversas sociedades é carregado de significa- O homem camponês enfrenta inúmeros desafios para con-
dos e durante os ritos ele desenvolve o papel de sacralizar, tinuar se reproduzindo socialmente. A relação de simbiose
de ligar o mundo físico ao mundo espiritual, entre outros. O com a natureza, a luta para permanecer na/com a terra, de
sítio Justino, localizado no município Canindé do São Fran- maneira saudável, justa e em sintonia com a vida, é uma con-
cisco - Sergipe, e escavado nos anos de 1990 possui uma traposição a lógica capitalista da mercantilização da nature-
das maiores quantidades de sepultamentos do Nordeste za. No município de Japoatã no espaço de vivência dos cam-
brasileiro. Além dos enterramentos, também foram eviden- poneses a interação com a natureza é perceptível através do
ciados diversos vestígios como: cerâmicas, líticos, fauna e plantio da mandioca, na produção da farinha e seus deriva-
30 estruturas de fogueiras. Uma porção considerável de dos e na policultura, sem o uso de agrotóxicos para não pre-
elementos estão associados direta ou indiretamente a essas judicar a vida com a contaminação das águas, do solo e do ar.
fogueiras. O presente trabalho tem como principal objeti- Com base na Teoria do Espaço do Homem (Santos, 2012), fo-
vo levantar algumas reflexões sobre o caráter das fogueiras ram realizadas leituras bibliográficas; coleta de dados (IBGE;
identificadas no sítio Justino e elaborar uma discussão so- EMDAGRO; MDA); pesquisa de campo na comunidade La-
bre a função ritual do fogo no sítio. A partir de uma aborda- deirinhas “A”. Aplicados quatro tipos de formulários entre os
gem interpretativa levando em consideração as fogueiras, camponeses, representes das Associações e dirigentes das
seus componentes e os vestígios que as circundam dentro Casas de Farinha e na Escola Família Agrícola. História oral de
do sítio tentaremos entender a relação que os povos que vida (camponeses pioneiros) e o DRP. A mandiocultura pos-
ocuparam a região de Xingó teriam com esse elemento tão sibilita ao campesino uma autonomia perante o mercado e a
significativo dentro do registro arqueológico. policultura promoveu a recuperação do solo degradado, no
entanto, o modo de vida camponês encontra-se ameaçado
Palavras-chave: Fogo, Práticas Rituais, Socidade pré-colonial.
pelo avanço da eucaliptura. A mesma gera diminuição do
Apoio Financeiro: PIBICVOL balanço hídrico e sua propriedade alelopática compromete
a polinização. A decomposição das folhas no solo impede
que outras plantas se desenvolvam. A leitura crítica da rea-
lidade e o enfrentamento coletivo são as alternativas para a
permanência da vida camponesa na localidade.

Palavras-chave: Teoria Espacial; Autonomia; Desenvolvimento Humano;


Camponês; Natureza

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 544

O PAPEL DOS CATADORES DE MATERIAIS PRODUÇÃO ECONÔMICA E DINÂMICA AMBIENTAL


RECICLÁVEIS AUTONÔMOS NA COLETA SELETIVA NO ESPAÇO RURAL DO MUNICÍPIO DE SALGADO
INFORMAL EM ARACAJU
Michael Antonyne Alves Silva; Debora Barbosa da Silva
Clairton de Santana Neto; Cyntia Sena Santos; Maria Do Socorro
O meio ambiente é modificado pelas atividades produtivas,
Ferreira da Silva
em Salgado a agricultura e agropecuária são responsáveis
O catador de materiais reutilizáveis e recicláveis é um tra- por transformações nos ecossistemas alterando a dinâmica
balhador de notória significância no processo de geren- ambiental. O objetivo do trabalho é analisar a dinâmica das
ciamento integrado de resíduos sólidos no Brasil, pois paisagens através das atividades produtivas e das singulari-
contribui efetivamente na coleta seletiva. Essa pesquisa dades ambientais no município de Salgado. A metodologia
tem como objetivo analisar o papel dos catadores de ma- utilizada está balizada na análise integrada da paisagem e
teriais recicláveis informais em Aracaju. Para a execução da nas proposições pertinentes ao modelo. (BERTRAND, 1972,
pesquisa foram desenvolvidas as seguintes etapas: levan- 2004). A partir da ordenação territorial de TRICART (1977),
tamento bibliográfico e documental; pesquisa de campo; que correlaciona ao conceito de sistema, integrando ele-
entrevistas com roteiro semiestruturado aplicados com 30 mentos da dinâmica ambiental, avaliando as interferên-
catadores informais (aqueles que não estão vinculados a cias humanas sobre o meio. Essa análise resultou em três
associação ou cooperativa); tabulação, análise e interpreta- áreas que se diferenciam pela declividade, o topo do Tabu-
ções das informações. Esses atores realizam a coleta seleti- leiro Costeiro de declividade pouco acentuada, onde há a
va de materiais (plásticos, papel, metais e vidro) de modo predominância da infiltração em relação ao escoamento
informal nas ruas da cidade, nas lixeiras de condomínios e superficial resultando na pedogênese com pouca instabi-
vendem aos sucateiros e “ferro velho” para garantir a sobre- lidade onde a produção citrícola se destaca. As vertentes
vivência. Durante a pesquisa de campo foi possível a iden- com maior declividade são propícias aos processos erosivos
tificar quatro categorias de catadores nas ruas de Aracaju: fortemente instável, onde é possível identificar atividades
o catador que tem a atividade como única forma de renda; agropecuárias que intensificam a erodibilidade do solo. E as
o catador morador de rua; aquele que coleta materiais reci- áreas das vertentes de menor declividade é definida como
cláveis para obter descontos na conta de energia elétrica; de média instabilidade, onde a pedogênese e a morfogêne-
e, o catador que busca complementar a renda com a coleta se atuam na mesma área onde são encontradas atividades
de materiais recicláveis. O trabalho dos catadores é carac- agrícolas e agropecuárias.
terizado com alto grau de periculosidade e insalubridade. É
Palavras-chave: Dinâmica Ambiental; Produção Econômica; Espaço Rural.
evidente a necessidade de políticas públicas inclusivas que
implementem ações que melhorem as condições de traba- Apoio Financeiro: PIBICVOL.
lho e saúde dos catadores.

