Você está na página 1de 5

https://guiadoestudante.abril.com.

br/profissoes/radio-tv-e-internet/

http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/tv/materias/CAMARA-HOJE/490812-
SITE-PLENARINHO-CRIA-PLANOS-DE-AULA-PARA-AUXILIAR-
PROFESSORES.html

Direção de Atores,

Direção de Arte e Cenografia

Direção de Fotografia

Direção geral de Ficção

Direção geral de documentário

Direção Sonora

Direção de Humor *

Projetos de criação de conteúdo em RTVI I 90 horas Introdução à Linguagem Audiovisual


Laboratório Multidisciplinar Projetos de criação de conteúdo em RTVI II 90 horas Introdução à
Linguagem Audiovisual Laboratório Multidisciplinar

O bacharel em rádio e TV produz conteúdo em vídeo, áudio e


multimídia. É sua função criar, produzir, editar ou dirigir programas de
rádio, TV ou internet.

Ele monta e coordena a grade de programação de uma emissora e


redige roteiros de programas de ficção, como novelas e séries, ou de
não ficção, como jornais e reality shows. Também chefia equipes de
gravação e de produção de programas jornalísticos, educativos e de
entretenimento, e orienta cenógrafos, marceneiros e eletricistas na
construção de cenários. Atua como comentarista, apresentador ou
locutor.
Pode também ter seu próprio canal no Youtube ou produzir narrativas
transmídia, que integram diferentes linguagens e meios de
comunicação.

Trabalha em emissoras de rádio e TV comerciais, educativas ou


comunitárias, agências de publicidade e em produtoras de vídeo e de
programas para transmissão via internet.

O que você pode fazer

Criação Elaborar roteiros e programas, vinhetas e chamadas de


programas para rádio e TV.
Coordenação de programação Organizar a programação da
emissora, definindo os programas que serão produzidos e os horários
de exibição, segundo critérios comerciais e de audiência.
Direção Liderar a equipe de produção. Supervisionar a produção de
um programa e a criação de quadros, cuidando do conteúdo e da
qualidade técnica.
Edição Selecionar sons, imagens e textos que farão parte de cada
programa radiofônico ou televisivo.
Gestão Administrar o funcionamento de empresas do setor ou de
áreas específicas, como comercial, financeira, marketing, além de
gerir dados, como os de audiência.
Produção Providenciar a infraestrutura para que o programa seja
realizado e transmitido, preparando entrevistados, providenciando
material de apoio, cuidando de cenários e equipamentos e solicitando
o suporte técnico e logístico para as gravações.

Roteiro Escrever narrativas para novelas, minisséries ou filmes.


Preparar blocos de programas em emissoras de rádio e TV.
Técnica Operar equipamentos de gravação de imagem e som,
iluminação e edição.
Mercado de Trabalho

A lei de incentivo à produção nacional nas emissoras de TV por


assinatura, que exige uma cota mínima de programas nacionais na
grade da TV paga, abre demanda para esse profissional.

O número de títulos nacionais para a TV paga passou de 1.711 para


3.344 produções entre 2012 e 2016. Até a Netflix, que não é uma
emissora de TV, mas uma provedora de filmes e séries via streaming –
e, portanto, não está obrigada a cumprir a lei –, já começou a produzir
séries no brasil. “Eles precisam de material com potencial de venda no
exterior”, diz o professor Renato Tavares, coordenador do curso de
rádio, TV e internet da Universidade Anhembi Morumbi (SP).

A produção de conteúdos para a internet também eleva a procura pelo


graduado, que pode atuar como empreendedor. Empresas de rádio e
TV ainda são as maiores empregadoras, mas há vagas em produtoras
independentes, que produzem programas para as emissoras de TV e
rádio.

As melhores ofertas estão nas áreas de produção e edição de


imagens, como no eixo Rio-São Paulo.

Curso

Oferece formação generalista na área de comunicação social, com


foco nas atribuições práticas em rádio e TV, como criação, direção,
produção e edição de produtos radiofônicos e televisivos.

O currículo aborda a produção de videográfcos, representações


gráficas em vídeo, empregadas na TV, no rádio, na internet e outras
mídias digitais, como tablets e celular. Há muitas disciplinas de
ciências Humanas e Sociais, como sociologia, filosofa, teoria da
comunicação e história da arte. Depois, começam as matérias
específicas, como roteiro, direção, cenografia, produção e criação em
imagem e som. As escolas costumam exigir trabalho de conclusão de
curso.

Duração média: 4 anos.


Outros nomes: Comun. Soc. (rádio, TV e internet); Radialismo.

8 carreiras que você


pode seguir com
Rádio e TV

Rádio e TV são as atividades ligadas à criação, à produção, à edição e à


direção de programas de rádio, TV e veiculados pela internet.
O mercado de trabalho para esse profissional pode ser considerado estável,
com um número de vagas que se mantém por causa do crescimento natural
das empresas de comunicação.

Não são poucas as diferentes áreas onde é possível trabalhar com uma
graduação em Rádio e TV. Confira as principais:
 Criação: elaborar roteiros e programas, vinhetas e chamadas de
programas para rádio e TV;
 Coordenação de programação: organizar a grade de programação da
emissora, determinando os programas que serão produzidos e os
horários que entrarão no ar, segundo critérios comerciais e de audiência;
 Direção: liderar a equipe de produção. Supervisionar a produção de
um programa e a criação de quadros, cuidando do conteúdo e da
qualidade técnica;
 Edição: selecionar sons, imagens e textos que farão parte de cada
programa radiofônico ou televisivo;
 Gestão: administrar o funcionamento de empresas do setor ou de
áreas específicas, como comercial, financeira, marketing, além de gerir
dados, como os de audiência;
 Produção: providenciar a infraestrutura necessária para que o
programa seja realizado e transmitido, preparando entrevistados,
providenciando material de apoio, cuidando de cenários e equipamentos
e solicitando o suporte técnico e logístico para as gravações;
 Roteiro: escrever narrativas e diálogos para novelas, minisséries ou
filmes. Preparar blocos de programas em emissoras de rádio e TV;
 Técnica: operar equipamentos de gravação de imagem e som,
iluminação e edição.