Palavras-chave: Em anexo

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 545

O PAPEL DOS CATADORES DE MATERIAIS AOS OLHOS DA SAÚDE: UMA REVISÃO DE


RECICLÁVEIS NA COLETA SELETIVA FORMAL LITERATURA ACERCA DA VIOLÊNCIA
CONTRA AS MULHERES
Davi Genisson da Silva Menezes; Maria Do Socorro Ferreira da Silva
Lucas Feitosa de Souza; Leticia Rocha Santos; Wilton Pedro
Nos últimos anos observa-se um aumento no número de
Almeida Santos; Claudiene Santos
catadores de materiais recicláveis, pois encontram a coleta
como única fonte de renda. Esse trabalho tem como obje- Uma manifestação extremamente perversa da desigualdade
tivo analisar o papel dos catadores de materiais recicláveis de gênero é a violência contra as mulheres (VCM), que im-
formais a partir de sua participação na coleta seletiva em pacta, significativamente em seu processo saúde–doença.
Aracaju. A pesquisa foi realizada mediante levantamento Esta pesquisa teve como objetivo principal avaliar artigos so-
bibliográfico e documental e pesquisa de campo com apli- bre VCM com enfoque no feminicídio a fim de mapear quan-
cação de entrevistas com os catadores da COOPERLUXO. ti-qualitativamente sua ocorrência no Brasil. Inicialmente,
Os catadores atuam na cooperativa coletando materiais fez-se uma busca de artigos na plataforma online PubMed
recicláveis (papel, papelão, plástico e metais), que são se- com os seguintes descritores: “Feminicídio”, “Feminídio”, “Vio-
parados, armazenados e comercializados pela cooperativa. lência de Gênero” e “Violência contra a mulher” AND “Brasil”.
Apesar de serem considerados catadores “formais”, pois es- Foram analisados 109 artigos e os resultados apontam que o
tão vinculados a uma cooperativa, esses trabalhadores não número de publicações do tema tem crescido desde o ano
possuem registro na carteira de trabalho e não têm direito de 2013, sendo a primeira publicação em 2000. Os artigos
a décimo terceiro salário e férias. Esses catadores trabalham foram divididos em três grandes áreas: Ciências Sociais Apli-
sem Equipamentos de Proteção Individual, ficando expos- cadas, Ciências Humanas e Ciências da Saúde, tendo esta úl-
tos a riscos de acidentes. Há necessidade do fortalecimen- tima o maior número de publicações (75). As grandes áreas
to coletivo que garanta condições adequadas de trabalho, também foram divididas em áreas do conhecimento, e com
melhoria na renda e garantir a saúde laboral. É importante isso percebeu-se que a maior parte dos artigos foram publi-
que os órgãos responsáveis pelo gerenciamento de resí- cações da Medicina (27), Enfermagem (25) e Saúde Coletiva
duos sólidos promovam estratégias para a inclusão social (18). Na Enfermagem, a maior parte dos artigos (7) tratavam
destes trabalhadores e o acesso às políticas públicas para sobre a violência sofrida por mulheres grávidas. Na Medicina
ajudar na organização e estruturação das cooperativas. o mais discutido foi a importância do preparo do profissional
da saúde em identificar casos de VCM. Por fim, concluiu-se
Palavras-chave: Condições de trabalho, Saúde, Inclusão social, Políticas Públicas.
que apesar das especificidades de cada área, todas enten-
Apoio Financeiro: PIBICVOL dem a VCM como uma situação de grande importância a ser
estudada para ser erradicada

Palavras-chave: Feminicídio, violência contra as mulheres, saúde da mulher.

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 546

O PRINCÍPIO DE FALSEABILIDADE E A DISTINÇÃO AGENTES E ESTRATÉGIAS DE REESTRUTURAÇÃO


CIÊNCIA/ PSEUDOCIÊNCIA URBANA DE ARACAJU: OS CONDOMÍNIOS
FECHADOS E O MARKETING
Caiky Martins Nunes; Sergio Hugo Menna
Quesia Maria dos Santos; Antonio Carlos Campos
Identificar a importância histórica e filosófica do Princípio
da Falseabilidade para o Problema da Demarcação foi o O trabalho apresenta os resultados da pesquisa intitulada
principal objetivo dessa pesquisa. Para tanto, trouxe à tona de “AGENTES E ESTRATÉGIAS DE REESTRUTURAÇÃO URBA-
o processo de desenvolvimento dessa discussão, conside- NA DE ARACAJU: OS CONDOMÍNIOS FECHADOS E O MA-
rando as contribuições dos principais filósofos da ciência. RKETING”. Estruturada com o objetivo de analisar como os
Tomando como ponto partida os gregos e suas discussões agentes modeladores planejam o espaço urbano em função
a respeito da distinção entre doxa e episteme, percorri pe- dos condomínios fechados e o marketing com a promoção
las contribuições de Bacon, Newton e outros pensadores da forma verticalizada de moradia. A investigação foi pau-
do século XVII influenciados pela indução. No século XVIII tada em acordo com o plano de trabalho para discutir as es-
ressaltei nomes como Hume e Kant, os quais criticaram os tratégias dos diferentes agentes de reestruturação. Assim,
métodos indutivos e estabeleceram dúvidas, necessárias na foram desenvolvidas leituras de textos científicos acerca do
discussão da produção científica. Apresentei a rígida crítica tema, análises dos canais de divulgação de empreendimen-
de Karl Popper à filosofia do positivismo lógico e o lança- tos como encartes, propagandas, maquetes disponíveis em
mento do seu Princípio da Falseabilidade que se configu- locais de circulação do público alvo, trabalho de campo no
ra como um grande avanço naquilo que ficou conhecido ambiente estudado e entrevista com condôminos. Durante
como o Problema da Demarcação, isto é, a tentativa de de- a pesquisa foi possível notar que a cidade de Aracaju colo-
limitar eficazmente a ciência da pseudociência. A metodo- cada como uma cidade para todos, é uma cidade fragmen-
logia usada na pesquisa consistiu em leituras, fichamentos tada pelo poder do consumo, ou seja, para cada ambiente
e reuniões de orientação. Os resultados mais importantes existe um cenário ou paisagem e um tipo de consumidor.
resultados da pesquisa foram: uma compreensão mais Os espaços são planejados pelos agentes de estruturação
profunda da dificuldade de delimitar o conhecimento da urbana que também seleciona quem irá usufruir em acor-
opinião, avaliação mais precisa do potencial da ciência em do com o poder aquisitivo. A ação do marketing e a relação
produzir conhecimento digno de confiança e a identifica- com os condomínios fechados está em promover, ou seja,
ção dos desafios aos atuais filósofos da ciência. PIBICVOL. criar a necessidade de viver em um espaço idealizado para
Conhecimento; Ciência; Karl Popper; Falseabilidade. determinado grupo e fazer o público ao qual é destinado o
produto realizar a compra.
Palavras-chave: Conhecimento; Ciência; Karl Popper; Falseabilidade.
Palavras-chave: Agentes, condomínios fechados, city marketing
Apoio Financeiro: PIBICVOL
Apoio Financeiro: PIBICVOL
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 547

A SANTA CASA DA MISERICÓRDIA (SE) NO ARQUIVO UMA ANÁLISE EXPLORATÓRIA DA VISIBILIDADE


PÚBLICO DO ESTADO DE SERGIPE E NO IHGSE. DAS QUESTÕES AMBIENTAIS NO CINEMA DE
ANIMAÇÃO: O CASO DO ECOCINE
Willams dos Anjos Oliveira; Janaina Cardoso de Mello
Thiago Ferreira Tenorio; Iana Pimenta Reis; Jean Fabio Borba Cerqueira
A pesquisa trata da Santa Casa da Misericórdia em São Cris-
tóvão (Sergipe), no século XIX, com atenção aos seus confli- Este resumo apresenta resultados preliminares obtidos na
tos e negociações. O trabalho recai sobre a documentação primeira fase da pesquisa, a qual visa as potencialidades
do século XIX no Arquivo Geral Público do Estado de Sergi- do cinema de animação na comunicação ambiental. Ela
pe (APES) e no Instituto Histórico e Geográfico Sergipano faz parte do Laboratório de Comunicação Interdisciplinar
(IHGSE). Em Sergipe D’el Rey a Santa Casa da Misericórdia foi (LICA) da UFS. Assim, tomando como objeto de investiga-
fundada no século XVII, entrando em progressiva decadên- ção as Enviro-toons (animações ambientais), que circularam
cia no século XIX e sendo ocupada pelo Lar Imaculada Con- nos mais relevantes festivais especializados em audiovisual
ceição em 1911. Apesar da complexidade dos problemas ambiental da América do Sul. Com isso, buscou-se, nesta
que enfrentou a Santa Casa da Misericórdia sancristovense etapa de investigação, estabelecer uma tipologia das ani-
prestou serviços de saúde, contando assim com as doações, mações identificadas em um levantamento realizado a
os juros de empréstimos, foros de terras e legados pios (SIL- partir dos seus respectivos websites, considerando-se as-
VA FILHO, 2001, p.144). Possuía um extenso rol de devedo- pectos relativos à representação do meio ambiente e de
res, dentre os quais muitos senhores de Engenho da Pro- sua problemática. De forma mais específica, o presente
víncia de Sergipe, com seus nomes anunciados de tempos trabalho diz respeito ao festival ambiental Ecocine, dado
em tempos na Folha Sergipense. Cabe indagar: Quais eram ao seu pioneirismo e relevância no Brasil. Como base te-
os conflitos, as negociações e os personagens em torno da órica, o estudo se apoia na perspectiva da Comunicação
Santa Casa da Misericórdia sancristovense no século XIX? O Ambiental apresentada por Cox(2010), no debate sobre a
corpus documental exige Paleografia para a transcrição, lei- animação estabelecido por Denis (2010) e Nogueira (2010),
tura e interpretação dos documentos. As fontes requerem e na discussão sobre animação ambiental desenvolvida por
a leitura comparativa e uma análise crítica que evidencie as Murray & Heumann (2009) e Starosielski (2014). Em linhas
lacunas, as contradições e as ressignificações sobre o tema. gerais, no corpus analisado foi possível identificar, além da
Por fim, será criado e alimentado um banco de dados em diversidade temática, um contexto bastante heterogêneo
um site com vistas a disseminar entre os pesquisadores as na forma como é estabelecida a comunicação ambiental,
informações da pesquisa. destacando-se ainda, o crescimento da produção animada
ao longo das mais diversas edições do festival. Tais resulta-
Palavras-chave: Santa Casa de Misericórdia, Documentação, Digitalização
dos irão subsidiar a produção de uma animação ambiental
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq ao final da pesquisa.

Palavras-chave: Animação Ambiental; Comunicação Ambiental; Ecocine;


Enviro-toons;

Apoio Financeiro: Voluntário


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 548

PHANTASÍA PARA CLEANTO E CRISIPO A SANTA CASA DA MISERICÓRDIA (SE) NO


ARQUIVO GERAL DO JUDICIÁRIO E NO IPHAN 8A
Carlos Eneas Moraes Lins da Silva; Aldo Lopes Dinucci
SUPERINTENDÊNCIA.
A partir de uma mudança de temática, que reconhecemos
Ingrid Batista Santos; Janaina Cardoso de Mello
ser apropriada aos temas da atualidade, resolvemos mu-
dar as vias da pesquisa e nos concentrarmos nas questões A pesquisa A Santa Casa da Misericórdia (SE) no Arquivo Ge-
políticas que permeiam a filosofia do estoicismo imperial, ral do Judiciário e no IPHAN 8ª Superintendência, resultado
notadamente em Epicteto e Musônio Rufo. Nesse viés, cre- do PICVOL, teve como objeto a Santa Casa da Misericórdia
mos que estamos encontrando evidencias relevantes para em São Cristóvão (Sergipe), no século XIX, com especial
explicar os posicionamentos político tomados por ambos, atenção aos seus conflitos e negociações. Mesmo com os
relativamente ou não ao seu contexto histórico, tornando percalços financeiros, o hospital de caridade manteve-se
possível extrair uma reflexão política consistente a partir da em funcionamento, assim como a capela e o banco de em-
obra desses dois filósofos. Defendemos que os dois se apro- préstimos, até o século XIX quando fechou suas portas. Op-
ximam em boa parte das suas reflexões, sendo considerado tou-se pela adoção de uma metodologia quali-quantitativa,
ponto pacífico filiar algumas ideias de um às do outro, mas levantamento e digitalização de fontes primárias, recurso à
quanto a alguns aspectos, se distanciam bastante. Em ques- paleografia e cotejamento de documentos e literatura per-
tões políticas abordamos a discussão do tirano e do mau tinente para uma reflexão criteriosa do tema. Foi percep-
governo, mas também a do bom governo e do bom gover- tível, ao final do estudo, traçar comparativamente o papel
nante. Perceberemos que Musonio se debruça diretamente das Santas Casas da Misericórida na cultura brasileira tendo
sobre a questão do bom governante, bem como das ações como foco sua distribuição geográfica, papel social e rela-
cidadãs e os caracteres da cidade em boas condições. Por ção religiosa no século XIX e, particularmente, identificar as
outro lado, Epicteto não parece se empenhar em descrever relações sócioculturais da Santa Casa da Misericórdia san-
uma boa administração da cidade, mas se preocupa com o cristovense com a comunidade local e regional, enfatizando
posicionamento que alguém deve ter frente à regência de sua história e seus traços sobreviventes naquele espaço até
um tirano para manter-se livre, virtuoso, feliz.. etc, numa pa- os dias de hoje.
lavra, para suportar a tirania adequadamente. Desse modo,
Palavras-chave: Santa Casa de Misericórdia, São Cristóvão, Fontes
um trata da questão do governo ideal e o outro parece não
se preocupar muito com isso, mas os dois se aproximam por Apoio Financeiro: PIBICVOL
considerarem a tirania como algo suportável.

Palavras-chave: Politica; Epicteto; Musonio Rufo; Roma; Estoicismo Imperial.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 549

EXPERIMENTAÇÃO POLÍTICA DA AMIZADE EM UMA INVENTÁRIO DE FONTES E PESQUISA GEOGRÁFICA


EXPERIÊNCIA DE PSICOLOGIA COMUNITÁRIA SOBRE A FORMAÇÃO TERRITORIAL DE ITABAIANA
NO QUISSAMÃ/SE.
Rafael dos Santos Oliveira; Fabricia de Oliveira Santos
Ana Marillya de Matos Carneiro; Livia Godinho Nery Gomes Azevedo
O Projeto de Pesquisa “Das Minas de Prata a outros inte-
O presente trabalho se propõe a facilitar a experimentação resses: pensamento geográfico e geografia histórica de
discursiva da amizade em seu sentido político, através de Itabaiana - fontes e temas relativos à formação de seu terri-
rodas de conversas no povoado de Quissamã. A amizade tório” tem no Plano de Trabalho “Inventário de fontes e pes-
em sua qualidade política exige uma abertura ao outro em quisa geográfica sobre a formação territorial de Itabaiana” o
um movimento de troca de afetos, e esses encontros po- objetivo de inventariar referências levantadas no Plano de
dem aumentar a potencia de ação e reflexão dos corpos. Trabalho “Levantamento e mapeamento de fontes sobre a
Trata-se de uma pesquisa-intervenção, que usa as rodas de formação territorial de Itabaiana”. As referências constam de
conversas como instrumento para criação de estratégias de teses de doutorado, dissertações de mestrado, monografias
ações coletivas e identificação de metas e prioridades co- dentre outras fontes. O inventário analisa, através de leitura
muns. Acompanhamos no Quissamã um grupo que vem se apurada, uma produção historiográfica recente, e grande
articulando para manter uma horta coletiva e implementar parte não publicada, que contém dados sobre a formação
uma mini indústria para produção de polpas de frutas. O territorial de Itabaiana e sergipana. Além do inventário, reu-
trabalho na horta está ativo; tem limitações com o escoa- niões semanais de orientação auxiliam o contato entre os
mento, mas segue produzindo. A mini indústria ainda não bolsistas envolvidos, o estudo de temas sobre Geografia e
está funcionando, tem problemas estruturais que inviabili- o Projeto, e estimulam a discussão e acumulação de conhe-
zam sua abertura legal e a pouca participação dos órgãos cimento teórico e do convívio dos discentes relacionados à
públicos com políticas que acolham as reais demandas da formação territorial. As atividades valorizam o conhecimen-
comunidade e a dificuldade para manter a regularidade das to social do aluno, através da reflexão sobre os processos
rodas de conversas atravessam e dificultam o desenvolvi- de ocupação aos quais foram submetidos o território e a
mento do trabalho. sociedade. Assim, desenvolve-se o papel do geógrafo de
promover estudos e democratizá-los: valorizar memórias,
Palavras-chave: amizade; rodas de conversas; pesquisa-intervenção;
relatos e o conhecimento popular, e a ciência geográfica re-
políticas públicas.
presentada no pensamento geográfico e na geografia his-
Apoio Financeiro: PIBICVOL tórica das fontes inventariadas, obter sustentação teórico-
-metodológica para realização do Projeto.

Palavras-chave: Formação territorial, inventário de fontes, Itabaiana.

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 550

CATALOGAÇÃO BIBLIOGRÁFICA NOS AVALIAÇÃO DE VIÉS DE ATRIBUIÇÃO HOSTIL PARA


JORNAIS AMERICANOS E NO SUL-AFRICANO FACES AMBÍGUAS EM GRUPOS VULNERÁVEIS LGBT
“MAIL&GUARDIAN”, SOBRE AÇÕES AFIRMATIVAS E
Victoria de Andrade Palma; Elder Cerqueira Santos
MINORIAS SOCIAIS.
O presente plano de trabalho é parte do projeto intitulado
Danilo dos Santos Rabelo; Paulo Sergio da Costa Neves
“Avaliação e treinamento de percepção de emoções faciais
Findando-se a primeira etapa, ao concluirmos a cataloga- para tratamento de ansiedade e promoção da saúde em
ção dos jornais norte-americanos “The New York Times” e grupos vulneráveis LGBT”. Um dos objetivos gerais deste
“Washington Post”, passamos os nossos olhares para a Áfri- projeto, é investigar, em uma grande amostra de indivíduos
ca do Sul, através do jornal Mail&Guardian, país este par- LGBT, a associação entre a tendência a interpretar expres-
tícipe de um efervescente debate quanto às políticas afir- sões ambíguas de emoções como negativas ao invés de po-
mativas. Ao buscarmos as conexões entre ambos os países, sitivas e sintomas de ansiedade e outros sintomas psicopa-
constatou-se a diferenciação das políticas públicas e dos tológicos, e afetos positivos e negativos. Durante a primeira
objetivos destas entre os Estados Unidos e a África do Sul. fase de pesquisa, investigamos principalmente a relação
No primeiro, o debate jurídico, aliado a aspectos econômi- entre ansiedade, homofobia externalizada, internalizada e
cos, gira em torno da legalidade das ações, tendo o Poder aspectos relacionados à afetivadade. Situações de homo-
Judiciário como grande influenciador das discussões. No fobia, de um modo geral, podem gerar traumas e causar
segundo, grande parte dos debates foi quanto ao limite da sérios problemas à saúde de indivíduos LGBT. Na presente
expansividade das ações afirmativas, elaboradas pelo Plano pesquisa encontramos resultados significativos no que diz
Nacional de Sociedade Inclusiva, como o Black Economic respeito à Homofobia Externalizada e Sintomas de Ansieda-
Empowerment (BEE), que concedia um suporte para as em- de. Outra variável importante é o tipo de afeto que o indiví-
presas compostas por um percentual pré-definido de fun- duo LGBT nutre para consigo, que tem relação direta com a
cionários negros. Percebeu-se, ao confrontarmos os dados sua autoestima. Para os Afetos Negativos, encontramos sig-
colhidos com o artigo: “Uma década de ações afirmativas: nificância tanto para Homofobia Externalizada, quanto para
os argumentos que norteiam o debate na mídia entre: 2000 Internalizada. A segunda parte do Projeto, que envolverá de
e 2010”, de autoria da Morena Barroso, que o debate nacio- fato Avaliação e Treinamento de Percepção de Emoções Fa-
nal foi realmente influenciado por ambas as nações estuda- ciais de Ansiedade, será desenvolvida posteriormente.
das. Segundo o artigo, as justificativas recorrentes no Brasil
Palavras-chave: Ansiedade; Viés de Atribuição Hostil; Emoções;
foram: a reparação; a meritocracia; a igualdade perante a
Vulnerabilidade; LGBT
lei; a melhoria do sistema educacional e a democracia ra-
cial, todos estes com exceção do último, particularidade do Apoio Financeiro: PIBICVOL

debate nacional, já recorrentes, anteriormente, em ambas


as nações.

Palavras-chave: Ações Afirmativas; Coleta de Dados; Estados Unidos;


África do Sul.

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da COPES/UFS


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 551

INSPETORES NAS ESCOLAS SERGIPANAS: CRIANDO E PROCESSANDO DADOS SOBRE A


DIAGNÓSTICO, VIGILÂNCIA MORTE EM PERSPECTIVA COMPARADA BRASIL-
E ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS BRASIL (FOTOS)

Elisabete Barreto Santos Maria Neide Sobral Adalucia de Aragao; Hippolyte Brice Sogbossi

Essa pesquisa se debruçou sobre a implantação dos Centros Com o título: Criando e processando dados sobre a morte
de Interesse de Decroly, na década de 1930, na Instrução em perspectiva comparada: Brasil e Benin (fotos) este tra-
Pública de Sergipe, mediante o olhar fiscalizador dos inspe- balho se constitui uma fonte ímpar de investigação de um
tores escolares, responsáveis diretos pela difusão do méto- tema ainda considerado tabu, fora do reduto das Ciências
do e visitas as escolas. Teve como objetivo central levantar Sociais. Isto por existir uma tendência contemporânea de
as ações que foram por eles desenvolvidas. Tratava-se de tentar apagar e fazer desaparecer a reflexão sobre a morte,
uma metodologia que procurava trabalhar os conteúdos de outrora tão presente até a metade do Séc. XIX (ARIÉS 2003).
forma integrada e focada nos interesses e nas necessidades Sendo assim, a presente reflexão sobre os procedimentos
das crianças, sempre unindo formas de observar, associar ritualísticos de morte na África, praticados tanto pelo grupo
e expressar. O referido estudo foi de natureza histórica e Adja-fon no Benin, quanto por adeptos do candomblé no
utilizando-se de uma metodologia de natureza qualitativa Brasil, na Bahia e no Maranhão, se constitui uma importante
se respaldou nos Termos de visitas, nos quais os inspetores interface para os Estudos Culturais na perspectiva compa-
registravam suas impressões sobre as escolas e as práticas rada. O objetivo principal foi o de selecionar, descrever e
desenvolvidas nas mesmas. Observou-se que os referidos analisar fotos feitas no Benin e no Brasil, Bahia e Maranhão,
centros possibilitaram a sistematização de ações da Esco- entre 2011 e 2016, buscando-se interfaces entre os ritos de
la Nova, particularmente sobre o sucesso e o insucesso da mortes dos povos em questão, para realizar-se um estudo
implantação dos centros de interesse e sua extinção como de observação secundária, a partir dos dados primários,
metodologia em Sergipe. recolhidos pelo orientador, por meio de observação parti-
cipativa. Assim, este trabalho seguiu uma abordagem qua-
Palavras-chave: Método Decroly. Escola Ativa. Inspectores escolares
litativa, buscando a apreensão, análise, descrição e interpre-
Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq tação dos fenômenos observados. Como resultado, dentre
as interfaces encontradas, o privilégio da ancestralidade
como a referência para a variação diastrática foi o ponto de
congruência. Finalmente, este trabalho se justifica por ter
gerado um acervo que poderá ser reutilizado por pesquisa-
dores de rituais de morte em comparação.

Palavras-chave: Palavras chaves: Ritos. Ancestrais. Benin. Jeje. Vodun. Zenli

Apoio Financeiro: PIBICVOL


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 552

A ACADEMIA SERGIPANA DE LETRAS EM REVISTA INTERFACES UTILIZADAS NOS CURSOS DE


GEOGRAFIA E QUÍMICA POR ESTUDANTES DA EAD
Lavinya Oliva Oliveira; Joesio Meneses de Oliveira; Claudefranklin
Monteiro Santos Felipe Santos Lima; Carlos Alberto de Vasconcelos

A Revista da Academia Sergipana de Letras foi criada em O projeto Interfaces Interativas no Curso de Licenciatura em
1931. É o segundo periódico mais antigo, ainda em circula- Geografia e Química da Universidade Aberta do Brasil (UAB)
ção, no Estado. Sua circulação e periodicidade nem sempre teve como objetivo investigar quais as interfaces interativas
foram regulares ao longo dos anos. Entretanto, seu conteú- utilizadas pelos alunos de Geografia e Química da UAB na
do e sua importância para os estudos de História e Cultura UFS. Foi uma pesquisa com abordagem qualitativa com da-
Sergipana são notórios. Até a presente data, 40 números dos coletados através de questionários aplicados nos dias
foram lançados, sendo que dois deles ainda precisem de das avaliações presenciais e por meio de formulários on-line
acesso ao domínio público, estando no prelo por conta da do Google Docs, coletando-se respostas de 24 alunos do
dificuldade de impressão. Frente aos problemas aqui ressal- curso de Química e 11 de Geografia. Para o desenvolvimento
tados, como desdobramento do Projeto Discursos e Memó- desse projeto, algumas categorias foram analisadas, como:
ria: Fontes para a História da Literatura Sergipana, todas a meios de interação no Ensino a Distância, interfaces utiliza-
edições da Revista da ASL foram digitalizadas e em parceria das, interação dos alunos com tutores. Em relação às infor-
com a UFS, estão sendo postadas em forma digital no Sis- mações obtidas, observou-se que 25% dos alunos informa-
tema de Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER). Além ram ter uma internet de baixa velocidade, além disso, 33%
disso, sua materialidade foi devidamente organizada e pre- apresentaram dificuldades com o AVA, interface utilizada
servada, e, agora, faz parte do Arquivo José Silvério Leite pela UAB para a EaD pública. Dentre as interfaces mais utili-
Fontes, pensado e criado a partir do referido projeto. O pre- zadas, predominou o e-mail com 84% de uso pelos alunos,
sente trabalho quer, em forma de pôster digital, apresentar mostrando assim o seu potencial para o aprendizado e co-
uma síntese da História da Revista da ASL e apresentar os municação; a maioria dos alunos classificou a interação com
primeiros resultados de seu processo de digitalização e dis- os tutores como razoável, 46% ou pouca, 31%. Os relatos e
ponibilização via SEER, com vistas a disseminar as ações de dados apresentados trazem reflexões quanto à necessidade
pesquisa e salvaguarda do patrimônio cultural sergipano, de melhorias em diversos pontos da UAB em Sergipe, tanto
devolvidas pelo Departamento de História da Universidade no campo de acesso à internet, quanto aos complementos
Federal de Sergipe e do Grupo de Pesquisa Culturas, Identi- na interface de aprendizagem dos alunos, principalmente
dades e Religiosidades para a parcela significativa de alunos que não tem afinida-
des com as tecnologias requeridas e outras emergentes.
Palavras-chave: História de Sergipe - Academia Sergipana de Letras –
Revista SEER Palavras-chave: Cursos a Distância, Interfaces Interativas, Geografia e Química

Apoio Financeiro: PIBICVOL Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq
27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 553

EXTRATOS DA HISTÓRIA DA IMPRENSA SERGIPANA A CONCEPÇÃO DE LINGUAGEM DE GÓRGIAS NO


- ACERVO JORNALISTA EMERSON CARVALHO ELOGIO DE HELENA

Victor Vicente da Silva; Claudefranklin Monteiro Santos Yuca dos Santos Goes; Joao Alexandre de Viveiros Cabeceiras

Nos últimos anos, cresce o interesse de pesquisadores por O sofista Górgias de Leontinos (485 a.C.-380 a.C.) foi um fa-
objetos da chamada memória familiar e/ou particular. Nes- moso orador e retórico de sua época. No Elogio de Helena,
se sentido, em Sergipe, é comum nos depararmos com cole- Górgias busca ilibar a personagem Helena do parecer da
ções e acervos dessa natureza, cuja riqueza cultural e histó- tradição, que a tornou culpada pela guerra de Tróia. Além
rica impressiona. Salvo aqueles cujo tempo e o descaso não de ser um exercício retórico, nesta obra, Górgias introduz
trataram de destruir ou se perder em algum lixão, por exem- sua concepção de linguagem, a saber, a célebre doutrina
plo, mantém-se preservados e necessitados de um cuidado acerca do poder do discurso sobre a alma humana. Esta co-
e da inserção de novas técnicas de proteção e salvaguarda. municação tem como objetivos analisar a concepção de
O jornalista Emerson da Silva Carvalho, membro da Asso- linguagem de Górgias como também examinar o aspecto
ciação Sergipana de Imprensa e da Academia Lagartense formal e a estratégia argumentativa do texto. A metodo-
de Letras, reuniu ao longo de pelo menos quatro décadas logia utilizada foi o método de pesquisa bibliográfica. No
uma série de períodos sergipanos que contém informações presente caso, tal pesquisa bibliográfica desdobrou-se em
importantes para entender seu contexto de produção e de duas etapas: 1. Análise das fontes primárias pertinentes a
circulação. Digitalizadas as 80 pacotilhas de seu acervo, elas Górgias concernentes à investigação. 2. Análise das fontes
agora poderão estar à disposição dos pesquisadores pela secundárias: leitura e fichamento de artigos, livros e ensaios
Internet, por meio de um website desenvolvido a partir de dos mais importantes comentadores das áreas. Apesar da
um Projeto PIBIC/UFS, desenvolvido entre os anos de 2016 imagem corrente negativa do termo sofista, vemos con-
e 2017. O presente trabalho quer, por meio da modalidade temporaneamente crescer um movimento de reabilitação
pôster digital, compartilhar com a sociedade e com a comu- dos sofistas, que enxerga neles, antes, um pensamento so-
nidade científica seus resultados e apontar caminhos para fístico sofisticado em seu aspecto filosófico e linguístico.
novas investidas acadêmicas em ações de salvaguarda da Dessa forma, O Elogio de Helena é uma das melhores fon-
memória sergipana, por meio dos impressos. tes para compreender o poder do discurso, testificado pelos
sofistas. Há quem acredita que, esse texto seja um exemplo
Palavras-chave: História de Sergipe – Imprensa Escrita – Emerson Carvalho
embrionário da concepção de linguagem como ação.
Apoio Financeiro: PIBICVOL
Palavras-chave: Górgias. Sofística. Elogio de Helena. Linguagem

Apoio Financeiro: PIBICVOL.


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 554

STOCKDALE: CORAGEM SOB FOGO PROJETO SALA VERDE UFS: FORMAÇÃO


CONTINUADA DE EDUCADORES AMBIENTAIS
Michelle Teles Dinucci; Aldo Lopes Dinucci
EM SERGIPE.
Stockdale ingressou na vida filosófica quando ainda era um
Andressa da Silva; Anne Alilma Silva Souza Ferrete; Aline Lima de
piloto naval de 38 anos de idade, e cursava graduação na
Oliveira Nepomuceno; Maria Inez Oliveira Araujo
Universidade de Standford. Estudava Relações Internacio-
nais, mas se sentia velho demais pra ter que lhe dar com a A Educação Ambiental é uma dimensão da Educação com
maneira como os sistemas políticos operavam. Cruzando aspectos que se entrecruzam na perspectiva ambiental,
pelos lados do Departamento de Filosofia de Standford que visa à compreensão de realidades complexas. Dessa
logo conheceu Philip Rhinelander decano de Ciências e Hu- forma, se constitui em um processo de criação cultural,
manidades, que ensinava Filosofia VI: Os problemas do Bem mediante a interação entre elementos naturais e sociais. Na
e do Mal. Em pouco tempo de conversa ambos descobriram perspectiva de promover a formação ambiental de profes-
um ponto em comum na Marinha, pois ambos tinham servi- sores dos municípios de Sergipe, o PROJETO SALA VERDE
do na Segunda Guerra Mundial. 15 minutos foi o suficiente –UFS proporciona seminários, encontros acadêmicos cur-
para que ambos concordassem que Stockdale entraria no sos de especialização e de extensão cujo escopo é auxiliar
meio de seu curso de 2 períodos e se reuniriam 1 hora sema- formação continuada e inicial dos professores e demais pro-
nalmente para aulas particulares para compensar a falta de fissionais interessados pelo campo da educação ambiental..
conhecimento. Esse estudo lhe deu inspiração e dedicação Diante disso trabalhamos na definição conceitos sobre as
a sua vida filosófica. Deixou as Relações Internacionais de demais temáticas (Educação Ambiental, Interdisciplinarida-
lado e entrou para a Filosofia com créditos suficientes para o de...), buscando criar um ambiente de interação, trabalho
mestrado. Passaram por vários filósofos, de Sócrates a Aris- em equipe, descontração e envolvimento socioafetivo que
tóteles e Descartes, depois para Kant, Hume, Dostoiéviski e se constituem como essenciais para o processo de ensino-
Camus. Rhinelander percebeu ao analisar e tentar descobrir -aprendizagem e formação profissional do bolsista de ex-
o que realmente lhe interessava, e notou que seu interesse tensão e dos professores envolvidos com a proposta. Para
nos Diálogos sobre a religião natural de Hume era bastante tanto, desenvolvemos oficinas para a elaboração e desen-
intenso. Na última sessão lhe apresentou uma cópia do En- volvimento do projeto nas escolas, participamos de reuni-
cheirídion e disse crer que ele se interessaria por esse livro. ões de formação e desenvolvemos as atividades de ensino
em alguns municípios sergipanos que se integraram ao pro-
Palavras-chave: lógica. Estoicismo. Helenismo.
jeto Sala Verde na UFS.
Apoio Financeiro: PIBICVOL
Palavras-chave: Educação Ambiental, formação continuada, formação de
professores

Apoio Financeiro: Voluntário


27º ENCONTRO DE INI CIAÇÃO CIENTÍFICA - EIC | CIÊNCIAS HUMANAS | 555

PELO ESPAÇO DO HOMEM CAMPONÊS:


ESTRATÉGIAS DE REPRODUÇÃO SOCIAL DOS
CAMPONESES MANDIOCULTORES NO TERRITÓRIO
DO BAIXO SÃO FRANCISCO SERGIPANO

Yarin de Almeida Albuheis do Espirito Santo; Lucas Feitosa dos


Santos; Daniela Santos Feitoza; Nubia Dias dos Santos

A pesquisa analisa as estratégias de reprodução social dos


camponeses mandiocultores no Território do Baixo São
Francisco SergipaNo, especificamente no Povoado Ladei-
rinhas “A”, no Município de Japoatã/Sergipe. Considerou-se
as relações estabelecidas entre os camponeses mandiocul-
tores com as políticas públicas para o meio rural (PRONAF;
PNRA; PAA; Previdência Rural), e o Bolsa Família. Investiga
se as mesmas contribuem de fato, para o desenvolvimento
rural. Foram utilizadas três metodologias distintas e inter-
conectadas: o Diagnostico Rural Participativo (DRP), o re-
gistro da Historia Oral de Vida e a aplicação de formulários
semiestruturados associados à simbiose entre os elemen-
tos singulares da identidade camponesa: terra, trabalho
e família. Constata-se que os camponeses de Ladeirinhas
“A” acessam o Estado e as políticas públicas, como estraté-
gia de reprodução social, mas não se limitam às mesmas.
Dentre o leque de estratégias de reprodução social foram
identificadas a atividade da policultura, o beneficiamento
da mandioca nas Casas de Farinha, a organização política
e social e a relação dos moradores do Povoado com a Es-
cola Família Agrícola de Ladeirinhas “A”. Constata-se que as
políticas públicas são dicotômicas, pois contribuem para a
fixação do camponês no campo, ao tempo em que tentam
sujeitá-los ao mercado. Conclui-se que as mesmas devem
ser repensadas a partir do reconhecimento desses sujeitos
sociais históricos, contribuindo para a sua autonomia e re-
produção social.

Palavras-chave: Teoria espacial; Espaço; Território Camponês;


Desenvolvimento humano

Apoio Financeiro: O presente trabalho foi realizado com apoio da


FAPITEC/SE